Formula Indy – Dixon conquista Pentacampeonato em Sonoma, Com Hunter-Reay vencendo após corrida impecável

Na última prova do campeonato se confirmou o favoritismo do Neozelandês Scott Dixon, Com o segundo lugar ele conquistou o 5ºtítulo da sua carreira na Formula Indy. Em uma corrida calma para o piloto da Ganassi, Ainda mais ajudado pelo erro de Rossi na primeira curva que acabou dando a tranquilidade a Dixon. O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay dominou a prova e conquistou a vitória no Circuito de Sonoma, Que vai sair do calendário da categoria em 2019.

O Campeonato que estava favorável para o piloto Neozelandês, ficou bem melhor com a Largada. Enquanto Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon mantiveram as 2 primeiras posições. Alexander Rossi tentou ganhar posições, Mas acabou tocado em Marco Andretti, Quebrando o Aerofólio e furando o seu pneu. O piloto da Andretti foi se arrastando para os boxes. Ao trocar os pneus, Rossi voltou a quase 1 minuto atrás de Hunter-Reay e de Dixon.

Enquanto Hunter-Reay abria vantagem na liderança, Dixon vinha em uma tranquila segunda posição. Newgarden, Andretti e o estreante Patrício O’Ward com o carro da Harding vinha em 5ºlugar. Tony Kannan se aproveitando da confusão da largada, ganhou 5 posições e foi para o 13ºlugar. (O Brasileiro fazia a sua 300ªCorrida seguida na Formula Indy e sua 360ªprova na categoria)

O Estreante O’Ward desgastou muito seus pneus e começou a ser pressionado por Graham Rahal e Will Power fortemente. O Mexicano resistiu a pressão por 3 voltas, Mas como ele desgastou demais os pneus, Foi alvo fácil para Power, que na curva final antes de completar a volta fez uma manobra belíssima, levando a posição do filho do Bobby Rahal.

13ªVolta, Simon Pagenaud foi o primeiro a fazer a primeira parada. A previsão era de 3 a 4 paradas nos boxes. No meio disso, Takuma Sato abandonou com o estouro do seu motor Honda, O Vencedor do GP de Portland foi o primeiro a abandonar a prova.

Na 17ªVolta, Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon foram para a 1ªparada. O piloto da Ganassi escapou por pouco de um choque com Sebastien Bourdais que estava também indo aos boxes para a sua primeira parada. Josef Newgarden na volta 19ª (O motor morreu após a parada e o piloto da Penske perdeu tempo) e Will Power na Volta 20 foram os últimos a pararem nos boxes.

Hunter-Reay voltou a liderança, Com Scott Dixon em 2º e Simon Pagenaud subindo para o terceiro lugar. Rossi foi para o 19ºlugar, Mas adotando a arriscada tática de 2 paradas apenas ele foi superado por pilotos na parte de trás indo para o último lugar. A 43 segundos de Hunter-Reay e a 41 segundos de Dixon.

Rossi para na 26ªVolta, Era bem difícil. Ou melhor, Quase impossível que ele terminasse a prova com apenas mais 1 parada de troca de pneus e reabastecimento. O piloto da Andretti voltou a 1 volta atrás dos líderes. Na volta 28, Power ultrapassa na curva final a Graham Rahal e sobe para o 5ºlugar.

Hunter-Reay e Dixon vinham sobrando e estava a 11 segundos de Pagenaud. O Francês vinha sendo pressionado pelo Marco Andretti.

Rossi foi tentar passa o piloto da Ganassi para tirar a volta de desvantagem para Dixon e tentar volta a corrida. Foram 5 voltas atrás do piloto da Ganassi acabou cedendo a ultrapassagem para o piloto da Andretti Autosport. Nesse meio tempo, O companheiro de equipe de Scott Dixon passou para o 7ºlugar, Superando a Rahal.

Na volta 35, Pagenaud e Rahal foram para a segunda parada. 4 Voltas depois, Hunter-Reay e Dixon foi para a segunda parada deles. Com isso, Rossi voltou a volta do líder. Power assumiu a liderança por uma volta, Na 40ªvolta, Ele e Bourdais foram para os pits. Hunter-Reay abriu 4.5 segundos a frente de Dixon. Simon Pagenaud continuava em 3º, Ainda pressionado pelo Marco Andretti. Depois vinham Power, Bourdais em 5º e 6º, Enquanto que o campeão da temporada de 2017 era pressionado pelo Graham Rahal.

Na volta 43, Rossi vai para os boxes. Durante sua parada. O Norte-Americano Graham Rahal acabou parando seu carro em uma das curvas do circuito, (Na maior reta da pista) Isso provoca a única bandeira amarela da prova. Era disso que Rossi precisava, após a parada ele manteve a Volta e com essa bandeira amarela ele pode se juntar a todo o pelotão. Nesse meio tempo ele foi para os boxes com mais uns 2 pilotos encher o tanque.

Na volta 50 a corrida recomeça. A partir dai começou o Show do piloto da Andretti, Que em um espaço de 3 voltas, Ele passou do 21º para a 9ªposição. Na volta 54, Rossi ultrapassou Tony Kannan subindo para o 8ºlugar. As chances do campeonato estavam aumentando para o norte-americano. Na volta 55, Foi a vez de Ed Jones tomar passada de Rossi que já estava em 7ºlugar em um espaço de 6 voltas, Ganhando 14 posições.

No meio do pelotão, Santino Ferrucci vinha fazendo uma corrida agressiva ao atacar a Jordan King da Carpenter. Atrás deles vinham Jack Harley que tentou passar o inglês, Mas acabou tomando passada do Norte-Americano Zach Veach.

Na entrada da volta 60, Rossi que vinha pressionando Bourdais foi para a sua última parada. Percebendo isso, Dixon abriu mão da vitória e acabou indo para os boxes na volta seguinte. Na entrada da volta 62, Hunter-Reay e Pagenaud foram para a última parada. Os últimos a fazerem isso foram Will Power e Ed Jones na 64ªpassagem.

Hunter-Reay continuava na liderança, Com 4 segundo a frente de Scott Dixon. Alexander Rossi vinha em 5ºlugar a 12 segundos do líder e a 8 segundos de Dixon. Mas não seria tão simples para o piloto da Andretti. Ele tinha 20 voltas para superar  Will Power que subiu do 5º para o 3ºlugar e de Simon Pagenaud que perdeu uma posição.

Porém, O rendimento de Rossi começou a declinar, A 12 voltas do final Rossi perdeu o 5ºlugar para Marco Andretti. A cada volta que passava Dixon estava cada vez mais perto do título e acabou levando seu carro sem riscos até o final da prova.

Lá na frente, Ryan Hunter-Reay teve um brilhante final de semana e levou a vitória na última etapa do Campeonato Mundial de Formula Indy. Porém, A festa ficou mesmo para Scott Dixon que acabou chegando na posição que ele precisava. O 2ºlugar fez com que Dixon conquistasse seu 5ºtítulo de sua carreira. Se tornando o maior campeão da História da Formula Indy, CART e IRL (Contando os títulos desde de 1979 até hoje) De uma temporada aonde o pior resultado de Dixon foi o 12ºlugar em Iowa. Com 3 Vitórias e 9 pódio, Esse título esta em ótimas mãos ao piloto da Chip Ganassi.

O pódio foi completado pelo Australiano Will Power, Que no final da prova chegou a ameaçar o segundo lugar de Dixon. O Australiano ficou com o 3ºlugar na Classificação final. Em 4ºlugar ficou o francês Simon Pagenaud e em 5ºlugar o Norte-Americano Marco Andretti.

Alexander Rossi acabou a corrida em 7ºlugar, Conquistando o vice-campeonato em sua 3ªTemporada na Formula Indy. Sem dúvida é um piloto consolidado na categoria e acabou se recuperando de maneira fantástica na segunda metade de prova. Mas seu erro no começo da corrida acabou por decidir seu destino no campeonato. Sebastien Bourdais na volta final.

Completando os 10 primeiros ficaram Josef Newgarden (que perdeu não só o 3º como também perdeu o 4ºlugar para Ryan Hunter-Reay), Patricio O’ward da Harding e Ed Jones.

A Se destacar o brilhante final de semana do Mexicano, Que foi o campeão da Indy Lights e fez uma bela corrida, Claro que ele perdeu algumas posições no começo da prova. Isso não apaga o que ele fez nos 3 dias de evento. Ele não só ganhou o 9ºlugar em Sonoma como ele provavelmente ganhou um lugar para 2019.

Tony Kannan fez uma boa corrida, Chegando em 12ºlugar. O piloto de 43 anos de idade teve bons desempenhos nas 3 provas finais. Pietro Fittipaldi ficou em 16ºlugar e Matheus Leist ficou em 19ºlugar. Não dava para cobrar muito dos pilotos Brasileiros nesse ano, Eles estavam em equipes de Média para pequeno pote.

Semana que vem teremos uma avaliação da temporada de 2018 da Formula 1 no Portal Sportszone.

Vídeo da prova:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final da última Etapa
Formula Indy – Temporada 2018

Pos Piloto País Equipe Motor Voltas Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 85 2h 02:19.1667
2 9 Scott Dixon Nova Zelandia Chip Ganassi Racing Honda 85 a 2.7573
3 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 85 a 3.6550
4 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 85 a 4.6306
5 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 85 a 19.8030
6 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 85 a 21.6393
7 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 85 a 28.3778
8 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 85 a 34.6288
9 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 85 a 42.8662
10 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 85 a 44.2254
11 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 85 a 44.6273
12 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:00.4138
13 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 85 a 1:04.0637
14 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 85 a 1:05.4899
15 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:12.8026
16 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 85 a 1:14.2459
17 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 85 a 1:15.6462
18 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:18.6345
19 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:22.3819
20 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 85 a 1:23.4673
21 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 84 a 1 Volta
22 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 76 a 9 Voltas
23 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 66 a 19 Voltas
24 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 38 Mecânico
25 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 15 Motor

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Indy Car, A prova que durou 2 meses teve domínio de Hinchcliffe e um final sensacional e Rahal vencendo nos últimos Metros

Grid de Largada dos 600 km do Texas

1 Carlos Munoz (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 48.2460
2 Scott Dixon (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 48.2986
3 Helio Castroneves (Team Penske Dallara/Chevrolet) 48.3343
4 Takuma Sato (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) 48.3344
5 Josef Newgarden (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) 48.3470
6 Simon Pagenaud (Team Penske Dallara/Chevrolet) 48.3516
7 Will Power (Team Penske Dallara/Chevrolet) 48.3551
8 Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 48.4339
9 Alexander Rossi (Andretti Herta Dallara/Honda) 48.4412
10 James Hinchcliffe (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) 48.4413
11 Ryan Hunter-Reay (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 48.4418
12 Marco Andretti (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 48.4637
13 Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda) 48.5164
14 Ed Carpenter (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) 48.5560
15 Charlie Kimball (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 48.6051
16 Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) 48.6578
17 Juan Pablo Montoya (Team Penske Dallara/Chevrolet) 48.6624
18 Sebastien Bourdais (KVSH Racing Dallara/Chevrolet) 48.7187
19 Max Chilton (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 48.7565
20 Jack Hawksworth (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) 48.8236
21 Conor Daly (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) 48.9931
22 Gabby Chaves (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) Sem Tempo

Texas no final de Junho começou a ser realizada a 9ªEtapa do Mundial de Formula Indy que durou 2 meses até o seu término, Você vai saber como aconteceu essas duas partes de corrida agora.

A prova era para ter sido para ser disputada mesmo no Sábado, Só que choveu e como não se conseguiu secar a pista de noite a prova foi adiada para domingo de tarde, Na mesma noite de Sábado os pilotos foram para a parte da arquibancada prestigiar o público que veio e certamente ficou desapontado pela corrida que não houve mas compensados pela presença dos pilotos o que na Formula Indy é bem mais possível de acontecer o contato do torcedor com os artistas do espetáculo.

texas600_indycar2016-2

E daí chegamos ao Domingo onde a pista estava seca, Completamente seca. No entanto o céu estava nublado e com algumas nuvens preocupava a todos, Mas a corrida começou com Muñoz como pole position pulando bem na liderança com Castroneves ganhando 2 posições assumindo a 2ªPosição. Depois deles vinham Alexander Rossi se colocando em 3ºlugar e se juntando a disputa pela liderança com Newgarden e Kannan que disputavam o 4ºlugar.

Na 6ªVolta Newgarden retornou a 3ºposição passando a Alexander Rossi e ficou durante 6 voltas até ser ultrapassado por Ryan Hunter-Reay que saiu do 11ºlugar no grid de largada e logo depois disso Newgarden perdeu o 4ºlugar para Kannan, Voltas depois o Norte-Americano voltou a se colocar na frente do piloto da Chip Ganassi.

texas600_indycar2016-5

Hunter-Reay foi para cima de Castroneves e Muñoz pela liderança com 20 voltas completadas enquanto que Will Power fazia uma patética corrida estando em 21ºlugar a frente somente pelo Fraquíssimo Jack Hawksworth que não sei o porque esta ainda na Formula Indy pois não diz ao que veio faz 2 temporadas, Com dificuldades de condução Alexander Rossi acabou caindo para o 9ºlugar tentando se segurar para não bater.

Após 30 voltas Muñoz, Castroneves e Hunter-Reay começavam a ultrapassar os retardatários, Os primeiros a pararem nos boxes para a primeira parada foram Hélio Castroneves e Alexander Rossi algumas voltas depois, Dixon parou na 38ªVolta. O líder da etapa do Texas Carlos Muñoz parou na volta seguinte e o líder do campeonato Simon Pagenaud parou na 40ªVolta. Na 42ªVolta tivemos um acidente fortíssimo, Conor Daly acabou perdendo o controle do carro e acertou a Josef Newgarden que acabou batendo forte e capotando seu carro que ficou totalmente destruindo deixando vários destroços no circuito provocando a primeira bandeira amarela da prova e ela seria uma bandeira amarela longa. Uma dessas peças caiu na suspensão do Neozelandês Scott Dixon. Newgarden precisou sair de marca devido ao tamanho da pancada, Ele teve uma vértebra quebrada o que poderia acabar com a temporada belíssima com a equipe de Ed Carpenter que também faz um belo trabalho na temporada.

Vários pilotos aproveitaram para irem aos boxes fazerem a primeira parada nos boxes ou para mudarem a tática de paradas, Mas depois que se limpou a pista retirando os carros de Daly e Newgarden os fiscais de pista tiveram que arrumar o muro da curva 4 que foi afetado com o fortíssimo acidente que acabou ocorrendo. Pilotos continuaram a ir aos boxes, Na volta 71 a chuva chegou de vez no circuito oval do Texas provocando a bandeira Vermelha de novo, Apesar de tudo que fizeram para a corrida continuar tiveram que adiar para o dia 27 de Agosto o que fez a todos estanharem esse adiamento para uma data 2 meses depois do dia original da prova e a corrida seguinte foi em Road America seria 14 dias depois. A justificativa é que nos dias seguintes seriam com chuva e os pilotos teriam que ir para Elkhart Lake para treinarem.

texas600_indycar2016-6

Depois de 71 voltas o líder era James Hinchcliffe com Ryan Hunter-Reay em 2ºlugar e Mikhall Aleshin em 3ºlugar todos eles com motores Honda.

Vídeo da 1ªParte dos 600 km do Texas

2ªParte da prova aconteceu ao anoitecer para a conclusão das 248 Voltas dos 600 Km do Texas com a pista seca e sem possibilidades de chuva.

A corrida recomeçou com os pilotos exatamente nas posições de onde eles pararam a 2 meses atrás, O Safety Car saiu na volta 75 recomeçando a corrida com Hunter-Reay pulando na frente com Power e Hinchcliffe a seguir com um pulo enorme de Tony Kannan que partiu do 16ºlugar para ocupar em poucas voltas a 8ªposição.

texas600_indycar2016-9

Hinchcliffe foi a briga para disputar a liderança com o Hunter-Reay e na volta 87 o Canadense ultrapassou o piloto da Andretti assumindo a liderança, Já Hunter-Reay começou a disputar o 2ºlugar com o Brasileiro Hélio Castroneves conseguindo a ultrapassagem na volta 93 passando a 2ªposição e partindo para cima do piloto da Schmidt-Peterson disputando a liderança. Após 100 voltas a liderança estava nas mãos de Hinchcliffe com Castroneves, Rahal, Ed Carpenter, Power, Kannan, Chaves e Power. Hunter-Reay acabou indo para os boxes fazer a segunda parada nos boxes visto que o rendimento do seu carro caiu.
Hinchcliffe e Castroneves abriram mais de 3 segundos de vantagem sobre Rahal que estava em 3ºlugar conquistado após ultrapassagem em cima de Ed Carpenter, Mikhall Aleshin na volta 111 foi para os boxes começando a segunda rodada de paradas nos boxes, O brasileiro Castroneves parou na volta seguinte. Já Hinchcliffe ficou 9 voltas a mais na pista até ir para a troca de pneus e reabastecimento (Seria a primeira da corrida já que quando recomeçaram a corrida com o pneu trocado e com o carro reabastecendo e na primeira corrida o Canadense não fez a parada nos boxes) Após as paradas o piloto da Penske tomou a liderança deixando Hinchcliffe em 2ºlugar e Hunter-Reay em 3ºlugar e em 4ºtivemos uma briga envolvendo 5 pilotos e enquanto isso Hinchcliffe não toma conhecimento de Helinho retornando a ponta da corrida na 127ªVolta abrindo diferença para Castroneves que estava com 7 segundos na frente de Rahal, Já Ryan Hunter-Reay começava a dispencar na prova ocupando a 11ªposição na volta 133.

Após 141 voltas o líder do campeonato Simon Pagenaud disputava a 7ªposição com o Neozelandês Scott Dixon que jogava suas últimas chances de título e conseguindo a posição do piloto da Chip Ganassi. Na volta 146 o Brasileiro Hélio Castroneves foi para a sua 3ªparada nos boxes começando essa rodada enquanto que o Canadense da Schmidt colocava 10 segundos de diferença para Ed Carpenter.

Tony Kannan parou na volta 150, Muñoz que liderou as primeiras voltas da prova parou na volta 152, Pagenaud parando na volta 154 e seu rival na disputa do título parou na volta seguinte, Rahal parou na volta 157. Os dois últimos a pararem foram Ed Carpenter na volta 160 e Hinchcliffe na volta 164 e ambos tinham possibilidades de fazerem apenas mais uma parada nos boxes enquanto que todos os pilotos teriam que provavelmente fazer 2 paradas. E ambos para melhorarem sua situação estavam em primeiro e segundo lugares respectivamente o que deixava a corrida muito na mão de Ambos, A Seguir vinham Castroneves, Kannan, Power e Pagenaud.

Logo Graham Rahal deu uma bela reagida e foi para cima de Tony Kannan após superar Pagenaud e Power e conquistou a ultrapassagem assumindo o 4ºlugar após ficar em 7ºlugar depois das paradas, Na volta 182 o piloto da Rahal-Letterman tomou o terceiro lugar de Castroneves enquanto que o Canadense da Schmidt-Peterson colocava 8 segundos na frente de Carpenter que ocupava o segundo lugar.

texas600_indycar2016-10

Na 184ªVolta Castroneves começa a penúltima rodada de paradas nos boxes o que deixava certo dele fazer 2 paradas nos boxes, A 50 voltas do final Pagenaud já tinha uma volta atrás de Hinchcliffe deixando apenas 4 pilotos na volta do líder (Hinchcliffe, Ed Carpenter, Rahal e Kannan) Na Volta 199 o Brasileiro da Chip Ganassi foi para a parada nos boxes e tinha uma possibilidade de completar a prova com o tanque existente com seu companheiro Scott Dixon parando 2 voltas depois. Power na volta 203 e Rahal na 204 foram os próximos a pararem e ambos já teriam condições claras de completarem a prova com esse tanque. Já Os dois líderes da prova foram os últimos a pararem nos boxes Carpenter na volta 205 e Hinchcliffe na volta 207.

Na volta 213 Carpenter toca em Dixon que acabou batendo no duro e jogando praticamente fora as últimas chances de conquistar o campeonato e por muito pouco Helinho foi atingido, Bandeira amarela a 34 Voltas do final. Com isso os pilotos teriam as possibilidades de terminar a corrida com esse tanque de combustível, Mas varios pilotos foram para uma nova parada para terem a certeza de completarem a prova. Com Hinchcliffe e Carpenter na frente a relargada aconteceu na volta 221 com o piloto patrão indo para cima do Hinchcliffe enquanto que todo mundo tava embolado na 3ªposição.

A 24 Voltas acabou Carpenter tocando em Castroneves encerrando a temporada (Ele só corre em ovais) com mais uma batida no muro e com danos nos carro do piloto da Penske que teve de ir aos boxes para trocar a asa traseira e Dianteira que foi danificada e a Penske fez um belíssimo trabalho não permitindo que ele perdesse uma volta dos líderes. A 18 Voltas do final a corrida recomeçou com Kannan indo para cima de Hinchcliffe e na cola deles vinha Graham Rahal em 3ºlugar e quando a corrida estava em seu ápice da Emoção a 14 voltas do final Aleshin e Hawksworth bateram no muro acionando mais uma bandeira amarela que precisava ser rápido para a prova terminar com a bandeira Verde. Kannan foi para os boxes colocar os pneus novos, O que parecia uma tática arriscada acabou se mostrando correta já que a direção de prova mandou todos os retardatários saírem de frente para os pilotos lutarem pela vitória.

texas600_indycar2016-33

A 8 Voltas do final tivemos um dos finais mais disputados pela vitória entre Hinchcliffe, Kannan e Rahal. O Brasileiro chegou a liderar a prova em alguns momentos estando de lado a lado pela vitória, Mas acabou sendo Rahal que disputou nas últimas voltas com Hinchcliffe a vitória no Texas e nos metros finais o norte-americano cruzou na frente de Hinchcliffe que dominou a maior parte da prova conquistando a vitória em uma das corridas mais longas da história da Formula Indy com 2 meses de duração. Um frustradissimo Hinchcliffe e um Arrojado Tony Kannan completaram o pódio com Simon Pagenaud levando a melhor na disputa pelo título contra Will Power conquistando o 4ºlugar a 4 posições na frente do Australiano, Hélio Castroneves ficou em 5ºlugar longe da disputa pela vitória o que faz acreditar que ele acabou perdendo rendimento do carro depois do incidente com Carpenter.

texas600_indycar2016-35

Kimball, Muñoz, Power, Montoya e Bourdais completando os 10 primeiros colocados no Texas. A duas provas do Final a Briga ficava mesmo entre Pagenaud e Power pela disputa do título e em 3ºlugar no campeonato Tony Kannan tinha chances pequenas de campeonato a 2 corridas do final.

Vídeo da segunda parte dos 600 km do Texas

Resultado final da 9ªEtapa da Formula Indy
600 km do Texas – 248 Voltas

1 Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda) 2h29m24.8886s
2 James Hinchcliffe (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) a 0.0080s
3 Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) a 0.0903s
4 Simon Pagenaud (Team Penske Dallara/Chevrolet) a 0.4773s
5 Helio Castroneves (Team Penske Dallara/Chevrolet) a 9.3424s
6 Charlie Kimball (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) a 1 Volta
7 Carlos Muñoz (Andretti Autosport Dallara/Honda) a 1 Volta
8 Will Power (Team Penske Dallara/Chevrolet) a 1 Volta
9 Juan Pablo Montoya (Team Penske Dallara/Chevrolet) a 2 Voltas
10 Sebastien Bourdais (KVSH Racing Dallara/Chevrolet) a 2 Voltas
11 Alexander Rossi (Andretti Herta Dallara/Honda) a 2 Voltas
12 Marco Andretti (Andretti Autosport Dallara/Honda) a 3 Voltas
13 Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport Dallara/Honda) a 3 Voltas
14 Gabby Chaves (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) a 3 Voltas
15 Max Chilton (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) a 5 Voltas
16 Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) a 17 Voltas – Acidente
17 Jack Hawksworth (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) a 21 Voltas – Acidente
18 Ed Carpenter (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) a 25 Voltas – Acidente
19 Scott Dixon (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) a 37 Voltas – Acidente
20 Takuma Sato (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) a 88 Voltas – Mecânico
21 Conor Daly (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) a 206 Voltas – Acidente
22 Josef Newgarden (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) a 207 Voltas – Acidente

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: Indy Car

Indy Car em Pocono : Power vence e com Batida de Pagenaud o campeonato fica em aberto

Grid de largada:

1    Mikhail Aleshin    (Schmidt Peterson Motorsports    Dallara/Honda)    1’21.6530
2    Josef Newgarden    (Ed Carpenter Racing    Dallara/Chevrolet)    1’21.7456
3    Takuma Sato    (AJ Foyt Enterprises    Dallara/Honda)    1’21.7931
4    Helio Castroneves    (Team Penske        Dallara/Chevrolet)    1’21.8997
5    Carlos Munoz    (Andretti Autosport    Dallara/Honda)        1’21.9498
6    James Hinchcliffe    (Schmidt Peterson Motorsports    Dallara/Honda)    1’22.0185
7    Alexander Rossi    (Andretti Herta        Dallara/Honda)    1’22.0696
8    Will Power    (Team Penske        Dallara/Chevrolet)    1’22.3359
9    Tony Kanaan    (Chip Ganassi Racing    Dallara/Chevrolet)    1’22.3399
10    Ed Carpenter    (Ed Carpenter Racing    Dallara/Chevrolet)    1’22.4086
11    Graham Rahal    (Rahal Letterman Lanigan    Dallara/Honda)    1’22.4917
12    Jack Hawksworth    (AJ Foyt Enterprises    Dallara/Honda)    1’22.5495
13    Marco Andretti    (Andretti Autosport    Dallara/Honda)        1’22.5643
14    Simon Pagenaud    (Team Penske        Dallara/Chevrolet)    1’22.6745
15    Juan Pablo Montoya    (Team Penske        Dallara/Chevrolet)    1’22.8407
16    Charlie Kimball    (Chip Ganassi Racing    Dallara/Chevrolet)    1’22.9811
17    Max Chilton    (Chip Ganassi Racing    Dallara/Chevrolet)    1’23.0682
18    Sebastien Bourdais    (KVSH Racing        Dallara/Chevrolet)    1’23.2320
19    Scott Dixon    (Chip Ganassi Racing    Dallara/Chevrolet)    1’23.5900
20    Conor Daly    (Dale Coyne Racing    Dallara/Honda)    1’23.8158
21    Pippa Mann    (Dale Coyne Racing    Dallara/Honda)    1’25.2001
22    Ryan Hunter-Reay    (Andretti Autosport    Dallara/Honda)        Sem Tempo

pocono500_2016-3

Na última corrida de longa duração em Pocono foram realizadas as 500 milhas que teve muita disputa, Acidentes impressionantes e que terminou com o campeonato mais aberto do que nunca. Mikhall Aleshin conquistou a pole position com Josef Newgarden em 2ºlugar e Takuma Sato em 3º. O líder do campeonato Simon Pagenaud sai em uma modestíssima 14ªPosição.

A Primeira largada não valeu já que Aleshin se antecipou bastante e não alinhou de maneira correta fazendo a largada invalidada, Na segunda tentativa de largada ai sim foi pra valer e Aleshin manteve a liderança, Ao final da volta 2 Newgarden tomou a liderança do piloto da Schmidt, No final da Volta tivemos a primeira bandeira amarela devido a batida de Takuma Sato o que provocou a frustração da sua equipe que tinha boas expectativas com o samurai voador. Aproveitando a bandeira amarela Scott Dixon que largou do 19ºlugar foi para os boxes completar o tanque o que poderia fazer a diferença no final de prova que teve a relargada na 9ªVolta com Newgarden na liderança com Aleshin em 2º.

Mas a situação não durou muito tempo já que Aleshin foi para cima do piloto da Ed Carpenter e tomou de volta a liderança, Logo Newgarden começou a ficar para Alexander Rossi da Andretti-Herta que também conseguiu a ultrapassagem assumindo o 2ºlugar e partindo para cima de Aleshin. A se destacar a brilhante corrida de Ryan Hunter-Reay que aparecia em 5ºlugar em 30 voltas. Duas voltas depois o norte-americano foi para os boxes sendo o primeiro a fazer a parada, O líder Mikhall Aleshin foi para os boxes na volta seguinte junto vieram Muñoz, Hinchcliffe, Andretti e Hawksworth deixando Alexander Rossi com a liderança por uma volta já que ele fez sua primeira parada na volta 34 assim como os dois pilotos Brasileiros Castroneves e Kannan.

pocono500_2016-23

O líder do campeonato Simon Pagenaud fez a 1ªParada na volta 36, Na Volta anterior pararam Power, Rahal e Kimball. Os últimos a fazerem a parada nos foram Dixon (que fez a segunda parada na prova), Montoya e Bourdais. Após as trocas a Classificação era a seguinte: Aleshin, Hunter-Reay, Newgarden, Muñoz, Rossi e Hinchcliffe. Na volta 46 Castroneves toma o 6ºlugar de James Hinchcliffe e três voltas depois Hunter- Reay que largou da última posição assumia a liderança após passar Aleshin, impressionante o desempenho do piloto da Andretti Autosport que estava atropelando todo mundo embora Aleshin continuou colado no norte-americano conseguindo 7 voltas depois recuperar a liderança e dessa vez abrindo diferença enquanto Hunter-Reay perdia o segundo lugar para o seu companheiro de equipe Carlos Muñoz, Nesse meio tempo o carro de Ed Carpenter quebra e ele deixa a corrida, Um ano sem sorte do norte-americano que corre apenas em ovais.

Os 3 primeiros colocados foram para os boxes (Aleshin, Muñoz, Hunter-Reay) Na volta seguinte um incidente envolvendo Alexander Rossi, Charlie Kimball e Hélio Castroneves, O piloto da Ganassi e o piloto da Andretti-Herta se chocaram e acabou o carro de Rossi caindo em cima do carro do piloto da Penske que chegou a ser atingido pela roda do carro. Por sorte nada aconteceu com o piloto brasileiro. Kimball conseguiu voltar a prova enquanto que Rossi e Helinho acabaram deixando as 500 milhas. O Safety Car entrou no circuito para que os boxes fossem limpos. Na minha opinião apesar de não interferir na corrida diretamente achei necessária a Bandeira amarela até por que o caso é que prejudicaria pilotos que ainda precisa parar nos boxes.

pocono500_2016-17

Na 71ªVolta tivemos a  relargada com Aleshin e Hunter-Reay disputando o primeiro lugar e a seguir Muñoz, Newgarden e Kannan completando os 5 primeiros colocados, Muñoz acabou sendo superado pelo Newgarden que volta a 3ªposição e em pouco tempo o piloto da Carpenter estava chegando em Aleshin e Hunter-Reay para disputar a liderança das 500 milhas de Pocono, Em uma corrida apagada Simon Pagenaud estava em 11ºlugar.

Hunter-Reay chegou a perder posição para Newgarden, mas em poucas voltas o piloto da Andretti Autosport voltou a superar Newgarden, O piloto norte-americano começou a buscar Aleshin durante 12 voltas até a ultrapassagem acontecer na 90ªvolta deixando ele novamente na liderança. 4 voltas depois Aleshin começa a terceira rodada de paradas nos boxes com Hunter-Reay, Muñoz, Hinchcliffe e Rahal fazendo a parada na volta seguinte. Newgarden assumiu a liderança com Kannan em 2º e Dixon em 3º, O piloto da Carpenter foi para os boxes na 97ªVolta passando a liderança para Kannan que ficou uma volta na liderança e depois foi para a parada, Só que quando ele saiu dos boxes seu motor morreu e com isso o piloto da Chip Ganassi perdeu muito tempo e ficando muito para trás na prova. Dixon na volta 99 fez a 4ªparada nos boxes. Na Metade da corrida a classificação era: Aleshin, Hunter-Reay, Newgarden, Muñoz, Hinchcliffe, Dixon, Rahal, Power, Montoya e Pagenaud são os 10 primeiros, Kannan caiu para o 14ºlugar.

pocono500_2016-18

Aleshin, Hunter-Reay e Newgarden começavam a se distanciar nas 3 primeiras posições  do resto enquanto colocavam voltas em Conor Daly (que usava o número 88 em homenagem ao Bryan Clauson que morreu devido a um acidente no mês de Agosto no período das olimpíadas) Power começava a aparecer na corrida ao passar o piloto James Hinchcliffe, Aleshin e Hunter-Reay se livraram de Newgarden e começaram novamente a fazer um duelo entre eles pela liderança. Na volta 120 Aleshin vai para os boxes deixando Hunter-Reay assumir a liderança até a volta 124 aonde ele foi para os boxes junto de Muñoz, Newgarden da volta 125 até a 127 assumiu a liderança quando ele foi para a sua 4ªParada. O último a entrar foi Pagenaud na volta 130, Após essas paradas a classificação era Aleshin, Hunter-Reay, Newgarden, Power e Munoz nas 5 primeiras posições. Kannan fazendo uma corrida de recuperação estando em 9ºlugar, Quem caiu foi James Hinchcliffe que foi para o 12ºlugar.

Hunter-Reay passou de novo retornando a liderança ao passar Aleshin que começou a perder rendimento ao começar a ser pressionado pelo Newgarden, Power em 4ºlugar entrando de vez na disputa pela vitória, Kannan continuava a reagir disputando o 7ºlugar com o líder do Campeonato Simon Pagenaud.

Hunter-Reay colocou volta em pilotos como Marco Andretti, Jack Hawksworth e Charlie Kimball isso na volta 141, Ao mesmo tempo Aleshin perdeu posição para Newgarden e na volta seguinte perdeu posição para Will Power caindo para o 4ºlugar. Vivendo um momento ruim na prova o piloto da Schmidt foi para os boxes na volta 149 sendo o primeiro a fazer a parada na 5ªRodada de paradas nos boxes. A 50 voltas do final Ryan Hunter-Reay liderava com 3 segundos na frente de Will Power, Duas voltas depois o piloto da Andretti Autosport foi para a 5ªParada assim como Dixon e Kannan deixando Power na liderança com Newgarden em 2ºlugar, O piloto da Carpenter fez a 5ªTroca para 156 e Power fez a troca na 157 e voltou na frente de Hunter-Reay assumindo a primeira posição.

Foi quando a 42 voltas do final o Francês Simon Pagenaud acabou batendo no muro provocando a terceira bandeira amarela em Pocono, Deixando um campeonato em Aberto e principalmente se Power vencesse, A 40 voltas do final a corrida começaria a ganhar novos rumos.

hunter-reay

Na Volta 164 Hunter-Reay foi para cima de Power na relargada e de maneira decisiva assumiu a primeira posição, Só que isso não valeu de nada já que no final dessa mesma volta o piloto da Andretti teve problemas e ficou lento perdendo 1 volta dos líderes e praticamente teve a sua corrida liquidada e sem possibilidades de vencer. Power voltou a liderança com Newgarden, Aleshin e Kannan a seguir, O piloto brasileiro que chegou a esta em 14ºlugar por ter seu motor morrido na saída da sua 3ªparada já tinha se recuperado e na hora certa pois poderia disputar a vitória na reta final em Pocono.

A 25 Voltas do final surgiu uma bandeira amarela que juntou todo mundo e eis que surge um novo problema com Tony Kannan, Uma pequena peça aerodinâmica acabou se soltando do seu carro o que a principio poderia não influenciar no desempenho dele por ser um circuito oval, Todos foram para a parada fazerem o último reabastecimento e troca de pneus. Power saiu na frente com Sebastien Bourdais em 2º ganhando 5 posições nos boxes, Newgarden, Kannan e Aleshin que caiu para o 5ºlugar, Mais uma vez a Schmidt derrubou o piloto Russo. Hunter-Reay recuperou a volta que tinha de desvantagem para os líderes assim como Andretti, Kimball e Hawksworth.

pocono500_2016-20

A 21 voltas do final tivemos a relargada e Kannan foi para cima mesmo com peça do seu carro faltando e na entrada da primeira curva o piloto Brasileiro estava em 2ºlugar atrás apenas de Power, Mas se a principio aquela peça a menos poderia fazer falta? Pois é, Com o decorrer das voltas acabou fazendo falta e muita porque Tony começou a despencar na classificação perdendo varias posições e ficando cada vez mais para trás, Já Hunter-Reay ao contraio foi subindo, Subindo e Subindo na parte final de corrida. A 12 voltas do final o norte-americano já ocupava o 6ºlugar passando Kannan e foi engolindo seus adversários, Foi assim com Dixon na volta 190, Com Bourdais na volta 194 e finalmente com Newgarden a menos de 3 voltas do final o que garantiu a ele o 3ºlugar no que foi certamente a melhor prova de Hunter-Reay nesse ano.

Na parte final de prova Aleshin ameaçou Power, Mas o Australiano da equipe Penske manteve o controle da corrida e conquistou a vitória o  que deixava ele a 20 pontos de Pagenaud que continuava líder do campeonato mas já vendo um título que parecia certo começar a escapar de suas mãos. Aleshin terminou em 2ºlugar e por muito pouco não levou a primeira vitória da Rússia na Formula Indy e Hunter-Reay em uma super corrida conquistou o pódio em 3ºlugar.

Newgarden chegou em uma bela corrida na 4ªposição seguido de Bourdais levando a KV ao 5ºlugar, Dixon com a melhor Ganassi em 6ºlugar em uma bela prova de recuperação e completando os 10 primeiros Carlos Muñoz, Juan Palbo Montoya, Tony Kannan que acabou tendo um resultado abaixo do que ele merecia pelo que demonstrou em Pocono e Hinchcliffe que sumiu na segunda parte de corrida. O Campeonato saia a 3 provas do final totalmente em aberto.

pocono500_2016-14

Vídeo:

Resultado da 13ªEtapa da Formula Indy
500 Milhas de Pocono

1    Will Power        (Team Penske        Dallara/Chevrolet)    2h46m28.9856s
2    Mikhail Aleshin        (Schmidt Peterson Motorsports    Dallara/Honda)    a 1.1459s
3    Ryan Hunter-Reay    (Andretti Autosport    Dallara/Honda)        a 5.9076s
4    Josef Newgarden        (Ed Carpenter Racing    Dallara/Chevrolet)    a 7.0750s
5    Sebastien Bourdais    (KVSH Racing        Dallara/Chevrolet)    a 7.5285s
6    Scott Dixon        (Chip Ganassi Racing    Dallara/Chevrolet)    a 7.8896s
7    Carlos Munoz        (Andretti Autosport    Dallara/Honda)        a 11.5938s
8    Juan Pablo Montoya    (Team Penske        Dallara/Chevrolet)    a 13.4345s
9    Tony Kanaan        (Chip Ganassi Racing    Dallara/Chevrolet)    a 13.7988s
10    James Hinchcliffe    (Schmidt Peterson Motorsports    Dallara/Honda)    a 14.2235s
11    Graham Rahal        (Rahal Letterman Lanigan    Dallara/Honda)    a 14.3471s
12    Marco Andretti        (Andretti Autosport    Dallara/Honda)        a 16.3334s
13    Max Chilton        (Chip Ganassi Racing    Dallara/Chevrolet)    a 17.1907s
14    Jack Hawksworth        (AJ Foyt Enterprises    Dallara/Honda)        a 18.5585s
15    Charlie Kimball        (Chip Ganassi Racing    Dallara/Chevrolet)    a 1 Volta
16    Conor Daly        (Dale Coyne Racing    Dallara/Honda)        a 2 Voltas
17    Pippa Mann        (Dale Coyne Racing    Dallara/Honda)        a 3 Voltas
18    Simon Pagenaud        (Team Penske        Dallara/Chevrolet)    a 43 Voltas – Acidente
19    Helio Castroneves    (Team Penske        Dallara/Chevrolet)     a 137 Voltas – Acidente
20    Alexander Rossi        (Andretti Herta        Dallara/Honda)   a 137 Voltas – Acidente
21    Ed Carpenter        (Ed Carpenter Racing    Dallara/Chevrolet)   a 143 Voltas – Mecânico
22    Takuma Sato        (AJ Foyt Enterprises    Dallara/Honda)      a 199 Voltas – Acidente

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

Formula indy Mid-Ohio – Pagenaud Falou: Aqui não Power! e conquista vitória digna de campeão

Grid de Largada:

1 Simon Pagenaud (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1m03.8700s
2 Will Power (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1m03.9381s
3 Josef Newgarden (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) 1m04.1200s
4 Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport Dallara/Honda) 1m04.3265s
5 Charlie Kimball (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 1m04.3644s
6 Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda) 1m04.4697s
7 Helio Castroneves (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1m04.4300s
8 Juan Pablo Montoya (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1m04.5141s
9 James Hinchcliffe (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) 1m04.5796s
10 Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) 1m04.6084s
11 Scott Dixon (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 1m04.6554s
12 Alexander Rossi (Andretti Herta Dallara/Honda) 1m04.8082s
13 Max Chilton (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 1m04.7752s
14 Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 1m04.5885s
15 Carlos Munoz (Andretti Autosport Dallara/Honda) 1m04.8621s
16 Sebastien Bourdais (KVSH Racing Dallara/Chevrolet) 1m04.5967s
17 Jack Hawksworth (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) 1m05.0196s
18 R.C. Enerson (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) 1m04.6576s
19 Spencer Pigot (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) 1m05.1891s
20 Takuma Sato (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) 1m04.8354s
21 Marco Andretti (Andretti Autosport Dallara/Honda) 1m05.1997s
22 Conor Daly (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) 1m05.1098s

midohio_2016_indycar (29)

Começava em Mid-Ohio no dia 31 de Julho a Reta final do Campeonato Mundial de Formula Indy a disputa pelo título estava se polarizando entre Simon Pagenaud que foi o pole position e Will Power que largou em 2ºlugar com Newgarden que ainda alimentava chances de título largando em 3ºlugar, Hélio Caastroneves que ainda tem possibilidades de campeonato largaria em 7ºlugar, Dixon largaria em 11º e Kannan largaria em 14ºlugar. Nessa prova a Dale Coyne colocou o piloto norte-americano RC Enerson que se colocou na frente do seu companheiro de equipe Conor Daly.

midohio_2016_indycar (23)

Pagenaud na largada largou muito bem com Power, Newgarden, Hunter-Reay e Kimball a seguir, Tony Kannan largou incrivelmente bem ganhando 3 posições na 1ªVolta passando para o 11ºlugar. No começo de prova que se viu foi o Francês e o Australiano abrindo e muito sobre o Resto da Turma, A situação dos pilotos principais da Chip Ganassi não era das melhores com Kannan em 11º tentando passar o Vencedor das 500 milhas o Norte-americano Alexander Rossi e Scott Dixon campeão de 2015 em 12ºlugar, Na 13ªVolta Dixon foi para parada nos boxes mudando sua tática assim como fez os pilotos da Dale Coyne que pararam na 11ªVolta.

Na 14ªVolta Castroneves foi para os boxes voltando na frente de Dixon que na volta seguinte tentou a ultrapassagem e foi fechado pelo Hélio Castroneves e sofre um toque que consequentemente levou a quebra da suspensão do piloto da Ganassi que abandonou a corrida e fez com que o Safety Car entrasse na pista. Com isso os pilotos que fizeram a parada antes se deram bem e os líderes tiveram que antecipar suas paradas deixando Montoya na liderança com Andretti em segundo, Chilton em 3º, Helio Castroneves em 4º e Aleshin em 5ºlugar.

midohio_2016_indycar (21)

Bandeira verde na volta 20 com Montoya e Andretti disparando na frente com Aleshin ganhando posições para Chilton e Castroneves assumindo o terceiro lugar. Dois pilotos praticamente foram eliminados da corrida, O primeiro deles foram Josef Newgarden que foi para os boxes trocar a Asa Traseira do seu carro que foi danificada perdendo 1 volta dos líderes. O 2ºpiloto que se complicou foi Hélio Castroneves que foi para cima de Max Chilton e passou, Mas errou a tomada da curva antes da reta oposta e foi para a grama e teve o mesmo destino de Newgarden indo para os boxes para trocar a asa traseira e perdeu até mais tempo que o Newgarden tomando 1 volta do líder e saindo da prova praticamente.

Montoya, Andretti e Aleshin abriram sobre o resto da turma enquanto que Takuma Sato fazendo uma bela corrida segura os ataques de Sebastian Bourdais. Duas voltas depois Montoya e Andretti foram para os boxes deixando Aleshin na liderança e dai começava o Russo a dominar a corrida com 5 segundos na frente de Carlos Muñoz com Sato, Bourdais e Pigot completando os 5 primeiros colocados.

midohio_2016_indycar (8)

Apesar do domínio de Aleshin o Norte-americano Josef Newgarden passou o piloto da Schmidt Peterson recuperando a volta perdida ao contraio de Helinho que não estava nem perto de conseguir isso. Na volta 37 Conor Daly foi para a segunda parada nos boxes, Depois parou na volta 38 Hinchcliffe, na volta 39 Bourdais e Enerson que acabou tendo o seu motor morrendo ao partir para voltar a corrida o que comprometeu a prova dele que estava entre os 10 primeiros colocados. Na 40ªVolta Sato que estava em boa colocação foi para os boxes e o líder da corrida Mikhall Aleshin foi para os boxes na volta seguinte (Assim como Rahal, Muñoz e Hawksworth) Após essas paradas Pagenaud voltou a liderança com Power na segunda posição a 4 segundos atrás do Francês com Hunter-Reay, Kannan, Kimball, Aleshin, Rossi, Montoya, Muñoz e Andretti nas 10 primeiras posições.

Mas essa liderança só durou duas voltas pois Pagenaud foi para a segunda parada na 43ªVolta assim como Rossi. Na volta 44 Hunter-Reay e Kannan foram para a parada nos boxes e na volta 45 parou o Australiano Will Power que voltou na frente de Pagenaud e Aleshin voltou a liderança e com mais de 8 segundos na frente do Power que estava na frente de Pagenaud que perdeu tempo nos boxes já que ele estava a mais de 3 segundos na frente.

midohio_2016_indycar (22)

Pagenaud foi a todo o custo para cima de Power buscando o segundo lugar e tentando consolidar e aumentar a sua diferença na liderança do campeonato já que a vitória parecia estar muito nas mãos do piloto Russo, Mas Pagenaud precisava abrir o olho para Carlos Muñoz que estava em 4ºlugar e estava fazendo uma bela corrida a menos de 1 segundo sobre o piloto da Penske. A prova estava se encaminhando para o Russo até que na volta 61 o inglês Jack Hawksworth sofreu um acidente depois de escapar no final da reta dos boxes para a primeira curva e apesar do susto nada aconteceu, Dessa forma foi acionada pela segunda vez a bandeira amarela a 29 voltas do final da corrida.

Todos os pilotos (Com exceção de Daly) foram para os boxes e a Schmidt acabou com a real possibilidade da vitória já que autorizaram a saída dele com o Newgarden indo para a sua parada e o resultado foi o choque entre os dois pilotos tendo prejuízo para ambos os carros tanto é que Aleshin teve de ir de novo aos boxes para fazer a parada e caso tivesse algum dano tratar de consertar o dano ao seu carro. Ao voltar a pista durante a volta 65 o piloto da Schmidt muito irritado acabou gesticulando e reclamando de tudo que aconteceu o que jogou para o 19ºlugar. Quem agradeceu foi Power que assumiu a liderança com Pagenaud em segundo lugar.

midohio_2016_indycar (12)

Na volta 66 foi acionada a bandeira verde com Pagenaud buscando passar Power, Era a disputa pelo título enquanto Kimball vai para a grama e perde várias posições. O Francês foi decidido a passar Power e de forma incrível em uma das manobras mais ousadas, Arrojadas e bem executadas manobras de ultrapassagem dos últimos anos em uma curva improvável que era a curva que dava acesso aos boxes fazendo com que o francês assumisse o segundo lugar já que Daly era o líder da prova que abriu até 10 segundos de diferença para o Francês na liderança, Era questão de tempo que Pagenaud assumisse a liderança o que aconteceu na volta 85 com a para de Conor Daly que largando do último lugar e ao voltar a pista passou para o 8ºlugar em uma bela corrida de recuperação. Na parte final de prova tivemos muitas brigas por posições intermediárias que foram bem animadas o que foi o contraste com a corrida em si que não tivemos muitas ultrapassagens. A poucas voltas do final em uma manobra equivocada Takuma Sato foi jogado para fora da pista pelo Francês Sebastian Bourdais que acabou indo para a brita e por lá ficou mesmo enquanto o piloto da A.J.Foyt que sobrou caiu do 4ºlugar para a 9ªposição.

Pagenaud em uma atuação brilhante conquista a 4ªVitória na temporada e naquela altura do campeonato o Francês Abriu mais de 50 pontos sobre Power que completou a prova em 2ºlugar e fechando o pódio o Colombiano Carlos Muñoz que vive um ano difícil com a Andretti que esta mal das pernas em 2016 com exceção de alguns resultados isolados. Completando os 6 primeiros colocados os pilotos Graham Rahal, James Hinchcliffe e Conor Daly.

midohio_2016_indycar (5)

Não foi uma corrida favorável para os Brasileiros, Kannan acabou perdendo rendimento no final e ficou apenas em 12ºlugar e Hélio Castroneves ficou em 15ºlugar, Hoje ou amanhã teremos o relato da prova de Pocono que foi feita na segunda-feira de Cinzas depois das Olimpíadas do Rio de Janeiro.

Vídeos:

Resultado final do GP de Mid-Ohio
Formula Indy – 12ªEtapa

1 Simon Pagenaud (Team Penske Dallara/Chevrolet) a 1h 49:59.6875
2 Will Power (Team Penske Dallara/Chevrolet) a 4.1620
3 Carlos Munoz (Andretti Autosport Dallara/Honda) a 6.5662
4 Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda) a 7.0196
5 James Hinchcliffe (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) a 11.1260
6 Conor Daly (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) a 11.8526
7 Spencer Pigot (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) a 12.8831
8 Charlie Kimball (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) a 15.0016
9 Takuma Sato (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) a 18.0128
10 Josef Newgarden (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) a 18.5404
11 Juan Pablo Montoya (Team Penske Dallara/Chevrolet) a 20.6074
12 Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) a 23.9632
13 Marco Andretti (Andretti Autosport Dallara/Honda) a 24.7606
14 Alexander Rossi (Andretti Herta Dallara/Honda) a 25.5191
15 Helio Castroneves (Team Penske Dallara/Chevrolet) a 26.6191
16 Max Chilton (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) a 26.8199
17 Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) a 42.7274
18 Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport Dallara/Honda) a 53.5383
19 R.C. Enerson (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) a 1 Volta
20 Sebastien Bourdais (KVSH Racing Dallara/Chevrolet) a 4 Voltas
21 Jack Hawksworth (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) a 30 Voltas
22 Scott Dixon (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) a 63 Voltas

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

Formula Indy em Toronto – Power vence e entra definitivamente na disputa pelo título

Grid de Largada:

1 Scott Dixon (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 59.9073s
2 Helio Castroneves (Team Penske Dallara/Chevrolet) 59.9425s
3 Simon Pagenaud (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1m00.2293s
4 Will Power (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1m00.4085s
5 Sebastien Bourdais (KVSH Racing Dallara/Chevrolet) 1m00.4221s
6 James Hinchcliffe (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) 1m01.5637s
7 Conor Daly (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) 1m00.5693s
8 Josef Newgarden (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) 1m00.5885s
9 Juan Pablo Montoya (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1m00.6532s
10 Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) 1m00.6635s
11 Luca Filippi (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) 1m00.7784s
12 Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 1m00.8561s
13 Jack Hawksworth (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) 1m00.6930s
14 Max Chilton (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 1m00.6372s
15 Carlos Munoz (Andretti Autosport Dallara/Honda) 1m00.7712s
16 Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda) 1m00.7088s
17 Charlie Kimball (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 1m00.9060s
18 Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport Dallara/Honda) 1m00.8721s
19 Alexander Rossi (Andretti Herta Dallara/Honda) 1m01.2087s
20 Takuma Sato (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) 1m01.4012s
21 Spencer Pigot (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) 1m01.3360s
22 Marco Andretti (Andretti Autosport Dallara/Honda) 1m01.4384s

Vídeo da Corrida:

Na única prova fora dos Estados Unidos tivemos uma bela corrida, Uma das melhores nessa temporada que começou na largada com Scott Dixon segurou a primeira posição, Castroneves precisou se defender do ataque em cima de seu companheiro de equipe e líder do campeonato Simon Pagenaud, Depois vinham Will Power, Bourdais e Aleshin nas 6 primeiras posições. No final da 1ªVolta um acidente que acabou fazendo com que Charlie Kimball rodasse e acabou envolvendo o Norte-Americano Ryan Hunter-Reay o que provocou a primeira bandeira amarela da prova, Nesse meio tempo Rahal que acabou sendo tocado  e furando um dos pneus, Kimball e Hunter-Reay tiveram que parar nos boxes para repararem seus carros.

Após 6 voltas prova tivemos a bandeira verde com Dixon, Castroneves, Pagenaud e Power mantendo os 4 primeiros colocados, Dai Montoya começou a se destacar pela sua agressividade e foi para cima de Josef Newgarden que estava na vice-liderança do campeonato e foi com tanta vontade que acabou quebrando parte da Asa traseira que ficou pela pista no meio da reta no final dessa reta Montoya conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto da Ed Carpenter, Em posição perigosa que estava essa peça que caiu durante essa disputa foi de novo acionada a bandeira amarela na 9ªVolta, Em consequência disso Newgarden foi para os boxes para substituir a asa traseira no que prejudicou e muito sua corrida (Não chegou a tomar volta, Mas relargou a 30 segundos dos pelotão)

Torontoindy2016 (14)

Relargada na volta 9 com Dixon na frente com três dos 4 pilotos da Penske (Hélinho, Pagenaud e Power), Montoya continuou pilotando de forma arrojada e passou James Hinchcliffe assumindo o 7ºlugar. Scott Dixon e Hélio Castroneves acabaram se destacando e abrindo de Pagenaud, Power, Bourdais e Aleshin que começaria a sofrer pressão de Juan Palbo Montoya que vinha com tudo lá atrás, Depois vinham Hinchcliffe, Kannan e Daly completando os 10 primeiros colocados.

Tony Kannan foi o primeiro a ir para os boxes na volta 17 adotando a tática arriscada de 3 paradas nos boxes, Rahal e Kimball buscavam  a recuperação um pouco mais atrás disputando o 15º a 18ºlugares respectivamente, Na 21ªVolta Ryan Hunter-Reay foi para os boxes fazer sua primeira troca de pneus também podendo encaminhar para 3 paradas nos boxes já que o tanque teria uma duração máxima de 31 Voltas em condições normais no que indicaria 2 paradas nos boxes em uma tática normal a ser feita.

Aleshin já sentia o desgaste de seus pneus e estava segurando o ritmo de Montoya, Hinchcliffe e Daly na 6ªposição, Na Volta 26 os dois pilotos da Schmidt foram para os boxes para a primeira parada, Nessa mesma volta 26 Hélio Castroneves acabou tendo o pneu furado e teve que antecipara sua parada nos boxes perdendo muito tempo e deixando Dixon bem tranquilo na liderança com Pagenaud em 2º e Power em 3º. Na Volta 29 Scott Dixon e Will Power foram para os boxes, Na Volta seguinte parou Simon Pagenaud, Bourdais parou na volta 31 e Luca Filippi foi o último a parar na volta 32.

Torontoindy2016 (17)

Após todas as paradas nos boxes Dixon continuava na liderança com Pagenaud em 2º, Kimball que tinha que parar em poucas voltas (No que ele fez na volta 33) passando o 3ºlugar para Will Power. Borudais, Montoya e Castroneves que não teve um prejuízo enorme como poderia ter tido prejuízo maior ainda com o furo do seu pneu. Scott Dixon com mais de 8 segundos estava liderando de forma tranquila e dai ele começou a poupar combustível para fazer apenas mais uma parada já que existia a possibilidade de ter pilotos terem de parar mais duas paradas, Tony Kannan já tenha essa certeza.

Com tudo isso a diferença de Dixon para Pagenaud se dizimou em poucas voltas, Na volta 43 Tony Kannan foi para os boxes para uma segunda parada nos boxes. Duas voltas depois foi acionada a terceira bandeira amarela por causa de uma das zebras que estava soltando pedaços o que obrigou os fiscais a irem lá para tentarem reparar e consertarem esse defeito até porque uma pista que se sabe que os pilotos vão usar aquela parte do circuito o final de semana inteiro acaba sendo uma falha a essa zebra não resistir o final de semana inteiro. Enquanto Dixon e alguns outros preferiam poupar combustível outros foram para a segunda parada nos boxes o que poderia fatalmente a levar eles a fazerem uma terceira parada nas voltas finais entre eles foram para os boxes James Hinchcliffe, Conor Daly.

Torontoindy2016 (19)

Na 51ªVolta tivemos a relargada com Dixon buscando segurar até pelo menos a volta 55 para fazer a parada numa última parada nos boxes e com isso Pagenaud, Power, Bourdais, Montoya e Castroneves estavam todos juntos e colados. Tivemos uma bonita ultrapassagem de Takuma Sato que ganhou posição. Já Chilton foi para os boxes para a última parada nos boxes e trocar o aerofólio dianteiro. Montoya brigava pela posição com o Bourdais e se defendia com o Castroneves, Aleshin e Kimball que vinham atrás buscando melhorar de posição com uma bela corrida do piloto Russo.

Castroneves foi o primeiro a fazer a 2ªparada e última no caso dele na volta 54, Bourdais fez na volta 55, Dixon já poderia parar para terminar a corrida a partir da 55 volta, Mas ele acabou querendo ficar mais um pouco na pista para não ter nenhuma dúvida o que poderia ser um risco que acabou acontecendo que foi uma bandeira amarela devido a um acidente de Josef Newgarden que em uma corrida problemática e foi nesse exato momento que Will Power foi para os boxes fazer sua parada e dai a corrida parou nas mãos deles e saiu das mãos do Dixon e de Pagenaud que se deram mal devido a essa bandeira amarela.

Tony Kannan foi para a liderança mas precisava parar nos boxes. Tudo poderia indicar que a tática do Brasileiro iria por água a baixo. Scott Dixon caiu para o 13ºlugar e Simon Pagenaud em 14º precisavam escalar o pelotão. A Relargada aconteceu na volta 63 com Kannan voando baixo para tentar abrir diferença e minimizar o seu prejuízo com Power em 2ºlugar bem tranquilo já que o seu maior concorrente a vitória o Brasileiro Hélio Castroneves que tinha 3 pilotos a sua frente que precisavam ou parar ou pouparem combustível para terminarem a corrida.

Torontoindy2016 (24)

O piloto Brasileiro passou facilmente o Spencer Pigot, Com o Takuma Sato acaba demorando para passar o piloto Japonês e com o Russo Aleshin indo também para cima do Piloto da Penske. Dixon e Pagenaud começaram a subir de posições. A 10 voltas do final Castroneves finalmente conseguiu passar Sato e iria para cima de Hinchcliffe e conseguiu fazer essa ultrapassagem de forma mais fácil assumindo a segunda posição, enquanto que Tony Kannan foi para os boxes para uma parada rápida de 4 segundos nos boxes sem a troca de pneus, Com uma parada dessas junto a necessidade dos pilotos pouparem combustível que fez o piloto da Chip Ganassi voltasse na 4ªposição salvando sua corrida.

Power estava com a corrida na mão com quase 8 segundos sobre Castroneves enquanto que Hinchcliffe e outros estavam poupando combustível até que a 4 Voltas do final Jack Hawksworth acabou se acidentando no mesmo ponto que Newgarden e Montoya sem saída acabou batendo nos pneus para não bater no piloto Inglês. Uma bandeira amarela a poucas voltas do final quando todo mundo se aproximou, O Brasileiro Hélio Castroneves teria uma chance de atacar Will Power e os outros pilotos que estavam no sufoco em terminarem a corrida a bandeira amarela foi o que eles precisavam para terminarem a corrida.

Torontoindy2016 (18)

A Relargada aconteceu na volta final e Power conseguiu manter a liderança para vencer a corrida e assumiu a vice liderança do campeonato a 47 Pontos atrás de Simon Pagenaud que acabou a prova em 9ºlugar. Hélio Castroneves completou a prova em uma belíssima segunda posição e James hinchcliffe completou o pódio para a Schmidt Peterson Motorsports.

Tony Kannan vive seu melhor momento na Chip Ganassi com mais uma grande corrida chegando em 4ºlugar, Takuma Sato repetiu o melhor resultado do ano da A.J.Foyt e dele mesmo em 5ºlugar e Mikhall Aleshin fazendo uma grande corrida ficando em 6ºlugar. Scott Dixon completou a prova em 8ºlugar no que poderia ser uma vitória para o piloto da Chip Ganassi.

Nesse Domingo teremos a 13ªEtapa do campeonato em Mid-Ohio entrando em sua reta final da temporada de 2016 com Pagenaud vendo sua diferença diminuir para Will Power que ganhou 3 das últimas 5 corridas (Detroit, Road America e Toronto) e Hélio Castroneves, Scott Dixon, Tony Kannan e Josef Newgarden que ainda tem chances do título.

Torontoindy2016 (13)

Resultado Final da 12ªEtapa da Formula Indy
GP de Toronto

1 Will Power (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1h42m38.6925s – 85 Voltas
2 Helio Castroneves (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1.5275s
3 James Hinchcliffe (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) 2.5303s
4 Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 3.7758s
5 Takuma Sato (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) 4.0568s
6 Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda) 5.1145s
7 Sebastien Bourdais (KVSH Racing Dallara/Chevrolet) 5.6393s
8 Scott Dixon (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 6.1020s
9 Simon Pagenaud (Team Penske Dallara/Chevrolet) 6.6355s
10 Marco Andretti (Andretti Autosport Dallara/Honda) 6.9746s
11 Charlie Kimball (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 7.4782s
12 Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport Dallara/Honda) 8.0690s
13 Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda) 8.5989s
14 Luca Filippi (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) 8.9217s
15 Conor Daly (Dale Coyne Racing Dallara/Honda) 9.4068s
16 Alexander Rossi (Andretti Herta Dallara/Honda) 9.6896s
17 Carlos Munoz (Andretti Autosport Dallara/Honda) 10.0568s
18 Max Chilton (Chip Ganassi Racing Dallara/Chevrolet) 10.6502s
19 Spencer Pigot (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) 11.4494s
20 Juan Pablo Montoya (Team Penske Dallara/Chevrolet) 1 Volta
21 Jack Hawksworth (AJ Foyt Enterprises Dallara/Honda) a 4 Voltas – Acidente
22 Josef Newgarden (Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet) a 29 Voltas – Acidente

Fotos:

View post on imgur.com

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: Indy Car