Fotos Moto 2 Moto 2 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Morbidelli conquista pole em treino sob chuva em Sashenring, Destaque para estreante na Tech 3

Published by:

Disputado sobre pista molhada e com chuva na maior parte do tempo o treino da Moto 2 foi dividido em 2 fases. Na primeira parte com a pista mais ou menos molhada o piloto que fez o melhor tempo foi Miguel Oliveira com sua KTM. No momento que ele fez a melhor volta do Treino a chuva voltou a cair e caiu forte sobre Sachsenring. Com esse quadro que estava parecia que a pole position já estaria decidido a favor do piloto Português.

Mas na parte final do Treinos os pilotos foram voltando a pista percebendo que ainda com a chuva caindo os tempos poderiam cair muito pela melhora de tempo do Hafizh Syahrin que é um pato quando chove pela grande habilidade que ele tem em chuva.

Oliveira Manteve a liderança até que a 8 minutos do final Thomas Luthi assumiu a liderança, A partir dai recomeçou a luta pela pole position e Franco Morbidelli acabou também indo para a liderança. A 4 minutos do final o Alemão Sandro Cortese acertou uma bela volta e foi para a liderança.

1 minuto depois Miguel Oliveira voltou a liderança e logo depois Cortese voltou para a posição de pole position, O final com a pista começando a formar um trilho era evidente que os tempos iriam baixar e a pole só seria decidida no final. Como acabou sendo decidido no final do treino. Franco Morbidelli a segundos de terminar o treino assumiu a liderança. Logo depois Alex Marquez que vinha lá atrás nos últimos minutos do treino passou a liderança e na sua volta final o Líder do campeonato da moto 2 marcou 1:32.159 e confirmou a pole position. Alex Marquez companheiro de equipe do Ítalo-brasileiro na Marc VDS e o Alemão Sandro Cortese que não vem tendo um bom ano com a Suter da Dynavolt Intact completam a primeira fila.

A se destacar o piloto Hector Garzo que faz sua primeira corrida na Moto 2 substituindo o Espanhol Xavi Vierge o piloto espanhol fez um grande treino não se intimidando com a pista molhada e com seus adversários chegando a ficar com o 2ºlugar. Garzo larga em 5ºlugar atrás de Mattia Pasini e na frente de Miguel Oliveira que liderou a maior parte do treinamento de hoje. O Vice-líder do campeonato Thomas Luthi da Interwetten larga em 7ºlugar.

Simone Corsi, Fabio Quartararo e Francesco Bagnaia completam os 10 primeiros colocados. Hafish Syahrin ficou em 11ºlugar. A prova da moto 2 vai acontecer as 7 horas e 20 minutos horário de Brasília com Transmissão do Canal Sportv 2.

Grid de largada – GP da Alemanha (Sachsenring)
Moto 2 – 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade

Pos. Piloto Equipe Moto Tempo
1 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 1’32.159
2 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 1’32.412
3 11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 1’32.536
4 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’32.678
5 14 Hector Garzo Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 1’32.747
6 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 1’32.801
7 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex Moto2 1’32.831
8 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF7 1’33.074
9 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex Moto2 1’33.194
10 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 1’33.313
11 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 1’33.322
12 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 1’33.552
13 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Suter MMX2 1’33.656
14 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 1’33.724
15 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 1’33.857
16 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 1’33.907
17 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 1’33.908
18 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 1’33.979
19 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up SF7 1’34.105
20 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex Moto2 1’34.130
21 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 1’34.190
22 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 1’34.285
23 68 Yonny Hernandez AGR Team Kalex Moto2 1’34.392
24 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 1’34.568
25 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’34.788
26 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 1’35.028
27 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 1’35.191
28 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter MMX2 1’35.634
29 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 1’36.021
30 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 1’36.770
31 22 Federico Fuligni Forward Racing Team Kalex Moto2 1’37.733
89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 1’41.650

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Foto: MotoGP

Fotos Moto 2 Moto 2 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Morbidelli conquistou vitória em Assen em Grande disputa que durou do começo até o final

Published by:

Franco Morbidelli deu a resposta após duas corridas discretas e conquistou a vitória em Assen após uma belíssima disputa pela vitória com vários pilotos.

Na largada Thomas Luthi largou melhor com Morbidelli em 2º e depois Nakagami, Oliveira, Simeon, Pasini e Alex Marquez. Curvas depois o ítalo-Brasileiro assumiu a liderança passando pelo Thomas Luthi que acabou caindo para o 4ºlugar. Sem dúvida o piloto Suíço partiria para uma recuperação. Na segunda volta Luthi passa Nakagami assumindo o 3ºlugar, Mas o Japa que esta sendo especulado para ir para a Pramac em 2018 deu o troco em Luthi que deve estar a caminho de uma das equipes Satélite da Ducati em 2018.

Luca Marini e Simone Corsi que disputavam posições intermediárias acabaram caindo e deixando a corrida. No final da 4ªVolta Miguel Oliveira passou Franco Morbidelli levando a sua Moto KTM para a liderança deixando o piloto da Marc VDS em 2º em maus lençóis pressionado por pelo seu companheiro de equipe Alex Marquez, Pasini, Nakagami. Luthi e Simeon estavam um pouco mais atrás em 6º e 7ºlugar.

Pasini assumiu a liderança na 7ªvolta. Nesse meio tempo tivemos várias trocas de ultrapassagem. No final da 9ªVolta Nakagami que venceu sua primeira corrida na Motovelocidade no ano passado assumiu a liderança passando Mattia Pasini. Thomas Luthi e Franco Morbidelli estavam disputando o 3ºlugar numa briga direta pelo título na Moto 2. Prever um vencedor na metade da corrida, era estupidez total com 6 pilotos na disputa pela vitória com motos tão iguais.

enquanto isso Hazish Syarhin e Xavier Simeon disputavam a 7ªposição. Ambos estavam fazendo suas melhores corridas na temporada de 2016. Nakagami tentava fugir na frente, Mas Pasini, Morbidelli e os outros não deixavam o piloto da Honda Asia Team abrir diferença. Pasini tentou passar Nakagami, Mas em um ponto perigoso acabou quase tocando. Resultado disso foi que Nakagami acabou abrindo vantagem para Pasini e os demais.

Mais uma vez a bandeira indicando pista escorregadia era agitada a 10 voltas do final da prova. A 9 Voltas do final Morbidelli passa Pasini assumindo o 2ºlugar, Enquanto que o Ítalo-Brasileiro iria para a briga pela liderança o piloto da Italtrans acabou perdendo posições para Luthi, Marquez e Oliveira caindo para o 6ºlugar, Mas logo depois Pasini passou o piloto da KTM recuperando pelo menos o 5ºlugar.

Marquez tentou tomar o 3ºlugar de Luthi, Mas acaba tocando no Suíço e passa a ficar pressionado pelo Pasini. Lá na Frente Morbidelli disputava a liderança contra o Japa Takaaki Nakagami. A 6 voltas do final 6 pilotos disputavam a vitória.

No final da 20ªVolta Luthi deu uma reviravolta e passou a liderança com Morbidelli que passou Nakagami assumindo o 2ºlugar. Xavier Simeon supera Syarhin assumindo o 7ºlugar de maneira definitiva. Mattia Pasini passou Nakagami e Morbidelli passando para o 2ºlugar.

A 2 Voltas do final Morbidelli partiu para cima de Pasini e no final da volta 23 passou o piloto da Italtrans passando para o 2ºlugar e o piloto da Marc VDS partiu para o ataque final em cima do Suíço Thomas Luthi. O Líder do campeonato conseguiu nas últimas curvas passando da Interwetten e vencendo a sua 5ªcorrida na temporada 2017 voltando a ficar em alta no campeonato. Morbidelli cada vez mais se consolida como um candidato ao título da Moto 2 e cada vez mais se consolida como o companheiro provavelmente do Australiano Jack Miller para a temporada de 2018 da MotoGP tomando a vaga de Tito Rabat.

Thomas Luthi apesar de perder a vitória ficou em 2ºlugar e continua perto de Morbidelli na vice-liderança do campeonato. O pódio foi completado por Takaaki Nakagami que acabou favorecido por um corte de pista de Mattia Pasini que na curva final foi atacado pelo piloto Japonês. Os comissários entenderam que Pasini que chegou na frente de Nakagami se favoreceu dessa manobra de maneira ilegal e acabou por inverter as posições. (Que para mim uma decisão acertada, Não tinha motivos para se punir com a caneta dura, Mas se não punisse também não ficaria legal isso dai não. Pasini acabou ficando com o 4ºlugar na frente de Miguel Oliveira que leva a sua KTM na 5ªposição e Alex Marquez que ficou um pouco para trás no final na 6ªposição.

A se destacar as boas corridas de Xavier Simeon que ficou em 7ºlugar e de Hafish Syarhin que ficou em 8ºlugar como as melhores corridas deles na temporada 2017. Fabio Quartararo ficou em uma honrosa 9ªposição e Francesco Bagnaia que conquistou pódio logo nas primeiras corridas vive com sua cotação em queda, apenas completou os Top 10 em uma corrida bem modesta.

Nesse domingo teremos a 9ªEtapa do Mundial de Motovelocidade na Alemanha o que vai marcar a Metade do campeonato de 2017.

Resultado final do GP da Holanda – Assen
Moto 2 – 8ªEtapa – 24 Voltas

pos Piloto Equipe País Tempo Grid
1 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 39’39.120 1
2 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex Moto2 a 0.158 3
3 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 a 0.630 2
4 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 0.394 7
5 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 a 0.657 4
6 73 Alex Marquez EG 0,0 Marc VDS Kalex Moto2 a 2.774 8
7 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex Moto2 a 6.967 6
8 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex Moto2 a 7.027 12
9 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex Moto2 a 11.089 5
10 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 a 11.623 13
11 23 Marcel Schrotter Dynavolt Intact GP Suter MMX2 a 14.196 9
12 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter MMX2 a 14.521 11
13 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM Moto2 a 18.210 17
14 68 Yonny Hernandez AGR Team Kalex Moto2 a 18.926 18
15 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex Moto2 a 21.767 19
16 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 Mistral 610 a 22.008 21
17 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 a 22.179 20
18 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex Moto2 a 32.097 23
19 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up SF7 a 32.231 22
20 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex Moto2 a 40.349 25
21 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex Moto2 a 44.830 24
22 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex Moto2 a 48.509 10
23 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex Moto2 a 57.518 27
24 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex Moto2 a 1’06.824 28
25 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter MMX2 a 1’24.146 29
26 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex Moto2 3 Voltas 28
32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex Moto2 13 Voltas 16
11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter MMX2 19 Voltas 30
10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex Moto2 23 Voltas 14
24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up SF7 23 Voltas 15

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Valentino Rossi vence a primeira na temporada, Viñales cai e perde a liderança do Campeonato para Dovizioso

Published by:

Matéria conjunta do Treino de Classificação e da Corrida em uma mesma matéria.

Q1 –  Pilotos

Karel Abraham – Jack Miller – Aleix Espargaró – Jorge Lorenzo – Scott Redding – Loris Baz – Andrea Iannone – Hector Barberá – Alex Rins – Sam Lowes – Esteve Rabat – Pol Espargaró – Bradley Smith

No Q1 com o tempo fechado e com pista molhada o que uma situação terrível para o Jorge Lorenzo que não se casa bem com chuva. Ainda mais ainda em período de Adaptação. Ao contraio de Jack Miller que adora correr na chuva.
Logo Miller assumia a primeira posição, Mas o piloto da Marc VDS não teria vida fácil já que loris Baz e Sam Lowes superaram a Miller que na sua segunda volta recuperou a ponta. Scott Redding entrou nessa disputa das duas vagas fazendo o melhor tempo.

Com o decorrer da classificação os tempos vinham baixando. A 5 minutos do final os classificados para o Q2 eram Jack Miller e Scott Redding. Mas Loris Baz e Sam Lowes também estavam na disputa dessas vagas. Já Jorge Lorenzo não conseguia andar rápido e sem qualquer chance de vaga para a fase final da Classificação.

Miller, Baz, Redding e Lowes se alternavam na liderança na parte final da Classificação. No final do treinamento os classificados foram o Britanicos Scott Redding e Sam Lowes. Loris Vaz acabou errando no último setor de sua última volta o que acabou por jogar ele para fora do Q2. A se lamentar o treino de Jorge Lorenzo que ficou apenas em 11ºlugar e com isso iria largar na 21ªposição.

Pilotos no Q2:
Marevick Viñales – Jonas Folger – Marc Marquez – Andrea Dovizioso – Cal Crutchlow – Valentino Rossi – Danilo Petrucci – Johann Zarco – Alvaro Bautista – Dani Pedrosa – Sam Lowes – Scott Redding

No Q2 Rossi assumiu a primeira posição no começo com Marquez em 2ºlugar. Danilo Petrucci acabou se destacando bastante no treinamento fazendo o melhor tempo. E quando alguém vinha para melhorar o tempo lá vem o piloto da Pramac para baixar a marca de seu adversário. Até que Marquez a 3 minutos do Final passa para o primeiro lugar com Valentino Rossi marcando o 2ºtempo Deixando Petrucci para o 3ºlugar.

O piloto da Pramac tentou recuperar a pole position, Mas acabou ficando em 3ºlugar. Enquanto que o motor da Aprilla de Sam Lowes quebra deixando na mão o piloto Britânico. Petrucci não desistiu e na volta seguinte com 1:46.526. No final do Treino Zarco, Marquez e Rossi buscaram tirar a pole do piloto da Pramac.

Marquez fez 1:46.206 e parecia que a pole iria ficar com o piloto da Honda, Mas a pole ficou mesmo com Johann Zarco que na volta final de 1:46.141 colocou todos os favoritos no bolso, Conquistando a primeira pole na MotoGP em sua 8ªcorrida na categoria principal. Marc Marquez larga em 2º e o Italiano Danilo Petrucci com a Pramac fecha a primeira fila do Grid de largada.

Na segunda fila largam Valentino Rossi da Yamaha Oficial, Scott Redding que mesmo com uma moto de 2016 da Ducati sendo inferior a moto do seu companheiro de equipe acabou fazendo um brilhante trabalho. Jonas Folger completa a 2ªFila.

Alvaro Bautista em grande fase larga em 7º, Cal Crutchlow e Andrea Dovizioso que vem de 2 vitórias seguidas completam a 3ªFila. O Líder do campeonato Marevick Viñales larga em 11ºlugar atrás de Sam Lowes que fez seu melhor treino na MotoGP e de Dani Pedrosa que não foi nada bem no Q2 ficando longe da Formiga Atômica.

