Avaliação Melbourne – Epson Nakajima Araujo

1. Nico Rosberg – Nota 9,5. Além de ser o vencedor e ter tido a maioridade da corrida. O 0,5 que falta é devido a desistência forçada de Hamilton, que se não tivesse acontecido faria frente ao Rosberg. Simplesmente uma incerteza o que poderia ter acontecido.

2. Kevin Magnussen – Nota 10. Como estreante, facilitado pela superioridade Mercedes, mas o garoto merece por ser muito consciente na corrida.

3. Jenson Button – Nota 9. A McLaren parece ter dois pilotos com estilos parecidos. No entanto, Jenson andou atrás de seu companheiro, devido também ao fracasso no Q2.

4. Fernando Alonso – Nota 9,5. Simplesmente por fazer o que sempre fez com a Ferrari: Levar o carro além.

5. Valtteri Bottas – Nota 8,5. Obviamente ele fez uma ótima corrida, por passar vários pilotos, no entanto foram vários pilotos pela segunda vez, já que cometeu um erro crucial na curva 10.

6. Nico Hulkenberg – Nota 9. Ele realmente é um bom piloto, fazendo uma corrida boa. O dez não é merecido por que ele não ofereceu perigos constantemente aos outros pilotos. Passivo.

7. Kimi Raikkonen – Nota 8. Talvez seja pelo costume do carro, mas é uma temporada muito discreta até agora.

8. Jean-Eric Vergne – Nota 7,5. Estava bem posicionado mas cometeu dois erros e culminou na perda de posições.

9. Daniil Kvyat – Nota 9. Por ser estreante e fazer um belo resultado na primeira corrida.

10. Sergio Perez – Nota 8. Poderia ter feito mais, já que seu companheiro ficou bem a frente.

11. Adrian Sutil – Nota 8. O rendimento da Sauber é fraco, quem saiba ao resto da temporada a equipe ainda marque alguns pontos.

12. Esteban Gutierrez – Nota 8. Fez uma corrida idêntica ao Sutil

13. Max Chilton – Nota 10. Por levar a instável Marussia ao final.

14. Jules Bianchi – Nota 5.

Romain Grosjean – Nota 7. Ele receberá a missão de fazer a Lotus marcar pontos. Só o resto da temporada vai dizer.

Pastor Maldonado – Nota 6. Muito passivo

Marcus Ericsson – Nota 3.

Sebastian Vettel – Nota 2. Quem diria?…

Lewis Hamilton – Nota 4. Pelo seu treino.

Kamui Kobayashi – Nota 1. Era justo dar um 0, mas o seu único ponto é uma solidariedade por levar a Caterham ao Q2

Felipe Massa – Nota 5. Os cincos pontos referem-se a superação que esse piloto promete, infelizmente…

Daniel Ricciardo – Nota 9. Provando que pode fazer frente ao seu companheiro.

Melhores voltas de cada piloto – GP da Austrália

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 19ªVolta 1:32.478
2 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 56ªVolta 1:32.568
3 14 Fernando Alonso (Ferrari) 56ªVolta 1:32.616
4 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 38ªVolta 1:32.634
5 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 39ªVolta 1:32.917
6 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 49ªVolta 1:33.066
7 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 57ªVolta 1:33.186
8 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 56ªVolta 1:33.210
9 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 34ªVolta 1:33.366
10 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 56ªVolta 1:33.691
11 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 35ªVolta 1:33.864
12 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 33ªVolta 1:34.202
13 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 41ªVolta 1:34.564
14 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 30ªVolta 1:34.766
15 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 41ªVolta 1:35.281
16 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 55ªVolta 1:35.635
17 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 26ªVolta 1:37.064
18 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 17ªVolta 1:37.332
19 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 2ªVolta 1:40.287
20 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 2ªVolta 1:49.947

Nico Rosberg conquista vitória e confirma favoritismo da Mercedes em Albert Park

Nico Rosberg mesmo sem conquistar a pole position ontem acabou conseguindo a vitória na abertura da temporada que por sinal foi uma vitória fácil, Rosberg não foi ameaçado por ninguém mesmo e o único que teria essa chances acabou tendo problemas que foi O Inglês Lewis Hamilton.

Largada

Na largada como é tradicional tivemos problemas e que envolveu Kamui Kobayashi e Felipe Massa fazendo ambos deixaram a corrida, Kobayashi tentou fazer uma grande largada, Mas acabou perdendo o momento da freada e acabou se chocando em Kimi Raikkonen e em Felipe Massa que acabou não conseguindo fazer nada na Austrália depois de tão bom trabalho no final de semana. O Brasileiro até pediu suspensão a Kobayashi que admitiu culpa, A Pouco os comissários acabaram não punido o piloto Japonês com pontos na carteira porque a Caterham provou que os freios traseiros do carro número 10 do Japonês falharam.

Felipe Massa atingido

A corrida teve uma volta a menos devido a problemas com o piloto Jules Bianchi que não conseguiu largar com a Marussia, Já Max Chilton acabou na primeira volta de apresentação tendo problemas, Uma pena pois a Marussia parece ter dado um salto de qualidade nesse ano.

Nas primeiras voltas duas baixas, Uma de Lewis Hamilton que teve de deixar a corrida para Salvar o motor que estava com sintomas de falhas deixando o Inglês na mão Lamentavelmente, E na volta 3 para a 4 Sebastian Vettel acabou também deixando a corrida, seu carro estava muito ruim, E acaba um final de semana em que Vettel queria esquecer de vez.

Kobayashi com seu Caterham destruído.

A prova vinha com domínio de Nico Rosberg com Daniel Ricciardo em Segundo, Um surpreendente Kevin Magnussen em 3º e mais surpreendente Nico Hulkenberg em 4ºlugar, Mas quem estava dando o show no começo da corrida era o Finlandês Valtteri Bottas que fazia ultrapassagens de todas as maneiras e subia degrau a degrau na corrida, Quando estava em 6ºlugar e se aproximando de Alonso e Hulkenberg acabou o piloto da Williams que restava na corrida se empolgando demais e encostou no muro batendo e perdendo sua roda traseira, Com isso seu esforço inicial iria por Água abaixo após 11 voltas de muito brilho,Por sorte o piloto da Williams pode consertar esse erro. Mas se deixou detritos na pista do carro de Valtteri Bottas, com isso o Safety car foi acionado para a retirada dos detritos.

Os pilotos todos se aproveitaram disso para fazerem paradas nos boxes, a Relargada aconteceu na algumas voltas depois e Rosberg só em uma volta de bandeira verde colocou 1 segundo e meio sobre Ricciardo e o resto da turma que estava assim: Magnussen, Hulkenberg segurando de maneira heroica a Fernando Alonso e Jenson Button que fazia uma bela corrida de recuperação e já passava em 6ºlugar. E Quem vinha ferozmente na recuperação era Valtteri Bottas que além dele que estava fazendo uma grande corrida mostrava que a Williams tinha um carro muito bom para ambos os pilotos. Com o decorrer da corrida os problemas com os motores Renault estava começando a aparecer, primeiro foi Marcus Ericsson que deixou a corrida na 27ªVolta, algumas voltas depois acabou sendo a vez de Pastor Maldonado que pediu Água com a Lotus que vem muito mal das pernas e que esse ano o carro não parece ajudar mesmo.

A Corrida vinha com poucos momentos de disputa, que vinham sendo proporcionados em sua maioria pelo Bottas mesmo, Na segunda parada nos boxes algumas coisas mudaram, Hulkenberg perderia 2 posições, Para Alonso e para Button. Aliás Button se daria bem. Ele passaria também a Fernando Alonso nos boxes e já estava num 4ºlugar após largar em 10ºlugar, lá na frente nada mudou com Rosberg, Ricciardo e Magnussen nos três primeiros lugares. Grosjean deixaria a prova faltando 14 voltas para o final da prova.

Corridaça de Valtteri Bottas

Na parte final Ricciardo era pressionado pelo piloto Dinamarquês Kevin Magnussen que tinha numa renascida Mclaren que não fez pódio em 2013 e que se redimia com ambos os pilotos nas primeiras posições nessa briga final pelo 2ºlugar. Enquanto isso Bottas passava a Jean-Éric Vergne e a Nico Hulkenberg e assumia o sexto Lugar e Kimi Raikkonen também passou a Vergne para se colocar em Oitavo lugar.

Só que na briga pela vitória Rosberg não deu chances mínimas de ameaças. O Alemão dominou a corrida e venceu uma corrida em que seu pai tinha ganho em 1985 em Adelaide na primeira edição dessa prova, curiosamente foi a última vitória de Keke Rosberg na Carreira.

A Alegria de Daniel Ricciardo após dever cumprido na pista.

Daniel Ricciardo após brilhante corrida completou a prova em segundo lugar e fez a festa da torcida local, Só que a FIA achou irregularidades no Fluxo de Combustível que tinha violado o regulamento, a Red Bull afirma que o Sistema que mediou essa irregularidade do carro homologado pela FIA esta errado e deu problemas e por isso acabou partindo para o seu próprio medidor, Resolveu apelar da decisão.

A Red Bull enfrentou uma diferença na leitura do sensor de fluxo entre os treinos livros de sexta. O sensor foi trocado para o treino de sábado, mas foram instruídos pelos comissários a trocar novamente o sensor para a corrida, já que o novo sensor também não estava transmitindo dados corretos. A equipe recolocou o sensor de sexta-feira e foi instruída a seguir uma compensação no fluxo de combustível, para que a situação fosse legalizada. A equipe optou então por usar um modelo interno,foi por isso que a Red Bull fez isso e na minha opinião a Red Bull esta coberta de Razão, se a FIA não garante que seu leitor funcione direito que tenham uma segunda opinião, de preferência com outro medidor. Sobre a Desclassificação, Acho uma sacanagem com o Piloto que fez um brilhante trabalho, Se é para punir alguém, se é para tirar pontos se que se tire os resultados da Equipe, Não mexam na pontuação do piloto, Isso seria o correto. Pois a punição é aquela que a Equipe faz a irregularidade e quem paga é o piloto, Isso é muito injusto.

Se eles vão conseguir recuperar o Resultado, Deveriam recuperar os 18 pontos, Mas como não é a Ferrari, duvido que consigam recuperar.

Com isso Kevin Magnussen que tinha o 3ºlugar acabou sendo Beneficiado e completou a prova em 2ºlugar e Jenson Button após bela corrida de recuperação completou a prova em 3ºlugar e a Mclaren que tinha um jejum de 19 corridas sem pódios e depois de uma temporada horrível em 2013 acaba dando uma volta por cima, Fernando Alonso fez uma corrida correta e ficou em 4ºlugar com uma Ferrari que ainda não esta a altura de lutar por vitórias.

Valtteri Bottas pra mim foi um dos melhores pilotos da corrida e foi o piloto mais combativo após uma corrida em que ele começou bem, acabou cometendo um erro mas pode voltar e fazer as ultrapassagens necessárias para completar a prova em 5ºlugar, Outro piloto combatível na corrida foi Nico Hulkenberg fez uma corrida aguerrida andando por maior parte da Frente Mas perdendo um pouco no final mostrando algumas deficiências no carro da Force India ficando em 6ºlugar, Kimi Raikkonen que não se mostrou a altura do desempenho de Fernando Alonso, Mas ainda assim conseguiu um honroso 7ºlugar, Já Vergne fez boa corrida , acabou errando em uma curva e com isso perdendo posição para Raikkonen, Mas completa a corrida em 8ºlugar e acaba com a Desclassificação da Red Bull de Ricciardo foi o melhor motor Renault na corrida, Aliás bom trabalho da Toro Rosso com o estreante Russo Danill Kyvat acabou andando muito bem e ficando em 9ºlugar,

Sergio Perez acabou ganhando um ponto de presente, Mas ficou muito aquém de Hulkenberg, Depois vieram as duas Sauber que pra mim não disseram a que veio tanto para Sutil como para Gutierrez que nada puderam fazer na corrida com um carro ruim como esse do time Suíço, em 13ºlugar chegou Max Chilton que completa a 20ºcorrida na sua carreira, um recorde, a primeira vez que um piloto completa as 20 primeiras corridas da carreira. Jules Bianchi chegou ao final da corrida, Mas com 8 voltas atrás acabou não sendo classificado, A próxima corrida será dia 30 de Março na Malásia, Nico Rosberg vai ter algo inédito em sua carreira, será líder do campeonato pelo menos até a Malásia, Mas ele pode sonhar sim, pois é um dos grande favoritos ao Título dessa temporada.

Resultado Final do GP da Austrália

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:32:58.710 em 57 Voltas
2 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) a 26.777
3 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) a 30.027
4 14 Fernando Alonso (Ferrari) a 35.284
5 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) a 47.639
6 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) a 50.718
7 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) a 57.675
8 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) a 1:00:441
9 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) a 1:03:585
10 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) a 1:25.916
11 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) a 1 Volta
12 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) a 1 Volta
13 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) a 2 Voltas

Não Completaram a corrida:

17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) a 8 Voltas – Não Completou a corrida
8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) a 14 Voltas – Abandonou
13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) a 28 Voltas – Abandonou
9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) a 30 Voltas – Abandonou
1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) a 54 Voltas – Abandonou
44 Lewis Hamilton (Mercedes) a 55 Voltas – Motor
19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 0 – Acidente
10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 0 – Acidente

Desclassificado:

3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) a 24.525

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Caterham/Red Bull/Mercedes/Williams