Red Bull no dia do primeiro teste de pré-temporada mostra sua real Pintura para 2019

Quem achou que aquele carro vermelho que chamou a atenção do público seria o layout do carro para 2019 foi enganado no dia que se começou o primeiro dia de testes da pré-temporada. O RB15 foi apresentado com a pintura praticamente idêntica da temporada de 2018.

A Red Bull em 2015 fez esse tipo de pintura diferente da que veio na temporada.

E nós que achamos que teríamos uma novidade enorme em relação as pinturas anteriores da equipe Austríaca.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull/Formula 1

Red Bull muda design visual e faz teste com o RB15 – Primeiro carro da parceria com a Honda

Red Bull aparece com o RB15, Primeiro carro usando os motores Honda. Testado no ano passado pela Toro Rosso e nesse ano pela primeira vez na equipe principal de Dick Mateschitz terá os motores Japoneses. Após os últimos anos de guerra entre a equipe Austríaca e a Renault o casamento finalmente acabou em 2018. Aproveitando o divorcio do casamento entre Mclaren e Honda, A Toro Rosso acabou abraçando a Fábrica Japonesa na temporada passada. Apesar dos problemas durante a temporada, A equipe principal da Red Bull preferiu arriscar e usar os motores Japoneses já para essa temporada.

O carro ganhou uma nova identidade. O Amarelo não existe mais nesse carro. O Vermelho ganhou destaque no carro junto com o Azul fosco que continua sendo a cor predominante do RB15.

Max Verstappen que se torna o primeiro piloto da equipe após a saída de Daniel Ricciardo testou o carro em um shakedown promocional em Silverstone. O Carro não teve falhas no seu primeiro teste.

“Eu estava realmente animado para entrar no carro e assim que chegamos parecia normal. Foi bom, Não tivemos problemas e estamos muito felizes com isso” – Completou Max. “Além disso, O carro é muito bonito.”

“Claro que hoje por ser um dia de filmagem há uma quantidade limitada de volta para se tirar alguma conclusão, Mas é realmente importante ter um dia como este, antes de você ir para os testes oficiais”. “Você tem uma primeira impressão e vê se tem algum problema com o carro ou com o motor. Felizmente não tivemos nenhum problema e isso é muito positivo. Agora podemos testar corretamente e veremos o que podemos tirar do equipamento e entender mais sobre o carro e o motor um pouco melhor. Mas até aí tudo bem.”

O Francês Pierre Gasly vai ter sua primeira experiência com o RB15 nos testes de pré-temporada em Barcelona. O Francês que fez um bom ano pela Toro Rosso acabou

O Chefe de equipe Christian Horner falou sobre o novo carro e a importância do primeiro teste: “E sempre bom ver o novo carro fazer seu primeiro teste”… “O RB15 é o primeiro carro com o Motor Honda e parece reluzente a sua pintura aqui em Silverstone. Claro que tudo hoje é filmagem, Mas também é uma valiosa oportunidade para chegar se todos os sistemas estão funcionando e se o carro esta bem antes de partir para Barcelona na semana que vem. O importante é que maximizemos o tempo de pista e aproveitamos o máximo possível desse processo antes da primeira corrida da temporada em Melbourne”.

Fotos:

Ficha Técnica da Red Bull para 2019:

Chassis: RB15 – estrutura Composta de Carbono-Epóxi Projetada de acordo com o Regulamento.
Transmissão: Caixa de Câmbio com 8 marchas, Montada longitudinalmente com sistema hidráulico para troca de potência e da operação de embreagem construídos pela Red Bull Racing
Rodas: OZ Racing
Pneus: Pirelli
Suspensão

Dianteira e Traseira: Colunas de liga de Alumínio, Triângulos compostos de fibra de carbono com molas de Pushrods/Pullrods, Barra estabilizadora e amortecedores com Pushrods, Molas, Barra estabilizadora e amortecedores
Freios: Brembo
Eletrônicos: Unidade de controle eletrônico Pedrão MESL desenvolvido pela Honda
Combustível: Esso/Mobil 1
Lubrificantes: Mobil 1
Motor: Honda RA619H
Numero de Cilindros: 6 (24 Válvulas – 4 por Cilindro)
Capacidade: 1600cc
RPM Máximo: 15000
Ângulo Vee: 90º
Peso do Carro: 743 kg
Chefe Técnico: Adrian Newey

Pilotos:

33. Max Verstappen (Holanda)
10. Pierre Gasly (França)

Patrocinadores: Red Bull, Aston Martin, Citrix, At&T, Esso, Mobil 1, Rauch

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull

Mercedes apresenta seu carro e faz shakedown no circuito de Silverstone

A Campeã do Mundo apresentou seu carro hoje, A Mercedes sem perda de tempo colocou W10 na pista de Silvestone para fazer o Shakedown do equipamento para os testes da pré-temporada, que vão começar no dia 18, Como para a temporada desse ano que começa no dia 17 de Março na Austrália. A TV Sky Sports flagrou as imagens do carro na pista.

Hamilton falou que dirigir o carro é como conhecer uma nova pessoa pela primeira vez e que você quer conhece-lo melhor e o mais rápido possível para iniciar uma nova Jornada. Valtteri Bottas falou da emoção em entrar no carro e descobrir o equilíbrio e do comportamento do novo bólido nesse Shakedown.

O Chefe técnico da Mercedes James Allison falou sobre o Shakedown de hoje: Esse é apenas um dos 90 eventos planejados de testes do sistema. Mas é um momento especial porque o Shakedown é quando o carro novo vai para a pista pela primeira vez. Esperamos andar os poucos quilômetros que é permitido pelo regulamento sem falhas e com todos esses sistemas funcionando, O que nos dá a confiança de que podemos levar o carro até Barcelona.

Para Toto Wolff a temporada será um desafio para todos da equipe: “Os Regulamentos mudaram substancialmente. Temos que começar do Zero, Precisamos nos prova de novo – Contra nossas próprias expectativas e contra nossos concorrentes. Começamos sem pontos, Então não damos nada como garantido e não há absolutamente nenhum sentimento de direito de estamos na frente. De Fato, com a mudança de regulamento para essa temporada, Cada equipe tem chance de vencer o campeonato e estamos vendo todos eles como ameaçadas em potencial.

O novo Regulamento fez com que o W10 tivesse mudanças em relação ao seu antecessor. “As mudanças no Regulamento são uma oportunidade ou uma ameaça” Disse James Allison (Diretor Técnico) “Eles são uma oportunidade, Porque todas as antigas suposições sobre o que se precisava para o carro ser rápida são eliminadas e se você for esperto e lidar com isso, Você vai ficar na frente das outras equipes que vão ter esse mesmo problemas. Eles são uma ameaça, Porque se você não for tão inteligente e não souber aproveitar ao máximo esse novo regulamento, Certamente você ira sofrer na próxima temporada. Mas eles são estimulantes porque você tem aquela sensação de ansiedade de que talvez você não esteja fazendo o suficiente, Mas igualmente você tem a emoção e o entusiasmo para descobrir se você fez o suficiente ou não”.

James ainda falou sobre o desenvolvimento do W10 e do trabalho duro para a melhora das partes mais fracas do carro anterior e da melhora dos pontos fortes. “O manejo do W09 foi a grande melhora em relação ao W08” … Conseguimos ser competitivos nas pistas em que mais nos atormentavam nos últimos anos. Apesar disso não éramos tão bons como os nossos concorrentes em preservar o desempenho dos pneus traseiros (Lembrando que no ano passado a Mercedes sofria para ter rendimento com os pneus mais macios) Temos trabalhado Arduamente na suspensão e na características aerodinâmicas para entregar um carro muito mais gentil com os pneus. Esperamos que sejamos competitivos por toda a temporada.

James Allison ainda falou do desafio de reduzir o peso do carro. Mesmo que o regulamento desse ano aumentou o limite de peso dos carros. Na parte do motor (unidade de potência) a Mercedes trabalhou em dois principais objetivos: Desempenho e confiabilidade.

“Fizemos alterações na arquitetura no resfriamento da unidade de potência” Disse Andy Cowell (Diretor administrativo da parte dos motores da Mercedes-AMG) Ele ainda falou sobre o aumento da permissão máxima de combustível para cada corrida: “Se você tem um motor eficiente com aerodinâmica eficiente e esta preparado para fazer um pouco da sustentação e descida, Então você tem a oportunidade de começar a corrida com menos de 110 kg” … “Para cada 5 kg de combustível a menos no carro você ganha cerca de 2 décimos de segundo por volta, Então existe uma recompensa natural ao começar a prova um pouco mais leve”

A Mercedes busca o seu 6ºtítulo seguido de pilotos e de Construtores. Para isso manteve a dupla de pilotos e a equipe campeã do ano passado.

Fotos:

Ficha Técnica do Carro

Chassi: F1 W10 EQ Power
Motor: Mercedes M10 EQ Power+
Projetista: James Allison

Pilotos:
44. Lewis Hamilton (Inglaterra)
77. Valtteri Bottas (Finlândia)

Patrocinadores: Petronas, Epson, Crowdstrike, IWC, Tommy Hilfiger

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: SkySports/Mercedes