Francesco Bagnaia tem final de semana prefeito com pole e Vitória em Assen

Treino de Classificação:

Na última classificação do dia , A categoria intermediária não tem a mesma emoção e o mesmo público da categoria Principal. Como é de costume para a Moto 2, É Preciso rever o formato do treino e com a ideia de fechar o treino com a Categoria Intermediária.

Quem começou na frente foi o Italiano Andrea Locatelli em plena ascensão, Com Schrotter e Vierge em 2º e 3º. Na volta seguinte, O piloto da Gresini Jorge Navarro faz 1:38.034 e ganha a primeira posição contra o 1:38.131 de Locatelli, de Remy Gardner que tem um desempenho notável com sua Tech 3 e 1:38.164 de Marcel Schrotter.

Aos 7 minutos, Francesco Bagnaia assumiu a liderança com 1:37.608 com a moto da Sky Racing VR46. Fabio Quartararo marca o segundo tempo e Alex Marquez da Marc VDS passou ao 3ºlugar. Os Favoritos começam a comandar a classificação. Enquanto que Stefano Manzi passa reto e por muito pouco não acaba caindo e Eric Granado lutam para tentarem arrancar mais da Suter.

Jorge Navarro no 10ºminuto de treino faz bela volta e sobe para o 3ºlugar. 2 minutos depois, Luca Martini faz 1:37.689 e marca o 2ºmelhor tempo, Formando a dobradinha da VR46 com Bagnaia até aquele momento. Essa posição dura apenas 2 minutos, Foi quando Marcel Schrotter marcou o 2ºmelhor tempo, Com 1:37.681.(8 Milésimos melhor que Marini)

O piloto da Casa Bo Bendsneyder com sua Tech 3 estava em uma modesta 22ªposição.

Mattia Pasini sobe para o 8ºlugar a 28 minutos do final do treinamento. Os 19 primeiros lugares naquele momento do treino estavam a separados por menos de 1 segundo de diferença.

A Esperada queda de Stefano Manzi aconteceu na metade do treinamento, Na Curva 8. Quem decepcionava de novo era os pilotos da KTM. Oliveira vinha em 13º e Brad Binder em 21º. Era impressionante com os pilotos com essa moto não conseguiam se classificar bem nessas últimas corridas e impressionante que nas corridas a moto se desenvolve muito bem.

Xavi Vierge com o tempo de 1:37.855 subiu do 10º para o 6ºlugar com a moto Kalex da Dynavolt. Jorge Navarro acabou indo para o chão também. Quem subiu bastante a 19 minutos do final foi o Britânico Sam Lowes que subiu do 18º para o 6ºlugar.

Depois disso o treino não teve grandes melhoras. Apenas falar do belíssimo treino de Pawi que vinha em 12ºlugar, Logo atrás de Mattia Pasini e Joan Mir.

O Treino vinha parado até que  Alex Marquez acabou caindo a 6 minutos do final. Menos de 3 minutos depois, O Finlandês Niki Tuuli acabou caindo. Foi acionada Bandeira vermelha parando o treino por 10 minutos, Assim como Xavi Carderus que caiu. Ambos ficaram impossibilitados de correrem no dia seguinte.

Depois disso recomeçaram o treino para os 3 minutos finais. Pouca coisa mudou. Romano Fenati melhorou seu tem ganhando 5 posições e segundos depois o Italiano Lorenzo Baldassarri tomou o 13ºlugar do piloto da Marinelli. Lá na frente, A Pole ficou mesmo com o Francesco Bagnaia. Um ótimo dia da equipe de Valentino Rossi que teve Luca Larini na 3ªposição. No meio deles estava o piloto Alemão Marcel Schrotter.

Na segunda fila largam Alex Marquez com a Marc VDS, Xavi Vierge da Dynavolt e Sam Lowes da Swiss Innovative Investors. Na terceira fila larga Fabio Quartararo, Andrea Locatelli da Italtrans, Na frente de Mattia Pasini que largaria em 11ºlugar. Fechando a fila 3, Larga Jorge Navarro. Um treino muito bom de Khairul Idham Pawi que larga em 12ºlugar.

Miguel Oliveira em 17º e Brad Binder em 22º mostra o fraco desempenho da KTM nas sessões de Classificação. Stefano Manzi ficou em 25º, Três posições a Frente de Eric Granado, Ambos sofrendo com os problemas do Chassi Suter da equipe Forward.

Grid de largada da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Holanda – Moto 2

pos Piloto Equipe Chassi Tempo
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 1’37.608
2 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 1’37.681
3 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 1’37.689
4 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’37.717
5 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 1’37.768
6 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 1’37.787
7 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 1’37.853
8 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 1’37.856
9 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’37.895
10 20 Fabio Quartararo Lightech – Speed Up Racing Speed Up 1’37.812
11 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 1’37.899
12 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’37.940
13 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 1’37.955
14 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex 1’38.061
15 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex 1’38.178
16 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex 1’38.215
17 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 1’38.228
18 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 1’38.245
19 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 1’38.433
20 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’38.605
21 52 Danny Kent Lightech – Speed Up Racing Speed Up 1’38.686
22 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 1’38.305
23 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 1’38.715
24 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter 1’38.986
25 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 1’39.121
26 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter 1’39.337
27 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 1’39.615
28 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 1’39.663
29 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’41.388
30 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’38.425

Na largada da corrida no domingo. Começou muito bem o Italiano Francesco Bagnaia que manteve na liderança da prova. Marcel Schrotter, Luca Marini, Alex Marquez e Joan Mir a seguir. Logo nas primeiras curvas o Britânico Danny Kent que anda mal das pernas acabou caindo e deixando mais uma prova.

Na Segunda volta, Marquez e Mir ultrapassaram Luca Marini para passarem ao 3º e 4ºlugares. Bagnaia abriu meio segundo de frente para Schrotter que estava tentando seu primeiro pódio na carreira.

Marini apesar de largar em 3ºlugar não tinha rendimento para manter sua moto bem colocada. Ele perdeu mais duas posições: Para Vierge e para Baldassarri. Quem avançava nesse começo de prova eram os pilotos da Red Bull KTM Ajo. Miguel Oliveira estava em 9ºlugar e Brad Binder estava em 12ºlugar.

Na 5ªVolta, Baldassarri ultrapassou Vierge e assumiu a 5ªposição. Ele teria de Alcançar o primeiro bloco que tinha Bagnaia, Schrotter, Mir e Marquez disputando a primeira posição. Com alguma vantagem para os 2 primeiros colocados.

No final da 6ªVolta, Marquez ultrapassa seu companheiro de equipe e ganha o 3ºlugar. Lá Atrás estava Sam Lowes que começou muito mal a prova e nesse momento vinha em um 13ºlugar. Na volta seguinte, O que não é nenhuma novidade foi a queda de Stefano Manzi.

Marquez vai para cima de Schrotter e acabou conseguindo a ultrapassagem em cima do piloto da Dynavolt. Agora o Irmão da Formiga Atômica iria a caça de Bagnaia. Logo Mir ficou na Alça de mira de Lorenzo Baldassarri. O Piloto da equipe Pons vinha em uma bela corrida de recuperação, E acabou pegando Mir pelas Calças e passou ao 4ºlugar. A Exemplo do piloto Italiano, Miguel Oliveira que vinha na 7ªposição com sua KTM.

Briga belíssima de Marquez e Schrotter pelo segundo lugar, Até que Baldassarri vai para cima do piloto Alemão pelo 3ºlugar. No começo da Volta 9, O Companheiro de equipe de Marcel Schrotter acabou caindo. Xavi Vierge vinha em 6ºlugar e acabou deixando a prova.

Segundos depois, Baldassarri realiza a ultrapassagem sobre o piloto da Dynavolt, passando ao 3ºlugar. Tão logo ele foi pressionar Alex Marquez. Quem agradecia era Francesco Bagnaia, Que abria 1.8 segundos de diferença.

No meio da volta 10, Baldassarri como se fosse o trator, Não quis nem saber e passou pelo Marquez para se colocar em 2º. O piloto da casa Bo Bendsneyder acabou tomando 1.4 segundos de punição por vazamento da chicane antes da linha de chegada. Alex Marquez vinha sofrendo pressão de Schrotter, Mas se segurava bem com o 3ºlugar.

A 7 voltas do final, Fábio Quartararo começou a aparecer na prova, Ele ultrapassou Miguel Oliveira, Assumindo o 6ºlugar com sua Speed UP.

A Situação de Bagnaia sobre o Baldassarri estava tranquila, 2.6 segundos de frente para o piloto da Pons. Já era hora de administrar essa vantagem. Na parte intermediária. Brad Binder fazia uma belíssima corrida de recuperação. Ao largar do 21ºlugar o Sul-Africano estava em uma respeitável 9ºposição. Se defendendo dos ataques de Andrea Locatelli da Italtrans. Depois deles, vinham Mattia Pasini e Romano Fenati disputando o 11ºlugar e mais atrás o Britânico Sam Lowes em 13º e Jorge Navarro em 14º.

A 6 Voltas do final, Mir sentia a pressão de Quartararo. O piloto da Marc VDS evitou a primeira investida, Mas a 5 Voltas do final, o piloto da Speed UP ultrapassa Mir e ganha o 5ºlugar na curva 14. A próxima vitima foi Schrotter que não demorou muito para ser superado. A ultrapassagem aconteceu na curva 8 da Volta seguinte (4 Curvas antes, Schrotter evitou a ultrapassagem do piloto da Speed UP).

A poucas voltas para o final, Um pneu furado acaba com a corrida de Baldassarri, Que vinha em um ótimo segundo lugar. Agora o Vencedor do GP da Espanha vinha em 3ºlugar, Na pressão em cima de Marquez. A ultrapassagem sobre Marquez aconteceu na curva 4 da antipenultima volta da prova.

Quartataro passou ao 2ºlugar. Alcançar Bagnaia seria impossível nesse momento. O piloto da VR46 que teve sua vantagem reduzida drasticamente nas duas últimas corridas teve um final de semana perfeito. Pole no Sábado e vitória de Ponta a Ponta em Assen. Foi a terceira vitória da carreira e a 3ª no Campeonato.

Fabio Quartararo teve outro grande final de semana, Levando a Speed UP para o 2ºlugar. O que evidencia não só a evolução do Piloto, como também do Chassi que ficou até melhor que o Chassi da KTM. O pódio é completado pelo Alex Marquez, que continua na briga pelo título pela Regularidade do piloto da Marc VDS.

O pódio de Marcel Schrotter vai esperar pelo menos mais uma corrida. O 4ºlugar do piloto da Dynavolt pode servir de motivação para a corrida em Saschering, Em sua casa para ganhar o primeiro pódio ou até primeira vitória na carreira.

Joan Mir acabou com uma boa corrida, 5ºlugar e mais 11 pontos para um belo campeonato do Campeão de 2017 da Moto 3. Miguel Oliveira reagiu na prova após uma colocação ruim no Grid de Largada, Mas dessa vez a Reação só rendeu a ele o 6ºlugar com sua KTM, Que precisa acertar a questão dos treinamentos. Isso pode custar até o campeonato em detrimento do piloto Português caso continue esse desempenho frágil nas Classificações.

Brad Binder teve uma recuperação bem melhor, Largou do 21ºlugar para terminar a prova na 7ªposição, superando no final a Luca Marini que após um belíssimo treinamento acabou fazendo uma prova frustrante.

Sam Lowes fez grande final de prova. Do 13ºlugar para terminar a prova na 9ªposição. Superando a Andrea Locatelli e Mattia Pasini da Italtrans. Se esperava mais do Veterano, Já Locatelli vem crescendo muito na categoria. Augusto Fernandez em mais uma boa corrida pela Pons, Jorge Navarro, Dominique Aegerter e Simone Corsi completaram a Zona de pontuação.

Bo Bendsneyder cruzou em 15º, Mas a punição de 1.4 segundos foi fatal para o piloto da Casa que caiu para o 17ºlugar. Eric Granado acabou a prova em 24ºlugar.

Resultado Final da 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
GP da Holanda – Moto 2

pos Piloto Equipe Chassi Tempo
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 39’30.436
2 20 Fabio Quartararo Lightech – Speed Up Racing Speed Up a 1.748
3 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 2.179
4 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 4.094
5 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 4.342
6 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM a 5.230
7 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 9.568
8 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 9.960
9 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 14.133
10 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 14.332
11 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 18.525
12 40 Augusto Fernandez Pons HP40 Kalex a 20.297
13 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 20.867
14 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 27.394
15 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 28.424
16 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 28.505
17 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 a 28.674
18 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 28.888
19 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 29.441
20 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 39.321
21 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 39.407
22 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex a 39.750
23 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 48.946
24 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter a 48.976
25 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 1’27.879
26 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 1 Volta
13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex a 4 Voltas
97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 15 Voltas
62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter a 18 Voltas
52 Tetsuta Nagashima Lightech – Speed Up Racing Speed Up a 24 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Moto 2: Oliveira partindo do 11ºlugar para a vitória em Mugello

Treino de Classificação na Moto 2 acabou sendo dividido em 2 partes.

A primeira parte teve em seu começo a queda do Italiano Lorenzo Baldassarri, Que mesmo com a moto danificada na parte de trás continuou na briga. Nessa primeira parte a primeira posição ficou nas mãos do Alemão Marcel Schrotter com a sua Kalex da equipe Dynavolt Intact GP, Com Alex Marquez e Mattia Pasini na segunda e terceira posições. O Líder do campeonato Francesco Bagnaia vinha em 4º

A se destacar naquele momento o ótimo treino de Romano Fenati que vinha em 6ºlugar e um treino muito promissor do Japonês Tetsuta Nagashima em 11ºlugar mostrando um progresso que no inicio do ano não se imaginaria dele pelo ruim histórico na Moto 2.

Schrotter manteve a liderança até quando a 15 minutos do final, O Italiano Mattia Pasini marcou o melhor tempo. O tempo de 1:51.575 não foi superado por mais ninguém até o cronometro zerar. As únicas mudanças na classificação foram a subida de Lorenzo Baldassari para o 8ºlugar e da Subida de Jorge Navarro para o 10ºlugar. De resto, praticamente nada mudou e Pasini comemorou mais uma pole position com a Kalex da equipe Italtrans.

Marcel Schrotter repetiu o seu melhor grid de largada com o 2ºlugar e Alex Marquez fecha a primeira fila com a Marc VDS. Na segunda fila toda formada de Italiano largam o líder do campeonato, Francesco Bagnaia com a moto da equipe de Valentino Rossi. Compõem a fila duas gratas surpresas: Simone Corsi com a moto da equipe Tasca em 5º e Romano Fenati com a moto da Marinelli na 6ªposição.

Luca Larini com a outra moto da Sky Racing VR46 larga em 7º seguido de Lorenzo Baldassarri e do Espanhol Joan Mir que ver 5 espanhóis em sequência na sua frente. A primeira moto que não é uma Kalex é de Miguel Oliveira com sua KTM em 11ºlugar. Atrás de Jorge Navarro e a frente de Jorge Navarro.

Tetsura Nagashima largaria muito bem em 13ºlugar, A Honda Asia Team também conseguiu um razoável grid com o malaio Khairul Idham Pawi largando em 18ºlugar. As decepções do treino foram Brad Binder com o 19º e Hector Barbera que sai apenas em 21ºlugar. O Brasileiro Eric Granado larga apenas em 30ºlugar. O piloto Brasileiro da Forward com problemas físicos não esta mostrando o melhor da sua forma.

Grid de largada do GP da Itália
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 1’51.575
2 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex 1’51.605
3 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’51.642
4 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 1’51.921
5 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’51.959
6 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex 1’51.973
7 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex 1’51.979
8 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex 1’52.083
9 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’52.100
10 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 1’52.112
11 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 1’52.145
12 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex 1’52.173
13 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’52.227
14 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM 1’52.244
15 52 Danny Kent MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up 1’52.245
16 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up 1’52.318
17 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 1’52.387
18 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’52.391
19 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’52.433
20 62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter 1’52.618
21 40 Hector Barbera Pons HP40 Kalex 1’52.644
22 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM 1’52.668
23 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 1’52.729
24 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex 1’52.840
25 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS 1’52.842
26 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM 1’52.879
27 66 Niki Tuuli SIC Racing Team Kalex 1’53.390
28 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS 1’53.562
29 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex 1’53.606
30 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter 1’54.038
31 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’54.389
32 14 Hector Garzo Tech 3 Racing Tech 3 1’54.720
33 18 Xavier Cardelus Team Stylobike Kalex 1’55.485

Schrotter largou muito bem e assumiu a liderança, se aproveitando da largada bem ruim de Pasini. A liderança do piloto Alemão durou apenas 2 curvas, O piloto da Dynavolt Intact GP acabou caindo. A liderança parou nas mãos de Alex Marquez, Com Francesco Bagnaia e Miguel Oliveira que largou do 11ºlugar para estar em 3ºlugar. Romano Fenati vinha em 4º seguido de Mattia Pasini, Simone Corsi, Joan Mir e Lorenzo Baldassarri nas 8 primeiras posições.

Na terceira volta, Os três primeiros colocados acabaram disputando a ponta. Bagnaia se deu melhor e assumiu a liderança com Oliveira em 2º e Marquez caindo para o terceiro lugar.

Oliveira ainda na segunda volta passou Bagnaia, Após largar do 11ºlugar o Português assumia a liderança da prova num espaço de apenas 3 voltas. Mattia Pasini também se recuperava na prova e já vinha em 3ºlugar.

Em uma bela manobra do piloto da Italtrans, Francesco Bagnaia era superado por Mattia Pasini que subiu para o segundo lugar na 4ªVolta. Na volta seguinte Pasini passou Oliveira e passou para a liderança na 5ªVolta. Já era bem mais coisas que aconteceram nesse pequeno tempo de corrida do que no treino inteiro.

Miguel Oliveira não se dava por vencido e por vezes eles conseguia voltar a liderança. Em cima de Pasini que queria repetir a vitória de 2017. Na 7ªVolta Oliveira passou Pasini na curva 1, Porém o Italiano voltou pra cima do Português e retomou a ponta da prova. Na mesma volta Sam Lowes que tem em fraca temporada caiu e deixou a prova.

Lorenzo Baldassarri que chegou a uma velocidade máxima de 289 km por hora, Começava a aparecer na corrida. Na 9ªvolta, o piloto da Pons passou Alex Marquez subindo para o 5ºlugar na marra, Tanto é que o Irmão de Marc Marquez acabou indo para fora do Traçado. Na mesma volta, O líder do campeonato Francesco Bagnaia passou de forma surpreendente ao piloto da KTM voltando ao 2ºlugar.

Baldassarri jantou a Joan Mir e passou ao segundo lugar na volta seguinte.  Quem se destacava na prova era o Sul-Africano Brad Binder que partiu do 19ºlugar para ocupar a 7ªposição. A frente de Xavi Vierge, Luca Marini, Simone Corsi, Andrea Locatelli e Fabio Quartararo. Romano Fenati com problemas na sua moto e Stefano Manzi (Caiu), que vinha para possivelmente pontuar com a Suter da Forward abandonaram a prova.

A 9 Voltas do final Miguel Oliveira retoma ao segundo lugar, Passando a Bagnaia que acaba perdendo o 3ºlugar para Baldassarri. Na volta seguinte, Pasini que parecia com a Vitória encaminhada acabou caindo. O piloto da Italtrans perdeu a chance de uma nova vitória em Mugello.

Oliveira voltou a liderança, Porém estava pressionado por Baldassarri que estava disposto a ganhar pela 3ªvez na temporada. A 7 voltas do final na curva 7, O piloto do carro 7 passou de forma linda em cima do Português e assumiu a liderança. A Partir dai, Os dois passaram a disputar volta a volta. Ultrapassando um para o outro no decorrer das voltas finais.

Hector Barberá acabou na tentativa de ultrapassar Tetsuda Nagashima acabou caindo e levando o piloto da Honda Asia Team. Na minha opinião o Espanhol foi o culpado.

No final da prova, Devido a briga de Baldassarri e Oliveira acabou primeiro Bagnaia e depois Joan Mir chegaram na turma. O piloto da Sky Racing chegou a pressionar Oliveira.

Na volta final Joan Mir ultrapassou Bagnaia assumindo o terceiro lugar. Depois da curva 6, Baldassrri balançou, Foi a deixa para Miguel Oliveira passar o piloto Italiano. Era a ultrapassagem da prova e apesar da tentativa do piloto da Pons voltar ao ponta, acabou que o piloto da KTM segurou a ponta até o final da prova.

Após largar do 11ºlugar, Oliveira conquistou a vitória na melhor prova da moto 2 de 2018 e de uma das melhores da história da categoria. Lorenzo Baldassarri ficou em 2ºlugar com a moto da equipe Pons. E um excelente Joan Mir confirmou o seu 2ºpódio na Moto 2 com o 3ºlugar. Deixando o líder do campeonato Francesco Bagnaia de fora do pódio. O Italiano segue líder do campeonato, Mas agora a 13 pontos de diferença para Miguel Oliveira.

Alex Marquez acabou a prova em 5ºlugar, Após liderar a primeira volta ele não conseguiu voltar a disputa na frente. Depois do piloto Espanhol tivemos a excelente prova de recuperação de Brad Binder que ganhou 13 posições e acabou a prova em 6ºlugar.

Luca Marini com a outra moto da equipe de Valentino Rossi completou em uma boa 7ªposição. Andrea Locatelli com a Italtrans acabou fazendo uma bela corrida e alcançando seu melhor resultado na Moto 2. Completando os 10 primeiros colocados: O Espanhol Xavi Vierge e o Italiano Simone Corsi da Tasca Racing, Chegando a ficar entre os primeiros lugares no começo da etapa.

Essa prova marcou a volta de Dominique Aegerter após algumas corridas ausente devido a lesão terminou a prova em 12ºlugar. E também a NTS marcou seus primeiros pontos no campeonato. Joe Roberts ficou em 14º e Steven Odendall em 15ºlugar. Eric Granado com as dificuldades físicas que ele teve acabou se aproveitando das quedas e acabou sobrevivendo a prova inteira, em 19ºlugar. Seu melhor resultado nessa temporada.

Daqui a 2 semanas teremos a 7ªEtapa do Mundial, No circuito da Catalunha, Em Barcelona para a 2ªProva em Solo Espanhol.

Resultado Final do GP da Itália
Mundial de Motovelocidade – Moto 2

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 39’42.018
2 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 0.184
3 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 0.334
4 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex a 0.484
5 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 3.537
6 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 5.985
7 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 9.908
8 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 11.219
9 97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 12.371
10 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 12.675
11 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 17.843
12 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 20.353
13 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 28.751
14 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 32.436
15 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 32.465
16 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex a 33.054
17 66 Niki Tuuli SIC Racing Team Kalex a 33.505
18 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 43.900
19 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter a 47.264
20 14 Hector Garzo Tech 3 Racing Tech 3 a 56.603
21 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 1’13.609
22 18 Xavier Cardelus Team Stylobike Kalex a 1’27.927
45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 6 Voltas
40 Hector Barbera Pons HP40 Kalex a 6 Voltas
54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 8 Voltas
95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 9 Voltas
62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter a 11 Voltas
52 Danny Kent MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 12 Voltas
13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex a 14 Voltas
22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 15 Voltas
9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 17 Voltas
64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 a 21 Voltas
23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 21 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Bagnaia supera Marquez e conquista vitória em Austin

Após um final de semana de domínio do irmão Marc Marquez, A corrida acabou nas mãos de italiano da equipe de Valentino Rossi, Francesco Bagnaia foi o único que conseguiu acompanhar o ritmo do piloto da equipe Marc VDS Estrella Galícia.

Na largada, Tudo certo com Alex Marquez que manteve a liderança, Com Pasini e Bagnaia logo a seguir, Sam Lowes perderia posições, Se não bastasse isso ele acabaria por cair na parte final da 1ªvolta não seria dessa vez que o britânico iria conseguir um bom resultado na sua volta a Moto 2.

Outro incidente na primeira volta aconteceu entre Luca Marini, Juan Mir e Dominique Aegerter que acabou tendo o campeão da Moto 3 do ano passado como o maior prejudicado deles indo para a parte de trás da turma.

Enquanto Marquez começou a corrida demarcando espaço e abrindo diferença, Bagnaia foi para o ataque para cima de Pasini em busca do segundo lugar. Na segunda volta o piloto da Sky Racing VR46 passou o veterano da categoria assumindo o 2ºlugar, Xavi Vierge foi para cima de Pasini em busca do Terceiro lugar.

Na 4ªVolta o piloto Espanhol da Dynavolt intact GP ultrapassou Pasini ganhando o terceiro lugar, A Equipe tinha sua outra moto bem colocada. Marcel Schrotter vinha em 5ºlugar na volta seguinte ganhou posição sobre o piloto da Italtrans. Pena que essa ótima situação de corrida durou pouco para eles, na 7ªVolta e na curva 2 Schrotter acabou sofrendo uma queda bem feia, Por sorte nada de muito grave aconteceu com o piloto Alemão.

Marquez vinha na ponta, Porém o Piloto da VR46 Francesco Bagnaia vinha seguido de perto o piloto da Marc VDS que parecia imbatível no final de semana, Aos poucos a moto do Italiano vinha mostrando um desempenho melhor que o Desempenho de Alex Marquez que já tinha se desequilibrado 2 vezes da moto.

Miguel Oliveira e Iker Lecuona vinham muito bem em 4º e 5º. O piloto da KTM vinha pressionando Xavi Vierge que perdeu contato com os dois lideres, A moto do Português rendia muito mais e a ultrapassagem foi inevitável, Comprovando o melhor desempenho do Chassi da KTM com os pneus mais gastos. Vierge buscou recuperar a posição, Mas tristemente ele acabou encontrando o chão a menos de 5 voltas para o final. O 4ºlugar ficou para o Iker Lecuona que vinha fazendo sua melhor corrida da carreira e logo a seguir vinha Joan Mir que caiu para o 19ºlugar após a confusão na largada e já vinha buscando brigar pela 4ªposição do piloto da Swiss Innovative.

Lá na frente, Marquez chega a ser ultrapassado pelo Bagnaia, Luta para manter a liderança. Mas não dava para deter para sempre o melhor desempenho da Moto de Bagnaia, Que definiu a sua ultrapassagem a 6 Voltas do final da prova.

O Italiano abria diferença para Marquez que estava lutando para manter distância segura para Oliveira que vinha virando mais rápido que Marquez e de Bagnaia. Joan Mir ganhou o 4ºlugar de Lecuona, Para um piloto que esta em sua terceira prova na Moto 2 é um desempenho acima da média do período de adaptação.

Bagnaia abriu quase 3 segundos dos Alex Marquez, Com competência e uma belíssimo acerto da sua Moto ele conquistou a segunda vitória na temporada e a segunda vitória na Moto 2. (4ªVitória da Carreira) Essa vitória devolve a Bagnaia a liderança do Mundial. Alex Marquez que parecia ser o favorito a vitória em Austin, terminou em 2ºlugar e foi para o parque fechado visivelmente frustrado com o resultado que conseguiu no dia de hoje.

O pódio foi completado pelo Português Miguel Oliveira que largou do 12ºlugar, Compensando o fraco desempenho do Treino. Joan Mir que conseguiu seu melhor grid de largada e após a confusão que o jogou lá para trás terminou de forma brilhante em 4ºlugar, Certamente veremos o Espanhol brigando por pódios e até mesmo por vitórias nessa temporada.

Iker Lecuona jamais teve um final de semana tão bom como teve hoje. Um 5ºlugar para aplaudir de pé, Em Seu melhor resultado na Moto 2. Em sexto lugar chegou o Sul-Africano Brad Binder com a outra KTM da equipe oficial. Mattia Pasini não fez uma boa corrida, Ficou em 7ºlugar e agora divide a vice-liderança com Alex Marquez com 47 pontos.

Completando os 10 primeiros colocados: Jorge Navarro da Gresini, Dominique Aegerter da Kiefer e Lorenzo Baldassarri da Pons. A se destacar Isaac Viñales que fez um bom final de semana e terminou em 11ºlugar. E o Andrea Locatelli em 14ºlugar, Começa a ter mais constância do piloto da Italtrans. E Fábio Quartararo marcou seu primeiro ponto na temporada com a moto da Speed UP.

Eric Granado teve um final de semana bem satisfatório, O chassi Suter ainda não é um Chassi competitivo, Mas tanto o Brasileiro como o Chassi mostra claras melhorias em seu desempenho. O Brasileiro ficou com o honroso 22ºlugar enquanto seu companheiro de equipe Stefano Manzi acabou abandonando a prova.

Daqui a 2 semanas teremos o GP da Espanha, Em Jerez teremos a abertura da temporada europeia da Moto 2.

Resultado Final do GP dos Estados Unidos
Moto 2 – Mundial de Motovelocidade

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 39’30.016
2 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex a 2.464
3 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM a 3.704
4 36 Joan Mir EG 0,0 Marc VDS Kalex a 5.376
5 27 Iker Lecuona Swiss Innovative Investors KTM a 6.867
6 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM a 6.876
7 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex a 9.308
8 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex a 10.510
9 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing KTM a 10.595
10 7 Lorenzo Baldassarri Pons HP40 Kalex a 11.497
11 32 Isaac Vinales SAG Team Kalex a 12.339
12 24 Simone Corsi Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 13.458
13 10 Luca Marini SKY Racing Team VR46 Kalex a 14.282
14 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex a 14.548
15 20 Fabio Quartararo MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 17.169
16 13 Romano Fenati Marinelli Snipers Team Kalex a 20.609
17 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 a 20.821
18 40 Hector Barbera Pons HP40 Kalex a 27.068
19 45 Tetsuta Nagashima IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 27.245
20 64 Bo Bendsneyder Tech 3 Racing Tech 3 a 32.144
21 4 Steven Odendaal NTS RW Racing GP NTS a 38.350
22 51 Eric Granado Forward Racing Team Suter a 38.579
23 16 Joe Roberts NTS RW Racing GP NTS a 44.257
24 22 Sam Lowes Swiss Innovative Investors KTM a 45.289
25 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex a 46.966
26 95 Jules Danilo Nashi Argan SAG Team Kalex a 1’10.364
27 63 Muhammad Zulfahmi SIC Racing Team Kalex a 1’27.099
28 21 Federico Fuligni Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex a 1’27.257
97 Xavi Vierge Dynavolt Intact GP Kalex a 5 Voltas
62 Stefano Manzi Forward Racing Team Suter a 7 Voltas
23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Kalex a 12 Voltas
52 Danny Kent MB Conveyors – Speed Up Racing Speed Up a 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Francesco Bagnaia resiste as quedas em Sepang e conquista vitória na Moto 3

A Primeira corrida do dia foi uma corrida que misturou quedas e insensibilidade da direção de corrida em deixarem a corrida acontecer em uma pista que estava em condições muito adversas o italiano Francesco Bagnaia acabou resistindo a todas as adversidade e sem cair acabou levando a sua Mahindra da Aspar Martinez para a vitória em Sepang.

Na largada Binder manteve a liderança com uma ótima largada de Gabriel Rodrigo que assumiu a 2ªposição com Bagnaia e Dalla Porta nas 4 primeiras posições. Na primeira volta 2 incidentes acabaram tirando 7 pilotos ainda na primeira volta. No primeiro deles tirou da corrida Ayumu Sasaki que substituiu a Enea Bastianini, Andrea Migno e Juanfran Guevara acabaram caindo, Somente Migno continuou e os outros abandonaram.

Na segunda já foi mais grave, tudo começou com a queda de Jorge Martin na curva 5 e de forma perigosa acabou levando Nicolo Bulega que teve sua moto totalmente destruída, Aron Canet e Phillip Oettl. O piloto da Estrella Galícia sentiu a queda, Mas depois se constatou que Canet não teve maiores consequências maiores.

motovelocidade_sepang_2016dom-3

Agora o grande problema da corrida foi na 4 volta com Joan Mir em primeiro, Binder, Bagnaia e Dalla Porta disputando o primeiro lugar até que na curva 7 Mir, Binder e Dalla Porta acabaram caindo após passarem por uma poça d’água o que fez os três caírem e um pouco mais atrás também caiu o italiano Fabio di Giannantonio que voltou a corrida, a Partir dai a corrida deveria ter sido paralisada, Binder voltou para a pista com a moto toda sem nenhuma carenagem da sua moto.

Com tudo isso o líder passou a ser Francesco Bagnaia com Kornfeil em segundo e a seguir Antonelli, Navarro e Bendsneyder disputavam o 3ºlugar. Na volta seguinte Niccolò Antonelli e Jules Danilo (que estava um pouco mais atrás) caíram na mesma curva, A situação da pista estava muito complicada.

Bagnaia ganhava cada vez mais vantagem enquanto que Kornfeil, Bendsneyder e Navarro vinham em um segundo pelotão. Um pouco mais atrás Andrea Locatelli, Marcos Ramirez, Pawi, Livio Loi, Maria Herrera disputavam posição, Mas quem crescia na prova era o Francês Fábio Quartararo que já estava em 5ºlugar.

A 8 Voltas do final na curva 15 Jorge Navarro caiu e deixou  a corrida também, Naquela altura do campeonato Brad Binder que foi para os boxes depois da queda e a equipe Red Bull KTM Ajo fez um brilhante trabalho colocando toda a nova carenagem em menos de 6 minutos voltando a 3 voltas do líder podendo até marcar pontos já que tínhamos poucos pilotos na pista.

motovelocidade_sepang_2016dom-1

Na parte final de prova Bagnaia tinha mais de 7 segundos na frente de Kornfeil e Bendsneyder que disputavam a segunda posição com Fábio Quartararo chegando nessa disputa e pelo desempenho ele iria engolir ambos. Mas com o acidente da Espanhola Maria Herrera que acabou se chocando com Livio Loi ela acabou caindo e finalmente a corrida foi encerrada a 3 voltas do termino, Com isso a vitória de Francesco Bagnaia foi confirmada com Jakub Kornfeil em 2º e Bo Bendsneyder da Holanda completando o pódio em 3ºlugar.

motovelocidade_sepang_2016dom-2

Fábio Quartararo bateu de novo na trave na disputa do pódio ficando em 4ºlugar com a moto da Leopard que teve um bom dia com Andrea Locatelli chegando bem colocado em 5ºlugar. O Espanhol Marcos Ramirez em mais uma boa corrida sendo um dos destaques dos final da temporada.

Gabriel Rodrigo em uma corrida comedida chegando a ficar em 2ºlugar no começo da prova acabou a corrida apenas em 7ºlugar. Os dois pilotos da casa chegaram ao final da corrida com Pawi se exibindo bem completando a corrida em 8ºlugar e o piloto Hafiq Azmi substituindo o Escocês John McPhee ficando em 11ºlugare. Os pilotos Livio Loi e Darryn Binder completaram os 10 primeiros colocados.

Stefano Valtulini e Lorenzo Petrarca marcaram os primeiros pontos da carreira nessa prova ficando em 13º e 14ºlugares respectivamente, Brad Binder completou a prova em 17ºlugar a 3 voltas do vencedor.

Daqui a 2 semanas teremos a última etapa do Mundial de motovelocidade

Resultado final do GP da Malásia do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – Sepang

1 21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) 29’29.351 em 15 Voltas
2 84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 7.108
3 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 7.253
4 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 8.469
5 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 12.414
6 42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 12.706
7 19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 13.387
8 89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda) a 13.506
9 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 14.445
10 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 38.777
11 38 Hafiq Azmi (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 45.827
12 23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 48.899
13 43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 49.648
14 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 49.842
15 4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda) a 1’15.163
16 48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 1 Volta
17 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 3 Voltas

Não Classificaram para a corrida:

6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 13.793
95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 7 Voltas
9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 8 Voltas
12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 10 Voltas
36 Joan Mir (Leopard Racing KTM) a 11 Voltas
24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 11 Voltas
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM) a 11 Voltas
8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM) a 12 Voltas
88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 15 Voltas
44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 15 Voltas
65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 15 Voltas
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM) a 15 Voltas
7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 15 Voltas
71 Ayumu Sasaki (Gresini Racing Moto3 Honda) a 15 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Binder vence de forma tranquila corrida agitada e cheia de quedas na moto 3

Não daria para acreditar de que o Brad Binder dominou uma corrida em que foi muito disputada e teve um monte de nuances como é de praxe em Phillip Island e principalmente numa categoria como a Moto 3.

A começar a largada aonde Binder largou bem com Gabriel Rodrigo indo para o segundo lugar. Na segunda curva começou o festival de quedas com vários indo para o Chão como foi o caso de Juanfran Guevara e de Khairul Idham Pawi além de mais 3 pilotos.

Vários pilotos assumiram a liderança ou disputaram as primeiras posições nesse começou de corrida desde do campeão Brad Binder, dos pilotos da Gresini Fabio di Giannantonio e Enea Bastianini, Francesco Bagnaia com a Mahindra, Do Escocês John McPhee com a nova moto da Pegueot que vem progredindo muito desde do começo do ano até mesmo tendo ganho uma das corridas até mesmo o piloto Fábio Quartararo que largou do último lugar e em poucas voltas já ocupava as primeiras posições em incrível recuperação.

As quedas foram algo comum em toda a corrida
As quedas foram algo comum em toda a corrida

Gabriel Rodrigo na parte final da volta 5 foi para cima de Bagnaia e acabaram ambos se chocaram e o piloto da Aspar levou a pior levando junto o Italiano Fabio di Giannantonio, Ambos ficaram muito irritados pela atitude do piloto Argentino. Mas quando achou que a prova ficaria mais calma tivemos um acidente forte envolvendo 4 pilotos sendo que Enea Bastianini e John McPhee foram atropelados, A situação ficou tensa e a direção da prova acabou dando Bandeira Vermelha interrompendo a prova.

A pior situação era de John McPhee que se chegou a achar que ele esta nas piores situações até que veio um comunicado de que ele estava consciente, Depois se constatou que McPhee teve comoção cerebral e dedo polegar da mão esquerda fraturado e Bastianini acabou com fraturas de vértebra toráxica T9 e na costela. Ambos vão para a cirurgia e estão de fora da prova do próximo domingo em Sepang na Malásia.

McPhee causou muita preocupação em todo o público e telespectadores devido ao acidente que ele sofreu
McPhee causou muita preocupação em todo o público e telespectadores devido ao acidente que ele sofreu

A direção de prova definiu que a corrida iria recomeçar com apenas 10 voltas com algo a se criticar foi que todos os pilotos foram para o grid com as posições da volta anterior ao acidente e os pilotos que foram punidos tiveram que levar a punição principalmente isso foi prejudicial para o Francês Fábio Quartararo. Eu considero absurdo beirando ao ridículo o que não acreditei, simplesmente a punição já tinha sido cumprida e todos os pilotos teriam que pagar a punição de novo e principalmente o piloto da Leopard Racing que foi o mais prejudicado.

Na segunda largada da corrida curtíssima de 10 voltas Binder e Locatelli assumiram o primeiro e segunda posições e acabaram por fugir da disputa feroz na terceira posição que acabou tendo vários pilotos de maneira surpreendente disputando o pódio como o Espanhol Marcos Ramirez, o Japonês Tatsuki Suzuki e o Sul-Africano irmão de Brad Binder o piloto Darryn Binder. Tivemos quedas na segunda parte da corrida, Mas não foram tão graves como a queda que interromperam a corrida.

Locatelli teve um bom desempenho e levou seu primeiro pódio na temporada.
Locatelli teve um bom desempenho e levou seu primeiro pódio na temporada.

Com Tranquilidade e mantendo a cabeleira intacta Brad Binder conquistou mais uma vitória em sua temporada já coroada com o Campeonato da Moto 3 com Andrea Locatelli em 2ºlugar com a Leopard Racing a quase 6 segundos do vencedor sendo o melhor resultado do piloto italiano na temporada, A Disputa pelo pódio foi definida apenas nos últimos metros quando o piloto Espanhol Aron Canet pegando o vácuo da moto de Darryn Binder e conseguindo pegar o 3ºlugar conquistando o primeiro pódio da sua carreira e impedindo que tivessem os dois irmãos no pódio.

moto3_australia_2016domingo-3

Esse pódio que poderia ter sido de Fábio Quartararo que chegou a estar em 5ºlugar mas acabou ficando para trás e chegando apenas em 12ºlugar apenas a frente de Tatsuki Suzuki que chegou também a disputar esse pódio, Esses dois deram mais sorte que Jorge Navarro e Gabriel Rodrigo que acabaram caindo e ficando de fora dessa disputa. Livio Loi ficou em boa 5ªposição seguido de Jorge Martin representando o time do Aspar Martinez, Marcos Ramirez que fez um belíssimo resultado disputando também, Hiroki Ono tendo um bom resultado depois de sido desclassificado na prova de sua casa aonde ele tinha levado o pódio, Jules Danilo representando a Ongetta com um digno 9ºlugar e Bo Bendsneyder companheiro de equipe de Brad Binder fechando os 10 primeiros colocados.

Semana que vem teremos o penúltimo encontro da Moto 3 em Sepang com mais uma disputa eletrizante pela vitória e pela honra de carimbar a faixa de campeão de Brad Binder.

Resultado final da 16ªEtapa do Mundial de Motovelocidade
Moto 3 – GP da Austrália – Phillip Island

1 41 Brad Binder (Red Bull KTM Ajo KTM) 16’22.009 em 10 Voltas
2 55 Andrea Locatelli (Leopard Racing KTM) a 5.937
3 44 Aron Canet (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 9.594
4 40 Darryn Binder (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 9.642
5 11 Livio Loi (RW Racing GP BV Honda) a 9.680
6 88 Jorge Martin (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra) a 9.750
7 42 Marcos Ramirez (Platinum Bay Real Estate Mahindra) a 9.996
8 76 Hiroki Ono (Honda Team Asia Honda) a 10.115
9 95 Jules Danilo (Ongetta-Rivacold Honda) a 10.142
10 64 Bo Bendsneyder (Red Bull KTM Ajo KTM) a 10.358
11 7 Adam Norrodin (Drive M7 SIC Racing Team Honda) a 10.447
12 20 Fabio Quartararo (Leopard Racing KTM) a 10.569
13 24 Tatsuki Suzuki (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 10.682
14 65 Philipp Oettl (Schedl GP Racing KTM) a 10.979
15 6 Maria Herrera (MH6 Team KTM) a 13.763
16 12 Albert Arenas (Peugeot MC Saxoprint Peugeot) a 13.821
17 77 Lorenzo Petrarca (3570 Team Italia Mahindra) a 28.297
18 3 Fabio Spiranelli (CIP-Unicom Starker Mahindra) a 42.036
19 48 Lorenzo Dalla Porta (SKY Racing Team VR46 KTM) a 50.454
20 14 Matt Barton (Suus Honda FTR Honda) a 1’23.446

Não terminaram a corrida:

19 Gabriel Rodrigo (RBA Racing Team KTM) a 1 Volta
9 Jorge Navarro (Estrella Galicia 0,0 Honda) a 1 Volta
43 Stefano Valtulini (3570 Team Italia Mahindra) a 2 Voltas
23 Niccolò Antonelli (Ongetta-Rivacold Honda) a 10 Voltas

Não disputaram a segunda corrida:

8 Nicolo Bulega (SKY Racing Team VR46 KTM)
16 Andrea Migno (SKY Racing Team VR46 KTM)
17 John Mcphee (Peugeot MC Saxoprint Peugeot)
36 Joan Mir (Leopard Racing KTM)
21 Francesco Bagnaia (Pull & Bear Aspar Mahindra Team Mahindra)
89 Khairul Idham Pawi (Honda Team Asia Honda)
33 Enea Bastianini (Gresini Racing Moto3 Honda)
4 Fabio di Giannantonio (Gresini Racing Moto3 Honda)
58 Juanfran Guevara (RBA Racing Team KTM)
84 Jakub Kornfeil (Drive M7 SIC Racing Team Honda)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP