Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Fenati sobrou na chuva, vence em Misano e vai para a vice-liderança da Moto 3

Published by:

Romano Fenati sobra numa pista absolutamente em condições dificílimas e conquista a vitória com uma vantagem impressionante sobre os demais pilotos. A corrida começou muito bem para os pilotos da Gresini com Martin largando da pole position após punição de 3 posições de Enea Bastianini. Na largada Martin manteve a liderança e Fabio di Giannantonio subiu para o segundo lugar superando a Joan Mir.

No final da primeira volta Di Giannantonio para não sair sai do limite da pista perdendo 5 posições enquanto que Fenati assumiu a segunda posição e partiu para cima de Martin esperando a melhor hora para passar o piloto espanhol. Essa ultrapassagem aconteceu na volta 3 quando o piloto da Rivacold assumiu a liderança.

A prova foi um show de tombos a começar pela queda do Enea Bastianini que além de perder a sua pole position acabou saindo da disputa dos primeiros lugares muito cedo.

Na sexta volta Martin e Mir acabaram errando e perdendo tempo o que Fenati agradeceu e começou a abrir uma diferença absurda com relação aos dois. Na 10ªVolta Martin acabou indo para o chão e abandonando a prova e deixando o 2ºlugar nas mãos do líder do campeonato que viu o 2ºlugar como um ótimo negócio já que Aron Canet estava em 5ºlugar.

Com o decorrer das voltas as queda se sucediam volta após volta e envolveram vários pilotos do meio para o final do pelotão. Só na parte final de prova foi Aron Canet que caiu e o que já estava muito bom para Mir ficou melhor ainda em relação ao campeonato.

O dia era mesmo do Italiano Romano Fenati que fez a alegria da torcida italiana vencendo a prova da Moto 3 com uma diferença de quase 30 segundos a frente de Joan Mir que sai de Misano satisfeito da vida já que a vantagem dele para Fenati que passou a vice-liderança do campeonato caiu em 3 pontos. Com 61 pontos de diferença em 125 pontos ainda em disputa o piloto da Leopard pode administrar o campeonato com tranquilidade daqui até o final do ano.

O pódio foi completado pelo italiano Fabio Di Giannantonio da Gresini que se recuperou do erro no começo da corrida superando e muito a Phillip Oettl que ficou a 16 segundos atrás do piloto italiano. O Alemão fez importante 13 pontos para o seu bom campeonato sendo com a melhor KTM da corrida. Nicolo Bulega da Sky Racing VR46 ficou em 5ºlugar e fechando os 6 primeiros colocados o Holandês Bo Bendsneyder da Red Bull KTM.

Uma bela corrida do Tcheco Jakub Kornfeil que levou a Peugeot ao seu melhor resultado de 2017 com o 7ºlugar a frente de Albert Arenas da Aspar Martinez, de Andrea Migno da Sky Racing VR46 e de Jamie Masia com a moto da Platinum Bay que completaram os 10 primeiros colocados.

Alex Fabbri de San Marino foi o piloto convidado dessa prova e saiu da corrida com o 13ºlugar marcando 3 pontos e chegando a frente de Enea Bastianini que salvou 2 pontos com o 14ºlugar após a queda que ele teve no começo da prova.

Daqui a 15 teremos a prova em Aragón na Espanha e Joan Mir com 61 pontos a frente de Fenati esta vendo o título ficar mais perto do campeonato da Moto 3.

Resultado final do GP de San Marino
Misano – 13ªEtapa do Mundial de motovelocidade – Moto 3

Pos Piloto Equipe Moto Tempo Grid
1 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 46’24.290 5
2 36 Joan Mir Leopard Racing Honda NSF250RW 28.594 2
3 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 39.035 3
4 65 Philipp Ottl Südmetall Schedl GP Racing KTM RC250GP 55.591 11
5 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP +1’02.433 8
6 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP +1’09.312 7
7 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O +1’09.984 15
8 75 Albert Arenas Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O +1’13.420 26
9 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM RC250GP +1’22.747 24
10 15 Jaume Masia Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP +1’32.446 16
11 96 Manuel Pagliani CIP Mahindra MGP3O +1’39.088 21
12 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM RC250GP +1’39.925 13
13 57 Alex Fabbri Minimoto Portomaggiore Mahindra MGP3O 1 Volta 31
14 33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 1 Volta 4
15 48 Lorenzo Dalla Porta Aspar Mahindra Moto3 Mahindra MGP3O 1 Volta 12
4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot MGP3O 1 Volta 27
44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda NSF250RW 3 Voltas 9
51 Kevin Zannoni Althea Racing KTM RC250GP 4 Voltas 28
27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda NSF250RW 5 Voltas 25
23 Niccolo Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM RC250GP 6 Voltas 20
14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 8 Voltas 17
71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda NSF250RW 10 Voltas 19
12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra MGP3O 10 Voltas 10
88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda NSF250RW 14 Voltas 1
58 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 15 Voltas 18
17 John McPhee British Talent Team Honda NSF250RW 16 Voltas 14
95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda NSF250RW 16 Voltas 29
7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda NSF250RW 18 Voltas 22
24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda NSF250RW 20 Voltas 30
41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda NSF250RW 20 Voltas 23
19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM RC250GP 21 Voltas 6

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 2 Moto 2 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Pasini supera Morbidelli conquista 4ªpole seguida em Mizano

Published by:

Mattia Pasini esta se tornando o Rei do Sábado. Pela 4ªvez seguida o piloto da Italtrans Racing conquistou a pole position superando a Franco Morbidelli na metade do treinamento quando faltava 19 minutos para o termino da sessão de classificação. O tempo de 1:37.390 para levar a pole position.

O líder do campeonato Franco Morbidelli que ficou a primeira parte do treino na liderança acabou ficando com o 2ºlugar no Grid de largada. Ele será o Único piloto da Marc VDS no Grid já que Alex Marquez sofreu acidente violento na Sexta-feira e foi vetado para a corrida de Amanhã. A primeira fila será completada pelo Dominique Aegerter da Kiefer Racing com a sua Suter. Será a segunda vez que o Suíço larga na primeira fila. (Aegerter largou na 1ªfila na Catalunha)

Lorenzo Baldassari em sua volta final garantiu um lugar na segunda fila largando no 4ºlugar deixando o Japonês Takaaki Nakagami que vem de vitória em Silverstone em 5º e Francesco Bagnaia da Sky Racing VR46 na 6ªposição. O Rival de Franco Morbidelli no campeonato Thomas Luthi não teve um dos melhores dias na Moto 2. Vai largar em 7ºlugar apenas na frente de Simone Corsi da Speed UP, Miguel Oliveira da KTM e de Fabio Quartararo da Pons que teve uma boa subida na fase final do Treino. Esses três completam os 10 primeiros colocados.

Amanhã as 7 e 20 da manhã teremos a 13ªEtapa do Mundial de Motovelocidade em Mizano com o GP de San Marino.

Grid de Largada da Moto 2
GP de San Marino – 13ªEtapa do Mundial de Motovelocidade

pos Pilotos Equipe Moto Tempo
1 54 Mattia Pasini Italtrans Racing Team Kalex 1’37.390
2 21 Franco Morbidelli EG 0,0 Marc VDS Kalex 1’37.473
3 77 Dominique Aegerter Kiefer Racing Suter 1’37.723
4 7 Lorenzo Baldassarri Forward Racing Team Kalex 1’37.734
5 30 Takaaki Nakagami IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’37.777
6 42 Francesco Bagnaia SKY Racing Team VR46 Kalex 1’37.889
7 12 Thomas Luthi CarXpert Interwetten Kalex 1’37.937
8 24 Simone Corsi Speed Up Racing Speed Up 1’37.940
9 44 Miguel Oliveira Red Bull KTM Ajo KTM 1’37.983
10 40 Fabio Quartararo Pons HP40 Kalex 1’38.056
11 10 Luca Marini Forward Racing Team Kalex 1’38.060
12 9 Jorge Navarro Federal Oil Gresini Moto2 Kalex 1’38.128
13 11 Sandro Cortese Dynavolt Intact GP Suter 1’38.166
14 55 Hafizh Syahrin Petronas Raceline Malaysia Kalex 1’38.173
15 97 Xavi Vierge Tech 3 Racing Tech 3 1’38.214
16 62 Stefano Manzi SKY Racing Team VR46 Kalex 1’38.253
17 41 Brad Binder Red Bull KTM Ajo KTM 1’38.333
18 57 Edgar Pons Pons HP40 Kalex 1’38.418
19 27 Iker Lecuona Garage Plus Interwetten Kalex 1’38.449
20 49 Axel Pons RW Racing GP Kalex 1’38.479
21 5 Andrea Locatelli Italtrans Racing Team Kalex 1’38.483
22 87 Remy Gardner Tech 3 Racing Tech 3 1’38.585
23 32 Isaac Vinales BE-A-VIP SAG Team Kalex 1’38.604
24 19 Xavier Simeon Tasca Racing Scuderia Moto2 Kalex 1’38.705
25 37 Augusto Fernandez Speed Up Racing Speed Up 1’38.739
26 15 Alex de Angelis Dynavolt Intact GP Suter 1’38.814
27 2 Jesko Raffin Garage Plus Interwetten Kalex 1’38.866
28 45 Tetsuta Nagashima Teluru SAG Team Kalex 1’39.084
29 89 Khairul Idham Pawi IDEMITSU Honda Team Asia Kalex 1’39.320
30 20 Joe Roberts AGR Team Kalex 1’39.380
31 6 Tarran Mackenzie Kiefer Racing Suter 1’39.848
32 22 Federico Fuligni Forward Junior Team Kalex 1’39.978

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos Moto 3 Moto 3 - 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Bastianini conquista pole em Mizano e Acidente põe moto a mais de um metro no final da classificação

Published by:

Bastianini conquistou hoje pela manha a primeira pole position da temporada 2017. O piloto da Estrella Galícia assumiu a liderança na parte final do treinamento que teve o italiano Fabio di Giannantonio com a liderança nas mãos do piloto da Gresini.

Jorge Martin que também é da Gresini vai largar em segundo e o líder do campeonato Joan Mir completa a primeira fila. Di Giannantonio vai abrir a segunda fila que vai ter o Italiano Romano Fenati e o Argentino Gabriel Rodrigo que finalmente parece vim em grande progressão de resultados nas corridas com a moto da RBA BOA Racing.

Na parte final do Treino tivemos uma acidente muito impressionante que só acabou com danos materiais nas motos do Gabriel Rodrigo e de Livio Loi que acertou a moto da RBA BOE Racing e acabou decolando a mais de 1 metro do chão. O piloto Belga da Leopard Racing larga em 21º.

Amanhã teremos a moto 3 abrindo a programação do Mundial de motovelocidade a partir das 6 da Manhã – Horário de Brasília (Brasil)

Grid de largada – Mundial de Motovelocidade – Moto 3
GP de San Marino – Mizano – 13ªEtapa

pos Pilotos Equipe Moto Tempo
1 33 Enea Bastianini Estrella Galicia 0,0 Honda 1’42.147
2 88 Jorge Martin Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’42.320
3 36 Joan Mir Leopard Racing Honda 1’42.372
4 21 Fabio Di Giannantonio Del Conca Gresini Moto3 Honda 1’42.391
5 5 Romano Fenati Marinelli Rivacold Snipers Honda 1’42.473
6 19 Gabriel Rodrigo RBA BOE Racing Team KTM 1’42.485
7 71 Ayumu Sasaki SIC Racing Team Honda 1’42.575
8 23 Niccolo Antonelli Red Bull KTM Ajo KTM 1’42.594
9 64 Bo Bendsneyder Red Bull KTM Ajo KTM 1’42.595
10 8 Nicolo Bulega SKY Racing Team VR46 KTM 1’42.636
11 44 Aron Canet Estrella Galicia 0,0 Honda 1’42.697
12 16 Andrea Migno SKY Racing Team VR46 KTM 1’42.755
13 27 Kaito Toba Honda Team Asia Honda 1’42.771
14 12 Marco Bezzecchi CIP Mahindra 1’42.784
15 65 Philipp Ottl Südmetall Schedl GP Racing KTM 1’42.836
16 48 Lorenzo Dalla Porta Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 1’42.840
17 42 Marcos Ramirez Platinum Bay Real Estate KTM 1’42.905
18 17 John McPhee British Talent Team Honda 1’43.020
19 24 Tatsuki Suzuki SIC58 Squadra Corse Honda 1’43.079
20 84 Jakub Kornfeil Peugeot MC Saxoprint Peugeot 1’43.079
21 11 Livio Loi Leopard Racing Honda 1’43.111
22 15 Jaume Masia Platinum Bay Real Estate KTM 1’43.133
23 75 Albert Arenas Aspar Mahindra Moto3 Mahindra 1’43.209
24 14 Tony Arbolino SIC58 Squadra Corse Honda 1’43.392
25 58 Juan Francisco Guevara RBA BOE Racing Team KTM 1’43.402
26 96 Manuel Pagliani CIP Mahindra 1’43.652
27 7 Adam Norrodin SIC Racing Team Honda 1’43.758
28 41 Nakarin Atiratphuvapat Honda Team Asia Honda 1’43.942
29 4 Patrik Pulkkinen Peugeot MC Saxoprint Peugeot 1’44.389
30 51 Kevin Zannoni Althea Racing KTM 1’44.497
31 95 Jules Danilo Marinelli Rivacold Snipers Honda 1’44.594
32 6 Maria Herrera AGR Team KTM 1’44.671
33 57 Alex Fabbri Minimoto Portomaggiore Mahindra 1’45.195

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Fotos MotoGP MotoGP 2017 Motos Motovelocidade Mundial de Motovelocidade

Viñales, O Solitário combatente da Yamaha conquista pole em Mizano

Published by:

Marevick Viñales da desfalcada equipe Movistar Yamaha levou a pole position em Mizano. Sem Valentino Rossi que na melhor das hipóteses ficara de fora também da prova em Aragón apenas (Querendo voltar em Motegi) O Espanhol conseguiu a pole position em uma disputada briga entre ele, Marquez e Dovizioso.

No Q1 Alvaro Bautista liderou a maior parte da repescagem com Jack Miller em segundo lugar. Jonas Folger vinha decepcionando já que ele tinha moto para passar para o Q2. Na parte final do Treino o piloto da Tech 3 e Jack Miller superaram Bautista que tentou uma última volta para voltar aos 2 primeiros lugares. acabou não conseguindo.

Só que esse fracasso durou pouco tempo, Tanto o tempo do Folger como o tempo do Miller foram anulados por ultrapassarem o limites da pista (No caso do Folger foi injusta essa punição) Com isso Bautista voltou ao primeiro lugar, Seu companheiro de equipe Karel Abraham completou a dobradinha da Aspar Martinez que classificou seus dois pilotos para o Q2.

Hector Barbera por pouco não foi para o Q2 com a moto da Avintia. Os punidos Jack Miller e Jonas Folger foram recuados para o 4º e 6ºlugares respectivamente. Entre eles o Francês Loris Baz com a segunda Moto da Avintia mostrando o bom treino da equipe.

Enquanto isso os pilotos da Suzuki sofrendo lá atrás nas últimas posições do Q1. Lamentavel e San Lowes que já deveria ter sido dispensado desde de já, Não tá acrescentando nada para a Aprilla nesse altura do Mundial.

Resultado do Q1

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati 1’33.563
2 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati 1’33.786
3 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati 1’33.920
4 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda 1’33.933
5 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati 1’33.946
6 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’33.987
7 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.080
8 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda 1’34.095
9 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati 1’34.132
10 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’34.138
11 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’34.148
12 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.507
13 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’35.659

No Q2 a disputa pela pole position em seu começo estava entre Marevick Viñales e Dani Pedrosa que vinham nas duas primeiras posições. Com destaque ao bom treino que o Danilo Petrucci com a Pramac fazia naquele momento se colocando na 4ªposição.

Na metade do treino Marc Marquez que nada tinha feito acabou aparecendo com um temporal marcando o melhor tempo a quase 2 décimos a frente de Viñales. Esse 1:32.636 iria manter-se como a melhor marca até a menos de 2 minutos para o final da classificação quando o italiano Andrea Dovizioso deu tudo da sua Ducati e colocou o tempo de 1:32.601 assumindo a liderança.

Mas o treino ainda não tinha acabado, Viñales, Marquez e os outros iriam partir para a volta final. Enquanto Marquez encontrou o chão, Viñales com o 1:32.439 encontrou mais uma pole position na sua carreira. O único piloto da equipe oficial da Yamaha vai largar com Andrea Dovizioso e Marc Marquez comandando a primeira fila do grid de largada. São os 3 pilotos que disputam o título da MotoGP.

Já que Rossi esta fora da disputa do campeonato. Pedrosa não parece a principio que possa entrar na disputa do campeonato, Hoje ele ficou de fora da segunda fila e vai largar em 7ºlugar. Cal Crutchlow que bateu na trave na conquista do pódio em Silverstone larga em 4º, Jorge Lorenzo o segundo piloto de luxo da Ducati larga em 5º e Johann Zarco com a Tech 3 larga em 6º.

Pedrosa terá como companhia na 3ªfila o italiano Danilo Petrucci da Pramac Ducati e de Aleix Espargaró que é praticamente o único piloto da Aprilla em 2017. Fechando os 12 primeiros colocados vem 3 motos da Ducati. Bautista com a Moto da Ducati de 2016, Michele Pirro com a Moto de teste da Ducati de 2017 e Karel Abraham com a velhinha moto da Ducati de 2015.

Amanhã as 9 da manhã teremos a 13ªprova do Mundial de Motovelocidade no Sportv2 – As 14 Horas na Reino Unido na BT Sports.

Grid de largada – GP de San Marino
Mizano – 13ªEtapa do Mundial de Motovelocidade – MotoGP

pos piloto Equipe Moto Tempo
1 25 Maverick Vinales Movistar Yamaha MotoGP Yamaha 1’32.439
2 4 Andrea Dovizioso Ducati Team Ducati 1’32.601
3 93 Marc Marquez Repsol Honda Team Honda 1’32.636
4 35 Cal Crutchlow LCR Honda Honda 1’32.768
5 99 Jorge Lorenzo Ducati Team Ducati 1’32.792
6 5 Johann Zarco Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’32.885
7 26 Dani Pedrosa Repsol Honda Team Honda 1’32.992
8 9 Danilo Petrucci OCTO Pramac Racing Ducati 1’32.997
9 41 Aleix Espargaro Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’33.149
10 19 Alvaro Bautista Pull&Bear Aspar Team Ducati 1’33.417
11 51 Michele Pirro Ducati Team Ducati 1’33.491
12 17 Karel Abraham Pull&Bear Aspar Team Ducati 1’34.374
13 8 Hector Barbera Reale Avintia Racing Ducati 1’33.920
14 43 Jack Miller EG 0,0 Marc VDS Honda 1’33.933
15 76 Loris Baz Reale Avintia Racing Ducati 1’33.946
16 94 Jonas Folger Monster Yamaha Tech 3 Yamaha 1’33.987
17 44 Pol Espargaro Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.080
18 53 Tito Rabat EG 0,0 Marc VDS Honda 1’34.095
19 45 Scott Redding OCTO Pramac Racing Ducati 1’34.132
20 42 Alex Rins Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’34.138
21 29 Andrea Iannone Team SUZUKI ECSTAR Suzuki 1’34.148
22 38 Bradley Smith Red Bull KTM Factory Racing KTM 1’34.507
23 22 Sam Lowes Aprilia Racing Team Gresini Aprilia 1’35.659

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Automobilismo Internacional Automobilismo Norte-americano Formula indy Fotos IndyCar 2017 Vídeos

Indycar em Walkins Glen: Final de semana irretocável de Rossi! Falha de Newgarden faz campeonato ficar aberto para Sonoma

Published by:

GP de Waltins Glen
Grid de Largada

Pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo
1 Alexander Rossi Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 1’22.4639
2 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’22.5168
3 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 1’22.5169
4 Takuma Sato Andretti Autosport Dallara/Honda 1’22.5660
5 Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’22.8081
6 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 1’23.3350
7 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 1’22.9854
8 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 1’23.0987
9 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’23.1459
10 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 1’23.2240
11 Carlos Munoz A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’23.2959
12 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 1’23.2981
13 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’23.4917
14 Conor Daly A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 1’23.5089
15 Ed Jones Dale Coyne Racing Dallara/Honda 1’23.9851
16 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’23.6854
17 Tony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’23.9982
18 Jack Harvey Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 1’24.1390
19 Max Chilton Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 1’24.2012
20 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda 1’24.1779
21 J.R. Hildebrand Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 1’24.4543

 

Penúltima etapa da Formula Indy – Temporada de 2017 em Watkins Glen reservava emoções com a chuva que tinha caído na manhã do dia da corrida. Mesmo com a pista secando era previsível que a pista estivesse em determinados pontos um verdadeiro sabão.

Nesse final de semana o Inglês Jack Harvey correria pela Schmidt Peterson pela primeira vez das 2 últimas corridas dessa temporada. Era a penúltima prova do DW12. Carro que foi utilizado das temporadas de 2012 até essa temporada.

A Pole position ficou com o Norte-Americano Alexander Rossi com o carro da Andretti-Herta que vem fazendo uma bela temporada de 2017. Scott Dixon que praticamente se encaixa com esse circuito, Tanto é que ele venceu com facilidade no ano passado largava em 2º. Na segunda fila largavam o líder do campeonato Josef Newgarden e o Vencedor das 500 milhas de Indianapolis o Japonês Takuma Sato. Na terceira fila largavam Charlie Kimball com o segundo carro da Ganassi e Hélio Castroneves que ainda estava confiando que iria brigar pelo título da temporada 2017. Ryan Hunter-Reay, Will Power, Sebastien Bourdais e Graham Rahal completavam os 10 primeiro lugares do Grid de Largada. Simon Pagenaud largaria em 12º.

Com corrida declarada como corrida de chuva os pilotos tiveram que ir com os pneus de pista molhada. Na largada Rossi manteve bem na liderança, Só que Newgarden veio com tudo para tomar a liderança na curva 1. Infelizmente para o piloto da Penske ele passa do ponto e perde a posição para Rossi que definitivamente garante a liderança deixando os outros disputarem do 2º para Baixo. Castroneves acabou indo para além do ponto da pista, Mas não perdeu posição não ficou na 6ªposição.

Takuma Sato começou a perder posição após posição de forma estranha, Não teve erro do piloto da Andretti. Após 1 volta todos os pilotos com Exceção de Chilton e de Hildebrand  foram para os boxes fazerem a parada no que foi uma decisão acertada já que os que ficaram na pista estavam em um ritmo bem lento devido aos pneus de chuva já não serem os mais adequados com a pista já praticamente seca nos trilhos.

Hélio Castroneves teve impressionante começo. Após ganhar posições nos boxes ele foi para cima de Newgarden e passou e no final da segunda volta se aproveitando de uma pequena bobeada de Rossi o Brasileiro passou para a liderança da corrida, Rossi atacou na reta oposta da 3 volta com Castroneves se defendendo bem. A Partir dai o Brasileiro abriu diferença para Rossi e os demais. Spencer Pigot acabou rodando e por muito pouco não acabou parando na pista provocando uma bandeira amarela.

A bandeira amarela surgiu na 5ª para a 6ªvolta com o problema mecânico no carro do Canadense James Hinchliffe. O Carro dele voltou para os boxes ajudado pelo carro de serviço, Mas de nada adiantou os mecânicos mexerem. O Dano foi muito grande para consertar e era melhor deixar a prova mesmo.

Enquanto as equipes viam que a chuva vinha se afastando do circuito de Walkins Glen.

Relargada na 9ªVolta e Castroneves continuou na liderança com Rossi e Dixon que passou Newgarden passando ao 3ºlugar. Pagenaud em 8º vinha pressionado por Conor Daly e Will Power vinha em 14ºlugar. Kimball tentou passar Ryan Hunter-Reay na 10ªVolta, Essa ultrapassagem ficou para a próxima volta o piloto da Ganassi assumindo a liderança.

Castroneves sustentava a liderança com Rossi e Dixon tentando se aproximar do piloto da Penske. Newgarden em 4º já ficava mais para trás. Depois vinham Kimball e Ryan Hunter-Reay. Na 14ªVolta O japonês Takuma Sato lento pela pista acabou parando na grama, Mas acabou acionando a bandeira amarela. Essa era a hora ideal para a primeira parada de troca de pneus e reabastecimento. Nessa parada Castroneves voltou a frente por um bico de diferença para Rossi. Depois vinham Ryan Hunter-Reay, Josef Newgarden e Scott Dixon. Dos que não pararam nos boxes o líder era Spencer Pigot que volta em definitivo para terminar o Campeonato de 2017 pela Carpenter Racing. Max Chilton em 2º, Hildebrand em 3º, Marco Andretti em 4ºlugar e Jack Harvey com o carro que era de Aleshin e de Saavedra estava em 5ºlugar.

Castroneves vinha sendo o primeiro atrás desses 5 primeiros colocados. Volta 18 ocorreu a relargada Castroneves foi muito mal na largada, permitiu a ultrapassagem de Rossi e também de Hunter-Reay num espaço de meia volta e caiu para o 7ºlugar. Enquanto isso era Rossi que impressionava com o seu ritmo de corrida. Em 3 voltas Rossi passou Harvey, Hildebrand, Chilton e só tinha na sua frente o Norte-americano Spencor Pigot para retornar a liderança. Esse desempenho impressionante do piloto da Andretti-Herta pode-se explicar com uma falha no reabastecimento do carro dele, A Mangueira que faz essa operação estava com problemas. Isso acaba sendo desastrosos para Rossi que poderia ter de fazer uma parada a mais do que os outros pilotos.

Por isso Rossi voava em Watkins Glen. Já Jack Harvey perdia muitas posições. O piloto Inglês que fez as 500 milhas de Indianapolis estava demonstrando sua total inexperiência nesse momento. A ultrapassagem de Rossi em Pigot era questão de tempo. Antes disso acontecer o piloto da Carpenter foi para a sua parada deixando Rossi como líder por uma volta inteira até que o norte-americano foi para a parada deixando Hunter-Reay como líder seguido de Castroneves a mais de 3 segundos do líder. Dixon vinha por perto em 3º seguido de Andretti, Newgarden, Rahal, Kimball, Bourdais, Kannan e Pagenaud nas 10 primeiras posições.

Takuma Sato roda e provoca uma nova bandeira amarela em todo o circuito. O que era muito bom para os pilotos que tinham parado voltas antes. Para quem seguia a tática normal iria fazer a parada nessa bandeira amarela (Que para mim se foi por causa de uma rodada ela não se justifica) Nas paradas Hunter-Reay, Castroneves, Dixon, Andretti e Newgarden mantiveram as 5 primeiras posições. O filho de Michael Andretti entrou na disputa pela corrida diretamente. Newgarden danificou sua asa dianteira batendo de leve ao piloto da Andretti Autosport Marco Andretti.

Rossi voltou a liderança com Pigot, Chilton e Hildebrand nas 4 primeiras posições. E depois vinham Hunter-Reay e sua turma. Na metade da corrida na 30ªVolta tivemos uma nova relargada. Rahal tomou a posição em cima do Newgarden que vinha aos poucos descendo a ladeira na classificação da corrida.

Castroneves na volta 33 foi para cima de Hunter-Reay para buscar passar a frente do piloto da Andretti, Mas foi Dixon que tomou a posição do piloto da Penske na volta seguinte. Uma importante ultrapassagem para o campeonato que dava vantagem para o piloto da Ganassi.

Dixon foi mais além. Também tomou a posição para Ryan Hunter-Reay. Antes disso Ryan passou o Hildebrand que também foi superado pelo Dixon, Helinho e Rahal. Rossi já colocava naquela altura da prova a 9 segundos de Chilton que começava a perder rendimento e começava a segurar a turma que vinha atrás dele sendo Dixon o líder desse pelotão. A vitória estava nas mãos do Rossi, Só uma coisa impedia que isso acontecesse que era se ele iria conseguir fazer apenas mais uma parada nos boxes.

Rossi conseguiu com êxito economizar o bastante para realizar a parada na volta 43. Como o tanque poderia resistir por 18 voltas ainda de corrida em Walkins Glen com 18 Voltas para o termino da prova. Logo todos os outros pilotos iriam para os boxes para fazer a última parada nos boxes.

A liderança estava nas mãos do Dixon com Ryan Hunter-Reay, Castroneves e Rahal nas 4 primeiras posições. Newgarden e Power disputavam o 8ºlugar com o piloto Australiano praticamente sem chances de título caso a prova terminasse dessa Forma. Rossi voltou em 12º a 20 segundos dos lideres o que dava a ele uma boa chance de vitória a ele.

Na volta 44 os quatro primeiros foram para a parada final na prova. Depois da parada aonde os 4 pilotos ficaram nas 4 primeiras posições o Brasileiro Castroneves passou da linha de limite dos boxes e acabou voltando, A simples passada de limite da linha de demarcação dos boxes poderia dar uma punição ao Brasileiro (Ou não já que um piloto da Penske fez isso em 2015 ou 2016 e acabou não punido) Com as paradas de Vários pilotos a liderança passou para o Norte-americano Josef Newgarden com Will Power em segundo. Ambos foram para a parada nos boxes.

Depois das paradas Will Power voltou a frente de Josef Newgarden que cometeu um erro infantil ao bater no muro da saída dos boxes e acabou levando por trás do Francês Sebastien Bourdais. Bandeira amarela em todo o circuito. Ninguém percebeu que o Tony Kannan também bateu da mesma forma do que o líder do campeonato Josef Newgarden. Uma bagunça total.

Newgarden teve de fazer 2 paradas para reparar o seu carro que ficou detonado, Bourdais continuou na prova tranquilamente e Kannan abandonou a prova, Uma caricatura do que foi o campeonato do veterano de 42 anos que cada vez mais e mais se torna um ex-piloto em atividade.

Pilotos que tinham que fazer 1 parada ainda foram para a última parada nos boxes. A 11 voltas do final tivemos a relargada. Dixon buscava a vitória, Mas tinha um inspirado Alexander Rossi que abria 1 segundo de diferença. Enquanto que Hunter-Reay da Andretti Autosport vinha segurando o 3ºlugar com Castroneves e Rahal. Já Max Chilton que estava em 6ºlugar acabou perdendo posição para Power e Newgarden e na parte final da prova o piloto da Ganassi foi pressionado pelo Simon Pagenaud que buscava o 9ºlugar e mais 2 pontos para aumentar um pouco as suas chances de um bicampeonato.

Alexander Rossi resistiu ao fortíssimo ataque de Dixon e com uma atuação impecável o piloto da Andretti-Herta venceu a prova. Sua segunda vitória na carreira provando ser um grande piloto para o futuro e mostrou um pouco do porque Rossi é o melhor piloto da Andretti na temporada de 2017.

Scott Dixon que dominou a prova de 2016 acabou ficando em 2ºlugar. Com os resultados Dion tinha apenas 3 pontos do Newgarden. Ryan Hunter- Reay completou o pódio deixando o Brasileiro Hélio Castroneves com o 4ºlugar. Os resultados fizeram o piloto da Penske ficar a 22 pontos de Newgarden. Vencendo em Sonoma com Newgarden em 3º dá o 1ºtítulo da Indy Car para o Helinho.

Graham Rahal termina em 5ºlugar e continua em ascensão nesse final de campeonato. Will Power em 6ºlugar fica bem longe do sonho do bicampeonato com os resultados da prova, Kimball em 7ºlugar com o segundo carro da Ganassi. Max Chilton segurou Simon Pagenaud que poderia ter ficado mais perto da briga do campeonato, Mas ainda tem chances de título. Completando os 10 primeiros colocados Carlos Muñoz da A.J.Foyt.

Dia 17 de Setembro teremos a decisão do Mundial de Formula Indy no circuito de Sonoma que terá a sua pontuação dobrada. 4 pilotos chegam a essa decisão com chances reais de título. Power e Rossi tem chances apenas matemáticas. Semana que vem teremos matérias relacionadas a decisão do Campeonato.

Resultado final do GP de Walkins Glen
16ªEtapa do Mundial de Formula Indy

Pos Piloto Equipe Chassi/Motor Voltas Tempo
1 Alexander Rossi Andretti Herta Autosport Dallara/Honda 60 1h 42:03.9024
2 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 60 a 0.9514
3 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 60 a 7.1592
4 Helio Castroneves Team Penske Dallara/Chevrolet 60 a 8.8938
5 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 60 a 11.8863
6 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 60 a 15.3787
7 Charlie Kimball Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 60 a 16.1639
8 Max Chilton Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 60 a 28.0410
9 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 60 a 28.2941
10 Carlos Munoz A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 60 a 29.4972
11 Conor Daly A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 60 a 30.2436
12 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 60 a 32.3478
13 Ed Jones Dale Coyne Racing Dallara/Honda 60 a 33.1533
14 Jack Harvey Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 60 a 35.6826
15 J.R. Hildebrand Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 60 a 41.5905
16 Marco Andretti Andretti Autosport Dallara/Honda 60 a 52.7948
17 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 60 a 54.0444
18 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 58 2 Voltas
19 Takuma Sato Andretti Autosport Dallara/Honda 56 4 Voltas
20 Tony Kanaan Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 46 Acidente
21 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 5 Mecânico

Fotos da Corrida:

Vídeo da Corrida:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar