Portal Sportszone » Blog Archives

Tag Archives: Sauber

F1 Formula 1 Formula 1 - 2017 Formula 2 2017 Fotos GP2 Series Opinião

Como chamar mais equipes e Aumentar o Grid da Formula 1 – Equipes de Formula 2 sendo Equipes CRT da Formula 1

Published by:

A Formula 1, Sendo a maior categoria do automobilismo mundial tem no meu modo de ver muitos poucos assentos. 20 carros no Grid e sem uma expectativa em curto prazo de uma nova equipe entrar na categoria. Os custos não são só proibitivos, Como são totalmente excludentes para quem não tem uma fábrica por trás. Só entra equipes com uma Forte Parceira (No Caso da Haas) ou com uma fábrica como foi no caso da Renault que voltou em 2016.

Ao terminar o 13ºcampeonato da GP2 Series/Formula 2, Resolvi fazer um Exercício. Quanto cada equipe ganharia se tivesse premiação por ponto na categoria de acesso a Formula 1

De 2005 a 2011 a Pontuação foi essa:

1ªCorrida – Pontos 2ªCorrida – Pontos
1ºLugar 10 6
2ºLugar 8 5
3ºLugar 6 4
4ºLugar 5 3
5ºLugar 4 2
6ºLugar 3 1
7ºLugar 2
8ºLugar 1
Pole 2
Melhor Volta 1 1

De 2012 até hoje a Pontuação é essa:

1ªCorrida – Pontos 2ªCorrida – Pontos
1ºLugar 25 15
2ºLugar 18 12
3ºLugar 15 10
4ºLugar 12 8
5ºLugar 10 6
6ºLugar 8 4
7ºLugar 6 2
8ºLugar 4 1
9ºLugar 2
10ºLugar 1
Pole 4
Melhor Volta 2 2

Premiação deles conforme a pontuação de 2005 até 2017:

Contando os critérios da premiação:

De 2005 até 2011 : 12 mil dólares por ponto marcado
De 2012 até hoje: 5 mil dólares por ponto marcado

ART Grand Prix U$ 18.296.000
DAMS U$ 12.411.000
Racing Engineering U$ 11.897.500
iSport International U$ 7.892.000
Arden International U$ 7.032.000
Russian Time U$ 6.435.000
Rapax U$ 4.850.000
Campos Racing U$ 4.715.000
Barwa Addax Team U$ 4.711.000
Super Nova Racing U$ 4.356.000
Carlin U$ 4.293.000
Trident Racing U$ 4.157.000
Prema Racing U$ 4.050.000
Hitech/Piquet Racing U$ 3.840.000
Coloni Motorsport U$ 2.724.000
Caterham Team AirAsia U$ 2.103.000
MP Motorsport U$ 1.780.000
Durango U$ 1.140.000
Hilmer Motorsport U$ 1.035.000
David Price Racing U$ 1.024.000
BCN Competición U$ 792.000
Ocean Racing Technology U$ 790.000
Venezuela GP Lazarus U$ 315.000
Status Grand Prix U$ 300.000

Em Negrito as equipes que disputaram a Formula 2 em 2017.

7vgbmg9w o

A ART Grand Prix pode hoje muito bem virar uma equipe CRT na Formula 1.

O que ponto você quer chegar? Então eu vou falar: Não tá na hora de liberarem uma venda de chassis antigos e de Motores Antigos para essas equipes de GP2/Formula 2.

Se eu fosse a Liberty Média eu faria a proposta para as principais equipes da Formula 2 para participarem do campeonato como equipes clientes, com carros comprados das outras equipes. Poderiam entrar no campeonato apenas com um carro no campeonato inteiro. Acredito que verba eles teriam com 1 carro na pista apenas.

Quanto custaria uma equipe como essa que eu proponho: Eu usei o melhor dos cenários em termos de competitividade com o mais elevado custo para uma equipe que quer ser competitiva em alto nível. (Todos os valores são em Dólar) U$

Custos
Manutenção da Estrutura U$ 4.000.000
Salário de Funcionários U$ 9.000.000 (150 empregados)
Despesas com Alimentação e eventos U$ 1.000.000
Compra dos chassis (2 carros) U$ 2.000.000
Motores de ano anterior U$ 10.000.000/15.000.000
Outros Gastos U$ 1.000.000
Gasto com Combustivel e Lubrificantes U$ 1.000.000
Transporte rodoviário U$ 300.000
Carros em corrida U$ 7.500.000
Pesquisas e Desenvolvimento U$ 7.500.000
Salário dos pilotos U$ 2.000.000
Tunel de Vento U$ 5.000.000
Gastos com viagens e hospedagem U$ 6.000.000
Fabricação dos carros (Apenas as peças do carro) U$ 8.000.000
Corpo Técnico da Equipe U$ 6.000.000
Total U$ 70.300.000 a 75.300.000

Também fiz esse Calculo vendo se essa equipe CRT é uma equipe média

Custos
Manutenção da Estrutura U$ 2.500.000
Salário de Funcionários U$ 6.000.000 (100 Empregados)
Despesas com Alimentação e eventos U$ 800.000
Compra dos chassis (2 carros) U$ 1.600.000
Motores de ano anterior U$ 10.000.000/15.000.000
Outros Gastos U$ 900.000
Gasto com Combustivel e Lubrificantes U$ 900.000
Transporte rodoviário U$ 250.000
Carros em corrida U$ 6.000.000
Pesquisas e Desenvolvimento U$ 6.000.000
Salário dos pilotos U$ 1.000.000 (Ou Pagante)
Tunel de Vento U$ 3.000.000
Gastos com viagens e hospedagem U$ 4.000.000
Fabricação dos carros (Apenas as peças do carro) U$ 6.000.000
Corpo Técnico da Equipe U$ 4.000.000
Total U$ 51.950.000 a 57.950.000

E fiz também com uma equipe CRT pequena

Custos
Manutenção da Estrutura U$ 1.500.000
Salário de Funcionários U$ 4.000.000 (60 empregados)
Despesas com Alimentação e eventos U$ 600.000
Compra dos chassis (2 carros) U$ 1.400.000
Motores de ano anterior U$ 10.000.000/15.000.000
Outros Gastos U$ 800.000
Gasto com Combustivel e Lubrificantes U$ 800.000
Transporte rodoviário U$ 200.000
Carros em corrida U$ 4.000.000
Pesquisas e Desenvolvimento U$ 4.000.000
Salário dos pilotos U$ 500.000 (Ou Pagante)
Tunel de Vento U$ 1.500.000
Gastos com viagens e hospedagem U$ 2.000.000
Fabricação dos carros (Apenas as peças do carro) U$ 3.000.000
Corpo Técnico da Equipe U$ 2.000.000
Total U$ 35.800.000 a 41.300.000

Considerando esses números, é Bem possível que pelo menos duas equipes da GP2 Series e outras duas equipes vindas de outras categorias possam entrar na Formula 1 daqui a alguns anos. Caso isso aconteça, Teremos 24 carros no grid em breve.

A Formula 1 ganharia com essas mudanças. teria mais possibilidades de temos os melhores pilotos do Mundo por ter mais carros no Grid. Poderíamos ter novas equipes que seriam pequenas em um primeiro momento, Mas com o decorrer dos anos essas equipes podem se tornar em construtoras de carros.

Esacoriz o

Hoje, A Sauber luta para sobreviver na Formula 1. Ao invés de disputar o campeonato

Não é mais possível a Formula 1 ter esse tipo de custos para sempre. A maioria das equipes esta de pires na mão. Precisando de pilotos pagantes ao invés de procurar os melhores pilotos e se vendendo a qualquer custo para completar o orçamento para a temporada. Também visto que as equipes não aceitam fazer patrocinadores temporários? Porque falar que só vamos colocar o patrocinador com determinado valor.

Zqcf7z2v o

Enquanto não tivemos um redução de custos e uma divisão mais justa de dinheiro a Mercedes vai continuar a dar as cartas na Formula 1.

O Caso da LCR Honda na Moto GP, Ela decidiu angariar pequenos patrocinadores, Com valores menores, Mas sempre tinha patrocínio em todas as corridas. Desta forma, Lucio Cecchinello conseguia os recursos para ser competitivo na principal categoria da Motovelocidade.

Cakxhxrx o

Não tendo grandes patrocinadores e tendo seus patrocínios negociando de corrida a corrida faz com que a LCR Honda seja uma equipe competitiva na MotoGP.

O Caminho não vai fugir disso, A tecnologia pela tecnologia já não atrai mais o público em geral. A disputa é que vai fazer isso. A Liberty Média já percebeu isso, Mas será que eles vão resolver esses problemas? Só veremos isso no futuro. Eu espero que esse futuro seja em breve.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: GP2 Series/Sauber/Mercedes/MotoGP

F1 Formula 1 Formula 1 2018 Fotos Sauber 2018 Toro Rosso 2018 Williams 2018

Mercado de pilotos para 2018 na Formula 1: 4 vagas disponíveis após renovação de Fernando Alonso

Published by:

Hoje contando com a renovação de contrato de Fernando Alonso com a Mclaren. São agora 4 as vagas restantes para o complemento do Grid da Formula 1 para a temporada de 2018.

A mais cobiçada das vagas sem dúvida esta na equipe Williams aonde Felipe Massa, Paul di Resta e Robert Kubica são os principais candidatos. Sendo que a parte técnica da equipe quer a permanência do Piloto Brasileiro. Muito devido a experiência e o trabalho que ele vem exercendo na temporada de 2017 e da enorme utilidade que ele pode oferecer para o desenvolvimento do carro em 2018. Que já terá a participação de Paddy Lowe. (Que estava na Mercedes nos títulos de 2014, 2015 e 2016)

Paul di Resta é Piloto de testes da Williams. Ele acabou substituindo a Felipe Massa (Que teve problemas de Saúde) no GP da Hungria, Tendo sido elogiado pela sua exibição visto as condições que ele teve de substituir o piloto Brasileiro. A partir dai, O escocês que correu na Force India de 2011 a 2013 começou a ter seu nome ventilado como um possível substituto de Felipe Massa.

