Corridas Históricas: GP de Portugal de 1986

Grid de largada:

1 Ayrton Senna Lotus/Renault 1’16.673
2 Nigel Mansell Williams/Honda 1’17.489
3 Alain Prost McLaren/TAG 1’17.710
4 Gerhard Berger Benetton/BMW 1’17.742
5 Teo Fabi Benetton/BMW 1’18.071
6 Nelson Piquet Williams/Honda 1’18.180
7 Keke Rosberg McLaren/TAG 1’18.360
8 Stefan Johansson Ferrari 1’19.332
9 Riccardo Patrese Brabham/BMW 1’19.637
10 René Arnoux Ligier/Renault 1’19.657
11 Philippe Alliot Ligier/Renault 1’19.769
12 Derek Warwick Brabham/BMW 1’19.882
13 Michele Alboreto Ferrari 1’20.019
14 Patrick Tambay Lola/Ford 1’20.761
15 Johnny Dumfries Lotus/Renault 1’21.594
16 Andrea de Cesaris Minardi/Motori Moderni 1’21.611
17 Alan Jones Lola/Ford 1’21.646
18 Alessandro Nannini Minardi/Motori Moderni 1’21.702
19 Martin Brundle Tyrrell/Renault 1’21.835
20 Jonathan Palmer Zakspeed 1’21.929
21 Thierry Boutsen Arrows/BMW 1’22.068
22 Christian Danner Arrows/BMW 1’22.274
23 Philippe Streiff Tyrrell/Renault 1’22.388
24 Piercarlo Ghinzani Osella/Alfa Romeo 1’23.566
25 Ivan Capelli AGS/Motori Moderni 1’23.987
26 Huub Rothengatter Zakspeed 1’24.105
27 Allen Berg Osella/Alfa Romeo 1’26.861

Mansell vence em terras portuguesas e Fica muito perto do Título

Pela 5ªvez no ano Mansell conseguiu vencer no ano de 1986, após uma corrida em que ele dominou de ponta a ponta a corrida. Na largada com o tempo nublado, Mas sem pinta de que iria chover Senna largava na pole position jogando suas últimas fichas na luta pelo título com Mansell em 2º, Prost em 3º, Depois vinham às duas Benetton com os motores BMW que continuavam muito fortes mesmo contra a Força dos motores Honda, Renault e Porsche. Nelson Piquet largava em 6º com Rosberg em 7º, numa pista de Alta velocidade em que no final da reta dos boxes chegavam a 320 km/h.

Na largada Mansell tem uma melhor largada que Senna e assumi a ponta da corrida, Berger e Piquet pularam bem na largada e estavam em 3º e 4º, Prost é que não largou muito bem e fica em 5º, Senna mesmo perdendo o primeiro lugar na largada Atacou Mansell. Na primeira volta completada a classificação era: Mansell, Senna, Berger, Piquet, Prost, Rosberg.

Mansell depois da primeira volta respirou um pouco de Senna, Mas Senna não deixava de estar perto, enquanto Berger em 3º estava se afastando de Piquet em 4º e depois o restante do bloco. Isso durou por algumas voltas até que a Benetton de Berger começou a perder rendimento, Na 4ªvolta Piquet começava a atacar Berger para brigar pelo 3ºlugar, Mas seria um pouco mais difícil de acontecer a ultrapassagem por causa dos motores BMW do Benetton de Berger, enquanto isso Allen Berg teve de ir para os boxes, sem dúvida a Osella tinha problemas, Na 7ªvolta o carro de Ivan Capelli com a AGS fazendo sua segunda corrida na História dela na Formula 1 deixava a corrida com problemas de transmissão.

Enquanto isso continuava a briga entre Berger, Piquet e Prost até que Piquet acabou tomando uma Decisão, passou Berger e assumiu a 3ªposição na reta do meio da pista na oitava volta de corrida. Enquanto isso Mansell fazia a melhor volta da corrida com 1:23.047 – Média de 188.598 Km/h – 117.171 Mph. Mansell que já abria boa vantagem para Senna que era o segundo e não tinha incomodo até aquele momento do Piquet que estava em terceiro lugar.

Prost passou também a Berger que já não tinha o mesmo desempenho das primeiras voltas e 2 voltas depois passou também Rosberg colocando Berger na 6ºposição apenas. Piercarlo Ghinzani na Volta 9 com problemas de motor abandonava a corrida, uma volta depois foi a vez da transmissão de Huub Rothengatter quebrar, o Holandês da Zakspeed deixou a corrida.

Mansell já encontrava os primeiros retardatários na pista a começa sempre pela Patética Osella com os potentes Alfa Romeo e conduzindo de forma brilhante estava o canadense Allen Berg (Ironic Mode on). Classificação após 10 voltas: Mansell 14:01.447 – Senna a 4.092 – Piquet a 12.467 – Prost a 16.812 – Rosberg a 17.839 – Berger a 19.952.
Piquet tentava se aproximar de Senna que tinha cômoda vantagem em cima do Piloto da Williams, Mansell tinha cômoda vantagem para Senna, agora quem não tinha vida fácil era Prost que via de perto seu companheiro de equipe Keke Rosberg por perto, Alan Jones com sua Lola-Ford acabou rodando e deixando a corrida na 11ªpassagem. Enquanto isso Fabi se segurava em 7ºlugar e em cima dele tinha a dupla da Ferrari com Johansson em 8º e Alboreto em 9º.

Após 12 voltas aa classificação era a seguinte: Mansell, Senna, Piquet, Prost, Rosberg, Berger, Fabi, Johansson, Alboreto e Arnoux são os 10 primeiros, A Corrida continuava monótona, Com Mansell na Frente com Senna em segundo, Piquet em 3º tentando se aproximar de Senna e Prost em 4ºlugar, Rosberg ficou mais para trás, isso após 16 voltas. A Volta mais rápida da corrida era de Nigel Mansell com 1:22.645 – Média de 189.485 Km/h – 117.741 Mph que passou a se tornar a volta mais rápida da pista que antes era do Piloto Niki Lauda.

Quem começava a se aproximar de Piquet era Prost que estava diminuindo a diferença entre ele e o Brasileiro que estava em menos de 3 segundos. Mansell continuava na frente pegando os retardatários mais lentos como Zakspeed, Arrows, Minardi e Tyrrell. Martin Brundle com problemas de motor deixava a corrida, seu motor quebrou isso com 18 voltas completadas.

Senna apesar do Domínio de Mansell tentava se aproximar do Inglês se aproveitando dos retardatários, A Classificação após 20 voltas era essa: Mansell 27:58.373 – Senna a 4.203 – Piquet a 11.163 – Prost a 12.577 – Rosberg a 18.135 – Johansson a 33.027
Piquet começava a ter a pressão do Francês Alain Prost que começava a querer a 3ªposição de Piquet quando começava a fazer sol na pista do Estoril em Portugal. Em uma das ultrapassagens em Retardatários acabou Piquet perdendo tempo em Jonathan Palmer, isso permitiu a Prost encostar de uma vez por todas em Piquet. Classificação após 22 Voltas: Mansell – Senna – Piquet – Prost – Rosberg – Johansson – Fabi – Alboreto – Berger.

Estavamos chegando ao segundo terço da corrida e até na volta 24 tirando as primeiras voltas as brigas estavam restringidas as brigas de posições intermediárias. Senna e Piquet procuravam andar forte para buscar a Mansell e conseguiram voltas melhores que Mansell, Já começavam a indicar que Mansell poderia estar a trocar os seus pneus, a Sorte do Inglês é que ele tinha ainda 5 segundos e 8 décimos de vantagem para Senna. No mapa da corrida após 27 Voltas enquanto Mansell completava a volta o 6ºcolocado que era Stefan Johansson com a Ferrari estava ainda na metade do circuito com ainda a tendência de termos uma briga de Piquet e Prost pelo terceiro lugar. Mansell na volta 27 tinha voltado a andar mais rápido e voltava a andar mais que Senna e a diferença aumentava para 6 segundos.

Mas Piquet começou a mostrar suas Garras de Fora fazendo 1:22.211 – Média de 190.485 Km/h – 118.362 Mph e tentava fugir de Prost e se aproximar de Senna já que o 3ºlugar para ele com Mansell ganhando naquele momento era incomodo demais para o Campeonato de Piquet, Enquanto isso Phillipe Streiff com os mesmos problemas de motor de Brundle abandonava a corrida, um final de semana para esquecer para Tyrrell que tinha largado atrás das Minardi –Motori Moderni. Isso com um Tyrrell-Renault. Derek Warwick foi para os boxes para troca de pneus e a equipe Brabham se não tinha um bom carro na temporada de 86 pelo menos a Brabham trabalhava bem com 8.36 segundos. Alboreto na volta seguinte parou também e a Ferrari fez a parada em 7.96 segundos, começava as paradas nos boxes.
Senna na volta 31 parou nos boxes, uma parada um pouco lenta feita em 10 segundos, Piquet já tinha feito a sua parada, isso após 32 voltas, Prost precisava para nos boxes, coisa que ele fazia na entrada da 33ªvolta e feita em 8 segundos. Prost voltava em 2ºlugar, Mas na volta seguinte Senna passou a Prost, na Mesma volta que Mansell foi para os boxes para a sua parada, uma parada rápida, 8.41 segundos. Mansell voltou na ponta com Grande vantagem em cima de Senna, Prost e Piquet que formavam um bloco brigando pelo 2ºlugar. Piquet também passava a Prost e assumia o 3ºlugar.

Após 34 voltas Senna, Piquet e Prost brigariam pelo Segundo lugar, Talvez a grande briga da corrida com ela chegando na sua metade. Classificação após 34 voltas: Mansell 47:52.851 – Senna a 11.569 – Piquet a 12.034 – Prost a 12.849 – Rosberg a 26.145 – Fabi a 28.736, Desses 6 primeiros só Fabi não parou nos boxes.

Patrese fazendo sua troca com a Brabham-BMW e a equipe Brabham fez a melhor troca até aquele momento da corrida com 7.90 segundos. Piquet partiu para o Ataque em cima de Senna, só que Senna conseguiu colocar Patrese na frente de Piquet, isso ajudou mas não melhorou a situação de Senna, Piquet parecia ter mais carro nesse momento da corrida enquanto Prost estava um pouco mais atrás para ver o que sobrava para ele. Teo Fabi na volta 37 parava para a sua parada nos boxes, ele estava em 6ºlugar e seguia Piquet colocando pressão em Senna. Enquanto isso Mansell voava na pista fazendo a melhor volta da corrida com 1:21.852 – Média 191.321 Km/h – 118.881 Mph.

Phillipe Alliot com a Ligier também quebra o motor e abandona a corrida na volta 40, E continuava a briga Senna e Piquet pelo 2ºlugar, Piquet vinha com tudo para cima de Senna, Mas Senna continuava com muita valentia na 2ªposição, mesmo com um carro inferior Senna acabava por conseguir se manter na frente de Piquet. Com isso Senna tinha agora uma desvantagem de mais de 14 segundos para Mansell. Classificação após 40 voltas completadas: Mansell 56:09.601 – Senna a 12.640 – Piquet a 12.870 – Prost a 14.882 – Rosberg a 30.422 – Berger a 42.348.

Keke Rosberg acaba com problemas elétricos abandonando a corrida na volta 42. Na Mesma volta e com o mesmo problema elétrico abandonou a corrida o Inglês Derek Warwick com a Brabham. E continuava a briga entre Senna e Piquet pelo segundo lugar e Prost por perto para ver o que sobra de bom na corrida, Senna continuava se mantendo em 2º mesmo com os ataques de Piquet. Após 43 Voltas a Classificação era a Seguinte: Mansell – Senna – Piquet – Prost – Berger – Johansson – Alboreto – Arnoux e Fabi.
Gerhard Berger e Stefan Johansson se enroscaram na briga pelo 5ºlugar, pior para Berger que abandonou a corrida, Johansson continuou na corrida, Mas perdeu posição para Alboreto, Volta anterior a essa Andrea de Cesaris rodava sozinho com sua Minardi e deixava a corrida. Ainda tínhamos 16 pilotos na corrida, até um bom número após 2/3 de corrida realizada.

Piquet continuava no ataque para cima de Senna que estava tendo um trabalho enorme de manter na frente de Piquet e de Prost enquanto isso Mansell continuava seu passeio em Estoril, Na Volta 49 Piquet tenta uma ultrapassagem na reta, pegou o Vácuo de Senna, parecia que iria passar só que Senna não deixou de forma nenhuma Piquet passar.
Classificação após 49 voltas: Mansell – Senna – Piquet – Prost – Alboreto – Johansson – Fabi – Arnoux – Dumfries – Patrese.

Restando menos de 20 voltas do Final o que não faltou foi ultrapassagens, Mas só dos líderes em cima dos Retardatários, Mansell na volta 51 faz a volta mais Rápida da Corrida com 1:21.327 – Média: 192.556 Km/h – 119.649 Mph e na volta seguinte deu volta em Stefan Johansson que esta em 6ºlugar, Classificação após 52 voltas: Mansell 1:12:40.033 – Senna a 16.204 – Piquet a 16.724 – Prost a 18.379 – Alboreto a 59.694 – Johansson a 1 volta.

E Mansell na volta 53 melhora a sua melhor volta para 1:20.943 – Média: 193.469 Km/h – 120.216 mph e sua vantagem para Senna passou para 18 segundos e com tendência a aumentar ainda mais, enquanto a Briga entre Senna e Piquet continuasse, enquanto isso Prost ficou longe dessa Briga. Classificação após 56 voltas: Mansell 1:18.05.179 – Senna a 18.045 – Piquet a 18.553 – Prost a 22.554 – Alboreto a 1:13.816 – Johansson a 1 volta. Riccardo Patrese deixou a corrida com problemas de motor na volta 63.

As posições pareciam imexíveis até que a 7 voltas do final da corrida Piquet acaba rodando e perdendo o 3ºlugar para Alain Prost, Depois disso Piquet ficou muito lento, sem chances de recuperar o terceiro lugar da corrida. Mansell partiu para a sua Quinta vitória na Temporada e com isso Mansell estava próximo de ser Campeão do mundo, Senna que tinha um 2ºlugar garantido ficou praticamente sem combustível e perdeu as posições para Prost e para Piquet e acabou ficando em 4ºlugar, Senna com esses resultados deixava a Briga pelo título já que Mansell tinha 70 e Senna apenas 51 restando só 18 pontos para serem disputada, Sorte para Prost em 2º e Piquet em 3º. Completaram a zona de pontuação Alboreto em 5º e Johansson em 6º, Teo Fabi que tinha o 7ºlugar também teve pane Seca e não cruzou a linha de chegada e deixou o 7ºlugar para Arnoux, Completaram os 10 primeiros Johnny Dumfries em 9º e Thierry Boutsen em 10º. Danner, Palmer e Berg completaram a lista de Classificados, Tambay e Nannini cruzaram a linha de chegada, Mas não tinha 90% da corrida terminada, portanto não tem Classificação para eles nessa corrida que posso considerar a corrida mais Chata da temporada de 1986.

Resultado Final do GP de Portugal de 1986

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fontes das fotos : Formel1mic, Bestlap

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Corridas Históricas: GP da Áustria de 1986

Grid de largada

1 Teo Fabi (Benetton/BMW) 1’23.549
2 Gerhard Berger (Benetton/BMW) 1’23.743
3 Keke Rosberg (McLaren/TAG) 1’23.903
4 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’24.044
5 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’24.346
6 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’24.635
7 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’24.697
8 Ayrton Senna (Lotus/Renault) 1’25.249
9 Michele Alboreto (Ferrari) 1’25.561
10 Derek Warwick (Brabham/BMW) 1’25.726
11 Philippe Alliot (Ligier/Renault) 1’25.917
12 René Arnoux (Ligier/Renault) 1’26.312
13 Patrick Tambay (Lola/Ford) 1’26.489
14 Stefan Johansson (Ferrari) 1’26.646
15 Johnny Dumfries (Lotus/Renault) 1’27.212
16 Alan Jones (Lola/Ford) 1’27.420
17 Martin Brundle (Tyrrell/Renault) 1’28.018
18 Thierry Boutsen (Arrows/BMW) 1’28.598
19 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’28.645
20 Philippe Streiff (Tyrrell/Renault) 1’28.951
21 Jonathan Palmer (Zakspeed) 1’29.073
22 Christian Danner (Arrows/BMW) 1’29.430
23 Andrea de Cesaris (Minardi/Motori Moderni) 1’29.615
24 Huub Rothengatter (Zakspeed) 1’32.512
25 Piercarlo Ghinzani (Osella/Alfa Romeo) 1’33.988
26 Allen Berg (Osella/Alfa Romeo) 1’36.150

Prost vence na Áustria e seus adversários param pelo caminho

Em um dos momentos decisivos para o campeonato de 1986 o Francês Alain Prost vencia a 3ªcorrida do ano e acabou vendo seus adversários na luta pelo titulo parando pelo caminho, todos eles sem exceção.

Prost largava do 5ºlugar, Atrás de Riccardo Patrese com a Brabham-BMW em 4º, Keke Rosberg com a Mclaren-Porsche em 3º e das Benetton-BMW de Gerhard Berger que era o 2º e do Pole position Teo Fabi Mostrando que numa pista rápida os motores mais potentes em treino podem levar um carro a boas colocações no Grid de largada, Mas o grande problema da pista seria o consumo de combustível, pois todo mundo teria de poupar para chegar no final das 52 voltas da corrida, completando os 10 primeiros no Grid vinham Mansell, Piquet, Senna, Alboreto e Warwick, Mas o piloto Inglês da equipe Brabham não largou e com isso Alliot assumiu o 10ºposto.

Na largada quem se dá melhor é Gerhard Berger que assumiu a ponta da corrida com Fabi em segundo depois vinheram os dois Mclarens , as duas Williams e a Lotus de Ayrton Senna, Patrese largou mal devido a problemas com uma das marchas do seu câmbio. As Benettons estavam abrindo muito em relação ao restante do Grupo. Os top 6 eram Berger, Fabi, Prost, Mansell, Piquet, Rosberg e depois Senna, Arnoux, Alliot e Johansson. Fabi vinham para cima de Berger pela ponta e depois Mansell vindo para cima de Prost pela briga pelo 3ºlugar.
Patrese depois da 2ªvolta Abandonou a corrida com problemas de motor… E pensar que ela seria apenas a primeira das quebras. Logo depois de 4 voltas Berger começou a abrir muito de Fabi que começava a ficar mais para trás e perto dele tinha Prost que estava acuado pelo Nigel Mansell e ou pouco mais longe Piquet e Rosberg.

Dunfries já tomava uma volta, ele tinha feito uma parada, mal desconfiava que os problemas da Lotus iram começar dai ,Senna também foi para os boxes para troca de pneus em isso na 9ªvolta. Allen Berg com problemas elétricos abandonava a corrida com a patética Osella e a partir dessa volta os abandonos iriam ser bem em sequência. Jonathan Palmer da Zakspeed também deixava a corrida com problemas de motor, na volta 10 Dunfries com a Lotus também deixava a corrida, Senna na volta 10 foi para os boxes, mostrando que os problemas elétricos do seu carro estavam realmente comprometendo seu desempenho. Fabi começava a chegar de novo em Berger, Phillipe Streiff com a Tyrrell-Renault abandonava a corrida com problemas de motor, já era o 6ªpiloto a deixar a corrida em 10 voltas.

Classificação da corrida após 11 Voltas: 1. Berger 17:01.689 – 2.Fabi a 2.531 – 3.Prost a 7.981 – 4.Mansell a 8.769 – 5. Piquet a 16.032 – 6. Rosberg a 17.111. Senna voltava para a corrida, mas com quase 2 voltas de atraso e provavelmente em último lugar na corrida. E continuava Mansell perto de Prost brigando pelo 3ºlugar enquanto isso Martin Brundle deixava a corrida com problemas com o turbo do Renault da sua Tyrrell, Fabi continuava a se aproximar de Berger para atacar seu companheiro de equipe na briga pela liderança e até para apagar a estrela de Berger que brilhava na temporada de 86.

Enquanto isso Senna foi pelos boxes pela terceira vez e acabou deixando a corrida, com problemas de Motor. Pior foi com que aconteceu com Nannini que teve sua suspensão quebrada do nada e acabou rodando até o campo cheio de plantas e parou, nada aconteceu com Nannini e na mesma volta do abandono do Nannini, foi à vez De Cesaris deixar a corrida com problemas de Embreagem.

Na 17ªvolta Fabi finalmente partiu para o ataque para cima de Berger, pegou o vácuo de Berger e passou Berger e assumiu a ponta, só que na curva seguinte Fabi apresentou problemas de motor, provavelmente ele forçou demais o moto para passar Berger e com isso Fabi deixou a corrida e perdeu uma grande chance de vencer pela primeira vez na formula 1.

Com isso Prost já assumia o 2ºlugar com Mansell em 3º que ira para cima de Prost mais do que nunca, ele na passagem da 17ªpara a 18ªvolta Mansell foi para a cima e por pouco ele não conseguia a 2ªposição. Rothengatter teve seu pneu furado e teve de ir aos boxes. Alliot acabou abandonando a corrida com problemas de motor, com isso só sobravam 14 pilotos na corrida. Nelson Piquet na 18ªvolta Piquet vai para os boxes para a troca de pneus e faz uma parada bem rápida. A diferença do Berger que era o primeiro para Prost que era o segundo era de nada mais nada menos que 12.120.

Berger após 20 voltas continuava tranquilo na liderança da corrida. Alboreto na volta 20 foi para os boxes e a Ferrari fez a troca em 7.74 segundos, uma parada bem rápida e voltava em 8ºlugar. Prost na volta 21ª fez sua parada em 13.33 segundos, uma parada lenta perto da parada de Alboreto e a de Piquet.

Johansson fez sua parada nos boxes para troca de pneus, Gerhard Berger continuava líder da corrida após 23 voltas completadas. Classificação após 23 voltas: Berger, Mansell, Rosberg, Prost, Arnoux, Piquet, Alboreto, Jones, Johansson, Danner, Boutsen, Tambay, Rothengatter e Ghinzani. Rosberg depois da 23ªvolta foi para a sua parada que foi rápida. Uma parada de 9 segundos, Com isso Prost é o 3º, Arnoux em 4º e Piquet em 5º e Rosberg em 6º. Parecia que ninguém iria parar Berger nessa corrida já que ele estava com os compostos mais duros e poderia apontar de até não fazer parada para os boxes.

Mas na volta 26, Berger foi para os boxes e o que era para ser uma simples parada nos boxes se transformou numa parada longa, foi descoberto um problema no carro do Austríaco que parecia que seria imbatível. Com isso Mansell passava em 1º com Prost em 2º e Arnoux em 3º muito bem com a sua Ligier com os pneus Pirelli que poderiam durar a corrida toda com o mesmo pneu. Enquanto Mansell colocava uma volta em cima de Johansson .

Thierry Boutsen que vinha numa razoável 11ªposição tem seu motor estourado e teve de deixar a corrida. Johansson também foi para os boxes com alguns problemas no seu carro, Nesse momento só tínhamos 13 carros na corrida e alguns deles já estavam deficientes e com problemas. Mansell na volta 29 foi para os boxes para a sua parada que foi de 11.19 segundos.

Na volta 28 Alan Prost fez a melhor volta da corrida com 1:31.172 – Média de 234.625 km/h, Na volta 30 Nelson Piquet foi para os boxes para abandonar a corrida de motor e Arnoux foi para os boxes e com problemas infelizmente pois vinha numa boa 3ªposição para a Ligier mas agora ficaria para trás.

Berger voltou para a corrida, mas bem atrasado em relação aos lideres com 4 voltas de atraso. A classificação após 29 voltas era a seguinte: Prost 45:37.460 – Mansell a 11.686 – Rosberg a 22.794 – Alboreto a 1:03.478 – Jones a 1 volta e Danner a 1 volta.

Mas Danner perderia 2 posições: Para Johansson e Tambay. Enquanto Prost continuava líder da corrida na volta 32 Mansell acabou abandonado a corrida com problemas de semieixo, ele que vinha em 2ºlugar e com isso deixou a corrida inteirinha para Prost e Rosberg. E as melhores brigas seriam pelo 3ºlugar que tinha Alboreto ocupando essa posição, depois vinham Jones, Johansson, Tambay e Danner um pouco mais atrás brigando por essas posições (4º, 5º e 6º) e quem já vinha o mais rápido da corrida era Gerhard Berger que tinha com alguma esperança de pelo menos marcar algum ponto tamanha era as quebras que tinha na corrida nesse momento. Arnoux também voltou a corrida, Mas o desempenho do carro não era o mesmo, ele se arrastava na pista tentando ainda marcar pontos, mas seria difícil pra ele com o ritmo de corrida dele.
Classificação após 34 voltas: Prost (53:14.270) – Rosberg (a 25.957) – Alboreto (a 1:19.894) – Jones (a 1 volta) – Tambay (a 1 Volta) – Johansson (a 1 Volta).
A briga que iria agitar a corrida era pelo 5ºlugar entre a Lola de Tambay e a Ferrari de Alboreto, apesar da Superioridade da Ferrari nesse confronto o Lola-Ford Turbo estava muito bem na corrida, a melhor volta da corrida.

Na volta 38 Prost colocava 1 volta em cima de Michele Alboreto que é o terceiro lugar na corrida, apesar da boa corrida a Ferrari mostrava que não era tudo isso e que sua posição também se devia muito aos problemas dos seus adversários mais fortes que ela mesmo.
Classificação após 38 voltas: Prost (59.21.286) – Rosberg a 27.691 – Alboreto a 1 volta – Jones a 1 volta – Tambay a 1 volta – Johansson a 1 volta. Apesar de ter uma parte do seu aerofólio do seu carro quebrado Johansson passou Tambay, Johansson assumia o 5ºlugar da corrida apesar de toda a dificuldade do seu carro estar lento de reta por causa desse problema. E enquanto isso Prost na volta 41 dava 2 voltas em cima de Tambay e de Johansson e dava 3 voltas em cima de Danner, era dominador absoluto da corrida Alain Prost.

Gerhard Berger continuava voando na pista, fazendo de novo a volta mais rápida na 38ªvolta para ele pois ele tinha 4 voltas de atraso fazendo 1:29.784 – Média: 238.252 km/h.

Johansson tinha uma distância enorme para passar Jones com a Lola-Ford, Mas o Sueco vinha melhor do que Jones e só tinha 17 segundos para tirar do Jones para brigar pelo 4ºlugar na corrida. Restando 8 voltas para o Final da corrida parecia que nada iria mudar na frente.
Classificação após 44 voltas: Prost (1:08.39.852) – Rosberg a 32.427 – Alboreto a 1 volta – Jones a 1 Volta – Johansson a 2 voltas – Tambay a 2 voltas. A única posição que poderia mudar era a 4ªposição que indicava que teríamos briga por posição, fora disso sem nenhuma cogitação a não ser que Berger conseguisse um milagre de chegar aos pontos.

A não ser que a menos de 5 voltas para o Final Keke Rosberg teve problemas elétricos em sua Mclaren e deixou a corrida, o Finlandês já tinha problemas de da 45ªvolta, Com isso Alboreto passava a 2ªcolocação e Johansson passando Jones e com Quebra de Rosberg assumiu o terceiro lugar com Jones em 4º, Tambay em 5º e Danner em 6º, Berger que estava em sétimo lugar estava tentando o milagre, apesar de vários carros com problemas não conseguiu nada mais que o 7ºlugar quando na verdade era ele que deveria ter vencido pois ele tinha o carro do dia até ter problemas. Mas Prost se recuperava no campeonato. Alboreto e Johansson no pódio acabaram fazendo do dia da Ferrari feliz depois de todos os fracassos da temporada de 86 após um 85 quase triunfal com Alboreto. Festa passa a Lola-Ford que marcava seus primeiros pontos do ano e a mesma coisa com a Arrows que conseguia seu 1ºponto com Christian Danner, Além de Berger em 7º, Rothengatter com a Zakspeed em 8º, Rosberg ainda foi o 9ºlugar mesmo com a quebra eletrônica, e Arnoux e Ghinzani completaram os 11 pilotos que terminaram a corrida.

Resultado final do GP da Áustria de 1986

Fotos:

View post on imgur.com

Fontes das fotos : Formel1mic, Bestlap

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas: GP dos Estados Unidos de 1986

Sknxe6of

Grid de Largada:

1 Ayrton Senna Lotus/Renault 1’38.301
2 Nigel Mansell Williams/Honda 1’38.839
3 Nelson Piquet Williams/Honda 1’39.076
4 René Arnoux Ligier/Renault 1’39.689
5 Stefan Johansson Ferrari 1’40.312
6 Jacques Laffite Ligier/Renault 1’40.676
7 Alain Prost McLaren/TAG 1’40.715
8 Riccardo Patrese Brabham/BMW 1’40.819
9 Keke Rosberg McLaren/TAG 1’40.848
10 Eddie Cheever Lola/Ford 1’41.540
11 Michele Alboreto Ferrari 1’41.606
12 Gerhard Berger Benetton/BMW 1’41.836
13 Thierry Boutsen Arrows/BMW 1’42.279
14 Johnny Dumfries Lotus/Renault 1’42.511
15 Derek Warwick Brabham/BMW 1’42.558
16 Martin Brundle Tyrrell/Renault 1’42.815
17 Teo Fabi Benetton/BMW 1’43.658
18 Philippe Streiff Tyrrell/Renault 1’43.796
19 Christian Danner Arrows/BMW 1’44.259
20 Jonathan Palmer Zakspeed 1’44.401
21 Alan Jones Lola/Ford 1’44.450
22 Piercarlo Ghinzani Osella/Alfa Romeo 1’45.059
23 Andrea de Cesaris Minardi/Motori Moderni 1’46.705
24 Alessandro Nannini Minardi/Motori Moderni 1’47.230
25 Allen Berg Osella/Alfa Romeo 1’48.682
26 Huub Rothengatter Zakspeed 1’49.680

Hceiq4ba

Senna Dá o Troco nos franceses e vence em Detroit numa magnifica apresentação.

Na pista de rua de Detroit, uma pista de baixa velocidade e dura para os pilotos que não permitia o erro para qualquer piloto. Pois esse erro quase que certamente custaria a corrida para qualquer piloto. Principalmente num campeonato onde Prost com 29, Mansell e Senna com 27 disputavam pau a pau a liderança do campeonato.

Na primeira fila tínhamos Ayrton Senna da Lotus que faria a 4ªpole em 7 corridas do campeonato com Nigel Mansell em 2º, Nelson Piquet com a Williams e René Arnoux de Ligier dividiram a segunda fila e Stefan Johansson com a Ferrari e Jacques Laffite na 3ªfila, O Líder do campeonato Alain Prost largava em 7ºlugar apenas. A corrida trazia a substituição de Partick Tambay que não se recuperou do acidente que lhe tirou do GP do Canadá o Norte-americano Eddie Cheever que conseguiu fazer um ótimo Trabalho e largaria em 10ºlugar.

Jgcxxevc

Na Largada Senna mantem a ponta com Mansell em 2º, Arnoux em 3º e Piquet em 4º, Senna em 1º, Mas estava muito ameaçado por Mansell que estava pressionando a Senna. Ao termino da primeira Volta a Classificação era essa: 1. Senna, 2. Mansell, 3. Arnoux, 4. Piquet, 5. Johansson, 6. Prost, 7. Laffite, 8. Alboreto, 9. Cheever, 10. Rosberg. Huub Rothengatter se quer largou por causa de problemas elétricos.

Na segunda volta Senna se mantia na frente com Mansell e Arnoux em sua cola enquanto isso Johansson tentava tomar a 4ªposição de Nelson Piquet. No Começo da 3ªVolta Mansell usando da sua potência do Williams-Honda ultrapassa a Senna e assumiu a ponta da corrida e começou a abrir de Senna que teria de segurar os ataques de Rene Arnoux com a sua Ligier que vinha em Grande momento no Campeonato. Além dessa briga tinha a batalha pelo 4ºlugar (Piquet e Johansson) e o 6ºlugar entre Prost e Laffite. Ou Seja, Williams, Lotus (De Senna), Ligier e Alain Prost com a Mclaren estavam disputando a corrida. Alessandro Nannini com a sua Minardi número 24 deixava a corrida na 4ªvolta, problemas de Turbo (que não era novidade nenhuma se tratando de um motor tão fraco como o Motori Moderni).

Ugdvewxw

Mansell estava abrindo de Senna e de Arnoux que lutavam pelo segundo lugar, Derek Warwick na volta 4 já fazia uma primeira parada nos boxes caindo para as últimas posições. Arnoux tentou passar Senna na volta 5. Só que Senna segurou a posição e Arnoux perdeu terreno nessa disputa. Com isso Nelson Piquet foi se aproximou mais de Arnoux e Deixou Johansson para Jacques Laffite que já passava a Prost e pressionava o Sueco com a Ligier que rendeu muito bem na pista norte americana.
Apesar da Pista travada a prova proporcionava no começo boas disputas por posição. A Classificação após 5 voltas era a Seguinte: 1. Mansell (9:00.756) – 2. Senna (a 4.059) – 3. Arnoux (a 4.436) – 4. Piquet (5.651) – 5. Johansson (6.441) – Laffite (a 6.990) – Prost era o 7º, Alboreto o 8º, Cheever o 9º e Berger em 10º.

Johansson começava a sentir a força da Ligier de Laffite pressionando ao Piloto da Ferrari mais bem posicionado na pista, Apesar da Ferrari não estava bem no campeonato o Time também teve um desempenho bom em Detroit. Enquanto isso Mansell que tinha 4 segundos de vantagem para Senna simplesmente perdeu toda a vantagem e via o Brasileiro pressionando ao Leão na luta pela ponta e Arnoux chegava nessa briga também.

Com muito mais carro Senna só espero o momento certo para tomar a ponta de Mansell, no final da volta 7 Senna passou a Mansell e assumiu a ponta da corrida, Arnoux na reta dos boxes no começo da volta 8 também se aproveitou do problema de Mansell  e assumiu o segundo lugar. Já Laffite pressionava a Piquet pela 4ºposição, a Ligier passava pelo melhor momento da temporada e com um carro que poderia até ser um carro para combater o domínio de Senna na corrida sendo assim os grandes adversários do Brasileiro na prova.

Gxa8vzzm

Gerhard Berger enquanto isso abandonaria a corrida com problemas de Motor na 8ªvolta, Va volta 9 Keke Rosberg foi para os boxes para tentar uma tática diferente, Mansell tentava recuperar o 2ºlugar de Rene Arnoux, Mas já tinha atrás Jacques Laffite que tinha superado Já a Nelson Piquet e assumido a 4ªposição. Piercarlo Ghinzani foi para os boxes para fazer reparos mecânicos no frágil carro da Osella com o Motor alfa Romeo. Classificação após 10 Voltas: Senna (17:57.954) – Arnoux (a 4.026) – Mansell (a 4.359) – Laffite (a 4.941) – Piquet (a 7.709) e Prost (a 9.178).

Johansson perdeu o 6ºlugar para Prost e era pressionado pelo seu companheiro de Equipe Michele Alboreto que tinha em 8ºlugar chegando para lutar por posições mais a frente.

Senna continuava sentando a Bota, Liderando e abrindo mais e mais para Arnoux que segurava a Mansell e Laffite e para desespero dos adversários Senna não tinha necessidade de poupar combustível para terminar a corrida por ser Detroit uma pista de baixa velocidade, Na 11ªVolta, Laffite assumiu o 3ºlugar na corrida passado Mansell. As Ligier só tinham Senna pela frente, Mas o desempenho dos dois franceses com os carros da equipe Francesas era impressionante. Mas ainda sim menos do que o desempenho da Lotus de Ayrton Senna que fazia na volta 11 a melhor volta da corrida com 1:44.448 – Média de 138.673 Km/h (86.167 Mph).

Laffite estava com um ritmo melhor de corrida do que a seu companheiro de equipe Rene Arnoux e iria buscar o 2ºlugar na corrida Keke Rosberg abandonaria a corrida com problemas de Transmissão, ele que poderia fazer uma grande corrida já que ele costuma se da bem em pistas de Rua e seguia a briga entre Arnoux e Laffite pelo segundo lugar na corrida, Senna acabou indo para os boxes na volta 14, não foi uma parada programada, ele acabou tendo de parar por causa de um pneu furado, Com isso Arnoux assumiu a ponta da corrida com Laffite em 2ºlugar.

Os dois carros da Ligier comandavam a corrida, depois de muito tempo a Ligier voltava a Dominar a corrida dessa forma. Cheever que substituía a Partick Tambay  estava em 9ºlugar, na frente de Riccardo Patrese e de Thierry Boutsen, fazendo uma boa corrida o piloto norte-americano. Mansell na Volta 15 fazia a melhor volta da corrida 1:44.314 – Média de 138.851 Km/h – 86.278 Mph, Mansell vinha pela 3ªposição.

Classificação após 15 voltas completadas: 1. Arnoux (26:50.237) 2. Laffite (a 0.494) 3. Mansell (a 6.017) 4. Prost (a 8.823) 5. Piquet (a 13.697) 6.Alboreto (a 14.571) 7. Johansson , 8. Senna, 9. Cheever, 10. Patrese e Boutsen em 11º. Martin Brundle deixaria a corrida na volta 15 com problemas Elétricos, Ghinzani também abandonaria a corrida com problemas no Turbo do motor Alfa-Romeo (Chamar esse motor de Turbo é uma piada).

El55ziqq

Senna começava a busca a recuperação na corrida enquanto isso Laffite Buscava passar a Arnoux para tomar a ponta da corrida. Na Volta 17 Senna passava a Johansson e já assumia o 7ºlugar. Laffite foi com tudo para cima de Arnoux e na volta seguinte ele conseguiria passar o seu companheiro de equipe para assumir a ponta da corrida. Com 42 anos Laffite era Líder da corrida e andando no melhor da sua forma, Enquanto Arnoux começaria a  ficar para Nigel Mansell que começava a chegar em Arnoux e até no Laffite para lutar pelas 2 primeiras posições da corrida, Mas também Nelson Piquet vinha para a Briga, ele fazia a melhor volta da corrida com 1:43.981 baixando o tempo para a casa dos 1:43 pela primeira vez na corrida. Média de 139.296 Km/h – 86.554 Mph na volta 18.

Mansell continuava retirando diferença para Arnoux  enquanto Prost e Piquet tentavam chegar nessa briga, Mas Senna já vinha em 6ºlugar e estava mais rápido que todos os pilotos que estavam na frente, Mostrando que ele era o homem a ser batido nesse circuito. Laffite não abriu muito sobre Arnoux e que via Mansell cada vez mais perto de Arnoux.

Laffite viu sua diferença sumir quando perdeu tempo para passar Christian Danner que era o 17ºcolocado e viu René Arnoux ainda por cima fez a melhor volta da corrida com 1:43.315 – média de 140.194 km/h – 87.112 Mph e abria um pouco sobre Mansell que era o Terceiro lugar.

Mansell também perderia algum tempo para passar Christian Danner. Classificação após 20 voltas:  1. Laffite (35:35.454) 2. Arnoux (a 0.664) 3. Mansell (a 3.287) 4. Prost  (a 6.039) 5. Piquet (a 9.650) 6. Senna (a 17.698).

Agora Arnoux perdia um tempo para passar a Zakspeed de Jonatham Palmer, com isso Laffite abriu um pouco sobre o seu compatriota, Mansell seguia perto e Senna estava a Caça de Piquet na luta pelo 5ºlugar, Com os pneus mais novos o Ritmo de Senna seria bem superior ao dos outros carros que estavam com pneus de 20 voltas e bem desgastados.

Mansell colava de vez em Arnoux. Só que na curva seguinte Arnoux conseguia fugir um pouco do Alvo do Mansell. (tava difícil bater os carros Azul e Branco em Detroit) Atrás de Arnoux e de Mansell vinha Prost que estava quieto, quieto em 4ºlugar fazendo uma corrida de cabeça já que a Mclaren parecia não ter rendimento para lutar de igual para Igual com Senna, As Williams e as Ligier e Piquet estava perto de Prost tentando lutar pelo 4ºlugar na corrida, Mas Senna já estava chegando nos 2 pilotos.

Derepente no final da Volta 24 Mansell ficava mais para Prost que ameaça o 3ºlugar de Mansell, enquanto isso Senna fazia 1:43.284 e tomava de Arnoux a melhor volta da corrida com 140.236 km/h – 87.138 Mph.

Prost chegava de vez em Mansell e Piquet também colado em Mansell na Luta pelo 3ºlugar na corrida. Classificação após 25 voltas completadas: 1. Laffite (44:21.069) 2. Arnoux (a 1.459) 3. Mansell (3.573) 4. Prost (a 3.904) 5. Piquet (a 4.998) 6. Senna (a 9.618).

A Partir dai começava o Show de Senna sobre o Resto, ele se aproximava de Piquet, Prost, Mansell e de Arnoux que estavam num grupo só na briga pelo segundo lugar. Essa briga dava um sossego para Laffite que tinha uma folga na ponta da corrida, Na volta 27 Os 5 pilotos estavam todos juntos e Piquet acabou aproveitando um Vacilo de Prost e passou para o 4ºlugar e Senna também no final da Volta 27 Passou a Prost e assumia o 5ºlugar. Arnoux foi para os boxes para a sua parada nos boxes. Laffite perdia o seu escudo que estava sendo seu companheiro de equipe, Agora tinha Mansell, Piquet, Senna e Prost na luta pelo 2ºlugar, Mansell e Piquet duelavam pela primeira posição, Mas com Senna na cola deles e Prost um pouco mais atrás, estavam ai os 4 grandes pilotos da temporada. Streiff nos boxes para a sua troca de pneus.

A corrida chegava na sua metade e Senna tinha muita vantagem sobre os seus concorrentes na corrida. Piquet passou Mansell e assumiu o segundo lugar  na volta 29. O Leão não teria sossego e enfrentaria Senna e pela terceira vez na corrida fazia a ultrapassagem nesse local da pista perto da reta dos boxes e assumia a 3ªposição.

E a corrida ganhava em Emoção Piquet colou em Laffite e não tomou conhecimento do Francês da Ligier e passou para a ponta da corrida e Senna foi para cima de Laffite e passou para o 2ºlugar. Piquet era o 1º Mas Senna estava em situação melhor que o Piquet pois já tinha trocado os pneus e teria pneus melhores que Piquet, Mas Piquet quando trocasse os pneus ele poderia ir até o final da corrida enquanto Senna poderia fazer uma Segunda parada. Prost fez a parada 2 voltas atrás enquanto Laffite fez a parada na volta 30, estávamos a metade da corrida de onde o Estreante Allen Berg não iria chegar, Pois a parte elétrica do seu Osella deu problema e fez o Canadense abandonar a corrida. Michele Alboreto foi para os boxes de onde a Ferrari deu mancada e fez uma parada muito ruim.
Piquet conseguia abrir sobre Senna, Mansell foi para os boxes, e com uma parada de 12.80 ele voltou longe das primeiras colocações, Só faltava Piquet fazer sua troca, Ele estava postergando a sua parada no máximo possível e estava fazendo o certo já que na volta 34 ele fez a melhor volta da corrida: 1:42.911 – Média de 140.744 Km/h – 87.454 Mph, mostrando que o pneu ainda rendia bem.

Classificação após 35 Voltas: Piquet, Senna, Prost, Arnoux, Laffite, Mansell, Patrese, Johansson, Alboreto, Cheever. Jones Abandonou a corrida na volta 33 com problemas de Direção. Senna fazia a melhor volta da corrida na volta 35 com 1:42.781 – Média de 140.922 Km/h – 87.565 Mph, ou Seja, ainda inferior a velocidade da Maquina do Tempo do de Volta para o Futuro que tem que chegar a 88 mph por hora para viajar no tempo.

Eddie Cheever que fazia uma boa apresentação em Detroit teve o mesmo problema de Jones que foi o companheiro de equipe do norte-americano e deixaria a corrida. Dumfries fez sua parada que acabou sendo horrível (23 segundos de parada nos boxes), péssima parada da Lotus.

Mesmo sem o Sol escaldante Ao passar da corrida as vitimas do calor aumentava, Teo Fabi que fazia corrida discretíssima abandonou com problemas de Câmbio na volta 37. Enquanto isso Piquet continuava na ponta da corrida com a mesma vantagem sobre Senna, impressionante que ele estava com os mesmos pneus da largada e não dava sinal de desgaste dos compostos.

Só que a brincadeira acabou para Piquet, ele fez a sua parada na volta 39, e a Williams acabou fazendo uma parada péssima, 18 segundos em sua troca. Com isso Senna era o líder da corrida e com muita tranquilidade a partir daquele momento, Mas agora ele tinha um pneu de 25 voltas contra pneus dos seus concorrentes. Com isso Senna inteligentemente fez sua 2ªparada e a Lotus caprichou fazendo a parada em 8.28 segundos.

Classificação após 40 Voltas: Senna 1:10:43.642 – Piquet a 11.476 – Prost a 13.201 – Arnoux a 13.715 – Laffite a 19.298 – Mansell em 6º Johansson em 7ºlugar teve problemas elétricos e acabou deixando a corrida deixando essa posição para Patrese em 7º  e Alboreto em 8ºlugar. Do segundo ao Sexto lugar tinha disputa forte.

Nelson Piquet na volta 41 fez a melhor volta da corrida com 1:41.233 – Média de 143.077 Km/h – 88.904 Mph finalmente mais rápido que o Carro do de volta para o Futuro. Mas na Volta seguinte tentando se recuperar do Prejuízo Piquet acabou errando e cometendo um acidente e abandonou a corrida. Isso deixou Senna mais tranquilo na ponta. O Carro de Piquet estava em um ponto muito perigoso da pista e precisaria ser retirado logo para que não ocorresse mais acidentes. Arnoux passou Prost e assumia a segunda posição da corrida.

Classificação após 43 voltas completadas: 1. Senna – 2. Arnoux – 3. Prost – 4. Laffite – 5. Mansell – 6. Alboreto – 7. Patrese – 8. Dumfries – 9. Palmer – 10. Boutsen. Com apenas 14 carros na corrida e restando ainda 20 voltas para o final. Esse número iria cair para 12 com a quebra no Câmbio de Andrea de Cesaris que até andou muito para uma Minardi naquela época que geralmente andava só 10 voltas na volta 44 e Thierry Boutsen que se acidentou e abandonou a corrida na volta 45.

Classificação após 46 voltas: Senna (1:21:07.024) – Arnoux a 11.548 – Prost a 22.904 – Laffite a 30.209 – Mansell a 1:25.311 – Alboreto a 1:37.721.

Zgpx8aya

O Carro de Piquet continuava em local perigoso e podendo ser atingido por algum piloto, e na volta 47 isso aconteceu, Rene Arnoux que fazia grande corrida em 2ºlugar acabou batendo os destroços de Piquet e abandonou a corrida. Com isso Prost assumiu a 2ªposição e Laffite em 3º vinha com apetite para ganhar a posição de Prost, Mas uma crítica dura para os organizadores da corrida que se mostraram incompetentes para tirar um carro em local perigoso para que não tivéssemos vitimas como o Rene Arnoux, Uma desorganização que se repetiu por anos em Detroit. Exemplo disso: Detroit 1991 na Formula Indy.

Arnoux talvez fosse o único que poderia ameaçar a vitória do Senna, agora o Brasileiro tinha mais de 20 segundos para Prost que era o seu mais próximo adversário e que não estava com um carro tão bom assim no dia de hoje, Mas tinha uma distância boa para Laffite que era o terceiro lugar.

Já Michele Alboreto iria tomar 1 volta de Ayrton Senna logo, O Italiano vinha em 5ºlugar e no decorrer da corrida ficou sem ritmo de corrida assim como o Inglês Nigel Mansell que estava perto também de tomar volta do líder. E Mesmo depois do acidente de Arnoux o carro de Piquet continuava no mesmo lugar numa total forma de desorganização. Apesar de ser uma curva de baixa os riscos para a formula 1 são incalculáveis. Só depois de quase 10 voltas O Carro de Piquet foi retirado do Local (O que demorou para acontecer).

Qgspdnho

Classificação após 50 voltas: 1. Senna (1:28.02.980) 2. Prost (a 33.359) 3. Laffite (a 37.101) 4. Mansell (a 1:39.399) 5. Alboreto (a  1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta). Quem se aproximava de Prost naquela altura do campeonato era Jacques Laffite que vinha muito bem com a Ligier em 3ºlugar e tentaria o ataque para cima de Prost que apesar do 2ºlugar estava longe de ter um carro com desempenho para brigar por vitória, na 51ªvolta Senna se preparava para colocar 1 volta em cima de Mansell e é exatamente o que acontece Senna não teve problemas para colocar volta em Mansell.

Restavam agora 12 voltas para o final da corrida e só 11 pilotos estavam na corrida e a única briga naquele momento era a de Prost com Laffite pelo 2ºlugar e só seriam 10 pois Christian Danner com problemas elétricos deixaria a prova só com 10 participantes dos 26 que alinharam e dos 25 que largaram pois Rothengatter alinhou mais teve problemas antes mesmo da largada o que impediu ele de correr. Classificação após 53 voltas: 1. Senna (1:33:12.442) – 2. Prost (a 43.891) 3. Laffite (a 45.771) 4. Mansell (a 1 Volta) 5. Alboreto (a 1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta)

Laffite pressionava forte a Prost na luta pela segunda posição, numa briga de dois franceses, Laffite não toma conhecimento de Alain Prost, ele toma a parte de Dentro da curva e ultrapassa o seu compatriota e assume o segundo Lugar, Mas um segundo lugar que estava a 40 segundos de Senna que começava a administrar a sua vantagem para os demais após uma corrida em que ele deu um show, tanto é que Mansell começou a acompanhar a Senna e até mesmo a tirar a volta de atraso que ele tinha sobre Senna que não se importou de deixar o Inglês passar para que ele recuperasse a volta na corrida.
Laffite em segunda ainda não tinha seu 2ºlugar garantido, até por que Prost estava bem perto para tentar tomar de volta o segundo lugar. Alboreto se aproximou muito de Senna e também recuperou a volta em cima do Brasileiro na volta 60 na mesma volta Mansell acabou errando a curva, e perdendo muito tempo fazendo assim Alboreto esta em 4ºlugar, Mansell voltou para a corrida. Classificação após 60 Voltas: Senna (1:45.37.407) 2. Laffite (a 44.268) 3. Prost (a 47.422) 4. Alboreto (1:45.000) 5. Mansell (a 1 Volta) 6. Patrese (a 1 Volta).

Senna só administrou a sua enorme vantagem para conquistar sua 4ªvitória na carreira e a 2ºno Ano o que representou a liderança do campeonato com 36 pontos contra 33 de Prost que só conseguiu o 3ºlugar pois na frente de Prost veio o Bom e Veio Jacques Laffite em Grande fase.

It4msyfb

Senna no final da corrida fez algo que lavou a alma de todos os brasileiros, parou perto de um muro e pela primeira vez Senna pega uma bandeira do Brasil, um símbolo que seria a partir dessa corrida uma constante em sua carreira e principalmente um dia depois do Brasil ter perdido de maneira tão dramática como perdeu da França nas quartas de final da copa do mundo. Alboreto em 4º, Mansell em 5º e Patrese em 6º completaram a zona de pontuação. Dumfries, Palmer, Streiff e Warwick foram os que resistiram à corrida além dos seis primeiros colocados. Foi uma prova desgastante demais para todos os pilotos.

Dq282d5s

Resultado Final do GP dos Estados Unidos de 1986

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Corridas Históricas: GP da Bélgica de 1986

Ge7pbejj

Grid de largada:

1 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’54.331
2 Gerhard Berger (Benetton/BMW) 1’54.468
3 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’54.501
4 Ayrton Senna (Lotus/Renault) 1’54.576
5 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’54.582
6 Teo Fabi (Benetton/BMW) 1’54.765
7 René Arnoux (Ligier/Renault) 1’55.576
8 Keke Rosberg (McLaren/TAG) 1’55.662
9 Michele Alboreto (Ferrari) 1’56.242
10 Patrick Tambay (Lola/Ford) 1’56.309
11 Stefan Johansson (Ferrari) 1’56.496
12 Martin Brundle (Tyrrell/Renault) 1’56.537
13 Johnny Dumfries (Lotus/Renault) 1’57.462
14 Thierry Boutsen (Arrows/BMW) 1’57.612
15 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’57.612
16 Alan Jones (Lola/Ford) 1’57.815
17 Jacques Laffite (Ligier/Renault) 1’58.238
18 Philippe Streiff (Tyrrell/Renault) 1’58.603
19 Andrea de Cesaris (Minardi/Motori Moderni) 1’59.960
20 Jonathan Palmer (Zakspeed) 2’00.148
21 Marc Surer (Arrows/BMW) 2’01.320
22 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 2’01.354
23 Huub Rothengatter (Zakspeed) 2’03.842
24 Piercarlo Ghinzani (Osella/Alfa Romeo) 2’05.092
25 Christian Danner (Osella/Alfa Romeo) 2’06.219

7ztc0a9t o

Mansell finalmente brilha em 86 e vence em Spa

Na 5ªEtapa da Temporada, a disputa pelo titulo estava disputada, com Prost líder, Senna em 2º, Piquet, Rosberg e Mansell logo em seguida. Mas a disputa da pole foi fantástica. A Benetton apareciam na disputa pela pole. Alem das favoritas Williams, Mclarens e da Lotus de Ayrton Senna. Nelson Piquet conquistou a Vespa, que Berger diz ter perdido depois do Treino oficial de Sábado.

Utckalgq

Na Largada, Berger e Prost se tocam, Vários pilotos se enroscaram na confusão. Quem se deu bem nessa confusão foi Piquet, Senna e logo depois Mansell e Johansson. Os outros ficaram na Confusão. Tambay acabou fora da corrida, Seu carro foi atingido e sua suspensão quebrou.

Lueuherb

Berger e Prost perderam tempo e foram para os boxes Prost acabou com o seu spoiler quebrado. No Final da primeira volta Piquet já disparava na liderança, enquanto isso o trabalho na Mclaren para trocar o Spoiller do carro de Alain Prost. Demoram, mas deixaram Prost ainda na mesma volta do Líder. Na 3ªVolta Nigel Mansell passou Senna e assumiu a 2ªPosição. Parecia que as Williams estavam com a corrida na mão e que seria um domínio dos carros de Frank Williams, Classificação após 2 Voltas: Piquet, Mansell, Senna, Johansson, Dunfries e Laffite.

Jfialhmb

Para Berger ele depois de 2 voltas nos boxes acabou voltando a pista, Mmas sem chances de pontuação. Os Dois primeiros abandonos foram da Dulpa da Osella, Danner e Ghinzani, no Segundo bloco de Corrida tinha varios carros, Dumfries, Jones, Laffite, Boutsen, Alboreto, Brundle, Streiff, Arnoux e um pouco mais atrás Teo Fabi, as Benetton foram muito prejudicadas na manobra na Largada. Com 2:01.558 Piquet já tinha a melhor volta da corrida na Volta 4. Piquet dispara, enquanto isso Jonathan Palmer iria aos boxes com a patética Zakspeed com o seu motor Turbo Caseiro. No Final da volta 5, Mansell cometeu um erro e perdeu posições para Senna e Johansson Enquanto isso Dumfries, Jones, Laffite, Alboreto, Rosberg, Brundle, Boutsen, Streiff, Arnoux, todos eles brigavam pela 5ªposição. Enquanto isso Prost tentava fazer sua corrida de Recuperação.

Mas Sem Dúvida Mansell começava a Tirar a distância a Johansson e Senna para recuperar a hegemonia da Williams nessa corrida. Piquet já tinha 9 Segundos na Frente de Senna e estava sobrando na Frente, Keke Rosberg tem problemas no seu carro e abandona a corrida, não era um bom domingo para a Mclaren. Dumfries abandonava a corrida, na Volta 8, na mesma Volta Thierry Boutsen também deixava a corrida com sua Arrows-BMW (com um motor desses, a Arrows fazia fiasco). A Classificação na volta 9 era Piquet, Senna, Johanasson, Mansell, Alboreto e Laffite, Brundle, Jones, Arnoux, Fabi, Alboreto fazia uma brilhante recuperação na corrida. Prost em 17ºLugar a mais de um minuto e 30 segundos do líder da corrida.

T3bo8txu

Streiff rodou na pista, e acabou na terra, tanto que a TV deu um destaque para mostrar a rodada dele dentro do cockpit de Streiff, voltou para a corrida, mas longe de qualquer chance de um bom resultado. Na Volta 12 Piquet continuava liderando a corrida, tinha praticamente uma reta na Frente de Senna, Johansson e Mansell,

Mansell chega no Johansson pela luta pelo 3ºlugar, ele precisava de um bom resultado para manter-se na Ferrari, apesar dele fazer os únicos 3 pontos no ano para o time vermelho, ele estava ameaçado de perder o emprego na Ferrari. Streiff foi para os Boxes e voltou à corrida. Já Prost já estava em 16ºlugar, na Frente só de Alessandro Nannini com a Minardi, ele estava a 1 minuto e 41 segundos atrás de Piquet, e Depois de 2 Voltas de briga pelo 3ºlugar, Mansell finalmente consegue a ultrapassagem e assumia o 3ºposto.

Mansell tinha como o alvo na mira Ayrton Senna que tinha pouca vantagem sobre o Leão. Piquet parecia tranqüilo na liderança, Mas o Turbo do seu carro falhou, Piquet foi aos Boxes e no final da volta 16 e abandonou a corrida. Com isso Senna assumia a ponta da corrida, Mas teria Mansell na cola da sua Lotus-Renault, Johnasson ficava em 3ºlugar na espera por alguma coisa que acontecesse com os pilotos na Frente para herdar alguma coisa.

As Ferrari estavam tendo um desempenho muito bom em Spa. Enquanto isso Prost já começava a subir na Corrida, já estava em 13ºlugar, Prost fez na volta 16 a melhor volta na corrida 2:01.395, E já estava na Cola de Surer para tomar a 12ªColocação do Suiço da Arrows. Prost não teve a menor dificuldade em passar, sem dificuldades também passou  De Cesaris. Senna tinha somente 2.3 Segundos na Frente de Mansell, E apesar do Seu Lotus esta com desempenho inferior ao Desempenho de Mansell Senna lutava pela ponta.

Enquanto isso Arnoux enfrentava problemas na sua parada e era outro que saia da briga por pontos. Com isso Prost agradece, Ele já estava em 9ºlugar. Já era bem possível o Francês marcar algum ponto na corrida. A Classificação após 19 voltas era: Senna, Mansell, Johansson, Alboreto, Brundle, Jones, Laffite e Fabi os oito primeiros colocados.

C4tlsces

Mansell foi para os Boxes, com 7 Segundos na sua parada ele volta a corrida. Foi uma Brilhante troca de Pneus do Time Inglês para Mansell. A Lotus teria que caprichar para manter Senna na Frente, Brundle da Tyrrell também foi para fazer sua parada nos boxes. Fabi teve que trabalhar muito pra voltar a corrida após sua parada, seu motor queria morrer de qualquer jeito. Enquanto Senna ira para os Boxes, e a Lotus trabalhou bem, Mas 1 Segundo e meio mais lento que Mansell, isso foi o suficiente para Mansell assumir a 2ªposição. Johansson não tinha parado e era o líder da corrida, comprovando o ótimo desempenho da sua Ferrari na pista belga. Já Prost também foi fazer sua parada e estava em 9ªposição, logo atrás tinha, De Cesaris com a Minardi-Motori Moderni.

Classificação apos 22 Voltas: Johansson (45.25.550), Mansell (7.219), Senna (11.256), Alboreto (13.518), Laffite (47.715) e Brundle (52.908). Johansson no final da Volta 22 Foi para os Boxes, e fez uma belíssima troca de Pneus, voltou em 4ºlugar, pois não tinha vantagem suficiente para voltar na Frente nem do Alboreto que estava em 3º, Mas Alboreto não tinha trocado os pneus, faltava ele para fazer sua parada. Apesar de Mansell ter o melhor carro o Brasileiro Ayrton Senna fazia a melhor volta da corrida 2:00.66 na volta 25,

Rothengatter ira aos boxes trocar os pneus, Mas a troca demorou um pouco mais devido a problemas na sua parada. Já Arnoux, foi aos boxes, mas acabou a corrida para o Francês com seu Ligier com problemas de motor. O Mesmo aconteceu com Martin Brundle que foi aos boxes para abandonar, só que com problemas no Câmbio. Nannini e Rothengatter também iriam abandonar na corrida, com isso eram apenas 14 carros na corrida. Numa corrida era extremamente desgastante. Senna buscava brigar com Mansell pela Vitória, e estava a menos de 3 segundos de Mansell. Classificação na volta 29 era: Mansell, Senna, Alboreto, Johansson, Laffite e Jones, os 6 primeiros. Prost já vinha em 7ª diminuindo a distância sobre Jones.

Enquanto isso Berger também voava na pista, o Benetton-BMW era um grande carro para essa pista, mas a largada complicou de forma decisiva a corrida de Fabi e Berger pelos pontos. Patrese iria aos boxes também, mas a troca foi lenta, mas Patrese estava lá atrás, o time veio só com um carro, o carro 8 não veio devido a morte de Elio de Angelis, não acharam o substituto para o Time. Com isso correram só com um carro. Prost já estava a 10 segundos atrás de Alan Jones na briga pelo 6ºlugar. Na Volta 31 Mansell continuava líder, mas Senna sempre acompanhava por perto Mansell, e só eles dois estavam lutando pela vitória.

Já que Alboreto e Johansson estavam muito longe em 3º e 4º, Johansson ira diminuindo a diferença para Alboreto para lutar pelo pódio, Mas era um grande dia para a Ferrari que estava marcando 7 pontos. Com um carro ruim que eles tinham era um grande negócio garantirem essas posições. Jones foi para a sua para nos Boxes, com isso Prost já estava em 6ºlugar. Deixando Jones em 7º e Fabi em 8º Uma Fantástica reação do piloto da Mclaren-Porsche que não iria chegar em Laffite já que ele tinha 30 segundos atrás do Veterano da Ligier.

Restando 9 Voltas para o Final da corrida Mansell ainda via perto Ayrton Senna no seu retrovisor, ambos negociaram ultrapassagens, Jonathan Palmer fazia uma parada confusa, ele tinha que trocar os pneus, com seu Zakspeed ele corria em 14ªlugar, longe de um resultado mais decente.

X427iitd

E a 8 Voltas do Final da corrida Johansson e Alboreto brigavam pelo pódio, e não tinha essa de jogo de equipe na Ferrari, mas tinha que se ter cuidado, caso um toque dos dois, a Ferrari jogaria fora tudo de bom que fez na corrida e daria o pódio a Laffite e mais pontos ao Prost. De Cesaris Fazia grande corrida, Mas o combustível acabou para ele a 8 voltas do Final e o Italiano teve que parar. Fez uma brilhante corrida com a Minardi com o potentíssimos motores motori moderni. Faltando 4 voltas para o final da corrida Mansell ainda na Frente e Senna estava mais preocupado em terminar a corrida, com isso o Brasileiro com a Lotus-Renault começou a economizar combustível.

Mansell não parecia já ter tranquilidade em relação ao seu tanque, Stefan Johansson passou Alboreto e assumiu o 3ºlugar. Faltando 3 voltas do Final: Mansell, Senna, Johansson, Alboreto, Laffite, Prost, Jones, Fabi, Surer e Patrese eram os 10 primeiros colocados.

Cq4baxhv

Restando 2 voltas para o Final da corrida Jones parava por pane seca, após uma bela corrida com seu Lola-Ford, mostrando que talento ainda estava nele, só faltava mais carro. Mas ainda não tinha acabado Surer na última volta acabou perdendo a roda de seu carro, ele teve de ir aos boxes colocar novos pneus Mas o seu carro morreu, e ficou parado, e quase eles empurraram o carro de Surer, isso quase desclassificou o Suiço da Arrows-BMW. (Seria a última corrida do Suíço na Formula 1) Mansell ganhou com boa vantagem, e conquistava a sua 1ªvitória em 1986. Ayrton Senna controlou seu combustível e Chegou em 2ºlugar, e assumia a liderança do Campeonato, e Depois veio as Duas Ferrari,

Wq717akd

Johansson em 3º e Alboreto em 4º numa grande corrida da Ferrari nesse ano. Laffite e Prost completaram em 5º e 6º. Uma corrida desgastante e cheia de alternativa teve dois vencedores, Mansell e Senna. Mansell vencia a primeira no ano e ficava na Frente de Piquet na Classificação no Campeonato, e Senna voltava à liderança do Campeonato.

04zfbeko o

Resultado do GP da Bélgica de 1986

Fotos:

 

Fotos: Formel1mic, Bestlap
Texto: Deivison da Conceição da Silva