Sauber deixa a cena para a entrada da Alfa Romeo

A Sauber depois de uma recuperação  em 2018 ficando em uma respeitável e digna 8ªposição e com a revelação do ano Charles Leclerc (que foi contratado pela Ferrari para essa temporada) A Sauber acabou saindo de cena para a entrada definitiva da Alfa Romeo que já era parceira da equipe Suíça desde do ano passado. Se por um lado se enterra uma história, Uma outra histórica equipe volta a cena definitivamente. Desde de 1985 a Alfa Romeo estava fora da Formula 1 como equipe.

A Alfa Romeo fez os dois primeiros campeões do Mundo: Em 1950 com Giuseppe Farina e em 1951 com Juan Manuel Fangio. Depois acabou sendo fornecedora de Motor entre o final da década de 70 até a década de 80 e Voltando como equipe de 1979 até 1985, Mas não tendo o mesmo sucesso dos anos 50 a Alfa Romeo se retirou da categoria por quase 30 anos, Até a sua volta em 2018 ao fazer parceria com a Sauber. No dia 14 de Fevereiro, Kimi Raikkonen com uma pintura provisória com o Trevo de 4 folhas em forma de coração, em relação ao dia de São Valentin.

Mas a pintura oficial só foi revelada na manhã primeiro dia dos testes de pré-temporada. Essa pintura tem muita diferença em relação ao ano passado. O que mudou foi o logotipo da Alfa Romeo que ficou bem maior do que antes e a mudança de pilotos. Esse ano a dupla de Pilotos será formada pelo Finlandês Kimi Raikkonen e o Italiano Antonio Giovinazzi. (A Itália voltando a ter um piloto desde do ano de 2011 quando teve Jarno Trulli da Lotus como o seu último representante) Se espera-se muito da equipe nessa temporada, Tendo o campeão de 2007 em um dos carros e um jovem talentoso piloto que figurou muito bem na GP2 em 2016. Fez 2 corridas na Formula 1 pela Sauber em 2016. Além de ter um bom orçamento para essa temporada e de uma boa equipe Técnica para o desenvolvimento do carro ao decorrer do ano.

Fotos:

Dados técnico

Chassi: C38 – Monocoque composto de Fibra de carbono
Suspensão dianteiro: Triângulo, mola interna e amortecedor acionados por tirantes
Suspensão traseira: Multilink, mola interna e elementos amortecedores atuados por tirantes
Freios: Pinças de freio da Brembo de 6 pistões, composto de carbono e discos e pastilhas (Carbon Industries)
Transmissão: caixa de câmbio feita de carbono com câmbio rápido de 8 marchas + Marcha Reversa da Ferrari, montada longitudinalmente, embreagem também é composta de carbono
Eletrônica do chassi (CE): MÊS
ERS: Ferrari
Volante: Alfa Romeo Racing
Pneus: Pirelli
Rodas: OZ Racing

Dimensões e peso

Comprimento: 5,500 mm
Largura:2.000 mm
Altura (sem câmera T): 950 mm
Largura da trilha, frente: 1,650 mm
Largura da trilha, traseira: 1.550 mm
Peso: mínimo de 743kg incluindo motorista e Sem o Combustivel

Motor: Ferrari 064
Configuração: 6 Cilíndros – Ângulo de 90 °
Deslocamento: 1.600 cc
Válvulas:4 por cilindro (24 no Total)
Rotações máxima: 15.000 rpm
Carregamento turbo: Único turbo
Fluxo Máximo de Combustível: 100 kg / h
Capacidade máxima de combustível:110 kg
Injeção: 500 bar – direto

Sistema ERS

Energia da bateria (por volta): 4 MJ
Potência de MGU-K: 120 kW
Rotações máximas de MGU-K: 50.000 rpm
Rotações máximas de MGU-H: 120.000 rpm

Pilotos:

7. Kimi Raikkonen (Finlândia)
99. Antonio Giovinazzi (Itália)

Patrocinadores: Alfa Romeo, Carrera, Richard Mille, Axitea, Claro, Singha Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Sauber

Racing Point acrescenta o Azul com o Rosa e apresenta em Toronto o RP19

SportPesa Racing Point BWT é o nome da Racing Point para a temporada de 2019. Ao contraio dos boatos, A BWT manteve a parceria com a Racing Point e vai para o 3ºano com o Rosa em seu carro. Ainda terá acrescentado o Azul com o patrocinador da SportPesa, Um site de apostas com operações na África. (Quênia, Tanzânia, África do Sul) e na Europa (Na Ilha de Man e no Reino Unido)

O Lançamento do carro foi realizada no Canadian International AutoShow em Toronto hoje.

Vídeo do Evento:

A Racing Point ainda terá uma parceira com a JCB, A Empresa vai ter um importante papel no desenvolvimento da Racing Point ao fornecer maquinas para ajudar na construção da nova fábrica de última geração. A Equipe também terá Ferramentas elétricas e Roupas de Trabalho da empresa.

Expectativas dos seus dois pilotos:

Lance Stroll: Eu sempre almejo alto, então quero que sejamos competitivos desde o começo. É muito cedo para saber como nos comparamos com as outras equipes, mas aqui, hoje, acredito que devemos lutar por pontos em todas as corridas. Meu objetivo é voltar ao pódio em 2019 também.

Sergio Perez: Estou muito animado com este novo capítulo e pronto para o desafio à minha frente. O início de uma nova temporada é sempre excitante e depois de alguns meses longe da pista, você só quer entrar no carro novo o mais rápido possível. É sempre uma nova oportunidade para mostrar o que essa equipe é capaz de fazer, especialmente com todos 100% focados em melhorar o carro. É um novo nome de equipe, mas ainda estou trabalhando com as mesmas pessoas e passamos 5 anos juntos agora. Eles me ajudaram a melhorar como piloto e desfrutamos de bons momentos no passado. O potencial para o futuro é o que me entusiasma é o potencial para o Futuro.

Os pilotos serão o Mexicano Sergio Perez (Em sua 6ªTemporada seguida se contamos os anos de Force India) e o Canadense Lance Stroll. No ano passado juntando os pontos da Force India, A Racing Point marcou 111 pontos. Porém apenas 52 pontos valeram na classificação do Mundial de Construtores, O que deu o 7ºlugar no Mundial de Construtores. Em 2017 e 2016 a Force India obteve o 4ºlugar no Construtores.

Ficha Técnica do Carro:

Chassis: RP19 Monocoque composto de fibra de carbono com painéis laterais anti-intrusão de legalidade Zylon.
Suspensão: feitos de alumínio com triângulos compósitos de fibra de carbono, trackrod e pushrod. Molas de torção montadas no chassi, amortecedores e montagem da barra estabilizadora.
Rodas: BBS (Dianteiras: 13 ”x 13.7” –  Traseiras: 13 ”x 16.9”)
Embreagem : AP Racing
Pneus: Pirelli P Zero
Sistema de Travagem: Pinças de freio 920E e no projeto de casa freio pelo sistema de arame com discos de fibra de carbono e almofadas
Largura Total: 2000mm
Comprimento Total : 5600mm
Peso Total: 743kg (incluindo motorista e excluindo combustível) Distribuição de peso entre 45,4% e 46,4%
Motor: Mercedes-AMG F1 M10 EQ Potência + Turbo 1.6L v6 carregado + sistema de recuperação de energia
Transmissão: Mercedes com 8 Marchas, semi-automática
Diretor Técnico: Andrew Green

Pilotos:
11. Sergio Perez (México)
18. Lance Stroll (Canadá)

Patrocinadores: BWT, SportPesa, JCB, Hackett, Claro, NEC, Acronis UNIVA, Telcel

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Racing Point

Force India mostra seu carro – o primeiro da nova era da Formula 1

Dia 22 de Janeiro de 2014 o mundo da Formula 1 viu a primeira imagem do que será a temporada de 2014 para os carros. A Force India para a surpresa geral anunciou o layout do carro para 2014, Já da para ver as mudanças nesse carro em relação a 2013, como o bico mais baixo, Novas entradas de ar para os motores Turbo e pequenas e sutis modificações na Asa Traseira.

Comparação entre os dois carros:

2013

VJM06_Fi42014

1509912_10152096484377936_1515523710_n

Os pilotos da Force India em 2014 serão Nico Hulkenberg e Sergio Perez, O lançamento do Carro da Mclaren vai ser feito no dia 24 de Janeiro.

Fotos: Force India
Texto: Deivison da Conceição da Silva