Quartararo é desclassificado e Bagnaia herda a vitória em Motegi e fica mais perto do título

Na categoria intermediária do Mundial de Motovelocidade tivemos uma bela disputa pela vitória entre Fabio Quartararo e Francesco Bagnaia. O piloto da Speed UP teve uma brilhante exibição, Conquistando a vitória na pista, Mas horas depois acabou tendo a sua vitória cassada por irregularidade na pressão de um dos pneus. O líder do campeonato herdou a vitória e aumentou um pouco mais sua diferença para Miguel Oliveira que acabou indo para o pódio, Herdando a 3ªposição.

Na largada, Bagnaia não largou bem e Quartararo assumiu a liderança, Mas acabou embarrigando a primeira curva e deixando o líder do campeonato voltar a liderança. Miguel Oliveira começou a sua reação, Já nas primeiras curvas passou para o 7ºlugar e na metade da 2ªvolta, o piloto da KTM subiu para o 5ºlugar. Parecia que o piloto da KTM iria subir rapidamente para as primeiras posições.

Quartararo pressionava Bagnaia, No final da 3ªVolta o francês volta para a liderança. A moto da Speed UP vinha muito bem e começou a abrir vantagem na ponta. Lorenzo Baldassarri vem para cima do piloto da VR46. No final da 5ªvolta, Brad Binder ultrapassou Marquez e assumiu a 6ªposição. Na volta seguinte Marquez perde mais duas posições, Para Lecuona e para Joan Mir.

Quartararo abre meio segundo para Bagnaia. Em terceiro vinha Lorenzo Baldassarri e Xavi Vierge em 4ºlugar. Nesse momento da prova Oliveira e Binder estavam segurando Iker Lecuona. A KTM não estava rendendo bem.

Algumas voltas depois, Oliveira consegue chegar em Xavi Vierge para disputar o 4ºlugar, O piloto da Dynavolt sentia o desgaste dos seus pneus, Com Isso Oliveira e Binder vieram para cima enquanto que Lecuona e Marquez disputavam a 7ªposição. Mais atrás, Marcel Schrotter, Joan Mir, Jorge Navarro e Tetsura Nagashima disputavam o 11ºlugar, Na volta seguinte, Navarro acabou caindo e deixando a prova.

Vierge segurava Oliveira como ele podia, Mas com o desempenho das KTM melhor a ultrapassagem foi inevitável e o Português passou para o 4ºlugar. Lecuona se aproveita para Passar Brad Binder e ganhar a 6ªposição, Mas quando ele vai para cima de Vierge o Jovem espanhol que largou na primeira fila acabou errando a curva e caindo para o 9ºlugar. Lá na Frente, Quartararo continuava na frente, Mas Francesco Bagnaia com sua Kalex da VR46 vinha bem perto do piloto da Speed UP. Seria um grande final de prova. Enquanto isso Oliveira que estava em 4ºlugar era pressionado por Alex Marquez e Brad Binder que vinha em 6ºlugar vinha pressionado pelo Espanhol Augusto Fernandez. Isso mostrava que os pilotos da KTM estavam com problemas no final da prova.

Bagnaia tinha a chance de vencer e até tentou partir para cima de Quartararo, Só que não seria interessante para o piloto Italiano. Nas Voltas Bagnaia tenta um ataque, Mas Quartararo segurou a ponta e conquistou a vitória. Era a segunda vitória na Moto 2 e da sua carreira com a moto da SpeedUP. Francesco Bagnaia chegou em 2ºlugar e abriu mais 7 pontos de vantagem para Miguel Oliveira. O piloto da KTM ficou em 4ºlugar, Atrás de Lorenzo Baldassarri que completou o pódio.

Mas após a festa do pódio. Os comissários da prova acabaram constatando uma irregularidade na pressão dos pneus. Isso fez com que Bagnaia herdasse a vitória, Esse resultado favorece em mais 2 pontos a vantagem do piloto Italiano. Com 37 pontos restando 75 em jogo pode ser que o piloto Italiano pode finalizar o campeonato na Austrália semana que vem. Lorenzo Baldassarri também foi beneficiado e terminou em 2ºlugar.

Alex Marquez acabou a prova em 4ºlugar com a moto da Marc VDS, Seguindo de Brad Binder e de Augusto Fernandez, O piloto da Pons conquistou seu melhor resultado em sua curta trajetória no Mundial de motovelocidade. Fechando os 10 primeiros colocados vieram: Xavi Vierge que acabou tendo problemas de rendimento na segunda parte da corrida, Iker Lecuona que poderia ter tido um resultado melhor pelo que mostrou nesse final de semana, Luca Marini que ficou a dever nessa corrida e Marcel Schrotter que não apareceu em nenhum momento no final de semana.

Tetsura Nagashima teve um final de semana muito interessante e conseguiu seu melhor grid da sua carreira, Mas não conseguiu um grande desempenho, Ficou em 12ºlugar atrás de Joan Mir que também não teve um bom dia em Motegi. Aegerter, Pasini e Remy Gardner completaram a zona de pontuação.

Mesmo com a Desclassificação não se deve apagar a brilhante exibição do piloto Francês. Próxima semana em Phillip Island, O título da Moto 2 pode ser decidido caso Bagnaia vença com Oliveira do 5ºlugar para trás.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP do Japão
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
DES 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Speed Up 41’03.849
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex a 0.445
2 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 6.672
3 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM a 11.998
4 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 12.528
5 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 12.793
6 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex a 13.146
7 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 14.097
8 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 14.256
9 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 16.049
10 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 18.001
11 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 19.666
12 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 20.256
13 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 20.723
14 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 23.536
15 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 24.913
16 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 25.067
17 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 26.733
18 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 34.332
19 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 34.519
20 2 Jesko Raffin SAG Team Kalex a 34.748
21 66 Niki Tuuli Petronas Sprinta Racing Kalex a 37.903
22 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 38.366
23 57 Edgar Pons MB Conveyors – Speed Up Speed Up a 43.015
24 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter a 47.112
25 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 56.945
26 32 Isaac Vinales Forward Racing Team Suter a 1’00.104
27 18 Xavier Cardelus Marinelli Snipers Team Kalex a 1’07.510
64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 1 Volta
9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 9 Voltas
21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 13 Voltas
24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Bagnaia conquista a pole position em Motegi, Oliveira larga apenas em 9ºlugar

O Italiano Francesco Bagnaia nessa madrugada levou a pole position em Motegi. O líder do campeonato se posicionou na liderança desde dos primeiros minutos da classificação com 1:50.889. Iker Lecuona vinha em 2º com 1:50.990, Com Quartararo, Oliveira, Schrotter e Vierge nas 6 primeiras posições.

O Japonês Tetsura Nakashima minutos depois passou para o 4ºlugar, Em uma belíssima volta. A 33 minutos do final, Bagnaia baixa seu tempo para 1:50.759 e consolida a liderança. Quartararo melhorou seu tempo para 1:51.007 e manteve o 3ºlugar.

A 26 minutos do fina, Alex Marquez pulou do 7º para o 5ºlugar. Deixando Oliveira cada vez mais para trás. O piloto da KTM Red Bull Ajo foi para a pista para melhorar sua situação, Mas não conseguia melhorar seu tempo.

Enquanto isso, Quem melhorou bastante foi o Espanhol Augusto Fernandez que subiu do 14º para o 8ºlugar marcando o tempo de 1:51.359. A 9 minutos do final, Vierge ganha duas posições subindo para o 8ºlugar. Enquanto isso, Miguel Oliveira não conseguia melhorar em nada o seu tempo e vinha caindo na tabela.

Na parte final da classificação, Marcel Schrotter fez 5 belíssimas voltas e subiu do 10º para o 4ºlugar. Oliveira já estava em 9ºlugar enquanto ele ver o líder do campeonato na pole position e foi isso que aconteceu. Bagnaia marcou sua 6ªpole position na temporada, Deixando sua situação mais favorável para o futuro piloto da Pramac em 2019 na MotoGP.

Fabio Quartararo da Speed UP larga em 2ºlugar e pela primeira vez na sua carreira, O jovem Iker Lecuona completa a primeira fila com a moto da Swiss Innovative Investors. Piloto que vem evoluindo muito principalmente nessa parte final do campeonato. Na segunda fila larga o Alemão Marcel Schrotter da Dynavolt, Lorenzo Baldassarri da Pons e Alex Marquez da Marc VDS. (Que abandonou 5 das últimas 6 provas do campeonato)

Xavi Vierge larga em 7ºlugar, A equipe Dynavolt que foi muito mal na Tailândia esta tendo um desempenho bem melhor em Motegi. Tetsura Nagashima obteve seu melhor grid da carreira, Largando em 8ºlugar.

Miguel Oliveira, vice-líder do campeonato vai ter que que se recuperar do 9ºlugar no Grid de largada se quiser ainda tirar o título de Bagnaia, Sua KTM é uma moto tão boa quanto a Kalex. Seu companheiro de equipe Brad Binder completa os 10 primeiros colocados.

Os pilotos da Italtrans decepcionaram, Andrea Locatelli e Mattia Pasini largam em 20º e 21ºlugar, Longe dos primeiros lugares. A prova será realizada a partir da meia-noite e 15 minutos do Sábado para o Domingo. (Nessa Madrugada)

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada do GP do Japão
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 1’50.759
2 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Speed Up 1’50.924
3 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 1’50.990
4 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 1’51.043
5 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 1’51.092
6 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’51.250
7 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 1’51.313
8 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’51.327
9 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 1’51.331
10 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’51.340
11 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 1’51.343
12 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex 1’51.359
13 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 1’51.505
14 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’51.555
15 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 1’51.638
16 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’51.666
17 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 1’51.769
18 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 1’51.797
19 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 1’51.808
20 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 1’51.822
21 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 1’51.862
22 57 Edgar Pons MB Conveyors – Speed Up Speed Up 1’51.899
23 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’52.258
24 2 Jesko Raffin SAG Team Kalex 1’52.378
25 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 1’52.505
26 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 1’52.549
27 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter 1’52.625
28 66 Niki Tuuli Petronas Sprinta Racing Kalex 1’52.775
29 32 Isaac Vinales Forward Racing Team Suter 1’53.222
30 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 1’53.755
31 18 Xavier Cardelus Marinelli Snipers Team Kalex 1’53.870
32 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’54.199

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Argentino Gabriel Rodrigo conquista pole em Motegi

Na primeira Escada do Mundial de Motovelocidade (Moto 3), A pole não ficou nem com Martin e nem com Bezzecchi, Ficou com o Argentino Gabriel Rodrigo da RBA. Que assumiu a liderança da classificação no terço final da classificação, E na sua volta final acabou confirmando sua terceira pole da carreira e a primeira do ano.

Nos primeiros minutos da classificação, Albert Arenas e Marco Bezzecchi lideraram a classificação. O piloto da PruestelGP marcou 1:57.264 e passou para o primeiro lugar. Com Arenas em 2º, Ramirez em 3º e depois vinham Ayumi Sasaki e Jorge Martin que ainda tinha problemas na sua mão vinha em 5ºlugar.

Os pilotos deram uma pausa na classificação e voltaram quando faltavam 20 minutos para o final da classificação. Lorenzo Dalla Porta que vinha em 8ºlugar passou para o terceiro lugar. Logo depois Vincenzo Perez subiu para o 7ºlugar e Enea Bastianini subiu do 14º para o 10º.

Martin, Perez e Bezzecchi na volta seguinte acabaram perdendo suas voltas, Rodrigo não desperdiça a chance e com 1:57.258 toma a ponta da classificação a 10 minutos do final. A 9 Minutos do final, Tatsuki Suzuki foi para o Chão.

Faltando poucos minutos para o final, Os pilotos partiram para a última tentativa. Bastianini marcou um belo tempo, Mas Rodrigo com 1:56.891 acabou confirmando a pole position.

A surpresa do treino foi John McPhee da CIP, Que vinha entre os 15 primeiros colocados e no final acaba superando todos os favoritos para largar na segunda posição. Marco Bezzecchi completa a primeira fila e larga na frente do líder do Campeonato, Jorge Martin tem 26 pontos de vantagem e a 4ªposição, Abrindo a segunda fila que vai ter Darryn Binder que chegou a ameaçar a pole position de Rodrigo nas parciais, Acabou perdendo no final ficando em 5ºlugar.

Bastianini que chegou a estar em 2ºlugar vai fechar a 2ªfila, em 6ºlugar. Fechando os 10 primeiros colocados largam os pilotos Dennis Foggia da VR46 (Que terá Celestino Vietti substituindo a Niccolò Bulega que se acidentou em casa), Kazuki Masaki da RBA, Albert Arenas da Aspar Martinez (Angel Nieto) e Lorenzo Dalla Porta da Leopard Racing.

Fabio Di Giannantonio, 3ºlugar no Mundial vai largar apenas em 15ºlugar. Um mulher vai estar no Grid nessa Sábado a partir das 23 horas, (Horário de Brasília) A Japonesa Shizuka Okazaki vai largar em 29ºlugar.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de Largada do GP do Japão
Mundial de Motovelocidade – Moto 3

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM 1’56.894
2 17 John McPhee CIP – Green Power KTM 1’56.969
3 12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM 1’57.014
4 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’57.118
5 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’57.120
6 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda 1’57.194
7 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM 1’57.202
8 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM 1’57.260
9 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM 1’57.410
10 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda 1’57.453
11 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM 1’57.476
12 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda 1’57.507
13 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda 1’57.610
14 77 Vicente Perez Reale Avintia Academy 77 KTM 1’57.627
15 21 Fabio di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’57.636
16 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM 1’57.692
17 23 Niccolò Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda 1’57.755
18 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM 1’57.862
19 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 1’57.910
20 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda 1’58.002
21 5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM 1’58.020
22 65 Philipp Oettl Sudmetal Schedl GP Racing KTM 1’58.034
23 7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda 1’58.107
24 31 Celestino Vietti SKY Racing Team VR46 KTM 1’58.236
25 81 Stefano Nepa CIP – Green Power KTM 1’58.315
26 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 1’58.411
27 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 1’58.659
28 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda 1’58.659
29 13 Shizuka Okazaki Kohara Racing Team Honda 2’03.453
30 36 Yuto Fukushima Team Plus One Honda 2’03.584

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Hamilton fica com o melhor tempo no 3ºTreino Livre em Suzuka

Hamilton fica com o melhor tempo na terceira sessão de treinos, Nessa manhã no Circuito de Suzuka e entrando na madrugada no Brasil. A Sessão teve uma boa parte prejudicada pela chuva que caiu por pelos menos 20 minutos.  Sem muita intensidade, A pista secou rapidamente, Isso prejudicou muito a Ferrari que não conseguiu testar de forma satisfatória para a Classificação e corrida.

Hamilton que vinha em último lugar acabou precisando de apenas uma volta para levar seu carro da Mercedes a liderança da Sessão. Colocando 116 milésimos para Sebastian Vettel. Porém, A Equipe Alemã pode ter uma reserva para a Classificação. Se tiver ela, Então Hamilton é grande favorito a levar a 80ªpole da sua carreira. Raikkonen, Verstappen, Bottas e Ricciardo completaram os 6 primeiros lugares. Esteban Ocon e Sergio Perez levaram a Racing Point Force India para o 7º e 8ºlugares, Sendo os melhores do 2ºpelotão.

O Treino terminou com a batida de Nico Hulkenberg que fica na dúvida se vai participar da Classificação que vai ser realizada logo mais, As 3 da Manhã, Horário de Brasília.

Resultado do 3ºTreino Livre

Pos Piloto Equipe Chassis Motor Tempo Voltas
1 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:29.599 13
2 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:29.715 14
3 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:30.054 13
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:30.304 13
5 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:30.422 13
6 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:30.474 10
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:31.088 12
8 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:31.483 12
9 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:31.513 14
10 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:31.521 13
11 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:31.636 14
12 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:31.760 14
13 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:32.030 13
14 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.201 14
15 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:32.224 12
16 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:32.442 10
17 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:32.608 14
18 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:32.631 14
19 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:33.034 13
20 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:33.105 10

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes

 

Formula Indy – Dixon conquista Pentacampeonato em Sonoma, Com Hunter-Reay vencendo após corrida impecável

Na última prova do campeonato se confirmou o favoritismo do Neozelandês Scott Dixon, Com o segundo lugar ele conquistou o 5ºtítulo da sua carreira na Formula Indy. Em uma corrida calma para o piloto da Ganassi, Ainda mais ajudado pelo erro de Rossi na primeira curva que acabou dando a tranquilidade a Dixon. O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay dominou a prova e conquistou a vitória no Circuito de Sonoma, Que vai sair do calendário da categoria em 2019.

O Campeonato que estava favorável para o piloto Neozelandês, ficou bem melhor com a Largada. Enquanto Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon mantiveram as 2 primeiras posições. Alexander Rossi tentou ganhar posições, Mas acabou tocado em Marco Andretti, Quebrando o Aerofólio e furando o seu pneu. O piloto da Andretti foi se arrastando para os boxes. Ao trocar os pneus, Rossi voltou a quase 1 minuto atrás de Hunter-Reay e de Dixon.

Enquanto Hunter-Reay abria vantagem na liderança, Dixon vinha em uma tranquila segunda posição. Newgarden, Andretti e o estreante Patrício O’Ward com o carro da Harding vinha em 5ºlugar. Tony Kannan se aproveitando da confusão da largada, ganhou 5 posições e foi para o 13ºlugar. (O Brasileiro fazia a sua 300ªCorrida seguida na Formula Indy e sua 360ªprova na categoria)

O Estreante O’Ward desgastou muito seus pneus e começou a ser pressionado por Graham Rahal e Will Power fortemente. O Mexicano resistiu a pressão por 3 voltas, Mas como ele desgastou demais os pneus, Foi alvo fácil para Power, que na curva final antes de completar a volta fez uma manobra belíssima, levando a posição do filho do Bobby Rahal.

13ªVolta, Simon Pagenaud foi o primeiro a fazer a primeira parada. A previsão era de 3 a 4 paradas nos boxes. No meio disso, Takuma Sato abandonou com o estouro do seu motor Honda, O Vencedor do GP de Portland foi o primeiro a abandonar a prova.

Na 17ªVolta, Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon foram para a 1ªparada. O piloto da Ganassi escapou por pouco de um choque com Sebastien Bourdais que estava também indo aos boxes para a sua primeira parada. Josef Newgarden na volta 19ª (O motor morreu após a parada e o piloto da Penske perdeu tempo) e Will Power na Volta 20 foram os últimos a pararem nos boxes.

Hunter-Reay voltou a liderança, Com Scott Dixon em 2º e Simon Pagenaud subindo para o terceiro lugar. Rossi foi para o 19ºlugar, Mas adotando a arriscada tática de 2 paradas apenas ele foi superado por pilotos na parte de trás indo para o último lugar. A 43 segundos de Hunter-Reay e a 41 segundos de Dixon.

Rossi para na 26ªVolta, Era bem difícil. Ou melhor, Quase impossível que ele terminasse a prova com apenas mais 1 parada de troca de pneus e reabastecimento. O piloto da Andretti voltou a 1 volta atrás dos líderes. Na volta 28, Power ultrapassa na curva final a Graham Rahal e sobe para o 5ºlugar.

Hunter-Reay e Dixon vinham sobrando e estava a 11 segundos de Pagenaud. O Francês vinha sendo pressionado pelo Marco Andretti.

Rossi foi tentar passa o piloto da Ganassi para tirar a volta de desvantagem para Dixon e tentar volta a corrida. Foram 5 voltas atrás do piloto da Ganassi acabou cedendo a ultrapassagem para o piloto da Andretti Autosport. Nesse meio tempo, O companheiro de equipe de Scott Dixon passou para o 7ºlugar, Superando a Rahal.

Na volta 35, Pagenaud e Rahal foram para a segunda parada. 4 Voltas depois, Hunter-Reay e Dixon foi para a segunda parada deles. Com isso, Rossi voltou a volta do líder. Power assumiu a liderança por uma volta, Na 40ªvolta, Ele e Bourdais foram para os pits. Hunter-Reay abriu 4.5 segundos a frente de Dixon. Simon Pagenaud continuava em 3º, Ainda pressionado pelo Marco Andretti. Depois vinham Power, Bourdais em 5º e 6º, Enquanto que o campeão da temporada de 2017 era pressionado pelo Graham Rahal.

Na volta 43, Rossi vai para os boxes. Durante sua parada. O Norte-Americano Graham Rahal acabou parando seu carro em uma das curvas do circuito, (Na maior reta da pista) Isso provoca a única bandeira amarela da prova. Era disso que Rossi precisava, após a parada ele manteve a Volta e com essa bandeira amarela ele pode se juntar a todo o pelotão. Nesse meio tempo ele foi para os boxes com mais uns 2 pilotos encher o tanque.

Na volta 50 a corrida recomeça. A partir dai começou o Show do piloto da Andretti, Que em um espaço de 3 voltas, Ele passou do 21º para a 9ªposição. Na volta 54, Rossi ultrapassou Tony Kannan subindo para o 8ºlugar. As chances do campeonato estavam aumentando para o norte-americano. Na volta 55, Foi a vez de Ed Jones tomar passada de Rossi que já estava em 7ºlugar em um espaço de 6 voltas, Ganhando 14 posições.

No meio do pelotão, Santino Ferrucci vinha fazendo uma corrida agressiva ao atacar a Jordan King da Carpenter. Atrás deles vinham Jack Harley que tentou passar o inglês, Mas acabou tomando passada do Norte-Americano Zach Veach.

Na entrada da volta 60, Rossi que vinha pressionando Bourdais foi para a sua última parada. Percebendo isso, Dixon abriu mão da vitória e acabou indo para os boxes na volta seguinte. Na entrada da volta 62, Hunter-Reay e Pagenaud foram para a última parada. Os últimos a fazerem isso foram Will Power e Ed Jones na 64ªpassagem.

Hunter-Reay continuava na liderança, Com 4 segundo a frente de Scott Dixon. Alexander Rossi vinha em 5ºlugar a 12 segundos do líder e a 8 segundos de Dixon. Mas não seria tão simples para o piloto da Andretti. Ele tinha 20 voltas para superar  Will Power que subiu do 5º para o 3ºlugar e de Simon Pagenaud que perdeu uma posição.

Porém, O rendimento de Rossi começou a declinar, A 12 voltas do final Rossi perdeu o 5ºlugar para Marco Andretti. A cada volta que passava Dixon estava cada vez mais perto do título e acabou levando seu carro sem riscos até o final da prova.

Lá na frente, Ryan Hunter-Reay teve um brilhante final de semana e levou a vitória na última etapa do Campeonato Mundial de Formula Indy. Porém, A festa ficou mesmo para Scott Dixon que acabou chegando na posição que ele precisava. O 2ºlugar fez com que Dixon conquistasse seu 5ºtítulo de sua carreira. Se tornando o maior campeão da História da Formula Indy, CART e IRL (Contando os títulos desde de 1979 até hoje) De uma temporada aonde o pior resultado de Dixon foi o 12ºlugar em Iowa. Com 3 Vitórias e 9 pódio, Esse título esta em ótimas mãos ao piloto da Chip Ganassi.

O pódio foi completado pelo Australiano Will Power, Que no final da prova chegou a ameaçar o segundo lugar de Dixon. O Australiano ficou com o 3ºlugar na Classificação final. Em 4ºlugar ficou o francês Simon Pagenaud e em 5ºlugar o Norte-Americano Marco Andretti.

Alexander Rossi acabou a corrida em 7ºlugar, Conquistando o vice-campeonato em sua 3ªTemporada na Formula Indy. Sem dúvida é um piloto consolidado na categoria e acabou se recuperando de maneira fantástica na segunda metade de prova. Mas seu erro no começo da corrida acabou por decidir seu destino no campeonato. Sebastien Bourdais na volta final.

Completando os 10 primeiros ficaram Josef Newgarden (que perdeu não só o 3º como também perdeu o 4ºlugar para Ryan Hunter-Reay), Patricio O’ward da Harding e Ed Jones.

A Se destacar o brilhante final de semana do Mexicano, Que foi o campeão da Indy Lights e fez uma bela corrida, Claro que ele perdeu algumas posições no começo da prova. Isso não apaga o que ele fez nos 3 dias de evento. Ele não só ganhou o 9ºlugar em Sonoma como ele provavelmente ganhou um lugar para 2019.

Tony Kannan fez uma boa corrida, Chegando em 12ºlugar. O piloto de 43 anos de idade teve bons desempenhos nas 3 provas finais. Pietro Fittipaldi ficou em 16ºlugar e Matheus Leist ficou em 19ºlugar. Não dava para cobrar muito dos pilotos Brasileiros nesse ano, Eles estavam em equipes de Média para pequeno pote.

Semana que vem teremos uma avaliação da temporada de 2018 da Formula 1 no Portal Sportszone.

Vídeo da prova:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final da última Etapa
Formula Indy – Temporada 2018

Pos Piloto País Equipe Motor Voltas Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 85 2h 02:19.1667
2 9 Scott Dixon Nova Zelandia Chip Ganassi Racing Honda 85 a 2.7573
3 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 85 a 3.6550
4 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 85 a 4.6306
5 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 85 a 19.8030
6 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 85 a 21.6393
7 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 85 a 28.3778
8 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 85 a 34.6288
9 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 85 a 42.8662
10 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 85 a 44.2254
11 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 85 a 44.6273
12 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:00.4138
13 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 85 a 1:04.0637
14 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 85 a 1:05.4899
15 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:12.8026
16 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 85 a 1:14.2459
17 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 85 a 1:15.6462
18 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:18.6345
19 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:22.3819
20 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 85 a 1:23.4673
21 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 84 a 1 Volta
22 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 76 a 9 Voltas
23 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 66 a 19 Voltas
24 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 38 Mecânico
25 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 15 Motor

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar