Francesco Bagnaia resiste as quedas em Sepang e conquista vitória na Moto 3

A Primeira corrida do dia foi uma corrida que misturou quedas e insensibilidade da direção de corrida em deixarem a corrida acontecer em uma pista que estava em condições muito adversas o italiano Francesco Bagnaia acabou resistindo a todas as adversidade e sem cair acabou levando a sua Mahindra da Aspar Martinez para a vitória em Sepang.

Na largada Binder manteve a liderança com uma ótima largada de Gabriel Rodrigo que assumiu a 2ªposição com Bagnaia e Dalla Porta nas 4 primeiras posições. Na primeira volta 2 incidentes acabaram tirando 7 pilotos ainda na primeira volta. No primeiro deles tirou da corrida Ayumu Sasaki que substituiu a Enea Bastianini, Andrea Migno e Juanfran Guevara acabaram caindo, Somente Migno continuou e os outros abandonaram.

Na segunda já foi mais grave, tudo começou com a queda de Jorge Martin na curva 5 e de forma perigosa acabou levando Nicolo Bulega que teve sua moto totalmente destruída, Aron Canet e Phillip Oettl. O piloto da Estrella Galícia sentiu a queda, Mas depois se constatou que Canet não teve maiores consequências maiores.

motovelocidade_sepang_2016dom-3

Agora o grande problema da corrida foi na 4 volta com Joan Mir em primeiro, Binder, Bagnaia e Dalla Porta disputando o primeiro lugar até que na curva 7 Mir, Binder e Dalla Porta acabaram caindo após passarem por uma poça d’água o que fez os três caírem e um pouco mais atrás também caiu o italiano Fabio di Giannantonio que voltou a corrida, a Partir dai a corrida deveria ter sido paralisada, Binder voltou para a pista com a moto toda sem nenhuma carenagem da sua moto.

Com tudo isso o líder passou a ser Francesco Bagnaia com Kornfeil em segundo e a seguir Antonelli, Navarro e Bendsneyder disputavam o 3ºlugar. Na volta seguinte Niccolò Antonelli e Jules Danilo (que estava um pouco mais atrás) caíram na mesma curva, A situação da pista estava muito complicada.

Bagnaia ganhava cada vez mais vantagem enquanto que Kornfeil, Bendsneyder e Navarro vinham em um segundo pelotão. Um pouco mais atrás Andrea Locatelli, Marcos Ramirez, Pawi, Livio Loi, Maria Herrera disputavam posição, Mas quem crescia na prova era o Francês Fábio Quartararo que já estava em 5ºlugar.

A 8 Voltas do final na curva 15 Jorge Navarro caiu e deixou  a corrida também, Naquela altura do campeonato Brad Binder que foi para os boxes depois da queda e a equipe Red Bull KTM Ajo fez um brilhante trabalho colocando toda a nova carenagem em menos de 6 minutos voltando a 3 voltas do líder podendo até marcar pontos já que tínhamos poucos pilotos na pista.

motovelocidade_sepang_2016dom-1

Na parte final de prova Bagnaia tinha mais de 7 segundos na frente de Kornfeil e Bendsneyder que disputavam a segunda posição com Fábio Quartararo chegando nessa disputa e pelo desempenho ele iria engolir ambos. Mas com o acidente da Espanhola Maria Herrera que acabou se chocando com Livio Loi ela acabou caindo e finalmente a corrida foi encerrada a 3 voltas do termino, Com isso a vitória de Francesco Bagnaia foi confirmada com Jakub Kornfeil em 2º e Bo Bendsneyder da Holanda completando o pódio em 3ºlugar.

motovelocidade_sepang_2016dom-2

Fábio Quartararo bateu de novo na trave na disputa do pódio ficando em 4ºlugar com a moto da Leopard que teve um bom dia com Andrea Locatelli chegando bem colocado em 5ºlugar. O Espanhol Marcos Ramirez em mais uma boa corrida sendo um dos destaques dos final da temporada.

Gabriel Rodrigo em uma corrida comedida chegando a ficar em 2ºlugar no começo da prova acabou a corrida apenas em 7ºlugar. Os dois pilotos da casa chegaram ao final da corrida com Pawi se exibindo bem completando a corrida em 8ºlugar e o piloto Hafiq Azmi substituindo o Escocês John McPhee ficando em 11ºlugare. Os pilotos Livio Loi e Darryn Binder completaram os 10 primeiros colocados.

Stefano Valtulini e Lorenzo Petrarca marcaram os primeiros pontos da carreira nessa prova ficando em 13º e 14ºlugares respectivamente, Brad Binder completou a prova em 17ºlugar a 3 voltas do vencedor.

Daqui a 2 semanas teremos a última etapa do Mundial de motovelocidade

Resultado final do GP da Malásia do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – Sepang

1 21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) 29’29.351 em 15 Voltas
2 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 7.108
3 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 7.253
4 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 8.469
5 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 12.414
6 42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 12.706
7 19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 13.387
8 89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda) a 13.506
9 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 14.445
10 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 38.777
11 38 Hafiq Azmi (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 45.827
12 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 48.899
13 43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 49.648
14 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 49.842
15 4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda) a 1’15.163
16 48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 1 Volta
17 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 3 Voltas

Não Classificaram para a corrida:

6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 13.793
95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 7 Voltas
9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 8 Voltas
12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 10 Voltas
36 Joan Mir (Leopard Racing KTM) a 11 Voltas
24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 11 Voltas
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 11 Voltas
8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM) a 12 Voltas
88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 15 Voltas
44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 15 Voltas
65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 15 Voltas
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM) a 15 Voltas
7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 15 Voltas
71 Ayumu Sasaki (Gresini Racing Moto3 Honda) a 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Binder vence de forma tranquila corrida agitada e cheia de quedas na moto 3

Não daria para acreditar de que o Brad Binder dominou uma corrida em que foi muito disputada e teve um monte de nuances como é de praxe em Phillip Island e principalmente numa categoria como a Moto 3.

A começar a largada aonde Binder largou bem com Gabriel Rodrigo indo para o segundo lugar. Na segunda curva começou o festival de quedas com vários indo para o Chão como foi o caso de Juanfran Guevara e de Khairul Idham Pawi além de mais 3 pilotos.

Vários pilotos assumiram a liderança ou disputaram as primeiras posições nesse começou de corrida desde do campeão Brad Binder, dos pilotos da Gresini Fabio di Giannantonio e Enea Bastianini, Francesco Bagnaia com a Mahindra, Do Escocês John McPhee com a nova moto da Pegueot que vem progredindo muito desde do começo do ano até mesmo tendo ganho uma das corridas até mesmo o piloto Fábio Quartararo que largou do último lugar e em poucas voltas já ocupava as primeiras posições em incrível recuperação.

As quedas foram algo comum em toda a corrida
As quedas foram algo comum em toda a corrida

Gabriel Rodrigo na parte final da volta 5 foi para cima de Bagnaia e acabaram ambos se chocaram e o piloto da Aspar levou a pior levando junto o Italiano Fabio di Giannantonio, Ambos ficaram muito irritados pela atitude do piloto Argentino. Mas quando achou que a prova ficaria mais calma tivemos um acidente forte envolvendo 4 pilotos sendo que Enea Bastianini e John McPhee foram atropelados, A situação ficou tensa e a direção da prova acabou dando Bandeira Vermelha interrompendo a prova.

A pior situação era de John McPhee que se chegou a achar que ele esta nas piores situações até que veio um comunicado de que ele estava consciente, Depois se constatou que McPhee teve comoção cerebral e dedo polegar da mão esquerda fraturado e Bastianini acabou com fraturas de vértebra toráxica T9 e na costela. Ambos vão para a cirurgia e estão de fora da prova do próximo domingo em Sepang na Malásia.

McPhee causou muita preocupação em todo o público e telespectadores devido ao acidente que ele sofreu
McPhee causou muita preocupação em todo o público e telespectadores devido ao acidente que ele sofreu

A direção de prova definiu que a corrida iria recomeçar com apenas 10 voltas com algo a se criticar foi que todos os pilotos foram para o grid com as posições da volta anterior ao acidente e os pilotos que foram punidos tiveram que levar a punição principalmente isso foi prejudicial para o Francês Fábio Quartararo. Eu considero absurdo beirando ao ridículo o que não acreditei, simplesmente a punição já tinha sido cumprida e todos os pilotos teriam que pagar a punição de novo e principalmente o piloto da Leopard Racing que foi o mais prejudicado.

Na segunda largada da corrida curtíssima de 10 voltas Binder e Locatelli assumiram o primeiro e segunda posições e acabaram por fugir da disputa feroz na terceira posição que acabou tendo vários pilotos de maneira surpreendente disputando o pódio como o Espanhol Marcos Ramirez, o Japonês Tatsuki Suzuki e o Sul-Africano irmão de Brad Binder o piloto Darryn Binder. Tivemos quedas na segunda parte da corrida, Mas não foram tão graves como a queda que interromperam a corrida.

Locatelli teve um bom desempenho e levou seu primeiro pódio na temporada.
Locatelli teve um bom desempenho e levou seu primeiro pódio na temporada.

Com Tranquilidade e mantendo a cabeleira intacta Brad Binder conquistou mais uma vitória em sua temporada já coroada com o Campeonato da Moto 3 com Andrea Locatelli em 2ºlugar com a Leopard Racing a quase 6 segundos do vencedor sendo o melhor resultado do piloto italiano na temporada, A Disputa pelo pódio foi definida apenas nos últimos metros quando o piloto Espanhol Aron Canet pegando o vácuo da moto de Darryn Binder e conseguindo pegar o 3ºlugar conquistando o primeiro pódio da sua carreira e impedindo que tivessem os dois irmãos no pódio.

moto3_australia_2016domingo-3

Esse pódio que poderia ter sido de Fábio Quartararo que chegou a estar em 5ºlugar mas acabou ficando para trás e chegando apenas em 12ºlugar apenas a frente de Tatsuki Suzuki que chegou também a disputar esse pódio, Esses dois deram mais sorte que Jorge Navarro e Gabriel Rodrigo que acabaram caindo e ficando de fora dessa disputa. Livio Loi ficou em boa 5ªposição seguido de Jorge Martin representando o time do Aspar Martinez, Marcos Ramirez que fez um belíssimo resultado disputando também, Hiroki Ono tendo um bom resultado depois de sido desclassificado na prova de sua casa aonde ele tinha levado o pódio, Jules Danilo representando a Ongetta com um digno 9ºlugar e Bo Bendsneyder companheiro de equipe de Brad Binder fechando os 10 primeiros colocados.

Semana que vem teremos o penúltimo encontro da Moto 3 em Sepang com mais uma disputa eletrizante pela vitória e pela honra de carimbar a faixa de campeão de Brad Binder.

Resultado final da 16ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – GP da Austrália – Phillip Island

1 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) 16’22.009 em 10 Voltas
2 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 5.937
3 44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 9.594
4 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 9.642
5 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 9.680
6 88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 9.750
7 42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 9.996
8 76 Hiroki Ono (Honda Team Asia Honda) a 10.115
9 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 10.142
10 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 10.358
11 7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 10.447
12 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 10.569
13 24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 10.682
14 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 10.979
15 6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 13.763
16 12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 13.821
17 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 28.297
18 3 Fabio Spiranelli (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 42.036
19 48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 50.454
20 14 Matt Barton (Suus Honda FTR Honda) a 1’23.446

Não terminaram a corrida:

19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 1 Volta
9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 1 Volta
43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 2 Voltas
23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 10 Voltas

Não disputaram a segunda corrida:

8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM)
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM)
17 John Mcphee (Peugeot MC Saxoprint Peugeot)
36 Joan Mir (Leopard Racing KTM)
21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra)
89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda)
33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda)
4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda)
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM)
84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Largando de trás Pawi sobra na chuva e conquista 2ªVitória na sua carreira

Sob chuva o piloto Malaio Khairul Idham Pawi que largou do 20ºlugar se sentiu a vontade no circuito de Sachsering e fez uma prova irretocável para a sua segunda vitória no campeonato e da sua carreira na Moto 3. Na Largada o piloto Enea Bastianini continuou na liderança, Mas logo o piloto Holandês Bo Bendsneyder veio disputar o primeiro lugar com o piloto da Gresini nas primeiras voltas, Nessas primeiras voltas pela primeira vez na sua história a Pegueot liderou uma corrida do Mundial de motovelocidade com o piloto Escocês John McPhee que andou muito bem a corrida inteira.

A Honda chegou a fazer uma Dobradinha em Sachsering
A Honda chegou a fazer uma Dobradinha em Sachsering

Mas logo Pawi e seu companheiro de equipe Hiroki Ono foram para cima dos líderes e assumiram as duas primeiras posições com o piloto Malaio no comando e com Ono na cola dele até a 9ªVolta quando o piloto Japonês acabou salvando uma queda praticamente certa e acabou indo para a brita perdendo muitas posições, 3 Voltas depois a queda do piloto da Honda Team Asia que o fez ele deixar a corrida.

Sachsering_alemanha_moto3_2016 (3)

Pawi no decorrer da prova teve mais de 10 segundos de diferença, Já disputando o pódio Andrea Locatelli acabou subindo para o 2ºlugar, Bastianini em 3ºlugar conseguia segurar a pilotos como John McPhee que estava querendo um grande resultado para a estreante Pegueot e para o Kornfeil e Fabio di Giannantonio que estavam em uma crescente na prova.

A Disputa que chamou a atenção da corrida foi a briga entre os 2 primeiros colocados do campeonato Brad Binder e Jorge Navarro disputando uma posição intermediária na zona de pontuação (7ºLugar). Com uma moto Melhor O Espanhol ganhou essa posição e chegou a ganhar mais duas posições subindo para o 5ºlugar, Mas acabou cometendo um erro caindo para o 7ºlugar e com isso conseguindo marcar um ponto a mais que o Brad Binder.

Pawi foi até o final da prova e acabou levando a vitória no molhado pela 2ªVez (A Primeira foi na Argentina nesse ano) mostrando uma impressionante habilidade de correr em uma situação de tempo (Com Chuva) Critica colocando 11 segundos sobre o segundo colocado o Italiano Andrea Locatelli que conquistou o primeiro pódio na carreira e o primeiro da Leopard na temporada e Enea Bastianini completou o pódio com a Moto da Gresini.

A Melhor corrida da Pegueot na Moto 3 até agora
A Melhor corrida da Pegueot na Moto 3 até agora

uma bela corrida de Jakub Kornfeil que cresceu muito na corrida e chegando na 4ªposição, O jovem Fabio di Giannantonio que continua impressionando muito na sua temporada de estreia chegando em 5ºlugar e uma belíssima corrida de John McPhee que ainda tem uma moto em começo de desenvolvimento e acabou aproveitando a chuva para colocar a Pegueot na 6ªposição. Jorge Navarro conseguiu tirar 1 ponto da distância ainda confortável de Binder na luta pelo título do Mundial de Motovelocidade na categoria inicial ficando em 7ºlugar, Completaram os 10 primeiros colocados o piloto da Ongetta-Rivacold Jules Danilo que teve de ser o único piloto do time na linha de combate que acabou tendo a ausência de Niccolò Antonelli que sofreu um acidente no Warm Up e não pode correr devido a gravidade do acidente (O mesmo aconteceu com a Maria Herrera) e o Vencedor da corrida em Assen Francesco Bagnaia ficou em 10ºlugar.

No dia 14 de Agosto teremos a 10ªetapa do Mundial da Moto 3 em Red Bull Ring na Áustria que volta ao Mundial de Motovelocidade nesse ano.

Sachsering_alemanha_moto3_2016 (1)

Mundial de Motovelocidade – Moto 3
Resultado final – GP da Alemanha

1 89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda) 47’07.763 – 27 Voltas
2 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 11.131
3 33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda) a 13.359
4 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 18.541
5 4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda) a 20.620
6 17 John McPhee (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 20.698
7 9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 20.910
8 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 23.333
9 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 30.318
10 21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear ASPAR Mahindra Team Mahindra) a 31.095
11 24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 37.688
12 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 45.005
13 19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 47.793
14 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 48.073
15 44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 56.921
16 10 Alexis Masbou (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 1’10.787
17 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 1’13.873
18 5 Romano Fenati (SKY Racing Team VR46 KTM) a 1’14.813
19 97 Maximillian Kappler (KRM-RZT KTM) a 1’15.203
20 43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 1’15.434
21 27 Tim Georgi (Freudenberg Racing Team KTM) a 1’23.906
22 22 Danny Webb (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 1’38.548
23 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 1 Volta

Não Completaram a corrida:

8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM) a 13 Voltas
7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 15 Voltas
76 Hiroki Ono (Honda Team Asia Honda) a 16 Voltas
88 Jorge Martin (Pull & Bear ASPAR Mahindra Team Mahindra) a 17 Voltas
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 17 Voltas
40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 19 Voltas
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM) a 19 Voltas
77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 20 Voltas
36 Joan Mir (Leopard Racing KTM) a 27 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Antonelli toma a ponta na largada e vence dominando a corrida em Motegi, Kent fica a um passo do Título

Mas um grande final de semana fantástico para Niccolo Antonelli o melhor piloto da segunda fase do campeonato da Moto 3 largou em 2ºlugar e logo na largada ele tomou a ponta de Romano Fenati que despencou na Classificação e não foi de forma nenhuma ameaçada essa vitória. Já o segundo teve boas surpresas como Livio Loi e Hiroki Ono que disputaram em um certo momento o segundo lugar, Mas ambos infelizmente caíram e acabaram deixando a corrida.

A disputa depois por um lugar pelo pódio ficou entre Miguel Oliveira que logo fugiu de Brad Binder e Isaac Viñales. Mais atrás Enea Bastianini Tentava aproveitar a chance para chegar o mais a frente possivel de Kent, Mas infelizmente para o piloto italiano com a pista formando um trilho a sua moto ficou mais lenta e o piloto que chegou a estar em 5ºlugar foi perdendo rendimento. Enquanto isso Kent foi crescendo na corrida e de um piloto que estava fora da Zona de pontuação ele foi evoluindo fazendo belas brigas no bloco do meio do pelotão correndo riscos disputando posições com Karel Hanika, Mas com mais moto ele evoluiu na corrida e avançou a tal ponto de no final da corrida Kent disputar o 6ºlugar com o Italiano Bastianini que tentou de todas as formas segurar o resultado, Mas o piloto da Leopard acabou levando a melhor a 2 voltas do final e tomando o sexto lugar e com isso fazendo com que Kent fique bem próximo do título.

Enquanto isso Antonelli só foi administrando a corrida que foi diminuída em 13 Voltas devido ao péssimo tempo que esteve fazendo em Motegi. Brad Binder acabou caindo e Isaac Viñales perdeu tempo e isso permitiu a Jorge Navarro vindo um pouco mais atrás a Subir para o 3ºlugar e pegar a última vaga no pódio. Antonelli só ficou tranquilo quando recebeu a bandeirada. É a sua 2ªVitória na temporada e na carreira com Miguel Oliveira em 2ºlugar e manteve uma pequena chance de até ter o campeonato em suas mãos assim como Enea Bastianini. O pódio foi completado pelo piloto da Estrella Galícia Jorge Navarro que foi o único a esta competitivo, Já o Isaac Viñales que acabou perdendo tempo ficou ainda em 4ºlugar na frente de um surpreendente Zulfahmi Khairuddin que ficou em 5ºlugar.

Danny Kent com o 6ºlugar ficou mais perto do Título podendo ser o campeão em Phillip Island, Com 56 pontos basta um segundo lugar mesmo que o Bastianini que chegou em 7ºlugar em Motegi Vença a prova. Karel Hanika, John McPhee e Efren Vazquez completaram os 10 primeiros colocados. A Destacar Andrea Locatelli que ficou em uma excelente 14ªposição após ele ter largado em 34ºlugar.

Semana que vem teremos O GP da Austrália em Phillip Island que deve consagrar Kent como campeão da Moto 3, Mas Bastianini e Oliveira ainda se mantem vivos para tentarem impedir a conquista do piloto Inglês.

Pódio em Motegi
Pódio em Motegi

Resultado final do Mundial de Motovelocidade
GP do Japão – Moto 3

1 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) 28’03.391 em 13 Voltas
2 44 Miguel Oliveira (Red Bull KTM Ajo KTM) a 1.053
3 9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 8.529
4 32 Isaac Viñales (RBA Racing Team KTM) a 11.074
5 63 Zulfahmi Khairuddin (Drive M7 SIC KTM) a 13.043
6 52 Danny Kent (Leopard Racing Honda) a 15.224
7 33 Enea Bastianini (Gresini Racing Team Moto3 Honda) a 15.873
8 98 Karel Hanika (Red Bull KTM Ajo KTM) a 17.563
9 17 John Mcphee (SAXOPRINT RTG Honda) a 18.153
10 7 Efren Vazquez (Leopard Racing Honda) a 18.556
11 88 Jorge Martin (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 19.896
12 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC KTM) a 20.892
13 24 Tatsuki Suzuki (CIP Mahindra) a 25.145
14 55 Andrea Locatelli (Gresini Racing Team Moto3 Honda) a 28.455
15 21 Francesco Bagnaia (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 28.849
16 91 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 29.988
17 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 30.719
18 29 Stefano Manzi (San Carlo Team Italia Mahindra) a 31.949
19 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 32.146
20 16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 35.048
21 58 Juanfran Guevara (MAPFRE Team MAHINDRA Mahindra) a 47.242
22 96 Manuel Pagliani (San Carlo Team Italia Mahindra) a 48.796
23 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 49.372
24 48 Lorenzo Dalla Porta (Husqvarna Factory Laglisse Husqvarna) a 56.860
25 27 Keisuke Kurihara (Musahi RT Harc-Pro Honda) a 59.731
26 6 Maria Herrera (Husqvarna Factory Laglisse Husqvarna) a 1’07.035
27 40 Darryn Binder (Outox Reset Drink Team Mahindra) a 1’19.621
28 5 Romano Fenati (SKY Racing Team VR46 KTM) a 1’29.664
29 22 Ana Carrasco (RBA Racing Team KTM) a 1’52.305

Ñão Completando a corrida:

2 Remy Gardner (CIP Mahindra) a 3 Voltas
11 Livio Loi (RW Racing GP Honda) a 9 Voltas
76 Hiroki Ono (Leopard Racing Honda) a 11 Voltas
34 Ryo Mizuno (Musahi RT Harc-Pro Honda) a 12 Voltas
10 Alexis Masbou (SAXOPRINT RTG Honda) a 12 Voltas
19 Alessandro Tonucci (Outox Reset Drink Team Mahindra) a 12 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP