Tempos do Q1 e Q2 do Treino oficial – GP do Bahrein

Q1

1 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:34.874
2 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:34.934
3 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:34.998
4 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1:35.085
5 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:35.234
6 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:35.251
7 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:35.288
8 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:35.323
9 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:35.395
10 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:35.439
11 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:35.549
12 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:35.815
13 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:35.699
14 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:36.220
15 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:36.567
16 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:36.654
17 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 1:36.663
18 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 1:36.840
19 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 1:37.085
20 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:37.310
21 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 1:37.875
22 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 1:37.913
tempo do Q1 – 107% 1:41.515

Q2

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:33.708
2 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:33.872
3 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:34.592
4 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:34.714
5 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:34.723
6 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:34.747
7 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:34.842
8 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1:34.842
9 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:34.904
10 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:34.925
11 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:34.985
12 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:35.116
13 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:35.145
14 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:35.286
15 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:35.891
16 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:35.908

Rosberg derrota Hamilton em Sahkir e conquista a pole position

Dessa Vez Hamilton não conseguiu emplacar a 3ªpole seguida, Em uma volta brilhante no Q3 Nico Rosberg conquistou a primeira pole position na temporada e manteve a Mercedes como soberana nessa temporada sem adversários pois os mais próximos adversários estão a pelo menos 8 décimos.

No Q1 os pilotos foram para a pista fazerem tempo para se garantirem no Q2, As Mercedes não precisaram de muito, colocaram pneus médios e fizeram um bom tempo e acabaram voltando aos boxes e dai garantiram vaga no Q2 tamanha era a facilidade que esse carro esta fazendo com a concorrência. Já todos os outros foram com os pneus mais moles, Nesse treino a diferença entre Nico Hulkenberg que foi o mais rápido e de Max Chilton. Já a Williams fez uma tática diferente, Tanto Bottas como Massa saíram na parte final e fizeram uma boa volta cada um deles, isso bastou para o time que poupou o seu equipamento nos treinos livres por recomendação da Mercedes.

Maldonado com a Lotus, Sutil com a Sauber, Kobayashi com Caterham, Bianchi com Marussia, Ericsson com Caterham e Chilton com Marussia acabaram sendo eliminados. Além disso Adrian Sutil acabou colocando Romain Grosjean em situação perigosa, Fechando a passagem do Piloto da Lotus que no final conseguiu a 16ª e última vaga para o Q2.

NO Q2 o bicho pegou, Somente para a Mercedes é que foi tranquilo, novamente foram para a pista, com os Pneus macios e acabaram extrapolando, colocaram 1º e 2ºtempos, Já o resto se matou para ganhar o lugar no Q3, Vettel que vinha de uma belíssima 3ªposição na Malásia, lutou, Sofreu e acabou ficando de fora, fazendo apenas o 11ºtempo e vendo seu companheiro de equipe em 3ºlugar atrás apenas dos dois pilotos da Mercedes. Na Williams Bottas e Massa brigaram tanto que Ambos fizeram o tempo de 1:34.842, Pelo fato de Bottas ter feito o tempo antes ficou na frente de Massa, Mas ambos classificaram para o Q3. Quem foi eliminado foram Vettel com Red Bull, Nico Hulkenberg com a Force India que tinha tudo para ir com facilidade para o Q3 já que ele estava atuando bem até aquele momento, Danill Kyvat com a Toro Rosso que não conseguiu colocar nenhum carro no Q3 pela primeira vez no ano, Jean-Éric Vergne com a outra Toro Rosso, Esteban Gutierrez com a Sauber e Romain Grosjean com a capenga Lotus.

No Q3 com a nova configuração acabou tirando Raikkonen todos indo para a pista buscarem seus tempos, Bottas e Perez estavam até bem com seus tempos, Só que as Mercedes foram para a Pista e dai a brincadeira acabou, Rosberg fez 1:33.180 e acabou levando a pole position e Lewis Hamilton com 1:33.464 completou o domínio da Mercedes que esta imbatível ate agora, Com 1:34.051 o piloto que chegou mais perto das Mercedes foi Danieç Ricciardo com a Red Bull, Mas com a punição de 10 posições por causa do incidente dos boxes na Malásia que nem foi culpa dele ele vai largar em 13ºlugar. Com Isso Valtteri Bottas larga em 3ºlugar com a Williams e em 4ºlugar mostrando ascensão a Force India e com a surpresa sendo Sergio Perez que fez esse tempo coloca o time em posição até de pódio.

Em 5ºlugar Kimi Raikkonen que pela primeira vez supera Alonso no Grid de largada e espera-se um desempenho melhor para o finlandês da Ferrari, fechando a 3ªfila larga Jenson Button com a Melhor Mclaren no Grid, Felipe Massa que tinha vencido Bottas em todos os treinos dessa vez não conseguiu ganhar de Bottas, com 1:34.511 massa só conseguiu o 7ºlugar no Grid de largada e tem ao seu lado o Dinamarquês Kevin Magnussen que larga com a outra McLaren em 8ºlugar

Completando os 10 primeiros largam Fernando Alonso que em Treino ruim apenas larga em 5ºlugar e Sebastian Vettel com a Red Bull larga em 10º fechando os 10 primeiros colocados, Quem diria o campeão e vice-campeão de 2013 dividindo a 5ªfila.

Nico Hulkenberg em 11ºlugar acabou deixando a desejar com a Force India pelo que ele fez nos treinos livres e no Q1 e Danill Kyvat que mais uma vez esta na frente de Vergne que larga em 14º, entre eles estará Daniel Ricciardo que punido com 10 posições larga em 13ºlugar, Na oitava fila tem duas equipes com problemas sérios em seus carros, Esteban Gutierrez em 15º e Romain Grosjean em 16º, na nona Fila largam Maldonado em 17º e Sutil em 18º. As última filas os confrontos mudam, agora eles são entre Caterham e Marussia, Na 10ªfila larga os melhores pilotos de ambas as equipes, Kobayashi larga em 19º pelo time verde e Bianchi em 20º pelo time alvi-Rubro e na última fila largam Ericsson e Chilton.

Confiram o Grid de largada do GP do Bahrein:

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:33.180 – 12
2 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:33.464 – 12
3 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:34.247 – 15
4 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:34.346 – 19
5 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:34.368 – 15
6 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:34.387 – 17
7 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1:34.511 – 14
8 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:34.712 – 17
9 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:34.992 – 17
10 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:34.985 – 9
11 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:35.116 – 12
12 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:35.145 – 14
13 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:34.051 – 16 (Punido com 10 posições)
14 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:35.286 – 14
15 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:35.891 – 14
16 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:35.908 – 10
17 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 1:36.663 – 7
18 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 1:36.840 – 5
19 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 1:37.085 – 6
20 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:37.310 – 6
21 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 1:37.875 – 7
22 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 1:37.913 – 6

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Na Corrida de Estreia Vandroome conquista vitória o Bahrein

Stoffen Vandroome – Foto: Gp2series/LAT

Piloto de Testes da equipe Mclaren não poderia ter um dia melhor na GP2 Series, após uma corrida perfeita Stoffel Vandroome venceu a primeira Etapa na GP2 Series realizada no Bahrein, Na largada o belga tomou a ponta de Jolyon Palmer que acabou largando muito mal mesmo, Lá atrás aconteciam algumas brigas interessantes em busca de melhores posições. Na terceira volta numa manobra infeliz Kimiya Sato atingiu na traseiro o piloto do Zimbábue Axcil Jefferies, um Acidente que provocou o Safety car na pista durante 3 voltas, Na bandeira verde vários pilotos foram para os boxes, inclusive Felipe Nasr que trocaram para os pneus mais duros, um outro Grupo referiu ficar na pista, A tática de corrida dos que ficaram na pista se resultou na melhor e quem arriscou ficar na pista mais tempo acabou não conseguindo muita coisa, Apenas dois pilotos conseguiram resultados relevantes foram Takuya Izawa e Simon Trummer que foi o último a fazer sua parada e conseguiu um honroso 7ºlugar logo atrás do Japonês que fez uma boa estreia com a ART Gran Prix que se revelou a melhor equipe dessa primeira corrida do Ano. No final da corrida Jolyon Palmer perdeu rendimento no seu carro devido ao Desgaste nos pneus e permitiu a ultrapassagem do Colombiano Julian Leal com o carro da equipe Carlin e assumiu o segundo lugar, Masnnguém conseguiu pegar Vandoorne que venceu e convenceu ao mundo que vem para disputar o título em 2014 da GP2 Series, Leal chegou em 2º e Palmer em 3º, Stefano Coletti começou o ano bem chegando em4ºlugar e Arthur Pic irmão do piloto Charles Pic ficou em 5ºlugar na volta da Campos Racing a GP2. Já Felipe Nasr fez uma corrida muito abaixo do esperadop e tirando alguns bons momentos acabou devendo e muito ficando em 8ºlugar, o lado bom foi que ele larga na pole position na corrida de Amanhã, Binder e  Quaife-Hobbs completaram a zona de pontuação. Andre Negrão não teve um dia Feliz na sua estreia na GP2, ficou em 20ºlugar apenas.

Foto: Gp2 Series/LAT

Resultado final da GP2 Series – 1ªEtapa – Bahrein

1. Stoffel Vandoorne (ART) 59:57:411 em 32 voltas
2. Julian Leal (Carlin) a 1.551
3. Jolyon Palmer (DAMS) a 5.880
4. Stefano Coletti (Racing Engineering) a 6.317
5. Arthur Pic (Campos) a 15.100
6. Takuya Izawa (ART) a 21.729
7. Simon Trummer (Rapax) a 21.979
8. Felipe Nasr (Carlin) a 24.425
9. Rene Binder (Arden) a 24.861
10. Adrian Quaife-Hobbs (Rapax) a 26.194
11. Daniel de Jong (MP) a 27.034
12. Conor Daly (Lazarus) a 31.931
13. Daniel Abt (Hilmer) a 36.231
14. Mitch Evans (Russian Time) a 36.997
15. Artem Markelov (Russian Time) a 41.030
16. Rio Haryanto (Caterham) a 41.714
17. Jon Lancaster (MP) a 42.412
18. Raffaele Marciello (Racing Engineering) a 46.849
19. Stepahen Richelmi (DAMS) a 49.656
20. Andre Negrao (Arden) a 1:02.346
21. Johnny Cecotto Jr (Trident) a 1:13.454
22. Alexander Rossi (Caterham) a 1:34.560

Não Terminaram a corrida:

Nathanael Berthon (Lazarus) 30 Voltas
Kimiya Sato (Campos) 27 Voltas
Axcil Jefferies (Trident) 2 Voltas
Facu Regalia (Hilmer) 0 Voltas

Mercedes Sobrou no primeiro dia de treinamentos no Bahrein

Mercedes de novo dominou os treinos livres do GP do Bahrein de formula 1, Mostrando um grande domínio do time Verde e prateado, Hamilton foi o melhor nos dois primeiros treinos, Mostrando estar em ótima forma após vitória no GP da Malásia na semana passada, Em Ambos os Treinos ele comandou o time Alemão com Nico Rosberg atrás dele. O Líder do campeonato não foi páreo para Hamilton no dia de hoje, 1:34.325 de Hamilton contra 1:34.690 de Rosberg no segundo treino livre.

Logo após vem Fernando Alonso, Mas estando a um absimo atrás da Mercedes, chegando a ficar 1 segundo atrás do líder da Segunda secção de treinamentos, a Partir de Alonso ai sim surge umaa grande briga pels hieraquia de segunda melhor equipe. Que tem a Ferrari, Mclaren, Force India (Apenas a do Hulkenberg), Williams e Red Bull. Mas que pode ter a Toro Rosso de Danill Kvyat aprontando e beliscando alguma coisa de bom nesse treinamento.
Sauber ainda estar perdida, Mas pelo menos tenta achar um caminho com seu carro quee por enquanto é mal resolvido, E Sem dúvida esta melhor do que a Lotus que continua mal, andando na rabeira junto com a Marussia e com a Caterham o  que me parece lamentavel ainda mais para quem conseguiu o 4ºlugar no mundial de construtores.

