Moto 2: Oliveira partindo do 11ºlugar para a vitória em Mugello

Treino de Classificação na Moto 2 acabou sendo dividido em 2 partes.

A primeira parte teve em seu começo a queda do Italiano Lorenzo Baldassarri, Que mesmo com a moto danificada na parte de trás continuou na briga. Nessa primeira parte a primeira posição ficou nas mãos do Alemão Marcel Schrotter com a sua Kalex da equipe Dynavolt Intact GP, Com Alex Marquez e Mattia Pasini na segunda e terceira posições. O Líder do campeonato Francesco Bagnaia vinha em 4º

A se destacar naquele momento o ótimo treino de Romano Fenati que vinha em 6ºlugar e um treino muito promissor do Japonês Tetsuta Nagashima em 11ºlugar mostrando um progresso que no inicio do ano não se imaginaria dele pelo ruim histórico na Moto 2.

Schrotter manteve a liderança até quando a 15 minutos do final, O Italiano Mattia Pasini marcou o melhor tempo. O tempo de 1:51.575 não foi superado por mais ninguém até o cronometro zerar. As únicas mudanças na classificação foram a subida de Lorenzo Baldassari para o 8ºlugar e da Subida de Jorge Navarro para o 10ºlugar. De resto, praticamente nada mudou e Pasini comemorou mais uma pole position com a Kalex da equipe Italtrans.

Marcel Schrotter repetiu o seu melhor grid de largada com o 2ºlugar e Alex Marquez fecha a primeira fila com a Marc VDS. Na segunda fila toda formada de Italiano largam o líder do campeonato, Francesco Bagnaia com a moto da equipe de Valentino Rossi. Compõem a fila duas gratas surpresas: Simone Corsi com a moto da equipe Tasca em 5º e Romano Fenati com a moto da Marinelli na 6ªposição.

Luca Larini com a outra moto da Sky Racing VR46 larga em 7º seguido de Lorenzo Baldassarri e do Espanhol Joan Mir que ver 5 espanhóis em sequência na sua frente. A primeira moto que não é uma Kalex é de Miguel Oliveira com sua KTM em 11ºlugar. Atrás de Jorge Navarro e a frente de Jorge Navarro.

Tetsura Nagashima largaria muito bem em 13ºlugar, A Honda Asia Team também conseguiu um razoável grid com o malaio Khairul Idham Pawi largando em 18ºlugar. As decepções do treino foram Brad Binder com o 19º e Hector Barbera que sai apenas em 21ºlugar. O Brasileiro Eric Granado larga apenas em 30ºlugar. O piloto Brasileiro da Forward com problemas físicos não esta mostrando o melhor da sua forma.

Grid de largada do GP da Itália
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 1’51.575
2 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 1’51.605
3 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’51.642
4 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 1’51.921
5 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’51.959
6 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex 1’51.973
7 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 1’51.979
8 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 1’52.083
9 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’52.100
10 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 1’52.112
11 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 1’52.145
12 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 1’52.173
13 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’52.227
14 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 1’52.244
15 52 Danny Kent MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up 1’52.245
16 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up 1’52.318
17 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 1’52.387
18 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’52.391
19 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’52.433
20 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter 1’52.618
21 40 Hector Barbera Pons HP40 Kalex 1’52.644
22 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 1’52.668
23 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 1’52.729
24 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex 1’52.840
25 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 1’52.842
26 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 1’52.879
27 66 Niki Tuuli SIC Racing Team Kalex 1’53.390
28 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 1’53.562
29 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 1’53.606
30 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter 1’54.038
31 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’54.389
32 14 Hector Garzo Tech 3 Racing Tech 3 1’54.720
33 18 Xavier Cardelus Team Stylobike Kalex 1’55.485

Schrotter largou muito bem e assumiu a liderança, se aproveitando da largada bem ruim de Pasini. A liderança do piloto Alemão durou apenas 2 curvas, O piloto da Dynavolt Intact GP acabou caindo. A liderança parou nas mãos de Alex Marquez, Com Francesco Bagnaia e Miguel Oliveira que largou do 11ºlugar para estar em 3ºlugar. Romano Fenati vinha em 4º seguido de Mattia Pasini, Simone Corsi, Joan Mir e Lorenzo Baldassarri nas 8 primeiras posições.

Na terceira volta, Os três primeiros colocados acabaram disputando a ponta. Bagnaia se deu melhor e assumiu a liderança com Oliveira em 2º e Marquez caindo para o terceiro lugar.

Oliveira ainda na segunda volta passou Bagnaia, Após largar do 11ºlugar o Português assumia a liderança da prova num espaço de apenas 3 voltas. Mattia Pasini também se recuperava na prova e já vinha em 3ºlugar.

Em uma bela manobra do piloto da Italtrans, Francesco Bagnaia era superado por Mattia Pasini que subiu para o segundo lugar na 4ªVolta. Na volta seguinte Pasini passou Oliveira e passou para a liderança na 5ªVolta. Já era bem mais coisas que aconteceram nesse pequeno tempo de corrida do que no treino inteiro.

Miguel Oliveira não se dava por vencido e por vezes eles conseguia voltar a liderança. Em cima de Pasini que queria repetir a vitória de 2017. Na 7ªVolta Oliveira passou Pasini na curva 1, Porém o Italiano voltou pra cima do Português e retomou a ponta da prova. Na mesma volta Sam Lowes que tem em fraca temporada caiu e deixou a prova.

Lorenzo Baldassarri que chegou a uma velocidade máxima de 289 km por hora, Começava a aparecer na corrida. Na 9ªvolta, o piloto da Pons passou Alex Marquez subindo para o 5ºlugar na marra, Tanto é que o Irmão de Marc Marquez acabou indo para fora do Traçado. Na mesma volta, O líder do campeonato Francesco Bagnaia passou de forma surpreendente ao piloto da KTM voltando ao 2ºlugar.

Baldassarri jantou a Joan Mir e passou ao segundo lugar na volta seguinte.  Quem se destacava na prova era o Sul-Africano Brad Binder que partiu do 19ºlugar para ocupar a 7ªposição. A frente de Xavi Vierge, Luca Marini, Simone Corsi, Andrea Locatelli e Fabio Quartararo. Romano Fenati com problemas na sua moto e Stefano Manzi (Caiu), que vinha para possivelmente pontuar com a Suter da Forward abandonaram a prova.

A 9 Voltas do final Miguel Oliveira retoma ao segundo lugar, Passando a Bagnaia que acaba perdendo o 3ºlugar para Baldassarri. Na volta seguinte, Pasini que parecia com a Vitória encaminhada acabou caindo. O piloto da Italtrans perdeu a chance de uma nova vitória em Mugello.

Oliveira voltou a liderança, Porém estava pressionado por Baldassarri que estava disposto a ganhar pela 3ªvez na temporada. A 7 voltas do final na curva 7, O piloto do carro 7 passou de forma linda em cima do Português e assumiu a liderança. A Partir dai, Os dois passaram a disputar volta a volta. Ultrapassando um para o outro no decorrer das voltas finais.

Hector Barberá acabou na tentativa de ultrapassar Tetsuda Nagashima acabou caindo e levando o piloto da Honda Asia Team. Na minha opinião o Espanhol foi o culpado.

No final da prova, Devido a briga de Baldassarri e Oliveira acabou primeiro Bagnaia e depois Joan Mir chegaram na turma. O piloto da Sky Racing chegou a pressionar Oliveira.

Na volta final Joan Mir ultrapassou Bagnaia assumindo o terceiro lugar. Depois da curva 6, Baldassrri balançou, Foi a deixa para Miguel Oliveira passar o piloto Italiano. Era a ultrapassagem da prova e apesar da tentativa do piloto da Pons voltar ao ponta, acabou que o piloto da KTM segurou a ponta até o final da prova.

Após largar do 11ºlugar, Oliveira conquistou a vitória na melhor prova da moto 2 de 2018 e de uma das melhores da história da categoria. Lorenzo Baldassarri ficou em 2ºlugar com a moto da equipe Pons. E um excelente Joan Mir confirmou o seu 2ºpódio na Moto 2 com o 3ºlugar. Deixando o líder do campeonato Francesco Bagnaia de fora do pódio. O Italiano segue líder do campeonato, Mas agora a 13 pontos de diferença para Miguel Oliveira.

Alex Marquez acabou a prova em 5ºlugar, Após liderar a primeira volta ele não conseguiu voltar a disputa na frente. Depois do piloto Espanhol tivemos a excelente prova de recuperação de Brad Binder que ganhou 13 posições e acabou a prova em 6ºlugar.

Luca Marini com a outra moto da equipe de Valentino Rossi completou em uma boa 7ªposição. Andrea Locatelli com a Italtrans acabou fazendo uma bela corrida e alcançando seu melhor resultado na Moto 2. Completando os 10 primeiros colocados: O Espanhol Xavi Vierge e o Italiano Simone Corsi da Tasca Racing, Chegando a ficar entre os primeiros lugares no começo da etapa.

Essa prova marcou a volta de Dominique Aegerter após algumas corridas ausente devido a lesão terminou a prova em 12ºlugar. E também a NTS marcou seus primeiros pontos no campeonato. Joe Roberts ficou em 14º e Steven Odendall em 15ºlugar. Eric Granado com as dificuldades físicas que ele teve acabou se aproveitando das quedas e acabou sobrevivendo a prova inteira, em 19ºlugar. Seu melhor resultado nessa temporada.

Daqui a 2 semanas teremos a 7ªEtapa do Mundial, No circuito da Catalunha, Em Barcelona para a 2ªProva em Solo Espanhol.

Resultado Final do GP da Itália
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 39’42.018
2 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 0.184
3 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 0.334
4 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex a 0.484
5 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 3.537
6 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 5.985
7 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 9.908
8 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 11.219
9 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 12.371
10 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 12.675
11 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 17.843
12 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 20.353
13 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 28.751
14 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 32.436
15 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 32.465
16 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex a 33.054
17 66 Niki Tuuli SIC Racing Team Kalex a 33.505
18 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 43.900
19 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter a 47.264
20 14 Hector Garzo Tech 3 Racing Tech 3 a 56.603
21 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 1’13.609
22 18 Xavier Cardelus Team Stylobike Kalex a 1’27.927
45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 6 Voltas
40 Hector Barbera Pons HP40 Kalex a 6 Voltas
54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 8 Voltas
95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 9 Voltas
62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter a 11 Voltas
52 Danny Kent MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 12 Voltas
13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex a 14 Voltas
22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 15 Voltas
9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 17 Voltas
64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 a 21 Voltas
23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Sob pista em condições difíceis Luthi parte do 12ºlugar para a vitória e deixa campeonato em aberto

A classificação do Sábado

Mattia Pasini acabou dominando a maior parte do Treino e conquistou a pole position diante das tentativas de Franco Morbidelli de tomar a pole do piloto da Italtrans. Desde do começo do Treino quando Pasini fez o melhor tempo os outros tentaram melhorar a marca, Alguns acabaram indo para o chão perdendo a parte da frente da Carenagem como Sandro Cortese e Nagashima que tiveram que voltar aos boxes para reconstrução da Moto.

Morbidelli, Navarro e Oliveira chegaram mais perto de destronar Pasini no começo do Treino, Na metade do treino estavam se destacando Jorge Navarro em 3º que vinha em franca evolução com a Moto da Equipe Gresini e Brad Binder que já alcançava os Top 10 do treino oficial com o 8ºtempo ajudado também pelo vácuo que ele pegou de Miguel Oliveira.

Já Thomas Luthi não vinha nada bem estando apenas em 10ºlugar e Takaagi Nakagami também não vinha em um bom dia com a 12ªmarca a 15 minutos do final. Na parte final do Treino Miguel Oliveira tomou o segundo lugar do Morbidelli, Mas ficou a 32 milésimos da pole position que acabou ficando com Pasini com o tempo que ele fez no começo do treinamento de 2:02.611 (Primeira pole do piloto de 31 anos desde do GP da Austrália de 2007 na categoria 125cc. Miguel Oliveira com sua KTM e Franco Morbidelli o líder do campeonato largam na primeira fila em 2º e 3ºlugares respectivamente.

A Segunda Fila é formada por Francesco Bagnaia que no final do treino passou para a 4ªposição superando ao promissor Jorge Navarro que vem chegando cada vez mais perto da disputa pelos primeiros lugares a cada prova que ele participa. Alex Marquez completa a 2ªfila com sua Moto da Estrella Galícia/Marc VDS. Fechando os 10 primeiros colocados vieram os pilotos Luca Marini, Sandro Cortese que se recuperou da queda no começo da classificação para alinhar sua Suter da Dynavolt Intact GP na 8ªposição, Brad Binder que vem também em evolução visível na 9ªposição e Fábio Quartararo que busca ainda se firmar na Moto 2.

Thomas Luthi acabou tendo uma classificação decepcionante e larga apenas em 11ºlugar, Já Takaagi Nakagami foi mais desapontador ainda com o 15ºtempo. Por incrível que pareça atrás de Khairul Idham Pawi que colocou sua moto de número 89 na 13ªposição em uma bela classificação. Xavi Vierge voltando a Moto 2 depois de se recuperar de um acidente larga em 18ºlugar e Joe Roberts que substitui a Yonny Hernandez na AGR Team larga em 31ºlugar a frente apenas de Karel Hanika que corre como convidado nesse final de semana.

Grid de largada do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Brno

pos. piloto Equipe Moto Tempo
1 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 2’02.611
2 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 2’02.643
3 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 2’02.661
4 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 2’02.686
5 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 2’02.742
6 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 2’02.965
7 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 2’02.990
8 11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 2’03.048
9 41 Brad Binder Speed Up Racing Speed Up SF7 2’03.052
10 40 Fabio Quartararo Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 2’03.062
11 12 Thomas Luthi Pons HP40 Kalex Moto2 2’03.148
12 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF7 2’03.214
13 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 2’03.242
14 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 2’03.316
15 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 2’03.491
16 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 2’03.604
17 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 2’03.612
18 97 Xavi Vierge Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 2’03.632
19 7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex Moto2 2’03.739
20 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 2’03.746
21 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 2’03.788
22 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 2’03.804
23 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 2’03.899
24 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 2’04.117
25 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex Moto2 2’04.267
26 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 2’04.294
27 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up SF7 2’04.366
28 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter MMX2 2’04.417
29 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 2’04.424
30 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 2’04.645
31 20 Joe Roberts AGR Team Kalex Moto2 2’04.774
32 98 Karel Hanika Willirace Team Kalex Moto2 2’04.862

No Domíngo quando se via o grid com o líder do campeonato Franco Morbidelli largando da primeira fila com Thomas Luthi largando do 12ºlugar se imaginaria que o piloto da Marc VDS iria aumentar sua distância na liderança do campeonato e não uma reviravolta tão grande como aconteceu no domingo.

A pista estava ainda meio úmida, Mas tinha condições para ter corrida com pista seca. Pasini largou bem, Mas que pulou melhor ainda e tomou a liderança com Miguel Oliveira com sua KTM. Pasini, Bagnaia, Morbidelli, Marquez e Brad Binder vinham logo a seguir. Na Metade da primeira volta Pasini recuperou a ponta da corrida.

O piloto português a partir dai foi em menos de 1 volta foi escalado na classificação pelo Francesco Bagnaia e pelo Ítalo-Brasileiro Franco Morbidelli caindo para o 4ºlugar. Mais atrás Thomas Luthi começava a sua luta para recuperar posições.

Morbidelli passou Bagnaia e partiu para cima do líder Mattia Pasini enquanto que o piloto da SKY VR46 acabou ficando para Oliveira que voltas depois conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto italiano. Luthi passou Jorge Navarro e Luca Larini subindo para o 8ºlugar.

Na Volta seguinte Luthi passou pelo Espanhol Xavi Vierge subindo para o 7ºlugar, Enquanto isso quase Morbidelli foi pego no contra pé pelo Oliveira que acabou por muito pouco não tomando a 2ªposição. Na 8ªVolta Morbidelli passou Pasini e assumiu a liderança. Ao mesmo tempo começou a chover e a bandeira vermelha foi acionada junto com a queda de Sandro Cortese. A corrida foi paralisada e os pilotos voltaram para os boxes.

Depois disso a direção de prova determinou uma nova corrida com apenas 6 voltas com as posições do Grid de acordo com a classificação da volta 6 da primeira parte de corrida. O Grid seria formado dessa Forma: Pasini, Morbidelli, Oliveira, Bagnaia, Marquez, Binder, Vierge, Luthi, Marini, Navarro, Cortese e Syarhin os 12 primeiros do Grid, Mas sem a certeza de Cortese conseguir largar para o Grid após os danos na sua moto após a queda que ele teve.

Na Largada da nova corrida Thomas Luthi pulou incrivelmente bem e assumiu a liderança ao contraio de Mattia Pasini que não pulou bem e foi engolido pelo pelotão caindo para o 6ºlugar. O que não estava muito bom para o piloto da Italtrans ficou pior com a queda que ele sofreu no finalzinho da primeira volta.

Enquanto isso Luthi disparava na liderança com Marquez em segundo e Morbidelli tentou tomar o terceiro lugar de Miguel Oliveira e acabou levando a pior. Tanto é que o líder do campeonato acabou sendo engolido pelo Bagnaia, Marini, Vierge, Corsi caindo para o 8ºlugar. Além disso o Morbidelli acabou ficando muito mais para o grupo liderado pelo Jorge Navarro e Brad Binder, Se nada dava certo para o piloto da Marc VDS, Para Luthi era ao contraio, Tudo dava certo nessa corrida curta, Em pouco tempo ele tinha vantagem muito confortável para Alex Marquez que vinha em segundo lugar e tranquilo em relação a Miguel Oliveira que vinha em 3ºlugar com sua KTM Red Bull Ajo.

Não se viu brigas pelas primeiras posições no final da prova. O pega da prova era a disputa pelo 8ºlugar entre Morbidelli que segurava o pelotão de forma até heroica, Nitidamente não tinha uma boa moto na chuva. No final da prova a surpresa foi Joe Roberts que substituiu Yonny Hernandez fazia uma senhora corrida ganhando posição após posição já se colocando na zona de pontuação.

 

Thomas Luthi conquistou a vitória com facilidade e voltou a disputa do campeonato chegando a quase 5 segundos de frente para Alex Marquez que ficou em segundo lugar com a Moto da Marc VDS. Miguel Oliveira com a Red Bull KTM Ajo completou o pódio.

Luca Marini da Forward Racing, Xavi Vierge da Tech 3 Racing (Que volta nessa corrida depois de ficar de fora do GP da Alemanha) fizeram uma bela corrida na segunda parte e ficaram com a 4ª e 5ªposições. Simone Corsi levou a moto da Speed UP a 6ªposição a frente de Francesco Bagnaia que acabou ficando apenas em 7ºlugar após disputar os 3 primeiros lugares na primeira parte de corrida.

 

Franco Morbidelli fez uma parte final de prova apagado e salvou apenas um 8ºlugar perdendo metade da vantagem que ele tinha para Luthi antes dessa corrida. Remy Gardner com o melhor resultado de 2017 e Joe Roberts que foi brilhante na Chuva em sua primeira aparição na temporada 2017 completaram as 10 primeiras posições. Navarro, Binder, Locatelli, Pawi (Primeiros pontos na temporada) e  Syarhin completaram a zona de pontuação.

Próximo Domingo teremos o GP da Áustria, A 11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade.

Resultado final do GP da República Tcheca
10ªEtapa – Mundial de Motovelocidade – Moto 2 – 6 Voltas

Pos Pilotos Equipes Moto Tempo
1 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex Moto2 13’39.036
2 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 4.991
3 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 6.983
4 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 9.190
5 97 Xavi Vierge Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 11.064
6 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF7 15.779
7 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 18.431
8 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 19.743
9 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 19.843
10 20 Joe Roberts AGR Team Kalex Moto2 20.168
11 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 20.372
12 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 20.547
13 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 21.657
14 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 22.940
15 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 24.056
16 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 24.192
17 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 24.441
18 7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex Moto2 25.607
19 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 26.483
20 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex Moto2 26.769
21 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 28.069
22 98 Karel Hanika Willirace Team Kalex Moto2 28.167
23 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex Moto2 28.304
24 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 29.463
25 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 29.795
26 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter MMX2 30.353
27 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up SF7 30.555
28 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 30.815
29 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 38.907
54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 6 Voltas
11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 a 6 Voltas
77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 a 6 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP