Portal Sportszone » Blog Archives

Tag Archives: Brno

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Marquez conquista pole e vitória em Brno em tática acertada em troca de motos. *12+1 Sempre!

Published by:

Prova de Classificação

Q1:

Na primeira parte da classificação destaque para o belo desempenho de Alex Rins que mesmo ficando a 1 posição da vaga para o Q2 acabou colocando um temporal no seu companheiro de equipe. O Fraquíssimo Andrea Iannone que larga do 20ºlugar, 7 posições atrás de Rins.

As vagas para o Q2 ficaram com os pilotos Danilo Petrucci que em sua volta final não perdeu a calma e conseguiu pular do 5º para a 1ºposição e de Alvaro Bautista da Aspar Martinez comandando o Domínio da Ducati na primeira parte do treino. O piloto espanhol superou Rins por apenas 6 milésimos de segundo travando um duelo em particular com o piloto da Suzuki.

Jonas Folger com uma Moto que teoricamente teria de lutar pela classificação e que conseguiu ficar na liderança até o final do Q1 acabou não passando do 14ºlugar. A Nova canenagem da Ducati Desmosedici 17 acabou funcionando para a moto atualizada de Petrucci. Ao contraio do seu companheiro de equipe que acabou sendo o último colocado.

Q2:

No Q2 um treino aonde os pilotos da Honda Repsol deram as cartas literalmente no treino. No primeiro momento de Marquez um susto quando ele por pouco não perde o controle da sua moto e acaba por abortar sua primeira volta. A segunda volta do líder do campeonato não foi boa deixando Marquez em 12º enquanto que Dani Pedrosa faz o melhor tempo com Lorenzo em segundo. Apenas na terceira tentativa Marquez fez um belo tempo se colocando na segunda posição.

Mas a Formiga atômica estava com dificuldades em segurar a moto, Dava a impressão que ela não estava bem acertada. O que espantava é que os pilotos da Honda tinham meio segundo sobre o terceiro colocado que não era mais Lorenzo já que o seu tempo foi anulado deixando o tricampeão do mundo para o último lugar dos participantes do Q2.

Lorenzo partiu para a pista para recuperar a sua volta perdida. Outros pilotos a menos de 5 minutos para o final fizeram o mesmo já para buscarem a pole, Mas era bem difícil que a Honda perdesse as 2 primeiras posições. Lorenzo começava muito bem sua volta com uma parcial mais baixa do que a de Pedrosa, Mas a segunda parcial já não é muito boa e já não possibilitava do espanhol buscar a pole, Ao contraio de Marquez e Rossi que vinham baixando os seus respectivos tempos.

Marquez fez 1:54.981 e Rossi 1:55.073 e assumiram as duas primeiras posições, Rebaixando Pedrosa para o 3ºlugar. Dovizioso em um treino sem chamar muita atenção faz uma volta boa e fica com a quarta posição. Em sua tentativa final Pedrosa baixou seu tempo, Porém o 1:55.113 não foi o suficiente para fazer a dobradinha com o Marquez nas duas primeiras posições.

Marquez conquista mais uma pole position com Valentino Rossi conseguindo furar o domínio dos pilotos da Honda largando em 2ºlugar e Pedrosa largando em 3º. Dovizioso que é um dos postulantes ao título larga em 4º com Crutchlow que caiu no final deixando de melhorar sua posição no grid (Chegou a ficar em 3ºlugar) e Lorenzo que ainda buscou a 6ªposição após ter seu tempo anulado.

Marevick Viñales em um treino apagado larga em 7º com a Yamaha com Danilo Petrucci e Alvaro Bautista vindos do Q1 e fazendo um bom papel no Q2 largando respectivamente em 8º e 9ºlugar. Completando os 12 primeiros o Francês Johann Zarco com a Tech 3 Yamaha, Aleix Espargaró com a Aprilla e Loris Baz que levou supreendentemente a Avintia Ducati de 2015 para o Q2 de Maneira direta

Grid de largada do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Brno

pos. piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 1’54.981
2 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’55.073
3 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 1’55.119
4 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1’55.441
5 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V 1’55.489
6 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1’55.552
7 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’55.663
8 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 1’55.738
9 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 1’56.027
10 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 1’56.075
11 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 1’56.355
12 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 1’56.624
13 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’56.460
14 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 1’56.540
15 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 1’56.543
16 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 1’56.685
17 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 1’56.786
18 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’57.034
19 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’57.042
20 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’57.245
21 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 1’57.288
22 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 1’57.465
23 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 1’57.517

A prova da moto GP ela foi declarada sobre chuva e em uma pista muito complicada em Brno. 24 Horas antes tinha feito sol na classificação.

Na largada Marquez manteve a primeira posição com uma grande largada de Jorge Lorenzo que pulou do 6º para o 2ºlugar, Dovizioso estava em 3º seguido por Pedrosa, Rossi e Viñales nas 6 primeiras posições. O piloto da Ducati na primeira parte da primeira volta foi para cima de Marquez e conquistou a ultrapassagem assumindo a liderança. Algo impressionante para um piloto que não tem uma grande habilidade em correr com pista molhada.

Mesmo com uma chuva caindo durante a moto 2 a pista já dava sinais que ela estava seca. Enquanto Lorenzo disparava na liderança os pilotos da Honda Repsol despencavam com Pedrosa caindo para o 6ºlugar e Marquez caindo para o 9ºlugar. Visto a queda do seu desenho repentina Marquez vai para os boxes trocar de moto assim como fez Pol Espargaró.

Na 3ªVolta Um acidente pra lá de bizarro entre Aleix Espargaró e Andrea Iannone que acabou sendo como consequência a queda de Iannone nos boxes o que acabou fazendo o italiano perder muito tempo. Scott Redding e Jonas Folger foram para a parada nos boxes.

Logo se percebia que quem optou pela tática de parar o mais rápido possível tinha acertado na estratégia. Na 4ªVolta Rossi passa Lorenzo e vai para a ponta. Enquanto Lorenzo foi para os boxes e levou com ele vários pilotos como Danilo Petrucci, Marevick Viñales e Dani Pedrosa. Todos eles voltaram atrás de Marquez. Naquela altura da corrida apenas Rossi, Dovizioso e Zarco não tinham trocado de moto.

Na 6ªVolta Rossi e Dovi foram trocar suas motos enquanto Zarco permanecia na pista assumindo a liderança que durou meia volta já que Marquez passou como quis o piloto da Tech 3 e sem esperar parada de ninguém assumiu definitivamente a liderança da prova com Aleix Espargaró em segundo a mais de 15 segundos atrás da Formiga atômica com Scott Redding em 3º e Karel Abraham em 4º. Pedrosa estava em 5º, Viñales em 10ºlugar, Rossi e Dovizioso estavam em 13º e 14ºlugares respectivamente atrás de Pol Espargaró. Jorge Lorenzo caiu para o 19ºlugar.

A corrida estava absolutamente nas mãos de Marc Marquez e as emoções ficavam com as recuperações dos outros postulantes a disputa pelo título de 2017.

Dani Pedrosa se livrou com certa facilidade de Abraham (piloto da casa) de Redding e de Espargaró (Aprilla) e assumiu a segunda posição e foi embora enquanto os outros disputavam o 3ºlugar com exceção de Abraram que ficou pelo caminho, Em compensação Cal Crutculow e Danilo Petrucci entraram nessa disputa e travaram um interessante duelo pelo 3ºlugar. Aleix Espargaró resistiu até aonde deu, Mas acabou aos poucos sendo superado e sendo ultrapassado pelo pelotão.

Rossi e Dovizioso estavam em 9º e 10ºlugares a 9 voltas do final da corrida. Viñales já vinha em 5º logo atrás de Crutchlow buscando a 4ªposição enquanto que Redding tentou segurar Rossi que em um lance Genial deixou não só o piloto Inglês da Pramac como o piloto da Aspar Martinez que restou na corrida Karel Abraham subindo para o 6ºlugar. Dovizioso ficou um pouco mais atrás e se separou de Rossi na corrida. Bautista acabou caindo voltas antes lá atrás disputando posição com Jorge Lorenzo.

Mais a frente Viñales ao passar Crutchlow e depois ao passar Petrucci acabou por assumir o terceiro lugar. Depois disso o piloto da LCR Honda superou Petrucci assumindo o 4ºlugar.

A 5 voltas do final Rossi foi para o ataque em cima de Petrucci e ganhou o 5ºlugar do piloto da Pramac. Nas voltas finais tivemos duas disputas de posição: Rossi tentando ganhar o 4ºlugar de Crutchlow e Dovizioso buscando ganhar o 6ºlugar de Petrucci.

A 2 Voltas do final o piloto oficial da Ducati superou o piloto da Pramac. Na volta final apesar do esforço de Crutchlow acabou Rossi tomando o 4ºlugar. Lá na frente Marquez levou a sua Honda para a vitória mais tranquila que ele teve certamente nos últimos 2 anos e a mais tranquila na temporada. Vitória essa decidida também muito pelo momento certo de trocarem a Moto na hora certa.

Dani Pedrosa completou a dobradinha ficando em segundo lugar e em terceiro lugar numa bela prova de recuperação ficou com Marevick Viñales com a Yamaha. Mas a recuperação do Dia ficou com Valentino Rossi que chegou a ocupar o 13ºlugar depois da parada e foi recuperando brilhantemente para completar em 4ºlugar deixando um esforçado Cal Crutchlow com sua LCR Honda em 5ºlugar.

Andrea Dovizioso com o sexto lugar em uma bela prova de recuperação continua na disputa do campeonato representando bem a Ducati contrastando com a prova de Jorge Lorenzo que começou muito bem e acabou depois da parada fazendo uma corrida apagada ficando apenas em 15ºlugar fechando melancolicamente a zona de pontuação. O mesmo caso aconteceu na Pramac com Danilo Petrucci fazendo uma bela corrida ficando em 7ºlugar enquanto que Scott Redding que se aproveitou muito bem das paradas chegando a ficar em 3ºlugar, mas caiu muito e acabou ficando em 16ºlugar ficando de fora da zona de pontuação.

Aleix Espargaró ficou em 8ºlugar com a Aprilla em uma prova aonde ele fez o possível para ficar nas primeiras posições com as deficiências da sua moto italiana. Seu irmão Pol Espargaró acabou se destacando com a KTM colocando a Moto Austríaca em 9ºlugar e Jonas Folger com a tech 3 fechou os 10 primeiros colocados.

Alex Rins com a Suzuki fez uma corrida honesta ficando em 11ºlugar, Johann Zarco ficou em 12ºlugar em mais um dia ruim para o Francês que vem acumulando sequência de três provas ruins de resultados. Karem Abraham que chegou a ficar em 4ºlugar acabou caindo na classificação. Mesmo assim segurou o 13ºlugar a frente de Jack Miller e Jorge Lorenzo.

Nesse domingo teremos a 11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade no Circuito de Spielberg na Áustria aonde as Ducati devem ser a favoritas a vencerem a prova.

Resultado Final do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Brno

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 44’15.974
2 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 12.438
3 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 18.135
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 20.466
5 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V 20.892
6 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 23.259
7 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 24.079
8 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 30.559
9 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 30.754
10 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 33.236
11 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 33.290
12 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 34.595
13 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 34.697
14 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 38.062
15 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 40.100
16 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 44.376
17 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 45.454
18 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 53.976
19 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’23.346
20 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 a 1 Volta
38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 2 Voltas
76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 a 7 Voltas
19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 a 10 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Fotos Moto 2 Moto 2 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Sob pista em condições difíceis Luthi parte do 12ºlugar para a vitória e deixa campeonato em aberto

Published by:

A classificação do Sábado

Mattia Pasini acabou dominando a maior parte do Treino e conquistou a pole position diante das tentativas de Franco Morbidelli de tomar a pole do piloto da Italtrans. Desde do começo do Treino quando Pasini fez o melhor tempo os outros tentaram melhorar a marca, Alguns acabaram indo para o chão perdendo a parte da frente da Carenagem como Sandro Cortese e Nagashima que tiveram que voltar aos boxes para reconstrução da Moto.

Morbidelli, Navarro e Oliveira chegaram mais perto de destronar Pasini no começo do Treino, Na metade do treino estavam se destacando Jorge Navarro em 3º que vinha em franca evolução com a Moto da Equipe Gresini e Brad Binder que já alcançava os Top 10 do treino oficial com o 8ºtempo ajudado também pelo vácuo que ele pegou de Miguel Oliveira.

Já Thomas Luthi não vinha nada bem estando apenas em 10ºlugar e Takaagi Nakagami também não vinha em um bom dia com a 12ªmarca a 15 minutos do final. Na parte final do Treino Miguel Oliveira tomou o segundo lugar do Morbidelli, Mas ficou a 32 milésimos da pole position que acabou ficando com Pasini com o tempo que ele fez no começo do treinamento de 2:02.611 (Primeira pole do piloto de 31 anos desde do GP da Austrália de 2007 na categoria 125cc. Miguel Oliveira com sua KTM e Franco Morbidelli o líder do campeonato largam na primeira fila em 2º e 3ºlugares respectivamente.

A Segunda Fila é formada por Francesco Bagnaia que no final do treino passou para a 4ªposição superando ao promissor Jorge Navarro que vem chegando cada vez mais perto da disputa pelos primeiros lugares a cada prova que ele participa. Alex Marquez completa a 2ªfila com sua Moto da Estrella Galícia/Marc VDS. Fechando os 10 primeiros colocados vieram os pilotos Luca Marini, Sandro Cortese que se recuperou da queda no começo da classificação para alinhar sua Suter da Dynavolt Intact GP na 8ªposição, Brad Binder que vem também em evolução visível na 9ªposição e Fábio Quartararo que busca ainda se firmar na Moto 2.

Thomas Luthi acabou tendo uma classificação decepcionante e larga apenas em 11ºlugar, Já Takaagi Nakagami foi mais desapontador ainda com o 15ºtempo. Por incrível que pareça atrás de Khairul Idham Pawi que colocou sua moto de número 89 na 13ªposição em uma bela classificação. Xavi Vierge voltando a Moto 2 depois de se recuperar de um acidente larga em 18ºlugar e Joe Roberts que substitui a Yonny Hernandez na AGR Team larga em 31ºlugar a frente apenas de Karel Hanika que corre como convidado nesse final de semana.

Grid de largada do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Brno

pos. piloto Equipe Moto Tempo
1 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 2’02.611
2 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 2’02.643
3 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 2’02.661
4 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 2’02.686
5 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 2’02.742
6 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 2’02.965
7 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 2’02.990
8 11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 2’03.048
9 41 Brad Binder Speed Up Racing Speed Up SF7 2’03.052
10 40 Fabio Quartararo Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 2’03.062
11 12 Thomas Luthi Pons HP40 Kalex Moto2 2’03.148
12 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF7 2’03.214
13 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 2’03.242
14 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 2’03.316
15 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 2’03.491
16 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 2’03.604
17 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 2’03.612
18 97 Xavi Vierge Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 2’03.632
19 7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex Moto2 2’03.739
20 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 2’03.746
21 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 2’03.788
22 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 2’03.804
23 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 2’03.899
24 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 2’04.117
25 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex Moto2 2’04.267
26 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 2’04.294
27 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up SF7 2’04.366
28 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter MMX2 2’04.417
29 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 2’04.424
30 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 2’04.645
31 20 Joe Roberts AGR Team Kalex Moto2 2’04.774
32 98 Karel Hanika Willirace Team Kalex Moto2 2’04.862

No Domíngo quando se via o grid com o líder do campeonato Franco Morbidelli largando da primeira fila com Thomas Luthi largando do 12ºlugar se imaginaria que o piloto da Marc VDS iria aumentar sua distância na liderança do campeonato e não uma reviravolta tão grande como aconteceu no domingo.

