Classificação – Q1

Os dois pilotos da Yamaha eram os favoritos para as duas vagas na parte inicial da Classificação. Que normalmente seria fácil a Classificação acabou virando um calvário para Valentino Rossi.

Principalmente porque Takaagi Nakagami da LCR Honda, Franco Morbidelli da Marc VDS e Johann Zarco da Tech 3 entraram nessa mesma disputa desde da primeira volta. O que era problema para Rossi acabou não sendo problema para Viñales que marcou uma grande volta, 4 décimos a frente do Morbidelli.

Ao final da primeira parte do Q1 os classificados eram Viñales e Morbidelli. Com Nakagami, Zarco e Rossi logo atrás. O Doutor vinha a 6 décimos de Viñales e a 4 décimos de Morbidelli. Mesmo com o ruim desempenho da Yamaha no ano, O piloto espanhol vinha fazendo o seu papel no Q1.

A 4 minutos do final os pilotos foram para a segunda e derradeira tentativa. A 1 minuto e meio do Final, Bradley Smith faz um bom terceiro tempo, Mas teve sua volta cancelada. Quem não teve sua volta cancelada foi Zarco que ficou a muito pouco de colocar sua moto na segunda posição. Bandeirada dada. Viñales não conseguiu melhorar seu tempo. Mas o 1:47.825 foi o suficiente para deixar ele classificado em primeiro lugar.

Zarco tentou uma última volta a acabou errando no último setor, E quando tudo parecia que Franco Morbidelli iria levar a segunda vaga, Ai veio Takaagi Nakagami com seu 1:47.946 e acabar por levar essa vaga ao Q2 para a LCR Honda. Já Valentino Rossi terminou seu calvário do dia em 8ºlugar. O que faz o piloto da Yamaha largar em 18ºlugar, Fechando a 6ªfila e atrás de Bradley Smith e Karel Abraham. A Fase do piloto Italiano não é uma das melhores da sua carreira. Jordi Torres que faz sua estreia, No lugar de Esteve Rabat (Que se recupera do acidente grave que ele teve na não corrida em Silverstone) vai largar em último.

Classificação do Q1:

Pos Piloto Equipe Equipe Tempo
1 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’47.823
2 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’47.946
3 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’48.009
4 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’48.052
5 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’48.181
6 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’48.216
7 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’48.398
8 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’48.627
9 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’48.975
10 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’48.988
11 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’49.303
12 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’49.699
13 81 Jordi Torres Reale Avintia Racing Ducati 1’50.336

Disputa incrível pela pole position, Na primeira tentativa dos 12 pilotos no Q2, Marquez sobrou, Marcando um tempo bem superior ao tempo dos outros pilotos, Com 1:46.974. Faltando 10 minutos para o final, Lorenzo marcou o segundo tempo.

Marquez continuou na luta e acabou mais ainda seu tempo, Porém a concorrência chegou perto do tempo da Formiga Atômica. Lorenzo vinha em 2º a 124 milésimos de Marquez, Cal Crutchlow em 3º e  Andrea Dovizioso em 4ºlugar. Os pilotos mais rápidos e os únicos vencedores de prova da temporada 2018. Andrea Iannone vinha a 209 milésimos da pole. Na metade do treino.

Estavam nos boxes, Miller já foi para a segunda tentativa a 6 minutos do final do Q2. Os outros pilotos saíram 1 minuto depois, Era a hora de definir a pole position. Na primeira tentativa, Ninguém melhorou sua marca, Todos frustraram as expectativas dos espectadores que estavam vendo a Classificação.

A Volta final poderia reservar outra volta ruim dos pilotos, O que resultaria em uma pole de Marquez, Mas foi essa a volta que Dovizioso, Marquez e Lorenzo vinham melhorar seu tempos. O Vencedor da prova passada 1:46.895 e ficou com a pole por alguns segundos, Até que Lorenzo marcou 1:46.881 e levou a 3ªPole Seguida, Com 14 milésimos de vantagem para seu companheiro de equipe. A primeira fila vai ser completado pelo Formiga Atômica. Marquez leva a Honda para o 3ºlugar.

A Segunda Fila será composta pelo Inglês Cal Crutchlow da LCR Honda, que apesar da queda só recuou 1 posição a posição que ele tinha antes da queda no final da classificação. Andrea Iannone, Levando a Suzuki a 2ªFila com o 5ºlugar e Dani Pedrosa com a segunda moto da Honda Repsol.

Danilo Petrucci da Pramac Ducati abre a 3ªFila e terá a companhia de Alvaro Bautista da Angel Nieto Team e de Alex Rins com a outra Suzuki. Completando os 12 primeiros colocado vão largar Jack Miller com a moto da Pramac Ducati de 2017, Takaagi Nakagami com a LCR Honda e Johann Zarco, O piloto da Tech 3 foi beneficiado pelas punições de Marevick Viñales, e de Franco Morbidelli.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada – Mundial de Motovelocidade
GP de Aragón – Moto GP

Pos Piloto Equipe Equipe Tempo Fase
1 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’46.881 Q2
2 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’46.895 Q2
3 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’46.960 Q2
4 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’47.146 Q2
5 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’47.169 Q2
6 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’47.224 Q2
7 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’47.351 Q2
8 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’47.678 Q2
9 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’47.737 Q2
10 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’47.792 Q2
11 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’48.284 Q2
12 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’48.052 Q1
13 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’48.181 Q1
14 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’47.810 Q2
15 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’48.216 Q1
16 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’48.398 Q1
17 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’48.627 Q1
18 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’48.975 Q1
19 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’48.009 Q1
20 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’48.988 Q1
21 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’49.303 Q1
22 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’49.699 Q1
23 81 Jordi Torres Reale Avintia Racing Ducati 1’50.336 Q1

No Domingo, Tivemos um dia quente em Aragón. Um problema, Já que o desgaste dos pneus iria ser alto. Mas alguns pilotos como Zarco, Rossi arriscaram colocar uma composição de pneus mais macios. Enquanto que Dovizioso optou por pneus mais duros. Marquez optou por um pneu mais macio atrás e mais duro na frente.

Marquez larga melhor que Lorenzo e toma a liderança nos primeiros metros da prova, Na entrada da primeira curva, Lorenzo perde o controle da sua Ducati e acaba sendo injetado da Moto, Deixando a prova logo no começo da prova. 2 curvas depois, Marquez perdeu a ponta para Andrea Dovizioso que vinha embalado de vitória em 2 das últimas 3 corridas. Iannone, Rins, Pedrosa, Aleix Espargaró completa os 6 primeiros colocados.

A Largada do piloto da Aprilla foi fantástica, Subindo do 13º para o 6ºlugar. Na segunda volta Aleix passou Dani Pedrosa e assumiu o 5ºlugar.

Logo no começo da prova, Os dois pilotos da Suzuki não só vinham muito bem em 3º e 4ºlugar, (alternando posições na 3ªVolta) Como também vinham acompanhando o ritmo dos dois primeiros lugares. O Espanhol Alvaro Bautista acabou caindo na curva 14 da segunda volta quando vinha em uma boa 8ªposição.

Mais atrás, Valentino Rossi vinha fazendo uma grande corrida, O Doutor vinha em 11ºlugar e se aproximando de Johann Zarco. No Começo da 5ªVolta, O Inglês Cal Crutchlow da LCR Honda se juntou a turma dos pilotos que abandonaram a corrida, Após uma queda na entrada da primeira curva.

Pedrosa chegou a passar Iannone, Por algumas curvas o piloto da Repsol lutou com o piloto da Suzuki, Que conseguiu voltar ao 4ºlugar. Já Valentino Rossi em 5 voltas passou da 17ª para a 9ªposição. Enquanto o Doutor subia, O Francês Johann Zarco vinha em 10º, Sofrendo pressão de Bradley Smith com KTM, Takaaki Nakagami da LCR Honda e de Franco Morbidelli da Marc VDS.

Lá na Frente, Marquez estudava Dovizioso enquanto poupava os pneus, Mas precisava ficar com o olho em Rins, que vinha logo atrás de Marquez tentando tomar a 2ªposição. O Desempenho da Suzuki estava muito bom. Também a se elogiar o desempenho da Aprilla de Aleix Espargaró, Que vinha disputando o 5ºlugar com Dani Pedrosa. Já a Honda vinha muito mal. Rossi era o melhor dos pilotos da Fabrica Japonês em 9ºlugar. Viñales vinha em 13º e Zarco caiu para o 14ºlugar.

Marquez e Dovizioso se distanciaram de Rins e Iannone e a Formiga Atômica foi para cima de Dovizioso. A 10 voltas do final, Marquez em uma manobra arriscada e audaciosa ultrapassou Andrea Dovizioso para assumir a liderança. Porém, Dovi não iria desistir tão fácil. A 8 Voltas do final, O Italiano e o Espanhol trocavam de ultrapassagens, Até que o piloto da Ducati voltou a liderança.

Marquez viu que iria ter mais trabalho do que ele pensou que tivesse e voltou a brigar com Dovizioso. Nisso eles começaram a ver Andrea Iannone chegar na disputa, Levando por ele o Espanhol Alex Rins que acabou superado pelo companheiro de equipe.

A 5 Voltas do Final. Marquez foi para o ataque e novamente na curva 12 ele ultrapassa Dovizioso que dá o troco 2 curvas depois levando seu adversário quase ficando pra fora da pista. Nessa briga quem se aproveitou foi Iannone, Que chegou a pular para a ponta, Mas Dovizioso e Marquez acabaram na reta oposta voltando aos 2 primeiros lugares.

Na entrada da antepenúltima volta, Marquez passou  para a liderança, Dovizioso tentou um contra-ataque, Mas o Espanhol segurou a liderança e depois ganhou uma pequena vantagem para garantir a vitória. Depois de 3 provas seguidas em 2ºlugar, Marquez conquista a 6ªvitória em 2018 e abre 72 pontos de frente para Andrea Dovizioso, Que chegou em 2ºlugar. Com os resultados a 5 provas do final, Marquez se ficar em 4ºlugar em todas as provas ele garante o pentacampeonato.

O pódio ficou com o Italiano Andrea Iannone. Foi uma grande corrida tanto dele como de Alex Rins que chegou ao 4ºlugar. A Suzuki deu uma moto muito bem acertada para Aragón. Iannone levou seu terceiro pódio de 2018. Dani Pedrosa realizou sua penúltima prova na Espanha de sua carreira e fez uma boa corrida, Terminando em 5ºlugar. A frente de Aleix
Espargaró. O piloto da Aprilla fez sua melhor prova em 2018 e levou a moto da equipe Gresini ao 6ºlugar. Danilo Petrucci ficou longe dos pilotos da Ducati oficial, Acabou em 7ºlugar numa prova burocrática.

Valentino Rossi tirou leite de pedra de uma moto ruim. A Yamaha precisa definitivamente esquecer a temporada 2018, Com 23 provas sem vitória a fábrica Japonesa chega a seu maior jejum de vitórias no Mundial de Motovelocidade. (Última vitória foi com Valentino Rossi no GP da Holanda de 2017) Jack Miller chegou em 9ºlugar com a moto de 2017 da Ducati e completando os 10 primeiros colocados chegou o Espanhol Marevick Viñales. Mais uma vez o piloto Espanhol não acertou sua largada e fez um começo lamentável, Reagindo no final. Porém, Acabou sendo mais uma corrida para se esquecer (Como é um ano para se esquecer para Viñales).

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Grid de largada – Mundial de Motovelocidade
GP de Aragón – Moto GP

Pos Piloto Equipe Equipe Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 41’55.949
2 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 0.648
3 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 1.259
4 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 2.638
5 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 5.274
6 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 9.396
7 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 14.285
8 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 15.199
9 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 16.375
10 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 22.457
11 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 27.025
12 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 27.957
13 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 28.821
14 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 32.345
15 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 37.639
16 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 39.585
17 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 40.763
18 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 56.296
19 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 58.981
20 81 Jordi Torres Reale Avintia Racing Ducati a 59.513
35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 19 Voltas
19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 22 Voltas
99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati a 23 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

MotoGP em Silverstone: Dovizioso leva Ducati a vitória inesperada e fumo na moto de Marquez dá a italiano a liderança do campeonato

No Q1 acabou tendo um domínio de Jonas Folger e principalmente de Dani Pedrosa que ficaram com as 2 vagas da fase final do Treino oficial. Apesar do belíssimo trabalho de Alex Rins que colocou o Andrea Iannone no bolso. Alias o piloto italiano da Suzuki perdeu sua melhor volta por ultrapassar os limites da pista na curva 4 ficando com o 5ºlugar do Q1 com a sua última volta que ele deu e que acabou sendo a melhor volta delas. A Decepção do Q1 foi Danilo Petrucci que acabou caindo no inicio do treino e não conseguiu chegar perto da disputa pelos dois primeiros lugares. O piloto da Pramac vai largar em 18ºlugar.

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 2’00.830
2 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 2’01.162
3 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 2’01.285
4 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 2’01.340
5 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 2’01.567
6 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 2’01.669
7 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 2’01.672
8 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 2’01.770
9 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 2’02.017
10 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 2’02.037
11 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 2’02.185
12 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 2’02.211
13 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 2’02.787

Q2

Na Frase final do treino Marc Marquez acabou sobrando. De cara na sua primeira volta ele coloca 4 décimos de frente para Crutchlow que antes da metade dos 15 minutos do Q2 acabou superado em Milésimos pelo Espanhol Marevick Viñales. Os pilotos que foram para o Q2 Jonas Folger e Dani Pedrosa estavam muito bem colocados em 4º e 5ºLugares respectivamente com Zarco na 6ªposição.

Na parte final do Treino Pol Espargaró sofreu um acidente forte e acabou deixando o treino com apenas danos materiais da sua KTM, No final Marquez mais uma vez colocou os cronômetros para baixo e foi o único a superar a barreira dos 2 minutos. Com 1:59.941 a Formiga Atômica garantiu mais uma pole position na sua carreira.

Valentino Rossi que estava em 8ºlugar na sua primeira tentativa de volta subiu muito de produção na sua volta final e garantiu a segunda posição. E a Torcida inglesa ficou feliz com Cal Crutculow que garantiu o 3ºlugar fechando a primeira fila do grid de largada. O piloto da LCR Honda sonha sim com uma possivel primeira vitória na sua casa. Na segunda fila largam Marevick Viñales com a Yamaha, Jorge Lorenzo com a primeira Ducati do Grid e Andrea Dovizioso que esta na vice-liderança do campeonato a 17 pontos de Marc Marquez. Pedrosa que veio do Q1 larga em 7º com Johann Zarco da Tech 3 na 8ªposição.

Aleix Espargaró com a Aprilla fecha a terceira fila mostrando um belo desempenho com a moto Italiana, assim como Pol Espargaró que mesmo com a queda no final só pelo fato de se colocar no Q2 com a moto Austríaca já é um belo feito para uma moto em desenvolvimento. Jonas Folger acabou ficando apenas com o 10ºlugar e Scott Redding (Também piloto da Casa) Não teve um bom desempenho no Q2, Larga em 12º fechando a 4ªFila do Grid de Largada.

Grid de Largada do GP da Inglaterra do Mundial de Motovelocidade
12ªEtapa – MotoGP

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 1’59.941
2 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 2’00.025
3 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V 2’00.106
4 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 2’00.341
5 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 2’00.399
6 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 2’00.572
7 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 2’00.578
8 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 2’00.622
9 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 2’00.764
10 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 2’00.829
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 2’01.378
12 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 2’01.994
13 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 2’01.285
14 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 2’01.340
15 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 2’01.567
16 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 2’01.669
17 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 2’01.672
18 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 2’01.770
19 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 2’02.017
20 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 2’02.037
21 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 2’02.185
22 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 2’02.211
23 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 2’02.787

Em um lindo dia de sol na Ilha da Magia tivemos uma grande e disputada corrida em Silverstone. Um fato lamentável foi o violento acidente de Jonas Folger que teve sua moto voando bem alto a 300km/h. O piloto Alemão teve de ir para o Hospital, Não foi constatada nenhuma lesão, Mas acabou não correndo por não ter sido autorizado pelos médicos.

Na Largada Valentino Rossi pulou melhor que Marc Marquez e assumiu a liderança. Marquez, Crutchlow, Viñales, Lorenzo, Dovizioso, Pedrosa, Pol Espargaró e Zarco vinham logo a seguir. De começo Rossi começou a abrir diferença para os demais pilotos, Na terceira volta Viñales acabou ultrapassando Marquez assumindo o segundo lugar. De começo a Yamaha estava melhor que as outras motos, Mas nada do que outras marcas poderiam sonhar com a vitória dependendo do decorrer da prova.

No começo da 2ªVolta Dovizioso passou Lorenzo assumindo a 5ªposição e começou sua corrida tática com a Ducati. Passou também a Crutchlow e já estava em 4ºlugar depois da 4 volta e já vinha na rabeta da Moto do Marc Marquez. Na 6ªVolta ocorreu a ultrapassagem que rendeu ao italiano a terceira posição.

A partir dai tivemos por algumas voltas os pilotos se estudando até que mais atrás Johann Zarco passa Dani Pedrosa e ganha o 7ºlugar na 9ªVolta ao mesmo tempo Crutchlow foi para cima de Marquez. O piloto da LCR Honda buscava um grande resultado na sua casa.

Dovizioso passou Viñales na metade da prova assumindo a segunda posição, Viñales tentou voltar a 2ªposição, Mas o italiano manteve a calma não permitiu que o Espanhol voltasse pra cima de Dovi. Na volta seguinte foi a vez de Marquez passar Viñales e de tomar o pódio do piloto da Yamaha e assumir o terceiro lugar.

Rossi ainda na liderança estava vendo aos poucos Dovizioso e a sua turma se aproximarem da disputa. A 7 Voltas do final a Honda de Marc Marquez fez fumaça em plena reta o que fez o espanhol deixar a prova e naquele momento ele perderia a liderança do campeonato para o piloto da Ducati que partiu para cima de Rossi de Forma definitiva.

Rossi procurou mostrar força e resistir ao Dovizioso que estava achando o momento para passar o Doutor que liderou a corrida inteira. A 3 voltas do final com sua Ducati se aproveitando da potência da sua moto e acabou passando Rossi e assumindo a liderança e abrindo a vantagem. Valentino tentou retornar a liderança, Mas Viñales acabou tomando o segundo lugar do Rossi que teve nas voltas finais Cal Crutchlow na sua cola, doido para ir para o pódio na sua casa.

Mais atrás Iannone mais uma vez caiu e levou com ele o italiano Danilo Petrucci. Não sei até quando a paciência da Suzuki vai durar com o Piloto Italiano.

Andrea Dovizioso levou a sua Ducati até a bandeirada e conquistou a 4ªVitória no ano sendo agora o maior vencedor de 2017 e assumindo a liderança do campeonato novamente, Dois décimos depois de Dovizioso Viñales tentou uma aproximação no final, Mas já não havia mais tempo e o Espanhol teve de se contentar com o segundo lugar e Valentino Rossi que liderou mais de 85% da prova acabou segurando o 3ºlugar dos ataques do dono da casa Cal Crutchlow que ficou certamente frustrado por não ter subido ao pódio.

Jorge Lorenzo fez uma corrida apenas correta e discreta ficou em 5ºlugar ainda não chegando a disputar vitórias com a Ducati enquanto ele ver Dovizioso derepente sendo campeão em 2017. O que se pode chamar de o Mico do ano a contratação do Gladiador do asfalto que era para ser o primeiro piloto e justamente o piloto que ninguém dava nada vai lá e é o cara da Ducati na briga pelo título.

Johann Zarco Termina em 6ºlugar com sua Tech 3 na frente do Dani Pedrosa com a única moto Oficial da Honda que sobrou na pista ficou em 7ºlugar. Scott Redding teve uma corrida muito feliz com sua Ducati de 2016 da Pramac chegando em uma respeitável 8ªposição. Alex Rins com a Suzuki que parece ter um piloto de juízo (E o Iannone não é esse piloto) leva a Moto da equipe Ecstar ao 9ºlugar e Alvaro Bautista completou as 10 primeiras posições com a Ducati da Aspar Martinez.

Pol Espargaró chamou a atenção depois da bandeira quando ele acabou a corrida em 11ºlugar com a KTM, Logo depois da chegada ele acabou caindo da sua moto, uma coisa bem rara de acontecer de bater ou cair após terminar a prova como foi nesse caso. O Desempregado Esteve Rabat completou a prova em 12ºlugar com a Marc VDS. Abraham, Barbera e Baz completaram a zona de pontuação. No dia 10 de Setembro será realizada a 13ªEtapa do Mundial de motovelocidade no Circuito de Mizano. o GP de San Marino abre o terço final do campeonato com 5 pilotos na disputa pelo título da temporada de 2017 da MotoGP.

Resultado final do GP da Inglaterra do Mundial de motovelocidade
12ªEtapa – MotoGP – 20 Voltas

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 40’45.496
2 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 a 0.114
3 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 a 0.749
4 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V a 1.679
5 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 a 3.508
6 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 a 7.001
7 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V a 10.944
8 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 a 13.627
9 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR a 15.661
10 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 a 25.279
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 30.336
12 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V a 31.609
13 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 a 31.945
14 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 a 33.567
15 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 a 33.901
16 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V a 43.012
17 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 48.683
41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP a 2 Voltas
9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 a 3 Voltas
29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR a 3 Voltas
93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V a 7 Voltas
22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP a 15 Voltas
94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 Não correu

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Marquez conquista pole e vitória em Brno em tática acertada em troca de motos. *12+1 Sempre!

Prova de Classificação

Q1:

Na primeira parte da classificação destaque para o belo desempenho de Alex Rins que mesmo ficando a 1 posição da vaga para o Q2 acabou colocando um temporal no seu companheiro de equipe. O Fraquíssimo Andrea Iannone que larga do 20ºlugar, 7 posições atrás de Rins.

As vagas para o Q2 ficaram com os pilotos Danilo Petrucci que em sua volta final não perdeu a calma e conseguiu pular do 5º para a 1ºposição e de Alvaro Bautista da Aspar Martinez comandando o Domínio da Ducati na primeira parte do treino. O piloto espanhol superou Rins por apenas 6 milésimos de segundo travando um duelo em particular com o piloto da Suzuki.

Jonas Folger com uma Moto que teoricamente teria de lutar pela classificação e que conseguiu ficar na liderança até o final do Q1 acabou não passando do 14ºlugar. A Nova canenagem da Ducati Desmosedici 17 acabou funcionando para a moto atualizada de Petrucci. Ao contraio do seu companheiro de equipe que acabou sendo o último colocado.

Q2:

No Q2 um treino aonde os pilotos da Honda Repsol deram as cartas literalmente no treino. No primeiro momento de Marquez um susto quando ele por pouco não perde o controle da sua moto e acaba por abortar sua primeira volta. A segunda volta do líder do campeonato não foi boa deixando Marquez em 12º enquanto que Dani Pedrosa faz o melhor tempo com Lorenzo em segundo. Apenas na terceira tentativa Marquez fez um belo tempo se colocando na segunda posição.

Mas a Formiga atômica estava com dificuldades em segurar a moto, Dava a impressão que ela não estava bem acertada. O que espantava é que os pilotos da Honda tinham meio segundo sobre o terceiro colocado que não era mais Lorenzo já que o seu tempo foi anulado deixando o tricampeão do mundo para o último lugar dos participantes do Q2.

Lorenzo partiu para a pista para recuperar a sua volta perdida. Outros pilotos a menos de 5 minutos para o final fizeram o mesmo já para buscarem a pole, Mas era bem difícil que a Honda perdesse as 2 primeiras posições. Lorenzo começava muito bem sua volta com uma parcial mais baixa do que a de Pedrosa, Mas a segunda parcial já não é muito boa e já não possibilitava do espanhol buscar a pole, Ao contraio de Marquez e Rossi que vinham baixando os seus respectivos tempos.

Marquez fez 1:54.981 e Rossi 1:55.073 e assumiram as duas primeiras posições, Rebaixando Pedrosa para o 3ºlugar. Dovizioso em um treino sem chamar muita atenção faz uma volta boa e fica com a quarta posição. Em sua tentativa final Pedrosa baixou seu tempo, Porém o 1:55.113 não foi o suficiente para fazer a dobradinha com o Marquez nas duas primeiras posições.

Marquez conquista mais uma pole position com Valentino Rossi conseguindo furar o domínio dos pilotos da Honda largando em 2ºlugar e Pedrosa largando em 3º. Dovizioso que é um dos postulantes ao título larga em 4º com Crutchlow que caiu no final deixando de melhorar sua posição no grid (Chegou a ficar em 3ºlugar) e Lorenzo que ainda buscou a 6ªposição após ter seu tempo anulado.

Marevick Viñales em um treino apagado larga em 7º com a Yamaha com Danilo Petrucci e Alvaro Bautista vindos do Q1 e fazendo um bom papel no Q2 largando respectivamente em 8º e 9ºlugar. Completando os 12 primeiros o Francês Johann Zarco com a Tech 3 Yamaha, Aleix Espargaró com a Aprilla e Loris Baz que levou supreendentemente a Avintia Ducati de 2015 para o Q2 de Maneira direta

Grid de largada do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Brno

pos. piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 1’54.981
2 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’55.073
3 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 1’55.119
4 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1’55.441
5 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V 1’55.489
6 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1’55.552
7 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’55.663
8 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 1’55.738
9 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 1’56.027
10 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 1’56.075
11 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 1’56.355
12 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 1’56.624
13 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’56.460
14 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 1’56.540
15 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 1’56.543
16 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 1’56.685
17 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 1’56.786
18 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’57.034
19 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’57.042
20 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’57.245
21 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 1’57.288
22 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 1’57.465
23 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 1’57.517

A prova da moto GP ela foi declarada sobre chuva e em uma pista muito complicada em Brno. 24 Horas antes tinha feito sol na classificação.

Na largada Marquez manteve a primeira posição com uma grande largada de Jorge Lorenzo que pulou do 6º para o 2ºlugar, Dovizioso estava em 3º seguido por Pedrosa, Rossi e Viñales nas 6 primeiras posições. O piloto da Ducati na primeira parte da primeira volta foi para cima de Marquez e conquistou a ultrapassagem assumindo a liderança. Algo impressionante para um piloto que não tem uma grande habilidade em correr com pista molhada.

Mesmo com uma chuva caindo durante a moto 2 a pista já dava sinais que ela estava seca. Enquanto Lorenzo disparava na liderança os pilotos da Honda Repsol despencavam com Pedrosa caindo para o 6ºlugar e Marquez caindo para o 9ºlugar. Visto a queda do seu desenho repentina Marquez vai para os boxes trocar de moto assim como fez Pol Espargaró.

Na 3ªVolta Um acidente pra lá de bizarro entre Aleix Espargaró e Andrea Iannone que acabou sendo como consequência a queda de Iannone nos boxes o que acabou fazendo o italiano perder muito tempo. Scott Redding e Jonas Folger foram para a parada nos boxes.

Logo se percebia que quem optou pela tática de parar o mais rápido possível tinha acertado na estratégia. Na 4ªVolta Rossi passa Lorenzo e vai para a ponta. Enquanto Lorenzo foi para os boxes e levou com ele vários pilotos como Danilo Petrucci, Marevick Viñales e Dani Pedrosa. Todos eles voltaram atrás de Marquez. Naquela altura da corrida apenas Rossi, Dovizioso e Zarco não tinham trocado de moto.

Na 6ªVolta Rossi e Dovi foram trocar suas motos enquanto Zarco permanecia na pista assumindo a liderança que durou meia volta já que Marquez passou como quis o piloto da Tech 3 e sem esperar parada de ninguém assumiu definitivamente a liderança da prova com Aleix Espargaró em segundo a mais de 15 segundos atrás da Formiga atômica com Scott Redding em 3º e Karel Abraham em 4º. Pedrosa estava em 5º, Viñales em 10ºlugar, Rossi e Dovizioso estavam em 13º e 14ºlugares respectivamente atrás de Pol Espargaró. Jorge Lorenzo caiu para o 19ºlugar.

A corrida estava absolutamente nas mãos de Marc Marquez e as emoções ficavam com as recuperações dos outros postulantes a disputa pelo título de 2017.

Dani Pedrosa se livrou com certa facilidade de Abraham (piloto da casa) de Redding e de Espargaró (Aprilla) e assumiu a segunda posição e foi embora enquanto os outros disputavam o 3ºlugar com exceção de Abraram que ficou pelo caminho, Em compensação Cal Crutculow e Danilo Petrucci entraram nessa disputa e travaram um interessante duelo pelo 3ºlugar. Aleix Espargaró resistiu até aonde deu, Mas acabou aos poucos sendo superado e sendo ultrapassado pelo pelotão.

Rossi e Dovizioso estavam em 9º e 10ºlugares a 9 voltas do final da corrida. Viñales já vinha em 5º logo atrás de Crutchlow buscando a 4ªposição enquanto que Redding tentou segurar Rossi que em um lance Genial deixou não só o piloto Inglês da Pramac como o piloto da Aspar Martinez que restou na corrida Karel Abraham subindo para o 6ºlugar. Dovizioso ficou um pouco mais atrás e se separou de Rossi na corrida. Bautista acabou caindo voltas antes lá atrás disputando posição com Jorge Lorenzo.

Mais a frente Viñales ao passar Crutchlow e depois ao passar Petrucci acabou por assumir o terceiro lugar. Depois disso o piloto da LCR Honda superou Petrucci assumindo o 4ºlugar.

A 5 voltas do final Rossi foi para o ataque em cima de Petrucci e ganhou o 5ºlugar do piloto da Pramac. Nas voltas finais tivemos duas disputas de posição: Rossi tentando ganhar o 4ºlugar de Crutchlow e Dovizioso buscando ganhar o 6ºlugar de Petrucci.

A 2 Voltas do final o piloto oficial da Ducati superou o piloto da Pramac. Na volta final apesar do esforço de Crutchlow acabou Rossi tomando o 4ºlugar. Lá na frente Marquez levou a sua Honda para a vitória mais tranquila que ele teve certamente nos últimos 2 anos e a mais tranquila na temporada. Vitória essa decidida também muito pelo momento certo de trocarem a Moto na hora certa.

Dani Pedrosa completou a dobradinha ficando em segundo lugar e em terceiro lugar numa bela prova de recuperação ficou com Marevick Viñales com a Yamaha. Mas a recuperação do Dia ficou com Valentino Rossi que chegou a ocupar o 13ºlugar depois da parada e foi recuperando brilhantemente para completar em 4ºlugar deixando um esforçado Cal Crutchlow com sua LCR Honda em 5ºlugar.

Andrea Dovizioso com o sexto lugar em uma bela prova de recuperação continua na disputa do campeonato representando bem a Ducati contrastando com a prova de Jorge Lorenzo que começou muito bem e acabou depois da parada fazendo uma corrida apagada ficando apenas em 15ºlugar fechando melancolicamente a zona de pontuação. O mesmo caso aconteceu na Pramac com Danilo Petrucci fazendo uma bela corrida ficando em 7ºlugar enquanto que Scott Redding que se aproveitou muito bem das paradas chegando a ficar em 3ºlugar, mas caiu muito e acabou ficando em 16ºlugar ficando de fora da zona de pontuação.

Aleix Espargaró ficou em 8ºlugar com a Aprilla em uma prova aonde ele fez o possível para ficar nas primeiras posições com as deficiências da sua moto italiana. Seu irmão Pol Espargaró acabou se destacando com a KTM colocando a Moto Austríaca em 9ºlugar e Jonas Folger com a tech 3 fechou os 10 primeiros colocados.

Alex Rins com a Suzuki fez uma corrida honesta ficando em 11ºlugar, Johann Zarco ficou em 12ºlugar em mais um dia ruim para o Francês que vem acumulando sequência de três provas ruins de resultados. Karem Abraham que chegou a ficar em 4ºlugar acabou caindo na classificação. Mesmo assim segurou o 13ºlugar a frente de Jack Miller e Jorge Lorenzo.

Nesse domingo teremos a 11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade no Circuito de Spielberg na Áustria aonde as Ducati devem ser a favoritas a vencerem a prova.

Resultado Final do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Brno

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 44’15.974
2 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 12.438
3 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 18.135
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 20.466
5 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V 20.892
6 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 23.259
7 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 24.079
8 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 30.559
9 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 30.754
10 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 33.236
11 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 33.290
12 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 34.595
13 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 34.697
14 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 38.062
15 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 40.100
16 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 44.376
17 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 45.454
18 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 53.976
19 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’23.346
20 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 a 1 Volta
38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 2 Voltas
76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 a 7 Voltas
19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 a 10 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Dovizioso leva todo mundo no bolso e conquista a pole sob pista molhada

O Italiano Andrea Dovizioso acabou dando uma rasteira em todos os favoritos em Sepang e levou a pole position no circuito Malaio que teve um dia de chuva desde do 4ºTreino livre até a parte final da classificação.

No Q1 Cal Crutchlow era o favorito a essa fase do Treino e o piloto da LCR Honda não decepcionou e garantiu sua passagem para o Q2 com facilidade colocando 1 segundo e 3 décimos de frente para o segundo colocado que foi Loris Baz que foi uma surpresa já que ele tem a moto Ducati de 2014 da equipe Avintia superando as motos da Tech 3 de Bradley Smith, As Pramac Ducati de 2016 de Danilo Petrucci que ficou em 5ºlugar e de Scott Redding que ficou num decepcionante 8ºlugar atrás até do Japonês Hiroshi Aoyama que não tirou todo o potencial da Honda HRC ficando apenas com o 6ºlugar.

motovelocidade_sepang_2016sab-21

Classificação no Q1:

1 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 2’11.591
2 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 2’12.884
3 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 2’12.898
4 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 2’12.907
5 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 2’13.776
6 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 2’13.850
7 7 Hiroshi Aoyama (Repsol Honda Team Honda) 2’14.179
8 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 2’14.433
9 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 2’14.769
10 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 2’14.786
11 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 2’15.894

motovelocidade_sepang_2016sab-20

Já no Q2 enfrentando o tempo difícil se esperava que a disputa fosse ficar entre Crutchlow, Rossi e Marquez pela pole position isso levando em conta os desempenhos deles em Chuva, Mas desde do começo com a pista com um trilho seco o espanhol Jorge Lorenzo sempre foi muito bem durante todo o treinamento enquanto que Marquez sofria com dificuldades em acertar uma volta no treino e Crutchlow que tinha se saído tão bem no Q1 acabou prejudicando o seu treinamento.

motovelocidade_sepang_2016sab-19

Mas todos eles esqueceram de Andrea Dovizioso que marcou 2:11.485 e ninguém conseguiu alcançar o piloto da Ducati que conquistou a pole de número 5 da sua carreira mantendo a boa fase na sequência asiática da MotoGP (2º no Japão e 4º na Austrália) no final de temporada. Valentino Rossi no final do treino aos 37 anos marcou o segundo tempo superando o tempo de Jorge Lorenzo que fecha a primeira fila.

motovelocidade_sepang_2016sab-17

Marc Marquez não teve um grande dia de treinamentos colocando a Honda HRC da Repsol na 4ªposição conquistado no final do treino assim como o Inglês Cal Crutchlow que venceu a prova no domingo passado em Phillip Island se recuperou conseguindo o 5ºlugar no grid de largada. De Volta depois do acidente em Motegi Andrea Iannone faz um bom trabalho largando em 6ºlugar fechando a segunda fila, Na terceira fila largam os dois pilotos da Suzuki com Aleix Espargaró na frente de Marevick Viñales.

motovelocidade_sepang_2016sab-23

Fechando a terceira fila o Espanhol Alvaro Bautista que vem muito bem com a moto da Aprilla que já vem tendo um desempenho melhor a cada corrida e o piloto também vem em grande fase. (Em 2017 ele esta confirmado a Aspar Martinez em 2017) Loriz Baz em grande treino larga completando os 10 primeiros colocados que tem Pol Espargaró e Hector Barberá completou os 12 primeiros colocados.

motovelocidade_sepang_2016sab-16

Grid de largada do Mundial de Motovelocidade
MotoGP – GP da Malásia

1 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 2’11.485
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 2’11.731
3 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 2’11.787
4 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 2’11.874
5 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 2’12.558
6 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) 2’12.598
7 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 2’12.869
8 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 2’12.981
9 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 2’13.325
10 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) 2’13.452
11 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 2’13.707
12 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 2’13.973
13 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 2’12.898
14 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 2’12.907
15 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 2’13.776
16 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 2’13.850
17 7 Hiroshi Aoyama (Repsol Honda Team Honda) 2’14.179
18 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 2’14.433
19 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 2’14.769
20 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) 2’14.786
21 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 2’15.894

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Cal Crutchlow aproveita queda de Marquez e vence em Phillip Island

O inglês Cal Crutchlow em grande fase na MotoGP após largar em 2ºlugar e aproveitando a queda de Marc Marquez conquistou uma grande vitória no circuito Australiano de Phillip Island.

Na largada Marquez continuou na liderança com Espargaró na segunda posição largando muito bem com sua Tech 3 e depois vinham Espargaró e Crutchlow, Na segunda volta o piloto da LCR Honda passou o piloto da Suzuki e partiu para cima de Pol Espargaró assim como o seu irmão Aleix Espargaró. Já mais atrás Rossi começava a sua recuperação partindo do 15ºlugar e engolindo um a um em 4 voltas o piloto da Yamaha já estava em 7ºlugar e indo para cima de Danilo Petrucci que estava bem na 6ªposição com sua Ducati Pramac.

motogp_australia_2016dom-11

Enquanto Marquez disparava na frente Crutchlow para tomar o segundo lugar de Pol e tinha por perto o Aleix na disputa e que chegou a tomar o 2ºlugar passando tanto ao inglês como ao seu irmão que perdeu as 2 posições caindo para o 4ºlugar, Depois disso Crutchlow superou o piloto da Suzuki e assumindo de vez o 2ºlugar na 6ªVolta.

Rossi foi cada vez mais e mais avançando superando na 8ªVolta a Pol Espargaró e na volta posterior a Andrea Dovizioso já se colocando em 4ªlugar e da forma que ele estava sem dúvida iria buscar Aleix Espargaró e Cal Crutchlow buscando o 2ºlugar e quem sabe vim a tentar tirar a vitória de Marc Marquez que já conquistou o campeonato de 2016 da MotoGP.

Na 10ªVolta na curva 4 Marquez perde o controle da Honda e cai pela segunda vez na temporada e pela primeira vez a Formiga atômica não pode voltar a corrida pois a moto acabou capotando algumas vezes deixando ela destruída. Com isso tudo o Inglês Cal Crutchlow assumiu a liderança que poderia ser bem frágil e principalmente com a ultrapassagem de Rossi para cima de Aleix Espargaró assumindo o 2ºlugar, A partir dai Rossi começaria a tentar tirar essa diferença para o piloto da LCR Honda.

motogp_australia_2016dom-10

Mas com o decorrer das voltas Crutchlow aumentava essa diferença sobre Rossi volta após volta, Na parte final de prova duas disputas agitaram a corrida: A primeira delas era a disputa entre Aleix Espargaró, Andrea Dovizioso e Marevick Viñales que veio do 14ºlugar no grid de largada para buscar um lugar no pódio numa incrível recuperação e mais atrás uma enorme briga pela 8ªPosiçao entre os pilotos Danilo Petrucci, Scott Redding, Nicky Hayden, Jack Miller, Stefan Bradl e Hector Barberá.

motogp_australia_2016dom-2

A menos de 5 Voltas do final Aleix Espargaró acabou caindo a tentar defender o 3ºlugar e deixou a corrida, O seu companheiro de equipe Marevick Viñales ultrapassou ao Italiano Andrea Dovizioso da Ducati e assumiu um lugar no pódio. Mais atrás os pilotos Hector Barberá e Nicky Hayden acabaram caindo nas voltas finais. (Sendo no caso do piloto Norte-americano que teve um bom final de semana acabou ele caindo após chocar-se no piloto de casa Jack Miller da Marc VDS ainda voltando para tentar salvar algum ponto no final de prova)

motogp_australia_2016dom-5

Crutchlow levou a LCR Honda até a bandeirada para a 2ªVitória da temporada e da carreira na MotoGP em grande fase desde da sua primeira vitória no GP da República Tcheca e isso para um piloto que estava para encerrar a carreira ao final dessa temporada. Valentino Rossi fez uma corrida monumental após largar do 15ºlugar em um treino desastroso o velho de 37 anos mostrou todo o seu talento para levar a Yamaha para um merecidíssimo 2ºlugar.

motogp_australia_2016dom-7

Seu futuro companheiro de equipe Maverick Viñales com a Suzuki leva mais um pódio na temporada e se consolida na 4ªposição no mundial de pilotos após ter largado do 14ªlugar, Andrea Dovizioso fazendo mais uma boa corrida com a Ducati de 2016 em 4ºlugar com Pol Espargaró com a Tech 3 tendo feito um grande inicio de corrida chegando a ocupar o 2ºlugar, Mas acabou perdendo rendimento e o piloto espanhol acabou com a 5ªposição.

Jorge Lorenzo fez uma recuperação bem meia boca com a moto da Yamaha após largar do 12ºlugar e apesar de completar o GP da Austrália na 6ªposição foi uma corrida sem emoção do piloto espanhol que fica dessa forma cada vez mais longe do vice-campeonato que agora esta muito nas mãos de Valentino Rossi que só precisa chegar na frente de Lorenzo em Sepang para consolidar o 2ºlugar no mundial de pilotos.

motogp_australia_2016dom

Scott Redding levou a melhor nessa disputa pelo 7ºlugar com a Ducati 2015 da Pramac que teve um bom dia em Phillip Island com Danilo Petrucci alcançou o 9ºlugar atrás de Bradley Smith com a segunda Tech 3 em um ano sofrível do piloto Inglês. O Dono da cada Jack Miller não teve um dia glorioso e ficou apenas em 10ºlugar o que é compreensível pela moto que ele tem, Mas acaba sendo frustrante pelo 5ºlugar que ele conquistou no grid de largada.

Stefan Bradl e Alvaro Bautista levaram a Aprilla a mais um resultado modesto nos pontos, Yoony Hernandez e Eugene Laverty com a Ducati de 2014 da Aspar Martinez e o Australiano Mike Jones completou a zona de pontuação em 15ºlugar. Nicky Hayden que fez um bom final de semana ficou em uma imerecida 17ªposição devido a Queda. A penúltima etapa do campeonato vai acontecer em Sepang no Próximo Domingo.

motogp_australia_2016dom-1

Resultado Final da 16ªEtapa do Mundial de motovelocidade
GP da Austrália – Phillip Island – MotoGP

1 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 40’48.543 – 27 Voltas
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 4.218
3 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 5.309
4 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 9.157
5 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 14.299
6 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 20.125
7 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 28.369
8 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 28.781
9 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 28.792
10 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 28.815
11 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 31.809
12 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 47.734
13 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 47.749
14 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 54.311
15 7 Mike Jones (Avintia Racing Ducati) a 55.875
16 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 1’06.395
17 69 Nicky Hayden (Repsol Honda Team Honda) a 1’22.604

Não terminaram a corrida:

8 Hector Barbera (Ducati Team Ducati) a 3 Voltas
41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 5 Voltas
93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 18 Voltas
76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 27 Volta