Grid de largada:

pos Piloto Equipe País Tempo Fase
1 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 1’46.141 Q2
2 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V 1’46.206 Q2
3 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 1’46.526 Q2
4 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’46.705 Q2
5 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 1’47.574 Q2
6 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 1’47.663 Q2
7 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 1’47.812 Q2
8 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V 1’48.042 Q2
9 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1’48.079 Q2
10 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 1’48.128 Q2
11 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 1’48.266 Q2
12 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V 1’49.623 Q2
13 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 1’47.217 Q1
14 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 1’47.234 Q1
15 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 1’47.277 Q1
16 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’47.649 Q1
17 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1’47.804 Q1
18 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 1’47.947 Q1
19 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’47.957 Q1
20 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 1’48.080 Q1
21 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1’48.219 Q1
22 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 1’48.448 Q1
23 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V 1’48.700 Q1

A Corrida no Domingo:

Com tempo nublado, Mas pelo menos com pista seca foi realizada a 8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade em Assen. Na Largada Zarco e Marquez disputaram a liderança com vantagem para o piloto da Tech 3 e se manteve na liderança seguido de Marquez, Rossi, Petrucci, Bautista, Redding, Dovizioso e Crutchlow. Jonas Folger da Tech 3 acabou errando e passando reto em uma das curvas e teve que ceder posições. Mais atrás Pedrosa e Viñales estavam disputando o 10ºlugar.

Zarco inicialmente conseguiu abrir vantagem para a concorrência,  Mas logo na 3ªVolta Marquez e Rossi chegaram no piloto francês. Petrucci também vinha nessa chegando perto de Rossi. Enquanto isso Viñales tentava se recuperar e estava em 9ºlugar. O líder do campeonato tinha Iannone na alça de mira. O piloto da Suzuki saiu dessa passando Dovizioso e Bautista passando para o 6ºlugar.

Viñales praticamente de volta a volta ganhando uma posição. Primeiro para Bautista, depois para Dovizioso e a partir dai passou a pressionar o Inglês Scott Redding que vinha muito bem no final de semana apesar de Petrucci esta no bloco da frente sendo o principal piloto da Pramac em 2017 inclusive com moto do ano. Lorenzo já vinha em uma boa recuperação em 14ºlugar após largar em 21ºlugar.

Na 9ªVolta Sam Lowes que vinha no melhor final de semana da temporada caiu e deixou a corrida. Redding começava a sofrer pressão de Viñales na disputa pelo 5ºlugar enquanto que Bautista passa Dovizioso assumindo o 7ºlugar. Enquanto isso Valentino Rossi passou Marc Marquez tomando o 2ºlugar de seu arquirrival visionando a primeira posição de Johann Zarco. Viñales passou Redding e já vinha em 5ºlugar a 3 segundos do grupo da frente.

Na 11ªVolta Valentino Rossi passou Zarco assumiu a liderança. O piloto da Tech 3 tentou voltar a liderança e se deu mal. Acabou dando um toque em Rossi que se manteve a liderança enquanto que o francês acabou perdendo posição para Marquez caindo para o 3ºlugar. Na 12ªVolta de uma forma até perigosa o líder do campeonato Marevick Viñales cai e abandona a prova deixando a situação de que Andrea Dovizioso que assumiu o 5ºlugar tomar a liderança do campeonato.

A Formiga Atômica vinha pressionando Rossi na disputa pela liderança, Com Danilo Petrucci que já vinha em 3ºlugar na frente de Zarco. Na 16ªVolta Petrucci foi para cima de Marquez e ultrapassa o piloto da HRC Repsol Honda tomando o 2ºlugar com a sua moto da Pramac Ducati de 2017. 8 décimos de vantagem tinha o doutor na liderança.

Alvaro Bautista em uma bela corrida acabou caindo e deixando a prova. A 10 voltas do final os fiscais de pista mostraram a bandeira branca com o X vermelho o que representava pista escorregadia devido a chuva que começava a cair em Assen. Nesse meio tempo Dovizioso cresceu muito na corrida passando Zarco e depois passando Marquez assumindo a 3ªposição que era mais do que o bastante para o piloto da Ducati assumir a liderança do campeonato.

Zarco com dificuldades acabou indo para os boxes para trocar de moto, Mas acabou passando do limite de velocidade nos boxes o que fez ele ir para os boxes para cumprir a punição o que fez o piloto da Tech 3 que sobrou na corrida ficasse definitivamente de fora da corrida. Jorge Lorenzo fez a parada para trocar a Moto e sua situação era bem ruim na classificação. Andrea Dovizioso do nada chegou em Danilo Petrucci passando o piloto da Pramac indo para o segundo lugar. Dovi iria para o ataque em cima de Rossi para buscar uma terceira vitória seguida.

Isso acabou durando pouco. Petrucci voltou ao segundo lugar enquanto que Dovizioso e Marquez começaram a ficar atrás. A briga pela vitória estava ficando entre Rossi e Petrucci. A 5 voltas do final Petrucci passou Rossi assumindo a liderança mostrando que não era um peixe morto em relação ao veterano da MotoGP. Só que o Doutor queria pela primeira vez sair da operação com a vitória. A 3 voltas do final Rossi mandou Petrucci para a cama e operou o piloto da Pramac assumindo a liderança. Enquanto que Cal Crutculow vinha tirando 2 segundos por volta de Dovizioso e Marquez que travavam um duelo pelo pódio. O inglês chegou nos dois e parecia que ele passando os dois em 1 volta o piloto da LCR Honda poderia até buscar Rossi e Petrucci para ainda lutar pela vitória.

Mas isso não foi possível. Na volta final Rossi teve de segurar Petrucci. E Crutchlow tentava segurar o pódio. Conseguiu isso até as curvas finais quando Marc Marquez passa o piloto da LCR Honda e retorna ao pódio.

Rossi finalmente após 8 corridas e em uma das pistas aonde que ele melhor atua ele conquista a primeira vitória na temporada. A vitória 115 da carreira, ficando a 7 vitórias do italiano Giacomo Agostini que é o maior vencedor de corridas do Mundial de Motovelocidade. Rossi ficou a apenas 63 milésimos na frente de Danilo Petrucci que conquistou o 2ºpódio nas últimas três corridas com a Moto da Pramac Ducati de 2017.

Marc Marquez com a Honda Repsol completa o pódio ficando na frente de Cal Crutchlow que foi um senhor piloto na parte final da corrida. Andrea Dovizioso que apareceu até com condições de vencer a corrida acabou ficando apenas em 5ºlugar, Mas o italiano com os resultados assumiu pela primeira vez na carreira a liderança da categoria principal do Mundial de Motovelocidade passando Viñales que zerou pela segunda vez na temporada.

O Vencedor da Catedral da Motovelocidade de 2016 Jack Miller levou a moto da Marc VDS a uma boa 6ªposição e cada vez se mostrando como o piloto que vai ficar na equipe belga para 2018 levando a Tito Rabat a procurar um emprego em outra equipe para a próxima temporada. Karel Abraham sem chamar a menor atenção terminou a corrida em 7ºlugar após largar na 18ªposição com a Aspar Ducati de 2015 na frente de Loris Baz com a Avitina Ducati de 2015 chegando na frente de Iannone que fica em uma Decepcionante 9ªposição.

Aleix Espargaró com a Aprilla completou os Top 10. Pol Espargaró levou a KTM para o melhor resultado da fábrica Austríaca na sua volta a motoGP na 11ªposição. Tito Rabat ficou em 12ºlugar.

E quem diria que Dani Pedrosa em corrida lastimável em 13º, Johann Zarco após brigar a maior parte do tempo nas primeiras posições em 14º e Jorge Lorenzo em corrida deprimente em 15ºlugar ficaria nas últimas posições da zona de pontuação. Eles ficaram na frente de Hector Barbera e de Alex Rins (Que voltou nessa corrida após esta de fora por 5 corridas devido a problemas físicos).

No próximo domingo teremos a 9ªetapa do Mundial de Motovelocidade no Circuito Alemão de Saschering. O Circuito mais travado da temporada aonde Marquez é o rei da pista com 7 vitórias em 7 participações.

Resultado final do GP da Holanda – MotoGP
8ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – 26 Voltas

pos Piloto Equipe País Tempo Grid
1 46 Valentino Rossi Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 41’41.149 4
2 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP17 a 0.063 3
3 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda RC213V a 5.201 2
4 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda RC213V a 5.243 8
5 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 a 5.327 9
6 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V a 23.390 13
7 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP15 a 36.982 18
8 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP15 a 37.058 14
9 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR a 37.166 16
10 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP a 1’01.929 15
11 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 a 1’09.384 19
12 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda RC213V a 1’10.121 23
13 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda RC213V a 1’10.344 12
14 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 a 1’35.655 1
15 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati Desmosedici GP17 1 Volta 21
16 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati Desmosedici GP16 1 Volta 20
17 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki GSX-RR 1 Volta 17
45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati Desmosedici GP16 2 Voltas 5
19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati Desmosedici GP16 9 Voltas 7
38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM RC16 13 Voltas 22
25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha YZR-M1 15 Voltas 11
94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha YZR-M1 17 Voltas 6
22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia RS-GP 18 Voltas 10

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Moto 3: Canet vence nas curvas finais em corrida disputadíssima na Catedral da Motovelocidade

Published by:

Na largada Jorge Martin e Bo Bendsneyder largaram bem, Mas foi o Tailandês Nakarin Atiratphuvapat da Honda Asia Team quase assumiu a liderança. Martin manteve a liderança com Joan Mir, Bendsneyder, Tatsuki Suzuki, Atiratphuvapat, Marco Bezzecchi, Adan Norrodin e Romano Fenati são os 8 primeiros colocados nas primeiras curvas.

Bendsneyder no começo da prova pressionava Martin na liderança enquanto que Mir era pressionado por Tatsuki Suzuki pelo terceiro lugar e o Malaio Adam Norrodin em uma belo começo de prova vinha em 5ºlugar colado nos 4 primeiros lugares. Fabio Di Giannatonio que vinha em uma corrida de recuperação acabou caindo até de maneira perigosa na chicane que leva a Reta do boxes e abandonou levando com ele o italiano Enea Bastianini para o chão.

Na 5ªVolta Martin passava do ponto da curva e foi para fora da pista perdendo a liderança para o Holandês Bo Bendsneyder para a alegria da torcida que estava em Assen, Mas essa alegria durou pouco. Romano Fenati assumiu a liderança. Mas curvas depois Bendsneyder e Fenati trocavam ultrapassagens enquanto que Joan Mir estava na espera em 3ºlugar.

Jorge Martin se recuperou e assumiu a liderança na volta 9 passando Bendsneyder, Mir e Fenati. Enquanto os pilotos do primeiro grupo (Martin, Fenati, Mir, Suzuki, Norrodin e Bendsneyder) disputavam posição o segundo Grupo liderado pelo Aron Canet vinha chegando mais próximo dos lideres e vinha levando com ele Marcos Ramirez, Jules Danilo, Gabriel Rodrigo e John McPhee.

Logo Canet e seus seguidores chegaram na disputa na metade da corrida e já vinha pressionando Tatsuki Suzuki e Adam Norrodin. Nesse meio tempo Bo Bendsneyder que tinha liderado a corrida estava nesse momento no 11ºlugar.

Quem subiu muito foi Marcos Ramirez que assumiu o segundo lugar e entrou na disputa pela vitória chegando a assumir a liderança a 5 voltas do final. Na volta seguinte o Escocês John McPhee assumiu a liderança no final da 19ªVolta ao mesmo tempo Martin tocou com o Ramirez e acabou saindo da pista de novo e caindo para o 11ºlugar.

Mir voltou a liderança com McPhee e Jules Danilo seguindo o piloto da Leopard. Até a volta final Mir liderava a prova com McPhee em 2º e Canet em 3º. Na volta final o piloto da Estrella Galicia passou nas segunda metade da volta final John McPhee e nas curvas finais passou Joan Mir que foi caindo de posição nas voltas finais. Romano Fenati tentou no final passar Canet, Mas o Espanhol segurou a liderança e venceu com apenas com apenas 35 milésimos de segundo para Fenati que acabou em 2ºlugar após largar do 15ºlugar. Completou o pódio o Escocês John McPhee que veio do 19ºlugar na Largada com a Moto da British Talent  Team. Joan Mir foi o grande derrotado do dia. De uma possível vitória ele caiu na última volta chegando apenas em 9ºlugar deixando a vantagem dele cair ainda para confortáveis 30 pontos, Mas é uma queda considerável para a vantagem que ele tinha antes da prova em Assen.

No final da corrida Adan Norrodin acabou caindo a 2 curvas do final, Pena porque o piloto Malaio fazia uma grande corrida. A metros do final da corrida o piloto da casa Bo Bendsneyder acabou caindo e deixando de pontuar por alguns metros.

Dos que terminaram a corrida Jorge Martin com 2 erros graves acabou a prova em 4ºlugar. Jules Danilo fez uma bela corrida, O Companheiro da Rivacold ficou em 5ºlugar. Seguido de Marcos Ramirez, Gabriel Rodrigo da Argentina que fez um belo trabalho ficando em 7ºlugar, Tatsuki Suzuki, Mir e Bulega completaram os 10 primeiros lugares. a Diferença dos 9 primeiros colocados foi de menos de 1 segundo o que mostra a completa e mais absoluta competitividade da categoria iniciante do Mundial de Motovelocidade.

Resultado final do GP da Holanda
Moto 3 – 22 Voltas – 8ªEtapa do Campeonato

pos Piloto Equipe País Tempo Grid
1 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 38’20.364 6
2 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW a 0.035 15
3 17 John McPhee British Talent Team Honda NSF250RW a 0.117 19
4 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW a 0.310 1
5 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW a 0.532 14
6 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP a 0.594 23
7 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM RC250GP a 0.651 12
8 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW a 0.679 10
9 36 Joan Mir Leopard Racing Honda NSF250RW a 0.980 7
10 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP a 6.972 3
11 65 Philipp Ottl Südmetall Schedl GP Racing KTM RC250GP a 8.196 25
12 58 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM RC250GP a 9.200 29
13 40 Darryn Binder Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP a 10.746 27
14 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP a 10.890 26
15 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda NSF250RW a 10.920 22
16 12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra MGP3O a 16.249 5
17 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O a 16.344 13
18 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda NSF250RW a 16.479 4
19 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda NSF250RW a 33.845 31
20 6 Maria Herrera AGR Team KTM RC250GP a 34.172 16
21 11 Livio Loi Leopard Racing Honda NSF250RW a 34.338 18
22 4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O a 48.171 20
7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda NSF250RW 1 Volta 11
64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 1 Volta 2
31 Raul Fernandez Mahindra Gaviota Aspar Mahindra MGP3O 2 Voltas 30
33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 8 Voltas 17
48 Lorenzo Dalla Porta Mahindra Gaviota Aspar Mahindra MGP3O 8 Voltas 24
14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 15 Voltas 8
96 Manuel Pagliani CIP Mahindra MGP3O 16 Voltas 9
21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 19 Voltas 21
28 Ryan van de Lagemaat Lamotec Lagemaat Racing KTM RC250GP 20 Voltas 28

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Automobilismo Gaúcho Automobilismo Nacional Carnaval Coluna Fotos Opinião Política

A Demagogia da Discriminação – Coluna de Deivison da Conceição

Published by:

Os Mestres da malacutaia que estão no poder sempre. Sempre tem como desculpas para tirar da população direitos legítimos e a liberdade para se fazer a cultura popular. Os governos sempre em suas escolhas fazem malandramente o capitalismo sem risco. Se ganham eles ficam com o bolo do lucro e só dão um pedacinho para o povo. Se perdem todos nós pagamos e socializa os prejuízos. Exceto esses políticos safados que compõe a maioria das pessoas que comandam o país.

A 2 semanas atrás com o hipócrita discurso de que ele iria colocar mais dinheiro para as crianças o Prefeito do Rio no qual me recuso a falar o nome dele até porque ele não merece ter seu nome citado aqui (Não tem moral para eu dizer o nome dele. nem ele e Nem o tio dele que é dono de uma igreja que toma dinheiro dos fieis de forma abusiva. Parecendo mais uma empresa ou uma organização criminosa de chalatões) Corta em 50% a verba das escolas de samba do Grupo Especial e já anunciou que vai ter corte com os Blocos e com as escolas de samba dos grupos de acesso. Um verdadeiro assassinato de uma cultura que é de origem afro. Algo que esse prefeito diz ser uma religião demoníaca.

Eu sabia desse do começo que ele faria isso, Avisei no ano passado que política e religião não se misturavam, Mas pelo analfabetismo politico do povo acabamos elegendo essa criatura (Ele não foi eleito com o meu voto) Ele prometeu não misturar política com religião. Nesses 6 meses de governo dele “Eu não tenho o menor medo de falar isso: A promessa de campanha dele não se cumprir” Misturou e vai ficar o mandato inteiro misturando política com religião.

Escrevei alguns dos milhares de motivos do porque o corte da verba não se justifica:

1º Carnaval é uma representação cultural do Brasil

2º Carnaval hoje é um teatro a céu aberto aonde se faz homenagens, contam histórias fictícias ou verdadeiras, Fala-se da cultura Negra, Ioruba nagô (Que de demoníaca não tem nada), A Cultura Indígena, A Cultura de outros países, Fazem críticas sociais e Denuncias como o desastre de Mariana.

3º Carnaval trás receita para o nosso país e isso não se pode negar. A Matemática os números são indiscutíveis! O Carnaval de 2017 gerou 3 bilhões de Reais. Como você vai tirar verba de um manifestação cultural que te dar dinheiro para a município para gerir a vida da cidade.

4º O Carnaval gera empregos, Tem programas sociais que em vários casos salvam a vida de jovens que poderiam estar no mundo do crime caso não tivesse essa assistência da escola.

5º O Carnaval é uma aula de cultura para o povo mais sofrido. Principalmente as escolas de samba. (Eu particularmente aprendi muito do que eu sei no carnaval, Eu sou prova viva do que o carnaval brasileiro pode e deve ajudar na educação do nosso país)

6º Carnaval é uma vitrine para o Mundo inteiro. O Rio de Janeiro é conhecido pelo seu carnaval. A Vocação dessa cidade é o turismo. E é do turismo que podemos sair de qualquer crise.

E vão sem dúvida me perguntar: Você não se importa com as Criancinhas, com as Creches, com a Educação!
Minha resposta: Sim

Mas porque você defende o não corte da verba.

Foto: Alexandre Macieira/ Riotur

Eu vou responder a vocês com alguns artigos que você não pode questionar e mesmo que você seja um tremendo de um conservador que só aceite o que é Tradicional. (Eu pouco me lixo com o que é aquela hipocrisia de Família Tradicional já que todas as formas de famílias merecem meu respeito e merecem ser chamadas de Famílias e da Soberania nacional que é uma forma idiota de não se importar com o Mundo. Enquanto estamos batendo no peito que somos Brasileiros mostrando para o mundo inteiro nossos preconceitos vemos todos os dias problemas com os refugiados que tentam sair de seus países e com o agravante de ultranacionalistas fascistas falando que eles são a escória do mundo.)

Antes de tudo: Eu sei o que sofro nessa cidade, Por isso fique quieto quando vocês questionarem os fatos (Não existe questionamento para fatos registrados na história!)

1º O Prefeito precisa ser laico e não governar com a Bíblia na mão!

2º Ele prometeu manter a verba para as manifestações culturais! Incluindo o carnaval

3º Ele deu isenção fiscal de 71 milhões de reais para as empresas de Ônibus que tem o comando do asqueroso Jacob Barata (Até no nome é asqueroso)

4º A prefeitura com vai contribuir com 16 milhões de reais com o filme contando a história do tio do prefeito do Rio de Janeiro.

5º Com as verbas que se ganha no carnaval daria para aumentar a verba para a educação sem qualquer problema de se tirar verba para manifestações culturais. Não só daria para a educação como daria para colocar mais verba para a Saúde e segurança do município.

6º Ele no passado já disse no seu livro “Evangelizando a África” ele afirma que:

Que na Igreja Católica e outras religiões que se denominam cristãs “pregam doutrinas demoníacas.” Segundo ele, a Igreja Católica “tem pregado para seus inocentes seguidores a adoração aos ídolos e a veneração a Maria como sendo uma deusa protetora”.

Esse homem que é prefeito da Cidade do Rio de Janeiro fala que as religiões espiritas, o hinduístas e africanas abrigam “espíritos imundos”

Falando sobre os Hindus: “No mundo amarelo, os espíritos imundos vêm disfarçados de forças e energias da natureza”. Situação parecida, afirma, com a verificada no “mundo vermelho”, onde vivem os indianos, “escravos de uma falsa religião” falando de fato deles considerarem a vaca como um animal sagrado. E ainda teve gente que diminuiu essas matérias e nas eleições a população isentou as incitações de ódio a outras religiões faladas por esse senhor.

Esses relatos já seriam o bastante para provar a mistura de política com religião e do seu preconceito que ele tem e prega com quem não pensa igual a ele em assuntos aonde não se pode ter esse radicalismo.

A Todos vocês que estão questionando uma coluna sobre o carnaval nesse site de automobilismo. Agora vou começar a relacionar o automobilismo nessa história. Os esportes a motor são sempre colocados em segundo plano no Brasil assim como o carnaval do Brasil. Os empresários não investem no esporte. Vivemos o pior momento da história do esporte a motor no Brasil. A Base é fraca, Se investe muito em turismo e praticamente nada nas categorias de Formula. As empresas não apoiam os pilotos que tem alguma chance de irem para fora do país representar na Europa, nos Estados Unidos ou no Japão.

Consequência disso é que na Formula 1 certamente em breve não teremos mais pilotos na categoria. E possivelmente o Automobilismo no Brasil que já perde espaço vai perder mais espaço ainda. Sem falar nas Motos que já tem menos espaço ainda na TV Aberta e tem espaço na TV fechada graças ao esforço de abnegados do esporte. Somente eles é que fazem o esporte a motor ficar de pé no Brasil. Porque espaço na mídia nos canais principais de esportes em grande maioria vai para o Futebol de elite (Até o Futebol Alternativo é discriminado nisso) O esporte a motor fica sempre para segundo ou até terceiro plano sempre nos segundos ou terceiros canais (Com Exceção do Band Sports, Mas se o Band Sports tivesse o canal 2 não duvidaria que as competições de esporte a Motor iria para o canal 2. Todas os canais passam em primeiro lugar o esporte mais popular que é o Futebol.

É raro vemos automobilismo no canal principal de uma emissora. Por isso que se não fosse os abnegados do esporte a motor e de outros esportes os Canais hoje seriam meras transmissoras de Jogos de futebol sem parar. Só olhariam para outros esportes caso tivesse Brasileiro ganhando ou então nas Olimpíadas onde todos os esportes amadores se reúnem para um congraçamento de todos os povos como aconteceu no Rio de Janeiro.

O que mais me preocupa não é o descaso dos dirigentes do Brasil, E isso pode me fazer desagradar mais de 90% dos jornalistas do Automobilismo e do esporte a motor no Brasil (Vou desagradar esquerdistas e Direitistas com o que eu vou falar nessa coluna) é que vivemos tempos difíceis onde estou vendo vários pilotos aderirem a uma campanha Fascista de um político. Vi o perfil do facebook de vários desses pilotos (Posso ver isso, pra isso tem a busca de perfis no Facebook, não fiz nada demais antes que me acusem de espionagem) que concordam com os pensamentos autoritários e ultrapassados de um político Extremista, Conservador e Ariano (E que poderia ser de Extrema esquerda que eu iria criticar) que tem praticas semelhantes a Adolf Hitler. Que compartilham ideias que não contraditórias as ideias da esquerda, Mas que compartilham ideias absolutamente absurdas e que em um país civilizado não existe mais esse debate. Ou seja, Já viraram a pagina! Já avançaram nesse debate.

Já coloquei a ideia do automobilismo gaúcho para fazer aquelas 12 horas de Tarumã ficarem mais atraentes para o público. Por que não chamam Escolas de samba de Porto Alegre para fazer parte dos festejos do evento. Não vejo nenhuma perda para o automobilismo que iria apenas agregar mais publico para o evento (Aquela história, pode a grande maioria do carnaval não se interessar pela história, Mas se 5 ou 10 pessoas fossem picadas pela mosca azul da velocidade já iria valer a pena) E para as escolas de samba de Porto Alegre e região metropolitana seria também uma mídia para eles. (Se o carnaval do Rio vive problemas, O carnaval de Porto Alegre vive vários problemas. Entre eles a falta de ajuda do poder público em 2017) Mas mais uma vez a cabeça quadrada dos dirigentes e organizadores da Festa rejeitaram a ideia.

Eu só quero falar uma coisa para quem acha o esporte a motor é maior que isso: “Não se iluda, Um dia a cultura que vocês estão menosprezando. No dia de amanhã vão ser a cultura do esporte a motor que vai ser discriminada! Agora é hora de aprendemos com o Samba, Criar o nosso Quilombo, Mostrar que o nosso quilombo é unido para melhorar o esporte, Expandir ele para outros lugares e não ser igual a simples guetos que ficam cada vez menores com o passar do tempos.

Ou a gente se organiza em todas as áreas da sociedade ou a sociedade vai ficar pior do que já esta. E não votar em um político porque ele é um religioso. Porque “Os piores regimes existentes no mundo são as teocracias”

Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Arquivo pessoal/fotospublicas.com/bocaderua.com.br/Mercedes
Vídeo: Band RS