Marc Marquez conquista vitória em Assen e garante a liderança do Mundial para as Férias

Moto GP

Resultado dos Três Treinos Livres:

pos Piloto Equipe Motor FP1 FP2 FP3
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’34.227 1’34.041 1’33.341
2 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’34.404 1’33.378 1’33.342
3 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’34.898 1’33.812 1’33.347
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’34.513 1’33.779 1’33.388
5 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’34.684 1’33.499 1’33.403
6 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’35.037 1’33.764 1’33.986
7 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’34.811 1’33.870 1’33.787
8 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’35.289 1’34.318 1’33.825
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’35.096 1’34.484 1’33.848
10 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’34.637 1’33.859 1’33.872
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’35.376 1’34.822 1’33.915
12 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’35.146 1’34.133 1’33.939
13 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’34.548 1’34.535 1’33.968
14 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’35.245 1’34.047 1’34.202
15 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’35.182 1’34.167 1’34.073
16 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’35.102 1’34.576 1’34.151
17 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’35.838 1’34.246 1’35.576
18 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’35.669 1’34.522 1’35.215
19 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’35.271 1’34.700 1’34.624
20 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’35.935 1’34.970 1’34.637
21 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’35.955 1’34.855 1’34.722
22 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’34.820 1’35.287 1’34.988
23 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’36.471 1’36.129 1’35.828
24 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’36.955 1’36.157 1’35.927

Os 10 Classificados para o Q2 automaticamente

pos Piloto Equipe Motor Tempo Treino Livre
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’33.341 FP3
2 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’33.342 FP3
3 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’33.347 FP3
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’33.388 FP3
5 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’33.403 FP3
6 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’33.764 FP2
7 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’33.787 FP3
8 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’33.825 FP3
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’33.848 FP3
10 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’33.859 FP2

Repescagem

pos Piloto Equipe Motor Tempo Treino Livre
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’33.915 FP3
12 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’33.939 FP3
13 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’33.968 FP3
14 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’34.047 FP2
15 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’34.073 FP3
16 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’34.151 FP3
17 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’34.246 FP2
18 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’34.522 FP2
19 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.624 FP3
20 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’34.637 FP3
21 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’34.722 FP3
22 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda 1’34.820 FP1
23 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’35.828 FP3
24 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’35.927 FP3

Os Favoritos para a Repescagem para o Q2 eram Johann Zarco, Alex Rins e Dani Pedrosa teoricamente. Brigando por fora, O Australiano Jack Miller e o Japonês Takaaki Nakagami com a LCR Honda. A Lamentar a não participação de Franco Morbidelli que sofreu um acidente no 3ºTreino Livre e acabou diagnosticado com uma “pequena fratura” em seu terceiro metacarpo na mão esquerda. Isso impossibilitou a sua participação em Assen.

Os primeiros pilotos que saíram e marcaram tempos foram Bradley Smith, Takaaki Nakagami e Pol Espargaró. Alex Rins com sua Suzuki aos 4 minutos e 10 segundos de treino, assumiu a liderança com 1:34.130. Miller vinha em 2º, Zarco em 3º e Rabat em 4º como um candidato a surpresa para o Q2.

Na sua segunda volta, O Japonês Takaagi Nakagami mostra suas cartas e toma a segunda posição com 1:34.194, Mas isso não durou muito. Rins marcou 1:42.082 e logo em seguida Miller superou o Espanhol e assumiu a liderança.

Ao final da primeira parte do Q1 estava Classificando Jack Miller e Alex Rins. Johann Zarco, Takaaki Nakagami, Esteva Rabat, Dani Pedrosa que largaria em 16ºlugar. Realmente muito mal o piloto da Honda Repsol.

Na Parte final do Q1 Tudo isso mudou, O Malaio Hafizh Syarhin chegou a ficar com o melhor tempo, Porém a glória do piloto da Tech 3 não durou muito. Rins e Nakagami acabaram melhorando seu tempo. Zarco não conseguia melhorar seu tempo, Até que na sua última volta ele consegue tomar a ponta e levar a tech 3 para o Q2.

O Espanhol Alex Rins acabou ficando com a segunda vaga, O Japonês Takaaki Nakagami fica de fora do Q2, apesar do bom treino que ele fez. Esteve Rabat ficou bem colocado no Grid de largada com o 14ºlugar seguido de Sharyin, Miller, Redding e Dani Pedrosa que só larga em 18ºlugar. O Espanhol esta muito longe dos dias de Glória na MotoGP.

Classificação do Q1:

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’33.578
2 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’33.600
3 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’33.625
4 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’33.666
5 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’33.666
6 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’33.672
7 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’33.995
8 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’34.125
9 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’34.145
10 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.149
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.268
12 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’35.192
13 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’35.646

Classificação no Q2, Começou com Lorenzo fazendo o melhor tempo (11 minutos e 50 segundos para o final), Com 1:33.600 contra 1:33.745 de Johann Zarco, Marcado 40 segundos depois que o piloto da Ducati fez essa marca.

A 10 minutos do final, Marquez marcou o melhor tempo, Com 1:33.593. Porém, O treino estava longe de acabar. Danilo Petrucci com a Pramac com 1:33.530, Johann Zarco com 1:33.539 e a 9 minutos e 43 segundos do final do Q2, Alex Rins marcou 1:33.499. A Suzuki estava ficando com a Pole position.

Dai, Marc Marquez em mais uma volta rápida, Um tempo de 1:33.330. Voltou a ter a pole position nas mãos deles. Na metade da Disputa: Marquez, Rins e Petrucci formavam a primeira fila. Com Zarco, Viñales e Lorenzo. Depois vinham Crutchlow, Dovizioso, Rossi, Aleix Espargaró, Iannone e Alvaro Bautista. (Que foi uma surpresa esta no Q2 de forma direta) A Diferença entre Marquez que estava na pole position para o 8ºlugar era de apenas 385 milésimos.

Nos últimos minutos, Lorenzo e Iannone foram para a pista melhorarem seus tempos. A 2 minutos e 25 segundos, O piloto da Ducati passa a liderança com 1:33.167 e o piloto da Suzuki com 1:33.318, Assumindo os 2 primeiros lugares. Só que Marquez na sua última volta, Destroçou todo mundo e marcou 1:32.791. Para ficar definitivamente com a Pole position.

O inglês a Serviço da sua Majestade Cal Crutchlow larga em 2º com 1:32.984, Levando a LCR Honda para a primeira fila. Completando a primeira fila, O bom e velho Valentino Rossi de 39 anos com 1:32.850.

Disposto a reagir e mandar a má fase para longe, Andrea Dovizioso abre a segunda fila com Alex Rins com a Suzuki e Marevick Viñales com a Yamaha na segunda fila. Aleix Espargaró leva a Aprilla a uma impressionante 7ªposição. (Ele já foi pole position em 2014 em Assen) com Zarco e Iannone na 3ªfila.

Jorge Lorenzo que estava a 2 minutos de conquistar a pole, acabou sendo renegado para o 10ºlugar. Abrindo a quarta fila que vai ter Danilo Petrucci e Alvaro Bautista.

Grid de largada da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Holanda – MotoGP

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’32.791
2 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda 1’32.832
3 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’32.850
4 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’32.870
5 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’32.933
6 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’32.984
7 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’33.029
8 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’33.072
9 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’33.120
10 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’33.167
11 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati 1’33.292
12 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati 1’34.015
13 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda 1’33.625
14 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati 1’33.666
15 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’33.666
16 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati 1’33.672
17 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’33.995
18 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’34.125
19 17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati 1’34.145
20 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.149
21 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.268
22 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda 1’35.192
23 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati 1’35.646

Na largada, Marquez manteve a liderança, Mas quem chamou a atenção foi Jorge Lorenzo que largou do 10º para nas primeiras curvas já de cara assumir a segunda posição. O Gladiador do Asfalto na sua melhor fase na Ducati Foi para cima de Marc Marquez e assumiu a liderança na curva 11. Incrível a 1ªvolta de Lorenzo. Marquez que ainda tentou dar o troco em Lorenzo que se segurou na liderança.

Valentino Rossi vinha em terceiro, Com Dovizioso em 4º, Crutchlow em 5º. Já Dani Pedrosa vinha em uma lamentável 19ªposição.

Marc Marquez volta a liderança no final da 2ªvolta, Mas a disputa estava longe de acabar. Alex Rins fez a melhor volta da prova estava no primeiro pelotão, Em 6ºlugar com sua Suzuki. Na Volta seguinte, Rins passou Crutchlow passando a 5ªposição. Na mesma volta, Lorenzo recupera a liderança passando a Formiga Atômica que perderia a segunda posição para Rossi. Era sem dúvida um momento ruim que Marquez vivia na prova.

 

Andrea Dovizioso começava a aparecer na prova, Travando um duelo pelo terceiro lugar com o líder do campeonato. Relembrando os velhos tempos, Valentino Rossi partiu para a pressão em cima de Lorenzo. O outro piloto Principal da Yamaha, Marevick Viñales faz a melhor volta da prova.

Marquez que vivia um momento ruim da prova, Se recupera e retorna ao segundo lugar, Passando O Doutor, Andrea Dovizioso foi de carona e jogou Rossi para o 4ºlugar. São 8 pilotos que estavam praticamente juntos no Primeiro Bloco da prova. Além de Lorenzo, Marquez, Dovizioso e Rossi tínhamos Rins, Viñales, Crutchlow e Zarco.

Dovizioso vai para cima de Marquez. A dobradinha da Ducati era uma realidade em Assen. Enquanto isso, Rins ultrapassa Rossi, Tomando a 4ªposição. E Logo depois, O piloto da Suzuki não tomou conhecimento de Andrea Dovizioso. Ele detonou o 3ºlugar do vice-campeão de 2017. Esse quadro não duraria muito mais que 1 volta. Dovizioso recuperou o 3ºlugar a superar Rins. Enquanto que Rossi sofria a pressão em cima de Viñales.

Na 11ªVolta, Rins e Rossi ultrapassaram Dovi que caia para o 5º, Era o momento ruim do Italiano na prova. Como também era para Takaagi Nakagami que já não vinha em uma boa corrida e acabou vazando a Chicane. Resultado disso foi uma punição de 1.5 segundo acrescentados para o final da prova.

Na Volta seguinte, Rins força a barra pra cima de Marquez que quase perde o equilíbrio da moto , Acabou se Segurando e evitando a queda. Mas perdeu posição para Rins e Dovizioso. Nessa história toda era Lorenzo que estava gostando muito. Ele vinha na frente sem ser muito ameaçado de forma incisiva.

Dovizioso e Marquez superaram Rins logo depois e foram a caça de Lorenzo. A 12 voltas do final, O Estrategista deu o bote em cima do seu companheiro de equipe passando a liderança. Parecia que os pneus do Piloto Espanhol começava a dar sinais de que tinha acabado. Porém, Lorenzo continuava a tocar no mesmo ritmo de Dovi e de Marques. Tanto é que ele abriam uma distância para Viñales que vinha em 4º após superar Alex Rins. Na volta seguinte, Marquez tomava o segundo lugar ultrapassando Lorenzo, Que parecia estar se retirando da briga pelo desgaste dos pneus.

Porém, Lorenzo ainda tinha bala para Gastar. Passando Marc Marquez (Que ainda tentou revidar a ultrapassagem, Sem Sucesso) E foi para cima de Dovizioso com tudo para ganhar a liderança a 9 voltas do final.

Mas em poucas curvas, Lorenzo foi engolido pelo Dovizioso, Marquez e Viñales caindo para o 4ºlugar. Na Curva seguinte, Viñales ultrapassa Marquez e ganha o segundo lugar e depois passou Dovizioso assumindo a liderança pela primeira vez, como Marquez tomando o segundo lugar do piloto da Ducati.

Na Volta seguinte, Marc Marquez ultrapassa Marevick Viñales para assumir a liderança. O Piloto da Yamaha não desistiu e foi para a pressão em cima do piloto da Honda, Buscando a primeira vitória da fábrica em 2018.

Porém, Precisava ficar de olho no Dovizioso e no Rossi. No final da volta 21, Marquez e Viñales acabaram perdendo a curva, Dovi e Rossi se aproveitaram e passaram a frente.

Rossi queria a vitória e partiu para a briga em cima do Dovizioso, Chegando a passar para a liderança por alguns segundos. Na Volta 23, Marquez em uma grande manobra acabou passando ambos e retornando a liderança. A três voltas do final, Marquez começou a abrir vantagem. Dovizioso era pressionado pelo Rossi em busca do 2ºlugar.

Na Chicane, Rossi passou Dovizioso. O Italiano com a Ducati foi pra cima do Velho de 39 anos que acabou saindo da curva. Mas não foi Dovi que ficou com o 2ºlugar. Ele perdeu posição para Viñales e Rins caindo para o 4ºlugar, Rossi caiu para o 5ºlugar.

Na volta final, Rins foi para cima de Viñales que se segurou na segunda posição até a curva 15 quando o Piloto da Suzuki ganhou o segundo lugar. Ao final da prova Rossi passou Dovizioso que deu o troco na última perna da Chicane, A metros da linha de chegada.

Marquez conquistou sua 4ªvitória em 2018, após 2 provas sem vencer e ver Jorge Lorenzo com a Ducati crescer no campeonato. Uma grande vitória do Piloto Espanhol que sai de Assen com 41 pontos a frente do vice-líder do Campeonato.

Alex Rins com a Suzuki conquista o 2ºlugar em uma bela corrida, O pódio foi completado por Marevick Viñales, Que acabou fechando o pódio todo espanhol com sua Yamaha.

Andrea Dovizioso que poderia ter vencido a prova, Teve uma grande atuação ficando em 4ºlugar, Igualmente o que aconteceu com Valentino Rossi que tem nesse circuito o seu ápice de desempenhos nos últimos anos.

Cal Crutchlow acabou ficando a frente de Jorge Lorenzo em 6ºlugar. Depois de 2 importantes vitórias, Dessa vez o Gladiador do Asfalto ficou muito longe de um bom resultado. Johann Zarco com a Tech 3 de 2016 (Que começa a dar claros sinais de que esta ultrapassada) Acabou em 8ºlugar. Completando os 10 primeiros lugares: O Excelente Álvaro Bautista com a Ducati de 2017 da equipe de Angel Nieto em 9ºlugar e Andrea Iannone que decepcionou com o 10ºlugar.

Jack Miller com a Pramac que sobrou, Os irmãos Espargaró (Pol em 12º e Aleix em 13º), Scott Redding mostrando algum resultado com a Aprilla e Fechando de forma melancólica esse final de semana o Espanhol Dani Pedrosa, Com uma Honda de 2018 da equipe Principal ter feito apenas 1 ponto. Não só isso como ter um final de semana tão horrível como esse.

Nesse final de semana teremos o GP da Alemanha, No Circuito de Sachsenring na Alemanha. No dia da final da Copa do Mundo. Marquez já esta com a liderança do campeonato garantido para as férias. Mas a disputa vai ser para ser “Quem vai derrotar Marc Marquez no circuito Alemão?” O Espanhol desde de 2010 ele não sabe outro resultado a não ser a vitória.

Resultado Final da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Holanda – MotoGP

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 41’13.863
2 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 2.269
3 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 2.308
4 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 2.422
5 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 2.963
6 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 3.876
7 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati a 4.462
8 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 7.001
9 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 7.541
10 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 13.056
11 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 14.255
12 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 15.876
13 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 15.986
14 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 16.019
15 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 16.043
16 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati a 16.416
17 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 29.073
18 55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 33.824
19 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 34.037
20 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 47.853
9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 9 Voltas
10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 9 Voltas
17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Francesco Bagnaia tem final de semana prefeito com pole e Vitória em Assen

Treino de Classificação:

Na última classificação do dia , A categoria intermediária não tem a mesma emoção e o mesmo público da categoria Principal. Como é de costume para a Moto 2, É Preciso rever o formato do treino e com a ideia de fechar o treino com a Categoria Intermediária.

Quem começou na frente foi o Italiano Andrea Locatelli em plena ascensão, Com Schrotter e Vierge em 2º e 3º. Na volta seguinte, O piloto da Gresini Jorge Navarro faz 1:38.034 e ganha a primeira posição contra o 1:38.131 de Locatelli, de Remy Gardner que tem um desempenho notável com sua Tech 3 e 1:38.164 de Marcel Schrotter.

Aos 7 minutos, Francesco Bagnaia assumiu a liderança com 1:37.608 com a moto da Sky Racing VR46. Fabio Quartararo marca o segundo tempo e Alex Marquez da Marc VDS passou ao 3ºlugar. Os Favoritos começam a comandar a classificação. Enquanto que Stefano Manzi passa reto e por muito pouco não acaba caindo e Eric Granado lutam para tentarem arrancar mais da Suter.

Jorge Navarro no 10ºminuto de treino faz bela volta e sobe para o 3ºlugar. 2 minutos depois, Luca Martini faz 1:37.689 e marca o 2ºmelhor tempo, Formando a dobradinha da VR46 com Bagnaia até aquele momento. Essa posição dura apenas 2 minutos, Foi quando Marcel Schrotter marcou o 2ºmelhor tempo, Com 1:37.681.(8 Milésimos melhor que Marini)

O piloto da Casa Bo Bendsneyder com sua Tech 3 estava em uma modesta 22ªposição.

Mattia Pasini sobe para o 8ºlugar a 28 minutos do final do treinamento. Os 19 primeiros lugares naquele momento do treino estavam a separados por menos de 1 segundo de diferença.

A Esperada queda de Stefano Manzi aconteceu na metade do treinamento, Na Curva 8. Quem decepcionava de novo era os pilotos da KTM. Oliveira vinha em 13º e Brad Binder em 21º. Era impressionante com os pilotos com essa moto não conseguiam se classificar bem nessas últimas corridas e impressionante que nas corridas a moto se desenvolve muito bem.

Xavi Vierge com o tempo de 1:37.855 subiu do 10º para o 6ºlugar com a moto Kalex da Dynavolt. Jorge Navarro acabou indo para o chão também. Quem subiu bastante a 19 minutos do final foi o Britânico Sam Lowes que subiu do 18º para o 6ºlugar.

Depois disso o treino não teve grandes melhoras. Apenas falar do belíssimo treino de Pawi que vinha em 12ºlugar, Logo atrás de Mattia Pasini e Joan Mir.

O Treino vinha parado até que  Alex Marquez acabou caindo a 6 minutos do final. Menos de 3 minutos depois, O Finlandês Niki Tuuli acabou caindo. Foi acionada Bandeira vermelha parando o treino por 10 minutos, Assim como Xavi Carderus que caiu. Ambos ficaram impossibilitados de correrem no dia seguinte.

Depois disso recomeçaram o treino para os 3 minutos finais. Pouca coisa mudou. Romano Fenati melhorou seu tem ganhando 5 posições e segundos depois o Italiano Lorenzo Baldassarri tomou o 13ºlugar do piloto da Marinelli. Lá na frente, A Pole ficou mesmo com o Francesco Bagnaia. Um ótimo dia da equipe de Valentino Rossi que teve Luca Larini na 3ªposição. No meio deles estava o piloto Alemão Marcel Schrotter.

Na segunda fila largam Alex Marquez com a Marc VDS, Xavi Vierge da Dynavolt e Sam Lowes da Swiss Innovative Investors. Na terceira fila larga Fabio Quartararo, Andrea Locatelli da Italtrans, Na frente de Mattia Pasini que largaria em 11ºlugar. Fechando a fila 3, Larga Jorge Navarro. Um treino muito bom de Khairul Idham Pawi que larga em 12ºlugar.

Miguel Oliveira em 17º e Brad Binder em 22º mostra o fraco desempenho da KTM nas sessões de Classificação. Stefano Manzi ficou em 25º, Três posições a Frente de Eric Granado, Ambos sofrendo com os problemas do Chassi Suter da equipe Forward.

Grid de largada da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Holanda – Moto 2

pos Piloto Equipe Chassi Tempo
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 1’37.608
2 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 1’37.681
3 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 1’37.689
4 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’37.717
5 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 1’37.768
6 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 1’37.787
7 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 1’37.853
8 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 1’37.856
9 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’37.895
10 20 Fabio Quartararo Lightech – Speed Up Racing Speed Up 1’37.812
11 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 1’37.899
12 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’37.940
13 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 1’37.955
14 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex 1’38.061
15 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex 1’38.178
16 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex 1’38.215
17 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 1’38.228
18 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 1’38.245
19 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 1’38.433
20 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’38.605
21 52 Danny Kent Lightech – Speed Up Racing Speed Up 1’38.686
22 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 1’38.305
23 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 1’38.715
24 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter 1’38.986
25 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 1’39.121
26 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter 1’39.337
27 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 1’39.615
28 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 1’39.663
29 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’41.388
30 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’38.425

Na largada da corrida no domingo. Começou muito bem o Italiano Francesco Bagnaia que manteve na liderança da prova. Marcel Schrotter, Luca Marini, Alex Marquez e Joan Mir a seguir. Logo nas primeiras curvas o Britânico Danny Kent que anda mal das pernas acabou caindo e deixando mais uma prova.

Na Segunda volta, Marquez e Mir ultrapassaram Luca Marini para passarem ao 3º e 4ºlugares. Bagnaia abriu meio segundo de frente para Schrotter que estava tentando seu primeiro pódio na carreira.

Marini apesar de largar em 3ºlugar não tinha rendimento para manter sua moto bem colocada. Ele perdeu mais duas posições: Para Vierge e para Baldassarri. Quem avançava nesse começo de prova eram os pilotos da Red Bull KTM Ajo. Miguel Oliveira estava em 9ºlugar e Brad Binder estava em 12ºlugar.

Na 5ªVolta, Baldassarri ultrapassou Vierge e assumiu a 5ªposição. Ele teria de Alcançar o primeiro bloco que tinha Bagnaia, Schrotter, Mir e Marquez disputando a primeira posição. Com alguma vantagem para os 2 primeiros colocados.

No final da 6ªVolta, Marquez ultrapassa seu companheiro de equipe e ganha o 3ºlugar. Lá Atrás estava Sam Lowes que começou muito mal a prova e nesse momento vinha em um 13ºlugar. Na volta seguinte, O que não é nenhuma novidade foi a queda de Stefano Manzi.

Marquez vai para cima de Schrotter e acabou conseguindo a ultrapassagem em cima do piloto da Dynavolt. Agora o Irmão da Formiga Atômica iria a caça de Bagnaia. Logo Mir ficou na Alça de mira de Lorenzo Baldassarri. O Piloto da equipe Pons vinha em uma bela corrida de recuperação, E acabou pegando Mir pelas Calças e passou ao 4ºlugar. A Exemplo do piloto Italiano, Miguel Oliveira que vinha na 7ªposição com sua KTM.

Briga belíssima de Marquez e Schrotter pelo segundo lugar, Até que Baldassarri vai para cima do piloto Alemão pelo 3ºlugar. No começo da Volta 9, O Companheiro de equipe de Marcel Schrotter acabou caindo. Xavi Vierge vinha em 6ºlugar e acabou deixando a prova.

Segundos depois, Baldassarri realiza a ultrapassagem sobre o piloto da Dynavolt, passando ao 3ºlugar. Tão logo ele foi pressionar Alex Marquez. Quem agradecia era Francesco Bagnaia, Que abria 1.8 segundos de diferença.

No meio da volta 10, Baldassarri como se fosse o trator, Não quis nem saber e passou pelo Marquez para se colocar em 2º. O piloto da casa Bo Bendsneyder acabou tomando 1.4 segundos de punição por vazamento da chicane antes da linha de chegada. Alex Marquez vinha sofrendo pressão de Schrotter, Mas se segurava bem com o 3ºlugar.

A 7 voltas do final, Fábio Quartararo começou a aparecer na prova, Ele ultrapassou Miguel Oliveira, Assumindo o 6ºlugar com sua Speed UP.

A Situação de Bagnaia sobre o Baldassarri estava tranquila, 2.6 segundos de frente para o piloto da Pons. Já era hora de administrar essa vantagem. Na parte intermediária. Brad Binder fazia uma belíssima corrida de recuperação. Ao largar do 21ºlugar o Sul-Africano estava em uma respeitável 9ºposição. Se defendendo dos ataques de Andrea Locatelli da Italtrans. Depois deles, vinham Mattia Pasini e Romano Fenati disputando o 11ºlugar e mais atrás o Britânico Sam Lowes em 13º e Jorge Navarro em 14º.

A 6 Voltas do final, Mir sentia a pressão de Quartararo. O piloto da Marc VDS evitou a primeira investida, Mas a 5 Voltas do final, o piloto da Speed UP ultrapassa Mir e ganha o 5ºlugar na curva 14. A próxima vitima foi Schrotter que não demorou muito para ser superado. A ultrapassagem aconteceu na curva 8 da Volta seguinte (4 Curvas antes, Schrotter evitou a ultrapassagem do piloto da Speed UP).

A poucas voltas para o final, Um pneu furado acaba com a corrida de Baldassarri, Que vinha em um ótimo segundo lugar. Agora o Vencedor do GP da Espanha vinha em 3ºlugar, Na pressão em cima de Marquez. A ultrapassagem sobre Marquez aconteceu na curva 4 da antipenultima volta da prova.

Quartataro passou ao 2ºlugar. Alcançar Bagnaia seria impossível nesse momento. O piloto da VR46 que teve sua vantagem reduzida drasticamente nas duas últimas corridas teve um final de semana perfeito. Pole no Sábado e vitória de Ponta a Ponta em Assen. Foi a terceira vitória da carreira e a 3ª no Campeonato.

Fabio Quartararo teve outro grande final de semana, Levando a Speed UP para o 2ºlugar. O que evidencia não só a evolução do Piloto, como também do Chassi que ficou até melhor que o Chassi da KTM. O pódio é completado pelo Alex Marquez, que continua na briga pelo título pela Regularidade do piloto da Marc VDS.

O pódio de Marcel Schrotter vai esperar pelo menos mais uma corrida. O 4ºlugar do piloto da Dynavolt pode servir de motivação para a corrida em Saschering, Em sua casa para ganhar o primeiro pódio ou até primeira vitória na carreira.

Joan Mir acabou com uma boa corrida, 5ºlugar e mais 11 pontos para um belo campeonato do Campeão de 2017 da Moto 3. Miguel Oliveira reagiu na prova após uma colocação ruim no Grid de Largada, Mas dessa vez a Reação só rendeu a ele o 6ºlugar com sua KTM, Que precisa acertar a questão dos treinamentos. Isso pode custar até o campeonato em detrimento do piloto Português caso continue esse desempenho frágil nas Classificações.

Brad Binder teve uma recuperação bem melhor, Largou do 21ºlugar para terminar a prova na 7ªposição, superando no final a Luca Marini que após um belíssimo treinamento acabou fazendo uma prova frustrante.

Sam Lowes fez grande final de prova. Do 13ºlugar para terminar a prova na 9ªposição. Superando a Andrea Locatelli e Mattia Pasini da Italtrans. Se esperava mais do Veterano, Já Locatelli vem crescendo muito na categoria. Augusto Fernandez em mais uma boa corrida pela Pons, Jorge Navarro, Dominique Aegerter e Simone Corsi completaram a Zona de pontuação.

Bo Bendsneyder cruzou em 15º, Mas a punição de 1.4 segundos foi fatal para o piloto da Casa que caiu para o 17ºlugar. Eric Granado acabou a prova em 24ºlugar.

Resultado Final da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Holanda – Moto 2

pos Piloto Equipe Chassi Tempo
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 39’30.436
2 20 Fabio Quartararo Lightech – Speed Up Racing Speed Up a 1.748
3 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 2.179
4 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 4.094
5 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 4.342
6 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM a 5.230
7 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 9.568
8 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 9.960
9 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 14.133
10 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 14.332
11 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 18.525
12 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex a 20.297
13 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 20.867
14 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 27.394
15 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 28.424
16 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 28.505
17 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 a 28.674
18 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 28.888
19 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 29.441
20 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 39.321
21 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 39.407
22 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex a 39.750
23 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 48.946
24 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter a 48.976
25 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 1’27.879
26 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 1 Volta
13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex a 4 Voltas
97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 15 Voltas
62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter a 18 Voltas
52 Tetsuta Nagashima Lightech – Speed Up Racing Speed Up a 24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Jorge Martin domina Final de semana em Assen. Conquista a vitória e toma a liderança do campeonato

Em Assen tivemos um domínio total do espanhol Jorge Martin, Que fez barba, cabelo e Bigode ao vencer o GP da Holanda.

Na Classificação do Sábado começou com o Italiano Nicolo Bulega em primeiro lugar com 1:43.112, Seguido de Ayumi Sasaki da Petronas, Albert Arenas, Gabriel Rodrigo e Tatsuki Suzuki nas 5 primeiras posições. Depois da sua 1ªVolta Rápida. O Vencedor do GP da França (Albert Arenas) caiu na curva 9 após passar reto.

Dai veio Jorge Martin e acabou com a festa do restante do pelotão, passando para a liderança do treino com Tony Arbolino em 2º deixando Bulega para a 3ªposição. Quem vinha decepcionando era Enea Bastianini que vinha apenas em 14ºlugar.

A 24 minutos para o final, Bezzecchi aparece e marca o terceiro tempo. Na Volta seguinte Canet e Bezzecchi tentaram melhorar os tempos rumo a liderança. O piloto da Estrella Galícia conseguiu superar Martin e assumiu a liderança, com 1:42.562, Lorenzo Dalla Porta surpreendeu marcando o segundo tempo. Martin caiu para 3º e Bezzecchi para o 4ºlugar.

Esse Quadro mudou em poucos segundos. Martin marcou 1:42.528 e a 18 minutos do final o espanhol retomou a pole position.

Depois disso, Uns 7 a 8 pilotos passaram reto na curva 9, Entre eles o Italiano Enea Bastianini que lutava para melhorar seu tempo. Minutos depois, Bastianini faz uma grande volta e toma a liderança de Jorge Martin com 1:42.349 contra 1:42.443 do piloto da Gresini.

Na mesma curva 9, Tony Arbolino caiu. Essa curva trouxe vários problemas para os pilotos na classificação. A 10 minutos do final, apenas Albert Arenas estava na pista, Tentando melhorar da 22ªposição. A 5 minutos do final todos foram para a pista.

Bastianini tinha a pole até quando Jorge Martin a 1 minuto e 20 segundos do Final acabou fazendo 1:42.039 e conquistou a pole position em Assen. Enea Bastianini larga em segundo lugar e Nicolo Bulega na sua última volta superou Aron Canet que acabou caindo na sua última tentativa de volta. O Piloto da equipe de Valentino Rossi completaria a primeira fila.

Canet é jogado para a segunda fila, Que terá Lorenzo Dalla Porta com a outra moto da Leopard e para John McPhee que acabou subindo de maneira impressionante no final, do 18º para a 6ªposição. Fabio di Giannantonio da Gresini, Marco Bezzecchi da Pruster GP, Marcos Ramirez da Dubai e Gabriel Rodrigo da RBA completam os 10 primeiros colocados.

Grid de largada da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Holanda – Moto 3

pos Piloto Equipe Motor Tempo
1 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’42.039
2 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda 1’42.349
3 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM 1’42.445
4 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 1’42.562
5 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda 1’42.594
6 17 John McPhee CIP – Green Power KTM 1’42.595
7 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’42.749
8 12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM 1’42.764
9 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM 1’42.811
10 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM 1’42.933
11 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda 1’43.091
12 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda 1’43.117
13 11 Livio Loi Reale Avintia Academy 77 KTM 1’43.193
14 65 Philipp Ottl Sudmetal Schedl GP Racing KTM 1’43.212
15 5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM 1’43.275
16 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 1’43.390
17 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’43.452
18 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM 1’43.527
19 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM 1’43.083
20 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 1’43.746
21 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda 1’43.894
22 32 Ai Ogura Asia Talent Team Honda 1’43.938
23 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM 1’43.030
24 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM 1’44.271
25 81 Stefano Nepa CIP – Green Power KTM 1’44.616
26 18 Ryan van de Lagemaat Lamotec Lagemaat Racing KTM 1’45.879
27 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda 1’43.124
28 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM 1’43.268
29 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda 1’43.290
30 7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda 1’43.067

Na prova do Domingo, Confirmou o domínio para o piloto da Gresini

Na largada, Jorge Martin largou muitíssimo bem disparando na liderança, Com Enea Bastianini e Lorenzo Dalla Porta logo a seguir. Aron Canet que começou fora dos 5 primeiros colocados, Na curva 9 já vinha em 5ºlugar.

Marco Bezzecchi passou Dalla Porta no final da primeira volta e assume o 3ºlugar. Canet foi o próximo a deixar Dalla Porta para trás, Sendo pressionado pelo John McPhee e Fabio di Giannantonio.

Bazzecchi no final da segunda volta vinha na segunda posição. Um começo fulminante do piloto da PruestelGP.

Na frente, Jorge Martin com seus 8 décimos a frente, Tentou evitar que o grupo fosse formado. Funcionou até a 5ªVolta, Quando Canet passou para o segundo lugar e foi para cima do piloto espanhol. A Partir dai, Começou a se formar um Grupo com Martin, Canet, Bezzecchi, Bastianini e McPhee começaram a disputar a vitória.

Canet no final da volta assumiu a liderança, Com direito a melhor volta da prova 1:42.007. No segundo pelotão vinham brigando: O jovem Jamie Masla, Fabio di Giannantonio, Marcos Ramirez, Lorenzo Dalla Porta, Darryn Binder e Nicoló Bulega. Alonso Lopes foi punido por vazar uma chicane em 1.5 segundos acrescidos no tempo.

No final da 8ªVolta, Marco Bezzecchi passa a liderar a prova, Com John McPhee assumindo o 2º e Jorge Martin caindo ara o 3ºlugar. O piloto da Gresini acabou dando uma bela volta por cima e na Curva 5 retornou a liderança passando por McPhee e Bezzecchi. Essa liderança duraria algumas curvas, Bezzecchi tratou de voltar a liderança ao final da volta.

Na 10ªVolta, Bezzecchi erra e Martin volta a liderança. As punições por corte de chicane continuaram, Niccolò Antonelli foi punido com 1.7 segundos e depois, Mais dois pilotos punidos: Dennis Foggia com 2 segundos e Marcos Ramirez com 1.3 segundos.

O Escocês John McPhee passou a liderança, Na curva seguinte. Na entrada da 13ªVolta Martin voltou a liderança.

O piloto da CIP estava disposto a vencer sua primeira corrida do ano. Passou do 4ºlugar para a liderança novamente. Porém, Mas uma reviravolta aconteceu. Na Volta seguinte, Martin e Bastianini ultrapassaram McPhee passando aos 2 primeiros lugares. Phillip Oettl foi punido em 1.8 segundos por cortar a chicane. (Quinto piloto a fazer isso)

Um grande número de pilotos brigavam pelo 6ºlugar, que estava nas mãos de Fabio di Giannatonio , Que vinha a frente de Kornfeil, Binder, Gabriel Rodrigo que vinha fazendo uma prova discreta, Jaume Masla, Lorenzo Dalla Porta, Bulega e Ramirez.

Por muito pouco, O Irmão de Brad Binder, Darryn não conseguia uma grande ultrapassagem sobre di Giannantonio. Seria uma linda manobra que levaria o Sul-Africano ao 6ºlugar.

Na volta 18, Bezzecchi voltaria a liderança da prova com Canet, Bastianini, Martin e McPhee bem perto do piloto Italiano. Nada estava definido a 4 voltas do final.

Canet chegou a assumir a liderança por algumas curvas, Quando o Bezzecchi voltou a ponta. A 3 voltas do final, Jorge Martin voltou a liderança e começou a abrir diferença para o Canet e Bastianini que brigavam pelo 2ºlugar. Bezzecchi e McPhee disputavam o 4ºlugar.

A 1 volta e meia, John McPhee que vinha para a sua melhor corrida na temporada acabou caindo. Na volta final, Bezzecchi acabou caindo na curva 10.

Jorge Martin leva a vitória em um final de semana perfeito, Enquanto que Aron Canet na última curva, conseguiu ultrapassar Bastianini para chegar no 2ºlugar, Um resultado muito bom para um piloto que estava em uma fase não muito boa. Bastianini completou o pódio.

Jaume Masla conquistou seu melhor resultado na Moto 3 com o 4ºlugar. Jakub Kornfeil e Lorenzo Dalla Porta completaram os 6 primeiros colocados. Darryn Binder fez sua melhor prova na temporada com o 7ºlugar. Gabriel Rodrigo fez uma corrida discreta após o pódio na Catalunha em 8º, A frente de Fabio di Giannantonio que aproveitou muito pouco do fato de Bezzecchi ter caido na Volta final, apenas 7 pontos que o piloto da Gresini levou com o 9ºlugar. Marcos Ramirez, completou os Top 10.

Resultado final da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Holanda – Moto 3

pos Piloto Equipe Motor Tempo
1 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 37’56.485
2 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda a 0.665
3 33 Enea Bastianini Leopard Racing Honda a 0.718
4 5 Jaume Masia Bester Capital Dubai KTM a 10.842
5 84 Jakub Kornfeil Redox PruestelGP KTM a 10.953
6 48 Lorenzo Dalla Porta Leopard Racing Honda a 11.321
7 40 Darryn Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 11.343
8 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Skull Rider KTM a 11.737
9 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda a 11.756
10 42 Marcos Ramirez Bester Capital Dubai KTM a 11.766
11 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM a 11.777
12 10 Dennis Foggia SKY Racing Team VR46 KTM a 15.973
13 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda a 23.283
14 75 Albert Arenas Angel Nieto Team Moto3 KTM a 23.767
15 23 Niccolo Antonelli SIC58 Squadra Corse Honda a 23.827
16 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda a 23.850
17 14 Tony Arbolino Marinelli Snipers Team Honda a 24.040
18 65 Philipp Ottl Sudmetal Schedl GP Racing KTM a 25.802
19 71 Ayumu Sasaki Petronas Sprinta Racing Honda a 27.097
20 22 Kazuki Masaki RBA BOE Skull Rider KTM a 27.196
21 7 Adam Norrodin Petronas Sprinta Racing Honda a 27.260
22 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda a 27.403
23 32 Ai Ogura Asia Talent Team Honda a 27.644
24 11 Livio Loi Reale Avintia Academy 77 KTM a 28.039
25 72 Alonso Lopez Estrella Galicia 0,0 Honda a 30.519
26 16 Andrea Migno Angel Nieto Team Moto3 KTM a 34.938
27 81 Stefano Nepa CIP – Green Power KTM a 52.070
28 18 Ryan van de Lagemaat Lamotec Lagemaat Racing KTM a 1 Volta
12 Marco Bezzecchi Redox PruestelGP KTM a 1 Volta
17 John McPhee CIP – Green Power KTM a 2 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Morbidelli conquistou vitória em Assen em Grande disputa que durou do começo até o final

Franco Morbidelli deu a resposta após duas corridas discretas e conquistou a vitória em Assen após uma belíssima disputa pela vitória com vários pilotos.

Na largada Thomas Luthi largou melhor com Morbidelli em 2º e depois Nakagami, Oliveira, Simeon, Pasini e Alex Marquez. Curvas depois o ítalo-Brasileiro assumiu a liderança passando pelo Thomas Luthi que acabou caindo para o 4ºlugar. Sem dúvida o piloto Suíço partiria para uma recuperação. Na segunda volta Luthi passa Nakagami assumindo o 3ºlugar, Mas o Japa que esta sendo especulado para ir para a Pramac em 2018 deu o troco em Luthi que deve estar a caminho de uma das equipes Satélite da Ducati em 2018.

Luca Marini e Simone Corsi que disputavam posições intermediárias acabaram caindo e deixando a corrida. No final da 4ªVolta Miguel Oliveira passou Franco Morbidelli levando a sua Moto KTM para a liderança deixando o piloto da Marc VDS em 2º em maus lençóis pressionado por pelo seu companheiro de equipe Alex Marquez, Pasini, Nakagami. Luthi e Simeon estavam um pouco mais atrás em 6º e 7ºlugar.

Pasini assumiu a liderança na 7ªvolta. Nesse meio tempo tivemos várias trocas de ultrapassagem. No final da 9ªVolta Nakagami que venceu sua primeira corrida na Motovelocidade no ano passado assumiu a liderança passando Mattia Pasini. Thomas Luthi e Franco Morbidelli estavam disputando o 3ºlugar numa briga direta pelo título na Moto 2. Prever um vencedor na metade da corrida, era estupidez total com 6 pilotos na disputa pela vitória com motos tão iguais.

enquanto isso Hazish Syarhin e Xavier Simeon disputavam a 7ªposição. Ambos estavam fazendo suas melhores corridas na temporada de 2016. Nakagami tentava fugir na frente, Mas Pasini, Morbidelli e os outros não deixavam o piloto da Honda Asia Team abrir diferença. Pasini tentou passar Nakagami, Mas em um ponto perigoso acabou quase tocando. Resultado disso foi que Nakagami acabou abrindo vantagem para Pasini e os demais.

Mais uma vez a bandeira indicando pista escorregadia era agitada a 10 voltas do final da prova. A 9 Voltas do final Morbidelli passa Pasini assumindo o 2ºlugar, Enquanto que o Ítalo-Brasileiro iria para a briga pela liderança o piloto da Italtrans acabou perdendo posições para Luthi, Marquez e Oliveira caindo para o 6ºlugar, Mas logo depois Pasini passou o piloto da KTM recuperando pelo menos o 5ºlugar.

Marquez tentou tomar o 3ºlugar de Luthi, Mas acaba tocando no Suíço e passa a ficar pressionado pelo Pasini. Lá na Frente Morbidelli disputava a liderança contra o Japa Takaaki Nakagami. A 6 voltas do final 6 pilotos disputavam a vitória.

No final da 20ªVolta Luthi deu uma reviravolta e passou a liderança com Morbidelli que passou Nakagami assumindo o 2ºlugar. Xavier Simeon supera Syarhin assumindo o 7ºlugar de maneira definitiva. Mattia Pasini passou Nakagami e Morbidelli passando para o 2ºlugar.

A 2 Voltas do final Morbidelli partiu para cima de Pasini e no final da volta 23 passou o piloto da Italtrans passando para o 2ºlugar e o piloto da Marc VDS partiu para o ataque final em cima do Suíço Thomas Luthi. O Líder do campeonato conseguiu nas últimas curvas passando da Interwetten e vencendo a sua 5ªcorrida na temporada 2017 voltando a ficar em alta no campeonato. Morbidelli cada vez mais se consolida como um candidato ao título da Moto 2 e cada vez mais se consolida como o companheiro provavelmente do Australiano Jack Miller para a temporada de 2018 da MotoGP tomando a vaga de Tito Rabat.

Thomas Luthi apesar de perder a vitória ficou em 2ºlugar e continua perto de Morbidelli na vice-liderança do campeonato. O pódio foi completado por Takaaki Nakagami que acabou favorecido por um corte de pista de Mattia Pasini que na curva final foi atacado pelo piloto Japonês. Os comissários entenderam que Pasini que chegou na frente de Nakagami se favoreceu dessa manobra de maneira ilegal e acabou por inverter as posições. (Que para mim uma decisão acertada, Não tinha motivos para se punir com a caneta dura, Mas se não punisse também não ficaria legal isso dai não. Pasini acabou ficando com o 4ºlugar na frente de Miguel Oliveira que leva a sua KTM na 5ªposição e Alex Marquez que ficou um pouco para trás no final na 6ªposição.

A se destacar as boas corridas de Xavier Simeon que ficou em 7ºlugar e de Hafish Syarhin que ficou em 8ºlugar como as melhores corridas deles na temporada 2017. Fabio Quartararo ficou em uma honrosa 9ªposição e Francesco Bagnaia que conquistou pódio logo nas primeiras corridas vive com sua cotação em queda, apenas completou os Top 10 em uma corrida bem modesta.

Nesse domingo teremos a 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade na Alemanha o que vai marcar a Metade do campeonato de 2017.

Resultado final do GP da Holanda – Assen
Moto 2 – 8ªEtapa – 24 Voltas

pos Piloto Equipe País Tempo Grid
1 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 39’39.120 1
2 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex Moto2 a 0.158 3
3 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 0.630 2
4 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 0.394 7
5 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 a 0.657 4
6 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 a 2.774 8
7 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex Moto2 a 6.967 6
8 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 a 7.027 12
9 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex Moto2 a 11.089 5
10 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 a 11.623 13
11 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Suter MMX2 a 14.196 9
12 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 a 14.521 11
13 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 a 18.210 17
14 68 Yonny Hernandez AGR Team Kalex Moto2 a 18.926 18
15 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 21.767 19
16 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 a 22.008 21
17 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 a 22.179 20
18 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 32.097 23
19 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up SF7 a 32.231 22
20 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 a 40.349 25
21 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 a 44.830 24
22 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 a 48.509 10
23 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 a 57.518 27
24 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 a 1’06.824 28
25 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter MMX2 a 1’24.146 29
26 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 3 Voltas 28
32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 13 Voltas 16
11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 19 Voltas 30
10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 23 Voltas 14
24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF7 23 Voltas 15

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Valentino Rossi vence a primeira na temporada, Viñales cai e perde a liderança do Campeonato para Dovizioso

Matéria conjunta do Treino de Classificação e da Corrida em uma mesma matéria.

Q1 –  Pilotos

Karel Abraham – Jack Miller – Aleix Espargaró – Jorge Lorenzo – Scott Redding – Loris Baz – Andrea Iannone – Hector Barberá – Alex Rins – Sam Lowes – Esteve Rabat – Pol Espargaró – Bradley Smith

No Q1 com o tempo fechado e com pista molhada o que uma situação terrível para o Jorge Lorenzo que não se casa bem com chuva. Ainda mais ainda em período de Adaptação. Ao contraio de Jack Miller que adora correr na chuva.
Logo Miller assumia a primeira posição, Mas o piloto da Marc VDS não teria vida fácil já que loris Baz e Sam Lowes superaram a Miller que na sua segunda volta recuperou a ponta. Scott Redding entrou nessa disputa das duas vagas fazendo o melhor tempo.

Com o decorrer da classificação os tempos vinham baixando. A 5 minutos do final os classificados para o Q2 eram Jack Miller e Scott Redding. Mas Loris Baz e Sam Lowes também estavam na disputa dessas vagas. Já Jorge Lorenzo não conseguia andar rápido e sem qualquer chance de vaga para a fase final da Classificação.

Miller, Baz, Redding e Lowes se alternavam na liderança na parte final da Classificação. No final do treinamento os classificados foram o Britanicos Scott Redding e Sam Lowes. Loris Vaz acabou errando no último setor de sua última volta o que acabou por jogar ele para fora do Q2. A se lamentar o treino de Jorge Lorenzo que ficou apenas em 11ºlugar e com isso iria largar na 21ªposição.

Pilotos no Q2:
Marevick Viñales – Jonas Folger – Marc Marquez – Andrea Dovizioso – Cal Crutchlow – Valentino Rossi – Danilo Petrucci – Johann Zarco – Alvaro Bautista – Dani Pedrosa – Sam Lowes – Scott Redding

No Q2 Rossi assumiu a primeira posição no começo com Marquez em 2ºlugar. Danilo Petrucci acabou se destacando bastante no treinamento fazendo o melhor tempo. E quando alguém vinha para melhorar o tempo lá vem o piloto da Pramac para baixar a marca de seu adversário. Até que Marquez a 3 minutos do Final passa para o primeiro lugar com Valentino Rossi marcando o 2ºtempo Deixando Petrucci para o 3ºlugar.

O piloto da Pramac tentou recuperar a pole position, Mas acabou ficando em 3ºlugar. Enquanto que o motor da Aprilla de Sam Lowes quebra deixando na mão o piloto Britânico. Petrucci não desistiu e na volta seguinte com 1:46.526. No final do Treino Zarco, Marquez e Rossi buscaram tirar a pole do piloto da Pramac.

Marquez fez 1:46.206 e parecia que a pole iria ficar com o piloto da Honda, Mas a pole ficou mesmo com Johann Zarco que na volta final de 1:46.141 colocou todos os favoritos no bolso, Conquistando a primeira pole na MotoGP em sua 8ªcorrida na categoria principal. Marc Marquez larga em 2º e o Italiano Danilo Petrucci com a Pramac fecha a primeira fila do Grid de largada.

Na segunda fila largam Valentino Rossi da Yamaha Oficial, Scott Redding que mesmo com uma moto de 2016 da Ducati sendo inferior a moto do seu companheiro de equipe acabou fazendo um brilhante trabalho. Jonas Folger completa a 2ªFila.

Alvaro Bautista em grande fase larga em 7º, Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso que vem de 2 vitórias seguidas completam a 3ªFila. O Líder do campeonato Marevick Viñales larga em 11ºlugar atrás de Sam Lowes que fez seu melhor treino na MotoGP e de Dani Pedrosa que não foi nada bem no Q2 ficando longe da Formiga Atômica.

Grid de largada:

pos Piloto Equipe País Tempo Fase
1 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 1’46.141 Q2
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 1’46.206 Q2
3 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 1’46.526 Q2
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’46.705 Q2
5 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 1’47.574 Q2
6 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 1’47.663 Q2
7 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 1’47.812 Q2
8 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V 1’48.042 Q2
9 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1’48.079 Q2
10 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 1’48.128 Q2
11 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’48.266 Q2
12 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 1’49.623 Q2
13 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 1’47.217 Q1
14 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 1’47.234 Q1
15 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 1’47.277 Q1
16 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’47.649 Q1
17 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’47.804 Q1
18 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 1’47.947 Q1
19 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’47.957 Q1
20 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 1’48.080 Q1
21 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1’48.219 Q1
22 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’48.448 Q1
23 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 1’48.700 Q1

A Corrida no Domingo:

Com tempo nublado, Mas pelo menos com pista seca foi realizada a 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade em Assen. Na Largada Zarco e Marquez disputaram a liderança com vantagem para o piloto da Tech 3 e se manteve na liderança seguido de Marquez, Rossi, Petrucci, Bautista, Redding, Dovizioso e Crutchlow. Jonas Folger da Tech 3 acabou errando e passando reto em uma das curvas e teve que ceder posições. Mais atrás Pedrosa e Viñales estavam disputando o 10ºlugar.

Zarco inicialmente conseguiu abrir vantagem para a concorrência,  Mas logo na 3ªVolta Marquez e Rossi chegaram no piloto francês. Petrucci também vinha nessa chegando perto de Rossi. Enquanto isso Viñales tentava se recuperar e estava em 9ºlugar. O líder do campeonato tinha Iannone na alça de mira. O piloto da Suzuki saiu dessa passando Dovizioso e Bautista passando para o 6ºlugar.

Viñales praticamente de volta a volta ganhando uma posição. Primeiro para Bautista, depois para Dovizioso e a partir dai passou a pressionar o Inglês Scott Redding que vinha muito bem no final de semana apesar de Petrucci esta no bloco da frente sendo o principal piloto da Pramac em 2017 inclusive com moto do ano. Lorenzo já vinha em uma boa recuperação em 14ºlugar após largar em 21ºlugar.

Na 9ªVolta Sam Lowes que vinha no melhor final de semana da temporada caiu e deixou a corrida. Redding começava a sofrer pressão de Viñales na disputa pelo 5ºlugar enquanto que Bautista passa Dovizioso assumindo o 7ºlugar. Enquanto isso Valentino Rossi passou Marc Marquez tomando o 2ºlugar de seu arquirrival visionando a primeira posição de Johann Zarco. Viñales passou Redding e já vinha em 5ºlugar a 3 segundos do grupo da frente.

Na 11ªVolta Valentino Rossi passou Zarco assumiu a liderança. O piloto da Tech 3 tentou voltar a liderança e se deu mal. Acabou dando um toque em Rossi que se manteve a liderança enquanto que o francês acabou perdendo posição para Marquez caindo para o 3ºlugar. Na 12ªVolta de uma forma até perigosa o líder do campeonato Marevick Viñales cai e abandona a prova deixando a situação de que Andrea Dovizioso que assumiu o 5ºlugar tomar a liderança do campeonato.

A Formiga Atômica vinha pressionando Rossi na disputa pela liderança, Com Danilo Petrucci que já vinha em 3ºlugar na frente de Zarco. Na 16ªVolta Petrucci foi para cima de Marquez e ultrapassa o piloto da HRC Repsol Honda tomando o 2ºlugar com a sua moto da Pramac Ducati de 2017. 8 décimos de vantagem tinha o doutor na liderança.

Alvaro Bautista em uma bela corrida acabou caindo e deixando a prova. A 10 voltas do final os fiscais de pista mostraram a bandeira branca com o X vermelho o que representava pista escorregadia devido a chuva que começava a cair em Assen. Nesse meio tempo Dovizioso cresceu muito na corrida passando Zarco e depois passando Marquez assumindo a 3ªposição que era mais do que o bastante para o piloto da Ducati assumir a liderança do campeonato.

Zarco com dificuldades acabou indo para os boxes para trocar de moto, Mas acabou passando do limite de velocidade nos boxes o que fez ele ir para os boxes para cumprir a punição o que fez o piloto da Tech 3 que sobrou na corrida ficasse definitivamente de fora da corrida. Jorge Lorenzo fez a parada para trocar a Moto e sua situação era bem ruim na classificação. Andrea Dovizioso do nada chegou em Danilo Petrucci passando o piloto da Pramac indo para o segundo lugar. Dovi iria para o ataque em cima de Rossi para buscar uma terceira vitória seguida.

Isso acabou durando pouco. Petrucci voltou ao segundo lugar enquanto que Dovizioso e Marquez começaram a ficar atrás. A briga pela vitória estava ficando entre Rossi e Petrucci. A 5 voltas do final Petrucci passou Rossi assumindo a liderança mostrando que não era um peixe morto em relação ao veterano da MotoGP. Só que o Doutor queria pela primeira vez sair da operação com a vitória. A 3 voltas do final Rossi mandou Petrucci para a cama e operou o piloto da Pramac assumindo a liderança. Enquanto que Cal Crutculow vinha tirando 2 segundos por volta de Dovizioso e Marquez que travavam um duelo pelo pódio. O inglês chegou nos dois e parecia que ele passando os dois em 1 volta o piloto da LCR Honda poderia até buscar Rossi e Petrucci para ainda lutar pela vitória.

Mas isso não foi possível. Na volta final Rossi teve de segurar Petrucci. E Crutchlow tentava segurar o pódio. Conseguiu isso até as curvas finais quando Marc Marquez passa o piloto da LCR Honda e retorna ao pódio.

Rossi finalmente após 8 corridas e em uma das pistas aonde que ele melhor atua ele conquista a primeira vitória na temporada. A vitória 115 da carreira, ficando a 7 vitórias do italiano Giacomo Agostini que é o maior vencedor de corridas do Mundial de Motovelocidade. Rossi ficou a apenas 63 milésimos na frente de Danilo Petrucci que conquistou o 2ºpódio nas últimas três corridas com a Moto da Pramac Ducati de 2017.

Marc Marquez com a Honda Repsol completa o pódio ficando na frente de Cal Crutchlow que foi um senhor piloto na parte final da corrida. Andrea Dovizioso que apareceu até com condições de vencer a corrida acabou ficando apenas em 5ºlugar, Mas o italiano com os resultados assumiu pela primeira vez na carreira a liderança da categoria principal do Mundial de Motovelocidade passando Viñales que zerou pela segunda vez na temporada.

O Vencedor da Catedral da Motovelocidade de 2016 Jack Miller levou a moto da Marc VDS a uma boa 6ªposição e cada vez se mostrando como o piloto que vai ficar na equipe belga para 2018 levando a Tito Rabat a procurar um emprego em outra equipe para a próxima temporada. Karel Abraham sem chamar a menor atenção terminou a corrida em 7ºlugar após largar na 18ªposição com a Aspar Ducati de 2015 na frente de Loris Baz com a Avitina Ducati de 2015 chegando na frente de Iannone que fica em uma Decepcionante 9ªposição.

Aleix Espargaró com a Aprilla completou os Top 10. Pol Espargaró levou a KTM para o melhor resultado da fábrica Austríaca na sua volta a motoGP na 11ªposição. Tito Rabat ficou em 12ºlugar.

E quem diria que Dani Pedrosa em corrida lastimável em 13º, Johann Zarco após brigar a maior parte do tempo nas primeiras posições em 14º e Jorge Lorenzo em corrida deprimente em 15ºlugar ficaria nas últimas posições da zona de pontuação. Eles ficaram na frente de Hector Barbera e de Alex Rins (Que voltou nessa corrida após esta de fora por 5 corridas devido a problemas físicos).

No próximo domingo teremos a 9ªetapa do Mundial de Motovelocidade no Circuito Alemão de Saschering. O Circuito mais travado da temporada aonde Marquez é o rei da pista com 7 vitórias em 7 participações.

Resultado final do GP da Holanda – MotoGP
8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – 26 Voltas

pos Piloto Equipe País Tempo Grid
1 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 41’41.149 4
2 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 a 0.063 3
3 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V a 5.201 2
4 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V a 5.243 8
5 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 a 5.327 9
6 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V a 23.390 13
7 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 a 36.982 18
8 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 a 37.058 14
9 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR a 37.166 16
10 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP a 1’01.929 15
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 1’09.384 19
12 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V a 1’10.121 23
13 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V a 1’10.344 12
14 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 a 1’35.655 1
15 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1 Volta 21
16 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 1 Volta 20
17 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1 Volta 17
45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 2 Voltas 5
19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 9 Voltas 7
38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 13 Voltas 22
25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 15 Voltas 11
94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 17 Voltas 6
22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 18 Voltas 10

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP