Lorenzo conquista vitória em Spielberg, após pega sensacional com Marc Marquez

O Duelo que era esperado no domingo entre Marquez, Dovizioso e Lorenzo acabou acontecendo. A prova foi dominada pelos três pilotos, Sendo que na parte final a disputa pela vitória ficou entre Lorenzo e Marquez, fazendo um final sensacional.

Na largada, Quem pulou melhor foi Andrea Dovizioso que assumiu a liderança. Marquez foi para cima do vencedor do GP da República Tcheca, A Formiga atômica passou a frente de Dovi, Mas acabou errando e segurando Marquez. Lorenzo se aproveitou disso e assuma a liderança e as outras motos ficaram emboladas, Logo Marquez e Dovizioso voltaram ao 2º e 3ºlugares.

A liderança de Lorenzo durou apenas 1 volta. Marquez na curva 3 passou para a liderança, Dovizioso vinha em 3º com Crutchlow, Rinz, Petrucci e Rabat em uma ótima 7ªposição. Johann Zarco vinha com a melhor moto da Yamaha em 8ºlugar. Rossi vinha em 10ºlugar e Marevick Viñales em uma lamentável 16ªposição.

Marquez, Lorenzo e Dovizioso começavam a dispararem na frente. Rossi ultrapassou Zarco para ganhar a posição (9ªposição) de melhor piloto da Yamaha, Um final de semana bem difícil da fábrica Japonesa que não ganha a mais de um ano, Atrás de um piloto da Avintia com a Ducati do ano passado. Um vexame.

Rossi depois foi para o ataque em cima de Aleix Espargaró, e acabou superando o piloto da Aprilla na entrada da 8ªVolta, Porém o espanhol se aproveitou do erro de Rossi e voltou a ficar na frente. Na volta seguinte, O Doutor recuperou o 8ºlugar.

Marquez abriu um segundo sobre Lorenzo e Dovizioso. O piloto da Honda quer quebrar o domínio da fabrica Italiana que venceu em 2016 e 2017. Dovizioso estava querendo tomar o 2ºlugar do Lorenzo.

A Moto de Marquez compensava a falta de potência nas retomadas, A Moto da Ducati nas retas se aproximava muito da Honda da Formiga Atômica. A 12 voltas do final, Lorenzo com os pneus mais macios chegou em Marquez levando Dovizioso com ele.

Na volta 18, Lorenzo tentou passar Marquez por fora na curva 3, não conseguiu. A ultrapassagem de Lorenzo aconteceu na volta 19, Na reta dos boxes. Dovizioso acabou perdendo a trajetória correta da curva e ficou um pouco para trás.

Nas voltas finais o duelo ficou entre Lorenzo e Marquez. A 3 voltas do final, A formiga Atômica na curva 3 se aproveitou do erro do Gladiador do Asfalto assumiu a liderança. No final da 26ªVolta Lorenzo volta a liderança.

Na penúltima volta, Marquez volta à ponta. Porém, na volta final Lorenzo favorecido pela potência da sua Ducati assumiu a liderança. Marc Marquez tentou reverter até a última curva, Mas Lorenzo segurou a pressão e conquistou a 3ªVitória em 2018 e manteve o domínio da Ducati na Áustria com 3 vitórias seguidas. (Iannone em 2016, Dovizioso em 2017 e Lorenzo em 2018)

Marc Marquez chegou em 2ºlugar e aumenta mais ainda sua vantagem na liderança do campeonato. Com 201 pontos contra 142 de Valentino Rossi, Com 59 pontos de vantagem. O piloto da Honda caminha para o 5ºcampeonato de Forma antecipada.

Andrea Dovizioso completou o pódio em 3ºlugar. É a primeira vez desde de 2017 que Dovizioso fica em pontuação atrás de Jorge Lorenzo. No campeonato o Espanhol assumiu a terceira posição com 130 pontos contra 129 de Dovizioso. Cal Crutchlow em uma grande corrida acabou no final abrindo vantagem sobre Danilo Petrucci e acabou em 4ºlugar. O piloto que vai para a equipe oficial da Ducati com a moto de 2018 acabou ficando a desejar com o 5ºlugar.

Valentino Rossi, com uma moto muito difícil nas mãos, Largou em 14ºlugar acabou a prova em 6ºlugar. Na reta final o Doutor passou Tito Rabat e Alex Rins no final, Dá para ver que a moto de 2018 da Yamaha não esta a altura do talento do Valentino Rossi. Dani Pedrosa fez uma corrida decente e chegou em 7ºlugar, Bem longe do Cal Crutchlow. Alex Rins começou bem, Mas não passou do 8ºlugar.

Johann Zarco com a moto de 2016 da Yamaha fechou a prova em 9ºlugar e Alvaro Bautista completando os 10 primeiros. Tito Rabat ficou em 11ºlugar, O piloto da Avintia fez uma bela corrida.

A se destacar a lamentável prova de Marevick Viñales. Começo a acreditar que o seu desempenho na Yamaha deixa a desejar, Talvez sua contratação pela Yamaha foi um passo errado na carreira. A moto não é uma boa moto, Mas os desempenhos de Rossi com os 39 anos estão melhores do que o desempenho do Viñales.

Fechando a zona de pontuação: Andrea Iannone em uma lamentável corrida em 13ºlugar, Bradley Smith fazendo uma prova digna com a sua KTM em 14ºlugar e Takaagi Nakagami fechando a zona de pontuação.

Daqui a duas semanas teremos o GP da Inglaterra, No Circuito de Silverstone teremos mais uma batalha pela vitória entre Marc Marquez e os pilotos da Ducati principalmente. A moto vermelhinha hoje é a mais forte do grid. Porém, A Formiga Atômica é o melhor piloto do Grid do mundial de Motovelocidade.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da Áustria
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 39’40.688
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 0.130
3 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 1.656
4 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 9.434
5 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 13.169
6 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 14.026
7 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 14.156
8 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 16.644
9 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 20.760
10 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 20.844
11 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati a 21.114
12 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 22.939
13 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 26.523
14 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 29.168
15 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 30.072
16 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 30.343
17 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 31.775
18 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 34.375
19 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 40.171
20 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 53.020
21 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 53.261
22 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 54.355
10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Bezzecchi conquista vitória na Áustria, Martin tem exibição Heroica e termina no pódio

Marco Bezzecchi que largou na pole position conquista a vitória no circuito de Spielberg na Áustria. Uma bela corrida, O piloto da PruestelGP teve de enfrentar um determinado Jorge Martin que mesmo com problemas físicos lutou pela vitória até o finalzinho.

Na largada, Bezzecchi, Arenas e Martin fogem do restante do grid. Curvas depois Martin recupera o segundo lugar e Gabriel Rodrigo subindo para o terceiro lugar. Eles tentavam fugir do resto da turma, Jaume Masia largou muito bem, Do 12ºlugar ele já estava em 6ºlugar após 4 voltas.

Na quinta volta Masia ganha a 4ªposição de Rodrigo e entrou na disputa da primeira posição. Já o piloto Argentino acabou indo ladeira abaixo perdendo mais posições nas voltas seguintes.

Bezzecchi tentava abrir do Martin, Porém, O espanhol estava disposto a ganhar a prova, Arriscando a sua saúde. (Uma queda dele poderia até sepultar o campeonato para ele)

Mas tinha um jovem chamado Jaume Masia, Que se intrometeu na disputa, Foi para cima e ultrapassou Arenas e Martin passando a segunda posição. Curvas depois Martin e Arenas recuperam posição. Lorenzo Dalla Porta em um belo momento vinha em 5ºlugar, Com 2 segundos de atraso para os líderes.

A poucas voltas do final, Martin abriu fogo para cima do Bezzecchi. A 5 voltas do final, O Espanhol passa a liderança do campeonato. OS dois pilotos trocaram de posições , Com Masla e Arenas de olho nessa disputa. Na volta final, Masla acabou passando Martin, que na metade da volta acabou tomando ultrapassagem de Enea Bastianini que chegou no 1ºgrupo a 1 volta e meio do final.

Lá na frente, Bezzecchi estava com a vitória nas mãos. Parecia que Martin iria ficar fora do pódio, Mas nas duas curvas finais tudo mudou: Enea Bastianini passou Masla na curva 9, e na curva final, O Espanhol Jorge Martin arriscou tudo e levou a melhor sobre o piloto da Dubai que acabou indo para fora da pista.

Bezzecchi conquista vitória, Aumentando a diferença na liderança para 12 pontos de frente para Jorge Martin. Enea Bastianini em bela corrida de recuperação levou a Leopard Racing ao 2ºlugar. Jorge Martin fez uma corrida valente, Disputando a vitória por quase todo o tempo. Apesar de esta um pouco mais longe de Marco Bezzecchi, esse resultado pode torná-lo muito mais forte para o restante do Campeonato.

Albert Arenas terminou em 4ºlugar, Correu o tempo inteiro disputando os primeiros lugares. Lorenzo Dalla Porta levou a segunda moto da Leopard para o 5ºlugar. Jaume Masia que estava com o pódio nas mãos acabou a prova em 6ºlugar, Após a prova ele estava visivelmente abalado pelo resultado que ele perdeu.

Completaram os 10 primeiros colocados: O Japonês Ayumu Sasaki da Petronas na 7ªposição, Gabriel Rodrigo que andou muito bem nas primeiras voltas, Mas depois ele ficou para trás. Tony Arbolino com a moto da Marinelli e Aron Canet que acabou decepcionando. O Vencedor do GP da República Tcheca Fabio di Giannantonio também deixa a desejar e  termina em uma fraquíssima 11ªposição.

John McPhee que largou do último lugar, Acabou em 12ºlugar. A Moto 3 volta daqui a 2 semanas, Em Silverstone no GP da Inglaterra com a categoria mais disputada e acirrada do Mundial de Motovelocidade.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado Final do GP da Áustria
Mundial de Motovelocidade – Moto 3

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM 37’13.198
2 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda a 0.473
3 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda a 0.544
4 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM a 1.373
5 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda a 1.421
6 5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM a 1.519
7 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda a 8.585
8 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM a 8.658
9 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda a 8.691
10 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda a 8.809
11 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda a 8.824
12 17 John McPhee CIP – Green Power KTM a 8.944
13 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM a 9.671
14 65 Philipp Oettl Sudmetal Schedl GP Racing KTM a 14.685
15 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM a 14.697
16 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda a 19.377
17 7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda a 19.419
18 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda a 19.504
19 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 19.550
20 32 Ai Ogura Asia Talent Team Honda a 19.602
21 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM a 19.706
22 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda a 19.981
23 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM a 23.419
24 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda a 24.056
25 77 Vicente Perez Reale Avintia Academy 77 KTM a 27.634
26 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM a 27.747
27 81 Stefano Nepa CIP – Green Power KTM a 35.938
28 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda a 46.868
29 73 Maximilian Kofler Motosport Kofler KTM a 47.289
16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM a 12 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez supera favoritismo da Ducati leva a pole position em Spielberg por 2 milésimos

Marc Marquez quebrou o favoritismo dos pilotos da Ducati e conquistou uma importante pole position no circuito de Spielberg, Na Áustria. O piloto da Honda que lidera o campeonato poderá brigar pela vitória, apesar de Andrea Dovizioso e Jorge Lorenzo estarem muito fortes para amanhã.

Q1, Alex Rins começou bem marcando o melhor tempo. Porém, Quem se destacou na primeira fase da Classificação foi o Espanhol Alvaro Bautista. (Que segundo ele, Não tem chance nenhuma de continuar na MotoGP para 2019) que marcou 1:24.217, O melhor tempo do treino a 10 minutos do final, Com Bradley Smith da KTM, Aleix Espargaró e Alex Rins disputando a segunda vaga do Q2.

Valentino Rossi não conseguia um bom rendimento em sua moto, A Yamaha não estava bem no circuito Austríaco, Mesmo com todo o esforço do piloto de 39 anos.

Na segunda metade de treinamento, Bautista marcou 1:24.276, Parecia que esse tempo bastava para o piloto da Angel Nieto classificar para o Q2. Porém, Alex Rins com 1:24.230 e Bradley Smith com 1:24.245 superaram Bautista.

O piloto espanhol foi a luta para recuperar a sua classificação. A sua volta final de 1:24.195 levou Bautista de volta a classificação. Alex Rins conquistou a outra vaga para o Q2. Valentino Rossi apesar de todo o seu esforço, Não conseguiu na parte final nada além do 4ºlugar. Ficando de fora do Q2. O vice-líder do Campeonato larga em 14ºlugar.

Resultado do Q1:

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’24.195
2 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’24.230
3 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’24.245
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’24.309
5 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’24.762
6 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’24.805
7 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’24.834
8 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’24.868
9 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’24.767
10 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’25.067
11 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’25.178
12 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’25.310
13 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’25.339

No Q2, A disputa pela pole position ficou polarizada entre Andrea Dovizioso, Marc Marquez e Jorge Lorenzo. Começando o treino, Jorge Lorenzo assumiu a liderança por alguns segundos, Até que Marquez tomou a liderança com 1:23.810 a menos de 12 minutos do final do treino. E na volta seguinte, a Formiga Atômica baixou mais ainda o seu tempo para 1:23.511.

Andrea Dovizioso estava em segundo lugar, 4 décimos atrás. Na metade do Treinamento: Marquez vinha com a pole, Com Dovizioso, Zarco, Petrucci, Crutchlow, Rabat, Rins, Lorenzo vinha em 8ºlugar. Porém ele foi para a pista junto de Iannone e de Rins. A 6 minutos e 17 segundos do Final, O gladiador do asfalto com 1:23.415 assumiu a liderança.

Marquez acabou indo para uma nova volta e o piloto da Honda a 5 minutos do final marcou 1:23.395 e na volta seguinte baixou ainda mais seu tempo para 1:23.241 a 3 minutos e 40 segundos do final. Dovizioso e Lorenzo vinham para as voltas finais, Dispostos a tirarem Marquez da posição 1.

Os dois chegaram muito perto disso, Andrea Dovizioso com 1:23.243 a 58 segundos do final , ficando em 2ºlugar e Jorge Lorenzo marcou 1:23.376 ficando em 3ºlugar a 35 segundos do final com 1:23.243. Marquez acabou conquistando uma pole position que era improvável. Em um circuito de alta, O piloto da Honda levou a pole por 2 milésimos a frente de Dovizioso e a 135 milésimos de frente para Lorenzo, que completa a primeira fila.

Na segunda final largam Danilo Petrucci com a Ducati de 2018 da Pramac, Em busca de sua primeira vitória da carreira. Cal Crutchlow com a LCR Honda larga em uma boa 5ºposição e Johann Zarco com a Moto da Yamaha Chassi de 2016, Larga em 6ºlugar e mais uma vez superou as motos oficiais da Yamaha.

Tito Rabat foi a surpresa do Treino, Levando a Avintia para o 7ºlugar. Para abrir uma terceira fila com uma moto de uma equipe modesta, É algo notável para Rabat. Completando a fila 3 largam Andrea Iannone e Daniel Pedrosa. Na Quarta-Fila largam Alex Rins da Suzuki, Marevick Viñales da Yamaha oficial em 11ºlugar, Superando apenas a Alvaro Bautista da Angel Nieto.

Amanhã, às 9 da manhã será dada a largada para as 28 voltas do GP da Áustria. 11ªEtapa do mundial de Motovelocidade.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada do Mundial de motovelocidade
MotoGP – GP da Áustria

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’23.241
2 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’23.243
3 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’23.376
4 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’23.503
5 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’23.812
6 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’23.887
7 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’23.922
8 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’24.091
9 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’24.124
10 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’24.227
11 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’24.284
12 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’24.342
13 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’24.245
14 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’24.309
15 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’24.762
16 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’24.805
17 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’24.834
18 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’24.868
19 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’24.767
20 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’25.067
21 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’25.178
22 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’25.310
23 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’25.339

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Bezzecchi conquista 1ªpole da carreira em um treino disputadíssimo em Spielberg

Um treino muito disputado no treino inteiro com a pista molhada no começo do treino e secando com o decorrer dos 40 minutos até que nos minutos finais acabou com o trilho seco, Após muitas e muitas trocas de liderança, acabamos vendo Marco Bezzecchi ganhando a primeira pole da sua carreira no circuito Austríaco de Spielberg.

Com a pista molhada  quem se destacou foi o jovem Vicente Perez que ficou liderando por muito tempo nos primeiros 15 minutos. Porém, A partir desse momento a pista começou a secar, Canet, Jamie Masla e Albert Arenas. Outros pilotos acabaram caindo, Um deles foi o John McPhee que caiu 2 vezes em um espaço de 30 minutos.

Os 10 minutos finais foi um pega pra capar, Principalmente com os pilotos colocando pneus de pista seca. A Pista já permitia pneus de pista seca. Phillip Oettl começou a se destacar. Mas por incrível que pareça, Jorge Martin, com todos os problemas físicos que acabou por impedir de correr semana passada em Brno acabou marcando o melhor tempo.

Nos 5 minutos finais, A pole foi para as mãos de Canet, Oettl, Bezzecchi, Voltou a esta nas mãos de Canet, Voltou as mãos do Jorge Martin a 15 minutos do final. Na volta final, Bezzecchi se aproveitou para pegar o vácuo de uma moto para marcar o melhor tempo, 1:38.617. Jorge Martin na volta final acabou ficando com 1:38.695. Os outros pilotos não chegaram nem perto disso.

Essa é a primeira pole position de Marco Bezzecchi da sua carreira. Mas a Classificação fez uma treino sensacional, Largando na 2ªPosição com os problemas físicos que ele teve para participar dessa classificação. Completando a primeira fila larga o piloto da Angel Nieto Albert Arenas que ganhou o GP da França desse ano.

Na Segunda fila largam Aron Canet da Estrella Galícia, Tony Arbolino da Marinelli e o Argentino Gabriel Rodrigo da RBA. Marcos Ramirez da Dubai, Philipp Oettl em um grande treino larga em 8ºlugar após ter liderado o treino na parte final. Enea Bastianini e o Malaio Adam Norrodin completam os 10 primeiros lugares.

O Vencedor do GP da República Tcheca não foi bem, Fábio Di Giannantonio ficou em 16ºlugar no Grid de largada do GP da Áustria, Que vai ter a largada as 6 horas da manhã desse domingo.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada do GP da Áustria
Mundial de Motovelocidade – Moto 3

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM 1’38.617
2 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’38.695
3 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM 1’39.255
4 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 1’39.500
5 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda 1’39.548
6 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM 1’39.876
7 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM 1’39.901
8 65 Philipp Ottl Sudmetal Schedl GP Racing KTM 1’40.022
9 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda 1’40.125
10 7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda 1’40.295
11 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda 1’40.406
12 5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM 1’40.420
13 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM 1’40.494
14 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda 1’40.496
15 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM 1’40.608
16 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’40.712
17 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 1’40.759
18 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda 1’40.848
19 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM 1’40.944
20 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda 1’40.996
21 81 Stefano Nepa CIP – Green Power KTM 1’41.127
22 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM 1’41.779
23 73 Maximilian Kofler Motosport Kofler KTM 1’42.171
24 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 1’42.362
25 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM 1’42.501
26 32 Ai Ogura Asia Talent Team Honda 1’43.361
27 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’43.945
28 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda 1’43.993
29 77 Vicente Perez Reale Avintia Academy 77 KTM 1’45.474
30 17 John McPhee CIP – Green Power KTM 1’46.150

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Dovizioso domina final de semana em Brno, Com pole e Vitória magistral

Classificação: Na Volta as ferias da MotoGP, tivemos 26 pilotos

No Q1, Miller começou na frente, Mas não demorou muito para Viñales impor seu favoritismo e assumir a liderança do treino com 1:56.109. Miller, Bautista e Morbidelli vinham logo atrás.

A 8 minutos e meio do final, Alvaro Bautista faz 1:56.258 e assume o segundo lugar a 150 milésimos do piloto da Yamaha. O segundo lugar de Bautista durou por um minuto. Alex Rins marcou 1:56.181 e passou ao 2ºlugar. A menos de 7 minutos para o final do treino: Viñales, Rins e Bautista que melhorou seu tempo vinham separados por apenas 77 milésimos. Miller, Morbidelli, Smith, Nakagami e Syarhin vinham muito perto desses três (Menos de 4 décimos entre eles os 8 primeiros colocados.

Nos minutos finais, Viñales colocou os cronômetros para baixo fazendo 1:55.538, praticamente garantindo seu lugar no Q2, Enquanto que Jack Miller caiu e abandonou a Briga pelo segundo lugar. Quando Syahrin fez o 4ºTempo com 1:56.2 o piloto da casa na Moto GP Karel Abraham caiu também.

Bautista marcou 1:56.031, Rins teria que responder essa volta ou terminar o dia com o 13ºlugar no Grid de largada. O piloto da Suzuki conseguiu e com 1:55.852 levou a sua Suzuki para o Q2 junto de Viñales. O Italo-Brasileiro Franco Morbidelli ficou em 3º a 177 milésimos de Rins em 3ºlugar. Alvaro Bautista caiu na sua volta final e acabou de fora do Q2.

Resultado do Q1:

Pos Pilotos Equipe Moto Tempo
1 25 Maverick Viñales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’55.538
2 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’55.852
3 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’56.029
4 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’56.031
5 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’56.218
6 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’56.285
7 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’56.316
8 6 Stefan Bradl HRC Honda Team Honda 1’56.330
9 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’56.353
10 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’56.512
11 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’57.037
12 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’57.208
13 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’57.217
14 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’57.250
15 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’57.438
16 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’58.048

Marquez, Lorenzo e depois os outros pilotos partiram para a disputa pela pole position. Quem poderia parar Marc Marquez que lidera com folga o Mundial de Motovelocidade? A Formiga Atômica em sua primeira volta fez 1:55.559 Com Zarco fazendo 1:56.114. A Marca do piloto da Honda Repsol foi batida, E Bem batida pelo Espanhol Jorge Lorenzo que marcou 1:55.059, Exatamente meio segundo a frente.

Marquez foi superado pelo piloto da LCR Honda Cal Crutchlow que marcou o segundo tempo. Dovizioso vinha em 4º, Com Rins, Pedrosa, Iannone, Zarco, Petrucci, Viñales, Rossi e Rabat nas 12 primeiras posições a 8 minutos e meio do final. Pela primeira metade de Q2, Dava para se arriscar que a pole estava nas mãos do Gladiador do Asfalto.

Faltando 5 minutos para o final, Os pilotos foram para a 2ª e última tentativa de volta. Viñales não melhorou seu tempo. Lorenzo melhorou em 21 milésimos o seu tempo a 1 minuto do final. Marc Marquez a menos de um minuto para o final superou Lorenzo com o tempo de 1:55.055 assumindo a liderança e ficando próximo da pole, Crutchlow marcou 94 milésimos acima da Formiga Atômica para ficar com o 3ºtempo.

Dovizioso, Zarco, Petrucci e Rossi nos segundos finais foram para a pista melhorarem seus tempos, Todos eles melhoraram suas marcas nas 2 primeiras parciais, Dovizioso vinha com as melhores marcas. E foi assim até o final da volta quando o Italiano da Ducati marcou o fenomenal tempo de 1:54.689.

Pole position para Andrea Dovizioso. Valentino Rossi melhorou seu tempo para 1:54.956 e larga em segundo lugar. Os dois jogaram Marc Marquez para o 3ºlugar, Líder do campeonato fecha a primeira fila.

Na segunda fila largam Jorge Lorenzo com a Ducati, que parecia ter a pole nas mãos pela primeira parte da classificação, Cal Crutchlow com a LCR Honda indo muito bem e Danilo Petrucci levando a Pramac para a segunda fila, na 6ºposição.

Johann Zarco com a Tech 3 Yamaha de 2016, Andrea Iannone e Alex Rins com suas Suzuki completando a 3ªfila. Na quarta fila largam Daniel Pedrosa da Honda Repsol, Esteve Rabat com a Avintia, com a moto de 2017 da Ducati largando na frente da Yamaha Oficial de Maverick Viñales.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada:

Pos Pilotos Equipe Moto Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’54.689
2 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’54.956
3 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’54.961
4 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’55.038
5 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’55.055
6 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’55.203
7 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’55.221
8 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’55.270
9 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’55.431
10 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’55.474
11 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’55.686
12 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’55.823
13 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’56.029
14 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’56.031
15 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’56.218
16 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’56.285
17 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’56.316
18 6 Stefan Bradl HRC Honda Team Honda 1’56.330
19 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’56.353
20 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’56.512
21 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’57.037
22 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’57.208
23 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’57.217
24 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’57.250
25 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’57.438
26 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’58.048

Na corrida teríamos 25 pilotos, Pol Espargaró sofreu acidente no Warm up. O piloto da KTM teve fratura na Clavícula esquerda, Que o impediu de disputar a prova no Domingo.

Valentino Rossi largou melhor que Andrea Dovizioso Largada e assumiu a liderança. Na terceira curva, Marevick Viñales acabou se acidentando com Stefan Bradl e com Bradley Smith. (Que ainda acabou voltando a prova e abandonando uma volta depois) Dovi e Rossi disputaram a ponta durante a 1ªVolta até que no final da volta o piloto da Ducati ganha a primeira posição. Rossi, Marquez, Lorenzo, Crutchlow e Petrucci completa os 6 primeiros colocados.

Rossi fica pressionando Dovizioso enquanto que Lorenzo na volta 3 passou Marquez ganhando o terceiro lugar, Cal Crutchlow tentou também passar o líder do campeonato que fechou a porta. O piloto da LCR Honda acabou perdendo posição para Danilo Petrucci e chegou a perder posição para Zarco, Posição recuperada na entrada da 4ªVolta.

Na 5ªVolta, Marquez em uma manobra belíssima em cima do Lorenzo recuperou o 3ºlugar. Esteve Rabat fez a volta mais rápida da prova, Vindo em 11ºlugar logo atrás de Dani Pedrosa. No final da 6ªVolta, Scott Redding acaba caindo e deixando a prova.

No começo da 8ªVolta Lorenzo vai para o ataque em cima de Marquez, Conquista a ultrapassagem e na curva 2 tomou o X da Formiga Atômica. Na Curva 4, Lorenzo passou de novo Marquez e ganha o 3ºlugar. Na Curva 5, Rossi passou Dovizioso e assume a liderança.

Na Volta seguinte, Marquez mais uma vez toma a 3ªposição de Lorenzo, Mais uma linda manobra do piloto da Honda. Enquanto isso, Rabat teve problemas com sua Ducati de 2017 e acabou abandonando a corrida. Marquez foi para cima de Dovizioso na 10ªVolta, Conseguiu a ultrapassagem e na curva seguinte tomou o X. Já Lorenzo não teve a mesma sorte e acabou tomando ultrapassagem de Cal Crutchlow que passou para o 4ºlugar.

Andrea Dovizioso voltou a liderança na volta seguinte ao ultrapassar Valentino Rossi que acabou perdendo posição também para Marc Marquez. No Final da 12ªvolta, Crutchlow passou Rossi. O veterano da MotoGP estava ficando para trás enquanto que o piloto da LCR Honda subia para o pódio nesse momento. Lorenzo e Petrucci completavam os 6 primeiros, Zarco tentava se aproximar da Turma em 7º. Depois vem os dois pilotos da Suzuki (Iannone e Rins) e um Dani Pedrosa em uma triste 10ªposição.

Lorenzo ultrapassou Rossi na 13ªVolta. Os pneus mais macios do Rossi começavam a dar sinais de desgaste. OS 4 primeiros colocados nesse momento eram os 4 pilotos que tinham vencido provas no campeonato. Dovizioso suportava a pressão de Marquez, Com Crutchlow apenas na espera que tentar uma ultrapassagem.

Na Volta 16, Lorenzo dá o bote em cima de Crutchlow na última curva e passa ao 3ºlugar. Marquez foi para cima definitivamente de Dovi querendo sua 6ªVitória em 2018, Porém foi Lorenzo que fez uma magnífica manobra no final da 18ªVolta. Na penúltima curva ele passa Marquez e na curva seguinte passou Dovizioso que acabou voltando a liderança.

A Partir dai, Foi um feroz ataque do Gladiador do asfalto em cima de Dovizioso. Era questão de honra um vencer o outro, O Espanhol fez de tudo para superar Dovizioso, Que das duas vezes deu o troco na curva seguinte. Na Volta final Marquez foi para o ataque e chegou a ganhar a 2ªposição. Lorenzo se recuperou e voltou ao 2ºlugar na metade da volta final.

Porém, Foi tarde demais para superar Dovizioso que conquista a 2ªVitória na temporada, Subindo para o terceiro lugar no campeonato. Melhor que isso, Uma vitória em cima de Jorge Lorenzo o que pode motivar ele para as próximas corridas do ano. Jorge Lorenzo não conseguiu a vitória, Mas foi combativo e ficou em 2ºlugar fazendo a dobradinha da Ducati em Brno.

Marc Marquez fechou o pódio, O que acabou sendo um bom negócio para o piloto da Honda que amplia um pouco mais sua vantagem para Valentino Rossi na Liderança do mundial. O piloto da Yamaha ultrapassou na última curva a Cal Crutchlow e completou a prova em 4ºlugar, Para um piloto de 39 anos estar na vice-liderança do campeonato com uma moto bem problemática como era a moto da Yamaha.

O piloto da LCR Honda fez uma grande corrida, Se não fosse o erro na curva final que permitiu a Rossi a ultrapassagem teria sido perfeita, acabou Ficando em 5ºlugar. Fechando os 6 primeiros lugares o Italiano Danilo Petrucci que fez uma bela corrida.

Johann Zarco foi apagado, em 7ºlugar com sua Tech 3. Dani Pedrosa acabou ultrapassando os dois pilotos da Suzuki e acabou a prova em 8ºlugar. Alvaro Bautista em excelente corrida chegou em 9º e Andrea Iannone e Alex Rins perderam rendimento no final da prova, A Suzuki não conseguiu fazer mais do que o 10º e o 11ºlugar.

Jack Miller deixou um pouco a desejar com o 12ºlugar. Os pilotos que fecharam a zona de pontuação foram Franco Morbidelli da Marc VDS, Hafisz Sharyin da Tech 3 e Aleix Espargaró da Aprilla. Luthi, Nakagami, Abraham Guintoli e Simeon completaram os pilotos que terminaram a prova.

Semana que vem teremos a próxima prova. No Circuito de Spielberg, Na Áustria. A Pergunta que fica é: Quem vai bater as Ducati que são favoritas para esse tipo de circuito?

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto GP

Pos Pilotos Equipe Moto Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 41’07.728
2 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati a 0.178
3 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 0.368
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 2.902
5 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 2.958
6 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 3.768
7 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 6.159
8 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 7.479
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 7.575
10 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 8.326
11 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 8.653
12 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 16.549
13 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 19.603
14 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 21.381
15 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 23.159
16 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 27.673
17 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 28.311
18 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 41.172
19 50 Sylvain Guintoli Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 42.411
20 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 50.941
53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati a 13 Voltas
45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 16 Voltas
38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 20 Voltas
25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 21 Voltas
6 Stefan Bradl HRC Honda Team Honda a 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP