Bottas em atuação impecável conquista vitória em Melbourne

Valtteri Bottas, O mesmo piloto que passou ano de 2018 sem vencer corrida acabou fazendo uma impecável corrida e conquistou a vitória na abertura do Mundial. O finlandês foi o dono das 58 voltas nas ruas de Albert Park. O Domínio começou nos primeiros metros da Corrida, Bottas largou melhor que Hamilton e assumiu a liderança, O Piloto Inglês precisou se defender do Sebastian Vettel para manter o 2ºlugar. Max Verstappen e Charles Leclerc mantiveram o 4º e 5ºlugares.

No meio do grid, Daniel Ricciardo em busca de ganhar posições, acabou quebrando seu aerofólio dianteiro passando por cima de uma câmera. Algo até bobo para um piloto com a experiência que tem Ricciardo. Outro incidente na largada foi Robert Kubica quebrando seu aerofólio dianteiro ao se enroscar com o seu companheiro de Equipe George Russell. Ambos foram para os boxes e voltaram nas 2 ultimas posições.

Na primeiras voltas ficava evidente duas coisas, Como Bottas estava disposto a abrir diferença para cima de Hamilton que aos poucos fugia de Vettel que tinha Max Verstappen por perto em 4ºlugar. E a segunda é que era bem difícil a ultrapassagem em Albert Park, Mesmo com todas as modificações das regras que teve para facilitar as ultrapassagens. Charles Leclerc acabou passando na grama na primeira curva e ficou mais para Kevin Magnussen do que para Max Verstappen. O Escandinavo estava na frente no segundo pelotão, Com Romain Grosjean e Nico Hulkenberg atrás deles.

O primeiro abandono do ano foi de Carlos Sainz jr., Com seu motor quebrado na Renault na 12ªvolta. Na volta seguinte começaram as paradas com Kimi Raikkonen que faz a primeira corrida pela Alfa Romeo. Hulkenberg e Perez pararam na volta seguinte. Na 15ªVolta pararam Vettel (O primeiro dos lideres a pararem nos boxes), Magnussen e Albon. O piloto da Haas voltou a frente do Hulkenberg, O piloto da Renault foi para cima aproveitar o pneu frio do piloto da Haas que se defendeu bem do ataque do piloto Alemão.

Na Volta 16, parou Lewis Hamilton. Grosjean fez sua parada na mesma volta. Diga-se de passagem, uma péssima parada que a Haas fez. O francês ficou 10 segundos parado quando no normal é ficar de 2 a 3 segundos para a troca de pneus. Com isso ele ficou mais para trás na classificação.

Bottas vinha 11 segundos aa frente de Verstappen com 17 voltas completadas. Leclerc vinha em 3º, Todos precisando fazer a parada ainda. Hamilton e Vettel já tinham feito a parada estavam em 4º e 5ºlugares. Stroll em 6º, Kvyat em 7º e Gasly em 8º estavam prolongando suas paradas.

Mais atrás vinha Antonio Giovinazzi, Com os pneus desgastados tentou segurar Kevin Magnussen, Mas acabou cometendo um erro e perdendo posição não só para Magnussen como também para Hulkenberg e Raikkonen. Já era hora do piloto da Alfa Romeo fazer a parada nos boxes.

Na 21ªVolta, Bottas liderava e estava com a melhor volta da prova (A melhor volta da prova dava 1 ponto para o autor da volta) e abrindo mais e mais vantagem na liderança. Ficou nítido que a parada de Hamilton e Vettel foi cedo demais para ambos e que os pneus poderiam resistir um pouco mais com boa performance.

Na volta 23, Bottas vai para os boxes e Verstappen vai para a liderança. A Honda lidera uma corrida desde da sua volta a Formula 1. Uma liderança que não iludia ninguém, Já que quando o Holandês parasse ele ficaria para trás e Bottas iria voltar a liderança. E foi isso que aconteceu na 26ªVolta, Verstappen voltou em 5ºlugar, Atrás de Vettel, Hamilton e Leclerc que ainda não tinha parado nos boxes.

O Estreante Lando Norris após muitas tentativas finalmente consegui passar Giovinazzi (Que teimava em ficar na pista com os pneus desgastadíssimos) logo depois Grosjean passou rapidamente o piloto da Alfa Romeo. Nesse meio tempo, Albon acabou escorregando e isso foi a deixa para Perez superar o piloto da Toro Rosso que também fez sua estreia na Formula 1 hoje. Seu companheiro de equipe Danill Kvyat parou na 27ªVolta.

Leclerc parou na volta 29, Com isso tudo voltou ao normal nas 5 primeiras posições. Bottas já estava com 15 segundos a frente de Lewis Hamilton. Na 31ªVolta, Verstappen foi para cima de Vettel e por Fora conseguiu uma grande ultrapassagem. A Red Bull que tinha dúvidas se seria a terceira força já tinha seu piloto no pódio. Quase que ao mesmo tempo dessa ultrapassagem, Daniel Ricciardo recolhia o carro da Renault para os boxes e Romain Grosjean , Com problemas em sua Roda dianteira esquerda acabaram deixando a prova.

Se pensa que Max parou por ai, Se enganou! Hamilton e seu segundo lugar era seu próximo alvo. E desempenho era melhor do piloto da Red Bull sem duvida, Fruto de um pneu bem menos gasto. Com todo isso, Bottas aproveitava para aumentar a sua vantagem na liderança. Chegando a quase 20 segundos de diferença. Mas atrás, Pierre Gasly foi o último dos pilotos a parar nos boxes, Na 36ªVolta quando andava em 6ºlugar. O Francês Voltou a frente de Kvyat, que apesar de ter passado do ponto ao tentar passar Lance Stroll ainda conseguiu recuperar a 10ªposição se aproveitando dos pneus do pilotos da Red Bull estarem frios.

Verstappen vinha com tudo para cima de Hamilton que por sua vez estava resistindo e mantendo 1.5 segundo, Era o bastante para o Holandês não usar a asa móvel, Que seria mais complicado segurar a posição do piloto da Mercedes. Já Vettel não vinha nada bem, Os pneus já estavam desgastados, E ele acusava falta de potência em seu carro. Pior disso era Leclerc tirar 7 décimos por volta, Sem dúvida Vettel perderia o 4ºlugar se continuasse nesse ritmo vagaroso e lento.

Bottas lá na frente vinha 23 segundos atrás. Nas 10 voltas finais ele estava preocupado em manter sua melhor volta da prova. Hamilton ficou mais tranquilo quando Verstappen passou pela grama e a vantagem aumentou para 3.5 segundos. Lá atrás, Pierre Gasly não conseguia de forma nenhuma passar Kvyat, mesmo com pneus teoricamente 10 voltas mais novos que os pneus do piloto Russo e com um equipamento teoricamente melhor que o piloto da Toro Rosso.

Na reta final da prova, Raikkonen se aproximou de Hulkenberg tentando o 7ºlugar, Logo chegaram nessa briga o Canadense Lance Stroll, o Russo Danill Kvyat e o Francês Pierre Gasly.

Verstappen tentava chegar em Hamilton, Na reta final ele fez a melhor volta da prova, Isso fez com que Bottas a poucas voltas do final rebuscar a melhor volta da prova. No penúltima volta ele conseguiu recuperar a volta e o ponto. Era tudo que ele queria, A volta final foi a volta de consagração para o piloto finlandês, Que depois de um ano apagado de 2018 sem vitória. Ele abre o ano com vitória e com todos os 26 pontos ganhos possíveis. 25 da vitória e o ponto extra pela Melhor volta da prova.

Foi sua melhor atuação na carreira, Como ele disse em entrevista após a vitória. Lewis Hamilton em uma corrida que ele não esperava ter sido tão arrasado pela corricada do Bottas. Acabou conseguindo segurar o 2ºlugar da pressão de Max Verstappen. O Holandês levou a Red Bull a um pódio improvável. A Honda chega ao seu primeiro pódio desde da sua volta a Formula 1. Foi uma grande corrida do Verstappen em comparação com a medíocre corrida e o medíocre final de semana de Pierre Gasly, Que se classificou mal ficando no Q1 e fez uma corrida muito fraca, O resultado disso foi o 11ºlugar. Ou seja, não marcou ponto!

A Ferrari foi uma decepção. Pior que isso, A equipe já dá uma ordem de equipe para Leclerc não passar Vettel. O piloto Alemão acabou sendo privilegiado por manter o 4ºlugar, Já Leclerc vive a primeira decepção como piloto da Ferrari, Sabedor de que Vettel é a prioridade da equipe, Algo que não acontece na Mercedes que pelo visto dá mais liberdade para os pilotos disputarem a liderança e a vitória entre eles.

Na disputa pelo 2ºpelotão da Formula 1, Kevin Magnussen com a Haas foi o melhor piloto dessa disputa e conseguiu a proeza de ter terminado a prova na mesma volta dos lideres. Marcando o 6ºlugar e 8 pontos para a Haas.

Nico Hulkenberg segurou a pressão de Raikkonen e acabou em 7ºlugar, Também um bom começo do Homem de Gelo com a Alfa Romeo, ficando em 8ºlugar. Fechando a zona de pontuação, o desacreditado Lance Stroll que surpreendeu com a Racing Point e Daniil Kvyat que apesar de ter feito apenas 1 ponto, Mostrou potencial tanto dele como do carro da Toro Rosso. Segurando a Pierre Gasly com a toda poderosa Red Bull. A atuação dele já foi comentada. Lando Norris fez uma boa corrida, faltou uma definição para fazer ultrapassagens, Mas a Mclaren não se mostra ser um carro ruim e o piloto pode fazer mais que o 12ºlugar conquistado hoje.

Sergio Perez deixou a desejar, fez uma corrida apagada e ficou em 13ºlugar, Alexander Albon fez um final de semana de altos e baixos, acabou a prova em 14ºlugar. Antonio Giovinazzi acabou pagando pela teimosia de manter-se tanto tempo na pista com os pneus desgastados, Acabou ficando apenas a frente da Williams.

Pelo menos um ponto positivo, Os dois pilotos levaram o carro ao final da prova. Russell ficou em 16º e Robert Kubica ficou em 17ºlugar, Mas esta evidente a ruindade desse carro. Os dois estão ferrados para 2019.

Daqui a duas semanas teremos a prova de número 999 da Formula 1, No deserto do Bahrein teremos a segunda etapa, Que pela primeira vez tem Valtteri Bottas liderando o campeonato. E a Mercedes mostra que ainda dá as cartas.

Fotos:

Resultado Final do GP da Austrália
1ªEtapa do Mundial de Formula 1

posPilotoEquipeChassisMotorVoltasTempoMelhor VoltaVoltsPontos
177Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+581:25:27.3251:25.5805726
244Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+58a 20.886s1:26.0575718
333Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H58a 22.520s1:26.2565715
45Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 06458a 57.109s1:27.9541612
516Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 06458a 58.230s1:26.9265810
620Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 06458a 87.156s1:28.182568
727Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 1957a 1 Volta1:28.444526
87Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06457a 1 Volta1:28.270524
918Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+57a 1 Volta1:27.568292
1026Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H57a 1 Volta1:27.448391
1110Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H57a 1 Volta1:27.229390
124Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 1957a 1 Volta1:28.555170
1311Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+57a 1 Volta1:28.485410
1423Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H57a 1 Volta1:28.188430
1599Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 06457a 1 Volta1:28.479290
1663George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+56a 2 Voltas1:28.713550
1788Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+55a 3 Voltas1:29.284300
OUT8Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 06429a 29 Voltas1:28.462170
OUT3Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 1928a 30 Voltas1:29.848180
OUT55Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 199a 49 Voltas1:30.89990

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Haas/Toro Rosso/Renault/Racing Point/Alfa Romeo

Hamilton conquista pole em Melbourne e Mercedes derruba previsão da Pré-temporada

Contrariando por completo as nossas expectativas de que a Ferrari iria começar o ano na frente como o melhor carro, A Mercedes e seus pilotos engoliram as previsões e acabaram por monopolizar a disputa pela pole position. Lewis Hamilton acabou tendo uma dura batalha com seu companheiro de equipe Valtteri Bottas para conquistar a 84ªpole de sua carreira.

Foi uma classificação excelente para a Mercedes, que se dizia preocupada com o desempenho nos testes de pré-temporada acabou não só superando a Ferrari como também massacrou a equipe italiana que tinha a expectativa de ser o melhor carro do Grid para esse começo de campeonato.

No Q1, Tivemos surpresas. Para começar, Inesperada a eliminação de Pierre Gasly no Q1. A Temporada para o francês já começa muito mal, Visto que a Red Bull deve disputar o posto de terceira melhor equipe pelo menos. Os outros 2 eliminados foram Carlos Sainz jr. com a Mclaren e o Filho do dono da Racing Point, Lance Stroll acabou ficando por muito pouco fora do Q2. George Russell e Robert Kubica apenas cumpriram o carnê de serem os pilotos com o pior carro do Grid.

O melhor tempo do Q1 ficou com o Monegasco Charles Leclerc que antes da sua volta final estava ficando de fora da próxima fase. A sua volta de 1:21. Levou ele a classificação. Hamilton e Bottas ficaram tranquilos em 2º e 3ºlugar. No final da Classificação Antonio Giovinazzi, Danill Kvyat, Kevin Magnussen, Nico Hulkenberg, Lando Norris e Alexander Albon melhoraram seus tempos no final e garantiram seus lugares na próxima fase. Verstappen e Vettel apesarem de terem ficado em 10º e 11ºlugares acabaram ficando tranquilamente entre os 12 primeiros. Quem ficou no limite foi Kimi Raikkonen que quase fica de Fora com o 15ºlugar.

Classificação do Q1:

posPilotoEquipeChassiMotorTempo
116Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 0641:22.017
244Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:22.043
377Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:22.367
499Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:22.431
526Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:22.511
620Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 0641:22.519
727Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:22.540
84Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:22.702
923Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:22.757
1033Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:22.876
115Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 0641:22.885
1211Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:22.908
133Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:22.921
148Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 0641:22.959
157Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:22.966
1618Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:23.017
1710Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:23.020
1855Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:23.084
1963George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:24.360
2088Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:26.067

No Q2, Tivemos a prova de o quanto a Mercedes estava rápida, Bottas com 1:21.241 assombrou a todos ao colocar 4 décimos de frente de Max Verstappen e Charles Leclerc que vinham logo atrás. Agora, é de se admirar Verstappen colocar o motor Honda em 2ºlugar, Em um treino normal, sem coisas fora do comum acontecendo. Vettel e Hamilton vinham em 4º e 5ºlugares. Os outros classificados eram: Raikkonen da Alfa Romeo, Magnussen da Haas, Hulkenberg da Renault, Ricciardo da Renault e Perez com a Racing Point.

Mas ainda tinha a última chance de todos os outros pilotos. Nisso a classificação muda e os dois pilotos da Renault acabaram caindo fora da fase final da classificação. Grosjean no final acabou marcando o 5ºtempo e Lando Norris em sua primeira classificação acabou levando a Mclaren a fase final e dá já um vareio total em Carlos Sainz jr. Seu companheiro de equipe que tem 4 anos de experiência vai largar em 18ºlugar.

Os eliminados foram o Alemão Nico Hulkenberg (Renault), Daniel Ricciardo (Renault), Alexander Albon (Toro Rosso), Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) e Danill Kvyat (Toro Rosso). Hamilton no final do Q2 tomou a liderança de Bottas com 1:21.014.

Classificação do Q2:

posPilotoEquipeChassiMotorTempo
144Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:21.014
277Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:21.193
333Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:21.678
416Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 0641:21.739
58Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 0641:21.870
65Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 0641:21.912
720Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 0641:22.221
87Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:22.349
94Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:22.423
1011Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:22.532
1127Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:22.562
123Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:22.570
1323Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:22.636
1499Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:22.714
1526Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:22.774

No Q3, A Mercedes deixou boquiabertos a todos, Terra arrasada para todos os outros adversários. Na primeira volta de cada piloto, O inglês Lewis Hamilton não esperava que Bottas acabou fazendo o inacreditável tempo de 1:20.598. Hamilton vinha em 2ºlugar, 457 milésimos atrás do companheiro de equipe.  Vettel vinha em 3º a 6 décimos atrás e Leclerc em 4º a 8 décimos. Verstappen em 5ºlugar a mais de 1 segundos atrás do pole position até aquele momento. Romain Grosjean e Kevin Magnussen com a Haas e Lando Norris completavam os 8 pilotos que fizeram a volta na primeira parte da fase final.

Tempo da primeira volta:

posPilotoEquipeChassiMotorTempo
177Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:20.598
244Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:21.055
35Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 0641:21.250
416Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 0641:21.442
533Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:21.656
68Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 0641:21.983
720Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 0641:22.407
84Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:23.198

A 3 minutos e meio do final do treino os pilotos foram para a última tentativa de melhorarem seu tempo. Era a hora de Hamilton melhorar seu tempo ou ver Bottas conquistar a primeira pole position.

Hamilton e Bottas melhoraram as suas parciais, Parecia que a pole iria para as mãos do piloto Finlandês, Mas foi na última parcial é que tudo mudou. Hamilton assumiu a liderança com 1:20.485 enquanto Bottas acabou perdendo tempo no final e marcou apenas 1:20.695. Pela 84ªVez na carreira o pentacampeão do Mundo larga na pole position e pelo que se ver do seu desempenho da Mercedes tudo indica que o inglês é um dos grandes favoritos ao campeonato. Bottas larga em 2ºlugar após um grande treino, vai dividir a primeira fila com Hamilton.

Na segunda fila largam Sebastian Vettel com sua Ferrari e Max Verstappen, que acabou superando a Charles Leclerc. Colocando a Red Bull-Honda na 2ªFila. O piloto Monegasco que chegou a ser o mais rápido no Q1 fica com o 5ºlugar e vai dividir a posição com o Francês Romain Grosjean da equipe Haas.

A equipe Norte-Americana ganhou a primeira batalha pelo meio do pelotão, Já que Kevin Magnussen vai sair na 7ªposição. Ao seu lado, larga o inglês Lando Norris em uma ótima Classificação com a Mclaren que parece mostrar um carro decente para a jovem revelação da Inglaterra brigar já por pontos na corrida de amanhã. Completam os Top 10, O Finlandês Kimi Raikkonen da Alfa Romeo e o Mexicano Sergio Perez, que conseguiu mais do que se imaginava levando a Racing Point ao Q3.

Amanhã, A Partir das 2 da manhã teremos a abertura oficial da Temporada de 2019 do Mundial de Formula 1. GP da Austrália, No circuito de Albert Park, Melbourne abre o campeonato pela 22ªvez. Vamos ver se a Mercedes vai dominar a corrida ou algo pode mudar. (No que eu acho que será difícil pelo que a Mercedes mostrou hoje)

Fotos:

Grid de Largada – GP da Austrália:

posPilotoEquipeChassiMotorTempoVoltasFase
144Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:20.48618Q3
277Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:20.59819Q3
35Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 0641:21.19016Q3
433Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:21.32017Q3
516Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 0641:21.44217Q3
68Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 0641:21.82617Q3
720Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 0641:22.09918Q3
84Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:22.30421Q3
97Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:22.31417Q3
1011Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:22.78115Q3
1127Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:22.56210Q2
123Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:22.57012Q2
1323Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:22.63614Q2
1499Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:22.71414Q2
1526Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:22.77413Q2
1618Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:23.0176Q1
1710Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:23.0206Q1
1855Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:23.0846Q1
1963George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:24.3609Q1
2088Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:26.0678Q1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Haas/Williams/Racing Point

Mercedes domina os treinos de Sexta e se coloca como a Grande Favorita em Albert Park

A Mercedes começou muito bem os treinos, Muito bem mesmo com Bottas liderando por uma boa parte do treino e Hamilton liderando o restante do Treino quando ele virou a volta em 1:23.599. Depois vieram Verstappen, Leclerc e Vettel. O Piloto Holandês mostrando força não só do seu carro como da Honda. E depois com Leclerc e Vettel com a Ferrari. Se não tínhamos a certeza de quem dominaria o primeiro dia de treinos depois da primeira sessão, Isso acabou ficando muito claro na segunda sessão de o quanto a Mercedes esta na frente das outras equipes.

Lewis Hamilton foi o mais rápido na segunda sessão de treinamentos Marcando 1:22.600, 48 milésimos mais lento veio seu companheiro de equipe Valtteri Bottas, Ambos fizeram 33 voltas na segunda sessão. A Ferrari na segunda sessão não parece ter jogado todas as cartas na mesa. Vettel ficou em 5º a 873 milésimos de frente para Hamilton e o Monegasco Charles Leclerc ficou o com 9ºtempo, (1.154 segundos acima do tempo mais rápido) Até porque se essa for a força da Ferrari, Então podemos dizer que a equipe italiana é a maior decepção dos últimos anos em temos de expectativa para uma temporada depois dos testes de Pré-Temporada.

Já a Red Bull parece ter começado um final de semana promissor, Pierre Gasly que não figurou entre os 6 primeiros na primeira sessão acabou bem colocado em 4ºlugar. A 42 milésimos atrás de Max Verstappen. Será que a Honda finalmente começou a realmente a achar o caminho para voltar a ser um motor vencedor na categoria? Eu acho que no começo do ano eles estão razoavelmente no mesmo estágio do começo do ano passado e que uma vitória só aconteceria em caso de chuva ou de uma situação muito parecida com que aconteceu no GP da China do ano passado.

Os Desempenhos de Kimi Raikkonen com a Alfa Romeo e Danill Kvyat com a Toro Rosso impressionaram muito na primeira sessão. Eles foram muito bem e mostraram que ambos os carros já demonstram qualidades nesse começo de temporada. Na segunda sessão, A Renault mostrou força com Hulkenberg em 7º e Daniel Ricciardo em 8ºlugar. Isso confirma as expectativas de que a Renault desponta como a 4ªforça do Mundial. Isso se Raikkonen não tiver confirmado a expectativa de que a Alfa Romeo vem muito forte nessa disputa. Pelo menos o Homem de Gelo esta levando a antiga Sauber aos primeiros lugares. Ai é necessário ver se é o carro que é muito bom ou então Raikkonen esta tirando mais do que o carro pode dar, Visto que Antonio Giovinazzi ficou em 11º na primeira sessão e num modesto 15ºlugar na segunda sessão.

Na parte de Baixo, a Williams esta disparada como a pior equipe. Os tempos da equipe Inglesa são pelo menos 1 segundo e meio mais lentos por volta do que o 18ºlugar (Lando Norris nas 2 sessões de Treinamentos) Nem eu mesmo acreditava em um carro tão ruim e tão lento como esse que esta se mostrando o FW42 nesse começo. Se algo não melhorar imediatamente, Não vai existir nenhuma chance de George Russell e Robert Kubica se quer marcar pontos nesse ano, Algo que nunca aconteceu com a equipe de Frank Williams.

A Mclaren e Racing Point parece não ter se dado muito bem hoje, Não conseguiram entrar entre os 10 primeiros nas sessões de Sexta-feira. Porém, acho que ainda podem melhorar o desempenho ou acharem um acerto melhor e brigarem pelo Q3 na Classificação. A Haas conseguiu um bom desempenho e sem dúvida vai estar nessa briga entre os 10 primeiros colocados.

O Mico do dia foi o Tailandês Alexander Albon que apanhou muito nas suas sessões de treinamentos. Na primeira sessão ele quebrou o aerofólio dianteiro em uma batida, Na segunda sessão ele passou reto na grama. Os estreantes na maioria tiveram dificuldades. Na Alfa Romeo, Giovinazzi acabou rodando na 2ªmetade da 2ªsessão. Charles Leclerc a 2 minutos do final acabou rodando e ficando do lado contraio da pista, Mas nada de mais grave tivemos nesse primeiro dia de Treinamentos.

De hoje para amanhã, A meia noite no circuito de Albert Park teremos a 3ªSessão de Treinos Livres. E as 3 da manhã a Classificação para definir o Grid da etapa de abertura do Mundial de Formula 1.

Resultado dos treinos livres – GP da Austrália

1ªSessão

posPilotoEquipeChassiMotorTempoVoltas
144Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:23.59926
25Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 0641:23.63718
316Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 0641:23.67318
433Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:23.79222
577Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:23.86630
67Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:24.81618
726Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:24.83230
810Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:24.93223
920Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 0641:24.93424
1027Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:25.01511
1199Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:25.16623
128Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 0641:25.22418
1323Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:25.23021
1455Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:25.28519
1518Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:25.28826
1611Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:25.49821
173Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:25.63416
184Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:25.96631
1988Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:27.91425
2063George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:28.74025

2ªSessão

posPilotoEquipeChassiMotorTempoVoltas
144Lewis HamiltonMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:22.60033
277Valtteri BottasMercedesF1 W10 EQ Power+Mercedes M10 EQ Power+1:22.64833
333Max VerstappenRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:23.40033
410Pierre GaslyRed Bull RacingRB15Honda RA619H1:23.44231
55Sebastian VettelFerrariSF90Ferrari 0641:23.47335
67Kimi RäikkönenAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:23.57240
727Nico HulkenbergRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:23.57437
83Daniel RicciardoRenaultR.S.19Renault E-Tech 191:23.64431
916Charles LeclercFerrariSF90Ferrari 0641:23.75435
108Romain GrosjeanHaasVF-19Ferrari 0641:23.81437
1126Daniil KvyatScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:23.93336
1220Kevin MagnussenHaasVF-19Ferrari 0641:23.98827
1318Lance StrollRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:24.01138
1455Carlos SainzMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:24.13326
1599Antonio GiovinazziAlfa Romeo RacingC38Ferrari 0641:24.29337
1611Sergio PerezRacing PointRP19Mercedes M10 EQ Power+1:24.40134
1723Alexander AlbonScuderia Toro RossoSTR14Honda RA619H1:24.67540
184Lando NorrisMcLarenMCL34Renault E-Tech 191:24.73326
1963George RussellWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:26.45332
2088Robert KubicaWilliamsFW42Mercedes M10 EQ Power+1:26.65533

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Alfa Romeo

Viñales vence em Phillip Island e Quebra jejum de 25 corridas sem vitória da Yamaha

Após um longo jejum de 25 corridas sem vitória (O maior jejum da história da fabricante japonesa) O Espanhol Marevick Viñales conquistou a vitória no disputado GP da Austrália, em Phillip Island.

Marquez na largada, não foi bem e perdeu a liderança para Danilo Petrucci que fez uma largada sensacional. Porém, acabou colocando tudo a perder quando passou reto na curva 2 e foi para a grama, Caindo para o último lugar. A liderança passou para as mãos de Jack Miller com sua Ducati 2017 da Pramac. O dono da casa tinha Marquez atrás dele e era evidente que a Formiga Atômica iria para o ataque.

E foi isso mesmo que o campeão de 2018 fez, Ultrapassando Miller nas primeiras voltas e assumindo a liderança. Miller caiu para o 4ºlugar a ser superado por Dovizioso e Iannone. Rins tentou se aproveitar e passar o piloto da casa, Mas não obteve êxito na curva 9 e ainda por cima Rins perdeu posição para Rossi e Zarco e caiu para o 7ºlugar.

Marquez vinha com uma pequena vantagem para os demais pilotos, Divozioso e Iannone brigavam pelo segunda posição. No final da 3ªVolta, Iannone supera Dovi e ganha o segundo lugar, Mas na Reta, Dovizioso conta com a força de Motor da Ducati e dessa forma recupera o 2ºlugar.

Após 4 voltas, A turma chega em Marquez e o Espanhol perde a trajetória na curva 4, E Andrea Dovizioso assumiu a liderança. Miller se anima para passar o piloto da Honda e consegue e assume o segundo lugar.

No começo da 6ªVolta, Zarco ao se aproximar de Marquez acaba perdendo o controle da sua moto, Cai e atinge a moto de Marquez a mais de 280 km/h, Já o Campeão do mundo se segura na moto que ficou avaliada e sem rendimento para continuar na prova, Tudo que restou foi levar a moto para os boxes e abandonar a prova.

Dovizioso abre uma pequena diferença para Miller e os demais pilotos. Na entrada da 8ªVolta, Viñales foi para cima do piloto australiano e tomou a segunda posição, levando com ele Andrea Iannone e Valentino Rossi, deixando Miller para o 5ºlugar. Na curva 4º Viñales coloca por dentro de Dovizioso e assume a liderança. E algumas curvas depois, foi a vez de Rossi ultrapassar o piloto da Ducati. A Yamaha vivia seu melhor momento na MotoGP em 2018, Com seus dois pilotos na liderança.

Viñales começou a abrir vantagem em cima de Rossi, Que tentava fugir de Dovizioso, Iannone, Miller e Bautista, Substituindo a Lorenzo e indo muito bem, Já na 6ªposição após largar em 12º. Iannone supera Dovizioso e assume o terceiro lugar, Alvaro Bautista que vinha cada vez mais a vontade com a Ducati 2018 chegou a passar o primeiro piloto da equipe, Que logo recuperou essa posição.

Na 12ªVolta, Iannone superou Rossi e assumiu o segundo lugar, Porém na curva 4 o italiano erra e dai Rossi, Bautista e Dovizioso passam por ele. Dani Pedrosa abandonou a prova em mais um final de semana muito apagado. Ao contraio da moto 3 e da Moto 2, Viñales que liderava a prova conseguiu fugir do pelotão. A diferença era de 1.2 segundos e a cada volta iria aumentar a vantagem para os demais.

Alex Rins e Jack Miller disputavam o 6ºlugar, Um pouco mais atrás da disputa pelo segundo lugar. Na 16ªVolta, Bautista passou a segunda posição e Dovi para o terceiro lugar, Ambos superando Valentino Rossi. O piloto da Yamaha é também ultrapassado pelo Iannone na volta seguinte caindo para o 5ºlugar.

Bautista vinha em uma importante 2ªposição, Correspondendo as expectativas da equipe oficial da Ducati. Dovizioso buscou recuperar a posição e foi difícil, Mas o vice-líder do campeonato conseguiu levar a 2ªposição do seu companheiro de equipe na 18ªvolta. Na volta seguinte, Iannone deu um chega pra lá em Bautista e levou o 3ºlugar. Com os 4 pilotos da turma Brigando, Alex Rins chega para a festa e para a disputa da prova. Hafizh Syarhin caiu e deixou a prova quando vinha em um bom resultado para ele.

A briga pelo 2ºlugar foi intensa nas voltas finais, Viñales já abria mais de 3 segundos para o pelotão. Valentino Rossi foi para cima de Dovizioso e ganhou o 2ºlugar, Mostrando que ainda teria folego para realizar a dobradinha da Yamaha, Porém as duas ducati voaram na reta, A 6 voltas do final, Dovi e Bautista passaram ao  2º e 3ºlugares.

Rossi e Rins se afastaram da briga e começaram a brigar pelo 5ºlugar, Enquanto que Iannone desafiava as Ducati nas últimas voltas de prova. Pol Espargaró deixa a corrida após um belo final de semana que ele teve.

Nas voltas finais, Viñales teve um desgaste dos pneus grande e administrava com todo o cuidado nas voltas finais. Vendo a diferença cair, Iannone tentou ainda alcançar o piloto da Yamaha, Mas teve que se preocupar com Dovizioso que ainda queria a 2ªposição.

Após 25 corridas de seca, Marevick Viñales conquistou sua 1ªVitória do Ano. Finalmente a Yamaha quebrou o seu maior e mais duro jejum de vitórias que acabou sofrendo na História do Mundial de Motovelocidade. O Espanhol vinha a 28 corridas sem vencer.

Andrea Iannone segurou a pressão de Dovizioso e ficou com o segundo lugar, Deixando o piloto da Ducati com o 3ºlugar, Completando o pódio. Um ótimo trabalho do piloto da Suzuki que chega ao seu 4ºpódio na temporada (7ªpódio da equipe em 2018), Bem diferente da ruim temporada de 2017. Dovizioso abre vantagem na luta pelo vice-campeonato.

Alvaro Bautista se destacou com a Ducati de 2018, Foi um 4ºlugar, Com uma atuação muito competitiva e por muito pouco não terminou em um pódio para o substituto de Jorge Lorenzo. Alex Rins no final da prova ganhou a disputa com o Doutor e acabou levando sua Suzuki ao 5ºlugar. Valentino Rossi não obteve o mesmo desempenho de Viñales e acabou a corrida em 6ºlugar, Ficando um pouco mais longe da Briga pelo vice-campeonato.

Jack Miller, fez uma prova honesta com sua Ducati de 2017, O dono da casa ficou em 7ºlugar. Franco Morbidelli, Acabou em 8ºlugar com a limitada equipe Marc VDS, Em um belo final de temporada do Ítalo-Brasileiro que terminou a frente de Aleix Espargaró da Aprilla. Bradley Smith com a KTM completou as 10 primeiras posições.

Karel Abraham em sua melhor participação do ano, Muito ajudado pela Ducati de 2017 que ele teve nas mãos (A Mesma que Bautista usou por toda a temporada) ficando em 11ºlugar. Danilo Petrucci que tinha errado nas primeiras curvas acabou salvando a 12ªposição, Scott Redding marcando mais 3 pontos para a Aprilla com o 13ºlugar, Takaagi Nakagami e Xavier Simeon completaram a zona de pontuação. Esse 15ºlugar do piloto Belga da Avintia foi a primeira vez que ele marca pontos na temporada.

Nesse Domingo, Bem de manhãzinha teremos o GP da Malásia, No circuito de Sepang continua a disputa pelo vice-campeonato e pelos títulos da Moto 2 e Moto 3.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado Final do GP da Austrália
Mundial de Motovelocidade – Categoria Moto GP

pos Pilotos Equipe Moto Tempo
1 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 40’51.081
2 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 1.543
3 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 1.832
4 19 Alvaro Bautista Ducati Team Ducati a 4.072
5 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 5.017
6 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 5.132
7 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 6.756
8 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 21.805
9 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 22.904
10 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 22.940
11 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 34.386
12 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 35.025
13 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 36.348
14 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 36.389
15 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 44.214
16 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 48.226
17 81 Jordi Torres Reale Avintia Racing Ducati a 1’04.965
18 7 Mike Jones Angel Nieto Team Ducati a 1’19.817
44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 5 Voltas
55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 9 Voltas
26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 16 Voltas
93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda a 22 Voltas
5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Binder conquista vitória em dia de Coadjuvantes em Phillip Island

O GP da Austrália na categoria intermediaria teve um dia de coadjuvantes, Os pilotos que disputaram o título não foram bem e a disputa pela vitória ficou com os pilotos que geralmente não estavam entre os favoritos. Brad Binder acabou conquistando a vitória e praticamente garantiu o terceiro lugar no campeonato de pilotos.

Antes da largada, Marcel Schrotter acabou tendo problemas  com sua moto. Fazendo ele largar dos boxes. Perdendo o 2ºlugar no grid. Com a primeira fila desfalcada a largada acontece em Phillip Island com Pasini largando bem e mantendo o 1ºlugar, Quem largou muito bem foi o Suíço Dominique Aegerter que assumiu o segundo lugar com a KTM de 2017 da Kiefer, Mas acabou superado pelo Vieger e Lecouna caindo para o 4ºlugar.

No começo da volta 2. Pasini, Vieger e Brab Binder começaram a disputar a liderança, O piloto da Italtrains acabou indo para o chão na curva 4 e abandonou a prova. A liderança passou a ficar nas mãos de Xavi Vierge com a outra moto da Dynavolt. Binder, Lecuona, Aegerter, Bagnaia, Marquez e A.Fernandes completavam os 8 primeiros lugares. O líder do campeonato fez uma ótima largada, Saindo do 16º para o 5ºlugar.

Mas logo o piloto da VR46 ficaria para trás, Ele não se acertou nesse circuito, Em poucas curvas ele perdeu posição para Marquez e Baldassarri.

Na 4ªVolta, Binder ultrapassa Vierge e toma a liderança. Na curva 10, Baldassarri e Marini disputaram lado a lado o 5ºlugar com vantagem para o piloto da equipe Pons. Francesco Bagnaia em pouco tempo já caia para o 11ºlugar, A frente de Miguel Oliveira que também não estava com um bom desempenho no final de semana. Um pouco mais a frente Marquez segurava Joan Mir e Remy Gardner disputando o 7ºlugar.

Na 7ªVolta, Lecuona erra a trajetória e acaba indo para o chão e prejudicou Xavi Vierge que precisou  diminuir a velocidade para não cair, perdendo posições. Aegerter voltou ao 2ºlugar, Com Baldassarri e Marini superando o piloto Espanhol da Dynavolt. O piloto da Pons foi para cima do esforçado Aegerter “que vinha em seu melhor final de semana com a moto da quase falida Kiefer) pelo 2ºlugar.

Apesar do melhor equipamento, Baldassarri não conseguia a ultrapassagem mesmo com uma melhor moto que o piloto Suíço. Vierge (que ganhou o 4ºlugar do Luca Marini) acabou não marcou bobeira e tomou o terceiro lugar do piloto Italiano. Na entrada da 10ªVolta, O piloto Espanhol não perdeu tempo e ultrapassou Aegerter ganhando o segundo lugar. O piloto suíço na curva seguinte perdeu posição para Baldassarri e no final da volta foi a vez de Mir tomar posição do piloto da Kiefer.

Lá Atrás, Oliveira e Bagnaia vinham perdendo posições. Em 12º e 13ºlugar, Sendo superados pelo Marcel Schrotter que acabou largando dos boxes.

Na 13ªvolta, Baldassarri tenta passar Binder que se defendeu bem desse ataque na reta dos boxes. Quem vinha muito bem, mas acabou caindo e deixando a prova foi Remy Gardner com sua Tech 3. Uma pena que isso aconteceu com o dono da casa. Na volta 14, Baldassarri depois de superar Binder acaba superando Vierge e assume a liderança. Na curva 4 da mesma volta, Vierge toma a ponta de volta para ele. Binder, Aegerter e Mir vinham completando os 5 primeiros lugares. Oliveira e Bagnaia continuavam a serem superados. Quartararo e Jesko Raffin passaram por eles. Uma triste prova dos dois postulantes ao campeonato.

Binder se aproveitando da briga entre Vierge e Baldassarri (Aonde ele se tocam de leve no curvão antes da reta dos boxes) e ultrapassou ambos com sua KTM oficial, ganhando o primeiro lugar. Ao contraio de Oliveira, O Sul-Africano estava tendo uma excelente corrida, Mas Vierge reagiu e na curva 3 tomou de volta a primeira posição.  Mais atrás, Schrotter passa pela grama ao passar do ponto na curva 1 e perdeu as posições para Raffin e Quaratararo.

A 7 voltas do final, Baldassari ultrapassa Vierge e ganha a liderança, Porém Vierge volta a liderar ultrapassando o piloto da Pons na curva 4. Binder que liderava a prova acabaria por perder o 3ºlugar para Joan Mir (Em suas últimas corridas na Moto 2) Na volta seguinte Baldassarri passa Vierge e liderar por 3 curvas até que Binder retorna a 1ªposição, Mas erra a linha certa da curva e cai para o 4ºlugar. Agora era Baldassarri o líder, Vierge o 2º, Augusto Fernandez em 3º e Binder em 4º, Todos disputando a vitória.

Vierge e Baldassarri disputavam ferozmente a vitória, Vierge era o líder, Mas deu uma brecha para Baldassarri e Fernandez ultrapassagem e formarem uma dobradinha da Pons (Coisa que a muitíssimo tempo não vimos no Mundial de Motovelocidade. Vierge caiu para o 5ºlugar também sendo superado pelo Mir e por Binder.

Em uma incrível recuperação, Vierge na 22ªVolta superou Binder, Mir e na curva 4 passou Fernandez e por muito pouco não passou Baldassarri. O piloto da Dynavolt estava vivo na disputa pela vitória. A três voltas do final, Vierge leva a Dynavolt de volta a liderança ao passar o piloto principal da Pons.

Baldassarri que disputava a vitória acabou errando e caindo na curva 10 na volta 23, Deixando a prova. Parecia que era o dia da primeira vitória do piloto espanhol. Porém, lá vem Brad Binder com sua KTM para tomar a liderança de Vierge, Depois Mir veio com tudo para cima do piloto espanhol, que acabou perdendo posições para Fernandez ficando em 4ºlugar. Marini apareceu de surpresa e passou Vierge e Fernandez e disputar o pódio, Mas acabou recuando na curva 4.

Na volta final, Joan Mir tenta um ataque final em cima de Binder enquanto que Vierge tomou nas curvas finais o 3ºlugar do piloto da Pons. Apesar de quase perder o controle da Moto, O piloto Sul-Africano Brad Binder conquistou sua 3ªvitória na categoria Moto 2. Uma grande vitória para o piloto da KTM que consolida definitivamente o 3ºlugar no Mundial de Pilotos.

Joan Mir conquista seu 4ªpódio na temporada, Em 2ºlugar a 36 milésimos sobre o vencedor da prova. Vierge completou o pódio com a Dynavolt, Faltou pouco para ele conseguir sua primeira vitória na moto 3. O Espanhol segurou o seu compatriota e piloto da Pons Augusto Fernandez, O 4ºlugar foi o resultado não só de sua melhor da sua carreira como foi a sua melhor exibição da sua carreira.

Luca Marini foi o melhor piloto da VR46 com o 5ºlugar, atrás do piloto italiano p suíço Dominique Aegerter, que com todos os problemas da Kiefer e do chassi da KTM de 2017 acabou em 6ºlugar, Concluindo seu melhor final de semana da sua difícil temporada de 2018.

Alex Marquez com a Marc VDS ficou em 7ºlugar, Jesko Raffin em sua 4ªcorrida na SAG marcou um belíssimo 8ºlugar, a Frente de Marcel Schrotter e de Fabio Quartararo (Que já ganhou corrida na Temporada)

Miguel Oliveira com sua KTM ficou em 11ºlugar, Seu resultado só não foi horrível e definitivo para o campeonato porque o líder do campeonato Francesco Bagnaia ficou em 12ºlugar. Ambos tiveram um final de semana péssimo. Mesmo assim o resultado favorece ao italiano, Que agora só precisa ter ir ao pódio em Sepang (Ou marcar 16 pontos nas duas corridas finais) para conquistar o título. Nakashima, Lowes e Pons completaram a zona de pontuação. Provavelmente na semana que vem, Bagnaia deve conquistar o campeonato da Moto 2, Na Malásia, no Circuito de Sepang.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado Final do GP da Austrália
Mundial de Motovelocidade – Categoria Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 39’23.427
2 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 0.036
3 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 0.949
4 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex a 0.957
5 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 1.767
6 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 2.482
7 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 3.759
8 2 Jesko Raffin SAG Team Kalex a 4.850
9 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 6.250
10 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Speed Up a 7.453
11 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM a 8.675
12 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex a 9.725
13 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 9.787
14 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 11.209
15 57 Edgar Pons MB Conveyors – Speed Up Speed Up a 14.076
16 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 15.350
17 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 15.396
18 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 23.230
19 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 33.736
20 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 42.324
21 67 Bryan Staring Tech 3 Racing Tech 3 a 52.297
22 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 1’03.888
18 Xavier Cardelus Marinelli Snipers Team Kalex a 11 Voltas
87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 12 Voltas
9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 17 Voltas
27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 19 Voltas
21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 19 Voltas
95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 21 Voltas
32 Isaac Vinales Forward Racing Team Suter a 21 Voltas
54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP