Marquez conquista vitória e o pentacampeonato em Motegi

Marc Marquez, Apesar de largar em uma situação desfavorável no Grid de largada acabou fazendo uma brilhante corrida e travando o duelo com Andrea Dovizioso, A Formiga Atômica conquistou a vitória após um grande duelo com o piloto Italiano que durou até a queda do piloto da Ducati a 1 volta e meia do final. A partir dai Marquez ficou tranquilo para cruzar a linha de chegada e confirmar o campeonato.

Uma corrida que não tinha um quadro dos mais favoráveis começou com Dovizioso na liderança e com quase um acidente entre Jack Miller e Johann Zarco, Nisso o piloto oficial da Ducati disparou na ponta com Miller e Marquez logo a seguir. Antes de Terminar a primeira volta, A Formia Atômica já tinha assumido a segunda posição em cima de Miller. Em um espaço de 1 volta, Marquez anulou a sua desvantagem e começou a partir dai a seguir Andrea Dovizioso.

Enquanto isso, Na segunda volta, Rossi e Rins trocaram ultrapassagens na 5ªposição, Acabou o piloto da Suzuki levando a melhor sobre o piloto da Yamaha. Na terceira volta Cal Crutchlow ultrapassa Miller e assume o terceiro lugar, não contente foi para cima de Marquez e de Dovizioso em busca da vitória.

Mas na 5ªVolta, Cal Crutchlow não tinha nada a ver com a briga pelo título foi pra cima da Formiga atômica e passou para o segundo lugar e foi para o ataque em cima de Dovi. Evidente que o piloto Inglês da LCR vinha em um melhor ritmo de corrida do que o piloto da Ducati que vinha segurando a turma.

Na 7ªVolta, Marquez recuperou o 2ºlugar deixando para trás Crutchlow. Já Valentino Rossi não estava em bons lençóis, Era pressionado pelos dois pilotos da Suzuki. Na 9ªVolta, Iannone passou Rossi e na volta seguinte foi a vez de Rins deixar Rossi em 6ºlugar. Nesse meio tempo, Aleix Espargaró foi para os boxes e abandonou e Jack Miller que vinha caindo na classificação acabou caindo na 10ªVolta deixando a corrida. Outro que caiu foi Karel Abraham, Mas o Checo voltou para a prova.

Marquez estudava os movimentos de Andrea Dovizioso de perto, Com Crutchlow ainda seguindo os dois postulantes ao campeonato. Na 13ªVolta, Alvaro Bautista fez uma linda manobra em cima de Dani Pedrosa ganhando a 8ªposição com sua Ducati de 2017 da Angel Nieto.

Na 14ªVolta, Marquez foi para cima de Dovizioso e na curva 8 ele passa para a liderança da prova. Nesse momento o título seria decidido em Motegi a favor do piloto da Honda. Porém na curva 11, Crutchlow tentou uma manobra ousada e chegou a impressão que o piloto da LCR tomaria a liderança, Mas foi Dovizioso que recuperou a ponta depois de passar Marquez na frenagem da curva 11. Essa Curva era disparada a mais difícil do circuito, A desaceleração de 300 km/h para 70 km/h precisaria de pelo menos de 4 a 5 segundos para fazer essa curva. Na 15ªVolta, Andrea Iannone caiu na entrada da 5ªVolta. O piloto da Suzuki já foi pra curva sem fazer a tomada e a queda foi inevitável.

A 7 voltas do final, Dovizioso e Marquez fugiram de Crutchlow que perdeu rendimento. Agora a briga era entre os dois. O piloto da Honda Repsol queria acabar com o campeonato e o piloto da Ducati queria adiar a disputa para a Austrália… Crutchlow começava a ficar para Alex Rins para brigar pelo pódio.

A 4 Voltas do final, Marquez ultrapassa Dovizioso na curva 9 para assumir a liderança, Era que a Formiga Atômica para ser campeão na casa da Honda. Dovizioso não se entregou e buscou se recuperar. Apesar da liderança, Marquez estava com a moto desequilibrada, Essa era a chance para o piloto da Ducati.

A 1 volta e meia para o final, Dovizioso acaba escapando na curva 10 e  acaba indo para o Chão. Isso era o bastante para Marquez administrar a sua bela vantagem sobre Crutchlow e Rins, O piloto da Honda que largou em 6ºlugar venceu pela 8ªVitória do ano e sacramentou pela 5ªvez na MotoGP (7ºtítulo da Carreira) o campeonato Mundial de Motovelocidade. Na festa dele, Ele foi até um fliperama para simular ter ganhado no jogo de vídeo game o seu 7ºtítulo Mundial, Coloca o Capacete dourado e a camisa do Nível 7 personalizado pela conquista .

Cal Crutchlow da LCR Honda resistiu muito bem a pressão de Alex Rins e cruzou na frente do piloto da Suzuki, Na 2ªposição. Já o piloto da Suzuki comemora mais um pódio na temporada com esse 3ºlugar. Valentino Rossi se aproximou da disputa do vice-campeonato com Andrea Dovizioso após o 4ºlugar, A Yamaha apesar do resultado teve mais um final de semana com muita dificuldade para a fábrica Japonesa que completa 25 corridas sem vitória na categoria principal.

Alvaro Bautista em uma brilhante corrida com sua Ducati 2017, Obteve uma brilhante 5ªposição e foi o melhor piloto da Ducati, Um campeonato dos melhores para o piloto Espanhol. Johann Zarco que largou em 2º não teve nem de longe desempenho para disputar posições melhores, Levou a Yamaha Tech 3 para o 6ºlugar.

Marevick Viñales largou mal e não fez uma prova de recuperação interessante e Dani Pedrosa com a Honda fizeram corridas bem apagadas ao chegarem em 7º e 8ºlugares respectivamente. O mesmo pode-se dizer de Danilo Petrucci, Só que o piloto Italiano acabou tendo uma prova um pouco melhor, massa não justifica o 9ºlugar com uma moto do ano, Visto que Alvaro Bautista tem uma moto do ano anterior. Completando as 10 primeiras posições ficou o malaio Hafizh Syarhin que teve uma boa participação.

Franco Morbidelli acabou logo atrás do Malaio em 11ºlugar, Os dois pilotos da KTM Bradley Smith e Pol Espargaró ficaram logo atrás do Ítalo-brasileiro. Completaram a zona de pontuação os dois Japoneses na disputa. Com o Japonês Katsuyuki Nakasuga chegando na frente de Takaaki Nakagami. O Japonês de 37 anos fez um final de semana muito bom para alguém que só corre em apenas na etapa Japonesa.

Andrea Dovizioso ainda voltou ao final da prova, Mas acabou nem salvando ponto, Ficando em 18ºlugar. Os dirigentes da Ducati, ao terminar a prova cumprimentou os dirigentes da Honda, Um gesto de muita grandeza para a Fabricante Italiana ao parabenizar o sucesso da fábrica japonesa. Parabéns Marc Marquez pela Conquista do 5ºtítulo Mundial da MotoGP.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP do Japão
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 42’36.438
2 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 1.573
3 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 1.720
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 6.413
5 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 6.919
6 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 8.024
7 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 13.330
8 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 15.582
9 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 20.584
10 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 24.985
11 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 25.931
12 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 26.875
13 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 27.069
14 89 Katsuyuki Nakasuga Yamalube Yamaha Factory Racing Yamaha a 32.550
15 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 37.718
16 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 39.583
17 81 Jordi Torres Reale Avintia Racing Ducati a 39.839
18 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 42.698
19 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 49.943
20 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 52.707
21 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 1’01.848
29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 10 Voltas
17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 12 Voltas
43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 14 Voltas
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez conquista vitória em Motegi e de quebra leva o tricampeonato após quedas de Rossi e Lorenzo

Um dia perfeito para a Formiga atômica que além de conquistar a vitória na casa da Honda em Motegi acabou de quebra conquistando o tricampeonato na primeira possibilidade de fechar o campeonato, Festa total para a Honda que viu os adversários de Marquez ambos da Yamaha caindo. Uma derrota humilhante para a fábrica Azul.

Na largada Marquez chegou a tomar a liderança, Mas na entrada da segunda curva Lorenzo e Rossi passaram o piloto da Honda que caiu para o 3ºposto com o Gladiador do Asfalto na ponta da corrida com Rossi, Marquez, Aleix Espargaró nas 4 primeiras posições. Nas primeiras voltas Lorenzo, Rossi e Marquez disputaram e trocaram posicionamento na liderança até que o piloto da Honda se estabeleceu na 1ªposição, Tudo indicava que o título estaria bem encaminhado para MM embora a disputa fosse para Phillip Island.

motogp-motegi_2016dom-1

Mas isso no decorrer da corrida tudo começou a mudar, primeiro quando Valentino Rossi acabou caindo na 6ªVolta deixando Marquez quase campeão com a vitória e Lorenzo em segundo lugar que ao terminar a corrida ele teria chances mínimas de título ao terminar em segundo lugar. Com 15 voltas para o fim da prova e com um piloto em condições físicas não ideais poderia perder rendimento na parte final de prova.

motogp-motegi_2016dom-3

Andrea Dovizioso e Aleix Espargaró estavam por perto e a cada volta estavam chegando cada vez mais perto de Lorenzo, Aos poucos o piloto da Suzuki começava a ficar mais para seu companheiro de equipe Marevick Viñales que guardou moto para o final de corrida. Um pouco mais atrás havia um bom duelo pelo 8ºlugar envolvendo os pilotos da Aprilla e os pilotos da Pramac Ducati de 2015.

motogp-motegi_2016dom

Na parte final de prova Espargaró se defendeu como pode dos ataques de Viñales, A disputa durou algumas voltas com a vitória do piloto que vai ser companheiro de Valentino Rossi em 2016 ganhando o 4ºlugar a 5 voltas do final. Na volta seguinte Lorenzo caiu e deixou Marquez com a possibilidade de ser o campeão com Dovizioso em segundo a 4 segundos do piloto da Honda e depois vinham Viñales no pódio em 3º seguido de Aleix Espargaró. A partir dai Marc Marquez administrou sua diferença até a 24ªVolta a liderança até a bandeira. Foi a vitória que lhe valeu o título pela terceira vez na MotoGP e a 5ª em sua carreira que começou em 2008 para o piloto de 23 anos de idade.

motogp-motegi_2016dom-2

No pódio foi completado por Andrea Dovizioso que fez uma corrida eficiente e discreta ficando em 2ºlugar recuperando a moral da Ducati após a nefasta exibição em Aragón e Marevick Viñales com a Suzuki que vem já praticamente em pé de igualdade com a Ducati levando a sua moto para o 3ºlugar. Deixando Aleix Espargaró que fez um bom final de semana em 4ºlugar.

Cal Crutchlow e Pol Espargaró em boas corridas e isoladas levaram suas motos privadas para o 5º e 6ºlugar sendo o primeiro com a Honda da LCR e o Espanhol com a Tech 3 Yamaha da temporada de 2015. Na disputa entre Aprilla versus Pramac levou a melhor a fábrica italiana com Alvaro Bautista chegando em 7ºlugar mostrando uma boa melhora da fábrica italiana chegando na frente de Danilo Petrucci e Scott Redding com a Pramac Ducati de 2015 e com Stefan Bradl fechando os top 10.

Katsuyuki Nakasuga em corrida digna levou a Yamaha para o 11ºlugar na frente de Yonny Hernandez que segurou a Bradley Smith e Esteve Rabat ficando com o 12ºlugar. Hiroshi Aoyama de última hora chamado para substituir Dani Pedrosa que esta fora do restante da temporada de 2016 salvou um ponto na 15ªposição.

Hector Barbera vinha fazendo um final de semana promissor com a Ducati de 2016. Mas acabou caindo e comprometendo seu final de semana.

Após a vitória na casa da Honda Marquez e a Repsol Honda Team acabou fazendo a festa comemorando o título do jovem piloto que comanda a equipe faz 4 anos que renderam 3 títulos, Parabéns a Marc Marquez que no espaço de tempo de 4 temporadas conquistou 3 títulos mundiais!

marquez_campeao_2016motegi-3

Resultado Final do GP do Japão do Mundial de motovelocidade
MotoGP – 24 Voltas – Motegi

1 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 42’34.610
2 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 2.992
3 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 4.104
4 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 4.726
5 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 15.049
6 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 19.654
7 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 23.032
8 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 28.555
9 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 28.802
10 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 32.330
11 21 Katsuyuki Nakasuga (Yamalube Yamaha Factory Racing Yamaha) a 42.845
12 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 52.219
13 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 53.783
14 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 54.760
15 73 Hiroshi Aoyama (Repsol Honda Team Honda) a 1’00.155
16 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 1’04.440
17 8 Hector Barbera (Ducati Team Ducati) a 1’42.966
18 7 Mike Jones (Avintia Racing Ducati) a 1 Volta

Não Terminaram a corrida:

99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 5 Voltas
46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 18 Voltas
43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 18 Voltas
50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Tapa na cara! – Deivison da Conceição da Silva

Valentino Rossi não merece esse título, Ele perdeu moralmente esse merecimento em Sepang. A Corrida estava apenas na entrada da segunda parte da corrida, Pra que derrubar Marquez que estava agressivo primeiro porque ele é agressivo por natureza e depois quando o Rossi começou a falar as besteiras que ele falou sem dúvida foi o Marquez que acabou mais afetado por causa dessas declarações. Na Corrida o jovem piloto espanhol com uma moto desequilibrada lutou pelo terceiro lugar com o Rossi, A disputa estava fortíssima com o Rossi passando o Marquez e a Formiga Atômica revidando as ultrapassagens, Claro que com uma moto que ele teve MM estava segurando o ritmo do Rossi, não de forma intencional.

Na 7ªVolta o piloto Valentino Rossi terminou a disputa da pior maneira possível, Ele poderia ter esperado ou o Marquez perder o rendimento de vez ou cair, Mas jogar ele para fora da trajetória e depois às declarações de que o Marquez pediu isso são um incitação de que ele quis fazer isso. Só por si já se dar para analisar que foi branda demais a punição do Rossi. Se eu fosse da Dorna eu colocar 30 segundos de acréscimo de tempo classificação final do piloto da Yamaha até mesmo a desclassificação. Se é para dar uma punição ao MM eu daria a punição que deram ao Rossi que foi largar em último na corrida final em Valência.

Marquez provocou a queda, Mas Rossi não deveria cair no jogo do Piloto da Honda.
Marquez provocou a queda, Mas Rossi não deveria cair no jogo do Piloto da Honda.

O Que o Rossi fez foi fazer o pessoal se impressionar de maneira negativa com ele, Foi o público ficar imobilizado com a atitude de um piloto que não precisava fazer isso. Era preferível que ele tivesse perdido o pódio do que ter ganhou dessa forma. Se ele for o campeão ele vai ganhar perdendo, pois esse vai ser um título manchado. Se ele ganhar esse título mais uma vez vai mostrar que fazer o mal no esporte compensa e eu sou um lutador de que não aconteça isso em nenhum esporte. O que mais me choca é que os torcedores do Rossi não admitem o erro dele, E acabam culpando o Marquez, Estão cegos pela torcida pois se analisarem bem não tem como colocar a maior parte da culpa no Marquez que acabou irritado pelas declarações do Rossi de que ele queria mais o Lorenzo campeão por causa da Argentina e da Holanda, Uma grande bobagem por esses motivos.

Marquez não tem motivos para ajudar Lorenzo como diz Valentino Rossi
Marquez não tem motivos para ajudar Lorenzo como diz Valentino Rossi
  1. Marquez tem Rossi como ídolo
  2. Marquez esta na equipe Oficial da Honda, Ele vai ajudar alguém da Yamaha??? Se fosse isso porque então ele ganhou a corrida de Indianápolis passando o Lorenzo, Porque ele não amenizou e deixou o Lorenzo ganhar pois daí o Rossi teria apenas 2 pontos de distância na frente, Porque o Marquez não amansou contra ninguém? Porque o Marquez pilota nesse estilo e ele é apaixonante nesse estilo. Ou você tem coragem para dividir com ele ou você não segure pois ele vai te passar de qualquer jeito ou cair tentando. Mas tem uma coisa o Marquez faz isso dentro do limite, Só vi o MM exagerar em 1 momento que foi em Jerez em 2013 quando ele jogou na última volta uma espécie de tudo ou nada para cima de Lorenzo e ele conseguiu executar a ultrapassagem sobre o Espanhol.
  3. Lorenzo é rival de Marquez, Ele vai dar ajudar para um adversário ser tricampeão???? Não, Claro que não.

Rossi não deveria fazer isso. Sem dúvida em Valência o clima será tenso. Se depender de Torcida eu vou torcer para o Lorenzo ser o campeão do mundo. Agora só espero uma coisa: Que ninguém facilite nada para o doutor porque se acontecer corpo mole dos outros pilotos a credibilidade da MotoGP e de quem fizer corpo mole vai estar definitivamente abalada. Espero que seja tudo decidido na pista e não no tapetão como o Rossi quer levar o campeonato pois a sua culpa não tem como voltar ao contraio do Caso do Di Grassi que foi injustamente eliminado da prova de Berlin, Ai sim é que deveríamos ter tido apelação da equipe e do piloto que se tivessem apelado teriam ganho pois os argumentos da Formula E foram fracos demais para eliminar o Brasileiro. Eu uso esse caso para falar que os argumentos de Rossi são fracos para evitar uma punição que saiu barato demais para ele e o pior de tudo é que fazem um abaixo assinado para ele e ninguém praticamente apoiou o abaixo assinado que fizeram para o Lucas di Grassi recuperar a vitória em Berlim conquistada de direito.

Quando era para revindicarem justiça ao Di Grassi ninguém levantou a bandeira, Quando é para o Rossi quando ele estava errado todo mundo levanta essa bandeira.
Quando era para revindicarem justiça ao Di Grassi ninguém levantou a bandeira, Quando é para o Rossi quando ele estava errado todo mundo levanta essa bandeira.

Eu chego a seguinte conclusão, Se você tem um filho que quer virar piloto, Peço um conselho, não deixe ninguém ensinar como se deve correr, vocês tem a obrigação de ensinar o que é honestidade e ética para seu filho pois daí ele vai ter uma referência moral para correr em qualquer categoria do esporte a motor. Essa geração não vou generalizar a todos pois tem pilotos que não prezam o jogo sujo e prestam pelo jogo limpo, disputado, Até que possa ter um toque, Mas que seja de corrida e se acontecer um acidente que seja aquele de corrida aonde ninguém saia culpado. Mas tipo eu acho que a geração de pilotos não só no Brasil como no mundo em boa parte dos casos pode não ter mais jeito de recuperação, Devemos tentar mostrar aos futuros pilotos que o mal exemplo não pode ser uma normalidade no esporte e que um bom exemplo sempre vale mais do que um mal exemplo, Queremos formar novos grandes pilotos e não novos Nelsinhos Piquet da vida.

Casos como o de Nelsinho Piquet em Cingapura em 2008 é que a MotoGP não pode repetir.
Casos como o de Nelsinho Piquet em Cingapura em 2008 é que a MotoGP não pode repetir.

Por isso é que minha torcida é para o Lorenzo ser o campeão, Não sou fã do Lorenzo, Acho ele muito sem graça, Mas ele não se preocupa em jogar seu adversário e se foca em correr e não falar o que o Rossi falou, O Piloto de 36 anos parece uma criancinha mimada que chora achando que ele pode tudo contra todos. Ele teve sorte até agora, Mas o que ele construiu durante todo o campeonato em 2015 ele destruiu tudo na Malásia, Não importa o que aconteça em Valência o piloto Valentino Rossi perdeu essa Guerra. Se vencer o campeonato ele vai Ganhar Perdendo!

Um abraço a todos e Parabéns Carol Oliveira e Carla Oliveira!!! (Elas fizeram aniversário no dia que eu escrevi a coluna do dia 30/10)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP/Motorsport

Marquez sobrou em Silverstone e levou a pole

Marc Marquez com um dia nublado como é normal na Inglaterra sobrou no treino de hoje e não deixou dúvidas da sua busca aos dois líderes do campeonato mesmo estando a 52 pontos atrás e com a sua Honda que acertou a moto muito bem. Marc Marquez detonou no Q2 ficando com a pole position o tempo inteiro e com a sua volta de 2:00.234 ficou impossível de tirar Marquez do primeiro lugar no grid de largada, Jorge Lorenzo no final do treino acabou conseguindo tomar o segundo lugar de Dani Pedrosa com o tempo de 2:00.522 ficando em segundo lugar e fazendo com que Pedrosa fechasse a primeira fila do Grid.

Valentino Rossi larga em 4ºlugar e precisa fazer resultado afrente de Lorenzo já que ele esta empatado na liderança do campeonato, Completam a segunda fila os dois pilotos da Tech 3 com Pol Espargaró em 5º e Bradley Smith em 6º que lidera o esquadrão Britânico que tem Scott Redding em seu melhor treino oficial no ano largando em 7ºlugar e logo a seguir o piloto da LCR Honda Cal Crutchlow.

Ótimo treino de Redding
Ótimo treino de Redding

Andrea Iannone foi o melhor piloto com a Ducati que não andou bem no final de semana, Aleix Espargaró e Yonny Hernandez saídos do Q1 conseguiram fechar o treino na frente de Andrea Dovizioso que vive momento difícil na Ducati ficando atrás de Iannone constantemente.

Marevick Viñales ficou no Q1 em 13º na frente de Stefan Bradl que deu a Aprilla o melhor grid do ano em 14ºlugar mostrando por merecer a vaga na equipe em 2016 colocando tempo em Alvaro Bautista. Loris Baz em 15º com a Forward Yamaha, Jack Miller e os outros pilotos até o último colocado a Ioda de Alex de Angelis.

Rossi, se não correr o Lorenzo pega a ponta do campeonato!
Rossi, se não correr o Lorenzo pega a ponta do campeonato!

Amanhã a MotoGP será a segunda atração do dia a partir das 9 da manhã a 12ªEtapa com a disputa pelo título pegando fogo.

Grid de largada do GP da Inglaterra – MotoGP

1 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 2’00.234
2 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 2’00.522
3 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 2’00.716
4 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 2’00.947
5 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 2’01.031
6 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 2’01.140
7 45 Scott Redding (EG 0,0 Marc VDS Honda) 2’01.329
8 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 2’01.376
9 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) 2’01.874
10 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 2’01.880
11 68 Yonny Hernandez (Octo Pramac Racing Ducati) 2’01.894
12 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 2’01.979
13 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 2’02.016
14 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 2’02.657
15 76 Loris Baz (Forward Racing Yamaha Forward) 2’02.677
16 43 Jack Miller (LCR Honda Honda) 2’02.697
17 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 2’02.784
18 9 Danilo Petrucci (Octo Pramac Racing Ducati) 2’02.800
19 50 Eugene Laverty (Aspar MotoGP Team Honda) 2’02.894
20 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 2’02.908
21 69 Nicky Hayden (Aspar MotoGP Team Honda) 2’02.946
22 63 Mike di Meglio (Avintia Racing Ducati) 2’03.641
23 71 Claudio Corti (Forward Racing Yamaha Forward) 2’03.789
24 17 Karel Abraham (AB Motoracing Honda) 2’04.133
25 15 Alex de Angelis (E-Motion IodaRacing Team ART) 2’04.304

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez conquista o bicampeonato da Moto GP na Casa da Honda com 2ºlugar em Motegi

Lorenzo conquistou a vitória em Motegi

Marc Marquez depois de 2 fracassos seguidos dessa vez na casa da Honda o piloto Espanhol de 21 anos de idade que teve uma preparação de corrida muito tensa conseguiu superar a tensão da corrida decisiva e com o 2ºlugar na Prova realizada nessa madrugada ele conseguiu o Bi-campeonato. Numa corrida que foi vencida pelo piloto Jorge Lorenzo que não precisou de grandes esforços para isso apesar de largar da 5ªposição o piloto da Yamaha fez uma belíssima primeira volta de corrida assumindo a segunda posição com o seu companheiro de equipe Valentino Rossi assumindo a liderança após grande largada…

Dovizioso não conseguiu levar a Ducati a mais um pódio apesar da pole de ontem.

… E Poucas voltas depois Lorenzo conseguiu a ultrapassagem sobre Rossi e assumiu a liderança da corrida, Já Marquez largou muito mal caindo para o 7ºlugar, Mas pouco a pouco foi ganhando posições, ultrapassando Iannone, Pedrosa, Dovizioso e na metade da corrida o Jovem piloto da Honda HRC foi para cima de Rossi, Mas como tinha tempo para passar o The Doctor o Espanhol buscou o momento certo a ultrapassagem que foi conseguida de Forma definitiva a 8 Voltas do Final e com Marquez assumindo o segundo lugar da corrida no que era suficiente para ser o campeão já com que seu companheiro de equipe Dani Pedrosa estava longe da briga pela vitória, Pedrosa só conseguiu recuperar algumas posições e assumiu o 4ºlugar ultrapassando o pole position Andrea Dovizioso que não conseguiu ser competitivo para as Motos oficiais da Honda e Yamaha frustando os seus torcedores.

Festa dos Samurais para Marc Marquez

Após 26 Voltas Jorge Lorenzo conquistou a sua segunda vitória na temporada e teve o gostinho de vencer na casa da Honda, Mas a verdadeira festa foi pelo segundo lugar de Marc Marquez que comemorou o título pela segunda vez o mundial de motovelocidade, Depois da corrida teve cerimonia de samurai com espada e tudo, Marquez cortou uma cordinha com um balão que tinha o número 1 que pela segunda vez ele conquistou na sua carreira apesar desse ano manter o número 93 na sua moto.

A Festa de Marquez marcou o final de semana no Japão, É o mais jovem piloto Bi-campeão do mundo seguido e ainda tem 3 corridas para tentar bater a marca de Michael Doohan que conseguiu 12 vitórias na temporada de 1997. Lorenzo mesmo vencendo e Rossi o terceiro colocados acabaram sendo figurantes na Festa da Formiga Atômica.

Dani Pedrosa em 4ºlugar completa 9 anos na MotoGP na HRC Honda sem um título mundial, Andrea Dovizioso acabou ficando em 5ºlugar, Iannone, Bradl, Pol Espargaró, Smith e Bautista completaram os 10 primeiros colocados, O Japonês Katsuyuki Nakasuga que participou da corrida como convidado terminou a corrida em um Honroso 12ºlugar atrás de Aleix Espargaró.

Marquez comemora o título no Pódio da MotoGP

O Portalsportszone parabeniza a Marc Marquez pelo bicampeonato da MotoGP em uma temporada que o piloto espanhol dominou de forma incrível como foi 2014.

Resultado final do GP do Japão da Moto GP:

1 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 42’21.259 em 26 Voltas
2 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 1.638
3 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 2.602
4 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 3.157
5 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 14.353
6 29 Andrea Iannone (Pramac Racing Ducati) a 16.653
7 6 Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP Honda) a 19.531
8 44 Pol Espargaro (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 19.815
9 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 23.575
10 19 Alvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini Honda) a 35.687
11 41 Aleix Espargaro (NGM Forward Racing Forward Yamaha) a 40.668
12 21 Katsuyuki Nakasuga (YAMALUBE Racing Team with YSP Yamaha) a 51.027
13 7 Hiroshi Aoyama (Drive M7 Aspar Honda) a 51.093
14 69 Nicky Hayden (Drive M7 Aspar Honda) a 55.792
15 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 59.089
16 45 Scott Redding (GO&FUN Honda Gresini Honda) a 59.508
17 15 Alex de Angelis (NGM Forward Racing Forward Yamaha) a 1’16.547
18 70 Michael Laverty (Paul Bird Motorsport PBM) a 1’28.021
19 63 Mike Di Meglio (Avintia Racing Avintia) a 1’29.470
20 23 Broc Parkes (Paul Bird Motorsport PBM) a 1’33.253

Não terminaram a corrida:

68 Yonny Hernandez (Energy T.I. Pramac Racing Ducati) a 1 Volta
17 Karel Abraham (Cardion AB Motoracing Honda) a 10 Voltas
9 Danilo Petrucci (Octo IodaRacing Team ART) a 20 Voltas
35 Cal Crutchlow (Ducati Team Ducati) a 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP