GP do Japão de 1995

Grid de Largada

1 Michael Schumacher (Benetton/Renault) 1’38.023
2 Jean Alesi (Ferrari) 1’38.888
3 Mika Häkkinen (McLaren/Mercedes) 1’38.954
4 Damon Hill (Williams/Renault) 1’39.032
5 Gerhard Berger (Ferrari) 1’39.040
6 David Coulthard (Williams/Renault) 1’39.155
7 Eddie Irvine (Jordan/Peugeot) 1’39.621
8 Heinz-Harald Frentzen (Sauber/Ford) 1’40.010
9 Johnny Herbert (Benetton/Renault) 1’40.349
10 Rubens Barrichello (Jordan/Peugeot) 1’40.381
11 Olivier Panis (Ligier/Mugen-Honda) 1’40.838
12 Mika Salo (Tyrrell/Yamaha) 1’41.355
13 Ukyo Katayama (Tyrrell/Yamaha) 1’41.977
14 Gianni Morbidelli (Footwork/Hart) 1’42.059
15 Karl Wendlinger (Sauber/Ford) 1’42.912
16 Pedro Lamy (Minardi/Ford) 1’43.102
17 Luca Badoer (Minardi/Ford) 1’43.542
18 Taki Inoue (Footwork/Hart) 1’44.074
19 Andrea Montermini (Pacific/Ford) 1’46.097
20 Pedro Diniz (Forti/Ford) 1’46.654
21 Roberto Moreno (Forti/Ford) 1’48.267
22 Bertrand Gachot (Pacific/Ford) 1’48.289
23 Mark Blundell (McLaren/Mercedes) 16’42.640

Não Largou:

– Aguri Suzuki (Ligier/Mugen-Honda) 1’41.592

Schumacher vence pela 9ªvez na temporada sob pista molhada em Suzuka

Schumacher após conquistar o título mundial de 1995 em Aida (GP do Pacífico) já tinha confirmado sua ida para a Ferrari em 1996, a Penúltima corrida da temporada era no Japão na pista de Suzuka que mostrava no grid de largada uma pista molhada mais sem chuva.

A Corrida a princípio teria 24 pilotos, mas Aguri Suzuki que tinha tempo para largar em 13ºlugar acabou batendo muito forte e machucou o pescoço, depois disso Suzuki abandonaria a carreira de piloto, Mark Blundell sofreu grave acidente e iria largar da 23ªposição. Schumacher largava na pole com Alesi em segundo, Hakkinen em 3º, Hill em 4º, Berger em 5º e Coulthard em 6º.

Após a volta de apresentação A largada foi dada com Schumacher mantendo a ponta e Alesi em 2º e Hakkinen em terceiro enquanto isso Morbidelli rodando na primeira curva da pista por causa de um toque de Karl Wendlinger. Roberto Pupo Moreno tentou largar dos boxes, entretanto não conseguiu, seu câmbio falhou. Após 1 volta a classificação era: Schumacher – Alesi 1.586 – Hakkinen 3.393 – Hill 4.659 – Irvine 6.303 e Coulthard 6.678; Mas já pela primeira volta já se via que a água já não era tanta na pista e que a pista não iria demorar a secar enquanto isso Schumacher com a Benetton-Renault disparava na Frente, enquanto isso Irvine assumia o 6ºlugar de David Coulthard e logo depois o 5ºlugar por que Berger perdeu posição para Irvine e Coulthard.

Alesi tentava acompanhar ritmo de corrida de Schumacher enquanto isso muito pouco mais atrás Hakkinen e Hill travavam duelo pelo 3ºlugar estando a mais de 5 segundos de Alesi. Herbert, Frentzen e Panis estavam brigando por posição também, Mas isso era por posições abaixo dos seis primeiros colocados. Para a Sorte de Schumacher, Alesi e Berger pularam antes do sinal verde na largada e iriam ter de parar por 10 segundos nos boxes como punição, isso deixava Schumacher com muito mais folga na liderança da corrida já que o segundo seria Hakkinen e Hill seria o Terceiro.

Alesi já iria cumprir sua punição de 10 segundos, o francês voltou na frente de Panis e atrás de Barrichello, Herbert e Frentzen na 9ªposição. Berger também cumpriu a sua punição de 10 segundos nos boxes. Alesi enquanto isso já passava por Frentzen e iria pra cima de Herbert que também partia para o Ataque em cima de Barrichello, e quando Alesi conseguiu ultrapassagem em cima de Herbert ele foi para os boxes para colocar pneus lisos, ele apostava que a pista iria secar e que os pneus de pista seca já estavam consideravelmente bons para serem usados na pista. Apesar da pista que já estava começando a secar achei prematuro de Alesi essa parada. Classificação após Voltas 7 voltas: Schumacher, Hakkinen, Hill, Irvine, Coulthard, Barrichello.

Schumacher passeava na pista com 11 segundos na frente de Mika Hakkinen, Seu companheiro de equipe e Rubens Barrichello foram aos boxes para a primeira parada deles enquanto isso Alesi numa distante 15ªposição rodou após pisar na grama ao tentar passar uma Minardi brigando por posição e perdeu mais tempo na corrida, Na volta 9 Hill também iria aos boxes para sua primeira parada, aos poucos os pilotos iriam trocando seus pneus de chuva por pneus de pista seca enquanto isso Alesi na volta 9 fazia a melhor volta da corrida com 1:54.416, Schumacher que não tinha trocado os pneus ainda estava virando 7 segundos mais lento que Alesi mostrando que os pneus de pista seca já estavam melhores do que os de chuva tanto é que Schumacher na volta 10 fez a troca para os pneus lisos o mesmo fez David Coulthard, com isso Alesi galgava posições fazendo 1:51.404 na volta 10 sendo a volta mais rápida dele 3 segundos mais rápida que a volta mais rápida dele na volta 9. A corrida já tinha em termos de abandonos Moreno que não largou e de Gianni Morbidelli que rodou tinha também Bertrand Gachot com a Pacific que deixou a corrida com problemas com o Semieixo na 7ªvolta.

Alesi numa espetacular ultrapassagem passa Damon Hill numa incrível ultrapassagem e voltava a briga pelos primeiros lugares, Hakkinen e Irvine iriam para os boxes trocarem seus pneus, Mas Alesi já estava em 2ºlugar com penalidade que ele teve e ele caindo para o 15ºlugar e estava mais rápido que Schumacher naquele momento da corrida. Classificação após 12 voltas: Schumacher – Alesi a 6.862 – Hill a 9.760 – Hakkinen a 18.248 – Irvine a 23.655 e Coulthard a 25.737. Alesi faria 1:49.628 na volta 12. O Francês estava possuído mesmo fazendo a 3 volta mais rápida nas 4 últimas voltas. e Alesi virava 3 segundos mais rápido que Schumacher, algo impressionante com a Ferrari. Katayama com sua Tyrrell que vinha em 14ºlugar abandonava a corrida depois rodar e bater na proteção de pneus. O Japonês deixava a corrida na volta 13.

Na Volta 15 Alesi cada vez mais perto de Schumacher e Coulthard passava Irvine que agora teria Rubens Barrichello brigando pelo 6ºlugar. Alesi com 1:48.409 na volta 14 mais uma vez fazia a volta mais rápida da corrida, e na volta 15 fez 1:47.620 num incrível ritmo de corrida que Schumacher não conseguia conter o avanço do Francês. Apos 15 voltas a Classificação era a seguinte: Schumacher, Alesi, Hill, Hakkinen, Coulthard, Irvine, Barrichello, Frentzen, Berger, Herbert, Salo, Panis eram os 12 primeiros colocados.

Barrichello partia para o ataque em cima de Irvine e tentando ultrapassagem acaba rodando na entrada da Chicane e deixando a corrida quando vinha em 7ºlugar, Berger também abandonava a corrida quando iria assumir a 8ªposição. Barrichello inclusive chegou a tocar no carro do Irlandês que por sorte de Eddie Jordan continuou na corrida.

Alesi definitivamente chegava em Schumacher e na volta 17 fazia de novo a volta mais rápida com 1:47.090 e já chegava em Schumacher, ultrapassagem era questão de tempo, Irvine brigava para manter 6ªposição mas sofria pressão forte de Frentzen com a Sauber. Alesi 1:45.858 na volta 18 e com essa volta Alesi finalmente já estava no retrovisor de Schumacher. Ambos já tinham 10 segundos na frente de Hill.
Classificação após 20 voltas: Schumacher – Alesi a 1.971 – Hill a 11.832 – Hakkinen a 25.807 – Coulthard a 31.836 – Irvine a 46.053. Frentzen que estava em 7ºlugar numa tentativa desastrada de ultrapassagem tocou em Irvine e perdeu o bico do carro, já era a segunda vez que o Irlandês tomava de alguém na corrida e ainda assim Irvine manteve a 6ºlugar. Na briga pelo 1ºlugar Schumacher conseguiu equilibrar a disputa conseguindo igualar ao desempenho de Alesi na corrida, Quem fazia a volta mais rápida na volta 21 era David Coulthard que fez 1:44.941 isso ajudou Coulthard a diminuir sua distância que ele tinha para Hakkinen na briga pelo 4ºlugar.

Classificação após 23 voltas: Schumacher, Alesi, Hill, Hakkinen, Coulthard, Irvine, Herbert, Salo, Panis, Frentzen, Blundell, Badoer, Lamy, Wendlinger, Montermini, Inoue e Diniz. Os outros abandonaram a corrida e Montermini também deixaria a corrida após uma rodada de sua fraquíssima Pacific. Enquanto isso Schumacher resolve apertar seu ritmo fazendo 1:43.659 a melhor volta da corrida e ao mesmo tempo uma fumaça no carro de Alesi, a transmissão de sua Ferrari foi para o espaço fazendo o francês deixar a corrida, apesar do rápido carro a Ferrari não teve confiabilidade para vencer nessa corrida. com isso Hill passava a ser o segundo, Hakkinen o 3º e Coulthard o 4ºlugar já se aproximando de Hakkinen com a Mclaren e Schumacher mais tranquilo na ponta da corrida A briga do momento na corrida era de Coulthard vs Hakkinen pelo terceiro lugar na corrida isso já chegando na metade da corrida.
Frentzen quase atrapalhou Schumacher Rodando na corrida mais uma vez, Hakkinen na volta 27 fazia a melhor volta da corrida com 1:43.395 e se aproximava de Damon Hill na luta pelo Segundo lugar da corrida, Hakkinen faz sua segunda parada de reabastecimento de combustível e troca de pneus, sua troca não foi nada boa e ele caiu para o 4ºlugar. A pista nessa altura do campeonato já estava seca praticamente. Panis e Inoue também foram aos boxes para a segunda troca de pneus. Enquanto Schumacher tinha quase 19 segundos na frente de Hill.

Classificação após 29 voltas: Schumacher, Hill, Coulthard, Hakkinen, Herbert, Irvine. 15 pilotos estavam ainda na corrida. Schumacher, Hill e Coulthard não tinham parado ainda para fazer a 2ªtroca de pneus. Coulthard na volta 30 faz 1:43.102 e era o dono da volta mais rápida da corrida, A Benetton estava pronta para a parada de Schumacher que foi para a segunda parada na volta 32, Hill assumiria a ponta da corrida até a sua parada, a parada de Schumacher demorou 12 segundos, uma parada Normal para os padrões da época, Mas Hill teria de também fazer uma parada. Salo e Blundell também faziam suas paradas, todas as paradas demoravam de 12 a 13 segundos com a ideia de terminar a corrida com o terceiro tanque e o terceiro jogo de pneus, na volta 33 Schumacher fazia de novo a melhor volta da corrida com 1:42.976. A Classificação em 33 voltas Mostrava Hill, Schumacher a 9.926, Coulthard a 14.479, Hakkinen a 41.034, Herbert a 1:08.509 e Irvine a 1:16.465. Coulthard na volta 34 foi para os boxes e demorou 11.5 segundos.

Hill foi para os boxes na volta 35 e a equipe Williams fez uma bela troca de 10.5 segundos, Schumacher reassumiu a ponta da corrida Hill em segundo Coulthard em 3º e Hakkinen em 4º. Pedro Paulo Diniz acabou deixando a corrida após ele rodar na pista.
Schumacher tinha mais de 13 segundos na frente de Hill, mas era uma distância boa para administrar, Damon Hill na volta 36 acaba perdendo o seu carro e saindo da pista e perdendo muito tempo caindo para a 4ªposição e dessa forma ele teve de ir aos boxes para uma terceira parada, as chances de Hill na corrida acabaram, pois ele precisava trocar seu bico e dessa forma perdeu muito tempo mesmo, mas de 20 segundos, outro que sai da pista é Mark Blundell no mesmo ponto, já começo a acreditar que tenha caído óleo de algum carro naquela parte da pista ou se não foi isso é por que foi descuido dos pilotos. Hill caiu de 2º para o 5ºlugar, um prejuízo grande na corrida. Classificação após 39 voltas: Schumacher, Coulthard, Hakkinen, Herbert, Hill, Frentzen, Irvine, Panis, Salo, Blundell, Wendlinger, Badoer, Lamy e Inoue eram os 14 pilotos que continuavam na corrida.

Na Volta 40 Coulthard sai da pista no mesmo ponto que Hill e Blundell saíram da pista, voltou para a corrida mas ele acabou rodando quando se encaminhava para a Chicane perto da reta dos boxes, e na volta seguinte para completar o Desastre do time inglês Hill também roda e deixa a corrida, Hill antes disso acabava de ter uma punição por exceder o Limite de velocidade. Com tudo isso Schumacher tinha 34 segundos de folga para Hakkinen que era o segundo com Herbert de Benetton em 3º, Irvine da Jordan em 4º, Panis de Ligier em 5º e Salo com o Tyrrell-Yamaha em 6ºlugar, Nas voltas finais quem poderia na pista mudar o panorama da corrida era o Inglês Mark Blundell que largou de último e estava em 7ºlugar perseguindo ao Finlandês da Tyrrell, de resto somente através de quebras é que a história da corrida poderia mudar.

Por ironia do destino no final da corrida acabou tendo um sol bem fraco, mas mesmo assim tivemos um sol no final da corrida, nas voltas finais pouco se viu de briga a não ser uma ultrapassagem de Wendlinger em cima de Lamy valendo o 10ºlugar na corrida e a tentativa de Blundell em tentar marcar um ponto, que acabou em nenhum sucesso.

Schumacher venceu com tranquilos 19 segundos atrás de Hakkinen numa atuação muito boa do seu Mclaren-Mercedes chegando a 1 minuto na frente de Herbert que pouco apareceu na corrida e herdou posições para chegar ao pódio, Irvine em 4º após ser alvo de Barrichello e Frentzen em erros desses dois pilotos conseguiu sobreviver e terminar numa respeitável posição com Panis da Ligier em 5º e Salo fechando a Zona de pontuação em 6º.

Blundell, Frentzen, Badoer, Wendlinger, Lamy e Inoue terminaram a corrida. Inoue acabou sendo o único dos 3 japoneses a terminar a prova.

Resultado final do GP do Japão de 1995

Fotos:

Fotos: Bestlap/Formel1mic
Texto: Deivison Conceição

Classificação da Formula 1 Se Fosse por melhores voltas de Prova

Essa Classificação seria se contasse a Classificação das Voltas mais rápidas por corrida como o Critério da Zona de Pontuação, veja como ficaria essa Classificação.

Mundial de pilotos – Classificação das Voltas mais rápidas:

1. Nico Rosberg 123 Pontos
2. Lewis Hamilton 91 Pontos
3. Daniel Ricciardo 73 Pontos
4. Fernando Alonso 64 Pontos
5. Sebastian Vettel 55 Pontos
6. Kimi Raikkonen 40 Pontos
7. Felipe Massa 30 Pontos
8. Valtteri Bottas 24 Pontos
9. Kevin Magnussen 24 Pontos
10.Nico Hulkenberg 23 Pontos
11.Danill Kvyat 20 Pontos
12.Sergio Perez 16 Pontos
13.Jenson Button 8 Pontos
14.Esteban Gutierrez 6 Pontos
14.Max Chilton 6 Pontos
16.Romain Grosjean 2 Pontos
17.Marcus Ericsson 1 Ponto

