Corridas Históricas – GP dos Estados Unidos de 1987

Grid de Largada:

1 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’39.264
2 Ayrton Senna (Lotus/Honda) 1’40.607
3 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’40.942
4 Thierry Boutsen (Benetton/Ford) 1’42.050
5 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’42.357
6 Eddie Cheever (Arrows/Megatron) 1’42.361
7 Michele Alboreto (Ferrari) 1’42.684
8 Teo Fabi (Benetton/Ford) 1’42.918
9 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’43.479
10 Derek Warwick (Arrows/Megatron) 1’43.541
11 Stefan Johansson (McLaren/TAG) 1’43.797
12 Gerhard Berger (Ferrari) 1’43.816
13 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’44.350
14 Philippe Streiff (Tyrrell/Ford) 1’45.037
15 Martin Brundle (Zakspeed) 1’45.291
16 Christian Danner (Zakspeed) 1’45.740
17 Andrea de Cesaris (Brabham/BMW) 1’46.046
18 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’46.083
19 Alex Caffi (Osella/Alfa Romeo) 1’46.124
20 Philippe Alliot (Lola/Ford) 1’46.194
21 René Arnoux (Ligier/Megatron) 1’46.211
22 Ivan Capelli (March/Ford) 1’46.269
23 Piercarlo Ghinzani (Ligier/Megatron) 1’47.471
24 Satoru Nakajima (Lotus/Honda) 1’48.801
25 Adrián Campos (Minardi/Motori Moderni) 1’50.495
26 Pascal Fabre (AGS/Ford) 1’53.644

Senna conquista segunda vitória nas ruas de Detroit

Após 4 etapas do campeonato mundial de 1987 de Formula 1 o campeonato iria para a Famosa capital da indústria automobilística com Prost líder com 18 pontos e 2 vitórias na liderança com Senna a 3 pontos atrás e vencedor da prova anterior em Mônaco, Johansson que fazia um grande campeonato estava em 3º com 13 pontos, Nelson Piquet estava com 12 pontos em 4º, Nigel Mansell com 10 pontos e uma vitória estava em 5º  e Michele Alboreto em 6ºlugar com 8 pontos.

Nos treinos oficiais o Leão Nigel Mansell voou baixo e com mais de um segundo de vantagem conquistou a pole position com Ayrton Senna com a Lotus-Honda em 2º, Nelson Piquet com a Williams e Thierry Boutsen com a Benetton-Ford TEC V6 formavam a segunda fila e a terceira fila era formada por Alain Prost com a Mclaren e pelo dono da Casa Eddie Cheever que fez um grande treino colocando a mediana Arrows na terceira fila.

Um dia que estava com o tempo nublado era isso que  os 26 pilotos iriam enfrentar 63 voltas nesse circuito de rua traiçoeiro e que exigia a perfeição dos pilotos ou caso contraio a qualquer momento eles encontrariam o Muro como impedimento deles continuarem na prova.

Na Largada a liderança ficando com Mansell com Senna em segundo e Piquet em 3º e Cheever que fez belíssima largada ganhando 2 posições para ir ao 4ºlugar para a Alegria da torcida norte americana, Já Satoru Nakajima acabou batendo de leve em um adversário na segunda curva e acabou curvas depois sendo atingido pelo piloto Espanhol Adrian Campos. Resultado disso é que Nakajima já ficou pela curva aonde ele saiu da corrida, Campos deu uma volta e depois deixou a corrida.

Mansell estava em primeiro com Senna em segundo e ambos estavam abrindo muito de Piquet que estava tendo que se virar para se manter na frente de Cheever que começou muito forte a sua corrida, E ai depois Teo Fabi estava em 5ºlugar levando consigo um grupo bem razoável de pilotos atrás dele.

Na terceira volta de prova Mansell abriu boa vantagem para Senna, Enquanto isso Piquet continuava sendo pressionado por Cheever, e curvas depois o Norte-Americano passou assumindo o terceiro lugar, Enquanto isso Piquet ficava pelo caminho e sentindo que estava com desempenho ruim acabou indo para os boxes para trocar os pneus e dessa volta ele voltou apenas em 21ºlugar.

Alex Caffi acabou passando reto e deixando a corrida, Também deixou a prova o piloto Andrea de Cesaris que antes e acabar no muro acabou tendo seu câmbio quebrado. Enquanto isso Cheever vinha em 3ºlugar com o seu Arrows-Megatron e na frente de Ferrari, Mclaren e Benettons. Mas Teo Fabi, Michele Alboreto, Alain Prost estavam atrás já querendo acabar com a festa do Norte-Americano.

Fabi iria para cima de Cheever na luta pelo terceiro lugar e já bem longe de Mansell e de Senna que já abriam um monte de tempo em cima do piloto da Arrows. No começo da 7ªVolta Teo Fabi tenta ultrapassagem sobre Cheever, Mas Cheever se defende bem e Fabi acaba perdendo o bico de seu carro e estraga a sua corrida, Mas Cheever também tem prejuízos. Para mim Fabi não soube esperar o melhor momento para passar Cheever, Essa pista tinha pelo menos 2 pontos de ultrapassagem claros. Fabi abandonou a corrida com a quebra da parte do Bico do seu carro e Chevver foi para os boxes trocar os pneus e Voltou na 19ºlugar, Piquet já vinha na 15ºlugar e subindo volta a volta.

Classificação após 10 Voltas era a seguinte: 1. Mansell, 2. Senna, 3. Alboreto, 4. Boutsen, 5. Prost, 6. Berger.

Mansell continuava na ponta com um pouco mais de 6 segundos sobre Senna que tinha enorme diferença para Alboreto e Boutsen que se confrontavam pelo 3ºlugar, O Benetton apesar do motor menos potente que a Ferrari estava mostrando que estava se adaptando melhor a esse circuito, Prost estava em 5ºlugar sem dar mostras de que queria atacar agora.

Mansell já encontrava seu primeiro retardatário que era o Pascal Fabre da AGS na volta número 12 tamanha a fragilidade desse carro da equipe francesa e até mesmo do Fabre que andou 14 segundos mais lento que o pole position. (Hoje Fabri não teria autorização para largar por causa dos 107%) Ayrton Senna em 2ºlugar estava com um déficit de diferença para Mansell, Mas se a corrida acabasse naquela volta Senna seria o líder do campeonato com 21 pontos ao lado de Prost que continuava quieto em 5ºlugar, Típico das corridas do Prost aonde ele só atacava na hora certa.

Capelli deixava a corrida com problemas elétricos na volta 10,Derek Warwick também deixou a corrida Mas foi por causa de um toque no muro que danificou sua suspensão traseira e o forçou a abandonar na 13ªvolta. 7 carros já deixavam a prova naquele momento, Nelson Piquet já impressionava em estar em 9ºlugar após furo de pneu nas primeiras voltas e uma parada prematura nos boxes.

Prost parou de esperar e começou o ataque pra cima de Boutsen enquanto isso Piquet partia para cima de Patrese na luta pelo 8ºlugar na corrida, Mesmo com o motor BMW da Brabham Piquet tinha um desempenho melhor do que o desempenho de Patrese, E na metade da 17ªVolta o Brasileiro conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto da Brabham como também passou a Johansson que estava lento na pista com problemas mecânicos, Patrese e os outros pilotos atrás recuperaram posições enquanto que Johansson foi para os boxes, Por falar nos boxes a coisa estava explodindo pois o piloto da Zakspeed  Martin Brundle deixou a corrida com problemas do seu turbo que estourou em plenos boxes, Ele ainda tentaram fazer ele voltar a corrida mas o carro já tinha quebrado e Brundle nada pode fazer nessa altura do campeonato.

Johansson voltou para a corrida, Mas muito atrasado nas últimas posições da corrida. Mansell continuava a pegar retardatários enquanto que Boutsen, Prost e Berger faziam uma bela briga pelo 4ºlugar. Prost Acabou conseguindo a ultrapassagem sobre Boutsen na 20ªVolta e assumiu a 4ªposição. Classificação após 20 voltas completadas: 1. Nigel Mansell, 2. Ayrton Senna, 3. Michele Alboreto, 4. Alain Prost, 5. Thierry Boutsen e 6. Gerhard Berger.

