Portal Sportszone » Blog Archives

Tag Archives: Estados Unidos

Automobilismo Internacional Automobilismo Norte-americano Formula indy Fotos IndyCar 2017

Indycar 2017 – Round 11 – Em Iowa, Hélio Castroneves quebra jejum de vitória dele e do Brasil

Published by:

Grid de largada:

pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo
1 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 34.7541
2 J.R. Hildebrand Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 35.0185
3 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 35.0374
4 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 35.0774
5 Takuma Sato Andretti Autosport Dallara/Honda 35.2405
6 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 35.2791
7 Tony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 35.2906
8 Ed Jones Dale Coyne Racing Dallara/Honda 35.3107
9 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 35.5257
10 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 35.5353
11 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 35.5355
12 Alexander Rossi Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 35.5357
13 Max Chilton Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 35.5768
14 Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 35.5893
15 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 35.6183
16 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 35.6920
17 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 35.7002
18 Esteban Gutierrez Dale Coyne Racing Dallara/Honda 35.8817
19 Conor Daly A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 36.0376
20 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda 37.4865
21 Carlos Munoz A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet Sem Tempo

No menor circuito da temporada da Formula Indy Hélio Castroneves que esta sendo especulado para deixar a Formula Indy para participar do campeonato de Endurance pela equipe Penske conseguiu quebrar um jejum enorme de 3 anos sem vencer na Formula Indy.

A Penske e a Carpenter dominaram os treinos e a classificação. Will Power da Penske larga na pole com J.R. Hildebrand da Carpenter larga em 2º, Hélio Castroneves da Penske larga em 3º e Ed Carpenter da Carpenter larga em 4º.

Takuma Sato da Andretti, Mikhall Aleshin da Schmidt Peterson, Tony Kannan da Chip Ganassi, Ed Jones da Dale Coyne, James Hinchcliffe da Schmidt Peterson e Graham Rahal da Rahal Lettermann completa os 10ºprimeiros lugares.

A Largada de Hélio Castroneves foi impressionante de forma ofensiva já assumia a segunda posição e logo partiu para cima de Will Power disputando a liderança com Hildebrand e Carpenter seguindo os pilotos da Penske. Scott Dixon que largou do 17ºlugar já vinha na 13ªposição tentando fazer uma corrida de recuperação. Já Kannan foi ao inverso foi caindo de posição nas primeiras voltas. Muito ruim o começo de corrida do piloto Brasileiro.

Em 11 voltas Power e Castroneves chegavam no Marco Andretti que era o primeiro a tomar volta dos líderes, Porém a pista de Iowa era muito difícil até mesmo para se passar retardatários. Até que na 20ªVolta o Brasileiro passa assumindo Power e assume a liderança da corrida. Melhor que isso é o vigoroso desempenho o que fazia ele aumentar a diferença na liderança.

Mesmo assim a dificuldade de ultrapassar retardatários continua muito grande, tanto é que por mais de 20 voltas foi o tempo para Castroneves dar uma volta em um retardatário. Quem crescia na prova naquele momento era Mikhall Aleshin que vinha pressionando a Ed Carpenter disputando um 3ºlugar, Mas com um olho no Graham Rahal que também tinha um belo começo de corrida já surgindo em 5ºlugar. Hildebrand acabou caindo de posição na prova.

Na volta 42 o Russo consegue a ultrapassagem sobre Carpenter e assume a 3ªposição em um ritmo muito forte do piloto da Schmidt. Enquanto isso Hélio Castroneves aumentava cada vez mais a sua diferença para o seu companheiro Will Power para 3 segundos de diferença. Quando o Brasileiro tentou dar uma volta em Carlos Muñoz surgiu a primeira bandeira amarela com a batida de Aleshin que vinha fazendo um grande trabalho.

Essa bandeira amarela veio em boa hora para os pilotos realizarem a primeira parada nos boxes. Castroneves entrou em primeiro e voltou na liderança. Power, Rahal, Carpenter e Hildebrand completavam os 5 primeiros colocados.

Na 69ªVolta recomeça a etapa de Iowa e logo o piloto patrão da Carpenter passou Rahal assumindo o terceiro lugar, Mas quem veio com tudo nessa relargada o Norte-americano J.R. hildebrand que começou a subir passando Rahal na volta 72 passando para o 4ºlugar enquanto Will Power começou a pressionar o Brasileiro Hélio Castroneves que tinha apenas 4 décimos de frente para o seu companheiro de equipe.

Enquanto isso a Ganassi vinha muito mal com Scott Dixon sendo o melhor desses pilotos apenas em 11ºlugar com Tony Kannan que melhorou seu ritmo de corrida vinha em 12ºlugar.

Hildebrand superou Carpenter e assumiu o terceiro lugar. Logo o norte-americano que ainda não tinha vencido na Formula Indy foi em busca da liderança que estava nas mãos dos 2 pilotos da Penske. Na volta 93 o piloto da Carpenter passou Power assumindo o segundo lugar. Enquanto que Carpenter perde o 5ºlugar para Hunter-Reay da Andretti Autosport.

Na volta 97 Hildebrand passa Castroneves assumindo a liderança da prova e abrindo de Castroneves que ficou para Power que tomou o segundo lugar de seu companheiro de equipe na volta 104. O rendimento do piloto brasileiro piorou muito após a primeira parada nos boxes. Logo Helinho já estava na alça de mira de Rahal que estava visando a 3ªposição que se via em posição precária. Enquanto que Hildebrand vinha em posição tranquila na liderança com Power a 2.5 segundos atrás do líder. Carpenter foi ultrapassado pelo Josef Newgarden e na volta 112 já sofria pressão de James Hinchcliffe. Enquanto isso Dixon e Kannan disputavam o 10ºlugar com vantagem para o piloto Brasileiro que ultrapassou seu companheiro de equipe subindo de posição.

Power começava a tirar volta após volta a diferença que Hildebrand tinha na liderança enquanto que Castroneves que conseguia segurar Rahal e Hunter-Reay que chegava na disputa disputando o 4ºlugar com seu compatriota o que por momentos aliviou para o lado do Helinho que vinha pressionado.

Kannan continuava a sua recuperação e agora encarava a Simon Pagenaud disputando o 9ºlugar na volta 125. Rahal voltou a tona ao tentar passar Castroneves e subir para o 3ºlugar. Na volta 132 graças a um toque no muro de Carlos Muñoz tivemos a segunda bandeira amarela da corrida. O que foi oportuno para os pilotos realizarem a segunda parada nos boxes.

Com um trabalho magnifico nos boxes o Castroneves voltou na liderança com Hildebrand, Power, Hunter-Reay e Rahal nas 5 primeiras posições. O brasileiro voltou a disputa pela vitória. Na volta 143 tivemos a relargada e Power foi para cima de Hildebrand tomando o segundo lugar do piloto da Carpenter e partindo para cima do Castroneves. Enquanto que o vencedor da prova de 2016 Josef Newgarden vai para cima de Hunter-Reay em busca não só do 5ºlugar. Mais também entrar na disputa pela prova que estava já chegando à sua metade das 300 voltas programadas. Hunter-Reay reagiu e voltou a pressionar Graham Rahal voltando a disputar o 4ºposto.

Helinho estava com meio segundo de vantagem na ponta com Power na sua cola na segunda posição, Mas a apenas 4 décimos de frente para Hildebrand que também buscava não só a posição de Power como a de Castroneves. Na volta 196 o piloto da Carpenter passa Will Power e assume o segundo lugar e quando foi atacar o líder surgi uma outra bandeira amarela provocada pelo Conor Daly que acabou batendo do mesmo jeito do que seu companheiro de equipe na bandeira amarela passada.

Os pilotos foram para a terceira parada nos boxes. Todas as trocas de pneus e reabastecimento estavam sendo feitos nas bandeiras amarelas. Castroneves voltou para a pista na frente com Power, Hunter-Reay, Hildebrand, Rahal, Kannan, Newgarden, Pagenaud e Hinchcliffe nas 9 primeiras posições, Só que o líder da corrida era Charlie Kimball que não tinha feito a parada. Ed Jones e Takuma Sato ficaram mais lentos do que de costume em bandeira amarela. Ou tiveram problemas ou tiveram que cumprir punição. Isso não sei o que aconteceu.

Relargada na volt 183 e Kimball durou muito pouco na liderança que voltou as mãos de Castroneves. Enquanto o piloto da Ganassi despencava na classificação. Mesmo com tanque vazio os seus pneus estavam gastos e isso fazia que Kimball estava com um ritmo muito pior de corrida. Na volta 189 James Hinchcliffe no meio de Tony Kannan e Charlie Kimball fez uma bela ultrapassagem ganhando 2 posições de uma só vez. Na volta 198 tivemos mais uma bandeira amarela dessa vez por causa de alguns pingos de chuva que começavam a cair no circuito de Iowa. Como não temos corridas de chuva em ovais esperaram 10 voltas para parar essa chuva que era pouca, Mas era suficiente para darem uma bandeira vermelha interrompendo a prova.

A corrida já poderia ser encerrada já que tínhamos mais de 50% da prova, Mas a pista secou e logo depois disso e com o trabalho dos carros que secam o piso do circuito os pilotos voltaram para o circuito para as últimas 91 voltas de corrida. Duas voltas depois deram a bandeira verde sobre sol no oval curto de Iowa com Castroneves na liderança com Power e Hunter-Reay seguindo o piloto Brasileiro. Newgarden foi para cima do Kannan e do Hinchcliffe e com mais desempenho em 2 voltas ele passou os dois pilotos e assumir o 7ºlugar.

Dixon foi para cima de Carpenter buscando o 12ºlugar e em uma volta acabou o Neozelandês passou o norte-americano ganhando essa posição. Pagenaud foi o próximo a passar pelo Kannan e pelo Hinchcliffe ganhando o 8ºlugar. A 70 voltas do final os pilotos iriam para uma última parada nos boxes. Na volta 237 JR Hildebrand passou Graham Rahal assumiu a 4ªposição, Mas o filho de Bobby Rahal deu o troco em cima do piloto da Carpenter voltando a posição.

Hildebrand foi o primeiro a ir para os boxes na volta 247 para a sua última parada nos boxes. A partir dai todos os pilotos foram para a parada derradeira. Na volta 253 Ed Carpenter foi para a última parada.

Hélio Castroneves foi para a parada na volta 254 e acabou por perder um tempinho na hora de sair dos boxes o que poderia fazer diferença no final. Rahal parou na volta 256. Power que assumiu a liderança depois da parada do Castroneves parou na volta 258 deixando a ponta para Simon Pagenaud que parou na volta seguinte juntamente com Scott Dixon que vinha no segundo lugar. Pasmem! Esteban Gutierrez chegou a liderar a corrida.

Depois da parada do fraco piloto Mexicano o líder passou a ser Max Chilton por ficou por uma volta na liderança e depois parou na volta 262.

Após as paradas Hildebrand e Castroneves em 3º e 4ºlugares iriam disputar a vitória. Kimball e Andretti estavam na frente, Mas teriam de fazer uma última parada nos boxes logo logo. Helinho foi com decisão para buscar a liderança e não deu outra. Na volta 269 o piloto da Penske passou Hildebrand e Andretti e assumiu a liderança. A 30 voltas do final o desempenho do carro 3 da Penske estava ótimo com a diferença entre líder aumentando cada vez mais e mais. Hildebrand em 2º, Hunter-Reay em 3º, Power em 4º e Graham Rahal segurando o 5ºlugar dos ataques do Josef Newgarden.

Castroneves usando de sua experiência junto com o melhor carro da corrida na reta final só aumentou a vantagem com ultrapassagens precisas e seguras em cima dos retardatários que vinham pela frente.

Após 3 anos sem vitória o Brasileiro conquista a sua 30ªvitória da sua carreira na Indy Car. Essa vitória selou um jejum de 43 corridas sem vitória para pilotos brasileiros. Castroneves com a vitória assumiu a vice-liderança do campeonato e sai fortalecido para a disputa do restante do campeonato. JR Hildebrand com uma bela atuação ficou em 2ºlugar e repetiu o melhor resultado dele na Categoria e seu segundo pódio na temporada. O pódio foi completado pelo Norte-americano Ryan Hunter-Reay da Andretti Autosport.

Will Power que poderia estar no pódio até mesmo disputando a vitória acabou de fora do pódio e segurando o 5ºlugar o Norte-americano Graham Rahal que conseguiu frear o avanço de Josef Newgarden que ficou em um modesto 6ºlugar não lembrando nem de longe o desempenho avassalador de 2016.

Pagenaud, Dixon que largou do 17ºlugar para chegar em 8ºlugar sendo ele o melhor Ganassi na prova. Kannan e Hinchcliffe completaram os 10 primeiros colocados. Nesse domingo teremos a prova de Toronto no Canadá. A 12ªEtapa do Mundial de Formula Indy da temporada de 2017.

Vídeo da corrida:

Resultado final – 11ªEtapa da IndyCar 2017
Iowa – 300 Voltas

pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo
1 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 1h 55:11.2807
2 J.R. Hildebrand Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet a 3.9647
3 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda a 4.5845
4 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet a 5.7403
5 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda a 10.1811
6 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet a 11.0500
7 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet a 12.2562
8 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda a 14.3653
9 Tony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara/Honda a 15.1184
10 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda a 15.8243
11 Alexander Rossi Andretti Herta Autosport Dallara/Honda a 1 Volta
12 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet a 1 Volta
13 Esteban Gutierrez Dale Coyne Racing Dallara/Honda a 1 Volta
14 Max Chilton Chip Ganassi Racing Dallara/Honda a 1 Volta
15 Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara/Honda a 2 Voltas
16 Takuma Sato Andretti Autosport Dallara/Honda a 2 Voltas
17 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda a 2 Voltas
18 Ed Jones Dale Coyne Racing Dallara/Honda a 3 Voltas
19 Conor Daly A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet a 132 Voltas-Contato
20 Carlos Munoz A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet a 170 Voltas-Contato
21 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda a 244 Voltas-Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar
Vídeo: IndyCar

Automobilismo Internacional Automobilismo Norte-americano Formula indy IndyCar 2017

Indycar 2017 – No circuito misto de Indianapolis domínio Total de Will Power

Published by:

Grid de largada:

pos Pilotos Equipe Chassis/Motor Tempo Fase
1 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 1’07.7044 Q3
2 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 1’08.1169 Q3
3 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1’08.1622 Q3
4 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’08.2454 Q3
5 Juan Pablo Montoya Team Penske Dallara/Chevrolet 1’08.2478 Q3
6 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’08.3973 Q3
7 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 1’08.4461 Q2
8 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 1’08.5735 Q2
9 Alexander Rossi Andretti Herta Dallara/Honda 1’08.5824 Q2
10 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’08.8668 Q2
11 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda 1’08.9151 Q2
12 Tony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’08.9853 Q2
13 Ed Jones Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’09.0025 Q1
14 Max Chilton Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’08.6675 Q1
15 Conor Daly A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’09.0557 Q1
16 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’08.9484 Q1
17 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’09.1777 Q1
18 Carlos Munoz A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’08.9937 Q1
19 Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’09.1796 Q1
20 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’09.0985 Q1
21 J.R. Hildebrand Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’10.9218 Q1
22 Takuma Sato Andretti Autosport Dallara/Honda 1’09.3134 Q1

Começando a programação das 500 milhas de Indianápolis com a prova no circuito misto de Indianapolis (Na pista que era usada pela Formula 1 de 2000 até 2007) Essa corrida marcou a volta de Juan Palbo Montoya que faz essa corrida e as 500 milhas de Indianápolis.

Mais uma etapa de domínio dos pilotos da Penske com Will Power na Pole position, Hélio Castroneves em 2º, Josef Newgarden em 3º, Juan Palbo Montoya em 5º e Simon Pagenaud em 7ºlugar. Entre eles Scott Dixon da Ganassi larga em 3ºlugar, Sebastien Bourdais com a Dale Coyne fazendo uma grande temporada largando em 6ºlugar. Completando os 10 primeiros lugares Ryan Hunter-Reay da Andretti, Alexander Rossi da Andretti Herta e James Hinchcliffe da Schmidt.

Na largada Power manteve a liderança com Castroneves e Dixon . Tony Kannan é tocado na primeira volta pelo Marco Andretti e acaba tendo uma roda furada fazendo o piloto da Ganassi ir para os boxes comprometendo toda a sua corrida.

Na 4ªVolta o Francês Sebastien Bourdais com problemas de motor acabou abandonando a prova. Andretti foi punido devido ao toque em Kannan e também ficou com sua corrida comprometida. O Começo de prova de Simon Pagenaud não foi bom ele caiu do 7º para o 9ºlugar.

Nas primeiras voltas Power abria diferença para Castroneves que vinha com uma vantagem razoavelmente tranquila para Dixon, Newgarden e Montoya. Nas primeiras 12, 14 voltas não tivemos muitas disputas de posições, Mas a partir que se chegava a primeira rodada de paradas nos boxes tivemos pilotos perdendo rendimento como James Hinchcliffe, Alexander Rossi e Juan Palbo Montoya no que ocasionaram a ascensão de Ryan Hunter-Reay e de Simon Pagenaud que deu uma reagida na corrida.

James Hinchcliffe foi o primeiro a parar nos boxes na 18ªVolta o que poderia obrigar um piloto a fazer até 4 paradas.  Para fazer 3 paradas os pilotos teriam que fazer 4 pernas de 21 a 22 voltas por jogo de pneus e tanque de combustível. Muñoz e Sato fizeram a parada na 20ªVolta.

Pagenaud e Pigot fizeram suas paradas na 21ªVolta o que já dava tranquilidade para se fazer as 3 paradas, Mas infelizmente o Carro de Pigot morreu na hora da saída fazendo ele perder muito tempo e várias posições. Na 22ªVolta parou Hélio Castroneves assim como Hunter-Reay e Newgarden. Na Volta seguinte parou Will Power que voltou atrás de Castroneves que assumiu a liderança.

Depois dos dois pilotos da Penske vinham Scott Dixon, Josef Newgarden e Ryan Hunter-Reay completando as 5 primeiras posições. Hélio estava próximo de colocar volta em Tony Kannan que estava nas últimas posições. No bloco de trás Spencer Pigot buscava se recuperar e passa Montoya ganhando o 11ºlugar. James Hinchcliffe pressionava a Simon Pagenaud buscando o 6ºlugar.

Quem vinha numa recuperação era o piloto da Rahal Graham Rahal que estava em 15ºlugar e deu um troco em Mikhall Aleshin que iria começar a ser uma espécie de um saco de pancadas e continuava a disputa do 6ºlugar entre Hinchcliffe e Pagenaud.

Na frente Hélio Castroneves abriu 2.5 segundos na frente de Power que vinha com tranquilos  7 segundos para Dixon que estava a 2.8 segundos a frente de Newgarden que tinha 2.4 segundos de vantagem para Hunter-Reay fechando os 5 primeiros colocados.

Pagenaud, Hinchcliffe, Daly Rossi e Chilton completavam os 10 primeiros colocados. Mais atrás Takuma Sato fazia a ultrapassagem mais bonita da corrida buscando na reta dos boxes e indo até o limite da pista de forma até arriscada em cima de Aleshin, Uma linda ultrapassagem. Alexander Rossi buscava o 8ºlugar que estava em mãos do piloto da A.J.Foyt Conor Daly.

Charlie Kimball na volta 33 parou e abandona a corrida.

Rossi acabou passando Hinchcliffe assumindo o 8ºlugar. O piloto da Schmidt estava perdendo rendimento. A Situação de Aleshin estava lamentável, Pois estava tomando ultrapassagem de todo mundo ficando muito para trás.

Hinchcliffe perdeu posições para Chilton e Pigot. Tava na cara que ele precisaria parar nos boxes. Hélio Castroneves apesar de ter 4 segundos de vantagem para Power não conseguia passar por muito tempo Tony Kannan até a volta 42.

Conor Daly parou na volta 41, Mas o carro apresentou problemas e o piloto norte-americano perdeu muito tempo e várias posições. Na volta 43 pararam Will Power, Spencer Pigot e Simon Pagenaud. Na Volta 44 pararam Scott Dixon e Alexander Rossi. Newgarden e Hunter-Reay pararam na volta 45.

Hélio Castroneves parou na volta 46 tendo 23 segundos de frente para Rahal e 28 Segundos a frente de Power. Nos boxes houve algum problema que me pareceu que a equipe não tinha colocado todo o combustível que era necessário para o piloto Brasileiro. Após  as paradas Will Power voltou a liderança com Castroneves em 2º, Dixon em 3º, Newgarden em 4º e Hunter-Reay em 5º. Graham Rahal que largou dos últimos lugares já estava em 9ºlugar.

Rahal não satisfeito com o 9ºlugar vinha para cima de Alexander Rossi em busca do 8ºlugar. Power que estava a 3.4 segundos de frente para Castroneves em poucas voltas viu a sua diferença começar a baixar para 1.5 segundos em 3 voltas enquanto que Graham Rahal realizou a ultrapassagem sobre Rossi assumindo o 8ºlugar.

O piloto da Andretti-Herta começou a ser pressionado pelo Colombiano Juan Palbo Montoya que buscava recuperar posições. Todos os pilotos da Penske estavam nas 10 primeiras posições.

Depois da apertada do Castroneves o Australiano Will Power voltou a aumentar a diferença e buscava passar Marco Andretti para colocar 1 volta no piloto da Andretti Autosport. Naquela altura do campeonato não havia disputas nas primeiras posições apenas com Juan Palbo Montoya passou Rossi e assumiu o 9ºlugar.

Na volta 61 Rossi deu o troco em Montoya retornando o 9ºlugar. Power estava com 1.4 segundos sobre Castroneves. Depois vinha Dixon, Newgarden, Hunter-Reay, Pagenaud, Chilton, Rahal, Rossi e Montoya.

Abrindo a rodada final de paradas nos boxes Newgarden e Dixon nos boxes na volta 64. Nessa mesma volta parou Montoya, Conor Daly e Hinchcliffe. Infelizmente para Newgarden ele foi penalizado com uma passagem nos boxes por ter ultrapassado o limite de velocidade. O líder da corrida Will Power foi para os boxes na volta 65 deixando a liderança para Hélio Castroneves. Pagenaud e Rossi foram para os boxes na volta 65.

O Brasileiro da Equipe Penske foi para os boxes para a última parada na 66ªVolta deixando a liderança com Graham Rahal que ficou 1 volta na liderança até ir para os boxes para sua última parada. Com isso Power voltou a liderança com Castroneves em 2º e Dixon em 3º. Hunter-Reay e Pagenaud completavam os 5 primeiros colocados. Pigot era pressionado por Montoya que queria buscar o 8ºlugar.

Na reta final de corrida o rendimento de Hélio Castroneves acabou caindo muito sendo pressionado por Scott Dixon na luta pelo segundo lugar. Mesmo com toda a luta do piloto da Penske para resistir os ataques do Neozelandês isso não adiantou e o piloto da Ganassi ganhou a segunda posição.

O Final da prova para o piloto brasileiro da Penske não foi dos melhores, Na Reta final de prova acabou perdendo o pódio quando Ryan Hunter-Reay passou Castroneves a 12 voltas do final e a 5 Voltas do final Simon Pagenaud tomou a 4ªposição.

Will Power acabou nas voltas finais apenas administrando a sua diferença confortável para Scott Dixon e conquistou a vitória na corrida no Autódromo de Indianápolis sendo assim o 5ºvencedor em 5 etapas da Formula Indy em 2017. Enquanto que Dixon levou a Chip Ganassi para o segundo lugar e Ryan Hunter-Reay completou o pódio na terceira posição.

Simon Pagenaud e Hélio Castroneves completaram os 5 primeiros colocados. 3 Penske nas 5 primeiras posições. A Se destacar a ótima corrida de Graham Rahal que se recuperou maravilhosamente bem chegando em 6ºlugar. Completaram os 10 primeiros colocados os pilotos Max Chilton em uma boa corrida com a Chip Ganassi, Alexander Rossi que faz um belo campeonato, Spencer Pigot que ganhou a batalha com o Juan Palbo Montoya ficando com o 9ºlugar e deixando o Colombiano que vai correr as 500 milhas de Indianapolis em 10ºlugar.

Resultado final da 5ªEtapa da Formula Indy
Etapa de Indianapolis – 85 Voltas

Pos. Piloto Equipe Chassis/Motor Tempo Grid
1 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 1h 42:57.6108 1
2 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 5.2830 4
3 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 12.0296 8
4 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 17.0668 7
5 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 20.6072 2
6 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 25.1039 20
7 Max Chilton Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 25.7054 14
8 Alexander Rossi Andretti Herta Dallara/Honda 29.3214 9
9 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 36.5878 16
10 Juan Pablo Montoya Team Penske Dallara/Chevrolet 41.8238 5
11 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 48.3846 3
12 Takuma Sato Andretti Autosport Dallara/Honda 56.2212 22
13 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1:02.6805 10
14 J.R. Hildebrand Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet a 1 Volta 21
15 Carlos Munoz A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet a 1 Volta 18
16 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda a 1 Volta 11
17 Conor Daly A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet a 1 Volta 15
18 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda a 1 Volta 17
19 Ed Jones Dale Coyne Racing Dallara/Honda a 1 Volta 13
20 Tony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara/Honda a 2 Voltas 12
21 Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara/Honda a 53 Voltas – Mecânico 19
22 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda a 82 Voltas – Motor 6

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Automobilismo Internacional Automobilismo Norte-americano Formula indy Fotos IndyCar 2017

Indycar no Alabama: Com Fernando Alonso visitando a Indy Josef Newgarden conquista 1ªVitória pela Penske

Published by:

Grid de largada:

pos. Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo Fase
1 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 1m06.9614s Q3
2 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 1m07.1429s Q3
3 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 1m07.3817s Q3
4 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1m07.5817s Q3
5 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 1m07.6851s Q3
6 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1m07.8710s Q3
7 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1m07.5941s Q2
8 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1m07.9467s Q2
9 Max Chilton Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1m07.9788s Q2
10 Tony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1m08.0305s Q2
11 Ed Jones Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1m08.2034s Q2
12 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1m08.2726s Q2
13 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda 1m07.5405s Q1
14 Takuma Sato Andretti Autosport Dallara/Honda 1m07.6928s Q1
15 Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1m07.7033s Q1
16 Carlos Munoz AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1m07.7007s Q1
17 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1m07.9211s Q1
18 Alexander Rossi Andretti Herta Dallara/Honda 1m07.7483s Q1
19 Zach Veach Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1m08.4681s Q1
20 Conor Daly AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1m08.0104s Q1
21 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda 1m08.0499s Q1

Terceira etapa do campeonato da Formula Indy ainda com a badalada notícia do Bicampeão nas 500 Milhas no Circuito do Alabama

Fernando Alonso o iluste convidado para a etapa do Alabama sobre um dia nublado aonde a Penske fez o que quis nos treinos com a pole position ficando com Will Power que vinha de um ano com muitíssimo azar. Hélio Castroneves em segundo, Simon Pagenaud em 3º e Newgarden em 7º. Entre Pagenaud e Newgarden estavam Scott Dixon da Chip Ganassi, Ryan Hunter-Reay da Andretti e James Hinchcliffe da Schmidt. Aleshin, Chilton e Kannan completam os 10 primeiros colocados. O piloto Zach Veach estreava em Alabama substituindo JR Hildebrand que quebrou o pulso e teve de operar sua mão almejando voltar o mais rápido possível. O Estreante larga em 19ºlugar.

Antes da Largada o Norte-Americano Marco Andretti teve problemas em seu carro e teve de ir aos boxes para resolver esses problemas. Não começa nada bem o ano do filho de Michael Andretti.

Na largada Will Power continuou na primeira posição com Hélio Castroneves em 2º. Dixon, Pagenaud, Hunter-Reay e Hinchcliffe logo a Seguir. Destaque para Tony Kannan que ganhou 2 posições na largada subindo para o 8ºlugar. No final da primeira volta Josef Newgarden passou Hinchcliffe assumindo o 6ºlugar e não satisfeito o jovem norte-americano em sua 3ªcorrida pela Penske passou Hunter-Reay passando para o 5ºlugar.

Tony Kannan tentou passar de uma vez Hunter-Reay e Hinchcliffe em uma trajetória diferente, Acabou dando errado e o Brasileiro da Chip Ganassi passou pela grama na curva 5 perdendo 2 posições para Aleshin e Sato. A posição do Japonês acabou sendo recuperada pelo piloto Brasileiro na curva seguinte. Uma peça de carro do Ryan Hunter-Reay que se soltou estava na pista o que provocou uma bandeira amarela. Nesse meio tempo o piloto da Andretti Autosport Marco Andretti largou com 4 voltas de Atraso. Hunter-Reay teve de ir aos boxes para trocar o aerofólio e indo para os últimos lugares.

Na 6ªVolta tivemos a relargada com Power continuando na liderança com Castroneves, Dixon, Pagenaud e Newgarden nos Top5. 4 deles eram da Penske com um solitário Scott Dixon com a Chip Ganassi como recheio de um bolo todo com o sabor do jeito que Roger Penske gostava. O Líder do campeonato Sebastian Bourdias vinha em uma boa 10ªposição enquanto que Graham Rahal, Zach Veach e Ed Jones pararam nos boxes buscando irem lá para a frente com uma tática diferente dos líderes.

Castroneves pressiona Power de inicio na luta pela liderança, Já Pagenaud era pressionado por Newgarden na luta pelo 4ºlugar. Já Tony Kannan passou Mikhall Aleshin passando para a 7ªposição numa corrida bem promissora do piloto Brasileiro.

Newgarden por muito pouco não conseguiu passar Pagenaud, O jovem norte-americano vinha com apetite e disposto a mostrar serviço. Power conseguiu abrir diferença para Castroneves que agora era pressionado por Dixon, Pagenaud e Newgarden. Na volta 18 Carlos Muñoz faz sua primeira parada nos boxes enquanto que Newgarden passou o campeão de 2016 Simon Pagenaud passando para o 4ºlugar, Uma evolução grande em se tratando de Alabama ganhando 3 posições em menos de 20 voltas.

Aleshin e Hunter-Reay foram para os boxes na 19ªvolta, Na Volta seguinte pararam Newgarden, Kannan e Rahal. Simon Pagenaud parou na 21ªVolta. Power com 4 segundos de vantagem para Castroneves, O piloto Australiano parou na 22ªVolta deixando a liderança para o piloto Brasileiro que para na 24ªVolta para a sua primeira parada. Dixon assumiu a liderança provando ser um piloto eficiente em poupar combustível. O Neozelandês parou na 25ªVolta.

Will Power voltou a liderança com Newgarden em segundo e Zach Veach em 3ºlugar que parou voltas depois já que ele vinha de uma tática diferente de corrida. Com isso Dixon voltaria ao 3ºlugar com Castroneves e Pagenaud completando os 5 primeiros lugares. Castroneves, Pagenaud e Hinchcliffe disputando o 4ºlugar.

Max Chilton disputa o 13ºlugar com o Colombiano Carlos Muñoz. Na Volta 32 o inglês da Chip Ganassi passa Muñoz que acaba saindo de pista e perdendo posição para Carlos Muñoz. Enquanto isso Alexander Rossi, Tony Kannan, Sebastien Bourdais e Spencer Pigot disputavam o 7ºlugar.

Scott Dixon pressiona Josef Newgarden buscando ganhar o 2ºlugar do piloto da Penske. O primeiro a parar nos boxes para a 2ªparada foi Rossi na volta 40 o que certamente faria ele fazer 3 paradas nos boxes. Dixon partiu para o ataque em cima de Newgarden. Na volta 43 o piloto da Ganassi tentou por fora sem sucesso uma ultrapassagem. Na mesma volta pararam Kannan e Hunter-Reay.

Na Volta 44 Dixon ganha o 2ºlugar pela parada do Newgarden nos boxes, Na Volta 45 o líder Will Power e o vice-lider Scott Dixon foi para os boxes. Na Volta aos boxes Power voltou na frente com Newgarden passando Dixon que voltou atrás dos piloto da Penske. Hinchcliffe, Castroneves, Kimball, Aleshin eram os 7 primeiros colocados na metade da prova.

Power é lider com 2 segundos de diferença para Newgarden que segurava posição sobre as pressões de Dixon. Já Tony Kannan era ameaçado por Alexander Rossi na disputa pelo 7ºlugar. A 35 voltas do final Newgarden e Dixon se aproximaram de Will Power que começava a ver a sua liderança ameaçada. A diferença entre os 3 era de 2 segundos de diferença.

Ao contraio dos 3 primeiros o Francês Simon Pagenaud vinha tranquilo em 4ºlugar  e sem ser ameaçado por ninguém, Mas também sem ameaçar ninguém.

Na Volta 62 Tony Kannan e Sebastian Bourdais brigavam pelo 8ºlugar quando na curva 5 o piloto da Dale Coyne passou o piloto Brasileiro que usou o Push to pass logo em seguida e recuperou a posição do piloto Francês, Um belo exemplo de como a potência extra se bem usada pode sim levar pilotos a ganharem posições.

Na volta 63 o piloto Spencer Pigot acabou com problemas parando o seu carro provocando assim uma nova bandeira amarela o que poderia mudar toda a história da corrida já que todos os pilotos iriam se juntar. O momento era propício para os pilotos fazerem a última parada nos boxes com exceção de Charlie Kimball que resolveu ficar na pista e apostar em andar rápido até a hora da parada dele (O que para mim jogava praticamente a corrida no lixo a não ser que o norte-americano voasse na pista)

Tudo bem, Mas dai caem alguns pingos de chuva o que poderia mudar tudo até mesmo a favor de Kimball. Na relargada na volta 69 com Kimball na liderança seguido de Power, Dixon e Newgarden nas 4 primeiras posições. No final da volta Newgarden passou Dixon passando para o terceiro lugar. Mal sabia que as coisas iriam mudar bem rápido em favor do piloto recém-chegado da Penske.

Na volta 76 Charlie Kimball parou para a sua parada, Logo a seguir Will Power acabou sendo comunicado pelo Rádio que teria de fazer uma parada porque seu pneu estava perdendo pressão. Na Volta 77 o piloto Australiano foi para os boxes e Newgarden assumiu a liderança a partir da 78ªVolta com Dixon e Pagenaud colado no piloto norte-americano. Mais atrás Hinchcliffe acabou perdendo posições deixando o 4ºlugar para Hélio Castroneves, Alexander Rossi completava as 5 primeiras posições fazendo mais uma ótima corrida assim como foi o caso de Long Beach.

Mesmo com toda a pressão do Neozelandês acabou mesmo Newgarden vencendo pela primeira vez pela equipe Penske e a 4ªVitória na carreira com Dixon e Pagenaud completando o pódio. Hélio Castroneves ficou em 4ºlugar com a Penske. Mas fica bem claro que dos 4 pilotos da equipe de Roger Penske ele parece ser o mais fraco dos pilotos. Alexander Rossi levou o carro da Andretti-Herta em 5ºlugar largando na 18ªposição em uma grande corrida do norte-americano.

James Hinchcliffe teve um belo desempenho, Mas acabou caindo no final ficando em 6ºlugar. Tony Kannan numa corrida de altos e baixos o piloto da Ganassi evoluiu 3 posições chegando em 7ºlugar. Completando os 10 primeiros lugares os pilotos Sebastien Bourdais que mantem a liderança do campeonato, Takuma Sato em 9º e Mikhall Aleshin em 10ºlugar.

A Se lamentar a Will Power que liderou a corrida inteira praticamente e por causa de um problema interno o Australiano que provavelmente venceria a prova acabou a prova apenas em 14ºlugar o que não é nada bom para um piloto que em 3 corridas do campeonato só teve problemas até agora. O Estreante Zach Veach acabou a prova em 19ºlugar.

Resultado final do GP do Alabama
4ªEtapa do Mundial de Formula Indy

Pos. Tempo Equipe Chassi/Motor Tempo Grid
1 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1h54m08.7076s 7
2 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1.0495s 4
3 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 2.5706s 3
4 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 11.1592s 2
5 Alexander Rossi Andretti Herta Dallara/Honda 12.0469s 18
6 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 12.5905s 6
7 Tony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 15.4105s 10
8 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 16.0651s 12
9 Takuma Sato Andretti Autosport Dallara/Honda 20.1764s 14
10 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 20.7064s 8
11 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 22.2061s 5
12 Max Chilton Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 22.9713s 9
13 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Dallara/Honda 24.3457s 21
14 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 26.3177s 1
15 Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 35.4868s 15
16 Ed Jones Dale Coyne Racing Dallara/Honda 39.5644s 11
17 Carlos Munoz AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 50.3679s 16
18 Conor Daly AJ Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 51.2029s 20
19 Zach Veach Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 56.2545s 19
20 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1 Volta 17
21 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda 3 Voltas 13

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Fenati em corrida impecável vence em Austin e entra na luta pelo campeonato

Published by:

Na Moto 3 o Italiano Romano Fenati conquistou sua primeira vitória pela equipe Marinelli Rivacold Sinpers após uma disputa com o pole position Aron Canet da Estrella Galícia. Tivemos uma primeira largada que foi interrompida após um forte acidente com o Japonês Kito Koba.

A prova passou a ter somente 12 voltas. Canet manteve a liderança na nova largada com Fenati, Di Giannantonio, Mir, Martin e Bulega logo a seguir disputando as primeiras posições. No começo o piloto Espanhol manteve firme a liderança sobre os ataques de Fenati.

Fenati ganhou o primeiro lugar de Canet que voltou a liderança e a partir dai ambos começaram a trocar ultrapassagens e disputaram a liderança da corrida até que na curva 19 no final da 4ªVolta Canet acaba caindo e a liderança cai no colo de Fenati que começou a abrir diferença para o pelotão da frente volta após volta. Só restou para Martin, Mir, Bulega, Di Giannantonio e os demais disputarem a segunda posição e um pouco mais atrás vinha o segundo pelotão formado por Enna Bastianini, John McPhee, Phillip Oettl e Juanfran Guevara que conseguiram na parte final de prova alcançarem o primeiro bloco e com isso esta mais pilotos incluídos na disputa dos dois outros lugares do pódio ainda disponíveis.

Joan Mir que estava nas primeiras posições perdeu rendimento na sua moto da Leopard e acabou sendo escalado por Bastianini, Bulega e McPhee. Dessa vez o líder do campeonato tentaria apenas salvar alguns pontos no campeonato. Jorge Martin e Fabio di Giannantonio lutavam pelo 2ºlugar. Já Romano Fenati apenas administrou nas voltas finais e conquistou uma vitória magistral em Austin com Martin em 2º e Di Giannantonio em 3º completando um belo resultado para a equipe Gresini.

Enea Bastianini marcou seus primeiros pontos pela Estrella Galicia com o 4ºlugar seguido de Nicolo Bulega da Equipe de Valentino Rossi, Juanfran Guevara da RBA, John McPhee da British Talent Team e de Joan Mir que continua na liderança do campeonato com o 8ºlugar na etapa norte-americana. Phillip Oettl e Darryn Binder (Irmão de Brad Binder) completaram os 10 primeiros lugares.

Nesse próximo domingo teremos a 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade em Jerez de la Fronteira na Espanha. A primeira corrida na Europa.

Resultado da 3ªEtapa do Mundial de Moto 3

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo Grid
1 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 27’15.841 3
2 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 4.504 5
3 21 Fabio di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 4.527 6
4 33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 4.673 7
5 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 4.968 4
6 58 Juanfran Guevara RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 5.618 13
7 17 John Mcphee British Talent Team Honda NSF250RW 5.687 9
8 36 Joan Mir Leopard Racing Honda NSF250RW 5.852 2
9 65 Philipp Oettl Südmetall Schedl GP Racing KTM RC250GP 6.594 15
10 40 Darryn Binder Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 12.709 11
11 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 13.240 14
12 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 13.285 19
13 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 13.290 21
14 23 Niccolò Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 13.412 8
15 11 Livio Loi Leopard Racing Honda NSF250RW 13.491 16
16 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 23.922 20
17 12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra MGP3O 24.347 26
18 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda NSF250RW 24.650 17
19 7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda NSF250RW 24.795 25
20 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 25.166 12
21 75 Albert Arena Mahindra Gaviota Aspar Mahindra MGP3O 26.811 22
22 6 Maria Herrera AGR Team KTM RC250GP 27.431 24
23 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 37.960 23
24 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda NSF250RW 41.408 32
25 96 Manuel Pagliani CIP Mahindra MGP3O 43.789 29
26 48 Lorenzo Dalla Porta Mahindra Gaviota Aspar Mahindra MGP3O 44.004 28
27 4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 51.071 30
28 18 Gabriel Martinez-Abrego Motomex Team Moto3 KTM RC250GP 51.438 31
24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 3 Voltas 18
44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 9 Voltas 1
27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda NSF250RW 9 Voltas 27
64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 12 Voltas 10

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 2 Moto 2 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Moto 2: Morbidelli conquista 3ªVitória da Temporada em Austin e mantém os 100% de aproveitamento

Published by:

O Ítalo-brasileiro Franco Morbidelli repetiu pela terceira vez o ritual. Conquistou a terceira vitória na temporada mantendo os 100% de aproveitamento na temporada 2017 em uma corrida relativamente disputada aonde o piloto da Marc VDS teve o controle da corrida desde de quando assumiu a liderança definitivamente.

Morbidelli manteve a liderança na largada enquanto que mais atrás o piloto Stefano Manzi que partia dos últimos lugares deu uma de louco e acabou se chocando com o Espanhol Julian Simon que substitua o Australiano Remy Gardner na Tech 3. Ambos deixaram a prova. Também deixaram a prova na primeira volta por queda os pilotos Yonny Hernandez da AGR Team e Lorenzo Baldassarri da Forward. Pasini chegou a liderar a prova por alguma curvas, Mas depois Morbidelli e Marquez passaram a liderar a prova com Morbidelli em 2º, Pasini em 3º, Nakagami em 4º e Luthi em 5º. A se destacar a impressionante largada de Luca Marini que largou do 23ºlugar para estar em 13ºlugar ao final da primeira volta. O Italiano ganhou 10 posições em uma só volta.

Na Segunda volta Luthi passou Nakagami assumindo o 4ºlugar. Enquanto que Edgar Pons acabou caindo os pilotos da Marc VDS com Alex Marquez na frente duelavam pela primeira posição que durou algumas boas voltas com ultrapassagens um no outro. Até que Alex Marquez perdesse a curva na 5ªVolta fazendo ele perder posição para Morbidelli, Luthi e Pasini ficando em 4ºlugar.

Marquez foi para cima de Pasini conseguindo fazer a ultrapassagem em cima do piloto da Italtrans para assumir o 3ºlugar. Pasini tentou buscar a recuperação, Mas acabou na volta 7 caindo na entrada da primeira curva e dessa forma saiu da disputa pelas primeiras posições. Ainda voltou a disputa, Mas nas ultimas posições sem qualquer chance de um bom resultado.

Miguel Oliveira de KTM e Dominique Aegerter com a melhorada Suter da equipe Kiefer disputavam a 5ªPosição. Franco Morbidelli liderava a prova com 8 décimos de frente para Thomas Luthi que tinha uma pequena pressão de Alex Marquez que estava mais preocupado em se defender dos ataques de Takaaki Nakagami.

A 7 Voltas do final Nakagami consegue a ultrapassagem assumindo o 3ºlugar. Momentos depois Aegerter se aproveita de um erro de Miguel Oliveira para assumir o 5ºlugar. Mais atrás teve disputa de posição envolvendo Simone Corsi, Marcel Schrotter, Xavi Vierge e mais atrás Luca Malini brigava com outros pilotos como Jorge Navarro que estava em uma boa situação até errar e perder algumas posições, brigava com piloto com Hafisz Syarhin e Xavier Simeon.

Na parte final Luthi tentou se aproximar de Morbidelli que estabeleceu uma vantagem minimamente confortável até o final. Conquistando a 3ªVitória da carreira e a 3ªVitória da Temporada sendo assim o único a fazer 75 pontos no campeonato. Thomas Luthi que pinta como o grande adversário do Italo-Brasileiro completou a 2.6 segundos do vencedor em 2ºlugar e Takaaki Nakagami completou o pódio em 3ºlugar com a Moto da Honda Team Asia.

Alex Marquez mais uma vez fica de fora do pódio com a mesma moto de Morbidelli ficando apenas em 4ºlugar. Logo atrás veio o suíço Dominique Aegeter que teve uma exibição digna de aplausos ao chegar em 5ºlugar na frente da poderosa KTM de Miguel Oliveira que levou a moto da equipe Comandada pelo Ajo ao 6ºlugar. Ricard Cardus em substituição a Brad Binder ficou em um honroso 14ºlugar.

Simone Corsi com a Speed Up, Marcel Schrotter com a Suter da Dynavolt Intact GP, Xavi Vierge que faz um belíssimo campeonato com a Tech 3 e Luca Marini que largou do 23ºlugar para chegar em 10º ganhando 13 posições completaram as 10 primeiras posições.

A Moto 2 vai voltar as pistas no dia 7 de Maio no circuito de Jerez para a 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade.

Resultado final do GP das Américas
Austin – 3ªEtapa –

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo Grid
1 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 41’20.078 1
2 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex Moto2 2.633 5
3 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 6.809 4
4 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 9.852 3
5 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 10.927 6
6 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 13.029 7
7 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF16 13.335 17
8 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Suter MMX2 13.754 11
9 97 Xavi Vierge Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 18.079 12
10 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 21.418 23
11 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 21.430 19
12 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex Moto2 21.736 16
13 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex Moto2 21.974 8
14 88 Ricard Cardus Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 24.245 10
15 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 24.863 13
16 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 28.226 15
17 32 Isaac Viñales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 28.443 22
18 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 34.767 20
19 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 37.279 26
20 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 37.530 28
21 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 38.953 24
22 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 43.720 2
23 11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 51.515 9
24 47 Axel Bassani Speed Up Racing Speed Up SF16 1’07.841 30
25 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’08.137 27
57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 17 Voltas 25
7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex Moto2 20 Voltas 14
68 Yonny Hernandez AGR Team Kalex Moto2 20 Voltas 18
60 Julian Simon Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 20 Voltas 21
62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 20 Voltas 29

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP