Corridas Históricas – Formula Indy – GP de Detroit de 1993

Formula Indy – GP de Detroit de 1993

Grid de Largada:
1 Nigel Mansell 5 (Lola Ford Newman-Haas) 106.627 Milhas
2 Emerson Fittipaldi 4 (Penske Chevrolet Penske) 105.849 Milhas
3 Paul Tracy 12 (Penske Chevrolet Penske) 105.144 Milhas
4 Stefan Johansson 16 (Penske Chevrolet Bettenhausen) 105.082 Milhas
5 Bobby Rahal 1 (Lola Chevrolet Rahal) 104.962 Milhas
6 Andrea Montermini 50 (Lola Chevrolet Euromotorsport) 104.823 Milhas
7 Al Unser, Jr. 3 (Lola Chevrolet Galles) 104.723 Milhas
8 Robby Gordon 14 (Lola Ford Foyt) 104.553 Milhas
9 Mario Andretti 6 (Lola Ford Newman-Haas) 104.486 Milhas
10 Danny Sullivan 7 (Lola Chevrolet Galles) 104.356 Milhas
11 Raul Boesel 9 (Lola Ford Dick Simon) 104.234 Milhas
12 Mark Smith 25 (Penske Chevrolet Arciero) 104.187 Milhas
13 Arie Luyendyk 10 (Lola Ford Chip Ganassi) 103.724 Milhas
14 Jimmy Vasser 18 (Lola Chevrolet Hayhoe) 103.568 Milhas
15 Olivier Grouillard 29 (Lola Chevrolet Indy Regency) 103.455 Milhas
16 Teo Fabi 8 (Lola Chevrolet Hall) 103.170 Milhas
17 Scott Brayton 22 (Lola Ford Dick Simon) 102.969 Milhas
18 Roberto Guerrero 40 (Lola Chevrolet Bernstein) 102.833 Milhas
19 Scott Pruett 45 (Lola Chevrolet Pro Formance) 102.741 Milhas
20 Eddie Cheever 99 (Penske Chevrolet P.I.G.) 102.732 Milhas
21 Adrián Fernández 11 (Lola Chevrolet Galles) 102.640 Milhas
22 Scott Goodyear 2 (Lola Ford Walker) 102.116 Milhas
23 Robbie Buhl 19 (Lola Chevrolet Dale Coyne) 101.834 Milhas
24 Mike Groff 26 (Rahal/Hogan Chevrolet Rahal) 101.334 Milhas
25 Willy T. Ribbs 75 (Lola Ford Walker) 101.329 Milhas
26 Buddy Lazier 20 (Lola Buick Leader Card) 100.596 Milhas
27 Hiro Matsushita 15 (Lola Ford Walker) 100.362 Milhas
28 Marco Greco 30 (Lola Chevrolet Arciero) 100.177 Milhas


Danny Sullivan resiste aos ataques, Punições e acidentes e conquista vitória na Belle Isle

O ano de 1993 vinha proporcionando momentos incríveis para o fã do Automobilismo com uma Briga entre 2 gigantes do Automobilismo Mundial como eram Nigel Mansell que foi o campeão da Temporada de 1992 de Formula 1 e Emerson Fittipaldi que foi Bicampeão da Formula 1 (1972 e 1974) e Campeão da Formula Indy em 1989, Sem contar as vitórias das 500 milhas em 1989 e 1993.

Nigel Mansell
Nigel Mansell

No Treinos a pole foi de Nigel Mansell com Emerson Fittipaldi em 2º, Paul Tracy em 3º, Stefan Johansson em grande momento na Formula Indy largando em 4ºlugar e Bobby Rahal o campeão de 1986,1987 e 1992 largando em 5ºlugar, Tivemos surpresa com a ótima classificação da Euromotorsports do piloto Andrea Montermini que colocou o Lola T9200 com motor Chevrolet da versão A em 6ºlugar na frente de Al Unser jr., Danny Sullivan, Raul Boesel, Mario Andretti e Arie Luyendky.

Emerson Fittipaldi
Emerson Fittipaldi

Marco Greco com problemas não largou e ficou nos boxes. Aliás uma largada polêmica demais pois Emerson Fittipaldi se posicionou na frente de Nigel Mansell na hora da largada o que ajudou ele a largar bem e assumir a liderança com o Canadense Paul Tracy seguindo o Emmo e também passando a Mansell que caiu para o 3ºlugar, Apesar da Inexperiência de Mansell com largada em Movimento o caso foi investigado. Nesse caso eu acredito que teve culpa do Emerson e também da direção de corrida que vendo a posição indevida poderia anular a largada e fazer os pilotos darem mais uma volta de apresentação, Mas decidiram seguir com o procedimento e com isso a largada foi validada.

Bobby Rahal ganhou o 4ºlugar de Stefan Johansson, Gordon, Montermini, Al Unser jr. vinham a seguir, A Newman-Haas apelou e pediu uma punição para o Emerson Fittipaldi, Enquanto não era decidido essa questão tanto Emerson como Tracy estavam na frente com Mansell sofrendo pressão de Bobby Rahal que tinha que tomar cuidado com o Sueco Stefan Johansson. Já Andrea Montermini que estava como piloto de testes da Benetton naquele ano estava segurando Al Unser jr. , Mario Andretti, Danny Sullivan, Raul Boesel e Arie Luyendky que estava em 12ºlugar.

O que ajudava a missão de segurar todo mundo era que a pista era bem travada em que uma ultrapassagem era difícil de ser executada. Rahal atacava a Mansell com um carro rendendo melhor que o piloto da Newman-Haas e mesmo assim não conseguia a ultrapassagem, Com 5 voltas completadas Emerson continuava na liderança com Paul Tracy em 2º, Mansell em 3º segurando a Rahal que estava em 4º, Johansson colado em Rahal em 5º e Robby Gordon estava por perto em 6ºlugar já distanciado de Andrea Montermini na 7ºposição que estava fazendo a melhor volta da corrida na volta seguinte, Andando muito o piloto Italiano.

Johansson começava a pressionar a Rahal na 7ªVolta, Finalmente Na volta 9 foi confirmada a punição ao piloto Emerson Fittipaldi que teve de ir para os boxes para fazer um stop in go parando no seu boxe e logo em seguida voltar para a corrida, Mas a Penske tentou reverter a punição do piloto Brasileiro fazendo um protesto oficial questionando a punição. A discussão durou por alguns minutos até que o oficial da CART decidiu de vez punir o piloto Brasileiro que parou para cumprir a punição na volta 13, Após a Punição Emmo voltou na 6ªposição na frente de Andrea Montermini que acabou se atrapalhando um pouco e acabou tomando a ultrapassagem de Al Unser jr. que assumiu o 7ºlugar. Um pouco mais atrás Raul Boesel conseguiu passar Danny Sullivan assumindo o 10ºlugar.

Andrea Montermini com o Euromotorsports
Andrea Montermini com o Euromotorsports

Após a punição de Emerson Fittipaldi a liderança foi para Paul Tracy com Nigel Mansell na segunda punição pressionado por Stefan Johansson com o Penske de 1992 com o motor da Chevrolet de 1993, Bobby Rahal em 4º, Robby Gordon em 5º, Emerson Fittipaldi em 6º, Al Unser jr. em 7º, Andrea Montermini em 8º Danny Sullivan que recuperou a posição em cima de Raul Boesel recuperando o 9ºlugar, Já Mario Andretti acabou ficando para trás perdendo algumas posições caindo para o 11ºlugar.

Johansson continuava pressionando Nigel Mansell e buscando uma ultrapassagem a todo o custo a levar a Bettenhausen a primeira vitória na Formula Indy. Marco Greco depois de 14 voltas finalmente conseguiu largar enquanto que continuava o bate boca entre os fiscais da CART e Roger Penske sobre o caso polêmico da largada, Enquanto isso Emerson Fittipaldi chegava em Robby Gordon para disputar o 5ºlugar, Já no meio do pelotão Scott Brayton não vende barato sua posição em tentativa de ultrapassagem que Scott Pruett e acaba os dois se tocando com Pruett tocando com o pneu da frente no pneu traseiro do piloto da Dick Simon o que fez o piloto da Pro Formance ir para os boxes enquanto isso Robbie Buhl com o carro da Dale Coyne acaba batendo nos pneus em uma das ultimas curvas do circuito na 18ªVolta o que iria provocar a primeira bandeira amarela da corrida.

Nesse período em 2 voltas 4 pilotos deixaram a corrida, Além do Robbie Buhl o piloto Mark Smith da Arciero na volta 17 e Roberto Guerrero na volta 18 ambos com problemas de Suspensão e na mesma volta que Guerrero abandonou a prova tivemos o abandono de Scott Pruett em decorrência da briga de posição entre ele e o Scott Brayton que estava com o carro quase integralmente branco para essa prova. Com a Bandeira amarela todos os pilotos foram para os boxes aproveitarem para fazerem a primeira parada de troca de pneus e reabastecimento, nessas paradas Emerson Fittipaldi teve mais problemas e perdeu muito tempo batendo em um pneu sendo o Grande prejudicado dessa rodada de paradas.

Após essa rodada de paradas nos boxes a classificação era a seguinte na volta 21: 1. Paul Tracy, 2. Nigel Mansell, 3. Stefan Johansson, 4. Bobby Rahal, 5. Al Unser jr., 6.Danny Sullivan, 7. Robby Gordon, 8. Raul Boesel, 9. Mario Andretti, 10. Arie Luyendky, 11. Teo Fabi, 12. Jimmy Vasser e Emerson Fittipaldi caiu para o 13ºlugar e Mike Groff com o Chassi da Rahal-Hogan em 14ºlugar.

Stefan Johansson
Stefan Johansson

Relargaram na volta 25 com dois carros lentos na frente que eram do Marco Greco e Buddy Lazier que acabaram por atrapalhar os ponteiros mesmo com toda a boa vontade deles, Na mesma Volta 25 Olivier Grouillard que não foi vitorioso na Formula 1 e que estava com o carro da Indy Regency acaba batendo na proteção de pneus e acabou deixando a corrida, Com tudo isso Paul Tracy e Nigel Mansell agradeciam pois deixaram toda a confusão para o resto da turma, Enquanto isso Scott Brayton acabou indo para os boxes fazer uma parada para reabastecimento e troca de pneus. Mesmo com a batida do piloto da Indy Regency a corrida continuava com a Bandeira amarela só no local do acidente, Stefan Johansson voltou a caça de Nigel Mansell em busca do 2ºlugar e melhorar o desempenho da prova de 1992 aonde ele estreou na Formula Indy já conquistando um pódio na 3ªposição.

Paul Tracy continuava na liderança e com um desempenho acima de Mansell que ganhou um folego para Johansson que estava na pressão quase sempre do piloto da Newman-Haas, Mike Groff vinha em uma belíssima corrida de recuperação com o Chassi Rahal-Hogan que mostrava qualidades em circuitos de Rua fazendo o piloto norte-americano que largou em 24ºlugar assumir o 14ºlugar logo atrás de Emerson Fittipaldi. Já Johansson definitivamente estava decidido a passar Mansell, Só restava saber se ele conseguiria fazer isso devido a dificuldade de fazer essa ultrapassagem.

Bobby Rahal
Bobby Rahal

Classificação após 30 voltas de corrida:

1. Paul Tracy – 12
2. Nigel Mansell – 5 (a 1.5)
3. Stefan Johansson – 16 (a 2.3)
4. Bobby Rahal – 1 (a 3.5)
5. Al Unser jr. – 3 (a 8.1)
6. Danny Sullivan – 7 (a 9.6)
7. Robby Gordon – 14 (a 10.5)
8. Raul Boesel – 9 (a 16.3)
9. Mario Andretti – 6 (a 17.1)
10. Arie Luyendky – 10 (a 18.3)
11. Teo Fabi – 8 (a 22.6)
12. Jimmy Vasser – 18 (a 23.1)
13. Emerson Fittipaldi – 4 (a 23.7)
14. Mike Groff – 26 (a 24.1)
15. Eddie Cheever – 99 (a 25.7)
16. Willy T. Ribbs – 75 (a 26.3)
17. Andrea Montermini – 50 (a 26.4)
18. Adrian Fernandez – 11 (a 33.4)
19. Scott Goodyear – 2 (a 42.3)
20. Scott Brayton – 22 (a 43.3)
21. Buddy Lazier – 20 (a 1 Volta)
22. Hiro Matsushita – 15 (a 1 Volta)

Marco Greco estava ainda atrás dos 5 pilotos que já tinham deixado a corrida mas em poucas voltas ele seria o 23ºlugar. Enquanto isso Stefan Johansson buscava superar Nigel Mansell já que o Seu Penske 92 com o Chevrolet rendia muito melhor que o Lola 9300 com o Motor Ford de Nigel Mansell e em consequência disso é que Paul Tracy já estava com mais de 4 segundos na frente do Mansell enquanto que Eddie Cheever teve um pneu furado teve de caminhar lentamente para os boxes com o carro da equipe PIG também com o motor Chevrolet e Chassi Penske de 1992.

Estávamos na 35 volta perto da metade da corrida no circuito de rua da ilha bela (Belle Isle). Tracy era o primeiro com Mansell em 2º, Johansson na cola do leão em 3º, Bobby Rahal em 4º, Al Unser jr. em 5º, Danny Sullivan em 6º e depois vinham Robby Gordon, Raul Boesel, Mario Andretti, Arie Luyendky, Teo Fabi, Jimmy Vasser, Emerson Fittipaldi e Mike Groff completando os 14 primeiros colocados da corrida.

Paul Tracy
Paul Tracy

Groff fez a primeira parada na volta 35 perdendo uma volta praticamente, por isso até que ele conseguiu esta em 14ºlugar sem menosprezar a qualidade do piloto da Rahal-Hogan. Na volta 37 Teo Fabi tenta passar Arie Luyendky e acaba errando miseravelmente perdendo tempo e atrapalhando a Jimmy Vasser que teve de diminuir a velocidade e com isso acabou Emerson superando a ambos assumindo o 11ºlugar, Na frente Mansell segurava Johansson e com isso veio para a disputa colando em Johansson os pilotos Bobby Rahal e Al Unser jr. formando um só bloco disputando o 2ºlugar, Sem dúvida o carro do Leão não estava nos melhores dias.

Na 38ªVolta tentando passar Arie Luyendky acabou indo para a parte suja da pista e rodando e batendo praticamente no mesmo lugar que Grouillard, Todos os pneus caíram na cabeça do Emmo que nada sofreu com o acidente, Mas era final de corrida numa tragédia que era anunciada com uma corrida tão complicada devido a punição.
Com a Bandeira Amarela em toda a pista muitos pilotos foram para os boxes aproveitarem para fazerem a segunda parada nos boxes o que não foi o caso de Bobby Rahal que assumiu a liderança por não ter feito a troca de pneus e reabastecimento (e era uma tática bem plausível devido as paradas dos outros pilotos estarem sendo na volta 39 e portanto poderia eles todos ou pouparem combustível ou então fazerem uma terceira para no que Bobby Rahal poderia muito bem prolongar o seu 2ºSprint de corrida e algumas voltas depois fazer a parada nos boxes para garantir terminar a prova com apenas 2 trocas). Paul Tracy acabou penalizado por andar nos boxes a 92 milhas por hora quando o limite de velocidade é de 80 milhas complicando a sua corrida que poderia estar nas suas mãos.

Rahal era o líder,Paul Tracy era o 2º, Mansell em 3º, Johansson em 4º, Danny Sullivan em 5º tomando a posição de Al Unser jr. que era o seu rival na Galles principalmente devido a uma corrida no ano anterior que é uma que vou contar a história dela em breve, 7º Jimmy Vasser que não deve ter parado, 8ºRobby Gordon, 9º Raul Boesel, 10º Willy T. Ribbs que não fez a parada e em 11º estava Andrea Montermini.

Al Unser jr.
Al Unser jr.

Bandeira verde na volta 44 com Bobby Rahal segurando a liderança com Mansell tendo que resistir a pressão de Johansson, Já Paul Tracy em segundo lugar teria de cumprir a punição, Mas tentava pressionar o piloto/dono da Rahal-Hogan enquanto isso Teo Fabi acabou batendo na proteção de pneus na curva que dava acesso a parte mais rápida do circuito que era aquela sequência de pequenas retas e de curvas leves aonde os carros atingiam as maiores velocidades isso depois de bater em Mike Groff, na volta 45 o Eddie Cheever que já tinha a sua corrida complicada bateu no muro Praticamente destruindo a Asa traseira além de Furar outro pneu, Ainda sem terem dado a bandeira amarela Johansson ataca Mansell, Mas não percebe a bandeira amarela no local aonde Teo Fabi bateu. Resultado foi que o piloto Sueco acabou batendo a roda na traseira do carro do piloto da Hall e com isso Johansson abandona a corrida e joga fora uma real possibilidade até de vencer em Detroit, Bandeira amarela na pista depois disso.

Danny Sullivan
Danny Sullivan

Tudo parecia favorecer Mansell, Mas a sorte do leão mudou com um furo dos pneus fazendo ele partir para uma nova parada nos boxes, Bobby Rahal Também iria parar nos boxes na volta seguinte e como Paul Tracy tendo de cumprir a punição. Com tudo isso o líder iria passar a ser Danny Sullivan com Al Unser jr. em 2º ambos da equipe Galles, Robby Gordon em 3º e Raul Boesel em 4º, Mario Andretti em 5º, Arie Luyendky em 6º, Willy T. Ribbs em 7º, Adrian Fernandez em 8º (Ambos estavam em táticas diferentes dos ponteiros), 10º jimmy Vasser, 11º Nigel Mansell e em 12º Bobby Rahal, muitos desses teriam de saber se poderiam terminar a corrida com apenas esse tanque, Mesmo assim com as bandeiras amarelas poderiam aliviar o consumo de Combustível. Rahal e Mansell estavam praticamente garantidos para o final da prova dos ponteiros, Tracy entrou nos boxes na volta 48 deixando a liderança para Danny Sullivan, Para o piloto da Penske ele tinha que cumprir uma penalização nos boxes o que praticamente iria retirar qualquer possibilidade de vitória.

Relargada aconteceu na volta 50 com Danny Sullivan que tinha na sua cola o seu companheiro de equipe e desafeto Al Unser jr. com Robby Gordon em 3º e Raul Boesel em 4ºlugar enquanto isso Paul Tracy cumpriu a sua punição e ficou longe dos ponteiros, Scott Brayton teve problemas saindo da pista após um toque em Mike Groff que estava virando um alvo dos pilotos. Sullivan começou a abrir de Al Unser jr. que tinha vantagem boa sobre Robby Gordon que estava em uma ótima 3ªPosição com alguma vantagem para Raul Boesel que estava em 4ºlugar, Em uma corrida discreta Mario Andretti começava a Sofrer pressão de Arie Luyendky em disputa pelo 5ºlugar. Jimmy Vasser vinha em uma ótima corrida com o Lola de 1992 da equipe Hayhoe na 7ªposição, Mansell em 8º, Rahal em 9ºlugar.

Mas o sossego de Sullivan acabou pois Al Unser jr. foi para cima de seu desafeto para disputar a vitória que estava entre os pilotos da equipe Galles.

Robby Gordon
Robby Gordon

Classificação após 55 Voltas:

1. Danny Sullivan – 7
2. Al Unser jr. – 3 (a 1.7)
3. Robby Gordon – 14 (a 4.3)
4. Raul Boesel – 9 (a 5.8)
5. Mario Andretti – 6 (a 10.3)
6. Arie Luyendky – 10 (a 11.2)
7. Jimmy Vasser – 18 (a 18.9)
8. Nigel Mansell – 5 (a 19.4)
9. Bobby Rahal – 1 (a 21.3)
10. Andrea Montermini – 50 (a 26.7)
11. Paul Tracy – 12 (a 30.3)
12. Adrian Fernandez – 11 (a 32.6)
13. Scott Brayton – 22 (a 1 Volta)
14. Buddy Lazier – 20 (a 1 Volta)
15. Scott Goodyear – 2 (a 1 Volta)
16. Mike Groff – 26 (a 1 Volta)
17. Willy T.Ribbs – 75 (a 1 Volta)
18. Hiro Matsushita – 15 (a 1 Volta)
19. Stefan Johansson – 16 – Abandonou
20. Eddie Cheever – 99 – Abandonou
21. Teo Fabi – 8 – Abandonou
22. Emerson Fittipaldi – 4 – Abandonou
23. Marco Greco – 30 (a 20 Voltas)
24. Olivier Grouillard – 29 – Abandonou
25. Roberto Guerrero – 40 – Abandonou
26. Scott Pruett – 45 – Abandonou
27. Mark Smith – 25 – Abandonou
28. Robbie Buhl – 19 – Abandonou

Impressionante era a atuação do Buddy Lazier com o motor Buick em 14ºlugar, Mas a corrida dele acabaria na volta 55 por causa de um acidente que não afetou o andamento da corrida.

E continuava o Pega entre Danny Sullivan e Al Unser Jr. pela liderança da corrida na 56ªVolta. Isso por que Danny Sullivan precisava poupar combustível mais do que Al Unser jr., Arie Luyendky que fazia uma boa corrida em 6ºlugar até que na volta 59 ele parou com problemas elétricos deixando a corrida dentro da pista mas fora do traçado o que fez a direção de prova só dar Bandeira amarela naquele local.

Al Unser jr. continuou a pressionar Sullivan que estava em situação complicada e só não perdeu a posição por que em uma parte da pista ele seria ultrapassado pelo seu companheiro de equipe estava em Bandeira amarela devido ao acidente de Buddy Lazier, Depois Al Unser tentou em uma pequena reta a ultrapassagem e não conseguiu concluir essa ultrapassagem porque ele acabou atrapalhado pelo carro de Serviço que estava terminando o trabalho para retirar de vez o carro de Luyendky e acabou sendo uma pena pois era a melhor chance de ultrapassagem já que o Brasileiro Marco Greco atrapalhou aos 2 primeiros colocados. (De forma desnecessária já que estava a 21 voltas dos líderes)

Raul Boesel
Raul Boesel

Mas não foi só o Greco que fez isso, Também o Japonês Hiro Matsushita como retardatário também atrapalhou a Sullivan e Al Unser jr., Já Raul Boesel estava também poupando combustível em 4ºlugar. Um outro piloto que vinha muito bem na corrida acabou tendo problemas na volta 66, Foi o Norte-Americano Jimmy Vasser que estava em 6ºlugar, Com isso Nigel Mansell estava recuperando terreno assumindo essa posição, Destaque também para Bobby Rahal que estava em 7ºlugar e a Paul Tracy em 8ºlugar, ambos em corrida de recuperação. E continuava o pega entre Sullivan e Little Al com menos de 10 Voltas para o final da corrida.

A disputa esquentava cada vez mais entre os dois, No final de sequência de curvas rápidas Al Unser jr. vai até os confins da pista e atinge os cones (o que iria provocar em mais uma estupida punição) A disputa entre os dois estava em seu auge quando surge a bandeira amarela devido a batida de Nigel Mansell no muro a 8 voltas do final, Todo mundo se juntou para fazerem um final sensacional. Mas a poucas voltas do final a disputa entre os pilotos da Galles foi ceifada devido a uma punição que ele sofreu por ter atropelado os cones para demarcar a pista, Pela forma que foi esse lance e pelo motivo da punição eu achei estupida a punição, A direção da CART foi completamente equivocada nessa corrida na minha opinião. Dick Simon pediu para os 2 retardatários que estavam na frente de Boesel, A CART concordou e pediu para ambos deixarem passar, Pelo menos 1 deles aceitou, Já Willy T.Ribbs tendo a sua razão não quis fazer essa concessão.

A 3 voltas do final tivemos a Bandeira Verde com Danny Sullivan em primeiro lugar e Al Unser jr. acabou indo cumprir a penalização, Mas Danny teve de enfrentar um último susto com Robby Gordon que foi com tudo para buscar a primeira vitória da sua carreira e que poderia ser a primeira vitória da equipe de A.J.Foyt na Formula Indy e parecia ter mais rendimento do que Sullivan, Infelizmente para Gordon a duas voltas do final começou a sentir um problema com seu pneu traseiro e começou a ficar muito para trás, Na volta final o pneu do jovem piloto norte-americano acabou furando e fazendo ele rodar deixando escapar o 2ºlugar das mãos dele.

Danny Sullivan conquista a sua 17ºvitória da sua carreira na Formula Indy (a última da sua carreira) era a primeira vitória da Galles na temporada, Raul Boesel em também em corrida perfeita estrategicamente conquistou o segundo lugar e foi um dos que beneficiaram nessa prova já que ele terminou a etapa a apenas 3 pontos atrás de Mansell. Mario Andretti completou o pódio.

Olivier Grouillard
Olivier Grouillard

E deve-se falar, Corridaça de Andrea Montermini que levou a fraquíssima Euromotorsport em 4ºlugar com um equipamento defasado em relação a outros pilotos como Bobby Rahal, Al Unser jr que ainda salvou um 6ºlugar, Adrian Fernandez que correu pela Galles nessa corrida fechando em 7ºlugar após largar do 21ºposto, Robby Gordon que ainda ficou em 8ºlugar com um problema que não deve ser creditado a ele e sim aos pneus que ou não resistiram ou pegarem detritos que fizeram esse pneu furar, Paul Tracy ficou em 9º e Scott Goodyear em uma corrida completamente apagada não só dele como de toda a Walker ficou em 10ºlugar e o alvo da corrida Mike Groff acabou batendo nas ultimas curvas de uma corrida completamente confusa e que os fiscais da CART conseguiram deixar ela ainda mais confusa, Mas ela fez parte dos melhores tempos da Formula Indy que estava em seu auge.

Vídeo do GP de Detroit de 1993:

Resultado do GP de Detroit de 1993

Prints do GP de Detroit

View post on imgur.com

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Prints: Youtube (MrChato27)
Vídeo: TheRacingJungle

Corridas Históricas: 500 Milhas de Indianápolis de 1992

Durante os treinos para 500 Milhas de Indianápolis, nesta sexta-feira 15 maio de 1992, o estreante Jovy Marcelo se acidentou de maneira Gravíssima, ao volante do Lola T91/00-Cosworth Euromotorsport. O acidente aconteceu quando Marcelo estava se aproximando Curva 1 a cerca de 175 mi / h (280 km / h). De repente ele perdeu o controle e o carro girou para trás contra a parede e depois deslizou para o centro da pista para a Curva 2. Apesar da velocidade relativamente baixa, Marcelo sofreu um grave na cabeça e no peito trauma tendo um impacto lateral no lado esquerdo que oferecia pouca proteção para o pescoço. acredita-se que sua cabeça estava bateu contra a lateral de seu cockpit violentamente, o que causou lhe ferimentos graves. Marcelo foi levado às pressas para o hospital onde os médicos tentaram em vão reanimá-lo. O Piloto Filipino morreu menos meia hora depois do Acidente.

Acidente de Nelson Piquet:

O Acidente de Nelson Piquet aconteceu no dia 7 de maio de 1992. Nelson Bateu direto no Muro na curva 4 de maneira Gravíssima. Piquet sofreu ferimentos graves em ambas as pernas, e foi imediatamente internado no hospital para a cirurgia. Piquet Se submeteu para a reabilitação que durou quase 1 ano, então ele disputou a corrida em 1993.

Grid de largada das 500 Milhas de Indianápolis:

1ªFila

guerreiro36

1 Roberto Guerrero 36 (Lola Buick King) 232.482 Milhas

cheever9
2 Eddie Cheever 9 (Lola Ford Ganassi) 229.639 Milhas

mario2
3 Mario Andretti 2 (Lola Ford Newman-Haas) 229.503 Milhas

2ªFila

lykendy6

4 Arie Luyendyk 6 (Lola Ford Ganassi) 229.127 Milhas

gary51
5 Gary Bettenhausen 51 (Lola Buick Menard) 228.932 Milhas

michael1
6 Michael Andretti 1 (Lola Ford Newman-Haas) 228.169 Milhas

3ªFila

scottbrayton22

7 Scott Brayton 22 (Lola Buick Simon) 226.142 Milhas

sullivan18
8 Danny Sullivan 18 (Galmer Chevrolet Galles) 224.838 Milhas

mears4
9 Rick Mears 4 (Penske Chevrolet Penske) 224.594 Milhas

4ªFila

rahal12

10 Bobby Rahal 12 (Lola Chevrolet Rahal) 224.158 Milhas

emerson5
11 Emerson Fittipaldi 5 (Penske Chevrolet Penske) 223.607 Milhas

3alunser
12 Al Unser, Jr. 3 (Galmer Chevrolet Galles) 222.989 Milhas

5ªFila

fox91

13 Stan Fox 91 (Lola Buick Hemelgarn) 222.867 Milhas

johnandretti8
14 John Andretti 8 (Lola Chevrolet Hall) 222.644 Milhas

eric19
15 Eric Bachelart 19 (Lola Buick Dale Coyne) 221.549 Milhas

6ªFila

gache44

16 Phillipe Gache 44 (Lola Chevrolet Formula Project) 221.496 Milhas

preutt10
17 Scott Pruett 10 (TrueSport Chevrolet Truesports) 220.244 Milhas

juhnpauljr93
18 John Paul, Jr. 93 (Lola Buick Mann) 220.244 Milhas

7ªFila

7tracy

19 Paul Tracy 7 (Penske Chevrolet Penske) 219.751 Milhas

48jeffandretti
20 Jeff Andretti 48 (Lola Chevrolet Foyt) 219.306 Milhas

jim26
21 Jim Crawford 26 (Lola Buick King) 228.859 Milhas

8ªFila

alunser27

22 Al Unser 27 (Lola Buick Menard) 223.744 Milhas

ajfoty14
23 A.J. Foyt 14 (Lola Chevrolet Foyt) 222.798 Milhas

lazier21
24 Buddy Lazier 21 (Lola Buick Leader Card) 222.688 Milhas

9ªFila

raulboesel11

25 Raul Boesel 11 (Lola Chevrolet Simon) 222.434 Milhas

39
26 Brian Bonner 39 (Lola Buick Dale Coyne) 220.845 Milhas

stjames90
27 Lyn St. James 90 (Lola Chevrolet Simon) 220.150 Milhas

10ªFila

47vasser

28 Jimmy Vasser 47 (Lola Chevrolet Hayhoe) 222.313 Milhas

gobson68
29 Dominic Dobson 68 (Lola Chevrolet Burns) 220.359 Milhas

johncock92
30 Gordon Johncock 92 (Lola Buick Hemelgarn) 219.288 Milhas

11ªFila

sneva59

31 Tom Sneva 59 (Lola Buick Menard) 219.737 Milhas

ted31
32 Ted Prappas 31 (Lola Chevrolet P.I.G.) 219.173 Milhas

scottgoodyear15
33 Scott Goodyear 15 (Lola Chevrolet Walker) 221.801 Milhas

Não conseguiram vaga para o Grid de largada:

Fabrizio Barbazza 42 Euro International/Fendi Lola T9100 Cosworth DFS/30 Alfa-Laval Lola T9000 Buick/29 Dick Simon Racing X Chevy A
Tony Bettenhausen, Jr 16 AMAX Penske PC-20 Chevy A/61 AMAX Penske PC-19 Chevy A
Pancho Carter 81 Hemelgarn/Burns Racing Lola T9100 Buick
Mark Dismore 66 Burns/Concept Motorsports Lola T9000 Buick/93 Mann Development Lola T9000 Buick
Mike Groff 17 Walker Motorsports Lola T9100 Chevy A
Jovy Marcelo 50 Euromotorsports Lola T9100 Cosworth DFS
Hiro Matsushita 11 Panasonic/Sega Lola T9200 Chevy A
Kenji Momota CAPCOM/TEAMKAR Lola T9100 Chevy A
Johnny Parsons 30 Alfa-Laval Lola T9000 Buick
Johnny Rutherford 17 Walker Motorsports Lola T9100 Chevy A
Didier Theys 38 Pennzoil Lola T9100 Chevy A
Nelson Piquet 27 Glidden Paints Lola T9200 Buick
Rocky Moran 59 Menard/Glidden Conseco Lola T9100 Buick
Jeff Wood 34 Arciero Racing Team Lola T9100 Buick
Gregor Foitek Copenhagen Lola T9200 Chevy A

Largavam na corrida em termos de Chassis: 14 Chassis Lola 92 – 11 Lola 91 – 2 Galmer – 2 Penske de 92 – 2 Lola de 1990 – 1 Truesports e um Penske 91 e em Termos de motores: 15 Chevrolet V8 – Tipo A – 12 Buick V6 – 4 Ford Cosworth XB e 2 Chevrolet V8 – Tipo B

indycar500_1992 (6)

Em Final Sensacional Al Unser Jr. Vence pela 1ªVez em Indianápolis após Batalha épica com Goodyear

Dia 24 de Maio de 1992, começaria a 76ªEdição das 500 milhas de Indianápolis, Um dia glorioso para o automobilismo mundial, Isso após uma Brilhante corrida de Ayrton Senna em Mônaco, Uma nova História iria ser contada no tradicional oval de Indianápolis.

A Corrida foi transmitida pela Rede Bandeirantes no Brasil e pela ABS Sports nos Estados Unidos.

Para o automobilismo Colombiano era um dia especial pelo fato de Roberto Guerreiro com o carro verde da equipe King com um Lola-Buick era o pole Position, alias, uma primeira fila de pilotos que passou pela Formula 1, Com Eddie Chevver com a Chip Ganassi e Mario Andretti, campeão mundial de 1978 de Formula 1. A Corrida seria disputada com o céu nublado com um tempo muito frio e sem grandes possibilidades de chuva.

Os pilotos partiram para a Volta de Apresentação. John Paul Jr. não conseguiu largar com o Grupo, mas com a ajuda dos mecânicos conseguindo ligar seu carro e largar para se juntar a turma. Tudo ira correndo bem nas voltas de apresentação até que aconteceu algo Bizarro aconteceu, O pole position Roberto Guerreiro para desespero da Colômbia acabou rodando e batendo de forma inesperável na 3º volta de apresentação fazendo com os Colombianos foram da Euforia para o Desespero em poucos minutos.

O pior de tudo e que Roberto Guerreiro não fez nenhum movimento Busco para justificar esse incidente o que reforça a tese de ter sido uma quebra ou poderia ser pela temperatura muito frio. Outro que vivia problemas antes da Largada era Phillipe Gache que rodou também, O Francês teve mais sorte e pode continuar na corrida mas tinha problemas em seu motor isso deixou ele no boxes por 3 voltas. Sem a prova ter começado tínhamos aptos a correr 32 pilotos e Eddie Cheever passa a liderar os pilotos com Mario Andretti e Arie Luyendyk a seguir.

A Corrida iria começar, na largada Cheever larga na frente, mas é engolido pelos Newman-Haas de Mario e Michael Andretti que era o líder da corrida que abriu uma vantagem enorme para Mario Andretti, Arie Luyendyk e Eddie Cheever.

Luyendky mostrando por que era o Holandês voador foi para cima do velho Mario e o ultrapassou assumindo o 2ºLugar depois veio Cheever vinha para cima de Mario Andretti enquanto isso Scott Brayton vinha em 5ºlugar começando a aparecer na prova. Cheever ultrapassou Mario Andretti assumindo o 3ºlugar isso tudo com apenas 3 voltas completadas.

Na Frente Michael Andretti Sobrava na turma. Quando a corrida começava a esquentar o Motor de Eric Bachelart quebrava, o Pace Car entrava na pista, era a primeira bandeira amarela com 4 voltas completadas, Os boxes estavam Fechados e ninguém poderia entrar naquele momento. Classificação com 7 Voltas completadas : Michael Andretti, Arie Luyendyk, Eddie Cheever, Mario Andretti, Scott Brayton, Gary Bettenhausen, Emerson Fittipaldi que largou de 12º, Bobby Rahal, Danny Sullivan e John Andretti. Na Volta seguinte o 4ªcolocado Mario Andretti foi para os Boxes porque perdeu sua Carenagem do motor, e isso poderia custar a 1 volta na corrida.

A Corrida iria recomeçar na volta 11 e Michael Andretti voava na frente de todos os outros com os Dois Ganassi tentando acompanhar a Michael, Mario Andretti voltava a corrida com muito atrasado em relação aos lideres e praticamente sem chance de algum bom resultado. E na volta 10  surgia a Bandeira amarela, Tom Sneva bateu no muro na curva 4 deixando seu Lola-Buick completamente destruído praticamente, O piloto da Menard já veio escapando desde do contorno da curva 4.

Na 12ºVolta a Classificação era a Seguinte: Michael Andretti, Arie Luyendky, Eddie Cheever, Scott Brayton, Emerson Fittipaldi eram os 5 primeiros colocados. Sneva não teve ferimentos graves, mas acabou sendo levado de ambulância para o Hospital da pista, pois a batida foi muito forte e todo o cuidado era essencial com o Velho piloto Norte-Americano.

A Bandeira Verde Voltou Com Eddie Cheever na liderança, Tivemos todo mundo parando para a sua primeira parada nos boxes, isso fez com que Cheever e Brayton voltassem na Frente de Andretti, pelas melhores paradas das suas duas equipes, Mas foi engolido por Michael Andretti e Scott Brayton que assumiram o 1º e 2ºlugares respectivamente, Depois o piloto Holandês Luyendky passou também ao Cheever assumindo o 3ºlugar.

Após 16 Voltas: A classificação era a seguinte:

  1. Michael Andretti
  2. Scott Brayton
  3. Arie Luyendky
  4. Eddie Cheever
  5. Emerson Fittipaldi
  6. John Andretti
  7. Brian Bonner
  8. Scott Goodyear
  9. Danny Sullivan
  10. Ted Prappas
  11. Bobby Rahal
  12. Paul Tracy
  13. Gary Bettenhausen
  14. Rick Mears
  15. Al Unser Jr.
  16. Scott Pruett
  17. Jim Crawford
  18. Raul Boesel
  19. Jeff Andretti
  20. Al Unser
  21. A.J.Foyt
  22. Jimmy Vasser
  23. John Paul Jr.
  24. Gordon Johncock
  25. Dominic Dobson
  26. Lyn St. James
  27. Stan Fox
  28. Mario Andretti
  29. Rick Mears
  30. Buddy Lazier

Sneva, Bachelart e Guerreiro já estavam fora da corrida.

Cheever vai para cima de Luyendky na volta 18 e recuperava o 3ºlugar. Enquanto isso Bobby Rahal aparecia acelerando em On Board da ABC Sports tentando melhorar sua posição que era a 8ªposição. Michael Andretti começava a ultrapassar os primeiros retardatários na corrida. Essa era uma desvantagem muito grande para quem era o líder da corrida, mas com o carro era tão bom que não era problema para o dominador da corrida até aquele momento passar alguns carros lentos.

Bobby Rahal ultrapassava John Andretti numa disputa por posições entre os 10 primeiros lugares. Outro que se destacava era Scott Goodyear, que estava se recuperando muito bem, depois de largar da última posição apos pegar o carro que era de Mike Groff, O Canadense fazia prova expandida com a equipe Walker. Alguns pilotos que não pararam na primeira bandeira amarela foram para a sua primeira parada, era o caso do piloto da equipe Walker. A Classificação após 37 voltas era a Seguinte: 1. Michael Andretti, 2. Eddie Cheever, 3. Scott Brayton, 4. Arie Luyendyk, 5. Emerson Fittipaldi.

O Brasileiro Emerson Fittipaldi começava a aparecer na corrida ao final do seu primeiro quarto com Michael Andretti dominado a corrida Com as Ganassi e Brayton sendo os mais rápidos depois de Andretti, depois disso vinha Emerson Fittipaldi que se juntava na turma dos primeiros colocados chegando cada vez mais perto de Luyendyk. Jim Crawford, Paul Tracy e Al Unser Jr. foram para os boxes fazerem suas paradas para reabastecimento e troca de pneus, na volta seguinte o mesmo faz Michael Andretti, uma parada de 15 segundos e 3 décimos. para o padrão atual é bem lento, mas era do padrão da Formula Indy na época. Depois disso vários outros pilotos pararam, como Scott Brayton, Eddie Cheever, entre outros.

Após 51 Voltas Completadas A classificação era a Seguinte: 1. Michael Andretti, 2. Eddie Cheever, 3. Scott Brayton, 4. Arie Luyendyk, 5. Emerson Fittipaldi, 6. Bobby Rahal, 7. Al Unser Jr., 8.Scott Goodyear, 9.Jim Crawford, 10.Paul Tracy.

Na Volta 52 o motor de Scott Pruett estoura Mas não chega a provocar a bandeira amarela por ter esourado dentro dos boxes (Era o final de corrida da Truesports e de seu proprio Chassi), Eddie Cheever partir para cima de Scott Brayton que estava muito bem na corrida Mas o Lola-Ford Carro da Chip Ganassi estava muito rápido também e a ultrapassagem foi questão de tempo fazendo com que Cheever assumia o segundo lugar na corrida. E Emerson Fittipaldi passou Arie Luyendyk e assumia o 4ºlugar mostrando o ótimo desempenho de seu Penske-Chevrolet. John Andretti tem problemas em seu Bico e acabe perdendo muito tempo nos boxes sem qualquer chance

Mas eis que Surge a terceira bandeira amarela com Gordon Johncock com o Motor Buick soltando fumaça, Com isso todos os pilotos iriam ficar juntos e isso dava a possibilidade de Chevver, Emerson, Arie e Brayton lutarem com Michael Andretti pelo primeiro lugar na volta 62. Quem se Salvou de bater no muro foi Mario Andretti, que raspou no muro na curva 4, Se não era o velho Mario poderia ser muro na certa.

A Bandeira voltou rápido, Na Volta 65, e mais uma Vez Michael Andretti fugia na ponta como se nada tivesse acontecido, mas logo voltaria a bandeira amarela, Philippe Gache que voltou a corrida acabou batendo no muro, Agora sim o Francês não voltaria a corrida nem se quisesse poderia voltar pois seu carro estava destruído e Stan Fox acabou se chocando com a roda no carro de Gache e também acabou abandonando a corrida isso na volta 66.

A Classificação no momento era a seguinte: Michael Andretti, Eddie Cheever, Emerson Fittipaldi, Arie Luyendyk, Bobby Rmahal, Al Unser Jr., Scott Brayton, Scott Goodyear, Paul Tracy e Jim Carwford. Gache nada sofreu, mas teve de ir ao hospital para analisar se não tem algo mais grave com ele.

Lyn St. James estava nos boxes para fazer mais uma parada. Ela era a única mulher na pista, Lyn St.James é Jornalista e Venceu as 24 Horas de Daytona em 1987 IMSA GTO. Mesma coisa fez Jimmy Vasser que aproveitou a bandeira amarela e foi para os boxes.

Na volta 75 a corrida recomeçava e Cheever tentava brigar com Andretti, mas Michael continuava imbatível mas um acidente acontecia na curva 1 pra 2, Os dois carros da Penske se chocaram, Emerson Fittipaldi e Rick Mears acabaram se chocando, Emerson acabou rodando e Mears não teve tempo de desviar, Era menos uma para incomodar a corrida, e para Roger Penske um desastre, seus dois melhores pilotos estavam fora, Roger só tinha Paul Tracy na corrida. Jim Crawford com o outro carro da King que sobrou nas 500 milhas também se envolveu no acidente e acabou abandonando a corrida.

Emerson e Mears foram para o hospital para um Check Up que era um procedimento com os pilotos que se acidentam na corrida. Dominic Dobson acabou tendo problemas com a sua equipe, Um dos caras não colocou uma das rodas e Dobson achando que tava tudo certo saiu, mas claro que não podia dar coisa boa, pelo menos ele continuou na corrida, mas com prejuízos.

Depois dessa 5ªBandeira amarela era acionada a bandeira verde que durou pouco tempo , Mario Andretti dessa vez bateu no muro na curva 4 e o piloto de 52 anos de idade Deixava a corrida. Era a  6ªBandeira amarela na corrida, isso antes da metade da corrida, um ritmo de corrida bastante lento para uma 500 milhas de Indianápolis.

Classificação após 84 Voltas: Michael Andretti, Eddie Cheever, Arie Luyendyk, Bobby Rahal, Al Unser Jr. Bobby Rahal e Al Unser Jr. começavam a aparecer na corrida para tentarem se confrontar com Andretti, Cheever e Luyendyk. Bobby Rahal era o líder do campeonato até aquele momento, Scott Goodyear fazia sua parada, junto com alguns outros carros, era uma mudança de estratégia, se aproximando de 100 voltas, As equipes e os pilotos começavam a apostar em Estratégias para saber se no final da corrida teriam chances de vencer a corrida. Na Volta seguinte, todo mundo para nos boxes praticamente. Nas paradas a Chip Ganassi foi bem mais competente e colocou Cheever de volta a ponta da corrida, A Newman-Haas demorou muito em sua troca.

Só que na volta seguinte Chevver voltava aos boxes, a parada foi rápida demais e o tanque não foi totalmente enchido de combustível e  isso jogou Cheever nas últimas posições da fila, Mesmo assim manteve-se na mesma volta do líder.

A Bandeira verde volta na volta 87 , Michael Andretti continuava na ponta da corrida e parece que não tínhamos mais bandeira Amarela durante um bom tempo até que na volta 93 o piloto Scott Brayton que vinha em uma grande corrida teve seu motor estourado e foi obrigado a abandonar a corrida, e novamente temos uma bandeira amarela na pista. (7ªbandeira amarela em menos de 100 voltas de corrida)

O Número de carros na corrida estava diminuindo,12 pilotos já estavam de fora das 500 milhas. Classificação após 95 Voltas: Michael Andretti, Eddie Cheever, Bobby Rahal, Al Unser Jr. e Arie Luyendyk. Uma bandeira amarela Rápida, e a bandeira verde voltou na volta 96, Paul Tracy a última esperança da Penske quebrava o motor e deixava a corrida, Jimmy Vasser também abandonava a corrida. Com isso ficavam apenas 19 pilotos, entre eles estava o outro Brasileiro na corrida, Raul Boesel, que mesmo sem ter um grande carro, estava começando a ver uma possibilidade de um bom resultado.

indycar500_1992 (4)

durante a bandeira amarela, os pilotos aproveitaram para fazerem a troca de pneus e o reabastecimento, Depois de 100 Voltas, A Bandeira verde voltaria com Michael Andretti na ponta, num ritmo dominador, desde do começo da corrida, até que Brian Bonner com o carro da Dale Coyne bate e obriga a novamente temos uma bandeira amarela, a corrida já passava das 2 horas de duração, e era impressionante o número de bandeiras amarelas que tivemos até aquele momento. Classificação após 103 Voltas: Michael Andretti, Eddie Cheever, Arie Luyendyk, Al Unser Jr., Bobby Rahal, Scott Goodyear, Al Unser, Danny Sullivan, Raul Boesel e Gary Bettenhausen, os 10 primeiros colocados.

Cheever se recuperava na corrida e agora era o perseguidor mais forte de Michael Andretti, Bonner e mandado para o Hospital, para cuidados médicos, o piloto apenas sofreu ferimos leves. Andretti liderava 100 das 107 voltas, A.J.Foyt foi para os boxes, seria a última vez que Foyt iria correr na Indy, o piloto iria se aposentar depois dessa corrida. Novamente foi dada a Bandeira ver na volta 108, Andretti continuava disparado na ponta da corrida, Alguns pilotos como John Andretti tentavam se recuperar na corrida, Arie Lyyendyk e Eddie Cheever lutavam por posições no primeiro pelotão da corrida. Um Outro que começava a se destacar era Al Unser, que vinha queto, queto, brigando por boas posições com seu Lola-Buick da Equipe Menard. Já Bobby Rahal fazia uma prova discreta apenas para marcar pontos no campeonato foi para os boxes.

Enquanto isso na volta 112 Jeff Andretti perdeu um dos seus pneus e acabou batendo no muro e Gary Bettenhausen que vinha numa boa 10ªposição também rodou e com isso provocou mais uma bandeira amarela na corrida. Uma situação perigosa demais para os pilotos. Ainda bem que hoje em dia isso esta abolido do automobilismo mundial com a corda especial para prender o pneu ao carro quando acontece um acidente desse tipo. O Carro de Gary Bettenhausen acabou sendo atingido o velho piloto da Menard, ambos deixaram a cor Jeff Andretti e Gary Bettenhausen acabaram indo para o hospital.

Foi uma bandeira amarela Longa, Jeff Andretti teve de ir de marca para o Hospital, ele sofreu alguns ferimentos. Nessa altura acredito que se deu mais voltas com o Safety Car na Pista do que com a corrida em Bandeira verde. Classificação Após 119 voltas: Michael Andretti, Arie Luyendyk, Eddie Cheever, Al Unser Jr., Scott Goodyear, Al Unser, Bobby Rahal, Danny Sullivan, Raul Boesel, A.J.Foyt, John Paul Jr., Ted Prappas, Dominic Dobson, Lyn St.James, John Andretti,Buddy Lazier. Eram os 16 pilotos ainda na corrida. Alguns pilotos aproveitaram para trocar os pneus e fazerem o reabastecimento nessa bandeira amarela.

Curiosidade, um Mecânico da Quake State (Equipe King) iria ajudar no reabastecimento dos Boxes da Chip Ganassi, em uma das paradas o homem responsável do reabastecimento da Chip Ganassi acabou ferido, numa saída mal feita do carro da equipe. Nova Bandeira verde e Michael Andretti continuava na ponta da corrida. Bobby Rahal e Al Unser Jr. brigavam por posição na corrida, Arie Luyendyk tentava perseguir Andretti, o Vencedor de 1990 tentava de todas as formas superar o carro da Newman-Haas, e parecia ser o único que poderia fazer isso, Andretti continuava andando forte na ponta, Al Unser ocupava uma ótima 4ªposição na corrida , A corrida começava a ficar mais interessante a medida que já tinha passado para a segunda metade de prova. Al Unser fazia também voltas muito rápidas Andretti se encontrava de novo com retardatários na corrida. A.J.Foyt fazia mais uma parada nos boxes.

Após 130 voltas a corrida estava assim: M.Andretti, Arie Luyendyk, Al Unser Jr. , Al Unser, Scott Goodyear, Eddie Cheever, Bobby Rahal, Danny Sullivan, Raul Boesel, A.J.Foyt, John Paul Jr., Ted Prappas, Dominic Dobson, Lyn St. James, John Andretti e Buddy Lazier. restando 70 voltas para o Final da corrida.

Luyendky tentou tirar tudo do carro da Chip Ganassi, Mas a vezes, forçar o carro acima do limite tem seu preço e na volta 135 isso se comprovou com Luyendky encontrando o Muro, não foi uma daquelas batidas fortes, Mas o bastante para tirar o Holandês voador da prova. Mais uma bandeira amarela na corrida. O Campeão das 500 Milhas em 1990, Deixava o Sonho do Bi-Campeonato para uma próxima oportunidade. Com isso Al Unser jr. assumia o 2ºlugar com Al Unser em 3º, A Família Unser iria para o ataque contra Michael Andretti, mas pelo que se via até agora, só uma quebra ou um erro da Newman-Haas iria permitir uma vitória de um outro piloto sem ser o carro número 1 da Newman-Haas/Ford Cosworth XB V8.

Com as táticas e paradas de box, Al Unser Jr. foi para o primeiro lugar e Al Unser para o Segundo lugar, a Familia Unser estava na ponta da corrida. A Corrida iria recomeçar na volta 140 Michael Andretti vinha no bloco de trás, tentando engolir a Família Unser, Já Eddie Cheever era o restava da Chip Ganassi na pista, E Michael Andretti vinha atrás dele em 2ºlugar na corrida Cheever era retardatários, Mas eis que derepente veio o Lola-Buick de Al Unser surpreende e assume a 2ªposição na corrida.

Fantástico, mas logo depois Andretti passar Unser e assumia o 2ºlugar na corrida. Buddy Lazier se arrastava na pista, deixando a corrida com só 13 carros Ted Prappas também tinha abandonado com problemas no Câmbio. A Classificação após 149 Voltas era: Al Unser jr., Michael Andretti, Al Unser, Scott Goodyear, Bobby Rahal, Danny Sullivan, Eddie Cheever, Raul Boesel, John Paul Jr., A.J.Foyt, Dominic Dobson, Lyn St. James e John Andretti. Os treze que continuavam na corrida.

Agora era a Hora de se decidir a parada. Buddy Lazier ocasionou um momento cômico na corrida, sua poupança acabou sendo torrada, bom, pelo menos não houve queimaduras, mas que foi cômico, foi sim. Agora na liderança estava Michael Andretti, Al Unser jr. estava muito bem, mas o carro de Michael Andretti parecia imbatível na corrida, Raul Boesel estavam em 8ºlugar sem Chamar atenção continuava firme na corrida.

A corrida recomeçava e prometia uma briga no final entre Michael Andretti e a Família Unser, mais tinha um piloto que não chamava atenção na corrida até aquele momento Scott Goodyear que vinha em 4ªlugar Após largar da última posição devido a ter sido colocado no carro de Mike Groff que havia se classificado com o carro número 15.

Al Unser estava em 3ºLugar seu carro a até 233 mph por hora e a 12.000 Rotações em seu motor Chevrolet com o Chassi Galmer  atrás de Scott Goodyear estava em 2ºlugar após 3/4 de corrida e ninguém falou do Canadense bom de braço da equipe Walker. Classificação após 163 Voltas: 1. Michael Andretti, 2. Scott Goodyear, 3. Al Unser jr., 4. Al Unser, 5. Danny Sullivan, 6. Bobby Rahal, 7. Eddie Cheever, 8. Raul Boesel, 9. John Paul Jr., 10. John Andretti.

Restando 35 Voltas para o Final da corrida Michael Andretti continuava sem ter adversários, a corrida estava até ridiculamente fácil para a Newman-Haas. O Sonho de Michael de repetir o seu pai estava próximo, de vencer as 500 milhas de indianápolis com a Família Unser brigava pelo 3ºlugar na corrida Al Unser, o Melhor piloto de Motor Buick na corrida estava com mais velocidade do que o Filho, e conseguiu a ultrapassagem, por volta da volta 170, e assumia o 3ºlugar.

Al Unser jr. parecia sem forças na corrida. Andretti estava dando volta em Eddie Cheever, que era o 7ºlugar na corrida, parecia Fácil. Mas Michael Andretti tinhas uma última parada para Fazer na corrida. Uma parada sem problemas, o Mesmo acontecendo com Scott Goodyear e com todos os outros pilotos. Todos fazendo suas últimas paradas na corrida, A parada de Al Unser jr. foi de 13.9 segundos, uma parada bastante rápida. o Líder da Corrida era Al Unser, mas por que ainda não tinha parado, mas teria de fazer sua parada para os boxes, algo que ele fez algumas voltas depois, parecia que o time ou ele queria aproveitar seu momento de Glória na corrida. Se bem que poderia até ter chances de vencer a corrida. Mas a parada não foi nada boa, 17.9 segundos, isso derrubou o Veterano na corrida. Bobby Rahal também fez sua última parada, em 15 segundos.

Classificação após 185 voltas: 1. Michael Andretti, 2. Scott Goodyear, 3. Al Unser Jr., 4. Al Unser, 5. Danny Sullivan, 6. Bobby Rahal, 7. Eddie Cheever, 8. Raul Boesel, 9. John Andretti, 10. John Paul Jr. 11. A.J.Foyt, 12. Lyn St. James, 13. Dominic Dobson, Logo depois de algumas voltas Al Unser jr. ultrapassou Scott Goodyear e assumia o 2ºlugar na corrida, parecia revigorado o carro do piloto da Galles com o Chassi Galmer.

Tudo indicava que Michael Andretti partia para a vitória, mas que veio a volta de número 189, e Michael Andretti tinha problemas. Era o fim do sonho de vencer as 500 Milhas de Indianapolis, Bandeira amarela. Al Unser Jr. Scott Goodyear e Al Unser não acreditavam do que viam, a vitória cair para os três brigarem por lela e por 1 milhão de dólares. Faltavam 10 voltas para o Final, e a Briga estava entre os três. Al Unser jr. Scott Goodyear, Al Unser. Além desses Eddie Cheever estava na mesma volta do Líder, mas estava sem carro competitivo para brigar pela vitória e depois da Bandeira verde o Lola-Buick de Al Unser também não apresentava desempenho para lutar pela vitória a disputa ficava entre Unser jr. e Goodyear.

indycar500_1992

Al Unser e Scott Goodyear estavam travando a batalha final pela Vitória na corrida, O Canadense atacava ferozmente, mas Al Unser jr. se manteve na ponta da corrida. Apesar do Esforço do piloto da Walker, Al Unser jr. manteve seu Galles em primeiro lugar, Até a última volta Goodyear tentou, tentou, tentou, até que na última curva Scott Goodyear conseguiu colocar de lado, para passar Al Unser jr., Mas acabou a famosa linha de chegada de tijolos chegando antes do que a ultrapassagem dele em cima de Al Unser jr. que colocava seu nome na história das 500 milhas, a primeira vitória em Indy 500 do jovem piloto norte-americano, depois de passar perto em 1989, Finalmente entraria na Glória de ter vencido as 500 milhas, mas eu confesso que a Vitória apesar de ter sido entregue em muito boas mãos para Al Unser jr. Seria mais justo que Scott Goodyear tivesse levado, ele largou de 33ºlugar após substituir Mike Groff que levou o carro 15 para a classificação. O Canadense fez uma corrida até mais brilhante do que Al Unser jr.

Sobre Michael Andretti que também foi uma judiação não ter ganho a corrida, tendo liderado 4/5 da corrida. 160 voltas. O velho Al Unser terminou em 3ºlugar com o melhor resultado de um motor Buick da história das 500 milhas até hoje. Lyn St. James foi a Rookie do ano, após uma corrida correta, terminou em 11ºlugar e Raul Boesel teve um desempenho muito bom largando de 25ºlugar, e chegando em 8ºlugar sendo o único Brasileiro a terminar a prova que só teve 12 carros que chegaram ao final da prova, Um número muito baixo para o Padrão de 500 milhas que tem uma média de terminar entre 18 a 20 carros ao final das corridas.

Resultado Final das 500 milhas de Indianapolis de 1992

Fotos:

 

View post on imgur.com

View post on imgur.com

View post on imgur.com

View post on imgur.com

Vídeos:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Tiradas dos Vídeos da corrida (Print)*
Vídeos: Ricardo Kakazu / Andradesilva /Cart WORLD SERIES/Andrew Sopher/asopher1

* Trabalho sem fins lucrativos para preservar em imagens a História da Formula Indy que não provem de muitos registros em fotos.

F1 Grand prix 1 – SNES – O Jogo

Introdução

Esse jogo produzido pela Video System em 1991 se tornou o primeiro simulador de jogos sobre Formula 1, com todas as equipes e pilotos da Temporada de 1991, você pode correr com qualquer carro e qualquer equipe e qualquer piloto do mundial de 1991, pelas 16 pistas do mundial de 1991, desafiando os melhores pilotos: Senna, Mansell, Patrese, Berger, Prost e entre outros. e no final da corrida ver que você ganhou, chegou ao pódio, ou fracassou na corrida. Então divirta-se com esse jogo. F-1 Grand Prix.

Free Run

Single: Você corre sozinho na pista para praticar, pode se escolher qualquer carro e você pode escolher andar 1, 3, 5 ou 7 voltas na pista.

Pratice Simulation: Você corre na pista já com todos os outros carros, simulando um treino. você pode escolher andar 1, 3, 5 ou 7 voltas

Battle: Você batalha com um ou outro piloto que você quiser, uma batalha particular pela vitória. Você pode escolher andar 1, 3, 5 ou 7 voltas.

World GP

New Game: Você começa um novo campeonato, onde você primeiro coloca seu nome, isso é opcional, e depois escolhe a equipe e o piloto que você deseja correr a temporada inteira, você pode escolher nos treinos andar 1, 3 ou 5 voltas e nas corridas você pode escolher algumas voltas ou até fazer a totalidade de voltas de uma corrida.

Continue: Você pode continuar o jogo que foi salvo. para você continuar a jogar o mesmo jogo.

Ainda tem dois modos de jogo:

Best lap: Você confere as melhores voltas que você ou seus colegas fizeram no jogo, em todos os modos de jogo.

Option: Você Escolhe nível de jogo, Som Stereo ou Mono, e ver quais são as musicas do jogo no BGM, mas o mais interessante é a opção de você colocar os pilotos em outras equipes. Exemplo, o Prost na Lamborghini, o Piquet na Brabham ou o Berger na Coloni, o unico que não pode ser mudado é o Ayrton Senna.

Pilotos:

Piloto País Equipe
1. Ayrton Senna Brasil Mclaren
2. Gerhard Berger Áustria Mclaren
27. Alain Prost França Ferrari
28. Jean Alesi França Ferrari
5. Nigel Mansell Inglaterra Williams
6. Riccardo Patrese Itália Williams
3. Satoru Nakajima Japão Tyrrell
4. Stefano Modena Itália Tyrrell
32. Michael Schumacher Alemanha Benetton
20. Nelson Piquet Brasil Benetton
29. Eric Bernard França Lola
30. Aguri Suzuki Japão Lola
19. Roberto Pupo Moreno Brasil Jordan
33. Andrea de Cesaris Itália Jordan
21. Emanuele Pirro Itália Dallara
22. Jyrki Jarvi Lehto Finlândia Dallara
11. Mika Hakkinen Finlândia Lotus
12. Johnny Herbert Inglaterra Lotus
23. Pierluigi Martini Itália Minardi
24. Gianni Morbidelli Itália Minardi
25. Thierry Boutsen Bélgica Ligier
26. Eric Comas Itália Ligier
15. Maurício Gugelmin Brasil Leyton House
16. Ivan Capelli Itália Leyton House
7. Martin Brundle Inglaterra Brabham
8. Mark Blundell Inglaterra Brabham
14. Olivier Grouillard França Fondmetal
9. Michele Alboreto Itália Footwork
10. Alex Caffi Itália Footwork
17. Gabriele Tarquini Itália AGS
18. Fabrizio Barbazza Itália AGS
31. Pedro Chaves Portugal Coloni
34. Nicola Larini Itália Lamborghini
35. Eric van der Poele Bélgica Lamborghini

Equipes:

equipes_f1_grand_prix_SNES

Circuitos:

circuitos_f1_grand_prix_SNESVídeos: (Modo campeonato)

Estados Unidos


F 1 Grand Prix SNES EUA tyrrell por Deivisonf1world

Brasil


F 1 Grand Prix SNES Brasil tyrrell por Deivisonf1world

San Marino


F 1 Grand Prix SNES San Marino – Tyrrell por Deivisonf1world

Mônaco


F 1 Grand Prix SNES Monaco por Deivisonf1world

Canadá


F 1 Grand Prix SNES Canada por Deivisonf1world

México


F 1 Grand Prix SNES México por Deivisonf1world

França


F 1 Grand Prix SNES França por Deivisonf1world

Inglaterra


F 1 Grand Prix SNES Inglaterra por Deivisonf1world

Alemanha


F 1 Grand Prix SNES Alemanha por Deivisonf1world

Hungria


F 1 Grand Prix SNES Hungria por Deivisonf1world

Bélgica


F-1 Grand Prix SNES Bélgica por Deivisonf1world

Itália


F 1 Grand Prix SNES Itália por Deivisonf1world

Portugal


F-1 Grand Prix SNES Portugal por Deivisonf1world

Espanha


F-1 Grand Prix SNES Espanha por Deivisonf1world

Japão


F-1 Grand Prix SNES Japão por Deivisonf1world

Austrália


F-1 Grand Prix SNES Austrália por Deivisonf1world

Fiz um jogo com o piloto Satoru Nakajima e conquistei todas as 16 vitórias da Temporada de 1991 e com isso a classificação terminou assim:

Mundial de Pilotos:

1. Satoru Nakajima Tyrrell 160 pontos
2. Ayrton Senna Mclaren 72 Pontos
3. Nigel Mansell Williams 44 Pontos
4. Ricardo Patrese Williams 43 Pontos
5. Alain Prost Ferrari 29 Pontos
6. Gerhard Berger Mclaren 28 Pontos
7. Nelson Piquet Brabham 12 Pontos
8. Jean Alesi Ferrari 10 Pontos
9. Roberto Pupo Moreno Jordan 6 Pontos
10. Mauricio Gugelmin leyton House 3 Pontos
11. Stefano Modena Tyrrell 3 pontos
12. Michael Schumacher Benetton 3 Pontos
13. Andrea de Cesaris Jordan 2 Pontos
14. Gianni Morbidelli Minardi 1 Ponto

Mundial de Construtores:

1. Tyrrell 153 Pontos
2. Mclaren 100 Pontos
3. Wiliams 87 Pontos
4. Ferrari 39 Pontos
5. Benetton 15 Pontos
6. Jordan 8 Pontos
7. Leyton House 3 Pontos
8. Minardi 1 Ponto

Avaliação do Jogo

>Essa foi à primeira tentativa bem sucedida de Simulação de um jogo com todas as condições reais de um jogo normal, com a exceção de que você não quebra durante as corridas, como acontece com alguns outros, a jogatividade do jogo apesar dos caracteres sendo alguns deles japonês é grande parte em Inglês é bastante fácil, no nível Fácil, Normal e Difícil não tem muita diferença em termos de corrida. a Vantagem do nível mais fácil e de ter um grid melhor. Pois não importando o Nível que você esteja Senna, Mansell, Patrese, e sempre por fora em algumas corridas Berger e Prost vão incomodar muito você e deverão ser a pedrinha no seu sapato. Teoricamente com todos os carros você pode ser Campeão. Mas Vamos te passar os níveis dos pilotos para você não se perder, e achar que qualquer carro você vai ganhar fácil:

Niveis de Pilotos e Equipes:

Mclaren : A
Ayrton Senna: A
Gerhard Berger: B
Williams: A
Nigel Mansell: A
Riccardo Patrese: B
Ferrari: A
Alain Prost: A
Jean Alesi: B
Benetton: B
Nelson Piquet: B
Michael Schumacher: C
Tyrrell: B
Satoru Nakajima: D
Stefano Modena: C
Lola/Larrousse: C
Eric Bernard: C
Aguri Suzuki: C
Jordan: B
Roberto Pupo Moreno: B
Andrea de Cesaris: B
Dallara: C
Emanuelle Pirro: D
Jyrki Jarvi Lehto: C
Lotus: D
Mika Hakkinen: C
Johnny Herbert: C
Minardi: C
Pierluigi Martini: C
Gianni Morbidelli: C
Ligier: D
Thierry Boutsen: C
Erik Comas: D
Leyton House: C
Mauricio Gugelmin: C
Ivan Capelli: C
Brabham: D
Martin Brundle: C
Mark Blundell: C
Fondmetal: E
Olivier Grouillard: D
Footwork: E
Michele Alboreto: D
Alex Caffi: E
AGS: E
Gabriele Tarquini: D
Fabrizio Barbazza: E
Coloni: F
Pedro Chaves: F
Lamborghini: E
Nicola Larini: D
Eric van de Poele: E

Recomendação:

Para você que é iniciante, comece pelo mais fácil e vai aumentando de nível, a medida em que você se sentir mais confiante você vai passando de Nível para um nível mais avançado de jogo.

Nota para o Jogo: 10

Pontos Positivos: são muitos nesse jogo vou citar alguns deles, possibilidade de Fazer toda a Temporada de Formula 1 com a integralidade de voltas, corrida com todos os pilotos disponíveis, pistas originais de 1991.

Pontos Negativos: Não tem muitos não, só alguns, o tempo das voltas são irreais, e colocaram o Moreno na Jordan e o Schumacher na Benetton, mas não trocaram a numeração deles dois não.

Produção do Jogo: Video System 1991 / Nintendo

Corridas Históricas: GP do México de 1991

Dmznbpk9

Grid de Largada:

1. Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’16.696
2. Nigel Mansell (Williams/Renault) 1’16.978
3. Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’17.264
4. Jean Alesi (Ferrari) 1’18.129
5. Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’18.156
6. Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’18.168
7. Alain Prost (Ferrari) 1’18.183
8. Stefano Modena (Tyrrell/Honda) 1’18.216
9. Roberto Moreno (Benetton/Ford) 1’18.375
10. Olivier Grouillard (Fondmetal/Ford) 1’18.453
11. Andrea de Cesaris (Jordan/Ford) 1’18.935
12. Mark Blundell (Brabham/Yamaha) 1’19.064
13. Satoru Nakajima (Tyrrell/Honda) 1’19.092
14. Thierry Boutsen (Ligier/Lamborghini) 1’19.211
15. Pierluigi Martini (Minardi/Ferrari) 1’19.215
16. J J Lehto (Dallara/Judd) 1’19.291
17. Martin Brundle (Brabham/Yamaha) 1’19.647
18. Eric Bernard (Lola/Ford) 1’19.785
19. Aguri Suzuki (Lola/Ford) 1’20.049
20. Bertrand Gachot (Jordan/Ford) 1’20.050
21. Mauricio Gugelmin (Leyton House/Ilmor) 1’20.200
22. Ivan Capelli (Leyton House/Ilmor) 1’20.252
23. Gianni Morbidelli (Minardi/Ferrari) 1’20.322
24. Mika Häkkinen (Lotus/Judd) 1’20.823
25. Johnny Herbert (Lotus/Judd) 1’20.830
26. Michele Alboreto (Footwork/Porsche) 1’21.178

Não Largaram :

27. Erik Comas (Ligier/Lamborghini) 1’21.225
28. Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’22.258
29. Stefan Johansson (Footwork/Porsche) 1’22.598
30. Fabrizio Barbazza (AGS/Ford) 1’22.899
31. Nicola Larini (Lambo/Lamborghini) 1’29.688
32. Eric van de Poele (Lambo/Lamborghini) 1’30.655
33. Pedro Chaves (Coloni/Ford) 1’37.144
34. Emanuele Pirro (Dallara/Judd) 1’40.164

If034jdx

Patrese Acaba com sequencia de 7 Vitórias do Brasil em Sequencia no México e conquista primeira vitória da Williams em 91

Depois de 5 etapas da Temporada de 1991 vivíamos uma situação inédita na História da Formula 1, o Brasil tinha as 5 primeiras vitórias da temporada que se juntando as 2 vitórias da temporada passada, se tornava uma invencibilidade de 7 corridas a favor o Brasil, no Campeonato estava 40 para Senna e o seu mais próximo perseguido tinha 16 pontos, o seu mais próximo perseguido era Nelson Piquet, depois com 10 pontos estava o piloto Italiano Ricardo Patrese e o Austríaco Gerhard Berger.

Mas no Grande Prêmio do México a Primeira fila era das Williams, com Patrese em 1º e Mansell em 2º. Senna largava em 3ºlugar, com Alesi em Quatro., a primeira largada foi abortada, Jyrki Jarvi Lehto teve problemas com sua Dallara-Judd, na partida para a Segunda volta de apresentação. O carro de Alboreto morreu deixando ele na mão e tendo que ser empurrado pelos comissários para tentar partir para a Volta de apresentação.

Finalmente deu-se a largada, as Williams largaram bem, Senna e Berger tentaram tirar as Williams da ponta, mas isso não foi possível, quem largou bem foi Mansell que assumiu a ponta, com Alesi em 2º e Senna em 3º, Patrese acabou perdendo 3 posições depois da primeira curva. Depois vinham Berger, Piquet e Modena. logo depois da 1ªVolta completada Senna assumiu a 2ªPosição e mostrando que queria levar a Quinta Vitória na Temporada, Modena passou Piquet e assumiu a 6ºPosição com o Potentíssimo motor Honda V10, De Cesaris e Moreno disputavam a 8ºPosição.

Oxggamo3

Na Volta 4 Patrese assumia a 3ªPosição Mostrando que a Briga era entre Mansell, Senna e Patrese pela vitória. E Cadê Alain Prost, ah, sim, ele estava no momento em 10ºlugar. Com 4 Voltas a Classificação era essa daqui: 1. Mansell 5:44.769, 2.Senna (0.922), 3. Patrese (1.303), 4. Alesi (2.844), 5. Berger (5.479), 6. Modena (5.718), Patrese partia para o Ataque em cima de Senna. Berger na volta 5 tinha problemas e terminaria por abandonar a corrida, juntamente com Martini que abandonou com uma rodada.

Após isso tudo Modena assumiu a 5ºPosição e Piquet voltava a ser o Sexto. Senna conseguia se aproximar de Mansell e se afastou um pouco de Patrese, Alesi ficava ai no 4ºLugar, Andrea de Cesaris conseguia ultrapassar Piquet e assumia a 6ªPosição, além de ter feito a melhor volta da corrida naquele momento, 1:21.737, Classificação Após 7 Voltas: Mansell, Senna, Patrese, Alesi, Modena, De Cesaris, Piquet, Moreno, Prost e Lehto, os 10 primeiros colocados.

Algumas Voltas depois Patrese voltava com tudo para tirar o 2ºlugar de Senna, Mas Senna impediu essa Ultrapassagem, Mas o Fato é de que as duas Williams eram fortes demais nessa Pista. e Senna já estava fazendo milagre em acompanhar mais ou menos o Ritmo de Mansell. Alesi já não conseguia isso, e Finalmente Patrese assumia a 2ªPosição na Volta 11. Na volta seguinte Patrese foi pra cima de Mansell e passou de passagem e ainda fez a melhor volta da corrida na Volta 11, a partir dai a Briga entre os dois começava a se tornar cruel, e Senna e Alesi se aproximavam para a Festa, um pouco mais longe vinha Modena, De Cesaris e Piquet brigando pelo 5ºlugar. e pelo 8ºlugar Moreno segurava Prost que fazia uma prova muito ruim em relação ao Alesi que estava em 4º.

R3xhasem

Aos poucos as Williams de Patrese e Mansell fugiam e Modena vinha se aproximando de Senna e Alesi, e que se via a capacidade do Motor Honda v10, Alesi passava Senna e enquanto isso a Briga entre os dois era muito feia, Patrese voltava a ponta, depois que Mansell tomou dele a liderança, depois disso Mansell ficou longe de Patrese e ficou na Alça de mira do Senna, Piquet passa Modena e assumia a 4ªPosição e se aproximava perigosamente de Senna. De Cesaris era o Sexto colocado, Mas no final da Reta dos Boxes, na volta 16 iniciando a volta 17 De Cesaris assumia a 5ªposição de Modena, que parecia aparentar problemas em seu Tyrrell-Honda. Piquet tentava ultrapassar Senna. Mas era difícil para o limitado motor Ford HB v8 contra o poderoso Honda V12 das Mclarens. Prost ira para os boxes, Mas era para abandonar a corrida, com problemas no alternador da sua Ferrari ele que vinha na 9ªcolocação brigando com o Moreno pelo 8ºlugar.

Classificação após 18 Voltas era essa: Patrese, Mansell, Senna, Piquet e Modena que voltou a 5ªposição. Até nesse momento abandonaram Martini, Berger, Grouillard, Gugelmin e Prost.

Na Volta 20 a Briga prosseguia muito forte, as Williams estavam cada vez mais escapulindo na Frente, Senna se segurava e Piquet tentava uma improvável ultrapassagem, De Cesaris, Moreno e Alesi acompanhavam atrás, o Francês Alesi teve de ir aos boxes fazer uma parada. a Classificação após 21 voltas: Patrese, Mansell (7.245), Senna (10.348), Piquet (10.905), De Cesaris (12.623), Moreno (13.915), Brundle abandonava a corrida após escapar da pista com sua Brabham-Yamaha, devido a Roda ter se soltado do seu carro. Acidente com nenhuma culpa do Piloto inglês que foi vitima da Fragilidade da Brabham.

Alesi já assumia a 6ªposição de Moreno. Até aqui uma corrida belíssima da Williams, e mais Bela ainda de Patrese que se mostrava superior a Mansell. E fazia a volta mais rápida da corrida, 1:19.112 na volta 24. Era um Dominio do Piloto italiano na corrida.

E já na Volta 25 estava a 13 segundos na Frente de Mansell, e Mansell não conseguia abrir de Senna, e da Turma que brigava pelo 3ºlugar, Senna, Piquet, De Cesaris e Alesi estavam por perto de Mansell e continuava Piquet a tentar passar a poderosa Mclaren que não tinha uma grande corrida mas se garantia na potência do Motor, De Cesaris se aproveitando disso passa Piquet e assumia a 4ªPosição. Colocando a Jordan num lugar de Grande destaque na Corrida, Mas uma Vez. Piquet ficava para Alesi que com certeza tinha mais carro que a Benetton-Ford.

Com 29 Voltas a Classificação era: Patrese, Mansell, Senna, De Cesaris, Piquet, Alesi, Moreno, Gachot, Lehto e Blundell, os 10 primeiros colocados. Exaltar a Excelente Corrida de Gachot que estava largando de 21º e já estava em 8ºlugar.

Piquet foi o primeiro piloto a parar nos pits, com 30 Voltas, Alesi assumia a 5ºPosição com Moreno em 6ºlugar. Patrese Sobrava em relação aos outros pilotos. Mansell não conseguia abrir de Senna que via em seu retrovisor a presença da Jordan de De Cesaris.

Lehto que tinha a 9ªposição abandonou a corrida com problemas no fraco motor Judd. Senna na volta 33 tentava passar Mansell, Mas Mansell saiu com a vantagem na Curva. a Tática do Brasileiro era correta, ele tinha que aproveitar os momentos em que Mansell deixasse uma brecha pra Senna passar. já que o Mclaren nessa corrida não era páreo aos Williams-Renault V10. Na Volta Seguinte Senna tentou no mesmo ponto, mas Mansell deixou de novo a parte de fora da pista pra Senna, e Mansell seguia em 2º. Alesi já era o 4º, com De Cesaris em 5º e Moreno em 6º. Já passamos da Metade da Corrida.

Uqacr0ey

Volta 35 a classificação era essa: Patrese em 1º, Mansell 2º, Senna em 3º, Alesi 4º, De Cesaris 5º, Moreno 6º, Gachot em 7º, Piquet em 8º, Blundell 9º, Morbidelli 10º, Bernard 11º. Patrese na Volta 38 estava perto de dar uma volta no 11ºlugar. Mostrando a inteira superioridade de seu equipamento e de seu acerto para essa corrida. Bernard passava Morbidelli e assumia a 10ªPosição. Mansell, Senna, Alesi e De Cesaris estavam colados e brigando ferozmente pelo 2ºlugar da Corrida enquanto assavam pelos retardatários.

O tempo estava sem o Sol, e derepente tinha uma chance de Chuva, nessa hora era que Senna torcia para uma Chuva acontecer, isso poderia minimizar a sua desvantagem em cima das Williams na pior das hipóteses, pois todos sabiam da quase infinita categoria de Dirigir na Chuva que Senna tinha. Alesi e De Cesaris ficaram muito e Mansell só tinha como adversário pelo 2ºlugar o Senna, na Verdade o mais temível dos adversários. Na Volta 42 Senna voltava aos ataques pra cima de Mansell, A classificação era depois de 42 voltas: Patrese em 1º, Mansell 2º (24.898), Senna 3º (25.277), De Cesaris 4º (33.122), Moreno 5º (33.448) e Piquet em 6º com 47.539 atrás de Patrese, Alesi já não figurava entre os seis primeiros com Problemas na Embreagem de sua Ferrari tiraram o Francês da Corrida.

Na Volta 45 Piquet teve problemas na Roda de seu carro e Abandonava a Corrida depois de ir aos Boxes da Benetton, mas era só pra levar o carro para a Garagem, Deixando a Benetton só com Moreno na Corrida.

Xrsjtnx8

A Corrida chegava ao seu terço final e a Classificação após 46 Voltas era essa: Patrese, Mansell, Senna, De Cesaris, Moreno que eram os 5 primeiros. Restando 20 Voltas Patrese agora administrava sua vantagem para Mansell que por sua vez já não tinha o incomodo de Senna. a Única Briga entre os Cinco primeiros colocados naquele Momento Seria uma possível Briga de de Cesaris com o Moreno pelo 4ºlugar. Ainda tinha 15 carros na Corrida. Moreno foi para os pits trocar os Pneus, talvez para tentar nas últimas voltas tomar a 4ªposição de De Cesaris. Com 49 Voltas completadas a Classificação era: Patrese, Mansell, Senna, De Cesaris, Gachot Numa linda corrida em 5º e Moreno em 6º. Suzuki tinha Abandonado na Volta 49. Com 20 segundos de vantagem para Mansell Patrese poupava seu carro para terminar a corrida sem precisar de uma parada para Troca de Pneus.

Gachot que fazia linda corrida em 5ºlugar rodou e abandonou a corrida, jogando fora 2 pontos certos na Classificação do Campeonato. Eric Bernard com isso quietinho sem querer nada estava numa boa 6ªposição com seu Modesto Lola-Ford DFR. Moreno tomava 1 Volta de Patrese na Volta 54, restando 13 Voltas Patrese não tinha perigo de Perder essa corrida, Mansell estava muito longe e do jeito que ele andou (Que ele não andou) era impossível em condições normais vencer Patrese do jeito que estava. Restando 10 Voltas para Terminar a corrida apenas 12 carros continuavam na pista. Senna em 3º administrava seu resultado, De Cesaris estava longe de Senna e Mansell já não estava no Alcance de Senna e Moreno permaneceria em 5º e Bernard estava completando a zona de pontuação em 6º.

Vs2jpi5v

Após bela corrida, Mansell na Volta 60 Fazia a volta mais rápida da corrida. e a Diferença de Patrese para Mansell era de 7.2, O Italiano da Williams estava administrando o Resultado, com a Corrida sob Controle, Restando 5 Voltas para o Final Patrese tinha 5 segundos na Frente e as 2 Lotus na frente de Mansell para o Inglês se virar. Os Retardatários que vieram no final acabam amenizando os ataques do leão no final da corrida embora a 2 voltas para o Final Mansell Ficou perigosamente perto de Patrese que teve a calma necessária nas 2 Voltas Finais.

Resultado o Leão não conseguiu amedrontar o recordista de corridas naquela época, Patrese Venceu sua Vitória na Formula 1, e quebrava assim a sequencia de 7 vitórias seguidas do Brasil na Formula 1 e Conquistava a sua primeira vitória na Temporada, com isso Patrese assumia a Vice-liderança do Campeonato junto de Piquet com 16 pontos, ainda bem longe de Senna que com o 3ºlugar e estava com 44 pontos.

Dhy1ipgs

De Cesaris em 4º no final acabou empurrando seu carro até a linha de chegada em uma imagem bem cômica de se ver na Formula 1 (Mas,nessa época acontecia de vez em quando) , Moreno em 5º e Bernard em 6º completaram a Zona de Pontos.

Resultado Final do GP do México de 1991

Fotos:


Vídeo:

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Vídeo: Youtube – Vinicius Mendes de Freitas

Corridas Históricas: GP do Japão de 1990

Iag6s7fo

Lista de Inscritos:

1. Alain Prost (Ferrari F1-90-2 – Ferrari 3.5 V12 – Goodyear)
2. Nigel Mansell (Ferrari F1-90-2 – Ferrari 3.5 V12 – Goodyear)
3. Satoru Nakajima (Tyrrell 019 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
4. Jean Alesi (Tyrrell 019 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
5. Thierry Boutsen (Williams FW13B – Renault 3.5 V10 – Goodyear)
6. Riccardo Patrese (Williams FW13B – Renault 3.5 V10 – Goodyear)
7. David Brabham (Brabham BT59 – Judd 3.5 V8 – Pirelli)
8. Stefano Modena (Brabham BT59 – Judd 3.5 V8 – Pirelli)
9. Michele Alboreto (Arrows A11B – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
10. Alex Caffi (Arrows A11B – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
11. Derek Warwick (Lotus 102 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
12. Johnny Herbert (Lotus 102 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
14. Olivier Grouillard (Osella FA1ME – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
15. Mauricio Gugelmin (Leyton House CG901 – Judd 3.5 V8 – Goodyear)
16. Ivan Capelli (Leyton House CG901 – Judd 3.5 V8 – Goodyear)
17. Gabriele Tarquini (AGS JH25 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
18. Yannick Dalmas (AGS JH25 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
19. Roberto Moreno (Benetton B190 – Ford HB 3.5 V8 – Goodyear)
20. Nélson Piquet (Benetton B190 – Ford HB 3.5 V8 – Goodyear)
21. Emanuele Pirro (Dallara BMS – 190-Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
22. Andrea de Cesaris (Dallara BMS – 190-Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
23. Pierluigi Martini (Minardi M190 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
24. Gianni Morbidelli (Minardi M190 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
25. Nicola Larini (Ligier JS33C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
26. Philippe Alliot (Ligier JS33C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
27. Ayrton Senna (McLaren MP4/5B – Honda 3.5 V10 – Goodyear)
28. Gerhard Berger (McLaren MP4/5B – Honda 3.5 V10 – Goodyear)
29. Éric Bernard (Lola LC90 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
30. Aguri Suzuki (Lola LC90 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
31. Bertrand Gachot (Coloni C3C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)

Treino Oficial do GP do Japão de 1990

Depois de 14 corridas Ayrton Senna, 78 pontos e Alain Prost com 69 Pontos teriam 2 corridas pela Frente para decidirem o mundial de 1990. A Classificação do GP do Japão seria a primeira etapa de uma das decisões mais controversas e rápidas da Formula 1.

Ao começar os treinos de Sábado Senna tinha o 3ºtempo, 1:38.828, Prost com 1:38.684 era o 2ºcolocado, Berger era o primeiro com 1:38.374, Mansell e Boutsen completavam a lista dos 5 primeiros colocados, Nakajima em 10ºlugar e Suzuki em 11º, Alesi tinha feito o 6ºtempo, mas acabou batendo forte e acabou por não participar dos treinos de Sábado.

Começava o Treino eram 30 pilotos tentando 26 vagas no Grid de largada. De cara a Larrousse de Suzuki foi para a pista tentar melhorar seu tempo que já era muito boa, em sua primeira volta Suzuki fez 1:41.703. Aos poucos outros carros foram para o Grid como Pirro com a sua Dallara,

Nakajima já estava também se preparando para entrar na pista, o Treino começava a esquentar para que as estrelas da corrida (Senna e Prost) entrasse na pista o Asfalto já estaria ideal para eles virarem os melhores tempos.

Nakajima também abriu sua volta com a Tyrrell-Ford e ele fez 1:41.114 a 1 milésimo do melhor tempo que ele tinha feito sexta-feira, com isso a Classificação estava assim:
1. Berger (1:38.374), 2.Prost (1:38.684) 3.Senna (1:38.828), 4.Mansell (1:38.969), 5. Boutsen (1:39.577) 6. Alesi (1:40.052), Nakajima estava em 10ºlugar. Claro que depois de uma volta os pilotos voltavam lentos para os boxes.

O primeiro dos grandes que iriam para a pista era Nigel Mansell com a Ferrari, Enquanto isso a Pirelli lixava seus pneus para que os pilotos que usavam o seu composto de borracha tentassem uma melhor classificação. Mansell veloz como sempre completava a sua primeira volta em 1:38.742 que o deixava em 3ºlugar, na Frente de Ayrton Senna.

Com 20 minutos de Treino a pista já estava cheia de carros e Finalmente Ayrton Senna foi para a pista melhorar seu tempo. O líder do Campeonato, um ídolo para os japoneses estava tentando tomar a pole de seu companheiro de equipe, o Austríaco Gerhard Berger. Já David Brabham parava fora da pista com o Brabham-Judd.

Enquanto isso Senna abria a sua volta, Com o seu Mclaren-Honda ele acelera o máximo e Faz 1:37.541 praticamente 8 décimos mais rápido que o Tempo de seu companheiro de equipe Gerhard Berger, Com isso Senna assumia a primeira posição e a Mclaren-Honda fazia dobradinha no grid na primeira Fila.

Classificação era Senna, Berger, Prost, Mansell, Boutsen e Alesi. Quem não estava nada Feliz com isso era a Ferrari e Alain Prost que iria a pista tentar roubar a ponta de Senna, Praticamente com metade do treino já feito Todo mundo já tinha entrado na pista.

Thierry Boutsen completava a sua volta e só por curiosidade, na reta que leva para a chicane antes da linha de Chegada Boutsen alcançava 292 km/h, Senna na melhor volta dele fazia 301 Km/h E no final da volta Boutsen fazia 1:38.545, Quando entrava para a pista Alain Prost com sua Ferrari, O Adversário De Senna pelo campeonato.

Um minuto depois Berger também foi para a pista melhorar seu tempo, até quem sabe tomar a pole de Senna o Tempo é bem próximo, mas com 1:38.118 Berger ratificava apenas a segunda posição, mas tinha que aguardar Alain Prost em sua volta voadora, Ele tinha menos potência mais um chassi melhor, Prost fazia 1:38.180 e ficava a centésimos atrás de Berger e continuava em 3ºlugar.
Classificação : 1. Senna (1:37.541), 2.Berger (1:38.118), 3. Prost 1:38.180, 4. Mansell 1:38.742, 5. Boutsen 1:39.565, 6. Alesi 1:40.052. Nakajima tentava melhorar seu tempo, ele estava em 12ºlugar. Mas só faz 1:41.513 e fica acima do tempo que ele tinha Já Aguri Suzuki tem melhor sorte nessa segunda tentativa fazendo o tempo de 1:40.887, Que leva Suzuki ao 9ºlugar. Nelson Piquet estava em 6ºlugar e acabou melhorando sua marca para 1:40.049, três décimos a frente de Jean Alesi, Boutsen melhorou sem tempo, Mas manteve o 5ºlugar. enquanto isso Nigel Mansell foi para a sua segunda tentativa.

G6cguxzw

Junto de Patrese que fez 1:40.664 com esse tempo Patrese estava longe dos 6 primeiros colocados. Mansell fazia uma volta de arrepiar e por pouco não tira a pole de Senna fazia 1:37.713, perto do 1:37.541 de Senna.

Classificação: Senna (1:37.541), Mansell (1:37.719), Berger (1:38.113), Prost (1:38.180), Boutsen (1:39.324), Piquet (1:40.049), Alesi (1:40.052) Depois vinham Moreno, Patrese e Suzuki completando os 10 primeiros colocados, Mas os últimos minutos a disputa final estava entre Senna e Prost pela pole. Prost precisava fazer uma grande volta e Senna tentar confirmar a Pole. Berger também estava na pista para tentar voltar a primeira fila. Vários pilotos tentavam melhorar seu tempo não só os da frente, Mas da turma do desespero que precisava garantir um lugar entre os 26 no Grid de Largada.

Covgvq48

Senna fazia a sua segunda tentativa e Prost Também era a batalha da pole Senna acelera forte e fazia 1:36.996, e Prost fazia 1:37.228, a primeira fila seria novamente deles dois. Mansell e Berger na segunda fila e Boutsen e Piquet na terceira. Com as vagas definidas do Grid (Não se classificaram: Grouillard, Tarquini, Dalmas e Gachot) O Grid ficava assim.

Grid de largada do GP do Japão de 1990:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’36.996
2 Alain Prost (Ferrari) 1’37.228
3 Nigel Mansell (Ferrari) 1’37.719
4 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’38.118
5 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’39.324
6 Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’40.049
7 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’40.355
8 Roberto Moreno (Benetton/Ford) 1’40.579
9 Aguri Suzuki (Lola/Lamborghini) 1’40.888
10 Pierluigi Martini (Minardi/Ford) 1’40.899
11 Derek Warwick (Lotus/Lamborghini) 1’41.024
12 Ivan Capelli (Leyton House/Judd) 1’41.033
13 Satoru Nakajima (Tyrrell/Ford) 1’41.078
14 Johnny Herbert (Lotus/Lamborghini) 1’41.588
15 Mauricio Gugelmin (Leyton House/Judd) 1’41.698
16 Éric Bernard (Lola/Lamborghini) 1’41.709
17 Nicola Larini (Ligier/Ford) 1’42.339
18 Emanuele Pirro (Dallara/Ford) 1’42.361
19 Gianni Morbidelli (Minardi/Ford) 1’42.364
20 Philippe Alliot (Ligier/Ford) 1’42.593
21 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’42.617
22 David Brabham (Brabham/Judd) 1’43.156
23 Alex Caffi (Arrows/Ford) 1’43.270
24 Michele Alboreto (Arrows/Ford) 1’43.304
25 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’43.601

Não se Classificaram para a Corrida:

– Olivier Grouillard (Osella/Ford) 1’43.782
– Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’44.281
– Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’44.410
– Bertrand Gachot (Coloni/Ford) 1’45.393

Não largou:

– Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’40.052

Piquet volta a vencer depois de 3 anos na Formula 1, Moreno em sua estreia nos times grandes em 2º, Senna Campeão e Suzuki conquistando o 1ºpódio de um Japonês.

A Expectativa para a corrida era total, tendo na 1ªfila Ayrton Senna e Alain Prost, A decisão iria começar! eram 25 pilotos em busca da vitória ou do melhor resultado que fosse possível. Jean Alesi não pode largar com problemas no pescoço, e Olivier Grouillard não foi chamado para substituir Alesi no Grid. portanto só 25 carros no grid de largada.

Zwbnnw3p

Prost largava melhor e foi para a ponta, Mas Senna consegue reagir e parti para cima de Prost, disputar a liderança na primeira curva, Prost foi para Dentro, Mas Senna já estava por dentro. O resultado disso foi que Ambos se chocaram e forma para longe da pista Prost e Senna abandonam. Fim de campeonato, Para Senna era o Bicampeonato e a Vingança feita de tudo aquilo que aconteceu em 1989. Prost ainda esperava que fosse feita uma nova largada, Mas essa ordem de uma nova largada não aconteceu e Senna deu as costas para Prost. Com isso tudo Ayrton Senna com sua Mclaren-Honda era bicampeão do mundo.

Obsvuaw0

Logo no Começo da Segunda volta Berger que tinha a 1ªposição Roda e vai para a caixa de brita, abandonando no mesmo lugar que abandonaram Senna e Prost. com isso tudo Mansell assumiu a ponta, com Piquet e Moreno logo atrás do Inglês. A Tática de Mansell era trocar os pneus, a tática das Benetton eram usar o pneu tipo B, e tentar não parar. Outro que deixava a corrida era Stefano Modena que abandonou a corrida na primeira volta, Classificação após 2 Voltas: 1. Mansell (3:46.023), Piquet (a 1.170), Moreno (a 1.635), Boutsen (a 2.238), Patrese (a 3.043) e Warwick (a 4.280). logo depois vinham Suzuki e Herbert .

Duas substituições estavam sendo feitas nessa corrida, Johnny Herbert que estava de volta a Formula 1 com a equipe Lotus, ele substituía Martin Donnelly que sofria terrível acidente nos treinos do GP da Espanha de formula 1, E Roberto Pupo Moreno que estava na fraquíssima EuroBrun, e devido ao acidente de Helicóptero que acabou amputando uma das mãos de Alessandro Nannini, John Barnard que era o projetista da Benetton convidou Moreno para substituir Nannini. Finalmente o Brasileiro finalmente teria uma real chance de mostrar seu valor na formula 1.

David Brabham com a Sua Brabham-Judd abandonaria na 3ªVolta e Mauricio Gugelmin com sua frágil leyton House-Judd abandonar na volta 6, com problemas de Motor. a Classificação após 7 Voltas: Mansell (12.45.162), Piquet (a 2.218), Moreno (a 3.389), Boutsen (a 5.311), Patrese (a 6.488), Suzuki (a 12.333)

Uv5eevpw

Mesmo com o melhor carro que os Benetton e com pneus mais macios Mansell não conseguia abrir o tempo esperado pra cima das Benetton. Ivan Capelli iria para os Boxes, com problemas na outra Leyton House.

Quem fazia uma Grande corrida até aquele momento era Roberto Pupo Moreno que conseguia acompanhar o ritmo de Nelson Piquet, apesar da pouca experiência em corridas de Formula 1, já que ele só disputou 7 corridas, por que em várias ocasiões ele andava em times que não tinham condições de se classificar.

Outro que fazia uma grande corrida era Aguri Suzuki que já começava a tirar vantagem em cima dos carros da Williams, tanto de Patrese, tanto de Boutsen.

Andrea de Cesaris na volta 14 Rodava na 1ªcurva da pista e abandonava a corrida, era o 4º a abandonar naquele ponto da pista: Os outros três foram Senna, Prost e Berger. Nigel Mansell fazia volta mais rápida, 1:46.399, Classificação após 17 Voltas completadas: Mansell (30.34.172), Piquet (a 4.803), Moreno (a 6.943), Boutsen (a 11.409), Patrese (a 13.000) e Suzuki (a 15.743). Depois vinham Warwick, Herbert, Nakajima e Bernard completando os 10 primeiros colocados.

Outro que deixava a corrida era Gianni Morbidelli com a Minardi que também substituía Paolo Barilla que mostrou um trabalho bastante incompetente no time de Faenza, Morbidelli era o quinto piloto a ir pra caixa de brita da primeira curva, que se mostrava bastante problemática.

Boutsen foi o primeiro dos pilotos de ponta a fazer sua troca, mas Acabaram demorando na troca, um dos pneus deu problema e Boutsen perdeu muito tempo, a parada foi de 13.10, Boutsen estava com os Pneus tipo Bos mesmo das Benetton e de Patrese e isso poderia levar a tática da Benetton ao espaço.

Aos poucos os outros pilotos também foram para as paradas. Warwick foi na mesma volta que Boutsen aos boxes. e Logo Faria a melhor volta da corrida na volta 23 com o tempo de 1:46.042. isso devido a ter trocado os pneus, já que não era pelo motor Lamborghini e nem pelo carro da Lotus 102 que fizeram ele dar essa magnífica volta.

Mansell começava a apertar o ritmo de vez. A diferença dele para Piquet já estava em 8 segundos, Outro que fazia sua troca era Johnny Herbert que estava na 5ªposição na volta 24. Aguri Suzuki foi para os boxes também, e com uma boa troca da Larrousse Suzuki volta a corrida na frente de Boutsen em 5ºlugar. Nakajima também parou nos boxes e a Tyrrell fez uma inspirada troca nos boxes de 6.44 segundos.

Suyrbtqs

Nigel Mansell finalmente na volta 27 foi para os Boxes, e a Ferrari simplesmente fez uma excelente troca de pneus, 5.83, Mas essa Troca nos boxes de nada adiantaria, Mansell saiu lento dos boxes com a transmissão quebrada fazendo o leão deixar a prova em uma corrida aonde ele seria um principal candidato a vitória abandonaria a corrida.

Com tudo isso Nelson Piquet era o líder da corrida com Roberto Pupo Moreno em 2º, Aguri Suzuki Fazia a melhor volta da corrida: 1:45.564, na 27ªvolta. Enquanto isso Eric Bernard por pouco não provocava um acidente, ele tinha já problemas no seu motor.

Classificação após 27 Voltas: Piquet(48:29.022), Moreno (a 3.650), Patrese (a 10.687), Suzuki (a 34.925), Boutsen (a 38.005), Warwick (a 49.540). E Suzuki fazia outra vez a melhor volta da corrida: 1:44.976 na volta 28.

2tq4okid o

fazendo uma corrida monumental o Japonês Suzuki. Só na volta 30 os primeiros colocados começaram a pegar Retardatários, com a pista de Suzuka sendo grande e também pelo fato de muitos carros terem abandonado a corrida, com 13 carros na pista que se transformariam em 12 com o Abandono de Alboreto com a Arrows-Ford com problemas de motor.

Piquet demorou 2 voltas para passar Caffi que estava com os pneus trocados e Piquet precisava tomar cuidado, pois ele estava com os pneus usados desde do começo da corrida. Johnny Herbert que estava lutando pela zona de pontuação abandonaria com problemas de motor da Lotus-Lamborghini.

Nakajima em 7º estava na luta para passar Derek Warwick para entrar na zona de pontuação, essa briga valia a 6ªposição. e em uma belíssima ultrapassagem por Fora Satoru Nakajima ganha essa posição para deixar os japoneses mais felizes ainda. Com um piloto em 4º, outro em 6º e Ayrton Senna campeão do mundo pela segunda vez com os motores japoneses da Honda. E ficaria melhor já que o Italiano Ricardo Patrese foi para os boxes fazer troca de pneus. Com isso Suzuki assumia a 3ªposição.

3shtscbp

Patrese ficou ainda com o 4ºlugar e Boutsen em 5º. Apenas 11 carros na corrida. Warwick era o 7º, Larini em 8º, Martini em 9º, Caffi em 10º e Alliot em 11º. Piquet tinha 7 segundos na Frente de Moreno. Ambos estavam já administrando sua corrida já que Ambos tinham boa vantagem para Suzuki, Também eles teriam que levar com calma mas voltas finais já que os pneus deles estavam no fim praticamente.

Derek Warwick que vinha em 7º abandonava a corrida com problemas no Câmbio da sua Lotus, o time inglês deixava a corrida. Na Volta 40 Ricardo Patrese na tentativa de passar Suzuki e retornar ao Pódio fez 1:44.233, essa volta ficaria sendo a melhor volta da corrida.

Classificação após 40 Voltas trazia: Piquet, Moreno, Suzuki, Patrese, Boutsen, Nakajima, Larini, Martini, Caffi e Alliot, os dez pilotos que ainda continuavam na corrida. Mas todos eles já muito afastados uns dos outros, sem nenhuma briga pela frente, somente tentativas de Suzuki de se aproximar de Moreno, Mas era difícil. Os carros rendiam igual com uma mínima superioridade dos carros da Larrousse, Pelo fato de Suzuki ter pneus mais novos do que as Benetton que estavam administrando os pneus e a corrida.

Vxlsufoi

Nas Últimas voltas, as posições de todos na corrida já estavam bastante asseguradas, Ainda que Suzuki tentava alcançar Moreno, Mas estava longe a 13 segundos atrás do piloto Brasileiro, com tudo isso Suzuki não tinha nada mais a fazer. 10 carros que estavam chegando ao final eram só cruzar a linha de chegada.

No final de tudo, tudo era festa aos japoneses, Senna era Bicampeão mundial, Piquet voltava ao topo do pódio depois de 3 anos, Moreno conseguia seu ápice na Formula 1 com o segundo lugar e Aguri Suzuki levava o Japão para o pódio pela primeira vez em sua história na formula 1.

Uyf8c6oj

Para Senna além do titulo, ele conseguiu dar o troco no que aconteceu na mesma pista em 89, não se travava de trapaça ou de mandraquice, Senna só queria dar o troco de 89, Apenas o troco.

K7wn3eii

Resultado Final do GP do Japão de 1990

Fotos:

 

View post on imgur.com

Vídeo:

1ºDia de Treinamentos: TVNowShowSports

2ºDia de Treinamentos: MSChannel MS

Corrida: ThePizZaGeRmAnY

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic
Texto: Deivison da Conceição da Silva