EUA1987 (30)

Prost começava a buscar o 3ºlugar de Michele Alboreto enquanto que Berger iria tentar buscar o 5ºlugar de Thierry Boutsen Enquanto isso em 22 voltas Cheever estava em 13ºlugar, mas se recuperando do incidente do começo da corrida. Prost esperou o tempo certo para passar Alboreto e essa ultrapassagem aconteceu na 25ªVolta Prost acabou passando a Alboreto e na hora certa, já que Berger que a 2 voltas antes tinha passado a Boutsen já vinha pressionando a Prost. Alboreto ficou muito lento pela pista por causa de Problemas de Câmbio, tanto é que Prost levou junto a Gerhard Berger, Já Alboreto deixaria a corrida com os mesmos problemas de Câmbio que fizeram a corrida de Alessandro Nannini acabar na 23ªVolta.

Mansell com 26 voltas continuava na ponta da corrida dominando a prova, Com Senna em segundo também com vantagem muito tranquila para Prost que estava em 3ºlugar.

A Corrida estava em sua metade e sua classificação era essa na Volta 26: 1. Nigel Mansell, 2. Ayrton Senna, 3. Alain Prost, 4. Gerhard Berger, 5. Thierry Boutsen, 6. Nelson Piquet, O dono da casa Eddie Cheever já figurava em 10ºlugar.

Mas logo essa classificação iria mudar, Boutsen perdia rendimento e acabou sendo ultrapassado pelo Nelson Piquet e caindo para o 6ºlugar isso na volta 31, O Brasileiro Piquet buscava recuperação na corrida tentando se aproximar de Berger e Prost para pelo menos lutar pelo pódio. Já a se destacar a corrida de Phillipe Streiff que aproveitando o seu motor aspirado que era melhor de toque do que o Turbo no circuito de Detroit com um bom Chassi da Tyrrell estava em 7ºlugar na frente de pilotos com mais motor e mais carro que o piloto da Tyrrell.

Na 34ªVolta Mansell foi para os boxes com 11 segundos de Vantagem para Senna e acabou tendo uma parada desastrosa demorando demais por causa de um dos pneus traseiros e dessa Forma Ayrton Senna que parecia o único que teria condições de lutar contra Mansell assumia a liderança da corrida.

Mansell perderia posição também para Alain Prost e cairia para o terceiro lugar, Mas se Mansell fez uma parada poderia ser que Senna e Prost tinham que também fazer a parada e dai Mansell poderia voltar a liderança da corrida, O Inglês com melhores pneus foi para cima de Prost e conseguiu na 37ªVolta a ultrapassagem que devolveria Mansell para o segundo lugar enquanto isso Piquet já estava em 4ºlugar ao ultrapassar a Berger na 34ªVolta.

Piquet começava a querer tirar o 3ºlugar de Alain Prost, Com um pneu 3 voltas mais novo do que o Francês. Em termos de pneus a situação mais confortável era de Mansell que poderia muito bem voltar a liderança da corrida assim que todos os outros parassem nos boxes ou então recuperar tudo na pista, Pois com os pneus menos desgastados daria para o Leão voar baixo e reduzir a diferença para pó sobre Ayrton Senna. Enquanto isso Phillipe Alliot com a Lola-Larrousse deixava a corrida após um acidente na 39ªVolta, O GP dos Estados Unidos se encaminhava para o terço final com Mansell começando uma tentativa de atropelar Ayrton Senna para buscar a vitória.

Piquet ao completar a 42ªVolta aproveitando de dois retardatários acabou ultrapassando a Alain Prost e assumindo o 3ºlugar após ter caído para 21ªposição após a 3ªVolta de prova, uma linda ultrapassagem desse Genial piloto Brasileiro, O Momento mais bonito da corrida e do campeonato de 1987.

Boutsen também fica para trás na corrida fazendo uma parada muito longa cedendo seu 6ºlugar para o Francês Phillipe Streiff com a Tyrrell-Ford DFZ aspirado que também liderava a corrida dos aspirados. Mas logo depois de uma volta Streiff acabou perdendo a roda Traseira e dessa Forma sendo obrigado a abandonar a corrida, A Roda que soltou do carro de Streiff poderia ocasionar em um incidente mais grave, Mas por sorte nada aconteceu de ruim com ninguém, Uma pena foi pelo Streiff que fazia uma corrida muito boa. Sorte de Eddie Cheever que acabou assumindo o 6ºlugar na prova.

Mansell já não apresentava o mesmo desempenho seja por problema em seu carro ou por causa do desgaste físico e com isso Piquet e Prost chegavam em Mansell para lutarem pelo 2ºlugar, A liderança de Senna estava tranquila com 43 segundos sobre o vice-líder da corrida.
Classificação após 49 Voltas completadas: 1. Ayrton Senna, 2. Nigel Mansell, 3. Nelson Piquet, 4. Alain Prost, 5. Gerhard Berger, 6. Eddie Cheever.

A luta da corrida estava entre um Mansell com desempenho muito abaixo do esperado seja pelo carro ou por causa do desgaste dele contra Piquet que era companheiro de equipe (Ou digamos inimigo do Mansell) e de Prost.

Boutsen ainda buscava forças para tirar o 6ºposto de Cheever, Mas acabou a 11 voltas do final seus freios da sua Benetton dando problema e com isso o Belga deixou a corrida após figurar a maior parte do tempo nos pontos.

Já na volta de número 53 Nelson Piquet passou a Mansell e levou com ele o Francês Alain Prost que assumiu o 3ºlugar. Mansell já não via a hora de terminar a corrida, Mas antes disso na volta 56 Berger tomou a 4ªposição de Mansell, A Sorte do Leão é que Cheever estava bem longe. Pois se não fosse pela distância que estava entre os dois acabaria o Norte-Americano ainda com o 5ºlugar.

Senna só administrou sua enorme vantagem para os demais e dessa Forma levou a Lotus a Segunda vitória na temporada de 1987 com a Lotus-Honda, repetindo a vitória em 1986 quando Senna estava com a Lotus-Renault turbo, e Assumia pela primeira vez a liderança do campeonato de 1987, Nelson Piquet em 2ºlugar obtendo uma grande recuperação na corrida e uma ultrapassagem maravilhosa, Alain Prost em 3º numa corrida onde ele não figurou para lutar pela vitória, Mas Salvou alguns pontinhos para ficar a 2 pontos de Senna, Berger, Mansell que acabou tendo um resultado inapropriado a pilotagem que tele e Cheever que teve problemas de Pane Seca no final acabaram nos pontos.  Johansson que sofreu com problemas também na corrida, Danner, Patrese, Arnoux, Palmer e Fabre completaram a corrida.

Senna e Piquet formavam mais uma dobradinha brasileira na Formula 1. Para a Lotus essa vitória deixava a equipe mais viva do que nunca pela disputa do título. Mal Sabia a Lotus que essa seria a última vitória até o GP de Abu Dhabi de 2012 quando Kimi Raikkonen acabou com esse Hiato de 25 anos sem vitória da Lotus na Formula 1.

Resultado final do GP dos Estados Unidos de 1987

Fotos:

Vídeo da Corrida:

Créditos:
Fotos: Bestlap / Formel1mic
Vídeo: Youtube (Canal: Holger Eckert)
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas: GP da Inglaterra de 1988

Grid de Largada:

1 Gerhard Berger Ferrari 1’10.133
2 Michele Alboreto Ferrari 1’10.332
3 Ayrton Senna McLaren/Honda 1’10.616
4 Alain Prost McLaren/Honda 1’10.736
5 Mauricio Gugelmin March/Judd 1’11.745
6 Ivan Capelli March/Judd 1’12.006
7 Nelson Piquet Lotus/Honda 1’12.040
8 Alessandro Nannini Benetton/Ford 1’12.737
9 Derek Warwick Arrows/Megatron 1’12.843
10 Satoru Nakajima Lotus/Honda 1’12.862
11 Nigel Mansell Williams/Judd 1’12.885
12 Thierry Boutsen Benetton/Ford 1’12.960
13 Eddie Cheever Arrows/Megatron 1’12.984
14 Andrea de Cesaris Rial/Ford 1’13.438
15 Riccardo Patrese Williams/Judd 1’13.677
16 Philippe Streiff AGS/Ford 1’14.260
17 Jonathan Palmer Tyrrell/Ford 1’14.451
18 Luis Perez-Sala Minardi/Ford 1’14.643
19 Pierluigi Martini Minardi/Ford 1’14.732
20 Stefano Modena Euro Brun/Ford 1’14.888
21 Alex Caffi Dallara/Ford 1’14.924
22 Philippe Alliot Lola/Ford 1’14.992
23 Yannick Dalmas Lola/Ford 1’15.004
24 Julian Bailey Tyrrell/Ford 1’15.135
25 René Arnoux Ligier/Judd 1’15.374
26 Nicola Larini Osella 1’15.527

Não Se Classificaram para a corrida:

Oscar Larrauri Euro Brun/Ford 1’16.026
Piercarlo Ghinzani Zakspeed 1’16.043
Stefan Johansson Ligier/Judd 1’16.110
Bernd Schneider Zakspeed 1’18.010
Gabriele Tarquini Coloni/Ford 1’17.028

Na Chuva de Silverstone Senna ganha e chega as mesmas 4 vitórias de Prost em 1988

Silverstone marcava o final da primeira metade do campeonato, Prost liderava o campeonato com 4 vitórias e 3 segundos lugares totalizando 54 pontos e Senna com 3 Vitórias e 2 segundos estava em 2ºlugar com 39 pontos e a Mclaren sobrando na Turma com o incrível MP4-4 com o motor Turbo da Honda. Mas A pista inglesa guardava uma surpresa para a Mclaren que tinha feito todas as poles até aquele momento.

A Ferrari Marcou uma dobradinha com Berger fazendo a pole position e com Alboreto em 2ºlugar, Com Ayrton Senna em 3º e Alain Prost em 4º com as Mclarens, Mas isso se deve a potência da Ferrari que tinha um carro ruim, Mas um fortíssimo motor que contava muito numa pista como Silverstone. Depois vinham em 5ºMauricio Gugelmin que era o primeiro dos motores aspirados com a March-Judd que andava muito bem em Silverstone e Ivan Capelli em 6º companheiro de equipe de Gugelmin.

No dia da corrida chovia e a pista estava muito molhada, para Prost era um pesadelo a chuva e isso logo se confirmou na largada, Prost caiu muito enquanto Berger manteve o primeiro lugar, Alboreto manteve o segundo lugar e Senna manteve o terceiro lugar, Senna já na segunda para a terceira curva passou a Michele Alboreto e assumiu a 2ªposição e começou a buscar a Gerhard Berger. Enquanto Jonathan Palmer tinha problemas com a Tyrrell e nem largou direito. Enquanto isso Gugelmin estava em 4ºlugar e Capelli em 5º com a March-Judd.

Enquanto Senna Pressionava a Berger lutando pela ponta na corrida, Prost estava caindo para 11º e sem demostrar reação nenhuma. Palmer já ficava com retardatário para Berger e Senna na 2ªvolta. Classificação após 2 Voltas: 1. Berger (3:03.002) 2. Senna (a 1.050), 3. Alboreto (a 6.211), 4. Gugelmin (a 9.720), 5. Capelli (a 11.174), 6. Nannini (a 11.491).

Mas quem crescia na corrida eram a Benetton de Nannini e a Williams-Judd de Nigel Mansell o dono da casa, Prost estava já em 14ºlugar. Luis Perez Sala acabou abandonado na primeira volta por problemas na sua suspensão.

Berger na 4ªvolta conseguia abrir uma pequena diferença para Senna e Alboreto estava 11 segundos atrás de Senna, Nannini começava a buscar o 4ºlugar de Mauricio Gugelmin. Berger fez a melhor volta da corrida na volta 5 com 1:25.011 – Média 202.342 km/h – Mph 125.730

Alboreto estava em 3º mas perdendo terreno para Gugelmin e Nannini que tiravam a diferença de Alboreto que não parecia se entender com a Chuva, Enquanto isso Nannini pressionava a Gugelmin evidentemente com bem mais carro que o carro de Gugelmin. Classificação após 6 voltas: 1. Berger (8:45.055), 2. Senna (a 1.705), 3. Alboreto (a 19.289), 4. Gugelmin (a 23.367), 5. Nannini (a 23.571), 6. Mansell (a 25.797) com 7.Capelli, Piquet em 9º e Prost em 15ºlugar sem dúvida um dia bem ruim de Prost.
Mansell começava a chegar em Gugelmin e Nannini na luta pelo 4ºlugar e com Alboreto vendo mais e mais os 3 pilotos no seu retrovisor na luta pelo 3ºlugar que começava a se formar, Classificação após 8 voltas: 1. Berger (11:36.008), 2. Senna (a 1.559) 3. Alboreto (a 23.489), 4. Gugelmin (a 27.806), 5. Nannini (a 28.135), 6. Mansell (a 29.497).

Gugelmin continuava a manter de forma correta a 4ªposição. Enquanto Phillipe Streiff teve seu aerofólio quebrado, era final de batalha para o Francês da AGS. E Berger e Senna já pegavam os primeiros retardatários, De Cesaris com a Rial deixava a corrida com problema de Embreagem. Berger na 10ªvolta tinha uma vantagem de 1.885 segundos para Senna no meio dessa chuva toda.

Piquet e Boutsen passaram por Warwick e assumiram a 8ª e 9ªposições. Senna tentava a aproximação para Berger, Alboreto conseguia manter o 3ºlugar com Gugelmin perto dele com Nannini na cola do Brasileiro e um pouco mais atrás de Mansell.

Na 12ªVolta Senna colou de vez em Berger para tentar assumir a ponta da corrida o que era o que precisava para tirar 9 pontos de desvantagem sobre Alain Prost Mas Berger dava a resposta com 1:24.242 – Média de 204,189 – 126.877 Mph.

Mansell começava a abrir fogo para cima de Nannini que acabou tentando passar a Gugelmin tentou meter por dentro, mas sem espaço recuou. E na mesma 13ªVolta Senna passou Berger e assumiu a ponta da corrida, a corrida começava a pegar fogo, Com Gugelmin, Nannini e Mansell chegando em Alboreto na luta pelo 3ºlugar e Prost tomava 1 volta de Ayrton Senna mostrando que além de sua péssima capacidade na chuva um péssimo desempenho da sua Mclaren-Honda.

Senna começava a abrir uma distância se não confortável era pelo menos sustentável para liderar a corrida. Enquanto isso Gugelmin acabou perdendo posições para Nannini e Mansell, Jonathan Palmer acabou lento, lento com problemas de Motor Deixava a corrida com 14 voltas completadas. Senna conseguia manter a pequena vantagem sobre Berger na liderança da prova e já partia ele e Berger ir para colocar volta em Patrese.

Enquanto isso Prost estava bem longe de ser competitivo, apenas em 16ºlugar. Agora Alboreto estava sendo ameaçado por Nannini e Mansell na luta pelo 3ºlugar, lá na Frente Senna estava com pouca diferença na frente, Berger estava colado no Brasileiro, Gugelmin estava em 6ºlugar já poupando o equipamento, já que a March possuía o frágil motor Judd EV V8, Mesmo motor da Williams e da Ligier. Alboreto estava a absurdos 41.249 segundos atrás de Berger.
Classificação após 19 Voltas completadas: 1. Senna (27:17.424), 2. Berger (a 1.423), 3. Alboreto (a 42.672), 4. Nannini (a 43.132), 5. Mansell (a 43.751), 6. Gugelmin (a 48.155).

Na Volta 20 Triwhite entre Mansell, Alboreto e Nannini que acabou de dando mal nessa e rodando e perdendo a posição para Mansell e Gugelmin. Alboreto conseguiu se manter em 3º. Senna abria na volta 22 2.7 segundos para Berger que tentava tirar a invencibilidade da Mclaren de 7 corridas com o maravilhoso motor Honda e o Chassi MP4-4. Classificação após 21 Voltas: 1. Senna (30.07.468), 2. Berger (a 2.977), 3. Alboreto (a 46.556), 4. Mansell (a 47.425), 5. Nannini (a 53.111) e 6. Gugelmin (a 53.601) Nannini conseguiu recuperar a 5ªposição.

Na Volta 22 Mansell conseguiu passar Alboreto e assumir o 3ºlugar, fato louvável com a Williams-Judd de 1988 que não era um carro nada formidável, tão fraco que o Lotus-Honda T100 que era um desastre, mesmo com o motor Turbo. A pista começava a secar e já se formava um trilho e Senna começava a despachar vantagem sobre Berger, Diferença de 4.689 segundos , Mansell começava a abrir de Alboreto que tinha problemas em andar na chuva.

Classificação após 25 Voltas: 1. Senna (34.22.049), 2. Berger (a 4.689), 3. Mansell (a 52.280), 4. Alboreto (a 54.762), Nannini (a 55.358) e Gugelmin (a 1:00.875) com Capelli em 7º e Piquet em 8º.
Na Volta 25,Prost iria para os boxes, em 16ºlugar e com problemas de estabilidade em seu carro além da sua incapacidade em andar na chuva o Francês resolveu deixar o carro e abandonar a corrida, Deixando caminho livre para Senna tirar pontos de diferença no campeonato já que ele estava com 15 pontos na frente do Brasil. Foi o primeiro abandono de Prost na temporada.

Nannini assumiu o 4ºlugar de Alboreto e iria para cima de Mansell lutando pelo 3ºlugar, Mansell, Nannini e outros pilotos estavam pegando a parte de Fora para pegarem água, Nannini tinha um carro que rendia bem mais que o Mansell. A ultrapassagem foi inevitável na volta 28 Nannini assumia o 3ºlugar deixando Mansell o dono da casa em 4ºlugar. Nannini tinha os motores Ford Aspirado contra os Judd da Williams de Nigel Mansell. Senna e Berger estavam a mais de meia volta na frente de Nannini e Mansell.

Nelson Piquet conseguiu passar Capelli e assumiu o 7ºlugar e a classificação após 28 voltas era essa: 1. Senna (40:04.663), 2. Berger (a 7.406), 3. Nannini (a 54.672), 4. Mansell (a 55.182), 5. Alboreto (a 1:01.056), 6. Gugelmin (a 1:05.175), 7. Piquet, 8. Capelli, 9. Boutsen, 10. Warwick.

Nannini na volta 29 era o piloto com a volta mais rápida da prova com 1:24.176 – Média de 204.349 Km/h – 126.977 mph. Mas ao mesmo tempo que ele era bem rápido Nannini ainda pela inexperiência Nannini roda e perdeu posição para Mansell perdendo o 3ºlugar, Ainda conseguindo voltar na frente de Alboreto e de Gugelmin e na verdade Nannini deu muita sorte pois se desse algo errado ele iria ficar fora da corrida atolado na brita molhada. Gugelmin colava definitivamente em Alboreto na luta pelo 5ºlugar, evidente que Alboreto estava muito mal na corrida. Classificação após 31 Voltas: 1. Senna (44:20.496), 2. Berger (a 12.230), 3. Mansell (a 57.637), 4. Nannini (a 1:03.589), 5. Alboreto (a 1:06.436), 6. Gugelmin (a 1:07.252).

Os dois primeiros lugares pareciam consolidadas praticamente para Senna e Berger, Mas a corrida estava apenas em sua metade e a pista continuava a seca. Senna estava colocando uma volta em Boutsen e Piquet que disputavam a 7ªposição.

Gugelmin conseguiu ultrapassar Alboreto e assumir o 5ºlugar, O carro de Capelli, companheiro de Gugelmin estava com problemas no Alternador e tentou consertar isso com uma parada nos boxes. Boutsen tentava passar a Piquet na luta pelo 7ºlugar. Classificação após 34 Voltas completadas: 1. Senna (48:36.523), 2. Berger (a 15.819), 3. Mansell (a 57.754), 4. Nannini (a 1:06.888), 5. Gugelmin (a 1:09.790) e 6. Alboreto (1:13.625), 7. Piquet (a 1 Volta), 8. Boutsen (a 1 Volta).

Capelli na volta seguinte vai para os boxes e de lá não saiu mais e deixou a corrida. Senna continuava na frente mantendo uma boa vantagem sobre Berger que andando muito bem, e com grande vantagem para Mansell. Enquanto isso Alboreto tomava 1 volta sobre Senna, Sem ritmo de corrida e sendo vitima muito fácil de Piquet e Boutsen. Mas Boutsen estava com o seu motor parecendo apitar, fumaçando consideravelmente. Classificação após 37 Voltas: 1. Senna (a 52:52.228), 2. Berger (a 18.109), 3. Mansell (a 1:00.384), 4. Nannini (a 1:07.293), 5. Gugelmin (a 1:11.779), 6. Alboreto (a 1:23.715).

Mansell na volta 38 faria 1:24.072 a melhor volta da corrida – Média de 204.602 km/h – 127.134 Mph. Já estávamos chegando no terço final de corrida. Boutsen confirmou os sinais de motor fumando e deixou a corrida. A chuva começava a voltar na pista, E a expectativa mesmo com a chuva voltando poderia rolar uma parada nos boxes isso faria os boxes trabalharem nessa parte final, Mas a dúvida era colocar um pneu de pista seca ou de chuva?

Piquet conseguiu a ultrapassagem em cima de Alboreto e assumia a 6ªposição mesmo com as dificuldades da sua Lotus. Enquanto isso Nakajima e Warwick brigavam por lugares entre os 10 primeiros colocados. Berger tinha 32 segundos sobre Mansell , Só que Mansell começava a tirar muita vantagem sobre o Austriaco Gerhard Berger que estava tomando 3 segundos por volta de Mansell, e com isso a diferença caiu para 29 segundos restando 20 voltas para o final da corrida.

Berger começava a virar lento enquanto isso Mansell virava 1:23.815 na volta 44 estabelecendo a melhor volta da corrida passando dos 205 km/h (Média 205.230 Km/h – 127.524 mph) a diferença caia muito enquanto Senna estava jpa poupando o carro virando a 1:25, enquanto Mansell virava 1:24 e Berger 1:30.

A Ferrari estava se armando para os boxes quando Mansell baixava sua melhor volta para 1:23.736 (205.423 km/h – 127.644 Mph) e a vantagem sobre o Berger despencava muito mesmo. Os tempos de todos os pilotos iriam baixando, menos Berger que iria perdendo rendimento, Alboreto tenta uma cartada, ir para os boxes e voltar com os pneus de pista seca numa pista ainda em tese bastante molhada.

Berger tinha 8 segundos sobre Mansell, Em 10 voltas Berger perdeu mais ou menos 30 segundos de diferença. Senna era pressionado por Piquet que queria recuperar a volta sobre o Brasileiro na Mclaren e ao seu rival.

Berger era mais lento que a Osella de Nicola Larini e Mansell com 1:23.308 baixava a melhor volta da corrida 1:23.308 – Média de 206.479 Km/h – 128.300 Mph. Era questão de tempo para Mansell tomar o segundo lugar numa temporada em que o Leão estava sem se quer marcar pontos.

Na Volta 50 Mansell foi para cima de Berger foi bem para o lado quase indo para a grama e assumindo o 2ºlugar e já abrindo sobre Berger que agora precisa se preocupar com Nannini e Gugelmin que estavam perto para lutar por posições. Alboreto que tinha arriscado um pneu de chuva, Mas se deu muito mal pois a chuva voltou forte na corrida.

Classificação após 50 voltas completadas:
1. Senna (1:11.10,793), 2. Mansell (a 1:03.415), 3. Berger (a 1:05.728), 4. Nannini (a 1:11.798), 5. Gugelmin (a 1:16.265), 6. Piquet (a 1 Volta).

Senna tinha 1 minuto sobre Mansell, era só administrar que mesmo Mansell sendo o mais rápido da pista Senna tinha uma enorme distância para administrar nas voltas finais, já para Berger era enorme o sofrimento, ele perdia o 3ºlugar para Nannini, e com o desempenho pífio de Berger na parte final de prova ele poderia ficar bem para trás, E logo iria Gugelmin Chegar em Berger e a ultrapassagem era inevitável. Alboreto voltava para os boxes para colocar de novo os pneus de pista molhada. A ultrapassagem aconteceu na volta seguinte na volta 54 e Gugelmin estava em 4ºlugar, Berger era mais lento que todos os pilotos na pista. Senna permite a ultrapassagem de Piquet para recuperar a volta e logo Piquet iria passar a Berger, não tinha nada mais a fazer a Berger se não rezar para o carro melhorar, Mas os problemas são além dos pneus, Era problemas no motor do seu carro.

Senna começava a andar bem lento em 1:29. Mas assim mesmo Senna poderia virar esse tempo e levar a Mclaren a 8ªvitória seguida. Classificação após 55 voltas: 1. Senna (1:18.23.417), 2. Mansell (a 55.926), 3. Nannini (a 1:08.335), 4. Gugelmin (a 1:15.941), 5. Berger (a 1:23.027), 6. Piquet (a 1:26.182).

A voltas do final Piquet conseguiu a ultrapassagem sobre Berger que estava se arrastando na pista com a sua Ferrari, Mansell tentava de tudo para chegar em Senna, Mas mesmo assim nem era pelo forte desempenho do Leão, Mas pela enorme vantagem de Senna é que o Inglês não poderia fazer muita coisa a não ser ficar numa formidável 2ªposição com a Williams-Judd.

