Dakar 2018, Na Categoria Caminhões: Russos levam o campeonato para a Kamaz

Nos Caminhões, Sem qualquer susto para o trio Russo formado por Eduard Nikolaev, Evgeny Yakovlev e Vladimir Rybakov, Levando a Kamaz para mais um campeonato no Dakar. O 4ºlugar no último estágio a 4 minutos e 17 segundos atrás dos vencedores do Estágio O trio formado Holandês Ton Von Genugten, Bernard Der Kinderen e do Mecânico Peter Willemsen da Iveco levou a vitória, Com 1 hora, 39 minutos e 47 segundos.

Em segundo lugar na Geral foi o Trio da Equipe Maz, Formado por Siarhei Viazovich, Pavel Haranin e Andrei Zhyhulin. Um resultado inédito para a marca. Mesmo com a desvantagem de 3 Horas, 57 minutos e 17 segundos. E o pódio na categoria geral ficou com os Russos Airat Mardeev, Aydar Belyaev e Dmitriy Svistunov com a Kamaz, com mais de 5 horas e 20 minutos atrás dos Campeões.

O melhor Iveco ficou com o Cazaque Artur Ardavichus, Completando os 5 primeiros colocados chegou o Martin Macik (2ºlugar no Estágio), Com o Caminhão da Liaz. Uma surpresa já que não é um caminhão que esta entre os favoritos.

Apesar do título da Kamaz, Dá para se falar em um equilibrio de Forças na Categoria, Com um pelotão de frente que é composto de Kamaz e Iveco. Com Tatra, Renault e MAZ logo a seguir e Hiro, Liaz e Scania formando um 3ºpelotão. Eduard Nikolaev chegou ao seu 4ºcampeonato do Dakar.

Classificação final da 14ªEtapa do Dakar 2018
Categoria Caminhões – Córdoba

Pos. Piloto Caminhões Tempo
1 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO 01H 39′ 47”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
2 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 00H 00′ 11”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
3 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 00H 03′ 35”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
4 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00H 04′ 17”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
5 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 00H 04′ 55”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
6 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00H 05′ 46”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
7 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 00H 06′ 02”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
8 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00H 07′ 35”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
9 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 00H 12′ 33”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
10 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 00H 14′ 45”
Mitsugu Takahashi (Japão)
11 528 Aviv Kadshai (Israel) DAF CF85MX510 + 00H 15′ 02”
Ishar Armony (Malásia)
Maoz Vilder (Israel)
12 530 Mathias Behringer (Alemanha) MAN SX + 00H 15′ 26”
Stefan Henken (Alemanha)
Marco Moreiras (Portugal)
13 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00H 15′ 28”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
14 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 00H 17′ 02”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
15 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 00H 18′ 20”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
16 522 Rafael Tibau Maynou (Espanha) MERCEDES AXOR + 00H 22′ 27”
Pep Sabate (Espanha)
Rafael Tibau Roura (Espanha)
17 523 Dave Ingels (Bélgica) RTS RACING + 00H 22′ 31”
Michal Wrzos (Poland)
Kurt Keysers (Bélgica)
18 514 Steven Rotsaert (Bélgica) MAN TGA 26.480 + 00H 26′ 41”
Charly Gotlib (Belgica)
Jan Van Der Vaet (Bélgica)
19 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 04H 23′ 45”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Dakar 2018 – Estágio 13 – Nos Caminhões Nikolaev ganha e Argentinos abandonam com problemas mecânicos. Kamaz com o título sacramentado!

A Disputa pelos Caminhões que tinha tudo para ser a mais disputada no Dakar 2018 acabou tendo nessa etapa sua definição do campeonato. Com a quebra do Caminhão de Federico Villagra. O Caminho para o trio Russo formado por Eduard Nikolaev, Evgeny Yakovlev e Vladimir Rybakov para não só vencer a especial como pra confirmar o título nos caminhões. Mais um campeonato para os Russos da Kamaz, Que venceram em 2015, 2017 e nesse ano eles conquistam o Bicampeonato.

50 segundos depois terminaram outro trio russo da Kamaz, Liderado por Airat Mardeev com o copiloto Aydar Belyaev e o mecânico Dmitriy Svistunov. Em terceiro lugar ficou com o Tcheco Martin Kolomy com o Caminhão da Tatra, 6 minutos e 6 segundos dos vencedores. O Trio Bielorusso Siarhei Viazovich, Pavel Haranin e Andrei Zhyhulin ficaram a 27 minutos e 45 segundos, Ficando no 4ºlugar na especial, Mas isso não era o mais importante. Os trio da Mas praticamente garante um importante vice-campeonato do Dakar, Com 3 horas, 53 segundos e 59 segundos dos russos. Em terceiro lugar da Geral esta com o Russo Airat Mardeev, com 5 horas, 21 minutos e 5 segundos de distância para o líder.

Dmitri Sotnikov foi o 5ºcolocado com o Kamaz. O Estágio foi terrível para os caminhões da Iveco que tiveram apenas no Arturo Ardavichus como seu melhor piloto. Em 9ºlugar a 1 hora e 12 segundos dos vencedores, O Cazaque vem em 4ºlugar na geral. Ton van Genugten com seu Iveco fez uma prova bem ruim e caiu para o 9ºlugar na classificação geral. Os Japoneses Terumiro Sugawara e Mitsugu Takahashi que ficaram em 6º no Estagio se deram muito bem e subiram para o 5ºlugar na Classificação Geral.

É de se lamentar mesmo o abandono dos Argentinos, Não só porque seria algo incrível para eles como para a competição que vinha se desenvolvendo em uma grande Briga no final entre esses dois pilotos. Com o que aconteceu o Campeonato esta praticamente sacramentado na mãos de Nikolaev e da competente equipe da Kamaz.

Resultado Final da 13ªEtapa do Dakar 2018
De San Juan a Córdoba – Categoria Caminhões

Pos. Piloto Carros Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 05h 59′ 02”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 00′ 50”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
3 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 00h 06′ 06”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
4 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 27′ 45”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
5 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 32′ 54”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
6 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 00h 39′ 16”
Mitsugu Takahashi (Japão)
7 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 00h 52′ 30”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
8 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 00h 57′ 50”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
9 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 01h 00′ 12”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
10 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 01h 20′ 08”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
11 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 01h 22′ 21”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
12 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 01h 27′ 00”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
13 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 01h 34′ 53”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
14 530 Mathias Behringer (Alemanha) MAN SX + 01h 41′ 42”
Stefan Henken (Alemanha)
Marco Moreiras (Portugal)

Classificação Geral

Pos. Piloto Carros Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 53h 13′ 33”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 03h 53′ 59”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
3 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 05h 21′ 05”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
4 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 06h 36′ 37”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
5 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 07h 59′ 48”
Mitsugu Takahashi (Japão)
6 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 08h 02′ 51”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
7 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 09h 01′ 18”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
8 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 09h 18′ 45”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
9 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO + 09h 29′ 11”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
10 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 09h 41′ 02”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
11 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 10h 04′ 29”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
12 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 21h 44′ 54”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
13 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 25h 55′ 42”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
14 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 42h 51′ 04”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Dakar 2018 – 12ªEtapa – Nos Caminhões, Os dois primeiros colocados Separados por apenas 1 segundo após especial

Nos Caminhões, Ton Van Genunten, Levou seu trio a mais uma vitória em estágio, Depois de 7 duras e árduas horas. O Holandês trouxe seu Iveco para a vitória. 4 minutos e 11 segundos depois ficou o trio do caminhão Tcheco da Tarta, Comandado por Martin Kolomy.

Já entre os dois postulantes ao título do Dakar 2018. Eduard Nikolaev terminou em 3º, 1 minuto e 8 segundos a frente de Federico Villagra que levou seu Iveco ao 4ºlugar. Isso foi o Bastante para o Trio Russo voltar a liderança do Dakar. A Vantagem entre os dois é de apenas 1 segundo, Faltando apenas 2 estágios para o final e com mais de 47 horas percorridas por essas duas duplas, Eles são separados apenas por 1 segundo de diferença. A expectativa dos Argentinos é enorme para o final do Dakar comemorem um campeonato que vai ser épico!

Vencer a Kamaz, Já não é uma tarefa das mais fáceis. Agora vencer em sua casa será uma conquista épica em todos os sentidos e ficará para sempre no coração de cada Argentino que prestigia a Odisseia. Arturs Ardavichus completou os 5 primeiros colocados do Estágio.

Na classificação Geral Siarhei Viazovich leva o caminhão da MAZ para o 3ºlugar, Que agora parece definido. Já que Airat Mardeev com a Kamaz não foi bem. Ficou em 11ºlugar e praticamente perdeu a chance do pódio. O Russo precisa se preocupar com o Ton von Genunten que leva o segundo caminhão da Iveco entre os 5 primeiros colocados.

Resultado final da 12ªEtapa do Dakar 2018
De Chilecito a San Juan

POS. Piloto Caminhões Tempo
1 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO 07h 02′ 36”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
2 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 00h 04′ 11”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
3 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 06′ 21”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
4 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00h 07′ 29”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
5 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 00h 15′ 14”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
6 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 26′ 20”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
7 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 00h 32′ 16”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
8 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 35′ 00”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
9 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 00h 38′ 11”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
10 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 00h 39′ 02”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
11 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 47′ 43”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
12 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 01h 02′ 28”
Mitsugu Takahashi (Japão)
13 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 01h 28′ 04”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
14 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 01h 47′ 36”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)

 


Classificação Geral

POS. Piloto Caminhões Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 47h 14′ 31”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00h 00′ 01”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
3 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 03h 26′ 14”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
4 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 05h 20′ 15”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
5 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO + 05h 23′ 40”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
6 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 05h 36′ 25”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
7 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 07h 10′ 21”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
8 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 07h 20′ 32”
Mitsugu Takahashi (Japão)
9 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 07h 43′ 52”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
10 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 08h 18′ 41”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
11 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 08h 55′ 12”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
12 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 09h 31′ 35”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
13 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 20h 47′ 04”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

 

Dakar 2018: Nos Caminhões Van Genugten ganha estágio 10, Villagra tira vantagem de Nikolaev na Guerra entre Kamaz vs Iveco

Nos Caminhões, Primeira etapa na Argentina tivemos a vitória do piloto da Iveco Tom van Genugten conquistou a vitória, Após 5 horas e meia de disputa o trio Holandês formado por Van Genugten/ Bernard Der Kinderen/ Peter Willemsen ficou 11 minutos e 9 segundos a frente de Siarhei Viazovich com o Caminhão da equipe MaZ.

Os argentinos Federico Villagra/Ricardo Adrian Torlaschi/Adrian Arturo Yacopini ficaram no segundo lugar, Mas foi supostamente punido com 15 minutos de tempo acrescentados no tempo final de prova. Com isso os Argentinos caíram para o 3ºlugar na especial, Mesmo assim eles tiraram tempo do Caminhão comandado por Eduard Nikolaev que ficou em 4ºlugar. 22 minutos e 14 segundos atrás dos vencedores. Fechando os 5 primeiros lugares ficou os Russos da Kamaz comandado por Aidat Mardeev. Na classificação Geral a disputa pelo Dakar esta ainda entre Nikolaev e Villagra. Vantagem de 39 minutos entre os 2.

Siarhei Viazovich volta ao 3ºlugar com o caminhão da MAZ , Ton Van Genugten com a Iveco e Martin Macik com a Liaz completam os 5 primeiros colocados.

Resultado Final da 10ªEtapa do Dakar 2018
Salta a Belén – Categoria Caminhões

POS. Piloto caminhões Tempo
1 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO 05h 31′ 49”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
2 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00h 00′ 33”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
3 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 11′ 09”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
4 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 22′ 14”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
5 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 24′ 34”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
6 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 00h 27′ 16”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
7 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 29′ 23”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
8 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 32′ 02”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
9 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 00h 47′ 46”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
10 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 00h 51′ 51”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
11 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 01h 03′ 42”
Mitsugu Takahashi (Japão)
12 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 01h 18′ 14”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)

Classificação Geral

POS. Piloto caminhões Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 34h 09′ 09”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00h 24′ 44”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
3 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 03h 48′ 30”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
4 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO + 04h 08′ 54”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
5 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 04h 25′ 25”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
6 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 04h 25′ 40”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
7 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 05h 33′ 18”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
8 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 05h 55′ 19”
Mitsugu Takahashi (Japão)
9 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 06h 05′ 01”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
10 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 07h 20′ 04”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
11 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 07h 23′ 06”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
12 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 07h 46′ 05”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Caminhões no Dakar: Kamaz domina 5ºdia e Nikolaev dispara na ponta do Dakar 2018

O Trio Russo formado por Airat Mardeev/Aybar Belyaev/Dmitry Svistunov conquistou a vitória no estágio de San Juan de Marcona até Arequipa. Em um dia aonde a Kamaz dominou o estágio, Com 3 dos 4 trios Russos nas 3 primeiras posições.

Dmitry Sotnikov ficou em 2ºlugar e Eduard Nikolaev ficou com o 3ºlugar a 4 minutos e 33 segundos dos vencedores, Mas em relação a sua luta pelo título com o Argentino Federico Villagra dai a vantagem do piloto da Kamaz e sua turma foi de 21 minutos e 10 segundos. Os Argentinos ficaram apenas em 9ºlugar com o Caminhão da Iveco. Na Classificação Geral a diferença entre os dois esta em 58 minutos e 5 segundos a favor de Nikolaev/Yakovlev/Rybanov.

Ton von Genugten ficou com o 4ºlugar na especial com o primeiro caminhão da Iveco. Em 5ºlugar ficou com o Cazaque Artur Ardavichus também com o caminhão da Iveco.

Apesar da monopólio da Kamaz dos 3 primeiros lugares. As 5 primeiras posições na classificação geral estão entregues a 5 marcas de caminhões diferentes: Kamaz em 1º com Nikolaev, Iveco em 2º com Villagra, MAZ em 3º com Siarhei Viazovich, Liaz com Martin Macik em 4º e em 5ºlugar o caminhão Japonês da Hino com Terohito Sugawara.

Resultado Final – 5ªEtapa do Dakar 2018

POS. Piloto Caminhão Tempo
1 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ 03H 32′ 39”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
2 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 00H 03′ 56”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
3 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00H 04′ 33”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
4 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO + 00H 05′ 30”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
5 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 00H 13′ 24”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
6 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 00H 20′ 47”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
7 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 00H 21′ 39”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
8 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00H 24′ 34”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
9 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00H 25′ 43”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
10 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00H 25′ 56”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
11 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 00H 32′ 07”
Mitsugu Takahashi (Japão)
12 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 00H 35′ 10”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
13 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 00H 57′ 16”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)  

 

Classificação Geral:

POS. Piloto Caminhão Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 15H 59′ 39”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00H 58′ 05”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
3 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 02H 43′ 46”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
4 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 03H 15′ 40”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
5 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 03H 24′ 08”
Mitsugu Takahashi (Japão)
6 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 03H 57′ 00”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
7 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 04H 03′ 15”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
8 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 04H 21′ 22”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
9 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO + 04H 31′ 26”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
10 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 05H 14′ 52”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar