Automobilismo Internacional Automobilismo Japonês Fotos Super Formula 2016

Super Formula 2016 – Em Fuji João Paulo supera Nakajima e vence em corrida cheia de disputas

Published by:

Estamos a 2 semanas da temporada 2017 da Super Formula. Devido ao curto tempo o Portal Sportszone deixou para esses dias fazer o relato das provas que restaram para falamos de um dos campeonatos de Formula mais famosos e disputados no planeta.

Grid de Largada da 3ªEtapa da Super Formula 2016
GP de Fuji

1 41 Stoffel Vandoorne DOCOMO DANDELION M41S SF14Honda HR-414E 1’40.778
2 1 Hiroaki Ishiura P.MU/CERUMO · INGING SF14TOYOTA RI4A 1’41.050
3 19 J.P.de Oliveira ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 1’41.132
4 65 Bertrand Baguette NAKAJIMA RACING SF14Honda HR-414E 1’41.210
5 20 Yuhi Sekiguchi ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 1’41.238
6 37 Kazuki Nakajima VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 1’41.240
7 36 Andre Lotterer VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 1’41.268
8 64 Daisuke Nakajima NAKAJIMA RACING SF14Honda HR-414E 1’41.289
9 8 Kamui Kobayashi SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 1’43.519
10 10 Koudai Tsukakoshi REAL SF14Honda HR-414E 1’43.812
11 3 James Rossiter FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 1’44.144
12 7 Narain Karthikeyan SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 1’44.402
13 2 Yuji Kunimoto P.MU/CERUMO · INGING SF14TOYOTA RI4A 1’44.636
14 16 Naoki Yamamoto TEAM MUGEN SF14Honda HR-414E 1’45.239
15 18 Yuichi Nakayama KCMG Elyse SF14TOYOTA RI4A 1’45.147
16 4 William Buller FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 1’45.322
17 11 Takuya Izawa REAL SF14Honda HR-414E 1’46.041
18 40 Tomoki Nojiri DOCOMO DANDELION M40Y SF14Honda HR-414E 1’46.046
19 34 Takashi Kogure DRAGO CORSE SF14Honda HR-414E 1’46.234

O piloto Daisuke Nakajima acabou sofrendo um forte acidente em um treino antes da corrida acabou não correndo. Na largada Vandoorne e Ishiura disputaram a liderança até a primeira curva quando ambos erraram e perderam a primeira curva. A liderança passou para as mãos do Brasileiro João Paulo de Oliveira com Kazuki Nakajima assumindo o segundo lugar e Bertrand Baguette com o carro da equipe Nakajima (Que vinha muito bem assumindo o terceiro lugar). Vandoorne caiu para o 4ºlugar e Ishiura caiu para o 6ºlugar. No Final da primeira volta James Rossiter passou Koudai Tsukakoshi assumindo o 7ºlugar.

Kazuke Nakajima na 4ªVolta passou Oliveira e assumiu a liderança que estava nas mãos do piloto da Impul. Ishiura acabou perdendo 2 posições (Rossiter e Tsukakoshi) após errar uma curva do circuito em um começo desastroso para o campeão da Temporada de 2015.

Kazuki Nakajima nas primeiras voltas já abria 2.6 segundos para João Paulo de Oliveira. Yuji Kunimoto tentava recuperação ao passar Yuichi Nakayama que recuperou o 16ºlugar dando o X no piloto da Cerumo Inging. Na 11ªVolta o piloto Takashi Kogure foi o primeiro a fazer a parada obrigatória. Naoki Yamamoto pressionava Kamui Kobayashi na disputa do 11ºlugar.

André Lotterer Em busca de uma recuperação entrou nos boxes na 12ªVolta enquanto seu companheiro de equipe abriu 3.7 segundos de JP de Oliveira. Yuji Yunimoto foi para a sua parada para tentar mudar um pouco sua história na prova, Logo depois da parada praticamente acabou o piloto da Cerumo rodando em um ponto muito crítico na saída da primeira curva. Ao mesmo Tempo Kobayashi e Yamamoto disputavam roda com roda a posição. Kobayashi com o carro da Sunoco Le Mans recuperou a posição antes de passar no ponto que estava em bandeira amarela o que provocaria uma punição para o Ex-Formula 1.

Safety Car foi para a pista e vários pilotos foram para a parada obrigatória, Já Nojiri e Izawa acabaram fazendo uma segunda parada para uma mudança de tática nos boxes. Na 19ªVolta Kamui Kobayashi fez a parada na 19ªVolta.

Na volta seguinte foi dada a relargada após a retirada do carro de Kunimoto. Nakajima se defende bem de JP de Oliveira enquanto que Rossiter passou Sekiguchi assumindo o 5ºlugar. Enquanto Nakajima e Oliveira disputavam a ponta lá na frente o Belga Baguette segurava o 3ºlugar de Vandoorne, Sekiguchi, Lotterer (que fazia uma bela corrida de recuperação) e Rossiter que acabou saindo um pouco da pista e perdeu 2 posições. Enquanto que Kobayashi foi punido com um Drive Turogh que para mim não foi uma punição justa já que ele tinha ganho a posição antes da bandeira amarela no local.

Naoki Yamamoto abandonou a prova em 25ªVolta enquanto que Lotterer e Sekiguchi duelavam pelo 5ºlugar. Algumas disputas lá atrás aconteciam como a ultrapassagem de Tomoki Nojiri sobre o Yuichi Nakayama ganhando o 13ºlugar. Com uma prova desastrosa Hiroaki Ishiura tentava tomar o 9ºlugar do piloto da Real Racing Toudai Tsukakoshi. O Resultado dessa disputa foi que o piloto da Cerumo Inging conseguiu a ultrapassagem assumindo a 9ªposição.

Nakajima vinha na frente, Mas começava J.P de Oliveira  a diminuir a diferença para apenas 2 segundos, Bertrand Baguette 10 segundos atrás dessa briga vinha em 3º na frente do também Belga Stoffel Vandoorne em 4º e Sekiguchi e Lotterer disputando o 5ºlugar, Essa foi uma das mais se não foi a mais intensa disputa por posição.

Enquanto que Baguette segurava o 3ºlugar dos ataques de Vandoorne em um a disputa dos dois melhores pilotos da Honda na prova (Um da Nakajima e outro da Docomo Dandelion) Algumas voltas depois ficou evidente que o piloto da Nakajima sentiu o alto desgaste de pneus do seu carro e dessa Forma Sekiguchi e Lotterer chegaram a turma e qualquer um dos 4 poderia ir para o pódio. na volta 46ªVolta na chicane Sekiguchi passou Vandoorne tomando o 4ºlugar do piloto Belga. Já Baguette começou a perder posição em cima de posição, O Desgaste do seu carro era evidente e já dava para tirar mais nada do equipamento dele.

Tanto é que Rossiter, Karthikeyan e Ishiura chegaram na turma. Na 48ªvolta no final da reta acabou Vandoorne saindo da pista devido ao estouro do seu freio o que fez o piloto da Docomo deixar a prova. Baguette continuava a ser ultrapassado até que ele foi para os boxes sem qualquer chances de algum resultado positivo.

Lá na Frente João Paulo de Oliveira já disputava a vitória com Kazuki Nakajima e na volta 51 o Brasileiro faz a tentativa definitiva e consegue a ultrapassagem assumindo de novo a liderança e partindo para a primeira vitória da temporada deixando Kazuki Nakajima em segundo lugar e Yuki Sekiguchi completou o pódio na terceira posição. Foram dois pilotos da Impul no pódio com um piloto da equipe Tom’s.

André Lotterer que largou do 7ºlugar, foi mal na largada e se recuperou completou o dia em 4ºlugar chegando na frente do Inglês James Rossiter com o carro da Kondo e Hiroaki Ishiura que teve uma primeira parte de corrida terrível conseguiu se recuperar e nos últimos metros superou o Indiano Narain Karthikeyan para tomar o 6ºlugar do piloto da Sunoco Le Mans que marcou seus dois primeiros pontos na temporada 2016 com o 7ºposto e completando a zona de pontuação o Japonês Toudai Tsukakoshi que foi o único piloto com motor Honda entre os 10 primeiros colocados. (Nakayama e Kobayashi fecharam os 10 primeiros colocados) Uma surra da Toyota em relação a Honda.

Resultado final da 3ªEtapa da Super Formula 2016
GP de Fuji

1 19 J.P.de Oliveira ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 1:25’12.917
2 37 Kazuki Nakajima VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 2.836
3 20 Yuhi Sekiguchi ITOCHU ENEX TEAM IMPUL SF14TOYOTA RI4A 28.542
4 36 Andre Lotterer VANTELIN KOWA TOM’S SF14TOYOTA RI4A 31.889
5 3 James Rossiter FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 38.349
6 1 Hiroaki Ishiura P.MU/CERUMO · INGING SF14TOYOTA RI4A 43.344
7 7 Narain Karthikeyan SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 43.351
8 10 Koudai Tsukakoshi REAL SF14Honda HR-414E 50.014
9 18 Yuichi Nakayama KCMG Elyse SF14TOYOTA RI4A 59.488
10 8 Kamui Kobayashi SUNOCO TEAM LEMANS SF14TOYOTA RI4A 1’17.804
11 11 Takuya Izawa REAL SF14Honda HR-414E 1 Volta
12 34 Takashi Kogure DRAGO CORSE SF14Honda HR-414E 1 Volta
13 40 Tomoki Nojiri DOCOMO DANDELION M40Y SF14Honda HR-414E 1 Volta
14 65 Bertrand Baguette NAKAJIMA RACING SF14Honda HR-414E 4 Voltas
41 Stoffel Vandoorne DOCOMO DANDELION M41S SF14Honda HR-414E 8 Voltas
4 William Buller FUJI CORPORATION KONDO SF14TOYOTA RI4A 15 Voltas
16 Naoki Yamamoto TEAM MUGEN SF14Honda HR-414E 15 Voltas
2 Yuji Kunimoto P.MU/CERUMO · INGING SF14TOYOTA RI4A 41 Voltas
64 Daisuke Nakajima NAKAJIMA RACING SF14Honda HR-414E Não Largou

Classificação do Campeonato após 3 corridas

  1. Naoki Yamamoto 13
  2. João Paulo de Oliveira 10
  3. Yuji Kunimoto 9.5
  4. Hiroaki Ishiura 9
  5. Koudai Tsukakoshi 9
  6. Kazuki Nakajima 9
  7. André Lotterer 7.5
  8. Stoffel Vandoorne 7
  9. James Rossiter 7
  10. Yuki Sekiguchi 6
  11. Takashi Kogure 5
  12. Takuma Izawa 3
  13. Tomoki Nojiri 2.5
  14. Narain Karthikeyan 2
  15. Daizuke Nakajima 1
  16. Bertrand Baguette 1

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: SnapLap/Super Formula

Fotos Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Joan Mir vence disputadíssimo duelo na moto 3 em Losail

Published by:

Como de praxe a Moto 3 teve mais uma vez uma disputa sensacional que envolveu vários pilotos que lideraram a prova em algum momento. Jorge Martin foi o pole position com o melhor tempo dos treinos livres que acabaram por serem os tempos do grid de largada. Phillip Oettl e Romano Fenati largaram na primeira fila.

Na largada Martin manteve a liderança com uma boa largada seguido de Oettl e de Niccolò Antonelli e Joan Mir que superaram a Romano Fenati que largou muito mal caindo para trás. Logo se percebeu que seriam 18 voltas disputadas pelo número de pilotos que estavam no pelotão da frente.

Na segunda volta o Holandês Bo Bendsneyder acabou caindo e deixando a disputa da frente. Jorge Martin manteve a liderança nas primeiras voltas, Mas logo foi superado por Joan Mir que assumiu a liderança, A liderança passou por várias mãos entre eles o Italiano Andrea Migno que era o cara da equipe de Valentino Rossi nessa prova, Phillip Oettl que chegou a liderar a corrida por algumas curvas. Romano Fenati também liderou a prova por algumas curvas entre outros.

Mas o destaque mesmo foi a recuperação de John McPhee que largou do 12ºlugar e na metade da prova já estava liderando a prova. Após uma temporada de 2016 tendo de correr em uma moto em começo de desenvolvimento como a Peugeot vencendo uma corrida. O Escocês andou muito bem. Na parte final de prova o pelotão da ponta foi reduzido graças a queda de Phillip Oettl que acabou caindo e levando com ele o Espanhol Juanfran Guevara que também liderou por momentos a prova de Losail a 6 Voltas do Final.

Na parte final de prova Mir assumiu a liderança da corrida sobre McPhee e dai o piloto Espanhol conseguiu sustentar a liderança da corrida e vencer a sua primeira corrida no mundial de Motovelocidade com 135 milésimos de diferença para John McPhee que largando do 12ºlugar conquistou o segundo lugar e Jorge Martin que conquistou a pole position completou o pódio na 3ªPosição.

Aron Canet com a moto da Estrella Galícia terminou em 4ºlugar na frente de Romano Fenati com a moto da Marinelli Rivacold voltando depois de deixar a equipe de Valentino Rossi na metade da temporada de 2016 acabou em 5ºlugar ficando na frente do melhor piloto da VR46 Andrea Migno que completou em 6ºlugar.

Niccolò Antonelli, Fabio de Giannantonio, Marcos Ramirez (Que diga-se de passagem fez uma bela corrida sem ter uma moto competitiva para vencer corrida chegando em 9ºlugar, Ele sem dúvida com moto melhor e verdadeiramente de ponta vai ser um sério candidato ao título em 2018 da Moto 3.) e Adam Norrodin fecharam os 10 primeiros colocados. Semana que vem teremos a segunda etapa do Mundial de Motovelocidade em Termas de Rio Hondo na Argentina.

Resultado Final do GP do Qatar da Moto 3
1ªEtapa – 18 Voltas

Pos Pilotos Equipe Moto Tempo Grid
1 36 Joan Mir Leopard Racing Honda 38:27.364 6
2 17 John McPhee British Talent Team Honda a 0.135 12
3 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda a 0.218 1
4 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda a 0.252 8
5 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda a 0.453 3
6 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM a 0.579 7
7 23 Niccolò Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM a 0.661 5
8 21 Fabio di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda a 0.878 15
9 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM a 1.693 10
10 7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda a 7.904 11
11 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda a 12.221 14
12 11 Livio Loi Leopard Racing Honda a 16.748 17
13 40 Darryn Binder Platinum Bay Real Estate KTM a 16.786 26
14 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM a 16.821 13
15 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda a 16.832 19
16 33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda a 16.943 18
17 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda a 27.583 23
18 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda a 27.638 29
19 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda a 27.641 27
20 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot a 28.034 21
21 6 Maria Herrera AGR Team KTM a 28.150 26
22 96 Manuel Pagliani CIP Mahindra a 28.379 28
23 48 Lorenzo Dalla Porta Mahindra Motard Aspar Mahindra a 28.388 24
24 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda a 29.520 16
25 12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra a 54.344 20
26 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM a 1:09.769 4
4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot a 4 Voltas 30
58 Juanfran Guevara RBA BOE Racing Team KTM a 6 Voltas 9
65 Philipp Oettl Südmetall Schedl GP Racing KTM a 6 Voltas 2
75 Albert Arenas Mahindra Motard Aspar Mahindra a 14 Voltas 22

 

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Automobilismo Internacional Automobilismo Nacional Divulgação Fotos Mercedes Challenge Mercedes-Benz Challenge

MB Challenge: Fernando Junior volta em 2017 de olho no bicampeonato

Published by:

No próximo fim de semana inicia, em Goiânia, a temporada 2017 da Mercedes-Benz Challenge. O Autódromo Internacional Ayrton Senna recebe além da Mercedes as etapas de abertura da Stock Car e Campeonato Brasileiro de Turismo. E esse ano o campeão de 2015, Fernando Junior volta a disputar a temporada e afirma que vem competitivo, em busca do bicampeonato na categoria CLA/AMG.

“Espero voltar bem em 2017, quero buscar o bicampeonato. E para isso estou numa equipe super forte e super competente que é a WCR, fui campeão com eles em 2015 e conta com um pessoal inteligentíssimo, o William, o Zé Maria”, ressalta. “Fiquei 2016 afastado, mas vim acompanhando o campeonato inteiro, sei que tem gente boa andando mas estou voltando para brigar e quero andar na frente, se Deus quiser”, promete Fernando.

Durante o tempo que ficou afastado das pistas o piloto de Santa Cruz do Sul, procurou se manter bem para a sua volta. “Comecei uma preparação física desde novembro, estou bem fisicamente, emagreci uns nove quilos, acho que o carro vai ficar mais leve e com certeza mais competitivo”, destaca.

Fernando está confiante para a prova de abertura da temporada, em Goiânia. “Já ganhei duas vezes, é uma pista que tenho boas lembranças espero fazer uma boa corrida lá. A WCR sempre me entregou um carro competitivo para aquela pista”. O objetivo da estreia é marcar pontos nessa primeira prova. “Espero começar o campeonato bem marcando alguns pontos para ir à luta pelo bicampeonato, que é o que me interessa”, ressalta confiante.

Fernando Junior tem a participação na Mercedes-Benz Challenge viabilizada pelo governo do Rio Grande do Sul, através do programa ProEsporte. Xuk Bebidas,Energético Power Land, Pitt Jeans, Transportes Mahler,, Motoryama e Adesca são empresas parceiras da iniciativa.

A prova será transmitida ao vivo no canal Band sports.

Confira a programação da primeira etapa:

Sexta-feira, 31/03
14h15 – 15h15 – 1o Treino (CLA AMG) MB Challenge
15h25 – 16h25 – 1o Treino (C 250 CUP) MB Challenge
16h30 – 17h30 – Foto Oficial dos Pilotos

Sábado, 01/04
10h30 – 11h30 – 2o Treino MB Challenge
15h40 – 16h00 – Classificação (CLA AMG) MB Challenge
16h10 – 16h30 – Classificação (C 250) MB Challenge

Domingo, 02/04
10h00 – Largada MB Challenge
11h00 – 12h00 – Visitação e Volta Rápida

Assessoria Schaefer
Fotos: Claudio Kolodziej

Fernando Silva – Administrador
Fone: (51) 9363 -1334
          (51) 3365 – 6843
 
Leila Schaefer – Jornalista
Fone: (51) 9981 1623
Automobilismo Internacional Automobilismo Nacional Divulgação Fotos Mercedes Challenge Mercedes-Benz Challenge

MB Challenge: Cristian Mohr confiante para a temporada 2017

Published by:

No próximo fim de semana a cidade Goiânia recebe a abertura da temporada 2017 da Mercedes-Benz Challenge. A categoria dos carros dos sonhos desembarca na capital de Goiás junto com a Stock Car e Campeonato Brasileiro de Turismo. O piloto Catarinense Cristian Mohr, que corre na categoria CLA/AMG, vai para a segunda temporada pela WCR Team, equipe que corre desde ao ano passado. Este será o primeiro ano que Cristian Mohr fará o campeonato completo pela WCR Team, pois em 2016 ele entrou na equipe com o campeonato em andamento.

Cristian está otimista com a primeira prova no circuito goiano.

“Goiânia é uma pista que eu me adapto bem, já tive bons resultados, ganhei corrida, já fiz pódio e gosto muito de andar lá”, enfatiza. “A equipe apresentou um excelente trabalho em 2016 e vamos continuar com eles esse ano iniciando a temporada na equipe, pois ano passado entrei praticamente no meio do campeonato, por isso 2016 foi um ano de adaptação, de conhecer bem a equipe para me preparar para esta temporada de”, realça Mohr.

“Viemos melhorando ao longo da temporada, inclusive ganhamos uma etapa em Curitiba e em várias outras etapas andamos bem, e na frente”, ressalta o catarinense.

Para o piloto a tendência em 2017 é conquistar o campeonato. “Estamos nos preparando mais, a equipe está mais entrosada e o carro melhorando”, afirma. “Temos grandes chances de ser campeões. Existe várias equipes e pilotos fortes neste campeonato, mas com certeza estamos em condições de disputar o título, sim”, salienta Cristian Mohr.

Cristian Mohr conta como patrocínio da Votorantim Cimentos, Cimentos Tocantins,WDCom Combustíveis, Grupo Max Mohr.

A prova será transmitida ao vivo no canal Band sports.

 

Confira a programação da primeira etapa:

Sexta-feira, 31/03

14h15 – 15h15 – 1o Treino (CLA AMG) MB Challenge

15h25 – 16h25 – 1o Treino (C 250 CUP) MB Challenge

16h30 – 17h30 – Foto Oficial dos Pilotos

Sábado, 01/04

10h30 – 11h30 – 2o Treino MB Challenge

15h40 – 16h00 – Classificação (CLA AMG) MB Challenge

16h10 – 16h30 – Classificação (C 250) MB Challenge

 

Domingo, 02/04

10h00 – Largada MB Challenge

11h00 – 12h00 – Visitação e Volta Rápida

Assessoria Schaefer
Fotos: Claudio Kolodziej

Fernando Silva – Administrador

Fone: (51) 9363 -1334

          (51) 3365 – 6843

 

 
Leila Schaefer – Jornalista
Fone: (51) 9981 1623
F1 Ferrari 2017 Force India 2017 Formula 1 Haas 2017 Manor 2017 Mclaren 2017 Mercedes 2017 Renault 2017 Sauber 2017 Toro Rosso 2017 Williams 2017

Estatísticas do GP da Austrália de 2017

Published by:

Número de voltas que cada piloto deu no final de semana:

Esteban Ocon 148
Daniil Kvyat 147
Sergio Perez 145
Valtteri Bottas 141
Carlos Sainz jr. 141
Lewis Hamilton 139
Kimi Raikkonen 132
Sebastian Vettel 131
Nico Hulkenberg 129
Felipe Massa 122
Lance Stroll 115
Stoffel Vandoorne 113
Max Verstappen 109
Fernando Alonso 109
Marcus Ericsson 105
Daniel Ricciardo 96
Kevin Magnussen  92
Romain Grosjean 90
Antonio Giovinazzi 81
Pascal Wehrlein 52
Jolyon Palmer 44

Velocidade Máxima de cada piloto:

Daniil Kvyat 320,8 km – 199.378 milhas
Lance Stroll 320,3 km – 199.067 milhas
Nico Hulkenberg 318,3 km – 197.824 milhas
Lewis Hamilton 318,0 km – 197.638 milhas
Esteban Ocon 317,6 km – 197.389 milhas
Valtteri Bottas 316,3 km – 196.581 milhas
Kevin Magnussen 315,7 km – 196.208 milhas
Max Verstappen 315,3 km – 195.960 milhas
Sebastian Vettel 314,6 km – 195.525 milhas
Carlos Sainz jr. 312,1 km – 193.971 milhas
Sergio Perez 309,2 km – 192.169 milhas
Stoffel Vandoorne 306,9 km – 190.739 milhas
Kimi Raikkonen 304,3 km – 189.123 milhas
Daniel Ricciardo 303,8 km – 188.812 milhas
Felipe Massa 303,0 km – 188.315 milhas
Antonio Giovinazzi 298.7 km – 185.643 milhas
Jolyon Palmer 295.1 km – 183.405 milhas
Romain Grosjean 294.7 km – 183.157 milhas
Fernando Alonso 290.8 km – 180.733 milhas
Marcus Ericsson 290.7 km – 180.671 milhas

Volta Ideal da corrida:

Volta ideal da corrida – 1:26.341

Melhor primeiro Setor: Valtteri Bottas 28.885
Melhor segundo setor: Max Verstappen 23.071
Melhor terceiro setor: Sebastian Vettel 34.385

Voltas na Liderança:

Sebastian Vettel 38
Lewis Hamilton 16
Valtteri Bottas 2
Kimi Raikkonen 1

Quem ganhou posições:

Stoffel Vandoorne + 5
Antonio Giovinazzi + 4
Lance Stroll + 4
Sergio Perez + 3
Esteban Ocon + 3
Kevin Magnussen + 2
Sebastian Vettel + 1
Felipe Massa + 1

Valtteri Bottas 0
Kimi Raikkonen 0
Max Verstappen 0
Carlos Sainz jr. 0
Daniil Kvyat 0
Nico Hulkenberg 0
Jolyon Palmer 0

Quem perdeu posições:

Lewis Hamilton – 1
Fernando Alonso – 2
Daniel Ricciardo – 2
Marcus Ericsson – 4
Romain Grosjean – 14
Valtteri Bottas 0
Kimi Raikkonen 0
Max Verstappen 0
Carlos Sainz jr. 0
Daniil Kvyat 0
Nico Hulkenberg 0
Jolyon Palmer 0