Classificação após 59 Voltas: 1. Senna (1:24.16.046), 2. Mansell (a 48.611), 3. Nannini (a 1:02.371), 4. Gugelmin (a 1:12.447), 5. Piquet (a 1:24.742), 6. Berger (a 1:26.490).

Senna ainda teve um susto no final da corrida, Era a briga pelo ponto final da corrida em que Berger, Warwick, Cheever e Patrese estavam disputando a posição e que acabou Warwick ganhando o último ponto e Berger acabou bem lento em 9ºlugar tomando passagem de Cheever e de Patrese. Enquanto Senna comemorava a sua 4ªvitória na temporada e se igualava as 4 vitórias de Prost no campeonato, Ficava 54 para Prost e 48 de Senna, Mansell depois de 3 vitórias seguidas na Inglaterra (Brands Hatch em 1985 e 1986 e Silverstone em 1987 conquistaria um resultado acima das expectativas pelo equipamento que ele tinha, com o 2ºlugar fez a festa da torcida, Corrida que marcou por uma corrida de chuva depois de quase 3 anos sem nenhuma chuva se quer, O primeiro pódio do Jovem Alessandro Nannini na formula 1 e os primeiros pontos da carreira de Mauricio Gugelmin, Piquet e Warwick completaram a zona de pontuação.

Resultado Final do GP da Inglaterra de 1988

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Corridas Históricas: GP da Itália de 1987

Grid de largada:

1 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’23.460
2 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’23.559
3 Gerhard Berger (Ferrari) 1’23.933
4 Ayrton Senna (Lotus/Honda) 1’24.907
5 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’24.946
6 Thierry Boutsen (Benetton/Ford) 1’25.004
7 Teo Fabi (Benetton/Ford) 1’25.020
8 Michele Alboreto (Ferrari) 1’25.247
9 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’25.525
10 Andrea de Cesaris (Brabham/BMW) 1’26.802
11 Stefan Johansson (McLaren/TAG) 1’27.031
12 Derek Warwick (Arrows/Megatron) 1’27.543
13 Eddie Cheever (Arrows/Megatron) 1’28.022
14 Satoru Nakajima (Lotus/Honda) 1’28.160
15 René Arnoux (Ligier/Megatron) 1’28.946
16 Christian Danner (Zakspeed) 1’29.465
17 Martin Brundle (Zakspeed) 1’29.725
18 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’29.738
19 Piercarlo Ghinzani (Ligier/Megatron) 1’29.898
20 Adrián Campos (Minardi/Motori Moderni) 1’30.782
21 Alex Caffi (Osella/Alfa Romeo) 1’31.029
22 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’33.028
23 Philippe Alliot (Lola/Ford) 1’33.170
24 Philippe Streiff (Tyrrell/Ford) 1’33.264
25 Ivan Capelli (March/Ford) 1’33.311
26 Franco Forini (Osella/Alfa Romeo) 1’33.816

Não Terminaram a corrida:

27 Nicola Larini (Coloni/Ford) 1’35.721
28 Pascal Fabre (AGS/Ford) 1’36.679

Piquet da aula de pilotagem e vence GP da Itália pelo segundo ano consecutivo.

A 11ªEtapa do Campeonato de 1987 estava com seus dois pilotos da Williams e Ayrton Senna com a Lotus disputando o título pau a pau, Todos eles tendo os poderosos motores Honda Turbo. Tanto é que as Williams dominaram os treinos sendo que Nelson Piquet marcou a pole position e em 2º o inglês Nigel Mansell, Depois vinha Gerhard Berger com a Ferrari que subiu muito de desempenho nessa parte do campeonato e ao seu lado o Brasileiro Ayrton Senna com a Lotus-Honda, na terceira Fila vinha Alain Prost com pouquíssimas chances de título com a Mclaren-Porsche e o Belga Thierry Boutsen de uma Benetton que melhorava a cada corrida também. A Se destacar que essa corrida foi a Estreia da Equipe Coloni a Formula 1, Eles não correram na sua estreia, ficaram a quase 2 segundos atrás de Franco Forini que foi o último que conseguiu vaga no Grid de largada.

Todos foram para a volta de apresentação, Mas quando iria ser dada a largada aconteceu um problema com o carro de Ricardo Patrese da equipe Brabham que foi fogo em seu carro isso decorrente de uma quebra, Resultado disso foi que a largada foi abortada e, portanto teria que ser dada uma nova volta de apresentação, Nova volta de apresentação foi dada, e Dessa vez a largada valeu de verdade. Na largada Piquet manteve a ponta com Mansell em Segundo e depois Berger, prost e Boutsen. Senna largava mal e caiu de 4º para o 6ºlugar, mas na terceira curva Boutsen passou Prost e assumiu o 4ºlugar da corrida. Após a primeira volta Piquet abriu muita distância da concorrência. Classificação: Piquet, Mansell, Berger, Boutsen, Pros, Senna, Alboreto, Johansson, Fabi, Patrese, De Cesaris, Warwick, Danner, Nakajima. Logo na segunda volta Berger tenta passar Mansell sem sucesso, mas aconteceu um enrosco entre os dois, os dois chegaram a um levantar a roda do outro e quem se aproveitou disso foi o Belga Thierry Boutsen que passava a ser o segundo colocado da corrida. No Replay Mostrou que Mansell escorregou na chicane e o Berger não teve tempo para evitar o Choque, Ambos continuam na corrida com Berger em 3º e Mansell em 4º.. Isso completando a 2ªVolta da corrida.

Classificação após 2 voltas:

1. Piquet 3:10.008
2. Boutsen a 2.130
3. Berger a 3.491
4. Mansell a 4.358
5. Prost a 4.589
6. Senna 5.025

Na 4ªvolta Nakajima quando tentava passar Danner acabou deixando o carro rodar, perdeu muito tempo com isso passando a ser o último colocado da corrida.

Na 5ªvolta o motor de Patrese abriu o Bico e ele teve de abandonar a corrida e como foi o dia de sorte para a Brabham na 7ªvolta Andrea de Cesaris com problemas de Suspensão abandonava a corrida deixando a Brabham fora da corrida, e na 10ªVolta Warwick deixava a corrida com problemas elétricos de sua Arrows. Classificação após 10 voltas: Piquet, Boutsen, Berger, Mansell, Senna, Alboreto, Johansson, Fabi e Prost que caiu muito na classificação da corrida e foi para os boxes na 11ªvolta confirmando que o seu carro não andava bem, tanto que a equipe demorou voltas para Francês voltar para a pista. Piquet enquanto isso pegava seus primeiro retardatários que usavam em sua maioria motores aspirados e tento é que tinham um campeonato só de pilotos e equipes com motores aspirados. Classificação após 12 voltas: Piquet, Boutsen, Berger, Mansell, Senna, Alboreto, Johansson, Fabi, Cheever, Danner, Brundle, Arnoux, Ghinzani, Nannini. Apesar de Piquet manter uma boa distância em cima de Boutsen, O Belga estava bem por perto para tentar pegar a liderança.

Prost voltava para a corrida Já o mesmo não se diga de corrida mesmo sabendo que não teria como ele vencer e nem marcar pontos, Mas o mesmo não pode se dizer de Alboreto que deixou a corrida com problemas com problemas de Turbo para a tristeza dos torcedores italianos. Enquanto isso a outra Ferrari iria sofrer a pressão de Nigel Mansell numa briga que valia o 3ºlugar. Com 14 voltas completadas a Classificação continuava a mesma: Piquet, Boutsen, Berger, Mansell, Senna e Johansson. Piquet estava lá na frente sem ser incomodado por ninguém, E Boutsen um pouco mais na Frente e depois Berger e Mansell lutando pelo 3ºlugar enquanto Senna em 5º ainda não tinha mostrado todos os seus trunfos na corrida, pois estava muito quieto, muito quieto mesmo parecendo que ele nem estava na corrida e Johansson em 6ºlugar de uma Mclaren que parecia ter o máximo que conseguia extrair dessa pista com um motor sem perspectiva de desenvolvimento.

Mansell conseguiu passar Berger e assumir a terceira posição, agora a classificação em 17 voltas tinha: Piquet, Boutsen, Mansell, Berger, Senna, Johansson, Fabi, Chevver, Danner, Brundle, Arnoux, Ghinzani, Nannini, Campos, Alliot, Streiff, Nakajima, Capelli, Palmer, Caffi e Prost. Na Briga dos motores aspirados o líder era P.Alliot com Streiff em segundo e Capelli em 3º.

Mansell já vinha para a Briga em cima de Boutsen que já buscava uma linha defensiva, mesmo com um motor muito inferior aos motores Honda Boutsen conseguiu se defender na reta dos boxes, mas na Segunda Chicane não foi mais possível se defender e com isso Mansell em 3 voltas passou de 4º para o 2ºlugar. Boutsen agora teria de aguentar os ataques de Berger e quem chegava para a briga era Ayrton Senna que estava começando a aparecer no retrovisor de Berger, Fabi e Johansson fizeram trocas de pneus.

Na volta 20 Mansell foi para os boxes fazer troca de pneus. Com isso Boutsen voltava a ser o Segundo com Berger e Senna por perto. Enquanto isso na Frente Piquet tranquilo em primeiro com uma grande vantagem para Boutsen que agora não tinha Berger no seu encalço, mas sim Ayrton Senna que estava pressionando ao Belga da Benetton e seu amigo pelo 2ºlugar, Berger caia para o 4ºlugar com Mansell em 5º sendo que dos 5 primeiros só Mansell trocou os pneus e teoricamente todos deveriam parar 1 vez.

Logo Senna assumia o Segundo lugar passando ao Belga Thierry Boutsen que foi para os boxes trocar seus pneus, com isso a classificação da corrida era a seguinte: com 23 voltas Piquet era o líder com Senna em 2º e Depois Mansell, Berger, Boutsen e Johansson os 6 primeiros colocados. Piquet e Senna não tinham parado para troca de pneus ; Mas Piquet no final da volta 24 foi para os boxes, com isso a liderança da corrida passava a ser de Ayrton Senna que tinha 10.721 segundos na frente do seu compatriota. Senna tinha 14.789 de diferença para Mansell, 23.889 para Boutsen, e 25.148 do Berger, já do Johansson era outro mundo, porque já estava em 51.067 a diferença do líder para o 6ºcolocado.

Mansell pressionava Piquet na briga do segundo lugar, numa briga que tava valendo o campeonato entre os 2 pilotos da Williams, enquanto Senna aproveitava disso e tentava abrir dos dois para tentar voltar na frente de ambos depois da sua parada, por enquanto ele não tinha tempo o bastante para tirar a ponta das Williams.

Ao Chegar ao Meio da corrida somente 5 carros deixaram o GP da Itália: Patrese, De Cesaris, Warwick, Alboreto e Caffi. E com 27 voltas Franco Forini e Eddie Cheever também abandonaram a corrida. Classificação após 32 voltas: Senna 48:14.161, Piquet a 6.354, Mansell a 12.626, Boutsen a 24.417, Berger a 25.650 e Johansson a 1:01.478. Com isso já começava a até arriscar dizer que Senna começou no começo da corrida a poupar seus pneus por que não queria fazer parada e até aquele momento estava dando tudo certo para ele.

Na Volta 33 Berger conseguiu a ultrapassagem em cima de Thierry Boutsen e assumia a 4ºposição. Restando 15 voltas para o final da corrida a liderança entre os pilotos de motor aspirado continuava sendo Phillipe Alliot com 2 voltas atrás do líder da corrida. E Chegando a 35 voltas Senna tinha sua vantagem ampliada para 6.620 segundos na frente de Nelson Piquet, Depois vinham Mansell a 20.446, Berger a 31.528, Boutsen a 32.637 e Johansson a 1:07.256. Parecia realmente que Senna escondeu o jogo e estava rendendo muito bem para correr a corrida inteira com o mesmo pneu e a tática parece ser sido acertada e ele estava a caminho de sua 3ªvitória no ano e de cada vez mais incomodar os pilotos da Williams que são os favoritos para o titulo de 1987. Enquanto isso Adrian Campos estava bem devagar encaminhando para os boxes para deixar a corrida, com problemas no seu motor Motori Moderni, A 13 voltas para o Final da corrida Alliot que tinha a liderança da corrida dos aspirados acabou rodando e deixando a corrida que ele tinha uma boa colocação levando em conta que Monza era uma pista de alta e ele tinha um motor pouco potente.

Piquet começava a tirar diferença dele para Senna, mas pouco para tentar a vitória, O Desempenho da Lotus-Honda de Ayrton era muito constante mesmo com os pneus velhos, Mas a 7 voltas do final Senna tentava passar Piercarlo Ghinzani para colocar a 2ª volta em cima do carro da Ligier, mas acaba saindo de traseira seu carro e acabou Senna saindo da pista e perdendo a liderança da corrida para Nelson Piquet, Senna ainda voltava a corrida em segundo, mas sem chances e sem pneus para recuperar a vitória em cima de Piquet, tanto é que na volta em que ele voltou da brita o carro soltou muita terra de seu carro. Classificação após 43 voltas: Piquet, Senna, Mansell, Berger, Boutsen e Johansson. Piquet tinha quase 8 segundos na frente de Senna.

Mansell também passou por um susto, ele teve de desviar de uma Tyrrell para não bater nela, acabou saindo do traçado da pista e indo para a grama, mas sem muito prejuízo em relação a sua posição que estava confortável. Quem perdia muito desempenho era Thierry Boutsen que estava muito lento nas voltas finais e com Stefan Johansson se aproximando dele para lugar pelo 5ºlugar. Martin Brundle abandonou a corrida na volta 43 com problemas de Câmbio.

Piquet só precisou levar seu Williams para a sua 3 vitória no ano de 1987 e abrir 14 pontos na Frente de Ayrton Senna que tinha uma vitória na mão, pelo que o carro rendeu no final da corrida, pois depois de acabar escapando da pista ele se aproximou rápido de Piquet e conseguiu chegar a apenas 1.806 segundos, Piquet tinha 20 pontos na frente de Mansell e 32 pontos na frente de Prost que com 5 corridas ainda para serem disputadas praticamente dava adeus ao Título. O pódio tinha Piquet, Senna e Mansell. Com Berger, Boutsen e Johansson completando os 6 primeiros colocados. Nannini parou a 2 voltas do final mas seu resultado foi computado por ter completado 90% da corrida. Entre os pilotos de motor aspirado Phillipe Streiff venceu com Capelli em 2º e Palmer em 3º.

Resultado do GP da Itália de 1987

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas: GP da Alemanha de 1992

Grid de Largada:

1 Nigel Mansell (Williams/Renault) 1’37.960
2 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’38.510
3 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’39.106
4 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’39.716
5 Jean Alesi (Ferrari) 1’40.959
6 Michael Schumacher (Benetton/Ford) 1’41.132
7 Erik Comas (Ligier/Renault) 1’41.945
8 Thierry Boutsen (Ligier/Renault) 1’42.112
9 Martin Brundle (Benetton/Ford) 1’42.136
10 Karl Wendlinger (March/Ilmor) 1’42.357
11 Johnny Herbert (Lotus/Ford) 1’42.645
12 Ivan Capelli (Ferrari) 1’42.748
13 Mika Häkkinen (Lotus/Ford) 1’42.749
14 Olivier Grouillard (Tyrrell/Ilmor) 1’42.797
15 Aguri Suzuki (Footwork/Mugen-Honda) 1’42.838
16 Ukyo Katayama (Venturi/Lamborghini) 1’43.079
17 Michele Alboreto (Footwork/Mugen-Honda) 1’43.171
18 Pierluigi Martini (Dallara/Ferrari) 1’43.556
19 Gabriele Tarquini (Fondmetal/Ford) 1’43.777
20 Andrea de Cesaris (Tyrrell/Ilmor) 1’43.790
21 J J Lehto (Dallara/Ferrari) 1’43.931
22 Paul Belmondo (March/Ilmor) 1’44.130
23 Mauricio Gugelmin (Jordan/Yamaha) 1’44.521
24 Alessandro Zanardi (Minardi/Lamborghini) 1’44.593
25 Bertrand Gachot (Venturi/Lamborghini) 1’44.596
26 Gianni Morbidelli (Minardi/Lamborghini) 1’44.762

Não Largaram para a corrida:

Stefano Modena (Jordan/Yamaha) 1’45.088
Eric van de Poele (Brabham/Judd) 1’45.098
Andrea Chiesa (Fondmetal/Ford) 1’45.459
Damon Hill (Brabham/Judd) 1’45.871
Roberto Moreno (Andrea Moda/Judd) 1’48.878

Mansell vence a 7ªCorrida na Temporada e fica a uma corrida do titulo.

Mais uma corrida totalmente favorável para as Williams com o seu fabuloso carro e o potentíssimo motor Renault, O fantástico circuito de Hockenhein, E a prova disso foi a pole de Mansell ter sido 1 segundo e 2 Décimos de Ayrton Senna que tinha o Mclaren-Honda que talvez, mas só talvez pudesse desafiar as Williams, Mas teria também um duro adversário que seriam as Benetton de Schumacher e Brundle. E Logo depois vinha a Ligier com o Forte motor Renault e as Ferrari que continuava a sua crise terrível. As outras equipes não tinham muitas chances na corrida.

Na Largada da corrida Patrese toma a ponta com Mansell em 2º, Mas logo na primeira reta Mansell retomou a ponta, com Senna e Berger em 3º e 4º. Uma ótima largada das Williams que acabaram por assegurar uma corrida segura tamanho era o seu desempenho. A Ótima Largada foram das Ferraris que pularam para a 7ª e 8ª colocações, superando inclusive as Ligier que tinham um motor melhor que os motores da Ferrari.

Enquanto as Wiliams disparavam na Frente, As Duas Mclaren e as Duas Benetton estavam lutando pelo 3ºlugar, Com Senna e Berger levando vantagem em cima de Schumacher e Brundle com as Benetton-Ford. Mansell Fazia a melhor volta da Corrida 1:45.206 (Média de 233,20 Km/h) na volta 2. Era a comprovação do Melhor carro com um dos melhores motores da Categoria que não deixava chance nenhuma para o resto, Zanardi com o Câmbio Quebrado e Suzuki com uma Rodada já tinham abandonado a corrida.

Classificação após 3 Voltas: Mansell 5:20.404, Patrese 2.508, Senna 6.442, Berger 7.344, Schumacher 7.896, Brundle 8.861.

Schumacher começava a apertar um pouco mais Berger na Briga pelo 4ºlugar, Já lá atrás Karl Wendlinger acaba rodando e depois disso indo para uma parada nos boxes com a Problemática March. e chegando a 5ª Volta Mansell continuava num ritmo feroz e abrindo cada vez mais dos seus adversários, tanto é que ele também abria muito de Patrese que era o 2ºcolocado. Já tinha 3.571 sobre seu companheiro de equipe, Além do Domínio da Williams Fw14, um domínio de Mansell sobre Patrese. Já na briga pelo 3ºlugar, Senna tinha um pouco de vantagem sobre Berger e Schumacher, Brundle começava a se afastar do Grupo, Mas nada que fizesse ficar em risco de Ficar sendo ameaçado pelas Ferrari e Ligier. que formavam um terceiro pelotão.

Classificação após 7 Voltas: Mansell 12:18.977, Patrese a 4.364, Senna a 10.997, Berger a 12.458, Schumacher a 13.072 e Brundle a 15.662. Senna começava a Fugir de Berger e Schumacher e Brundle ficava já mais distante. Mas Senna via sua vantagem subir 1 segundo por volta para a Williams. Ukyo Katayama acabou Rodando na volta 8 e abandonou a corrida, após até ter largada bem, em 16ºlugar. Também deixou a corrida Olivier Groillard, Mas no caso dele foi o motor que não agüentou. Mas lá na Frente Mansell estava tranquilo e sem preocupações além de acelerar o seu carro pelas longuíssimas retas de Hockenhein que pode ser chamado de um Semi circuito oval.

Após 10 Voltas de Corrida a Classificação era essa: Mansell 17:32.039, Patrese a 5.204, Senna a 13.356, Berger a 15.506, Schumacher a 15.924 e Brundle a 19.375, Nessa Altura Brundle já deixava a briga pelo 4ºlugar e Senna abria 2 segundos sobre Berger e Schumacher. E Continuava a Bela Briga entre a Mclaren de Berger e a Benetton de Schumacher que corria em casa e queria de qualquer jeito um grande Resultado para satisfazer sua torcida. Com um quarto de corrida completada, A Briga da Corrida era o 4ºlugar, por que Mansell disparava na Frente, Patrese em 2ºlugar sem nenhuma Reação para tentar atacar Mansell. E Brundle tinha se afastado muito de Berger e Schumacher e Senna já conseguia abrir uma distância segura sobre os dois postulantes que estavam em 4ºlugar.

Herbert com a Lotus fazia sua parada nos boxes, alias estaria alguém tentando fazer a corrida sem fazer troca nenhuma, era possível, Mas poderia ser improvável por que estava um tempo bom, e Sol em Hockenhein. na 12ª Volta Nigel Mansell fazia a melhor volta da Corrida, com 1:43.396, Média de 237,28 Km/h, Mansell continuava sobrando na corrida, Mas talvez o Ritmo alucinante do Inglês acabaria por fazer ele trocar seus pneus. Berger aos poucos também fugia de Schumacher e dessa Forma a corrida poderia se tornar muito monótona. Mansell teve que fazer sua parada nos boxes, em 8.11 segundos, Também Berger iria aos boxes, Mas a Mclaren acabou demorando demais 14.55 segundos.

Com isso Patrese era o líder da corrida com Senna em 2º e Mansell ainda voltou em 3º. Na Frente de Schumacher. Restando 30 Voltas para o Final da corrida a Classificação era Patrese, Senna, Mansell e Schumacher. Berger voltava aos boxes, E logo se percebeu que não estava só para realizar outra troca nos boxes, Mas Berger estava com problemas e teria que ir para a garagem pra ver se ainda o recolocariam na corrida. Patrese tinha 8.210 Segundos na frente de Senna que era o Segundo lugar E Mansell vinha atrás de Senna e tirando volta a volta para lutar pelo Segundo Lugar da Corrida. Iria ser uma briga intensa valendo inclusive até quem sabe a vitória, por que já ficava bem claro que Senna não queria perder a chance de vencer, e se fosse preciso se arriscar a não parar para trocar os pneus, ele faria isso.

Porem, Ele precisava Segurar mais de 20 voltas a Mansell, seria fantástico se isso acontecesse. Mansell colocaria meio carro na frente de Senna, Mas Senna fica com a Vantagem na chicane, Na segunda Chicane Senna faz Mansell errar e passar reto na chicane, Mas dai na 3ªreta Mansell passa Senna e assumia a ponta da corrida, Já que Patrese foi para os Boxes trocar os pneus e voltava em 4º Lugar, Atrás de Mansell, Senna e Schumacher, Esses dois últimos sem terem feito parada nos boxes.

Senna Agora em segundo lugar tinha uma boa vantagem em cima de Schumacher e Patrese que já iriam a poucos instantes brigarem pelo 3ºlugar. Wendlinger fazia a sua segunda parada nos boxes. Capelli iria aos boxes, Mas não para trocar os pneus, ele estava abandonando a corrida, na Volta 20, Berger vai para os boxes pela Terceira vez e dessa vez definitivamente deixava a corrida, já estava com 3 Voltas de Atraso, Hakkinen na mesma volta 20 deixava a corrida, com problemas de motor, o mesmo problema de motor aconteceu com Ivan Capelli. Com 20 voltas de Corrida ainda por serem realizada, tinha 19 carros na pista, um número bastante alto de carros, pela tendência da pista ser de alta e os motores sofrerem. é até estavam sofrendo, 3 motores quebraram.

Schumacher teria agora a pressão de Patrese na luta pelo 3ºlugar. Herbert também parava com problemas de motor, A Lotus assim abandonava a corrida, uma corrida de onde eles não andaram entre os 10 primeiros nunca. Patrese colocava o carro por dentro de Schumacher, O Alemão de defendia com muita garra e ambos perdiam um pouco de tempo com os retardatários, isso fazia Senna abrir distância ou pelo menos administrar ela com segurança. Mas Senna sabia que se Patrese passasse Schumacher não seria um final de corrida fácil para manter o 2ºlugar e uma remota chance de Campeonato.

Classificação após 25 Voltas: Mansell 43:48.482, Senna a 9.439, Schumacher a 12.680, Patrese a 12.931, Brundle a 22.121 e Alesi a 41.508. Na Volta 27 Schumacher conseguiu colocar um retardatário sobre Patrese em uma chicane, isso fez ele ganhar um fôlego de algumas curvas sobre a Williams-Renault de Patrese Mas já não se tinha retardatário maus na frente dos dois, então para segurar o pódio agora era segurar no braço e no talento do Jovem alemão. Enquanto Mansell tinha uma vida tranquila na volta 28, Senna tinha pelo menos 5 retardatários para ultrapassar, um exercito praticamente, Apesar da pista ser fácil de passar.

Patrese aperta de Todo o jeito Schumacher que se defende com muita valentia a sua 3ªposição em casa. Enquanto isso Senna abria 3.7 segundos dos dois ficando um pouco mais tranquilo no 2ºlugar. A corrida chegava a Volta 30 e Continuava Schumacher e Patrese se pegando pelo 3ºlugar, Mas o Veterano recordista de corridas naquela época estava vendo o quanto era duro e complicado passar o jovem alemão com o carro verde e amarelo da Benetton e Vinha dois carros da Dallara para Schumacher e Patrese passar, Patrese tenta passar Schumacher, Mas não consegue de novo por que Schumi deu o lado de fora para o Italiano. Classificação após 30 Voltas: Mansell 52:24.799, Senna a 14.289, Schumacher a 17.889, Patrese a 18.249, Brundle a 30.348, Alesi a 52.531.

Mais uma vez Schumacher levava vantagem sobre Patrese nos retardatários, Deixou que Martini ficasse na Frente de Patrese por uma curva. Mas Lehto não colaborou com o Alemão e Patrese tentou por duas vezes passar Schumacher, por muito pouco Schumacher conseguiu se manter na Frente, e ambos caminhavam para a 33ªVolta a briga durava já quase 10 voltas. Patrese tentou passar Schumacher de novo e quando tentava se defender Schumacher escorregou, foi o bastante para Patrese passar e assumir o 3ºlugar.

Schumacher estava sem pneus para tentar uma reação. Agora Senna teria uma vantagem, mas não o bastante para não ter o perigo de perder o segundo lugar, pois o piloto da Williams vinha com tudo para tentar passar o Brasileiro, e com o carro que tinha evaporar uns 7 segundos de vantagem em 11 voltas não séria nada demais. Schumacher já estava bem longe de Patrese, e na Frente Mansell estava já tranquilo para vencer de novo. Com 34 Voltas Completadas a Classificação era essa: Mansell 59:20.058, Senna a 14.338, Patrese a 20.544, Schumacher a 25.755, Brundle a 33.549, Alesi a 58.168.

a 20 Voltas do Final Andrea de Cesaris deixava a corrida com problemas de motor, e na volta 34 Tarquini quebrou o seu motor da Ford e deixou também a corrida, Deixando 16 pontos ainda na corrida. Patrese fazia a melhor volta da corrida: 1:41.989 com 240 km de Média Horária. Senna dava volta no 9ºcolocado na corrida, Michele Alboreto Apenas Mansell, Senna, Patrese, Schumacher, Brundle, Alesi, Comas e Boutsen estavam na mesma volta do Líder. Senna tinha só 2.822 Segundos na Frente de Patrese, Restando poucas voltas para o Final de uma coisa teríamos certeza, que Patrese queria o segundo lugar e Senna queria mais que tudo manter o Segundo lugar. Quer dizer, uma grande briga pelo 2ºlugar, pois Mansell estava na frente, só uma quebra ou atrapalhada do Inglês para ele perder essa vitória.

Patrese começava o ataque restando 7 Voltas para o final da corrida, Patrese tentou perto da terceira chicane da Pista, Chegou a colocar o carro na preferência da Curva, só que Senna foi pra cima e Manteve-se em 2º, Era brutal o ataque do Italiano e sua Maquina dos Sonhos a Williams FW14. Restando 5 Voltas para o Final todos estavam de olho na briga pelo segundo lugar Patrese deu uma fritada nos seus pneus isso fez Senna respirar um pouco. Classificação após 40 Voltas: Mansell, Senna, Patrese, Schumacher, Brundle, Alesi. Mansell não estava mais mandando ver nas voltas, ele já estava administrando as últimas voltas. Senna e Patrese estavam numa briga feroz, Restando 3 Voltas para o Final Patrese vinha com tudo e a muito tempo a zebra e parte da Brita era pista para o italiano,

Patrese continuava sua pressão, Foram duas voltas muito longas, até que na curva do Estádio na volta final Patrese se afoba e acaba rodando e perdendo a chance de ser pelo menos um 3ºlugar. Senna mostrava por que ele era tão difícil ganhar posição sobre ele.

Mansell não teve problemas para vencer a 7ªcorrida do ano e ficar muito, mas muito perto mesmo do Titulo, Senna que tinha uma perspectiva de apenas um terceiro lugar ficou em 2º e Schumacher para a Alegria da Torcida local chegava em 3ºLugar. Brundle em 4º, Alesi em 5º e Comas com a Ligier em 6º terminando com o último ponto da corrida, Patrese ainda chegou em 8ºlugar, Além desses chegou atrás de Thierry Boutsen que ficou em 7ºlugar. 16 pilotos terminaram a corrida, Mas a corrida teve um número alto de motores Quebrados, 6 Motores quebrados.

GP da Alemanha de 1992 – Resultado Final

Fotos:

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Especial : Nigel Mansell World Championship

O Jogo Nigel Mansell World Champioship criado no ano de 1992 é um dos jogos mais desafiadores para qualquer jogador.

O Williams-Renault de 1992 de Nigel Mansell sera o Seu carro onde em 16 etapas do campeonato de 1992 você terá que disputar com 11 outros adversários rumo ao título do campeonato.

1. Race Circuit

Você vai escolher disputar em uma das 16 pistas do mundial de Formula 1 da temporada de 1992.

Veja as pistas do Campeonato:

Veja as Informações técnicas das pistas, Número de voltas, Distância de cada volta e a Distância da corrida em Km e em Milhas também:

2. Full Season

Esse é o modo completo do Campeonato aonde você tera de disputar com os 12 melhores pilotos do Mundo em 16 circuitos do mundo inteiro o Título do mundial de Formula 1 de 1992

Lista de Pilotos e Equipes:

Em algumas edições é Senna que aparece no lugar de Berger.
Em algumas edições é Senna que aparece no lugar de Berger.

Vídeos do jogo:

Jogo no Arcade:

jogo no Simulation:

3. Control (Controle)

Aqui você Decide como você quer as teclas para acerelar, freiar, virar as curvas, da forma que você vai achar melhor.

São 4 opções:

Opção 1

Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)006   Opção 2

Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)007

Opção 3

Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)008

Opção 4

Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)009

4.Name (Nome)

Aqui você coloca o seu nome e o país que você representa:

Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)010 Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)0115. Mansell’s Advice

Aqui você aprendera a pilotar o carro de maneira correta, você escolhe a pista aonde você vai correr e o acerto do carro, depois disso você tem que seguir exatamente tudo que a tela mostrar quando for fazer a curva deve se atingir certa velocidade, A Baixa velocidade ou uma velocidade Acima do Ideal fazem você perder pontos de eficiência.

Nessa parte do jogo você avalia 3 quesitos

Velocidade
Controle do Carro
Freiada
A Média desses três quesitos vai ser sua avaliação, um boa volta tem que necessariamente ser avaliada em 90%

6. Driving Practice (Prática do piloto)

Nesse estágio do jogo você pratica numa pista desconhecida e anda em 4 velocidade e você tem 4 tempos para você atingir

Volta Limite Velocidade
Volta 1 03:00:00 213 Km/h
Volta 2 02:00:00 266 km/h
Volta 3 01:48:00 320 Km/h
Volta 4 01:30:00 382 km/h

Vídeo do Driving Practice:

7. Password

Nesse item, você coloca um código de 18 letras para você continuar um jogo que você parou, Uma dica o Código nunca vai usar vogais (A,E,I,O,U)

se a senha for correta ela te leva para o jogo no momento em que você parou.

Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)012 Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)0138. Option (opções)

Aqui você escolhe opções de jogo se você quer o jogo simulado ou Arcade, se você quer o leitor de velocidade seja em Kilometros ou em Milhas
e se você quer eleitos de música para quando você esta correndo ou não, E também você pode ouvir as músicas que toca no jogo e os hinos dos
paises que você pode representar no jogo.

Nigel Mansell's World Championship Racing (E) (V1.1)075 Nigel Mansell's World Championship Racing (E) (V1.1)071 Nigel Mansell's World Championship Racing (E) (V1.1)072 Nigel Mansell's World Championship Racing (E) (V1.1)073 Nigel Mansell's World Championship Racing (E) (V1.1)074Músicas do jogo:

Download do jogo

E agora divirta-se!

Nigel Mansell's F-1 Challenge (J)015

Patrocínio:
planatina_projeto_gif