Bottas em atuação impecável conquista vitória em Melbourne

Valtteri Bottas, O mesmo piloto que passou ano de 2018 sem vencer corrida acabou fazendo uma impecável corrida e conquistou a vitória na abertura do Mundial. O finlandês foi o dono das 58 voltas nas ruas de Albert Park. O Domínio começou nos primeiros metros da Corrida, Bottas largou melhor que Hamilton e assumiu a liderança, O Piloto Inglês precisou se defender do Sebastian Vettel para manter o 2ºlugar. Max Verstappen e Charles Leclerc mantiveram o 4º e 5ºlugares.

No meio do grid, Daniel Ricciardo em busca de ganhar posições, acabou quebrando seu aerofólio dianteiro passando por cima de uma câmera. Algo até bobo para um piloto com a experiência que tem Ricciardo. Outro incidente na largada foi Robert Kubica quebrando seu aerofólio dianteiro ao se enroscar com o seu companheiro de Equipe George Russell. Ambos foram para os boxes e voltaram nas 2 ultimas posições.

Na primeiras voltas ficava evidente duas coisas, Como Bottas estava disposto a abrir diferença para cima de Hamilton que aos poucos fugia de Vettel que tinha Max Verstappen por perto em 4ºlugar. E a segunda é que era bem difícil a ultrapassagem em Albert Park, Mesmo com todas as modificações das regras que teve para facilitar as ultrapassagens. Charles Leclerc acabou passando na grama na primeira curva e ficou mais para Kevin Magnussen do que para Max Verstappen. O Escandinavo estava na frente no segundo pelotão, Com Romain Grosjean e Nico Hulkenberg atrás deles.

O primeiro abandono do ano foi de Carlos Sainz jr., Com seu motor quebrado na Renault na 12ªvolta. Na volta seguinte começaram as paradas com Kimi Raikkonen que faz a primeira corrida pela Alfa Romeo. Hulkenberg e Perez pararam na volta seguinte. Na 15ªVolta pararam Vettel (O primeiro dos lideres a pararem nos boxes), Magnussen e Albon. O piloto da Haas voltou a frente do Hulkenberg, O piloto da Renault foi para cima aproveitar o pneu frio do piloto da Haas que se defendeu bem do ataque do piloto Alemão.

Na Volta 16, parou Lewis Hamilton. Grosjean fez sua parada na mesma volta. Diga-se de passagem, uma péssima parada que a Haas fez. O francês ficou 10 segundos parado quando no normal é ficar de 2 a 3 segundos para a troca de pneus. Com isso ele ficou mais para trás na classificação.

Bottas vinha 11 segundos aa frente de Verstappen com 17 voltas completadas. Leclerc vinha em 3º, Todos precisando fazer a parada ainda. Hamilton e Vettel já tinham feito a parada estavam em 4º e 5ºlugares. Stroll em 6º, Kvyat em 7º e Gasly em 8º estavam prolongando suas paradas.

Mais atrás vinha Antonio Giovinazzi, Com os pneus desgastados tentou segurar Kevin Magnussen, Mas acabou cometendo um erro e perdendo posição não só para Magnussen como também para Hulkenberg e Raikkonen. Já era hora do piloto da Alfa Romeo fazer a parada nos boxes.

Na 21ªVolta, Bottas liderava e estava com a melhor volta da prova (A melhor volta da prova dava 1 ponto para o autor da volta) e abrindo mais e mais vantagem na liderança. Ficou nítido que a parada de Hamilton e Vettel foi cedo demais para ambos e que os pneus poderiam resistir um pouco mais com boa performance.

Na volta 23, Bottas vai para os boxes e Verstappen vai para a liderança. A Honda lidera uma corrida desde da sua volta a Formula 1. Uma liderança que não iludia ninguém, Já que quando o Holandês parasse ele ficaria para trás e Bottas iria voltar a liderança. E foi isso que aconteceu na 26ªVolta, Verstappen voltou em 5ºlugar, Atrás de Vettel, Hamilton e Leclerc que ainda não tinha parado nos boxes.

O Estreante Lando Norris após muitas tentativas finalmente consegui passar Giovinazzi (Que teimava em ficar na pista com os pneus desgastadíssimos) logo depois Grosjean passou rapidamente o piloto da Alfa Romeo. Nesse meio tempo, Albon acabou escorregando e isso foi a deixa para Perez superar o piloto da Toro Rosso que também fez sua estreia na Formula 1 hoje. Seu companheiro de equipe Danill Kvyat parou na 27ªVolta.

Leclerc parou na volta 29, Com isso tudo voltou ao normal nas 5 primeiras posições. Bottas já estava com 15 segundos a frente de Lewis Hamilton. Na 31ªVolta, Verstappen foi para cima de Vettel e por Fora conseguiu uma grande ultrapassagem. A Red Bull que tinha dúvidas se seria a terceira força já tinha seu piloto no pódio. Quase que ao mesmo tempo dessa ultrapassagem, Daniel Ricciardo recolhia o carro da Renault para os boxes e Romain Grosjean , Com problemas em sua Roda dianteira esquerda acabaram deixando a prova.

Se pensa que Max parou por ai, Se enganou! Hamilton e seu segundo lugar era seu próximo alvo. E desempenho era melhor do piloto da Red Bull sem duvida, Fruto de um pneu bem menos gasto. Com todo isso, Bottas aproveitava para aumentar a sua vantagem na liderança. Chegando a quase 20 segundos de diferença. Mas atrás, Pierre Gasly foi o último dos pilotos a parar nos boxes, Na 36ªVolta quando andava em 6ºlugar. O Francês Voltou a frente de Kvyat, que apesar de ter passado do ponto ao tentar passar Lance Stroll ainda conseguiu recuperar a 10ªposição se aproveitando dos pneus do pilotos da Red Bull estarem frios.

Verstappen vinha com tudo para cima de Hamilton que por sua vez estava resistindo e mantendo 1.5 segundo, Era o bastante para o Holandês não usar a asa móvel, Que seria mais complicado segurar a posição do piloto da Mercedes. Já Vettel não vinha nada bem, Os pneus já estavam desgastados, E ele acusava falta de potência em seu carro. Pior disso era Leclerc tirar 7 décimos por volta, Sem dúvida Vettel perderia o 4ºlugar se continuasse nesse ritmo vagaroso e lento.

Bottas lá na frente vinha 23 segundos atrás. Nas 10 voltas finais ele estava preocupado em manter sua melhor volta da prova. Hamilton ficou mais tranquilo quando Verstappen passou pela grama e a vantagem aumentou para 3.5 segundos. Lá atrás, Pierre Gasly não conseguia de forma nenhuma passar Kvyat, mesmo com pneus teoricamente 10 voltas mais novos que os pneus do piloto Russo e com um equipamento teoricamente melhor que o piloto da Toro Rosso.

Na reta final da prova, Raikkonen se aproximou de Hulkenberg tentando o 7ºlugar, Logo chegaram nessa briga o Canadense Lance Stroll, o Russo Danill Kvyat e o Francês Pierre Gasly.

Verstappen tentava chegar em Hamilton, Na reta final ele fez a melhor volta da prova, Isso fez com que Bottas a poucas voltas do final rebuscar a melhor volta da prova. No penúltima volta ele conseguiu recuperar a volta e o ponto. Era tudo que ele queria, A volta final foi a volta de consagração para o piloto finlandês, Que depois de um ano apagado de 2018 sem vitória. Ele abre o ano com vitória e com todos os 26 pontos ganhos possíveis. 25 da vitória e o ponto extra pela Melhor volta da prova.

Foi sua melhor atuação na carreira, Como ele disse em entrevista após a vitória. Lewis Hamilton em uma corrida que ele não esperava ter sido tão arrasado pela corricada do Bottas. Acabou conseguindo segurar o 2ºlugar da pressão de Max Verstappen. O Holandês levou a Red Bull a um pódio improvável. A Honda chega ao seu primeiro pódio desde da sua volta a Formula 1. Foi uma grande corrida do Verstappen em comparação com a medíocre corrida e o medíocre final de semana de Pierre Gasly, Que se classificou mal ficando no Q1 e fez uma corrida muito fraca, O resultado disso foi o 11ºlugar. Ou seja, não marcou ponto!

A Ferrari foi uma decepção. Pior que isso, A equipe já dá uma ordem de equipe para Leclerc não passar Vettel. O piloto Alemão acabou sendo privilegiado por manter o 4ºlugar, Já Leclerc vive a primeira decepção como piloto da Ferrari, Sabedor de que Vettel é a prioridade da equipe, Algo que não acontece na Mercedes que pelo visto dá mais liberdade para os pilotos disputarem a liderança e a vitória entre eles.

Na disputa pelo 2ºpelotão da Formula 1, Kevin Magnussen com a Haas foi o melhor piloto dessa disputa e conseguiu a proeza de ter terminado a prova na mesma volta dos lideres. Marcando o 6ºlugar e 8 pontos para a Haas.

Nico Hulkenberg segurou a pressão de Raikkonen e acabou em 7ºlugar, Também um bom começo do Homem de Gelo com a Alfa Romeo, ficando em 8ºlugar. Fechando a zona de pontuação, o desacreditado Lance Stroll que surpreendeu com a Racing Point e Daniil Kvyat que apesar de ter feito apenas 1 ponto, Mostrou potencial tanto dele como do carro da Toro Rosso. Segurando a Pierre Gasly com a toda poderosa Red Bull. A atuação dele já foi comentada. Lando Norris fez uma boa corrida, faltou uma definição para fazer ultrapassagens, Mas a Mclaren não se mostra ser um carro ruim e o piloto pode fazer mais que o 12ºlugar conquistado hoje.

Sergio Perez deixou a desejar, fez uma corrida apagada e ficou em 13ºlugar, Alexander Albon fez um final de semana de altos e baixos, acabou a prova em 14ºlugar. Antonio Giovinazzi acabou pagando pela teimosia de manter-se tanto tempo na pista com os pneus desgastados, Acabou ficando apenas a frente da Williams.

Pelo menos um ponto positivo, Os dois pilotos levaram o carro ao final da prova. Russell ficou em 16º e Robert Kubica ficou em 17ºlugar, Mas esta evidente a ruindade desse carro. Os dois estão ferrados para 2019.

Daqui a duas semanas teremos a prova de número 999 da Formula 1, No deserto do Bahrein teremos a segunda etapa, Que pela primeira vez tem Valtteri Bottas liderando o campeonato. E a Mercedes mostra que ainda dá as cartas.

Fotos:

Resultado Final do GP da Austrália
1ªEtapa do Mundial de Formula 1

posPilotoEquipeChassisMotorVoltasTempoMelhor VoltaVoltsPontos
177Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+581:25:27.3251:25.5805726
244Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+58a 20.886s1:26.0575718
333Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H58a 22.520s1:26.2565715
45Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 06458a 57.109s1:27.9541612
516Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 06458a 58.230s1:26.9265810
620Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 06458a 87.156s1:28.182568
727Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 1957a 1 Volta1:28.444526
87Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06457a 1 Volta1:28.270524
918Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+57a 1 Volta1:27.568292
1026Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H57a 1 Volta1:27.448391
1110Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H57a 1 Volta1:27.229390
124Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 1957a 1 Volta1:28.555170
1311Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+57a 1 Volta1:28.485410
1423Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H57a 1 Volta1:28.188430
1599Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06457a 1 Volta1:28.479290
1663George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+56a 2 Voltas1:28.713550
1788Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+55a 3 Voltas1:29.284300
OUT8Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 06429a 29 Voltas1:28.462170
OUT3Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 1928a 30 Voltas1:29.848180
OUT55Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 199a 49 Voltas1:30.89990

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Haas/Toro Rosso/Renault/Racing Point/Alfa Romeo

Mercedes domina os treinos de Sexta e se coloca como a Grande Favorita em Albert Park

A Mercedes começou muito bem os treinos, Muito bem mesmo com Bottas liderando por uma boa parte do treino e Hamilton liderando o restante do Treino quando ele virou a volta em 1:23.599. Depois vieram Verstappen, Leclerc e Vettel. O Piloto Holandês mostrando força não só do seu carro como da Honda. E depois com Leclerc e Vettel com a Ferrari. Se não tínhamos a certeza de quem dominaria o primeiro dia de treinos depois da primeira sessão, Isso acabou ficando muito claro na segunda sessão de o quanto a Mercedes esta na frente das outras equipes.

Lewis Hamilton foi o mais rápido na segunda sessão de treinamentos Marcando 1:22.600, 48 milésimos mais lento veio seu companheiro de equipe Valtteri Bottas, Ambos fizeram 33 voltas na segunda sessão. A Ferrari na segunda sessão não parece ter jogado todas as cartas na mesa. Vettel ficou em 5º a 873 milésimos de frente para Hamilton e o Monegasco Charles Leclerc ficou o com 9ºtempo, (1.154 segundos acima do tempo mais rápido) Até porque se essa for a força da Ferrari, Então podemos dizer que a equipe italiana é a maior decepção dos últimos anos em temos de expectativa para uma temporada depois dos testes de Pré-Temporada.

Já a Red Bull parece ter começado um final de semana promissor, Pierre Gasly que não figurou entre os 6 primeiros na primeira sessão acabou bem colocado em 4ºlugar. A 42 milésimos atrás de Max Verstappen. Será que a Honda finalmente começou a realmente a achar o caminho para voltar a ser um motor vencedor na categoria? Eu acho que no começo do ano eles estão razoavelmente no mesmo estágio do começo do ano passado e que uma vitória só aconteceria em caso de chuva ou de uma situação muito parecida com que aconteceu no GP da China do ano passado.

Os Desempenhos de Kimi Raikkonen com a Alfa Romeo e Danill Kvyat com a Toro Rosso impressionaram muito na primeira sessão. Eles foram muito bem e mostraram que ambos os carros já demonstram qualidades nesse começo de temporada. Na segunda sessão, A Renault mostrou força com Hulkenberg em 7º e Daniel Ricciardo em 8ºlugar. Isso confirma as expectativas de que a Renault desponta como a 4ªforça do Mundial. Isso se Raikkonen não tiver confirmado a expectativa de que a Alfa Romeo vem muito forte nessa disputa. Pelo menos o Homem de Gelo esta levando a antiga Sauber aos primeiros lugares. Ai é necessário ver se é o carro que é muito bom ou então Raikkonen esta tirando mais do que o carro pode dar, Visto que Antonio Giovinazzi ficou em 11º na primeira sessão e num modesto 15ºlugar na segunda sessão.

Na parte de Baixo, a Williams esta disparada como a pior equipe. Os tempos da equipe Inglesa são pelo menos 1 segundo e meio mais lentos por volta do que o 18ºlugar (Lando Norris nas 2 sessões de Treinamentos) Nem eu mesmo acreditava em um carro tão ruim e tão lento como esse que esta se mostrando o FW42 nesse começo. Se algo não melhorar imediatamente, Não vai existir nenhuma chance de George Russell e Robert Kubica se quer marcar pontos nesse ano, Algo que nunca aconteceu com a equipe de Frank Williams.

A Mclaren e Racing Point parece não ter se dado muito bem hoje, Não conseguiram entrar entre os 10 primeiros nas sessões de Sexta-feira. Porém, acho que ainda podem melhorar o desempenho ou acharem um acerto melhor e brigarem pelo Q3 na Classificação. A Haas conseguiu um bom desempenho e sem dúvida vai estar nessa briga entre os 10 primeiros colocados.

O Mico do dia foi o Tailandês Alexander Albon que apanhou muito nas suas sessões de treinamentos. Na primeira sessão ele quebrou o aerofólio dianteiro em uma batida, Na segunda sessão ele passou reto na grama. Os estreantes na maioria tiveram dificuldades. Na Alfa Romeo, Giovinazzi acabou rodando na 2ªmetade da 2ªsessão. Charles Leclerc a 2 minutos do final acabou rodando e ficando do lado contraio da pista, Mas nada de mais grave tivemos nesse primeiro dia de Treinamentos.

De hoje para amanhã, A meia noite no circuito de Albert Park teremos a 3ªSessão de Treinos Livres. E as 3 da manhã a Classificação para definir o Grid da etapa de abertura do Mundial de Formula 1.

Resultado dos treinos livres – GP da Austrália

1ªSessão

posPilotoEquipeChassiMotorTempoVoltas
144Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:23.59926
25Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 0641:23.63718
316Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 0641:23.67318
433Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:23.79222
577Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:23.86630
67Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:24.81618
726Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:24.83230
810Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:24.93223
920Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 0641:24.93424
1027Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:25.01511
1199Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:25.16623
128Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 0641:25.22418
1323Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:25.23021
1455Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:25.28519
1518Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:25.28826
1611Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:25.49821
173Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:25.63416
184Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:25.96631
1988Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:27.91425
2063George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:28.74025

2ªSessão

posPilotoEquipeChassiMotorTempoVoltas
144Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:22.60033
277Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:22.64833
333Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:23.40033
410Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:23.44231
55Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 0641:23.47335
67Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:23.57240
727Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:23.57437
83Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:23.64431
916Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 0641:23.75435
108Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 0641:23.81437
1126Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:23.93336
1220Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 0641:23.98827
1318Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:24.01138
1455Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:24.13326
1599Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:24.29337
1611Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:24.40134
1723Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:24.67540
184Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:24.73326
1963George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:26.45332
2088Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:26.65533

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Alfa Romeo

Renault quer continuar a evolução com o R.S.19

Rumo aos primeiros lugares a Renault F1 apresentou seu carro para a temporada de 2019. O R.S.19 é o carro que terá como missão não só se consolidar como a 4ªForça como tentar entrar na disputa pelos 3 primeiros lugares no Mundial de Construtores. Desde da sua volta em 2016 a Renault tem progredido na classificação dos construtores. No ano passado alcançaram a 4ªposição no Mundial com 122 pontos.

O presidente da Renault Sport Racing Jérome Stoll Falou do compromisso futuro da Renault com o Esporte: “Na Renault, somos apaixonados pelo automobilismo. Nossa história na F1 continuou ininterrupta por mais de 40 anos. A Fórmula 1 é um espetáculo, é  entretenimento, mas também é o mais alto nível do automobilismo. A paixão pela Fórmula 1 é uma metáfora do espírito de luta, da determinação, da resiliência, mas também do progresso, graças à inovação sem limites que inspira o esporte. Mas essa paixão deve ser temperada com uma dose saudável de realidade. A F1 faz sentido para a Renault, É um laboratório para a nossa futura tecnologia da as ruas, Visto a nova designação de motor – Renault E-Tech 19. É um momento muito emocionante fazer parte da F1. ”

Desde seu retorno à F1 em 2016, a Renault investiu pesado em sua instalações técnicas em Enstone, no Reino Unido, e em Viry-Châtillon, na França.

Em Enstone, a equipe aumentou significativamente a capacidade de produção, com máquinas-ferramentas atualizadas. O que fez a força de trabalho crescer cerca de 50% desde 2016.

Em Viry, um dyno recém-reformado acaba de ser comissionado e será usado durante toda a temporada para desenvolver a unidade de energia, enquanto um programa de construção ambicioso para a construção de novas unidades, departamentos de confiabilidade e um departamento de lojas automatizadas começou recentemente, com conclusão prevista para o ano de 2020.

O Diretor-Geral Cyril Abiteboul falou sobre o objetivo da equipe em 2019: “Lançar todos esses projetos enquanto disputavam o campeonato foi um desafio incrível. nono em 2016 com oito pontos, sexto em 2017 com 57 pontos e quarto no ano passado com 122 pontos. Entramos nesta temporada com o objetivo de manter esse ímpeto forte e medido. Nós não temos como alvo essa ou aquela posição assim como um número de pontos: o que eu quero é ver a equipe continuar sua trajetória de progressão em relação as outras equipes do topo da tabela.

Cyril falou sobre a motivação da dupla de pilotos: “O impulso adicional da parceria Daniel-Nico traz confiança para a equipe nesta temporada. Acredito que temos uma das mais fortes – se não a mais forte dupla de pilotos da Formula 1. Daniel traz experiência comprovada em corrida e conhecimento de uma equipe de ponta, enquanto Nico está com fome. Ele é extremamente subestimado – ele é rápido, determinado e um motivador para a equipe. Individualmente eles são muito fortes e sinto que os 2 se complementam perfeitamente. A energia que eles trazem para a equipe é muito agradável e eu espero que possamos dar um carro competitivo para os dois mostrarem seu talento”.

Em sua 3ªTemporada Nico Hulkenberg vai fazer dupla com o recém-chegado a Renault Daniel Ricciardo que até o ano passado estava na Red Bull.

“Como equipe, Nós desenvolvemos muito desde do inicio do ano de 2017. Quando cheguei, a infraestrutura ainda era muito nova, Percorremos um longo caminho desde de então, com muito progresso. Eu quero extrair o melhor de mim mesmo e Maximizar o potencial da equipe e do novo carro. O importante é que damos um bom salto para a frente como equipe e estamos nos apresentando de maneira mais consistente. Queremos que a tendência de crescimento continue para cima”.

O Recém-Chegado Daniel Ricciardo, Que ganhou 7 corridas pela Red Bull esse ano se junta a Renault: “A Renault tem uma história enorme no automobilismo, Por isso, fazer parte da equipe nesse novo momento é um desafio empolgante. Estou aqui para fazer meu trabalho na pista e pilotar o mais rápido possível. Mas também gostaria de trazer a minha energia para a equipe, ser uma mola nos passos de todos, Porque isso faz parte do meu trabalho e do meu caráter. Eu pretendo ser capaz de fazer a equipe trabalhar um pouco mais, com mais esforço. Eu gostaria de ser um catalisador de energia positiva para todos”.

Com novas instalações e novos motoristas reforçando a confiança, 2019 promete ser um ano interessante dentro e fora da pista para a Renault.

O Layout do carro foi mantido, com bem poucas modificações e os patrocinadores também se mantiveram. Se o carro melhorar e a Red Bull não tiver o motor ainda competitivo pode ser que a Renault almeje mais do que o 4ºlugar dos construtores e quem sabe conseguir o primeiro pódio desde da volta em 2016.

Fotos:

Ficha Técnica:

Chassis: (Renault R.S.19) Fibra de carbono moldada e monocoque composto de favo de mel de alumínio, fabricado pela Renault F1 Team e projetado para máxima resistência com peso mínimo.
Suspensões dianteiras e traseiras: composto de Triângulos feitos de fibra de carbono, rodas de magnésio OZ Racing.
Transmissão: Caixa de câmbio de carbono semiautomática de oito marchas com marcha reversa. Sistema “Quickshift” em operação para maximizar a velocidade das mudanças de marchas.
Sistema de combustível: Célula a combustível de borracha reforçada com Kevlar pela ATL.
Elétrico: Unidade de Controle Eletrônico Padrão da MES-Microsoft.
Sistema de freios: Discos de carbono e almofadas. (Brembo)
Cockpit: Banco do condutor removível feito de composto de carbono anatomicamente formado, com cinto de segurança de seis pontos. O volante integra toda a função eletrônica do carro, Com as pás de troca de marchas, as pás da embreagem e o DRS.

Dimensões:

Dianteira: 1600mm
Traseira: 1550mm
Comprimento total: 5480mm
Altura total do carro: 950mm
Largura Geral: 2000mm
Motor: Renault E-Tech 19
Capacidade do Motor: 1600 Cilindradas (1.6 L)
Numero de cilindros: 6
Número de Válvulas: 24 (4 por Cilindro)
Limite de RPM: 15.000
Carregamento de pressão: Turbocompressor simples, pressão de aumento ilimitada a 5 bar (Atmosfera)
Limite de fluxo de combustível: 100 kg / h
Quantidade de combustível permitida por corrida: 110 kg
Ângulo: 90°

Sistema de Recuperação de Energia:

Rpm MGU-K: Máximo de 50.000 rpm
Potência de MGU-K: Max 120kW
Energia recuperada pela MGU-K: Max 2 MJ / colo
Energia liberada pela MGU-K: Max 4 MJ / volta
MGU-H rpm: 100.000 rpm
Energia recuperada pela MGU-H: Ilimitado
Peso do carro: 743 kg
Peso do motor: Mínimo de 145 kg
Potência total: Mais de 950 hp(Cavalos)
Combustível: BP
Lubrificante: Castrol EDGE
Diretores Técnicos
Chassis: Nick Chester
Motor: Rémi Taffin
Aerodinâmica: Marcin Budkowski

Pilotos:

27. Nico Hulkenberg (Alemanha)
3. Daniel Ricciardo (Austrália)
Patrocinadores: Castrol, Genii, Castrol Edge, Renault, RCi Bank And Services, Infiniti, BP Ultimate,Mapfre, Microsoft

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Renault/F1

Verstappen repete vitória no México e Hamilton conquista o campeonato após o 4ºlugar.

Max Verstappen Repetiu a dose do ano passado e conquistou ontem a sua 5ªVitória da Carreira e a segunda no México. Uma atuação impecável que o coloca na disputa pelo 3ºlugar no Mundial de Pilotos. Max comandou a Festa com DJ, Já Lewis Hamilton foi o outro grande vencedor da prova. Precisando somente de um 7ºlugar, O piloto inglês fez uma corrida apagada, Mas que foi o suficiente para terminar em 4ºlugar e o título pela 5ªVez em sua Carreira.

Na largada, Quem largou mal foi Daniel Ricciardo. Hamilton se aproveitou disso e foi para cima do piloto Australiano. Porém quem passou para a liderança foi Max Verstappen que fez grande largada e assumiu a liderança. Com Hamilton em segundo, Ricciardo em 3º, Vettel em 4º recuperando na chicane a posição em cima de Bottas. Raikkonen caiu para o 7ºlugar, Sendo superado pelo espanhol Carlos Sainz jr. Atingidos na primeira volta, Ocon e Hartley foram para os boxes. O Francês acabou trocando os bico do seu carro além dos pneus.

Na segunda volta, Raikkonen ultrapassa Sainz jr. Tomando o 6ºlugar. Fernando Alonso com problemas abandona a prova, Ele acabou pegando um pedaço do carro do Ocon que ficou preso ao assoalho e essa peça danificou o carro.

Verstappen nas primeiras voltas abriu vantagem sobre Hamilton que não precisava vencer para ser o campeão, Daniel Ricciardo vinha se aproximando do virtual campeão mundial . Enquanto que Bottas e Raikkonen se distanciavam de Sainz e dos outros pilotos do Grupo intermediário.

Na 12ªVolta, Hamilton reclamando dos pneus acabou indo para a sua primeira parada, Também foi para a parada seu companheiro de equipe. Tanto para Lewis como para Bottas o trabalho foi muito bem feito. Na volta seguinte foi à vez de Verstappen e de Ricciardo pararem para suas primeiras paradas. Vettel e Raikkonen assumiram os 2 primeiros lugares.

Raikkonen e Vettel continua. Na mesma volta, Perez ultrapassa Ericsson e ganha o 7ºlugar, Fazendo a alegria da torcida Mexicana. Raikkonen vinha à frente de Hamilton e Ricciardo, Podendo ajudar Vettel ao segurar ambos. Com os pneus gastos, Raikkonen foi para a parada na 17ªVolta e o piloto Alemão para na volta seguinte. Com as paradas, Verstappen era o líder com Hamilton, Riccardo, Vettel, Bottas e Raikkonen. Ou seja, nada mudou desde das primeiras voltas. Sergio Perez continuava na pista enquanto os outros pilotos pararam, O Mexicano queria fazer só uma parada.

A prova prosseguia. Verstappen continuava disparado na frente, Ricciardo tenta se aproximar do Hamilton querendo a dobradinha da Red Bull. Vettel em 4ºlugar começava a chegar na briga. Na 31ªVolta, Carlos Sainz jr. teve problemas de suspensão e acabou tendo de deixar a prova.

O Safety Car foi acionado, Vettel estava perto de Ricciardo, Na relargada ele perdeu contato para Ricciardo. Com isso o piloto da Ferrari teve que se reaproximar do piloto Australiano, O Alemão partia para o tudo ou nada para tentar a vitória. Na 34ªVolta, Vettel usa o vácuo e o DRS para ultrapassar o piloto da Red Bull, Ganhando o 3ºlugar.

Perez na volta seguinte passou por fora Charles Leclerc, A corrida do piloto Mexicano anima os torcedores na arquibancada.

Vettel partiu para cima de Hamilton com tudo, Na 39ªVolta ele ataca o líder do campeonato que não resistiu. Afinal era ele que precisava da vitória e mesmo assim o Inglês seria campeão com o resultado que ele estava naquele momento. A diferença entre o 6ºlugar (Raikkonen) para o Nico Hulkenberg que estava em 7ºlugar, era de 1 minuto e 10 segundo. Isso com um pouco mais de 30 voltas para o final da prova. Impressionante a gritante vantagem das 3 equipes grandes para o resto do pelotão.

Na volta 41, Sergio Perez abandona a prova. Os freios do carro da Force India acabaram e o Mexícano deixa a prova.  É a primeira vez que o piloto de casa não chegou ao final da prova. Os torcedores ficaram tristes com desfecho da prova do Chevo.

Enquanto Vettel tentou tirar os 10 segundos de vantagem para cima do Verstappen. Hamilton estava sofrendo com seus pneus. Ele foi pressionado pelo Daniel Ricciardo, Tanto é que na volta 47, O piloto da Mercedes não consegue fazer a curva do final da reta e vai para a grama. Enquanto Ricciardo ganhou o terceiro lugar, Os pneus de Hamilton estavam na lona. A Mercedes se preveniu e acabou fazendo a segunda troca de pneus na volta seguinte. Tava na cara que era pura precaução para se evitar uma quebra da Mercedes de Lewis Hamilton.

Na volta 48 Bottas e Vettel pararam. O piloto Finlandês sofria também com os pneus, Tanto que ele ao defender posição da pressão de Kimi Raikkonen ele acabou saindo da pista e indo para a brita no mesmo final de reta, A Mercedes em geral vinha sofrendo com os pneus.

Verstappen também fez a parada nos boxes assim como Kimi Raikkonen. Porém Daniel Ricciardo arrisca tudo em se manter na pista para fazer só uma parada até o final da prova. Vettel foi com tudo para cima de Ricciardo. Parecia que o destino era mesmo que o piloto da Ferrari voasse para cima do Australiano, Mas o que se viu foi o piloto da Red Bull fazendo volta mais rápida e abrindo diferença.

Na Volta 63, Uma reviravolta: Motor acaba deixando Daniel Ricciardo na mão. Foi o 7ºabandono do ano para ele. Novamente o Safety Car Virtual entrou na pista para a retirada do carro do Australiano. Não tem como ele dar sorrisos com um final de ano tão problemático como esse.

Nas voltas finais, Os carro das Haas sofriam com os pneus, Chegando a virar 6, 7 segundos mais lento do que os carro da frente. Os pneus foram um sério problema no Circuito de Hermanos Rodriguez.

Verstappen dominou a prova e assim como no ano passado, Conquistou a vitória. Que deu de vez o pentacampeonato para Lewis Hamilton. O piloto Holandês conquistou sua 5ªvitória na sua carreira e 2ª da temporada, A Red Bull superou as deficiências do motor com um carro muito bom na baixa aderência.

O pódio foi completada pelo Sebastian Vettel, Que lutou com todas as forças para manter a disputa pelo campeonato vivo, O 2ºlugar serve como consolo pela luta que teve o alemão. Kimi Raikkonen completou o pódio em 3ºlugar.

Lewis Hamilton, Em uma corrida estranha para a Mercedes pelo desgaste dos pneus ficou em 4ºlugar, Mas isso era o suficiente para que Hamilton conquistasse seu 5ºtítulo de sua carreira. Se juntando a Juan Manuel Fangio e só ficando atrás de Michael Schumacher no número de campeonatos Mundial de Formula 1, escrevendo mais um capitulo da riquíssima história da sua carreira.

Apesar de não ter ido para o pódio, O inglês fez sua festa, Inclusive com uma placa dourada ao parar seu carro no estádio.

Seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas ficou em 5ºlugar, a 1 volta do vencedor.

O Alemão Nico Hulkenberg foi o melhor do resto, ele levou seu carro da Renault para o 6ºlugar e deu um importante passo para o 7ºlugar do Mundial de Pilotos. Charles Leclerc levou de novo a Sauber para um grande resultado com o 7ºlugar de hoje.

Stoffel Vandoorne após 14 corridas sem pontuar, acabou em 8º. Seu melhor resultado do ano para o Belga que deixa a categoria ao final da temporada. Na mesma situação de não ter Cockpit em 2019 esta Marcus Ericsson, Que levou a segunda Sauber para o 9ºlugar e ajudou a Sauber a ultrapassar a Toro Rosso na disputa do 8ºlugar do Mundial de Construtores.

Pierre Gasly fez uma bela prova de recuperação e foi recompensado com o 10ºlugar, fechando a zona de pontuação. Esteban Ocon que se envolveu em dois lances que acabou danificando seu carro acabou de fora dos pontos, A Racing Point Force India pode ter perdido a chance de passar a Mclaren no mundial de Construtores com esse resultado de hoje. Lance Stroll em 12º e Sergei Sirotkin em 13º levaram a Williams a posições acima do que se esperava. Ambos Superaram a Brendon Hartley que ficou em 14ºlugar. Certamente isso não ajudou em nada na sua luta para se manter na Toro Rosso e na Formula 1.

Agora, Fim de semana para a Haas esquecer, Seus dois pilotos no final sofreram com o desempenho dos pneus, Kevin Magnussen e Romain Grosjean ficaram nas últimas posições na Classificação Geral da prova. (Dos pilotos que terminaram a prova)

Parabéns a Lewis Hamilton pelo seu 5ºtítulo Mundial de Formula 1. Um dos maiores pilotos da História do Automobilismo Mundial.

Logo mais vou falar sobre o GP do Brasil e do que nós vamos fazer nesse evento.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP do México de Formula 1
19ªEtapa do Campeonato de 2018

Pos Piloto Equipe Chassis Motor Voltas Tempo Grid
1 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 71 1:38:28.851 2
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 71 a 17.316s 4
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 71 a 49.914s 6
4 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 71 a 1:18.738s 3
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 70 a 1 volta 5
6 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 69 a 2 voltas 7
7 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 69 a 2 voltas 9
8 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 69 a 2 voltas 15
9 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 69 a 2 voltas 10
10 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 69 a 2 voltas 20
11 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 69 a 2 voltas 11
12 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 69 a 2 voltas 17
13 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 69 a 2 voltas 19
14 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 69 a 2 voltas 14
15 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 69 a 2 voltas 16
16 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 68 a 3 voltas 18
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 61 Hidralico 1
11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 38 Freios 13
55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 28 Elétrico 8
14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 3 acidente 12

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull/Ferrari/Mercedes/Renault/Force India/Sauber/Toro Rosso

No México, Daniel Ricciardo conquista pole e Red Bull volta a fazer dobradinha.

No circuito de Hermanos Rodriguez, A pole ficou com a Red Bull, Mas o autor da pole foi o Australiano Daniel Ricciardo. Vivendo os seus últimos momentos na equipe Austríaca (Momentos bem difíceis diga-se de passagem) Riccardo tirou uma pole quase certa do piloto das mãos de Max Verstappen. A Classificação foi muito favorável para Lewis Hamilton. Com o 3ºlugar no Grid de largada e Vettel em 4ºlugar o título fica muito próximo das mãos do piloto Inglês.

No Q1, Foi evidente que Red Bull estava na disputa pela pole position. A Baixa aderência era um fator que jogava a Favor da equipe Austríaca. A se Destacar o belo desempenho dos pilotos da Force India que obteve o 6º e 7ºlugares (Perez e Ocon) a frente de Kimi Raikkonen. E Fernando Alonso, que conseguiu levar a carroça da Mclaren ao Q2.

Os eliminados foram Romain Grosjean em 16º, Stoffel Vandoorne em 17º, Kevin Magnussen em 18º, Lance Stroll em 19º e Sergei Sirotkin em 20º. A Haas acabou sendo a decepção do dia, Seus carros não se adaptaram a esse circuito.

Resultado do Q1:

Pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo
1 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:15.580
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:15.673
3 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:15.756
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:15.866
5 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:16.089
6 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:16.242
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:16.252
8 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:16.446
9 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:16.498
10 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:16.682
11 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:16.701
12 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:16.813
13 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:16.828
14 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:16.857
15 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:16.862
16 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:16.911
17 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:16.966
18 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:17.599
19 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.689
20 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.886

O Q2, Evidenciou o equilíbrio entre Red Bull, Mercedes e Ferrari. Com uma pequena vantagem para a Red Bull, Que mesmo sem um motor tão potente como os motores Mercedes e Ferrari. Compensavam pelo melhor aproveitamento a baixa aderência do circuito.

A Classificação ficou com Verstappen na frente, com Hamilton de Mercedes em 2º e Vettel de Ferrari em 3º. E depois os companheiros de equipe em 4º, 5º e 6ºlugar. As outras 4 vagas ficaram com os dois pilotos da Renault: Hulkenberg e Sainz jr. e os dois pilotos da Sauber: Leclerc e Ericsson. Uma grata surpresa ver o time suíço com seus dois carros na fase final.

Os Eliminados foram Esteban Ocon da Force India, Fernando Alonso com a Mclaren, Sergio Perez com a Force India, Brendon Hartley e Pierre Gasly da Toro Rosso. O Príncipe das Astúrias fez um ótimo trabalho. Já a Torcida ficou muito desapontado com Sergio Perez que não passou do 13ºlugar no Grid de largada. Gasly não treinou porque vai ter uma punição de 15 posições no Grid de largada, Por causa de troca de componentes do Motor.

Resultado do Q2:

Pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo
1 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:15.640
2 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:15.644
3 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:15.715
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:15.845
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:15.923
6 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:15.996
7 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:16.126
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:16.188
9 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:16.320
10 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:16.633
11 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:16.844
12 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:16.871
13 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.167
14 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:17.184

Na parte final da classificação mostrou o equilíbrio e com condições das 3 equipes de disputarem a pole position. Na primeira tentativa, Entre os pilotos da Ferrari, Vettel foi melhor que Raikkonen marcando 1:14.970, Os dois pilotos da Mercedes não conseguiram baixar seu tempo para 1:14. Já Max Verstappen marcou uma grande volta, Com 1:14.785. O piloto Holandês passou a liderança. Parecia que seria o dia da primeira pole position.

Na última tentativa de classificação, Raikkonen, Vettel e Verstappen não melhoraram suas voltas. Bottas e Hamilton melhoraram seus tempos, Mas não conseguiram superar Verstappen, Mas Daniel Ricciardo fez uma volta maravilhosa e com 1:14.759, O Australiano por 26 milésimos a pole ficou com o piloto mais sorridente da Categoria. Um grande momento nas suas últimas corridas pela Red Bull.

O Holandês Max Verstappen ficou com a frustração de ficar em 2ºlugar, Sua primeira pole position vai ter que esperar mais um pouco. Para Lewis Hamilton, A 3ºposição no grid de largada favorece para o campeonato terminar amanhã. Vettel em 4ºlugar precisa de um milagre para adiar a decisão para o Brasil.

Valtteri Bottas da Mercedes e Kimi Raikkonen com a Ferrari fazem a 3ªFila do Grid de largada, Ambos podem serem decisivos para a disputa pelo título. Os pilotos da Renault fazem a 4ªFila do Grid (Hulkenberg na frente de Sainz jr.) e os carros da Sauber (Leclerc na frente de Ericsson).

Amanhã, As 4 horas da tarde teremos a prova que pode sacramentar definitivamente para o pentacampeonato de Lewis Hamilton.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada – GP do México
Formula 1 – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Voltas Fase
1 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:14.759 16 Q3
2 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:14.785 15 Q3
3 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:14.894 20 Q3
4 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:14.970 16 Q3
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:15.160 22 Q3
6 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:15.330 20 Q3
7 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:15.827 18 Q3
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:16.084 18 Q3
9 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:16.189 20 Q3
10 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:16.513 20 Q3
11 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:16.844 16 Q2
12 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:16.871 12 Q2
13 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.167 16 Q2
14 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:17.184 12 Q2
15 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:16.911 9 Q1
16 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:16.966 6 Q1
17 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:17.599 9 Q1
18 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.689 5 Q1
19 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:17.886 6 Q1
20 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H Sem Tempo no Q2 11 Q2

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull/Ferrari/Mercedes/Renault/Sauber/Force India