Formula Indy – Colton Herta conquista vitória em Austin

Q1

Grupo 1

A se perceber é que os tempos da Formula 1 são mais de 10 segundos mais rápido do que os carros da Indy. Mesmo que os carros da Indy tenham melhorado em relação a outros anos. No 1º Grupo os pilotos da Ganassi eram os favoritos a 2 das 6 vagas para o Q2.  Rosenquist e Dixon assumiram os 2 primeiros lugares na primeira parte. Herta, Hunter-Reay, Hinchcliffe e Bourdais estavam classificados jugos dos pilotos da Ganassi.

Em suas ultimas tentativas, O’Ward, Chilton e outros pilotos que estavam atrás queriam a vaga do Bourdais. No final da classificação, Jack Harvey roda e vai para a Brita. Final da classificação e a Dupla da Ganassi acabou com os 2 primeiros lugares. Dixon ficou na primeira posição com Felix Rosenquist em 2ºlugar. Os outros classificados foram: Ryan Hunter-Reay da Andretti, Santino Ferrucci da Dale Coyne, Colton Herta da Harding e Patrício O’Ward da Carlin. Jack Harvey por ter provocado a bandeira vermelha perdeu a sua última volta e acabou em último lugar do Grupo.

Classificação do Grupo 1

posPilotoEquipeMotorTempo
1Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:46.208
2Felix RosenquistChip Ganassi RacingHonda1:46.274
3Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:46.589
4Santino FerrucciDale CoyneHonda1:46.613
5Colton HertaHarding RacingHonda1:46.756
6Patrício O’WardCarlinChevrolet1:46.825
7Max ChiltonCarlinChevrolet1:46.825
8James HinchcliffeSchmidt PetersonHonda1:46.867
9Sebastien BourdaisDale CoyneHonda1:47.070
10Spencer PigotCarpenterChevrolet1:48.489
11Kyle KaiserJuncos RacingChevrolet1:48.634
12Jack HarveyHeyer Shank RacingHonda1:49.179

Grupo 2

Os Carros da Indy não conseguem passar das 180 milhas por Hora, No Grupo 2 o favoritismo era dos 3 carros da Penske e de Alexander Rossi da Andretti, Para os outros 8 pilotos seria uma dura batalha para conquistas as 2 últimas vagas do Q2.

Na primeira volta a liderança é de Alexander Rossi da Andretti, Com Will Power em 2º, Graham Rahal em 3º, Josef Newgarden em 4º, Matheus Leist em uma bela volta estava classificando a A.J.Foyt em 5ºlugar e Marcus Ericsson da Schmidt era o 6º. Simon Pagenaud deixava a desejar com o 8ºtempo na sua primeira tentativa. Os pilotos lá de trás fizeram uma segunda tentativa e conseguiram melhorar seus tempos. Sato subiu para o terceiro lugar, Veach subiu para o 5º. E tiraram Ericsson e Leist da zona de classificação. Ericsson, Jones, Andretti, Leist, Pagenaud em um lamentável 11ºlugar e Kannan em último estavam eliminados a 5 minutos do final.

Nos últimos minutos do Q1, Todo mundo na pista foi para a pista melhorar suas marcas. Power passou para a liderança, Tomando o lugar de Rossi. Quem também melhorou foi Zach Veach e Matheus Leist que subiram para o 3º e 4ºlugar. Tony Kannan melhorou para o 6ºtempo. Porém, acabou rodando no mesmo ponto que Harvey rodou no final do Q1.

A Bandeira vermelha acabou com o Q2 e Power acabou sendo o mais rápido. Com toda essa confusão, Josef Newgarden ficou em 7º e por tempo acabou ficando de fora do Q2 por que não conseguiu concluir sua volta final. Os outros 5 classificados foram Rahal, Veach, Leist, Rossi e Kannan. Porém, Por ter provocado a bandeira vermelha o veterano de 44 anos de idade perdeu a vaga no Q2 e Newgarden acabou ficando com a última vaga.

Classificação do Grupo 2

posPilotoEquipeMotorTempo
1Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:46.266
2Will PowerTeam PenskeChevrolet1:46.436
3Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:46.518
4Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.523
5Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:47.431
6Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:47.469
7Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:47.711
8Marcus EricssonSchmidt PetersonHonda1:48.426
9Ed JonesCarpenterChevrolet1:48.452
10Marco AndrettiAndretti HertaHonda1:48.652
11Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:48.903
12Tony KannanA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:50.074

Q2:

Na primeira parte da segunda fase da classificação, Hunter-Reay faz o melhor tempo, Mas não muito longe vinha Feliz Rosenquist com seu carro da Ganassi. Colton Herta da Harding, Alexander Rossi da Andretti vinham em 3º e 4ºlugares colocando Dixon e Power com as últimas vagas no Q3. Matheus Leist vinha levando a fraquíssima Foyt em 7ºlugar, a 3 centésimos de Power. Newgarden em 8º estava fora, O’Ward, Veach, Rahal e Ferrucci.

Mas eis que o piloto da Dale Coyne aprontou de fazer a melhor volta, Com 1:47.395 ele era o ponteiro do treino e tirou Scott Dixon dos 6 Primeiros. Todo Mundo foi para a pista a fim de buscar a classificação a fase final.

A partir dai deu-se para perceber eu não tinha ninguém garantido para o Q3. Então tudo muito foi para tentar sua última tentativa. (Com exceção de Leist e de Ferrucci que tinham ido para os boxes)

Foram uma série de Mudanças na parte final, Mesmo depois do tempo ter zerado. No último momento da classificação Dixon e Newgarden brigavam pela última vaga no Q3. O piloto da Penske chegou a subir para o 6ºlugar, Mas o campeão de 2018 acabou recuperando a posição e se classificando para o Q3. Felix Rosenquist acabou com o melhor tempo do Q2, Seguido de Alexander Rossi da Andretti, Colton Herta com a Harding, Hunter-Reay da Andretti e Power da Penske. E juntando ao Dixon iriam disputar a pole position.

Newgarden com a Penske e Partício O’Ward formam a 4ªFila, Veach e Rahal formam a 5ªFila e Ferrucci e Leist formam a 6ªFila, completando os 12 primeiros lugares.

Classificação do Q2:

posPilotoEquipeMotorTempo
1Felix RosenquistChip Ganassi RacingHonda1:45.454
2Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:45.926
3Colton HertaHarding RacingHonda1:45.966
4Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:46.005
5Will PowerTeam PenskeChevrolet1:46.022
6Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:46.307
7Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:46.343
8Patrício O’WardCarlinChevrolet1:46.380
9Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.542
10Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:46.967
11Santino FerrucciDale CoyneHonda1:47.395
12Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:48.063

Na Parte final da classificação, Eram só 8 minutos para talvez duas tentativas de classificação. Power marcou o melhor tempo na primeira parte, Com Hunter-Reay em 2º e Rosenquist em 3º, O piloto Suéco da Chip Ganassi fez uma segunda tentativa de volta a 3 minutos do final, Mas não era o único a tentar melhorar seu tempo, Colton Herta vinha com tempo para passar a liderança e foi o que ele Fez, Marcando 1:46.359 e marcando a pole a 1 minuto e meio do final.

Dixon e Rossi foram os 2 últimos a fazerem tempo, O Tempo do vice-campeão da temporada passar deu a liderança. Com 1:46.176 Rossi só foi superado no final por Will Power, O piloto da Penske fez 1:46.017 e conquistou a 56ªpole position da Carreira e 100 mil dólares de premiação.

Rossi larga em 2º. Na segunda fila largam Colton Herta da Harding e Ryan Hunter-Reay da Andretti. A Terceira fila é formada pelos pilotos da Ganassi, Com o Sueco Rosenquist superando a Dixon e largando em 5ºlugar.

Grid de largada:

posPilotoEquipeMotorTempo
1Will PowerTeam PenskeChevrolet1:46.017
2Alexander RossiAndretti AutosportHonda1:46.176
3Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHonda1:46.322
4Colton HertaHarding RacingHonda1:46.359
5Felix RosenquistChip Ganassi RacingHonda1:46.568
6Scott DixonChip Ganassi RacingHonda1:46.937
7Josef NewgardenTeam PenskeChevrolet1:46.343
8Patrício O’WardCarlinChevrolet1:46.380
9Zach VeachAndretti AutosportHonda1:46.542
10Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:46.967
11Santino FerrucciDale CoyneHonda1:47.395
12Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:48.063
13Max ChiltonCarlinChevrolet1:46.825
14Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHonda1:47.711
15James HinchcliffeSchmidt PetersonHonda1:46.867
16Marcus EricssonSchmidt PetersonHonda1:48.426
17Sebastien BourdaisDale CoyneHonda1:47.070
18Ed JonesCarpenterChevrolet1:48.452
19Spencer PigotCarpenterChevrolet1:48.489
20Marco AndrettiAndretti HertaHonda1:48.652
21Kyle KaiserJuncos RacingChevrolet1:48.634
22Simon PagenaudTeam PenskeChevrolet1:48.903
23Jack HarveyHeyer Shank RacingHonda1:49.179
24Tony KannanA.J.Foyt EntreprisesChevrolet1:50.074

Corrida no Domingo

Na Largada, Will Power manteve a liderança com Rossi e Colton Herta a seguir. Nas primeiras curvas do Circuito, Zak Veach rodou e conseguiu evitar terminar sua corrida em uma caixa de brita. Hunter-Reay vinha em 4º, Dixon, O’Ward e Newgarden ganharam posições de Rosenquist na largada. Ferrucci e Rahal completavam os 10 primeiros lugares.

Rossi foi para o ataque para cima de Power já na segunda volta, O piloto da Penske segurou a liderança. Diga-se de passagem que a medida de liberar os pilotos de irem além da conta do traçado do circuito, Isso ajudou muito nas disputas por posição em todos os blocos da prova. Também conta que o carro da Indy não é carro que funcione tão bem aerodinamicamente como um carro da Formula 1.

Power abria uma pequena vantagem sobre Rossi e Herta na liderança. Os 3 primeiros vinham separados por apenas 1.7 segundos. Marcus Ericsson foi o primeiro piloto a fazer sua primeira parada na 7ªVolta. Na volta seguinte parou o companheiro de equipe Schmidt James Hinchcliffe. Simon Pagenaud que vinha em um final de semana bem ruim fez a parada antecipada.

Estreando na Indy em 2019, Patrício O’Ward vinha em 6ºlugar com o carro da Carlin, atrás de Dixon e segurando Newgarden e Rosenquist. Borudais e Andretti pararam na volta 9, Se consideramos que o normal dessa corrida é fazer 20 voltas por Sprint de corrida. Os pilotos que estavam parando nas primeiras voltas certamente iriam para 3 paradas. No meio da 9ªVolta, Bourdais e Pigot vinham em uma bela briga por posição, Se aproveitando de Zach Veach o piloto da Carpenter superou o Francês para ganhar posição.

Josef Newgarden parou nos boxes na 10ªvolta. Na volta 11, Pato O’Ward e Felix Rosenquist fizeram sua primeira parada. Power abria 2.264 segundos a frente de Rossi que abriu quase 1.4 segundos sobre o terceiro lugar Colton Herta. Hunter-Reay já vinha mais longe em 4ºlugar (8.524 segundos atrás) Além dos 4 primeiros não pararam nos boxes Scott Dixon em 5º, Graham Rahal em 6º, Matheus Leist em 7º e Kyle Kaiser da juncos em 9º. Do 8º que era o Felix Rosenquist em diante (Com exceção do Kyle Kaiser) já tinham todos feito a primeira parada.

Na volta 12, foi para a primeira parada Ryan Hunter-Reay. Na Volta seguinte parou o 3ºcolocado Colton Herta. Muito provavelmente todos iriam para 3 paradas nos boxes, Matheus Leist também foi para a parada nessa volta. Lá na frente, Graham Rahal passou Scott Dixon e ganhou o 3ºlugar provisório.

O líder Will Power, Alexander Rossi e Scott Dixon pararam na 14ªVolta. Acabou nessas paradas o piloto da Harding ganhando a posição sobre Rossi. Graham Rahal passou a liderança e parou na 15ªVolta ( quem lidera uma volta na prova ganha um ponto) Com as paradas feitas a liderança voltou para as mãos de Will Power. O piloto australiano vinha 1.9 segundos a frente de Herta, Em 3º vinha Alexander Rossi (3.0), Em 4º vinha o líder do campeonato Josef Newgarden que subiu do 7ª para o 4ªlugar. Hunter-Reay caiu do 4º para o 5ºlugar, Felix Rosequist vinha em 6º, Marcus Ericsson deu um belo pulo para o 7ºlugar e a frente de James Hinchcliffe, Ferrucci, Rahal e O’Ward disputaram o 9ºlugar. Dixon caiu para o 12ºlugar.

Grande disputa entre Rahal e o Mexicano O’Ward que acabou no final da 15ªVolta suplantando ao piloto da Rahal e levando o 10ºlugar. Rahal teve de segurar com muita garra a posição em cima de Spencer Pigot.

Com 19 voltas, Os 3 primeiros colocados abriram uma vantagem grande sobre o restante do pelotão. A prova estava desenhada para um dos 3 pilotos vencer a prova. Newgarden em 4ºvinha, com 8.5 segundos atrás e com o piloto da Andretti Ryan Hunter-Reay cada vez mais e mais se aproximando do vencedor do GP de St.Petersburg. Enquanto isso Patrício O’Ward passava a Felix Rosenquist e ganhava o 8ºlugar. Rendia muito bem o piloto da Carlin que dava um passeio em Max Chilton, 18ºlugar até aquele momento. (21ªVolta)

Rossi continuava pressionando Colton Herta, E na reta oposta na volta 22 o piloto da Andretti consegue a ultrapassagem recuperando o 2ºlugar. Rosenquist é o primeiro a fazer a parada na 23ªvolta. (Poderia ter que fazer 4 paradas nos boxes) Ericsson que vinha bem colocado entre os 10 primeiros parou na volta seguinte. Agora começou para os pilotos que fizeram a parada no começo da prova. Lá atrás Ferrucci e Rahal lideravam o grupo intermediário, disputando o 7ºlugar. Incluindo Dixon, Bourdais, Leist, Jones logo atrás. Hinchcliffe para na volta 25.

Rossi em 2º estava a apenas 1 segundo atrás de Power e partia para a briga pela liderança. Melhor disso era que o piloto da Andretti abria 3.3 segundos sobre Colton Herta, O piloto da Harding perdeu rendimento nas últimas voltas.

Ferrucci em situação difícil acabou indo aos boxes na 27ªvolta. Ele já tinha perdido posições para Rahal e Dixon. Rahal e Bourdais pararam nessa mesma volta. Colton Herta e Scott Dixon pararam na 28ªvolta. Graham Rahal tentou se aproveitar dos pneus frios do Neozelandês que conseguiu manter a posição, Mas só  até chegar a reta quando ele foi engolido pelo piloto da Rahal Letterman.

Power e Rossi foram para os boxes na 29ªVolta e mantiveram as 2 primeiras posições. Colton Herta e Newgarden completavam os 4 primeiros colocados. Patrício O’Ward superou James Hinchcliffe e assumiu o 7ºlugar, Antes deles vinham Ericsson e Hunter-Reay em 5º e 6ºlugares respectivamente. Completando os 10 primeiros colocados Felix Rosenquist e Graham Rahal. Dixon vinha em 11ºlugar e Spencer Pigot precisou levar Ferrucci para fora da pista para ficar com o 12ºlugar.

Os três primeiros voltaram a ficar bem juntos. Rossi voltar a tentar tomar a liderança pressionando Power. Colton Herta vinha 2.1 segundos do líder e 1 segundo de diferença para Rossi da Andretti Autosport. Newgarden já vinha 12 segundos atrás. É uma outra categoria. Isso com 34 Voltas completadas. Hunter-Reay, Ericsson, O’Ward e Dixon completavam os 8 primeiros. Felix Rosenquist acabou rodando e perdeu 3 posições, Caindo  para o 12ºlugar.

Scott Dixon ultrapassou Marcus Ericsson e ganhou o 6ºlugar na volta 37, Ele tinha que tirar 5 segundos e meio para subtrair 5.5 segundos para disputar posição com Ryan Hunter-Reay. Rahal começou a pressionar O’Ward querendo o 8ºlugar do Mexicano que vinha em sua 2ªcorrida da sua carreira na Indycar. Usando o Vácuo do carro da Carlin, O filho de Bobby Rahal superou O’Ward e assumiu o 8ºlugar.

A Corrida chega ao terço final com Power e Rossi disputando vitória, Com Colton Herta a 5.7 segundos do líder já não veria possibilidades de vitória. Ainda teria uma parada para todos os pilotos Fazerem nesse final da prova. Newgarden vinha em 4º, Seguidos de Hunter-Reay e de Dixon nas 6 primeiras posições. Marco Andretti fez uma bela ultrapassagem em Bourdais e ganhou o 15ºlugar, Exatamente atrás do piloto Brasileiro Matheus Leist.

O’Ward e Rosenquist pararam para a última troca de pneus e reabastecimento na volta 42. Certamente quem parasse a partir daquele momento iria até o final da prova. Na volta 43, Marcos Ericsson ao Sair dos Boxes acabou tocando em Spencer Pigot que perdeu o lugar da sua parada. Culpa nesse caso foi de quem mandou o Ericsson sair dos boxes e não do piloto.

Power e Rossi estavam isolados na liderança, Com 13 segundos a frente de Colton Herta, que definitivamente perdeu rendimento. A 17 voltas do final, Colton Herta foi para a sua parada. Newgarden, Hunter-Reay e Rahal também foram fazer a suas paradas. Quase que ao mesmo tempo, O Sueco Felix Rosenquist foi tocado pelo Canadense James Hinchcliffe e acabou batendo de forma violenta na parte final do Circuito. Bandeira amarela em todo o circuito, Os líderes Will Power, Alexander Rossi e Scott Dixon não tinham parado nos boxes perderam toda a vantagem que tinham.

Com as paradas dos 3 primeiros colocados a liderança cairia nas mãos de Colton Herta com Josef Newgarden assumindo o segundo lugar. Na Volta 45 os três primeiros colocados pararam, Will Power saiu dos boxes e acabou quebrando o Semieixo e deixando a corrida. Uma tremenda falta de sorte para o piloto da Penske.

A Classificação depois dessas paradas a liderança era essa: Herta – Newgarden – Hunter-Reay – Rahal – Ericsson – O’Ward – Bourdais – Andretti – Jones – Sato. Rossi caiu para o 14ºlugar, Com Dixon e Pagenaud atrás.

Relargada na volta 51, O jovem piloto norte-americano pulou bem e manteve a liderança. Rahal foi para cima de Hunter-Reay e os dois dividiram curvas, O piloto da Andretti levou a melhor e ficou com a posição. Na Reta Oposta, O francês Sebastien Bourdais passou o Mexicano Patrício O’Ward e conquistou a 5ªposição.

Zach Veach foi com tudo para cima de Scott Dixon, Porem ele acabou tocando o bico dianteiro no carro do Scott Dixon, Ele ficou com a asa dianteira danificada e essa asa ficou encostando em seu pneu. Um final de semana para esquecer para Zeach.

Hunter-Reay tenta um ataque para cima de Newgarden que já vinha a 2.6 segundos atrás de Colton Herta, A 7 Voltas do final ele encaminhava a Harding Racing para a primeira vitória da História da Equipe. No pelotão do Tiroteio, Dixon e Rossi sofriam muito, Alexander Rossi vinha se recuperando ultrapassando a Ed Jones assumindo a 10ªposição. Por outro lado, Ed Jones perdeu posição para Pigot, Kannan e Dixon.

Colton Herta, Com um pouco menos de 19 anos levou a Harding Racing para a Vitória. Colton vence pela primeira vez em sua carreira na sua 3ªCorrida da sua carreira. E uma vitória para essa equipe, Que se imaginava que fosse uma equipe não tinha compromisso de ser uma equipe Séria acabou com muito trabalho conquistando sua primeira vitória.

Josef Newgarden conseguiu um belíssimo 2ºlugar e manteve a liderança do campeonato, O pódio foi completado por Ryan Hunter-Reay. Os três norte americanos fizeram a festa em Austin. Graham Rahal conquistou o 4ºlugar em uma corrida de Muita Garra para a Rahal Lettermann. O Francês Sebastien Bourdais ficou com o 5ºlugar após uma boa corrida. Marco Andretti se beneficiou da bandeira amarela, Mas também fez por merecer o 6ºlugar após passar nas voltas finais o Mexicano Patrício O’Ward.

Os pilotos que completaram os 10 primeiros lugares foram: Takuma Sato, Patrício O’Ward, Alexander Rossi e Jack Harvey. O Piloto da Andretti fez um grande final de corrida, Rossi depois de ser prejudicado por causa da Bandeira Amarela acabou se recuperando bem. Do 15ºlugar na 51ªVolta para chegar ao 9ºlugar. Já Scott Dixon acabou não se dando bem, O Neozelandês ficou em 13ºlugar, se quer passou o fraquíssimo Tony Kannan, com seu fraquíssimo carro da Foyt.

Próxima prova da Formula Indy vai acontecer no dia 7 de Abril no Circuito do Alabama no Barber Motorsports Park.

Fotos:

Resultado Final do GP de Austin – Texas

posPilotoEquipeMotorTempo
1Colton HertaHarding RacingHonda2:00:02.058
2Josef NewgardenTeam PenskeChevroleta 2.718
3Ryan Hunter-ReayAndretti AutosportHondaa 3.231
4Graham RahalRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 8.061
5Sebastien BourdaisDale CoyneHondaa 15.402
6Marco AndrettiAndretti HertaHondaa 19.849
7Takuma SatoRahal Letterman Lanigan RacingHondaa 22.147
8Patrício O’WardCarlinChevroleta 23.263
9Alexander RossiAndretti AutosportHondaa 23.528
10Jack HarveyHeyer Shank RacingHondaa 23.953
11Spencer PigotCarpenterChevroleta 24.384
12Tony KannanA.J.Foyt EntreprisesChevroleta 27.057
13Scott DixonChip Ganassi RacingHondaa 31.068
14Ed JonesCarpenterChevroleta 35.660
15Marcus EricssonSchmidt PetersonHondaa 36.231
16James HinchcliffeSchmidt PetersonHondaa 36.770
17Matheus LeistA.J.Foyt EntreprisesChevroleta 39.262
18Kyle KaiserJuncos RacingChevroleta 46.236
19Simon PagenaudTeam PenskeChevroleta 55.038
20Santino FerrucciDale CoyneHondaa 1:53.688
21Max ChiltonCarlinChevroleta 1 volta
22Zach VeachAndretti AutosportHondaa 2 voltas
23Felix RosenquistChip Ganassi RacingHondaa 5 voltas
24Will PowerTeam PenskeChevroleta 14 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Formula Indy – Dixon conquista Pentacampeonato em Sonoma, Com Hunter-Reay vencendo após corrida impecável

Na última prova do campeonato se confirmou o favoritismo do Neozelandês Scott Dixon, Com o segundo lugar ele conquistou o 5ºtítulo da sua carreira na Formula Indy. Em uma corrida calma para o piloto da Ganassi, Ainda mais ajudado pelo erro de Rossi na primeira curva que acabou dando a tranquilidade a Dixon. O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay dominou a prova e conquistou a vitória no Circuito de Sonoma, Que vai sair do calendário da categoria em 2019.

O Campeonato que estava favorável para o piloto Neozelandês, ficou bem melhor com a Largada. Enquanto Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon mantiveram as 2 primeiras posições. Alexander Rossi tentou ganhar posições, Mas acabou tocado em Marco Andretti, Quebrando o Aerofólio e furando o seu pneu. O piloto da Andretti foi se arrastando para os boxes. Ao trocar os pneus, Rossi voltou a quase 1 minuto atrás de Hunter-Reay e de Dixon.

Enquanto Hunter-Reay abria vantagem na liderança, Dixon vinha em uma tranquila segunda posição. Newgarden, Andretti e o estreante Patrício O’Ward com o carro da Harding vinha em 5ºlugar. Tony Kannan se aproveitando da confusão da largada, ganhou 5 posições e foi para o 13ºlugar. (O Brasileiro fazia a sua 300ªCorrida seguida na Formula Indy e sua 360ªprova na categoria)

O Estreante O’Ward desgastou muito seus pneus e começou a ser pressionado por Graham Rahal e Will Power fortemente. O Mexicano resistiu a pressão por 3 voltas, Mas como ele desgastou demais os pneus, Foi alvo fácil para Power, que na curva final antes de completar a volta fez uma manobra belíssima, levando a posição do filho do Bobby Rahal.

13ªVolta, Simon Pagenaud foi o primeiro a fazer a primeira parada. A previsão era de 3 a 4 paradas nos boxes. No meio disso, Takuma Sato abandonou com o estouro do seu motor Honda, O Vencedor do GP de Portland foi o primeiro a abandonar a prova.

Na 17ªVolta, Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon foram para a 1ªparada. O piloto da Ganassi escapou por pouco de um choque com Sebastien Bourdais que estava também indo aos boxes para a sua primeira parada. Josef Newgarden na volta 19ª (O motor morreu após a parada e o piloto da Penske perdeu tempo) e Will Power na Volta 20 foram os últimos a pararem nos boxes.

Hunter-Reay voltou a liderança, Com Scott Dixon em 2º e Simon Pagenaud subindo para o terceiro lugar. Rossi foi para o 19ºlugar, Mas adotando a arriscada tática de 2 paradas apenas ele foi superado por pilotos na parte de trás indo para o último lugar. A 43 segundos de Hunter-Reay e a 41 segundos de Dixon.

Rossi para na 26ªVolta, Era bem difícil. Ou melhor, Quase impossível que ele terminasse a prova com apenas mais 1 parada de troca de pneus e reabastecimento. O piloto da Andretti voltou a 1 volta atrás dos líderes. Na volta 28, Power ultrapassa na curva final a Graham Rahal e sobe para o 5ºlugar.

Hunter-Reay e Dixon vinham sobrando e estava a 11 segundos de Pagenaud. O Francês vinha sendo pressionado pelo Marco Andretti.

Rossi foi tentar passa o piloto da Ganassi para tirar a volta de desvantagem para Dixon e tentar volta a corrida. Foram 5 voltas atrás do piloto da Ganassi acabou cedendo a ultrapassagem para o piloto da Andretti Autosport. Nesse meio tempo, O companheiro de equipe de Scott Dixon passou para o 7ºlugar, Superando a Rahal.

Na volta 35, Pagenaud e Rahal foram para a segunda parada. 4 Voltas depois, Hunter-Reay e Dixon foi para a segunda parada deles. Com isso, Rossi voltou a volta do líder. Power assumiu a liderança por uma volta, Na 40ªvolta, Ele e Bourdais foram para os pits. Hunter-Reay abriu 4.5 segundos a frente de Dixon. Simon Pagenaud continuava em 3º, Ainda pressionado pelo Marco Andretti. Depois vinham Power, Bourdais em 5º e 6º, Enquanto que o campeão da temporada de 2017 era pressionado pelo Graham Rahal.

Na volta 43, Rossi vai para os boxes. Durante sua parada. O Norte-Americano Graham Rahal acabou parando seu carro em uma das curvas do circuito, (Na maior reta da pista) Isso provoca a única bandeira amarela da prova. Era disso que Rossi precisava, após a parada ele manteve a Volta e com essa bandeira amarela ele pode se juntar a todo o pelotão. Nesse meio tempo ele foi para os boxes com mais uns 2 pilotos encher o tanque.

Na volta 50 a corrida recomeça. A partir dai começou o Show do piloto da Andretti, Que em um espaço de 3 voltas, Ele passou do 21º para a 9ªposição. Na volta 54, Rossi ultrapassou Tony Kannan subindo para o 8ºlugar. As chances do campeonato estavam aumentando para o norte-americano. Na volta 55, Foi a vez de Ed Jones tomar passada de Rossi que já estava em 7ºlugar em um espaço de 6 voltas, Ganhando 14 posições.

No meio do pelotão, Santino Ferrucci vinha fazendo uma corrida agressiva ao atacar a Jordan King da Carpenter. Atrás deles vinham Jack Harley que tentou passar o inglês, Mas acabou tomando passada do Norte-Americano Zach Veach.

Na entrada da volta 60, Rossi que vinha pressionando Bourdais foi para a sua última parada. Percebendo isso, Dixon abriu mão da vitória e acabou indo para os boxes na volta seguinte. Na entrada da volta 62, Hunter-Reay e Pagenaud foram para a última parada. Os últimos a fazerem isso foram Will Power e Ed Jones na 64ªpassagem.

Hunter-Reay continuava na liderança, Com 4 segundo a frente de Scott Dixon. Alexander Rossi vinha em 5ºlugar a 12 segundos do líder e a 8 segundos de Dixon. Mas não seria tão simples para o piloto da Andretti. Ele tinha 20 voltas para superar  Will Power que subiu do 5º para o 3ºlugar e de Simon Pagenaud que perdeu uma posição.

Porém, O rendimento de Rossi começou a declinar, A 12 voltas do final Rossi perdeu o 5ºlugar para Marco Andretti. A cada volta que passava Dixon estava cada vez mais perto do título e acabou levando seu carro sem riscos até o final da prova.

Lá na frente, Ryan Hunter-Reay teve um brilhante final de semana e levou a vitória na última etapa do Campeonato Mundial de Formula Indy. Porém, A festa ficou mesmo para Scott Dixon que acabou chegando na posição que ele precisava. O 2ºlugar fez com que Dixon conquistasse seu 5ºtítulo de sua carreira. Se tornando o maior campeão da História da Formula Indy, CART e IRL (Contando os títulos desde de 1979 até hoje) De uma temporada aonde o pior resultado de Dixon foi o 12ºlugar em Iowa. Com 3 Vitórias e 9 pódio, Esse título esta em ótimas mãos ao piloto da Chip Ganassi.

O pódio foi completado pelo Australiano Will Power, Que no final da prova chegou a ameaçar o segundo lugar de Dixon. O Australiano ficou com o 3ºlugar na Classificação final. Em 4ºlugar ficou o francês Simon Pagenaud e em 5ºlugar o Norte-Americano Marco Andretti.

Alexander Rossi acabou a corrida em 7ºlugar, Conquistando o vice-campeonato em sua 3ªTemporada na Formula Indy. Sem dúvida é um piloto consolidado na categoria e acabou se recuperando de maneira fantástica na segunda metade de prova. Mas seu erro no começo da corrida acabou por decidir seu destino no campeonato. Sebastien Bourdais na volta final.

Completando os 10 primeiros ficaram Josef Newgarden (que perdeu não só o 3º como também perdeu o 4ºlugar para Ryan Hunter-Reay), Patricio O’ward da Harding e Ed Jones.

A Se destacar o brilhante final de semana do Mexicano, Que foi o campeão da Indy Lights e fez uma bela corrida, Claro que ele perdeu algumas posições no começo da prova. Isso não apaga o que ele fez nos 3 dias de evento. Ele não só ganhou o 9ºlugar em Sonoma como ele provavelmente ganhou um lugar para 2019.

Tony Kannan fez uma boa corrida, Chegando em 12ºlugar. O piloto de 43 anos de idade teve bons desempenhos nas 3 provas finais. Pietro Fittipaldi ficou em 16ºlugar e Matheus Leist ficou em 19ºlugar. Não dava para cobrar muito dos pilotos Brasileiros nesse ano, Eles estavam em equipes de Média para pequeno pote.

Semana que vem teremos uma avaliação da temporada de 2018 da Formula 1 no Portal Sportszone.

Vídeo da prova:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final da última Etapa
Formula Indy – Temporada 2018

Pos Piloto País Equipe Motor Voltas Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 85 2h 02:19.1667
2 9 Scott Dixon Nova Zelandia Chip Ganassi Racing Honda 85 a 2.7573
3 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 85 a 3.6550
4 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 85 a 4.6306
5 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 85 a 19.8030
6 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 85 a 21.6393
7 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 85 a 28.3778
8 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 85 a 34.6288
9 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 85 a 42.8662
10 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 85 a 44.2254
11 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 85 a 44.6273
12 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:00.4138
13 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 85 a 1:04.0637
14 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 85 a 1:05.4899
15 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:12.8026
16 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 85 a 1:14.2459
17 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 85 a 1:15.6462
18 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:18.6345
19 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:22.3819
20 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 85 a 1:23.4673
21 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 84 a 1 Volta
22 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 76 a 9 Voltas
23 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 66 a 19 Voltas
24 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 38 Mecânico
25 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 15 Motor

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Ryan Hunter-Reay toma pole das mãos de Dixon. Rossi larga em 6º na decisão em Sonoma.

Quando tudo parecia encaminhado para a pole de Scott Dixon, lá foi o norte-americano Ryan Hunter-Reay da Andretti Autosport superar na parte final o tempo do piloto Neozelandês que briga pelo campeonato com o Norte-americano Alexander Rossi que vai largar em 6ºlugar. Mesmo sem a pole, Dixon tem uma boa vantagem na disputa do campeonato.

Grupo 1:

Alexander Rossi Estava nesse Grupo.O vice-líder do campeonato marcou um bom tempo, Mas Que acabou cancelado a 3 minutos do final. Isso criou um drama para Rossi, que teria de voltar para marcar tempo que teria de ser o bastante para se colocar no Q2.

O piloto da Andretti não sentiu a pressão, Marcando o segundo melhor tempo, Só atrás de Simon Pagenaud, O mais rápido do Grupo 1. Os outros classificados foram Will Power com a Penske, Takuma Sato da Rahal, Marco Andretti com a Andretti-Herta e Graham Rahal da Rahal.

O brasileiro Pietro Fittipaldi da Dale Coyne ficou muito perto da classificação, Mas acabou sendo rebaixado para o 7ºlugar por Sato, Andretti e Power. O piloto da Dale Coyne vai largar amanhã em 13ºlugar. Matheus Leist não foi bem, E ficou em 12º e último lugar do Grupo e larga em 23ºlugar.

Classificação do Grupo 1:

pos Piloto País Equipe Motor Tempo
1 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 1:17.92
2 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 1:17.93
3 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 1:17.93
4 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:18.00
5 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 1:18.05
6 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:18.26
7 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 1:18.53
8 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 1:18.57
9 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 1:18.67
10 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 1:18.68
11 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 1:18.75
12 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 1:18.97

Grupo 2:

Scott Dixon participou desse grupo que tinha 13 piloto, Junto de Josef Newgarden que tem chances remotas de título, E com os outros pilotos:

Mas que se destacou foi o campeão da Indy Lights. O mexicano Patrício O’Ward da Harding andou muito bem, Parecendo um piloto experiente e disputando de igual para igual com com Newgarden, Dixon e Hunter-Reay. O estreante classificou para o Q2, Um feito para o estreante do carro número 8.

O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay acabou sendo o mais rápido, Com Scott Dixon ficando na segunda posição, sem qualquer risco na sua classificação. Josef Newgarden da Penske, Zach Veach que no final conseguiu uma belíssima volta quando estava em último lugar para a 4ªposição, Patricio O’Ward da Harding e Sebastien Bourdais da Dale Coyne. Tony Kannan ficou em 9ºlugar e vai largar em 18ºlugar.

Classificação do Grupo 2:

pos Piloto País Equipe Motor Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 1:17.51
2 9 Scott Dixon Nova Zelândia Chip Ganassi Racing Honda 1:17.59
3 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 1:17.62
4 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 1:18.13
5 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 1:18.18
6 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 1:18.37
7 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 1:18.51
8 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 1:18.59
9 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 1:18.60
10 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 1:18.62
11 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 1:18.72
12 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 1:18.85
13 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 1:19.15

Q2

Na segunda fase da Classificação, Marco Andretti começou muito bem e assumiu a liderança, com Hunter-Reay e Newgarden logo a seguir. Rahal apareceu na metade da classificação, Assumindo o 3ºlugar atrás de Newgarden. Partício O’Ward parecia nervoso no Q2, Tanto é que ele errou na primeira tentativa e teve sua volta anulada na segunda tentativa por passar na brita no final da volta.

A 4 minutos do final, Power, Pagenaud, Dixon e Rossi estavam em 7º, 8º, 9º e 10ºlugares respectivamente e estavam eliminados. Esse quadro seria bom para Newgarden para a corrida e Dixon em relação ao campeonato.

Nas suas últimas voltas, Dixon e Rossi se garantiram no Q3, Com o piloto da Ganassi em 3ºlugar e o piloto da Andretti Autosport classificando em 5ºlugar. Outro que se colocou na fase final foi O’Ward que arrebentou na volta final ao marcar o 4ºtempo.

Ryan Hunter-Reay foi o mais rápido, Com Newgarden, Dixon, O’Ward, Rossi e Marco Andretti se classificando para o Q3. Will Power acabou em 7ºlugar e eliminado da classificação.

Resultado do Q2:

pos Piloto País Equipe Motor Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 1:17.45
2 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 1:17.45
3 9 Scott Dixon Nova Zelândia Chip Ganassi Racing Honda 1:17.52
4 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 1:17.56
5 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 1:17.57
6 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 1:17.58
7 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 1:17.65
8 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 1:17.87
9 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:17.90
10 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 1:17.91
11 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 1:17.92
12 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:17.99

Q3

Reta final da classificação, Com os 6 melhores pilotos do Grid acabou Dixon se sobre saindo. Com sua primeira volta em 1:17.76 com Marco Andretti a 4 centésimos atrás e o Mexicano Patrício O’Ward em 3ºlugar. Já Alexander Rossi vinha em 4ºlugar, A frente apenas de Hunter-Reay e Newgarden.

Nos 2 minutos finais, Rossi e Dixon foram praticamente juntos para a pista em suas últimas tentativas. A Menos de 1 minuto para o final, Rossi acabou voltando aos boxes e desistiu da sua última tentativa. Josef Newgarden passou para o segundo lugar, Ficando a 3 centésimos do líder do campeonato

Dixon também não conseguiu melhorar seu tempo, Mas parecia que a pole position estava assegurada. Só que Ryan Hunter-Reay veio com tudo na sua volta final e marcando 1:17.63 acabou tomando a pole position e 1 ponto das mãos do piloto da Chip Ganassi.

Mesmo com a perda da pole position, Scott Dixon esta em uma situação bem favorável para ser o campeão. Largando na segunda posição, largando na primeira fila enquanto que Alexander Rossi ficou na 6ªposição e vai fechar na 3ªfila. Sonoma é um circuito que a ultrapassagem não é muito fácil. Com isso, Rossi precisa tirar algum coelho da cartola para ser campeão pela primeira vez na Formula Indy.

Na Segunda fila, Largam Josef Newgarden com a Penske e Marco Andretti da Andretti-Herta. O piloto da equipe de Bryan Herta ganhou em Sonoma em 2006. (Primeira vitória da carreira) Patricio O’Ward foi a surpresa do treino e do final de  semana, Levando a Harding ao melhor grid da sua história. Larga na frente de Alexander Rossi, Na 5ªposição.

Amanhã, As 19 horas e 30 minutos, (Horário de Brasília) será dada a largada para a decisão do campeonato. Com Dixon e Rossi disputando o campeonato de forma direta, Será não só a última corrida do ano como a última do circuito de Sonoma. Já que em 2019 essa pista não vai estar no Calendário de 2018.

Veja o preview da decisão da Formula Indy:

Preview – Grande Prêmio de Sonoma

Vídeo:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada do GP de Sonoma
Última Etapa do Mundial de Formula Indy

pos Piloto País Equipe Motor Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 1’17.6277
2 9 Scott Dixon Nova Zelândia Chip Ganassi Racing Honda 1’17.7599
3 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 1’17.7937
4 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 1’17.7999
5 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 1’17.9737
6 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 1’18.0019
7 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 1’17.6495
8 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 1’17.7489
9 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1’17.9043
10 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 1’17.9111
11 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 1’17.9242
12 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1’17.9919
13 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 1’18.5281
14 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 1’18.5088
15 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 1’18.5740
16 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 1’18.5892
17 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 1’18.6687
18 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 1’18.5966
19 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 1’18.6823
20 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 1’18.6172
21 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 1’18.7536
22 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 1’18.7211
23 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 1’18.9665
24 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 1’18.8495
25 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 1’19.1519

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar

 

Hunter-Reay conquista vitória na 2ªProva de Detroit. Pace Car Acaba Batendo de forma patética!

Grid de largada da 8ªEtapa do Mundial de Formula Indy

pos Pilotos Equipe Chassis/Motor Tempo
1 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 1’33.3143
2 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’33.6605
3 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 1’33.8295
4 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’33.9256
5 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’33.9544
6 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’34.1370
7 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 1’34.6464
8 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 1’34.2315
9 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’35.0256
10 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 1’34.5021
11 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’35.1374
12 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 1’34.5475
13 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’35.4664
14 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 1’35.6045
15 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’36.3713
16 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’35.6692
17 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 1’36.9796
18 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’36.0439
19 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1’38.3041
20 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’37.0851
21 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 1’39.3597
22 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet Sem Tempo
23 Rene Binder Juncos Racing Dallara/Chevrolet Sem Tempo

Alexander Rossi marcou a pole position sobre pista molhada em Detroit, O piloto da Andretti que já esta muito bem na temporada de 2018, Na disputa pelo título. Robert Wickens larga em 2º. Na segunda fila largam o Australiano Will Power que estava com uma Penske melhorzinha no domingo e Ed Jones com o carro da Ganassi.

Na terceira fila largam Scott Dixon da Chip Ganassi e de James Hinchcliffe da Schmidt que colocou seus dois pilotos entre os 6 primeiros lugares. Matheus Leist largaria do 18ºlugar e Tony Kannan largaria na penúltima posição por não ter marcado tempo na classificação.

Diferente da Classificação a corrida foi sobre Sol e tempo aberto. Tudo pronto…

… Porém na volta de apresentação, O piloto do Pace Car acabou batendo o carro pelo muro por dentro, Um acidente tão grotesco que acabou marcando essa corrida. O piloto era um dos dirigentes da Chevrolet, Com um carro desse tipo não pode dar para qualquer um andar rápido. Depois dessa atrapalhada que fez a largada seria adiada. Quando tivemos a nova volta de apresentação, O Espanhol Oriol Serviá estava no volante.

Depois do Momento mais grotesco da temporada. Digna de vivar motivo de piada a largada aconteceu. Rossi manteve a liderança. Nas primeiras curvas tivemos Will Power que perdeu o 3ºlugar para Jones acabou recuperando posição, Com 3 carros lado a lado. (Power, Jones e Dixon)  Esse começo agitado acabou parando com uma bandeira amarela ocorrida pela rodada de Spencer Pigot, Que quebrou sua asa dianteira. Bourdais acabou com o pneu furado.

O piloto da Carpenter também voltou a prova, Consertando sua asa dianteira e trocando os pneus para entrar em uma nova tática assim como Bourdais. Santino Ferrucci se aproveitou e foi para os boxes entrar nessa tática. Os dois brasileiros deram uma bela subida: Leist foi para o 12º e Kannan para o 16º.

Relargada na volta 5, Rossi manteve a liderança com Wickens, Power, Dixon, Hinchcliffe e Jones nas 6 primeiras posições. Nas primeiras posições não houve mudanças, Porém quem estava dando um show era Ryan Hunter-Reay que fez uma belíssima ultrapassagem sobre Simon Pagenaud (Todo mundo passou o Francês nesse final de semana) na volta 6. Duas voltas depois, Marco Andretti foi para cima do Estreante Zach Veach e passou por fora o estreante da Andretti Autosport ganhando o 8ºlugar. Veach passou a ser o alvo para Hunter-Reay na volta seguinte.

Duas voltas depois, Ryan Hunter-Reay e Hinchcliffe foram os primeiros a pararem aos boxes. Enquanto isso, Alexander Rossi já abria 4.2 segundos a frente de Robert Wickens que vinha pressionado pelo Australiano Will Power.

Sebastian Bourdais que já tinha feito a troca nos boxes passou a Jordan King que na curva 3 perdeu posição para Ferrucci que vinha fazendo um belo final de semana. Na volta 12 parou o Canadense Robert Wickens que estava no segundo lugar.

Seis voltas depois, Sebastian Bourdais continuava a sua subida na prova ultrapassando o Brasileiro Matheus Leist que vinha fazendo uma bela prova de recuperação. O piloto da Dale Coyne assumiu o 7ºlugar. Na volta seguinte, Marco Andretti foi superado pelo Bourdais e pelo Leist.

Dixon para na volta 21. A tática do Neozelandês era arriscado, Já que ele teria que poupar muito combustível para fazer 2 paradas. Mais atrás, A Dupla da Schmidt eram pressionados pelo Hunter-Reay. Na Volta 22 parou Graham Rahal e Santino Ferrucci. O Norte-americano depois de fazer a parada ele volta a pista, Roda e bate, Danificando seu bico dianteiro. Tinha tudo para temos uma bandeira amarela. Isso fez com que Rossi e os outros pilotos que acabaram indo para a primeira parada nos boxes de forma antecipada.

Apesar do acidente, Não teve a bandeira amarela e a prova pode continuar normalmente. Com Wickens em 1º e Hunter-Reay em 2º. Ambos vinham com a tática de 3 paradas, Enquanto que Rossi em 3º vinha com a convencional tática de 2 paradas. A tendência era que o piloto da Schmidt e da Andretti Autosport abrissem vantagem para Rossi, Porém foi ao contraio. Alexander Rossi começou a tirar diferença de ambos. Wickens foi para os boxes na 30ªvolta para a sua segunda parada. Hunter-Reay era o líder e a partir dai ele começou a acelerar e fez 4 voltas rapidíssimas até a sua parada na volta 35.

Na metade da prova, Rossi liderava com 13 segundos de frente para Will Power. A corrida se nada desse errado estava nas mãos de piloto da Andretti. Ed Jones era o terceiro, Seguido de Bourdais, Dixon, Hunter-Reay, Rahal, Wickens, Leist, Chilton e Kimball. Tony Kannan na volta 36 passou por fora a James Hinchcliffe passando para o 12ºlugar após largar da penúltima posição.

Na Volta seguinte, Dixon ultrapassa Bourdais passando para o 4ºlugar. Na volta seguinte, o piloto da Dale Coyne acabou rodando na entrada da curva 1, deu um giro espetacular e mesmo assim não teve batida. O Carro nada sofreu aparentemente. Só que depois disso a suspensão foi para o saco e o Francês acabou ficando lento pela pista. Se aproveitando disso a dupla da Carlin ultrapassou Matheus Leist que acabou perdendo tempo na ultrapassagem sobre o Bourdais, Que foi para os boxes com a corrida praticamente acabada.

Will Power começava a tirar diferença para Rossi que seguia tranquilo na primeira posição. Ed Jones, Scott Dixon e Ryan Hunter-Reay completava os 5 primeiros colocados. Na volta 47, Alexander Rossi foi para a sua última parada. Igualmente Will Power, Ed Jones e Scott Dixon. Ryan Hunter-Reay passou para a liderança da prova. Ele precisava de pelos menos 22 segundos para tentar voltar a liderança da prova. Com 14 segundos a frente de Rossi não era o Bastante para Hunter-Reay passar a liderança.

Dixon foi para cima de Ed Jones, Briga caseira pelo 4ºlugar. Na Volta 53, Hunter-Reay foi para os boxes para a 3ªparada nos boxes. Rossi voltou a liderança com Hunter-Reay em 2º.

A Vantagem de Rossi chegou a estar em 8 segundos de frente na liderança, A vitória estava nas mãos de Rossi. Até que Hunter-Reay começou a tirar volta após volta vantagem para Rossi. Teve volta que se tirou mais de um segundo e meio por volta.

Na Volta 62, Hunter-Reay chegou em Rossi, O rendimento do carro amarelo era enormemente melhor do que do carro de Rossi que se segurava de todas as formas. Até que na volta 65, Rossi acabou freando demais da conta e acabou passando reto dando a liderança para Hunter-Reay.

Alexander Rossi acabou com o pneu dianteiro furado, Obrigando o piloto da Andretti a fazer uma 3ªparada ficando bem para trás. Já Hunter-Reay navegou nas voltas finais para uma grande vitória. Foi a primeira vitória do ano e o piloto que mais marcou pontos em Detroit, Voltando a disputa pelo título.

Will Power com o segundo lugar, Continua na liderança do campeonato e num final de semana bem ruim para a Penske, Saiu no lucro total de Detroit. Ed Jones segurou Scott Dixon e acabou conquistando seu 2ºpódio na temporada com o 3ºlugar. Dixon saiu com o Saldo positivo de Detroit, Com uma vitória e um 4ºlugar nessa prova. Graham Rahal se redimiu da batida no Sábado e terminou em 5ºlugar.

Robert Wickens com o melhor carro da Schmidt acabou em 6ºlugar em um final de semana que se prometia mais da equipe, Já que as 2 provas os dois pilotos largavam nas primeiras posições. Tony Kannan que largou do 22ºlugar fez seu melhor resultado do ano e se não a melhor corrida do ano uma das melhores ao terminar a prova em 7ºlugar.

Completaram os 10 primeiros lugares: Charlie Kimball, Marco Andretti e Simon Pagenaud. A Carlin conquistou seus melhor Resultado na sua temporada de estreia com a posição do Kimball e o 11ºlugar de Max Chilton. Matheus Leist ficou em 14ºlugar.

Alexander Rossi com o problema nas voltas finais acabou a prova em 12ºlugar, Por causa de uma infelicidade de um pneu furado, Mesmo que ele tivesse que pensar no campeonato ele poderia ficar com o 2ºlugar. Eu não acredito que tenha sido um erro do piloto da Andretti e sim um excessivo desgaste dos pneus.

Nesse Sábado teremos a 9ªEtapa do Campeonato Mundial de Formula Indy no circuito do Texas.

Resultado final da 8ªEtapa do Mundial de Formula Indy
2ªEtapa de Detroit – Belle Isle

pos Pilotos Equipe Chassis/Motor Voltas Tempo
1 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 70 1h 33:50.5784
2 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 70 a 11.3549
3 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 70 a 13.2291
4 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 70 a 13.7652
5 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 70 a 16.6280
6 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 70 a 34.9398
7 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 70 a 41.6328
8 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 70 a 47.3553
9 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 70 a 56.6293
10 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 70 a 59.5891
11 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 70 a 1:04.6868
12 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 70 a 1:06.6419
13 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 70 a 1:07.6438
14 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 70 a 1:11.6742
15 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 70 a 1:14.2820
16 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 70 a 1:17.3729
17 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 69 a 1 Volta
18 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 69 a 1 Volta
19 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 69 a 1 Volta
20 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 69 a 1 Volta
21 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 67 a 3 Voltas
22 Rene Binder Juncos Racing Dallara/Chevrolet 66 a 4 Voltas
23 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 21 a 49 Voltas – Mecânico

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Dixon sobrou e leva a primeira corrida na Rodada Dupla de Detroit

Grid de largada da 7ªEtapa do Mundial de Formula Indy

pos Pilotos Equipe Chassis/Motor Tempo
1 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 1’14.8514
2 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’15.4186
3 Robert Wickens Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’15.3267
4 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 1’15.4946
5 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 1’15.3351
6 Will Power Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Chevrolet 1’15.7210
7 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’15.3920
8 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’15.8273
9 James Hinchcliffe Team Penske Dallara/Honda 1’15.5402
10 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 1’16.0396
11 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’15.8876
12 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’16.1430
13 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 1’16.0099
14 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1’16.1923
15 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’16.0740
16 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 1’16.3157
17 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’16.2205
18 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’16.7531
19 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 1’16.2311
20 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’16.9075
21 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’16.4182
22 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 1’17.2067
23 Rene Binder Juncos Racing Dallara/Chevrolet 1’18.6108

Primeira corrida no final de semana de Detroit estava com um belo dia, Era a maratona de 140 voltas que exigia muito dos pilotos. Isso depois de uma prova de 500 milhas no domingo passado. O Norte-americano Marco Andretti largava na pole position. Sua primeira pole da carreira em circuito misto. O Perigoso Neozelandês Scott Dixon com sua Ganassi com o motor Honda que dominou a Classificação.

Robert Wickens com o carro da Schmidt e Alexander Rossi com o carro da Andretti largam na segunda fila. Na terceira fila largam Ryan Hunter-Reay da Andretti e Will Power com a primeira Penske e o primeiro carro com motor Chevrolet. Um domínio total da Honda sobre a Chevrolet. Tony Kannan não foi bem e largaria em 15ºlugar e Matheus Leist largaria pior ainda, Em 21ºlugar.

Marco Andretti largou muito bem e manteve a liderança com Dixon na 2ªposição. Alexander Rossi chegou a perder a posição para Robert Wickens. Na curva 3 Rossi em uma bela manobra acabou recuperando essa posição.

Na segunda volta, Tony Kannan fez uma bela manobra. Por fora, ultrapassando na marra a Simon Pagenaud. O piloto Brasileiro começou de uma forma bem arrojada a prova. 3 Voltas depois a vitima foi Josef Newgarden e já vinha na 11ªposição. Lá na frente, O Neozelandês Scott Dixon pressionava a Marco Andretti. O rendimento do carro da Ganassi era superior ao carro da equipe Andrett-Herta.

Josef Newgarden foi o primeiro a parar nos boxes na volta 7. Hinchcliffe e Robert Wickens foram para os boxes nas 2 voltas seguintes. Enquanto o Japonês Takuma Sato faz uma bela corrida, Já vinha em 4ºlugar, Nem parecia o piloto que nada fez nas 500 milhas de Indianapolis.

Ryan Hunter-Reay foi para a parada na 10ªVolta. Os Brasileiros Tony Kannan e Matheus Leist também pararam para a 1ªtroca e adotaram a tática de 3 paradas. Na parte de trás, Josef Newgarden acabou ultrapassando o Canadense Robert Wickens, Ganhando uma importante posição para uma Penske que não estava rendendo bem Em Belle Isle.

O Grupo que já tinha feito a parada virava entre 1 a 2 segundos mais rápido que os lideres que precisavam economizar combustível para seguir o plano das duas paradas. Graham Rahal que superou o seu companheiro de equipe Takuma Sato, foi para o ataque para cima do Norte-Americano Alexander Rossi, Buscando o 3ºlugar.

Na volta 18, Pagenaud foi para a sua parada. E continuava a pressão de Rahal em cima de Rossi. O primeiro piloto dos que pararam era Ryan Hunter-Reay que estava a 21 segundos de Andretti. Virando mais rápido que os pilotos da frente a expectativa era que ele assumisse a ponta após as paradas dos líderes.

Rossi foi o primeiro dos líderes a para na 23ªVolta. Marco Andretti parou na volta 24. Essa era a chance de Scott Dixon fazer uma volta bem rápida e parar na volta seguinte para voltar bem a frente do piloto da Andretti. Graham Rahal acabou esticando por mais uma volta e parando na volta 26. Hunter-Reay era o líder após a primeira rodada de paradas dos líderes. Dixon era o segundo e Graham Rahal voltou em 3ºlugar. Marco Andretti caiu da liderança para o 4ºlugar.

Hunter-Reay andou rápido e já abria 8 segundos de vantagem para Dixon. Porém ele precisava de mais uns 12 segundos para tentar voltar da parada ainda na liderança, Mas nesse período da prova ainda não seria possível. O norte-americano tinha nesse momento quase 20 voltas na pista com o Tanque de Combustível. A parada dele iria acontecer logo. E foi o que aconteceu na volta 32. Com a parada de Hunter-Reay a liderança passava a ser de Scott Dixon.

Graham Rahal era o segundo e Ryan Hunter-Reay voltava em 3º. Marco Andretti em 4º, era Pressionado pelo seu companheiro de Equipe Alexander Rossi. A corrida chegava na sua metade sem sequer uma única bandeira amarela.

Na volta 37, Charlie Kimball ultrapassou a Tony Kannan, Na Volta seguinte foi a vez do Brasileiro ultrapassar o piloto da Carlin, Eles vinham disputando o 13ºlugar. Enquanto isso Scott Dixon vinha virando cada vez mais e mais rápido, Abrindo mais de 13 segundos para Graham Rahal e mais de 18 para cima de Hunter-Reay que vinha tirando diferença para Rahal e para o próprio Dixon não parecia ser um adversário para impedir uma provável vitória do Neozelandês .

Na volta 42, Simon Pagenaud faz a 2ªParada. Para mim, era uma tática no mínimo infeliz para não dizer desastrosa do piloto da Penske. Pois teria de ficar na pista por 28 voltas e numa corrida sem bandeira amarela, O máximo que um piloto ficou na pista foi 26 voltas com Rahal.

Na Volta 43, Hunter-Reay começou a pressionar Rahal de forma mais direta e por muito pouco ele não conseguiu a ultrapassagem. Pelo ritmo do piloto da Andretti, A ultrapassagem era questão de tempo. Duas voltas depois, Rene Binder passou reto, depois da reta oposta na metade do circuito. Com o temor da bandeira amarela. Dixon, Rahal, Hunter-Reay e outros pilotos anteciparam suas paradas. Estava em um momento propicio, Já que com essa parada era bem possível todos terminaram a prova com essa parada.

A bandeira amarela tão temida pelos pilotos acabou aparecendo com uma batida de Graham Rahal para o muro. Bandeira amarela em todo o circuito. Boa parte dos pilotos, Entre eles os dois Brasileiros acabaram não se dando bem nessa parada, Kannan e Leist e mais uns 9 a 10 pilotos tiveram que fazer a parada logo depois que os boxes foram reabertos.

Após as paradas, Dixon era o líder com Hunter-Reay e Marco Andretti logo a seguir. Alexander Rossi, Ed Jones, Takuma Sato, Will Power, Josef Newgarden, Spender Pigot (Que fazia uma corrida queta, mas fazia uma boa prova) e Robert Wickens completavam os 10 primeiros.

A 17 voltas do final, tivemos uma nova relargada. Dixon saiu muito bem evitando que Hunter-Reay e Andretti pudesse atacar o piloto da Ganassi. Takuma Sato foi para cima de Ed Jones. Uma bela briga pelo 5ºlugar. Sato levou a melhor após 2 ultrapassagens sobre Jones. Power e Newgarden estavam levando a Penske e da Chevrolet nas costas em 7º e 8ºlugares.

Na Volta 56, A boa estreia de Santino Ferrucci acabou após ser tocado de maneira irresponsável de Charlie Kimball. Uma nova bandeira amarela é acionada. Agora sim, Certamente todos teriam combustível  para terminar a prova.

Bandeira Verde, A 10 Voltas do final. Dixon continua na liderança. Andretti tentou atacar Hunter-Reay. Na volta seguinte porém, Alexander Rossi acabou indo para cima de Andretti e por fora passou Andretti, Tomando o 3ºlugar.

Dixon nas voltas finais manteve uma distância pequena e segura para Hunter-Reay, O Neozelandês conquistou mais uma vitória na Indy e continua firme e forte na disputa pelo campeonato. O pódio foi completado pelos 2 pilotos Norte-Americanos. Ryan Hunter-Reay com uma grande corrida, Com 3 paradas nos boxes em uma tática ousada e Alexander Rossi que fez belíssimas ultrapassagens.

Já Marco Andretti não teve um bom ritmo no final da prova, Acabou em 4ºlugar pressionado pelo Japonês Takuma Sato que salvou o dia da Rahal com o 5ºlugar. Ed Jones fez boa corrida com o 6ºlugar, Seguido pelo Australiano Will Power, Robert Wickens da Schmidt e de Norte-Americano Josef Newgarden. Power e Newgarden salvaram um resultado razoável para um sábado que se desenhava ruim para a Penske. Spencer Pigot fechou dignamente os 10 primeiros com o carro da Carpenter.

Tony Kannan em 14º e Matheus Leist em 15º, não tiveram um bom dia. Sem um carro competitivo acabaram o tempo todo na parte de trás.

Resultado Final da Etapa 1 de Detroit (Belle Isle)
Formula Indy 2018

pos Pilotos Equipe Chassis/Motor Voltas Tempo
1 Scott Dixon Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 70 1h 39:24.6189
2 Ryan Hunter-Reay Dallara/Honda Andretti Autosport 70 a 1.8249
3 Alexander Rossi Dallara/Honda Andretti Autosport 70 a 4.1771
4 Marco Andretti Dallara/Honda Andretti Herta 70 a 11.5191
5 Takuma Sato Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan Racing 70 a 11.8757
6 Ed Jones Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 70 a 13.7649
7 Will Power Dallara/Chevrolet Team Penske 70 a 15.0733
8 Robert Wickens Dallara/Honda Schmidt Peterson Motorsports 70 a 21.4715
9 Josef Newgarden Dallara/Chevrolet Team Penske 70 a 21.5622
10 Spencer Pigot Dallara/Chevrolet Ed Carpenter Racing 70 a 21.9523
11 James Hinchcliffe Dallara/Honda Schmidt Peterson Motorsports 70 a 22.3158
12 Zach Veach Dallara/Honda Andretti Autosport 70 a 23.0621
13 Sebastien Bourdais Dallara/Honda Dale Coyne Racing 70 a 23.3441
14 Tony Kanaan Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 70 a 26.1877
15 Matheus Leist Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 70 a 26.5471
16 Jordan King Dallara/Chevrolet Ed Carpenter Racing 70 a 27.0156
17 Simon Pagenaud Dallara/Chevrolet Team Penske 70 a 29.8038
18 Gabby Chaves Dallara/Chevrolet Harding Racing 70 a 33.7246
19 Charlie Kimball Dallara/Chevrolet Carlin 70 a 34.0911
20 Max Chilton Dallara/Chevrolet Carlin 70 a 34.8584
21 Rene Binder Dallara/Chevrolet Juncos Racing 67 a 3 Laps
22 Santino Ferrucci Dallara/Honda Dale Coyne Racing 55 a 15 Voltas – Acidente
23 Graham Rahal Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan Racing 45 a 25 Voltas – Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar