Analises dos Treinos Livres do GP do Azebaijão – Ricciardo cada vez mais cobiçado por Ferrari e Mercedes

Daniel Ricciardo foi o mais rápido do primeiro dia de treinos em Baku, A fase do piloto Australiano faz ele dia após dia ser cada vez mais cobiçado pelas principais equipe para a temporada de 2019. Mercedes e Ferrari vão disputar qual é que tem mais chances de contratar o piloto da Red Bull que venceu o GP da China em uma atuação genial.

Na Ferrari, Raikkonen muito provavelmente vai sair ao final dessa temporada. Então, Não existiria uma concorrência para a entrada de Daniel Riccardo na Scuderia. Já na Mercedes, Ricciardo entraria no lugar de Valtteri Bottas que teve um final de semana ruim na Austrália, porém se redimiu no Bahrein e na China onde ficou em 2ºlugar. Bottas tem contrato com a Mercedes até o final do ano, O piloto Finlandês esta mostrando um belo desempenho e vem disposto a dar uma mensagem a equipe: Não precisa contratar Daniel, Eu posso disputar vitórias e títulos aqui!

Do outro lado, Max Verstappen não vem passando um bom momento na Formula 1, No primeiro treino livre ele acabou batendo mais uma vez, No primeiro treino livre ele acabou escapando na curva 5 e batendo de lado.

Já é o 6ºincidente que Verstappen já se envolve em 4 finais de semana de corrida. Esta na hora do piloto Holandês acabar com essa cota de erros. Enquanto ele erra, Ricciardo ganha mais e mais espaço e é dia após dia será disputado entre Mercedes e Ferrari. Com essas falhas, pode ser que o seu passe dia após dia, Max cai no conceito das equipe e começa também a ser questionado na Red Bull.

Para o treino de Amanhã, a Mercedes que poderia ter um favoritismo pelas parte de alta de 2,2 km. Acabou com Bottas fazendo o melhor tempo da primeira sessão, Porém no segundo treino, Acabaram fora dos 3 primeiros lugares. A Ferrari teve Raikkonen como o segundo lugar no 2ºtreino livre, Na frente do Holandês Max Verstappen com a Red Bull.

Vettel teve um dia discreto, Ao contraio. A Force India teve um grande dia de treinamento, Sergio Perez ficou em 3ºlugar no Primeiro treino livre, Parece que esse final de semana começou muito bem para a 4ªColocada dos dois últimos Mundiais de Construtores. Ocon ficou em 5º no FP1. No segundo treino, Ocon levou a Force India para o 7ºlugar, Enquanto Perez ficou em 12º. Fernando Alonso leva a Mclaren (que não parece estar a altura de brigar por boas posições) nas costas, Marcando o 6ºtempo no Segundo treino livre. A Renault parece levar vantagem na disputa pela liderança do bloco intermediário nesse circuito.

Williams até teve a esperança de um bom final de semana com o 8ºlugar de Sirotkin, Porém o segundo treino mostrou que a realidade do time de Grove. Toro Rosso e Sauber também não mostraram muita coisa nessa Sexta-feira..

Sobre as várias e várias saída de pista para a área de escape, que aconteceram nos treinos, A possibilidade de ter bandeira amarela e Safety Car é consideravelmente grande. Por isso, Tática de paradas vai ser importante para essa prova sim senhor.

Amanhã, a Partir das 7 da manhã teremos o 3ªtreino Livre e as 10 da manhã teremos a Classificação para o GP do Azerbaijão de Formula 1, Horário de Brasilia

Resultado dos Treinos Livres
GP do Azebaijão

1ºTreino Livre

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas
1 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.242 26
2 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:44.277 24
3 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:45.075 26
4 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:45.200 24
5 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:45.237 29
6 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:45.559 11
7 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:46.465 25
8 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:46.480 28
9 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:46.492 18
10 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:46.513 18
11 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:46.590 26
12 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:46.747 32
13 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:46.749 11
14 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:46.856 23
15 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:46.861 10
16 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:46.875 21
17 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:47.073 21
18 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:47.434 18
19 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:47.967 21
20 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:48.741 11

2ºTreino Livre

Pos Piloto Equipe Chassi Motor Tempo Voltas
1 3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.795 35
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:42.864 33
3 33 Max Verstappen Red Bull Racing RB14 TAG Heuer 1:42.911 27
4 77 Valtteri Bottas Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.570 25
5 44 Lewis Hamilton Mercedes F1 W09 EQ Power+ Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.603 31
6 14 Fernando Alonso McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:43.700 34
7 31 Esteban Ocon Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:43.814 30
8 55 Carlos Sainz Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:43.834 36
9 20 Kevin Magnussen Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:43.977 29
10 27 Nico Hulkenberg Renault R.S.18 Renault R.E.18 1:44.091 33
11 5 Sebastian Vettel Ferrari SF71H Ferrari 062 EVO 1:44.127 38
12 11 Sergio Perez Force India VJM11 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.142 31
13 8 Romain Grosjean Haas VF-18 Ferrari 062 EVO 1:44.425 27
14 18 Lance Stroll Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:44.459 31
15 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:44.712 39
16 16 Charles Leclerc Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:44.940 30
17 35 Sergey Sirotkin Williams FW41 Mercedes M09 EQ Power+ 1:45.007 33
18 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso STR13 Honda RA618H 1:45.051 36
19 2 Stoffel Vandoorne McLaren MCL33 Renault R.E.18 1:45.288 29
20 9 Marcus Ericsson Sauber C37 Ferrari 062 EVO 1:46.042 9

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull/Force India/Mercedes/Ferrari

Formula Indy em Alabama teve domínio de Newgarden em corrida dividida em 2 dias

Grid de Largada da 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy
GP do Alabama – Barber Motorsport

Pos Piloto Chassi/Motor Equipe Tempo Fase
1 Josef Newgarden Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.4413 Q3
2 Will Power Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.4541 Q3
3 Sebastien Bourdais Dallara/Honda Dale Coyne Racing 1’07.5337 Q3
4 Ryan Hunter-Reay Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.7807 Q3
5 James Hinchcliffe Dallara/Honda Schmidt Peterson 1’07.9472 Q3
6 Scott Dixon Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 1’08.0303 Q3
7 Marco Andretti Dallara/Honda Andretti Herta 1’07.6027 Q2
8 Alexander Rossi Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.7488 Q2
9 Simon Pagenaud Dallara/Chevrolet Team Penske 1’07.8409 Q2
10 Robert Wickens Dallara/Honda Schmidt Peterson 1’07.8455 Q2
11 Zach Veach Dallara/Honda Andretti Autosport 1’07.9894 Q2
12 Ed Jones Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 1’08.4386 Q2
13 Max Chilton Dallara/Chevrolet Carlin 1’08.0235 Q1
14 Charlie Kimball Dallara/Chevrolet Carlin 1’08.5494 Q1
15 Graham Rahal Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 1’08.1038 Q1
16 Zachary Claman Dallara/Honda Dale Coyne Racing 1’08.5531 Q1
17 Spencer Pigot Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 1’08.1184 Q1
18 Takuma Sato Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 1’08.5676 Q1
19 Jordan King Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 1’08.3997 Q1
20 Gabby Chaves Dallara/Chevrolet Harding Racing 1’08.9763 Q1
21 Matheus Leist Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 1’08.5516 Q1
22 Rene Binder Dallara/Chevrolet Juncos Racing 1’09.5404 Q1
23 Tony Kanaan Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 1’11.2015 Q1

Uma corrida realizada em 2 dias nunca fica perfeita, Mas pelo menos para Josef Newgarden a etapa em Barber passando pela chuva do domingo e pelo passeio da Segunda-feira não se poderia colocar nenhum se não para ele.

Newgarden marcou a pole position com Will Power completando a primeira Fila da Penske. Abrindo a segunda fila largam Sebastien Bourdais e Ryan Hunter-Reay. Na terceira fila largam o Canadense James Hinchcliffe e o Neozelandês Scott Dixon da Chip Ganassi. Completando os 10 primeiros colocados : Marco Andretti da Andretti Herta, Alexander Rossi da Andretti,Simon Pagenaud da Penske e Robert Wickens da Schmidt.

A Foyt fez um péssimo trabalho, Nem Matheus Leist que larga em 21º e nem mesmo Tony Kannan que larga em último lugar poderiam fazer algo melhor do que eles conseguiram.

Com a pista bem molhada, Os pilotos resolveram largar assim mesmo, Newgarden largou bem e como tinha a vantagem de não levar Água na cara. Power, Bourdais, Hunter-Reay e Hinchcliffe mantiveram as 5 primeiras posições. Em 4 voltas o Campeão de 2017 abriu 4 segundos de Power que era pressionado pelo Sebastien Bourdais. Logo depois disso, Power começou a equilibrar o jogo e começou a tirar diferença para seu companheiro de equipe. Marco Andretti acabou nas primeiras voltas Rodando e perdendo muitas posições. Gabby Chaves parou por causa da sobre viseira que ficou embasada, Um pecado para o Colombiano que perdeu uma volta inteira.

Charlie Kimball acabou batendo na volta 11, No final da volta. O norte-americano parou o carro na pista, O que provocou uma bandeira amarela. Simon Pagenaud acabou indo para os boxes. Essa bandeira amarela não durou muito tempo.

Na 13ªVolta a corrida começa. Will Power em plena reta acabou agua planado e indo para  o muro, Danificando o carro do piloto da Penske. Bandeira amarela de novo e logo depois de algumas voltas deram bandeira vermelha . A Pista estava impraticável para uma corrida.

A prova disso foi um dos carros da organização puxar muita água, A drenagem do Circuito do Alabama é ruim e isso contribuiu para a batida de Power. Após 30 minutos tentando secar a pista. Os pilotos voltam para a pista para tentarem voltar a corrida. Tony Kannan teve problemas elétricos, Seu carro acabou parando. O Brasileiro de 43 conseguiu fazer o carro voltar a funcionar e ele voltou a prova em último.

Mas esse não o problemas, O problema era mesmo a aguaplanagem que fez mais uma vitima: Graham Rahal acabou rodando e perdendo posições na volta 21. Não dava mesmo para ter a corrida, 2 Voltas depois tivemos de novo a bandeira vermelha acionada. Os pilotos não voltariam para a pista mais no Domingo. Tiveram que adiar a prova para o Dia seguinte.

Segunda-feira, O tempo esta seco e a corrida ao invés de ter as 90 voltas a corrida passou para a contagem regressiva de 1 hora e 10 minutos. O que fatalmente iria mudar as táticas de paradas nos boxes. Max Chilton acabou tendo problemas em seu carro e parou em uma subida (A Mesma subida que o carro do Kannan parou no dia anterior) Dessa vez o piloto da Carlin não conseguiu fazer o carro voltar a funcionar. Ele teve de ser levado para os boxes rebocado.

A Corrida recomeçou faltando 1 hora e 7 minutos para o final, Com o tempo de uma volta virando 1 minuto e 12 segundos daria umas 50 voltas de corrida.

Newgarden continuava líder, Com Bourdais em 2º, Hunter-Reay em 3º, Rossi em 4º e Hinchcliffe em 5ºlugar. Lá Atrás, Claman de Mello vinha com 2 voltas de atraso e recuperando volta em cima de Graham Rahal e Spencer Pigot que na curva seguinte acabou se precipitando e batendo no piloto Canadense da Dale Coyne. Apesar de ser retardatário, Claman de Melo não poderia ser atingido, Por uma tentativa precipitada pelo piloto da Carpenter.

Newgarden abriu 4 segundos e meio sobre Bourdais, 56 minutos para o final da prova parou Ed Jones da Chip Ganassi. Certamente ele iria para duas paradas. Pigot parou na volta seguinte.

