GP da Europa de 1993

Grid de Largada

1 Alain Prost (Williams/Renault) 1’10.458
2 Damon Hill (Williams/Renault) 1’10.762
3 Michael Schumacher (Benetton/Ford) 1’12.008
4 Ayrton Senna (McLaren/Ford) 1’12.107
5 Karl Wendlinger (Sauber) 1’12.738
6 Michael Andretti (McLaren/Ford) 1’12.739
7 J J Lehto (Sauber) 1’12.763
8 Gerhard Berger (Ferrari) 1’12.862
9 Jean Alesi (Ferrari) 1’12.980
10 Riccardo Patrese (Benetton/Ford) 1’12.982
11 Johnny Herbert (Lotus/Ford) 1’13.328
12 Rubens Barrichello (Jordan/Hart) 1’13.514
13 Alessandro Zanardi (Lotus/Ford) 1’13.560
14 Derek Warwick (Footwork/Mugen-Honda) 1’13.664
15 Philippe Alliot (Larrousse/Lamborghini) 1’13.665
16 Christian Fittipaldi (Minardi/Ford) 1’13.666
17 Erik Comas (Larrousse/Lamborghini) 1’13.970
18 Ukyo Katayama (Tyrrell/Yamaha) 1’14.121
19 Thierry Boutsen (Jordan/Hart) 1’14.246
20 Fabrizio Barbazza (Minardi/Ford) 1’14.274
21 Mark Blundell (Ligier/Renault) 1’14.301
22 Martin Brundle (Ligier/Renault) 1’14.306
23 Aguri Suzuki (Footwork/Mugen-Honda) 1’14.927
24 Michele Alboreto (Lola/Ferrari) 1’15.322
25 Andrea de Cesaris (Tyrrell/Yamaha) 1’15.417

Não Largou:

Luca Badoer (Lola/Ferrari) 1’15.641

Senna em Volta mágica vence em Donington em mais um dia de consagração do Mito

Dizem que você não se ganha uma corrida na primeira volta, mas nesse caso a vitória foi conquistada e construida na primeira volta, Senna que largava em Quarto lugar na largada é atacado pelo Michael Schumacher , enquanto isso Karl Wendlinger com sua Sauber-Ilmor assumia o 3ºlugar se aproveitando da preocupação de Schumacher em tentar atacar ele, Prost manteria a ponta com Hill em segundo. Na terceira Curva Senna passa Wendlinger, Na quinta pra sexta curva Senna passa por Hill e iria a caça de Prost, enquanto isso Andretti e Wendlinger se estranharam e foram para a abrita, abandonarem a corrida, na parte final da Pista Senna já assumia a ponta, com Prost em 2º, Hill em 3º e Rubens Barrichello que largou em 12º Já estava em 4º.

Senna já abria uma enormidade em cima das Williams. Classificação após 2 Voltas: Senna 3:03.725, Prost a 4.246, Hill a 5.241, Barrichello a 7.373, Alesi a 8.972 e Schumacher a 9.560. Senna com sua incrível Habilidade na Chuva estava já se impondo em 1º. Antes de Fechar a Segunda Volta Alboreto rodava na Reta dos boxes. Outro que merecia destaque era o Italiano Fabrizio Barbazza que estava em 10ºlugar até aquele momento da corrida, Até aquele presente momento tudo estava favorecendo Ayrton Senna, ele estava em primeiro do jeito que ele queria, Chovendo e o seu mais próximo seguidor era Alain Prost que era o inverso ao Senna na Chuva, ele não queria saber de Chuva e estava 6.422 atrás do Brasileiro, Brundle iria para os boxes, muito cedo para uma parada, já deveria esta com problemas.

Nas primeiras voltas Senna já encontrava retardatários como Katayama e Alboreto. Classificação após 7 voltas: Senna (10.27.491) Prost (a 5.340) Hill (a 7.546) Barrichello (a 14.315), Alesi (a 15.456), Schumacher (a 16.242), Berger (a 18.925), Herbert (a 25.568), Patrese (a 27.898), Barbazza (a 33.373), Alliot (a 42.768) e Zanardi (43.050) Brundle deixava a corrida na volta 7 por causa de uma rodada e ficou em uma posição perigosa.

Barrichello vinha em um ótimo 4ºlugar, atrás dele vinham perto Alesi de Ferrari e Schumacher de Benetton que tinham carros melhores do que a Jordan de 1993.

Ayrton Senna fazia a melhor volta da corrida, 1:27.843 uma média de 164,87 Km/h (102,45 Mph), Enquanto isso Johnny Herbert fazia a primeira parada nos boxes na volta 12.

Alain Prost na volta seguinte respondeu com 1:27.438 tomou a melhor volta da corrida de Ayrton Senna. 165,64 Km/h (102,92 Mph) E andando perto de Prost estava seu companheiro de equipe Damon Hill em 3ºlugar, Senna ultrapassava mais dois retardatários uma Footwork e uma Larrousse e tinha pela frente a Lotus de Zanardi tanto é que Prost diminuía a distância que tinha atrás de Senna; a Diferença era de 3.5 Segundos, Mas agora era os carros da Williams que pegariam os retardatários e Hill perto de Prost estava sim procurando passar o Francês, em meio a essa Briga Senna vinha abrindo dos dois e em duas voltas a distância dobrou de 3,5 para 6,8 segundos. Berger fazia sua troca de pneus, uma parada por sinal muito ruim mesmo, mais de 20 segundos parado para a troca de pneus e para completar motor dele morreu.

Prost fazia a melhor volta da corrida 1:26.912 – 166,64 Km/h (103.54 Mph) Classificação após 15 Voltas: Senna, Prost, Hill, Barrichello, Alesi, Schumacher são os 6 primeiros colocados.

A pista começava a ter trilho e com o tempo seco era tendência das Williams andarem bem mais do que a Mclaren com o motor Ford HB5 – Geração 7 contra os Renault RS V10 e os Ford HB5 – Geração 8, Alesi fez sua troca de pneus e Alboreto na volta 18 já tinha tomado 2 voltas de Ayrton Senna, Hill foi para a sua primeira parada, numa troca efetivamente rápida para o Piloto Britânico. Senna na volta 19 fez sua troca de pneus, o tempo foi bom sim 8.31 Segundos e permitiu que ele voltasse em 2ºlugar na corrida, Prost assumia a ponta da corrida, Mas ele teria que parar, a pista já estava com trilho seco e seus pneus já estavam desgastados demais sendo pneus de chuva.

Na volta 20 Prost foi para os boxes e fez sua 1ªparada para troca de pneus, e a Williams trabalhou muito bem com uma troca de 7.32 segundos mas não foi o bastante para voltar na frente de Ayrton Senna enquanto isso Damon Hill com 1:23.985 fazia a melhor volta da corrida (172.44 Km/h – 107.15 Mph). Agora com pneus de pista seca se esperava melhor ritmo de corrida dos pilotos da Williams. Berger abandonava a corrida com problemas de Suspensão. E na Volta seguinte Blundell também deixava a corrida com uma rodada, igual ao seu companheiro de Equipe Brundle que com o mesmo carro teve o mesmo destino voltas antes. Classificação após 20 voltas: Senna (29:45.973) Prost (5.140), Hill (6.910), Alesi (16.445), Barrichello (19.376) e Schumacher (20.495). Abandonaram a corrida até agora em 20 voltas: Wendlinger, Andretti, Brundle, Katayama, Lehto, Berger e Blundell.

Senna continuava líder da corrida e Prost iria aos boxes pela segunda vez, começava a chover de novo, enquanto isso Schumacher roda e fica na brita, com isso ele deixa a corrida, na volta 23 a classificação era Senna, Hill, Alesi, Barrichello, Prost e Herbert. Senna tinha 12.520 na frente de Damon Hill, começava a chover de novo, Hill foi aos boxes fazer a segunda parada para colocar os pneus de chuva, demorou 8 segundos para fazer a parada, Senna continuava em primeiro e com os pneus de pista seca na pista já parcialmente molhada de novo e com 20.317 na frente de Jean Alesi, enquanto isso Rubens Barrichello sofria pressão de Alain Prost, na briga pela 3ªposição, mas se aproveitando da ruim reputação de Prost na chuva Barrichello mesmo com um carro infinitamente inferior ao Francês ficava na frente. Mostrando que surgia mais um jovem talento Brasileiro na Formula 1.

Senna na volta 27 vai para a sua segunda parada, para colocar pneus de pista molhada, mais uma vez a Mclaren trabalhou rápido fazendo a parada em 6.42 segundos. De Cesaris e Alliot acabaram se envolvendo em uma rodada, por culpa do De Cesaris que rodou (não bateu, quem diria) mas voltou a corrida, já Philippe Alliot não, o número 19 não voltou para o campo de batalha.

Alesi faz sua segunda parada e mais uma vez a Ferrari trabalhou mal, 14 segundos para fazer essa troca. Senna tinha 14.734 de vantagem na Frente de Alain Prost que mesmo com o melhor carro não conseguia se aproximar de Senna. Hill era o Terceiro, mas muito longe de Prost e Rubens Barrichello estava em 4ºlugar e pressionando a Hill. Suzuki é outro a passear pela brita.

Classificação após 31 Voltas: Senna (45:56.176) Prost (11.522) Hill (27.156) Barrichello (28.716) Alesi (40.792) Herbert (1:00.930) Barbazza (1 Volta) Patrese (1 Volta) Fittipaldi (1 Volta) Warwick (1 Volta) Boutsen (1 Volta) Zanardi (1 Volta).

Mas na volta seguinte Barrichello passou Hill e assumia a 3ªposição, numa corrida magistral e a Williams se armou de novo aos boxes e de novo com Prost que fazia sua terceira parada em 7.12 segundos. na volta 33 para 34 Senna foi para os boxes para a 3ªtroca de pneus Mas dessa vez a Mclaren erra e Senna perde muito tempo na sua parada que durou quase 20 segundos e voltou atrás de Alain Prost, Também Hill fazia sua troca de pneus.

Prost estava a 6.834 segundos na Frente de Senna e finalmente depois de 34 voltas ele assumia a liderança da corrida. Alesi também perde tempo nos boxes na sua 3ºparada para troca de pneus e Senna e faz a melhor volta da corrida 1:22.545 (175.45 Km/h – 109.02 Mph) e depois 1:21.272 (178.28 Km/h – 110.,73 Mph) e de forma avassaladora Senna chegava em cima de Prost, Hill chegava em Barrichello para brigar pelo terceiro lugar na corrida. E Prost foi para os boxes fazer a 4ªtroca de pneus, Senna retornava a ponta da corrida isso na volta 39, Alesi deixava a corrida na volta 37 com problemas de Câmbio

Classificação após 39 voltas: Senna, Prost, Hill, Barrichello, Herbert e Patrese, os seis primeiros colocados. Senna tinha quase 16 segundos na Frente de Prost. Hill foi para os boxes na volta 42 com isso Barrichello passou para o Terceiro lugar, uma coisa que a Jordan nunca conseguiu em 1992 e em 1991 conseguiu em algumas corridas ainda por cima com o Motor Hart, era sem dúvida a primeira grande corrida de Barrichello na Formula 1. Senna continuava aumentando a distância em cima de Alain Prost que se via perdido na corrida, sem ter condições de passar Senna e estando no pior tipo de pista possível para o Francês.

Classificação após 45 Voltas: Senna (1:06:10.150) Prost (21.471), Barrichello (58.310) Hill (1:06.317), Herbert (1 Volta) Patrese (1 Volta).

Na volta 48 ai vem toda a lambança de Prost na Corrida, ele iria para mais uma parada, a 5ªparada na corrida seu motor morreu quando ele iria sair e perdeu muito tempo mais muito tempo mesmo e voltou em 4ºlugar, Passou Hill e depois 4 voltas depois ele fazia a 6ªparada nos boxes, ficava em 4ºlugar, Barrichello no momento era o segundo colocado na corrida, com uma Jordan que não passava perto de ser era competitivo. Já Hill iria para a tropa de pneus pela 4ªVez. Patrese sofria para ficar na Frente da Minardi de Fabrizio Barbazza, um patético desempenho do Italiano.

Senna estava a 1 minuto e 18 segundos na frente de Rubens Barrichello. Senna tinha uma volta na Frente de Prost e de Hill. Alias Hill na volta 55 passava a Terceira posição na corrida, a corrida chegava ao seu Quatro final. Senna com o tempo de 1:20.413 (180.11 Km/h – 111.81 Mph) fez a volta mais rápida da corrida e Dava uma volta em cima de Rubens Barrichello que estava em segundo lugar. logo depois Barrichello faz mais uma parada nos boxes.

De Cesaris acabou tendo problemas de Câmbio e abandonou a corrida restando 21 voltas. Senna fez uma das suas genialidades, ele foi para os boxes, mas não para trocar pneus, ele simplismente passou pelos boxes e voltou a pista, com isso ele fez a melhor volta da corrida. 1’18”029 – 185.608 Km/h, incrível enquanto isso Hill e Prost ultrapassaram Barrichello e assumiram o 2º e 3ºcolocados. A Classificação após 60 Voltas era: Senna, Hill (1 Volta), Prost (1 Volta) , Barrichello (1 Volta), Herbert (1 Volta) e Warwick (2 Voltas).

Outro piloto que fazia uma grande corrida era Derek Warwick que vinha em 6ºlugar na Frente de Riccardo Patrese com o Benetton enquanto que o Inglês não tinha nada mais do que o Medíocre Footwork-Mugen Honda de 1993, Alias desempenho absolutamente medíocre de Riccardo Patrese que não demonstrava nem 10% da Habilidade do carro da Benetton, uma vergonha e além do mais estava sendo pressionado pelo Italiano Fabrizio Barbazza com a Minardi-Ford que convenhamos também fazia grande corrida, Thierry Boutsen teve problemas com o acelerador abandonou a corrida na volta 61.

Classificação na Volta 67: Senna, Hill, Prost, Barrichello, Herbert, Warwick.

Senna acabou fazendo uma 5ªparada nos boxes com 11.52 segundos, nem precisava de uma parada muito rápida na volta 66, pois sua vantagem era enorme. Derek Warwick que vinha numa grande corrida abandonava com problemas de Câmbio, com isso Patrese era o 6ºcolocado, mas só para se ver o desempenho sofrível do Italiano Fabrizio Barbazza passou ele e ficou na frente de Patrese por uma volta (volta 69) mas Patrese recuperou na volta seguinte com a Rodada de Barbazza.

Enquanto Senna se encaminhava para o Final da corrida, Rubens Barrichello que estava em 3ºlugar e próximo de conquistar um pódio consagrador em sua 3ªcorrida na Formula 1 foi traído pelo câmbio de seu carro e deixou a corrida, Prost agradecia por que com tudo que houve com ele ele ainda teria um lugar no pódio em 3ºlugar, mas isso alimentou as esperanças de Herbert de colocar a Lotus no pódio, mas acabou Alain Prost mantendo o seu pódio após uma atuação decepcionante.

Mais decepcionante ainda foi Riccardo Patrese que acabou em 5ºlugar numa corrida em que ele deu uma sorte imensa em ter as quebras de Barrichello e Warwick pois ele mereceu ficar de Fora dos pontos, Barbazza completou a zona de pontuação após uma atuação muito boa de sua Minardi fechando em 6ºlugar e só não terminou em 5ºlugar por que rodou na parte final de corrida, Apesar da Rodada nas últimas voltas Herbert repetiu o 4ºlugar do Brasil para a Lotus-Ford. Senna foi soberano na pista de Donington, O Dominio do Brasileiro foi tanto que Somente Damon Hill terminou com Senna as 76 voltas da corrida, mas a 1:23.199 de desvantagem em cima do Brasileiro, todos os outros que terminaram a corrida tinham volta atrás de Senna, Prost e Herbert com 1 volta, Patrese e Barbazza com 2 voltas, para se ter a ideia o último colocado Michele Alboreto ficou a 6 voltas do vencedor.

Resultado Final do GP da Europa de 1993

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Corridas Históricas: GP do Brasil de 1993

Zotokbkp

Grid de Largada:

1° Alain Prost (2) Williams/Renault 1:15.866
2° Damon Hill (0) Williams/Renault 1:16.859
3° Ayrton Senna (8) McLaren/Ford 1:17.697
4° Michael Schumacher (5) Benetton/Ford 1:17.821
5° Michael Andretti (7) McLaren/Ford 1:18.635
6° Riccardo Patrese (6) Benetton/Ford 1:19.049
7° Jyrki Jarvilehto (30) Sauber/Ilmor 1:19.207
8° Karl Wendlinger (29) Sauber/Ilmor 1:19.230
9° Jean Alesi (27) Ferrari/Ferrari 1:19.260
10° Mark Blundell (26) Ligier/Renault 1:19.296
11° Philippe Alliot (19) Larrousse/Lamborghini 1:19.340
12° Johnny Herbert (12) Lotus/Ford 1:19.435
13° Gerhard Berger (28) Ferrari/Ferrari 1:19.561
14° Rubens Barrichello (14) Jordan/Hart 1:19.593
15° Alessandro Zanardi (11) Lotus/Ford 1:19.804
16° Martin Brundle (25) Ligier/Renault 1:19.835
17° Erik Comas (20) Larrousse/Lamborghini 1:19.868
18° Derek Warwick (9) Footwork/Mugen Honda 1:20.064
19° Aguri Suzuki (10) Footwork/Mugen Honda 1:20.232
20° Christian Fittipaldi (23) Minardi/Ford 1:20.716
21° Luca Badoer (22) Lola/Ferrari 1:20.908
22° Ukyo Katayama (3) Tyrrell/Yamaha 1:20.991
23° Andrea de Cesaris (4) Tyrrell/Yamaha 1:21.224
24° Fabrizio Barbazza (24) Minardi/Ford 1:21.228
25° Michele Alboreto (21) Lola/Ferrari 1:21.448

Não Largou:

Ivan Capelli (15)Jordan/Hart 1:21.789

Mdjkhp4d

Senna Brilha na chuva em Interlagos e Vence os carros de Outro planeta.

A 2ªVitória de Ayrton Senna foi uma das mais bonitas e Emocionantes, A corrida começou com o tempo seco. Na Largada Senna larga muito bem e Conseguiu passar Hill e assumiu a primeira posição, Mas logo depois da largada Andretti que largava mal bateu com Berger, Um acidente violento na primeira curva do circuito. Brundle também bateu e abandonou a corrida nos primeiros metros.

Fs8zfskr

Já Alesi também largou bem e passou de 10º para a 4ºposição, Depois caiu para 5º. A Classificação em 2 Voltas era Prost, Senna e Hill os três primeiros.

Alain Prost já mostrava toda a superioridade de seu equipamento abria de Senna, Hill vinha ou pouco atrás com Schumacher perto, E depois bem longe Alesi em 5º. Patrese abandonaria a corrida na 3ªVolta. Com 5 Voltas Prost, Senna, Hill e Schumacher simplesmente despacharam os demais, Alesi que estava em 5º estava a 8 segundos de Schumacher, Ainda por cima, Era pressionado pelos pilotos da Sauber-Ilmor, Letho e Wendlinger vinham em 6º e 7ºlugares.

Barbazza também tinha abandonado a corrida. Prost sobrava na corrida, Senna tinha que manter a 2ªPosição, Hill e Schumacher estavam por perto de Senna. Com 8 Voltas completadas a classificação era: Prost , Senna (6.2), Hill (6.8), Schumacher (7.2), Alesi (21.2), Letho (21.6), Wendlinger (22.3), Alliot (28.0), Herbert (29.3), Blundell (30.1), Zanardi (30.9), Barrichello (31.7). Hill abriu fogo para Senna. Na na volta 11 ,Hill consegue ultrapassar Senna em uma bonita ultrapassagem e já abria de Senna, Demostrando também a Tamanha Superioridade sobre as Mclaren, Que não era páreo até para a Benetton de Schumacher.

K4kkrkpd

Alesi sofria demais para se manter na Frente de Lehto e de Wendlinger. a Ferrari tinha muitos problemas no carro e a Sauber mostrava bem mais desempenho do que as Ferrari no começo do ano, e Lehto logo depois acabou passando Alesi. Rubens Barrichello em seu 2ºGP da sua carreira abandonava por problemas de Câmbio de sua Jordan-Hart. Na Volta de número 16 a lente de Prost já estava com pingos de chuva, e o céu de Interlagos já estava com nuvens carregadas, esperando para cair a água toda de baixo da pista.

V7ufi2pk

A Classificação era em 17 Voltas completadas: Prost, Hill, Senna, Schumacher, Lehto e Alesi. Na Volta de número 21, Senna consegue negociar melhor as ultrapassagens em cima dos retardatários e abre um pouco de Schumacher. Prost depois de um forte inicio agora administrava a vantagem em cima de Hill. A Vantagem era de 9 Segundos, Na Volta 22 tinha briga pelo 3ºlugar, Senna x Schumacher e pela 6ªPosição, Alesi x Wendlinger.

Prost voltava ao seu melhor Ritmo na corrida. Na Volta 24 para 25, Senna teve que fazer um stop go de 10 segundos por ultrapassar em Bandeira amarela. Schumacher com isso assumia a liderança. Mas a chuva começava a dar as caras, e todos iriam trocar os pneus, apesar da Chuva só cair na reta dos boxes, mais já caia com muita intensidade. Senna decidiu ir aos boxes na volta 27, Prost não foi aos boxes, Mas Hill entrou e isso pode ter sido decisivo para uma possível liderança da corrida. Suzuki batia forte na corrida e na Chuva intensa Prost roda e abandona a corrida e acerta Christian Fittipaldi e abandona a corrida.

Smgh2vgz

Bandeira amarela e safety car na pista, Senna também roda, Mas consegue rodar. e a corrida tinha como o líder Damon Hill o primeiro, Senna em 2º e M.Schumacher 3º, Herbert 4º, Lehto em 5º e Zanardi em 6ºLugar. a chuva em 5 Voltas depois já tinha parado, Porém a pista estava molhada, dando uma outra cara a corrida com 15 carros ainda na corrida.

Os que abandonaram a corrida: Prost, Fittipaldi, Suzuki, Katayama, Barrichello, Patrese, Brundle, Barbazza, Andretti e Berger.

Na Volta 36: Hill, Senna, Schumacher, Alesi, Herbert e Lehto são os seis primeiros colocados, já com a reorganização da classificação.

Cnl4urmd

Na Volta 38, relargada é dada. Com Hill em primeiro e Senna em 2º, Os dois na batalha pela liderança da corrida. Schumacher tentava entrar nessa briga. Senna e Schumacher arriscam ir para trocar os pneus, Senna fez uma boa parada, Mas Schumacher teve problemas demais com a parada e perdeu um tempão.

Riqb0t82

Hill na volta seguinte foi para os boxes e a Williams acaba por fazer um pit competente. Hill voltava na Frente de Senna, Mas na Volta 42 Senna deu um passadão em cima de Hill e Assumiu a liderança da corrida. Alesi que estava em 1º foi para os boxes. Senna, Hill, Alliot eram os três primeiros da corrida. Acredite Alliot com a Larrousse-Lamborghini. Enquanto isso Johnny Herbert acabava por passar Alliot e assumir a terceira posição com a Lendária Lotus-Ford.

Classificação com 43 Voltas: Senna, Hill, Herbert, Alliot, Lehto e Alesi. Schumacher acabou com os problemas da sua parada e ficou com a 9ªPosição. Hill tentava uma nova aproximação em cima de Senna. e em 3 Voltas Hill acabava por encostar em Senna.

Alesi tomou punição de 10 segundos e complicou a corrida do Francês. Enquanto isso Schumacher estava se recuperando na corrida. Faltando 20 voltas para o Final da corrida acabou a corrida para Andrea de Cesaris. e Alesi tomava mais uma punição de 10 segundos nos boxes. Schumacher tinha também sido punido na corrida. Herbert estava na 3ªPosição, Lehto em 4º e Blundell em 5º e Schumacher já estava na 6ªPosição isso na volta 53, duas voltas depois Lehto abandonava a corrida quando estava em uma ótima 4ªPosição e lá atrás, Schumacher fazia a melhor volta da corrida.

Vvgauksz

Senna aos poucos consolidava sua vitória em Interlagos e Hill cada vez mais ficava longe de Senna depois de 15 voltas de pressão. Com 60 Voltas. Senna, Hill eram os dois primeiros, com Herbert em 3º, Blundell em 4º, Schumacher em 5º e Zanardi em 6º. Senna já tinha 10 segundos de diferença para Hill. Blundell teria briga com Schumacher na briga pela 4ºPosição. e Restando 7 Voltas para o Final Schumacher passa Blundell e assumiu a 4ªPosição. e Senna a 6 Voltas para o Final já tinha uma comportável vantagem em cima de Hill que já estava conformado com a 2ªposição, e Hill estava para conquistar seus primeiros pontos na formula 1.

Aat08ocj

Já Herbert teria que lutar pela 3ªPosição com o Schumacher. Senna já administrava a corrida. Restando 3 Voltas para o Final Schumacher passou Herbert, mas Herbert Voltou para a 3ºPosição. Mas na volta seguinte Schumacher destrói o sonho do pódio para Herbert e para a Lotus. Senna Conquista a sua segunda vitória no Brasil. Festa no autódromo, Invasão, todo o público veio pra cima do carro de Senna. Devido ao Feito do Grande piloto que superou os dois carros do outro mundo, para Hill, Os primeiros pontos e o primeiro pódio de sua carreira.

Schumacher tirou Herbert e a Lotus do Pódio (O lendário time de Colin Chapman ficou a 3 voltas de quebrar um jejum de 4 anos e meio sem pódio – Último pódio foi de Nelson Piquet no GP da Austrália de 1988) Mark Blundell com Ligier e Alessandro Zanardi com a outra Lotus completaram a Zona de Pontuação.

Yt9g5kz4

Resultado Final do GP do Brasil de 1993

Fotos:

View post on imgur.com

Vídeos:

Fotos: Bestlap, Formel1mic
Vídeo: VideosBar
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Caterham completa o Grid da Formula 1 com o anuncio da Contratação de Kamui kobayashi e de Marcus Ericsson

A Caterham nessa terça-feira definiu que Kami Kobayashi e Marcus
Ericsson farão a dupla de pilotos para a temporada de 2014 de Formula 1.

O piloto japonês volta depois de um hiato de um ano após correr na
Toyota e a Sauber durante 3 anos e meio na categoria conseguindo como
seu ápice o 3ºlugar no GP do Japão de 2012, No ano passado ele correu
no Campeonato mundial de Endurance pela Ferrari.

Kobayashi volta a Formula 1 para a alegria dos seus fãns!
Kobayashi volta a Formula 1 para a alegria dos seus fãns!

“É uma grande sensação de estar de volta como um piloto de F1 e estou
realmente satisfeito é com Caterham “, disse Kobayashi .
“Eu visitei pela primeira vez a fábrica em Leafield pouco antes do

Natal e é claro Eu e toda a equipe esta pronta para progredir em 2014”
“Pelo que eu vi a Caterham tem tudo no lugar para ter o progresso tão
desejado para essa e outras temporadas por vir”

Já Marcus Ericsson é o único piloto vindo da GP2 a subir ara a Formula
1 para 2014. O piloto de 23 anos disputou 4 temporadas, só teve uma
experiência em Formula 1 no Teste de novatos onde ele andou com a Brawn
GP em 2009. A Suécia terá um piloto na Formula 1 desde de 1991 quando
Stefan Johansson alinhou pela última vez no mundial de Formula 1 pela
Footwork.

A Suécia de volta a Formula 1 depois de 23 anos sem piloto.
A Suécia de volta a Formula 1 depois de 23 anos sem piloto.

“Este é um dia de muito orgulho para mim e para toda a gente ajudou a
tornar meu sonho de se tornar piloto de Formula 1 Realidade “, disse Ericsson .

Kobayashi e Ericsson irão substituir a Dupla do ano Passado Charles Pic e Giedo van Der Garde. Em relação a números Kobayashi escolheu o número 10 e Ericsson escolheu o Número 9.

Agora com os 22 pilotos já escolhidos as expectativas estão voltadas para o dia 24 para o lançamento do carro da Mclaren, o primeiro dos carros da Temporada de 2014.

Clique aqui para ver a Relação dos pilotos e dos números de cada piloto na temporada de 2014 da Formula 1.

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Dakar 2014 – O jogo de equipe da Mini

Opinião de Deivison da Conceição da Silva

O jogo de equipe da Mini eu achei uma coisa vergonhosa para o Esporte, Uma prática muito comum na Formula 1 e em muitos casos sendo desnecessária essa prática. A Mini não precisava disso para vencer o Dakar, teve 7 carros entre os 10 primeiros colocados. Manchou o título de Nani Roma que também não precisaria de ordem de equipe para ganhar o Dakar, Stephan Peterhansel ficou irritado por ter recebido essa Ordem, um piloto 11 vezes campeão desse evento não aceitou ser impedido de ganhar pela 12ªVez.

O bom disso é que o Dakar reprovou essa atitude da Mini. Os Organizadores do Evento não ficam vendo com bons olhos essa palhaçada dessa equipe, Mas essa coisa não aconteceu pela primeira vez, em 1989 a Pegueot no Rally Dakar fez isso, A corrida estava na mão dos pilotos da Pegueot, na última etapa Vem Jean Todt num helicóptero e manda os pilotos pararem, A História é incrivelmente bizarra. Ele pega uma moeda e os pilotos Ari Vatanen e Jacky Ickx, É isso, ele decidiu o Dakar numa moedinha, O Resultado é que Ari Vatanen foi o vencedor no cara e Coroa e nem é preciso dizer que ganhou o Dakar, Vatanen ganhou.

Lamentável que isso se repita no Dakar, esta na hora da Organização do Evento tomar Medidas duras contra esse tipo de Procedimento para que o Evento não perda credibilidade.

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

 

Dakar 2014 – Em meio a polêmica do jogo de equipe Nani Roma evita 12ªCampeonato de Peterhansel e Vence Dakar

Na Categoria dos carros Vai ficar marcado pelo Jogo de equipe que a Mini fez para favorecer ao piloto Nani Roma que se sagrou campeão do Dakar 2014 junto com o seu navegador Michel Perin, O Espanhol venceu o piloto 11 Vezes campeão do Dakar o Francês Stephane Peterhansel. Mas o jogo de equipe ira manchar um pouco essa conquista, A Mini foi criticada pela própria organização do Evento que falou que grandes marcas que já participou não fizeram jogo de equipe. na minha opinião a Mini não precisava dessa prática, dominou o Dakar e seria a mesma coisa se ganhasse sem fazer jogo de equipe.

A Prova disso foi que 7 pilotos da Mini ficaram entre os 10 primeiros lugares, tiveram os três lugares no Pódio com Nani Roma, Stephane Peterhansel e com o Nasser Al-Attiyah em 3ºlugar. O melhor da turma que não era da Mini foram o Sul Africano Giniel De Villiers e o Alemão Dirk von Zitzewitz usando o Carro da Toyota ficando em 4ºlugar. Com o Argentino Orlando Terranova junto com o seu parceiro Paulo Fiuza de Portugal ficando em 5ºlugar com o Mini, Os outros dois carros sem serem da Mini nos 10 primeiros colocados foram o 7ºlugar de Marek Dabrowski da Polônia e de Jacek Czachor também da Polônia com o Overdrive e o 8ºlugart de Christian Lavieille e Jean-Pierre Garcin da França com o carro da Haval. Os Brasileiros não conseguiram terminar o Dakar, 3Reinaldo Marques Varela e Gustavo Gugelmin vinham muito bem na competição até deixaram o Dakar no 5ºdia. Já Guilherme Spinelli e Yossef Haddad vinham chegando entre os 10 primeiros colocados até que acabaram por deixar o Dakar a poucos dias do final da competição.

Confira o Resultado do 13ºEstágio das Motos: De La Serena a ValParaíso

302 Giniel De Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA  1:57:)7
309 Krzysztof Holowczyc (Polônia) / Konstantn Zhiltsov (Rússia) MINI 1:57:30
314 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Vitaliy Yevtyekhov (Ucrânia) MINI 1:57:48
304 Nani Roma (Espanha) / Michel Perin (França) MINI 1:58:47
307 Orlando Terranova (Argentina) / Paulo Fiuza (Portugal) MINI 1:59.00
315 Christian Lavieille (França) / Jean-Pierre Garcin (França) HAVAL 2:00:04
330 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) MINI 2:00.16
332 Martin Kaczmarski (Polônia) / Filipe Palmeiro (Portugal) MINI 2:01:52
301 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Lucas Cruz (Espanha) MINI 2:01:58
317 Boris Garafulic (Chile) / Gilles Picard (França) MINI 2:04:06
322 Adam Malysz (Polônia) / Rafal Marton (Polônia) OVERDRIVE 2:04:46
323 Leeroy Poulter (África do Sul) / Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 2:04:48
300 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) MINI 2:04:51
371 Pierre Lachaume (França) / Jean Michel Polato (França) BUGGY MD RALLYE 2:05:04
327 Emiliano Spataro (Argentina) / Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 2:06:14
328 Marek Dabrowski (Polônia) / Jacek Czachor (Polônia) OVERDRIVE 2:07:29
325 Erik Van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda) HRX 2:08:16
404 Thomas Rundle (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) TOYOTA 2:12:04
356 Juan Silva (Argentina) / Tomislav Glavic (Croácia) MERCEDES 2:12:16
342 Aidyn Rakhimbayev (Cazaquistão) / Vladmir Demyanenko (Rússia) OVERDRIVE 2:13:03
337 Stephan Schott (Alemanha) / Holm Schmidt (Alemanha) MINI 2:13:05
311 Bernhard ten Brinke (Holanda) / Matthieu Raumel (França) HRX 2:14:14
308 Lucio Alvarez (Argentina) / Bernardo Graue (Argentina) FORD 2:14:31
373 Benediktas Vanagas (Lituânia) / Andrei Rudnitski (Bielorrússia) OSC 2:14:37
312 Ronan Chabot (França) / Gilles Pillot (França) SMG 2:15:00
370 Laurent Fouquet (França) / Eugenie Decre (Suiça) BUGGY 2:16:09
321 Patrick Sireyjol (França) / Francois-Xavier Beguim (Bélgica) BUGGY 2:17:04
374 Roman Briskindov (Rússia) / Konstantin Meshcheryakov (Rússia) NISSAN 2:18:51
344 Nicolas Gibon (França) / Akira Miura (Japão) TOYOTA 2:19:37
345 Jun Mitsuhashi (Japão) / Alain Guehennec (França) TOYOTA 2:19:54

Resultado final do Dakar 2014

304 Nani Roma (Espanha) / Michel Perin (França) MINI 50:44:48
300 Stephane Peterhansel (França) / Jean Paul Cottret (França) MINI 50:50:36
301 Nasser Al-Attiyah (Catar) / Lucas Cruz (Espanha) MINI 51:41:50
302 Giniel De Villiers (África do Sul) / Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 52:04:05
307 Orlando Terranova (Argentina) / Paulo Fiuza (Portugal) MINI 52:12:42
309 Krzysztof Holowczyc (Polônia) / Konstantn Zhiltsov (Rússia) MINI 54:40:40
328 Marek Dabrowski (Polônia) / Jacek Czachor (Polônia) OVERDRIVE 56:19:23
315 Christian Lavieille (França) / Jean-Pierre Garcin (França) HAVAL 56:20:48
332 Martin Kaczmarski (Polônia) / Filipe Palmeiro (Portugal) MINI 57:43:10
314 Vladimir Vasilyev (Rússia) / Vitaliy Yevtyekhov (Ucrânia) MINI 57:44:32
317 Boris Garafulic (Chile) / Gilles Picard (França) MINI 58:20:13
330 Federico Villagra (Argentina) / Jorge Perez Companc (Argentina) MINI 59:05:50
322 Adam Malysz (Polônia) / Rafal Marton (Polônia) OVERDRIVE 60:43:29
321 Patrick Sireyjol (França) / Francois-Xavier Beguim (Bélgica) BUGGY 61:34:18
371 Pierre Lachaume (França) / Jean Michel Polato (França) BUGGY MD RALLYE 62:21:50
342 Aidyn Rakhimbayev (Cazaquistão) / Vladmir Demyanenko (Rússia) OVERDRIVE 63:17:58
312 Ronan Chabot (França) / Gilles Pillot (França) SMG 63:38:26
337 Stephan Schott (Alemanha) / Holm Schmidt (Alemanha) MINI 64:10:36
356 Juan Silva (Argentina) / Tomislav Glavic (Croácia) MERCEDES  65:32:15
345 Jun Mitsuhashi (Japão) / Alain Guehennec (França) TOYOTA 65:39:24
308 Lucio Alvarez (Argentina) / Bernardo Graue (Argentina) FORD 66:55:59
354 Eric Bernard (França) TRIO II 67:05:25
344 Nicolas Gibon (França) / Akira Miura (Japão) TOYOTA 67:07:15
404 Thomas Rundle (África do Sul) / Juan Mohr (África do Sul) TOYOTA 68:34:20
338 Isabelle Patissier (França) / Thierry Delli-Zotti (França) BUGGY 68:36:49
325 Erik Van Loon (Holanda) / Wouter Rosegaar (Holanda) HRX 70:25:19
311 Bernhard ten Brinke (Holanda) / Matthieu Raumel (França) HRX 71:56:28
408 Rodrigo Javier Moreno Piazzoli (Chile) / Jorge Gabriel Araya Diaz (Chile) TOYOTA 72:47:06
358 Marco Bulacia (Bolívia) / Ruben Garcia (Argentina) TOYOTA 73:36:39

Fotos:

Fotos: Dakar.com

Patrocínio:
planatina_projeto_gif