GP dos Estados Unidos de 1991

Grid de Largada:

1. Ayrton Senna (Mclaren-Honda) 1:21.434 – 163,568 Km/h
2. Alain Prost (Ferrari) 1:22.555 – 161.347 Km/h
3. Riccardo Patrese (Williams-Renault) 1:22.833 – 160.805 Km/h
4. Nigel Mansell (Williams-Renault) 1:23.218 – 160.062 Km/h
5. Nelson Piquet (Benetton-Ford) 1:23.384 – 159.743 Km/h
6. Jean Alesi (Ferrari) 1:23.519 – 159.485 Km/h
7. Gerhard Berger (Mclaren-Honda) 1:23.742 – 159.060 km/h
8. Roberto Moreno (Benetton-Ford) 1:23.881 – 158.796 Km/h
9. Emanuele Pirro (Dallara-Judd) 1:24.792 – 157,090 Km/h
10. J.J. Lehto (Dallara-Judd) 1:24.891 – 156.907 Km/h
11. Stefano Modena (Tyrrell-Honda) 1:25.065 – 156.586 Km/h
12. Martin Brundle (Brabham-Yamaha) 1:25.385 – 155.999 Km/h
13. Mika Hakkinen (Lotus-Judd) 1:25.448 – 155.884 Km/h
14. Bertrand Gachot (Jordan-Ford) 1:25.701 – 155.424 Km/h
15. Pierluigi Martini (Minardi-Ferrari) 1:25.715 – 155.399 Km/h
16. Saturo Nakajima (Tyrrell-Honda) 1:25.752 – 155.332 Km/h
17. Nicola Larini (Lamborghini) 1:25.791 – 155.261 Km/h
18. Ivan Capelli (Leyton House-Ilmor) 1:26.121 – 154.666 Km/h
19. Eric Bernard (Lola-Ford) 1:26.425 – 154.122 Km/h
20. Thierry Boutsen (Ligier-Lamborghini) 1:26.500 – 153.988 Km/h
21. Aguri Suzuki (Lola-Ford) 1:26.548 – 153.903 Km/h
22. Gabriele Tarquini (AGS-Ford) 1:26.851 – 153.366 Km/h
23. Mauricio Gugelmin (Leyton House-Judd) 1:26.895 – 153.341 Km/h
24. Mark Blundell (Brabham-Yamaha) 1:26.915 – 153.253 Km/h
25. Michele Alboreto (Footwork-Porsche) 1:27.015 – 153.077 Km/h
26. Gianni Morbidelli (Minardi-Ferrari) 1:27.042 – 153.030 Km/h

Não Classificaram para a Corrida:

Erik Comas (Ligier-Lamborghini) 1:27.159 – 152.824 Km/h
Alex Caffi (Footwork-Porsche) 1:27.519 – 152.196 Km/h
Stefan Johansson (AGS-Ford) 1:27.753 – 151.790 Km/h
Julian Bailey (Lotus-Judd) 1:28.570 – 1:50.390 Km/h
Andrea De Cesaris (Jordan-Ford) 1:52.371 – 118.536 Km/h
Pedro Chaves (Coloni-Ford) 1:52.547 – 118.351 Km/h
Olivier Grouillard (Fondmetal-Ford) 1:53.560 – 117.295 Km/h
Eric Van de Poele (Lamborghini) 1:58.480 – 112.424 Km/h

Senna Vence em Phoenix e Larga na Frente no Campeonato.

O Único momento que os adversários viram Senna foi na Largada.
O Único momento que os adversários viram Senna foi na Largada.

Na primeira corrida de 1991, Ayrton Senna mostrou o do por que é principal Favorito ao titulo dessa temporada, na Largada Senna manteve a ponta seguido de Prost e das Williams de Mansell e Patrese, Sem nenhum incidente na largada. Alesi antes de terminar a primeira volta passa Patrese e assumia a 4ºPosição. Enquanto Mansell iria pra cima de Prost, Patrese ficava pressionado por Berger na briga pelo 5ºLugar. Senna nas primeiras 4 Voltas já abria uma vantagem tranquila em Relação ao seu perseguidor Alain Prost que tinha abrido um pouco de vantagem em cima de Mansell que vinha um pouco afastado e um pouco longe de Mansell estavam Alesi, Patrese por perto e Berger, e Depois a Benetton de Piquet. Eric Bernard na 4ªVolta era o primeiro desistente da Corrida com o seu modesto Lola-Ford Piquet, Moreno e Modena estavam disputando a 7ªPosição de maneira Feroz. Mika Hakkinen que Fazia sua estréia com a Lotus, teve problemas e acabou parando na pista, mas conseguindo voltar a corrida, O Pega da Corrida até aquele momento era a disputa pelo 4ºLugar entre o Jovem Alesi de Ferrari e o Experiente Patrese de Williams. Numa feroz briga Alesi conseguia manter a Frente de Patrese que não conseguia aproveitar a Potência do Renault V10, tanto é que Patrese por pouco não foi para o Muro. Já Berger vinha numa afastada 6ªPosição. e com Piquet, Moreno e Modena se aproximando de Berger para lutar pela posição com o Austríaco da Mclaren, Voltas antes Brundle tinha problemas na sua parada de Troca de Pneus. Enquanto isso Senna estava muito na Frente de Prost e companhia, com uma vantagem segura. Naquela altura do Campeonato só mesmo o Muro poderia impedir a 27ªVitória do Piloto Brasileiro da Mclaren.

