Em cima dos Espanhóis Rossi de ponta a ponta conquista vitória em Jerez

Valentino Rossi depois de um fracasso nas Americas e de inicio tímido de temporada finalmente desencantou em 2016 em uma exibição perfeita em Jerez o Italiano venceu a primeira das três provas na Espanha.

Na Largada Rossi manteve a liderança com Lorenzo em Segundo e Dovizioso em 3º, Mas logo Marquez e Pedrosa em grande largada saiu do 7º para o 4ºlugar, O Veterano Rossi que completa 20 anos de Mundial de Motovelocidade começou a abrir diferença para Lorenzo que estava duelando com Marc Marquez numa bela disputa pelo segundo lugar, Enquanto uma Honda atacava a outra Honda a de Dani Pedrosa sofria pressão de Aleix Espargaró com a Suzuki que tem uma boa ciclística que favorecia as motos Japonesas ao contraio da Ducari que não se adaptava tão bem a Jerez. Andrea Dovizioso acabou perdendo posições para ambas das Suzuki e acabou com problemas em sua moto abandonando a corrida em uma fase aonde nada da certo para o piloto Italiano.

jejrez_domingo_2016_motogp (1)

Lorenzo resistiu a pressão de Marc Marquez que aos poucos foi percebendo que não estava com condições de disputar posição com as Yamaha e tratou de manter o 3ºlugar enquanto que Lorenzo foi para cima buscar Valentino Rossi que manteve a diferença de 3 segundos na liderança da prova que teve muita poucas disputas, A se destacar a recuperação de Andrea Iannone que conseguiu ao menos salvar o 7ºlugar, Já Dani Pedrosa segurou a pressão de Aleix Espargaró (Em sua melhor corrida da temporada) na frente de Marevick Viñales que vem sendo a estrela da Suzuki nesse ano.

jejrez_domingo_2016_motogp (8)

Rossi levava assim sua primeira vitória na temporada de 2016, totalizando 113 vitórias em sua carreira como piloto do Mundial de Motovelocidade de ponta a ponta para não deixar dúvidas de que derrotou seus principais adversários na disputa pelo titulo (Ou diria inimigos mortais) Jorge Lorenzo que completou a prova em segundo lugar e a Marc Marquez que continua líder do campeonato em 3ºlugar na prova de Domingo.

jejrez_domingo_2016_motogp (4)

Dani Pedrosa com uma boa largada ficou mesmo em 4ºlugar na frente dos dois pilotos da Suzuki que aproveitaram a boa ciclística da Moto aliada ao traçado muito favorável de Jerez para  levarem Aleix Espargaró ao 5ºlugar e Marevick Viñales para o 6ºlugar. Ao contraio da Ducati que teve como melhor resultado o 7ºlugar de Andrea Iannone que não fez um bom final de semana. Mesmo assim Iannone ficou na frente de Pol Espargaró que continua vindo de forma constante no campeonato com a Tech 3 em 8ºlugar, Destaque para Eugene Laverty que andou muito bem mesmo com a Ducati de 2014 levando um belíssimo 9ºlugar, Fechando os 10 primeiros o Espanhol Hector Barberá com a Avintia Ducati 2014.

Apesar de um desempenho pífio pela moto que tem Cal Crutchlow marcou seus primeiros pontos na temporada com o 11ºlugar com a LCR Honda, Bradley Smith em dificuldades de acompanhar seu companheiro de equipe ficou em 12 assim como o Loris Baz que ficou em 13º. Stefan Bradl salvou dois pontos com a Aprilla em 14º e Yonny Hernandez que vem tomando uma surra do Laverty fechou a zona de pontuação, Para fechar um desempenho ruim da Marc VDS e horroroso da Pramac em Jerez.

Daqui a 2 semanas teremos o GP da França em Le Mans no circuito de Bugatti com Marquez na liderança depois de 2 vitórias e 2 terceiros lugares com Lorenzo e Rossi em busca da Formiga Atômica.

jejrez_domingo_2016_motogp (9)

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Espanha – Jerez de la Fronteira

1 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 45’28.834
2 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 2.386
3 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 7.087
4 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 10.351
5 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 14.143
6 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 16.772
7 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 26.277
8 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 30.750
9 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 32.325
10 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 32.624
11 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 38.497
12 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 39.669
13 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 45.227
14 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 47.886
15 68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 47.988
16 51 Michele Pirro (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 49.414
17 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 49.513
18 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 53.334
19 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 1’05.555

Não Terminaram a corrida:

4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 18 Voltas
19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Binder tem dia histórico em Jerez e largando do último lugar para vencer a primeira corrida na carreira

Sem ter ganhado nenhuma corrida em sua carreira Brad Binder que teve de largar do último lugar fez uma prova histórica em Jerez de la Fronteira para conquistar a vitória na etapa Espanhola. A prova no começo teve uma disputa entre Nicolo Bulega que fez a pole position, Francesco Bagnaia que aproveitava todo o potencial da Mahindra e de Jorge Navarro que fugiram dos demais e revezaram a liderança da prova e tudo parecia que a vitória ficaria com um desses três pilotos. Mas Binder conseguiu ultrapassar vários pilotos, Em 10 voltas ele já estava em 4ºlugar e foi volta a volta tirando a diferença dos 3 primeiros colocados que era de mais de 3 segundos de vantagem.

A partir dai Binder passou Bulega, depois passou Bagnaia e finalmente a poucas voltas do final o Sul-africano ultrapassou seu grande rival na disputa pelo campeonato o Espanhol Jorge Navarro e dai ele abriu para não perder mais a vitória, Restou a disputa pelo segundo lugar entre Navarro, Bagnaia e Bulega que brigaram até o final pelo segundo lugar e acabou o jovem Bulega que esta em sua primeira temporada completa levando a melhor nessa disputa e Bagnaia nos metros finais conquistou o 3ºlugar deixando Navarro de fora do pódio, Binder agradece pelos 7 pontos que o piloto da Estrella Galicia perdeu nessa disputa.

O pole de ontem Bulega conquistou o segundo lugar após luta com Bagnaia e Navarro
O pole de ontem Bulega conquistou o segundo lugar após luta com Bagnaia e Navarro

No segundo bloco o piloto Tcheco Jakub Kornfeil venceu uma disputa ferrenha para ficar em 5ºlugar na frente de Mir, Fenati, Bastianini, Danilo, Oettl e Migno que ficaram num intervalo de diferença de 1.146 segundos. A Se destacar um ato muito legal depois da corrida, Ao cruzar a linha de chegada os pilotos Juanfran Guevara e Gabriel Rodrigo que completaram a prova em 12º e 13ºlugares logo depois da prova acabaram eles se cumprimentaram por terem cumprido a missão deles.

Daqui a 2 semanas teremos a prova em Le Mans Bugatti valendo para o GP da França do Mundial de Motovelocidade.

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Espanha – Jerez de la Fronteira

1 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) 41’29.882
2 8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM) a 3.336
3 21 Francesco Bagnaia (ASPAR Mahindra Team Moto3 Mahindra) a 3.441
4 9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 3.513
5 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 13.728
6 36 Joan Mir (Leopard Racing KTM) a 13.933
7 5 Romano Fenati (SKY Racing Team VR46 KTM) a 13.993
8 33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda) a 14.052
9 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 14.409
10 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 14.588
11 16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 14.874
12 58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM) a 30.317
13 19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 30.668
14 89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda) a 35.746
15 24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 35.783
16 7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 35.907
17 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 36.085
18 12 Albert Arenas (MRW Mahindra Aspar Team Mahindra) a 36.307
19 6 Maria Herrera (MH6 Laglisse KTM) a 45.591
20 37 Davide Pizzoli (Procercasa – 42 Motorsport KTM) a 50.768
21 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 53.795
22 99 Enzo Boulom (Procercasa – 42 Motorsport KTM) a 53.985
23 3 Fabio Spiranelli (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 1’22.026

Não Terminaram a corrida:

4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda) a 1 Volta
40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 7 Voltas
10 Alexis Masbou (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 7 Voltas
23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 12 Voltas
17 John Mcphee (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 15 Voltas
20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 17 Voltas
44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 18 Voltas
98 Karel Hanika (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 21 Voltas
76 Hiroki Ono (Honda Team Asia Honda) a 21 Voltas
55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 21 Voltas
77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 21 Voltas
88 Jorge Martin (ASPAR Mahindra Team Moto3 Mahindra) a 0 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Rossi conquista pole em Jerez superando favoritismo de Lorenzo e Marquez

Valentino Rossi em Jerez conquistou a sua primeira pole position da temporada superando o favoritismo de Marc Marquez e Jorge Lorenzo o velho tomou a pole de Lorenzo no final do Treino com 1:38.736 colocando o tempo abaixo em 122 Milésimos o tempo de Jorge Lorenzo que teria mais uma pole position praticamente garantida e que teria como seu grande adversário o piloto da Honda Marc Marquez que nos primeiros minutos liderou a última parte do treino e ainda ameaçou a pole de Rossi fazendo parciais mais rápidas que o Piloto Italiano, Mas acabou no final ficando apenas em 3ºlugar completando a primeira fila com Rossi e Lorenzo.

Hernandez tenta acabar com a fase ruim
Hernandez tenta acabar com a fase ruim

A Tendência deve ser uma disputa pela vitória entre os 3 pilotos já que Andrea Dovizioso que larga em 4ºlugar ficou a mais de 8 décimos da pole position, Essa pista não é uma pista que favorece para as motos da Ducati que ainda assim ver seus pilotos fazerem um trabalho muito bom, Mas o traçado de Jerez pode favorecer a melhor ciclística da Suzuki que vai ter seus dois pilotos juntos de Dovizioso na segunda fila com Viñales na frente de Aleix Espargaró e só ai aparece Dani Pedrosa que acabou fazendo um treino patético ficando apenas em 7ºlugar abrindo a terceira fila que também tem Pol Espargaró com a Tech 3 e Hector Barbera que chegou a ficar em 4ºlugar na parte final do treino com a Ducati de 2014, Completam as 12 primeiras posições o Inglês Cal Crutchlow com a LCR Honda que passou pelo Q1, Andrea Iannone que não foi nada bem no dia de hoje e Loriz Baz que mostrou serviço e tomou o lugar do Q2 que era em Teria de Bradley Smith que tinha uma Tech 3 da Yamaha e ficou apenas em 14ºlugar não conseguindo passar do Q1.

Baz pela segunda vez disputa a fase final no Treino oficial.
Baz pela segunda vez disputa a fase final no Treino oficial

A se destacar o belíssimo treino de Alvaro Bautista que ficou a 1 posição de conseguir levar a Aprilla para o Q2 mostrando evolução da moto Italiana superando motos que teoricamente seriam melhores do que a Pramac de Scott Redding que tem a versão de 2015 e só conseguiu ficar em 17ºlugar.

1ªFila em Jerez, A Briga promete para amanhã!
1ªFila em Jerez, A Briga promete para amanhã!

Amanhã a 4ªEtapa do Campeonato Mundial de Motovelocidade acontece a partir das 6 da manhã com a Moto 3, A prova da Moto 2 vai começar as 7 e 20 da manhã e a MotoGP vai ter a largada as 9 da Manhã.

Grid de largada do GP da Espanha – Jerez de la Fronteira
MotoGP

1 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’38.736
2 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’38.858
3 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’38.891
4 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’39.580
5 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’39.581
6 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’39.588
7 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’39.678
8 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’39.720
9 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 1’39.742
10 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’39.881
11 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) 1’40.054
12 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 1’40.184
13 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’40.239
14 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’40.242
15 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) 1’40.292
16 68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) 1’40.335
17 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’40.595
18 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’40.835
19 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’40.968
20 51 Michele Pirro (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’40.985
21 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’41.039

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Prova Final da World Series Renault 3.5 – Rowland e De Vries conquistam vitórias em Jerez

Nos dias 17 e 18 de Outubro tivemos a rodada Final da World Series da Renault. Hoje vamos falar de como foram as provas finais da 3.5 que já tinha seu campeão definido na corrida passada em Le Mans que foi o Inglês Oliver Rowland da equipe Fortec. A prova em Jerez serviu apenas para definir o campeão do campeonato de novatos e era a última chance para os jovens pilotos mostrarem o seu talento.

Na primeira corrida com a pista molhada o pole position foi Tom Dillmann que largou bem e manteve-se na ponta com Rowland em 2º e Orudzhev em 3º, Logo atrás vindo Jazeman Jaafar sendo pressionado pelo Matthieu Vaxiviere, Tio Ellinas e Nyck de Vries numa bela disputa pelo 4ºluggar.

Dillmann liderou por um terço da corrida até que o inglês Oliver Rowland tomou a ponta do piloto Francês que também perdeu a 2ªposição para o Russo. Para Dillmann os problemas não pararam por ai, ele acabou tendo problemas na volta seguinte caindo para a última posição. O piloto da Carlin foi para os boxes para colocar pneus de pista seca, Alguns pilotos acabaram ir para os pneus de pista seca para um melhor resultado, O que aconteceu foi exatamente ao contraio eles acabaram saindo de vez da corrida.

Com tudo isso Rowland só administrou para vencer pela 8ªVez na temporada com o Russo Egor Orugzhev em 2º e Matthieu Vaixviere completando o pódio. Jazeman Jaafar perdeu posições para Nyck de Vries e para Tio Ellinas ficando apenas em 6ºlugar. Com uma bela corrida de recuperação o Brasileiro André Negrão que largou do 17ºlugar terminou a etapa 1 na 8ªposição marcando 4 pontos para a International Draco Racing.

Resultado final da 16ªEtapa
Jerez de la Fronteira

1     4     Oliver Rowland            (FORTEC MOTORSPORTS)         43:14.735     em 23 Voltas
2     6     Egor Orudzhev             (ARDEN MOTORSPORT)         a 10.879
3     9     Matthieu Vaxiviere         (LOTUS)             a 13.428
4     1     Nyck de Vries             (DAMS)                 a 16.481
5     11     Tio Ellinas             (STRAKKA RACING)         a 26.020
6     3     Jazeman Jaafar             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 43.150
7     5     Nicholas Latifi         (ARDEN MOTORSPORT)         a 48.729
8     20     Andre Negrão             (INTERNATIONAL DRACO RACING)     a 52.543
9     17     Roy Nissany             (TECH 1 RACING)         a 56.522
10     39     Yu Kanamaru             (PONS RACING)             a 58.066
11     12     Gustav Malja             (STRAKKA RACING)         a 58.633
12     16     Beitske Visser             (AVF)                 a 1:00.321
13     2     Dean Stoneman             (DAMS)                 a 1:12.467
14     40     Nikita Zlobin             (PONS RACING)             a 1:14.231
15     15     Alfonso Celis Jr         (AVF)                 a 1:33.354
16     25     Sean Gelael             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 1:37.926
17     10     Marlon Stockinger         (LOTUS)             a 1 Volta

Não Completaram a corrida:

18     Aurelien Panis            (TECH 1 RACING)         a 9 Voltas
26     Tom Dillmann             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 10 Voltas

Nyck De Vries
Nyck De Vries

Já em cima de Final de festa na 3.5 a segunda corrida do dia consagrou o ano de Nyck de Vries, piloto protegido da Mclaren desde dos 12 anos de idade, Apesar de não ter largado na liderança ele ultrapassou pilotos como Olivier Rowland e Mattihieu Vaxiviere para vencer sua primeira corrida na categoria e dessa forma conquistar o campeonato de rookies, E a DAMS se despediu da 3.5 com vitória já que em 2016 ela já anunciou que não vai disputar a World Series da Renault. Olivier Rowland, Matthieu Vaxiviere e Tio Ellinas acabaram fechando nas 4 primeiras posição. Por coincidência eles terminaram o campeonato nas 4 primeiras posições do campeonato. André Negrão começou bem a segunda corrida, Mas acabou a prova apenas em 12ºlugar.

Resultado final da 17ªEtapa
Jerez de la Fronteira

1     1     Nyck De Vries            (DAMS)                 41:36.996 em 24 Voltas
2     4     Oliver Rowland             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 2.509
3     9     Matthieu Vaxiviere         (LOTUS)             a 2.584
4     11     Tio Ellinas             (STRAKKA RACING)         a 4.084
5     12     Gustav Malja             (STRAKKA RACING)         a 13.411
6     26     Tom Dillmann             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 14.197
7     6     Egor Orudzhev             (ARDEN MOTORSPORT)         a 14.646
8     3     Jazeman Jaafar             (FORTEC MOTORSPORTS)         a 15.024
9     25     Sean Gelael             (JAGONYA AYAM WITH CARLIN)     a 15.650
10     5     Nicholas Latifi         (ARDEN MOTORSPORT)         a 16.553
11     39     Yu Kanamaru             (PONS RACING)             a 16.853
12     20     Andre Negrão             (INTERNATIONAL DRACO RACING)     a 16.959
13     18     Aurelien Panis            (TECH 1 RACING)         a 17.611
14     10     Marlon Stockinger         (LOTUS)             a 26.844

Não Completaram a corrida:

16     Beitske Visser            (AVF)                 a 4 Voltas
17     Roy Nissany             (TECH 1 RACING)         a 8 Voltas
15     Alfonso Celis Jr         (AVF)                 a 21 Voltas
2     Dean Stoneman             (DAMS)                 a 24 Voltas
40     Nikita Zlobin             (PONS RACING)             a 24 Voltas

Pietro Fantin na sua melhor corrida na temporada.
Pietro Fantin na sua melhor corrida na temporada.

Após uma grande temporada a Renault 3.5 mesmo que tenha revelado um dos melhores pilotos do ano de 2015 que é o Inglês Oliver Rowland e de os últimos campeões terem chegado a Formula 1 (Kevin Magnussen e Carlos Sainz Jr.) podemos falar que a forma dos carros e na maioria das corridas não tivemos disputas tão intensas como na GP2 Series. Mas posso falar que pelo menos as ultrapassagens estão sendo ultrapassagens legitimas e não sendo totalmente artificiais.

Vejo grande futuro em Matthieu Vaxiviere, Ncky de Vries, Tio Ellinas, Dean Stoneman, Jazeman Jaafar e Egor Orudzhev em um primeiro momento. Pietro Fantin fez uma bela temporada e uma pena que tanto ele como Bruno Bonifácio tenham no final da temporada tendo saído da International Draco que ao final da temporada o time anunciou o final das suas atividades o que é lamentável com um time que é tão tradicional e que revelou tantos bons pilotos principalmente Brasileiros como Rubens Barrichello.

Também de Olho em Aurelian Panis e Nicholas Latiti que tem tudo para serem promissores pilotos para o ano que vem.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport

Rea conquista título em Jerez. Skyes e Davies vencem baterias e continuam disputa pelo vice-campeonato

O inglês Jonathan Rea confirmou a conquista do título da Super Bike nesse domingo no circuito espanhol de Jerez de la Fronteira, A Missão do piloto da Kawasaki era muito fácil, um 10ºlugar dava o título para ele independente do que o Chaz Davies conseguisse, Para o piloto da Ducati só tinha um resultado para ele conseguisse para manter as esperanças de título que era a vitória. Segundo lugar para Davies já dava o campeonato para Rea.

Ficou bem claro na corrida que as táticas dos dois pilotos eram bem diferentes, Enquanto Chaz Davies se matava para tentar buscar a liderança da corrida que estava nas mãos de Tom Skyes que tinha feito a pole position andou na frente o tempo inteiro tornando a missão de Davies praticamente impossível, Já Rea acabou optando por uma corrida conservadora fazendo apenas o suficiente para ser o campeão, Na parte final da corrida o Inglês estava em uma bela disputa pelo 4ºlugar com Leon Haslam da Aprilla e Michele Pirro que estava substituindo a Davide Giulliano que continua se recuperando de Lesões.

No final da primeira corrida Tom Skyes venceu de ponta a ponta com Chaz Davies em segundo o que já dava o campeonato a Rea que ficou em 4ºlugar atrás de Michael vd Mark que conquistou o 3ºpódio na temporada, O piloto da Kawasaki conquistou o título com uma impressionante marca de 20 pódios sendo 12 vitórias. Para Tom Skyes e Chaz Davies restava brigar pelo vice-campeonato a partir da segunda bateria.
Resultado da 1ªCorrida da Etapa de Jerez – SBK 2015

1 66 Tom Skyes (Kawasaki Racing Team Kawasaki ZX-10R) 20 Voltas – 34’14.685 – Avg. 154,990 km/h
2 7 Chaz Davies (Aruba.it Racing-Ducati SBK Team Ducati Panigale R) a 2.865
3 60 Michael vd Mark (PATA Honda World Superbike Team Honda CBR1000RR SP) a 6.665
4 65 Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team Kawasaki ZX-10R) a 9.059
5 91 Leon Haslam (Aprilia Racing Team – Red Devils Aprilia RSV4 RF) a 9.318
6 55 Michele Pirro (Aruba.it Racing-Ducati SBK Team Ducati Panigale R) a 10.466
7 22 Alex Lowes (VOLTCOM Crescent Suzuki Suzuki GSX-R1000) a 15.945
8 15 Matteo Baiocco (Althea Racing Ducati Panigale R) a 18.020
9 2 Leon Camier (MV Agusta Reparto Corse MV Agusta F4 RR) a 18.654
10 1 Sylvain Guintoli (PATA Honda World Superbike Team Honda CBR1000RR SP) a 19.5106
11 44 David Salon (Team Pedercini Kawasaki ZX-10R) a 24.441
12 81 Jordi Torres (Aprilia Racing Team – Red Devils Aprilia RSV4 RF) a 29.247
13 40 Román Ramos (Team Go Eleven Kawasaki ZX-10R) a 35.768
14 36 Leandro Mercado (BARNI Racing Team Ducati Panigale R) a 37.933
15 86 Ayrton Badovini (BMW Motorrad Italia SBK Team BMW S1000 RR) a 40.147
16 14 Randy de Puniet (VOLTCOM Crescent Suzuki Suzuki GSX-R1000) a 40.275
17 59 Niccolo Canepa (Althea Racing Ducati Panigale R) a 45.846
18 75 Gábor Rizmayer (BMW Team Toth BMW S1000 RR) a 1’15.451
19 48 Alex Phillis (Grillini SBK Team Kawasaki ZX-10R) a 1 Volta
20 10 Imre Toth (BMW Team Toth BMW S1000 RR) a 1 Volta
21 23 Christophe Ponsson (Team Pedercini Kawasaki ZX-10R) a 3 Voltas
22 45 Gianluca Vizziello (Grillini SBK Team Kawasaki ZX-10R) a 3 Voltas

Na Segunda Bateria Sykes e Rea largaram na frente, Mas logo ambos foram superados pelos seus concorrentes e acabaram sendo apenas Figuração na disputa da segunda bateria. A Corrida foi dominada pelo piloto da Ducati Chaz Davies que conquistou a vitória e que acirrou a disputa pelo vice-campeonato. Jordi Torres não deixou a torcida espanhola triste e com uma grande atuação o Espanhol levou a sua Aprilla para a segunda posições superando a Leon Haslam que tentou de forma fracassada tomar o segundo lugar de Torres ao errar a última curva e tomar o X.

Jonathan Rea ficou de novo em 4ºlugar ficando de fora do Pódio, Mas para ele não importava pois o título já é dele! Tom Sykes é que não gostou do resultado ficando em 5ºlugar e agora tem Davies ameaçando a dobradinha da Kawasaki no campeonato de pilotos. Sykes tem 353 pontos contra 331 de Daviez, Leon Haslam tem chances remotas do vice-campeonato com 286 Pontos.

Destaque para a bela atuação de Matteo Baiocco que ficou em 8ºlugar na primeira bateria e em 6ºlugar na segunda bateria na frente de Michelle Pirro.

Resultado da 2ªCorrida da Etapa de Jerez – SBK 2015

1 7 Chaz Davies (Aruba.it Racing-Ducati SBK Team Ducati Panigale R) 20 Voltas – 34’29.546 – Avg. 153,877 km/h
2 81 Jordi Torres (Aprilia Racing Team – Red Devils Aprilia RSV4 RF) a 1.840
3 91 Leon Haslam (Aprilia Racing Team – Red Devils Aprilia RSV4 RF) a 2.335
4 65 Jonatham Rea (Kawasaki Racing Team Kawasaki ZX-10R) a 7.619
5 66 Tom Sykes (Kawasaki Racing Team Kawasaki ZX-10R) a 11.500
6 15 Matteo Baiocco (Althea Racing Ducati Panigale R) a 12.705
7 55 Michele Pirro (Aruba.it Racing-Ducati SBK Team Ducati Panigale R) a 12.995
8 2 Leon Camier (MV Agusta Reparto Corse MV Agusta F4 RR) a 15.332
9 1 Sylvian Guintoli (PATA Honda World Superbike Team Honda CBR1000RR SP) a 18.411
10 36 Leandro Mercado (BARNI Racing Team Ducati Panigale R) a 21.544
11 59 Niccolo Canepa (Althea Racing Ducati Panigale R) a 23.448
12 44 David Salom (Team Pedercini Kawasaki ZX-10R) a 27.790
13 60 Michael vd Mark (PATA Honda World Superbike Team Honda CBR1000RR SP) a 31.948
14 86 Ayrton Badovini (BMW Motorrad Italia SBK Team BMW S1000) a 33.001
15 23 Christophe Ponsson (Team Pedercini Kawasaki ZX-10R) a 55.353
16 75 Gabor Rizmayer (BMW Team Toth BMW S1000 RR) a 1’09.045
17 45 Gianluca Vizziello (Grillini SBK Team Kawasaki ZX-10R) a 1’24.797
18 22 Alex Lowes (VOLTCOM Crescent Suzuki Suzuki GSX-R1000) a 1’37.110
19 48 Alex Phillis (Grillini SBK Team Kawasaki ZX-10R) a 1’42.754
20 10 Imre Toth (BMW Team Toth BMW S1000 RR) a 1’43.004

Não Terminou a corrida:

40 Román Ramos (Team Go Eleven Kawasaki ZX-10R) a 1 Volta
14 Randy de Puniet (VOLTCOM Crescent Suzuki Suzuki GSX-R1000) a 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: World SBK