3 pilotos reservas correram a primeira sessão e o melhor deles foi Felipe Nasr com 1:40.078, Van Der garde em seu primeiro treino livre pela Sauber fez 1:40.913 e Robert Frinjs com a Caterham fez 1:42.417.

O Treino oficial será logo mais ao meio dia.

1ºTreino livre

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:37.502 – 14 Voltas
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:37.733 – 13 Voltas
3 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:37.953 – 17 Voltas
4 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:38.122 – 10 Voltas
5 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:38.636 – 16 Voltas
6 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:38.783 – 12 Voltas
7 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:38.949 – 15 Voltas
8 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:39.056 – 24 Voltas
9 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:39.102 – 21 Voltas
10 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:39.389 – 16 Voltas
11 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1:39.533 – 11 Voltas
12 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:39.862 – 26 Voltas
13 40 Felipe Nasr (Williams-Mercedes) 1:40.078 – 14 Voltas
14 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:40.406 – 19 Voltas
15 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 1:40.652 – 20 Voltas
16 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 1:40.793 – 31 Voltas
17 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:40.889 – 20 Voltas
18 36 Giedo van der Garde (Sauber-Ferrari) 1:40.913 – 20 Voltas
19 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:41.036 – 24 Voltas
20 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 1:41.794 – 20 Voltas
21 46 Robin Frijns (Caterham-Renault) 1:42.417 – 35 Voltas
22 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 1:42.711 – 21 Voltas

2ºTreino Livre

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:34.325 – 28 Voltas
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:34.690 – 31 Voltas
3 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:35.360 – 28 Voltas
4 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:35.433 – 28 Voltas
5 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1:35.442 – 13 Voltas
6 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 1:35.528 – 21 Voltas
7 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:35.606 – 30 Voltas
8 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:35.640 – 31 Voltas
9 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 1:35.662 – 22 Voltas
10 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:35.802 – 40 Voltas
11 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:35.920 – 9 Voltas
12 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:35.972 – 33 Voltas
13 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:35.998 – 18 Voltas
14 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:36.366 – 33 Voltas
15 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 1 :36.962 – 13 Voltas
16 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:36.975 – 35 Voltas
17 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 1:37.259 – 25 Voltas
18 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:37.599 – 23 Voltas
19 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:37.800 – 15 Voltas
20 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 1:38.247 – 10 Voltas
21 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 1:38.257 – 33 Voltas
22 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 1:39.136 – 30 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva

GP do Canadá de 1984

Grid de Largada:

1 Nelson Piquet (Brabham/BMW) 1’25.442
2 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’26.198
3 Elio de Angelis (Lotus/Renault) 1’26.306
4 Derek Warwick (Renault) 1’26.420
5 René Arnoux (Ferrari) 1’26.549
6 Michele Alboreto (Ferrari) 1’26.764
7 Nigel Mansell (Lotus/Renault) 1’27.246
8 Niki Lauda (McLaren/TAG) 1’27.392
9 Ayrton Senna (Toleman/Hart) 1’27.448
10 Andrea de Cesaris (Ligier/Renault) 1’27.922
11 Eddie Cheever (Alfa Romeo) 1’28.032
12 Manfred Winkelhock (ATS/BMW) 1’28.909
13 François Hesnault (Ligier/Renault) 1’29.187
14 Riccardo Patrese (Alfa Romeo) 1’29.205
15 Keke Rosberg (Williams/Honda) 1’29.284
16 Corrado Fabi (Brabham/BMW) 1’29.764
17 Jacques Laffite (Williams/Honda) 1’29.915
18 Thierry Boutsen (Arrows/BMW) 1’30.073
19 Piercarlo Ghinzani (Osella/Alfa Romeo) 1’30.918
20 Johnny Cecotto (Toleman/Hart) 1’31.459
21 Martin Brundle (Tyrrell/Ford) 1’31.785
22 Stefan Bellof (Tyrrell/Ford) 1’31.797
23 Marc Surer (Arrows/Ford) 1’32.756
24 Huub Rothengatter (Spirit/Hart) 1’32.920
25 Mike Thackwell (RAM/Hart) 1’33.730
26 Philippe Alliot (RAM/Hart) 1’35.286

Piquet dá a volta por cima e vence no Canadá de ponta a ponta.

Nelson Piquet fez mais uma vez a pole position, Piquet que até aquele momento, antes da 7ªetapa da temporada estava sem marcar pontos, até aquele momento, por pura falta de confiabilidade do seu carro. Enquanto Prost tinha 28.5 pontos, Lauda tinha 18, Arnoux 15, De Angelis e Warwick com 13 e Keke Rosberg com 11.5. até Ayrton Senna tinha pontos no campeonato, 4,5 pontos.

Os pilotos partiam para volta de apresentação, todos partiam para a volta de apresentação sem problemas. Na Largada Prost largou melhor e assumiu a ponta, mas logo depois das primeiras curvas Piquet Recuperou a ponta da corrida, antes da metade da primeira volta. Piquet, Prost, De Angelis, Alboreto, Arnoux e Mansell eram os seis primeiros colocados na primeira volta. Mas no final da primeira volta Alboreto passou De Angelis, e no começo da segunda volta Arnoux também conseguiu a ultrapassagem em cima de De Angelis. Senna no final da 2ªvolta passou Mansell e assumiu a 8ªposição. Mansell cairá muito nas primeiras voltas da corrida, Nas primeiras voltas o primeiro bloco estava formando com Piquet, Prost, Alboreto e Arnoux pela liderança da corrida.

Alboreto e Arnoux começava a se aproximar de Prost para a briga pelo 2ºlugar. Depois desse bloco tínhamos De Angelis, Warwick, Lauda e Senna. Na Volta 4 Piquet faz a melhor volta da corrida 1:30.795, média de 174.932 km/h.

Na Volta 5, Lauda já tinha ganhava a 5ªposição e iria sem dúvida pra cima dos primeiros colocados. Piquet lá na frente estava com uma vantagem pouco confortável. Enquanto isso Warwick apertava De Angelis na briga pelo 6ºlugar, Senna em 8º estava um pouco mais atrás de De Angelis e de Warwick. Lá na frente Prost tinha que se virar para seguras as Ferraris.

Classificação Após 8 voltas: Piquet (12.17.96), Prost (a 2.23), Alboreto (a 2.30), Arnoux (a 3.25), Lauda (a 14.74) e De Angelis (a 19.05). François Hesnault iria para os boxes para abandonar a corrida com problemas em seu turbo. Warwick continuava a pressão em cima de De Angelis na briga pelo 6ºlugar, De Angelis conseguia manter a posição graças ao bom desempenho da parte de curvas e Warwick atacava De Angelis nas retas.

Michele Alboreto na volta 10 abandona a corrida, o italiano vinha vindo para lutar pelo segundo lugar da corrida.
Na Volta 13 Finalmente Warwick ultrapassa De Angelis e assumia a 5ºposição. Piercarlo Ghinzani com a sua Osella deixava a corrida com problemas de câmbio. Arnoux foi para os boxes para a troca de Pneus e voltou atrás de Ayrton Senna que buscava ultrapassar o Francês Rene Arnoux.

Piquet continuava na frente com Prost em 2º, Lauda estava em 3º a 10 segundos de Piquet e Prost, Depois Warwick e De Angelis em 4º e 5º colocados, e Ayrton Senna estava em 6º isso na volta 18, Arnoux estava com problemas em seu carro. Piquet tinha um pouco mais de 1 segundo a 2 segundos de diferença. Piquet com 1:30.185 fazia de novo a melhor volta da corrida, na volta 17. Média de 176 km/h
Aos poucos chegam os carros mais lentos começavam a chegar para tomarem volta, um dos primeiros foi Marc Surer com seu Arrows Cosworth, Senna perdeu rendimento e perdeu posição para Arnoux e para Rosberg com seu Williams-Honda. Classificação após 20 voltas: Piquet, Prost, Lauda, Warwick, De Angelis, Arnoux, Rosberg, Senna, Mansell e De Cesaris. Isso após 20 voltas completadas.

Rothengatter passou com problemas em seu carro, mas não abandonou a corrida, decidiu continuar quando tudo indicava que iria abandonar a corrida. Arnoux se recuperava de forma Brilhante e apertou De Angelis e ultrapassou o Italiano para assumir a 5ªPosição. Apos 23 voltas à classificação era essa: Piquet, Prost (1 Segundo), Lauda (10 Segundos), Warwick (41 Segundos) Arnoux (44 Segundos) e De Angelis (44 Segundos).Nas brigas intermediarias estavam Corrado Fabi, Thierry Boutsen e Johnny Cecotto brigando por um lugar melhor na corrida. E logo atrás deles Piquet para dar uma volta em todos eles.

Piquet acabava se dando bem para nessas sessões de ultrapassagem de retardatários já que Corrado Fabi não facilitou para Prost, Rosberg na volta 26 passava De Angelis e assumia a 6ºposição da corrida.
No final da volta 27 Arnoux faz uma manobra muito boa pra cima de Warwick e ultrapassa assumia a 4ªposição da corrida, Agora Arnoux teria uma simples missão, tirar 34 segundos em cima de Lauda que era o terceiro colocado e que estava chegando em Prost e em Piquet pela briga para o primeiro lugar. Senna estava em 9ºlugar com a Toleman, mas já sem rendimento, pois estava caindo na corrida, Já estava começando a sentir pressão do norte-americano Eddie Cheever com a Alfa-Romeo (Jaguar dos anos 80).

Classificação depois de 29 Voltas: Piquet, Prost (4s), Lauda (10s), Arnoux (44s), Warwick (47s) e De Angelis (56s) Rosberg que estava em 6ºlugar enfrentava problemas em seu carro, Mike Trackwell com sua RAM-Hart abandonava a corrida, com problemas no seu turbo. Não só a Williams de Rosberg, mas a Williams de Laffite também começava a ter problemas também, com o passar do tempo, os carros começavam a perder desempenho e a terem problemas, mas também tinha um pouco do consumo de combustível que preocupava vários pilotos que tinham medo disso devido ao tipo de pista.

Piquet continuava na ponta da corrida. Com uma vantagem razoavelmente boa para Prost que começava a ver Lauda se aproximar do Francês de nariz torto, Laffite com problemas de Turbo e Rosberg por problemas de Injeção abandonariam a corrida. Com isso tínhamos 20 carros na corrida. Andrea de Cesaris fez a sua troca de pneus, e acabou demorando demais em sua troca. Mais de 20 segundos para fazer esse serviço. Começando a 2ªmetade da corrida Piquet via Prost e Lauda se aproximarem para a briga do primeiro lugar.
Cheever e Senna estavam tomando uma volta de Piquet e de Prost que se deu melhor e se aproximou de Piquet. Senna estava lutando pelo 8ºlugar contra Cheever que tinha o carro rendendo mais naquela altura de corrida.

Mansell pressionava De Angelis, Nessa Briga estava em jogo a 6ªposição, Patrese acabou batendo seu Alfa Romeo e abandonou a corrida. Outro que Abandona a corrida foi Thierry Boutsen com seu Arrows-BMW que acabou explodindo. Corrado Fabi para os boxes e a Brabham faz o trabalho de 28 segundos. E continuava a batalha entre De Angelis e Mansell pela 6ªposição. Enquanto isso Piquet na volta 44 mantinha uma distância de 2 segundos na frente de Prost, agora Piquet teria os dois carros da Lotus Lauda encostou-se a Prost, e estava disposto para lutar pelo 2ºlugar E com Lauda tendo até mais desempenho que Prost. Mansell ultrapassou De Angelis e assumiu a 6ªposição. E Lauda passou Prost e assumia a segunda posição, largando de oitavo lugar Lauda faz incrível corrida, e seria um forte adversário para Piquet pela vitória no Canadá.

De Angelis acabou cometendo um erro que quase custou à corrida de Lauda, ele passou reto em uma curva que hoje é a primeira curva do atual GP do Canadá, E Lauda perdeu tempo, isso possibilitou a Prost se aproximar de Lauda. Mas Lauda continuava a abrir de Prost, mostrando que seu carro era muito superior ao Francês. Classificação após 47 Voltas: Piquet, Lauda, Prost, Arnoux, Warwick, Mansell, De Angelis, Cheever, Senna e Bellof eram os 10 primeiros.

Piquet já tinha 7 segundos na Frente de Lauda que tinha 4 na frente de Prost, dai eram 50 segundos na Frente de Arnoux, depois Warwick e Mansell completavam a zona de pontuação. Johnny Cecotto na volta 52 tomava 2 voltas de Piquet. Bellof abandonaria a corrida com seu Tyrrell-Ford. Warwick passava Arnoux para assumir a 4ªposição. Arnoux estava com problemas em seu carro e Warwick disparou na Frente de Arnoux isso na volta 53. Piquet continuava Bastante tranquilo na Frente ultrapassando retardatários. Lauda estava um pouco mais atrás, mas era a única ameaça de vitória para Piquet, Alias não só Lauda, mas era saber se nas próximas 14 voltas para o final o seu motor iria resistir até o Final da corrida para que Piquet possa entrar no campeonato de 1984 finalmente, pois ele não tinha nenhum ponto na temporada.

Warwick vai para os Boxes para troca de Pneus. E a Renault fez uma troca lenta para Warwick, foi de 16 segundos que permitiu a Mansell a passar para a 4ªposição. Warwick voltou na Volta seguinte aos boxes para novamente trocar de pneus. Com isso a corrida dele estava super prejudicada. Nas últimas 10 voltas os equipamentos estavam em boa parte com problemas, Warwick tinha problemas, Prost tinha problemas, Senna com problemas, Arnoux com problemas e além dos problemas dos carros, tinha também o Fantasma do combustível. Tanto que Warwick abandonaria a corrida com problemas do Chassi. Só tínhamos 12 carros na Corrida, 13 se contamos com o Rothengatter que se arrastava na pista com a modesta Spirit Restando 9 voltas: Piquet, Lauda, Prost, Mansell, De Angelis, Cheever, Arnoux, Senna, Winkelhock, Brundle, Cecotto, Alliot, eram os 12 que estavam na corrida depois do abandono de Surer, com problemas de motor. De Angelis estava começando a ficar mais para Cheever andava forte com seu Alfa Romeo lutando pela 5ªposição, no final da corrida.
Piquet continuava na Frente, com uma vantagem consolidada sobre Lauda, agora só uma quebra ou pane seca poderia tirar a vitória do Brasileiro, campeão da temporada passada.

Restando 3 Voltas para o Final as brigas lá atrás estavam intensas, De Angelis recuperava o 4ºlugar, Cheever teve pane seca e abandonava a corrida depois de uma ótima corrida. Mansell tentava segurar Arnoux que tinha também problemas muito sérios de motor, Senna em 7ºtambem tentava se aproximar de Arnoux, mas também não tinha muito rendimento para alcançar o Francês da Ferrari, Todos os carros estavam ou nas últimas ou com pouco combustível. Piquet passa para a última volta, depois de 6 corridas sem completar, Finalmente Piquet numa corrida perfeita consegue os primeiros 9 pontos, a primeira vitória e a certeza de que poderia ainda brigar pelo titulo. Lauda e Prost que éramos protagonistas a brigar por vitórias foram os principais coadjuvantes dessa corrida, De Angelis, Arnoux e Mansell, Senna em 7º fez mais uma boa corrida em 1984. Winkelhock, Brundle, Cecotto, Alliot completaram a corrida, Rothengatter também chegou ao final, mas 14 voltas atrás, e isso fez com que ele não fosse classificado.

Resultado final do GP do Canadá de 1984

Vídeo:

Fotos:

View post on imgur.com

 

Fonte das Fotos: Formel1mic, Bestlap
Texto: Deivison da Conceição da Silva