Dakar 2018, Na Categoria Caminhões: Russos levam o campeonato para a Kamaz

Nos Caminhões, Sem qualquer susto para o trio Russo formado por Eduard Nikolaev, Evgeny Yakovlev e Vladimir Rybakov, Levando a Kamaz para mais um campeonato no Dakar. O 4ºlugar no último estágio a 4 minutos e 17 segundos atrás dos vencedores do Estágio O trio formado Holandês Ton Von Genugten, Bernard Der Kinderen e do Mecânico Peter Willemsen da Iveco levou a vitória, Com 1 hora, 39 minutos e 47 segundos.

Em segundo lugar na Geral foi o Trio da Equipe Maz, Formado por Siarhei Viazovich, Pavel Haranin e Andrei Zhyhulin. Um resultado inédito para a marca. Mesmo com a desvantagem de 3 Horas, 57 minutos e 17 segundos. E o pódio na categoria geral ficou com os Russos Airat Mardeev, Aydar Belyaev e Dmitriy Svistunov com a Kamaz, com mais de 5 horas e 20 minutos atrás dos Campeões.

O melhor Iveco ficou com o Cazaque Artur Ardavichus, Completando os 5 primeiros colocados chegou o Martin Macik (2ºlugar no Estágio), Com o Caminhão da Liaz. Uma surpresa já que não é um caminhão que esta entre os favoritos.

Apesar do título da Kamaz, Dá para se falar em um equilibrio de Forças na Categoria, Com um pelotão de frente que é composto de Kamaz e Iveco. Com Tatra, Renault e MAZ logo a seguir e Hiro, Liaz e Scania formando um 3ºpelotão. Eduard Nikolaev chegou ao seu 4ºcampeonato do Dakar.

Classificação final da 14ªEtapa do Dakar 2018
Categoria Caminhões – Córdoba

Pos. Piloto Caminhões Tempo
1 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO 01H 39′ 47”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
2 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 00H 00′ 11”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
3 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 00H 03′ 35”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
4 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00H 04′ 17”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
5 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 00H 04′ 55”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
6 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00H 05′ 46”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
7 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 00H 06′ 02”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
8 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00H 07′ 35”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
9 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 00H 12′ 33”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
10 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 00H 14′ 45”
Mitsugu Takahashi (Japão)
11 528 Aviv Kadshai (Israel) DAF CF85MX510 + 00H 15′ 02”
Ishar Armony (Malásia)
Maoz Vilder (Israel)
12 530 Mathias Behringer (Alemanha) MAN SX + 00H 15′ 26”
Stefan Henken (Alemanha)
Marco Moreiras (Portugal)
13 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00H 15′ 28”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
14 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 00H 17′ 02”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
15 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 00H 18′ 20”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
16 522 Rafael Tibau Maynou (Espanha) MERCEDES AXOR + 00H 22′ 27”
Pep Sabate (Espanha)
Rafael Tibau Roura (Espanha)
17 523 Dave Ingels (Bélgica) RTS RACING + 00H 22′ 31”
Michal Wrzos (Poland)
Kurt Keysers (Bélgica)
18 514 Steven Rotsaert (Bélgica) MAN TGA 26.480 + 00H 26′ 41”
Charly Gotlib (Belgica)
Jan Van Der Vaet (Bélgica)
19 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 04H 23′ 45”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Carlos Sainz confirma o campeonato com vitória do Estágio de Giniel de Villiers

Na última etapa do Dakar 2018 em Córdoba, Na categoria Carros a disputa ficou com os pilotos da Toyota, Enquanto que Carlos Sainz faria uma prova cuidadosa para confirmar o campeonato.

No primeiro setor a Liderança era o vice-líder da Geral Nasser Al-Attiyah que teria de tirar 46 minutos para tirar o título das mãos do Sainz, Assumiu a liderança. Tendo 20 segundos de vantagem para o Argentino Lucio Alvarez. Em terceiro lugar vinha o piloto Giniel de Villiers com 48 segundos. O primeiro Pegueot vinha na 4ªposição com o Francês Stephan Peterhansel a 1 minuto e 9 segundos do líder e Martin Prokop com o Ford completava os 5 primeiros lugares.

Sebastian Halpern, Peter van Merksteijn e Jakub Pryzgonski  disputavam o 6ºlugar com 3 segundos entre os 3 pilotos. Carlos Sainz vinha tranquilo em 10ºlugar, a 2 minutos e 17 segundos do primeiro colocado. 12 segundos atrás de Boris Garafulic.

No segundo setor, A liderança troca de mãos e passa para o Sul-Africano Giniel de Villiers, Que abriu 9 segundos de diferença para Lucio Alvarez, Que queria dar a Argentina a vitória no último estágio do Dakar 2018. Nasser Al-Attiyah caiu para o 3ºlugar, 5segundo atrás de Alvarez e 11 a frente de Stephan Peterhansel com o Pegueot em 4º. Qualquer um deles poderia ganhar esse último estágio.

Peter van Merksteijn ganhou as posições de Halpern e de Prokop e assumiu o 5ºlugar. 1 minuto e 9 segundos da liderança. Prokop, Przygonski, Halpern, Carlos Sainz e Al Qassimi completavam os 10 primeiros colocados.

No final. A última vitória em estágio ficou mesmo com Giniel de Villiers da Toyota, Uma vitória até de certo modo tranquila, Com 40 segundos a frente do Francês Stephan Peterhansel que passou a frente de Nasser Al-Attiyah por 1 segundo apenas! E dessa forma ficando com o 2ºlugar. Furando a trinca de pilotos da Toyota que ainda fica com o 4ºlugar para o Argentino Lucio Alvarez.

Peter van Merksteijn em um belo último estágio ficou em 5ºlugar, Seu melhor resultado no Dakar de 2018. Jakub Pryzgonski, Martin Prokop e Sebastian Halpern chegaram perto do piloto Holandês.

Carlos Sainz garantiu seu segundo campeonato no Dakar. Após terminar em 9ºlugar, A Dupla formada pelo piloto Sainz e pelo copiloto Lucas Cruz repetem o feito da Temporada de 2010. Título esse foi decidido praticamente quando Peterhansel acabou perdendo 1 hora no estágio anterior. Coube ao Espanhol apenas administrar sua grande vantagem para Nasser Al-Attiyah que levou o vice-campeonato e Giniel de Villiers que completa o pódio, Ambos com o carro da Toyota que poderia até ter disputado o campeonato do Dakar, Mas o domínio da Pegueot no começo impossibilitou de se ter essa disputa mais evidente.

Stephan Peterhansel acabou em 4ºlugar na classificação geral e salvando a honra da Mini em 2018 Jakub Pryzgonski conquistou o 5ºlugar. Sendo esse o melhor piloto da marca Inglesa nesse Dakar.

Classificação final da 14ªEtapa do Dakar 2018
Categoria Carros – Córdoba

Pos. Piloto Carros Tempo
1 304 Giniel de Villiers (África do Sul) HILUX TOYOTA 01H 26′ 29”
Dirk Von Zitzewitz (Alemanha)
2 300 Stephane Peterhansel (França) 3008 DKR PEUGEOT + 00H 00′ 40”
Jean Paul Cottrer (França)
3 301 Nasser Al-Attiyah (Qatar) HILUX TOYOTA + 00H 00′ 41”
Matthieu Baumel (França)
4 318 Lucio Alvarez (Argentina) HILUX TOYOTA + 00H 00′ 43”
Robert Howie (África do Sul)
5 334 Peter Van Merksteijn (Holanda) HILUX TOYOTA + 00H 02′ 06”
Maciel Marton (Polônia)
6 312 Jakub Przygonski (Polônia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00H 02′ 11”
Tom Colsoul (Bélgica)
7 311 Martin Prokop (República Tcheca) F150 EVO FORD + 00H 02′ 13”
Jan Tomanek (República Tcheca)
8 331 Sebastian Halpern (Argentina) TOYOTA Hilux + 00H 02′ 25”
Edu Pulenta (Argentina)
9 303 Carlos Sainz (Espanha) 3008 DKR PEUGEOT + 00H 03′ 19”
Lucas Cruz (Espanha)
10 319 Sheikh Khalid Al Qassimi (EAU) PEUGEOT 3008 DKR MAXI + 00H 03′ 37”
Xavier Panseri (França)
11 326 Alejandro Miguel Yacopini (Argentina) TOYOTA Hilux + 00H 05′ 10”
Marco Scopinaro (Argentina)
12 317 Boris Garafulic (Chile) ALL4 RACING MINI + 00H 05′ 39”
Filipe Palmeiro (Portugal)
13 308 Cyril Despres (França) HILUX TOYOTA + 00H 06′ 37”
David Castera (França)
14 349 Vaidotas Zala (Lituânia) TOYOTA Hilux + 00H 07′ 48”
Saulius Jurgelenas (Lituania)
15 305 Mikko Hirvonen (Finlândia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00H 08′ 07”
Andreas Schulz (Alemanha)
16 307 Orlando Terranova (Argentina) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00H 09′ 06”
Bernardo Graue (Argentina)
17 321 Antanas Juknevicius (Lituania) HILUX TOYOTA + 00H 09′ 43”
Darius Vaiciulis (Lituania)
18 365 Erik Wevers (Holanda) BX7 BORGWARD + 00H 11′ 41”
Antono Van Limpt (Holanda)
19 340 Tomas Ourednicek (República Tcheca) SOUTH RACING + 00H 13′ 20”
David Kripal (República Tcheca)
20 343 Jurgen Schroeder (Alemanha) Toyota + 00H 13′ 49”
Maximilian Schroeder (Alemanha)
21 366 Martin Maldonado (Argentina) MERCEDES PROTOTIPO COLCAR + 00H 16′ 21”
Sebastian Scholz Vergnolle (Argentina)
22 330 Jerome Pelichet (França) TOYOTA OVERDRIVE + 00H 16′ 23”
Eugenie Decre (Suíça)
23 327 Marco Bulacia (Bolívia) Ford Ranger + 00H 17′ 44”
Engenio Arrieta (Argentina)
24 344 Jose Antonio Blangino (Argentina) RAPIDO RASTROJERO + 00H 18′ 45”
Fernando Matias Acosta (Argentina)
25 353 Hennie De Klerk (África do Sul) VOLKSWAGEN Amarok + 00H 19′ 49”
Gerhardt Schutter (África do Sul)
26 360 Yves Tartarin (França) BMW OX6 + 00H 20′ 35”
Jerome Meunier (França)
27 323 Benediktas Vanagas (Lituania) TOYOTA Hilux + 00H 22′ 22”
Rozwadowski Sebastian (Polônia)
28 337 Akira Miura (Japão) TOYOTA VDJ200 + 00H 23′ 17”
Laurent Lichtleuchter (França)
29 336 Isidre Esteve (Espanha) SPRINGBOK MD SODICARS + 00H 23′ 57”
Txema Villalobos (Espanha)
30 347 Tim Coronel (Holanda) JEFFERIES DAKAR RALLY + 00H 25′ 02”
Tom Coronel (Holanda)
31 333 Maik Willems (Holanda) TOYOTA Hilux + 00H 28′ 15”
Robert van Pelt (Holanda)
32 355 Oscar Fuerter Aldanondo (Espanha) SSANGYONG Tivoli + 00H 29′ 39”
Diego Vallejo (Espanha)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Dakar 2018 – Estágio 13 – Nos Caminhões Nikolaev ganha e Argentinos abandonam com problemas mecânicos. Kamaz com o título sacramentado!