Mundial de Construtores:

1. Mercedes 224 Pontos
2. Red Bull-Renault 128 Pontos
3. Ferrari 104 Pontos
4. Williams-Mercedes 54 Pontos
5. Force India-Mercedes 39 Pontos
6. Mclaren-Mercedes 32 Pontos
7. Toro Rosso-Ferrari 20 Pontos
8. Sauber-Ferrari 6 Pontos
8. Marussia-Ferrari 6 Pontos
10.Lotus-Renault 2 Pontos
11.Caterham-Renault 1 Ponto

Melhor volta de cada piloto no GP de Mônaco

1     7     Kimi Räikkönen         (Ferrari)             75ªVolta –     1:18.479
2     3     Daniel Ricciardo     (Red Bull Racing-Renault)     70ªVolta –     1:19.252
3     44     Lewis Hamilton         (Mercedes)             34ªVolta –     1:19.361
4     6     Nico Rosberg         (Mercedes)             33ªVolta –     1:19.425
5     14     Fernando Alonso     (Ferrari)             54ªVolta –     1:19.727
6     19     Felipe Massa         (Williams-Mercedes)         48ªVolta –     1:20.314
7     4     Max Chilton         (Marussia-Ferrari)         69ªVolta –     1:20.579
8     20     Kevin Magnussen     (McLaren-Mercedes)         75ªVolta –     1:20.657
9     27     Nico Hulkenberg     (Force India-Mercedes)         38ªVolta –     1:20.767
10     9     Marcus Ericsson     (Caterham-Renault)         53ªVolta –     1:20.911
11     8     Romain Grosjean     (Lotus-Renault)         53ªVolta –     1:20.979
12     22     Jenson Button         (McLaren-Mercedes)         42ªVolta –     1:21.047
13     25     Jean-Eric Vergne     (STR-Renault)             35ªVolta –    1:21.083
14     77     Valtteri Bottas     (Williams-Mercedes)         50ªVolta –     1:21.105
15     21     Esteban Gutierrez     (Sauber-Ferrari)         41ªVolta –     1:21.146
16     17     Jules Bianchi         (Marussia-Ferrari)         42ªVolta –     1:21.254
17     99     Adrian Sutil         (Sauber-Ferrari)        23ªVolta –     1:21.761
18     26     Daniil Kvyat         (STR-Renault)             8ªVolta –     1:22.011
19     10     Kamui Kobayashi     (Caterham-Renault)         16ªVolta –     1:22.425
20     1     Sebastian Vettel     (Red Bull Racing-Renault)     3ªVolta –    1:59.505

Huntey-Reay vence as 500 Milhas para a alegria dos Norte-Americanos

O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay finalmente fez a torcida ficar feliz, O piloto da Andretti conquistou a vitória que coloca o piloto de 33 anos conseguiu esse feito, numa corrida muito rápida aonde Hunter-Reay que largou em 19ºlugar na Sétima Fila teve uma luta no final com o Brasileiro Hélio Castroneves pela vitória, Foram voltas incríveis aonde Hélio Tomava a liderança em uma volta, na outra volta Hunter-Reay voltava a liderança da corrida, A ultrapassagem que definiu a corrida foi a menos de 2 voltas do final onde Hunter-Reay passou o carro amarelo de Hélio Castroneves que na volta final tentou reaver a vitória, Mas acabou ficando a 0.0600 segundos. No final da prova Hunter-Reay festejava Hélio de Lamentava por ficou a muito pouco de uma 4ªVitória o que colocaria ele entre os maiores pilotos de Forma definitiva vencedores das 500 milhas. Hélio Castroneves andou o tempo inteiro nas primeiras posições.

Indy500_2014 (1)

A Andretti colocou 3 pilotos entre os 5 primeiros colocados com Marco Andretti fazendo boa corrida e chegando em 3ºlugar o que foi insuficiente para quebrar o Jejum da Família Andretti que só conquistou em 1969 com o Mário Andretti. Carlos Munõz completou a corrida em 4ºlugar repetindo uma atuação boa que ele teve em 2013 na Indy 500, Completando os Top 5 veio Juan Palbo Montoya que não chegou a ficar pela vitória, Mas correu bem e acabou a corrida em posição respeitável, Aos poucos o Montoya esta voltando a ser o bom e velho Montoya com a segunda Penske.

O Melhor estreante foi Kurt Busch que veio da Nascar, largou em respeitável 12ªposição e não se intimidou com a Indy, andou muito bem as 500 milhas de Indianápolis e chegou em 6ºlugar com a Andretti, impressionante mostrando que um piloto de Nascar não deve em nada em relação aos pilotos da Indycar. Em 7º Chegou o Francês Sebastian Bourdais que conseguiu furar o Dominio de Penske e Andretti com a modesta KV Racing, Will Power ficou em 8ºlugar, Sage Karam com o carro da Dreyer & Reinbold que disputa apenas nessa prova ficou em 9ºlugar fazendo uma corridaça largando do 31ºlugar e Completando os 10 primeiros colocados o Piloto da Ed Carpenter Racing JR Hildebrand que correu apenas nessa corrida. Jacques Villeneuve que voltou para fazer as 500 milhas de Indianápolis não fez uma corridaça, Mas terminou a prova de forma honrosa em 14ºlugar apenas duas posições atrás do primeiro piloto da Sam Schmidt Simon Pagenaud que ficou em 12ºlugar com o capacete em homenagem a Ayrton Senna.

Indy500_2014 (2)

Já O outro brasileiro no Grid Tony Kannan andou bem até a volta 70 quando ele foi para os boxes e a equipe acabou fazendo uma tremenda besteira, se atrapalhando todo, Ele teve de trocar peças aerodinâmicas e com isso perdeu 17 voltas, E depois a corrida dele ficou totalmente comprometida, Ele deixou a prova A Ganassi acabou sendo uma decepção na corrida inteira. Scott Dixon foi o único piloto a ter condições de vencer a prova acabou batendo a menos de 40 voltas para o final. Charlie Kimball bateu quando faltava 50 voltas para o final da corrida e provocou a primeira Bandeira amarela da corrida, A prova teve 3/4 da prova sem bandeira amarela, O único Ganassi que acabou a corrida foi Ryan Briscoe que fechou a corrida em 18ºlugar. Lamentável para uma grande equipe como a Chip Ganassi.
O Pole position Ed Carpenter fez uma corrida muito boa sempre entre os primeiros lugares acabou a 25 voltas do final batendo e levando junto o Canadense James Hinchcliffe no muro.

Resultado final das 500 milhas de Indianápolis de 2014:

1. Ryan Hunter-Reay (Andretti/Honda) 2h40m48.2305s
2. Helio Castroneves (Penske/Chevy) a 0.0600s
3. Marco Andretti (Andretti/Honda) a 0.3171s
4. Carlos Munoz (Andretti/Honda) a 0.7795s
5. Juan Pablo Montoya (Penske/Chevy) a 1.3233s
6. Kurt Busch (Andretti/Honda) a 2.2666s
7. Sebastien Bourdais (KV/Chevy) a 2.6576s
8. Will Power (Penske/Chevy) a 2.8507s
9. Sage Karam (Ganassi/Chevy) a 3.2848s
10. JR Hildebrand (Carpenter/Chevy) a 3.4704s
11. Oriol Servia (Rahal/Honda) a 4.1077s
12. Simon Pagenaud (Schmidt/Honda) a 4.5677s
13. Alex Tagliani (Fisher/Honda) a 7.6179s
14. Jacques Villeneuve (Schmidt/Honda) a 8.1770s
15. Sebastian Saavedra (KV/Chevy) a 8.5936s
16. James Davison (KV/Chevy) a 9.1043s
17. Carlos Huertas (Coyne/Honda) a 12.1541s
18. Ryan Briscoe (Ganassi/Chevy) a 13.3143s
19. Takuma Sato (Foyt/Honda) a 13.7950s
20. Jack Hawksworth (Herta/Honda) a 13.8391s
21. Mikhail Aleshin (Schmidt/Honda) a 2 Voltas
22. Justin Wilson (Coyne/Honda) a 2 Voltas
23. Martin Plowman (Foyt/Honda) a 4 Voltas
24. Pippa Mann (Coyne/Honda) a 7 Voltas

Não Terminou a corrida:

Townsend Bell (KV/Chevy) 190 Voltas
Tony Kanaan (Ganassi/Chevy) 177 Voltas
Ed Carpenter (Carpenter/Chevy) 175 Voltas
James Hinchcliffe (Andretti/Honda) 175 Voltas
Scott Dixon (Ganassi/Chevy) 167 Voltas
Josef Newgarden (Fisher/Honda) 156 Voltas
Charlie Kimball (Ganassi/Chevy) 149 Voltas
Buddy Lazier (Lazier/Chevy) 87 Voltas
Graham Rahal (Rahal/Honda) 44 Voltas

Fotos: Indycar

Rosberg vence pela segunda vez seguida em Monte Carlo e volta a ponta do campeonato

Nico Rosberg após o treino de Sábado ele teve encarar uma guerra contra Lewis Hamilton e acabou vencendo essa Guerra, O piloto Alemão da Mercedes conquistou a vitória pela segunda vez na temporada, segunda vitória em Mônaco e quebrou a sequência de vitória de Lewis Hamilton. Uma Corrida que foi tensa para os pilotos da Mercedes e para todos os outros, Na Largada quem largou bem foi Raikkonen que passou de 6º para o 4ºlugar, Daniel Ricciardo acabou caindo para o 5ºlugar, Logo no começo da corrida o Piloto Mexicano Sergio Perez acabou sendo tocado por Jenson Button e batendo na entrada da curva da antiga estação e abandonando a corrida e para a felicidade de todos na pista Pastor Maldonado também não continuou depois da largada, o Venezuelano deixou a corrida, O Safety Car foi acionada para a retirada do Carro de Perez.

A Relargada aconteceu na Quarta Volta com Rosberg na ponta com Hamilton em segundo, Já Vettel acabou caindo e caindo, voltou aos boxes para ver se o problema era pneus, Mas voltando da sua parada o caro não saia da primeira marcha, Ou seja, Vettel deixa a corrida por problemas de Câmbio. A Corrida passa a entrar no marasmo as emoções ficavam por conta de Adrian Sutil que ultrapassava a todos que viam pela frente, ele acabou passando na curva da Antiga Estação sobre Romain Grosjean, uma belíssima ultrapassagem sobre o piloto Francês, Já Danil Kvyat não teve a mesma sorte, ele acabou abandonando a corrida no começo da prova. Sutil que fazia uma belíssima corrida acabou na 24ªVolta acabou perdendo o controle do carro e batendo, com isso pela segunda vez o Safety Car foi para a pista, E dai praticamente todo mundo foi para os boxes fazer sua paradas, Exceto Felipe Massa que subiu para o 6ºlugar com uma tática diferente dos outros pilotos.

Massa_7th_monaco2014

Kimi Raikkonen voltou aos boxes uma volta depois para trocar os pneus e acabou indo lá para trás na corrida, Felipe Massa assumiu o 5ºlugar. A corrida recomeçou e Hamilton continuou tentando passar Nico Rosberg. Enquanto isso Vergne, Magnussen e Hulkenberg lutavam por posições, Mas Vergne saiu dos boxes em posição perigosa, Resultado ele foi punido e acabou tendo de pagar um Drive Through ficando atrás na corrida, Atrás de Jules Bianchi, Alias antes Kimi Raikkonen e Kamui Kobayashi fizeram uma briga muito interessante durante algumas voltas, Raikkonen fez a ultrapassagem e o Francês Jules Bianchi na marra na rascassi ele passou a Kobayashi que depois dessa disputa ficou muito para trás.

Dai começou a aparecer Bianchi na corrida, Ele suportou a pressão de Jean-Éric Vergne até que o motor Renault da Toro Rosso acabou abrindo bico e fazendo o piloto Francês Deixar a corrida na 51ªVolta, 5 Voltas depois o piloto Valtteri Bottas também deixou a corrida com problemas de motor, Algumas Brigas estavam acontecendo entre elas a luta do Rosberg para se manter na Frente de Hamilton, faltando 19 voltas para o final da corrida Esteban Gutierrez acabou rodando e deixando a prova também, nessa altura do campeonato Jules Bianchi estava em 10ºlugar e levando a Marussia pela primeira vez aos pontos, Mas Bianchi acabou punido e poderia perder a chance de marcar esse ponto que seria fundamental para a equipe Russa, A Corrida vinha acabando e Hamilton perdeu rendimento e com isso Daniel Ricciardo se animou para lutar pelo 2ºlugar, Já Hulkenberg e Magnussen lutavam a tempos pelo 5ºlugar na corrida, Logo Button também chegou em Magnussen e Hulkenberg e se aproveitando e conseguindo a ultrapassagem sobre seu companheiro de equipe Magnussen e assumiu o 6ºlugar, se aproveitando que Rosberg estava ultrapassando os retardatários. A poucas voltas do final Raikkonen e Magnussen se enroscam e acabam sendo prejudicados, Nessa história o caso foi para para investigação depois da corrida. Raikkonen foi para os boxes para consertar danos em seu carro e saiu dos pontos. No final da prova o piloto Nico Rosberg venceu a prova e retornou a liderança do Campeonato, Hamilton segurou Ricciardo e ficou em 2ºlugar, O Australiano completou o pódio, Fernando Alonso chegou em 4ºlugar, Mas a mais de 30 segundos sobre o vencedor da corrida mostrando que a Ferrari esta muito longe de conseguir um resultado relevante. Nico Hulkenberg fez uma corrida muito boa e acabou em 5ºlugar mantendo sua boa regularidade no campeonato. Somente ele Alonso e Nico Rosberg completaram todas as corridas nos pontos até agora no campeonato. Jenson Button leva de Volta da Mclaren aos pontos com o 6ºlugar fazendo boa corrida, Também em boa corrida de recuperação Felipe Massa levou a Williams a 7ªposição. Agora a Festa foi para a Marussia de Jules Bianchi, A Equipe que era a Virgin em 2010 e 2011 e que se tornou Marussia em 2012 finalmente pode comemorar, O 8ºlugar na pista que depois da punição de 5 segundos no tempo final de corrida acabou levando Bianchi para o 9ºlugar atrás de Romain Grosjean significa os primeiros pontos de uma equipe novata que entrou no Grid em 2010. Uma pontuação que pode ser decisiva para determinar posição na Frente da Caterham no mundial de construtores e caso também sobre a Sauber que também não tem pontos no campeonato.

Rosberg_Wins_Monaco

 

Grosjean levou a Lotus a mais uma pontuação e Kevin Magnussen pagou pela inexperiência e fica em 10ºlugar por enquanto, já que o caso dele e do Raikkonen esta sob investigação e uma punição ao piloto da Mclaren pode significar uma pontuação para a Caterham pois Marcus Ericsson em Homenagem a Ronnie Peterson no capacete acabou em 11ºlugar, Raikkonen em 12º com a Outra Ferrari, Kobayashi em 13º com a outra Caterham, evidente que o Japonês perdeu muito rendimento depois da pancada que Jules Bianchi deu no piloto do carro verde e Max Chilton pela 25ªVez completa uma corrida na Formula 1. A Próxima corrida será na Canadá daqui a 2 semanas, Mas a Prova teve 2 grandes vencedores. Rosberg que volta a liderança do Campeonato e Bianchi pelo que fez em Mônaco.

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:49:27.661
2 44 Lewis Hamilton (Mercedes) a 9.210
3 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) a 9,614
4 14 Fernando Alonso (Ferrari) a 32.452
5 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) a 1 Volta
6 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) a 1 Volta
7 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) a 1 Volta
8 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) a 1 Volta
9 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) a 1 Volta
10 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) a 1 Volta
11 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) a 1 Volta
12 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) a 1 Volta
13 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) a 3 Voltas
14 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) a 3 Voltas

Não Terminaram a corrida:

21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) a 19 Voltas
77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) a 23 Voltas
25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) a 28 Voltas
99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) a 55 Voltas
26 Daniil Kvyat (STR-Renault) a 68 Voltas
1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) a 73 Voltas
11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) a 78 Voltas
13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) a 78 Voltas