Bagnaia conquista primeira vitória em Assen e leva a Mahindra a primeira vitória na Moto 3

Em mais uma prova disputadíssima na Moto 3 tivemos finalmente a primeira vitória do piloto da Aspar Martinez Francesco Bagnaia e a primeira vitória da Mahindra no Mundial de Motovelocidade.

Enea Bastianini foi o pole position, Mas logo nas primeiras voltas ele acabou tendo que disputar a liderança principalmente com Bagnaia e Fenati além de outros pilotos que estavam no grupão que se formou com mais de 10 pilotos disputando a vitória. Alguns acidentes eliminaram concorrentes a vitória como Gabriel Rodrigo que caiu ao disputar posição com Enea Bastianini na 2ªVolta e o Francês Fábio Quartararo acabou não conseguindo desviar a moto e acabou atingido a moto do piloto Argentino que já estava no chão, Nenhum dos dois pilotos sofreram ferimentos graves, Um outro acidente tirou da corrida o Aron Canet e Juanfran Guevara na 8ªVolta.

Moto3assen16 (3)

O líder do campeonato Brad Binder que estava na disputa pela vitória acabou quase caindo a poucas voltas do final, Conseguiu salvar a moto da queda, Porém perdeu muito tempo e saiu da disputa da vitória, Um dos favoritos a vitória Enea Bastianini caiu a 4 Voltas do final.

Na volta final a liderança passou a ser de Niccolò Antonelli com Bagnaia na disputa com os pilotos da Sky Vr46 e com Fabio di Giannantonio, A vitória foi decidida na curva final quando o Italiano Francesco Bagnaia conseguiu passar Andrea Migno e cruzou a linha de chegada na frente a 39 milésimos de diferença sobre o também Italiano Fábio di Giannantonio com a moto da Gresini Honda que herdou o segundo lugar de Migno que acabou tendo uma ultrapassagem ilegal, A punição para o piloto da equipe do Valentino Rossi foi simplesmente a perda do segundo lugar apenas, Migno completou o pódio com Fenati e Antonelli completando o TOP 5 apenas de pilotos italianos.

Moto3assen16 (1)

Jules Danilo foi o primeiro Alienígena nessa festa italiana ficando em 6ºlugar logo atrás do seu companheiro de equipe da Ongetta-Rivacold e Joan Mir foi o primeiro espanhol na corrida ficando em 7ºlugar com a Moto da Leopard racing que também fez o Holandês dono da casa Bo Bendsneyder acabar a prova em 9ºlugar e o Substituto de Jorge Navarro o piloto Lorenzo Dalla Porta fechou os 10 primeiros colocados.

Brad Binder ficou em 12ºlugar e abriu mais 4 pontos de diferença para Navarro que esta se recuperando de um acidente e não pode correr em Assen, Daqui a 3 semanas teremos a 9ªetapa do Mundial de Motovelocidade em Sashsenring na Alemanha.

Moto3assen16 (5)

Mundial de Motovelocidade – GP da Holanda
Resultado final – Moto 3

1 21 Francesco Bagnaia (ASPAR Mahindra Team Moto3 Mahindra) 38’11.535
2 4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda) a 0.039
3 16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 0.018
4 5 Romano Fenati (SKY Racing Team VR46 KTM) a 0.084
5 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 0.136
6 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 0.161
7 8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM) a 0.826
8 36 Joan Mir (Leopard Racing KTM) a 0.839
9 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 1.023
10 48 Lorenzo Dalla Porta (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 1.038
11 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 1.153
12 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 12.169
13 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 15.641
14 6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 18.518
15 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 18.549
16 17 John McPhee (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 18.602
17 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 36.919
18 43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 41.562
19 7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 41.647
20 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 54.639
21 3 Fabio Spiranelli (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 55.295
22 22 Danny Webb (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 1’04.271

Não Terminaram a corrida:

33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda) a 4 Voltas
55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 4 Voltas
10 Alexis Masbou (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 10 Voltas
24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 10 Voltas
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM) a 15 Voltas
44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 16 Voltas
19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 21 Voltas
20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 21 Voltas
89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda) a 21 Voltas
12 Albert Arenas (ASPAR Mahindra Team Moto3 Mahindra) a 22 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Nakagami domina corrida em Assen e ajudado pela Chuva conquista a sua primeira vitória na Moto 2

Em Assen o Japonês Takaagi Nakagami após uma bela corrida dominada pelo piloto da Honda Asia Team ele finalmente conquistou sua primeira vitória na Moto 2 que tinha por 4 vezes escapado de suas mãos a 3 anos atrás na temporada de 2013. Na largada Thomas Luthi largou bem e manteve a liderança com seu compatriota Dominique Aegeter em 2º e Sam Lowes em 3º.

moto2_assen_holanda16 (2)

Mas Logo o piloto Ítalo-brasileiro Franco Morbidelli subiu para os primeiros colocados e desafiou o líder Luthi conseguindo tomar a liderança do pole position dessa corrida, Mas foi Takaagi Nakagami que veio com tudo e na 10ªVolta o Japonês acabou assumindo a ponta e dai ele começou a abrir da turma, Enquanto isso Morbidelli, Luthi e Zarco estavam na disputa pelo segundo lugar. Sam Lowes, Alex Rins e Dominique Aegerter que começou muito bem acabam ficando mais para trás e o mesmo aconteceu com o Suíço Thomas Luthi que a partir da 12ªVolta de corrida acabou tendo problemas com os seus pneus e começou a cair de rendimento até que na 19ªVolta o Suíço deixou a prova devido a uma queda.

moto2_assen_holanda16 (1)

Johann Zarco já em segundo lugar partiu para cima de Nakagami que abriu mais de 3 segundos de diferença e foi baixando volta após volta essa diferença devido aos pneus mais desgastados do piloto Japonês e parecia que teríamos um ataque final de Zarco no final ou uma tentativa de ataque. Mas dai veio a chuva a 3 voltas do final e como a corrida já tinha passado dos 75% e com pilotos já pedindo o final da corrida a direção de prova decidiu na 22ªVolta valendo o resultado da volta 21. Depois de mais de 100 corridas no Mundial de Motovelocidade Nakagami chegava a tão sonhada primeira vitória da sua carreira após uma brilhante exibição. Essa também foi a primeira vitória da IDEMITSU Honda Team Asia que é comandada pelo ex-piloto Tadayuki Okada. Johann Zarco terminou a prova em 2ºLugar e com esse resultado o campeão de 2015 lidera o campeonato junto de Alex Rins que terminou a prova em um discreto 6ºlugar. Franco Morbidelli completou o pódio, Foi o primeiro pódio dele na equipe Estrella Galícia Marc VDS numa bela corrida.

moto2_assen_holanda16

Sam Lowes continua em 3ºlugar no campeonato terminando a prova em 4ºlugar na frente de Lorenzo Baldassarri e de Alex Rins que segurou os ataques de Simone Corsi com sua Speed UP que  acabou colocado em 7ºlugar. Alex Marquez finalmente completou uma corrida depois de várias quedas levou a segunda moto da Estrella Galícia Marc VDS para o 8ºlugar e completando os 10 primeiros colocados o Suíço Dominique Aegerter que chegou a estar em 2ºlugar no comecinho da corrida e de Jonas Folger que decepcionou na corrida.

Daqui a 3 Semanas teremos a 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade na Moto 2 na Alemanha

moto2_assen_holanda16 (4)

Resultado final do Mundial de Motovelocidade
Moto 2 – GP da Holanda

1 30 Takaaki Nakagami (IDEMITSU Honda Team Asia Kalex) 34’33.948
2 5 Johann Zarco (Ajo Motorsport Kalex) a 2.435
3 21 Franco Morbidelli (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Kalex) a 5.670
4 22 Sam Lowes (Federal Oil Gresini Moto2 Kalex) a 7.069
5 7 Lorenzo Baldassarri (Forward Team Kalex) a 7.883
6 40 Alex Rins (Paginas Amarillas HP 40 Kalex) a 9.215
7 24 Simone Corsi (Speed Up Racing Speed Up) a 9.482
8 73 Alex Marquez (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Kalex) a 15.004
9 77 Dominique Aegerter (CarXpert Interwetten Kalex) a 15.227
10 94 Jonas Folger (Dynavolt Intact GP Kalex) a 15.404
11 19 Xavier Simeon (QMMF Racing Team Speed Up) a 16.374
12 11 Sandro Cortese (Dynavolt Intact GP Kalex) a 16.567
13 23 Marcel Schrotter (AGR Team Kalex) a 24.770
14 52 Danny Kent (Leopard Racing Kalex) a 25.017
15 44 Miguel Oliveira (Leopard Racing Kalex) a 25.542
16 60 Julian Simon (QMMF Racing Team Speed Up) a 25.729
17 97 Xavi Vierge (Tech 3 Racing Tech 3) a 34.115
18 2 Jesko Raffin (Sports-Millions-EMWE-SAG Kalex) a 34.180
19 54 Mattia Pasini (Italtrans Racing Team Kalex) a 34.764
20 87 Remy Gardner (Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex) a 41.438
21 32 Isaac Viñales (Tech 3 Racing Tech 3) a 42.058
22 70 Robin Mulhauser (CarXpert Interwetten Kalex) a 48.683
23 57 Edgar Pons (Paginas Amarillas HP 40 Kalex) a 56.096

Não Terminaram a corrida:

12 Thomas Luthi (Garage Plus Interwetten Kalex) a 3 Voltas
10 Luca Marini (Forward Team Kalex) a 4 Voltas
55 Hafizh Syarhin (Petronas Raceline Malaysia Kalex) a 7 Voltas
49 Axel Pons (AGR Team Kalex) a 17 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Sobre pista molhada e chuva Jack Miller conquista sua primeira vitória e quebra jejum de equipes satélites na MotoGP

O GP da Holanda que já foi marcado em 2015 pela briga entre Rossi e Marquez pela vitória nesse ano de 2016 vai ter outro capitulo ainda maior que esse se isso fosse possível pela corrida que foi realizada em Assen. Sobre piso molhado a corrida começa com Scott Redding tomando a ponta e no mesmo instante saindo da pista perdendo algumas posições deixando Rossi na liderança com Dovizioso em 2ºlugar com Marquez com dificuldades e Lorenzo com total falta de confiança em sua moto caindo rapidamente na prova para os últimos lugares, Quem foi para frente foi Dani Pedrosa, Jack Miller e Andrea Iannone que largou da última posição.

Lorenzo não andou nada o final de semana inteiro com a Yamaha de 2016
Lorenzo não andou nada o final de semana inteiro com a Yamaha de 2016

Mas que se destacou mesmo foi o Colombiano Yonny Hernandez que nas primeiras voltas passou de 6º para a liderança da prova ultrapassando a Dovizioso  e Rossi e assumindo a liderança com sua Ducati de 2014 e começou a abrir diferença para os seus adversários, Enquanto isso os pilotos da Pramac e Andrea Iannone estavam avançando na prova inclusive superando os pilotos da Honda que não se acharam (No Caso do Pedrosa) e não pareciam ter uma moto capaz de disputar a vitória (No Caso do Marc Marquez)

Hernandez jogou fora a chance da sua vida na MotoGP com a queda de hoje quando estava na liderança
Hernandez jogou fora a chance da sua vida na MotoGP com a queda de hoje quando estava na liderança

Dovizioso na 9ªvolta tomou o segundo lugar de Rossi, 3 Voltas depois o Colombiano Yonny Hernandez que tinha 4 segundos de diferença na liderança e sobrando na turma acabou caindo e arruinando a sua corrida já que voltas depois ele teve de deixar a prova e deixar sua situação na MotoGP mais complicada ainda sendo o último colocado no Campeonato. Ao mesmo tempo Danilo Petrucci vinha com tudo para se aproximar da disputa pela liderança da prova já que Andrea Dovizioso não conseguia abrir de Rossi que tentava de novo na liderança da prova, Na volta 14 Petrucci ultrapassa Rossi assumindo a segunda posição enquanto que Iannone acabou caindo mais uma vez. pelo menos conseguiu voltar para a corrida na parte de trás do pelotão.

Assen_domingo2016 (1)

Na volta 15 Petrucci foi para cima de Dovizioso e assumiu a liderança da prova, Mas a prova nessa mesma volta com a chuva aumentando bastante acabou sendo interrompida e todos acharam que Petrucci iria vencer, Mas a prova foi dada como resultado sendo da volta 14 e dava Dovizioso na frente com Petrucci e Rossi logo a seguir, A Chuva foi rápida mas o bastante para molhar o circuito para acabar com o trilho seco que estava se formando. A Decisão da direção de prova foi esperar uns 25 minutos para uma nova largada com as 12 voltas restantes.

Petrucci ficou a poucos metros de uma possível vitória
Petrucci ficou a poucos metros de uma possível vitória

Resultado da prova antes da interrupção
após 15 voltas

1 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 26’21.451
2 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 0.401
3 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 0.735
4 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 0.939
5 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 4.608
6 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 5.499
7 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 6.002
8 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 9.204
9 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 17.252
10 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 17.384
11 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 17.795
12 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 21.655
13 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 23.973
14 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 30.610
15 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 30.836
16 8 Hector Barberá (Avintia Racing Ducati) a 42.806
17 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 51.467
18 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 51.794
19 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 53.072
51 Michele Pirro (Avintia Racing Ducati) a 1 Volta

Não Terminaram a corrida:

68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 2 Voltas

Assen_domingo2016 (7)

Na segunda corrida do dia o piloto Dovizioso na ponta com Rossi e Marquez a seguir, Desde da primeira volta a prova com 12 voltas foi uma confusão. Na primeira volta Aleix Espargaró foi tocado e depois saiu da pista perdendo muito tempo para uma corrida de 12 voltas e Cal Crutchlow acabou caindo e deixando a corrida, Rossi passou Dovizioso ainda na primeira volta da prova, Enquanto que Pedrosa acabou caindo.

Nas voltas seguintes dois prováveis candidatos para a vitória caíram. Na segunda volta Andrea Dovizioso acabou caindo e deixando a prova e na volta 3 na curva 8 o Italiano Valentino Rossi cai e o sonho da 10ªvitória em Assen se espatifou no chão, Com isso Marquez foi para a liderança com um Perigoso Jack Miller com a Marc VDS em segundo lugar e que partiu para cima de Marc Marquez com a Honda Repsol algo que era impossível de acontecer em condições normais, Na 5ªVolta Miller consegue a ultrapassagem sobre Marquez e assume a liderança da prova, Geralmente A Formiga Atômica vendo que Pedrosa e Lorenzo estavam lá atrás e com Rossi fora ele preferiu não arriscar de forma inútil e que poderia acabar em chão para o líder do campeonato, Com isso Marquez não se importou com a liderança do Miller. Danilo Petrucci que era um outro que poderia disputar a vitória acabou com problemas em sua moto logo no começo e deixou a prova.

Miller assumiu a liderança da prova.
Miller assumiu a liderança da prova.

Pol Espargaró segurou o 3ºlugar de uma forma até tranquila até a volta 12 quando Petrucci foi para cima do piloto da Tech 3 e conquistou um lugar no pódio para a Ducati que tinha tudo para vencer a prova em Assen aonde suas motos dominaram o final de semana inteiro.

No final o Australiano Jack Miller levou a Honda da Marc VDS para a 1ªVitória na MotoGP que foi a primeira Vitória da Marc VDS na categoria principal do Mundial de Motovelocidade e mais importante disso foi que pela primeira vez desde do GP de Portugal de 2006 quando Toni Elias com a Equipe Gresini Fortuna Honda uma equipe satélite não conquistava uma vitória na categoria principal e fazia pelo menos 3 anos que os vencedores não tinham outro dono se não fosse Rossi, Marquez, Lorenzo e Pedrosa. Miller pode ter demorado, Mas mostrou que pode ser um piloto vencedor na MotoGP e com essa corrida de hoje pode ser um divisor de Águas na carreira desse piloto.

Assen_domingo2016 (4)

Marc Marquez com o segundo lugar ampliou sua liderança no campeonato fazendo uma corrida inteligente em relação ao campeonato enquanto que os seus adversários diretos ao campeonato acabaram tropeçando com Jorge Lorenzo num péssimo final de semana ficando em 10ºlugar e Dani Pedrosa ficando em 12ºlugar após ter caído no começo da segunda corrida também jogando fora uma boa chance de melhorar sua posição no campeonato, O pódio foi completado pelo Inglês Scott Redding que marcou seu primeiro pódio na temporada e pela Pramac (Seu segundo pódio na MotoGP) colocando a Ducati de 2015 no pódio.

Redding conquistou o pódio para a Pramac
Redding conquistou o pódio para a Pramac

Pol Espargaró teve também um belo final de semana com um belo grid de largada e uma bela corrida ficando em 4ºlugar mesmo que o pódio tenha escapado, Andrea Iannone com a Ducati oficial que sobrou ficou em 5ºlugar, Mas longe da vitória na segunda corrida segurando a posição de Hector Barbera com a Ducati de 2014 ficando em 6ºlugar. Igualmente com a Ducati de 2014 mas com a Ducati da Aspar Martinez o Irlandês Eugene Laverty que teve um dia difícil caindo antes da corrida na ida para o Grid na primeira prova e largando dos boxes conseguiu fazer uma redentora segunda corrida ficando em 7ºlugar que superou a Stefan Bradl que acabou sendo a única Aprilla que sobrou na corrida já que Alvaro Bautista acabou caindo na volta final e estava em 6ºlugar, Marevick Viñales em um dia Ruim ficou em 9ºlugar e  Lorenzo nem se fala conseguiu ficar em 10ºlugar.

Esteve Rabat ficou em 11ºlugar em prova totalmente apagada visto que o seu companheiro de equipe venceu a prova, Pedrosa ficou em 12ºlugar e Bradley Smith a 3 voltas do vencedor salvou 3 pontos no campeonato com o 13ºlugar.

Daqui a 3 semanas teremos a 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade no complicado circuito de Sachsering na Alemanha, Até lá vai ser muito tempo que pelo menos é recompensado por esse dia na MotoGP no dia de hoje!

Assen_domingo2016 (3)

Resultado final do GP da Holanda
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

1 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 22’17.447 em 12 Voltas
2 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 1.991
3 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 5.906
4 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 9.812
5 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 17.835
6 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 18.692
7 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 22.605
8 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 23.603
9 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 26.148
10 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 27.604
11 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 1’21.830
12 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 1’54.369
13 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 3 Voltas

Não Terminaram a corrida:

19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 1 Volta
51 Michele Pirro (Avintia Racing Ducati) a 7 Voltas
46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 10 Voltas
41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 10 Voltas
4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 11 Voltas
9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 11 Voltas
35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 12 Voltas

Não largou na segunda corrida:

68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 12 Voltas

Assen_domingo2016 (8)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Dovizioso sobrou na turma e coloca Ducati na pole em Assen

Andrea Dovizioso em uma volta voadora acabou sobrando no treino oficial sobre uma pista molhada e levou a Ducati a sua primeira pole position na temporada em um treino bastante diferente.

No Q1 tudo indicava no papel que Dani Pedrosa poderia passar sem qualquer problema de passar para o Q2, Só que o que se viu nos 15 minutos dessa primeira fase foi um piloto sem qualquer confiança que mesmo com uma das melhores motos do Grid que era a Honda Repsol HRC acabou ficando numa patética 6ªposição no Q1 e vai largar em 15ºlugar devido a desclassificação de Andrea Iannone que foi punido em largar em último lugar no dia de amanhã devido ao acidente no GP da Catalunha. Yonny Hernandez fez uma classificação espetacular e conseguiu a classificação e até os últimos momentos o Espanhol Hector Barberá da Avintia estava classificando até que o piloto da Tech 3 Pol Espargaró conseguiu um grande tempo classificando na primeira posição e tirando Barbera do Q2 já que a outra vaga era do Colombiano Yonny Hernandez.

Assensabado16 (4)

Classificação do Q1:

1 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’48.482
2 68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) 1’48.535
3 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 1’48.830
4 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’48.909
5 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’49.163
6 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’49.364
7 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) 1’49.678
8 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’49.685
9 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’49.775
10 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’49.779
11 51 Michele Pirro (Avintia Racing Ducati) 1’50.204

Assensabado16

Na parte final do Treino com a pista um pouco mais seca mas ainda úmida e que provocou quedas de Marevick Viñales com a sua Suzuki e que isso prejudicou o treino na parte final, Mas a outra queda chamou a atenção do mundo, Não porque Marc Marquez Caiu e sim pelo que aconteceu depois da queda quando Marquez buscou voltar aos boxes para usar a Moto Reserva e eis que a Formiga Atômica pegou a a scotter de um fotografo para ter a possibilidade de voltar ao Treino, Sem dúvida é uma das imagens do final de semana na catedral do motociclismo em Assen.

Assensabado16 (3)

Mas apesar dos esforços da Honda Repsol não foi o bastante para levar a pole position que acabou sendo decidido nos minutos finais quando Andrea Dovizioso estava na pole position com Yonny Hernandez em segundo lugar, Mas a 1 minuto do final do Treino o Espanhol Pol Espargaró fez uma grande volta e assumiu a liderança e nessa onda o Inglês Scott Redding foi para o segundo lugar. No final do Treino Valentino Rossi foi empenhado em tomar a pole position de Pol, O 1:45.961 foi o bastante e mais do que o bastante para tomar a pole position.

Assensabado16 (5)

Mas dai veio Dovizioso e demoliu o tempo e o esforço de Rossi colocando 7 décimos de vantagem sobre o piloto da Yamaha e levando a Ducati a uma pole position desde da última vez no GP da Itália de 2015 com Valentino Rossi com a Yamaha em 2ºlugar e Scott Redding com a Pramac Ducati de 2015 melhorou seu tempo e vai fechar a primeira fila do Grid. Marc Marquez conseguiu salvar um 4ºlugar após toda a sua enorme odisseia que ele enfrentou na classificação de hoje, Completam a segunda fila temos um Cal Crutchlow que andou muito bem com a LCR Honda em 5ºlugar e Yonny Hernandez colocando sua Avintia Ducati de 2014 para uma 6ªposição em um treino impressionante do piloto Sul-Americano.

Os Irmãos Espargaró vem logo a seguir em 7º e 8º (Pol e Aleix respectivamente) com um brilho maior para Pol Espargaró vindo do Q1 do que Aleix que ficou como o melhor colocado na Suzuki e com a penalização de Andrea Iannone o Italiano Danilo Petrucci foi promovido para a 3ªfila do Grid.

Para Jorge Lorenzo um treino para esquecer, Vai largar em 10ºlugar após uma péssima classificação aonde ele não se achou em nenhum momento e larga muito longe de Rossi e de Marquez. Viñales e Barbera completam a 4ªFila.

Amanha a partir das 6 da Manhã teremos pela primeira vez o GP da Holanda em Assen no dia de Domingo com a moto 3, A Moto 2 as 7 e 20 da manhã e a MotoGP vai ter sua largada as 9 da manhã horário de Brasília.

Assensabado16 (6)

Grid de largada do GP da Holanda
Mundial de Motovelocidade – MotoGP

1 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) 1’45.246
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’45.961
3 45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’46.312
4 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 1’46.430
5 35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) 1’46.568
6 68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) 1’46.828
7 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’46.997
8 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’47.118
9 29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) 1’47.567
10 9 Danilo Petrucci (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) 1’47.601
11 99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) 1’47.897
12 25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) 1’48.415
13 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) 1’48.830
14 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) 1’48.909
15 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’49.163
16 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) 1’49.364
17 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) 1’49.678
18 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) 1’49.685
19 43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’49.775
20 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) 1’49.779
21 51 Michele Pirro (Avintia Racing Ducati) 1’50.204

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Rea conquista as vitórias em Assen no Mundial de SuperBike

Na catedral da motovelocidade em Assen tivemos belas disputas no sábado e no domingo no Mundial de Superbike

Na primeira corrida Tom Sykes manteve a liderança com Rea, Guintoli, Giugliano e Davies logo a seguir, Mas no final da segunda volta o piloto Davide Giugliano acabou cometendo um erro caindo para o 8ºlugar o que fez Chaz Davies começar sua caminhada para disputar a vitória com as Kawasaki enquanto que Guintoli caia os pilotos da Honda também partiam para a luta pela vitória principalmente com o Holandês Michael van der Mark que estava em sua casa diante de sua torcida e andando muito bem e com Nicky Hayden também por perto.

Esses 5 pilotos disputaram a vitória em Assen com um espetáculo muito bonito, Até que na 9ªVolta o pole position das duas corridas Tom Sykes caiu e abandonou a corrida deixando a Kawasaki com um a menos na disputa que ficou para Rea, Davies, VD Mark e Hayden. No Segundo pelotão os pilotos Leon Camier, Jordi Torres e Lorenzo Savadori se destacavam disputando posições e superando a Yamaha de Lowes, Já que Guintoli acabou caindo e deixando a prova.

Davies e Rea revezavam a liderança da prova até que a 3 voltas do final VD Mark foi para cima de Rea e assumiu a liderança para a festa dos holandeses. Mas na volta seguinte a duas voltas do final o piloto da casa caiu e deixou a disputa para Rea e Davies já que Hayden preferiu manter o terceiro lugar. Rea segurou Davies sem muitas dificuldades e conseguiu a sua 4ªVitória na temporada com Davies em segundo com a Ducati e Hayden conquistando o primeiro pódio na Superbike com a Honda.

Leon Camier levou a MV Agusta a um brilhante 4ºlugar, Jordi Torres repetiu o belo resultado da BMW em Aragón ficando em 5º e Lorenzo Savadori com a Aprilla em 6ºlugar. Foram 6 marcas nas 6 primeiras posições e ainda a Yamaha com Alex Lowes em 8ºlugar mostrando que o Mundial de Superbike consegue ter um grande equilíbrio entre as marcas, A primeira marca que repetiu foi a BMW com o piloto Markus Reiterberger que ficou em 7ºlugar.

hayden_podio_2016_assen

Resultado final da primeira bateria do WSBK – Assen
7ªCorrida da temporada

1. 1 Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team – Kawasaki ZX-10R) 34:12.542 em 21 Voltas
2. 7 Chaz Davies (Aruba.it Racing – Ducati – Ducati Panigale R) a 1.662
3. 69 Nicky Hayden (Honda World Superbike Team – Honda CBR1000RR SP) a 5.365
4. 2 Leon Camier (MV Agusta Reparto Corse – MV Agusta 1000 F4) a 15.542
5. 81 Jordi Torres (Althea BMW Racing Team – BMW S1000 RR) a 16.922
6. 32 Lorenzo Savadori (IodaRacing Team – Aprilla RSV4 RF) a 22.460
7. 21 Markus Reiterberger (Althea BMW Racing Team – BMW S1000 RR) a 23.909
8. 22 Alex Lowes (Pata Yamaha Official World SBK – Yamaha YZF R1) a 29.893
9. 40 Ramon Ramos (Team GoEleven – Kawasaki ZX-10R) a 41.910
10. 44 Lucas Mahias (Pedercini Racing – Kawasaki ZX-10R) a 48.323
11. 25 Joshua Brookes (Milwaukee BMW – BMW S1000 RR) a 53.638
12. 15 Alex de Angelis (IodaRacing Team – Aprilla RSV4 RF) a 56.322
13. 12 Xavi Forés (Barni Racing Team – Ducati Panigale R) a 1:03.741
14. 151 Matteo Baiocco (VFT Racing – Ducati Panigale R) a 1:14.792
15. 94 Matthieu Lussiana (Team ASPI – BMW S1000 RR) a 1:38.495
16. 16 Josh Hook (Grillini Racing Team – Kawasaki ZX-10R) a 1 Volta
17. 119 Pawel Szkopek (Team Tóth – Yamaha YZF R1) a 1 Volta

Não Terminaram a corrida:

60 Michael van der Mark (Honda World Superbike Team – Honda CBR1000RR SP) a 2 Voltas
17 Karel Abraham (Milwaukee BMW – BMW S1000 RR) a 9 Voltas
34 Davide Giugliano (Aruba.it Racing – Ducati – Ducati Panigale R) a 10 Voltas
55 Tom Sykes (Kawasaki Racing Team – Kawasaki ZX-10R) a 13 Voltas
50 Sylvian Guintoli (Pata Yamaha Official World SBK – Yamaha YZF R1) a 17 Voltas


No domingo tivemos a segunda bateria e ela foi com chuva veio com força principalmente na Super Sport que é a categoria de acesso da SuperBike, a Pista estava molhada mas secando com isso a corrida foi declarada sobre chuva podendo ou não ter troca de pneus das motos na metade da competição,  Sykes largou na frente e manteve a ponta nas primeiras voltas da prova enquanto que Jonathan Rea ficou mais resguardado, Dai alguns pilotos do meio de pelotão começaram a se destacar como o Espanhol Xavi Forés que liderou a corrida.

Mas o Destaque da corrida foi o Australiano Joshua Brookes com a Moto da equipe Milwaukee BMW que foi para a frente se aproveitando da condição difícil da pista e chegando a liderar a prova no mesmo momento em que os pilotos foram para trocar os pneus das Motos, Uma pena que a 9 voltas do final o piloto Australiano acabou caindo e deixando uma prova em que ele certamente teria um grande resultado. Depois das trocas a disputa pela vitória ficou mesmo com Rea e Sykes ambos com a Kawasaki que se mostra a melhor moto da temporada, Apesar dos esforços do piloto inglês o Norte-Irlandês Rea segurou a pressão e levou a moto número 1 para a 5ªVitória na temporada e ao 8 pódio do ano mostrando ainda ser o homem a ser batido na Superbike, Tom Sykes ficou em segundo lugar e para fazer a festa da torcida o piloto Holandês Michael van der Mark fechou o pódio com a sua Honda.

Lorenzo Savadori mostrou uma bela evolução da Aprilla nessa prova com o time da IodaRacing a colocar a sua moto em 4ºlugar na frente de Chaz Davies que perdeu muito tempo no procedimento das paradas de troca de pneus terminou a prova em 5ºlugar com Nicky Hayden em seu melhor final de semana na WSBK conquistando um bom 6ºlugar passando no final da prova Alex Lowes que teve méritos em levar a Yamaha que não tem rendimento para manter as primeiras posições na prova em 7ºlugar.

Davide Giugliano cada vez mais fraco e sem força na Ducati Aruba.it Racing fez um final de semana horrível ficando apenas em 8ºlugar. Fechando os 10 primeiros colocados Leon Camier com MV Agusta e Xavi Forés com a Ducati da Barni Racing.

Nos dias 30 de Abril e 1º de Maio teremos a prova Imola no Circuito Enzo e Dino Ferrari com a 5ªRodada Dupla da WSBK de 2016.

VDmark_2016_assen

Resultado final da primeira bateria do WSBK – Assen
8ªCorrida da temporada

1. 1 Jonathan Rea (Kawasaki Racing Team – Kawasaki ZX-10R) 38:02.773 em 21 Voltas
2. 66 Tom Sykes (Kawasaki Racing Team – Kawasaki ZX-10R) a 2.442
3. 60 Michael van der Mark (Honda World Superbike Team – Honda CBR1000RR SP) a 15.189
4. 32 Lorenzo Savadori (IodaRacing Team – Aprilla RSV4 RF) a 25.507
5. 7 Chaz Davies (Aruba.it Racing – Ducati – Ducati Panigale R) a 30.853
6. 69 Nicky Hayden (Honda World Superbike Team – Honda CBR1000RR SP) a 36.458
7. 22 Alex Lowes (Pata Yamaha Official World SBK – Yamaha YZF R1) a 39.263
8. 34 Davide Giugliano (Aruba.it Racing – Ducati – Ducati Panigale R) a 46.789
9. 2 Leon Camier (MV Agusta Reparto Corse – MV Agusta 1000 F4) a 1:05.023
10. 12 Xavi Forés (Barni Racing Team – Ducati Panigale R) a 1:05.468
11. 50 Sylvian Guintoli (Pata Yamaha Official World SBK – Yamaha YZF R1) a 1:24.948
12. 40 Ramon Ramos (Team GoEleven – Kawasaki ZX-10R) a 1:35.035
13. 44 Lucas Mahias (Pedercini Racing – Kawasaki ZX-10R) a 1 Volta
14. 17 Karel Abraham (Milwaukee BMW – BMW S1000 RR) a 1 Volta
15. 81 Jordi Torres (Althea BMW Racing Team – BMW S1000 RR) a 1 Volta
16. 21 Markus Reiterberger (Althea BMW Racing Team – BMW S1000 RR) a 1 Volta
17. 94 Matthieu Lussiana (Team ASPI – BMW S1000 RR) a 1 Volta
18. 119 Pawel Szkopek (Team Tóth – Yamaha YZF R1) a 1 Volta
19. 56 Peter Sebestyen (Team Tóth – Yamaha YZF R1) a 2 Voltas
20. 9 Dominic Schmitter (Grillini Racing Team – Kawasaki ZX-10R) a 2 Voltas

Não Terminaram a corrida:

25 Joshua Brookes (Milwaukee BMW – BMW S1000 RR) a 9 Voltas
151 Matteo Baiocco (VFT Racing – Ducati Panigale R) a 11 Voltas
16 Josh Hook (Grillini Racing Team – Kawasaki ZX-10R) Não Largou

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: WSBK