Corridas Históricas – GP da Austrália de 2010

Era a segunda corrida da década de 2010 da Formula 1 em Albert Park na Austrália que pela 2ªVez desde de 1996 a prova não abriu o ano, A disputa do treino de Classificação seria disputada sobre um tempo nublado e frio de 24 Graus o que não é normal em Melborne.

Vitantonio Liuzzi e Adrian Sutil foram os primeiros a entrarem no Q1 o que não seria problemas para o time indiano que tinha começado bem a temporada, Logo todos os pilotos foram para os treinos para garantirem o tempo para passar para o Q2, Teoricamente nessa classificação se nada desse errado seria uma disputa entre Red Bull e Ferrari pela vitória com Mclaren e Mercedes um pouco mais atrás sobrando o 9º e 10º para os outros times disputarem. Lá Atrás com as novas equipes a Lotus que concluiu a corrida com seus dois carros no Bahrein estava na frente da Virgin e da Hispania que estavam mais atrás da Lotus.

Nos primeiros minutos de Treino a Red Bull mostrava a sua Força com Mark Webber fazendo o melhor tempo com 1:25.951 na primeira volta, 20 segundos depois Fernando Alonso (Que ganhou o GP do Bahrein da temporada de 2010) com a Ferrari respondeu com 1:25.522, Felipe Massa a menos de 13 minutos do final fez 1:26.444 tomando 7 décimos do Fernando Alonso (O que seria uma tendência do final de Semana inteiro) .

Rubens Barrichello que tinha feito uma boa exibição no Bahrein colocou o 4ºtempo a 11 minutos e meio do final, Webber a 11 minutos e 10 segundos com 1:25.286 voltando a primeira posição e 15 segundos depois Alonso com 1:25.082 em um confronto direto com o piloto da Red Bull. Jenson Button a 10 minutos do final do Q1 fez o terceiro tempo a quase 4 décimos de Alonso o que mostrava a Mclaren estava 1 a 2 passos atrás mas era perigosa e poderia disputar a vitória.

Dai Vettel resolveu acabar com a Brincadeira fazendo 1:24.774 com o melhor tempo . Eliminados até aquele momento eram: Buemi, Kovalainen, Trulli, Glock, Chandhok, Di Grassi, Senna, De La Rosa na bolha melhorou um pouco seu tempo subindo uma posição para o 16ºlugar. Segundos depois Button e Hamilton subiram para o 2º e 3ºlugares.

Classificação a 7 minutos do final do Q1:

Vettel – Button – Hamilton – Alonso – Webber – Rosberg – Schumacher – Barrichello – Sutil – Hulkenberg – Kubica – Kobayashi – Liuzzi – Massa – Alguersuari – De la Rosa – Petrov são os classificados para o Q2.

Felipe Massa estava em situação complicada na 14ªposição a 7 minutos do final, e foi para a pista para tentar uma volta rápida para melhorar o tempo e garantir lugar na próxima etapa da Classificação, Enquanto isso Barrichello Reclamava da pouca atenção do time quando ele queria entrar na pista para aproveitar quando não tinha transito nenhum.

Massa concluiu sua volta na 7ªposição com 1:25.435, Mas o problema é que Alonso estava com mais de 5 décimos do Alonso que estava em 4ºlugar. Já Bruno Senna estava lutando para fazer o melhor tempo possível conseguindo 1:30.924 a mais de 6 segundos do ponteiro  enquanto que Lucas di Grassi com um carro da Virgin fez 1:30.295 com 5 segundos mais lento que os ponteiros, Já A Lotus com Kovalainen com 1:29.133 e Trulli com 1:28.880 estava em melhor estágio das novas equipes. Ainda assim estavam a 4 segundos dos lideres.

Acabaram eliminados na primeira parte do treino os pilotos da Hispania, da Virgin, da Lotus e Vitaly Petrov que acabou escapando em uma curva no que custou tempo que foi o bastante para não permitir a classificação do Q2

Resultado do Q1:

1. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1:24.774
2. Nico Rosberg (Mercedes) 1:24.788
3. Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:24.897
4. Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) 1:25.046
5. Fernando Alonso (Ferrari) 1:25.082
6. Mark Webber (Red Bull-Renault) 1:25.286
7. Michael Schumacher (Mercedes) 1:25.351
8. Adrian Sutil (Force India-Mercedes) 1:25.504
9. Felipe Massa (Ferrari) 1:25.548
10. Robert Kubica (Renault) 1:25.588
11. Rubens Barrichello (Williams-Cosworth) 1:25.702
12. Nico Hulkenberg (Williams-Cosworth) 1:25.866
13. Sebastian Buemi (Toro Rosso-Ferrari) 1:26.061
14. Pedro de la Rosa (Sauber-Ferrari) 1:26.089
15. Jaime Alguersuari (Toro Rosso-Ferrari) 1:26.095
16. Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes) 1:26.170
17. Kamui Kobayashi (Sauber-Ferrari) 1:26.251
18. Vitaly Petrov (Renault) 1:26.471
19. Heikki Kovalainen (Lotus-Cosworth) 1:28.797
20. Jarno Trulli (Lotus-Cosworth) 1:29.111
21. Timo Glock (Virgin-Cosworth) 1:29.592
22. Lucas di Grassi (Virgin-Cosworth) 1:30.185
23. Bruno Senna (HRT-Cosworth) 1:30.526
24. Karun Chandhok (HRT-Cosworth) 1:30.613

Na Segunda parte do Treino eram 17 pilotos para 10 vagas e nem os times grandes poderiam brincar em 15 minutos ou algum carro ficaria de Fora do Q3, Um dos carros da Force India e Mark Webber foram os primeiros a entrarem para fazerem seus tempos, O piloto da casa estava disposto a fazer a pole position fazendo 1:24.747 na sua primeira volta na segunda fase da Classificação, Segundos depois Alonso tomou a primeira posição com 1:24.459, Rosberg com 1:25.246 fez o 4ºtempo.

Logo os pilotos fizeram uma volta rápida com exceção de Alguersuari e de De la Rosa. A disputa estava frenética principalmente entre Alonso com a Ferrari e Webber com a Red Bull, A 9 minutos do Final Buemi, Kobayashi, Hulkenberg, Hamilton, Sutil, Alguersuari e De La Rosa estavam eliminados se o treino terminasse naquele momento.

Robert Kubica brigava com o carro da Renault para entrar entre os 10 primeiros e garantir um lugar na fase final do Treino, Enquanto que Button estava fazendo o 3ºlugar o Hamilton estava em 17º a 6 minutos do final do Treino e por isso ele foi para a pista buscar o tempo para passar para a fase final do treinamento e parecia conseguir colocando 3 décimos mais rápido na primeira parcial do que o 10ºlugar e 4 décimos na segunda parcial. Terminou a volta com 1:25.251 na 7ªposição o que parecia suficiente para ficar entre os 10.

Mas dai todo mundo foi para melhorar o seu tempo na parte final a 2 minutos do final, Rubens Barrichello andando muito no começo de campeonato com a Williams, Kubica, Sutil e Schumacher tiraram o Hamilton dos 10 primeiros colocados e o pânico acabou aumentando com o tempo de 1:25.184, Em sua volta final Hamilton tirou o pé e ficou de fora do Q3.

Os eliminados além do Hamilton foram Buemi com um bom desempenho com a Toro Rosso, Liuzzi, De la Rosa, Hulkenberg, Kobayashi (Apesar de quase ter perdido o controle do seu carro da Sauber) e Alguersuari.

Resultado do Q2:

1. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1:24.096
2. Mark Webber (Red Bull-Renault) 1:24.276
3. Fernando Alonso (Ferrari) 1:24.335
4. Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:24.531
5. Nico Rosberg (Mercedes) 1:24.788
6. Felipe Massa (Ferrari) 1:25.010
7. Michael Schumacher (Mercedes) 1:24.871
8. Adrian Sutil (Force India-Mercedes) 1:25.046
9. Rubens Barrichello (Williams-Cosworth) 1:25.085
10. Robert Kubica (Renault) 1:25.122
11. Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) 1:25.184
12. Sebastian Buemi (Toro Rosso-Ferrari) 1:25.638
13. Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes) 1:25.743
14. Pedro de la Rosa (Sauber-Ferrari) 1:25.747
15. Nico Hulkenberg (Williams-Cosworth) 1:25.748
16. Kamui Kobayashi (Sauber-Ferrari) 1:25.777
17. Jaime Alguersuari (Toro Rosso-Ferrari) 1:26.089

Nos 10 minutos finais a pole seria decidida e era muito provável que ela seria da Red Bull que tinha o carro do começo da temporada apesar do carro da Ferrari que estava na cola do time dos energéticos. Mclaren apesar de falarem que estariam fortes ainda estavam um pouco atrás dessa disputa como a Mercedes que via Rosberg dando uma Surra em Schumacher que estava fazendo a segunda corrida da sua volta a Formula 1. Com Mark Webber, Fernando Alonso e Michael Schumacher o Q3 começa.

Alonso e Webber disputavam a pole em um duelo direto, Nesse duelo levou a melhor Webber com 1:24.035 contra o Alonso com 1:24.604. Mas veio Sebastian Vettel e colocou o tempo para baixo fazendo 1:23.919 a 6 minutos do final. Alonso melhorou o seu melhor tempo com 1:24.245, Enquanto isso Rosberg ao tentar melhor seu tempo acabou passando por cima da grama e quase rodou na metade da volta. Classificação do Q3 era Vettel – Webber – Alonso – Rosberg – Button – Schumacher – Barrichello – Massa – Kubica – Sutil

Com 4 minutos do final os ponteiros com exceção de Jenson Button (que melhorou seu tempo para 1:24.695) foram para os boxes para uma última tentativa no final. Felipe Massa foi para a pista tentar melhor seu tempo, Fez uma boa primeira parcial, Mas o resto das parciais o Brasileiro fez 1:24.837 virando mais de 6 décimos mais lento que Fernando Alonso o que foi o drama o final de semana inteiro e ele aumento esse drama com a melhora do tempo do Alonso para 1:24.111 enquanto que Webber não consegue melhorar o tempo e com isso Vettel já comemorava a pole position e levando o carro para casa conquistando a segunda pole position. (Ainda vira um último tempo com 1:24.222)

A Red Bull dominava a 1ªfila com Vettel e Webber, Alonso na segunda fila com Jenson Button em 4º com a Melhor Mclaren no grid na frente de Felipe Massa com os seus 7 décimos acima do Fernando Alonso largando em 5º. Completando o Grid Rosberg e Schumacher com as Mercedes seguido de Rubens Barrichello que foi o melhor do segundo Grupo com a Williams e completando os 10 primeiros colocados Robert Kubica e Adrian Sutil.

Frase do Vettel depois de conquistar a pole foi essa:  “Vamos mostrar a Eles!”

Grid de Largada:

1. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault) 1:23.919
2. Mark Webber (Red Bull-Renault) 1:24.035
3. Fernando Alonso (Ferrari) 1:24.111
4. Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:24.675
5. Felipe Massa (Ferrari) 1:24.837
6. Nico Rosberg (Mercedes) 1:24.884
7. Michael Schumacher (Mercedes) 1:24.927
8. Rubens Barrichello (Williams-Cosworth) 1:25.217
9. Robert Kubica (Renault) 1:25.372
10. Adrian Sutil (Force India-Mercedes) 1:26.036
11. Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) 1:25.184
12. Sebastian Buemi (Toro Rosso-Ferrari) 1:25.638
13. Vitantonio Liuzzi (Force India-Mercedes) 1:25.743
14. Pedro de la Rosa (Sauber-Ferrari) 1:25.747
15. Nico Hulkenberg (Williams-Cosworth) 1:25.748
16. Kamui Kobayashi (Sauber-Ferrari)1:25.777
17. Jaime Alguersuari (Toro Rosso-Ferrari) 1:26.089
18. Vitaly Petrov (Renault) 1:26.471
19. Heikki Kovalainen (Lotus-Cosworth) 1:28.797
20. Jarno Trulli (Lotus-Cosworth) 1:29.111
21. Timo Glock (Virgin-Cosworth) 1:29.592
22. Lucas di Grassi (Virgin-Cosworth) 1:30.185
23. Bruno Senna (HRT-Cosworth) 1:30.526
24. Karun Chandhok (HRT-Cosworth) 1:30.613

No dia da corrida da Austrália, sobre um tempo encoberto, vento, Chovendo e com pista levemente molhada. Isso era o bastante para os pilotos colocarem os pneus de chuva leve (Intermediários), Isso tornaria a prova imprevisível para todos os pilotos. O Favoritismo dos carros da Red Bull projetados por Adrian Nemey não mais tão garantida do que antes.

Vale falar o hino Nacional Australiano cantado por uma cantora e várias crianças como se fosse um Coral, Uma das coisas mais bonitas que vi em preparativos de corrida nessa última década.

Os pilotos da Virgin iriam largar dos boxes, Trulli com o carro desmontado não iria largar. Já todos os outros pilotos iriam largar do Grid de largada, Por sinal uma largada confusa demais:

Massa larga muitíssimo bem pulando do 5º para o segundo lugar. A Confusão ficou com Button que acabou tocando em Alonso que tocou Schumacher, O espanhol rodou praticamente caindo para o último lugar. Schumacher teve seu bico danificado e Button estava com o carro intacto, Mas não foi por isso que o Safety Car entrou na pista. Ele acabou entrando no acidente na 6ªCurva. Kobayashi perdeu o bico de maneira estranha e acabou sem rumo dando batida no muro interno e atingido quase que em cheio Nico Hulkenberg com a Williams e Sebastian Buemi com a Toro Rosso.

O Safety Car foi acionado, Schumacher aproveitando isso, Foi para os boxes para troca de pneus e troca do bico dianteiro. Vettel continuava na liderança com Massa em 2º, Webber em 3º, Kubica em 4º, Rosberg, Button, Hamilton, Sutil, Barrichello e Petrov (que largou do 18ºlugar para o 10ºlugar, Ganhando 8 posições) eram os 10 primeiros colocados. Bruno Senna com o horrível carro da Hispania ele subiu para o 14ºlugar, Já Alonso vinha em 18ºlugar e Michael Schumacher em 20ºlugar.

Relargada na 5ªVolta, Aproveitando a escapada do Australiano, Kubica foi para cima de Webber em uma ótima relargada, E faltou pouco para conseguir concretizar essa ultrapassagem em cima do Australiano por fora. Enquanto isso Schumacher e Alonso buscavam a recuperação.

Na 6ªVolta, Hamilton colocou por dentro de Button e ganhou o 6ºlugar. Curvas depois Webber recuperou o 2ºlugar de Felipe Massa, Que ficou para Kubica, Rosberg, Hamilton e Button que acabou indo para o boxes. Era o primeiro a arriscar pneus de pista seca, Na curva 3 após a volta ele acaba indo para a zebra. Será que era cedo demais para o inglês??? Parecia que sim!

Enquanto isso Schumacher ganhava o 14ºlugar de Heikki Kovalainen e Alonso já ultrapassava a Adrian Sutil da Force India, Ganhando o 12ºlugar.

Na 9ªVolta: Massa, Kubica, Rosberg, Hamilton, Barrichello e outros pilotos foram para os boxes. Após as paradas, Quem se deu bem foi Robert Kubica e Nico Rosberg que ganharam posição de Felipe Massa. Vettel, Webber, Liuzzi, Alguersuari, Sutil e Glock não fizeram a parada nessa volta.

Button ataca Kubica e acabou conseguindo a ultrapassagen no terço final do circuito, Vettel para na volta 10. Deixando Webber, Sutil nas 2 primeiras posições sem trocarem os pneus. Antes dessas paradas acabou o Russo Vitaly Petrov que vinha em uma posição razoável rodando na curva 3 e deixando a prova.

Finalmente Webber faz a parada na 11ªVolta, Após a saída o Australiano acabou escapando e perdendo posição para Kubica, Rosberg e Massa e caiu para o 6ºlugar logo a frente de Hamilton que ganhou o 7ºlugar de Rubens Barrichellocom o Williams que sobrou na prova. A Classificação após 12 Voltas era: Vettel – Button (1.040) – Kubica (2.894) – Rosberg (3.551) – Massa (7.385) – Webber (10.101) – Hamilton (10.478) – Barrichello (11.546) – De la Rosa (14.443) – Alonso (14.817) – Liuzzi (18.734) – Alguersuari (19.976) – Michael Schumacher (21.029) – Kovalainen (38.528) – Glock (44.834) – Chandhok (53.796) – Di Grassi (1:01.991) Os outros abandonaram.

Alonso vai para cima de De la Rosa, E na volta 13 o Espanhol vai para o 9ºlugar em uma incrível recuperação do Principe das Asturias. Enquanto isso Vettel dava um passeio no Albert Park, Com vantagem boa para Button com a Mclaren que vinha no ataque com Hamilton atacando Webber. Alonso passava Barrichello e subia para o 8ºlugar.

Já o outro piloto da Ferrari, O brasileiro Felipe Massa vinha pressionado pelo Webber que trazia com ele Hamilton, No Começo da 16ª Volta: Webber e Hamilton passam de uma vez Felipe Massa … Porém duas curvas depois Hamilton com muita foi para cima de Webber que acabou se atrapalhando e perdendo a curva, Hamilton acabou tendo que tirar o pé.  Resultado da história foi que o piloto Brasileiro do carro vermelhinho recuperou essas duas posições. E Webber ficou para atrás do Alonso no 8ºlugar.

Vettel já abria 3 segundos e 1 décimo de frente para Button. Enquanto isso, O Indiano Karun Chandhok passa pela brita, Fazia o que era possível para manter uma porcaria como era a HRT na pista. Já Schumacher estava na batalha por posição com o Espanhol Jaime Alguersuari com a Toro Rosso, Valendo o 12ºlugar. Continuava os problemas de Felipe Massa que era pressionado por Lewis Hamilton e estava vindo um pouco mais atrás Alonso. No bloco intermediário vinha Liuzzi buscando ganhar o 10ºlugar que estava nas mãos de Pedro de la Rosa com a Sauber. A corrida vinha chegando no seu segundo terço e não tinha nada definido ainda.

Massa resistia como pode a pressão do campeão do mundo de 2008, Mas na 22ªVolta o piloto da Mclaren que ganharia o 5ºlugar, Alonso tentou atacar Felipe, Porém acabou destracionando na saída da curva 3 e perdendo posição para Mark Webber, Caindo para o 8ºlugar.

Liuzzi na 23ªVolta tira o 10ºlugar do Pedro de la Rosa em uma bela ultrapassagem na retomada da curva 13. Já Hamilton vinha na pressão para cima de Nico Rosberg, O inglês estava dando um show. Já Webber estava pressionando Massa, Não tinha a menor dúvida que o carro de Felipe estava sendo o que menos rendia entre os 8 primeiros colocados.

Na 24ªVolta, Quase ao mesmo tempo que Hamilton conquistava a ultrapassagem em cima de Rosberg, Sebastian Vettel perde os freios e acaba rodando ao encontro da caixa de brita. Dai o Alemão não saia mais e acabava por entregar o favoritismo todo para os carros da Mclaren que poderiam fazer 1-2. Numa corrida que estava desenhada para uma dobradinha da Red Bull. Não é a toa que os mecânicos da Mclaren comemoraram nos boxes, Estavam vendo o principal adversário deles fora de combate.

Rosberg fica mais para Massa, Webber e Alonso na disputa pelo 4ºlugar. Jenson Button era o novo líder, Kubica em segundo e Hamilton em 3º iria buscar o piloto da Renault. Na volta 26 Webber passa Felipe Massa que se posicionou para Alonso não dar uma no contra pé dele. A digibilidade do carro de Felipe Massa estava bem dramática nesse momento da prova.

Hamilton partiu para o ataque em cima do Kubica, A corrida chegava exatamente na sua metade, Na 29ªvolta: Button – Kubica (3.735) – Hamilton (3.953) – Rosberg (6.577) – Webber (7.884) – Massa ( 8.417) – Alonso (9.073) – Barrichello (22.562) – Liuzzi (33.542) – De la Rosa (35.444) – Michael Schumacher (36.233) – Alguersuari (59.972) – Kovalainen (1 volta) – Glock (1 Volta) – Chandhok (2 Voltas) eram os pilotos que continuavam na prova, Di Grassi ainda estava na pista, Mas já muito atrasado devido ao nível bem ruim do VR-01.

Kubica resistia aos ataques de Hamilton. Enquanto isso Schumacher faria a segunda parada nos boxes e acabou na volta depois da parada sendo ultrapassado pelo Alguersuari. Button vinha 6.248 segundos a frente da disputa entre Kubica e Hamilton, Um pouco mais atrás Webber se aproximava de Rosberg buscando subir para o 4ºlugar. Na 32ªVolta, O piloto Inglês faz uma tentativa e acaba perdendo tempo ao passar pela parte molhada da pista, O Polonês agradece e manteve o 2ºposto. Alonso continuava colado em Felipe Massa, que estava se segurando como podia nessa posição.

Mark Webber foi para uma segunda parada na 33ªvolta, Enquanto Hamilton tentava de todo o jeito passar Kubica. Rosberg na volta 34 foi para uma segunda parada, Voltou disputando posição com Webber e acabou perdendo a posição para o piloto da casa.

Hamilton desistiu da briga com Kubica e resolveu fazer a parada na 35ªVolta. O tempo das paradas ainda eram de 4 segundos, Não era tão treinado como é as paradas de hoje. (Que são feitas em menos de 3 segundos) O piloto da Mclaren voltava a frente de Webber.

Button, Kubica, Massa e Alonso ou paravam agora ou seguiam até o final na tática de uma parada apenas. Já Hamilton, Webber e Rosberg iriam nas 25 voltas finais partir para cima os 4 primeiros, Tendo pneus mais novos que os pneus desses líderes. Na volta 36, Hamilton errou a curva e perdeu a posição para Webber. Na curva seguinte, Hamilton recuperou essa posição.

Button vinha aumentando a sua distância para Robert Kubica e os demais, A vitória a não ser que tivesse desgaste demasiado do seus pneus, Erro ou quebra estava muito nas mãos do campeão do Mundo de 2009. Classificação após 39 voltas: Button – Kubica (12.165) – Massa (14.022) – Alonso (15.104) – Hamilton (34.029) – Webber (35.581) – Rosberg (37.602) – Liuzzi (49.498) – de la Rosa ( 52.744) – Barrichello (1:02.149) – Alguersuari (1:10.152) – Schumacher (1:11.224) – Kovalainen (1 volta) – Glock (1 Volta) – Chandhok (3 Voltas)

Só que o problema de Button, Kubica, Massa e Alonso é que Hamilton, Webber e Rosberg estavam virando muito mais rápido do que eles. (Quase 2 segundos com os pneus novos) Kubica começava a ser pressionado pelo Massa e Alonso que estava vindo na mesma tocada de seu companheiro de equipe.

A Cada volta que se passava Webber vinha fazendo a melhor volta da prova assim como Hamilton e Rosberg vinham chegando de forma muito rápida no Grupo formado por Kubica, Massa e Alonso. Faltavam 12 voltas para o final da prova. Possivelmente a tática de 2 paradas pode ter sido a tática acertada para ganhar a prova. Apesar da enorme diferença de Button em cima dos demais. Hamilton vinha a menos de 5 segundos sobre Alonso. Finalmente na volta 50 foi que Hamilton encostou em Alonso e levou com ele Mark Webber, Rosberg acabou ficando um pouco mais para trás.

Agora Hamilton teria 8 voltas pela frente, para passar pelo menos Alonso em primeiro e depois Massa e Kubica que iriam aproveitar essa disputa para fugir do espanhol a maior distância possível. Button vinha 17.446 segundos, Mesmo com o desgaste dos seus pneus, A vitória era dele praticamente. Não havia tempo para Hamilton, Webber e Rosberg passarem Kubica, Massa e Alonso e depois tirar esse tempo em 7 voltas.

Rubens Barrichello passou Pedro de la Rosa e ganha a 9ªposição, O piloto da Williams também fez uma segunda parada e agora tinha o objetivo de tomar o 8ºlugar que estava nas mãos de Vitantonio Liuzzi.

O Ataque de Hamilton era sem trégua nenhum para cima de Alonso que resistia heroicamente esses ataques e se mantendo em 4ºlugar. Massa e Kubica sem se preocuparem com esses ataques vinham tendo algum fôlego sobre Alonso e os demais. Schumacher lá atrás, Consegue se livrar de Alguersuari e ganhar o 11ºlugar após ficar mais de 35 voltas atrás do piloto da Toro Rosso.

Na metade da Volta 56, Hamilton ataca Alonso e tentando por fora ele foi  atingido por Mark Webber que destruiu o seu bico. Hamilton acabou voltando sem maiores consequências a corrida e o Australiano foi para os boxes para trocar os pneus e o Bico danificado e acabou caindo para o 9ºlugar. Quem se beneficiou foi Nico Rosberg que ganhou 2 posições e subiu para o 5ºlugar e com alguma chance de passar Fernando Alonso.

Jenson Button repetindo a vitória no ano de 2009, com uma atuação brilhante, Arriscando ser o primeiro a parar para colocar os pneus secos recebe a Bandeirada da Vitória de John Travolta. Vitória merecida de um piloto cerebral como é o piloto Inglês. Robert Kubica, Com um carro limitadíssimo como era o Renault desse ano conseguiu o 2ºlugar e Felipe Massa com todas as dificuldades que teve acabou indo para o pódio.

Fernando Alonso em 4º também merece todos os elogios possíveis, levou um toque na largada, Caiu dos últimos lugares e voltou a prova, Se recuperou e chegou em 4ºlugar. Com Nico Rosberg em 5º e Lewis Hamilton em 6ºlugar. (Numa corrida aonde Lewis deu um show, Mas seu show não lhe rendeu resultado melhor)

A Decepção foi Mark Webber que acabou terminando em uma patética 9ªposição, Uma prova em que ele errou demais. Ficando atrás até de Vitantonio Liuzzi com a Force India e de Rubens Barrichello com a Williams. Schumacher ainda conseguiu no final da prova passar De la Rosa para fechar a zona de pontuação. Era o começo da temporada de 2010, Uma das temporadas mais disputadas da história da Formula 1 moderna.

Resultado final do GP da Austrália de Formula 1

Fotos:

Classificação do Campeonato depois das 2 primeiras corridas do ano de 2010:

Mundial de Pilotos:

1. Fernando Alonso 37 Pontos
2. Felipe Massa 33 Pontos
3. Jenson Button 31 Pontos
4. Lewis Hamilton 23 Pontos
5. Nico Rosberg 20 Pontos
6. Robert Kubica 18 Pontos
7. Sebastian Vettel 12 Pontos
8. Michael Schumacher 9 Pontos
9. Vitantonio Liuzzi 8 Pontos
10. Mark Webber 6 Pontos
11. Rubens Barrichello 5 Pontos

Mundial de Construtores:

1. Ferrari 70 Pontos
2. McLaren Mercedes 54 Pontos
3. Mercedes 29 Pontos
4. Renault 18 Pontos
5. Red Bull Renault 18 Pontos
6. Force India Mercedes 8 Pontos
7. Williams Cosworth 5 Pontos

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Formel1mic

 

Avaliação da Mercedes em 2016 – Por Deivison Conceição

Avaliação da Equipe:

O que eu posso dizer de uma equipe que teve um desempenho tão avassalador como a Mercedes teve nessa temporada de 2016. Eu só digo uma coisa: Incrível como uma equipe em 3 temporadas domina da forma que esta dominando a Formula 1. Comparo esse domínio no mínimo igual a Ferrari de 2002 e 2004. Mesmo com um relacionamento difícil dos seus dois pilotos visto os dois incidentes que a equipe perdeu o controle (o Acidente na 1ªVolta na Espanha e na última volta do GP da Áustria naquela disputa entre Hamilton e Rosberg) Não foi o bastante nem para se ameaçar o domínio da equipe Alemã.

Dessa vez foi Nico Rosberg que com sua regularidade e se aproveitando de problemas do Lewis Hamilton que acabou dando o campeonato de pilotos pela terceira vez seguida. Foi o primeiro campeão Alemão em uma equipe alemã o que deixa todo o país orgulhoso do feito do filho de Keke Rosberg.

Mas para a surpresa geral Rosberg anunciou dias atrás a sua aposentadoria da Formula 1. O que era completamente impensável de acontecer. Seria mais do que normal o piloto querer defender seu título na temporada que vem. Com isso a Mercedes vai ter 2 desafios pela frente.

Será capaz de manter um domínio tão grande como teve nos 3 últimos anos? E segundo, Quem será um substituto a altura de Rosberg para correr ao lado de Hamilton em 2017? Alguém que faria um ano tampão visto em se investir eu uma cria da Mercedes para futuramente assumir esse lugar ou então um piloto com uma experiência razoável para assumir esse lugar? Em um chute: Pascal Wehrlein ou Valtteri Bottas. Mas pode ser que alguém de fora do meio da Formula 1 venha a ocupar esse lugar. Opção que eu não descarto nesse momento.

Hamilton acabou sendo muito prejudicado pelos problemas no seu carro. Porem também teve falhas na temporada o que custou esse campeonato. Tenho certeza que ele vai estar mordido para 2017 ele recuperar a taça de campeão e não tenho dúvida da Mercedes dar um carro vencedor para isso acontecer. Para mim a Mercedes de longe foi a melhor equipe da Temporada 2016 e leva a nota máxima.

Nota: 10

eau_domingo_2016_f1-20

Números da Temporada:
GPS: 42
Vitórias: 19
Poles: 20
Pódios: 33
Pontos: 765
Corridas completadas: 39
Corridas completadas na Zona de Pontuação: 39
Voltas lideradas: 1.054
Melhores Voltas: 9
Número de Voltas Completadas: 2.388

Pilotos:

6. Nico Rosberg (Alemanha) 385 Pontos
44. Lewis Hamilton (Inglaterra) 380 Pontos

Enquete para a Equipe Mercedes

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes

Em meio a tragédia da Chapecoense o Campeão Nico Rosberg anuncia a aposentadoria da Formula 1

Uma semana terrível para o mundo do esporte, principalmente no futebol com a perda de praticamente um time inteiro que estava buscando um feito inédito que era a Copa sul-americana como era a Chapecoense que acabou através dessa lamentável tragédia com a solidariedade do mundo inteiro.

Após um final de temporada de Formula 1 quando agente já começava a voltar as atenções para 2017 quando o novo campeão do Mundo Nico Rosberg iria defender o título de campeão do Mundial de Formula 1 eis que o piloto Alemão em uma entrevista acabou dando como encerrada sua trajetória na categoria após 11 temporadas, 206 Gps, 23 Vitórias, 30 poles, 57 pódios, 20 voltas mais rápidas, 1594,5 Pontos pilotando pela Williams de 2006 a 2009 e correu pela Mercedes a partir de 2010 até o último Domingo que acabou sendo a última prova da sua carreira. Rosberg foi o campeão do primeiro campeonato da GP2 Series em 2005.

Em entrevista coletiva em Viena, Na Áustria aonde vai esta sendo a premiação da FIA aonde o piloto alemão vai receber a taça de campeão mundial de 2016, Rosberg anunciou essa decisão de parar após a sua maior conquista na carreira.

“Para mim é um dia muito especial receber o troféu. Esta noite será incrível, mas por outra razão. Quero aproveitar a oportunidade para anunciar o fim da minha carreira na F1″

Veja o post inteiro que ele colocou nas suas redes sociais:

” Há 25 anos disputando corridas, meu sonho, meu maior desejo, sempre foi ser campeão de Fórmula 1. Através de trabalho duro, dor e sacrifícios, isso tem sido meu objetivo. E agora eu consegui! Escalei minha montanha e estou no topo. Sinto-me bem agora. Meu maior sentimento no momento é de gratidão àqueles que sempre me apoiaram para que esse sonho se tornasse realidade.

Essa temporada, eu lhes digo, foi muito complicada. Eu dei o meu máximo em cada pequeno detalhe depois das frustrações dos últimos dois anos; estes momentos serviram de combustível para aumentar minha motivação em níveis que jamais havia experimentado. E claro que isso acabou impactando aqueles que amo. Foi um sacrifício familiar, deixando tudo para trás em detrimento de um único objetivo. Eu não consigo achar palavras suficientes para agradecer minha esposa Vivian; ela tem sido incrível. Ela entendeu que este era “o ano”, nossa oportunidade real, e criou um ambiente para que eu me recuperasse após cada corrida, cuidando da nossa filha todas as noites, e assumindo as rédeas de tudo quando a situação apertava, colocando nosso campeonato à frente.

Quando venci em Suzuka, momento em que o título ficou nas minhas mãos, uma pressão gigante, eu comecei a pensar em encerrar minha carreira se fosse campeão. Na manhã de domingo, em Abu Dhabi, eu sabia que aquela poderia ser minha última corrida na F1, e aquele pensamento deixou meus pensamentos mais claros. Eu queria aproveitar toda aquela experiência, já que sabia que poderia ser a última… E aí as luzes vermelhas apagaram e eu tive as 55 voltas mais intensas de toda a minha vida. Tomei a decisão na noite de segunda. Depois de refletir durante todo o dia, as primeiras pessoas que falei foram Viviam, Georg (Nolte, da equipe de Nico) e Toto.

A única coisa que tornou minha decisão difícil foi o fato de colocar meu time em uma situação complicada. Mas o Toto entendeu. Ele sabia de cara que eu estava completamente certo da minha decisão. Minha maior conquista no automobilismo sempre será ter vencido um Campeonato Mundial com este time de pessoas incríveis, o time das Flechas de Prata.

Agora estou aqui para aproveitar o momento. Agora é hora para curtir as próximas semanas, pensar na temporada que passou e aproveitar cada experiência que aparecer pelo caminho. Depois disso, eu vou virara a próxima esquina da vida e ver o que está disponível para mim…”

A primeira corrida de Rosberg - GP do Bahrein de 2006 pela Williams
A primeira corrida de Rosberg – GP do Bahrein de 2006 pela Williams

Opinião de Deivison Conceição

Após uma semana duríssima hoje tivemos esse surpreendente fato do termino da carreira de Nico Rosberg na Formula 1 com apenas 31 anos de idade. Uma carreira que poderia ter tido mais êxitos, Mesmo que não conseguisse vencer mais nenhum campeonato de pilotos, Um piloto que esperávamos ver como ele iria defender o título na temporada de 2017 e agora acaba por deixar a Formula 1 bem no topo da colina conquistando o máximo de que um piloto pode conquistar.

Agora se de um lado lamentamos a sua aposentadoria, Por outro lado agente ver que para Rosberg 1 título de Formula 1 era o suficiente para ele. Algo que ele buscou por 25 anos desde do Kart até aqui. Será que ele para de vez com o esporte? Eu não acredito que ele vai fazer isso. Nico certamente pode até parar em 2017 e voltar em 2018 em uma outra categoria e ele tem lugar em todas essas categorias visto o que ele fez na sua trajetória na Formula 1. Ele teve como companheiros 2 pilotos monstros como Michael Schumacher e Lewis Hamilton. O que ele fez foi evoluir de uma maneira que ele conseguiu nas 3 temporadas destruir com o 7 vezes campeão do Mundo, E quando teve Hamilton que foi o mais duro dos seus adversário acabou também mostrando a sua evolução como piloto. Elevou seu nível ao enfrentar gigantes até finalmente em 2016 quando Nico teve o ano que favoreceu a ele em temos de sorte e de total competência, Aonde ele soube aproveitar cada chance e cada oportunidade para levar esse título.

Fica nossos parabéns a Nico Rosberg e que seja feliz no que ele decida fazer em sua vida.

Agora, Fica uma baita vaga na Formula 1 para 2016. Quem será o dono desse carro?

Eu tenho a certeza de que esse carro não sai da mão dessas três opções: Bottas, Wehrlein e um piloto de fora da Formula 1. Mas eu devo falar disso amanhã. Ainda estou afetado com o que aconteceu pela tragédia que tivemos nessa semana.

#ForçaChape

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Williams

Hamilton vence fazendo o jogo dele, Mas Rosberg segura o 2ºlugar e conquista o título

Emoção até a última curva do campeonato marcou a última etapa do campeonato aonde Hamilton venceu com a arriscada tática de deixar a corrida lenta, Mas que não deu certo porque Nico Rosberg se manteve firme e com o segundo lugar sacramentou o seu primeiro título da sua carreira.

eau_domingo_2016_f1-4

Na Largada tanto Hamilton como Rosberg largaram de maneira correta e mantiveram as 2 primeiras posições com Raikkonen que largou bem e superou Ricciardo. Tivemos apenas a rodada de Max Verstappen que caiu para o último lugar após tocar no carro de Nico Hulkenberg que diga-se de passagem o Holandês foi o único piloto da Frente a largar mal.

Depois disso ainda na primeira volta Hulkenberg teve que travar uma batalha com seu companheiro de equipe Sérgio Perez pelo 7ºlugar, Nas primeiras voltas os destaques foram mais a disputa de posição no meio de pelotão e a recuperação de Max Verstappen que foi subindo de posição de forma bem rápida. Nas 6ªvolta Kevin Magnussen acabou tendo problemas em seu carro abandonando a corrida e na volta seguinte Valtteri Bottas com problemas de equilíbrio em seu Williams também deixa a corrida.

Hamilton e Raikkonen foram os primeiros a pararem nos boxes no final da 7ªVolta. O piloto da Mercedes perdeu tempo por que precisou deixar a Ferrari ir para a parada para deixar ele sair dos boxes sem problemas o que poderia representar perda de posição para Nico Rosberg que foi para a parada na volta seguinte, Mas também teve o mesmo problema do que Hamilton tendo que esperar a passagem de Vettel que foi para a parada na mesma volta, Com isso Hamilton voltou na frente com Verstappen que não tinha parado entre Lewis e Nico Rosberg. Na entrada da 10ªVolta Daniel Ricciardo e Sergio Perez que estavam nas duas primeiras posições foram para as suas primeiras paradas nos boxes.

Hamilton continuava em primeiro com Verstappen em 2ºlugar buscando fazer uma parada a menos e Rosberg tendo que passar para não perder tempo se o Alemão quiser-se disputar a vitória, Depois disso Raikkonen, Ricciardo e Vettel completando os 6 primeiros colocados quando o dia começava a virar noite em Abu Dhabi.

eau_domingo_2016_f1

Jenson Button que vinha tendo uma corrida boa entre os 10 primeiros colocados passou por cima de uma zebra o que fez sua suspensão quebrar, Nisso o piloto que completou 305 Grandes Prêmios em sua carreira encerrou sua carreira na 13ªVolta e ir para os boxes o autódromo inteiro aplaudiu e ao sair do carro o piloto da Mclaren acabou saudando o público. Button vai em 2017 correr no Rally Cross.

Hamilton continuava na liderança, Mas sem abrir muita diferença para Verstappen que continuava na frente de Rosberg que não estava disposto a arriscar nada nem mesmo seu campeonato. O grande problema era que Verstappen estava querendo manter sua tática de uma parada nos boxes o que seria um problema para Rosberg e era tudo que Hamilton queria. Perto de Rosberg vinham Raikkonen, Ricciardo e Vettel disputando o 4ºlugar. Na 19ªVolta Ricciardo tenta a ultrapassagem em Raikkonen no final da segunda reta oposta e consegue fazer o movimento, Mas perdendo a curva fez com que o piloto da Ferrari retornasse ao 4ºlugar.

Na 20ªVolta Rosberg partiu para o Risco no final da primeira curva ele chegou a colocar de lado, Mas a ultrapassagem não acontece. Na segunda reta Rosberg vai por fora e ultrapassa Verstappen que tenta recuperar a posição indo para fora dos limites da pista de maneira agressiva. Nessa Rosberg colocou o campeonato em Risco, Mas conseguiu a ultrapassagem e assumiu o segundo lugar e começou a tirar a diferença para Hamilton enquanto que Verstappen ficava para Raikkonen, Ricciardo e Vettel, Na volta 22 Verstappen foi para os boxes para fazer sua única parada.

eau_domingo_2016_f1-18

Rosberg vinha volta a volta diminuindo a diferença de Hamilton que não tinha a menor intenção de aumentar a velocidade pois sua tática era mesmo manter um ritmo de prova lento que fizesse os outros pilotos ficarem perto de Rosberg para que ele tivesse possibilidade de conseguir o título. Visto que o Max Verstappen estava virando 1 segundo mais rápido que os líderes chamaram Lewis Hamilton para a parada na volta 29 e Nico Rosberg para a parada na volta 30. ambos voltaram na frente de Max Verstappen que depois da parada voltou a ultrapassar os seus adversários como o Sergio Perez. Raikkonen e Ricciardo também pararam nos boxes. Com isso Sebastian Vettel assumiu a liderança com Hamilton e Rosberg a 10 segundos do piloto alemão e depois vinha Verstappen, Ricciardo e Raikkonen nas 6 primeiras posições enquanto isso, Nico Hulkenberg, Sergio Perez disputavam o 7ºlugar com o Espanhol Fernando Alonso que levava a Mclaren-Honda nas costas nas 10 primeiras posições e também vinha perdendo terreno para Felipe Massa que na volta 30 fez sua última parada nos boxes da sua carreira.

Rosberg encostou de vez em Hamilton no mesmo momento que os primeiros retardatários começaram a aparecer. Entre eles o Sueco Marcus Ericsson que foi fazer sua única parada nos boxes na Volta 38. Na volta seguinte Sebastian Vettel que estava na liderança da corrida foi para os boxes realizar sua parada colocando os pneus mais macios para voar no final da corrida. Hamilton continua a sua tática de andar lento para todo mundo vim para cima de Rosberg que continuava seguindo Hamilton.

Enquanto isso Vettel voava com seus pneus ultra macios primeiro passando o seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen assumindo o 5ºlugar. Na volta 43 Jolyon Palmer que não sei como a Renault acaba por renovar o contrato com esse piloto que é outro que nada mostrou nessa temporada toca por trás de Carlos Sainz jr. que estava disputando posição com o piloto da Renault que sofreu 5 segundos no seu tempo final decorrida pela batida que acabou fazendo Sainz jr. abandonar a corrida com problemas de Câmbio.

Vettel continuava sua escalada para tentar a vitória, Na Volta 46 ultrapassava Ricciardo e 3 voltas depois começaria a ir para o ataque em cima de Verstappen enquanto que Hamilton contrariando a sua equipe ele continuou com um ritmo lento para os outros chegarem em Rosberg que até aquele momento da prova estava se comportando de maneira corretíssima e sem dar a chance para algum risco de perda de campeonato.

Nas voltas finais Vettel passa Verstappen e parte para cima de Rosberg buscando o 2ºlugar e até mesmo a vitória. Nessas voltas finais Rosberg e sofreu o risco de perder o campeonato desse ano devido aos ataques do piloto da Ferrari. Hamilton imprimiu um ritmo de corrida lento até a última curva do circuito de Yas Marina e conquistou a 10ªVitória na temporada, Mas foi Nico Rosberg que numa corrida além de correta teve sua dose de ousadia com o 2ºlugar ele se torna o 33ºCampeão da História do Mundial de Formula 1 e o primeiro piloto Alemão a ser Campeão numa equipe Alemã. O pódio foi completado pelo alemão Sebastian Vettel.

eau_domingo_2016_f1-20

Rosberg fez sua festa depois de uma corrida tão desgastante como foi a prova de Abu Dhabi desse ano com toda essa pressão de ganhar o título pela primeira vez em sua história e Rosberg conseguiu passar com louvor essa prova, Fechando o ano com 385 pontos contra 380 de Hamilton que não consegue nesse ano o tetracampeonato mundial. Max Verstappen depois de cair para o último lugar fez bela prova de recuperação terminando a prova com 1 parada a menos em 4ºlugar. Seu companheiro de equipe Daniel Ricciardo fechou em 5ºlugar a 5 segundos do vencedor só para saber o quanto foi lento foi o ritmo de Hamilton lá na Frente, já Kimi Raikkonen não aproveitou essa corrida para se descartar ficando em 6ºlugar longe dos vencedores de hoje.

eau_domingo_2016_f1-17

Nico Hulkenberg fez sua última corrida pela Force India fazendo o que era possível com o carro Indiano chegando em 7ºlugar com Perez segurando um 8ºlugar das pressões de Felipe Massa e de Fernando Alonso que fecharam a zona de pontuação.

Com isso A Force India confirma definitivamente o 4ºlugar no mundial de construtores como o melhor resultado da sua história na Formula 1 superando a equipe Williams que acabou tendo um ano decepcionante. Felipe Massa depois da corrida deu a volta de desaceleração saudando o público na sua última corrida da sua carreira de 250 Grandes Prêmios na Formula 1.

eau_domingo_2016_f1-7

A Dupla da Haas ficou perto dos pontos com Romain Grosjean e Esteban Gutierrez em 11º e 12ºlugares, Depois vieram Esteban Ocon fazendo boa última corrida nessa temporada em 13ºlugar o que não o foi o bastante para a Manor recuperar o 10ºlugar no Mundial de Construtores que fica com a Sauber com os 2 pontos de Felipe Nasr.

eau_domingo_2016_f1-10

Depois vieram Pascal Wehrlein com a outra Manor, Marcus Ericsson e Felipe Nasr com a Sauber e Jolyon Palmer foi o último dos pilotos que completaram a prova.

Mais tarde teremos o podcast do Portal Sportszone falando sobre a prova em Abu Dhabi e do que aconteceu na prova e analises da corrida que encerrou a temporada que consagrou pela primeira vez a Nico Rosberg como campeão Mundial de Formula 1.

O Portal Sportszone parabeniza ao piloto Nico Rosberg pelo título do 67ªCampeonato Mundial de Formula 1!

eau_domingo_2016_f1-22

Resultado final da 21ªEtapa do Mundial de Formula 1
GP de Abu Dhabi

Posição Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 Lewis Hamilton 44 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 55 1:38:04.013 1
2 Nico Rosberg 6 Mercedes W07 Mercedes PC106C Hybrid 55 a 0.439 2
3 Sebastian Vettel 5 Ferrari SF16-H Ferrari 061 55 a 0.843 5
4 Max Verstappen 33 Red Bull RB12 TAG Heuer 55 a 1.685 6
5 Daniel Ricciardo 3 Red Bull RB12 TAG Heuer 55 a 5.315 3
6 Kimi Raikkonen 7 Ferrari SF16-H Ferrari 061 55 a 18.816 4
7 Nico Hulkenberg 27 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 55 a 50.114 7
8 Sergio Perez 11 Force India VJM09 Mercedes PC106C Hybrid 55 a 58.776 8
9 Felipe Massa 19 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 55 a 59.436 10
10 Fernando Alonso 14 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 55 a 59.896 9
11 Romain Grosjean 8 Haas VF-16 Ferrari 061 55 a 1:16.777 14
12 Esteban Gutierrez 21 Haas VF-16 Ferrari 061 55 a 1:35.113 13
13 Esteban Ocon 31 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 54 a 1 Volta 20
14 Pascal Wehrlein 94 Manor MRT05 Mercedes PC106C Hybrid 54 a 1 Volta 16
15 Marcus Ericsson 9 Sauber C35 Ferrari 061 54 a 1 Volta 22
16 Felipe Nasr 12 Sauber C35 Ferrari 061 54 a 1 Volta 19
17 Jolyon Palmer 30 Renault RS16 Renault RE16 54 a 1 Volta 15
18 Carlos Sainz jr. 55 Toro Rosso STR11 Ferrari 060 41 Câmbio 21
19 Daniil Kvyar 26 Toro Rosso STR11 Ferrari 060 14 Abandonou 17
20 Jenson Button 22 Mclaren MP4-31 Honda RA616H 12 Suspensão 12
21 Valtteri Bottas 77 Williams FW38 Mercedes PC106C Hybrid 6 Vibração 11
22 Kevin Magnussen 20 Renault RS16 Renault RE16 5 Abandonou 18

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Williams/Force India/Mclaren/Manor