A Disputa pelos Caminhões que tinha tudo para ser a mais disputada no Dakar 2018 acabou tendo nessa etapa sua definição do campeonato. Com a quebra do Caminhão de Federico Villagra. O Caminho para o trio Russo formado por Eduard Nikolaev, Evgeny Yakovlev e Vladimir Rybakov para não só vencer a especial como pra confirmar o título nos caminhões. Mais um campeonato para os Russos da Kamaz, Que venceram em 2015, 2017 e nesse ano eles conquistam o Bicampeonato.

50 segundos depois terminaram outro trio russo da Kamaz, Liderado por Airat Mardeev com o copiloto Aydar Belyaev e o mecânico Dmitriy Svistunov. Em terceiro lugar ficou com o Tcheco Martin Kolomy com o Caminhão da Tatra, 6 minutos e 6 segundos dos vencedores. O Trio Bielorusso Siarhei Viazovich, Pavel Haranin e Andrei Zhyhulin ficaram a 27 minutos e 45 segundos, Ficando no 4ºlugar na especial, Mas isso não era o mais importante. Os trio da Mas praticamente garante um importante vice-campeonato do Dakar, Com 3 horas, 53 segundos e 59 segundos dos russos. Em terceiro lugar da Geral esta com o Russo Airat Mardeev, com 5 horas, 21 minutos e 5 segundos de distância para o líder.

Dmitri Sotnikov foi o 5ºcolocado com o Kamaz. O Estágio foi terrível para os caminhões da Iveco que tiveram apenas no Arturo Ardavichus como seu melhor piloto. Em 9ºlugar a 1 hora e 12 segundos dos vencedores, O Cazaque vem em 4ºlugar na geral. Ton van Genugten com seu Iveco fez uma prova bem ruim e caiu para o 9ºlugar na classificação geral. Os Japoneses Terumiro Sugawara e Mitsugu Takahashi que ficaram em 6º no Estagio se deram muito bem e subiram para o 5ºlugar na Classificação Geral.

É de se lamentar mesmo o abandono dos Argentinos, Não só porque seria algo incrível para eles como para a competição que vinha se desenvolvendo em uma grande Briga no final entre esses dois pilotos. Com o que aconteceu o Campeonato esta praticamente sacramentado na mãos de Nikolaev e da competente equipe da Kamaz.

Resultado Final da 13ªEtapa do Dakar 2018
De San Juan a Córdoba – Categoria Caminhões

Pos. Piloto Carros Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 05h 59′ 02”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 00′ 50”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
3 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 00h 06′ 06”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
4 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 27′ 45”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
5 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 32′ 54”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
6 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 00h 39′ 16”
Mitsugu Takahashi (Japão)
7 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 00h 52′ 30”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
8 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 00h 57′ 50”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
9 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 01h 00′ 12”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
10 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 01h 20′ 08”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
11 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 01h 22′ 21”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
12 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 01h 27′ 00”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
13 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 01h 34′ 53”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
14 530 Mathias Behringer (Alemanha) MAN SX + 01h 41′ 42”
Stefan Henken (Alemanha)
Marco Moreiras (Portugal)

Classificação Geral

Pos. Piloto Carros Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 53h 13′ 33”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 03h 53′ 59”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
3 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 05h 21′ 05”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
4 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 06h 36′ 37”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
5 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 07h 59′ 48”
Mitsugu Takahashi (Japão)
6 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 08h 02′ 51”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
7 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 09h 01′ 18”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
8 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 09h 18′ 45”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
9 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO + 09h 29′ 11”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
10 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 09h 41′ 02”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
11 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 10h 04′ 29”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
12 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 21h 44′ 54”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
13 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 25h 55′ 42”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
14 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 42h 51′ 04”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Nasser Al-Attiyah vence penúltima etapa, Peterhansel perde mais de 1 hora e Sainz praticamente confirma o título

Penúltima especial do Dakar 2018 para os carros praticamente definiu de vez o campeonato de Carlos Sainz e teve um grande desempenho de Nasser Al Attiyah, Que teve um desempenho devastador em relação aos outros pilotos. Uma vitória com a maior diferença entre o vencedor e o segundo colocado. A se lamentar o Holandês Bernhard ten Brinke não pode largar com problemas em seu Toyota. O Abandono de um dos melhores pilotos do Dakar 2018 que chegou a vitória a 2 dias atrás.

Inicio de Giniel de Villiers foi arrasador, O piloto Sul-africano colocou 3 minutos e 27 segundos a frente do segundo colocado, O Argentino Lúcio Alvarez. Dois segundos depois vinha o Nasser Al-Attiyah. Todos os 3 com o carro da Toyota.

Carlos Sainz vinha em 4ºlugar, A 3 minutos e 37 segundos do líder e a exatos 3 minutos e 7 segundos de frente de Stephan Peterhansel, 8ºlugar nesse setor. Atrás de Jakub Pryzgonski com a Mini (3 minutos e 44 segundos de desvantagem para o líder), Boris Garafulic também a Mini (4 minutos e 20 segundos) e de Cyril Despres com o carro da Pegueot (17 segundos a frente de Despres)

Eric Bernard com o Buggy (1ªvez que ele aparece entre os 10 primeiros nesse Dakar) e Vaidolas Zala com o Toyota vinha completando os Top 10 do primeiro Setor. Mikko Hirvonen vinha em 11ºlugar, Já a 10 minutos e 1 segundo do líder.

No segundo Setor, A diferença cai entre Giniel de Villiers, O líder e o vice-líder Nasser Al-Attiyah. Para 1 minuto e 44 segundos. O polonês Jakub Pryzgonski vinha em 3ºlugar, Com 5 minutos e 45 segundos de atraso, vinha com uma pequena vantagem para o Argentino Lucio Alvarez com seu Toyota em 4ºlugar.

Carlos Sainz continuava em 5ºlugar, Com 43 segundos de atraso para de Villiers. O melhor de tudo para o Espanhol, Que ganhou o Dakar em 2010. Não tinha mais Stephan Peterhansel e Jean-Paul Cottrer na cola. Durante esse setor o piloto da Pegueot acabou na pressa de tirar os 44 minutos de Sainz errando e prendendo o carro em uma pedra, Ao tentarem ultrapassar ela o Pegueot do piloto Francês parou. Eles ficaram por pelo menos uma hora para desprender o carro das Pedras.

Se já era bem difícil com a situação que começou a prova, Agora estava sacramentado o campeonato de Carlos Sainz. Enquanto isso Boris Garafulic vinha em 6ºlugar, a 9 minutos e 54 segundos. Mikko Hirvonen subiu do 11º para o 7ºlugar. Eric Bernard com seu Buggy, vinha a 14 minutos e 48 segundos em 8ºlugar. 29 segundos atrás vinha o Argentino Sebastian Halpern. O piloto Lituânio Vaidolas Zala, Com a Toyota completava os 10 primeiros colocados.

Benediktas Vanagas e Cyril Despres vinham muito longe dos 10 primeiros colocados, Disputando o 11ºlugar, Com uma diferença de 7 segundos. Martin Prokop da Ford vinha longo a seguir. Em 13º, 25 minutos e 2 segundos atrás de De Villiers. Juknevicius e Yacopini disputavam o 14ºlugar.

Nasser Al-Attiyah detonou nesse 3ºSetor e assumiu a liderança. Passando por cima de Giniel de Villiers, Colocando 5 minutos e 52 segundos de diferença para o Sul-Africano que vinha 1 minuto e 1 segundo a frente do Argentino Lucio Alvarez, Que completa a trinca da Toyota nas 3 primeiras posições.

Jakub Pryzgonski vinha em 4ºlugar com o Espanhol Carlos Sainz da Pegueot. 15 segundos atrás do piloto Polonês e tranquilo em relação a Peterhansel e buscando administrar o título do Dakar mais do que nunca. Al-Attiyah e Giniel de Villiers eram agora as únicas possíveis ameaçadas, Si é para se chamar de ameaça piloto que são a mais de 1 hora do líder na penúltima prova do campeonato.

Boris Garafulic com o Mini vinha em 6ºlugar com 11 minutos e 47 segundos do líder. Mikko Hirvonen também de Mini (13 minutos e 25 segundos), Sebastian Halpern com a Toyota (16 minutos de Nasser Al-Attiyah), Eric Bernard com o Buggy (19 minutos e 14 segundos) e Vaidolas Zala de Toyota (19 minutos e 39 segundos) completam os 10 primeiros colocados. Prokop da Ford com 26 minutos e 51 segundos e Despres com 27 minutos e 17 segundos vinham bem mais atrás disputando o 11ºlugar.

No 5ºSetor, Nasser Al-Attiyah junto do copiloto Matthieu Baumel vinham disparados na liderança, estavam colocando seu Toyota Hilux a 8 minutos e 26 segundos a frente do seu mais próximos adversários que vinham empatados em 2ºlugar. Lucio Alvarez chegou em Giniel de Villiers e estavam rigorosamente com o mesmo tempo de desvantagem para o líder, O Argentino estava tendo seu melhor desempenho no Dakar 2018.

Carlos Sainz superou Jakub Pryzgonski e agora vinha levando seu Pegueot em 4ºlugar, 10 minutos e 37 segundos atrás da liderança. O piloto Polonês completava os top 5. Mikko Hirvonen se aproximou de Garafulic, 23 segundos separavam o piloto Chileno e o Escandinavo, Disputa interna da Mini pelo 6ºlugar. Sebastian Halpern manteve o 8ºlugar, Enquanto que Vaidolas Zala superou Eric Bernard nesse setor, O Lituânio em sua melhor participação do ano já se colocava em 9ºlugar.

6ºSetor, E o piloto do Qatar Nasser Al-Attiyah continuava na liderança, Com sua vantagem cada vez maior em relação ao Argentino Lucio Alvarez, Que se isolou em 2ºlugar. 27 segundos a frente do Sul-africano Giniel de Villiers. Os três pilotos com o carro da Toyota.

Jakub Pryzgonski retornou ao 4ºlugar em cima de Carlos Sainz, Que parece que finalmente começou realmente a tirar um pouco o pé e administrar não só o estágio, Como também o título do Dakar. 12 segundos atrás de Pryzgonski/Colsoul da Mini e 12 minutos e 20 segundos dos líderes Al Attiyah/Baumel.

Mikko Hirvonen ganha o 6ºlugar sobre o Chileno Boris Garafulic e o copiloto Filipe Palmiero e abriu 10 segundos de diferença. Sebastian Halpern não ameaçava Garafulic, Mas não era de forma nenhuma ameaçado pelo Lituano Vaidolas Zala. O Argentino vinha em 8ºlugar. Cyril Despres vinha em 10ºlugar, 29 minutos e 59 segundos atrás dos líderes. Eric Bernard (31 minutos e 9 segundos) e Martin Prokop (31 minutos e 30 segundos) disputavam o 11ºlugar.

Orlando Terranova vinha muito mal na primeira parte da Especial. Se recuperava no final da prova. Estava em 18ºlugar, 43 minutos e 58 segundos de atraso para de Al Attiyah.

No 7ºsetor, Al Attiyah coloca sua vantagem na casa dos 10 minutos sobre Lucio Alvarez, Que no seu melhor dia no Dakar, superava em 54 segundos o Sul-Africano Giniel de Villiers. Jakub Pryzgonski (13 minutos e 6 segundos) com o Mini e Carlos Sainz (14 minutos e 28 segundos) com o Pegueot completavam os 5 primeiros colocados.

Mikko Hirvonen permaneceu em 6ºlugar (18 minutos atrás da liderança), Assim como Garafulic, Halpern, Zala e Despres. Complementando os 10 primeiros colocados.

Nasser Al-Attiyah conquistou a vitória, O piloto do Qatar que assumiu a vice-liderança do Dakar ganha com uma gigante diferença de 11 minutos e 16 segundos para o Argentino Lucio Alvarez que ficou em um brilhante segundo lugar. Superando o Sul-Africano Giniel de Villiers completando o 1-2-3 da Toyota. Jakub Przygonski mais uma vez ficou como o melhor piloto da Mini completou o estágio em 4ºlugar, 15 minutos e 7 segundos atrás.

Carlos Sainz e Lucas Cruz, Com o 6ºlugar no estágio. Ficando a 13 segundos atrás de Mikko Hirvonen que passou os virtuais campeões na parte final do estágio. Os Espanhóis lideram com 46 minutos e 18 segundos de Al Attiyah. Agora só precisam administrar a vantagem para confirmar o campeonato.

Boris Garafulic, Sebastian Halpern, Vaidolas Zala (Melhor resultado do Dakar 2018) e Cyril Despres confirmaram em 7º, 8º, 9º e 10ºlugares respectivamente. Martin Prokop ficou em 11ºlugar com seu Ford. Eric Bernard que teve um bom tempo entre os 10 primeiros colocados ficou em 12ºlugar. Marco Bulacia, Orlando Terranova e Antanas Juknevicius completam os 15 primeiros colocados.

Stephan Peterhansel e Jean-Paul Cottrer com todos os problemas que teve acabaram 1 hora, 3 minutos e 4 segundos atrás dos vencedores, Na 20ªposição. Com isso tudo o piloto 13 vezes campeão do Dakar caiu para o 4ºlugar. A 1 horas, 28 minutos e 8 segundos, Ficando sem qualquer chance de vencer.

Resultado Final da 13ªEtapa do Dakar 2018
De San Juan a Córdoba – Categoria Carros

Pos. Piloto Carros Tempo
1 301 Nasser Al-Attiyah (Qatar) HILUX TOYOTA 05h 02′ 22”
Matthieu Baumel (França)
2 318 Lucio Alvarez (Argentina) HILUX TOYOTA + 00h 11′ 16”
Robert Howie (África do Sul)
3 304 Giniel de Villiers (África do Sul) HILUX TOYOTA + 00h 13′ 06”
Dirk Von Zitzewitz (Alemanha)
4 312 Jakub Przygonski (Polônia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00h 15′ 07”
Tom Colsoul (Bélgica)
5 305 Mikko Hirvonen (Finlândia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00h 19′ 24”
Andreas Schulz (Alemanha)
6 303 Carlos Sainz (Espanha) 3008 DKR PEUGEOT + 00h 19′ 37”
Lucas Cruz (Espanha)
7 317 Boris Garafulic (Chile) ALL4 RACING MINI + 00h 22′ 41”
Filipe Palmeiro (Portugal)
8 331 Sebastian Halpern (Argentina) TOYOTA Hilux + 00h 27′ 36”
Edu Pulenta (Argentina)
9 349 Vaidotas Zala (Lituânia) TOYOTA Hilux + 00h 29′ 57”
Saulius Jurgelenas (Lituania)
10 308 Cyril Despres (França) HILUX TOYOTA + 00h 34′ 36”
David Castera (França)
11 311 Martin Prokop (República Tcheca) F150 EVO FORD + 00h 37′ 06”
Jan Tomanek (República Tcheca)
12 320 Eric Bernard (França) BUGGY BV2 + 00h 42′ 52”
Alexandre Vigneau (França)
13 327 Marco Bulacia (Bolívia) Ford Ranger + 00h 47′ 01”
Engenio Arrieta (Argentina)
14 307 Orlando Terranova (Argentina) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00h 47′ 55”
Bernardo Graue (Argentina)
15 321 Antanas Juknevicius (Lituania) HILUX TOYOTA + 00h 48′ 04”
Darius Vaiciulis (Lituania)
16 323 Benediktas Vanagas (Lituania) TOYOTA Hilux + 00h 49′ 18”
Rozwadowski Sebastian (Polônia)
17 326 Alejandro Miguel Yacopini (Argentina) TOYOTA Hilux + 00h 50′ 47”
Marco Scopinaro (Argentina)
18 334 Peter Van Merksteijn (Holanda) HILUX TOYOTA + 00h 51′ 19”
Maciel Marton (Polônia)
19 340 Tomas Ourednicek (República Tcheca) SOUTH RACING + 01h 01′ 09”
David Kripal (República Tcheca)
20 300 Stephane Peterhansel (França) 3008 DKR PEUGEOT + 01h 03′ 04”
Jean Paul Cottrer (França)
21 330 Jerome Pelichet (França) TOYOTA OVERDRIVE + 01h 05′ 16”
Eugenie Decre (Suíça)
22 329 Patrick Sireyjol (França) BUGGY LCR30 + 01h 10′ 05”
Francois-Xavier Beguin (Bélgica)
23 336 Isidre Esteve (Espanha) SPRINGBOK MD SODICARS + 01h 15′ 25”
Txema Villalobos (Espanha)
24 319 Sheikh Khalid Al Qassimi (EAU) PEUGEOT 3008 DKR MAXI + 01h 19′ 32”
Xavier Panseri (França)
25 343 Jurgen Schroeder (Alemanha) Toyota + 01h 32′ 55”
Maximilian Schroeder (Alemanha)
26 353 Hennie De Klerk (África do Sul) VOLKSWAGEN Amarok + 01h 59′ 15”
Gerhardt Schutter (África do Sul)
27 365 Erik Wevers (Holanda) BX7 BORGWARD + 02h 03′ 24”
Antono Van Limpt (Holanda)
28 337 Akira Miura (Japão) TOYOTA VDJ200 + 04h 10′ 26”
Laurent Lichtleuchter (França)
29 333 Maik Willems (Holanda) TOYOTA Hilux + 02h 12′ 55”
Robert van Pelt (Holanda)
30 344 Jose Antonio Blangino (Argentina) RAPIDO RASTROJERO + 02h 15′ 50”
Fernando Matias Acosta (Argentina)
31 360 Yves Tartarin (França) BMW OX6 + 02h 23′ 59”
Jerome Meunier (França)
32 358 Fernando Ferrand Malatesta (Peru) VOLKSWAGEN Amarok + 03h 14′ 03”
Fernando Ferrand del Busto (Peru)