A pista estava ainda meio úmida, Mas tinha condições para ter corrida com pista seca. Pasini largou bem, Mas que pulou melhor ainda e tomou a liderança com Miguel Oliveira com sua KTM. Pasini, Bagnaia, Morbidelli, Marquez e Brad Binder vinham logo a seguir. Na Metade da primeira volta Pasini recuperou a ponta da corrida.

O piloto português a partir dai foi em menos de 1 volta foi escalado na classificação pelo Francesco Bagnaia e pelo Ítalo-Brasileiro Franco Morbidelli caindo para o 4ºlugar. Mais atrás Thomas Luthi começava a sua luta para recuperar posições.

Morbidelli passou Bagnaia e partiu para cima do líder Mattia Pasini enquanto que o piloto da SKY VR46 acabou ficando para Oliveira que voltas depois conseguiu a ultrapassagem sobre o piloto italiano. Luthi passou Jorge Navarro e Luca Larini subindo para o 8ºlugar.

Na Volta seguinte Luthi passou pelo Espanhol Xavi Vierge subindo para o 7ºlugar, Enquanto isso quase Morbidelli foi pego no contra pé pelo Oliveira que acabou por muito pouco não tomando a 2ªposição. Na 8ªVolta Morbidelli passou Pasini e assumiu a liderança. Ao mesmo tempo começou a chover e a bandeira vermelha foi acionada junto com a queda de Sandro Cortese. A corrida foi paralisada e os pilotos voltaram para os boxes.

Depois disso a direção de prova determinou uma nova corrida com apenas 6 voltas com as posições do Grid de acordo com a classificação da volta 6 da primeira parte de corrida. O Grid seria formado dessa Forma: Pasini, Morbidelli, Oliveira, Bagnaia, Marquez, Binder, Vierge, Luthi, Marini, Navarro, Cortese e Syarhin os 12 primeiros do Grid, Mas sem a certeza de Cortese conseguir largar para o Grid após os danos na sua moto após a queda que ele teve.

Na Largada da nova corrida Thomas Luthi pulou incrivelmente bem e assumiu a liderança ao contraio de Mattia Pasini que não pulou bem e foi engolido pelo pelotão caindo para o 6ºlugar. O que não estava muito bom para o piloto da Italtrans ficou pior com a queda que ele sofreu no finalzinho da primeira volta.

Enquanto isso Luthi disparava na liderança com Marquez em segundo e Morbidelli tentou tomar o terceiro lugar de Miguel Oliveira e acabou levando a pior. Tanto é que o líder do campeonato acabou sendo engolido pelo Bagnaia, Marini, Vierge, Corsi caindo para o 8ºlugar. Além disso o Morbidelli acabou ficando muito mais para o grupo liderado pelo Jorge Navarro e Brad Binder, Se nada dava certo para o piloto da Marc VDS, Para Luthi era ao contraio, Tudo dava certo nessa corrida curta, Em pouco tempo ele tinha vantagem muito confortável para Alex Marquez que vinha em segundo lugar e tranquilo em relação a Miguel Oliveira que vinha em 3ºlugar com sua KTM Red Bull Ajo.

Não se viu brigas pelas primeiras posições no final da prova. O pega da prova era a disputa pelo 8ºlugar entre Morbidelli que segurava o pelotão de forma até heroica, Nitidamente não tinha uma boa moto na chuva. No final da prova a surpresa foi Joe Roberts que substituiu Yonny Hernandez fazia uma senhora corrida ganhando posição após posição já se colocando na zona de pontuação.

 

Thomas Luthi conquistou a vitória com facilidade e voltou a disputa do campeonato chegando a quase 5 segundos de frente para Alex Marquez que ficou em segundo lugar com a Moto da Marc VDS. Miguel Oliveira com a Red Bull KTM Ajo completou o pódio.

Luca Marini da Forward Racing, Xavi Vierge da Tech 3 Racing (Que volta nessa corrida depois de ficar de fora do GP da Alemanha) fizeram uma bela corrida na segunda parte e ficaram com a 4ª e 5ªposições. Simone Corsi levou a moto da Speed UP a 6ªposição a frente de Francesco Bagnaia que acabou ficando apenas em 7ºlugar após disputar os 3 primeiros lugares na primeira parte de corrida.

 

Franco Morbidelli fez uma parte final de prova apagado e salvou apenas um 8ºlugar perdendo metade da vantagem que ele tinha para Luthi antes dessa corrida. Remy Gardner com o melhor resultado de 2017 e Joe Roberts que foi brilhante na Chuva em sua primeira aparição na temporada 2017 completaram as 10 primeiras posições. Navarro, Binder, Locatelli, Pawi (Primeiros pontos na temporada) e  Syarhin completaram a zona de pontuação.

Próximo Domingo teremos o GP da Áustria, A 11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade.

Resultado final do GP da República Tcheca
10ªEtapa – Mundial de Motovelocidade – Moto 2 – 6 Voltas

Pos Pilotos Equipes Moto Tempo
1 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex Moto2 13’39.036
2 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 4.991
3 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 6.983
4 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 9.190
5 97 Xavi Vierge Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 11.064
6 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF7 15.779
7 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 18.431
8 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 19.743
9 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 19.843
10 20 Joe Roberts AGR Team Kalex Moto2 20.168
11 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 20.372
12 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 20.547
13 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 21.657
14 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 22.940
15 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 24.056
16 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 24.192
17 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 24.441
18 7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex Moto2 25.607
19 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 26.483
20 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex Moto2 26.769
21 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 28.069
22 98 Karel Hanika Willirace Team Kalex Moto2 28.167
23 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex Moto2 28.304
24 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 29.463
25 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 29.795
26 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter MMX2 30.353
27 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up SF7 30.555
28 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 30.815
29 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 38.907
54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 6 Voltas
11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 a 6 Voltas
77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 a 6 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Em Brno Joan Mir espera hora certa para atacar para vencer pela 6ªVez em 2017

Published by:

Classificação para o Grid de Largada:

A Classificação teve o domínio de Romano Fenati a maior parte do treinamento ficando com o melhor tempo com Andrea Migno e Joan Mir por perto. Na parte final de classificação Juanfran Guevara e Joan Mir baixaram o tempo de Fenati que em uma belíssima volta rápida recuperou a ponta. Parecia que a pole iria ficar mesmo com o piloto da Rivacold.

Até que em uma volta voadora o piloto da RBA Racing Gabriel Rodrigo que tinha caído no começo do Treino com Jakub Kornfeil tomou o primeiro lugar do Fenati e conquistou a primeira pole position da sua carreira deixando Fenati em segundo e Guevara em terceiro lugar completando a primeira fila.

O líder do campeonato Joan Mir da Leopard Racing abre a segunda fila, Largando na 4ªposição com Nicolo Bulega com a melhor moto da Sky VR46 na classificação e Bo Bendsneyder da equipe oficial da KTM (A Red Bull KTM Ajo) completando a 2ªfila.

Marcos Ramirez da Platinum, Fabio di Giannantonio da Gresini, Livio Loi da Leopard e Philipp Oettl da Südmetall Schedl GP Racing completam os 10 primeiros colocados.

Destaque para o Treino de Nakarin Atiratphuvapat que vem melhorando o seu desempenho com a Moto da Asia Honda Team que larga em 15ºlugar. John McPhee fez outro treino abaixo do esperado e acabou caindo no final ficando em 19ºlugar no grid de largada abrindo a 7ªFila.

Grid de largada do GP da República Tcheca
10ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Brno

pos. piloto Equipe Moto Tempo
1 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM 2’08.571
2 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda 2’08.721
3 58 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM 2’08.874
4 36 Joan Mir Leopard Racing Honda 2’08.967
5 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM 2’08.971
6 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM 2’08.991
7 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM 2’09.043
8 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 2’09.142
9 11 Livio Loi Leopard Racing Honda 2’09.148
10 65 Philipp Oettl Südmetall Schedl GP Racing KTM 2’09.187
11 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda 2’09.348
12 23 Niccolo Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM 2’09.358
13 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 2’09.359
14 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM 2’09.361
15 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 2’09.479
16 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda 2’09.543
17 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 2’09.547
18 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda 2’09.565
19 17 John McPhee British Talent Team Honda 2’09.583
20 6 Maria Herrera Estrella Galicia 0,0 Honda 2’09.614
21 48 Lorenzo Dalla Porta AGR Team KTM 2’09.698
22 27 Kaito Toba Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 2’09.730
23 84 Jakub Kornfeil Honda Team Asia Honda 2’09.762
24 7 Adam Norrodin Peugeot MC Saxoprint Peugeot 2’10.168
25 10 Dennis Foggia SIC Racing Team Honda 2’10.176
26 96 Manuel Pagliani Platinum Bay Real Estate KTM 2’10.198
27 12 Marco Bezzecchi Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 2’10.222
28 77 Tim Georgi CIP Mahindra 2’10.578
29 4 Patrik Pulkkinen CIP Mahindra 2’10.803
30 18 Gabriel Martinez Freudenberg Racing Team KTM 2’10.841
31 33 Enea Bastianini Peugeot MC Saxoprint Peugeot 2’11.450
32 75 Albert Arenas Motomex Team Moto3 KTM 2’12.424

A prova no domingo foi com chuva ao contraio do que foi o Sábado que tínhamos um belo tempo em Brno. Em piso molhado tudo poderia acontecer.

Na largada Rodrigo largou bem, mas a liderança foi para Guevara que pulou melhor ainda, Fenati, Mir e Bendsneyder vinham a seguir. Nas primeiras curvas o Francês Jules Danilo acabou derrubando a Maria Herrera o que fez ambos deixarem a prova.

Enquanto Guevara se estabilizava em primeiro o Argentino Gabriel Rodrigo ira ficando para trás. Na terceira volta o Holandês Bo Bendsneyder da KTM assumiu a liderança ultrapassando a Juanfran Guevara, Enquanto que o Tailandês Nakarin Atiratphuvapat vinha subindo muito aproveitando a sua habilidade na chuva e estava disputando posição com Joan Mir e fez uma belíssima ultrapassagem passando para o 4ºlugar.

Bendsneyder e Guevara estavam disputando a liderança em um duelo particular com Fenati e Mir um pouco mais atrás e o tailandês no decorrer da corrida estava ficando mais atrás. Gabriel Rodrigo vinha se segurando nas posições intermediárias. Com o passar da Corrida Aron Canet que largou lá atrás vinha buscando a recuperação.

Com a pista secando Guevara voltou a liderança passando Bendsneyder disputando a liderança. Na reta final Fenati e Joan Mir vieram para a disputa da vitória. Nas voltas finais Fenati tentou um ataque em cima de Guevara.

Mir se guardou um pouco mais e a 4 voltas do final resolveu dar o ataque final em cima de Fenati, Bendsneyder e de Guevara passando para a liderança. Romano Fenati da Rivacold deixou os outros dois para trás assumindo o segundo lugar e deixando Guevara e o holandês Bendsneyder para disputar o 3ºlugar, Porém os dois acabaram sendo superados por Aron Canet que largou da modestíssima 17ªposição para conquistar um pódio no terceiro lugar.

Na reta final da corrida Fenati tentou um ataque em cima de Mir que segurou a ponta e conquistou mais uma vitória abrindo mais vantagem para Romano Fenati na liderança do campeonato. Essa foi a 6ªvitória na temporada do piloto Espanhol da Leopard Racing. O pódio foi completado pelos seus principais adversários na disputa do título. Romano Fenati em 2º e Aron Canet vindo do 17ºlugar para conquistar o pódio na terceira posição.

Bo Bensneyder ficou a frente de Juanfran Guevara e acabou em 4ºlugar com a moto da KTM Red Bull Ajo. John McPhee também teve uma boa corrida de recuperação ficando em 6ºlugar. Marcos Ramirez, Tatsuki Suzuki, Adam Norrodin e Nakarin Atiratphuvapat completaram os 10 primeiro lugares. Uma bela atuação do Malaio da Sic Racing e do piloto Japonês da Honda Team Asia. O Estreante Dennis Foggia substituindo a Darryn Binder fez bonito e completou a corrida em 14ºlugar marcando 2 pontos. Gabriel Rodrigo manteve a sua sina ao cair na volta final jogando fora um bom resultado.

Semana que vem teremos a 11ªEtapa do Mundial de motovelocidade no Rapidíssimo Circuito de Spielberg na Áustria.

Resultado final do GP da República Tcheca
11ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – Moto 3

Pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 Joan Mir Leopard Racing Honda NSF250RW 44’41.314
2 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW a 0.350
3 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 3.078
4 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 4.598
5 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 4.882
6 John McPhee British Talent Team Honda NSF250RW 8.343
7 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 9.597
8 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 10.234
9 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda NSF250RW 10.395
10 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda NSF250RW 10.913
11 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 11.148
12 Albert Arenas Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 12.085
13 Philipp Ottl Südmetall Schedl GP Racing KTM RC250GP 14.266
14 Dennis Foggia Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP 14.271
15 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda NSF250RW 14.311
16 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 14.404
17 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 14.449
18 Tim Georgi Freudenberg Racing Team KTM RC250GP 15.144
19 Lorenzo Dalla Porta Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 20.312
20 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 23.680
21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 23.935
22 Marco Bezzecchi CIP Mahindra MGP3O 24.772
23 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP 24.831
24 Niccolo Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 25.143
25 Manuel Pagliani CIP Mahindra MGP3O 38.836
26 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 42.433
27 Livio Loi Leopard Racing Honda NSF250RW 42.497
28 Gabriel Martinez Motomex Team Moto3 KTM RC250GP 47.923
29 Kaito Toba Honda Team Asia Honda NSF250RW 48.013
30 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 48.407
Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW a 19 Voltas
Maria Herrera AGR Team KTM RC250GP a 19 voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2016 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

MotoGP na República Tcheca viveu domingo Histórico: Crutchlow leva Inglaterra a vitória depois de 35 anos de seca

Published by:

Se tivemos um sábado com pista seca e céu claro a situação para o domingo (Dia que se encerrou os jogos olímpicos do Rio de Janeiro) foi realizado a etapa de Brno no mundial de motovelocidade com Marquez na Pole, Lorenzo em 2º e Iannone na terceira posição. Os pilotos foram para a pista com os pneus de chuva mesmo que já estava sem qualquer chuva caindo.

Na largada acabou Iannone largando melhor e assumindo a liderança, Mas logo depois da primeira curva Marques tem um traçado melhor e volta a liderança com as Duas Ducati oficiais a seguir e Aleix Espargaró que estava fazendo um grande final de semana, Já Lorenzo que largou do 2ºlugar ao final da primeira volta já esta caindo para o 10ºlugar.

Ducati na lideranca em Brno

Andrea Dovizioso que passou Iannone foi para cima de Marc Marquez e no final da segunda volta o piloto da Ducati assumiu a liderança, Além disso Iannone e Scott Redding com a Ducati Pramac de 2015 também também deixaram a formiga atômica para atrás fazendo com que as 3 primeiras posições fossem ocupadas por 3 motos Ducati, Enquanto isso Pedrosa em 11º, Rossi em 12º e Lorenzo em 13º estavam muito longe de apresentarem um bom rendimento. Na quarta volta Iannone passa por Dovizioso e assume a liderança e Redding veio junto para assumir o segundo lugar deixando o piloto italiano em 3ºlugar já com uma vantagem razoável sobre Marques que estava em 4ºlugar sem ser muito ameaçado até que Hector Barberá começou a render mais passando primeiro a Viñales, Depois Espargaró que vinha em 5ºlugar e em algumas voltas foi para cima de Marquez que vendo seus principais candidatos ao título acabou não defendendo a posição com ardor deixando Barberá na 4ªposição com a Ducati Avintia de 2014.

Lorenzo muito mal na prova em Brno

Cal Crutchlow começou a se destacar a partir da 9ªVolta começando a ultrapassar seus adversários e virando mais rápido e em poucas voltas ele saiu do 10ºlugar para a 6ºlugar enquanto que Andrea Dovizioso perdeu rendimento certamente por quebra do equipamento da sua Ducati saindo da briga pela vitória enquanto isso o piloto da LCR Honda continuava  a subir com seus pneus mais duros para chuva já ultrapassaria Marquez assumindo o 4ºlugar e pronto para derrubar as Ducati de Iannone, Petrucci e Barberá que comandavam a corrida com o piloto da Equipe oficial da fábrica italiana com uma vantagem de mais de 1 segundos sobre os outros dois de equipes satélites.

Valentino Rossi começava a menos de 10 voltas do final a reagir e pressionando a Viñales, Enquanto isso Crutchlow partia para cima de Barberá que foi para cima de Redding disputando o segundo lugar, O piloto da Avintia tentou a ultrapassagem mas teve de recuar e nisso o piloto Britânico aproveitou e passou para o terceiro lugar e curvas depois foi a vez de Redding ser engolido por Crutchlow que já ocupava a segunda posição  a menos de 8 voltas para o final da prova, nesse meio tempo Bradley Smith foi para os boxes trocar de moto para a moto de pista seca e Aleix Espargaró com problemas com a Suzuki deixava a corrida.

iannone_rossi_barbera

Com os pneus gastos Iannone tentou segurar Crutchlow, A ultrapassagem foi questão de tempo já que a LCR Honda com os pneus de chuva mais duros estava rendendo bem mais que os pneus moles de chuva do piloto Italiano. A partir dai enquanto o britânico começou a abrir diferença volta após volta o piloto da Ducati começava a ficar para trás. O mesmo aconteceu com Scott Redding que perdeu posição para Marc Marquez e Valentino Rossi, Não satisfeito o velho piloto Italiano acabou dando o bote em Marquez e assumiu a 4ªposição.

Lorenzo perdido na corrida foi para os boxes por 2 vezes para trocar de moto, Na segunda vez interferiu na disputa pelo segundo lugar que envolveu Iannone com os pneus completamente desgastados, Barberá, Rossi e Marquez pelo 2ºlugar. Rossi despachou Barberá e Iannone imediatamente deixando a confusão para o piloto da Avintia e da Honda Repsol.

Iannone conseguiu segurar Barberá em 2 chances claras de ultrapassagem do piloto Espanhol que acabaram não bem sucedidas, Marquez tomou a frente de Barberá e foi para cima de Iannone, A 3 Voltas do final o piloto da Ducati não resistiu e perdeu o lugar no pódio para a Formiga Atômica e a partir dai Iannone foi de vez para trás perdendo posições para Barberá e para Loris Baz que estava com o mesmo tipo de pneu de Crutchlow e com isso foi para cima do seu companheiro de equipe a 2 voltas do final e passou para o 4ºlugar repetindo o melhor resultado de sua carreira no ano passado em Mizano.

Crutchlow comecando a caminhada para a vitoria

Cal Crutchlow administrou no final da prova e levou a LCR Honda a primeira vitória da sua história na MotoGP e a primeira vitória de um piloto Inglês depois de 35 anos da última vitória na categoria principal que foi com o Britânico Barry Sheene venceu no GP da Suécia de 1981. Festa para o piloto Inglês que parecia que iria encerrar a carreira ao final da temporada e agora esta com a moral alta, com dois grandes resultados nas últimas corridas (Segundo na Alemanha e vencedor em Brno), Valentino Rossi em brilhante recuperação acabou a corrida em 2ºlugar e juntando a péssima corrida de Jorge Lorenzo o italiano assume a vice-liderança do campeonato, Só que esta a 53 pontos atrás do Líder do campeonato Marc Marquez que acabou completando o pódio com uma corrida correta e sem erros, Se não teve brilho em território Checo pelo menos não cometeu erros e foi beneficiado com mais um tropeço de Lorenzo.

Baz fez sua melhor corrida na temporadaLoris Baz copiou a mesma tática do piloto da LCR e acabou se dando bem ficando em 4ºlugar na frente de seu companheiro de equipe na Avintia Hector Barberá que acabou em 5ºlugar ainda assim foi um grande final de semana para o Espanhol e da equipe também que conquistou seu melhor resultado da sua história e com uma Moto de 2014 como é a versão que eles recebem da Ducati. Logo atrás terminou o irlandês Eugene Laverty com a moto da Aspar também moto Ducati de 2014 com Danilo Petrucci em 7º com a Pramac moto da Ducati de 2015 e só ai veio a moto Oficial da Ducati com Andrea Iannone chegando em 8º a poucos milésimos do Espanhol Maverick Viñales que ficou em 9ºlugar, Tito Rabat completou os 10 primeiros colocados.

Jorge Lorenzo em mais uma corrida horrível sob chuva acabou em 17ºlugar com 1 volta atrás, dia 10 de Setembro teremos a 12ªEtapa do Mundial de motovelocidade no Circuito de Silverstone na Inglaterra, Restando 7 corridas para o final do campeonato Marc Marquez aproveitando cada erro e cada oportunidade mesmo sem ter uma grande moto passa a ser o grande favorito ao campeonato desse ano.

podio em BrnoResultado Final do GP da República Tcheca (Brno)
Mundial de Motovelocidade – Moto GP

1 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 47’44.290
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 7.298
3 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 9.587
4 76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 12.558
5 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 13.093
6 50 Eugene Laverty (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 13.812
7 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 23.414
8 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 24.562
9 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 24.581
10 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 37.131
11 68 Yonny Hernandez (Pull & Bear Aspar Team Ducati) a 39.911
12 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 41.097
13 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 43.202
14 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 45.687
15 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 1’02.201
16 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 1’18.841
17 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 1 Volta

Não terminaram a corrida:

4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 7 Voltas
38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 8 Voltas
41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 9 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Fotos MotoGP Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Lorenzo de Ponta a ponta vence na República Tcheca e Empata na liderança da MotoGP

Published by:

Jorge Lorenzo não deu chances para ninguém vencendo de ponta a ponta o GP da República Tcheca disputada em Brno, Desde da largada o piloto Espanhol ficou na frente e diferentemente do GP de Indianápolis aonde Marc Marquez esperou o desgaste dos pneus do piloto da Yamaha dessa vez a moto da Formiga atômica não teve condições e equilíbrio para que a tática funcionar, no decorrer da corrida Lorenzo começou a aumentar mais e mais a diferença até o final da corrida para conquistar a 5ªVitória na temporada e dividir a liderança do campeonato com Valentino Rossi sendo que Lorenzo tem a vantagem por ter o maior número de vitórias do que Rossi que tem 3 vitórias na temporada.

Lorenzo segurou Marquez

Lorenzo segurou Marquez

Por falar em Valentino Rossi que largou do 3ºlugar não teve uma boa largada caindo para o 5ºlugar, Mas logo nas primeiras voltas o italiano passou a Smith e Dovizioso mas depois disso ele não conseguiu se aproximar de Marquez e de Lorenzo para disputar a vitória e ficou apenas em 3ºlugar. Andrea Iannone levou de novo a Ducati ao 4ºlugar vencendo mais uma vez o duelo interno com Andrea Dovizioso que lutou muito no final da corrida para segurar Dani Pedrosa, no entanto não deu para o italiano que perdeu a posição para o piloto espanhol que fez uma apresentação modesta chegando na 5ªposição.

Hernandez e Redding na zona mediana lutando por posição.

Hernandez e Redding na zona mediana lutando por posição.

Logo após o trio das oficiais da Honda, Yamaha e Ducati o melhor das satélites sendo o Inglês Bradley Smith ficando em 7ºlugar superando seu companheiro de equipe Pol Espargaró ambos com a Tech 3 da Yamaha, Aleix Espargaró em 9ºlugar com a melhor Suzuki, A outra Suzuki acabou no chão após uma caída de Marevick Viñales a 7 voltas do final e deixando a primeira corrida na temporada. Danilo Petrucci e Yonny Hernandez levaram as Pramac para o 10º e 11ºlugares sendo que o Colombiano lutou por essa posição até o final contra o piloto da Marc VDS Scott Redding que foi a melhor moto das satélites da Honda que esse ano esta um fracasso total tirando o Marquez e com lampejos de Pedrosa e de Crutchlow que hoje caiu a 8 voltas do final quando estava num sonolento 10ºlugar.

Pelotão do Fundo

Pelotão do Fundo

A Aprilla parece estar melhorando com um desempenho muito bom de Alvaro Bautista e de Stefan Bradl que parece ter se achado na Gresini ficando em 13º e 14ºlugar e o último ponto ficou com o Loris Baz com a Forward Yamaha que voltou nessa corrida já que eles não foram aos EUA devido a problemas financeiros.

Próxima corrida daqui a 2 semanas em Silverstone na Inglaterra e a disputa pelo título vai chegando ao ápice com os pilotos da Yamaha empatados na liderança e Marquez ainda vendo condições de ser o campeão mesmo com 52 pontos de distância para os líderes.

lorenzomarquezrossi_podiobrno15

Resultado final da 11ªEtapa do Mundial de motovelocidade – MotoGP
República Tcheca – Brno

1 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 42’53.042 em 23 Voltas
2 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 4.462
3 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 10.397
4 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 13.071
5 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 15.650
6 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 15.725
7 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 21.821
8 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 23.240
9 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 43.784
10 9 Danilo Petrucci (Octo Pramac Racing Ducati) a 45.261
11 68 Yonny Hernandez (Octo Pramac Racing Ducati) a 49.973
12 45 Scott Redding (EG 0,0 Marc VDS Honda) a 50.174
13 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 54.437
14 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 54.624
15 76 Loris Baz (Forward Racing Yamaha Forward) a 1’00.316
16 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 1’01.595
17 69 Nicky Hayden (Aspar MotoGP Team Honda) a 1’02.388
18 63 Mike di Meglio (Avintia Racing Ducati) a 1’05.944
19 43 Jack Miller (CWM LCR Honda Honda) a 1’11.407
20 71 Claudio Corti (Forward Racing Yamaha Forward) a 1’50.033
21 17 Karel Abraham (AB Motoracing Honda) a 2’02.655

Não Terminaram a corrida:

25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 7 Voltas
35 Cal Crutchlow (CWM LCR Honda Honda) a 8 Voltas
50 Eugene Laverty (Aspar MotoGP Team Honda) a 18 Voltas
15 Alex de Angelis (E-Motion IodaRacing Team ART) a 19 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP