Portal Sportszone » Blog Archives

Tag Archives: Honda Team Asia

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Em Brno Joan Mir espera hora certa para atacar para vencer pela 6ªVez em 2017

Published by:

Classificação para o Grid de Largada:

A Classificação teve o domínio de Romano Fenati a maior parte do treinamento ficando com o melhor tempo com Andrea Migno e Joan Mir por perto. Na parte final de classificação Juanfran Guevara e Joan Mir baixaram o tempo de Fenati que em uma belíssima volta rápida recuperou a ponta. Parecia que a pole iria ficar mesmo com o piloto da Rivacold.

Até que em uma volta voadora o piloto da RBA Racing Gabriel Rodrigo que tinha caído no começo do Treino com Jakub Kornfeil tomou o primeiro lugar do Fenati e conquistou a primeira pole position da sua carreira deixando Fenati em segundo e Guevara em terceiro lugar completando a primeira fila.

O líder do campeonato Joan Mir da Leopard Racing abre a segunda fila, Largando na 4ªposição com Nicolo Bulega com a melhor moto da Sky VR46 na classificação e Bo Bendsneyder da equipe oficial da KTM (A Red Bull KTM Ajo) completando a 2ªfila.

Marcos Ramirez da Platinum, Fabio di Giannantonio da Gresini, Livio Loi da Leopard e Philipp Oettl da Südmetall Schedl GP Racing completam os 10 primeiros colocados.

Destaque para o Treino de Nakarin Atiratphuvapat que vem melhorando o seu desempenho com a Moto da Asia Honda Team que larga em 15ºlugar. John McPhee fez outro treino abaixo do esperado e acabou caindo no final ficando em 19ºlugar no grid de largada abrindo a 7ªFila.

Grid de largada do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Brno

pos. piloto Equipe Moto Tempo
1 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM 2’08.571
2 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda 2’08.721
3 58 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM 2’08.874
4 36 Joan Mir Leopard Racing Honda 2’08.967
5 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM 2’08.971
6 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM 2’08.991
7 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM 2’09.043
8 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 2’09.142
9 11 Livio Loi Leopard Racing Honda 2’09.148
10 65 Philipp Oettl Südmetall Schedl GP Racing KTM 2’09.187
11 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda 2’09.348
12 23 Niccolo Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM 2’09.358
13 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 2’09.359
14 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM 2’09.361
15 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 2’09.479
16 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda 2’09.543
17 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 2’09.547
18 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda 2’09.565
19 17 John McPhee British Talent Team Honda 2’09.583
20 6 Maria Herrera Estrella Galicia 0,0 Honda 2’09.614
21 48 Lorenzo Dalla Porta AGR Team KTM 2’09.698
22 27 Kaito Toba Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 2’09.730
23 84 Jakub Kornfeil Honda Team Asia Honda 2’09.762
24 7 Adam Norrodin Peugeot MC Saxoprint Peugeot 2’10.168
25 10 Dennis Foggia SIC Racing Team Honda 2’10.176
26 96 Manuel Pagliani Platinum Bay Real Estate KTM 2’10.198
27 12 Marco Bezzecchi Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 2’10.222
28 77 Tim Georgi CIP Mahindra 2’10.578
29 4 Patrik Pulkkinen CIP Mahindra 2’10.803
30 18 Gabriel Martinez Freudenberg Racing Team KTM 2’10.841
31 33 Enea Bastianini Peugeot MC Saxoprint Peugeot 2’11.450
32 75 Albert Arenas Motomex Team Moto3 KTM 2’12.424

A prova no domingo foi com chuva ao contraio do que foi o Sábado que tínhamos um belo tempo em Brno. Em piso molhado tudo poderia acontecer.

Na largada Rodrigo largou bem, mas a liderança foi para Guevara que pulou melhor ainda, Fenati, Mir e Bendsneyder vinham a seguir. Nas primeiras curvas o Francês Jules Danilo acabou derrubando a Maria Herrera o que fez ambos deixarem a prova.

Enquanto Guevara se estabilizava em primeiro o Argentino Gabriel Rodrigo ira ficando para trás. Na terceira volta o Holandês Bo Bendsneyder da KTM assumiu a liderança ultrapassando a Juanfran Guevara, Enquanto que o Tailandês Nakarin Atiratphuvapat vinha subindo muito aproveitando a sua habilidade na chuva e estava disputando posição com Joan Mir e fez uma belíssima ultrapassagem passando para o 4ºlugar.

Bendsneyder e Guevara estavam disputando a liderança em um duelo particular com Fenati e Mir um pouco mais atrás e o tailandês no decorrer da corrida estava ficando mais atrás. Gabriel Rodrigo vinha se segurando nas posições intermediárias. Com o passar da Corrida Aron Canet que largou lá atrás vinha buscando a recuperação.

Com a pista secando Guevara voltou a liderança passando Bendsneyder disputando a liderança. Na reta final Fenati e Joan Mir vieram para a disputa da vitória. Nas voltas finais Fenati tentou um ataque em cima de Guevara.

Mir se guardou um pouco mais e a 4 voltas do final resolveu dar o ataque final em cima de Fenati, Bendsneyder e de Guevara passando para a liderança. Romano Fenati da Rivacold deixou os outros dois para trás assumindo o segundo lugar e deixando Guevara e o holandês Bendsneyder para disputar o 3ºlugar, Porém os dois acabaram sendo superados por Aron Canet que largou da modestíssima 17ªposição para conquistar um pódio no terceiro lugar.

Na reta final da corrida Fenati tentou um ataque em cima de Mir que segurou a ponta e conquistou mais uma vitória abrindo mais vantagem para Romano Fenati na liderança do campeonato. Essa foi a 6ªvitória na temporada do piloto Espanhol da Leopard Racing. O pódio foi completado pelos seus principais adversários na disputa do título. Romano Fenati em 2º e Aron Canet vindo do 17ºlugar para conquistar o pódio na terceira posição.

Bo Bensneyder ficou a frente de Juanfran Guevara e acabou em 4ºlugar com a moto da KTM Red Bull Ajo. John McPhee também teve uma boa corrida de recuperação ficando em 6ºlugar. Marcos Ramirez, Tatsuki Suzuki, Adam Norrodin e Nakarin Atiratphuvapat completaram os 10 primeiro lugares. Uma bela atuação do Malaio da Sic Racing e do piloto Japonês da Honda Team Asia. O Estreante Dennis Foggia substituindo a Darryn Binder fez bonito e completou a corrida em 14ºlugar marcando 2 pontos. Gabriel Rodrigo manteve a sua sina ao cair na volta final jogando fora um bom resultado.

Semana que vem teremos a 11ªEtapa do Mundial de motovelocidade no Rapidíssimo Circuito de Spielberg na Áustria.

Resultado final do GP da República Tcheca
11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto 3

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 Joan Mir Leopard Racing Honda NSF250RW 44’41.314
2 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW a 0.350
3 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 3.078
4 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 4.598
5 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 4.882
6 John McPhee British Talent Team Honda NSF250RW 8.343
7 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 9.597
8 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 10.234
9 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda NSF250RW 10.395
10 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda NSF250RW 10.913
11 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 11.148
12 Albert Arenas Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 12.085
13 Philipp Ottl Südmetall Schedl GP Racing KTM RC250GP 14.266
14 Dennis Foggia Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 14.271
15 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda NSF250RW 14.311
16 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 14.404
17 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 14.449
18 Tim Georgi Freudenberg Racing Team KTM RC250GP 15.144
19 Lorenzo Dalla Porta Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 20.312
20 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 23.680
21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 23.935
22 Marco Bezzecchi CIP Mahindra MGP3O 24.772
23 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 24.831
24 Niccolo Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 25.143
25 Manuel Pagliani CIP Mahindra MGP3O 38.836
26 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 42.433
27 Livio Loi Leopard Racing Honda NSF250RW 42.497
28 Gabriel Martinez Motomex Team Moto3 KTM RC250GP 47.923
29 Kaito Toba Honda Team Asia Honda NSF250RW 48.013
30 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 48.407
Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW a 19 Voltas
Maria Herrera AGR Team KTM RC250GP a 19 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Mir faz corrida de recuperação e conquista vitória na Argentina

Published by:

Joan Mir largando do meio do pelotão na 16ªposição teve uma corrida de recuperação absolutamente brilhante largando do  16ºlugar para vencer pela 3ªVez em sua carreira no Mundial de Motovelocidade.

Na Largada o pole position John McPhee larga bem, Mas tem nos seus calcanhares os pilotos da Gresini (Martin e Di Giannantonio) e também de Andrea Migno isso no começo da corrida. Mesmo com McPhee ficando a maior parte do tempo na liderança os 4 pilotos alternavam em algum momento. Até que o Alemão Philipp Oettl chegou nessa disputa.

Já Mir nas primeiras voltas já tinha pulado do 16ºlugar para a 10ªposição logo atrás do dono da casa Gabriel Rodrigo. Aliás mais de 20 pilotos estavam compondo o primeiro pelotão. E a reação de Mir continuava volta após volta até que na 6ªVolta ele já tinha chegado ao pelotão da frente e na 8ªVolta ele assumiu pela primeira vez a liderança que estava nas mãos do piloto da Leopard Racing.

Algumas quedas com alguns pilotos que estavam no pelotão da frente aconteceram como a queda do Argentino Gabriel Rodrigo para a tristeza dos torcedores que estavam na expectativa de conseguir um bom resultado. Fabio di Giannantonio acabou também caindo assim como Enea Bastianini que não começa bem a temporada com a Moto da Estrella Galícia sendo ele o vice-campeão de 2016.

Joan Mir e John McPhee foram os principais protagonistas da disputa pela vitória com Jorge Martin, Phillip Oettel e também Andrea Migno que também frequentou os primeiros lugares . Mais atrás no segundo pelotão estavam disputando o 6ºlugar Livio Loi, Romano Fenati e Tatsuki Suzuki.

Na Reta final de prova Joan Mir caiu para o 4ºlugar, Mas em menos de uma volta ele já estava em segundo e na volta seguinte acabou passando a liderança e de lá não saiu mais mesmo com a pressão principalmente de John McPhee que no final teve trabalho para ficar em segundo lugar, Mas não teve como atacar Mir que conquistou a segunda vitória na temporada e se coloca como um forte candidato ao título com John Mcphee em segundo e Jorge Martin em 3º. O mesmo resultado do Qatar. Em consequência disso eles são os 3 primeiros colocados do campeonato. Philipp Oettl em boa corrida superou Andrea Migno ganhando o 4ºlugar com o piloto da VR46 logo atrás chegando a 890 milésimos do vencedor.

Livio Loi acabou ganhando a disputa com Fenati e Suzuki ficando com o 6ºlugar. Ao final da prova o piloto Nicolo Bulega foi punido com 2 segundos acrescentados em seu tempo de corrida e perdeu o 13ºlugar ficando em 16ºlugar fora da zona de pontuação. Destaques ficaram para o Japonês Kaito Toba que ficou em 10ºlugar com a Moto da Honda Asia Team, Marcos Ramirez que fez belíssima corrida de recuperação ficando em 13ºlugar e Maria Herreira completou a zona de pontuação na 15ºposição.

Semana que vem teremos a prova em Austin no Texas. A Terceira etapa do Mundial de Motovelocidade

Resultado final:

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo Grid
1 36 Joan Mir Leopard Racing Honda NSF250RW 38’33.377 16
2 17 John Mcphee British Talent Team Honda NSF250RW a 0.261 1
3 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW a 0.339 3
4 65 Philipp Oettl Südmetall Schedl GP Racing KTM RC250GP a 0.641 10
5 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP a 0.890 8
6 11 Livio Loi Leopard Racing Honda NSF250RW 7.598 12
7 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 7.761 6
8 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 7.831 9
9 58 Juanfran Guevara RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 12.000 7
10 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda NSF250RW 12.079 18
11 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 12.278 4
12 40 Darryn Binder Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 12.294 11
13 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 12.480 27
14 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 12.620 24
15 6 Maria Herrera AGR Team KTM RC250GP 13.083 20
16 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 14.393 2
17 7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda NSF250RW 18.861 21
18 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 20.573 22
19 12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra MGP3O 26.774 23
20 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda NSF250RW 26.905 25
21 96 Manuel Pagliani CIP Mahindra MGP3O 27.400 31
22 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 27.534 28
23 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 27.612 17
24 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda NSF250RW 35.218 29
25 75 Albert Arenas Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 50.124 19
26 4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O a 1’18.379 30
27 33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW a 1’20.064 15
21 Fabio di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 9 Voltas 5
48 Lorenzo Dalla Porta Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 9 Voltas 26
19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 10 Voltas 13
23 Niccolò Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 20 Voltas 14

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 3 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Francesco Bagnaia resiste as quedas em Sepang e conquista vitória na Moto 3

Published by:

A Primeira corrida do dia foi uma corrida que misturou quedas e insensibilidade da direção de corrida em deixarem a corrida acontecer em uma pista que estava em condições muito adversas o italiano Francesco Bagnaia acabou resistindo a todas as adversidade e sem cair acabou levando a sua Mahindra da Aspar Martinez para a vitória em Sepang.

Na largada Binder manteve a liderança com uma ótima largada de Gabriel Rodrigo que assumiu a 2ªposição com Bagnaia e Dalla Porta nas 4 primeiras posições. Na primeira volta 2 incidentes acabaram tirando 7 pilotos ainda na primeira volta. No primeiro deles tirou da corrida Ayumu Sasaki que substituiu a Enea Bastianini, Andrea Migno e Juanfran Guevara acabaram caindo, Somente Migno continuou e os outros abandonaram.

Na segunda já foi mais grave, tudo começou com a queda de Jorge Martin na curva 5 e de forma perigosa acabou levando Nicolo Bulega que teve sua moto totalmente destruída, Aron Canet e Phillip Oettl. O piloto da Estrella Galícia sentiu a queda, Mas depois se constatou que Canet não teve maiores consequências maiores.

motovelocidade_sepang_2016dom-3

Agora o grande problema da corrida foi na 4 volta com Joan Mir em primeiro, Binder, Bagnaia e Dalla Porta disputando o primeiro lugar até que na curva 7 Mir, Binder e Dalla Porta acabaram caindo após passarem por uma poça d’água o que fez os três caírem e um pouco mais atrás também caiu o italiano Fabio di Giannantonio que voltou a corrida, a Partir dai a corrida deveria ter sido paralisada, Binder voltou para a pista com a moto toda sem nenhuma carenagem da sua moto.

Com tudo isso o líder passou a ser Francesco Bagnaia com Kornfeil em segundo e a seguir Antonelli, Navarro e Bendsneyder disputavam o 3ºlugar. Na volta seguinte Niccolò Antonelli e Jules Danilo (que estava um pouco mais atrás) caíram na mesma curva, A situação da pista estava muito complicada.

Bagnaia ganhava cada vez mais vantagem enquanto que Kornfeil, Bendsneyder e Navarro vinham em um segundo pelotão. Um pouco mais atrás Andrea Locatelli, Marcos Ramirez, Pawi, Livio Loi, Maria Herrera disputavam posição, Mas quem crescia na prova era o Francês Fábio Quartararo que já estava em 5ºlugar.

A 8 Voltas do final na curva 15 Jorge Navarro caiu e deixou  a corrida também, Naquela altura do campeonato Brad Binder que foi para os boxes depois da queda e a equipe Red Bull KTM Ajo fez um brilhante trabalho colocando toda a nova carenagem em menos de 6 minutos voltando a 3 voltas do líder podendo até marcar pontos já que tínhamos poucos pilotos na pista.

motovelocidade_sepang_2016dom-1

Na parte final de prova Bagnaia tinha mais de 7 segundos na frente de Kornfeil e Bendsneyder que disputavam a segunda posição com Fábio Quartararo chegando nessa disputa e pelo desempenho ele iria engolir ambos. Mas com o acidente da Espanhola Maria Herrera que acabou se chocando com Livio Loi ela acabou caindo e finalmente a corrida foi encerrada a 3 voltas do termino, Com isso a vitória de Francesco Bagnaia foi confirmada com Jakub Kornfeil em 2º e Bo Bendsneyder da Holanda completando o pódio em 3ºlugar.

motovelocidade_sepang_2016dom-2

Fábio Quartararo bateu de novo na trave na disputa do pódio ficando em 4ºlugar com a moto da Leopard que teve um bom dia com Andrea Locatelli chegando bem colocado em 5ºlugar. O Espanhol Marcos Ramirez em mais uma boa corrida sendo um dos destaques dos final da temporada.

Gabriel Rodrigo em uma corrida comedida chegando a ficar em 2ºlugar no começo da prova acabou a corrida apenas em 7ºlugar. Os dois pilotos da casa chegaram ao final da corrida com Pawi se exibindo bem completando a corrida em 8ºlugar e o piloto Hafiq Azmi substituindo o Escocês John McPhee ficando em 11ºlugare. Os pilotos Livio Loi e Darryn Binder completaram os 10 primeiros colocados.

Stefano Valtulini e Lorenzo Petrarca marcaram os primeiros pontos da carreira nessa prova ficando em 13º e 14ºlugares respectivamente, Brad Binder completou a prova em 17ºlugar a 3 voltas do vencedor.

Daqui a 2 semanas teremos a última etapa do Mundial de motovelocidade

Resultado final do GP da Malásia do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – Sepang

1 21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) 29’29.351 em 15 Voltas
2 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 7.108
3 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 7.253
4 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 8.469
5 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 12.414
6 42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 12.706
7 19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 13.387
8 89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda) a 13.506
9 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 14.445
10 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 38.777
11 38 Hafiq Azmi (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 45.827
12 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 48.899
13 43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 49.648
14 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 49.842
15 4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda) a 1’15.163
16 48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 1 Volta
17 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 3 Voltas

Não Classificaram para a corrida:

6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 13.793
95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 7 Voltas
9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 8 Voltas
12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 10 Voltas
36 Joan Mir (Leopard Racing KTM) a 11 Voltas
24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 11 Voltas
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 11 Voltas
8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM) a 12 Voltas
88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 15 Voltas
44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 15 Voltas
65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 15 Voltas
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM) a 15 Voltas
7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 15 Voltas
71 Ayumu Sasaki (Gresini Racing Moto3 Honda) a 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 3 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Binder vence de forma tranquila corrida agitada e cheia de quedas na moto 3

Published by:

Não daria para acreditar de que o Brad Binder dominou uma corrida em que foi muito disputada e teve um monte de nuances como é de praxe em Phillip Island e principalmente numa categoria como a Moto 3.

A começar a largada aonde Binder largou bem com Gabriel Rodrigo indo para o segundo lugar. Na segunda curva começou o festival de quedas com vários indo para o Chão como foi o caso de Juanfran Guevara e de Khairul Idham Pawi além de mais 3 pilotos.

Vários pilotos assumiram a liderança ou disputaram as primeiras posições nesse começou de corrida desde do campeão Brad Binder, dos pilotos da Gresini Fabio di Giannantonio e Enea Bastianini, Francesco Bagnaia com a Mahindra, Do Escocês John McPhee com a nova moto da Pegueot que vem progredindo muito desde do começo do ano até mesmo tendo ganho uma das corridas até mesmo o piloto Fábio Quartararo que largou do último lugar e em poucas voltas já ocupava as primeiras posições em incrível recuperação.

As quedas foram algo comum em toda a corrida

As quedas foram algo comum em toda a corrida

Gabriel Rodrigo na parte final da volta 5 foi para cima de Bagnaia e acabaram ambos se chocaram e o piloto da Aspar levou a pior levando junto o Italiano Fabio di Giannantonio, Ambos ficaram muito irritados pela atitude do piloto Argentino. Mas quando achou que a prova ficaria mais calma tivemos um acidente forte envolvendo 4 pilotos sendo que Enea Bastianini e John McPhee foram atropelados, A situação ficou tensa e a direção da prova acabou dando Bandeira Vermelha interrompendo a prova.

A pior situação era de John McPhee que se chegou a achar que ele esta nas piores situações até que veio um comunicado de que ele estava consciente, Depois se constatou que McPhee teve comoção cerebral e dedo polegar da mão esquerda fraturado e Bastianini acabou com fraturas de vértebra toráxica T9 e na costela. Ambos vão para a cirurgia e estão de fora da prova do próximo domingo em Sepang na Malásia.

McPhee causou muita preocupação em todo o público e telespectadores devido ao acidente que ele sofreu

McPhee causou muita preocupação em todo o público e telespectadores devido ao acidente que ele sofreu

A direção de prova definiu que a corrida iria recomeçar com apenas 10 voltas com algo a se criticar foi que todos os pilotos foram para o grid com as posições da volta anterior ao acidente e os pilotos que foram punidos tiveram que levar a punição principalmente isso foi prejudicial para o Francês Fábio Quartararo. Eu considero absurdo beirando ao ridículo o que não acreditei, simplesmente a punição já tinha sido cumprida e todos os pilotos teriam que pagar a punição de novo e principalmente o piloto da Leopard Racing que foi o mais prejudicado.

Na segunda largada da corrida curtíssima de 10 voltas Binder e Locatelli assumiram o primeiro e segunda posições e acabaram por fugir da disputa feroz na terceira posição que acabou tendo vários pilotos de maneira surpreendente disputando o pódio como o Espanhol Marcos Ramirez, o Japonês Tatsuki Suzuki e o Sul-Africano irmão de Brad Binder o piloto Darryn Binder. Tivemos quedas na segunda parte da corrida, Mas não foram tão graves como a queda que interromperam a corrida.

Locatelli teve um bom desempenho e levou seu primeiro pódio na temporada.

Locatelli teve um bom desempenho e levou seu primeiro pódio na temporada.

Com Tranquilidade e mantendo a cabeleira intacta Brad Binder conquistou mais uma vitória em sua temporada já coroada com o Campeonato da Moto 3 com Andrea Locatelli em 2ºlugar com a Leopard Racing a quase 6 segundos do vencedor sendo o melhor resultado do piloto italiano na temporada, A Disputa pelo pódio foi definida apenas nos últimos metros quando o piloto Espanhol Aron Canet pegando o vácuo da moto de Darryn Binder e conseguindo pegar o 3ºlugar conquistando o primeiro pódio da sua carreira e impedindo que tivessem os dois irmãos no pódio.

moto3_australia_2016domingo-3

Esse pódio que poderia ter sido de Fábio Quartararo que chegou a estar em 5ºlugar mas acabou ficando para trás e chegando apenas em 12ºlugar apenas a frente de Tatsuki Suzuki que chegou também a disputar esse pódio, Esses dois deram mais sorte que Jorge Navarro e Gabriel Rodrigo que acabaram caindo e ficando de fora dessa disputa. Livio Loi ficou em boa 5ªposição seguido de Jorge Martin representando o time do Aspar Martinez, Marcos Ramirez que fez um belíssimo resultado disputando também, Hiroki Ono tendo um bom resultado depois de sido desclassificado na prova de sua casa aonde ele tinha levado o pódio, Jules Danilo representando a Ongetta com um digno 9ºlugar e Bo Bendsneyder companheiro de equipe de Brad Binder fechando os 10 primeiros colocados.

Semana que vem teremos o penúltimo encontro da Moto 3 em Sepang com mais uma disputa eletrizante pela vitória e pela honra de carimbar a faixa de campeão de Brad Binder.

Resultado final da 16ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – GP da Austrália – Phillip Island

1 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) 16’22.009 em 10 Voltas
2 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 5.937
3 44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 9.594
4 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 9.642
5 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 9.680
6 88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 9.750
7 42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 9.996
8 76 Hiroki Ono (Honda Team Asia Honda) a 10.115
9 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 10.142
10 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 10.358
11 7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 10.447
12 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 10.569
13 24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 10.682
14 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 10.979
15 6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 13.763
16 12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 13.821
17 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 28.297
18 3 Fabio Spiranelli (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 42.036
19 48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 50.454
20 14 Matt Barton (Suus Honda FTR Honda) a 1’23.446

Não terminaram a corrida:

19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 1 Volta
9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 1 Volta
43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 2 Voltas
23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 10 Voltas

Não disputaram a segunda corrida:

8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM)
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM)
17 John Mcphee (Peugeot MC Saxoprint Peugeot)
36 Joan Mir (Leopard Racing KTM)
21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra)
89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda)
33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda)
4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda)
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM)
84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 3 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Bastianini toma vitória de Binder a 3 curvas do final e conquista 2ªvitória na carreira

Published by:

Em Motegi na primeira das 3 corridas do Mundial de Motovelocidade tivemos uma corrida aonde os pilotos italianos foram para cima de Brad Binder que dominou a maior parte da prova até a volta final que contaremos do decorrer do texto.

Na largada Migno manteve a liderança com Binder e Bastianini completando os 3 primeiros colocados. Quem se destacou na largada foi Bagnaia que foi do 12ºlugar para o 4ºlugar, Quem levou a pior foram Navarro que tocou em Mir e caiu levando o Argentino Gabriel Rodrigo e o Escocês John McPhee que abandonaram a corrida. Migno liderou a corrida até a curva 11 quando ele errou a trajetória da curva e foi ultrapassado pelo Binder que assumiu a liderança e pelo Bastianini que assumiu o segundo lugar.

na primeira parte de prova tivemos um belo duelo entre Andrea Migno e Enea Bastianini se alternando na 2ªposição enquanto que Binder estava tranquilo na liderança enquanto que Bagnaia estava em 4ºlugar, Ono e Bulega disputavam o 5ºlugar e um pouco mais atrás di Giannantonio e Oettl disputavam o 7ºposto.

motegi_moto3_dom2016-3

A partir da segunda parte Binder começou a ter mais trabalho na corrida já que Bastianini começou a se consolidar em segundo lugar enquanto que Migno e Ono começavam a disputar o pódio em 3ºlugar enquanto que Bagnaia perdeu rendimento e foi brigar por posições com Philipp Oettl e Fabio di Giannantonio pelo 6ºlugar. No final da prova Bastianini foi para o ataque em cima de Binder estudando qual a melhor forma de vencer o campeão da moto 3 de 2016, Na volta final Ono e Migno disputavam o 3ºlugar com o jovem Nicolo Bulega chegando nessa disputa no final de prova. Essa disputa acabou na metade da volta final com a queda de Migno deixando Ono com o pódio consolidado.

motegi_moto3_dom2016-4

Na disputa pela vitória Binder estava na frente até a curva 11 quando Bastianini deu um golpe apenas em Binder que foi decisivo para o resultado da corrida, Uma bela ultrapassagem sobre o Sul-Africano que ainda tentou no final voltar a liderança, Mas ficou a 17 milésimos de uma vitória em Motegi. Bastianini conquistou uma vitória em uma corrida que teve quase o tempo inteiro com Domínio de Brad Binder que teve de se contentar com o segundo lugar.

motegi_moto3_dom2016

O pódio foi completado pelo Japonês Hiroki Ono com o time da Honda, Foi o primeiro pódio do Japonês na sua carreira. Nicolo Bulega chegou em 4ºlugar em uma bela corrida do piloto da Sky Racing Team VR46. Também muito bem no final  de semana o Alemão Philipp Oettl superou ao Italiano Fabio di Giannantonio conquistando o 5ºlugar, Bagnaia prejudicado pela desempenho da sua moto teve de segurar a 7ªposição. Livio Loi, Fabio Quartararo e Joan Mir fecharam os 10 primeiros colocados.

Semana que vem teremos em Phillip Island a antepenúltima corrida da temporada de 2016 do mundial de motovelocidade.

motegi_moto3_dom2016-1

Hiroki Ono acabou desclassificado por estar abaixo dos 148 kg (Com a Moto) exigidos pelo regulamento. Com isso Nicolo Bulega herdou o pódio do Japonês que tinha feito seu melhor resultado no Mundial de Motovelocidade

Resultado final do GP do Japão – Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – Motegi – 15ªEtapa

1 33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda) 39’24.273 – 20 Voltas
2 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 0.017
Des. 76 Hiroki Ono (Honda Team Asia Honda) a 2.654
3 8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM) a 4.002
4 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 5.119
5 4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda) a 6.288
6 21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 7.739
7 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 7.749
8 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 8.344
9 36 Joan Mir (Leopard Racing KTM) a 8.880
10 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 9.037
11 48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 12.332
12 7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 13.525
13 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 18.818
14 12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 21.263
15 24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 21.291
16 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 21.727
17 42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 34.475
18 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 39.950
19 89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda) a 40.177
20 3 Fabio Spiranelli (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 46.804
21 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 49.085
22 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 52.570
23 6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 52.682
24 16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 1’16.774
25 58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM) a 1’22.102
26 13 Shizuka Okazaki (UQ & TELURU KOHARA RT Honda) a 1’51.623

Não Terminaram a corrida:

88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 10 Voltas
44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 11 Voltas
55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 16 Voltas
43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 17 Voltas
9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 20 Voltas
17 John Mcphee (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 20 Voltas
19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 20 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP