Melhores voltas de cada piloto no GP da Malásia

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 53ªVolta – 1:43.066
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) 55ªVolta – 1:43.960
3 14 Fernando Alonso (Ferrari) 47ªVolta – 1:44.165
4 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 51ªVolta – 1:44.289
5 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 48ªVolta – 1:44.675
6 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 44ªVolta – 1:44.897
7 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 36ªVolta – 1:45.129
8 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 44ªVolta – 1:45.373
9 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 31ªVolta – 1:45.475
10 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 38ªVolta – 1:45.982
11 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 47ªVolta – 1:46.039
12 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 42ªVolta – 1:46.224
13 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 36ªVolta – 1:46.695
14 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 40ªVolta – 1:47.500
15 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 53ªVolta – 1:47.753
16 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 27ªVolta – 1:47.782
17 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 27ªVolta – 1:48.040
18 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 49ªVolta – 1:48.249
19 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 4ªVolta – 1:48.527
20 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 6ªVolta – 1:50.929
21 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 4ªVolta – 1:51.473

Hamilton leva GP da Malásia dominado pela Mercedes

Lewis Hamilton num dia grandioso conquistou sua 1ªVitória na temporada e sua 2ªVitória na Mercedes (23ª na carreira) uma corrida perfeita O inglês que largou na liderança liderou de ponta a ponta até a Bandeirada e comprovando o domínio das Mercedes Rosberg largou em 3º mas logo assumiu a 2ªposição de Vettel.

Na Largada não ocorreram incidentes, A Se destacar a boa largada dos pilotos da Williams e a Péssima largada da Toro Rosso de Jean-Éric Vergne, na terceira curva tivemos um incidente entre Jules Bianchi que atingiu a Pastor Maldonado, após esse incidente os comissários analisaram o incidente e puniram Bianchi de Forma merecida, Raikkonen que brigava com o Magnussen pelo 7ºlugar acabou tendo seu pneu furado nas primeiras voltas, E teve de ir aos boxes, igualmente a Vergne que teve problemas de pneus e teve de ir aos boxes.Nas primeiras voltas Hamilton não dava a menor chance para a concorrência até mesmo para Rosberg que tinha certa  diferença para Vettel, Ricciardo, Alonso e Hulkenberg, Logo atrás vinha Button e depois Magnussen, Massa e Bottas, Dai a polêmica por parte da equipe Williams começava. A Williams em Rádio pediu para Bottas não atacar o Brasileiro mesmo ele estando mais rápido que o Massa, E a Williams que tinha um desempenho de melhor consumo de combustível naquele momento.

Nas primeiras trocas aconteceram na volta 9 para 10 para todos os pilotos, antes disso Bianchi e Maldonado tinham deixado a corrida, Pouco tempo depois Kevin Magnussen tinha levado punição de 5 segundos nos boxes, Uma punição muito dura para o piloto da Mclaren e desnecessária pelo modo de ver meu. Hamilton fez sua parada na volta 16 e tinha perdido posição para Hulkenberg, Mas logo recuperou a ponta da corrida, O Alemão da Force India estava retardando a sua parada, assim como o Piloto Japonês Kamui Kobayashi que se destacava com o Carro da Caterham juntamente com seu companheiro de equipe, O Sueco Marcus Ericsson que lutava para manter posições com Kimi Raikkonen e com Jean-Éric Vergne por uma posição modesta, mas gostei da valentia do piloto do carro 9 da Caterham na corrida, Pouco tempo depois Vergne deixaria a corrida com problemas em seu turbo.

Já Kamui Kobayashi fazia bela corrida andando no bloco intermediário até chegando a estar nas 10 posições por alguns momentos, claro que ele não tinha feito a parada, Mas depois da primeira parada o que mais me impressionou foi o fato de Kobayashi estar andando mais rápido do que os carros da Sauber que faziam corrida burocrática com o carro fraco deles e dai podemos comparar a Lotus com a Sauber, qual das duas estaria pior???

Logo a resposta foi dada, a Sauber acabou tendo problemas com os dois pilotos, Sutil abandonou na 33ªVolta  e Esteban Gutierrez com problemas nos freios deixou a corrida na 36ªVolta, E nesse abandono acabou tendo uma cena Comica, Os mecânicos da Sauber decidiram apagar o fogo de maneira alternativa, tentaram abanar em volta do Fogo ao inves de usar o extintor, será que isso é por que não precisavam disso ou que a coisa esta tão preta por lá que nem o extintor eles queriam usar. Já a Lotus de Grosjean estava ainda tentando lutar por pontos.

Agora o grande erro da corrida aconteceu na parada de Daniel Ricciardo que fez sua parada final nos boxes e dai o homem com a pistola não apertou direito a porca do carro e com isso o Australiano percebendo o pneu dele fluxo acabou parando o carro metros depois, Os Mecânicos da Red Bull acabaram por levar o carro de Ricciardo de volta aos boxes para terminar o trabalho para Ricciardo voltar a corrida, Mas a maré de azar do piloto Australiano não pararia por ai, Mas dai o buraco pode ficar bem mais fundo do que se pensa, duas voltas depois Ricciardo tem sua asa danificada e ele teve de voltar aos boxes, e pouco tempo depois o australiano teve de ir aos boxes para cumprir uma punição que ele recebeu devido a toda a trezapada da Red Bull com o piloto Australiano.

No final da corrida alguns pilotos optaram por 2 paradas e outros com três paradas, no final da corrida Hamilton, Rosberg e Vettel fizeram a parada obrigatória para colocar um outro tipo de pneus como o regulamento obriga. No final Hulkenberg tentou resistir aos ataques de Fernando Alonso que tinha pneus mais novos contra um piloto que fez duas paradas na corrida, Só que Alonso com melhores pneus ultrapassou a Hulkenberg para assumir o 4ºlugar, Mas numa corrida em que ele não apareceu em nenhum momento da corrida.

E nas voltas finais a Willliams que não teve um desempenho tão bom  como na Austrália da a ordem para Bottas ultrapassar Massa e que Massa não lutasse com o Finlandês, Só que Felipe ignorou a ordem e lutou até o final com Bottas, enquanto isso Hamilton foi só levar o carro até o final e vencer a prova com Rosberg completando a Dobradinha inédita na fase moderna da Mercedes na Formula 1. Vettel em 3ºlugar salvou um pódio para a Red Bull e mostrou que o carro da Red Bull com os problemas resolvidos nesse RB10 pode sim levar a equipe a vitórias e até mesmo a disputa do Campeonato. Já Fernando Alonso em 4ºlugar foi discreto, Num carro que pode ser que tenha condições de brigar pelo título, Mas que da forma que esta e o desempenho desse Chassi acredito que esse também não seja o Ano de Alonso na Formula 1.

Nico Hulkneberg andou muito bem com a Force India que só teve ele na prova já que Perez por problemas no Câmbio nem largou, Coube a Nico Representar e muito bem a Force India chegando em 5ºlugar na Frente de Jenson Button numa Mclaren que não andou bem e de Felipe Massa que ficou na frente de Valtteri Bottas ignorando as ordens de equipe da Williams algo que o Brasileiro fez muito bem. Completando os 10 primeiros colocados Vieram Kevin Magnussen e Danill Kyvat que ficaram a 1 volta dos líderes, Romain Grosjean resistiu aos ataques de Kimi Raikkonen e conseguiu o 11ºlugar, Raikkonen para uma corrida de recuperação achei uma corrida fraca mesmo a Ferrari não sendo um carro fantástico, Mas era para ter conseguido pelo menos o 10ºlugar. Em 13º chegou o Japonês Kamui Kobayashi que se destacou na corrida mesmo sem carro fazendo frente aos pilotos do meio do pelotão, Marcus Ericsson também merece destaque por ter sido um piloto combativo e aguerrido na prova e completando a lista de quem terminou a corrida Veio o interminável e indestrutível Max Chilton, que completa a sua 21ºcorrida na Formula 1 em 21 presenças, pena que quase todas as vezes ele fica em último lugar.

Semana que vem teremos o 3ºGP da Temporada no Bahrein, naquela republica absolutamente ditatorial. Rosberg com 43 e Hamilton com 25 são os lideres do campeonato e a Mercedes com 68 pontos lidera os construtores.

Classificação final do GP da Malásia

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:40:25.974 em 56 voltas
2 6 Nico Rosberg (Mercedes) a 17.313
3 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) a 24.534
4 14 Fernando Alonso (Ferrari) a 35.992
5 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) a 47.199
6 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) a 1:23.691
7 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) a 1:25.076
8 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) a 1:25:537
9 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) a 1 Volta
10 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) a 1 Volta
11 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) a 1 Volta
12 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) a 1 Volta
13 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) a 1 Volta
14 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) a 2 Voltas
15 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) a 2 Voltas

Não Terminaram a corrida:

3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 49 Voltas – abandonou
21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 35 Voltas – Câmbio
99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 32 Voltas – perda de potência
25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 18 Voltas – Turbo
17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 8 Voltas – Danos devido a acidente com o Maldonado
13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 7 Voltas – perda de potência
11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) Não Largou – Câmbio

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Avaliação do Epson – Treino do GP da Malásia

Texto de Epson Nakajima Araujo

Hamilton faz a pole, a Mercedes ainda tem a melhor performance. Vettel surpreende fazendo o segundo tempo. E Massa prejudicado por causa do tempo e da errada escolha da equipe, ficando em 13º lugar. O circo da Fórmula 1 no ano de 2014 ainda não viveu um treino classificatório sem chuva, o que prejudica o acerto do carro da Williams, algo que foi confirmado até mesmo pela própria equipe. O erro de estratégia da equipe se resume a escolher o tipo errado de pneus no Q2. Segundo Felipe Massa, a equipe se inspirou nos tempos sendo cada vez melhorado pelo Valtteri Bottas. Mas simplesmente ocorreu um erro de informações, por mais que Bottas tivesse melhorado alguns décimos, no geral, era nítido que os melhores tempos eram daqueles com pneu de chuva extrema. A Williams ainda torce por pista seca no domingo, uma vez que novos pacotes aerodinâmicos chegaram em breve. Desde o início, no Q1 a Mercedes andava nas primeiras posições, com a bela disputa entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Espera-se um confronto muito direto entre os dois pilotos, já que o Rosberg marcou o terceiro tempo. Diferentemente do que se esperava no ano passado, dificilmente ocorrerá uma supremacia única na corrida. Pois além de Rosberg arrondar Hamilton na segunda fila, o alemão Vettel fará presença na mesma fila que Hamilton, na primeira fila. O momento de alegria que durou pouco foi da atrasada equipe Lotus, fazendo um bom Q1 com Grosjean. Porém levou o seu carro no Q2 somente à última posição. O choque entre Kvyat e Alonso durante o treino levou a direção de prova fazer análises se sobraria alguma punição. No entanto, nenhuma punição foi feita. A corrida iniciará 5:00 da manhã no horário de Brasília e tem previsões de chuva.

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:59.431 – 22
2 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:59.486 – 20
3 6 Nico Rosberg (Mercedes) 2:00.050 – 23
4 14 Fernando Alonso (Ferrari) 2:00.175 – 22
5 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 2:00.541 – 20
6 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 2:01.218 – 21
7 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 2:01.712 – 23
8 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 2:02.213 – 20
9 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 2:03.078 – 23
10 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 2:04.053 – 22
11 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 2:02.351 – 16
12 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 2:02.369 – 16
13 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 2:02.460 – 16
14 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 2:02.511 – 15
15 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 2:02.885 – 17
16 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 2:02.074 – 8
17 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 2:02.131 – 7
18 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 2:02.756 – 17 (Perdeu 3 posições por atrapalhar Daniel Ricciardo no Q2)
19 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 2:02.702 – 8
20 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 2:03.595 – 8
21 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 2:04.388 – 8
22 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 2:04.407 – 7

Resultado do Terceiro Treino Livre – GP da Malásia

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:39.008 – 13 Voltas
2 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:39.240 – 13 Voltas
3 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:40.156 – 13 Voltas
4 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:40.387 – 14 Voltas
5 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:40.523 – 15 Voltas
6 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:40.686 – 14 Voltas
7 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:40.736 – 14 Voltas
8 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 1:40.781 – 20 Voltas
9 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:40.891 – 20 Voltas
10 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 1:41.029 – 15 Voltas
11 26 Daniil Kvyat (STR-Renault) 1:41.182 – 18 Voltas
12 25 Jean-Eric Vergne (STR-Renault) 1:41.441 – 18 Voltas
13 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 1:41.552 – 15 Voltas
14 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 1:42.041 – 17 Voltas
15 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 1:42.749 – 16 Voltas
16 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 1:43.539 – 20 Voltas
17 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 1:43.977 – 16 Voltas
18 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 1:44.170 – 18 Voltas
19 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 1:44.457 – 12 Voltas
20 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 1:46.015 – 7 Voltas
21 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 2:05.555 – 4 Voltas
22 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) Sem Tempo – 5 Voltas

Tempos do Q1 e Q2 do Treino do GP da Malásia

Tempos do Q1:

1 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:57.183
2 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:57.202
3 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:57.654
4 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 1:58.883
5 14 Fernando Alonso (Ferrari) 1:58.889
6 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 1:58.913
7 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 1:59.257
8 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 1:59.709
9 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 2:00.047
10 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 2:00.076
11 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 2:00.202
12 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 2:00.358
13 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 2:00.889
14 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 2:01.134
15 26 Daniil Kvyat (Toro Rosso-Renault) 2:01.175
16 25 Jean-Eric Vergne (Toro Rosso-Renault) 2:01.689
17 13 Pastor Maldonado (Lotus-Renault) 2:02.074
18 99 Adrian Sutil (Sauber-Ferrari) 2:02.131
19 17 Jules Bianchi (Marussia-Ferrari) 2:02.702
20 10 Kamui Kobayashi (Caterham-Renault) 2:03.595
21 4 Max Chilton (Marussia-Ferrari) 2:04.388
22 9 Marcus Ericsson (Caterham-Renault) 2:04.407
Tempo dos 107%: 2:05.385

Tempos do Q2:

1 44 Lewis Hamilton (Mercedes) 1:59.041
2 1 Sebastian Vettel (Red Bull Racing-Renault) 1:59.399
3 6 Nico Rosberg (Mercedes) 1:59.445
4 3 Daniel Ricciardo (Red Bull Racing-Renault) 2:00.147
5 27 Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) 2:00.839
6 14 Fernando Alonso (Ferrari) 2:01.356
7 7 Kimi Räikkönen (Ferrari) 2:01.532
8 22 Jenson Button (McLaren-Mercedes) 2:01.810
9 20 Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes) 2:02.094
10 25 Jean-Eric Vergne (Toro Rosso-Renault) 2:02.096
11 26 Daniil Kvyat (Toro Rosso-Renault) 2:02.351
12 21 Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari) 2:02.369
13 19 Felipe Massa (Williams-Mercedes) 2:02.460
14 11 Sergio Perez (Force India-Mercedes) 2:02.511
15 77 Valtteri Bottas (Williams-Mercedes) 2:02.756
16 8 Romain Grosjean (Lotus-Renault) 2:02.885