Hamilton conquista a pole após volta arrebatadora no final

Lewis Hamilton, Conquistou sua pole de número 73 da sua carreira na Formula 1. Abrindo a temporada com chave de ouro e fazendo a melhor volta da história do Circuito de Albert Park. (Nunca ninguém fez na história desse circuito um tempo de 1 minuto e 21 segundos, Algo impensável a 10 anos atrás)

No Q1, O que se previa em temos de nível das equipe aconteceu, Mas não da forma como se esperava: As Sauber muito atrás das outras equipe, Porém não aconteceu.Marcus Ericsson e Charles Leclerc chegaram a sonhar com a possibilidade de entrar no Q2. Por muito pouco ficaram de fora, largam em 17º e 18ºlugares.

Entre eles ficaram atrás o Russo Sergei Sirotkin com a Williams, Uma estreia muito desapontadora da equipe de Grove e principalmente do Russo e do Francês Pierre Gasly que assim como Brendon Hartley ainda sofrem com a falta de potência dos motores Honda. O Neozelandês foi o primeiro dos pilotos Eliminados. A Force India confirmou que não esta forte nesse começo de temporada e que Alonso e a Mclaren estava de novo entre os Top 10.

Hamilton foi o mais rápido com Raikkonen em segundo e Vettel em 3º

Resultado do Q1:

Piloto Equipe Tempo
44 Lewis Hamilton Mercedes 1:22.824
7 Kimi Räikkönen Ferrari 1:23.096
5 Sebastian Vettel Ferrari 1:23.348
33 Max Verstappen Red Bull Racing TAG Heuer 1:23.483
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing TAG Heuer 1:23.494
55 Carlos Sainz Renault 1:23.529
14 Fernando Alonso McLaren Renault 1:23.597
8 Romain Grosjean Haas Ferrari 1:23.671
77 Valtteri Bottas Mercedes 1:23.686
27 Nico Hulkenberg Renault 1:23.782
20 Kevin Magnussen Haas Ferrari 1:23.909
2 Stoffel Vandoorne McLaren Renault 1:24.073
11 Sergio Perez Force India Mercedes 1:24.344
18 Lance Stroll Williams Mercedes 1:24.464
31 Esteban Ocon Force India Mercedes 1:24.503
28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso Honda 1:24.532
9 Marcus Ericsson Sauber Ferrari 1:24.556
16 Charles Leclerc Sauber Ferrari 1:24.636
35 Sergey Sirotkin Williams Mercedes 1:24.922
10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso Honda 1:25.295

No Q2, O desempenho da Ferrari melhorou e Sebastian Vettel marcou 1:21.944, Nesse momento o piloto Alemão se tornava o recordista do circuito. Detalhe, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas não usaram os pneus ultra macios para fazerem seu tempos no Q2 e terão vantagem para a corrida amanhã. Com pneus mais resistentes no inicio de corrida.

Max Verstappen ficou a frente de Raikkonen mostrando força dele e da Red Bull nessa temporada e Daniel Ricciardo fechando os 6 pilotos das 3 grandes equipes desse mundial.

As 4 outras vagas ficaram com a Renault: Carlos Sainz em 7º e Nico Hulkenberg em 10º após passar reto pela primeira curva na sua primeira tentativa. O piloto Alemão salvou o seu treino. E a Hassa colocando seus dois pilotos na fase final de treinamento. Kevin Magnussen ficou na frente de Romain Grosjean.

Terminaram ficando de fora do Q3: Fernando Alonso e Stoffel Vandoorne, Com a Mclaren-Renault ainda não foi o bastante para entrar entre os 10 primeiros colocados, A Force India com o Perez em 13º e Ocon em 15º não tinham muito o que fazer. Entre eles o Canadense Lance Stroll leva a Williams a uma digna 14ªposição.

Piloto Equipe Tempo
5 Sebastian Vettel Ferrari 1:21.944
44 Lewis Hamilton Mercedes 1:22.051
77 Valtteri Bottas Mercedes 1:22.089
33 Max Verstappen Red Bull Racing TAG Heuer 1:22.416
7 Kimi Räikkönen Ferrari 1:22.507
3 Daniel Ricciardo Red Bull Racing TAG Heuer 1:22.897
55 Carlos Sainz Renault 1:23.061
20 Kevin Magnussen Haas Ferrari 1:23.300
8 Romain Grosjean Haas Ferrari 1:23.468
27 Nico Hulkenberg Renault 1:23.544
14 Fernando Alonso McLaren Renault 1:23.692
2 Stoffel Vandoorne McLaren Renault 1:23.853
11 Sergio Perez Force India Mercedes 1:24.005
18 Lance Stroll Williams Mercedes 1:24.230
31 Esteban Ocon Force India Mercedes 1:24.786

Q3

A Expectativa da disputa da pole position acabou sendo abortada com um fortíssimo acidente que o Finlandês Valtteri Bottas acabou lindo para a grama na curva um e acabou indo para o muro na curva seguinte. Treino paralisado por pelo menos 10 minutos para a limpeza do circuito.

Faltando 9 minutos para o final o treino recomeça e os 5 pilotos das 3 principais equipes vão para a pista para decidirem a parada. Hamilton acaba fazendo o melhor tempo, Vettel parecia que iria conseguir superar o piloto inglês com duas melhores parciais, Mas acabou perdendo tempo e fazendo apenas 1:22.085 contra o 1:22.051 do piloto da Mercedes. Max Verstappen vinha perto dos dois, Em 3ºlugar com 1:22.112. Raikkonen e Ricciardo vinha logo a seguir.

Restando 4 minutos para o final: Sainz, Hulkenberg, Grosjean e Magnussen foram para a pista para decidirem a parada entre o 6º e o 9ºlugar. Nessa disputa em particular, Quem levou a melhor foi Kevin Magnussen com a Haas, Que se revelou um carro muito bom para o circuito Australiano (Lembrando que foi nesse circuito a 2 anos que a equipe estreou marcando pontos com o 6ºlugar de Romain Grosjean) Depois vieram Romain Grosjean, e os pilotos da Renault com Hulkenberg a 45 milésimos a frente de Carlos Sainz jr.

A 2 minutos do final os favoritos saíram para a volta decisiva!

Daniel Ricciardo que vai perder 3 posições por excesso de velocidade na bandeira vermelha no 2ºTreino Livre ficou com 1:22.152 e vai largar em 8ºlugar devido a penalização. Na segunda fila largam Sebastian Vettel e Max Verstappen. Ambos não conseguiram fazer o melhor deles nas suas voltas rápidas derradeiras. Na frente dos dois larga o Homem de Gelo, Kimi Raikkonen marcou 1:21.828, 10 milésimos a frente de Vettel e 51 milésimos a frente de Verstappen.

Kimi só não pode ser mais rápido que Hamilton, Que marcou 1:21.164 e com o melhor tempo da história do Circuito de Albert Park marcou sua 73ªpole da Carreira. A Média de velocidade nessa passagem incrível foi de 235,212 km/h de média horária. Com o desempenho que se mostrou hoje, Hamilton é o favorito a vitória amanhã.

A partir das 2 horas da Manhã, Horário de Brasília teremos a largada para a primeira etapa do Mundial de Formula 1. O Campeonato 69 da história e o 2ºcampeonato comandado pela Liberty Média.

Grid de Largada do GP da Austrália
1ªEtapa – Melbourne – Albert Park

Pos Piloto Equipe Tempo Voltas
1 44 Lewis Hamilton Mercedes 1:21.164 20
2 7 Kimi Räikkönen Ferrari 1:21.828 17
3 5 Sebastian Vettel Ferrari 1:21.838 20
4 33 Max Verstappen Red Bull Racing TAG Heuer 1:21.879 18
5 20 Kevin Magnussen Haas Ferrari 1:23.187 17
6 8 Romain Grosjean Haas Ferrari 1:23.339 17
7 27 Nico Hulkenberg Renault 1:23.532 16
8 3 Daniel Ricciardo (pun – 3) Red Bull Racing TAG Heuer 1:22.152 17
9 55 Carlos Sainz Renault 1:23.577 17
10 77 Valtteri Bottas Mercedes Sem Tempo 16
11 14 Fernando Alonso McLaren Renault 1:23.692 14
12 2 Stoffel Vandoorne McLaren Renault 1:23.853 14
13 11 Sergio Perez Force India Mercedes 1:24.005 14
14 18 Lance Stroll Williams Mercedes 1:24.230 13
15 31 Esteban Ocon Force India Mercedes 1:24.786 16
16 28 Brendon Hartley Scuderia Toro Rosso Honda 1:24.532 8
17 9 Marcus Ericsson Sauber Ferrari 1:24.556 9
18 16 Charles Leclerc Sauber Ferrari 1:24.636 9
19 35 Sergey Sirotkin Williams Mercedes 1:24.922 8
20 10 Pierre Gasly Scuderia Toro Rosso Honda 1:25.295 7

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Mercedes/Ferrari/Red Bull/Renault/Sauber

Mercado de pilotos para 2018 na Formula 1: 4 vagas disponíveis após renovação de Fernando Alonso

Hoje contando com a renovação de contrato de Fernando Alonso com a Mclaren. São agora 4 as vagas restantes para o complemento do Grid da Formula 1 para a temporada de 2018.

A mais cobiçada das vagas sem dúvida esta na equipe Williams aonde Felipe Massa, Paul di Resta e Robert Kubica são os principais candidatos. Sendo que a parte técnica da equipe quer a permanência do Piloto Brasileiro. Muito devido a experiência e o trabalho que ele vem exercendo na temporada de 2017 e da enorme utilidade que ele pode oferecer para o desenvolvimento do carro em 2018. Que já terá a participação de Paddy Lowe. (Que estava na Mercedes nos títulos de 2014, 2015 e 2016)

Paul di Resta é Piloto de testes da Williams. Ele acabou substituindo a Felipe Massa (Que teve problemas de Saúde) no GP da Hungria, Tendo sido elogiado pela sua exibição visto as condições que ele teve de substituir o piloto Brasileiro. A partir dai, O escocês que correu na Force India de 2011 a 2013 começou a ter seu nome ventilado como um possível substituto de Felipe Massa.

Já Robert Kubica voltou a andar em um carro de Formula 1 em testes. Falava-se que ele iria substituir Jolyon Palmer na parte final da temporada, Mas acabou de uma hora para outra não falando mais disso. Agora os boatos são que ele seria o substituto de Felipe Massa. Inclusive fazendo um teste com a Williams. Opinião: Sinceramente, Por melhor que possa ser Robert Kubica. Não sabemos as condições que ele esta fisicamente, Se ele pode correr uma corrida inteira sem problemas. Com um dos Braços prejudicados pelo acidente que ele teve em 2011 em um Rally.

Acredito que ele possa ter problemas com esse Braço e que não tenhamos garantias suficientes de que ele vai conseguir ser competitivo devido a parte física. Portanto, se eu fosse a Williams eu descartava o polonês.

Marcus Ericsson e Jolyon Palmer tentaram ver se eles teriam espaço no time de Sir. Frank Williams. No entanto seus resultados já fizeram a Williams dispensar os serviços de ambos os pilotos. Felipe Nasr que poderia ser um nome a se pensar em 2018 não é citado para a vaga na Williams.

Na Toro Rosso esta muito complicado para saber um dos pilotos. Uma das vagas é praticamente certo para Pierre Gasly (Que vai correr nesse final de semana em Suzuka, Disputando o Campeonato da Super Formula, Aonde ele esta na Vice-liderança do campeonato)

A Outra vaga esta entre 3 pilotos: Daniil Kvyat mesmo com seu nome bem fragilizado pelos acontecimentos nas temporada de 2016 e 2017 é quem esta mais perto dessa vaga. A Honda que esta tentando levar Nobuharu Matsushita para esse lugar na filial da Red Bull precisaria que o piloto Japonês termine o campeonato da GP2 entre os 3 primeiros colocados para obter a Superlicença.

Isso já não vai ser possível. Matsushita tem 115 pontos e mesmo se fizesse todos os pontos na rodada final em Abu Dhabi ele só chegaria em 163 pontos. Nesse momento o terceiro colocado da GP2 Series é Artem Markelov que já obtém 177 pontos. A não ser que ele tenha 40 pontos nos últimos 3 anos para obter a superlicença a opção Japonesa pode ser descartada desde de já. (Matsushita tem apenas 13 pontos)

A Toro Rosso com a convocação de Brendon Hartley para correr em Austin, No lugar de Gasly pode ver no Neozelandês uma nova opção para a equipe em 2018. Um Robert Kubica na Toro Rosso é totalmente fora de questão. Mesmo a filial da Red Bull precisando de um piloto para ajudar no desenvolvimento do motor Honda. (Que passa a equipar a STR em 2018)

Na Sauber é praticamente certo que Marcus Ericsson vá ficar (pelo altíssimo investimento que ele leva para a equipe) A outra vaga deve ficar com o Campeão da Formula 2 Charles Leclerc. Isso deixaria a pé o Alemão Pascal Wehrlein que marcou todos os 5 pontos da equipe em 2017. O Time suíço vai virar filial da Ferrari em 2018 com o motor do ano que vem nesse carro (Esse ano eles correm com o motor da Ferrari de 2016)

Lista de Pilotos – Formula 1
Temporada 2018
Mercedes Motor: Mercedes
Lewis Hamilton
Valtteri Bottas
Ferrari Motor: Ferrari
Sebastian Vettel
Kimi Raikkonen
Red Bull Motor: TAG Heuer
Daniel Ricciardo
Max Verstappen
Force India Motor: Mercedes
Sergio Perez
Esteban Ocon
Williams Motor: Mercedes
Em disputa
Lance Stroll
Toro Rosso Motor: Honda
Pierre Gasly*
Em disputa
Haas Motor: Ferrari
Romain Grosjean
Kevin Magnussen
Renault Motor: Renault
Nico Hulkenberg
Carlos Sainz jr.
Mclaren Motor: Renault
Fernando Alonso
Stoffel Vandoorne
Sauber Motor: Ferrari
Marcus Ericsson*
Em disputa

* Praticamente garantido
Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Williams/Sauber/Toro Rosso