Classificação Geral

Pos. Piloto Carros Tempo
1 303 Carlos Sainz (Espanha) 3008 DKR PEUGEOT 47h 46′ 30”
Lucas Cruz (Espanha)
2 301 Nasser Al-Attiyah (Qatar) HILUX TOYOTA + 00h 46′ 18”
Matthieu Baumel (França)
3 304 Giniel de Villiers (África do Sul) HILUX TOYOTA + 01h 20′ 00”
Dirk Von Zitzewitz (Alemanha)
4 300 Stephane Peterhansel (França) 3008 DKR PEUGEOT + 01h 28′ 08”
Jean Paul Cottrer (França)
5 312 Jakub Przygonski (Polônia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 02h 46′ 32”
Tom Colsoul (Bélgica)
6 319 Sheikh Khalid Al Qassimi (EAU) PEUGEOT 3008 DKR MAXI + 04h 20′ 40”
Xavier Panseri (França)
7 311 Martin Prokop (República Tcheca) F150 EVO FORD + 07h 21′ 55”
Jan Tomanek (República Tcheca)
8 334 Peter Van Merksteijn (Holanda) HILUX TOYOTA + 07h 42′ 41”
Maciel Marton (Polônia)
9 331 Sebastian Halpern (Argentina) TOYOTA Hilux + 09h 09′ 04”
Edu Pulenta (Argentina)
10 318 Lucio Alvarez (Argentina) HILUX TOYOTA + 09h 21′ 22”
Robert Howie (África do Sul)
11 326 Alejandro Miguel Yacopini (Argentina) TOYOTA Hilux + 12h 37′ 24”
Marco Scopinaro (Argentina)
12 321 Antanas Juknevicius (Lituania) HILUX TOYOTA + 12h 42′ 54”
Darius Vaiciulis (Lituania)
13 317 Boris Garafulic (Chile) ALL4 RACING MINI + 12h 47′ 22”
Filipe Palmeiro (Portugal)
14 327 Marco Bulacia (Bolívia) Ford Ranger + 12h 54′ 04”
Engenio Arrieta (Argentina)
15 320 Eric Bernard (França) BUGGY BV2 + 13h 03′ 53”
Alexandre Vigneau (França)
16 330 Jerome Pelichet (França) TOYOTA OVERDRIVE + 14h 46′ 39”
Eugenie Decre (Suíça)
17 329 Patrick Sireyjol (França) BUGGY LCR30 + 15h 21′ 28”
Francois-Xavier Beguin (Bélgica)
18 349 Vaidotas Zala (Lituânia) TOYOTA Hilux + 16h 08′ 13”
Saulius Jurgelenas (Lituania)
19 305 Mikko Hirvonen (Finlândia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 16h 15′ 40”
Andreas Schulz (Alemanha)
20 307 Orlando Terranova (Argentina) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 18h 48′ 14”
Bernardo Graue (Argentina)
21 336 Isidre Esteve (Espanha) SPRINGBOK MD SODICARS + 21h 51′ 40”
Txema Villalobos (Espanha)
22 343 Jurgen Schroeder (Alemanha) Toyota + 23h 07′ 40”
Maximilian Schroeder (Alemanha)
23 366 Martin Maldonado (Argentina) MERCEDES PROTOTIPO COLCAR + 23h 40′ 13”
Sebastian Scholz Vergnolle (Argentina)
24 333 Maik Willems (Holanda) TOYOTA Hilux + 28h 17′ 52”
Robert van Pelt (Holanda)
25 337 Akira Miura (Japão) TOYOTA VDJ200 + 30h 44′ 42”
Laurent Lichtleuchter (França)
26 344 Jose Antonio Blangino (Argentina) RAPIDO RASTROJERO + 33h 46′ 51”
Fernando Matias Acosta (Argentina)
27 358 Fernando Ferrand Malatesta (Peru) VOLKSWAGEN Amarok + 34h 00′ 17”
Fernando Ferrand del Busto (Peru)
28 353 Hennie De Klerk (África do Sul) VOLKSWAGEN Amarok + 34h 40′ 38”
Gerhardt Schutter (África do Sul)
29 360 Yves Tartarin (França) BMW OX6 + 34h 43′ 27”
Jerome Meunier (França)
30 323 Benediktas Vanagas (Lituania) TOYOTA Hilux + 44h 57′ 42”
Rozwadowski Sebastian (Polônia)
31 308 Cyril Despres (França) HILUX TOYOTA + 45h 15′ 52”
David Castera (França)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Dakar 2018 – 12ªEtapa – Nos Caminhões, Os dois primeiros colocados Separados por apenas 1 segundo após especial

Nos Caminhões, Ton Van Genunten, Levou seu trio a mais uma vitória em estágio, Depois de 7 duras e árduas horas. O Holandês trouxe seu Iveco para a vitória. 4 minutos e 11 segundos depois ficou o trio do caminhão Tcheco da Tarta, Comandado por Martin Kolomy.

Já entre os dois postulantes ao título do Dakar 2018. Eduard Nikolaev terminou em 3º, 1 minuto e 8 segundos a frente de Federico Villagra que levou seu Iveco ao 4ºlugar. Isso foi o Bastante para o Trio Russo voltar a liderança do Dakar. A Vantagem entre os dois é de apenas 1 segundo, Faltando apenas 2 estágios para o final e com mais de 47 horas percorridas por essas duas duplas, Eles são separados apenas por 1 segundo de diferença. A expectativa dos Argentinos é enorme para o final do Dakar comemorem um campeonato que vai ser épico!

Vencer a Kamaz, Já não é uma tarefa das mais fáceis. Agora vencer em sua casa será uma conquista épica em todos os sentidos e ficará para sempre no coração de cada Argentino que prestigia a Odisseia. Arturs Ardavichus completou os 5 primeiros colocados do Estágio.

Na classificação Geral Siarhei Viazovich leva o caminhão da MAZ para o 3ºlugar, Que agora parece definido. Já que Airat Mardeev com a Kamaz não foi bem. Ficou em 11ºlugar e praticamente perdeu a chance do pódio. O Russo precisa se preocupar com o Ton von Genunten que leva o segundo caminhão da Iveco entre os 5 primeiros colocados.

Resultado final da 12ªEtapa do Dakar 2018
De Chilecito a San Juan

POS. Piloto Caminhões Tempo
1 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO 07h 02′ 36”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
2 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 00h 04′ 11”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
3 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 06′ 21”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
4 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00h 07′ 29”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
5 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 00h 15′ 14”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
6 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 26′ 20”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
7 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 00h 32′ 16”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
8 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 35′ 00”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
9 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 00h 38′ 11”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
10 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 00h 39′ 02”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
11 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 47′ 43”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
12 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 01h 02′ 28”
Mitsugu Takahashi (Japão)
13 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 01h 28′ 04”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
14 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 01h 47′ 36”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)

 


Classificação Geral

POS. Piloto Caminhões Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 47h 14′ 31”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00h 00′ 01”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
3 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 03h 26′ 14”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
4 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 05h 20′ 15”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
5 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO + 05h 23′ 40”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
6 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 05h 36′ 25”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
7 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 07h 10′ 21”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
8 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 07h 20′ 32”
Mitsugu Takahashi (Japão)
9 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 07h 43′ 52”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
10 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 08h 18′ 41”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
11 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 08h 55′ 12”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
12 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 09h 31′ 35”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
13 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 20h 47′ 04”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar