Formula 1 Formula 1 - 1986 Fotos História

Corridas Históricas: GP de San Marino de 1986

Published by:

Bbxkpkyx

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (Lotus/Renault) 1’25.050
2 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’25.569
3 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’26.159
4 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’26.176
5 Michele Alboreto (Ferrari) 1’26.263
6 Keke Rosberg (McLaren/TAG) 1’26.385
7 Stefan Johansson (Ferrari) 1’27.009
8 René Arnoux (Ligier/Renault) 1’27.403
9 Gerhard Berger (Benetton/BMW) 1’27.444
10 Teo Fabi (Benetton/BMW) 1’27.538
11 Patrick Tambay (Lola/Hart) 1’27.860
12 Thierry Boutsen (Arrows/BMW) 1’28.022
13 Martin Brundle (Tyrrell/Renault) 1’28.329
14 Jacques Laffite (Ligier/Renault) 1’28.389
15 Marc Surer (Arrows/BMW) 1’28.637
16 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’28.828
17 Johnny Dumfries (Lotus/Renault) 1’29.244
18 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’29.244
19 Elio de Angelis (Brabham/BMW) 1’29.713
20 Jonathan Palmer (Zakspeed) 1’30.024
21 Alan Jones (Lola/Ford) 1’30.087
22 Philippe Streiff (Tyrrell/Renault) 1’30.123
23 Andrea de Cesaris (Minardi/Motori Moderni) 1’30.131
24 Huub Rothengatter (Zakspeed) 1’31.953
25 Christian Danner (Osella/Alfa Romeo) 1’33.806
26 Piercarlo Ghinzani (Osella/Alfa Romeo) 1’34.461

7updpyfo

Prost Com inteligência e Sorte vence corrida da Pane Seca em Imola

Imola é sem dúvida nenhuma uma corrida de Resistência e de como você usa o seu combustível, isso Alain Prost levou ao pé da letra para vencer o GP de San Marino, que o recolocou na briga pelo titulo.

Senna pela Terceira vez no ano largaria da pole position, com Nelson Piquet em segundo, Na Segunda Fila Nigel Mansell e Alain Prost, e para a Alegria da Ferrari, O ídolo dos tifosis, Michele Alboreto largava em 5º com Rosberg em 6º.

A pista de imola tinha um grande agravante: O Consumo de combustível que era muito alto, que obrigava os pilotos a economizarem o combustível para terminarem a corrida.

Na Largada Senna larga bem, manteve a ponta da corrida, Mas Piquet logo na 3ªCurva já assume a liderança da Corrida, Rosberg largou bem e foi de 6º para 4ºlugar, Alessandro Nannini acabou batendo nas primeiras curvas e abandonou a corrida logo na primeira volta, Mansell caia de 3º para 5º e era muito pressionado por Michele Alboreto.

Cklv6kck

Piquet disparava na Frente, enquanto Senna segurava as Mclarens de Prost e Rosberg que vinham bem mais rápida que a Lotus de Ayrton Senna, Alboreto já vinha na 5ªposição. Na Volta 5 Senna foi ultrapassado por prost e logo depois pelo Rosberg, e caia para o 4ºlugar.

Enquanto isso Mansell enfrentava problemas em seu Carro e ficou muito tempo parado nos boxes, perdendo várias posições. Mas Rosberg queria mais e tentar passar seu companheiro de Equipe, Alain Prost. O Finlandês que era pé de chumbo tentou por fora, Mas não teve chance de fazer a ultrapassagem. Senna continuava por perto, acompanhando as Duas Mclarens. Logo Depois vinha Alboreto em 5ºlugar e Rene Arnoux em 6º, depois vinham Johansson com a Outra Ferrari, Berger e Fabi. Tambay abandonou a corrida na volta 6ª Com problemas no motor. E a briga pelo 7ºlugar era acirrada entre Teo Fabi que passou Johansson e assumia o 7ºlugar, Mas a disputa não estava decidida, Berger por perto nessa Briga.

Vk0lghi3

Na Volta 7, Continuava Rosberg já estava em 2ºlugar com Prost em 3º. Mansell continuava nos Boxes, Com a corrida dele definitivamente comprometida. Após Sete Voltas a Classificação era a Seguinte: Piquet, Rosberg, Prost, Senna, Alboreto, Arnoux, Fabi, Johansson e Berger. Rothengatter deixava a corrida com problemas no Turbo do motor Zakspeed. (E ainda falam que o motor Zakspeed era Turbo, era uma piada)

Johnny Dumfries foi para os boxes fazer uma troca de Pneus, mas se descobria problemas no Rolamento da Roda de Dumfries, e ele teve que parar, Classificação após 8 Voltas: Piquet 12:22.769, Rosberg a 6.045, Prost a 6.570, Senna a 7.864, Alboreto a 10.242 e Arnoux a 16.826. Quem aparecia bem na Corrida era Alboreto que acabava abandonando as duas primeiras corridas do Campeonato e precisava de um bom resultado para mostrar ao Seu torcedor que a Velha e boa forma não tinha acabado.

E Segue na volta 11 as duas Mclarens juntas tentando tirar a diferença para Nelson Piquet que estava desse da reta da Tamburelo na Liderança, Classificação Após 10 Voltas: Piquet 15.26.998, Rosberg a 5.974, Prost a 6.690, Senna a 8.502, Alboreto a 11.398 e Arnoux a 20.561, Mas para Senna a corrida iria acabar na volta 11, O Rolamento da Roda quebrou e ele teve que parar, nos Carros da Lotus teve o mesmo problema.

4o7rpshc

E Depois de muitos problemas Mansell também abandonava a corrida, seu motor explodiu. Arnoux fez a sua troca de Pneus na volta 13, que estava já programada. O que não estava programado pela Ligier era a Quebra da Transmissão de Jacques Laffite que deixou a prova na volta 15. E As Mclarens enquanto isso estava acabando com a vantagem que Piquet tinha sobre Rosberg e Prost, se demonstrava que a Mclaren tinha mais carro que a Williams.

Elio de Angelis também fazia sua parada nos boxes uma Troca mediana de 10 segundos. Jones também tinha problemas em seu carro, mas ele conseguiu voltar a corrida, Alan Jones que Estreava o Motor Ford TEC V6. (que era o motor Turbo da Cosworth) Piquet, Rosberg, Prost e Alboreto Começavam a pegar os primeiros retardatários na corrida. Rosberg fazia a melhor volta da Corrida na volta 17, 1:31.156, Media de quase 200 km/h e Rosberg e Prost chegavam mais vez mais perto de Piquet, a menos de 2 segundos atrás. Classificação após 18 Voltas: Piquet, Rosberg, Prost, Alboreto, Fabi, Berger, Johansson, Patrese e Arnoux.

Já estávamos na 21ªVolta. Quando Elio de Angelis abandonava a corrida com problemas no motor da Brabham, Após 21 Voltas a Classificação era a Seguinte: Piquet 30:54.225, Rosberg a 1.237, Prost a 1.956, Alboreto a 9.839, Berger a 30.725, e Fabi a 32.296. Definitivamente Rosberg vinha para cima de Piquet e levando com ele Alain Prost, mas estava um pouco longe, seguindo a três segundos atrás, Johansson Fez a sua parada nos boxes.

Na Volta seguinte Berger também fazia sua troca de seus pneus. Isso tudo com 24 voltas completadas. e Piquet responde a Rosberg fazendo a melhor volta da corrida: 1:30.720, Média de exatamente 200 Km/h (124.274 Mph). Mas Rosberg ainda estava na sua cola. A Equipe Williams já estava avisando nas placas sobre os pneus, era mostra de que Piquet iria parar e deixar a ponta para Rosberg e Prost.

Na Volta 26, Thierry Boutsen também fez a parada de troca de Pneus. 17 pilotos ainda estavam na corrida. Na Volta 27 Alboreto entra nos boxes para a sua troca de pneus, e volta depois de um bom trabalho da Ferrari, 8.44 Segundos. Classificação Após 26 Voltas era essa: Piquet, Rosberg, Prost, Alboreto, Berger, Arnoux, Fabi, Patrese e Surer, os 9 primeiros colocados.

A corrida estava chegando a sua metade, e a briga Piquet x Rosberg continuava, Mas a Williams já estava pronta para Piquet trocar seus pneus, De Cesaris Deixava a corrida, seu motor Motori Moderni explodiu, Piquet passou direto dos boxes, ficaria mais uma volta, na pista, enquanto isso Johansson tomava volta dos três primeiros colocados, que estava mais juntos que nunca, Streiff trocava seus pneus na volta 28. Após 27 Voltas a Classificação era a Seguinte: Piquet 41.33.255, Rosberg a 0.591, Prost a 1.862, Alboreto 43.794, Berger 44.373 e Arnoux a 1:09.625. E na volta 29 Piquet foi para os Boxes, uma parada não muito Rápida, 13.29 segundos Piquet volta a pista na 3ªposição. Rosberg agora estava na ponta com Prost em 2º. A Mclaren dominava a corrida na metade da corrida. Na volta 30 Prost partiu para a sua parada nos boxes, e voltou a corrida depois de uma bela troca de 9 segundos para a Mclaren. Rosberg agora era o Líder sem ninguém para incomodar.

Estava livre para Fazer voltas mais rápidas, mas Prost tinha pneus mais novos, e poderia depois da Troca de Rosberg voltar na Frente do seu companheiro Finlandês. Piquet estava em 3ºlugar, acabou perdendo posição para Prost Após 30 Voltas a Classificação era assim: Rosberg, Prost, Piquet, Alboreto, Berger, Arnoux, Fabi, Patrese, Johansson.

Completada a metade da corrida Rosberg mostrava total descaso com o consumo de combustível, ele queria mais era andar na pista. Prost e Piquet estavam já começando a poupar combustível. Rosberg foi aos Boxes fazer sua troca de pneus, Mas Demora muito tempo, quase 15 segundos, e Prost assumia pela primeira vez a ponta da corrida, Rosberg era o Segundo e Piquet o Terceiro, Mas Alboreto vinha perto de Piquet. Alan Jones abandonava a corrida com problemas se Superaquecimento de seu Lola-Ford que fez a estreia do motor Ford TEC V6 turbo.

Rosberg tentava recuperar o Prejuízo e iria pra cima de Prost, Piquet estava mais lento que Prost e Rosberg, parecia não se preocupar com nada disso, Mas era claro que ele estava deixando pra andas mais no final da corrida. Alboreto fazia brilhante corrida e estava em 4º. Depois disso vinham Arnoux, Patrese em 6º com a Brabham BT55 fazendo a primeira boa apresentação na temporada, Berger, Fabi e Johansson em 9º que já iria tomar uma volta de Alain Prost, isso com 36 Voltas completadas. Christian Danner também deixava a corrida com a Osella-Alfa Romeo com problemas Eletricos, Fabi e Berger faziam uma briga caseira pelo 7ºlugar.

Xlo6niyj

Estávamos chegando ao terço final de corrida, Hora de quem economizou, mostraria ao que veio quem andou demais da conta teria que andar mais devagar para Chegar ao Final. Fabi, Berger e Johansson se juntam para Brigar pelo 7ºlugar, uma briga que vinha desde começo da corrida. Arnoux e Patresse estavam sendo os dois melhores do Segundo pelotão. Arnoux que mostrava a boa frase da ligier e Patrese com a Brabham que começava a dar sinais de que o BT55 poderia trazer bons resultados na temporada 86. Na Volta 41 Fabi teve problemas de Motor e abandonou a corrida, ele tinha bem colocado na 7ªposição.

Na Mesma volta, Prost fez a melhor volta da corrida com 1:29.464, Chegando perto dos 203 km/h. Também fim de corrida para Jonathan Palmer, sua Zakspeed demonstrava problemas no Freio. Eram apenas 13 carros na corrida, e iria diminuir para 12, já que Phillipe Streiff abandonaria a corrida com problemas de Transmissão. Ghinzani iria aos Boxes fazer uma parada de troca de Pneus. Alboreto chegava em cima de Piquet. Que mostrava não estar em um grande ritmo ou apenas poupando combustível para o Final da corrida. Italiano Alboreto estava muito bem. Demonstrando aos torcedores que nunca faltou por parte dele desempenho que faltava desempenho era do carro mesmo, que era muito ruim.

Gjoehqj8

Restando 15 voltas para o Final da corrida Começaria a mostrar o verdadeiro desempenho de Piquet na Corrida, já que Rosberg começava a mostrar que estava sem combustível e teve de tirar o pé. Tanto que Alboreto ficou um pouco mais longe de Piquet. Classificação após 45 Voltas: Prost, Rosberg, Piquet, Alboreto, Arnoux, Patrese, Johansson, Berger e Boutsen, Brundle, Danner e Ghinzani esta os outros 3 que continuavam a corrida, e Arnoux deixava a corrida com problemas em uma das rodas do seu carro, com isso deixando a corrida quando vinha num consistente 5ºlugar com a Ligier.

Só 11 pilotos estavam ainda na corrida, e imagina que ainda tinha o problema de combustível que poderia deixar mais alguns sem combustível, Classificação após 48 voltas era essa: Prost 1:13.45.613, Rosberg a 20.960, Piquet a 35.728, Alboreto a 37.197, Patrese a 1:28.362 e Johansson a 1 Volta, Estávamos na volta 49 já. Restando 11 voltas para o Final e tendo só 11 carros na pista.

Restando menos de 10 voltas para o Final Piquet aperta o ritmo de corrida pra cima de Rosberg que começava a ter problemas no consumo, Na Volta 51 a classificação era: Prost, Rosberg, Piquet, Alboreto, Patrese, Johansson, Berger, Boutsen, Surer e Brundle, os 10 primeiros colocados. Com o final da corrida vinha também a Dúvida: quem poupou e quem tem que poupar para terminar a corrida?

Vsyuf3n3

E aos poucos era lógico que Piquet poupou para atacar Rosberg e Prost no final da corrida, Chegávamos nas 5 voltas finais. Johansson e Berger brigavam por uma importante 6ºposição, quando encontrou retardatários, Berger passou Johansson, Mas depois Berger errou o ponto para passar um retardatário e por pouco não voltou ao 7ºlugar.

Alboreto a 4 voltas do Final da corrida tinha problemas com o turbo da Ferrari e abandonou a corrida depois de uma grande demora nos boxes. Piquet se aproximava rapidamente em cima de Rosberg, era inevitável que Piquet iria para o Segundo lugar, até que a 2 voltas para o Final da corrida Rosberg iria parando, mostras de quem não controlou bem o consumo do carro e considerando a corrida. Patrese que iria para um brilhante 3ºlugar acabou parando também por pane seca e abandonando a corrida.

Ua0invqk

Prost se encaminhava para a volta final já administrando a corrida, tinha uma semana na frente de Piquet, Mas a 3 Curvas do Final seu carro para, A torcida fica de pé, O Francês tenta balançar o carro, conseguindo um embalo, Esse embalo foi o bastante para Cruzar a bandeira de chegada, vencer a corrida e parar o carro, sem combustível (depois descobriram que o motor engasgou, não foi falta de combustível, pois tinha 8 litros ainda no tanque). Nelson Piquet completou em 2ºlugar. Se recuperando do abandono em Jerez de la Fronteira.

Gerhard Berger iria ao pódio pela primeira vez, na 3ªposição. Johansson marcava os primeiros pontos da Ferrari no ano. Rosberg e Patrese tiveram pane seca, Mas acabaram nos pontos, em 5º e em 6ºlugares respectivamente. Prost vencia pela 22ªVez em sua carreira. E Voltava a disputa do Titulo com 13 pontos, contra 15 de Senna e Piquet que ainda saíram como líderes do campeonato.

H4u5ikpl

Resultado completo da corrida

Fotos:

Vídeo da corrida:

Fotos: Formel1mic, Bestlap
Texto: Deivison da Conceição da Silva
Vídeo: Chad Matejec

Formula 1 Formula 1 - 1986 Fotos História Vídeos

Corridas históricas: GP da Espanha de 1986

Published by:

Lmg4gatg

Grid de largada:

1 Ayrton Senna (Lotus/Renault) 1’21.605
2 Nelson Piquet (Williams/Honda) 1’22.431
3 Nigel Mansell (Williams/Honda) 1’22.576
4 Alain Prost (McLaren/TAG) 1’22.886
5 Keke Rosberg (McLaren/TAG) 1’23.004
6 René Arnoux (Ligier/Renault) 1’24.274
7 Gerhard Berger (Benetton/BMW) 1’24.501
8 Jacques Laffite (Ligier/Renault ) 1’24.817
9 Teo Fabi (Benetton/BMW) 1’25.052
10 Johnny Dumfries (Lotus/Renault) 1’25.107
11 Stefan Johansson (Ferrari) 1’25.466
12 Martin Brundle (Tyrrell/Renault) 1’25.831
13 Michele Alboreto (Ferrari) 1’26.094
14 Riccardo Patrese (Brabham/BMW) 1’26.231
15 Elio de Angelis (Brabham/BMW) 1’26.550
16 Jonathan Palmer (Zakspeed) 1’26.918
17 Alan Jones (Lola/Hart) 1’26.946
18 Patrick Tambay (Lola/Hart) 1’26.992
19 Thierry Boutsen (Arrows/BMW) 1’27.169
20 Philippe Streiff (Tyrrell/Renault) 1’27.637
21 Piercarlo Ghinzani (Osella/Alfa Romeo) 1’28.423
22 Marc Surer (Arrows/BMW) 1’28.443
23 Christian Danner (Osella/Alfa Romeo) 1’29.046
24 Andrea de Cesaris (Minardi/Motori Moderni) 1’29.195
25 Alessandro Nannini (Minardi/Motori Moderni) 1’30.062

Is9bx1c2

Por 14 milésimos Senna vence em Jerez!

Na segunda corrida da temporada na Espanha que estava de volta depois de 5 anos de Ausência da Formula 1 em Jerez de la Fronteira.
Numa pista bem enxuta e com muitas curvas e de difícil ultrapassagem e nisso um carro um pouco inferior pode se dar bem nesse tipo de Pista. Ayrton Senna com a Lotus larga na pole position com Piquet em 2º, Mansell em 3ºAmbos da Williams, 4ºAlain Prost e 5ºKeke Rosberg com Os Carros da Mclaren sendo os melhores carros.

Na Largada Senna larga bem e se mantem na ponta e os primeiros se mantiveram nas posições, apenas um pequeno incidente aconteceu foi a quebra do Bico do carro de Teo Fabi que acabou perdendo o bico no toque com a Roda Traseira do carro da Ligier, com isso Fabi foi para os Boxes trocar o Seu Bico. Alessandro Nannini não largou (Seu motor Já teve problemas antes da largada) fazendo o piloto da Minardi nem disputou a corrida.

Na primeira volta Mesmo Alan Jones e Jonathan Palmer já se enroscaram e ambos deixaram a corrida, Já na segunda volta Andrea De Cesaris deixa a corrida com Problemas de Diferencial, com isso A Minardi deixava a corrida com uma volta de corrida.

7j6fx59e

Na 3ªVolta, Rosberg passou Mansell e assumiu o terceiro lugar, Nas primeiras voltas Senna, Piquet, Rosberg, Mansell, Prost, Arnoux e Laffite estavam juntos nas primeiras posições formando um primeiro bloco muito competitivo entre Lotus, Mclaren, Williams e Ligier. Senna vinha se mantendo sem muitas dificuldades na ponta mais sem abrir vantagem para os seus adversário que estavam degladiando entre eles (Rosberg em cima de Piquet e Prost em cima de Mansell)

Classificação após 5 voltas: 1. Senna 7:48.123 – 2. Piquet 0.620 – 3.Rosberg 1.190 – 4.Mansell 1.663 – 5.Prost 1.882 – 6. Arnoux 3.041. E o trenzinho começava a se espalhar um pouco e eu diria que as Ferraris começavam a se aproximar um pouco do Grupo. Prost na volta 7 passou Mansell e assumiu o 4ºlugar e logo ele se aproximou de Senna, Piquet e Rosberg.

Na Volta 5, Teo Fabi fez a melhor volta da corrida com 1:30.138 – 168.462 km/h (104.677 MPH) essa média mostra que a pista era de média pra baixa velocidade. Enquanto Senna, Piquet, Rosberg e Prost brigavam pela ponta Mansell começava a ficar mais para Arnoux do que para brigar pelo pódio, Mas logo ele se aproxímou no Grupo, Enquanto isso Ricardo Patrese com o Problemático Brabham-BMW abandonava a corrida com problemas de Câmbio.

Patrick Tambay foi para os Boxes com problemas em seu carro, pelo menos ele voltou a corrida, Curiosidade: Tambay ainda usava motores Hart, já que os motores Ford Turbo não estavam prontos ainda. Classificação Após 10 voltas: Senna 15:21.462 – Piquet a 0.798 – Rosberg a 1.353 – Prost a 1.803 – Mansell a 3.179 – Arnoux a 3.774.

W5qhkhvb

Piercarlo Ghinzani com os Motores Alfa Romeo V8 Deixaram a corrida. O Motor foi o causador do abandono, Enquanto Senna e Piquet conseguiram ter pequena vantagem as Mclarens começavam a brigar pelo 3ºlugar. Na Volta 11 Mansell que parecia estar um pouco atrás dos líderes o Leão fez a melhor volta da corrida com 1:30.001 – Média de 168.718 Km/h. Stefan Johansson teve problemas de Freio e acabou batendo forte de frente, Com isso Johansson acabou tendo dores na perna, Mas ainda bem que foi só problemas na perna após um forte acidente.

Depois de 12 voltas continuavam os 7 primeiros colocados bem perto: Senna, Piquet, Rosberg, Prost, Mansell e Arnoux e um pouco mais longe da turma mas ainda sim perto Jacques Laffite que estava em 7ºlugar já com uma grande vantagem em cima de Michele Alboreto com a Ferrari. Classificação Após 14 voltas: Senna 21.23.228 – Piquet 0.980 – Rosberg 1.928 – Prost 2.344 – Mansell 2.773 – Arnoux 3.375.

Para a Osella a volta 15 seria o fim da Linha, Pois com o mesmo problema de motor de Ghinzani fez Christian Danner acabou abandonando a corrida enquanto isso Rosberg mostra as suas garras e faz 1:29.786 (Média: 169.122 km/h – 105.088 mph) e é o primeiro a baixar o tempo para 1:29. Na Volta 18 De Angelis de volta na pista ficou na frente de Senna, Mas não muito problema para Senna não pois ele passou na Terra para passar o De Angelis. Mansell na volta 19 passa a Prost e assume a 4ªposição, começava o Show do Leão em cima dos lideres. Na Volta seguinte Mansell começava a pressionar Rosberg, Mas Prost não estava fora da briga e Arnoux estava um pouco mais longe, Mas ainda visando os líderes.

Classificação Após 20 voltas era essa: Senna 30:25.089 – Piquet a 1.668 – Rosberg a 2.874 – Mansell a 3.219 – Prost a 3.790 – Arnoux a 5.907.
Tambay tornou um pouco mais difícil as coisas para Senna pois o Brasileiro pegou o Trafego no miolo e com isso Senna perdeu um pouco da sua vantagem em cima de seus mais próximos perseguidores. Michele Alboreto acabou abandonado a corrida com problemas de Rolamento e na mesma volta Phillipe Streiff deixava a corrida com problemas de Motor da Tyrrell-Renault isso na 23ª volta. Rene Arnoux depois de 24 voltas parou para os boxes com problemas em seu carro pois demorava demais a sua parada nos boxes.

Npzw0drx

Senna continuava firme e Forte na ponta da corrida enquanto isso 11 pilotos já estavam fora da corrida 1:29.154 – Média 170.321 Km/h – 105.833 Mph na volta 25 era a melhor volta pertencente a Nigel Mansell, Mas Senna na volta seguinte Respondeu com a melhor volta 1:29.069 – Média de 170.484 km/h – 105.934 Mph. Mas a turma da Frente continuava junta, agora só com o Senna de Lotus e os dois pilotos da Mclaren e da Williams. Depois de 27 Voltas a Classificação era: Senna, Piquet, Rosberg, Mansell, Prost, Laffite, Berger, Brundle, Dunfries, Boutsen eram os dez primeiros colocados.

Na 29ªvolta Senna iria encontrar dois retardatários : Surer e Fabi brigando por posição na corrida, Senna não perdeu tempo com Fabi, Mas com Surer, Senna demorou para passar Surer. Se aproveitando dos retardatários Mansell passou a Rosberg e assumiu o terceiro lugar da Corrida, isso depois de 30 voltas completadas. Senna acabou tendo folga na frente mesmo que seja pouca folga e entre os cinco primeiros houve uma pequena espalhada entre eles. Após 30 Voltas a Classificação era a Seguinte: Senna 45:23.723 – Piquet a 2.236 – Mansell a 3.669 – Rosberg a 5.113 – Prost a 6.460 – Laffite a 13.288, Mas logo logo as coisas iriam esquentar.

Elio de Angelis deixaria a corrida na 30ªvolta com problemas de Câmbio, Rene Arnoux também deixaria a corrida nessa volta com problemas de Semi-eixo enquanto isso Thierry Boutsen foi para os boxes resolver problemas do seu Arrows-BMW, pelo menos o Belga voltou a corrida. Na volta 33 na reta dos Boxes Nigel Mansell passou Nelson Piquet e assumiu a 2ªposição e o Inglês sem dúvida iria para a caça de Ayrton Senna que estava liderando a corrida desde da primeira curva da corrida.

Kobkohof

Classificação após 33 voltas: Senna, Mansell, Piquet, Rosberg, Prost, Laffite, Berger, Brundle, Dumfries e Surer são os dez primeiros colocados sendo que os 5 primeiros estavam bem junto a menos de 6 segundos na frente do 5ªcolocado. Prost na volta 34 passa Rosberg e assumiu o 4ºlugar. A medida que chegava-se na metade da corrida aumentava a expectativa de parada de boxes para os pilotos na corrida, principalmente os pilotos de ponta e Mansell vinha pra cima de Senna.

Classificação Após 36 voltas Completadas: Senna 54:22.238, Mansell a 0.949, Piquet a 5.006, Prost a 5.188, Rosberg a 6.797 e Laffite a 14.268. Piquet já começava a ficar para os dois pilotos da Mclaren enquanto Mansell iria para cima de Senna. Laffite vai para os boxes para a troca de pneus e voltou ainda em 6ºlugar pois Berger em 7º tava longe demais de Laffite. Mansell foi para o embate em cima de Senna e na volta 39 Mansell tentou colocar do lado de Senna para passar.

não conseguiu concretizar a ultrapassagem, Mas na volta Seguinte Mansell se aproveitando do retardatário que era Martin Brundle prendeu Senna por Fora tendo Brundle na frente do Brasileiro e por dentro Mansell passou a Senna e assumiu a ponta da corrida. Enquanto isso Nelson Piquet acabou parando com problemas de motor e deixando a corrida; O Mesmo aconteceu com Marc Surer que vinha em 10ºlugar com problemas de Injeção do seu Carro, Com isso restando 30 voltas para o final da corrida só tínhamos 11 pilotos na corrida.

Mansell começava a abrir sobre Senna. Logo depois vinham Prost e Rosberg perto em 3º e 4ºcolocados, Laffite em 5ºcom a Ligier com um bom ritmo de corrida e Berger que já tinha tomado volta de Mansell e de Senna.

M0tvuane

Classificação após 42 Voltas: Mansell, Senna, Prost, Rosberg, Laffite, Berger, Brundle, Dumfries que eram os 8 primeiros colocados com Fabi, Boutsen e Tambay completando os 11 que continuavam na corrida, Mas esse quadro iria mudar por que Laffite com problemas de Semieixo deixava a corrida com sua Ligier que vinha muito bem. Martn Brundle com a Tyrrell-Renault vinha para a 6ªposição e Berger em 5º. Mas na volta seguinte o Motor de Brundle pede demissão e quebra deixando o piloto da Tyrrell na mão. Com isso eram apenas 9 pilotos na corrida:Mansell, Senna, Prost, Rosberg, Berger, Dumfries, Fabi, Boutsen e Tambay.

Devido aos vários abandonos e do baixo número de carros na corrida o certame começando a ficar monótomo perto do começo da corrida. Senna começava a sofrer pressão de Prost que queria o segundo lugar de Prost, Mas Senna conseguiu na volta seguinte abrir uma boa vantagem em cima de Prost que não conseguiu passar com rapidez a Thierry Boutsen. Berger na volta 46 fez uma parada de Boxes para troca de pneus. Senna tentava aproximação de Mansell e Prost se aproximava de Senna e tudo indicava que os três brigariam pela vitória enquanto Rosberg lutava para terminar a corrida poupando combustível, restando 22 voltas para o Final da corrida.

Nvavwisr

Na 53ªVolta Johnny Dumfries que vinha em 6ºlugar abandonou a corrida com problemas de câmbio. Com isso a Classificação era: Mansell, Senna, Prost, Rosberg, Berger, Fabi, Boutsen e Tambay. As atenções da corrida eram somente entre Mansell, Senna e Prost pela vitória e Ambos os carros já estavam desgastados, muito pelo fato de nenhum dos 3 terem trocado os pneus que é uma surpresa pois a corrida inteira fez sol forte. Classificação após 54 Voltas: Mansell 1:21.15.066 – Senna a 1.370 – Prost a 2.893 – Rosberg a 1:22.584 – Berger 1 Volta – Fabi 1 Volta.

O primeiro embate entre Mansell e Senna foi na volta de número 55, Senna começou o Ataque pra cima de Mansell. Rosberg na volta 56 tomou volta dos três primeiros que acabou quase complicando aos Três pilotos e quase provocou a ultrapassagem de Prost em cima de Senna, Mas Senna conseguiu se manter em 2º. Enquanto Rosberg no final da corrida fazia uma parada nos boxes.

Senna tentou passar Mansell que jogou duríssimo em cima de Senna na volta de número 60, e nas voltas seguintes Senna atacava fortemente a Mansell e Prost vinha apenas acompanhando para tentar se beneficiar caso haja acidente de um dos dois ou de ambos. Na Volta 61 a Classificação era Mansell, Senna e Prost brigando pela vitória, Rosberg tentando sobreviver na corrida em 4º com problemas de combustível e as Benettons de Fabi e Berger, o Italiano acabou passando Berger numa belíssima corrida de recuperação. Fabi em 5º e Berger em 6º, Boutsen e Tambay estavam esperando problemas dos primeiros para poderem entrar nos pontos.

0usfabrd

A Ultrapassagem de Senna sobre Mansell aconteceu na volta de número 62, Senna colocou por dentro em uma curva de Média para Baixa Velocidade e Prost também veio para cima de Mansell e passou para o 2ºlugar Deixando Mansell em 3º. Com isso Mansell foi para os boxes.

Depois de trocar os pneus desgastados para pneus de Classificação Mansell voou na pista nas últimas 8 voltas, Na Volta 65 Mansell fazia a melhor volta da corrida com 1:27.176 – Média de 174,186 km/h – 108.234 Mph tendo em vista que Senna fazia 1:31 e Prost 1:32, Restando 4 voltas para o final da corrida Mansell foi pra cima de Prost que já não conseguia se aproximar de Senna.

Jyqh6lkc

Apesar de Prost ter lutado com os pneus mais velhos Prost não foi páreo para Mansell que assumiu o segundo lugar, A Última volta foi espetacular Mansell num ataque brutal em cima de Senna queria a vitória, Mas Senna não deixou e não permitiu a que Mansell ultrapassasse ao Brasileiro e na última curva Mansell conseguiu colocar de lado de Senna e Passou a Senna, Mas antes eles tinham cruzado a linha de chegada. 14 Milésimos foi que impediu Mansell de Vencer a corrida e foi a diferença que fez de Senna o vencedor do GP da Espanha de 86, a 3ªvitória da carreira e a liderança do Campeonato com 15 pontos, isso depois de uma corrida terrível para os pilotos e equipamentos nessa volta da Espanha a Formula 1.

Resultado completo da corrida

Fotos:

Fontes: Formel1mic, Bestlap

Vídeo da corrida:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Vídeo: mrviniciusf195

F1 Formula 1 Formula 1 - 1986 Fotos História

Corridas Histórias: GP do Brasil de 1986

Published by:

Grid de Largada:

Ayrton Senna 12 (Lotus Renault) 1’25″501 – 211,829 Km/h
Nelson Piquet 6 (Williams Honda) 1:26.266 – 209.951 Km/h
Nigel Mansell 5 (Williams Honda) 1:26.749 – 208.782 Km/h
René Arnoux 25 (Ligier Renault) 1:27.133 – 207.862 Km/h
Jacques Laffite 26 (Ligier Renault) 1:27.190 – 207.726 Km/h
Michele Alboreto 27 (Ferrari) 1:27.485 – 207.025 Km/h
Keke Rosberg 2 (Mclaren Porsche) 1:27.705 – 206.506 Km/h
Stefan Johansson 28 (Ferrari) 1:27.711 – 206.492 Km/h
Alain Prost 1 (Mclaren Porsche) 1:28.099 – 205.582 Km/h
Riccardo Patrese 7 (Brabham BMW) 1:29.294 – 202.831 Km/h
Johnny Dumfries 11 (Lotus Renault) 1:29.503 – 202.357 Km/h
Teo Fabi 19 (Benetton BMW) 1:29.748 – 201.805 Km/h
Patrick Tambay 16 (Lola Hart) 1:30.594 – 199.921 Km/h
Elio De Angelis 8 (Brabham BMW) 1:31.074 – 198.867 Km/h
Thierry Boutsen 18 (Arrows BMW) 1:31.244 – 198.496 Km/h
Gerhard Berger 20 (Benetton BMW) 1:31.313 – 198.346 Km/h
Martin Brundle 3 (Tyrrell Renault) 1:32.009 – 196.846 Km/h
Philippe Streiff 4 (Tyrrell Renault) 1:32.388 – 196.038 Km/h
Alan Jones 15 (Lola Hart) 1:33.236 – 194.255 Km/h
Marc Surer 17 (Arrows BMW) 1:33.781 – 193.127 Km/h
Jonathan Palmer 14 (Zakspeed) 1:33.784 – 193.120 Km/h
Andrea De Cesaris 23 (Minardi Motori Moderni) 1:34.646 – 191.361 Km/h
Piercarlo Ghinzani 21 (Osella Alfa Romeo) 1:35.988 – 188.686 Km/h
Christian Danner 22 (Osella Alfa Romeo) 1:36.558 – 187.572 Km/h
Alessandro Nannini 24 (Minardi Motori Moderni) 1:37.466 – 185.825 Km/h

Em Dia de Festa – Piquet vence com Senna em Segundo em Jacarepaguá

Dobradinha Brasileira Em Jacarepaguá, na primeira corrida do Mundial de 1986. Nelson Piquet e Ayrton Senna fizeram a festa para o público que veio para Jacarepaguá. Na Largada Senna e Mansell na primeira Fila, Senna na largada manteve a ponta seguido de Mansell e de Piquet um pouco mais longe. Na Reta Oposta Mansell atacou Senna, mas o Brasileiro com sua Lotus Renault acabou jogando o leão para fora da pista e o mesmo acaba indo para o muro e abandonando a corrida logo na primeira volta.

Já para os Brasileiros acabou sendo uma festa em ver Senna em primeiro e Piquet em Segundo, uma verdadeira festa brasileira. Senna se Segurava como podia do ataques de Piquet, mas até que na terceira volta Piquet ultrapassou Senna e assumiu a liderança da Corrida. Senna ficava em 2º e Alboreto e Arnoux ficavam em 3º e 4º. Prost vinha num modesto 9ºLugar, mas ele começava a sua corrida de Reação, ultrapassando primeiro Patrese e depois Laffite além de ter ganhado a posição de Rosberg que abandonava a corrida, Alan Jones também abandonaria a corrida, Teo Fabi teve que ir aos Boxes com problemas no motor, provando que a corrida iria exigir demais de motores e pilotos.

Piquet começava a fugir na Frente e aumentava a vantagem volta a Volta, Senna estava em 2º mantendo vantagem para Alboreto. Enquanto lá atrás Prost dava um Show ao ultrapassar Johansson e Arnoux, nessa altura em 13 Voltas ele já estava na 4ªPosição e querendo se aproximar de Alboreto com a Ferrari em 3º Enquanto isso Piquet e Senna começavam a ter o incomodo dos retardatários , Prost brigava com Alboreto pelo 3ºLugar, na primeira tentativa Alboreto Fechou a porta no Final da Reta oposta, mas na volta seguinte Prost conseguiu passar o piloto da Ferrari e assumiu a terceira posição e foi a busca de Senna. Na Volta 17, Nelson Piquet Foi fazer sua primeira parada.

Alboreto também veio para a sua primeira parada. Na Volta de número 19 Senna teve Prost logo atrás dele para tentar a ultrapassagem em cima do Brasileiro para assumir a Liderança da Corrida com Senna em Segundo, mas 2 Voltas depois Senna foi para a primeira parada, voltando em 5º. Prost Tentava fazer uma única parada, mas Piquet estava tirando vantagem em cima de Prost. Logo depois de algumas voltas Piquet ultrapassou Prost que já acusava problemas no seu carro que vinham muito além dos pneus. Senna estava em 3º Longe de Piquet e Prost, Arnoux e Laffite com a tática de 1 parada assumiram a 4ª e 5ª Posições. Na Volta 23 Patrese e Palmer abandonariam a corrida, voltas atrás Elio de Angelis tinha problemas na sua Roda que fugiu e fez perder muito tempo.

Na Volta 29 A Ferrari de Johansson atolava na areia depois da Reta oposta com problemas de Freio, Tambay que fazia boa corrida também abandonava a corrida. Prost fez sua parada na volta 29, e Senna voltava a segunda posição. 30 Voltas completadas: Piquet sobrando na Frente com Senna em 2º, Prost em 3º, Arnoux e Laffite com as Ligiers em 4º e 5º e Brundle com a boa e Velha Tyrrell em 6º.

Na Volta seguinte Laffite Fazia sua única parada. Nesse momento da corrida só havia 13 carros na corrida, Prost iria para os boxes com problemas no Motor Porsche no seu carro, que fez abandonar a corrida, desse modo o único perigo dos brasileiros tinha ido embora, as Ligiers não fazia sombra e não assustavam Nem Piquet e nem Senna.

Enquanto isso nas outras posições com 32 voltas: Piquet, Senna, Arnoux que ainda não tinham parado para a sua parada em 3º, Laffite, Dumfries na sua estreia em 5º e Brundle em 6º. Com Alboreto, Berger, e Boutsen brigando para uma melhor colocação. Enquanto isso Elio de Angelis continuava lá atrás com problemas no seu carro da Brabham, a Corrida meio que esfriou na segunda parte da corrida devido ao fato dos rivais dos Brasileiros já estava fora da Corrida.

Alboreto conseguia ainda a 6ªPosição na corrida, apesar dos problemas na sua Ferrari. Arnoux estava a 45 segundos atrás de Senna, e Laffite a mais de 50 Segundos. Uma corrida Lá atrás Dumfries fazia boa corrida em 5ºLugar com a Lotus, Na Volta 35 Boutsen teve problemas e teve que abandonar a corrida voltas depois. Ao mesmo tempo Michele Alboreto encostava para abandonar a corrida.

Nessa altura com 60% de Corrida só 11 carros estavam vivos na corrida. Com Duas Ferrari e Mclaren fora da Corrida. Na volta 40 Dumfries fazia sua parada de Pits, Mas teve problemas na sua parada demorando 40 segundos. Logo Depois Piquet iria para o seu segundo pit para a Troca de pneus. e Senna voltava a liderança mas Piquet estava por perto, Na Volta Seguinte Senna vai para os boxes, e a parada de Senna foi normal. Agora Piquet administrava a corrida, Senna o segundo lugar, Laffite na parte final de corrida assumia a terceira posição nas voltas finais, também vira um drama nas voltas finais o consumo de combustível para Senna que tinha que economizar para terminar a corrida, e dai em Diante a vida de Piquet que estava tranquila já ficava ainda mais tranquila. Brundle com a Tyrrell-Renault em 5º e Berger em 6º, Streiff com a Outra Tyrrell, de Angelis com a Brabham, Dumfries que com a outra Lotus com a corrida comprometida e Fabi que estava cumprindo tabela continuavam na corrida.

Piquet depois de 61 Voltas vencia a Corrida do Brasil uma corrida dificílima, Senna no limite do combustível em 2ºFizeram a festa brasileira na Estreia da Temporada 1986, Laffite que fazia a sua 11ªParticipação em corridas completava o Pódio com a Ligier, com Arnoux em 4º. Brundle em 5º e Berger em 6º completavam a Zona de Pontuação. Impressionante é que 4 motores Renault terminaram nos pontos e mais uma terminou perto dos pontos.

Um motor que se mostrou confiável a corrida inteira. Como a Honda também se mostrou confiável com Piquet. e o Restante dos outros motores quebraram demais, não resistiram a Sufocante corrida que começou 25 carros. apenas 10 pilotos terminarem a corrida, sendo que Teo Fabi teve problemas no seu carro com o motor. Sendo que 9 terminaram com os carros com perfeita saúde.

Resultado final do GP do Brasil de 1986

Fotos da Corrida:

Fontes: Formel1mic, Bestlap
Texto: Deivison da Conceição da Silva

Sem categoria

Lorenzo ganha em Valencia, Mas é Marquez que entra na História e é o Campeão Mais Jovem da MotoGP

Published by:

Um Cenário como Ricardo Torno em Valencia merecia um grande final. E essa grande final aconteceu. Uma prova digna das melhores do mundial de Motovelocidade o Espanhol Jorge Lorenzo foi brilhante do começo ao final e como o Martelo e a Manteiga ele conquistou mais uma vitória. Só que os 13 pontos de diferença e o 3ºlugar de Marc Marquez que teve uma atuação impecável hoje e soube administrar muito bem a vantagem que ele tinha para conquistar o título e se tornar o piloto mais jovem a realizar esse feito superando a Freddie Spencer em 1985 que conquistou o título com 21 anos, contra os 20 anos de Marc Marquez.

Na Corrida Marquez largou de Forma cautelosa enquanto que Pedrosa foi para cima de Lorenzo que assumiu a liderança da prova, Enquanto que Rossi e Bautista estavam acompanhando aos 3 primeiros colocados. Chegou se a eles estarem separados por apenas 7 décimos de segundo do primeiro ao Quinto lugar.

A briga se seguiu entre Lorenzo e Pedrosa com Lorenzo perdendo a primeira posição por uma curva ou algumas curvas. Até que na volta 10 Lorenzo e Pedrosa Brigando pela ponta Lorenzo acaba tocando em Pedrosa, Ambos ficam lentos e Marc Marquez de passagem assumi a ponta da corrida. Lorenzo foi para cima de Marquez na volta seguinte chegou no seu rival rumo ao título, Marc Marquez optou por deixar Lorenzo passar e continuar fazendo sua corrida para administrar o título.

Os cinco primeiros continuavam juntos, Mas aos poucos Pedrosa conseguiu ultrapassagem sobre Rossi e Bautista para ele ser o terceiro colocado. Já Rossi conseguiu superar a Álvaro Bautista e assumiu a 4ªposição.

Pedrosa acabou advertido do incidente do Pedrosa e a partir dai começou a impor um forte ritmo de corrida enquanto que Marquez vinha em segundo já administrando o campeonato e não buscando a arriscar inutilmente em brigar com Pedrosa. Na parte final da corrida Pedrosa chegou em Marquez e acabou aceitando a ultrapassagem. A formiga Atômica só queria chegar ao final com o Resultado que ele espera.

O Terceiro lugar atrás de Lorenzo e Pedrosa fez com que Marquez comemorasse o título. No final das contas seus 20 anos e o ímpeto de sempre buscar a vitória deu lugar a um Marc Marquez no controle da situação e que ele se controlou para garantir o título. Lorenzo foi até o final e venceu a corrida com Pedrosa em segundo após uma baita corrida de recuperação.

Só que a Festa foi de Marquez que com o 3ºlugar conquistou o título. Valentino Rossi não pode ajudar a Jorge Lorenzo, acabou em 4ºlugar sem ritmo para acompanhar Marquez. Essa corrida a última corrida tendo Jeremy Burgess como seu mecânico, Rossi Estaria disposto a melhorar com um novo mecânico, Não Sabemos se só a troca de Mecânico ou a parte física do Rossi é que não deixa mais ele lutar com os garotos, questão que só vai ser respondida em 2014.

Alvaro Bautista fez um bom papel e conquistou o 5ºlugar, Stefan Bradl fez uma corrida Burocrática mas conseguiu o 6ºlugar, Bradley Smith, Nicky Hayden, Andrea Dovizioso e Michele Pirro completaram as 10 primeiras posições, E Aleix Espargaró em 11º confirmou ser o melhor piloto de CRT pela segunda vez seguida.

Parabéns a Marc Marquez pelo título da Moto GP – O Portal Sportszone parabeniza a Formiga atômica pela conquista do título da MotoGP

Resultado final do GP de Valencia da MotoGP

1 99 Jorge Lorenzo (Yamaha Factory Racing Yamaha) 46’10.302
2 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 3.934
3 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) a 7.357
4 46 Valentino Rossi (Yamaha Factory Racing Yamaha) a 10.579
5 19 Alvaro Bautista (GO&FUN Honda Gresini Honda) a 14.965
6 6 Stefan Bradl (LCR Honda MotoGP Honda) a 24.399
7 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 29.043
8 69 Nicky Hayden (Ducati Team Ducati) a 39.893
9 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 53.196
10 51 Michele Pirro (Ducati Test Team Ducati) a 1’02.983
11 41 Aleix Espargaro (Power Electronics Aspar ART) a 1’04.197
12 8 Hector Barbera (Avintia Blusens FTR) a 1’06.826
13 71 Claudio Corti (NGM Mobile Forward Racing FTR Kawasaki) a 1’11.481
14 9 Danilo Petrucci (Came IodaRacing Project Ioda-Suter) a 1’13.643
15 5 Colin Edwards (NGM Mobile Forward Racing FTR Kawasaki) a 1’24.249
16 7 Hiroshi Aoyama (Avintia Blusens FTR) a 1’33.010
17 70 Michael Laverty (Paul Bird Motorsport ART) a 1 Volta
18 23 Luca Scassa (Cardion AB Motoracing ART) a 1 Volta
19 67 Bryan Staring (GO&FUN Honda Gresini FTR Honda) a 1 Volta
20 45 Martin Bauer (Remus Racing Team S&B Suter) a 1 Volta

Não terminaram a corrida:

29 Andrea Iannone (Energy T.I. Pramac Racing Ducati) a 4 Voltas
14 Randy De Puniet (Power Electronics Aspar ART) a 7 Voltas
35 Cal Crutchlow (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 21 Voltas
68 Yonny Hernandez (Ignite Pramac Racing Ducati) a 22 Voltas
52 Lukas Pesek (Came IodaRacing Project Ioda-Suter) a 27 Voltas
50 Damian Culdin (Paul Bird Motorsport PBM) a 27 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Automobilismo Internacional Automobilismo Norte-americano Formula indy Fotos Indy Car 2013

Power ganha em Sonoma após decisão polêmica dos comissários!

Published by:

Will Power finalmente desencantou em 2013, após uma temporada até aqui apagada o Australiano conquistou sua primeira vitória na temporada. Uma corrida marcada pelas excessivas bandeiras amarelas e por uma tremenda polêmica em uma parada dos boxes.

Na última parada de troca de pneus e reabastecimento, O Neozelandês Scott Dixon que estava na frente atropelou dois mecânicos algo que totalmente proibido pelo regulamento, só que o Mecânico estava na área de boxes do Dixon com um pneu e com preocupação nenhuma de que queria sair da frente de forma rápida, Mas com um atropelamento é impossível que essa punição não ter um veredito de que foi uma decisão justa. Com isso favoreceu a Power e também a Hélio Castroneves que fez uma corrida Burocrática, sem brilho, Mas sem brilho nenhum o Brasileiro conseguiu abrir em mais pontos de diferença para Power restando 4 corridas para o final Hélio tem como a principal arma a constância algo que falta para os outros adversários.

Dixon com a punição caiu lá para trás e acabou a prova apenas em 15ºlugar. A vantagem entre os 2 esta em 39 pontos. Ryan Hunter-Reay só conseguiu ficar uma posição na frente de Castroneves o que ajuda ao brasileiro na luta pelo título.

Justin Wilson em uma tática diferente conseguiu fazer grande corrida e conquistou a 2ªposição colocando a Dale Coyne mais uma vez em destaque no campeonato, Sendo ele o 7ºcolocado no mundial de pilotos. E Dario Franchitti conseguiu o 3ºlugar mais uma vez chegando ao pódio, Após brigar até pela vitória com Marco Andretti ainda alimentando esperanças de campeonato em 4º e Simon Pagenaud em 5ºlugar mais uma vez se destacando entre os pilotos de equipes médias.

Tony Kannan que pelos boatos estaria próximo da Chip Ganassi para a temporada de 2014 acabou lutando muito, tomou punição e caiu lá para trás conseguiu liderar corrida, Mas seu carro não tinha desempenho suficiente para uma melhor posição que o 13ºlugar. Inclusive acabou atrás da sua companheira de equipe na KV Simona de Silvestro que ficou em 9ºlugar.

Domingo teremos a 16ªEtapa da Formula Indy em Baltimore e depois dessa corrida teremos só mais 3 corridas, duas em Houston que é uma rodada dupla e a última em Fontana.

Vídeo da corrida:

Resultado final do GP de Sonoma

1. Will Power (Penske/Chevy) 2:20:46.8226
2. Justin Wilson (Coyne/Honda) a 1.1930
3. Dario Franchitti (Ganassi/Honda) a 3.4036
4. Marco Andretti (Andretti/Chevy) a 4.1266
5. Simon Pagenaud (Schmidt/Honda) a 4.7042
6. Ryan Hunter-Reay (Andretti/Chevy) a 5.1074
7. Helio Castroneves (Penske/Chevy) a 8.5383
8. James Hinchcliffe (Andretti/Chevy) a 9.0231
9. Simon de Silvestro (KV/Chevy) a 9.2858
10. Sebastien Bourdais (Dragon/Chevy) a 11.2082
11. Graham Rahal (Rahal/Honda) a 12.0359
12. Tristan Vautier (Schmidt/Honda) a 15.1056
13. Tony Kanaan (KV/Chevy) a 17.7606
14. EJ Viso (Andretti/Chevy) a 18.5207
15. Scott Dixon (Ganassi/Honda) a 20.2165
16. JR Hildebrand (Herta/Honda) a 20.7611
17. Ryan Briscoe (Panther/Chevy) a 29.4788
18. James Davison (Coyne/Honda) a 43.7768
19. Ed Carpenter (Carpenter/Chevy) a 1 Volta
20. Charlie Kimball (Ganassi/Honda) a 2 Voltas

Não Terminaram a corrida:

Sebastian Saavedra (Dragon/Chevy) 81 Voltas
Lucas Luhr (Fisher/Honda) 81 Voltas
Takuma Sato (Foyt/Honda) 67 Voltas
Josef Newgarden (Fisher/Honda) 56 Voltas
James Jakes (Rahal/Honda) 28 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com
Vídeo: TheIndySnake