Já Robert Kubica voltou a andar em um carro de Formula 1 em testes. Falava-se que ele iria substituir Jolyon Palmer na parte final da temporada, Mas acabou de uma hora para outra não falando mais disso. Agora os boatos são que ele seria o substituto de Felipe Massa. Inclusive fazendo um teste com a Williams. Opinião: Sinceramente, Por melhor que possa ser Robert Kubica. Não sabemos as condições que ele esta fisicamente, Se ele pode correr uma corrida inteira sem problemas. Com um dos Braços prejudicados pelo acidente que ele teve em 2011 em um Rally.

Acredito que ele possa ter problemas com esse Braço e que não tenhamos garantias suficientes de que ele vai conseguir ser competitivo devido a parte física. Portanto, se eu fosse a Williams eu descartava o polonês.

Marcus Ericsson e Jolyon Palmer tentaram ver se eles teriam espaço no time de Sir. Frank Williams. No entanto seus resultados já fizeram a Williams dispensar os serviços de ambos os pilotos. Felipe Nasr que poderia ser um nome a se pensar em 2018 não é citado para a vaga na Williams.

Na Toro Rosso esta muito complicado para saber um dos pilotos. Uma das vagas é praticamente certo para Pierre Gasly (Que vai correr nesse final de semana em Suzuka, Disputando o Campeonato da Super Formula, Aonde ele esta na Vice-liderança do campeonato)

A Outra vaga esta entre 3 pilotos: Daniil Kvyat mesmo com seu nome bem fragilizado pelos acontecimentos nas temporada de 2016 e 2017 é quem esta mais perto dessa vaga. A Honda que esta tentando levar Nobuharu Matsushita para esse lugar na filial da Red Bull precisaria que o piloto Japonês termine o campeonato da GP2 entre os 3 primeiros colocados para obter a Superlicença.

Isso já não vai ser possível. Matsushita tem 115 pontos e mesmo se fizesse todos os pontos na rodada final em Abu Dhabi ele só chegaria em 163 pontos. Nesse momento o terceiro colocado da GP2 Series é Artem Markelov que já obtém 177 pontos. A não ser que ele tenha 40 pontos nos últimos 3 anos para obter a superlicença a opção Japonesa pode ser descartada desde de já. (Matsushita tem apenas 13 pontos)

A Toro Rosso com a convocação de Brendon Hartley para correr em Austin, No lugar de Gasly pode ver no Neozelandês uma nova opção para a equipe em 2018. Um Robert Kubica na Toro Rosso é totalmente fora de questão. Mesmo a filial da Red Bull precisando de um piloto para ajudar no desenvolvimento do motor Honda. (Que passa a equipar a STR em 2018)

Na Sauber é praticamente certo que Marcus Ericsson vá ficar (pelo altíssimo investimento que ele leva para a equipe) A outra vaga deve ficar com o Campeão da Formula 2 Charles Leclerc. Isso deixaria a pé o Alemão Pascal Wehrlein que marcou todos os 5 pontos da equipe em 2017. O Time suíço vai virar filial da Ferrari em 2018 com o motor do ano que vem nesse carro (Esse ano eles correm com o motor da Ferrari de 2016)

Lista de Pilotos – Formula 1
Temporada 2018
Mercedes Motor: Mercedes
Lewis Hamilton
Valtteri Bottas
Ferrari Motor: Ferrari
Sebastian Vettel
Kimi Raikkonen
Red Bull Motor: TAG Heuer
Daniel Ricciardo
Max Verstappen
Force India Motor: Mercedes
Sergio Perez
Esteban Ocon
Williams Motor: Mercedes
Em disputa
Lance Stroll
Toro Rosso Motor: Honda
Pierre Gasly*
Em disputa
Haas Motor: Ferrari
Romain Grosjean
Kevin Magnussen
Renault Motor: Renault
Nico Hulkenberg
Carlos Sainz jr.
Mclaren Motor: Renault
Fernando Alonso
Stoffel Vandoorne
Sauber Motor: Ferrari
Marcus Ericsson*
Em disputa

* Praticamente garantido
Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Williams/Sauber/Toro Rosso

F1 Ferrari 2017 Force India 2017 Formula 1 Formula 1 - 2017 Fotos Haas 2017 Mclaren 2017 Mercedes 2017 Red Bull 2017 Renault 2017 Sauber 2017 Toro Rosso 2017 Williams 2017

Corrida maluca em Baku. Daniel Ricciardo conquista vitória e Stroll conquista primeiro pódio da carreira

Published by:

Baku no Azerbaijão tivemos uma das corridas mais malucas dos últimos anos e com um dos resultados mais inesperados do ano.

Em um circuito bastante curto em algumas curvas o que me faz não gostar desse circuito. Na Largada Hamilton largou bem e manteve a liderança. Daniil Kvyat passou do ponto na primeira curva, Acabou voltando sem problemas e isso assustou o Espanhol Carlos Sainz jr. que acabou rodando e caindo para o último lugar. Na curva seguinte os finlandeses Kimi Raikkonen e Valtteri Bottas se chocaram, O Piloto da Mercedes levou a pior furando o pneu enquanto que Raikkonen acabou sobrevivendo, Mas teve danos em seu carro e problemas na suspensão.

Sergio Perez se deu bem e assumiu a 3ªposição atrás apenas de Hamilton e Vettel. Verstappen, Raikkonen, Massa, Ocon, Stroll, Ricciardo e Hulkenberg. Bottas foi para os boxes trocar os pneus e acabar tomando 1 volta.

Tudo indicava nas primeiras voltas que a corrida seria tranquila para Hamilton que abria uma boa vantagem para cima de Vettel que vinha tranquilo em 2º. Sergio Perez em 3º estava com Max Verstappen na sua cola em 4º. Lá atrás pilotos da Sauber e da Mclaren disputavam posições nas posições intermediárias.

Na volta 7 Jolyon Palmer que estava lá atrás deixa a prova com problemas mecânicos em seu Renault, Mas esse não seria o motivo para o começo das confusões. Duas voltas antes Daniel Ricciardo foi para os boxes antecipar sua parada e inclusive podendo fazer 2 paradas nos boxes.

A partir da volta 10 com o abandono do Russo Daniil Kvyat com problemas de freio acabou acionando a amarela no ponto da pista que não estava na linha do traçado, Mas estava em um ponto difícil de se retirar o carro. Verstappen resolve atacar de vez Perez e exatamente nesse momento é que o motor TAG Heuer – Renault deixa o Holandês na mão que ainda seguiu por mais uma volta mesmo com seu motor fumando. Com tudo isso o Safety Car entrou na pista enquanto que Verstappen entrou nos boxes para não voltar mais.

O Safety Car ficou na pista até que o carro de Kvyat fosse retirado, Os pilotos aproveitaram para ir aos boxes para fazer a parada obrigatória. Na relargada Felipe Massa larga bem e ultrapassou Raikkonen assumindo o 4ºlugar, Mas devido aos detritos  que a pista tinha mais uma vez o Safety Car entrou na pista. Um desses detritos foi do carro do Raikkonen que tinha um aerofólio danificado.

Os fiscais de pista retiraram os detritos do circuito que não eram poucos. Após essa limpeza tivemos mais uma relargada. Antes da Relargada Hamilton acabou recebendo um toque de leve por trás do Vettel que depois veio reclamar do piloto inglês achando que ele estava muito lento, Mas nada justificava e Felipe Massa mais uma vez relargou muito bem ganhando a posição do Perez. Dai tivemos a confusão logo atrás do Massa com os dois pilotos da Force India se tocando e Raikkonen acabou envolvido nesse incidente. Os pilotos da Force India ficaram para trás.

Safety Car na pista pela 3ªVez e os três pilotos que se envolveram nessa disputa foram para os boxes. Apenas Ocon voltou a corrida. Já Perez e Raikkonen deixaram a corrida. Devido a pedidos de Fernando Alonso que avisou aos comissários por rádio de que a pista estava cheia de detritos na pista a direção da prova deu bandeira vermelha até que não tivesse mais destroços de carro pela pista. A Sujeira da pista era absurda no circuito de Baku naquela altura do campeonato com apenas 23 voltas de corrida.

Após a limpeza do circuito, Depois de 20 minutos os pilotos foram autorizados a voltarem a pista. Perez e Raikkonen voltaram para a corrida com 1 volta de atraso. A corrida foi recomeçada com Massa perdendo posições para Stroll e para Ricciardo que passou os dois pilotos da Williams. Logo o brasileiro estava com problemas na suspensão e com o carro tremendo. Duas voltas depois ele foi para os boxes e infelizmente o Brasileiro que fazia uma grande corrida e que poderia até vencer a prova acabou abandonando. Antes disso o piloto Nico Hulkenberg acabou batendo internamente no carro e abandonou uma corrida em que poderia ele ter feito um bom resultado para a Renault.

Valtteri Bottas que recuperou a volta perdida no começo da corrida vinha se recuperando, Naquele momento Hamilton liderava com folga em cima do Vettel que estava em 2º. Riccardo em 3º, Stroll em 4º e em 5º Kevin Magnussen que diga se de passagem fez bela ultrapassagem sobre Massa e Hulkenberg, 1 volta depois da relargada.

Hamilton tranquilo na corrida começou a ter um sério problema com a espuma que faz parte da proteção do piloto no carro soltava de maneira perigosa. Por algumas voltas o inglês tentou segurar com as mãos o protetor, Mas não teve jeito. Ele acabou tendo de ir para os boxes. A corrida estaria nas mãos do Vettel, Mas a FIA acabou por punir a Vettel por 10 segundos parado nos boxes. Perez e Raikkonen foram punidos pelas equipes terem reparado seus carros fora do pitlane.

Acabou ambos jogados para trás deixando Daniel Ricciardo na liderança com Lance Stroll em 2º e Kevin Magnussen com a Haas em 3ºlugar. Vettel voltou em 7º e Hamilton em 8º sem qualquer possibilidade de vencer. A partir dai nesse bloco da prova começou a chamar mais atenção. Na volta 36 Vettel e Hamilton passaram Fernando Alonso que chegou a colocar a Mclaren em 5ºlugar e que estava em busca dos primeiros pontos na temporada. Mais a frente Magnussen tentava segurar o pódio, Mas Ocon que se recuperou brilhantemente na corrida após ter relargado em 13ºlugar acabou conquistando o 3ºlugar levando com ele Bottas que assumiu o 4ºlugar. Na volta 40 Bottas assumiu o terceiro lugar do Ocon.

Magnussen já tinha levado ultrapassagem do Vettel e do Hamilton que estavam pressionando Esteban Ocon que tinha menos carro dos que os dois postulantes ao título da temporada de 2017.

Enquanto isso Ricciardo e Stroll estavam em 1º e 2ºlugar de forma tranquila. Bottas em 3º estava tentando tirar a diferença para os dois pilotos. Porém com 10 voltas para o final era bem difícil que ele chegasse neles. Já Vettel e Hamilton passaram por Ocon e estavam tentando chegar em Bottas. Na Reta final da corrida Ericsson e Wehrlein disputavam ferozmente o 10ºlugar, Era um ponto importante para a Sauber. Mais importante era Fernando Alonso no final da corrida conseguir chegar na zona de pontuação com a Mclaren que estava sem potência nenhuma. O piloto da Mclaren não teria de reclamar e nem a equipe, E com a vantagem que ele tinha sobre os dois pilotos da Sauber ele só precisariam levar o carro para casa e sair da seca.

Bottas na reta final tirou mais de 1 segundo por volta enquanto que Stroll estava levando com muito cuidado a Williams para o pódio. No final da corrida Daniel Ricciardo conquistou a 5ªVitória na carreira e a primeira da Red Bull na temporada 2017. Uma vitória muito improvável para o time dos energéticos que até poderia acontecer com os treinos de Sexta-feira. No Sábado essa vitória se tornou improvável e hoje devido aos acontecimentos de uma corrida maluca isso foi possível.

Valtteri Bottas nos metros finais pegou o vácuo do Canadense Lance Stroll e acabou tomando o segundo lugar do piloto da Williams que levou o primeiro pódio da sua carreira após várias corridas aonde ele se mostrava muito abaixo de Felipe Massa que seguramente estaria no pódio e até mesmo conquistando uma vitória histórica para a Williams em Baku.

Sebastian Vettel acabou tendo um resultado até de certo modo injusto pelo que ele apontou em Baku, Acabou em 4ºlugar a frente de Lewis Hamilton que acabou perdendo a vitória pela má fixação da espuma de proteção. O piloto Inglês acabou a corrida em 5ºlugar fazendo a vantagem do Vettel na liderança do campeonato aumentar.

Esteban Ocon levou a Force India para um digno 6ºlugar após bela corrida de recuperação. Igualmente o dinamarquês Kevin Magnussen fez uma bela corrida com um carro que não demonstrou um grande desempenho com foi o carro da Haas ficando em 7ºlugar que acaba sendo o melhor resultado dele e da equipe na temporada. Carlos Sains jr. que chegou a ficar nas últimas posições levou o carro da Toro Rosso ao 8ºlugar.

Fernando Alonso conseguiu levar finalmente o carro da Mclaren aos primeiros pontos na temporada. Mesmo em um circuito que era bem improvável para o Espanhol. O 9ºlugar foi fruto de uma corrida mais do que correta, Mas também de uma corrida em que ele se aproveitou dos erros dos adversários. Completando a zona de pontuação Pascal Wehrlein superou Marcus Ericsson e acabou levando mais um ponto para casa com o 10ºlugar. Atrás veio Stoffel Vandoorne que ficou em 12ºlugar.

Numa corrida muito aquém do esperado Romain Grosjean acabou em 13º e Kimi Raikkonen terminou a corrida em 14ºlugar em uma corrida cheia de incidentes e com uma punição.

Semana que vem teremos a próxima corrida no Rapidíssimo circuito da Áustria no Red Bull Ring em Spielberg.

Resultado final do GP do Azerbaijão
8ªEtapa do Mundial de Formula 1:

Pos. Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Grid
1 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 2h 03:55.573 10
2 77 Valtteri Bottas Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 3.904 2
3 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 4.009 8
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF70H Ferrari 062 5.976 4
5 44 Lewis Hamilton Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 6.188 1
6 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 30.298 7
7 20 Kevin Magnussen Haas VF-17 Ferrari 062 41.753 13
8 55 Carlos Sainz Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 49.400 12
9 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 59.551 18
10 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 1:29.093 15
11 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 1:31.794 16
12 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 1:32.160 19
13 8 Romain Grosjean Haas VF-17 Ferrari 062 a 1 Volta 17
14 7 Kimi Raikkonen Ferrari SF70H Ferrari 062 a 5 Voltas 3
11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ a 12 Voltas 6
19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ a 26 Voltas 9
27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 a 27 Voltas 14
33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer a 39 Voltas 5
26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 a 42 Voltas 11
30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 a 44 Voltas 20

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull/Williams/Ferrari/Mclaren/Sauber/Haas

F1 Ferrari 2017 Force India 2017 Formula 1 Formula 1 - 2017 Fotos Haas 2017 Mclaren 2017 Mercedes 2017 Red Bull 2017 Renault 2017 Sauber 2017 Toro Rosso 2017 Williams 2017

Hamilton vence duelo na Espanha e se aproxima de Vettel na liderança, Wehrlein leva Sauber aos primeiros pontos.

Published by:

Um belíssimo duelo no circuito espanhol que envolveu duelo de posição, estratégia e muito talento entre os dois principais pilotos na disputa pelo título acabou sendo vencida pelo Inglês Lewis Hamilton. Uma corrida bastante digna para a Formula 1 depois de uma apática prova em Sochi.

Na largada Vettel assumiu a liderança, Mas não ficou só resumido nessa ultrapassagem os primeiros metros, Nesses primeiros metros na primeira curva Bottas, Raikkonen e Verstappen praticamente dividem a primeira curva. Bottas acabou sem intenção batendo em Raikkonen que bateu em Verstappen. Tanto o piloto da Ferrari como da Red Bull quebraram a suspensão e tiveram que deixar a prova.

Felipe Massa na disputa com Fernando Alonso pelo 6ºlugar acabou empurrando o Espanhol para a brita, nesse toque o piloto da Williams acabou furando o pneu perdendo muito tempo tendo de ir para os boxes para trocar os pneus logo após a primeira volta. Kvyat e Palmer foi para os boxes para uma parada antecipada.

Com tudo isso Vettel estava na liderança com Hamilton logo a seguir e Bottas em um terceiro lugar sem mostrar qualquer rendimento a altura para disputar liderança com os 2 primeiros colocados, Ricciardo em 4º e os dois carros da Force India Sergio Perez e Esteban Ocon completando os 6 primeiros colocados. Destaque do começo da prova era uma bela disputa entre Magnussen e Sainz jr. pela 8ªposição em um belíssimo duelo de posição com o dinamarquês se defendendo muito bem dos ataques do piloto da casa.

Na 13ªVolta os dois pilotos da Mclaren fizeram a primeira troca de pneus da prova em termos normais. Era o começo das paradas nos boxes. Na volta 15 parou Sebastian Vettel deixando a liderança para Lewis Hamilton que esticou a sua parada nos boxes por várias voltas até a sua parada na volta 22. Nesse meio tempo os pilotos Carlos Sainz jr. e Kevin Magnussen que foram para os boxes na 14ªvolta acabaram disputando posição com vantagem para o piloto da Haas, Sainz jr. tentou passar o escandinavo e acabou indo para a grama quase perdendo o controle do carro. O Lance foi para investigação, Mas nada aconteceu nessa investigação do caso.

Sebastian Vettel foi para cima de Valtteri Bottas que assumiu a liderança, Na primeira tentativa na 25ªVolta de ultrapassagem o Alemão tentou a ultrapassagem e o Finlandês segurou a liderança nessa posição enquanto isso Hamilton que voltou 8 segundos atrás do Vettel e de Bottas diminuía a diferença se aproveitando dessa disputa de posição.

Vettel só conseguiu a ultrapassagem na volta 26 assumindo a liderança da prova, Na volta seguinte foi a vez de Lewis Hamilton passando Bottas sem qualquer resistência do piloto Finlandês que era um dos dois pilotos que não tinham parado nos boxes. O outro piloto que não tinha feito parada nos boxes era o Alemão Pascal Wehrlein que miraculosamente estava na zona de pontuação com o fraquíssimo carro da Sauber com o motor Ferrari de 2016.

Bottas fez a parada na volta 28 e na volta seguinte fez a melhor volta da corrida. Enquanto Vettel abria 6 segundos de vantagem para Hamilton com os pneus mais macios contra os pneus médios. Felipe Massa continuava sua luta inglória para tentar marcar algum ponto depois de ter tido furo de pneu no começo da prova. Na volta 34 Massa passou Vandoorne que ainda tentou voltar por dentro e se choca roda com roda com o carro do piloto Brasileiro. O Belga quebra a suspensão e acaba abandonando a prova provocando um Safety Car virtual o que faz os pilotos terem de manter uma velocidade reduzida enquanto o carro do piloto da Mclaren era retirado da brita da primeira curva. Nisso os pilotos aproveitam para fazerem uma parada nos boxes. Entre eles destaco Pascal Wehrlein e Daniil Kvyat que se aproveitaram da parada para estarem em boas posições em disputa de zona de pontuação.

Na volta 36 Hamilton vai para os boxes colocar os pneus macios o que poderia indicar 3 paradas para o piloto da Mercedes. Na Volta seguinte Vettel parou nos boxes para colocar os pneus médios e quando voltou aos boxes Vettel e Hamilton se tocam e o piloto da Ferrari voltou na liderança. Valtteri Bottas na volta 38 quebra o motor e abandona o que fez Daniel Ricciardo assumir o 3ºlugar com Sergio Perez em 4º, Ocon em 5º e Nico Hulkenberg em 6ºlugar.

Hamilton partiu para a pressão em cima de Vettel e na volta, foram 5 voltas tentando a ultrapassagem sobre Vettel ele finalmente consegue a ultrapassagem na 44ªVolta e assume a liderança, Mas ai a dúvida com o Vettel certo de que iria para 2 paradas o piloto da Mercedes precisava ou andar rápido para fazer uma 3ªparada ou então poupar os pneus para levar os seus pneus macios até o final da prova.

Hamilton preferiu levar os pneus com cuidado até o final da prova dando uma volta rápida uma volta e na outra maneirando para poupar os pneus já que eles teriam de durar quase 30 voltas para cumprir a meta para a vitória. E com o decorrer das voltas a tática da Mercedes funcionou e a vantagem foi aos poucos aumentando fazendo o piloto da Ferrari ficar sem escolha e praticamente condenado a ficar no 2ºlugar e uma imensidão de diferença para Daniel Ricciardo que via a Red Bull muito longe a mais de 1 minuto atrás dos líderes.

Na reta final de corrida Daniil Kvyat e Kevin Magnussen disputam o 9ºlugar, O piloto da Toro Rosso que fez excelente prova passou Magnussen que tentou voltar a posição e se toca com o Russo e se dar mal furando o pneu tendo de fazer mais uma parada nos boxes e perdendo a chance de marcar ponto para a Haas que teve em Grosjean indo para o 10ºlugar como uma sobreguarda fazendo o time Norte-americano manter o ponto solitário na Catalunha.

No final o Inglês Lewis Hamilton driblou a tática de Vettel e conquistou a segunda vitória na temporada 2017 diminuindo a diferença de 13 para 6 pontos de desvantagem para Vettel que mantém a liderança do campeonato chegando na segunda posição em um grande duelo pela corrida e pelo campeonato mundial de Formula 1. Um apagado Daniel Ricciardo sem ter o que fazer e pelas desistências de 3 adversários diretos pelos primeiros lugares acabou herdando o pódio em 3ºlugar (primeiro na temporada) chegando a 1 minuto e 15 segundos do vencedor o que esta dando uma dor de cabeça enorme para Adrian Newey que ver o projeto da Red Bull em 2017 naufragar na busca pelo título.

Para a Force India uma corrida maravilhosa, Mesmo sendo zombada pelos carros Rosa Sergio Perez em 4ºlugar e Esteban Ocon em 5º podem ficar orgulhosos do desempenho fazendo a equipe indiana ser a única equipe a marcar pontos com seus dois pilotos em todas as provas do campeonato. Nico Hulkenberg fez uma corrida discreta levando o seu Renault ao 6ºlugar o que já é de longe o melhor resultado do ano para o piloto Alemão.

Pascal Wehrlein leva a Sauber aos primeiros pontos na temporada. seria o 7ºlugar se não tivesse sido punido em 5 segundos o que fez Carlos Sainz jr. subir uma posição após ficar metade da prova tentando passar o piloto da Sauber que marca seus primeiros 4 pontos na temporada, Já o piloto da Toro Rosso conquista mais 6 pontos importantes para a filial da Red Bull que teve uma excelente corrida do Russo Daniil Kvyat que largou do 19ºlugar e levou o carro até o 9ºlugar marcando 2 pontos.

Romain Grosjean sem o mesmo destaque de Magnussen levou o carro da Haas até o final fechando a zona de pontuação em 10ºlugar. Marcus Ericsson foi levando a outra Sauber e por pouco não completou um belo final de semana do time mais miserável em 2017 ficando em 11ºlugar.

Fernando Alonso teve um dia complicado, Mas mesmo assim ficou até o final da prova e mesmo sem pontuar terminou de uma forma digna em 12ºlugar com a Mclaren-Honda que passa definitivamente ao último lugar sendo a única a não ter feito nenhum ponto em 2017. Felipe Massa teve um dia bem difícil remando até o final para entrar na pontuação o que acabou não acontecendo. O 13ºlugar é consequência do furo de pneu no começo da prova o que é bem ruim para a Williams que ver o 4ºlugar nos construtores cada vez mais distante já que Lance Stroll fez uma corrida terrivelmente ruim ficando em 16ºlugar sem ter tido ocorrências ficando atrás de Kevin Magnussen com a Haas que teve de fazer uma parada com um pneu furado e do fraquíssimo Jolyon Palmer com a Renault (A Mesma que faz 6ºlugar com Nico Hulkenberg)

A próxima prova do campeonato é o GP de Mônaco aonde teremos mais um capítulo da disputa pelo título que vai ficar mesmo entre Hamilton e Vettel principalmente com os abandonos de Bottas e Raikkonen no dia de Hoje. Alonso vai para os Estados Unidos correr as 500 Milhas de Indianapolis e Button pega a carroça laranja da Mclaren. Isso tudo daqui a duas semanas.

Resultado Final do GP da Espanha de Formula 1
66 Voltas – 5ªEtapa

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 44 Lewis Hamilton Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 66 1:35:56.497 1
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF70H Ferrari 062 66 a 3.490 2
3 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 66 a 1:15.820 6
4 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 65 a 1 Volta 8
5 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 65 a 1 Volta 10
6 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 65 a 1 Volta 13
7 55 Carlos Sainz jr. Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 65 a 1 Volta 12
8 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 65 a 1 Volta 15
9 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 65 a 1 Volta 19
10 8 Romain Grosjean Haas VF-17 Ferrari 062 65 a 1 Volta 14
11 9 Marcos Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 64 a 2 Voltas 16
12 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 64 a 2 Voltas 7
13 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 64 a 2 Voltas 9
14 20 Kevin Magnussen Haas VF-17 Ferrari 062 64 a 2 Voltas 11
15 30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 64 a 2 Voltas 17
16 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 64 a 2 Voltas 18
77 Valtteri Bottas Mercedes W08 Mercedes M08 EQ Power+ 38 Motor 3
2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 32 Acidente 20
33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer 1 Suspensão 5
7 Kimi Raikkonen Ferrari SF70H Ferrari 062 0 Suspensão 4

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Force India/Sauber/Toro Rosso/Williams

F1 Ferrari 2017 Force India 2017 Formula 1 Formula 1 - 2017 Fotos Haas 2017 Mclaren 2017 Mercedes 2017 Red Bull 2017 Renault 2017 Sauber 2017 Toro Rosso 2017 Williams 2017

3ºTreino Livre – Vettel mostra força da Ferrari e faz o melhor tempo. Stroll bate no final do Treino e Giovinazzi substitui Wehrlein vetado.

Published by:

Sebastian Vettel e a Ferrari mostraram força nesse treino da manhã. Pode ser que o 1:23.380 seja um tempo superável e que a Mercedes tem a capacidade da classificação daqui a pouco de superar esse tempo, Mas o desempenho da Ferrari parece ser o grande adversário da Mercedes nesse começo de temporada. Valtteri Bottas ficou a 479 milésimos do Vettel ficando em segundo lugar, Hamilton em 3º e Raikkonen em 4ºlugar.

Os quatro primeiros colocados colocaram mais de 1 segundo de diferença sobre Nico Hulkenberg com o carro da Renault que fez o 5ºmelhor tempo.

A novidade do treino é que Pascal Wehrlein foi vetado devido a uma lesão no pescoço que esta desde da corrida dos campeões. Com isso o italiano Antonio Giovinazzi vai correr no lugar do piloto alemão na Sauber, Ele acabou em 20ºlugar em um circuito que ele não conhece e com um carro difícil de se conseguir alguma coisa não se deve exigir muito do vice-campeão da GP2 de 2016.

O Treino no final ficou mais curto quando a 10 minutos do final do treino o Canadense Lance Stroll acabou batendo e parou em um ponto que fez a bandeira vermelha ser ativada. O Estreante de 18 anos de idade evidentemente vai ter muitas dificuldades pelo menos na 1ªMetade de temporada pela falta de experiência, Apesar de ser o campeão da Formula 3 europeia.

Daqui a pouco teremos a Classificação para a definição do Grid de Largada.

Resultado do 3ºTreino Livre

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Nº de Voltas
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SH70 Ferrari 062 1:23.380 12
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 1:23.859 12
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 1:23.870 12
4 7 Kimi Raikkonen Ferrari SH70 Ferrari 062 1:23.988 10
5 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 1:25.063 10
6 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 1:25.092 15
7 8 Romain Grosjean Haas VF-17 Ferrari 062 1:25.581 11
8 55 Carlos Sainz jr. Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 1:25.948 11
9 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 1:26.049 11
10 20 Kevin Magnussen Haas VF-17 Ferrari 062 1:26.138 11
11 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 1:26.237 15
12 33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer 1:26.269 7
13 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1:26.457 12
14 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 1:26.556 7
15 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 1:26.699 9
16 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1:27.103 16
17 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 1:27.327 12
18 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 1:27.402 10
19 30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 1:28.320 12
20 36 Antonio Giovinazzi Sauber C36 Ferrari 061 1:28.583 18

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: Williams