Em 13 Voltas a Classificação Era : 1. Senna, 2. Prost, 3. Mansell, 4. Alesi, 5. Patrese, 6. Berger, 7. Piquet, 8. Moreno, 9. Modena e em 10. Pirro, mas muito longe até do 9º que era Modena, enquanto isso Mika Hakkinen estava tendo uma estreia pra lá de Ruim, problemas no seu volante ele teve que ir aos boxes e voltou à pista, totalmente defasado na corrida, que só serviria a partir daquele momento para acumular quilometragem e Patrese conseguiu depois de algumas voltas de pressão em cima de Alesi passar o Francês e assumir o 4ºLugar. Morbidelli na volta 15 tinha problemas na sua Minardi M191 e deixava a corrida. Volta depois foi à vez de Pirro deixar a corrida também quando estava na 10ªPosição. Ambos problemas de Câmbio. Capelli assumiria a 10ºPosição, depois em 11º o Belga Bertrand Gachot com a Debutante equipe Jordan, Nakajima em 12º, Martini em 13º, Boutsen em 14º, Mauricio Gugelmin em 15º, depois Larini com o Lamborghini em 16º, Tarquini em 17º eram os 17 primeiros na corrida. Isso depois de 16 Voltas. Prost continuava sua briga com Prost pela segunda posição. Mas ainda sem ameaçar de Forma definitiva o Francês Prost com a Ferrari, ao Contraio, Patrese era que vinha para cima de Mansell querendo o 3ºLugar.

Boutsen em Phoenix
Boutsen em Phoenix

Na Volta seguinte ambos da Williams se aproximam de Alain Prost pelo segundo lugar. e vinha pela Frente 2 retardatários que quase complicaram Prost, enquanto isso Berger começava a se aproximar de Alesi, Na Volta 20 na Tentativa de ultrapassagem de Patrese a Williams por pouco não perde os dois pilotos da Corrida, Patrese passou reto e perdeu muito tempo, por sorte dele Havia uma área de scape para consertar. Mansell também teve habilidade para não bater em seu companheiro de equipe. Mas ficava mais naquele momento para Alesi e Berger na briga pelo 3ºposto. Já Patrese caiu para a 6ºPosição. Apos 22 voltas. 4 Carros já tinham abandonado a corrida, Bernard (Lola) Letho e Pirro (Dallara) e Morbidelli (Minardi). Patrese encostava de novo em Alesi e Berger pela briga do 4ºLugar na Volta 24, Alesi tentou na reta oposta ultrapassar Berger, só que não conseguiu, era bom ter pontos visíveis de ultrapassagem que tinha nessa pista. a Briga continuava sempre na Mesma Ordem, Alesi, Berger e Patrese, na Frente com uma Frente segura estava Mansell e longe lá atrás vinha Nelson Piquet. na Volta 27 a Classificação continuava a mesma dos 10 primeiros fazia algumas voltas: Senna, Prost, Mansell, Alesi, Berger, Patrese, Piquet, Moreno, Modena e Capelli. Patrese recuperava a 5ºPosição em cima de Berger na Volta Seguinte e viria a caça de Alesi.

Ninguém falava nada de Senna pois ele sobrava na turma , tinha mais de 15 segundos em cima de Prost e ai Senna só administrava a corrida, tão fácil que estava para o Bicampeão. Enquanto isso nada acontecia, só uma fritadinha de pneu de Satoru Nakajima que estava no Pilotão de Trás da Corrida. Na Volta 34 Hakkinen e Blundell Rodavam, sem nenhum tipo de toque ou nada Disso, os dois rodaram até em uma sequência bonita, pena que para Blundell não foi bonita a ponto de continuar na corrida, ele encostou ai mesmo, Mas Hakkinen bravamente voltou para a corrida. e Mansell na Volta 35 acabava de abandonar a corrida, com problemas de Câmbio, Mansell foi muito gentil com os comissários de pista e empurrou seu carro até um local seguro. Com isso Senna tinha menos um adversário na corrida para incomodar a já muito consolidada vitória de Senna, Na Volta Seguinte a do Abandono de Mansell, Berger tem problemas e também abandona, Pheonix começava a se Fazer Cruel demais para os equipamentos. e que se agradeça pelo tempo não estar ensolarado, se não as coisas seriam bem piores para os equipamentos e o número de Quebras seria bem mais dramática.

A Estreia da Jordan na Formula 1
A Estreia da Jordan na Formula 1

Com 36 Voltas a Classificação Mudava e Piquet já estava nos pontos: 1. Senna, 2. Prost, 3.Alesi, 4. Patrese, 5. Piquet. Na sua parada de pits, Nicola Larini que vinha bem com a Estreante Lamborghini tinha problemas na colocação do seu pneu, essa perda de tempo custaria muito caro no final da corrida. Já na Frente Alesi e Patrese Brigavam duro pela 3ª Posição. a Volta 41 marcou o abandono de dois pilotos, Ivan Capelli com a Leyton House e Thierry Boutsen com a Ligier-Lamborghini (Mal Sabia o Fogo que seria a temporada dele, e pensar que estava com um Williams em 90). Alesi fazia sua parada de Pit. 15 Carros continuavam na corrida, isso depois do abandono de Alboreto, Prost foi para a sua parada de pits. Mas teve problemas no seu pit que acabou sendo um pit demorado demais, 15 segundos parado. Com 46 Voltas completadas: Senna sempre Lider, com Patrese em 2º com a Williams, depois vinha a dupla da Benetton, Piquet e Moreno em 3º e 4º, dois brasileiros e depois Modena com a Tyrrell-Honda V10 em 5º e Prost em 6º. Senna finalmente nos pits na 47ªVolta. e Nem sinal de Patrese, já que a vantagem era colossal em relação ao Italiano e a todos os outros adversários, Prost, Alesi, Piquet, Moreno e Modena. e depois os outros mortais na Corrida (Nakajima, Suzuki, Larini, Tarquini, Martini, Gachot, Brundle e Hakkinen). Faltando 32 Voltas para o Final da Corrida, acidente Patrese Rodou e Moreno não conseguiu desviar a Tempo de evitar a batida, fim de corrida para Ambos, e menos dois na briga. a Corrida ficava boa para os Experientes Prost e Piquet e quem diria, Modena estava muito bem na corrida. Senna liderava após 50 voltas, Nelson Piquet em 2º fazendo Dobradinha Brasileira naquele Momento, Alesi em 3º, Modena em 4º e Alesi em 5º. Piquet adotou a Tática de não parar, por isso estava posicionado na 2ªPosição.

Agora um problema para os Fiscais era o Carro de Patrese preso e que poderia provocar um outro acidente, já que estava em posição perigosa na pista. Prost buscava passar Modena, com muito mais carro e pneu o Professor conseguiu a ultrapassagem em cima de Modena e assumia a 4ªPosição, mas não foi tão fácil assim, Modena fez o que pode para ficar na Frente de Prost, fechou o Tri-Campeão Prost na primeira tentativa dele, Já na outra tentativa Prost conseguiu a ultrapassagem. e Depois de tantas tentativas os comissários deixavam o carro de Patrese naquela posição perigosa, e mandou um recado visual para os 13 competidores ainda na corrida, Vocês que se danem e se viram para passar por essa dificuldade ai. apesar dos Fiscais mostrarem a bandeira amarela para os outros pilotos avisando do perigo. Muita coisa mudava menos a 1ºPosição que era de um só dono, Ayrton Senna. Na Volta 54 quase acontece um acidente com Alesi e com Piquet, Bertrand Gachot acabou rodando na frente de Alesi e voltava na frente de Piquet, e por pouco não provoca mais um acidente com a Única Jordan que Largou, já que De Cesaris não largou devido a problemas em seu carro na Pré-qualificação. Alesi 2º, Piquet em 3º e Prost em 4º lutavam pelo melhor do Resto, Modena em 5º estava na espera pra ver o que sobrava, já que não tinha um equipamento a altura de brigar com Ferrari e Benetton. e Depois de muita luta a 22 voltas do Final Mika Hakkinen parava sua Lotus e abandonava sua duríssima estreia na Formula 1. Enquanto isso Piquet Buscava Alesi, mas Prost vinha mais rápido e buscava o 3ºPosto da corrida.

Prost fazendo a corrida na dele acabou em 2º
Prost fazendo a corrida na dele acabou em 2º

Para Senna a Corrida já tinha acabado, era só levar seu Mclaren-Honda a 1ªVitória no ano de maneira bastante tranquila. Mas o segundo lugar tava bem aberto, Alesi via cada vez mais próximo Piquet e Prost, uma grande briga estava por vir pelo 2º lugar. Mas Alesi parece ter errado a Marcha e perdeu posições para Piquet e Prost, já Prost colocou por dentro e passou Piquet e assumiu o 2ºLugar. Mas se viu depois de meia Volta que Alesi não errou nada não, o Seu carro já vinha com problemas e começou a andar devagar. e restando umas 10 voltas para o Final de corrida Alesi viria o sonho de terminar bem acabar com o Fumo do Motor, tanto é que Modena chegava nele. e apesar do Melhor carro, O Motor já impossibilitava ele de ficar muito tempo na Frente do Italiano da Tyrrell. Na Volta 71 a Classificação era: Senna, Prost, Piquet, Alesi (Com Sérios Problemas de Motor?) e Modena os 5 primeiros. e a 10 Voltas do Final Modena iria para a 4ºposição e o carro de Alesi acabava indo para o Espaço, Mesmo assim Alesi tentaria chegar com o carro para quem sabe ficar ainda em 5ºLugar, posição que ele tinha nesse momento. Mas na volta seguinte Alesi acabou abandonando e assim deixando a corrida, um desastre para quem fazia uma corrida tão boa, em 2ºLugar até acusar problemas em seu carro, Na Frente de Feras como Piquet e Prost.

Tyrrell tem bons resultados em Phoenix com os Honda v10 Campeões na Mclaren em 1990
Tyrrell tem bons resultados em Phoenix com os Honda v10 Campeões na Mclaren em 1990

Modena estava em 4º e Nakajima que vinha de Trás ficou quieto, não querendo nada aparecendo em 5ºLugar e Aguri Suzuki mantendo a Boa forma de 1990 ficava com a 6ºPosição com seu Lola-Ford logo depois de Martini acabava abandonando a corrida, e vinha para um ótimo Sexto Lugar e junto, na Mesma volta o Belga Bertrand Gachot e curiosamente parou na mesma posição. Com isso Suzuki Ficava com o 6ºLugar após lagar da nebulosa 21ªposição de Grid de Largada, Já Larini estava em 7ºLugr, aquele tempo perdido na sua parada acabou fazendo perder a chance de lutar pelo pontinho na estréia da Lamborghini como equipe. em 8ºEstava o Lutador Gabriele Tarquini com a nanica AGS, Mas de resto, não houve mais nada na corrida. Senna só administrou a sua enorme vantagem e venceu, com Prost em 2º com a Ferrari e Piquet numa corrida de paciência chegando em 3º. Modena também merece parabéns por ter feito corrida tão boa chegando em 4º a apenas 8 segundos atrás de Piquet e 9 Atrás de Ferrari, Nakajima conseguia 2 pontos após largar de 16ºLugar (E Falam que ele é ruim, tá longe disso o Naka San) e Suzuki (Outro Japonês Bom!) Terminava em 6º apenas 9 Viram a Bandeirada, sendo que acabou classificados 12 carros, pois eles completaram 90% de Corrida.

Vídeo da pré-classificação:

Fotos:

 

View post on imgur.com

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

 

Marussia – Avaliação dos pilotos

Jules Bianchi - 17
Jules Bianchi – 17

Jules Bianchi
País: França
Data de Nascimento: 3 de agosto de 1989
Currículo:

Em 2007 estreou no automobilismo de Formula correndo a Formula Renault 2.0 Francês e Eurocup de Formula Renault 2.0, Em 2008 e 2009 correu o Euroseries de Formula 3 além de também correr a Formula 3 inglesa e a Formula Renault 3.5 Series.

Em 2009-10 e 2011 disputou a Formula GP2 Series e a GP2 Asia Series, Em 2011 foi teste Driver da Ferrari, Em 2012 Bianchi disputou a World Series da Renault e acabou como o vice-campeão, Em 2013 esteve a portas de entrada de correr na Force India aonde foi o piloto de testes em 2012, Mas perdendo a vaga na Force India para Sutil acabou tendo de entrar na Marussia em 2013 devido a um problema de pagamento de patrocinadores de Luiz Razia, Com isso o Francês fez sua primeira temporada no time russo aonde ele continua para 2014.

Grandes Prêmios: 153
Vitórias: 22
Poles: 26
Pódios: 55
Melhores voltas: 33

Na Formula 1:

Grandes Prêmios: 19
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos na Carreira: 0 Pontos
Pontuação de 61 a 90: 0 Pontos
Pontuação de 91 a 2002: 0 Pontos
Pontuação de 2003 a 2009: 0 Pontos
Pontuação de 2010 a 2013: 0 Pontos
Melhores voltas: 0
Equipes:
Marussia (2013)

Títulos:

2007 Campeão Francês da Formula Renault 2.0
2008 Masters of Formula 3
2009 Formula 3 Euroseries

Em 2013: Foi o 19ºcolocado na Formula 1 pela Marussia

Avaliação do Piloto:

Jules Bianchi é sem dúvida um dos melhores pilotos dessa nova geração na Formula 1, O Francês fez belíssimas atuações e impressionou mesmo com um carro muito inferior ao da concorrência e que ajudou a Marussia a terminar o mundial de construtores de 2013 em 10ºlugar o que fez a Marussia a ter o dinheiro dos direitos de Televisão. Para esse ano saíram os Fracos e obsoletos motores Cosworth e entraram os Rápidos motores Ferrari que parecem estarem bem e que podem levar a Marussia a subir de colocação no mundial de construtores e de marcar seus primeiros pontos na sua história. Bianchi deve levar o time a bons desempenhos nessa temporada de 2014.

Max Chilton – 4

Max Chilton
País: Inglaterra
Data de Nascimento: 21 de Abril de 1991
Currículo:

Correu de T Cars em 2005 e em 2006, Em 2007 disputou três Categorias, A Star Mazda, A Le Mans Series e a Formula 3 Inglesa, Chilton tem uma experiência em categorias de carros de Turismo/Endurance, Na Formula 3 Inglesa Chilton correu por 3 temporada (2007,2008 e 2009) Além disso em 2009 correu Na World Series da Renault, a partir de 2009-10 disputou a Formula Gp2 Asia Series e consequentemente em 2010 até 2012 a Formula GP2 Series de onde acabou na última temporada em 4ºlugar com a Marussia Carlin Gp2 Team, No ano seguinte foi ingressado na Formula 1 pela equipe Marussia onde ele foi o Test Driver em 2012.

Currículo na Carreira:

Grandes Prêmios: 152
Vitórias: 10
Poles: 15
Pódios: 29
Melhores Voltas: 3

Na Formula 1:

Grandes Prêmios: 19
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos na Carreira: 0 Pontos
Pontuação de 61 a 90: 0 Pontos
Pontuação de 91 a 2002: 0 Pontos
Pontuação de 2003 a 2009: 0 Pontos
Pontuação de 2010 a 2013: 0 Pontos
Melhores voltas: 0
Equipes:
Marussia (2013)

Títulos:

Não conquistou títulos em sua Carreira
Seu melhor Resultado foi o Vice-campeonato da T Cars em 2006.

Em 2013: Em 23ºlugar no mundial de Formula 1 pela Marussia

Avaliação do piloto:

Se analisamos num contexto prático Chilton é o piloto mais fraco da Formula 1, Isso foi demonstrado em 2013 com a sua falta de capacidade para duelar até mesmo com seu companheiro de equipe, Mas em um dado Chilton foi eficiente, Ele conseguiu terminar 19 das 19 corridas em 2013, Somente ele, Kimi Raikkonen em 2012 e Michael Schumacher em 2002 conseguiram esse feito. Algo que deve ser relevado, além de não fazer nenhuma grande besteira em seu ano de Estreia, Para 2014 espero um Chilton que pode melhorar, Mas pode não passar muito daquela realidade de um piloto sem grande Brilho como em 2013. Só resta esperar para que o Piloto Inglês de 22 anos pode aprontar.

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Caterham : Avaliação dos Pilotos

Marcus Ericsson – 9

Marcus Ericsson
País: Suécia
Data de Nascimento: 2 de Setembro de 1990
Currículo:

Formula BMW da Inglaterra em 2007
Formula 3 Inglesa em 2008 e 2009
Formula 3 do Japão em 2009
GP2 Asia Series nas temporadas de 2009-10 e de 2011
GP2 Series de 2010 a 2013

Currículo no total de sua carreira

Grandes Prêmios: 156
Vitórias: 19
Poles: 21
pódios: 45

Títulos:

Campeão da Formula BMW inglesa em 2007
Campeão da Formula 3 Japonesa em 2009

Em 2013: 6ºlugar na GP2 Series com 121 pontos

Avaliação do Piloto:

Depois de 23 anos a Suécia tem seu representante na Formula 1, um país que teve pilotos como Ronnie Peterson, Gunnar Nilsson e Stefan Johansson o piloto Marcus Ericsson não parece ser um piloto a altura, É um piloto irregular, Ele vive alguns momentos belíssimos com outros momentos de barbeiragens na GP2 como um incidente com seu companheiro de equipe na antiga Isport em 2011 que naquela Época era o Sam Bird. O que se espera do Sueco é um desempenho pelo menos acima dos pilotos Charles Pic e Giedo van der Garde que eram o time da Caterham em 2013. Ericsson tem a responsabilidade de ser o único piloto que subiu da GP2 Series para a Formula 1 de 2013 para 2014.

Kamui Kobayashi – 10

Kamui Kobayashi
País: Japão
Data de Nascimento: 13 de Setembro de 1986
Currículo:

Começou sua carreira em 2003 na Formula Toyota.
Em 2004 correu na Formula Renault 2000 da Holanda, Formula Renault Asiática e Formula 3 Alemã
Em 2004-2005 correu a Formula Renault 2.0 na Itália e em 2005 correu o Europeu da Formula Renault 2.0
de 2006 a 2007 correu a Formula 3 Euro Series, em 2008 e 2009 na GP2 Asia Series e no mesmo período correu a GP2 Series
No mesmo ano Foi reserva na Toyota, Com o Acidente de Timo Glock no GP do Japão acabou correndo as duas provas finais da temporada de 2009 pela Toyota.
De 2010 a 2012 Kobayashi Correu pela equipe Sauber, Em 2013 o piloto sai da Formula 1 e corre pela AF Corse no WEC. Nesse ano volta a Formula 1 pela Caterham.

Currículo no total de sua carreira:

Grandes Prêmios: 234
Vitórias: 22
Poles: 24
Pódios: 48*

* Números podendo não serem corretos pois o Wikipedia não forneceu todos os números possíveis.

Na Formula 1:

Grandes Prêmios: 60
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 1
Pontos na Carreira: 125 Pontos
Pontuação de 61 a 90: 15 Pontos
Pontuação de 91 a 2002: 15 Pontos
Pontuação de 2003 a 2009: 47 Pontos
Pontuação de 2010 a 2013: 132 Pontos
Melhores voltas: 1
Equipes:
Toyota (2009)
Sauber (2010 a 2012)

Títulos:

Formula Renault 2.0 Itália em 2005
Eurocup Formula Renault 2.0 em 2005
GP2 Asia Series temporada 2008-09

Em 2013: 5ºlugar nas Le Mans 24 Hours e 7ºlugar no WEC pela AF Corse

Avaliação do piloto:

Depois de um 2013 fora do Circo para a alegria dos torcedores e do espetáculo o Japonês kamui Kobayashi volta a Formula 1 dessa vez vestido de verde e Branco da Caterham. O time comandado por Tony Fernandez fez uma bela escolha em termos de piloto para dar a grande virada da equipe na Formula 1, Koba pode não ser o melhor piloto em temos de constância, Mas de Arrojo será um dos pilotos mais arrojados do Grid, Isso que ele mostrou nos seus tempos de Sauber sempre lutando, Fazendo grandes ultrapassagens e quando as coisas davam certo a recompensa era grande como o pódio no GP do Japão em 2012 chegando em 3ºlugar. Se a Caterham fez um bom carro e os problemas do motor da Renault forem resolvidos podemos ver uma grande temporada do Piloto Japonês que pela experiência que ele tem de 3 temporadas na Formula 1 deverá liderar o time do carro Verde para um resultado melhor em 2014 do que o último lugar que eles obtiveram em 2013.

Álbum de Figurinhas da Formula 1 de 1989

Se pensam que a Formula 1 nunca teve seu álbum de figurinhas você esta enganado, pois em 1989 tivemos pela primeira vez um álbum de figurinhas sobre Formula 1, isso na temporada de 1989. Incrível as informações que se tem desse álbum sobre as equipe e os pilotos. não esta tudo certo, mas pelo menos tem muita informação em relação a época que ele foi lançado:

Veja todas as paginas desse álbum:

pagina_1.jpg

pagina_2.jpg

pagina_3.jpg

pagina_4.jpg

pagina_5.jpg

pagina_6.jpg

pagina_7.jpg

pagina_8.jpg

pagina_9.jpg

pagina_10.jpg

pagina_11.jpg

pagina_12.jpg

pagina_13.jpg

pagina_14.jpg

pagina_15.jpg

pagina_16.jpg

pagina_17.jpg

pagina_18.jpg

pagina_19.jpg

pagina_20.jpg

pagina_21.jpg

pagina_22.jpg

pagina_23.jpg

pagina_24.jpg

pagina_25.jpg

pagina_26.jpg

pagina_27.jpg

pagina_28.jpg

pagina_29.jpg

pagina_30.jpg

pagina_31.jpg

pagina_32.jpg

pagina_33.jpg

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Corridas Históricas: GP do Japão de 1990

Iag6s7fo

Lista de Inscritos:

1. Alain Prost (Ferrari F1-90-2 – Ferrari 3.5 V12 – Goodyear)
2. Nigel Mansell (Ferrari F1-90-2 – Ferrari 3.5 V12 – Goodyear)
3. Satoru Nakajima (Tyrrell 019 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
4. Jean Alesi (Tyrrell 019 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
5. Thierry Boutsen (Williams FW13B – Renault 3.5 V10 – Goodyear)
6. Riccardo Patrese (Williams FW13B – Renault 3.5 V10 – Goodyear)
7. David Brabham (Brabham BT59 – Judd 3.5 V8 – Pirelli)
8. Stefano Modena (Brabham BT59 – Judd 3.5 V8 – Pirelli)
9. Michele Alboreto (Arrows A11B – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
10. Alex Caffi (Arrows A11B – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
11. Derek Warwick (Lotus 102 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
12. Johnny Herbert (Lotus 102 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
14. Olivier Grouillard (Osella FA1ME – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
15. Mauricio Gugelmin (Leyton House CG901 – Judd 3.5 V8 – Goodyear)
16. Ivan Capelli (Leyton House CG901 – Judd 3.5 V8 – Goodyear)
17. Gabriele Tarquini (AGS JH25 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
18. Yannick Dalmas (AGS JH25 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
19. Roberto Moreno (Benetton B190 – Ford HB 3.5 V8 – Goodyear)
20. Nélson Piquet (Benetton B190 – Ford HB 3.5 V8 – Goodyear)
21. Emanuele Pirro (Dallara BMS – 190-Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
22. Andrea de Cesaris (Dallara BMS – 190-Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
23. Pierluigi Martini (Minardi M190 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
24. Gianni Morbidelli (Minardi M190 – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Pirelli)
25. Nicola Larini (Ligier JS33C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
26. Philippe Alliot (Ligier JS33C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)
27. Ayrton Senna (McLaren MP4/5B – Honda 3.5 V10 – Goodyear)
28. Gerhard Berger (McLaren MP4/5B – Honda 3.5 V10 – Goodyear)
29. Éric Bernard (Lola LC90 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
30. Aguri Suzuki (Lola LC90 – Lamborghini 3.5 V12 – Goodyear)
31. Bertrand Gachot (Coloni C3C – Ford Cosworth DFR 3.5 V8 – Goodyear)

Treino Oficial do GP do Japão de 1990

Depois de 14 corridas Ayrton Senna, 78 pontos e Alain Prost com 69 Pontos teriam 2 corridas pela Frente para decidirem o mundial de 1990. A Classificação do GP do Japão seria a primeira etapa de uma das decisões mais controversas e rápidas da Formula 1.

Ao começar os treinos de Sábado Senna tinha o 3ºtempo, 1:38.828, Prost com 1:38.684 era o 2ºcolocado, Berger era o primeiro com 1:38.374, Mansell e Boutsen completavam a lista dos 5 primeiros colocados, Nakajima em 10ºlugar e Suzuki em 11º, Alesi tinha feito o 6ºtempo, mas acabou batendo forte e acabou por não participar dos treinos de Sábado.

Começava o Treino eram 30 pilotos tentando 26 vagas no Grid de largada. De cara a Larrousse de Suzuki foi para a pista tentar melhorar seu tempo que já era muito boa, em sua primeira volta Suzuki fez 1:41.703. Aos poucos outros carros foram para o Grid como Pirro com a sua Dallara,

Nakajima já estava também se preparando para entrar na pista, o Treino começava a esquentar para que as estrelas da corrida (Senna e Prost) entrasse na pista o Asfalto já estaria ideal para eles virarem os melhores tempos.

Nakajima também abriu sua volta com a Tyrrell-Ford e ele fez 1:41.114 a 1 milésimo do melhor tempo que ele tinha feito sexta-feira, com isso a Classificação estava assim:
1. Berger (1:38.374), 2.Prost (1:38.684) 3.Senna (1:38.828), 4.Mansell (1:38.969), 5. Boutsen (1:39.577) 6. Alesi (1:40.052), Nakajima estava em 10ºlugar. Claro que depois de uma volta os pilotos voltavam lentos para os boxes.

O primeiro dos grandes que iriam para a pista era Nigel Mansell com a Ferrari, Enquanto isso a Pirelli lixava seus pneus para que os pilotos que usavam o seu composto de borracha tentassem uma melhor classificação. Mansell veloz como sempre completava a sua primeira volta em 1:38.742 que o deixava em 3ºlugar, na Frente de Ayrton Senna.

Com 20 minutos de Treino a pista já estava cheia de carros e Finalmente Ayrton Senna foi para a pista melhorar seu tempo. O líder do Campeonato, um ídolo para os japoneses estava tentando tomar a pole de seu companheiro de equipe, o Austríaco Gerhard Berger. Já David Brabham parava fora da pista com o Brabham-Judd.

Enquanto isso Senna abria a sua volta, Com o seu Mclaren-Honda ele acelera o máximo e Faz 1:37.541 praticamente 8 décimos mais rápido que o Tempo de seu companheiro de equipe Gerhard Berger, Com isso Senna assumia a primeira posição e a Mclaren-Honda fazia dobradinha no grid na primeira Fila.

Classificação era Senna, Berger, Prost, Mansell, Boutsen e Alesi. Quem não estava nada Feliz com isso era a Ferrari e Alain Prost que iria a pista tentar roubar a ponta de Senna, Praticamente com metade do treino já feito Todo mundo já tinha entrado na pista.

Thierry Boutsen completava a sua volta e só por curiosidade, na reta que leva para a chicane antes da linha de Chegada Boutsen alcançava 292 km/h, Senna na melhor volta dele fazia 301 Km/h E no final da volta Boutsen fazia 1:38.545, Quando entrava para a pista Alain Prost com sua Ferrari, O Adversário De Senna pelo campeonato.

Um minuto depois Berger também foi para a pista melhorar seu tempo, até quem sabe tomar a pole de Senna o Tempo é bem próximo, mas com 1:38.118 Berger ratificava apenas a segunda posição, mas tinha que aguardar Alain Prost em sua volta voadora, Ele tinha menos potência mais um chassi melhor, Prost fazia 1:38.180 e ficava a centésimos atrás de Berger e continuava em 3ºlugar.
Classificação : 1. Senna (1:37.541), 2.Berger (1:38.118), 3. Prost 1:38.180, 4. Mansell 1:38.742, 5. Boutsen 1:39.565, 6. Alesi 1:40.052. Nakajima tentava melhorar seu tempo, ele estava em 12ºlugar. Mas só faz 1:41.513 e fica acima do tempo que ele tinha Já Aguri Suzuki tem melhor sorte nessa segunda tentativa fazendo o tempo de 1:40.887, Que leva Suzuki ao 9ºlugar. Nelson Piquet estava em 6ºlugar e acabou melhorando sua marca para 1:40.049, três décimos a frente de Jean Alesi, Boutsen melhorou sem tempo, Mas manteve o 5ºlugar. enquanto isso Nigel Mansell foi para a sua segunda tentativa.

G6cguxzw

Junto de Patrese que fez 1:40.664 com esse tempo Patrese estava longe dos 6 primeiros colocados. Mansell fazia uma volta de arrepiar e por pouco não tira a pole de Senna fazia 1:37.713, perto do 1:37.541 de Senna.

Classificação: Senna (1:37.541), Mansell (1:37.719), Berger (1:38.113), Prost (1:38.180), Boutsen (1:39.324), Piquet (1:40.049), Alesi (1:40.052) Depois vinham Moreno, Patrese e Suzuki completando os 10 primeiros colocados, Mas os últimos minutos a disputa final estava entre Senna e Prost pela pole. Prost precisava fazer uma grande volta e Senna tentar confirmar a Pole. Berger também estava na pista para tentar voltar a primeira fila. Vários pilotos tentavam melhorar seu tempo não só os da frente, Mas da turma do desespero que precisava garantir um lugar entre os 26 no Grid de Largada.

Covgvq48

Senna fazia a sua segunda tentativa e Prost Também era a batalha da pole Senna acelera forte e fazia 1:36.996, e Prost fazia 1:37.228, a primeira fila seria novamente deles dois. Mansell e Berger na segunda fila e Boutsen e Piquet na terceira. Com as vagas definidas do Grid (Não se classificaram: Grouillard, Tarquini, Dalmas e Gachot) O Grid ficava assim.

Grid de largada do GP do Japão de 1990:

1 Ayrton Senna (McLaren/Honda) 1’36.996
2 Alain Prost (Ferrari) 1’37.228
3 Nigel Mansell (Ferrari) 1’37.719
4 Gerhard Berger (McLaren/Honda) 1’38.118
5 Thierry Boutsen (Williams/Renault) 1’39.324
6 Nelson Piquet (Benetton/Ford) 1’40.049
7 Riccardo Patrese (Williams/Renault) 1’40.355
8 Roberto Moreno (Benetton/Ford) 1’40.579
9 Aguri Suzuki (Lola/Lamborghini) 1’40.888
10 Pierluigi Martini (Minardi/Ford) 1’40.899
11 Derek Warwick (Lotus/Lamborghini) 1’41.024
12 Ivan Capelli (Leyton House/Judd) 1’41.033
13 Satoru Nakajima (Tyrrell/Ford) 1’41.078
14 Johnny Herbert (Lotus/Lamborghini) 1’41.588
15 Mauricio Gugelmin (Leyton House/Judd) 1’41.698
16 Éric Bernard (Lola/Lamborghini) 1’41.709
17 Nicola Larini (Ligier/Ford) 1’42.339
18 Emanuele Pirro (Dallara/Ford) 1’42.361
19 Gianni Morbidelli (Minardi/Ford) 1’42.364
20 Philippe Alliot (Ligier/Ford) 1’42.593
21 Stefano Modena (Brabham/Judd) 1’42.617
22 David Brabham (Brabham/Judd) 1’43.156
23 Alex Caffi (Arrows/Ford) 1’43.270
24 Michele Alboreto (Arrows/Ford) 1’43.304
25 Andrea de Cesaris (Dallara/Ford) 1’43.601

Não se Classificaram para a Corrida:

– Olivier Grouillard (Osella/Ford) 1’43.782
– Gabriele Tarquini (AGS/Ford) 1’44.281
– Yannick Dalmas (AGS/Ford) 1’44.410
– Bertrand Gachot (Coloni/Ford) 1’45.393

Não largou:

– Jean Alesi (Tyrrell/Ford) 1’40.052

Piquet volta a vencer depois de 3 anos na Formula 1, Moreno em sua estreia nos times grandes em 2º, Senna Campeão e Suzuki conquistando o 1ºpódio de um Japonês.

A Expectativa para a corrida era total, tendo na 1ªfila Ayrton Senna e Alain Prost, A decisão iria começar! eram 25 pilotos em busca da vitória ou do melhor resultado que fosse possível. Jean Alesi não pode largar com problemas no pescoço, e Olivier Grouillard não foi chamado para substituir Alesi no Grid. portanto só 25 carros no grid de largada.

Zwbnnw3p

Prost largava melhor e foi para a ponta, Mas Senna consegue reagir e parti para cima de Prost, disputar a liderança na primeira curva, Prost foi para Dentro, Mas Senna já estava por dentro. O resultado disso foi que Ambos se chocaram e forma para longe da pista Prost e Senna abandonam. Fim de campeonato, Para Senna era o Bicampeonato e a Vingança feita de tudo aquilo que aconteceu em 1989. Prost ainda esperava que fosse feita uma nova largada, Mas essa ordem de uma nova largada não aconteceu e Senna deu as costas para Prost. Com isso tudo Ayrton Senna com sua Mclaren-Honda era bicampeão do mundo.

Obsvuaw0

Logo no Começo da Segunda volta Berger que tinha a 1ªposição Roda e vai para a caixa de brita, abandonando no mesmo lugar que abandonaram Senna e Prost. com isso tudo Mansell assumiu a ponta, com Piquet e Moreno logo atrás do Inglês. A Tática de Mansell era trocar os pneus, a tática das Benetton eram usar o pneu tipo B, e tentar não parar. Outro que deixava a corrida era Stefano Modena que abandonou a corrida na primeira volta, Classificação após 2 Voltas: 1. Mansell (3:46.023), Piquet (a 1.170), Moreno (a 1.635), Boutsen (a 2.238), Patrese (a 3.043) e Warwick (a 4.280). logo depois vinham Suzuki e Herbert .

Duas substituições estavam sendo feitas nessa corrida, Johnny Herbert que estava de volta a Formula 1 com a equipe Lotus, ele substituía Martin Donnelly que sofria terrível acidente nos treinos do GP da Espanha de formula 1, E Roberto Pupo Moreno que estava na fraquíssima EuroBrun, e devido ao acidente de Helicóptero que acabou amputando uma das mãos de Alessandro Nannini, John Barnard que era o projetista da Benetton convidou Moreno para substituir Nannini. Finalmente o Brasileiro finalmente teria uma real chance de mostrar seu valor na formula 1.

David Brabham com a Sua Brabham-Judd abandonaria na 3ªVolta e Mauricio Gugelmin com sua frágil leyton House-Judd abandonar na volta 6, com problemas de Motor. a Classificação após 7 Voltas: Mansell (12.45.162), Piquet (a 2.218), Moreno (a 3.389), Boutsen (a 5.311), Patrese (a 6.488), Suzuki (a 12.333)

Uv5eevpw

Mesmo com o melhor carro que os Benetton e com pneus mais macios Mansell não conseguia abrir o tempo esperado pra cima das Benetton. Ivan Capelli iria para os Boxes, com problemas na outra Leyton House.

Quem fazia uma Grande corrida até aquele momento era Roberto Pupo Moreno que conseguia acompanhar o ritmo de Nelson Piquet, apesar da pouca experiência em corridas de Formula 1, já que ele só disputou 7 corridas, por que em várias ocasiões ele andava em times que não tinham condições de se classificar.

Outro que fazia uma grande corrida era Aguri Suzuki que já começava a tirar vantagem em cima dos carros da Williams, tanto de Patrese, tanto de Boutsen.

Andrea de Cesaris na volta 14 Rodava na 1ªcurva da pista e abandonava a corrida, era o 4º a abandonar naquele ponto da pista: Os outros três foram Senna, Prost e Berger. Nigel Mansell fazia volta mais rápida, 1:46.399, Classificação após 17 Voltas completadas: Mansell (30.34.172), Piquet (a 4.803), Moreno (a 6.943), Boutsen (a 11.409), Patrese (a 13.000) e Suzuki (a 15.743). Depois vinham Warwick, Herbert, Nakajima e Bernard completando os 10 primeiros colocados.

Outro que deixava a corrida era Gianni Morbidelli com a Minardi que também substituía Paolo Barilla que mostrou um trabalho bastante incompetente no time de Faenza, Morbidelli era o quinto piloto a ir pra caixa de brita da primeira curva, que se mostrava bastante problemática.

Boutsen foi o primeiro dos pilotos de ponta a fazer sua troca, mas Acabaram demorando na troca, um dos pneus deu problema e Boutsen perdeu muito tempo, a parada foi de 13.10, Boutsen estava com os Pneus tipo Bos mesmo das Benetton e de Patrese e isso poderia levar a tática da Benetton ao espaço.

Aos poucos os outros pilotos também foram para as paradas. Warwick foi na mesma volta que Boutsen aos boxes. e Logo Faria a melhor volta da corrida na volta 23 com o tempo de 1:46.042. isso devido a ter trocado os pneus, já que não era pelo motor Lamborghini e nem pelo carro da Lotus 102 que fizeram ele dar essa magnífica volta.

Mansell começava a apertar o ritmo de vez. A diferença dele para Piquet já estava em 8 segundos, Outro que fazia sua troca era Johnny Herbert que estava na 5ªposição na volta 24. Aguri Suzuki foi para os boxes também, e com uma boa troca da Larrousse Suzuki volta a corrida na frente de Boutsen em 5ºlugar. Nakajima também parou nos boxes e a Tyrrell fez uma inspirada troca nos boxes de 6.44 segundos.

Suyrbtqs

Nigel Mansell finalmente na volta 27 foi para os Boxes, e a Ferrari simplesmente fez uma excelente troca de pneus, 5.83, Mas essa Troca nos boxes de nada adiantaria, Mansell saiu lento dos boxes com a transmissão quebrada fazendo o leão deixar a prova em uma corrida aonde ele seria um principal candidato a vitória abandonaria a corrida.

Com tudo isso Nelson Piquet era o líder da corrida com Roberto Pupo Moreno em 2º, Aguri Suzuki Fazia a melhor volta da corrida: 1:45.564, na 27ªvolta. Enquanto isso Eric Bernard por pouco não provocava um acidente, ele tinha já problemas no seu motor.

Classificação após 27 Voltas: Piquet(48:29.022), Moreno (a 3.650), Patrese (a 10.687), Suzuki (a 34.925), Boutsen (a 38.005), Warwick (a 49.540). E Suzuki fazia outra vez a melhor volta da corrida: 1:44.976 na volta 28.

2tq4okid o

fazendo uma corrida monumental o Japonês Suzuki. Só na volta 30 os primeiros colocados começaram a pegar Retardatários, com a pista de Suzuka sendo grande e também pelo fato de muitos carros terem abandonado a corrida, com 13 carros na pista que se transformariam em 12 com o Abandono de Alboreto com a Arrows-Ford com problemas de motor.

Piquet demorou 2 voltas para passar Caffi que estava com os pneus trocados e Piquet precisava tomar cuidado, pois ele estava com os pneus usados desde do começo da corrida. Johnny Herbert que estava lutando pela zona de pontuação abandonaria com problemas de motor da Lotus-Lamborghini.

Nakajima em 7º estava na luta para passar Derek Warwick para entrar na zona de pontuação, essa briga valia a 6ªposição. e em uma belíssima ultrapassagem por Fora Satoru Nakajima ganha essa posição para deixar os japoneses mais felizes ainda. Com um piloto em 4º, outro em 6º e Ayrton Senna campeão do mundo pela segunda vez com os motores japoneses da Honda. E ficaria melhor já que o Italiano Ricardo Patrese foi para os boxes fazer troca de pneus. Com isso Suzuki assumia a 3ªposição.

3shtscbp

Patrese ficou ainda com o 4ºlugar e Boutsen em 5º. Apenas 11 carros na corrida. Warwick era o 7º, Larini em 8º, Martini em 9º, Caffi em 10º e Alliot em 11º. Piquet tinha 7 segundos na Frente de Moreno. Ambos estavam já administrando sua corrida já que Ambos tinham boa vantagem para Suzuki, Também eles teriam que levar com calma mas voltas finais já que os pneus deles estavam no fim praticamente.

Derek Warwick que vinha em 7º abandonava a corrida com problemas no Câmbio da sua Lotus, o time inglês deixava a corrida. Na Volta 40 Ricardo Patrese na tentativa de passar Suzuki e retornar ao Pódio fez 1:44.233, essa volta ficaria sendo a melhor volta da corrida.

Classificação após 40 Voltas trazia: Piquet, Moreno, Suzuki, Patrese, Boutsen, Nakajima, Larini, Martini, Caffi e Alliot, os dez pilotos que ainda continuavam na corrida. Mas todos eles já muito afastados uns dos outros, sem nenhuma briga pela frente, somente tentativas de Suzuki de se aproximar de Moreno, Mas era difícil. Os carros rendiam igual com uma mínima superioridade dos carros da Larrousse, Pelo fato de Suzuki ter pneus mais novos do que as Benetton que estavam administrando os pneus e a corrida.

Vxlsufoi

Nas Últimas voltas, as posições de todos na corrida já estavam bastante asseguradas, Ainda que Suzuki tentava alcançar Moreno, Mas estava longe a 13 segundos atrás do piloto Brasileiro, com tudo isso Suzuki não tinha nada mais a fazer. 10 carros que estavam chegando ao final eram só cruzar a linha de chegada.

No final de tudo, tudo era festa aos japoneses, Senna era Bicampeão mundial, Piquet voltava ao topo do pódio depois de 3 anos, Moreno conseguia seu ápice na Formula 1 com o segundo lugar e Aguri Suzuki levava o Japão para o pódio pela primeira vez em sua história na formula 1.

Uyf8c6oj

Para Senna além do titulo, ele conseguiu dar o troco no que aconteceu na mesma pista em 89, não se travava de trapaça ou de mandraquice, Senna só queria dar o troco de 89, Apenas o troco.

K7wn3eii

Resultado Final do GP do Japão de 1990

Fotos:

 

View post on imgur.com

Vídeo:

1ºDia de Treinamentos: TVNowShowSports

2ºDia de Treinamentos: MSChannel MS

Corrida: ThePizZaGeRmAnY

Fonte das Fotos: Bestlap, Formel1mic
Texto: Deivison da Conceição da Silva