Bourdais vence depois de Empurrada de Rossi em Wickens no final da prova

Em St.Petersburgh, Local que abriu a temporada de 2018 da Formula Indy. O Francês Sebastien Bourdais contou com uma ajuda da sorte para levar a vitória. Tudo graças a uma tentativa mal sucedida de ultrapassagem de Alexander Rossi em cima de Robert Wickens, que liderou grande parte da prova.

Uma corrida bem confusa no começo, Na largada Will Power tentou tomar a ponta de Wickens e acabou rodando na entrada da segunda curva e batendo de traseira, Danificando o seu carro. Também tivemos a Rodada de Tony Kannan que foi atingido quando defendia posição no meio do pelotão. O Norte-Americano Charlie Kimball acaba parando na área de escape da última curva do circuito. Com todos esses incidentes foi dada a bandeira amarela na 3ªVolta.

Sebastian Bourdais e outros pilotos lá de trás (Incluído os envolvidos em acidentes) fizeram uma parada nos boxes. A Relargada aconteceu  na volta 6 e Jordan King por fora ganhou a primeira posição em cima do Wickens. Já Alexander Rossi conseguiu a ultrapassagem em cima de Matheus Leist, Assumindo o 3ºlugar. Logo depois disso tivemos uma bandeira amarela, Graças a Graham Rahal que atingiu o carro do Norte-americano Spencer Pigot. (que não apareceu praticamente o final de semana inteiro)

Na 11ªVolta tivemos nova relargada, Desta vez sem bandeira amarela por um bom tempo. King acaba perdendo a curva e Wickens da Schmidt Petersen volta a liderança. Rossi tenta se aproveitar da bobeada de King, Mas ele não realiza bem a manobra de ultrapassagem, Perde tempo e perde também a posição para Matheus Leist que vinha fazendo um final de semana exemplar. Logo depois disso o Norte-americano da equipe Andretti em duas voltas recuperou a posição que tinha perdido para o piloto Brasileiro e na volta seguinte passou King e assumiu a segunda posição.

Na 15ªVolta o carro de Matheus Leist acaba travando na 3ªMarcha e o piloto Brasileiro que fazia uma bela estreia na Indy foi para os boxes, O problema era muito sério, O que tirava qualquer chance de um bom resultado para o Gaúcho de Novo Hamburgo.

Wickens e Rossi tinha uma bela vantagem para Jordan King que acabou ficando mais para os outros pilotos que vinham lá atrás como o Canadense James Hinchcliffe da Schmidt Petersen.

Aos poucos os pilotos foram para a sua parada, Na volta 24 parou o Norte-americano Alexander Rossi, Na Volta 26 parou o líder Robert Wickens. A Liderança passou para as mãos de Sebastién Bourdais da Dale Coyne que vinha em uma tática diferente das demais.

Até que Matheus Leist acabou voltando para a pista e por razões ainda não explicadas o piloto da A.J.Foyt acabou batendo e abandonando a prova. E provocando uma bandeira amarela na 28ªVolta. Isso fez com que Bourdais perdesse a vantagem que ele tinha por não ter feito a parada, Assim como Pigot, Zach Veach e Claman de Melo que teriam de fazer a parada.

Na relargada Bourdais e Pigot nas duas primeiras posições com Vickers como o primeiro dos pilotos que já tinham feito a primeira parada com a tática convencional.

Mas acabou durando muito pouco essa bandeira verde, Já que Scott Dixon acabou atingindo de forma grotesca o Japonês Takuma Sato (Que vinha bem no começo de prova e depois disso acabou caindo) provocando uma nova bandeira amarela. Dixon foi punido pela manobra caindo para o final da fila enquanto que Pigot foi para a sua parada nos boxes, Deixando Vickens na cola do piloto Francês.

Na volta 38 a corrida recomeça com estreante canadense da Schmidt Petersen passando Bourdais e assumindo a liderança enquanto o piloto da Dale Coyne (Com o desgaste dos pneus mais macios que vinham de quase 40 voltas de uso) vinha sofrendo para manter o segundo lugar dos ataques principalmente de Alexander Rossi. Na volta 40 Rodada de Jack Harley da equipe de Michael Shank acaba na grama. Nova Bandeira amarela (5ªBandeira Amarela antes da metade da prova)

Com essa bandeira amarela Bourdais foi para a parada, Assim como metade do pelotão foi para os boxes para fazer uma parada, Mudando a estratégia dos boxes deles. Josef Newgarden teve um pneu furado, Por sorte ele levou rapidamente aos boxes não comprometendo completamente a sua prova. (Num final de semana bem difícil para o campeão de 2017)

A Relargada aconteceu na volta 46. A Partir dai a corrida realmente se desenvolve normalmente. Com o recorrer da prova a disputa pela vitória vinha se encaminhando para ser entre Robert Wickers da Schmidt Petersen e o Norte-americano Alexander Rossi da Andretti Autosport, Mas o Bourdais vinha bem colocado e com a possibilidade de fazer a parada a menos  funcionar e que ele pudesse entrar na disputa pela vitória.

Wickers parou na 60ºVolta e Rossi parou na 2 Voltas depois. A liderança voltava as mãos de Bourdais, Que precisava pelo menos fazer 15 voltas para fazer a parada e conseguir levar o carro até o final da prova.

Bourdais voltas antes da parada era pressionado pelo piloto da Schmidt que liderava a prova, Wickers não poderia se descuidar com Rossi que vinha tirando a diferença para ele. Quem também vinha na mesma estratégia eram Graham Rahal, Ed Jones, Josef Newgarden e Claman de Melo.

Na volta 78, Bourdais parou e provavelmente iria terminar a prova com um pouco de economia de combustível. Wickers e Rossi assumiram as 2 primeiras posições, Fizeram suas paradas a menos de 30 voltas para o final e partiram para o duelo pela vitória.

Com melhor desempenho, Rossi se aproximou de Wickers e partiu para cima em busca da vitória. Enquanto isso Bourdais vinha Economizando o combustível e se distanciando dos dois primeiros colocados. Hinchcliffe vinha brigando com Graham Rahal pelo 4ºlugar.

Wickers vinha resistindo a pressão de Rossi, Quando eles chegaram em Charlie Kimball e em Claman de Melo acabou Rossi da Andretti Autosport passando reto e quase batendo no muro, Isso foi um respiro que o piloto Canadense precisava na liderança. A vantagem foi para 3 segundos e pelo andar da carruagem estava pintando a vitória de um estreante na Formula Indy.

Até que a 9 voltas, O piloto Austríaco Rene Binder, da estreante Juncos Racing acabou passando reto e indo de leve para o muro. Bandeira amarela em todo o circuito e todo mundo se juntava e que parecia uma vitória tranquila do Canadense agora estava tudo indefinido, Até mesmo Bourdais, Rahal e Hinchcliffe entrarem nessa disputa.

Bandeira verde foi acionada a 5 voltas do final. Wickens segurava a liderança, Enquanto que Rossi escorregava um pouco e deixava o piloto Canadense abrir diferença. A3 voltas no final o Inglês Max Chilton para na pista e aciona a bandeira amarela. E dai se tem um trabalho incrivelmente rápido para religarem o carro do piloto da Carlin. Conseguiram e isso fez com que pudessem acionar a bandeira verde a 2 voltas do final.

Foi ai que Rossi tentou a cartada final assim que foi acionada a bandeira verde, O Norte-Americano foi para cima do Canadense, se posicionou por dentro e mesmo sem estar com o carro de lado acabou entrando na curva com condições de ultrapassar, Mas acabou por escorregar e atingir Wickens que teve o final de sua corrida o muro como destino. Com tudo isso Sebastien Bourdais assumiu a liderança com Rahal em 2º e Rossi ainda mantendo a 3ºposição.

Com isso acionaram a bandeira amarela. Bourdais que largou em 14ºlugar e adotou a tática diferente dos favoritos acabou tendo a sorte ao seu lado e conquistou a sua 36ªvitória de sua Carreira. O piloto da Dale Coyne repete a dose do ano passado aonde ele venceu na abertura do campeonato na Mesma St.Petersburgh.

Graham Rahal também adotando tática diferente após ter atropelado Spencer Pigot ficou em 2º e Alexander Rossi acabou completando o pódio em 3º.(Na minha opinião ele deveria ter levado acréscimo de 20 segundos no tempo final de corrida) Completando os 5 primeiros colocados ficaram: James Hinchcliffe e Ryan Hunter-Reay que começou a corrida com problemas em seu carro e conseguiu uma recuperação muito boa.

Scott Dixon teve um dia para esquecer, Errou no lance aonde ele atropelou Takuma Sato, Sofreu uma punição de Drive Turogh por ter excedido o limite de velocidade. O 6ºlugar do piloto da Chip Ganassi é um grande lucro. Pois não fez corrida para essa posição.

Os 6 primeiros colocados foram todos motores da Chevrolet. Só ai você ver o primeiro Penske e o primeiro Motor Chevrolet em 7ºlugar. Com um sumido Josef Newgarden. O time de Roger Penske ainda teria Will Power que bateu no começo da prova chegando no 10ºlugar, Atrás de Ed Jones que estreou na Chip Ganassi e de Marco Andretti que corre esse ano pela Andretti-Herta.

O Único Brasileiro que terminou a prova foi Tony Kannan, Estreando pela A.J.Foyt acabou tendo uma estreia apenas regular na equipe de uma das lendas do automobilismo Norte-Americano, Ao completar a prova em 11ºlugar. Das equipes novatas acabou a Harding Racing de Gabby Chaves obtendo um desempenho bem melhor, Apesar do 14ºlugar do Colombiano. Ela se mostrou melhor do que a Juncos Racing e do que a Carlin.

Robert Wickens, Que liderou a maior parte da prova acabou apenas em 18ºlugar. Uma judiação para quem merecia vencer a prova de hoje.

Daqui a 3 semanas a IndyCar 2018 volta com o primeiro desafio em circuito oval. O GP de Phoenix, No deserto do Arizona.

Resultado final do GP de St.Petersburg
1ªEtapa da IndyCar 2018

Pos Piloto Equipe Carro/Motor Voltas Tempo/Abandono
1 18 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 110 2h17m48.4954s
2 15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda 110 0.1269s
3 27 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 110 0.7109s
4 5 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 110 1.5175s
5 28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 110 1.9907s
6 9 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 110 2.2716s
7 1 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 110 3.3842s
8 10 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 110 4.2992s
9 98 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 110 4.8363s
10 12 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 110 6.1272s
11 14 Tony Kanaan AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 110 6.5176s
12 30 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda 110 7.4005s
13 22 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 110 7.9903s
14 88 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 110 9.2272s
15 21 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 109 1 Volta
16 26 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 109 1 Volta
17 19 Zachary Claman Dale Coyne Racing Dallara/Honda 109 1 Volta
18 6 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 108 Acidente
19 59 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 108 2 Voltas
20 23 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 107 3 Voltas
21 20 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 107 3 Voltas
22 32 Rene Binder Juncos Racing Dallara/Chevrolet 100 Acidente
23 60 Jack Harvey Michael Shank Racing Dallara/Honda 38 Abandonou
24 4 Matheus Leist AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 16 Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

Robert Wickens conquista pole na sua estreia na Indy, Leist larga em 3º

Na Primeira classificação do novo carro da Indy, Não tivemos os medalhões brilhando, Mas sim um estreante vindo do Canadá. Robert Wickens marcou sua primeira pole position. Em condições complicadas que se sucederam devido a chuva que aumentava de intensidade a cada parte do Treino que se passava.

No Grupo 1, Zach Veach chegou a liderar o treino acabou ficando de fora, Com o 8ºlugar. O Campeão de 2017 Josef Newgarden acabou ficando de fora por 2 centésimos do tempo de Ryan Hunter-Reay (último dos pilotos que classificaram)

Jordan King, Outro estreante que faz parte da temporada com o carro da equipe Carpenter foi o mais rápido do Grupo, (E o mais rápido juntando os 2 grupos) Também classificaram Alexander Rossi, Robert Wickens, Tony Kannan, Simon Pagenaud e Hunter-Reay.

No Grupo 2, A Chuva começava a dar as caras. Graham Rahal acabou rodando na metade do treinamento. Os dois primeiros lugares no treino quando faltavam 3 minutos para o final acabaram ficando de fora da 2ªFase. No final do treino Will Power marcou o melhor tempo, 3 centésimos a frente do Brasileiro Matheus Leist. Na da pressão, O jovem piloto que faz sua estreia na Indycar parecia um veterano, Acabou conquistando com muita autoridade essa qualificação. Scott Dixon, James Hinchcliffe, Gabby Chaves e Takuma Sato passaram para a segunda fase.

Na segunda fase, A Chuva aperta e deixa o limite entre o melhor tempo e o muro muito próximo. Matheus Leist, Simon Pagenaud, Scott Dixon, Takuma Sato ou perderam a trajetória e quase passaram reto ou rodaram. O Japonês da equipe Rahal rodou, Mas voltou ao treino.

A Segundos do Final, O Francês Simon Pagenaud roda e acaba ficando pelo caminho o que faz acionar a bandeira vermelha em todo o circuito. Tempo encerrado e o Canadense Robert Wickens marcou o melhor tempo com 1:00.54. Will Power ficou com 1:00.59 em 2º e Alexander Rossi com 1:00.63 ficou em 3º. Jordan King, Matheus Leist e Takuma Sato passaram para a fase final. Tony Kannan ficou em 10ºlugar, Posição aonde ele larga amanhã.

Mas Acabou Alexander Rossi sendo punido, Perdendo seu melhor tempo acabou ficando de fora do Q3. Ryan Hunter-Reay passou para a 6ªvaga.

Na Fase final do Treino, A chuva aumentou a intensidade, não o bastante para molhar de vez o circuito, Mas sim melar a pista a tal ponto que deixou a disputa por essa pole mais emocionante do que nunca. Will Power liderava na parte final do Treino, Ryan Hunter-Reay não conseguiu superar o tempo do piloto da Penske.

A pole não ficou com o Australiano, Porque no final o Canadense Wickens marcou 1:01.66 superando o tempo de 1:01.74 de Power e com isso o piloto da Schmidt-Petersen marca a primeira pole do ano e a primeira pole da Carreira.

Destacar o ótimo trabalho do Brasileiro Matheus Leist que marcou um ótimo tempo e vai largar na 3ªposição com o carro da A.J.Foyt que parece esta bem melhor que na temporada passada. Ao lado do piloto Brasileiro que faz sua estreia na Formula Indy, Na segunda fila larga o Inglês Jordan King da Carpenter. Também estreante mostra que pode dar bons resultados para a equipe do piloto Ed Carpenter. (Que corre nos circuitos ovais)

Jordan King e Ryan Hunter-Reay largam na Terceira-fila. O GP que abre a temporada da Formula Indy sera realizada amanhã a partir da 1 da tarde. Horário de Brasília.

Grid de largada do GP de St.Petersburg
1ªEtapa da Temporada 2018 da Formula Indy

Posição Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo Fase
1 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’01.6643 3
2 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 1’01.7346 3
3 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’01.7631 3
4 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’01.7633 3
5 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’01.8821 3
6 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 1’02.0385 3
7 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’00.9986 2
8 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 1’01.1191 2
9 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’01.6527 2
10 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’01.7213 2
11 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 1’04.6739 2
12 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 1’07.0377 2
13 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1’00.4320 1
14 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’00.9587 1
15 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 1’00.4585 1
16 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’00.9668 1
17 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’00.5009 1
18 Marco Andretti Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 1’01.3013 1
19 Jack Harvey Michael Shank Racing Dallara/Honda 1’01.0270 1
20 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 1’01.3360 1
21 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 1’01.1868 1
22 Zachary Claman Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’01.8567 1
23 Rene Binder Juncos Racing Dallara/Chevrolet 1’01.7003 1
24 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’04.0990 1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Indy Lights abre temporada em St.Petersburg com vitórias de Telitz e Herta

Grid de largada da primeira corrida da Indy Lights 2017

1 9 Aaron Telitz (R) (Belardi Auto Racing) 01:07.5844
2 18 Kyle Kaiser (Juncos Racing) 01:07.9721
3 2 Juan Piedrahita (Team Pelfrey) 01:08.0016
4 26 Matheus Leist (R) (Carlin) 01:08.0050
5 98 Colton Herta (R) (Andretti Steinbrenner Racing) 01:08.0704
6 5 Santiago Urrutia (Belardi Auto Racing) 01:08.1124
7 22 Neil Alberico (Carlin) 01:08.2212
8 51 Shelby Blackstock (Belardi Auto Racing) 01:08.2385
9 3 Pato O’Ward (R) (Team Pelfrey) 01:08.2743
10 13 Zachary Claman De Melo (Carlin) 01:08.4247
11 27 Nico Jamin (R) (Andretti Autosport) 01:08.4650
12 28 Dalton Kellett (Andretti Autosport) 01:08.6639
13 31 Nicolas Dapero (R) (Juncos Racing) 01:09.0619
14 11 Garth Rickards (R) (Carlin) 01:09.5560
15 48 Ryan Norman (R) (Andretti Autosport) 01:10.0355

A largada da primeira corrida do campeonato foi bem confusa com vários pilotos perdendo o ponto da curva, com o Dalton Kellett levando a pior caindo para o último lugar. Aaron Telitz manteve a primeira posição com Matheus Leist em 2º, Neil Alberto em 3º e Shelby Blackstock em 4ºlugar.

Depois vinham Kyle Kaiser e Colton Herta em 5º e 6ºlugares. Telitz e Leist abriram no começo da prova, Mas dai o piloto Brasileiro começou a perder posições primeiro para Neil Alberico na 6ªVolta e depois para Blackstock e Kaiser. O carro de Leist tinha problemas o que fez ele abandonar a corrida.

Enquanto que Telitz disparava na liderança o piloto Colton Herta (Filho de Bryan Herta) passou o Kyle Kaiser e chegou a passar o Shelby Blackstock que deu o X no Herta e acabou voltando ao 3ºlugar. mais atrás Pato O’Ward e Juan Piedrahita da Pelfrey disputando o 6ºlugar e Zachary Claman de Melo e Nico Jamin disputavam o 8ºlugar. O piloto da Carlin conseguiu passar o piloto da Andretti tomando o 8ºlugar.

Após algumas voltas de pressão Colton Herta ultrapassou Shelby Blackstock assumindo o 3ºlugar e começou a partir para cima de Neil Alberico enquanto que o piloto da Belardi Auto Racing estava sendo pressionado por Kyle Kaiser e Pato O’Ward. O piloto da Juncos chegou a passar Blackstock e parecia que Kaiser iria abrir o que estranhamente não aconteceu e acabou sendo pressionado de novo pelo Blackstock que conseguiu essa ultrapassagem recuperando o 4ºlugar.

Já Colton Herta foi para cima de Neil Alberico. Foram 2 tentativas de ultrapassagem: A primeira quase que Herta acabou com a corrida do piloto da Andretti em uma batida, Mas conseguiu evitar essa batida. Na segunda Herta executou bem a manobra conseguindo o 2ºlugar. Kyle Kaiser no final da prova ficou sendo pressionado pelo O’Ward, de Melo tentando segurar o 5ºlugar.

Acabou o piloto da Pelfrey passando Kaiser tomando o 5ºlugar. Em uma corrida tranquila Aaron Telitz conquista a vitória de maneira merecia com Colton Herta em 2ºlugar numa bela corrida de recuperação e Neil Alberico completando o pódio. Blackstock, O’Ward e Kaiser completando os 6 primeiros colocados.

Resultado final da primeira corrida da Indy Lights 2017
35 Voltas

1 9 Aaron Telitz (R) (Belardi Auto Racing) 40:12.2907
2 98 Colton Herta (R) (Andretti Steinbrenner Racing) a 11.0330
3 22 Neil Alberico (Carlin) a 13.9925
4 51 Shelby Blackstock (Belardi Auto Racing) a 15.6642
5 3 Pato O’Ward (R) (Team Pelfrey) a 19.1813
6 18 Kyle Kaiser (Juncos Racing) a 25.4788
7 27 Nico Jamin (R) (Andretti Autosport) a 25.7737
8 13 Zachary Claman De Melo (Carlin) a 25.9800
9 31 Nicolas Dapero (R) (Juncos Racing) a 26.4283
10 48 Ryan Norman (R) (Andretti Autosport) a 37.7830
11 11 Garth Rickards (R) (Carlin) a 1 volta
12 28 Dalton Kellett (Andretti Autosport) a 2 voltas
13 5 Santi Urrutia (Belardi Auto Racing) a 5 voltas
14 2 Juan Piedrahita (Team Pelfrey) a 8 voltas
15 26 Matheus Leist (R) (Carlin) a 20 voltas

Grid de largada da segunda corrida da Indy Lights 2017

1 98 Colton Herta (R) (Andretti Steinbrenner Racing) 01:06.5465
2 5 Santiago Urrutia (Belardi Auto Racing) 01:06.7391
3 28 Dalton Kellett (Andretti Autosport) 01:07.0178
4 3 Pato O’Ward (R) (Team Pelfrey) 01:07.0755
5 18 Kyle Kaiser (Juncos Racing) 01:07.2742
6 27 Nico Jamin (R) (Andretti Autosport) 01:07.2879
7 22 Neil Alberico (Carlin) 01:07.3442
8 2 Juan Piedrahita (Team Pelfrey) 01:07.3546
9 13 Zachary Claman De Melo (Carlin) 01:07.4197
10 9 Aaron Telitz (R) (Belardi Auto Racing) 01:07.4712
11 51 Shelby Blackstock (Belardi Auto Racing) 01:07.5098
12 26 Matheus Leist (R) (Carlin) 01:07.5285
13 31 Nicolas Dapero (R) (Juncos Racing) 01:07.7052
14 48 Ryan Norman (R) (Andretti Autosport) 01:08.2434
15 11 Garth Rickards (R) (Carlin) 01:08.7622

A largada dessa segunda corrida parecia que iria ser calma até que na terceira curva Nico Jamin e Neil Alberico acabaram batendo no muro provocando a primeira bandeira amarela em todo o circuito. Herta manteve a liderança com Santiago Urrutia em 2º, Kyle Kaiser 3º, Dalton Kellett em 4º e Juan Piedrahita em 5ºlugar.

A Bandeira verde e acionada na volta 6 e o piloto Colombiano da Pelfrey Juan Piedrahita rodou, Mas sem provocar bandeira amarela. Matheus Leist que tinha subido do 12ºlugar na largada para o 6ºlugar acabou sendo ultrapassado pelo Aaron Telitz que venceu a primeira corrida do final de semana.

Dalton Kellett tocou roda com roda com Kyle Kaiser e conseguiu tomar o terceiro lugar para ele, Enquanto que Colton Herta vinha tranquilo na liderança com Santiago Urrutia que vinha com alguma vantagem para Kaiser que voltou a 3ªposição em cima de Kellett. Lá atrás tínhamos algumas brigas como a do Zachary Claman de Melo e Nicolas Dapero.

Pato O”Ward logo que assumiu o 3ºlugar diminuía volta a volta a diferença para Urrutia em busca de um 2ºlugar, Fora isso a corrida esfriou de disputas pelas primeiras colocações. Até que Dalton Kellett roda provocando uma nova bandeira amarela em todo o circuito, O piloto da Andretti acabou tendo o bico quebrado e foi para os boxes para reparos em seu carro.

Na relargada O’Ward tentou passar Urrutia, Mas foi Kyle Kaiser que passou tomou o terceiro lugar do piloto da Pelfrey. Na 26ºVolta Garth Rickards bateu provocando uma nova bandeira amarela em todo o circuito.

Três voltas depois nova relargada com Herta mantendo a liderança e Urrutia em segundo lugar. Já Pato O’Ward retomou o 3ºlugar  e logo depois tentou ainda tomar de novo o segundo lugar do piloto uruguaio. Matheus Leist perdeu várias posições no final ficando nos últimos lugares. Colton Herta conseguiu respirar um pouco no final e conquistou a vitória e na soma dos resultados ele assumiu a liderança do campeonato. Santiago Urrutia e Pato O’Ward completaram o pódio. Kaiser, Telitz e Blackstock completaram os 6 primeiros lugares. Matheus Leist terminou a prova em 11ºlugar. A próxima etapa acontece nos dias 22 e 23 de Abril no Alabama.

Resultado final da segunda corrida da Indy Lights 2017
45 Voltas

1 98 Colton Herta (R) (Andretti Steinbrenner Racing) 1:00:24.3956
2 5 Santiago Urrutia (Belardi Auto Racing) a 1.7797
3 3 Pato O’Ward (R) (Team Pelfrey) a 3.9729
4 18 Kyle Kaiser (Juncos Racing) a 5.6051
5 9 Aaron Telitz (R) (Belardi Auto Racing) a 7.0662
6 51 Shelby Blackstock (Belardi Auto Racing) a 10.4495
7 13 Zachary Claman De Melo (Carlin) a 11.1066
8 31 Nicolas Dapero (R) (Juncos Racing) a 13.4821
9 48 Ryan Norman (R) (Andretti Autosport) a 19.7311
10 2 Juan Piedrahita (Team Pelfrey) a 21.8159
11 26 Matheus Leist (R) (Carlin) a 29.5880
12 28 Dalton Kellett (Andretti Autosport) a 1 Volta
13 11 Garth Rickards (R) (Carlin) a 20 Voltas
14 27 Nico Jamin (R) (Andretti Autosport) a 45 Voltas
15 22 Neil Alberico (Carlin) a 45 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Indy Lights

Anthony Martin vence as duas corridas e Franzoni em 2º em ambas mostra força para disputar o campeonato da Pro Mazda

Literalmente 1 homem dominou o final de semana em St.Petersburg e 3 pilotos monopolizaram o pódio nas 2 corridas. A Batalha entre Anthony Martin e Victor Franzoni foi o acontecimento da abertura da temporada da Pro Mazda de 2017.

Grid de Largada – 1ªCorrida

1 8 Anthony Martin(R) 01:13.6718
2 23 Victor Franzoni 01:13.6838
3 82 TJ Fischer 01:14.0825
4 81 Carlos Cunha(R) 01:14.2015
5 15 Phillippe Denes(R) 01:14.5882
6 80 Nikita Lastochkin (R) 01:14.7913
7 14 Sting Ray Robb (R) 01:15.5126
8 6 Max Hanratty (R) 01:15.5298
9 13 Bobby Eberle 01:15.7803
10 31 Brendan Puderbach (R) 01:17.2447
11 44 Kevin Davis 01:17.5018
12 3 Matt Machiko (R) 01:18.5654
13 60 Jeff Green (R) 01:19.8769
14 83 Charles Finelli (R) 01:21.8899

Nikita Lastochkin

Na largada Anthony Martin Manteve a liderança com Victor Franzoni em 2º na perseguição ao piloto da Cape motorsports, Depois os pilotos da Pelfrey e Phillippe Denes nas 6 primeiras posições.

A corrida inteira foi uma disputa entre Martin e Franzoni pela vitória estando bem distanciados de Fischer e de Carlos Cunha disputando o 3ºlugar e Phillippe Denes conseguindo tomar o 5ºlugar que era a sua posição de Grid deixando a piloto Nikita Lastochkin para trás.

Franzoni no final tentou se aproveitar dos retardatários para tomar a vitória de Martin que segurou a vitória na primeira corrida do final de semana, Franzoni e TJ Fischer completaram o pódio, Carlos Cunha largou em 4º e terminou a corrida na mesma 4ªposição. No final da corrida Lastochkin recuperou o 5ºlugar que estava nas mãos de Phillippe Denes e que fechou os Top 6.

Victor Franzoni

Resultado final da 1ªCorrida da Pro Mazda
25 Voltas

1 8 Anthony Martin (R) (Cape Motorsports) 31:07.1024
2 23 Victor Franzoni (Juncos Racing) a 0.5084
3 82 TJ Fischer (Team Pelfrey) a 8.1142
4 81 Carlos Cunha (R) (Team Pelfrey) a 8.9330
5 80 Nikita Lastochkin (R) (Team Pelfrey) a 29.5684
6 15 Phillippe Denes (R) (World Speed Motorsports) a 31.1842
7 14 Sting Ray Robb (R) (World Speed Motorsports) a 33.8447
8 6 Max Hanratty (R) (ArmsUp Motorsports) a 43.5149
9 3 Matt Machiko (R) (FatBoy Racing) a 1 Volta
10 13 Bobby Eberle (World Speed Motorsports) a 1 Volta
11 44 Kevin Davis* (Kevin Davis Racing) a 1 Volta
12 31 Brendan Puderbach* (R) (FatBoy Racing) a 1 Volta
13 60 Jeff Green (R) (Juncos Racing) a 3 Voltas
14 83 Charles Finelli* (R) (FatBoy Racing) a 3 Voltas

Carlos Cunha

Grid de Largada – 2ªCorrida

1 8 Anthony Martin(R) 01:13.5689
2 23 Victor Franzoni 01:13.6479
3 81 Carlos Cunha(R) 01:14.0245
4 82 TJ Fischer 01:14.1884
5 15 Phillippe Denes(R) 01:14.8507
6 80 Nikita Lastochkin (R) 01:14.9003
7 14 Sting Ray Robb (R) 01:15.1853
8 13 Bobby Eberle 01:15.9572
9 3 Matt Machiko (R) 01:16.9830
10 31 Brendan Puderbach (R) 01:17.9761
11 60 Jeff Green (R) 01:18.3038
12 44 Kevin Davis 01:18.9199
13 83 Charles Finelli (R) 01:23.7312
14 6 Max Hanratty (R) 01:47.6410

Anthony Martin

Na segunda corrida da Pro Mazda foi uma espécie de repetição da disputa  entre Martin e Franzoni pelo primeiro lugar e depois os três pilotos da Pelfrey (Fischer, Cunha e Lastochkin) disputando o 3ºlugar logo após a largada. Martin e Franzoni tinham mais perto deles a presença de Carlos Cunha e Fischer de olho na liderança da corrida.

No decorrer da corrida Fischer começou a ficar mais atrás deixando a disputa para Martin, Franzoni e Carlos Cunha que acabou pressionando o piloto da Juncos durante 3 Voltas e conseguindo na 17ªVolta a ultrapassagem que fez o Brasileiro ganhar o segundo lugar. O que iria durar uma volta pois problemas mecânicos fizeram o piloto da Pelfrey abandonar a corrida. Franzoni voltou a segunda posição e Fischer subiu para o terceiro lugar.

TJ Fischer

A corrida acabou esfriando ao encaminhar do final da corrida até que uma bandeira amarela em toda a pista o que juntou os pilotos na esperança de proporcionarem uma belíssima disputa na parte final de corrida.

Tivemos um incidente no final envolvendo o Phillippe Denis e o Jeff Green em um acidente. Anthony Martin venceu a segunda corrida com Franzoni e Fischer completando e repetindo o pódio da primeira corrida. Stinh Ray Robb, Lastochkin e Max Hanratty completaram as 6 primeiras colocações.

Resultado final da 2ªCorrida da Pro Mazda
30 Voltas

1 8 Anthony Martin (R) (Cape Motorsports)  40:40.5550
2 23 Victor Franzoni (Juncos Racing) a 1.0259
3 82 TJ Fischer (Team Pelfrey) a 1.8422
4 14 Sting Ray Robb (R) (World Speed Motorsports) a 4.7211
5 80 Nikita Lastochkin (R) (Team Pelfrey) a 14.3978
6 6 Max Hanratty (R) (ArmsUp Motorsports) a 15.0663
7 15 Phillippe Denes (R) (World Speed Motorsports) a 1:20.0309
8 13 Bobby Eberle (World Speed Motorsports) a 1 Volta
9 60 Jeff Green (R) (Juncos Racing) a 2 Voltas
10 83 Charles Finelli* (R) (FatBoy Racing) a 3 Voltas
11 44 Kevin Davis* (Kevin Davis Racing) a 11 Voltas
12 81 Carlos Cunha (R) (Team Pelfrey) a 13 Voltas
13 3 Matt Machiko (R) (FatBoy Racing) a 20 Voltas
14 31 Brendan Puderbach* (R) (FatBoy Racing) a 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Pro Mazda

USF 2000 começa a temporada de 2017 com vítórias de Megennis e de Askew em St.Petersburg

USF 2000 – Etapa 1

Grid de largada:

1 80 Robert Megennis (Team Pelfrey) 01:15.3708
2 22 Calvin Ming(R) (Pabst Racing) 01:15.4727
3 3 Oliver Askew (R) (Cape Motorsports) 01:15.5879
4 36 Dakota Dickerson (Newman Wachs Racing) 01:15.6146
5 81 Kaylen Frederick(R) (Team Pelfrey) 01:15.7763
6 90 Parker Thompson (Exclusive Autosport) 01:15.8117
7 37 Andre Castro(R) (Newman Wachs Racing) 01:15.8664
8 12 Moises de la Vara(R) (DEForce Racing) 01:15.9560
9 91 Luke Gabin (Exclusive Autosport) 01:16.0225
10 11 Kory Enders (R) (DEForce Racing) 01:16.1185
11 38 Cameron Das (Newman Wachs Racing) 01:16.3692
12 2 Ricky Donison (R) (Cape Motorsports) 01:16.4064
13 82 Ayla Agren (Team Pelfrey) 01:16.4903
14 21 Rinus VeeKay(R) (Pabst Racing) 01:16.7702
15 7 Devin Wojcik(R) (ArmsUp Motorsports) 01:16.7982
16 20 Chandler Horton(R) (RJB Motorsports) 01:16.9983
17 23 Lucas Kohl (Pabst Racing) 01:17.0635
18 34 Kris Wright(R) (John Cummiskey Racing) 01:18.4297
19 27 Colin Kaminsky(R) (Kaminsky Racing) 01:18.6508
20 8 Bruna Tomaselli(R) (ArmsUp Motorsports) 01:18.8338
21 92 Dev Gore (R) (Exclusive Autosport) 01:19.5348

Na largada da abertura da USF 2000 o piloto Robert Megennis que largou na pole position manteve a liderança da corrida e disparou na 1ªparte da corrida. Calvin Ming da Guiana assumiu o segundo lugar. Mas logo depois o piloto Oliver Askew pressionou Ming na primeira parte da prova até que o piloto da equipe Cape Motorsports conseguiu essa ultrapassagem assumindo o segundo lugar.
Já Calvin Ming acabou perdendo rendimento e ficando para o piloto Holandês Rinus Veekay que largou do 14ºlugar já vinha colocado nas primeiras posições. Na reta final o piloto Australiano Oliver Askew diminuiu a diferença para Megennis para buscar a vitória.

O piloto da Team Pelfrey segurou a pressão e garantiu a vitória na primeira corrida da temporada com Oliver Askew em 2º e Rinus Veekay que largou do 14ºlugar para o 3ºlugar completando o pódio. Kaylen Frederick, Parker Thompson e Dakota Thompson completaram os 6 primeiros colocados. Lucas Kohl ficou em 12ºlugar após largar do 17ºlugar e Bruna Tomaselli que disputa a Nacional Class ficou em 18ºlugar após largar do 20ºlugar.

Resultado final da 1ªCorrida da USF 2000
86.111 Mph – 24 voltas

1 80 Robert Megennis (Team Pelfrey) 30:22.6420
2 3 Oliver Askew (R) (Cape Motorsports) a 0.2617
3 21 Rinus VeeKay (R) (Pabst Racing) a 0.6656
4 81 Kaylen Frederick (R) (Team Pelfrey) a 4.4945
5 90 Parker Thompson (Exclusive Autosport) a 5.5526
6 36 Dakota Dickerson (Newman Wachs Racing) a 5.8130
7 22 Calvin Ming (R) (Pabst Racing) a 8.6849
8 38 Cameron Das (Newman Wachs Racing) a 9.0166
9 12 Moises de la Vara (R) (DEForce Racing) a 9.9387
10 37 Andre Castro (R) (Newman Wachs Racing) a 11.3788
11 91 Luke Gabin (Exclusive Autosport) a 18.1934
12 23 Lucas Kohl (Pabst Racing) a 19.1204
13 2 Ricky Donison (R) (Cape Motorsports) a 21.7107
14 34 Kris Wright (R) (John Cummiskey Racing) a 35.5310
15 11 Kory Enders (R) (DEForce Racing) a 39.1987
16 27 Colin Kaminsky (R) (Kaminsky Racing) a 48.9080
17 92 Dev Gore (R) (Exclusive Autosport) a 1:09.1516
18 8 Bruna Tomaselli* (R) (ArmsUp Motorsports) a 1 Volta
19 7 Devin Wojcik (R) (ArmsUp Motorsports) a 3 Voltas
20 20 Chandler Horton (R) (RJB Motorsports) a 9 Voltas
21 82 Ayla Agren (Team Pelfrey) a 18 Voltas

USF 2000 – Etapa 2

Grid de largada:

1 90 Parker Thompson (Exclusive Autosport) 01:15.3708
2 3 Oliver Askew (R) (Cape Motorsports) 01:15.4995
3 21 Rinus VeeKay (R) (Pabst Racing) 01:15.5645
4 36 Dakota Dickerson (Newman Wachs Racing) 01:15.6773
5 80 Robert Megennis (Team Pelfrey) 01:15.8189
6 12 Moises de la Vara (R) (DEForce Racing) 01:15.9386
7 81 Kaylen Frederick(R) (Team Pelfrey) 01:16.0005
8 11 Kory Enders (R) (DEForce Racing) 01:16.0148
9 23 Lucas Kohl (Pabst Racing) 01:16.1464
10 82 Ayla Agren (Team Pelfrey) 01:16.1544
11 91 Luke Gabin (Exclusive Autosport) 01:16.3506
12 22 Calvin Ming (R) (Pabst Racing) 01:16.3623
13 2 Ricky Donison (R) (Cape Motorsports) 01:16.3985
14 7 Devin Wojcik (R) (ArmsUp Motorsports) 01:16.6215
15 27 Colin Kaminsky (R) (Kaminsky Racing) 01:17.1284
16 20 Chandler Horton (R) (RJB Motorsports) 01:17.2589
17 34 Kris Wright(R) (John Cummiskey Racing) 01:17.7140
18 38 Cameron Das (Newman Wachs Racing) 01:18.1090
19 92 Dev Gore (R) (Exclusive Autosport) 01:18.9292
20 8 Bruna Tomaselli (R) (ArmsUp Motorsports) 01:19.1905
21 37 Andre Castro(R) (Newman Wachs Racing) Sem Tempo

Na segunda corrida do dia a pole position ficou com o piloto Parker Thompson com Askew Oliver e Rinus Veek. Se a primeira prova foi tranquila, Mas a segunda prova foi mais confusa e com mais incidentes. Oliver Askew assumiu a liderança com Thompson e Veekay logo a seguir, Robert Megennis que venceu a primeira corrida estava em 4º, Na primeira curva a Brasileira Bruna Tomaselli

recebeu um toque ao entrar na primeira curva e acabou com consequência disso abandonando a prova.
Os 4 primeiros se distanciavam dos demais em uma disputa pelo primeiro lugar e Thompson voltou a liderança da prova. Mas logo veio uma bandeira amarela e que juntou todo mundo provocada pelo piloto Andre Castro que sofreu um acidente na 5ªvolta.

Após a retirada do carro acidentado a relargada foi dada e Thompson passou do ponto na primeira curva e acabou perdendo a liderança para Oliver Askew, Já o piloto da Exclusive Autosport acabou perdendo várias posições. Rinus VeeKay assumiu o segundo lugar. Megennis e Kaylen Frederick da Team Pelfrey estavam em 3º e 4ºlugares respectivamente .

Na parte final da prova Rinus Veekay pressionado acaba errando e perdendo posição para Robert Megennis que acabou meia volta depois batendo na curva 10 com a roda traseira o que fez o piloto abandonar a corrida na 18ªVolta.

Mesmo com o acidente não tivemos bandeira amarela em toda a pista pois o carro não estava em ponto perigoso (Eu acho que deveria ter uma bandeira amarela em todo o circuito, Considerava aquele lugar um lugar que tinha algum potencial de perigo sim) No final da prova a vitória ficou com Oliver Askew que dominou a corrida desde de quando reassumiu a liderança. Rinus Veekay ficou em segundo lugar e Parker Thompson que largou da pole position se recuperou e acabou conquistando o pódio em 3ºlugar. Luke Gabin, Kaylen Frederick e Dakota Dickerson completaram as 6 primeiras posições. Lucas Kohl que largou em 9ºlugar ficou em 11ºlugar e Bruna Tomaselli que é a única piloto a disputar o campeonato na Nacional Class não completou a prova. A próxima etapa da USF acontece no Alabama nos dias 22 e 23 de Abril.

Resultado final da 2ªCorrida da USF 2000
86.132 mph – 21 Voltas

1 3 Oliver Askew (R) (Cape Motorsports) 30:32.6780
2 21 Rinus VeeKay (R) (Pabst Racing) a 1.2056
3 90 Parker Thompson (Exclusive Autosport) a 2.3376
4 91 Luke Gabin (Exclusive Autosport) a 2.6342
5 81 Kaylen Frederick (R) (Team Pelfrey) a 3.7514
6 36 Dakota Dickerson (Newman Wachs Racing) a 4.1598
7 7 Devin Wojcik (R) (ArmsUp Motorsports) a 6.2958
8 11 Kory Enders (R) (DEForce Racing) a 10.6152
9 38 Cameron Das (Newman Wachs Racing) a 10.8155
10 22 Calvin Ming (R) (Pabst Racing) a 13.0797
11 23 Lucas Kohl (Pabst Racing) a 13.8469
12 82 Ayla Agren (Team Pelfrey) a 14.3971
13 20 Chandler Horton (R) (RJB Motorsports) a 18.5136
14 27 Colin Kaminsky (R) (Kaminsky Racing) a 18.9143
15 34 Kris Wright (R) (John Cummiskey Racing) a 21.7216
16 92 Dev Gore (R) (Exclusive Autosport) a 40.6488
17 2 Ricky Donison (R) (Cape Motorsports) a 53.6367
18 12 Moises de la Vara (R) (DEForce Racing) a 1 Volta
19 80 Robert Megennis (Team Pelfrey) a 4 Voltas
20 37 Andre Castro (R) (Newman Wachs Racing) a 17 Voltas
21 8 Bruna Tomaselli* (R) (ArmsUp Motorsports) a 20 Voltas

 

* Bruna Tomaselli corre na National Class com um Chassis da Van Diemen. Todos os outros pilotos usam Tatuus

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: USF 2000