Portal Sportszone » Blog Archives

Tag Archives: Renault

F1 Ferrari 2017 Force India 2017 Formula 1 Formula 1 - 2017 Fotos Haas 2017 Mclaren 2017 Mercedes 2017 Red Bull 2017 Renault 2017 Sauber 2017 Toro Rosso 2017 Williams 2017

Vettel aproveita estratégia favorável e melhor desgaste dos pneus para vencer no deserto do Bahrein

Published by:

Em 3 corridas o Alemão Sebastian Vettel pela segunda vez conquista uma vitória usando de tática de paradas e se aproveitando do melhor desgaste de pneus da Ferrari que tem um carro que sabe tratar melhor a borracha italiana da Pirelli. Em uma corrida disputada como foi na China.

Valtteri Bottas que largou na pole manteve a liderança na largada com Vettel assumindo o segundo lugar, Depois deles estavam Hamilton, Verstappen, Ricciardo e Felipe Massa que acabou ganhando posições de Hulkenberg e de Raikkonen. O brasileiro optou por um posicionamento diferente e acabou se dando bem com essa tática. O mesmo não se pode dizer de Daniil Kvyat que tentou uma trajetória diferente e não se deu bem levando umas 2 tiradas de pista de outros pilotos, No final da primeira volta em busca de recuperar posições acabou saindo da pista e caiu para os últimos lugares.

Bottas liderava, Mas Vettel vinha por perto buscando a liderança. Hamilton em 3º se aproximava da disputa. Verstappen, Ricciardo em seguida e Felipe Massa segurando Raikkonen até o final da 4ªVolta quando Raikkonen na Reta tomou o 6ºlugar do piloto da Williams.

Kevin Magnussen com problemas acabou de fora na 9ªVolta. Era evidente que Bottas estava segurando a turma inteira la na frente. E dai Vettel na 11ªvolta foi para os boxes antecipando sua primeira troca e além disso dando o pulo do Gato para buscar a liderança assim que todos pararem nos boxes. O Mesmo fez Verstappen na volta seguinte ao fazer a troca nos boxes.

Só que o piloto da Red Bull não contava com uma quebra dos seus freios na 12ªVolta deixando ele na mão após uma genial corrida semana passada na China (Aonde ele saiu do 17ºlugar para o pódio em 3º). Mas isso não iria parar por aqui. Carlos Sainz jr. ao sair dos boxes acabou se precipitando ao tentar passar de cara o Canadense Lance Stroll que estava na trajetória dele. Resultado foi que o piloto Espanhol acabou atingindo a lateral do carro nº18 destruindo a prova de Stroll e do próprio Sainz jr. O que provocou a entrada do Safety Car para a retirada de ambos os carros que estavam em posições perigosas. Nisso Bottas vai para os boxes assim com Hamilton e Ricciardo e outros pilotos fizeram suas paradas. O Inglês Hamilton acabou retardando sua ida aos boxes para fazer a parada prejudicando ao Daniel Ricciardo. Mesmo assim Hamilton teve de ficar por 1 segundo parado nos boxes esperando Bottas sair da área de parada.

Após todas as paradas a liderança caiu nas mãos de Vettel com Valtteri Bottas em segundo, Hamilton em 3º, Ricciardo em 4º e depois Massa, Raikkonen , Hulkenberg e Perez nas 8 primeiras posições. Na relargada Bottas partiu para o ataque em cima de Vettel que segurou a primeira posição. Já Ricciardo tentou passar Hamilton. Mas foi Massa que passou Ricciardo assumindo a 4ªposição o que era muito para uma Williams. Além disso Ricciardo perdeu posição para Raikkonen caindo para o 6ºlugar. Já Perez foi para cima de Hulkenberg ganhando a 7ªposição. Mais atrás Jolyon Palmer, Fernando Alonso, Marcus Ericsson disputando as posições lá atrás. Pouco tempo depois Daniil Kvyat batendo roda com roda com o Palmer brigando pelo 11ºlugar.

Os comissários de corrida decidiram punir Hamilton com 5 segundos de penalização quando ele fizesse uma nova parada nos boxes. Isso complicou a prova do piloto da Mercedes. Que teve uma ajuda da Equipe que pediu para Bottas facilitasse a ultrapassagem sobre Hamilton que voltas depois assumiu o segundo lugar. Massa nesse meio tempo acabou perdendo as posições para Raikkonen que fez a mesma manobra de ultrapassagem que foi usada no começo da prova e Ricciardo aonde Felipe tentou ainda dar o troco sem sucesso caindo para o 6ºlugar sendo o melhor do resto da turma.

Após algumas voltas Vettel foi para os boxes para uma segunda parada para colocar os pneus macios já que eles usaram apenas os super macios. Bottas também foi para uma segunda parada. Enquanto isso Hamilton estava com 16 segundos de frente para Vettel, Mas os pneus do piloto Alemão estavam em situação bem melhor do que os pneus de Hamilton e faltando umas 20 voltas para o final.

Todos os outros pilotos estavam fazendo uma nova parada para troca de pneus e estavam com desempenho melhor que os pilotos que insistiam nos pneus usados de quase 30 voltas. O piloto Inglês acabou indo para os boxes colocar os pneus Macios para as últimas 17 voltas além de pagar os 5 segundos de punição. Ao sair dos boxes o piloto da Mercedes voou baixo para buscar a vitória, Passou sem problema nenhum Bottas (Como se o Finlandês pudesse segurar o companheiro de equipe) e foi baixando a diferença volta após volta. Nas voltas finais Vettel teve de passar retardatários que estavam disputando o 11ºlugar (Wehrlein, Alonso, Kvyat) enquanto que Ericsson com problemas de Câmbio abandonou a prova. Nas voltas finais após lutar como nunca com a Mclaren-Honda de 2017 o Espanhol Fernando Alonso com problemas foi para os boxes e abandonou a corrida.

Apesar dos esforços de Hamilton o Alemão Sebastian Vettel conquistou a vitória com 6 segundos de diferença para Hamilton que ficou em 2ºlugar. Mesmo sem a punição Vettel conseguiria ainda chegaria na frente com um pouco mais de 1 segundo de distância sobre Hamilton. com isso o piloto da Ferrari volta a ponta do campeonato com 68 pontos contra 61 de Hamilton. Valtteri Bottas completou o pódio em 3ºlugar com 2 segundos a frente de Kimi Raikkonen que acabou em 4ºlugar em uma corrida correta, Mas ofuscada pelo desempenho de seu companheiro de equipe.

Daniel Ricciardo no começo da corrida foi prejudicado pelo Hamilton acabou no decorrer da corrida o piloto Australiano teve de se contentar com a 5ªposição que parece ser o máximo que a Red Bull pode pretender se nada de anormal acontecer nas corridas até agora. Felipe Massa teve sua melhor atuação da temporada aproveitando as oportunidades que teve e mesmo sem conseguir nada mais do que o 6ºlugar se percebeu que o Brasileiro esta sim cumprindo sua missão muito bem nesse começo de temporada. Igualmente podemos dizer de Sergio Perez que largou do 18ºlugar para a 7ªposição em uma grande atuação com a Force India sendo a melhor dele na temporada.

Logo a seguir veio dois pilotos que marcaram seus primeiros pontos na temporada. Romain Grosjean fez uma prova consistente chegando em 8ºlugar com o carro da Haas e Nico Hulkenberg com a Renault conquistou seus dois primeiros pontos da Renault muito na frente de Jolyon Palmer que foi para trás na corrida. Fechando a zona de pontuação pela terceira vez em 3 corridas o Francês Esteban Ocon que pela 3ªVez terminou a corrida no 10ºlugar com a Force India que pontuou com os dois carros nas 3 primeiras corridas da temporada assim como Mercedes e Ferrari fizeram.

Pascal Wehrlein fez uma boa corrida com uma parada a menos que seus concorrentes e segurando no final o Russo Daniil Kvyat com a Toro Rosso acabou batendo na trave ficando em 11ºlugar quase marcando o primeiro ponto da Sauber em 2017. Daniil Kvyat ficou em 12ºlugar com uma prova comprometida na desastrosa primeira volta do piloto Russo e Jolyon Palmer após um ótimo sábado acabou tendo um domingo dentro do que é esperado por ele, Ao baixo nível do piloto da Renault.

Daqui a duas semanas a Formula 1 vai fazer a primeira corrida dentro de solo europeu para a realização do GP da Rússia que vai ser o 4º confronto entre Vettel e Hamilton pelo título de 2017. Até agora esta 2 a 1 a favor do piloto da Ferrari.

Resultado final do GP do Bahrein
57 Voltas – 3ªEtapa do campeonato mundial de Formula 1.

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF70H Ferrari 062 57 1:33:53.374 3
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 6.660 2
3 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 20.397 1
4 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF70H Ferrari 062 57 a 22.475 5
5 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 57 a 39.346 4
6 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 54.326 8
7 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 1:02.606 18
8 8 Romain Grosjean Haas VF-16 Ferrari 062 57 a 1:14.865 9
9 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 57 a 1:20.188 7
10 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 57 a 1:35.711 14
11 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 56 a 1 Volta 13
12 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 56 a 1 Volta 11
13 30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 56 a 1 Volta 10
14 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H 54 a 3 Voltas 15
15 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 50 a 7 Voltas 17
16 55 Carlos Sainz Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 12 a 45 Voltas 16
17 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 12 a 45 Voltas 12
18 33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer 11 a 46 Voltas 6
19 20 Kevin Magnussen Haas VF-16 Ferrari 062 8 a 49 Voltas 20
20 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 0 Não Largou 17

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Mercedes/Williams/Renault/Sauber/Force India

F1 Ferrari 2017 Force India 2017 Formula 1 Formula 1 - 2017 Fotos Haas 2017 Mclaren 2017 Mercedes 2017 Red Bull 2017 Renault 2017 Sauber 2017 Toro Rosso 2017 Williams 2017

Bottas supera Hamilton e conquista primeira pole da Carreira no Bahrein

Published by:

Valtteri Bottas em sua terceira corrida pela Mercedes conquistou a sua primeira pole position da carreira superando pela primeira vez o Inglês Lewis Hamilton. A Mercedes fez a primeira dobradinha na temporada.

No Q1 2 pilotos que tem posição cativa entre os 15 primeiros acabaram eliminados. O Espanhol Carlos Sainz jr. acabou tendo problemas parando o seu carro no final e por consequência o piloto que ficou em 7ºlugar no GP da China na semana passada acabou não conseguindo fazer uma melhor volta ficando com o 16ºlugar.

Já Sérgio Perez com a Force India não conseguiu marcar uma volta rápida ficando em 18ºlugar, Atrás de Stoffel Vandoorne que continua sem extrair o melhor da Mclaren e apenas na frente de Marcus Ericsson que fica de fora do Q2 pela primeira vez em 2017 e de Kevin Magnussen que vai largar na última posição após ter feito uma bela corrida semana passada na China conquistando os primeiros pontos da Haas em 2017. Já Romain Grosjean fez uma bela última volta e conseguiu um lugar para o Q3.

Pascal Wehrlein que estreia na temporada acabou conseguindo passar para o Q2.

Tempos do Q1:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:30.814
2 33 Max Verstappen (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:30.904
3 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:30.988
4 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:31.037
5 77 Valtteri Bottas (Mercedes) 1:31.041
6 27 Nico Hulkenberg (Renault) 1:31.057
7 19 Felipe Massa (Williams Mercedes) 1:31.373
8 30 Jolyon Palmer (Renault) 1:31.458
9 26 Daniil Kvyat (Toro Rosso) 1:31.531
10 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:31.667
11 8 Romain Grosjean (Haas Ferrari) 1:31.691
12 18 Lance Stroll (Williams Mercedes) 1:31.748
13 31 Esteban Ocon (Force India Mercedes) 1:31.774
14 94 Pascal Wehrlein (Sauber Ferrari) 1:31.995
15 14 Fernando Alonso (McLaren Honda) 1:32.054
16 55 Carlos Sainz (Toro Rosso) 1:32.118
17 2 Stoffel Vandoorne (McLaren Honda) 1:32.313
18 11 Sergio Perez (Force India Mercedes) 1:32.318
19 9 Marcus Ericsson (Sauber Ferrari) 1:32.543
20 20 Kevin Magnussen (Haas Ferrari) 1:32.900

No Q2 assim como no Q1 os pilotos da Mercedes, Ferrari e Red Bull não tiveram problemas para marcarem tempos para passar para a parte final do Treino, Enquanto que Fernando Alonso vendo que seria inútil tentar fazer alguma volta para ganhar 1 ou 2 posições acabou nem indo para o circuito. O Destaque foi os dois pilotos da Renault que conseguiram um lugar na fase final do Treino Com Hulkenberg em 5º e Palmer que surpreendeu ficando em 10º. Na Volta final Hulkenberg fez o 5ºTempo  e Tirou Daniil Kvyat da fase decisiva deixando o piloto da Toro Rosso em 11ºlugar. Também foram eliminados o Canadense Lance Stroll, Pascal Wehrlein que fez um bom trabalho com o carro da Sauber no dia de hoje e Esteban Ocon de Force India.

Romain Grosjean com a Haas e Felipe Massa com a Williams foram os outros dois classificados para o Q3. Lewis Hamilton ficou na frente por apenas 20 milésimos a frente de Valtteri Bottas e a apenas 61 milésimos de Sebastian Vettel com a Ferrari o que poderia indicar uma luta entre os três pela pole position.

Tempos do Q2:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:29.535
2 77 Valtteri Bottas (Mercedes) 1:29.555
3 5 Sebastian Vettel (Ferrari) 1:29.596
4 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:29.843
5 27 Nico Hulkenberg (Renault) 1:30.169
6 33 Max Verstappen (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:30.307
7 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing TAG Heuer) 1:30.497
8 19 Felipe Massa (Williams Mercedes) 1:30.677
9 8 Romain Grosjean (Haas Ferrari) 1:30.857
10 30 Jolyon Palmer (Renault) 1:30.899
11 26 Daniil Kvyat (Toro Rosso) 1:30.923
12 18 Lance Stroll (Williams Mercedes) 1:31.168
13 94 Pascal Wehrlein (Sauber Ferrari) 1:31.414
14 31 Esteban Ocon (Force India Mercedes) 1:31.684
15 14 Fernando Alonso (McLaren Honda) Sem Tempo

No Q3 a disputa se revelou apenas comas Mercedes entre Hamilton e Bottas. Na primeira volta rápida dos dois acabou o piloto Inglês fazendo o melhor tempo. Depois vinham os pilotos da Ferrari. Mas na volta final Valtteri Bottas superou o tempo de Hamilton que acabou não fazendo uma boa volta deixando assim a pole com o seu companheiro de equipe que na sua 82ªparticipação na Formula 1 leva a primeira pole position com seu companheiro formando a 1ªdobradinha da Mercedes em 2017.

Sebastian Vettel com a Ferrari dessa vez não conseguiu disputar de igual para igual com a Mercedes a pole position e eu acredito que dessa vez a Ferrari não deve incomodar os pilotos da Mercedes devido a corrida ser a noite o que não vai provocar tanto desgaste dos pneus. Daniel Ricciardo superou a Kimi Raikkonen ficando em 4ºlugar fechando a segunda fila do Grid. Max Verstappen fecha a terceira fila com Kimi Raikkonen a sua frente.

Nico Hulkenberg com o carro da Renault acabou sendo o melhor do resto superando Felipe Massa com a Williams, Os dois vão formar a 4ªFila e fechando os 10 primeiros colocados vão largar Romain Grosjean com a Haas e Jolyon Palmer com a Renault que foi a surpresa da classificação de hoje. Amanhã a partir do meio-dia teremos a largada do GP do Bahrein de Formula 1.

Grid de Largada
GP do Bahrein – 3ªEtapa do Mundial de Formula 1

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Fase
1 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 1:28.769 Q3
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W08 EQ Power+ Mercedes M08 EQ Power+ 1:28.792 Q3
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SH70 Ferrari 062 1:29.247 Q3
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull RB13 TAG Heuer 1:29.545 Q3
5 7 Kimi Räikkönen Ferrari SH70 Ferrari 062 1:29.567 Q3
6 33 Max Verstappen Red Bull RB13 TAG Heuer 1:29.687 Q3
7 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.17 Renault R.E.17 1:29.842 Q3
8 19 Felipe Massa Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 1:30.074 Q3
9 8 Romain Grosjean Haas VF-17 Ferrari 062 1:30.763 Q3
10 30 Jolyon Palmer Renault R.S.17 Renault R.E.17 1:31.074 Q3
11 26 Daniil Kvyat Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 1:30.923 Q2
12 18 Lance Stroll Williams FW40 Mercedes M08 EQ Power+ 1:31.168 Q2
13 94 Pascal Wehrlein Sauber C36 Ferrari 061 1:31.414 Q2
14 31 Esteban Ocon Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1:31.684 Q2
15 14 Fernando Alonso Mclaren MCL32 Honda RA617H Sem Tempo Q2
16 55 Carlos Sainz Toro Rosso STR12 Renault R.E.17 1:32.118 Q1
17 2 Stoffel Vandoorne Mclaren MCL32 Honda RA617H 1:32.313 Q1
18 11 Sergio Perez Force India VJM10 Mercedes M08 EQ Power+ 1:32.318 Q1
19 9 Marcus Ericsson Sauber C36 Ferrari 061 1:32.543 Q1
20 20 Kevin Magnussen Haas VF-17 Ferrari 062 1:32.900 Q1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Renault/Force India

Dakar Dakar 2017 Off-Road Rally

Dakar 2017 – Pilotos na Categoria Carros

Published by:

Carros:

300. Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França)
Pegueot
301. Nasser Al-Attiyah (Qatar) / Matthieu Baumel (França)
Toyota
302. Giniel de Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha)
Toyota
303. Mikko Hirvonen (Finlândia) / Michel Perin (França)
Mini
304. Carlos Sainz jr. (Espanha) / Lucas Cruz (Espanha)
Pegueot
305. Nani Roma (Espanha) / Alex Haro Bravo (Espanha)
Toyota
306. Yazeed Al Rajhl (Arábia Saudita) / Timo Gottschalk (Alemanha)
Mini
307. Cyril Despres (França) / David Castera (França)
Pegueot
308. Orlando Terranova (Argentina) / Andreas Schulz (Alemanha)
Minin
309. Sebastien Loeb (França) / Daniel Elena (Mônaco)
Pegueot
310. Erik Van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda)
Toyota
311. Xavier Pons (Espanha) / Ruben Garcia (Argentina)
Ford
312. Bryce Menzies (Estados Unidos) /  Peter Mortensen (Estados Unidos)
Mini
314. Boris Garafulic (Chile) / Filipe Palmeiro (Portugal)
Mini
315. Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina)
Renault
316. Jakub Przygonzki (Polônia) / Tom Colsoul (Bélgica)
Mini
317. Ronan Chabot (França) / Gilles Pillot (França)
Toyota
318. Romain Dumas (França) / Alain Guehennec (França)
Peugeot
319. Sheikh Khalid Al Qassimi (EAU) / Pascal Maimon (França)
Pegueot
320. Conrad Rautenbach (Zimbabué) / Robert Howie (África do Sul)
Toyota
321. Martin Prokop (Rep.Tcheca) / Lika Minor (Áustria)
Ford
322. Mohammed Abu-Issa (Qatar) / Xavier Paseri (França)
Mini
323. Nicolas Fuchs (Peru) / Fernando Mussano (Argentina)
HRX
324. Marco Bulacia (Bolívia) / Claudio Bustos (Argentina)
Ford
325. Stephan Schott (Alemanha) / Paulo Fiuza (Portugal)
Mini
326. Benediktas Vanagas (Lituânia) / Rozwasowski Sebastian (Polônia)
Toyota
327. Christian Lavieille (França) / Jean-Pierre Garcin (França)
Toyota
328. Antanas Juknevicius (Lituânia) / Darius Vaiciulis (Lituânia)
Toyota
329. Juan Silva (Argentina) / Sergio Lafuente (Uruguai)
Mercedes
330. Alejandro Miguel Yacopini (Argentina) / Daniel Merlo (Argentina)
Toyota
331. Xavier Foj (Espanha) / Ignacio Santamaria (Argentina)
Toyota
332. Akira Miura (Japão) / Laurent Lichtleuchter (França)
Toyota
333. Denis Berezovskiy (Cazaquistão) / Alexey Nikizhev (Cazaquistão)
Toyota
334. Facundo Ardusso (Argentina) / Gerardo Scicolone (Argentina)
Renault
335. Eric Bernard (França) / Alexandre Vigneau (França)
Buggy
336. Jean – Pascal Besson (França) / Bruno Seillet (França)
Toyota
337. Ronald Basso (França) / Julien Menard (França)
Nissan
338. Alberto Rodrigo Gutierrez Fleig (Bolívia) / Joan Rubi (Espanha)
Toyota
339 Sylvio Barros (Brasil) / Rafael Capoani (Itália) Mini
340. Isidre Esteve (Espanha) / Txema Villalobos (Espanha)
Mitsubishi
341. Maik Willems (Holanda) / Robert Van Pelt (Holanda)
Toyota
343. Eduardo Osvaldo Amor (Argentina) / Nicolas amor (Argentina)
Toyota
344. Martin Maldonado (Argentina) / Sebastian Scholz Vergnolle (Argentina)
Mercedes
345. José Antonio Blangino (Argentina) / Luciano A. Gagliardi (Argentina)
Rapido
346. Alícia Reina (Argentina) / Carlos Danta Pelavo (Argentina)
Toyota
347. Tim Coronel (Holanda)
Suzuki
348. Fernando Ferrand Malatesta (Peru) / Fernando Ferrand del Busto (Peru)
Toyota
349. Sebastian Guayasamin (Colômbia) / Mauro Lipez (Argentina)
Toyota
350. Ebert Dollevoet (Holanda) / Patrick van Lee (Holanda)
Volvo
352. Philippe Croizon (França) / Cedric Duple (França)
BMW
354. Tom Coronel (Holanda)
Suzuki
355. Thomas Walter Englert (Alemanha) / Hans Paul Thiede Weiler ( )
Toyota
356. Giulio Verzeletti (Itália) / Antonio Cabini (Itália)
Fiat
357. Yves Tartarin (França) / Stephane Duple (França)
Land-Rover
358. He zhitao (China) / Kai Zhao (China)
Toyota
359. Gerard Tramoni (França) / Dominique Totain (França)
Springbox MD
360. Cristina Gutierrez Herrero (Espanha) / Pedro Lopez Chaves (Espanha)
Mitsubishi
361. Luis Fernando Barbery Paz (Bolívia) / Salazar Abel (Bolívia)
Toyota
362. Gianni Luca Tassi (Itália) / Massimiliano Catarsi (Itália)
Ford
363. Julio Cesar Roca Mercado (Bolívia) / Hernan daza Jimenez (Bolívia)
Toyota
364. Juan Carlos Vallejo (Chile) / Leonardo Baronio (Peru)
Toyota
367. Blas Zapag (Paraguai) / Enrique Zapag (Paraguai)
Toyota
368. Graziano Scandola (Itália) / Giammarco Fossa (Itália)
Ford
369. Ariel Jaton (Argentina) / German Rolon (Argentina)
Acciona Eco Powered
370. Dario de Lorenzo (Itália) / Aldo de Lorenzo (Itália)
Toyota
371. Gaston José Pasten Infante (Argentina) / Fernando Acosta (Argentina)
Toyota
373. Vaidotas Zala (Lituânia) / Saulius Jurgelenas (Lituânia)
SEAT
375. Tristan CouEDel (França) / Edouard Sineux (França)
Land-Rover
376. Roman Starikovich (Rússia) / Bert Heskes (Holanda)
Desert Warrior
377. Carlos Alberto Villegas Aguero (Argentina) / Maria del Huerto Mattar Smith (Argentina)
Nissan
379. Roberto Naivirt (Argentina) / José Luis di Palma (Argentina)
Toyota
380. Sergei Shikhotarov (Rússia) / Oleg Uperenko (Letônia)
Toyota
381. Stefano Marrini (Itália) / Stefano Rossi (Itália)
Toyota
383. Eduardo Peredo (Bolívia) / Eugenio Arrieta (Argentina)
Toyota
385. Fortunato Maldonado (Bolívia) / Victor Alanoca (Bolívia)
Toyota
387. Ramon Nunez (Argentina) / Sergio David Casas (Argentina)
Toyota
389. Orlando Careaga (Bolívia) / Enzo Cordano (Chile)
Toyota
390. Marco Piana (França) / Steven Griener (Suíça)
Toyota
391. Roberto Recalde (Paraguai) / Juan José Sanchez (Paraguai)
Toyota
393. Carlos Hector Salom (Argentina) / Lucas javier Salom (Argentina)
Volkswagen

F1 Formula 1 Formula 1 - 2016 Fotos Opinião Renault 2016

Avaliação da Renault em 2016 – Deivison Conceição

Published by:

Avaliação da Equipe:

Quando a Renault assumiu a falida equipe Lotus para a temporada de 2016 se imaginaria que o time iria evoluir rapidamente no decorrer da temporada, Mas esse ano a fábrica francesa preferiu usar esse ano como laboratório (Já que além de um projeto de carro que não teve investimento e um motor ainda muito fraco em relação a Mercedes e Ferrari) e dedicar todas as atenções para a temporada que vem. No meu modo de ver de maneira muito sensata já que é uma equipe com Fundos que não são finitos como as equipes independentes e uma posição ruim nos construtores nesse ano não será um problema para os planos da fábrica francesa para o futuro. E eles começaram bem contratando um piloto a altura de Nico Hulkenberg para comandar o desenvolvimento do time para 2017 aonde já acredito em bons resultados de cara caso o carro e o motor ajude.

malasia_domingo_2016-7

Já Entre os pilotos Magnussen se mostrou muito mais apto do que Jolyon Palmer e por incrível que pareça quem vai ser companheiro de equipe de Nico Hulkenberg vai ser o filho de Jonathan Palmer que não mostrou praticamente a menor condição de estar no Mundial de Formula 1. Era a hora da Renault contratar um 2ºpiloto a nível do Hulkenberg ou pelo menos 1 ou 2 degraus abaixo dele para fazer um supertime em 2017. Infelizmente foi uma bola fora que certamente vai refletir na temporada que vem. Sobre o desempenho da temporada foi o que eu disse nesse texto. O 7ºlugar no GP da Rússia como seu melhor resultado em 2016.

Nota: 3 (A Renault não quis nem saber da temporada, Joga suas fichas a partir de 2017)

Números:
GPS: 42
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 8
Corridas completadas: 33
Corridas completadas na Zona de Pontuação: 3
Voltas lideradas: 0
Voltas Mais Rápidas: 0
Número de Voltas Completadas: 2.038

Pilotos:

20. Kevin Magnussen (Dinamarca)
30. Jolyon Palmer (Inglaterra)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Renault

F1 Formula 1 Fotos Opinião Red Bull 2016

Avaliação da Red Bull em 2016 – Por Deivison Conceição

Published by:

Avaliação da Equipe:

Sobre a Red Bull em 2016 ela deu uma grande retomada em comparação a temporada de 2015, Um grande ano com um motor que começou a dar sinais de evolução como foi o motor Renault que foi renomeado pela TAG Heuer e teve ajuda da Ilmor no desenvolvimento desse motor e com um chassis RB12 que era um dos melhores Chassis. Isso se não fosse o melhor chassi do ano e teve a sua disposição pilotos arrojados para conseguir o vice-campeonato dos construtores e também 2 vitórias na temporada (Uma delas com Daniel Ricciardo na Malásia e outra com Max Verstappen no GP da Espanha)

Então a Red Bull terá uma ótima nota por tudo isso que conquistou em 2016? Minha Resposta: Não. E os motivos eu vou falar agora.

O que fez a Red Bull é falta de Respeito e um absurdo com o Esporte a Motor.

O que fez a Red Bull é falta de Respeito e um absurdo com o Esporte a Motor.

Não é porque uma equipe tenha duas equipes que ela tenha o direito de trocar de piloto depois de 4 corridas no campeonato como aconteceu com Daniil Kvyat que estava tendo um começo irregular, Mas conquistou o primeiro pódio da equipe na temporada para a equipe e poderia melhorar ao longo do ano. Como o fez em 2015, Mas uma largada desastrosa em Sochi acabou fritando Kvyat para colocar Verstappen. Na minha opinião um episódio vexatório que teve um final o pior cenário possível que foi uma vitória do Max Verstappen no GP da Espanha quando o mundo inteiro que criticou a substituição agora consagrando esse erro enorme ético e que nenhuma vitória que esse menino vai ter na carreira vai apagar.

Helmut Marko é sem duvida o pior gestor de pessoas que eu já vi passar na história da Formula 1. Sem qualquer sensibilidade e sensatez de considerar que é um absurdo retirar um empregado capaz de entregar resultados em 2016. Se consideraram um erro deixarem Verstappen correr na Toro Rosso em 2016 pelas circunstâncias que estavam tendo na temporada, Que deixassem o ano passar e o Max se desenvolver mais e esta plenamente lapidado para em 2017 ele ser efetivado na Red Bull. Sem qualquer margem para dúvidas para questionamentos.

E como palavra final, Digo que hoje eu sou completamente contra o programa da Red Bull de jovens pilotos da forma que esta sendo feito e sou contra a organização comandada pelo Dietrich Mateschitz ter 2 times na Formula 1. Acho isso muito imoral depois do que fizeram e é decisivo que a FIA faça um regulamento que proíba isso para o Futuro. Que se evite de se fazer isso ou no futuro isso vai virar uma prática comum no esporte a motor. Por tudo isso a minha nota vai ser a mais baixa de todas as equipes em 2016.

Ricciardo ganha o 6ºpódio na temporada

Ricciardo ganha o 6ºpódio na temporada

Nota: 0 (Não posso dar outra nossa se não essa, seria um desrespeito e uma contradição com o que eu penso sobre o esporte e o que a Red Bull fez nesse ano.

Números:
GPS: 42
Vitórias: 2
Poles: 1
Pódios: 16
Pontos: 468
Corridas completadas: 38
Corridas completadas na Zona de Pontuação: 37
Voltas lideradas: 116
Melhores Voltas: 5
Número de voltas completadas: 2.404

Pilotos:

3. Daniel Ricciardo (Austrália)
33. Max Verstappen (Holanda)
26. Daniil Kvyat (Rússia)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull