Portal Sportszone » Blog Archives

Tag Archives: Michele Pirro

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Marquez conquista o título na Decisão de Valencia, Pedrosa Vence e Lorenzo tira chance de Dovizioso brigar pelo Campeonato

Published by:

Rnepb4zy oDecisão do Mundial de motovelocidade entre o tricampeão Marc Marquez e o Italiano Andrea Dovizioso que sonhava com o primeiro título com sua Ducati que estava depois de 10 anos com a possibilidade de conquistar um campeonato. (O único título foi com Casey Stoner em 2007)

Em um belo dia de sol e com a casa cheia, podemos dizer que a situação era muito favorável para Marc Marquez que largaria na pole position. Dovizioso iria largar da 9ªposição.

A Largada foi muito favorável para a Honda. Marquez manteve a liderança e Pedrosa que largou do 5ºlugar subiu para o segundo lugar, Zarco que chegou a cair para o 5ºlugar recuperou as posições em cima de Lorenzo e Zarco e voltou ao terceiro lugar. Dovizioso largou bem e pulou do 9º para o 6ºlugar.

Iwjahyqz o

Zarco com os pneus mais macios foi para cima dos pilotos da Honda. Primeiro ele passou Pedrosa e na 4ªvolta o piloto da Tech 3 passou Marquez e assumiu a liderança. Lorenzo e Dovizioso ultrapassagem Iannone e assumiram 4º e 5ºlugares. A partir dai começaria uma novela que iria durar pela maior parte da corrida. Sabedor de que Dovizioso era quem brigava pelo título, A Ducati daria uma ordem para Lorenzo ceder uma ultrapassagem, Para o seu companheiro pelo menos tentasse disputar o campeonato.

Fs4lmbga o

Os 5 primeiros colocados (Zarco, Marquez, Pedrosa, Lorenzo e Dovizioso) se afastaram do resto da Turma. Iannone já estava mais atrás, Disputando o 6ºlugar com o Italiano Valentino Rossi e o Australiano Jack Miller.

Na 10ªVolta, Chegando a um terço de prova Lorenzo não cedia posição para Dovizioso. Na 13ªVolta o piloto Espanhol Recebe uma Mensagem: Mapping 8. Era a ordem para ele ceder o 4ºlugar para Dovizioso. Jorge Lorenzo sabendo dessa ordem simplesmente não quis saber e continuou a não obedecer a essa ordem.

4wlph9g9 o

Na metade da prova Johann Zarco continuava na liderança, Marquez em segundo, iria começar a atacar o piloto da Tech 3 que administrava bem seus pneus mais macios. Já Lorenzo continuava na frente de Dovizioso e a ordem do Mapping 8 continuava sendo dada. Volta após volta.

Sd2wf26e o

A 10 Voltas do final, Marquez começou o ataque em cima de Zarco. Marquez chegou a passar Zarco que acabou dando o troco na curva seguinte. Enquanto que a Ducati começou a mandar placa de forma explicita para Lorenzo deixar Dovizioso passar por ele. O gladiador do Asfalto não estava nem ai com as ordens e continuou na frente, Era um absurdo Jorge Lorenzo não obedecer as ordens da Ducati, não deixar o Dovizioso tentar pelo menos reveter o quadro do campeonato que esta contra ele.

L3uijigp o

Na última curva da 22ªVolta, Marquez que estava com a mão na taça ultrapassou Zarco e assumiu a liderança, Que durou apenas 1 curva. A Formiga Atômica acabou perdendo o controle da Moto e por muito pouco ele não foi para o Chão. Marquez foi para a brita e caiu para o 5ºlugar. Era a chance de Dovizioso de tentar no mínimo disputar a vitória, Mas Lorenzo não obedecia as ordens. Ao contraio disso ele foi para o Ataque, (em cima de Zarco e Pedrosa) querendo vencer a prova.

Sua ambição acabou fazendo ele ir ao chão a 6 voltas do final. (Minha opinião: Mereceu cair, Essa queda resume o patético ano que ele teve com a Ducati) Dovizioso poderia atacar Zarco e Pedrosa, Mas curvas depois ele acaba passando reto e caindo na brita, Definindo o campeonato a favor do Espanhol Marc Marquez. O Italiano ainda levou a moto para os boxes e foi aplaudido pela equipe na sua chegada.

Dovizioso sai muito mais fortalecido da temporada, Que foi sem dúvida a melhor de todas que ele já fez no Mundial de Motovelocidade. Marquez era o 3º e só esperava Levar a Moto até o final para comemorar o tetracampeonato.

1mgs2lvp o

Nas voltas finais, Zarco vinha segurando a liderança dos ataques de Pedrosa. O piloto da Tech 3 resistiu até a entrada da última volta. Quando Pedrosa foi por dentro e deu a cartada final, Em cima do rookie do ano e do melhor piloto de Moto privada de 2017. Pedrosa depois disso apenas administrou a vantagem de moto que tinha sobre Zarco e conquistou sua segunda vitória em 2017. Um abatido Zarco acabou ficando com o 2ºlugar mais frustrante da sua carreira.

Aajohri0 o

Já Marc Marquez recebeu a bandeirada em terceiro e comemorou o seu 6ºcampeonato no Mundial de motovelocidade. A festa de Marc Marquez com a torcida foi fantastica. Com um viciado piloto jogando o dado gigante e caindo no 6. O Número de títulos que ele tem na sua carreira (Sendo 1 nas 125cc, 1 na Moto 2 e 4 na MotoGP)

Lqqg7n9j o

Alex Rins teve seu melhor desempenho na Moto GP e levou a Suzuki ao 4ºlugar. Na frente de Valentino Rossi que ainda fez uma corrida, boa levando em conta o pífio desempenho da Yamaha 2017 em Valencia. Andrea Iannone não teve um desempenho a altura de brigar por posições mais acima  e terminou em 6ºlugar com a outra Suzuki. (Que teve um impressionante final de campeonato)

Mvxxtyjq o

Jack Miller se despediu da Marc VDS com uma bela prova, Ficando na frente de Cal Crutchlow na disputa pelo 7ºlugar com o piloto Inglês. Michelle Pirro, Em uma prova sem chamar atenção em momento nenhum e Tito Rabat em um bom final de semana fecharam os 10 primeiros.

A se destacar a lamentável prova de Marevick Viñales que fez um final de semana muito ruim mesmo, Acabando em 12ºlugar. Começou muito bem com 2 vitórias nas primeiras duas corridas e acabou tendo esse final frustrante. O que acaba por macular um pouco a sua imagem na MotoGP.

I9inc3w6 o

A Pramac em fim de feira teve Petrucci em 13º, Um time que caiu demais na parte final do campeonato. E o Fiasco de Michael Van Der Mark que não passou do 17ºlugar com a Tech 3.

Parabéns a Marc Marquez pelo tetracampeonato do Mundial de Motovelocidade – Na Categoria MotoGP. Um dos maiores pilotos da história e sem dúvida o piloto dessa Década no Mundo das duas Rodas!

Resultado final da Última etapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Comunidade Valenciana – MotoGP

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo
1 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 46’08.125
2 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 0.337
3 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 10.861
4 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 13.567
5 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 13.817
6 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 14.516
7 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda 17.087
8 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda 17.230
9 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati 25.942
10 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda 27.020
11 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 30.835
12 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 35.012
13 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati 38.076
14 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati 41.988
15 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati 47.703
16 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati 47.709
17 60 Michael van der Mark Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 52.134
44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 5 Voltas
4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 5 Voltas
99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 6 Voltas
22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 8 Voltas
19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati 16 Voltas
45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati 26 Voltas
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 27 Voltas
36 Mika Kallio Red Bull KTM Factory Racing KTM 28 Voltas

Só uma palavrinha sobre ao caso da Ducati

Jorge Lorenzo termina o ano de maneira menor do que começou em 2017. Além de tomar uma surra de Andrea Dovizioso, Ele acaba não obedecendo uma ordem de equipe logica (Seu companheiro de equipe estava tentando pelo menos disputar a vitória. O Espanhol mostrou que não é um homem de equipe, Egocêntrico, não pensa no quanto era importante um título para a Ducati diante da tão poderosa equipe Honda. (Que tem uma estrutura muito menor do que das montadoras japonesas de Moto)

O pior para Lorenzo é ver toda a equipe aplaudindo a Andrea Dovizioso. Que sai de 2017 muito mais forte do que entrou. Se eu fosse a Ducati eu investiria mais em Dovizioso para a temporada de 2018 do que em Lorenzo. Até sugeriam que a Fábrica italiana mandasse o tricampeão do mundo ir embora. Eu para 2018 baixaria em um terço o salário do Lorenzo e Dobraria o salário do Dovizioso.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Mundial de Motovelocidade

Marquez passa Petrucci na volta final e conquista importante vitória em Misano

Published by:

Marc Marquez conquistou sua 4ªvitória da temporada 2017. Uma vitória difícil e complicada de ser conquistada sobre a pista molhada que começou a secar da metade para o final da corrida.

Na largada nem Marquez e Dovizioso passaram a liderança. Foi Jorge Lorenzo que assumiu a liderança com Marquez, Dovi, Viñales que mais uma vez não largou bem e Bautista nas 5 primeiras posições. O Gladiador do Asfalto começou a abrir vantagem sobre Marquez e Dovizioso. Mais atrás vinha Danilo Petrucci que vinha chegando e passando os demais pilotos mais atrás. Em poucas voltas o piloto da Pramac já vinha em 4ºlugar após superar Viñales e estava partindo para cima de Dovizioso e Marquez.

Jack Miller e Loris Baz também se destacavam na chuva ganhando posições enquanto que Dani Pedrosa vinha ladeira abaixo na classificação pela dificuldade de aquecer os pneus.

Petrucci chega em Dovizioso e Marquez e com desempenho melhor que os dois sendo ele um primoroso piloto na chuva o Italiano da Pramac passou tanto o líder do campeonato como a formiga atômica e assumiu a segunda posição.

Lorenzo vinha abrindo diferença e parecia que o Tricampeão do Mundo iria conseguir finalmente sua primeira vitória na Temporada e na Ducati, Porém na 7ªVolta acabou o Gladiador das duas rodas acabou indo para o chão e abandonando a prova deixando Petrucci na liderança com Marquez avisando a equipe Honda Repsol a prepararem a Moto Reserva. (O que não poderia com a mesma configuração de Moto, segundo o regulamento) O Espanhol vinha pressionado por Dovizioso que queria chegar à frente de Marquez para ampliar sua liderança no campeonato.

Miller em 5ºlugar herdada após queda de Cal Crutchlow (Na mesma volta da Queda de Lorenzo) vinha tendo dificuldades para manter a posição pressionado pelo Francês Loris Baz que vinha fazendo um brilhante trabalho com a sua moto Ducati de 2015 da Avintia, Mas esse bom trabalho cairia por terra por causa de uma queda no final da curva 7 aonde Baz acabou indo ao chão. O Francês voltou à corrida nas últimas posições.

Marquez continuava entre Petrucci e Dovizioso. Por hora ele ira tentar tomar a ponta do piloto da Pramac. Quando ele acabava errando ele ficava mais para um possível ataque de Dovizioso que estava apenas na espera de começar a atacar na parte final de prova.

Enquanto isso Andrea Iannone sofria com os problemas da Suzuki ou então ele é que não esta pegando a mão nessa Moto já que ele tomou passada da KTM de Pol Espargaró. Ao final da 16ªVolta Iannone foi para os boxes para deixar a prova. Enquanto isso Alex Rins vinha em uma situação de corrida bem mais razoável. Entre os 10 primeiros lugares.

Sam Lowes também fazia uma corrida muito boa na chuva até que ele caiu quando vinha em 10ºlugar em um dos seus poucos bons momentos da temporada 2017.

Na parte final da prova Marquez que estava indeciso em trocar de Moto para a Moto com a configuração de pista seca acabou partindo para cima de Petrucci que por sua vez tentava se distanciar de Marquez. Nessa história foi Dovizioso que ficou para trás mesmo.

Na reta final o piloto da Pramac tentou de tudo para ficar a frente de Marquez que parecia que tinha tudo calculado para tentar o bote decisivo na última volta da prova. E foi mesmo na volta final na entrada da reta dos boxes que Marquez definiu a corrida a Favor dele. A Formiga Atômica passou e colocou terra no sonho da primeira vitória do Petrucci e da Pramac na MotoGP.

Marquez deixou Petrucci sem condições para atacar a Formiga Atômica que conquista a quarta vitória em 2017 e divide a liderança do campeonato com Dovizioso que chegou em 3ºlugar. Marquez fica na frente pelo critério de Desempate.

Danilo Petrucci que liderou 23 voltas acabou com um frustrante 2ºlugar após ver a vitória esta a 1 volta de ser sua. Sem dúvida uma situação frustrante demais para o Piloto italiano que merecia conquistar sua primeira vitória no dia de hoje pela senhora atuação que ele teve.

Andrea Dovizioso chega em 3ºlugar e mesmo tendo Marquez com a Mesma pontuação o piloto da Ducati continua forte na disputa pelo título. Marevick Viñales ficou em 4ºlugar, Mas em nenhum momento ele teve algum destaque fazendo a corrida dele e sem chamar atenção.

Michele Pirro no final da corrida foi para cima de Jack Miller da Marc VDS e conquistou o 5ºlugar em uma das suas únicas chances de disputar corridas com a Moto de testes da Ducati e ele aproveitou bem a chance. Miller também não se pode dizer que foi um resultado ruim o 6ºlugar. Foi muito bem o piloto da Marc VDS.

Scott Redding acabou fazendo o que ele poderia com a Moto da Ducati de 2016 da Pramac com o 7ºlugar resistindo a Alex Rins que vem em ascensão na MotoGP com a Suzuki e terminando em 8ºlugar. Com os problemas de Iannone, Eu não tenho a menor cerimonia em colocar o piloto como o piloto número 1 da Suzuki em 2017.

Jonas Folger sem chamar atenção ficou em 9ºlugar. Bradley Smith fez hoje sua melhor corrida na temporada chegando na 10ªposição com Pol Espargaró em 11ºlugar. Sabemos que foi na chuva, Mas aos poucos a KTM vem mostrando evolução na categoria principal.

Alvaro Bautista que começou bem, Mas depois despencou e acabou não tendo destaque nenhum chegando em 12ºlugar a frente de Cal Crutchlow que acabou obtendo um resultado ruim por causa da queda que sofreu no começo da prova e de Dani Pedrosa que melancolicamente chegou em 14ºlugar.

Seria pior para Crutchlow e Pedrosa se não fosse o problema ou de pane seca ou queda de Johann Zarco que teve de andar empurrando sua moto até o final da prova para terminar em 15ºlugar marcando 1 ponto. Baz e Abraham fecharam a corrida em 16º e 17ºlugares.

Daqui a 2 semanas teremos a Etapa de Aragón do Mundial de Motovelocidade. Rossi é dúvida para essa prova. Se quiser ainda disputar o campeonato o doutor vai sem dúvida fara de tudo para disputar essa corrida. A disputa pelo título vai ficando mais para Marquez, Dovizioso e Viñales. 3 pilotos com 3 marcas diferentes na disputa.

Resultado Final do GP de San Marino
Mundial de Motovelocidade – MotoGP – 14ªetapa

Pos Piloto Equipe Moto Tempo Grid
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 50’41.565 3
2 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 1.192 8
3 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 11.706 2
4 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 16.559 1
5 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 19.499 11
6 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 24.882 14
7 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 33.872 19
8 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 34.662 20
9 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 54.082 16
10 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 57.964 22
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 +1’00.440 17
12 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 +1’17.356 10
13 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V +1’35.588 4
14 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V +1’38.857 7
15 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 +2’02.212 6
16 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 1 Volta 15
17 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 1 Volta 12
53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 9 Voltas 18
29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 12 Voltas 21
22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 13 Voltas 23
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 15 Voltas 9
8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 17 Voltas 13
99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 22 Voltas 5

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Dovizioso faz corrida impecável e conquista a vitória em Mugello

Published by:

MotoGP – Viñales faz volta voadora, Supera as velozes Ducati e conquista a pole em Mugello

Apesar de toda a forca da Ducati o espanhol Marevick Viñales não se intimidou com o exercito das motos italianas e conquistou na casa deles e da Ferrari mais uma pole position mostrando o grande momento que ele vive em sua carreira.

Um treino que no Q1 teve a presença de Johann Zarco, Danilo Petrucci, Jonas Folher e Cal Crutchlow como os candidatos principais as 2 vagas para o Q2. Desde do começo do da primeira fase os pilotos com as motos da Ducati estavam voando baixo nas retas italianas e mesmo as motos de 2016 e ate a moto do Frances Loris Baz que e de 2015 que chegou a estar em 2ºlugar com Hector Barbera na liderança.

A partir dai Danilo Petrucci com sua Ducati 2017 deu o ar da graça tomando o primeiro tempo dos pilotos das Ducati antigas satélites. Jonas Folger aparecia em 2ºlugar. Enquanto isso somente Johann Zarco não tinha entrado na pista para fazer sua volta.

No final do treino Zarco vindo do segundo lugar na sua casa (Franca) foi fazer sua volta, ao mesmo tempo em que o piloto da tech 3 fez a 3ªmelhor marca o piloto da LCR Honda Cal Cruthlow fez o melhor tempo, Mas no final do treino acabou que Petrucci e Zarco que marcou o melhor tempo do Q1 jogaram o inglês para fora da classificação deixando ele na 13ªposição no grid de largada. Quem decepcionou foi de novo Andrea Iannone com a Suzuki que esta muito abaixo do que ela fez em 2016. Também dessa patética campanha da Suzuki a qualidade de seus pilotos que hoje não e das melhores visto os vários resultados ruins tanto do Iannone como do Syuvain Guintoli que ate se justifica devido ao tempo que ele ficou longe das competições da MotoGP. O mesmo não se pode aplicar a Iannone que seria o piloto a liderar o time Suzuki EcStar e ate agora esta mais no chão do que na pista.

No Q2 em seu começo foi praticamente uma luta particular entre dois pilotos: Danilo Petrucci e Marc Marquez que vinha em sua Honda desafiando o domínio da Ducati no começo do treino que tinham além de Petrucci os dois pilotos de Fabrica (Dovizioso e Lorenzo) e Michele Pirro que esta com uma moto de equipe de testes da Ducati para fazer essa prova do campeonato.

Essa brincadeira entre O piloto da Pramac Ducati e o piloto da Repsol Honda acabou quando Viñales veio acabar com a brincadeira e fez 1.47.271 assumindo a liderança e deixando Petrucci e Marquez para trás, Mas vejam que o piloto da Pramac deu o troco e voltou a primeira posição. Enquanto os pilotos foram para se prepararem para os minutos finais o gladiador do asfalto foi para uma bela volta classificando em 3ºlugar.

Na reta final do treinamento surgiu o piloto da Aspar Martinez Alvaro Bautista que fez a melhor marca e liderou o treino por alguns momentos ate que Petrucci tomou a pole com uma grande volta. Que depois foi cancelada por ele ter cortado alguma parte do circuito. No final do treino Viñales em volta voadora garantiu a pole position com Valentino Rossi ao seu lado na primeira fila e com perspectiva de vencer na sua casa novamente. Completa a primeira fila o piloto da Ducati Andrea Dovizioso.

Na segunda fila larga os pilotos Michele Pirro que fez um grande trabalho na classificação colocando sua Ducati em 4ºlugar na frente de Dani Pedrosa e Marc Marquez da Honda Repsol que depois de uma prova difícil em Le Mans o grid em Mugello não parecia animar muito o time oficial da Fábrica Japonesa.

Jorge Lorenzo não tem muito a comemorar com o 7ºlugar. Visto que Dovizioso e Pirro estavam mais a frente com a mesma moto do Tricampeão do mundo. Álvaro Bautista fez um grande trabalho no dia de sábado visto que ele tem uma Moto já defasada (Ducato de 2016) largando em 8ºlugar e Danilo Petrucci que também fez um belo trabalho com sua Ducati Pramac de 2017 acabou por perder sua melhor volta acabou ficando apenas com o 9ºlugar no Grid de largada.

Tito Rabat em seu melhor treino na MotoGP larga em 10ºlugar na frente de Johann Zarco e Aleix Espargaró que completam a 4ªFila do Grid de largada do GP da Itália.

Grid de largada do GP da Itália do Mundial de MotoGP
Moto GP – Mugello – 6ªEtapa

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo
1 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’46.575
2 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’46.814
3 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’46.835
4 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati 1’46.878
5 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’46.999
6 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’47.050
7 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’47.152
8 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati 1’47.167
9 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati 1’47.266
10 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda 1’47.282
11 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’47.319
12 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’47.475
13 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda 1’47.220
14 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati 1’47.272
15 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’47.305
16 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’47.625
17 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati 1’47.809
18 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’47.940
19 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda 1’47.961
20 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati 1’47.975
21 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati 1’48.361
22 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’48.416
23 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’48.594
24 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’48.892

No Domingo antes da prova todos os pilotos e equipe fizeram uma homenagem a Nicky Hayden que faleceu após um acidente aonde ele com sua bicicleta foi atropelado na Itália. Foram 69 segundos de silêncio em referência ao número que ele usou em sua carreira praticamente. Todos os pilotos do Mundial de Motovelocidade em suas motos fizeram homenagens ao campeão do mundo de 2006.

Na largada Valentino Rossi assumiu a liderança deixando para trás Marevick Viñales em 2ºlugar, Jorge Lorenzo em 3º superando a Andrea Dovizioso que caiu para o 4ºlugar. Lorenzo partiu para o ataque logo de inicio buscando acabar com a festa italiana. Primeiro ainda na primeira volta passou Viñales assumindo o segundo lugar e no começo da terceira volta o tricampeão do Mundo passou Rossi assumindo a liderança com a moto da Ducati que era a mais rápida da pista.

Mas a alegria de Lorenzo não durou muito, Logo Valentino Rossi, Marevick Viñales e Andrea Dovizioso ultrapassaram o Espanhol que iria começando a ficar pelo caminho. Assim como Marc Marquez que começou buscando acompanhar a turma dos primeiros colocados, Mas também o piloto da Honda Repsol começou a ficar mais atrás.

Andrea Dovizioso passou a ser o Homem da Ducati para disputar a vitória. O italiano passou Rossi e partiu para cima de Viñales que tinha assumido o primeiro lugar passando Valentino Rossi. Quem vinha muito bem era Danilo Petrucci que vinha com sua Pramac Ducati de 2017 na 4ªposição com Marc Marquez despachando Jorge Lorenzo logo depois perdeu o 6ºlugar para um Fantástico Alvaro Bautista que vinha levando a sua modesta moto da Aspar Martinez Ducati de 2016 a um 6ºlugar passando a Jorge Lorenzo e voltas depois passou Marquez e assumiu a 5ªposição.

Dovizioso passou a ficar algumas voltas a acompanhar Viñales buscando o melhor momento para passar o piloto da Yamaha com Rossi e Petrucci logo atrás formando o bloco que disputava a primeira posição. A 10 Voltas do final Dovizioso na reta passou Viñales assumindo a liderança, No final da mesma volta Petrucci passou o Doutor e escalou para ficar no pódio, Mas Petrucci não estava querendo repetir o resultado de Alexandre Barros que em 2007 fez um pódio em 3ºlugar no mesmo circuito de Mugello e partiu para cima de Viñales.

Enquanto eles brigavam Dovizioso foi aos poucos abrindo vantagem para o Grupo que disputava o segundo lugar. A 8 voltas do final Petrucci passa Viñales tomando o segundo lugar e começou a partir a caça de Dovizioso buscando a vitória com a Pramac que seria algo histórico. Mas isso durou por algumas voltas já que Viñales e Rossi começaram voltas depois a chegarem e voltar a disputa do segundo lugar. A 4 Voltas do final Viñales voltou a 2ªposição que tentou um ataque final em Dovizioso.

Mas o piloto do Ducati nem sentiu a pressão, Manteve uma vantagem segura até o final para conquistar a vitória em casa, 2ªvitória pela Ducati e a 3ª na sua Carreira completando a festa italiana em Mugello. Dovi assumiu a vice-liderança do campeonato após os resultados da corrida italiana. O líder do campeonato Marevick Viñales terminou em 2ºlugar. O pódio foi completado pelo Italiano Danilo Petrucci com a Pramac repetindo o feito de Alexandre Barros em 2007 com a mesma Pramac Ducati.

Valentino Rossi ficou fora do pódio terminando em 4ºlugar. Logo atrás o Espanhol Alvaro Bautista segurou a poderosa Honda de Marc Marquez e completou em 5ºlugar. Chegando aos boxes foi abraçado pela equipe após a brilhante corrida que ele tinha feito deixando Marc Marquez com uma modesta 6ªposição sendo essa a melhor Honda da corrida. Johann Zarco ficou abaixo das expectativas terminando em 7ºlugar chegando na frente de Jorge Lorenzo que começou bem a prova, Mas foi ficando para atrás até o final chegando em 8ºlugar.

Michele Pirro que largou em 4ºlugar fez uma prova muito apagada chegando apenas em 9ºlugar e Andrea Iannone completou os 10 primeiros colocados com a sua Suzuki. Tito Rabat, Scott Redding, Jonas Folger, Hector Barbera e Jack Miller completaram a zona de pontuação sendo os 2 últimos foram favorecidos por causa do acidente no final entre Dani Pedrosa e Cal Crutchlow que disputaram o 11ºlugar. Pedrosa tentando passar Crutchlow acabou caindo e levando junto o piloto da LCR Honda.

Nesse domingo teremos o GP da Catalunha na Espanha abrindo o 2ºterço de campeonato do Mundial de motovelocidade.

Resultado final do GP da Itália do Mundial de MotoGP
Moto GP – Mugello – 6ªEtapa  – 23 Voltas

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 41’32.126
2 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1.281
3 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati 2.334
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 3.685
5 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati 5.802
6 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 5.885
7 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 13.205
8 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 14.393
9 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati 14.880
10 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 15.502
11 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda 22.004
12 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati 24.952
13 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 28.160
14 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati 30.676
15 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda 30.779
16 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati 42.306
17 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 46.294
18 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati 50.731
19 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 50.740
20 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 50.897
35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda 1 Volta
26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1 Volta
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 8 Voltas
44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 10 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2016 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

De trás Pedrosa supera favoritos e conquista primeira vitória na temporada

Published by:

Grid de largada:

1 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’31.868
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’32.216
3 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’32.381
4 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’32.443
5 51 Michele Pirro (Ducati Team Ducati) 1’32.467
6 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’32.677
7 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’32.743
8 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’32.859
9 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’32.918
10 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’33.002
11 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 1’33.301
12 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’33.929
13 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’33.399
14 22 Alex Lowes (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’33.635
15 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’33.716
16 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’33.772
17 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’33.847
18 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’33.989
19 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’34.302
20 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’34.465
21 12 Javier Fores (Avintia Racing Ducati) 1’35.161

sanmarino2016_motogp-6

Vindo do 8ºlugar Dani Pedrosa de uma forma improvável conquistou a 1ªVitória na temporada em um domínio que parecia ser dos pilotos da Yamaha como aconteceu na largada aonde Lorenzo, Rossi e Viñales mantendo os 3 primeiros lugares com Dovizioso, Marquez e Pedrosa a seguir.

Na segunda volta Rossi foi para cima de Lorenzo na curva 14 e assumiu a liderança com seu companheiro de equipe espalhando o que deixou rossi em uma corrida tranquila na liderança enquanto que Lorenzo começava a sentir pressão de Marc Marquez que nas primeiras voltas se livrou de Andrea Dovizioso e de Marevick Viñales que iriam travar um belo duelo pelo 5ºlugar que durou a maior parte da prova hora Viñales tomava o 5ºlugar e outra hora Dovizioso dava o troco no piloto da Suzuki.

sanmarino2016_motogp-1

Até a metade da corrida Dani Pedrosa que vinha em 4ºlugar não estava sendo muito percebido, Mas a partir dai o piloto da Repsol HRC Honda chamou a atenção e passou por cima do líder do Campeonato e seu companheiro de equipe Marc Marquez que não fez questão de defender com a vida essa posição já que é melhor para a Formiga atômica pensar no campeonato do que jogar pontos fora forçando uma queda. Depois Pedrosa foi para cima de Lorenzo e na mesma curva 14 aonde ele passou Marquez ele conquistou a ultrapassagem em cima do Gladiador do Asfalto assumindo o 2ºlugar e partiu para cima de Valentino Rossi que estava liderando sem ameaça do Lorenzo pela maior parte da corrida.

sanmarino2016_motogp-4

Na parte final da prova Pedrosa desafiou a Rossi e a poucas voltas do final em uma manobra ousada e inesperada a ultrapassagem foi feita sem qualquer contestação a favor do piloto da Honda, O velho da Yamaha tentou ainda disputar com Pedrosa. Mas o dia era do piloto espanhol que finalmente desencantou na temporada conquistando a sua primeira vitória sendo assim o 8ºvencedor diferente no ano. Desde do GP da Holanda quando Jack Miller venceu não temos repetições de pilotos vencedores.

sanmarino2016_motogp-5

Valentino Rossi completou em 2ºlugar e tirou 7 pontos da diferença para Marc Marquez que ficou em 4ºlugar que ainda tem confortáveis 43 pontos de diferença para o doutor Valentino Rossi que parece ser o grande adversário da formiga atômica na parte final de temporada. Entre eles ficou Jorge Lorenzo que volta ao pódio após vexatórias apresentações na chuva que praticamente retira as possibilidades do tetracampeonato para o Espanhol.

Viñales que venceu a prova na Inglaterra em Silverstone conquistou a 5ªposição em Mizano superando Andrea Dovizioso em seu duelo particular entre a Suzuki e a Ducati que durou a maior parte da prova. Ficou o piloto Italiano em 6ºlugar com Michele Pirro que substituiu a Andrea Iannone que sofreu um acidente nos treinos de sexta impossibilitando dele correr fez um bom final de semana conquistando um honroso 7ºlugar.

Fechando os 10 primeiros lugares chegaram Cal Crutchlow que foi o melhor piloto das motos privadas, Pol Espargaró em 9º com a Tech 3 Yamaha de 2015 e Alvaro Bautista que levou pela primeira vez no ano a Aprilla a participar do Q2 e colocou a moto Italiana em respeitável 10ºlugar na frente de Danilo Petrucci com a Pramac Ducati que tem certamente muito mais moto que a Aprilla que cresce a passos de tartaruga na MotoGP.

sanmarino2016_motogp-7

Daqui a duas semanas teremos a 14ªEtapa do Mundial de Motovelocidade em Aragón com mais um duelo eletrizante na disputa do campeonato que começa a ficar polarizado entre Marquez e Rossi.

Resultado Final do GP de San Marino
MotoGP – Mundial de Pilotos

1 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 43’43.524
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 2.837
3 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 4.359
4 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 9.569
5 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 15.467
6 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 19.676
7 51 Michele Pirro (Ducati Team Ducati) a 22.936
8 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 25.702
9 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 27.155
10 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 33.968
11 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 39.206
12 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 39.967
13 8 Hector Barberá (Avintia Racing Ducati) a 42.997
14 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 49.450
15 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 54.879
16 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 1’05.072
17 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 5 Voltas

Não Terminaram a corrida:

41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 11 Voltas
12 Javier Fores (Avintia Racing Ducati) a 13 Voltas
22 Alex Lowes (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2016 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Lorenzo nos metros finais ultrapassa Marquez e conquista vitória, Rossi quebra motor e cala Torcida Italiana em Mugello

Published by:

Em Mugello Jorge Lorenzo teve 2 duros combates para conquistar a sua 3ªVitória na temporada do Mundial de Motovelocidade, Primeiramente com Valentino Rossi que foi o pole position, Na Largada Lorenzo e Rossi disputaram o primeiro lugar com um piloto da Tech 3 quase tomando o segundo lugar, Na primeira curva tivemos 3 pilotos no chão Loris Baz, Jack Miller e Alvaro Bautista que deixaram a prova. Lorenzo disputavam a liderança com Marquez disputando o 3ºlugar com Aleix Espargaró que largou muito bem. Andrea Dovizioso recuperou muitas posições e já estava entre os primeiros colocados, Ao contraio de Marevick Viñales que largou muito mal e foi lá para trás.

Quedas na primeira curva

Quedas na primeira curva

Nas primeiras voltas a disputa ficou polarizada entre Rossi e Lorenzo pela liderança com Marc Marquez um pouco mais atrás esperando o que poderia acontecer dessa briga entre os pilotos oficiais da Yamaha, Depois vinham Dovizioso e Iannone mostrando força da Ducati, Dani Pedrosa estava um pouco mais atrás tendo de passar Scott Redding que vinha em uma bela atuação.

Rossi e Lorenzo travaram o primeiro duelo pela vitória

Rossi e Lorenzo travaram o primeiro duelo pela vitória

A disputa entre Lorenzo e Rossi iria durar até a volta 9 quando o piloto Italiano com problemas com o motor da sua moto que foi pelos ares acabou deixando a prova. Na mesma volta Scott Redding que vinha em um sólido 8ºlugar tem problemas de pressão em sua moto obrigando a deixar a corrida, Quando Lorenzo parecia que iria ter vida tranquila para conquistar a vitória eis que surge Marc Marquez e Andrea Dovizioso que chegaram perto do piloto Espanhol da Yamaha, Mas logo Dovizioso que será companheiro de Lorenzo acabou se distanciando dessa disputa deixando a luta pela vitória entre os dois espanhóis.

Sem Sorte para Redding, Já Petrucci teve um bom dia em Mugello

Sem Sorte para Redding, Já Petrucci teve um bom dia em Mugello

Lorenzo e Marquez travaram um duelo mortal nas voltas finais da corrida com um passando o outro a cada curva do circuito, Um pouco mais atrás Dovizioso começava a sentir a pressão de Andrea Iannone e de Dani Pedrosa formando uma bela disputa pelo pódio, A poucas voltas do final na curva 1 Dovizioso acabou escapando e perdendo a trajetória e perdeu a chance do pódio que o piloto da Honda e o piloto da Ducati iriam duelar, Viñales que vai correr na Yamaha em 2017 com Valentino Rossi vinha em 6ºlugar e depois vinham Bradley Smith (Na melhor prova dele na temporada) Aleix Espargaró (Longe de Viñales) e Danilo Petrucci em sua segunda corrida disputando posição no final de prova.

Lorenzo e Marquez chegaram na volta final trocando posições, Marquez conseguiu a ultrapassagem nas curvas finais e quando parecia que ele derrotaria a Yamaha de Lorenzo nos metros finais o Gladiador do Asfalto pegou o vácuo da Formiga Atômica e passou nos metros finais para garantir a vitória e a manutenção da liderança do campeonato por apenas 19 milésimos de segundos sobre Marc Marquez que chegou em segundo lugar e esta agora a 10 pontos de Lorenzo na segunda posição e ambos estão com uma vantagem mais cômoda para Rossi que estacionou com os seus 79 Pontos.

Lorenzo levou a vitória nos últimos metros

Lorenzo levou a vitória nos últimos metros

O 3ºlugar ficou com Andrea Iannone que superou a Dani Pedrosa por menos de 2 décimos de segundo, É o segundo pódio do piloto Italiano que esta de malas prontas para a Suzuki em 2017 para substituir Viñales, Já Andrea Dovizioso conseguiu terminar uma corrida nesse ano depois de tantas quedas e quebras ficando em 5ºlugar em uma corrida apenas boa seguido por Marevick Viñales que recuperou posições depois de uma largada ruim. Bradley Smith segurou Danilo Petrucci e ficou em 7ºlugar ganhando a disputa das motos satélites em cima de Danilo Petrucci que terminou muito bem na 8ºposição com a Pramac Ducati que não quebrou, Aleix Espargaró foi muito mal ficando em 9ºlugar e Michele Pirro em sua participação nessa prova com a 3ªMoto da Ducati ficou apenas em 10ºlugar em uma corrida apagada.

Iannone conquista seu segundo pódio na temporada 2016.

Iannone conquista seu segundo pódio na temporada 2016.

Cal Crutchlow também muito mal com a LCR Honda em 11ºlugar, Hector Barbera e Eugeune Laverty fazendo o que era possível com a Ducati de 2014 em 12ºe 13º, Stefan Bradl salva 2 pontos em um final de semana ruim da Aprilla que não tem moto boa nesse tipo de circuito e Pol Espargaró ficou em 15ºlugar, Yonny Hernandez sendo punido por queimar a largada ficou sem pontuar em 16ºlugar em mais uma exibição esquecível para o piloto colombiano da Aspar Martinez.

Mais um final de semana ruim para Hernandez

Mais um final de semana ruim para Hernandez

Daqui a duas semanas o Mundial de Motovelocidade parte para o Circuito da Catalunha na Espanha para a 7ªEtapa do Campeonato mundial da MotoGP.

Resultado final do GP da Itália
Mundial de Motovelocidade – Moto GP – 23 Voltas

1 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 41’36.535
2 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 0.019
3 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 4.742
4 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 4.910
5 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 6.256
6 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 8.670
7 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 13.340
8 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 14.598
9 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 18.643
10 51 Michele Pirro (Ducati Team Ducati) a 22.298
11 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 27.936
12 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 35.712
13 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 38.032
14 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 40.094
15 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 59.811
16 68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 1’04.397

Não Terminaram a corrida:

46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 15 Voltas
45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 15 Voltas
43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 23 Voltas
19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 23 Voltas
76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 23 Voltas

Pódio em Mugello da MotoGP

Pódio em Mugello da MotoGP

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP