Portal Sportszone » Blog Archives

Tag Archives: Lotus

Automobilismo Internacional Formula 3.5 Fotos

Formula V8 3.5 – Decisão em Barcelona – Tom Dillmann conquista o campeonato

Published by:

Classificação do Campeonato após 16 corridas:

1. Louis Delétraz (Fortec) 200
2. Tom Dillmann (AVF) 197
3. Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) 175
4. Aurélien Panis (Arden) 171
5. Roy Nissany (Lotus) 169
6. Egor Orudzhev (Arden) 166
7. René Binder (Lotus) 153
8. Yu Kanamaru (Ted Martin) 80
9. Alfonso Celis jr. (AVF) 57
10. Matevos Isaakyan (SMP Racing) 50

Grid de largada da 17ªCorrida da Temporada 2016 – Formula v8 3.5
Barcelona

1 Tom Dillmann (AVF) 1’44.909
2 Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) 1’44.934
3 Jack Aitken (RP Motorsport) 1’46.350
4 Louis Deletraz (Fortec) 1’46.404
5 Egor Orudzhev (Arden) 1’47.452
6 Matevos Isaakyan (SMP Racing) 1’47.658
7 Aurelien Panis (Arden) 1’48.375
8 Pietro Fittipaldi (Fortec) 1’48.377
9 Jack Aitken (RP Motorsport) 1’48.843
10 Yu Kanamaru (Ted Martin) 1’48.844
11 Tom Randle (Comtec) 1’49.407
12 Rene Binder (Lotus) 1’51.667
13 Beitske Visser (Ted Martin) 1’51.812
14 Roy Nissany (Lotus) 1’52.317
15 Giuseppe Cipriani (Durango) Sem Tempo
16 Alfonso Celis (AVF) Sem Tempo

f35_barcelona_2016-2

Na primeira tentativa de parada o Australiano Jack Aikten não conseguiu largar e com isso uma nova volta de apresentação foi dada e 2 minutos a menos no tempo de corrida.
Na largada da penúltima corrida da temporada mais uma vez Orudzhev largou brilhantemente e subiu de novo de 5º para o primeiro lugar em uma largada incrível com Dillmann em segundo lugar e Vaxiviere em 3º deixando Delétraz em 4ºlugar e depois vinham Panis, Isaakyan, Fittipaldi e Baptista nas 8 primeiras posições (Essa posição entre os brasileiros foi invertida favorecendo Baptisya), Já a corrida acabou cedo para Celis jr. que acabou batendo nas primeiras curvas da 1ªVolta.

Na segunda volta Roy Nissany conseguiu passar Fittipaldi, Mas também passou reto e acabou perdendo essa posição que poderia ter conseguindo. O piloto Orudzhev que estava fazendo um final de campeonato muito forte abria distância para Dillmann que tinha uma distância boa para Vaxiviere que acabou segundo ultrapassado pelo Delétraz que tomou o 3ºlugar. Seria o começo do Calvário do piloto Francês da SMP Racing, Já para René Binder a corrida terminava na volta 4 o que o eliminou da disputa pelo título.

Delétraz era o líder do campeonato queria evitar que Dillmann voltasse a ter forças para disputar o campeonato e partiu para cima do piloto da AVF fazendo a melhor volta da corrida. Em outra ponta Vaxiviere perdia desempenho e começava a segurar ao francês Aurélien Panis que precisava passar logo se ele quisesse ainda ter alguma chance de ser o campeonato assim como o Israelita Roy Nissany que estava em 9ºlugar precisava reagir. Já Orudzhev com os resultados iria para a prova final com chances de título ainda.

Faltando 26 minutos e meio de corrida Aurélien Panis por fora no final da reta principal conseguiu uma bela ultrapassagem sobre Vaxiviere subindo para o 4ºlugar e ele iria embora deixando o piloto da SMP Racing ser engolido pelo companheiro de equipe Isaakyan. Já Louis Delétraz foi para cima de Tom Dillmann. Era a disputa do campeonato de forma direta, Sé Dillmann ficasse na frente o campeonato iria ficar empatado, Se Delétraz passasse iria abrir a vantagem para 6 pontos na frente de Dillmann que se defendia de toda a maneira.

Com 23 minutos de corrida Vaxiviere já tinha perdido posição para Isaakyan e já estava pressionado pelos dois Brasileiros sendo Vitor Baptista na frente de Pietro Fittipaldi. com 11 voltas completadas e metade da corrida concluída a classificação era essa: 1. Orudzhev – 2. Dillmann (a 4.528) – 3. Delétraz (a 5.124) – 4. Panis (a 8.599),5. Isaakyan (a 10.036), 6. Vaxiviere (a 16.785) 7. Baptista (a 17.217), 8. Fittipaldi (a 17.865), 9. Kanamaru (a 28.628), 10. Bissany (a 19.159), 11. Visser (a 20.915), 12. Aitken (28.191), 13. Giuseppe Cipriani (a 47.378)

Dillmann sofria os ataques de Delétraz que buscava com tudo para passar o piloto da AVF, No Calvário de Vaxiviere Vitor Baptista já tinha passado o Francês que já sofria pressão de Fittipaldi, Kanamaru e Nissany pelo 7ºlugar e era incrível estava lento o francês visto que todos que passaram ele foram embora abrindo rapidamente dele.

f35_barcelona_2016

Pietro Fittipaldi passou Vaxiviere por fora e depois curvas depois Yu Kanamaru da Ted Martin também passou. Para o piloto da SMP Racing foi a gota d’Água, Acabou indo aos boxes e saindo da corrida e da disputa do campeonato na 16ªVolta. Roy Nissany também estava praticamente sem chances de disputar o título já que ele estava em 9ºlugar sendo pressionada pela Holandesa Beitske Visser quando faltava 12 minutos para o final da 17ªcorrida do ano. Dillmann continuava na 2ªposição com Delétraz perto dele que acabou indo definitivamente para disputar o 2ºlugar que poderia garantir definitivamente o campeonato para os 10 minutos finais.

A ultrapassagem aconteceu a minutos do final com uma grande manobra de Delétraz que foi por fora obrigando Dillmann a se preocupar em defender a posição e fez com o piloto da AVF perder a curva e com isso o piloto da Fortec passou para o segundo lugar abrindo mais 3 pontos de diferença e mesmo com o Russo vencendo Delétraz eliminaria Egor Orudzhev do campeonato que vinha para uma 5ªvitória mostrando a força dele para a temporada de 2017 aonde ele for correr. Já Dillmann precisava se preocupar com Aurélien Panis que estava virtualmente eliminado do campeonato pelo resultado de Delétraz a 5 minutos do final da corrida, Mas tinha alguma esperança de se colocar no pódio.

No final o Brasileiro Vitor Baptista deu uma escapada que não alterou a boa classificação dele na corrida. A Vitória ficou com o Russo Egor Orudzhev que levou a vitória pela 5ªVez no ano, Com Louis Delétraz em 2ºlugar superando a Tom Dillmann que segurou no final o Francês Aurélien Panis que levou a Arden a 4ªposição. Matevos Isaakyan, Vitor Baptista que teve uma boa corrida, Pietro Fittipaldi, Yu Kanamaru, Roy Nissany e Beitske Visser completaram a zona de pontuação. Na corrida final no domingo somente Delétraz e Dillmann estavam disputando o campeonato. Separados por 6 pontos de diferença os dependiam apenas de si para serem campeões.

f35_barcelona_2016-6

Resultado final da 17ªEtapa da Formula v8 3.5
Barcelona – Espanha

1 Egor Orudzhev (Arden) 39:40.100 – 25 Voltas
2 Louis Deletraz (Fortec) a 9.891
3 Tom Dillmann (AVF) a 12.240
4 Aurelien Panis (Arden) a 13.422
5 Matevos Isaakyan (SMP Racing) a 22.646
6 Jack Aitken (RP Motorsport) a 26.592
7 Pietro Fittipaldi (Fortec) a 31.454
8 Yu Kanamaru (Ted Martin) a 32.139
9 Roy Nissany (Lotus) a 35.321
10 Beitske Visser (Ted Martin) a 37.188
11 Jack Aitken (RP Motorsport) a 1:23.722
12 Giuseppe Cipriani (Durango) a 1 Volta
Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) a 10 Voltas
Tom Randle (Comtec) a 18 Voltas
Rene Binder (Lotus) a 22 Voltas
Alfonso Celis (AVF) a 25 Voltas
Louis Delétraz 1:34.359 – melhor Volta da prova

Classificação do Campeonato após 17 Corridas:

1. Louis Delétraz (Fortec) 218
2. Tom Dillmann (AVF) 212
3. Egor Orudzhev (Arden) 191
4. Aurélien Panis (Arden) 183
5. Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) 175
6. Roy Nissany (Lotus) 171
7. Rene Binder (Lotus) 153
8. Yu Kanamaru (Ted Martin) 84
9. Matevos Isaakyan (SMP Racing) 60
10. Alfonso Celis jr. (AVF) 55

Grid de largada da 18ªCorrida da Temporada 2016 – Formula v8 3.5
Barcelona

1 Louis Deletraz (Fortec) 1’31.953
2 Matevos Isaakyan (SMP Racing) 1’32.047
3 Jack Aitken (RP Motorsport) 1’32.064
4 Roy Nissany (Lotus) 1’32.135
5 Pietro Fittipaldi (Fortec) 1’32.152
6 Rene Binder (Lotus) 1’32.250
7 Tom Dillmann (AVF) 1’32.398
8 Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) 1’32.561
9 Aurelien Panis (Arden) 1’32.674
10 Egor Orudzhev (Arden) 1’32.699
11 Beitske Visser (Ted Martin) 1’32.979
12 Alfonso Celis (AVF) 1’33.318
13 Jack Aitken (RP Motorsport) 1’33.558
14 Giuseppe Cipriani (Durango) 1’37.757
15 Tom Randle (Comtec) Sem Tempo
16 Yu Kanamaru (Ted Martin) Sem Tempo

Última Largada da temporada 2016 começou com a primeira largada abortada. O vencedor da primeira corrida Orudzhev acabou com problemas na hora da largada e com isso uma nova volta de apresentação foi dada diminuindo a corrida para 38 minutos e mais uma volta.

Na largada que valeu acabou largando melhor Isaakyan que assumiu a liderança com Nissany, Fittipaldi, Dillmann e Pietro Fittipaldi nas 5 primeiras posições, Já o suíço Delétraz largou muito mal e caiu para o 6ºlugar.

Na segunda volta em tentativa de Panis para passa Celis jr e acabaram de chocando com o Mexicano levando a pior ficando lá atrás, Com isso os pilotos lá atrás se aproximaram do piloto da Campeã Arden. Com essa pressão toda o filho de Olivier Panis acabou indo para os boxes consertar sua asa dianteira, obrigatória. Tom Dillmann partiu para o ataque em cima de Delétraz na disputa pelo 4ºlugar já que Pietro Fittipaldi passou ao 3ºlugar na frente de Delétraz e Dillmann que na pista ele efetuou na pista. Era a disputa do campeonato essa entre os dois. Enquanto isso Orudzhev tentar se recuperar na corrida. nada vez com essas história o piloto Russo Matevos Isaakyan e o Israelita da Lotus checa disputavam a liderança com o Roy atacando ao jovem que estava em sua primeira temporada na categoria.

f35_barcelona_2016-7

Na 4Volta Yu Kanamaru vai para os boxes com o carro da Equipe Ted Martin para ai sim fazer a parada obrigatória nos boxes. Os comissários da prova estavam julgando o Panis tentando passar Celis jr. Ao meu modo de entender algo que foi de corrida mesmo. Na entrada da volta 6 Louis Delétraz vai para a parada enquanto Dillmann ficava na pista assumindo o 4ºlugar. Dillmann fez a parada e voltou a frente Delétraz. 22 minutos para o final o líder Isaakyan da SMP Racing foi para os boxes deixando Nissany da Lotus checa na frente, 20 minutos para o final Roy Nissany foi para os boxes.

Thomas Randle que vinha em 1ºlugar com o carro da Comtec segurava a pressão do piloto da AVF que começava a ver sua situação melhor para a uma decisão do campeonato, Volta depois ele foi para os boxe a menos de 17 minutos do fim do campeonato assim como Celis jr. que foi punido com 10 segundos acrescidos no tempo final de corrida, a prova dele já tinha ido para o saco mesmo já que ele estava entre os últimos colocados da prova.

Faltando 15 minutos para o finala da prova a classificação estava assim: Dillmann – Nissany – Pietro Fittipaldi – Delétraz – Isaakyan – Binder – Vaxiviere – Orudzhev – Visser – Kanamaru – Aitken – Panis – Randle – Celis jr. – Cipriani – Baptista (Abandonou)

Com os resultados Dillmann era o campeonato, Mas com 15 minutos pela frente tudo poderia mudar como acabou mudando do grid de largada para o momento que estava a corrida naquele momento. Delétraz em 4º tinha que voar para passar Fittipaldi, Nissany e Dillmann para assegurar o campeonato o que era muito difícil ainda mais do que Isaakyan estava na sua cola no na disputa pelo 4ºlugar. Já o francês Matthieu Vaxiviere abandonou a corrida com problemas no seu carro da SMP Racing encerrando o seu ano de forma melancólica.

f35_barcelona_2016-3

com Delétraz longe da briga pela liderança ele precisava torcer para Nissany passasse Dillmann para ter a possibilidade de ser o campeão. E o piloto da Lotus checa vinha tirando a diferença que tinha para Dillmann e tinha tempo para um ataque decisivo a 10 minutos do final da prova. Panis foi punido com 20 segundos de acréscimo no tempo final de prova. Enquanto que Visser, Kanamaru e Aikten brigavam pelos últimos lugares na zona de pontuação. Já Tom Dillmann conseguia manter a diferença para Nissany restando 3 minutos para o final da última bateria do campeonato. Enquanto que Delétraz não conseguia sair do 4ºlugar e se quer se livrar de Isaakyan que continuava perto do piloto da Fortec.

Tom Dillmann segurou a 1ªposição até o final e com 1.4 segundos de diferença para Roy Nissany o piloto de 27 anos da equipe AVF conquistou a vitória e também levou o título da temporada 2016 da Formula V8 3.5! Seu adversário Louis Delétraz ficou mesmo em 4ºlugar atrás de Pietro Fittipaldi que conquistou o pódio na ultima etapa do campeonato fechando o ano em 10ºlugar no campeonato de pilotos. Isaakyan, Binder, Orudzhev que fez a melhor volta da corrida, Visser, Aitken e Kanamaru completaram os 10 primeiros colocados.

f35_barcelona_2016-4

Resultado final da última Etapa da Formula v8 3.5
Barcelona – Espanha

1 Tom Dillmann (AVF) a 39:47.303 – 25 Voltas
2 Roy Nissany (Lotus) a 1.405
3 Pietro Fittipaldi (Fortec) a 10.434
4 Louis Deletraz (Fortec) a 12.489
5 Matevos Isaakyan (SMP Racing) a 12.998
6 Rene Binder (Lotus) a 14.055
7 Egor Orudzhev (Arden) a 16.262
8 Beitske Visser (Ted Martin) a 39.609
9 Jack Aitken (RP Motorsport) a 41.250
10 Yu Kanamaru (Ted Martin) a 41.923
11 Tom Randle (Comtec) a 50.593
12 Aurelien Panis (Arden) a 1:02.624
13 Alfonso Celis (AVF) a 1:03.024
14 Giuseppe Cipriani (Durango) a 1 Volta
Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) a 10 Voltas
Jack Aitken (RP Motorsport) a 22 Voltas
1:33.239 – Egor Orudzhev – melhor volta da prova

Classificação final da Formula V8 – 3.5

1 Tom Dillmann 237
2 Louis Delétraz 230
3 Egor Orudzhev 193
4 Roy Nissany 189
5 Aurélien Panis 183
6 Matthieu Vaxivière 175
7 René Binder 161
8 Yu Kanamaru 85
9 Matevos Isaakyan 70
10 Pietro Fittipaldi 60
11 Alfonso Celis Jr. 55
12 Vitor Baptista 51
13 Beitske Visser 50
14 Johnny Cecotto Jr. 43
15 Jack Aitken 14
16 William Buller 7
17 Giuseppe Cipriani 6
18 Marco Bonanomi 3
19 Artur Janosz 2
20 Thomas Randle 0

Classificação das equipes:

1 Arden Motorsport 380
2 Lotus 348
3 AVF 292
4 Fortec Motorsports 290
5 SMP Racing 245
6 Teo Martín Motorsport 135
7 RP Motorsport 120
8 Durango Racing Team 6
9 Comtec Racing 0

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com

Automobilismo Internacional Formula 3.5 Fotos

Formula V8 – 7ºrodada Dupla em Monza – Vantagem de Dillmann cai para 11 pontos e Nissany e Orudzhev vencem

Published by:

A 7ªRodada Dulpa em Monza aconteceu nos dias 1º e 2 de Outubro

Grid de largada 13ª Corrida da Temporada de 2016
Formula V8 3.5
Monza – Itália

1    Roy Nissany    (Lotus)    1’33.646
2    Pietro Fittipaldi    (Fortec)    1’33.723
3    Rene Binder    (Lotus)    1’33.813
4    Louis Deletraz    (Fortec)    1’33.835
5    Egor Orudzhev    (Arden)    1’33.920
6    Aurelien Panis    (Arden)    1’34.070
7    Matthieu Vaxiviere    (SMP Racing)    1’34.112
8    Vitor Baptista    (RP Motorsport)    1’34.149
9    Tom Dillmann    (AVF)    1’34.169
10    William Buller    (RP Motorsport)    1’34.205
11    Beitske Visser    (Ted Martin)    1’34.338
12    Yu Kanamaru    (Ted Martin)    1’34.995
13    Alfonso Celis    (AVF)    1’35.117
14    Giuseppe Cipriani    (Durango)    1’37.281

Como foi a 13ªEtapa da Formula V8 3.5

formulav8_monza2016

Na largada Pietro Fittipaldi tinha assumindo a liderança, mas passou reto na primeira chicane deixando novamente a liderança com Roy Nissany seguido de Vaxiviere, Delétraz e Panis. Ainda nos primeiros movimentos o russo Egor Orudzhev foi para fora da pista. Pietro Fittipaldi caiu para o 5ºlugar com Binder ganhando a posição de Visser no começo da segunda volta.

Na segunda volta Giuseppe Cipriani acabou rodando de maneira perigosa e por muito pouco mesmo não acabou ele não se chocou com outros pilotos por trás, O piloto francês Matthieu Vaxiviere sofria a pressão de Louis Deletraz valendo a segunda posição da prova, Perto dos dois vinha Aurélien Panis em 4ºlugar com Pietro Fittipaldi bem longe em 5ºlugar segurando Binder, Visser, Kanamaru, Buller e Tom Dillmann. O líder do campeonato não estava bem colocado na prova.

Na reta dos boxes na entrada da volta 5 Delétraz pega o vacuo na reta e coloca de lado e mesmo com todo o esforço do piloto da SMP Racing acaba o piloto da Suíça tomando o segundo lugar. Já a piloto Beitske Visser que vinha bem colocada vazou a Chicane e acabou na volta perdendo posições para Kanamaru, Buller que estava correndo pela RP Motorsport e para Dillmann que subiu uma posição indo para o 9ºlugar.

Na 6ªVolta René Binder passou Pietro assumindo o 5ºlugar e Kanamaru que estava sendo pressionado pelo Buller já chegava em Fittipaldi mostrando o quanto o Brasileiro não tinha rendimento nas retas de Monza. Uma volta depois praticamente o Brasileiro perdeu posição também para Kanamaru.
Tom Dillmann perdeu várias posições caindo para o 13ºlugar.

formulav8_monza2016-2

Lá na Frente Nissany era o líder com Delétraz, Vaxiviere e Panis tentando alcançar o piloto da Lotus checa enquanto Pietro continuava a cair ainda mais perdendo posição para Visser e Orudzhev. Definitivamente era um dia bem ruim para o piloto da Fortec. Já Aurélien Panis quase bateu no Vaxiviere, O piloto da Arden conseguiu, na última hora evitar o choque e passar pela área de escape da segunda chicane do circuito e voltar sem qualquer problema e sem perder ou ganhar posição.

classificação após 9 Voltas: 1. Nissany – 2. Delétraz a 5.738 – 3. Vaxiviere a 7.575 – 4. Panis a 9.029 – 5. Binder a 12.416 – 6. Kanamaru a 17.302 – 7. Visser a 18.550 – 8. Orudzhev a 19.008 – 9. Fittipaldi a 19.750 – 10. Buller a 19.959 – 11. Baptista a 20.353 – 12. Celis jr. a 22.295 – 13. Cipriani a 49.117 – 14. Dillmann a 1 Volta

A situação de Dillmann era dramática visto que Delétraz e Panis iriam tirar muito de sua vantagem na liderança do campeonato enquanto que Vaxiviere iria ser investigado depois da corrida por um incidente na curva 1. Enquanto isso chegando a metade da corrida continuava o calvário de Pietro Fittipaldi que vinha sendo pressionado por William Buller que estava muito mais rápido e por consequência estavam chegando na disputa o Vitor Baptista e o Mexicano Alfonso Celis jr.

Delétraz em segundo abria uma boa distância para Vaxiviere que estava vendo no seu retrovisor ao Panis e ao Binder que vinha na pressão em cima do piloto da Arden começo da segunda metade de corrida. Binder abriu fogo para cima de Panis que já tinha uma postura defensiva ainda mais que o líder do campeonato muito possivelmente não faria pontos. Ao mesmo tempo Orudzhev passou Visser assumindo a 7ªposição.

E continuava a briga entre o francês da equipe Arden e o Austríaco da equipe Lotus que fez uma tentativa de ultrapassagem que foi impedida por Panis. Com isso Vaxiviere agradecia porque ele acabou escapando na terceira posição. Binder vinha mais rápido que Panis, Mas não era o bastante para uma ultrapassagem. Enquanto que Nissany tinha quase 10 segundos sobre Delétraz que estava em segundo. Binder chegou a Passar Aurélien Panis que deu o troco em cima do Austríaco da Lotus checa o que fez o piloto da Arden voltar ao 4ºlugar. Mais atrás Vitor Baptista que vinha apagado na prova resolveu aparecer e ultrapassou a Buller e Celis jr. assumindo o 10ºlugar e partindo para cima de Fittipaldi na luta pelo 9ºlugar.

formulav8_monza2016-3

Classificação após 22 voltas: 1. Nissany, 2. Delétraz a 11.274 – 3. Vaxiviere a 17.047 – 4. Panis a 21.987 – 5. Binder a 22.736 – 6. Kanamaru a 30.233 – 7. Visser a 31.633 – 8. Orudzhev a 34.347 – 9. Baptista a 41.914 – 10. Fittipaldi a 45.006 – 11. Celis jr. a 45.306 – 12. Buller a 45.587 – 13. Cipriani a 1 Volta – 14. Dillmann a 1 Volta. O Brasileiro Vitor Baptista passou Pietro Fittipaldi e se mandou na 9ªposição com o Pietro sofrendo pressão de Celis jr. e Buller na disputa pelo 10ºlugar. acabou ambos passando Pietro deixando o Brasileiro que largou na pole position de fora da zona de pontuação.

Dillmann passou a Cipriani tomando o 13ºlugar. No final de prova já com o cronometro zerado. Binder tentava passar Panis na disputa do 4ºlugar. Enquanto que Visser que vinha em uma sólida 7ªposição acabou rodando e deixando a prova possivelmente com problemas em seu carro.

Roy Nissany praticamente de ponta a ponta conquista a sua 3ªVitória na temporada com 12 segundos na frente de Delétraz que marca importantes 18 pontos no campeonato fazendo a diferença dele para Dillmann cair de 40 para 22 pontos, Apesar de não ter ido ao pódio o piloto da Arden Aurélien Panis teve motivos para festejar pois os 12 pontos pelo suado 4 º que também fazia o piloto Francês tirar 12 pontos da desvantagem que ele tinha sobre Tom Dillmann. Panis ficou na frente de Binder por meio segundo de distância.

formulav8_monza2016-1

Kanamaru, Orudzhev, Baptista, Celis jr. e Buller que veio da Super Formula para disputar essa corrida completaram a zona de pontuação.

Resultado final da 13ª Corrida da Temporada de 2016
Formula V8 3.5
Monza – Itália

1    Roy Nissany    (Lotus)    42:03.914 – 26 Voltas
2    Louis Deletraz    (Fortec)    a 12.422
3    Matthieu Vaxiviere    (SMP Racing)    a 19.343
4    Aurelien Panis    (Arden)    a 26.918
5    Rene Binder    (Lotus)    a 27.481
6    Yu Kanamaru    (Ted Martin)    a 32.082
7    Egor Orudzhev    (Arden)    a 42.083
8    Vitor Baptista    (RP Motorsport)    a 48.757
9    Alfonso Celis    (AVF)    a 51.242
10    William Buller    (RP Motorsport)    a 53.848
11    Pietro Fittipaldi    (Fortec)    a 55.489
12    Tom Dillmann    (AVF)    a 1:43.608
13    Giuseppe Cipriani    (Durango)    a 1 Volta
14    Beitske Visser    (Ted Martin)    a 2 Voltas
Melhor Volta da prova: 1:36.331 Roy Nissany

Classificação do Campeonato após 13 corridas:

1. Tom Dillmann (AVF) 189
2. Louis Delétraz (Fortec) 167
3. Aurélien Panis (Arden) 159
4. Roy Nissany (Lotus) 157
5. Matthieu Vaxiviere (SMP Racing) 145
6. René Binder (Lotus) 119
7. Egor Orudzhev (Arden) 98
8. Yu Kanamaru (Ted Martin) 61
9. Alfonso Celis jr. (AVF) 52
10. Johnny Cecotto jr. (RP Motorsport) 43
11. Vitor Baptista (RP Motorsport) 42
12. Beitske Visser (Ted Martin) 25
13. Pietro Fittipaldi (Fortec) 24
14. Matevos Isaakyan (SMP Racing) 17
15. Giuseppe Cipriani (Durango) 6
16. Marco Bonanomi (RP motorsport) 3
17. Artur Janosz (RP motorsport) 2
18. William Buller (RP motorsport) 1

Grid de largada – 14ª Corrida da Temporada de 2016
Formula V8 3.5
Monza – Itália

1    Roy Nissany    (Lotus)    1’34.798
2    Rene Binder    (Lotus)    1’34.978
3    William Buller    (RP Motorsport)    1’35.232
4    Tom Dillmann    (AVF)    1’35.269
5    Egor Orudzhev    (Arden)    1’35.281
6    Pietro Fittipaldi    (Fortec)    1’35.374
7    Yu Kanamaru    (Ted Martin)    1’35.418
8    Louis Deletraz    (Fortec)    1’35.488
9    Beitske Visser    (Ted Martin)    1’35.533
10    Matthieu Vaxiviere    (SMP Racing)    1’35.670
11    Vitor Baptista    (RP Motorsport)    1’35.692
12    Alfonso Celis    (AVF)    1’36.722
13    Aurelien Panis    (Arden)    1’36.847
14    Giuseppe Cipriani    (Durango)    1’38.007

Como foi a 14ªEtapa da Formula V8 3.5

O pole position Roy Nissany acabou tendo problemas e ficou parado quando foi ordenado os pilotos partirem para a volta de apresentação fazendo com que ele fosse largar dos boxes o que deixava Rene Binder em ótima situação largando na frente tendo o piloto da Super Formula William Buller sendo o piloto a largar na 2ªposição.

Na Largada um acidente irônico envolvendo Alfonso Celis jr. que foi tocado por trás pelo Aurélien Panis que abandonou a corrida, Isso fez o Satefy car entrar  para organizar a bagunça, Na primeira chicane Vaxiviere acaba tocado e passando pela chicane o carro dele solta, Fazendo ele perder várias posições. Com tudo isso Orudzhev se deu bem e assumiu a primeira posição com Binder em 2º, Delétraz em 3º, Dillmnann em 4º, Visser em 5º e depois os dois pilotos Brasileiros (Fittipaldi e Baptista) em 6º e 7ºlugares respectivamente. Buller que largou em 2º caiu para a 9ªposição. (Não é a toa que ele toma pau na Super Formula lá no Japão)

formulav8_monza2016-4

Depois de longos 15 minutos de Safety Car a corrida começou de fato na 6ªVolta com Orudzhev mantendo a liderança com Binder em 2º, Delétraz em 3º. Enquanto que Vaxiviere já foi para os boxes para fazer a parada nos boxes obrigatória. Enquanto que Roy Nissant vinha feito um foguete lá atrás passando todos os adversário um seguido do outro. Até quando ele foi para os boxes para a parada obrigatória.

Já Pietro Fittipaldi foi para cima de Tom Dillmann na disputa pelo quarto lugar. Delétraz em 3ºlugar e Celis jr. foram para os boxes para a parada obrigatória. A briga da prova era entre o líder do campeonato e o Neto de Emerson Fittipaldi enquanto que Binder também não deixava o Russo Orudzhev da equipe Arden em paz. A 19 minutos do final Pietro Fittipaldi foi para os boxes. Binder e Dillmann foi para os boxes deixando apenas Egor Orudzhev e Yu Kanamaru ainda com a obrigação de ir para os boxes.

Na Volta a pista o piloto Austríaco jogou duro para manter posição em cima de Delétraz e Fittipaldi. Orudzhev foi para os boxes e voltou na frente de Binder no que pode representar dependendo da parada do piloto Japonês em uma liderança da corrida para o piloto da Rússia no circuito de Monza.

Vitor Baptista e William Buller disputavam a 6ªposição logo atrás dos dois pilotos da Fortec que estavam pela primeira vez na temporada andando juntos em uma corrida. A 13 minutos do final Kanamaru vai para os boxes. Foi por pouco que o piloto Japonês voltou na liderança da corrida, Mas acabou indo para o 5ºlugar. Na saída da primeira chicane o Brasileiro Vitor Baptista acabou rodando e ficou parado após ter conseguido a 6ªposição.

Restando 10 minutos para o final todos o pelotão estava muito junto com Orudzhev e Binder um pouco mais a frente seguido de Delétraz e Fittipaldi e depois vinha Kanamaru e Buller.

Dillmann e Nissany disputavam a 7ªposição. O piloto da AVF foi duro na defesa de ultrapassagem fazendo com que o piloto Israelita da Lotus checa saisse para a área de escape da segunda chicane. A defesa de Dillmann não ajudou muito até porque Nissany com mais carro tomou o 7ºlugar e tentaria subir ainda mais. Já Vaxiviere não iria a lugar nenhum sendo o único piloto da SMP Racing nesse final de semana.

Kanamaru sofria uma certa pressão de Buller que queria tomar o 5ºposto do piloto Japonês que fazia uma boa corrida e um bom final de semana pelo carro da Ted Martin, Mas o piloto vindo da Super Formula acabou surpreendido pelo Roy Nissany que passou por cima do piloto da RP Motorsport que sobrou na corrida e assumiu o 6ºlugar o que não satisfaria ao piloto da Lotus checa que iria para cima de Kanamaru buscando um 5ºlugar que era bem possível visto o foguete que a Lotus tinha em Monza.

A 3 minutos do final Binder tenta um ataque em cima de Egor Orudzhev buscando a vitória com Delétraz tranquilo em 3º e Pietro Fittipaldi em 4º já um pouco ameaçado por Kanamaru e Nissany que travam um belo duelo pelo 5ºlugar na reta final de prova. Apesar de toda a velocidade do piloto de Israel o Japonês não deixava a peteca cair e de forma valente e heroica segurava a colocação e tentaria um ataque em cima de Fittipaldi que rapidamente o piloto da Fortec conseguiu segurar.

formulav8_monza2016-6

Ao final da prova a vitória ficou para Egor Orudzhev. Acabou tendo sua 3ªVitória nessa temporada com Rene Binder em segundo lugar e Louis Delétraz completando o pódio reduzindo a diferença entre ele e o líder do campeonato Tom Dillmann que terminou em 8ºlugar para apenas 11 pontos  de diferença em um final de semana desastroso para o piloto da AVF.

Bela corrida de Pietro Fittipaldi que finalmente conseguiu andar na mesma badalada de Louis Delétraz nessa temporada chegando ao 4ºlugar na frente de Yu Kanamaru que resistiu aos ataques de Roy Nissany que conseguiu fazer uma boa recuperação levando o 6ºlugar em um final de semana que poderia ter sido de duas vitórias do piloto da Lotus checa. Williams Buller em corrida melhor em 7º, Dillmann, Visser e Celis jr. fecharam a zona de pontuação.

formulav8_monza2016-5

Resultado final da 14ª Corrida da Temporada de 2016
Formula V8 3.5
Monza – Itália

1    Egor Orudzhev    (Arden)        41:44.066 – 22 Voltas
2    Rene Binder    (Lotus)    a 0.965
3    Louis Deletraz    (Fortec)    a 4.106
4    Pietro Fittipaldi    (Fortec)    a 6.725
5    Yu Kanamaru    (Ted Martin)    a 8.221
6    Roy Nissany    (Lotus)    a 8.856
7    William Buller    (RP Motorsport)    a 9.265
8    Tom Dillmann    (AVF)    a 9.898
9    Beitske Visser    (Ted Martin)    a 15.013
10    Alfonso Celis jr.   (AVF)    a 24.692
11    Giuseppe Cipriani    (Durango)    a 47.234

Não Completaram a corrida:

Matthieu Vaxiviere    (SMP Racing)    a 7 Voltas
Vitor Baptista    (RP Motorsport)    a 9 Voltas
Aurelien Panis (Arden) a 22 Voltas
Melhor Volta: Roy Nissany 1:36.256

Classificação do Campeonato após 14 corridas:

1. Tom Dillmann (AVF) 193
2. Louis Delétraz (Fortec) 182
3. Roy Nissany (Lotus) 165
4. Aurélien Panis (Arden) 159
5. Mattihieu Vaxiviere (SMP Racing) 145
6. René Binder (Lotus) 137
7. Egor Orudzhev (Arden)) 123
8. Yu Kanamaru (Ted Martin) 71
9. Alfonso Celis jr. (AVF) 53
10. Johnny Cecotto jr. (RP Motorsport) 43
11. Vitor Baptista (RP Motorsport) 42
12. Pietro Fittipaldi (Fortec) 36
13. Beitske Visser (Ted Martin) 27
14. Matevos Isaakyan (SMP Racing) 17
15. William Buller (RP Motorsport) 6
16. Giuseppe Cipriani (Durango) 6
17. Marco Bonanomi (RP Motorsport) 3
18. Artur Janosz (RP Motorsport) 2

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com

Automobilismo Internacional Formula 3.5 Fotos

Formula V8 3.5 – confira como foi a Etapa 4 em Paul Ricard

Published by:

Provas realizadas nos dias 24 e 25 de Junho

Grid de largada da 7ªCorrida da Temporada
Formula V8 3.5 – Paul Ricard

1    Matthieu Vaxiviere    (SMP Racing)    1’49.087
2    Roy Nissany    (Lotus)    1’49.257
3    Egor Orudzhev    (Arden)    1’49.326
4    Rene Binder    (Lotus)    1’49.356
5    Louis Deletraz    (Fortec)    1’49.610
6    Aurelien Panis    (Arden)    1’49.944
7    Tom Dillmann    (AVF)    1’50.004
8    Yu Kanamaru    (Ted Martin)    1’50.080
9    Vitor Baptista    (RP Motorsport)    1’50.145
10    Beitske Visser    (Ted Martin)    1’50.176
11    Alfonso Celis    (AVF)    1’50.234
12    Matevos Isaakyan    (SMP Racing)    1’50.287
13    Pietro Fittipaldi    (Fortec)    1’50.290
14    Artur Janosz    (RP Motorsport)    1’51.118
15    Giuseppe Cipriani    (Durango)    1’54.670

Como foi a sétima etapa

Antes da Largada o piloto da Arden Aurélien Panis vai para os boxes perdendo o 6ºlugar no grid de largada tendo de largar dos boxes só depois do último carro passar. A primeira largada acabou não valendo porque o carro do piloto Russo Matevos Isaakyan acabou parado e se quer conseguiu largar. Acabou o russo conseguindo largar e se juntar a Panis para a largada nos boxes deixando apenas 13 pilotos para largarem em suas posições originais.

Na Largada que valeu Orudzhev largou muito bem pulando de 3º para a primeira posição seguido de Vaxiviere e os pilotos da Lotus que estavam disputando o 3ºlugar com vantagem para Nissany, Logo Vaxiviere foi para cima do piloto Russo da Arden em busca da recuperação da primeira colocação. Ainda na primeira volta Yu Kanamaru fez bonita ultrapassagem sobre o Suíço Louis Delétraz ganhando o 7ºlugar no começo da segunda parte da primeira volta.

O francês Matthieu Vaxiviere colocava enorme pressão em Egor Orudzhev e ao final da segunda volta a ultrapassagem do piloto da SMP Racing acontece o que fez ele retornar a primeira posição com Orduzhev em segundo e Nissany em 3ºlugar com a Lotus checa que acabou por fazer a volta mais rápida da prova com 1:54.056 na segunda volta.

O Líder do campeonato Tom Dillmann estava em 5ºlugar tentando chegar no Austríaco Rene Binder para disputar o 4ºlugar. OS dois brasileiros estavam lá atrás com Pietro Fittipaldi em 10ºlugar e Vitor Baptista em 11ºlugar ambos disputando os últimos lugares na zona de pontuação. Na frente Vaxiviere estava na frente

com pouco mais de 1 segundo sobre Orudzhev que também estava vendo Roy Nissany de Israel por perto em 3ºlugar, E depois vinham Rene Binder e Tom Dillmann ainda acompanhando de longe os primeiros colocados. Disputando o 6ºlugar o piloto Japonês da Equipe de Ted Martin segurava Delétraz da equipe Fortec.

Com 25 minutos mais uma volta de corrida dos 38 minutos previstos visto que 2 minutos foram excluídos devido a volta de apresentação de acréscimo que teve nessa primeira corrida do final de semana. Após 7 voltas a classificação era essa: 1. Vaxiviere, 2. Orudzhev a 1.333 , 3. Nissany a 2.325, 4. Binder a 3.819 , 5. Dillmann a 5.296 , 6. Kanamaru a 8.696 , 7. Deletraz a 9.162 , 8. Visser a 12.773 , 9. Celis jr. a 14.994, 10. Fittipaldi a 15.987 , 11. Baptista a 16.397 , 12. Panis a 17.180 , 13. Isaakyan a 17.884, 14. Janosz a 18.974, 15. Cipriani a 29.994.

Pelo que se via na prova era que o piloto Francês estava com a corrida sob controle, toda a vez que o Russo tirava alguma vantagem lá vinha Vaxiviere e coloca uma volta colocando mais de meio segundo jogando por terra a reação do piloto da equipe Arden. Enquanto isso o Brasileiro Pietro Fittipaldi que vinha em 10ºlugar foi tocado pelo Vitor Baptista no que resultou no abandono do piloto da Fortec.

Até que na 10ªVolta Orudzhev foi para cima de Vaxiviere e conseguiu retornar a primeira posição e por pouco não perder essa posição pois curvas depois o piloto da Arden passou do ponto e acabou indo um pouco para fora da pista. Na entrada da 11ªVolta Roy Nissany também deixou Vaxiviere assumindo o segundo lugar com a Lotus checa e da forma que estava seu desempenho caiu drasticamente.

Disputando o 10ºlugar os pilotos Matevos Isaakyan e Alfonso Celis jr. enquanto que René Binder chegou em Vaxiviere para tomar o 3ºlugar e deixar o Francês de fora do pódio na entrada da 14ªVolta. Na disputa pela primeira posição Nissany tentava um ataque em cima do piloto Russo que com 1:52.801 fez a melhor volta da prova na 14ªpassagem enquanto que Nissany chega a sair de lado para acompanhar o piloto da Arden enquanto isso Dillmann estava prestes a tomar o 4ºlugar de Vaxiviere.

Classificação após 14 voltas: 1.Orudzhev – 2. Nissany a 0.974 – 3. Binder a 5.806 – 4. Vaxiviere a 6.746 – 5. Dillmann a 7.156 – 6. Kanamaru a 11.529 – 7. Delétraz a 11.703 – 8. Visser a 17.075 – 9. Panis a 19.822 – 10. Isaakyan a 22.440 – 11. Celis a 23.678 – 12. Janosz a 27.350 – 13. Cipriani a 48.319

Orudzhev passou por fora dos limites da pista perdendo três pedaços do seu carro o que poderia criar problemas para o piloto da Arden, Nisso o Israelita Roy Nissany continua na pressão teoricamente com mais carro que o piloto da Rússia.

A 7 minutos do final Vaxiviere perdeu a posição para Dillmann caindo para o 5ºlugar.

O piloto Polônes Artur Janosz que substituiu a Johnny Cecotto jr. estava em 12ºlugar na frente apenas do Veterano Giuseppe Cipriani. Continuava a disputa entre Kanamaru e Delétraz pela 6ªposição em uma disputa que foi desde da primeira volta com vantagem para o bom piloto Japonês enquanto que Nissany partiu para o ataque em cima de Orudzhev definitivamente a menos de 4 décimos atrás do piloto da Arden Motorsport.

Nissany tentou o ataque na última curva faltando 12 segundos para o final da prova e acabou que ele e Orudzhev bateram e se chocaram com o Russo ficando na frente e Nissany sem qualquer dano que comprometesse seu desempenho partiu para o ataque em cima de Orudzhev, Entrando na volta final tentando colocar seu carro em condições de ultrapassagem e com o Russo fazendo a defesa de forma perfeita.

Depois disso Egor Orudzhev conseguiu segurar a primeira posição conquistando a segunda vitória na temporada sendo o primeira a ter 2 vitórias na temporada com Roy Nissany em segundo lugar a 541 milésimos, Rene Binder completou o pódio na 3ªposição.

Tom Dillmann fez uma prova discreta e levou o carro da AVF para o 4ºlugar na frente de Matthieu Vaxiviere que foi caindo, caindo até que no final acabou ficando apenas em 5ºlugar. No final da prova Delétraz finalmente deu o troco em Kanamaru recuperando a 6ªposição. Completando a zona de pontuação os pilotos Yu Kanamaru, Aurelien Panis, Beitske Visser e Matevos Isaakyan.

Resultado final da 7ªCorrida da Temporada

1    Egor Orudzhev        (Arden)        41:42.225 e 22 Voltas
2    Roy Nissany        (Lotus)        a    0.541
3    Rene Binder        (Lotus)        a    5.647
4    Tom Dillmann        (AVF)        a    6.572
5    Matthieu Vaxiviere    (SMP Racing)    a    18.289
6    Louis Deletraz        (Fortec)    a    18.398
7    Yu Kanamaru        (Ted Martin)    a    19.218
8    Aurelien Panis        (Arden)        a    19.642
9    Beitske Visser        (Ted Martin)    a    21.571
10    Matevos Isaakyan    (SMP Racing)    a    23.606
11    Alfonso Celis        (AVF)        a    26.242
12    Artur Janosz        (RP Motorsport)    a    36.470
13    Giuseppe Cipriani    (Durango)    a    1:08.212

Não Terminaram a corrida:

Vitor Baptista        (RP Motorsport)     a 11 Voltas
Pietro Fittipaldi    (Fortec)     a 14 Voltas

Classificação do Campeonato pós 7 corridas:

1. Tom Dillmann 124
2. Louis Delétraz 85
3. Aurélien Panis 80
4. Matthieu Vaxiviere 73
5. Rene Binder 66
6. Roy Nissany 56
7. Egor Orudzhev 52
8. Johnny Cecotto jr. 43
9. Yu Kanamaru 39
10.Alfonso Celis r. 28
11.Vitor Baptista 25
12.Beitske Visser 15
13. Pietro Fittipaldi 10
14. Giuseppe Cipriani 6
15. Matevos Isaakyan 2

Grid de largada da 8ªCorrida da Temporada
Formula V8 3.5 – Paul Ricard

1    Roy Nissany        (Lotus)        1’47.933
2    Egor Orudzhev        (Arden)        1’48.266
3    Louis Deletraz        (Fortec)    1’48.532
4    Matevos Isaakyan    (SMP Racing)    1’48.574
5    Aurelien Panis        (Arden)        1’48.762
6    Rene Binder        (Lotus)        1’48.896
7    Alfonso Celis        (AVF)        1’48.921
8    Tom Dillmann        (AVF)        1’48.981
9    Matthieu Vaxiviere    (SMP Racing)    1’49.090
10    Vitor Baptista        (RP Motorsport)    1’49.330
11    Pietro Fittipaldi    (Fortec)    1’49.359
12    Artur Janosz        (RP Motorsport)    1’49.422
13    Beitske Visser        (Ted Martin)    1’49.881
14    Giuseppe Cipriani    (Durango)    1’53.144
15    Yu Kanamaru        (Ted Martin)    Sem Tempo

Como foi a oitava etapa

Na largada entre Nissany e Orudzhev acabou o piloto de Israel mantendo a liderança com Orudzhev e Delétraz logo a seguir e uma imensa disputa mais atrás com Tom Dillmann em 7ºlugar não estando em bons lençóis no começo de prova.

Nissany começava a tentar impor um ritmo alucinante e dessa forma abrir o máximo possível de Egor Orudzhev que buscava permanecer em 2ºlugar que estava sendo visado por Delétraz que era o vice-líder do campeonato e precisava aproveitar que Tom Dillmann estava em posição não muito favorável para que ele tirasse parte dos 39 pontos de distância que separava ele do piloto Francês. Aurélien Panis se defendeu bem do ataque de Binder valendo o 4ºlugar no começo da terceira volta.

Dillmann em 7º estava mais para Isaakyan do que para passar Vaxiviere que eram ambos pilotos da SMP Racing e o líder do campeonato sendo o recheio do Sanduíche enquanto que por fora no final de uma reta Vitor Baptista passou Pietro Fittipaldi assumindo o 9ºlugar.

Sem querer mais ser o recheio Dillmann foi para os boxes sendo o primeiro a realizar a parada obrigatória o que era uma chance para ele sair dessa dupla da equipe SMP Racing, Com 10 minutos de corrida Nissany não conseguiu abrir uma grande diferença para Orudzhev e Delétraz que vinham perto sem ameaçar o líder da prova, No 12ºminuto de corrida Panis e Fittipaldi foram para os boxes.

Já o Brasileiro Vitor Baptista em bom momento na prova começou a buscar os dois pulotos da equipe SMP Racing buscando um posicionamento melhor na prova. O polonês Artur Janosz fez sua parada nos boxes obrigatória assim como um piloto da SMP Racing e da Ted Martin fizeram o mesmo.

A menos de 25 minutos do final Delétraz que estava em 3ºlugar parou nos boxes sendo o primeiro dos líderes a fazer a sua troca obrigatória enquanto que Nissany e Orudzhev continuavam a prolongar a parada nos boxes. Nissany tinha uma vantagem até que razoável em cima do piloto da SMP Racing que buscava a segunda vitória assim como Nissany na categoria, Além deles os pilotos Rene Binder, Alfonso Celis jr. e Yu Kanamaru que largou do último lugar no Grid de largada não tinham feito a parada obrigatória, Já Delétraz em 6º era o primeiro piloto dos que pararam nos boxes com Panis e Dillmann logo a seguir.

Rene Binder foi para os boxes ao restarem 21 minutos para o final da corrida, Na 11ªVolta Nissany erra a chicane e perde tempo, Assim mesmo ainda manteve a liderança da corrida mas tendo muita ameaça do Russo Orudzhev enquanto que Vitor Baptista que vinha fazendo até uma corrida decente acabou abandonando a prova.

Mais da Metade da prova já tinha passado e nada de Nissany e de Orudzhev pararem o que poderia beneficiar Delétraz que vinha andando muito rápido, Celis e Kanamaru também não tinham parado nos boxes. A 15 minutos e meio do final dos 40 minutos o piloto da Arden acaba parando nos boxes e acabou voltando atrás do piloto da Fortec no que significava que Delétraz tinha acertado na sua tática de corrida e na hora de Nissany, Celis jr. e Kanamaru pararem a liderança seria do piloto Suíço caso não tivesse surpresas nas paradas dos boxes.

Visto que não adiantava ficar mais tempo sem a parada Nissany foi para os boxes assim como Celis jr. e Kanamaru. E não adiantou mesmo já que Delétraz com o carro da Fortec assumiu a liderança da prova com Nissany voltando em 2º e Orduzhev em 3ºlugar na cola do piloto da Lotus checa e a pressão não era pouca não a 12 minutos do final da prova que tinha além desses 3 nos lugares do pódio tinham Panis, Binder, Dillmann, Fittipaldi, Celis, Kanamaru e Visser nas 10 primeiras posições.

E a pressão de Egor continuava sobre o Israelita pelo segundo lugar e que valia pontuação no campeonato mesmo eles estando atrás de Dillmann que vinha não só em corrida discreta como em um final de semana discreto, Já Delétraz vinha com uma grandiosa diferença para os seus adversários mais próximos que se digladiavam pelo 2ºposto.

Na 19ªVolta Matthieu Vaxiviere com muitos problemas na segunda Bateria acabou deixando a corrida, A poucos minutos do final o Suíço já vinha administrando a sua grande diferença para Nissany que conseguiu abrir pequena, Mas importante diferença Para Orduzhev Classificação após 18 Voltas: 1. Delétraz – 2. Nissany a 6.192 – 3. Orudzhev a 7.661 – 4. Panis a 13.302 – 5. Binder a 14.675 – 6. Dillmann a 18.341 – 7. Fittipaldi a 22.464 – 8. Celis jr, 24.485 – 9. Janosz a 29.503 – 10. Kanamaru a 31.759 – 11. Visser a 32.646 – 12. Isaakyan a 34.646 – 13. Vaxiviere a 40.841.

No final da prova acabou o Japonês Kanamaru saindo da pontuação a ser ultrapassada pela Holandesa Beitske Visser que tomou o 10ºlugar em uma disputa caseira por posição. Com menos de 2 minutos para o final da prova, O piloto da Fortec Louis Delétraz estava com a prova ganha com Nissany que já tinha se estabilizado na segunda posição e Orudzhev que não tinha mais carro para acompanhar Nissany e tendo o trabalho de manter a confortável distância que ele  tinha para Panis que vinha em boa 4ªposição.

Ao final da prova a vitória ficou com o Suíço Louis Delétraz que se junta a Egor Orudzhev como os maiores vencedores da temporada com 2 vitórias e além disso tira uma bela diferença para Tom Dillmann que não teve um final de semana dos melhores do campeonato. O pódio foi completado pelo piloto da Lotus checa o Israelita Roy Nissany e o Russo da Equipe Arden Egor Orduzhev.

formulav8_paulricard-1

Resultado final da 8ªCorrida da Temporada

1    Louis Deletraz    (Fortec)    43:44.351 em 23 Voltas
2    Roy Nissany    (Lotus)    a    2.878
3    Egor Orudzhev    (Arden)    a    9.722
4    Aurelien Panis    (Arden)    a    13.381
5    Rene Binder    (Lotus)    a    14.317
6    Tom Dillmann    (AVF)    a    22.114
7    Pietro Fittipaldi    (Fortec)    a    23.489
8    Alfonso Celis    (AVF)    a    24.984
9    Artur Janosz    (RP Motorsport)    a    32.318
10    Beitske Visser    (Ted Martin)    a    37.204
11    Yu Kanamaru    (Ted Martin)    a    39.792
12    Matevos Isaakyan    (SMP Racing)    a    40.632
13    Giuseppe Cipriani    (Durango)    a    1:37.173

Não Terminaram a corrida:

Matthieu Vaxiviere    (SMP Racing)    a 5 Voltas
Vitor Baptista    (RP Motorsport)    a 14 Voltas

Classificação do Campeonato após 8 corridas

1. Tom Dillmann 132
2. Louis Delétraz 110
3. Aurélien Panis 92
4. Rene Binder 76
5. Roy Nissany 74
6. Matthieu Vaxiviere 73
7. Egor Orudzhev 67
8. Johnny Cecotto jr. 43
9. Yu Kanamaru 39
10. Alfonso Celis jr. 32
11. Vitor Baptista 25
12. Pietro Fittipaldi 16
13. Beitske Visser 16
14. Giuseppe Cipriani 6
15. Artur Janosz 2
16. Matevos Isaakyan 2

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com

F1 Formula 1 Formula 1 - 1987 Fotos História

Corridas Históricas – GP da Áustria de 1987 – Formula 1

Published by:

Grid de Largada:

1 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’23.357
2 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’23.459
3 Gerhard Berger (Ferrari) 1’24.213
4 Thierry Boutsen (Benetton/Ford) 1’24.348
5 Teo Fabi (Benetton/Ford) 1’25.054
6 Michele Alboreto (Ferrari) 1’25.077
7 Ayrton Senna (Lotus/Honda) 1’25.492
8 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’25.766
9 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’26.170
10 Andrea de Cesaris (Brabham/BMW) 1’27.672
11 Derek Warwick (Arrows/Megatron) 1’27.762
12 Eddie Cheever (Arrows/Megatron) 1’28.370
13 Satoru Nakajima (Lotus/Honda) 1’28.786
14 Stefan Johansson (McLaren/TAG) 1’29.003
15 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’29.435
16 René Arnoux (Ligier/Megatron) 1’29.733
17 Martin Brundle (Zakspeed) 1’29.893
18 Piercarlo Ghinzani (Ligier/Megatron) 1’30.682
19 Adrián Campos (Minardi/Motori Moderni) 1’30.797
20 Christian Danner (Zakspeed) 1’31.015
21 Alex Caffi (Osella/Alfa Romeo) 1’32.313
22 Philippe Alliot (Lola/Ford) 1’33.741
23 Ivan Capelli (March/Ford) 1’34.199
24 Jonathan Palmer (Tyrrell/Ford) 1’34.619
25 Philippe Streiff (Tyrrell/Ford) 1’35.338
26 Pascal Fabre (AGS/Ford) 1’40.633


Mansell vence em Osterreichring e conquista 15 pontos em um dia na Áustria

Em um campeonato chegando na sua parte decisiva Nelson Piquet era o líder do campeonato com 2 vitórias e 1 Segundo lugar nas últimas 3 corridas e com 2 abandonos de Mansell. Ou seja o Momento do piloto de 35 anos estava melhor do que do leão. A prova que vamos comentar a seguir foi uma das mais confusas da história da categoria a começar por Stefan Johansson com a Mclaren atropelando um servo durante os treinos livres do GP da Áustria, Senna também atropelou um animal que foi um Rato que entrou na pista e claro que comprometeu o trabalho do piloto da Lotus.

Piquet largaria na pole com Mansell em segundo, A Williams sobrou nos treinos tanto é que o 3ºlugar no Grid de largada o Austríaco Gerhard Berger ficou a 0.8 segundos do pole, Completando os 6 primeiros colocados vinham Boutsen e Fabi da Equipe Benetton e Alboreto com a Ferrari, Senna vai largar em 7ºlugar e as Mclarens foram a decepção com Alain Prost largando em 9ºlugar e Stefan Johansson ficou pior ainda largando do 14ºlugar.

Na primeira largada hum grande acidente envolveu vários carros na largada no que acabou acarretando na interrupção da prova. Os dois pilotos da Tyrrell tiveram seus carros mais danificados, Piercarlo Ghinzani também foi envolvido nesse acidente quem começou esse acidente foi o Martin Brundle que bateu no final da reta dos boxes.

Resultado disso foi que os pilotos foram novamente para o Grid de largada para a segunda largada e fizeram todo esse procedimento o que demorou por cerca de meia hora pelo menos.
na Segunda largada e o carro de Nigel Mansell ficou lento e foi ultrapassado por todos os pilotos até o meio do pelotão e dai um dos pilotos Brabham fechou para uma Arrows e dai a Mclaren acabou Batendo e numa reação em cadeia vários pilotos bateram e com isso provocaram um dos acidentes mais impressionantes dos anos 80 da Formula 1 inutilizando vários pilotos o que provocou a anulação dessa segunda largada, Alguns pilotos que se acidentaram pela segunda vez ficaram sem carro para fazer uma terceira largada no que significaria que ele não poderiam disputar o GP da Áustria devido aos vários danos em seus carros (Exemplo disso foi Phillipe Streiff da Tyrrell perderam 3 carros com essa brincadeira o piloto Francês não foi para a terceira largada)

Austrian1987 (16)

Depois de que retiraram todos os carros acidentados o grid foi remontado e depois de mais de 1 hora de atraso foi dada uma terceira volta de apresentação e iriam para uma terceira largada.
Essa 3º largada valeu com apenas 25 pilotos no grid de largada já que Streiff ficou de fora sem condições de correr (Não teve carro para isso depois dos dois acidentes na largada) Alain Prost acabou não conseguindo partir na volta de apresentação e que largou da entrada dos boxes e Alboreto foi para os boxes depois da volta de apresentação.

Finalmente falando dessa largada manteve-se na liderança Nelson Piquet com Thierry Boutsen e Gerhard Berger escalando o Inglês Nigel Mansell que caiu para o 4ºlugar, Senna largou muito mal caindo para o 18ºlugar ao final da primeira volta atrás de Alain Prost que estava em 17ºlugar no final da primeira volta.

Adrian Campos chegou a ocupar o 10ºlugar com a Minardi- Motori Moderni e Capelli com a March-Ford em 11ºlugar. Boutsen partiu para o ataque em cima de Piquet de forma surpreendente até porque não tinha naquele momento o Ford Turbo que era menos potente que o Honda Turbo e o carro da Williams era o melhor conjunto do ano, Berger vinha um pouco atrás em 3º e Mansell iria para o ataque para cima do piloto Austríaco.

Aos poucos Piquet contornou essa situação e conseguiu abrir um pouco de vantagem para Boutsen que teria de se preocupar com Mansell que no começo da 4ªVolta passou Berger e assumiu o terceiro lugar, Mas se dependesse de Boutsen a vida dos pilotos da Williams não seria fácil já que ele continuava a andar tão forte como Piquet e continuava a sua perseguição enquanto que Stefan Johansson que fez uma parada na segunda volta acabou tendo de ir de novo para os boxes possivelmente por furo de pneu para colocar novos pneus e praticamente ficar com q 2 voltas dos lideres.

Abandonos já eram 4 na corrida (Alex Caffi na primeira volta com problemas elétricos com o seu Osella, Alessandro Nannini na segunda volta com a quebra do Motori Moderni e seu companheiro de equipe Adrian Campos com problemas no Distribuidor acabou abandonando uma corrida em que seu começo era promissor. Classificação na volta 5: 1. Nelson Piquet 7:40.246, 2. Thierry Boutsen (a 1.075), 3. Nigel Mansell (a 2.584), 4. Gerhard Berger (a 4.988), 5. Teo Fabi (a 5.694), 6. Ricardo Patrese (a 11.147)

Na 6ªVolta o Turbo do Ferrari de Gerhard Berger quebra e deixa o piloto da Casa na mão para a tristeza da torcida que esperava muito um grande resultado do time principalmente com o carro da Escuderia Italiana melhorando na segunda metade do campeonato, O Brasileiro Ayrton Senna vinha em belíssima recuperação na corrida já se colocando em 8ºlugar superando ao Japonês Satoru Nakajima que acabou tendo um furo de seu pneu traseiro Esquerdo perdendo muito tempo e ficando a 2 voltas dos líderes.

Piquet fugiu de Boutsen que começaria a receber pressão de Mansell o que algo que não se esperava já que na teoria era para a Williams-Honda despachar todos os carros. Mas não era simplesmente o Carro da Benetton-Ford mas também pelo grande desempenho de Boutsen já que o Teo Fabi estava em 4ºlugar estava a mais de 4 segundos do Mansell.

Ayrton Senna foi para cima de Andrea de Cesaris e de Derek Warwick buscando o 6ºlugar para entrar na zona de pontuação, Outro que também vinha fazendo uma bela corrida de recuperação é Alain Prost que já estava em 10ºlugar.

Piquet começou a passar os primeiros retardatários que estavam em condições normais como Phillipe Alliot e Ivan Capelli que estavam com seus motores aspirados, Na 13ªVolta Senna já estava na 6ªposição ultrapassando a Derek Warwick da Arrows e na volta anterior passou Andrea de Cesaris que acabou perdendo posição para Michele Alboreto que passou para o 7ºlugar em uma incrível recuperação para quem largou dos boxes.

Mansell foi definitivamente para frente de Boutsen que estava muito perto de Piquet que recorria aos retardatários para manter uma vantagem mínima, Nessa volta 14 quem acabou levando a pior foi Mansell que perdeu tempo nessas ultrapassagens. Na volta seguinte o Belga Thierry Boutsen foi para os boxes perdendo muito tempo com a troca de pneus caindo para o 11ºlugar ao voltar para a pista deixando a luta pela liderança da corrida entre Piquet e Mansell que estava a 0.891, Teo Fabi com a Benetton assumiu o 3ºlugar a 7.291 segundos com Patrese (36.147), Alboreto (38.157) que estava em 5ºlugar e Senna a 41.650 completando os 6 primeiros colocados após 16 voltas com a corrida chegando em seu primeiro terço e com o ritmo de corrida que estava sendo imposto será que eles iriam com esses pneus até o final da prova.

Boutsen em 11ºlugar lutava para manter na mesma volta do líder aproveitando todo o seu equipamento que estava muito bom mesmo a ponto de disputar até vitória com as Williams, 40 segundos atrás o Italiano Michele Alboreto já estava na frente de Ricardo Patrese ocupando o 4ºlugar enquanto que o piloto da Brabham teria de defender o 5ºlugar do Brasileiro Ayrton Senna com a Lotus. Mansell finalmente chegou em definitivo para cima de Piquet e se aproveitando dos retardatários como Satoru Nakajima o Leão assumiu a liderança (Diga-se de passagem o Japonês não fez nenhum movimento questionável nesse caso), Logo depois disso Piquet fez uma parada nos boxes para colocar pneus novos para tentar ganhar tempo para cima de Mansell que agora tinha tranquilidade na frente com os pneus mais desgastados (20 Voltas completadas com esse jogo de pneus) contra pneus 0 do Piquet.

Ayrton Senna passou na 21ªVolta Patrese assumindo de novo a 5ªposição , Fabi foi para os boxes e a Benetton pisou feio na bola na parada do piloto italiano assim como na parada de Boutsen fazendo com que Fabi caindo para o 7ºlugar atrás do Prost que estava na zona de pontuação mas por pouco tempo pois Prost foi para os boxes fazer a parada com a Mclaren fazendo uma parada exemplar de 7 segundos nos boxes. Mansell na volta 25 foi para os boxes fazer sua parada nos boxes e voltou na liderança com Piquet em segundo lugar o que poderia representar uma necessária vitória para o Inglês depois de 2 GPs aonde ele acabou quebrando e deixando a prova com 2 vitórias do seu companheiro de Equipe.

Alboreto na volta 25 (Parada em 9.09 Segundos), Patrese na volta 26 e Senna na volta 27 (com uma parada de 9.5 segundos) foram os últimos dos primeiros colocados a pararem nos boxes. Após essas paradas a classificação era a seguinte 1. Mansell, 2. Piquet a mais de 7 segundos atrás do Leão, 3. Teo Fabi, 4. Alboreto que estava fazendo uma corrida estupenda, 5. Prost, 6. Senna, 7. Boutsen, 8.Patrese, 9. Warwick e 10. Cheever.

O leão na volta 26 fez a melhor volta da corrida com 1:28.710 – Velocidade média de impressionantes 240.973 Km/h (149.733 Milhas por Hora), Na corrida dos aspirados a liderança era de Ivan Capelli com Phillipe Alliot estando perto do piloto da March enquanto que os líderes buscavam colocar volta neles, Por incrível que pareça a prova até a volta 28 estava com 21 pilotos na prova e entre eles vinha Stefan Johansson que estava nos boxes com mais uma parada demorada com o time resolvendo problemas em seu carro já que não era normal um piloto da Mclaren se posicionasse na 18ªposição na frente apenas de Palmer, Nakajima e Pascal Fabri com a lentíssima AGS.

Classificação após 29 Voltas completadas: 1. Mansell (44.12.379), 2. Piquet (a 9.709), 3. Fabi (a 52.746), 4. Alboreto (a 53.268), 5. Prost (a 55.018), 6. Senna (58.000)

Alain Prost estava vindo para cima de Alboreto que pressionava a Fabi para disputar o 3ºlugar e o professor fez em poucas curvas 2 ultrapassagens engolindo o piloto da Ferrari e o piloto da Benetton assumindo o 3ºlugar após largar do fim da fila depois do último piloto largar e passar pelos boxes, Uma corrida incrível do piloto francês que estava com 27 vitórias igualado com Jackie Stewart como o maior vencedor de corridas da Formula 1. Na 32ªVolta o piloto Norte-Americano Eddie Cheever abandonou a corrida. Fabi teve problemas depois da ultrapassagem de Prost já que ele tomou na mesma volta ultrapassagem sobre o Alboreto e no começo da volta 33 acabou perdendo também posição para o piloto da Lotus Ayrton Senna caindo para o 6ºlugar.

Na volta 35 Ayrton Senna foi para a segunda parada nos boxes por ter quebrado o bico do seu carro fazendo com que ele caísse para o 9ºlugar. Enquanto isso estava ficando ridiculamente fácil para o Leão que já tinha aberto 23.268 segundos para Nelson Piquet que estava em 2ºlugar e vendo que estava praticamente impossível a vitória salvo se Mansell tivesse alguma pane seca ou problemas em seu carro. Derek Warwick com a Outra Arrows deixa a corrida com problemas em seu motor Megatron (BMW) assim como Andrea de Cesaris que também deixava a prova com o turbo do seu carro quebrado.

Mansell continuava na liderança com Piquet muito atrás e dai era 1 semana para Prost, Alboreto, Fabi, Boutsen, Patrese, Ghinzani com a Ligier em 8º, Senna e Danner levando a Zakspeed a uma boa 10ªPosição. O 7ºcolocado Ricardo Patrese estava para tomar uma volta do líder Nigel Mansell com o bom carro da Brabham e com o forte motor BMW a 14 voltas do final. Significa que Mansell sobrava na turma com 30 segundos na frente de Nelson Piquet que já dava como fardas contadas de que o 2ºlugar não seria um mal negócio para ele manter a liderança do campeonato, Ao contraio disso o Brasileiro Ayrton Senna estava desesperado para tentar salvar algum ponto indo para cima da Ligier-Megatron do Piercarlo Ghinzani no que o piloto da Lotus conseguiu a ultrapassagem na 41ªVolta.

Mansell_Austria87

A corrida começaria a mudar e muito nas voltas finais: Enquanto que Alain Prost tocava tranquilo em 3ºlugar acabou que Michele Alboreto que depois de uma grande corrida acaba com problemas no Exaustor do seu Ferrari quando vinha em 4ºlugar, Só que Prost teria problemas já que Teo Fabi estava voando baixo para cima dele buscando o 3ºlugar e com muito mais desempenho para o piloto da Benetton e vinha por perto o Belga Thierry Boutsen.
Mansell colocou uma volta em Prost de uma maneira muito fácil no que dava a impressão de que o Mclaren-TAG Porsche tinha problemas e perderia rendimento, Já Patrese com problemas de motor deixou a corrida quando iria assumir o 6ºlugar que passou a ser de Ayrton Senna, Prost foi alvo fácil para Fabi que tomou o terceiro lugar do professor que lutou para manter o 4ºlugar que estava sendo visado pelo Belga Thierry Boutsen que chegou a estar em 11ºlugar em um momento da corrida, Na Volta 46 o outro piloto da Benetton passou Prost assumindo essa posição.

Parecia que existia um mundo que tinha as Williams na frente e a Benetton como o segundo time da corrida tamanho foi o desempenho dos dois carros da equipe Italiana no que foi inesperado já que superou a Ferrari que teve os dois carros que deixaram os pilotos na mão, a Lotus que tinha Senna em 6ºlugar e a Mclaren que tinha Prost em 5ºlugar e que se arrastava na pista dando a chance de Senna buscar mais um pontinho na corrida, e tinha também Johansson que também recuperou algumas posições e no final disputou posição com Ghinzani conquistando essa ultrapassagem a 2 voltas do final assumindo o 7ºlugar.

Mansell tinha 48 segundos sobre Piquet, Uma vitória acachapante que se confirmou ao cruzar a linha de chegada com mais de 55 segundos na frente de Nelson Piquet que tomou um vareio do Leão nesse dia mesmo sendo o único a terminar na mesma volta do líder, Teo Fabi conquistou o 3ºlugar em uma corrida muito forte de recuperação e com um carro fortissimo como estava a Benetton nesse dia tanto é que Thierry Boutsen conquistou o 4ºlugar só ficando atrás dos carros da Williams, Completando a zona de pontuação o Brasileiro Ayrton Senna que tomou o 5ºlugar que estava nas mãos de Alain Prost, Fechando os 10 primeiros tivemos Johansson que teve muitos problemas na corrida, Ghinzani com uma boa corrida com sua Ligier, Christian Danner com a Zakspeed e Rene Arnoux com a outra Ligier, Nos aspirados a vitória ficou com Ivan Capelli que superou a Phillipe Alliot.

Depois da corrida Mansell que tinha ganho 9 pontos pela vitória conquistou mais 6 pontos, Só que na cabeça ganhando um Galo após bater no portal que levava acesso ao pódio, Ou seja em uma corrida de 2 largada com acidentes e vários carros destruídos com animais passando pela pista e até provocando acidentes o final só poderia ser desse jeito mesmo, Piquet com 54 estava ainda tranquilo como líder do campeonato com 43 de Senna, 39 de Mansell e 31 de Prost com 6 corrida por correr na temporada de 1987.

Resultado Final do GP da Áustria de 1987

Fotos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap/Formel1mic

F1 Formula 1 Formula 1 - 2016 Fotos Opinião Renault 2016 TV Vídeos

Renault chuta Maldonado e contrata Magnussen e mostra seriedade da Volta dos Franceses como equipe na Formula 1

Published by:

No dia 1º de Fevereiro acabou sendo o dia em que a Renault revelou para o mundo a contratação do Jovem Kevin Magnussen como piloto da equipe Francesa para a temporada de 2016, Além disso o Venezuelano Pastor Maldonado acabou indo embora e esta fora da Formula 1 até porque não esta nos planos da Manor que tem agora a única vaga que ainda esta em aberto.

Kevin_magnussen_renault

Convenhamos uma coisa: Maldonado foi tarde, Deveria cair fora a muito tempo pois ele é uma ameaça a vida de outros pilotos comprovado no GP do Bahrein de 2014 aonde ele de forma irresponsável ele fez o Mexicano Esteban Gutierrez capotar e nisso o piloto só ganhou 3 pontos na carteira quando deveria ter sido suspenso, Além disso uma infinidade de acidentes provocados pela extrema impudência de Maldonado. Não sentirei falta nenhuma dele, a PDVSA Gastou mais de 200 milhões de Dólares para manter por 6 anos para praticamente nada e me atrevo a dizer que a vitória dele em 2012 na Espanha foi um acaso, Um ponto fora da curva desse piloto que não se lapidou em nenhum momento qua esteve na Formula 1 fazendo um contra ponto com Romain Grosjean que evoluiu e começou a andar mais com a cabeça e parou de errar grotescamente como errava em 2012.

Renault_2016_apresentacao (17)

Agora falando de Kevin Magnussen que foi jogado no lixo pela Mclaren e hoje é merecidamente resgatado pela Renault tem uma nova chance de mostrar o seu talento pela equipe da Fábrica Renault e apesar da sua juventude e de 20 GPs na formula 1 ele vai ser o líder do time já que o Inglês Jolyon Palmer mesmo que esteja na estrutura da equipe desde de 2015 (Já que a Renault comprou a Lotus ao Final de 2015) e que já tenha feito muitos treinos na sexta-feira ele não tem ainda o punch de liderar o time a não ser que o Campeão da GP2 de 2014 surpreenda positivamente o que eu não acredito que aconteça.

Já a Exibição do novo carro da Renault o RS16 deve levar a equipe a fazer uma campanha de preparação para 2017, Não creio que o time vai disputar de cara grandes resultados, Ela nesse momento esta no bloco intermediário e os pilotos terão de trabalhar e ter paciência para tentarem fazer o melhor deles e ajudarem o time a ter uma classificação boa em 2016.

Vídeo de apresentação do carro da Renault:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Foros Perú
Vídeo: VihorF1