Enquanto isso Zach Veach começava a segurar o ritmo de prova de Wickens, Chaves (Com 1 volta de atraso), Sato e Dixon. E vinham chegando Simon Pagenaud e Graham Rahal. Enquanto Newgarden sobrava na pista, Wickens ira para cima de Veach. Faltando 50 minutos para o termino da corrida, O piloto da Schmidt consegue a ultrapassagem. A partir dai, O piloto da Andretti passou a ser pressionado pelos outros pilotos. Fruto dos desgastes excessivos dos seus pneus mais macios. Dixon passou Zeach faltando 47 minutos e 30 segundos para assumir o 7ºlugar. Hinchcliffe foi para cima de Alexander Rossi e ultrapassou o piloto da Andretti e líder do campeonato para ganhar o 4ºlugar a 44 minutos do final.

Faltando 41 minutos para o final, Newgarden com mais de 10 segundos a frente do Bourdais foi para os boxes para sua primeira parada. O piloto Francês assume a liderança, O piloto da Penske teria de fazer uma nova parada na parte final da corrida. Rossi fez a parada segundos depois. Na volta seguinte Pagenaud fez a parada.

Hunter-Reay em 2º, era pressionado pelo James Hinchcliffe, Faltando 37 minutos para o final, ambos foram para parada. Os dois voltaram disputando posição, Melhor para o piloto Norte-Americano. Rahal, Sato e Veach pararam ao restar 35 minutos para o final. Apenas Bourdais e Dixon ainda não tinham parado. Alexander Rossi fez belas ultrapassagens, Inclusive passando Ed Jones ganhando, o 6ºlugar.

Bourdais parou restando 33 minutos e 40 segundos para a sua única parada dele nos boxes. Newgarden volta a liderança. Dixon parou restando 32 minutos e 10 segundos para o termino da prova. Tanto o piloto da Dale Coyne como da Chip Ganassi poderiam ir até o final da prova com esse tanque de combustível.

Porém, Newgarden vinha 23 segundos a frente de Bourdais. Praticamente com uma parada nos boxes de vantagem para o francês. Hunter-Reay é o terceiro, Hinchcliffe é o 4] e Alexander Rossi completava os 5 primeiros colocados. Ed Jones, Wickens, King, Pagenaud e Dixon completavam os 10 primeiros colocados. Matheus Leist vinha em 11ºlugar, Em uma boa corrida considerando os problemas da sua equipe nesse final de semana.

Newgarden colocava entre 6 a 8 décimos de frente para Bourdais. Faltando 25 minutos para o final, A vitória estava nas mãos dele. Mesmo com a tática diferente de Bourdais e Dixon.

A 22 minutos do final, Dixon vai por fora no mergulho para cima de Pagenaud, Consegue ficar lado a lado e na curva seguinte o Neozelandês executa a velocidade e ganha o 9ºlugar. Alexander Rossi vai para a sua segunda parada. Porém, O tempo estava fechando e as primeiras gotas de chuva caíram no Circuito do Alabama.

Dixon, percebendo que sua tática iria afundar, Foi para cima de Jordan King e ganhou o 8ºlugar. Spencer Pigor foi para a parada a 18 minutos do final. Para quem estava parado nesse momento a torcida é que parasse de chuviscar. Se chovesse de vez, A prova deles iria por água abaixo!

E a chuva cada vez aumentava mais e mais. Newgarden estendeu a sua ida para os boxes. A 14 minutos do final, Ele foi para a parada e colocou os pneus de Chuva, Mesmo assim, A vitória não estava ganha. Se o piloto da Penske exagerasse, Destruiria seus pneus e por consequência sua corrida também. Bourdais, Dixon torciam para a chuva parada. O piloto da Ganassi foi para cima de Robert Wickers, Sabendo que a tática poderia ir para o espaço, era a hora de atacar e conquistar o melhor resultado possível.

A chuva vinha apertando mais e mais. Bourdais e outros pilotos que não tinham parado tentaram até o limite. Porém a chuva apertou mais ainda e dai, O Francês e todos os outros pilotos foram para a parada, Pior para quem já tinha feito parada nos boxes. Bourdais parou a 7 minutos do final. Newgarden voltou a liderança, Com 18 segundos de frente para Hunter-Reay que se deu bem com essas paradas todas. Seguido de Hinchcliffe, Wickers, Bourdais e Dixon. Os seis primeiros colocados.

A 5 minutos do final, Pigot roda e perde muitas posições depois de voltar a pista. Um pequeno susto para Newgarden que quase saiu para a grama no grampo do mergulho. O piloto da Penske fora isso teve tranquilidade para conquistar a 2ªVitória na temporada e a 3ªVitória no Alabama.  O Autodromo do Barber parece se adaptar ao ritmo de Josef Newgarden, Que vai para Indianapolis como líder do mundial de Formula Indy.

Ryan Hunter-Reay em bela corrida com o carro da Andretti e James Hinchcliffe com o Carro da Schmidt Peterson completaram o pódio. Robert Wickers em mais uma bela corrida ficou em 4ºlugar, Novamente ele é o melhor estreante da prova. Sebastian Bourdais e Scott Dixon no final travaram um belo duelo pelo 5ºlugar. Por pouco acabou o piloto da Dale Coyne levando a melhor sobre Dixon.

Fecharam os 10 primeiros colocados: Graham Rahal, Takuma Sato, Simon Pagenaud e Marco Andretti. Matheus Leist levou seu problemático carro para o 13ºlugar. Tony Kannan ficou em 18ºlugar, A 2 voltas do vencedor. Um péssimo final de Semana da Foyt.

A partir de agora, Todas as equipes e pilotos pensam apenas nas 2 corridas em Indianápolis. A prova no Autódromo e na tradicional 500 milhas de Indianapolis.

Resultado final da 4ªEtapa do Mundial de Formula Indy
GP do Alabama – Barber Motorsport

Pos Piloto Chassi/Motor Equipe Voltas Tempo/Abandono
1 Josef Newgarden Dallara/Chevrolet Team Penske 82 2h 01:14.4486
2 Ryan Hunter-Reay Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 9.9607
3 James Hinchcliffe Dallara/Honda Schmidt Peterson 82 a 15.5389
4 Robert Wickens Dallara/Honda Schmidt Peterson 82 a 17.6794
5 Sebastien Bourdais Dallara/Honda Dale Coyne Racing 82 a 26.8897
6 Scott Dixon Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 82 a 26.9768
7 Graham Rahal Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 82 a 30.1194
8 Takuma Sato Dallara/Honda Rahal Letterman Lanigan 82 a 30.5526
9 Simon Pagenaud Dallara/Chevrolet Team Penske 82 a 42.4618
10 Marco Andretti Dallara/Honda Andretti Herta 82 a 44.6892
11 Alexander Rossi Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 45.2334
12 Matheus Leist Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 82 a 57.9291
13 Zach Veach Dallara/Honda Andretti Autosport 82 a 1:05.9298
14 Jordan King Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 82 a 1:20.0118
15 Spencer Pigot Dallara/Chevrolet Ed Carpenter 81 a 1 Volta
16 Rene Binder Dallara/Chevrolet Juncos Racing 80 a 2 Voltas
17 Gabby Chaves Dallara/Chevrolet Harding Racing 80 a 2 Voltas
18 Tony Kanaan Dallara/Chevrolet A. J. Foyt Enterprises 80 a 2 Voltas
19 Zachary Claman Dallara/Honda Dale Coyne Racing 80 a 2 Voltas
20 Ed Jones Dallara/Honda Chip Ganassi Racing 64 Mecânico
21 Will Power Dallara/Chevrolet Team Penske 53 Acidente
22 Max Chilton Dallara/Chevrolet Carlin 34 Mecânico
23 Charlie Kimball Dallara/Chevrolet Carlin 10 Acidente

Fotos:

 

 

Vídeo da Corrida:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: Indycar

Preview do GP do Azebaijão – Deivison da Conceição da Silva

Pneus para essa prova

Escolha dos pneus:

O GP do Azerbaijão é uma dos circuitos de rua mais rápidos do Calendário, Porém é um dos mais estreitos. Em determinadas curvas, um erro, mesmo que seja um pequeno pode acabar com a sua corrida. Nem Hamilton, nem Vettel venceram em Baku. Ambos foram protagonistas do principal incidente da corrida do ano passado: Durante um dos safety cars, Hamilton vinha na liderança quando Vettel acertou o carro do piloto da Mercedes e reclamou alegando que Lewis vinha lento demais.

Vettel foi punido com 10 segundos e quando parecia que a vitória ficaria nas mãos de Hamilton, Ele acabou tendo problemas com a proteção do Cockpit que estava solta no carro. O que obrigou a ir para os boxes. Daniel Ricciardo acabou vencendo com Bottas em 2ºlugar conquistado no final da prova, em cima de Lance Stroll da equipe Williams que fechou o pódio.

Corrida maluca em Baku. Daniel Ricciardo conquista vitória e Stroll conquista primeiro pódio da carreira

 

No ano de 2016, A vitória ficou nas mãos de Nico Rosberg, Com Vettel com a Ferrari em 2º e Sergio Perez com a Force India na Terceira posição. Hamilton cometeu um erro na classificação dessa corrida, Que acabou comprometendo seu resultado, ficando em 5ºlugar.

Rosberg vence de forma tranquila em Baku e volta a ter liderança folgada sobre Hamilton no Campeonato

Pelo pouco que se ver, a Ferrari partirá para a tática de pneus mais ousada, 10 dos 14 jogos de pneus escolhidos por Vettel e Raikkonen são pneus UltraSoft, Só se diferenciam quando Vettel escolhe 2 pneus SuperSoft enquanto Raikkonen escolheu 2 do chamados Soft. Os pilotos da Mercedes escolheram 9 pneus UltraSoft e a Red Bull foi mais conservadora com seus pilotos, Escolhendo 3 jogos Soft, 3 SuperSoft e 8 UltraSoft.

Carlos Sainz e Nico Hulkenberg serão os pilotos que menos vão gastar pneus UltraSoft. Apenas 7 dos 14 jogos de pneus que todos os pilotos tem direito por final de semana de Grande Prêmio.

Perguntas a serem respondidas nesse final de semana:

Ferrari sentiu a derrota no GP da China ou vem forte para Baku? Vettel vai tentar a 3ªVitória em 4 Etapas assim como em 2011?

Mercedes vai finalmente conquistar a 1ªVitória do ano? Bottas vai continuar a frente de Lewis ou o piloto do carro 44 vai dar a volta por cima depois da apagada prova de Xangai?

Red Bull vai superar as deficiências do motor Renault na longa Reta de Baku? Verstappen vai ter um final de semana sem erros cruciais?

Daniel Ricciardo Tem chances de repetir a vitória de 2017?

Lance Stroll buscará forças ao lembrar pódio em Baku para ajudar Williams a sair do Zero nos Construtores?

Renault vs Mclaren, Quem vai levar a melhor pela corrida das equipes intermediárias em Baku? Alonso ou Hulkenberg, Quem leva a melhor?

Force India tentara rendimento melhor para começar a pontuar de maneira mais regular

 

Haas continuará sendo uma surpresa entre os 10 primeiros colocados? Romain Grosjean vai se redimir do começo desastroso de temporada?

Sauber poderá fazer alguma coisa em Baku? Algo a mais do que o 10ºlugar de Wehrlein em 2017?

Essas respostas serão respondidas nesse final de semana:

Dados da Pista:

Circuito Urbano de Baku
Distância por volta: 6.004 km/ 3.731 Milhas
Número de Voltas 51
Vencedores: Nico Rosberg (2016) e Daniel Ricciardo (2017)

Previsão do Tempo:

Sexta

Sábado

Domingo

Horários:

Evento Horário de Brasília
1ºTreino Livre 06:00 as 07:30
2ºTreino Livre 10:00 as 11:30
3ºTreino Livre 07:00 as 08:00
Classificação 10:00 as 11:00
Corrida 09:10 as 11:10

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Ferrari/Renault/Mclaren/Mercedes/Force India/Williams/Sauber/Red Bull/Haas
Previsão do Tempo: accuweather

Marc Marquez leva pela 6ªVez em Seu quintal em Austin e Fica a 1 ponto da liderança do campeonato

Apesar das criticas sofridas e da punição de 3 posições no Grid de largada por ter prejudicado uma volta rápida de Viñales no Sábado, O Espanhol Marc Marquez confirmou o favoritismo e conquistou pela 6ªvez o GP dos Estados Unidos em Austin, No Texas. Com muita tranquilidade em seu quintal de casa.

Foi muito importante à largada que ele fez, Ao sair do 4ºlugar, A Formiga Atômica pulou de 4º para o 2º. Andrea Iannone largou em 3ºlugar e assumiu a liderança. E antes mesmo de completar a primeira volta, Marquez ultrapassou o piloto da Suzuki e assumiu a liderança, E Mesmo com todo o esforço de Iannone, Ninguém conseguiu ser páreo a Velocidade do piloto Espanhol. Enquanto ele abria diferença para Iannone que vinha em um bom ritmo de prova, Os pilotos da Yamaha vinham muito bem em 3º com Marevick Viñales e em 4º com Valentino Rossi que ultrapassou a Zarco e a Crutchlow que acabaram ficando para trás.

Zarco, Crutchlow, Dovizioso e Pedrosa vinham mais atrás, Disputando o 5ºlugar com Lorenzo e Rins brigando pelo 10ºlugar. Era nítida a Dificuldade da Ducati em Austin, Andrea Dovizioso era o melhor piloto da fábrica italiana em 7ºlugar com Crutchlow em 6º que era o piloto com o melhor equipamento na pista.

Viñales e Rossi partiram para cima de Iannone. Primeiro o Espanhol conseguiu na 6ªVolta a ultrapassagem para assumir o 2ºlugar. Rossi vinha atrás para também realizar a ultrapassagem sobre Iannone.

Na disputa pelo 5ºlugar, Crutchlow vinha com melhor moto do que Zarco e Dovi, Mas vinha afobado para conseguir logo essas ultrapassagens. Em duas oportunidades ele consegue passa Zarco, Mas acaba freando muito em cima da curva, perde a tomada e perde a posição para Dovizioso. E a afobação e até excesso de empolgação por liderar o campeonato terminou por leva o Britânico da LCR ao Chão. Ele ainda volta a prova, Mas longe dos pontos na última posição.

Jorge Lorenzo continua com seu calvário na Ducati, Ele perdeu a posição para Alex Rins e vinha ficando para Rabat e Miller que disputavam a 10ªposição. O Espanhol ainda levou alguma sorte por causa da queda de Rins (Que por sinal, sua moto ficou em ponto bem perigoso do Circuito) E recuperou o 8ºlugar. Porém Rabat, Miller e Aleix Espargaró com a Aprilla já vinham encostados no tricampeão do Mundo.

Marquez lá na frente vinha abrindo, abrindo e abrindo mais e mais vantagem para Viñales que tentava ainda diminuir a sua diferença. O piloto da Yamaha vinha com vantagem segura para Iannone que vinha tranquilo em 3º, Com uma diferença boa para Valentino Rossi que ficava mais longe de brigar pelo pódio.

Apesar de toda a luta do de Lorenzo, A ultrapassagem acabou acontecendo na volta 16 quando ele tomou do Rabat e depois desconcentado acabou perdendo posição para Miller e Aleix Espargaró caindo para o 11ºlugar.

Na mesma equipe oficial da Ducati, Dovizioso lutou, batalhou com a falta de rendimento de sua moto, Partiu para cima de Zarco, Já com os pneus mais desgastados do que os pneus de Dovi, Que acabou suando para conquistar a 5ªposição. A 4 voltas e meia do final. Essa ultrapassagem dava a Dovi a liderança do campeonato.

Marc Marquez, Sem qualquer polêmica e respondendo as criticas de forma impecável , Vence a primeira no ano e pela 6ªvez seguida em Austin. O piloto da Honda tem 100% das vitórias disputadas na MotoGP no Circuito das Américas (Assim como em Saschering a pista parece casar com o estilo de pilotagem da Formiga atômica.

Marevick Viñales conquistou o primeiro pódio do ano com o segundo lugar, A Yamaha se comportou bem em Austin, Porém não conseguiu colocar duas motos no pódio. Andrea Iannone com a Suzuki conseguiu o 3ºlugar, chegando bem a frente de Valentino Rossi que perdeu rendimento no final da prova e ficou em 4ºlugar. um pouco menos de 4 segundos de frente para Andrea Dovizioso.

Com o seu resultado, Dovi é o líder do campeonato, 1 ponto a frente de Marquez e 4 a frente de Viñales. Para uma Ducati que vinha bem mal em Austin até que ele sai no lucro para a fase europeia. Johann Zarco com a Yamaha Chassis 2016 da Tech 3 ficou em 6ºlugar, 661 milésimos atrás. Dani Pedrosa em uma corrida heroica, Superando as dores pela cirurgia um pulso direito, levou sua Honda Repsol para o Respeitável 7ºlugar.

 

Tito Rabat de novo é uma das boas surpresas da prova, Após dois anos ruins na Marc VDS parece que o Campeão de 2015 da Moto 2 se encontrou com a Ducati de 2017, Após dura batalha com Jack Miller (Que também fez bela corrida) acabou levando a melhor o piloto da Avintia no 8ºlugar. Completou os 10 primeiros colocados Aleix Espargaró com a Aprilla, que alcança o melhor resultado do ano.

Jorge Lorenzo em mais um dia triste, Acabou em 11ºlugar e só não foi mais para trás porque não tínhamos outros pilotos em melhor forma (Por adaptação as motos novas ou mal desempenho, motos melhores ou pilotos que abandonaram a prova. Danilo Petrucci decepcionou mais uma vez, Com a Ducati do ano ele fica em 12ºlugar, bem longe do desempenho de Jack Miller.

Fechando a zona de pontuação: Pol Espargaró, Takaaki Nakagami que vem evoluindo prova a prova e Alvaro Bautista que salvou um ponto para a equipe de Aspar Martinez. A Marc VDS teve um dia também trágico: Luthi em 18º e Morbidelli em 21º.

Daqui a 2 semana teremos a 4ªEtapa do Mundial de Motovelocidade. Em Jerez, a fase europeia ira começar na Temporada 2018 da MotoGP. Com um grande número de pilotos com condições de buscar a liderança do campeonato.

Resultado Final do GP dos Estados Unidos
Moto GP – Mundial de Motovelocidade

pos Piloto Equipe Moto Tempo
1 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 41’52.002
2 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 3.560
3 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 6.704
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha a 9.587
5 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati a 13.570
6 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 14.231
7 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda a 18.201
8 53 Tito Rabat Reale Avintia Racing Ducati a 28.537
9 43 Jack Miller Alma Pramac Racing Ducati a 28.671
10 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 28.875
11 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati a 31.355
12 9 Danilo Petrucci Alma Pramac Racing Ducati a 34.993
13 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM a 37.264
14 30 Takaaki Nakagami LCR Honda IDEMITSU Honda a 39.335
15 19 Alvaro Bautista Angel Nieto Team Ducati a 40.887
16 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM a 48.475
17 45 Scott Redding Aprilia Racing Team Gresini Aprilia a 49.995
18 12 Thomas Luthi EG 0,0 Marc VDS Honda a 51.115
19 35 Cal Crutchlow LCR Honda CASTROL Honda a 59.055
20 10 Xavier Simeon Reale Avintia Racing Ducati a 59.747
21 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Honda a 1’00.513
42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki a 10 Voltas
55 Hafizh Syahrin Monster Yamaha Tech 3 Yamaha a 12 Voltas
17 Karel Abraham Angel Nieto Team Ducati a 12 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP