Dani Pedrosa sofre acidente grave em Treinos Livres e não corre em Motegi

Em um dia que marcou por vários acidentes nos treinos das três categorias do Mundial de Motovelocidade sendo que o Espanhol Dani Pedrosa (Vencedor da prova do ano passado) acabou sofrendo um gravíssimo acidente hoje no segundo treino livre, O piloto espanhol teve fratura na sua clavícula direita e esta fora do GP do Japão além de ficar de fora da prova da Austrália e da Malásia que acontece num período de 15 dias.

Outro que também teve um acidente grave foi o Irlandês Eugene Laverty que sofreu um fortíssimo acidente, o piloto teve de ir ao hospital par verificar se existe algum traumatismo craniano

Nos treinos livres que definem classificação direta para os 10 primeiros colocados o melhor do dia ficou com Jorge Lorenzo que no final do treino marcou o tempo de 1:45.151 superando a Andrea Dovizioso que acabou sendo o mais rápido do primeiro treino livre. Dovi fez o tempo de 1:45.204. Depois disso estão classificados para o Q2 de forma direita os pilotos Marevick Viñales, Marc Marquez que pode ser campeão da MotoGP caso vença e Rossi fique a mais de 75 pontos atrás ao final do GP do Japão, Cal Crutchlow, Aleix Espargaró, Valentino Rossi, Danilo Petrucci, Dani Pedrosa (que não corre devido ao acidente) e Pol Espargaró.

Hector Barbera substitui Andrea Dovizioso na Ducati Team, Por enquanto não esta na turma dos classificados para o Q2 de forma direta, Na Avintia o Australiano Mike Jones não adaptado com a Ducati de 2014 ficando em último lugar.

O Japonês Katsuyuki Nakasuga convidado nessa corrida e sendo um piloto tradicional na prova japonesa do Mundial de MotoGP também esta fora até agora do Q2, O melhor resultado do Japonês foi um segundo lugar no GP da Comunidade Valenciana do ano de 2012.

Amanhã no 3ºtreino livre vai se definir os 10 pilotos que vão para o Q2 e também os outros pilotos que vão disputar as 2 vagas disponíveis na primeira fase da classificação. A Classificação do Treino oficial começa as 23:00 com a Moto 3 que já teve seu campeão definido.

motegi_treinos_livres_sexta_2016-4

Resultado do primeiro treino livre – GP do Japão – Motegi

1 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’45.786
2 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’46.031
3 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’46.181
4 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’46.222
5 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’46.314
6 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’46.349
7 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’46.406
8 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’46.590
9 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’46.721
10 8 Hector Barbera (Ducati Team Ducati) 1’46.853
11 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’46.998
12 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’47.125
13 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’47.426
14 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’47.641
15 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’47.704
16 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’47.777
17 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’47.988
18 21 Katsuyuki Nakasuga (Yamalube Yamaha Factory Racing Yamaha) 1’48.058
19 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’48.409
20 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 1’48.914
21 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’51.415
22 7 Mike Jones (Avintia Racing Ducati) 1’53.473

motegi_treinos_livres_sexta_2016-3

Resultado do segundo treino livre – GP do Japão – Motegi

1 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’45.151
2 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’45.204
3 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’45.248
4 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’45.303
5 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’45.501
6 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’45.513
7 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’45.532
8 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’46.172
9 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’46.227
10 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’46.245
11 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’46.367
12 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’46.834
13 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’46.853
14 8 Hector Barbera (Ducati Team Ducati) 1’46.876
15 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 1’46.981
16 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’47.032
17 21 Katsuyuki Nakasuga (Yamalube Yamaha Factory Racing Yamaha) 1’47.135
18 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’47.244
19 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’47.972
20 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 1’48.669
21 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’48.897
22 7 Mike Jones (Avintia Racing Ducati) 1’50.955

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

MotoGP na República Tcheca viveu domingo Histórico: Crutchlow leva Inglaterra a vitória depois de 35 anos de seca

Se tivemos um sábado com pista seca e céu claro a situação para o domingo (Dia que se encerrou os jogos olímpicos do Rio de Janeiro) foi realizado a etapa de Brno no mundial de motovelocidade com Marquez na Pole, Lorenzo em 2º e Iannone na terceira posição. Os pilotos foram para a pista com os pneus de chuva mesmo que já estava sem qualquer chuva caindo.

Na largada acabou Iannone largando melhor e assumindo a liderança, Mas logo depois da primeira curva Marques tem um traçado melhor e volta a liderança com as Duas Ducati oficiais a seguir e Aleix Espargaró que estava fazendo um grande final de semana, Já Lorenzo que largou do 2ºlugar ao final da primeira volta já esta caindo para o 10ºlugar.

Ducati na lideranca em Brno

Andrea Dovizioso que passou Iannone foi para cima de Marc Marquez e no final da segunda volta o piloto da Ducati assumiu a liderança, Além disso Iannone e Scott Redding com a Ducati Pramac de 2015 também também deixaram a formiga atômica para atrás fazendo com que as 3 primeiras posições fossem ocupadas por 3 motos Ducati, Enquanto isso Pedrosa em 11º, Rossi em 12º e Lorenzo em 13º estavam muito longe de apresentarem um bom rendimento. Na quarta volta Iannone passa por Dovizioso e assume a liderança e Redding veio junto para assumir o segundo lugar deixando o piloto italiano em 3ºlugar já com uma vantagem razoável sobre Marques que estava em 4ºlugar sem ser muito ameaçado até que Hector Barberá começou a render mais passando primeiro a Viñales, Depois Espargaró que vinha em 5ºlugar e em algumas voltas foi para cima de Marquez que vendo seus principais candidatos ao título acabou não defendendo a posição com ardor deixando Barberá na 4ªposição com a Ducati Avintia de 2014.

Lorenzo muito mal na prova em Brno

Cal Crutchlow começou a se destacar a partir da 9ªVolta começando a ultrapassar seus adversários e virando mais rápido e em poucas voltas ele saiu do 10ºlugar para a 6ºlugar enquanto que Andrea Dovizioso perdeu rendimento certamente por quebra do equipamento da sua Ducati saindo da briga pela vitória enquanto isso o piloto da LCR Honda continuava  a subir com seus pneus mais duros para chuva já ultrapassaria Marquez assumindo o 4ºlugar e pronto para derrubar as Ducati de Iannone, Petrucci e Barberá que comandavam a corrida com o piloto da Equipe oficial da fábrica italiana com uma vantagem de mais de 1 segundos sobre os outros dois de equipes satélites.

Valentino Rossi começava a menos de 10 voltas do final a reagir e pressionando a Viñales, Enquanto isso Crutchlow partia para cima de Barberá que foi para cima de Redding disputando o segundo lugar, O piloto da Avintia tentou a ultrapassagem mas teve de recuar e nisso o piloto Britânico aproveitou e passou para o terceiro lugar e curvas depois foi a vez de Redding ser engolido por Crutchlow que já ocupava a segunda posição  a menos de 8 voltas para o final da prova, nesse meio tempo Bradley Smith foi para os boxes trocar de moto para a moto de pista seca e Aleix Espargaró com problemas com a Suzuki deixava a corrida.

iannone_rossi_barbera

Com os pneus gastos Iannone tentou segurar Crutchlow, A ultrapassagem foi questão de tempo já que a LCR Honda com os pneus de chuva mais duros estava rendendo bem mais que os pneus moles de chuva do piloto Italiano. A partir dai enquanto o britânico começou a abrir diferença volta após volta o piloto da Ducati começava a ficar para trás. O mesmo aconteceu com Scott Redding que perdeu posição para Marc Marquez e Valentino Rossi, Não satisfeito o velho piloto Italiano acabou dando o bote em Marquez e assumiu a 4ªposição.

Lorenzo perdido na corrida foi para os boxes por 2 vezes para trocar de moto, Na segunda vez interferiu na disputa pelo segundo lugar que envolveu Iannone com os pneus completamente desgastados, Barberá, Rossi e Marquez pelo 2ºlugar. Rossi despachou Barberá e Iannone imediatamente deixando a confusão para o piloto da Avintia e da Honda Repsol.

Iannone conseguiu segurar Barberá em 2 chances claras de ultrapassagem do piloto Espanhol que acabaram não bem sucedidas, Marquez tomou a frente de Barberá e foi para cima de Iannone, A 3 Voltas do final o piloto da Ducati não resistiu e perdeu o lugar no pódio para a Formiga Atômica e a partir dai Iannone foi de vez para trás perdendo posições para Barberá e para Loris Baz que estava com o mesmo tipo de pneu de Crutchlow e com isso foi para cima do seu companheiro de equipe a 2 voltas do final e passou para o 4ºlugar repetindo o melhor resultado de sua carreira no ano passado em Mizano.

Crutchlow comecando a caminhada para a vitoria

Cal Crutchlow administrou no final da prova e levou a LCR Honda a primeira vitória da sua história na MotoGP e a primeira vitória de um piloto Inglês depois de 35 anos da última vitória na categoria principal que foi com o Britânico Barry Sheene venceu no GP da Suécia de 1981. Festa para o piloto Inglês que parecia que iria encerrar a carreira ao final da temporada e agora esta com a moral alta, com dois grandes resultados nas últimas corridas (Segundo na Alemanha e vencedor em Brno), Valentino Rossi em brilhante recuperação acabou a corrida em 2ºlugar e juntando a péssima corrida de Jorge Lorenzo o italiano assume a vice-liderança do campeonato, Só que esta a 53 pontos atrás do Líder do campeonato Marc Marquez que acabou completando o pódio com uma corrida correta e sem erros, Se não teve brilho em território Checo pelo menos não cometeu erros e foi beneficiado com mais um tropeço de Lorenzo.

Baz fez sua melhor corrida na temporadaLoris Baz copiou a mesma tática do piloto da LCR e acabou se dando bem ficando em 4ºlugar na frente de seu companheiro de equipe na Avintia Hector Barberá que acabou em 5ºlugar ainda assim foi um grande final de semana para o Espanhol e da equipe também que conquistou seu melhor resultado da sua história e com uma Moto de 2014 como é a versão que eles recebem da Ducati. Logo atrás terminou o irlandês Eugene Laverty com a moto da Aspar também moto Ducati de 2014 com Danilo Petrucci em 7º com a Pramac moto da Ducati de 2015 e só ai veio a moto Oficial da Ducati com Andrea Iannone chegando em 8º a poucos milésimos do Espanhol Maverick Viñales que ficou em 9ºlugar, Tito Rabat completou os 10 primeiros colocados.

Jorge Lorenzo em mais uma corrida horrível sob chuva acabou em 17ºlugar com 1 volta atrás, dia 10 de Setembro teremos a 12ªEtapa do Mundial de motovelocidade no Circuito de Silverstone na Inglaterra, Restando 7 corridas para o final do campeonato Marc Marquez aproveitando cada erro e cada oportunidade mesmo sem ter uma grande moto passa a ser o grande favorito ao campeonato desse ano.

podio em BrnoResultado Final do GP da República Tcheca (Brno)
Mundial de Motovelocidade – Moto GP

1 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 47’44.290
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 7.298
3 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 9.587
4 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 12.558
5 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 13.093
6 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 13.812
7 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 23.414
8 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 24.562
9 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 24.581
10 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 37.131
11 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 39.911
12 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 41.097
13 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 43.202
14 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 45.687
15 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 1’02.201
16 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 1’18.841
17 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 1 Volta

Não terminaram a corrida:

4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 7 Voltas
38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 8 Voltas
41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 9 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Sobre pista molhada e chuva Jack Miller conquista sua primeira vitória e quebra jejum de equipes satélites na MotoGP

O GP da Holanda que já foi marcado em 2015 pela briga entre Rossi e Marquez pela vitória nesse ano de 2016 vai ter outro capitulo ainda maior que esse se isso fosse possível pela corrida que foi realizada em Assen. Sobre piso molhado a corrida começa com Scott Redding tomando a ponta e no mesmo instante saindo da pista perdendo algumas posições deixando Rossi na liderança com Dovizioso em 2ºlugar com Marquez com dificuldades e Lorenzo com total falta de confiança em sua moto caindo rapidamente na prova para os últimos lugares, Quem foi para frente foi Dani Pedrosa, Jack Miller e Andrea Iannone que largou da última posição.

Lorenzo não andou nada o final de semana inteiro com a Yamaha de 2016
Lorenzo não andou nada o final de semana inteiro com a Yamaha de 2016

Mas que se destacou mesmo foi o Colombiano Yonny Hernandez que nas primeiras voltas passou de 6º para a liderança da prova ultrapassando a Dovizioso  e Rossi e assumindo a liderança com sua Ducati de 2014 e começou a abrir diferença para os seus adversários, Enquanto isso os pilotos da Pramac e Andrea Iannone estavam avançando na prova inclusive superando os pilotos da Honda que não se acharam (No Caso do Pedrosa) e não pareciam ter uma moto capaz de disputar a vitória (No Caso do Marc Marquez)

Hernandez jogou fora a chance da sua vida na MotoGP com a queda de hoje quando estava na liderança
Hernandez jogou fora a chance da sua vida na MotoGP com a queda de hoje quando estava na liderança

Dovizioso na 9ªvolta tomou o segundo lugar de Rossi, 3 Voltas depois o Colombiano Yonny Hernandez que tinha 4 segundos de diferença na liderança e sobrando na turma acabou caindo e arruinando a sua corrida já que voltas depois ele teve de deixar a prova e deixar sua situação na MotoGP mais complicada ainda sendo o último colocado no Campeonato. Ao mesmo tempo Danilo Petrucci vinha com tudo para se aproximar da disputa pela liderança da prova já que Andrea Dovizioso não conseguia abrir de Rossi que tentava de novo na liderança da prova, Na volta 14 Petrucci ultrapassa Rossi assumindo a segunda posição enquanto que Iannone acabou caindo mais uma vez. pelo menos conseguiu voltar para a corrida na parte de trás do pelotão.

Assen_domingo2016 (1)

Na volta 15 Petrucci foi para cima de Dovizioso e assumiu a liderança da prova, Mas a prova nessa mesma volta com a chuva aumentando bastante acabou sendo interrompida e todos acharam que Petrucci iria vencer, Mas a prova foi dada como resultado sendo da volta 14 e dava Dovizioso na frente com Petrucci e Rossi logo a seguir, A Chuva foi rápida mas o bastante para molhar o circuito para acabar com o trilho seco que estava se formando. A Decisão da direção de prova foi esperar uns 25 minutos para uma nova largada com as 12 voltas restantes.

Petrucci ficou a poucos metros de uma possível vitória
Petrucci ficou a poucos metros de uma possível vitória

Resultado da prova antes da interrupção
após 15 voltas

1 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 26’21.451
2 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 0.401
3 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 0.735
4 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 0.939
5 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 4.608
6 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 5.499
7 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 6.002
8 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 9.204
9 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 17.252
10 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 17.384
11 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 17.795
12 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 21.655
13 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 23.973
14 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 30.610
15 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 30.836
16 8 Hector Barberá (Avintia Racing Ducati) a 42.806
17 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 51.467
18 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 51.794
19 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 53.072
51 Michele Pirro (Avintia Racing Ducati) a 1 Volta

Não Terminaram a corrida:

68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 2 Voltas

Assen_domingo2016 (7)

Na segunda corrida do dia o piloto Dovizioso na ponta com Rossi e Marquez a seguir, Desde da primeira volta a prova com 12 voltas foi uma confusão. Na primeira volta Aleix Espargaró foi tocado e depois saiu da pista perdendo muito tempo para uma corrida de 12 voltas e Cal Crutchlow acabou caindo e deixando a corrida, Rossi passou Dovizioso ainda na primeira volta da prova, Enquanto que Pedrosa acabou caindo.

Nas voltas seguintes dois prováveis candidatos para a vitória caíram. Na segunda volta Andrea Dovizioso acabou caindo e deixando a prova e na volta 3 na curva 8 o Italiano Valentino Rossi cai e o sonho da 10ªvitória em Assen se espatifou no chão, Com isso Marquez foi para a liderança com um Perigoso Jack Miller com a Marc VDS em segundo lugar e que partiu para cima de Marc Marquez com a Honda Repsol algo que era impossível de acontecer em condições normais, Na 5ªVolta Miller consegue a ultrapassagem sobre Marquez e assume a liderança da prova, Geralmente A Formiga Atômica vendo que Pedrosa e Lorenzo estavam lá atrás e com Rossi fora ele preferiu não arriscar de forma inútil e que poderia acabar em chão para o líder do campeonato, Com isso Marquez não se importou com a liderança do Miller. Danilo Petrucci que era um outro que poderia disputar a vitória acabou com problemas em sua moto logo no começo e deixou a prova.

Miller assumiu a liderança da prova.
Miller assumiu a liderança da prova.

Pol Espargaró segurou o 3ºlugar de uma forma até tranquila até a volta 12 quando Petrucci foi para cima do piloto da Tech 3 e conquistou um lugar no pódio para a Ducati que tinha tudo para vencer a prova em Assen aonde suas motos dominaram o final de semana inteiro.

No final o Australiano Jack Miller levou a Honda da Marc VDS para a 1ªVitória na MotoGP que foi a primeira Vitória da Marc VDS na categoria principal do Mundial de Motovelocidade e mais importante disso foi que pela primeira vez desde do GP de Portugal de 2006 quando Toni Elias com a Equipe Gresini Fortuna Honda uma equipe satélite não conquistava uma vitória na categoria principal e fazia pelo menos 3 anos que os vencedores não tinham outro dono se não fosse Rossi, Marquez, Lorenzo e Pedrosa. Miller pode ter demorado, Mas mostrou que pode ser um piloto vencedor na MotoGP e com essa corrida de hoje pode ser um divisor de Águas na carreira desse piloto.

Assen_domingo2016 (4)

Marc Marquez com o segundo lugar ampliou sua liderança no campeonato fazendo uma corrida inteligente em relação ao campeonato enquanto que os seus adversários diretos ao campeonato acabaram tropeçando com Jorge Lorenzo num péssimo final de semana ficando em 10ºlugar e Dani Pedrosa ficando em 12ºlugar após ter caído no começo da segunda corrida também jogando fora uma boa chance de melhorar sua posição no campeonato, O pódio foi completado pelo Inglês Scott Redding que marcou seu primeiro pódio na temporada e pela Pramac (Seu segundo pódio na MotoGP) colocando a Ducati de 2015 no pódio.

Redding conquistou o pódio para a Pramac
Redding conquistou o pódio para a Pramac

Pol Espargaró teve também um belo final de semana com um belo grid de largada e uma bela corrida ficando em 4ºlugar mesmo que o pódio tenha escapado, Andrea Iannone com a Ducati oficial que sobrou ficou em 5ºlugar, Mas longe da vitória na segunda corrida segurando a posição de Hector Barbera com a Ducati de 2014 ficando em 6ºlugar. Igualmente com a Ducati de 2014 mas com a Ducati da Aspar Martinez o Irlandês Eugene Laverty que teve um dia difícil caindo antes da corrida na ida para o Grid na primeira prova e largando dos boxes conseguiu fazer uma redentora segunda corrida ficando em 7ºlugar que superou a Stefan Bradl que acabou sendo a única Aprilla que sobrou na corrida já que Alvaro Bautista acabou caindo na volta final e estava em 6ºlugar, Marevick Viñales em um dia Ruim ficou em 9ºlugar e  Lorenzo nem se fala conseguiu ficar em 10ºlugar.

Esteve Rabat ficou em 11ºlugar em prova totalmente apagada visto que o seu companheiro de equipe venceu a prova, Pedrosa ficou em 12ºlugar e Bradley Smith a 3 voltas do vencedor salvou 3 pontos no campeonato com o 13ºlugar.

Daqui a 3 semanas teremos a 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade no complicado circuito de Sachsering na Alemanha, Até lá vai ser muito tempo que pelo menos é recompensado por esse dia na MotoGP no dia de hoje!

Assen_domingo2016 (3)

Resultado final do GP da Holanda
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

1 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 22’17.447 em 12 Voltas
2 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 1.991
3 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 5.906
4 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 9.812
5 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 17.835
6 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 18.692
7 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 22.605
8 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 23.603
9 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 26.148
10 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 27.604
11 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 1’21.830
12 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 1’54.369
13 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 3 Voltas

Não Terminaram a corrida:

19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 1 Volta
51 Michele Pirro (Avintia Racing Ducati) a 7 Voltas
46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 10 Voltas
41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 10 Voltas
4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 11 Voltas
9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 11 Voltas
35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 12 Voltas

Não largou na segunda corrida:

68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 12 Voltas

Assen_domingo2016 (8)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Em cima dos Espanhóis Rossi de ponta a ponta conquista vitória em Jerez

Valentino Rossi depois de um fracasso nas Americas e de inicio tímido de temporada finalmente desencantou em 2016 em uma exibição perfeita em Jerez o Italiano venceu a primeira das três provas na Espanha.

Na Largada Rossi manteve a liderança com Lorenzo em Segundo e Dovizioso em 3º, Mas logo Marquez e Pedrosa em grande largada saiu do 7º para o 4ºlugar, O Veterano Rossi que completa 20 anos de Mundial de Motovelocidade começou a abrir diferença para Lorenzo que estava duelando com Marc Marquez numa bela disputa pelo segundo lugar, Enquanto uma Honda atacava a outra Honda a de Dani Pedrosa sofria pressão de Aleix Espargaró com a Suzuki que tem uma boa ciclística que favorecia as motos Japonesas ao contraio da Ducari que não se adaptava tão bem a Jerez. Andrea Dovizioso acabou perdendo posições para ambas das Suzuki e acabou com problemas em sua moto abandonando a corrida em uma fase aonde nada da certo para o piloto Italiano.

jejrez_domingo_2016_motogp (1)

Lorenzo resistiu a pressão de Marc Marquez que aos poucos foi percebendo que não estava com condições de disputar posição com as Yamaha e tratou de manter o 3ºlugar enquanto que Lorenzo foi para cima buscar Valentino Rossi que manteve a diferença de 3 segundos na liderança da prova que teve muita poucas disputas, A se destacar a recuperação de Andrea Iannone que conseguiu ao menos salvar o 7ºlugar, Já Dani Pedrosa segurou a pressão de Aleix Espargaró (Em sua melhor corrida da temporada) na frente de Marevick Viñales que vem sendo a estrela da Suzuki nesse ano.

jejrez_domingo_2016_motogp (8)

Rossi levava assim sua primeira vitória na temporada de 2016, totalizando 113 vitórias em sua carreira como piloto do Mundial de Motovelocidade de ponta a ponta para não deixar dúvidas de que derrotou seus principais adversários na disputa pelo titulo (Ou diria inimigos mortais) Jorge Lorenzo que completou a prova em segundo lugar e a Marc Marquez que continua líder do campeonato em 3ºlugar na prova de Domingo.

jejrez_domingo_2016_motogp (4)

Dani Pedrosa com uma boa largada ficou mesmo em 4ºlugar na frente dos dois pilotos da Suzuki que aproveitaram a boa ciclística da Moto aliada ao traçado muito favorável de Jerez para  levarem Aleix Espargaró ao 5ºlugar e Marevick Viñales para o 6ºlugar. Ao contraio da Ducati que teve como melhor resultado o 7ºlugar de Andrea Iannone que não fez um bom final de semana. Mesmo assim Iannone ficou na frente de Pol Espargaró que continua vindo de forma constante no campeonato com a Tech 3 em 8ºlugar, Destaque para Eugene Laverty que andou muito bem mesmo com a Ducati de 2014 levando um belíssimo 9ºlugar, Fechando os 10 primeiros o Espanhol Hector Barberá com a Avintia Ducati 2014.

Apesar de um desempenho pífio pela moto que tem Cal Crutchlow marcou seus primeiros pontos na temporada com o 11ºlugar com a LCR Honda, Bradley Smith em dificuldades de acompanhar seu companheiro de equipe ficou em 12 assim como o Loris Baz que ficou em 13º. Stefan Bradl salvou dois pontos com a Aprilla em 14º e Yonny Hernandez que vem tomando uma surra do Laverty fechou a zona de pontuação, Para fechar um desempenho ruim da Marc VDS e horroroso da Pramac em Jerez.

Daqui a 2 semanas teremos o GP da França em Le Mans no circuito de Bugatti com Marquez na liderança depois de 2 vitórias e 2 terceiros lugares com Lorenzo e Rossi em busca da Formiga Atômica.

jejrez_domingo_2016_motogp (9)

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Espanha – Jerez de la Fronteira

1 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 45’28.834
2 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 2.386
3 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 7.087
4 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 10.351
5 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 14.143
6 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 16.772
7 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 26.277
8 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 30.750
9 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 32.325
10 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 32.624
11 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 38.497
12 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 39.669
13 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 45.227
14 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 47.886
15 68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 47.988
16 51 Michele Pirro (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 49.414
17 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 49.513
18 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 53.334
19 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 1’05.555

Não Terminaram a corrida:

4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 18 Voltas
19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez conquista vitória na Argentina em corrida marcada por erro de Iannone

Na Argentina em uma corrida complicada que a organização da prova ajeitou esse problema em dividir a corrida em suas partes devido aos pneus Michelin que não aguentavam uma corrida inteira, Na metade da prova entre a volta 9 e 11 os pilotos teriam de trocar de moto e a prova foi diminuída para apenas 20 voltas ao invés das 25 voltas programadas.

A Largada foi algo confuso, Marc Marquez foi o pole position, Mas não conseguiu manter a liderança da prova mas perdeu a ponta para Lorenzo e depois perdeu a liderança para a Ducati de Andrea Iannone com Rossi em segundo e Marc Marquez em 3ºlugar e Lorenzo começando a cair na corrida, Na segunda volta Marquez foi com tudo para cima de Valentino Rossi tomando o segundo lugar na prova e não satisfeito com isso ele foi para cima de Andrea Dovizioso e ultrapassou o piloto Italiano assumindo a liderança antes do final da segunda volta. Na 4ª volta o Australiano Jack Miller como é de praxe ele caiu e arrebentou a sua moto, Antes disso foi o Yonny Hernandez que foi para o chão sendo o primeiro piloto a deixar a corrida.

Largada_motoGP

Na quarta volta Rossi ultrapassou a Dovizioso e subiu para o segundo lugar, A partir dai Rossi começou a caça para cima do Marquez. Na Sexta Volta o Espanhol Jorge Lorenzo acabou caindo e deixando pontos importantes irem para o Lixo, Enquanto isso os pilotos da Ducati oficial Dovizioso e Iannone brigavam pelo 3ºposto com Marevick Viñales perto deles tentando aproveitar apenas do erro de um ou ambos os pilotos. Lá atrás Daniel Pedrosa tinha problemas em segurar o 6ºlugar.

MM93 e VR46 nos Boxes ARG2016

Quando a corrida chegou na sua janela de parada para a troca de moto Rossi chegou em Marquez e travou um duelo pela liderança da prova com ultrapassagem de Rossi, Mas Marquez conseguira recuperar a posição sempre, Essa batalha particular durou até a parada nos Boxes aonde Marquez e Rossi pegam a segunda moto e voltam a corrida e a partir dai Marquez com muito mais moto que Rossi começa a abrir e abrir e Rossi começa a ficar para Viñales que passou para o 3ºlugar superando a Dovizioso e Iannone ambos de Ducati.

troca de moto durante a corrida da MotoGP Arg2016

Pedrosa vivia seus problemas com Scott Redding que na 13ªVolta passou o piloto da Moto Oficial da Honda assumindo o 6ºlugar na corrida com a Moto da Ducati de 2015, Mas essa alegria não durou muito, A 5 Voltas do final Redding tem problemas em sua moto e acaba deixando a prova.

Marc Marquez abria cada vez mais enquanto que Viñales estava na cola de Rossi buscando uma ultrapassagem que não era tão fácil devido ao motor da Suzuki não render tanto como o motor da Yamaha, precisava ser em curva essa ultrapassagem, A 3 Voltas do final Viñales foi vitima de um pequeno trecho molhado que ainda estava na pista e caiu deixando o que poderia ser o melhor resultado da sua carreira e o primeiro pódio da Suzuki desde da sua volta a MotoGP em Valencia 2014.

barbera e poldisputandoboas posicoes ARG2016

A Partir dai a missão ficou para os pilotos da Ducati passarem a Rossi que estava visivelmente mais lento que ambos. Iannone foi para o ataque para cima de Rossi, Buscou a ultrapassagem na entrada da curva 5 Mas acabou Rossi também retardando tudo o que poderia para manter a posição e dai veio Dovizioso e tomou a posição de ambos assumindo o segundo lugar. Iannone e Rossi trocaram na volta e meia final que tinha de corrida uma disputa forte pelo terceiro lugar, Na metade da volta final a situação ficou bem favorável para Iannone que levaria a Ducati para um duplo pódio o que era algo que não acontecia a muito tempo para a Fábrica italiana.

MM93_wins_argentina_2016

Só que Iannone tentou na curva final praticamente passar Dovizioso e de maneira não digo equivocada mais sim de uma forma idiota ele caiu e levou com ele seu companheiro de equipe jogando todo o trabalho da equipe no Chão junto com o duplo pódio. Marquez venceu sem problemas numa corrida impecável com Rossi que tinha tudo para ficar em um 5ºlugar chegando em 2ºlugar e Dani Pedrosa em uma atuação apagadíssima completou o pódio.

Dovizioso salvando 3 pontos ARG2016

Já a Ducati sem dúvida esta pensando agora com muita simpatia em colocar Stoner no grid do Texas no lugar certamente não de Pirro, Mas pode ser que o numeral 29 não esteja em Austin e se eu fosse dirigente da equipe eu faria isso pois a atitude de Iannone foi impensada demais, Aliás é a 4ºprova em seguida que ele cai (Malásia e Valencia em 2015 e Qatar e Argentina 2016) E tem gente dizendo que ele é o cara da Ducati nesse ano. Sem dúvida o Dovizioso que poderia ser o vice-líder do campeonato e que ainda conseguiu salvar 3 pontos no campeonato arrastando a moto para o 13ºlugar e muito mais equilibrado do que Iannone que sem dúvida ver sua cotação cair e muito depois do estrago que ele fez em Termas de Rio Hondo.

A se destacar a Eugene Laverty em belíssima corrida chegando em 4ºlugar com a Moto da Aspar Martinez e se não me engano é o melhor resultado da equipe na MotoGP com bela atuação de Hector Barbera em 5ºlugar com a Avintia Racing ambos de Ducati 2014. Decepcionante resultado para Pol Espargaró ficando em 6ºlugar e reclamando muito depois da bandeirada, Logo a Seguir um ótimo desempenho de Stefan Bradl levando a Aprilla a um 7ºlugar que é o melhor resultado dela na MotoGP até agora desde da sua volta em 2015. Bradley Smith, Tito Rabat e Alvaro Bautista completaram os 10 primeiros colocados.

Laverty e Bradl com belosresultados ARG2016

Semana que vem teremos o GP dos Estados Unidos no Texas em Austin com MM93 na liderança do campeonato, Mas Rossi, Lorenzo, Pedrosa Estão na disputa e agora Dovizioso e Viñales estão também chegando Piada interna: E cadê o Iannone nessa Briga, Bem o Iannone não vai chegar nunca a disputa pois ele vai cair sempre nas corridas(Isso se ele tiver moto para correr em Austin) Risos!!!!

podio e até semana que vem no Texas ARG2016

Resultado Final – Mundial de Motovelocidade
GP da Argentina – MotoGP

1 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 34’13.628 em 20 Voltas
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 7.679
3 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 28.100
4 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 36.542
5 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 36.711
6 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 37.245
7 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 41.353
8 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 50.709
9 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 50.983
10 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 1’01.388
11 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 1’08.868
12 51 Michele Pirro (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 1’18.987
13 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 1’33.419

Não Completaram a corrida:

29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 1 Volta
35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 1 Volta
25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 3 Voltas
45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 5 Voltas
76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 8 Voltas
99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 15 Voltas
43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 17 Voltas
68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP