Vettel em corrida impecável conquista 50ªVitória da carreira e volta a liderar o campeonato

Sebastian Vettel em um dia perfeito para ele conquistou a sua 3ªVitória na Temporada, Que veio através de um GP do Canadá bem atípico e sem nenhuma emoção para os Padrões do Canadá.

Emoção tivemos na largada. Verstappen pressionou Bottas que acabou resistindo a pressão do piloto Holandês e manteve o segundo lugar com Vettel mantendo a liderança. Riccardo ganhou a posição de Raikkonen subindo para o 5ºlugar. No final do primeiro setor tivemos o acidente entre Lance Stroll que perdeu o controle do carro devido a um toque com o Belga Stoffel Vandoorne e Brendon Hartley que acabou tentando passar por fora o piloto Canadense.

O Safety Car foi acionado. Vandoorne foi para os boxes trocar seus pneus e seu Bico Dianteiro que foi danificado. A relargada acontece na volta 5. Vettel dispara na liderança enquanto que Bottas começava a ser pressionado pelo Max Verstappen com os pneus Ultra Macios contra os Super Macios do piloto da Mercedes. Mais atrás, Carlos Sainz jr. empurrou o Mexicano Sérgio Perez para fora da pista. O piloto da Force India perdeu posições. O Incidente foi investigado e não foi dada punição nenhuma para o piloto Espanhol, Que no meu modo de ver deveria ter levado alguma punição, Mas dessa vez os comissários da FIA marcaram bobeira.

Com o passar das voltas o rendimento dos pilotos da Red Bull acabaram perdendo rendimento, Devido ao desgaste dos pneus Ultra Macios. A tática da equipe Austríaca não tinha funcionado. Os dois pilotos da Force India foram os primeiros pilotos a pararam com os dois pilotos da Renault que também pararam cedo.

Dos primeiros colocados, Foi Verstappen e Hamilton foram os primeiros a fazerem a parada na volta 17. Hamilton teve uma dificuldade para ficar a frente de Charles Leclerc que ainda não tinha feito sua parada. Ricciardo parou na volta 18 e voltou a frente de Hamilton. Enquanto isso: Vettel, Bottas e Raikkonen continuavam na pista buscando fazer uma parada, Já os outros 3 pilotos iriam para a possível tática de 2 paradas nos boxes.

Com o decorrer da prova se via que a tática dos três primeiros colocados tendia a dar bem mais certo do que a tática de duas paradas nos boxes. Grosjean também foi para a tática de apenas uma parada nos boxes ficando em 7ºlugar até a volta 25, quando foi ultrapassado pelo Alemão Nico Hulkenberg.

Na Volta 33, Raikkonen foi o primeiro a fazer a parada nos boxes. Que voltou atrás de Hamilton em 6ºlugar. Na Volta 37, Bottas foi para os boxes. Vettel para na volta 38. Os dois voltaram nas 2 primeiras posições.

Na Volta 43, Fernando Alonso teve problemas de Exaustor e acabou abandonando a prova. Romain Grosjean foi o último a fazer a parada na volta 49 quando vinha em 9ºlugar, O piloto da Haas reclamou de maneira desnecessária o piloto da Force India.

Valtteri Bottas vinha andando rápido tentando diminuir a distância que ele tinha atrás de Vettel, Porém a 15 voltas do final, Bottas acabou erra a curva e por pouco ele não acaba rodando. O Finlandês segurou o carro e continuou na prova, Mas isso fez o piloto da Mercedes desistir da disputa pela vitória.

Lewis Hamilton chegou a tentar se aproximar de Daniel Ricciardo. Porém a briga não foi adiante.

Sebastian Vettel levou sem qualquer problema o carro da Ferrari até o final. Ganhando de ponta a ponta o GP do Canadá e voltou a liderar o mundial com apenas 1 ponto de vantagem para Lewis Hamilton.

No final da prova, A modelo e ativista canadense Winnie Harlow, que, convidada para agitar a bandeira quadriculada acabou dando a bandeira um pouco antes da Hora ao dar a bandeira para Kimi Raikkonen que vinha em 6ºlugar. Com isso tudo a direção da prova decidiu oficializar o resultado oficial seria o resultado da 68ªVolta.

Valtteri Bottas em uma boa corrida chegou em 2ºlugar com a Mercedes e Max Verstappen, Em seu primeiro final de semana sem qualquer incidente fechou o pódio em 3ºlugar com a Red Bull.

Daniel Ricciardo foi o único piloto a ganhar posições entre os 6 primeiros colocados, Largando do 6ºlugar para completar a prova em 4ºlugar. A frente de Lewis Hamilton que fez uma corrida bem apagada perdendo a liderança do campeonato. Kimi Raikkonen fechou os 6 primeiros colocados com sua Ferrari.

Nico Hulkenberg teve um excelente final de semana com o 7ºlugar tanto na classificação como na corrida, Sendo o melhor do resto e empatando na 7ªposição no Mundial de Pilotos com o Espanhol Fernando Alonso (Perde no Critério de desempate), Carlos Sainz jr. que escapou de uma punição garantiu um final de semana muito bom da Renault com o 8ºlugar.

Esteban Ocon com a Force India em 9º, Marcando pontos pela segunda vez seguida e Charles Leclerc, Com um ótimo Trabalho levando a Sauber ao 10ºlugar. (3ªpontuação dele em 2018) Vale fazer o registro da bela corrida de recuperação de Pierre Gasly que largou do último lugar para ficar em 11º e de Romain Grosjean que não treinou ontem por problemas de Motor e acabou a prova em 12ºlugar. A Frente do seu companheiro de equipe Kevin Magnussen.

Sergio Perez, Tocado depois da relargada pouco pode fazer ficando em 14ºlugar. Marcus Ericsson, Stoffel Vandoorne e Sergei Sirotkin sem muito destaque terminaram em 15º, 16º e 17º respectivamente.

Daqui a 2 semanas em plena Copa do Mundo teremos de volta o GP da França no tradicional Circuito de Paul Ricard, Fora do Calendário a 28 anos. (França fora do Calendário há 10 anos) Com os dois principais pilotos a disputar o título separados por apenas 1 ponto.

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Voltas Tempo Grid
1 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 68 1:28:31.377 1
2 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 68 +7.376s 2
3 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 68 +8.360s 3
4 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 68 +20.892s 6
5 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 68 +21.559s 4
6 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 68 +27.184s 5
7 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 67 a 1 Volta 7
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 67 a 1 Volta 9
9 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 67 a 1 Volta 8
10 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 67 a 1 Volta 13
11 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 67 a 1 Volta 20
12 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 67 a 1 Volta 19
13 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 67 a 1 Volta 11
14 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 67 a 1 Volta 10
15 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 66 a 2 Voltas 18
16 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 66 a 2 Voltas 15
17 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 66 a 2 Voltas 17
14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 40 Exaustor 14
28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 0 Acidente 12
18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 0 Acidente 16

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Williams/Red Bull/Renault/Sauber/Toro Rosso/Haas/

Corridas Históricas: GP do Canadá de 1986

Mht3gzui

Grid de largada:

1 Nigel Mansell Williams/Honda 1’24.118
2 Ayrton Senna Lotus/Renault 1’24.188
3 Nelson Piquet Williams/Honda 1’24.384
4 Alain Prost McLaren/TAG 1’25.192
5 René Arnoux Ligier/Renault 1’25.224
6 Keke Rosberg McLaren/TAG 1’25.533
7 Gerhard Berger Benetton/BMW 1’26.439
8 Jacques Laffite Ligier/Renault 1’26.447
9 Riccardo Patrese Brabham/BMW 1’26.483
10 Derek Warwick Brabham/BMW 1’27.413
11 Michele Alboreto Ferrari 1’27.495
12 Thierry Boutsen Arrows/BMW 1’27.614
13 Alan Jones Lola/Ford 1’28.058
14 Patrick Tambay Lola/Ford 1’28.095
15 Teo Fabi Benetton/BMW 1’28.102
16 Johnny Dumfries Lotus/Renault 1’28.521
17 Philippe Streiff Tyrrell/Renault 1’28.639
18 Stefan Johansson Ferrari 1’28.881
19 Martin Brundle Tyrrell/Renault 1’29.111
20 Alessandro Nannini Minardi/Motori Moderni 1’29.653
21 Andrea de Cesaris Minardi/Motori Moderni 1’29.854
22 Jonathan Palmer Zakspeed 1’30.005
23 Piercarlo Ghinzani Osella/Alfa Romeo 1’31.479
24 Huub Rothengatter Zakspeed 1’32.113
25 Christian Danner Osella/Alfa Romeo 1’41.436

0sqhfnxl

Nigel Mansell emplaca em Montreal a 2ªvitória seguida em 1986

Após conquistar a vitória no GP da Bélgica o piloto Nigel Mansell estava disposto a mais nessa temporada, Com 18 pontos no campeonato o Leão foi a luta no GP do Canadá e marcou a pole position (a primeira dele na temporada), Ao seu lado largaria o Brasileiro Ayrton Senna com a Lotus-Renault, na segunda fila alinhados Nelson Piquet com a Williams e Alain Prost com Mclaren-Porsche e na terceira fila René Arnoux com a Ligier-Renault e Keke Rosberg com Mclaren-Porsche, A corrida seria disputada numa linda tarde de céu azul e calor em Montreal.

Os 25 pilotos iriam para a volta de apresentação já que Partick Tambay acabou se acidentando no Warm Up e acabou tendo uma lesão na perna e dessa forma ficando impossibilitado de correr. Danner sairia dos boxes e Jonathan Palmer teve problemas e também sairia atrasado. Na largada Mansell se manteve em 1º com Senna em 2º, Prost assumiu o 3ºlugar de Piquet e Arnoux e Rosberg brigavam pelo 5ºlugar, acabou curvas depois Rosberg assumiu o 5ºlugar. Mansell já disparava na frente de Senna que começava a segurar Prost, Piquet, Rosberg, Arnoux e entre outros, mas principalmente esses 4. Prost tentou passar Senna no começo da 2ªvolta, mas sem sucesso. Palmer só saiu dos boxes depois de uma volta completada dos lideres.

Cbwbk0io

Depois de uma volta a classificação era a seguinte: Mansell, Senna, Prost, Piquet, Rosberg, Arnoux, Berger, Patrese, Alboreto, Johansson.

Enquanto Prost tentava passar Senna, Rosberg passou Piquet e assumiu a 4ªposição que viria pra cima do Prost que estava para cima de Senna, um começo de corrida brilhante de corrida.

Na 5ªvolta Prost passou Senna que tentando resistir passou por cima da Zebra alta, Senna com isso acabou perdendo muito equilíbrio do carro e com isso perdendo posição para Rosberg, Piquet e Arnoux com muita facilidade e acabou caindo de 2º para a 6ºposição e com isso Prost e Rosberg começaram a impor um ritmo fortíssimo, mais forte que a Williams de Piquet e de Mansell que abriu uma considerável vantagem em cima dos dois Mclaren provenientes da vantagem que Mansell abriu de Senna nas primeiras voltas. Duas voltas depois Senna se estabilizou e começou a acompanhar a Arnoux.

Com 6 voltas completadas a classificação era a seguinte: Mansell (9:08.98) – Prost a 5,29 – Rosberg a 6,02 – Piquet a 8,62 – Arnoux a 12,31 – Senna a 13,37.

Christian Danner abandonou a corrida do Canadá que seria a última corrida dele na Osella, estaria ele indo para a Arrows-BMW (mal sabia que esse carro era uma outra furada)com problemas de Turbo. Alan Jones fez uma parada precipitada logo no começo da corrida e ficou muito para trás. Enquanto isso Rosberg tentou ultrapassagem em cima de Prost, Mas o Francês segurou a 2ªposição, Patrese rodou no grampo antes da reta dos boxes tentando passar Berger E voltou na frente de Derek Warwick que estreiava no carro da Brabham-BMw no lugar de Elio de Angelis atrapalhando a trajetória do inglês.

Enquanto a Dupla da Mclaren brigava pelo primeiro lugar Piquet fazia a melhor volta da corrida com 1:27.948 – Média de 180.516 km (112.167 Mph), Enquanto isso Senna começava a encostar em Arnoux na luta pelo 5ºlugar. Mansell começava a se preocupar que a dupla da Mclaren vinha para cima dele, mas ambos estavam brigando pelo 2ºposto. Classificação após 9 voltas: Mansell, Prost, Rosberg, Piquet, Arnoux, Senna, Johansson, Berger e Alboreto.
De Cesaris foi para a sua primeira parada, uma troca lenta diga-se de passagem. Na volta 13 Rosberg se aproveitou de De Cesaris que era retardatário e assumiu a segunda posição passando a Prost, Rosberg iria para cima de Mansell de forma bastante rápida, Lá atrás Senna passou Arnoux e assumiu o 5ºlugar; Na Volta 15 Rosberg chegou perto de Mansell que teve sua pele salva por que uma Zakspeed acabou atrapalhando Rosberg, Mas seria por pouco tempo pois Rosberg vinha pra cima do Leão e o Finlandês fez na volta 11 a volta mais rápida da corrida – 1:27.918 – Média de 180.577 Km/h (112.206 mph). Fabi abandonou a corrida com problemas de Bateria em seu carro. Classificação após 16 Voltas: Mansell – Rosberg – Prost – Piquet – Senna – Arnoux – Johansson – Alboreto – Berger – Patrese são Os 10 primeiros colocados.

Rosberg chegou em cima de Mansell e foi logo para a ultrapassagem e assumiu a ponta na volta 16 para 17. E de forma esperta não permitiu que Mansell desse o x em cima dele e com isso Rosberg assumia a ponta da corrida e parecia que ele iria disparar na ponta tamanha era a facilidade que a Mclaren dominava a corrida, Prost vinha para cima de Mansell. Nannini deixou a corrida na volta 18 com problemas de motor Motori Moderni (Isso era motor de Formula 1?); Arnoux sofria pressão de Johansson que andava bem rápido e estava disposto a brigar pelo 6ºlugar com a Ligier de Arnoux enquanto isso Mansell voltava para cima de Rosberg para tentar voltar a primeira posição da corrida.

Classificação da corrida após 18 Voltas: Rosberg, Mansell, Prost, Piquet, Senna, Arnoux, Johansson, Alboreto e Laffite. Na volta 21 Mansell se aproveita do Retardatário Jones passa Arnoux e reassumiu o primeiro lugar com Rosberg em 2º e Prost em 3º bem coladinho em Rosberg numa linda corrida até aquele momento. Derek Warwick deixou a corrida com problemas de Motor na volta 22, Depois de Mansell, Rosberg e Prost colados brigando pela ponta Piquet vinha longe deles em 4ºlugar, mas com boa vantagem em cima de Senna e depois de Senna vinha Arnoux em 6º Johansson perto dele tentando passar Arnoux e bem perto Michele Alboreto em 8º, Mansell continuava na ponta com Rosberg por perto em 2º e Prost um pouco longe em 3º isso com 25 voltas completadas. A Classificação em 24 voltas dava o seguinte posicionamento: Mansell (35:50.11) – Rosberg a 00.96 – Prost a 03.13 – Piquet a 19.03 – Senna a 28.83 – Arnoux a 37.00.

8uzstipw

Na volta 26 Rosberg tenta volta a ponta da corrida e pressionava a Mansell numa belíssima briga pela primeira posição. E logo vinham as paradas nos boxes para todos os pilotos. Na volta 27 Rosberg vinha para cima de Mansell, O finlandês tinha a melhor volta da corrida com 1:27.479 – Média de 181.484 Km/h – 112.769 Mph na volta número 19. Mansell conseguiu pequena vantagem quando passou de forma mais rápido a Jonathan Palmer para colocar volta no piloto da Zakspeed, Mas Rosberg não iria desistir e continuava em cima de Mansell. Palmer logo depois de ser ultrapassado pelo lideres o Inglês teve problemas de Motor e deixou a corrida.

Mansell, Rosberg e Prost pegavam muitos retardatários quanto Rosberg foi para a sua primeira parada, que ficou em 13.24 segundos, uma troça de razoável para fraca na volta 29 e Rosberg voltou atrás de Piquet. Mansell na volta 30 foi para os boxes para sua parada que foi boa, mais ou menos 10 a 11 segundos. Já Johansson bateu no muro e abandonou a corrida na volta 31, Alboreto também fez sua parada demorando 10.48 segundos, Na Volta 32 Prost fez sua parada nos boxes, mas a Mclaren demorou demais fazendo uma péssima troca, 19.98 segundos. Com isso a classificação da corrida era: Mansell – Piquet e Rosberg os três primeiros na 32ªvolta. Senna era o Quatro com Prost em 5ºlugar depois da desastrosa parada nos boxes.

Classificação após 31 Voltas: Mansell (46:20.50) – Piquet a 02.03 – Rosberg a 03.06 – Senna a 10.35 – Prost a 15.14 – Arnoux a 21.99. Piquet, Senna e Arnoux não foram para as suas trocas de Boxes. Na volta 34 Senna foi para os boxes que trabalhou muito bem no carro do Brasileiro demorando somente 9.44 segundos. Enquanto isso Dunfries já estava fora da corrida se acidentando com a Lotus-Renault. Na metade da corrida Berger também deixava a corrida com problemas de Turbo em sua Benetton-BMW após largar em 7ºlugar. Piquet na volta 36 fez sua parada, e foi um bom trabalho assim como a do Mansell, por volta de 10 segundos, um pouco mais rápido que Mansell, mas bem pouca coisa. Arnoux era o único a não ter trocado de pneus, seus pneus Pirelli poderiam oferecer uma possibilidade remota de correr a prova inteira com o mesmo pneu que o favorecia na corrida pois Arnoux estava em 5ºlugar, na frente de Ayrton Senna.

Na Volta 36 a classificação era a seguinte: Mansell (52:25.31) – Rosberg a 08.63 – Prost a 23.56 – Piquet a 24.65 – Arnoux a 30.60 e Senna a 34.91. 16 pilotos continuavam na corrida naquele momento.

Kt89bsfl

Mansell voltava a ficar tranquilo na liderança com Rosberg tentando alcançar o Inglês em 2º com Prost em 3º e Piquet em 4ºlugar que pouco apareceu até aquele momento da corrida. E depois Arnoux em 5º e Senna tentando Chegar em Arnoux para lutar pelo quinto lugar na volta 39. Thierry Boutsen também deixava a corrida na Volta 38 com problemas elétricos (na cadeira elétrica da Arrows-BMW). Enquanto isso Senna chegava em definitivo em Rene Arnoux pela 5ªposição isso na volta 41.

A Classificação em 41 voltas era a Seguinte: Mansell – Rosberg – Prost – Piquet – Arnoux – Senna – Alboreto – Patrese – Laffite e Brundle – Os dez primeiros colocados.

Senna e Arnoux brigavam pau a pau pelo quinto lugar, com ambos fazendo ultrapassagem em retardatários, Senna continuava colado para tentar ultrapassar o Francês veterano que de todas as maneiras não deixava Senna ter uma chance de passar e isso tendo um pneu que foi usado desde da 1ªvolta segurando Senna com um pneu mais novo. Andrea De Cesaris teve problemas de Câmbio e abandonou a corrida. Alboreto estava para tomar uma volta do líder Michele Alboreto na volta 44.

Enquanto Mansell caminhava a passos largos para a segunda vitória na temporada Rosberg tentava alcançar Mansell mas sem sucesso Prost em 3º tinha que ficar de olho em Nelson Piquet que estava começando a pressionar ao Francês. Enquanto isso Piercarlo Ghinzani deixava a corrida com a Sua Osella com problemas de câmbio. Aliás a Osella de Ghinzani que supreendentemente aguentou muito nessa corrida. Classificação após 45 voltas estava assim: Mansell (1:07.11.90) – Rosberg a 12.52 – Prost a 22.40 – Piquet a 23.84 – Arnoux a 44.41 – Senna a 45.65. Na volta 46 Ricardo Patrese com sua Brabham-BMW soltando fumaça com problemas de turbo deixando a corrida.

Piquet partia definitivamente para a Briga na volta 49 pra cima de Prost e acabou conseguindo passar Prost e assumiu o 3ºlugar. Piquet que procurava aparecer no terço final de corrida, ele que pouco apareceu na 2 primeiras partes do GP. Piquet tinha no momento a melhor volta da corrida feita na volta 46: 1:26.475 – Média de 183.581 Km/h – 114.078 Mph. Restando 20 voltas para o Final Piquet ainda tentaria a vitória e teria tempo para isso, com um carro relativamente menos desgastado do que Rosberg, Mansell e Prost isso na teoria, mas na prática veríamos se isso seria realidade.

Restando 18 voltas para o final Rosberg começava a diminuir o ritmo de corrida para poupar combustível até por que ele nunca foi de economizar combustível e começava a Piquet e Prost se aproximar dele para tomar o 2ºlugar do Finlandês. Enquanto isso continuava Senna atrás de Arnoux tentando a ultrapassagem, mas tendo em cima dele Laffite que estava a 1 volta atrás de Senna e Arnoux tentando ajudar Arnoux pressionando a Senna, mas parecia que Laffite tinha mais carro que Arnoux e Senna que estavam na sua frente, a 1 volta na Frente do Veteraníssimo francês de 42 anos de idade.Oycgaw3o

Rosberg já lento na pista para salvar combustível já tinha a pressão de Nelson Piquet e de Alain Prost e provavelmente iria perder a 2ªposição para os dois que tinham preservado mais seus carros. Classificação após 52 voltas: Mansell (1:17:25.43), Rosberg a 20.36, Piquet a 22.00, Prost a 23.57, Arnoux a 1:06.04 e Senna a 1:07.66.

E Na 54ªvolta Piquet conseguiu a ultrapassagem em cima de Rosberg e assume a 2ªposição e logo Prost passa Rosberg para assumir a 3ªposição. Rosberg parecia ter de se contentar com o 4ªlugar após brigar pela ponta a maior parte da corrida, mas mais uma vez ele não soube dosar a sua velocidade com a economia de combustível. Senna nas últimas 14 voltas tentava um ataque final pra cima de Arnoux para buscar o 5ºlugar que parecia ser o máximo que ele podia almejar na corrida do Canadá pela falta de condições de brigar com Mclaren e Williams pela vitória. Classificação após 55 voltas: Mansell – Piquet – Prost – Rosberg – Arnoux – Senna – Alboreto – Laffite – Brundle – Streiff.

Mas Piquet não estava tendo vida fácil pois Prost continuava no cangote de Piquet, buscando o 2ºlugar enquanto isso Mansell passeava nas voltas finais rumo a vitória faltando 11 voltas para o final da corrida. Piquet tinha problemas de pneus e foi para o Box para uma segunda parada, para colocar pneus de classificação literalmente, o time trabalhou muitíssimo bem com uma parada de 7.77 segundos. Piquet tentaria no final voar para buscar posições. Faltando 10 voltas para o Final Senna passou por fora por Rene Arnoux e assumiu o 5ºlugar.
Piquet voltou para a pista e na volta 61 para 62 passou a Keke Rosberg que já estava bem lento para terminar a corrida e assumiu o 3ºlugar e tentaria buscar Prost para ficar em 2ºlugar na corrida.

As últimas voltas só tinha algumas dúvidas, se Piquet teria chance de conseguir se aproximar e passar a Prost e se o Rosberg conseguia terminar a corrida, já que estava bem lento, a mais de 30 segundos atrás de Piquet e com alguma chance de Senna e Arnoux chegarem para passar Rosberg, Mas ambos com o motor Renault, o Beberrão motor Renault teriam de poupar para terminar a corrida e também ficaram lentos. Classificação após 65 voltas: Mansell (1:36:28.46) – Prost (a 21.53) – Piquet (a 39.19) – Rosberg (1:09.94) – Senna (1 Volta) – Arnoux (1 Volta).

Zketlfem

Mansell só levou na ponta dos dedos para a quarta vitória na Carreira e a segunda do Ano. Prost em 2º assumindo a liderança do campeonato que era de Ayrton Senna, Piquet fazendo a melhor volta da corrida terminou em 3º, Rosberg em 4º tendo de poupar combustível no final da corrida e terminando muito atrás dos 3 primeiros. Senna em 5º e Arnoux em 6º com a Ligier que teve Jacques Laffite em 7º andando muito na parte final da corrida. Alboreto, Brundle, Jones, Streiff e Rothengatter completaram a lista os 12 pilotos que chegaram ao final da corrida. Prost terminava a 6ªetapa como Líder com 29, Senna e Mansell com 27 dividiram o 2ºlugar, Piquet chegava a 19 e Rosberg a 14 eram os 5 primeiros colocados da temporada restando 10 corridas para o final do Certame, numa das mais belas corridas da temporada de 86.

Resultado Final do GP do Canadá de 1986

Fotos:

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva