Especial – Jimmy Vasser – Parte 1

Especial_Jimmy_Vasser_gifBiografia de Jimmy Vasser:

Nacionalidade: Americana (Estados Unidos)
Nascimento: 20 de novembro de 1965 (20/11/1965)
Local de Nascimento: Canoga Park – Califórnia – Estados Unidos

Começo da carreira de Jimmy Vasser

Vasser começou a correr de Kart aos 6 anos de idade, em 1986 Vasser tem sua primeira conquista em Formula ganhando a Formula Ford National Championship, Correu no Corvette Challenge em 1988.

E em 1989 e 1990 Vasser correu na F-2000 Canadense pelo time de Ken Murillo e com o patrocinador da LucasFilm.

Em 1990 e 1991 Vasser correu na Formula Atlantic na Della Penna Motorsports. Sendo que em 1991 Vasser ficou com o vice-Campeonato a 4 pontos do Filipino Jovy Marcelo com 7 Vitórias na temporada.

Vasser correu duas etapas da Indy Lights, em 1988 terminou em 10ºlugar no GP de Milwalkee e em 1989 correndo em Laguna Seca ele termina a corrida em 8ºlugar.

Capitulo 1: Equipe Jim Hayhoe Racing (1992-1994)

1992: Estreia Díficil

Vasser foi contratado pela Equipe de Jim Hayhoe para a estreia na Formula Indy que foi feita no GP da Austrália de 1992 da Formula Indy em Surfers Paradise, com um Lola-Chevrolet o piloto largou em 17ºlugar e acabou abandonando a corrida na 49ªvolta por causa de Problemas Elétricos. Vasser marcou seus primeiros pontos no GP de Long Beach após grande Exibição largando de 13ºlugar e chegando em 7ºlugar na frente de pilotos como Scott Pruett e Hiro Matsushita que tinham equipamentos melhores do que o carro de Vasser.
Para as 500 milhas de Indianápolis Vasser conseguiu lugar no Grid largando em 28ºlugar com a velocidade de 222.313 Milhas por Hora (357,701 Km/h), Mas Vasser não foi feliz em sua estreia, ele acabou batendo na 95ªVolta e abandonou a corrida.

A Hayhoe era um time modesto da Formula Indy e por isso Vasser não pode fazer todas as corridas da Temporada, por isso também houve muitas quebras, tanto é que apenas 3 vezes o piloto acabou a corrida (Cleveland e Laguna Seca), mas todas elas com voltas atrás do Vencedor, Marcou pontos em mais duas ocasiões (Toronto, Mesmo abandonando a corrida ele ficou em 12º e em Laguna Seca ele ficou novamente em 12º apesar de se envolver com o Canadense Paul Tracy em um acidente que tirou Tracy da corrida. Vasser completou a temporada de 1992 em 22ºlugar com 8 pontos Ganhos em 10 corridas disputadas, apesar dos problemas o Norte-americano iria continuar na Hayhoe em 1993.

Jimmy Vasser
País: Estados Unidos
Equipe: Hayhoe Racing
GPS: 10
Número de Voltas: 761
Vitórias : 0
Poles : 0
Pódios: 0
Pontos: 8
Voltas na Liderança: 0

Fotos:

1993: O Primeiro pódio

Para 1993 Vasser fez seu segundo ano na Hayhoe Racing, dessa vez ele correu em 12 corridas das 16 que foram disputadas na temporada de 1993, numa temporada em que Tinha como a sua principal Estrela o Piloto Nigel Mansell, campeão de 1992 da Formula 1 e Emerson Fittipaldi como seu principal adversário, Vasser não teria muito para fazer com um time modesto, ele deveria melhorar seu desempenho de 92.

Só que Vasser levou tão a sério a missão de melhorar o seu desempenho, já conseguindo o 9ºlugar no Grid do GP da Austrália, Na corrida ele acabou batendo na 12ªvolta e deixando a corrida cedo.

Mas em Phoenix Vasser teria seu primeiro momento de Glória na IndyCar, Após largar em 9ºlugar Vasser se aproveitou os erros de outros adversários com equipamentos mais competitivos e após as 200 voltas Jimmy Vasser com o Carro Da Hayhoe Lola-Chevrolet conquistou a terceira posição atrás apenas do Vencedor Mário Andretti e do 2ºlugar o Brasileiro Raul Boesel, Vasser chegou na Frente de Al Unser jr., Teo Fabi e Arie Luyendyk que tinham carros superiores do que o Piloto do carro 18.

Nas 500 milhas de Indianápolis, Vasser teve menos dificuldade para classificar, largou em 19ºlugar e completou a corrida em 13ºlugar a 2 voltas do Vencedor Emerson Fittipaldi.
Mas nas outras corridas Vasser voltou a rotina do ano passado, classificando na parte intermediaria para Trás no Grid de largada, mas nas corridas os pontos já eram mais constantes, tanto isso que mesmo disputando 12 corridas na Indy em 1993 Vasser completou 8 corridas e em 6 delas na zona de pontuação sendo que sua maior pontuação sem contar o pódio de Phoenix foi o 8ºlugar em Milwaukee e o 9ºlugar em London, Ambos em oval, Já nos mistos já foi mais difícil pois poucos pontos foram conseguidos nesse tipo de pista, Durante a Temporada Vasser trocou o motor do seu carro, no começo do Ano ele usou os motores Chevrolet, Mas em Indianápolis e em Toronto, Loudon, Vancouver, Mid-Ohio e Laguna Seca ele usou os motores Ford, Suas melhores Classificações no Grid de largada foram 3 vezes um 9ºlugar (Surfers Paradise, Phoenix e Mid-Ohio). Vasser completou a temporada em 16ºlugar com 30 pontos ganhos, Numa temporada em que tivemos grandes pilotos correndo na Indy podemos dizer que foi um ano bem melhor para Vasser com a Hayhoe Racing, time que ele iria permanecer para 1994.

Jimmy Vasser
País: Estados Unidos
Equipe: Hayhoe Racing
GPS: 12
Número de Voltas: 1305
Vitórias : 0
Poles : 0
Pódios: 1
Pontos: 30
Voltas na Liderança: 0

Fotos:


1994: Seu primeiro ano completo e a consolidação na Indy

Vasser iria para 1994 para confirmar seu nome de vez na categoria, pelo terceiro ano seguido Vasser correria pela Hayhoe Racing, Mas dessa vez a Equipe correria a temporada toda, a bordo do carro 18, Com o Chassis Lola e Motor Ford Vasser largou na Austrália em 10ºlugar e após uma corrida confusa terminou a corrida em 4ºlugar já marcando um bom inicio de temporada, Em Phoenix Vasser Trocou o Chassis Lola pelo Novo Chassi Reynard que tinha Recém-Chegado a Formula Indy mais uma vez largou em uma boa posição no Grid de largada, 11ºlugar e mais uma vez escapando de confusões completou a corrida em 5ºlugar.

Com os resultado das duas primeiras corridas Vasser era o Vice-líder do campeonato Empatado com Stefan Johansson com 22 pontos atrás somente de Emerson Fittipaldi, isso já chamava atenção de todos, principalmente por esta em um time com estrutura modesta.

A partir das provas seguintes Vasser sentiria além da Maquina que a Penske colocou na pista como a Falta de estrutura de sua equipe, Vasser nas 500 milhas de Indianápolis conseguia a 16ªposição no Grid e numa bela corrida completou em 4ºlugar mais uma vez escapando dos problemas, 11ºlugar em Milwaukee. Vasser passaria por 5 corridas em que ele não completaria a corrida seja por quebras ou por acidente, entre os acidentes um entre ele e Michael Andretti na briga por posições na parte da Frente numa precipitação por parte do Andretti, Vasser só completou uma corrida no GP de Mid-Ohio, Mas somente em 14ºlugar, Apenas mais uma vez Vasser conseguiu pontuar em 94, foi em Loudon onde ele largou em 11ºlugar e chegou em 7ºlugar, Mais uma vez na Temporada Vasser tem melhores Resultados nos Ovais do que nos mistos, Mas era evidente que a Equipe tinha ficado para trás no desenvolvimento de seu carro, por isso a sua temporada foi prejudicada.

Ao final da temporada Vasser completou em 15ºlugar com 42 pontos tendo como melhores resultados 2 Vezes em 4ºlugar (Austrália e Indianápolis) e como melhor Grid em Portland onde ele largou em 6ºlugar que seria até o final da temporada de 1994 o melhor grid da Equipe e da Carreira de Vasser.

Após 3 anos na Hayhoe, Vasser decide mudar de Equipe, Vai para a ascendente Chip Ganassi de onde ele vive seus melhores anos na Formula Indy, Mas isso fica para o Segundo capitulo desse especial.

Jimmy Vasser
País: Estados Unidos
Equipe: Hayhoe Racing
GPS: 16
Número de Voltas: 1462
Vitórias : 0
Poles : 0
Pódios: 0
Pontos: 42
Voltas na Liderança: 0

Fotos:



Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Formula Indy – GP de Phoenix de 1991

Grid de largada:

Piloto Equipe Equipamento
Rick Mears
Penske Penske-Chevrolet 3
Michael Andretti
Newman-Haas Lola-Chevrolet 2
Mario Andretti
Newman-Haas Lola-Chevrolet 6
Bobby Rahal
Galles Lola-Chevrolet 18
Emerson Fittipaldi
Penske Penske-Chevrolet 5
Danny Sullivan
Partick Lola-Alfa Romeo 20
John Andretti
Hall Lola-Chevrolet 8
Al Unser jr.
Galles Lola-Chevrolet 1
Arie Luyendyk
Granatelli Lola-Chevrolet 9
Scott Brayton Dick Simon Lola-Chevrolet 22
Eddie Cheever
Chip Ganassi Lola-Chevrolet 8
Scott Pruett
Truesports Truesport-Judd 11
Mike Groff
Euromotorsports Lola-Cosworth 50
Jeff Andretti
Bayside Lola-Cosworth 86
Scott Goodyear Walker Lola-Judd 15
Tony Bettenhausen jr.
Bettenhausen Penske-Chevrolet 16
Hiro Matsushita
Dick Simon Lola-Cosworth 7
Al Unser
Foyt Lola-Chevrolet 14
Guido Daccò
Giochi/Preziosi Lola-Cosworth 33
Randy Lewis
Dale Coyne Lola-Cosworth 19
Mark Dismore
Arciero Penske-Buick 12
Jeff Wood Dale Coyne Lola-Cosworth 39

Luyendky dá bote em Favoritos e vence em Phoenix

3ªEtapa da Formula Indy realizada no circuito de Phoenix que é um dos ovais mais curtos de todos que existem Como naturalmente é para ser o tempo era quente para uma corrida de 200 voltas que dava um total de 200 milhas para que 22 pilotos buscassem a vitória. o Pole position era o Norte-americano Rick Mears da equipe Penske com Michael Andretti da Newman-Haas em 2º formando a segunda fila estavam os pilotos Mario Andretti e Bobby Rahal, na terceira Fila estava os pilotos Emerson Fittipaldi e Danny Sullivan com a Partick-Alfa-Romeo.

Os pilotos partiram para a as voltas de apresentação, Durante essas voltas antes da largada Scott Goodyear teve problemas e quase parou.

Na largada Quem pulou para a ponta foi Michael Andretti que passou para a ponta da corrida com Mears em 2º e Bobby em 3º que ganhou posição em cima de Mario Andretti que ficou em 4º, outro que pulou muito bem foi Danny Sullivan que passou a Emerson Fittipaldi e assumiu a 5ºcolocação, Numa pistinha curta como a de Phoenix os primeiros retardatários começaram a surgir, os carros da Dale Coyne de Jeef Wood e de Randy Lewis que tinham os fracos motores Cosworth isso em menos de 10 voltas.

Enquanto isso Danny Sullivan vinha para cima de Mario Andretti mostrando que os motores Alfa-Romeo tiveram grande melhora e eram capazes de lutar de igual para igual com os Chevrolet, Michael Sofria pressão em cima de Rick Mears que é sempre ameaça em um circuito oval. Após 11 voltas à classificação era: Michael Andretti – Rick Mears – Bobby Rahal – Mario Andretti – Danny Sullivan – Emerson Fittipaldi.
Mears tentava por fora passar Michael enquanto isso Jeff Wood quebrou na volta 14 e abandonou a corrida.

Michael continuava líder da corrida enquanto isso Mario Andretti, Danny Sullivan e Emerson Fittipaldi passavam os retardatários e um atacando o outro, Danny não dava folga para Mario e Emerson estava atento para passar Danny Sullivan. Bobby Rahal (Dizem que ele era conservador demais) não quis esperar muito não, foi para cima e passou a Mears e assumiu a segunda posição, Aliás Mears ficou mais para Mario, Danny e Emerson enquanto isso Bobby iria para cima de Michael Andretti.

Mears segurava a turma toda, aprecia que os pneus de Mears tinham acabado e Danny tentava de tudo e por muito pouco ele passou a Mario mostrando um apetite muito grande com um belo chassi e um motor que estava em franco desenvolvimento, Mas essa briga imensa acabou parando na volta 33 quando Scott Goodyear que já tinha tido problemas com o seu carro acabou batendo e deixava a corrida.
A partir dai o Holandês voador Arie Luyendky deu o pulo do gato não fazendo parada para os boxes e assumindo a ponta da corrida, agora quem foi muito bem nos boxes foi Emerson Fittipaldi que nas paradas pulou de 6ºlugar para a segunda posição com Bobby Rahal em 3º, Michael Andretti em 4º e Mike Groff da Euromotorsports em 5ºlugar por que ele também não fez sua parada nos boxes.

Na Relargada Luyendky manteria a ponta e abria de Emerson que conseguia abrir de Bobby Rahal e de Michael Andretti, Scott Pruett foi para os boxes pela segunda vez, Danny Sullivan tentava passar a Al Unser jr. na briga pelo 7ºlugar, enquanto isso Michael Andretti se aproveitando dos retardatários passou a Bobby Rahal e assumiu o 3ºlugar, com Mears e Mario Andretti em 5ºe 6ºlugares, já Mike Groff foi ultrapassado por todos eles até por que Groff não tinha carro para segurar os principais pilotos da categoria.

Chegando 54 voltas de corrida Luyendky e Emerson passavam a 7 retardatários, nisso Michael começava a chegar e andando em cima Michael Andretti chegava de vez no Penske-Chevrolet de Emerson brigando pelo segundo lugar mas sem perderem o Olho no carro alaranjado de Arie Luyendky. Classificação após 58 voltas: Luyendky em 1º, Emerson Fittipaldi em 2º, Michael Andretti em 3º, Bobby Rahal em 4º, Mario Andretti em 5º, Rick Mears em 6º, Danny Sullivan em 7º que conseguiu passar a Al Unser jr. que ficou em 8º, Eddie Cheever e Scott Brayton completavam a lista dos 10 primeiros colocados.

Emerson Fittipaldi foi para cima do Holandês voador e tinha tudo para passar Luyendky que tinha que para em poucas voltas, só que o Holandês deu uma sorte danada, uma bandeira amarela surge com a Batida de Guido Daccò, com isso Luyendky foi para a sua primeira parada e todo mundo foi para os boxes o Holandês voltou na frente de Emerson e de Bobby só que Luyendky não voltava na ponta por que Mario Andretti e Eddie Cheever não fizeram a parada com os outros pilotos e partiram para uma tática diferente. Classificação após 73 voltas: Mario Andretti – Eddie Cheever – Arie Luyendyk – Emerson Fittipaldi – Bobby Rahal. Randy Lewis com a outra Dale Coyne deixou a corrida com problemas de direção do seu carro, e a corrida também não duraria muito para Tony Bettenhausen jr. que acabou abandonando a corrida na volta 74 com problemas de suspensão.

Na relargada Arie foi com tudo para cima de Eddie Cheever e passou ao norte-americano da Chip-Ganassi e foi para cima de Mario Andretti, incrível o desempenho de Luyendyk com o carro da Granatelli Racing número 9, uma belíssima ultrapassagem de Arie, e também Emerson e Bobby iriam querer passar Cheever para seguir atrás de Arie e de Mario. Bobby tentava passar Emerson perto da volta 80, Mas Mears partiu para cima de Bobby Rahal que estava perto de Emerson que tentava passar de todo jeito a Cheever, Mas Cheever segurava de maneira exemplar a Emerson.

Mears se aproveitou de um retardatário para passar Bobby Rahal e assumir a 5ªposição e vinha chegando Michael Andretti na Sétima posição e andando pela parte de cima mostrando que ele era bem rápido, Seu pai continuava na ponta da corrida.

Na briga pelo terceiro lugar Cheever continuava tentando passar o norte-americano e Mears colocou de vez no brasileiro, enquanto isso lá Atrás Danny Sullivan em 8ºtentava dar o bote em Michael Andretti, O Piloto da Partick fazia uma prova brilhante até aquele momento.

Sullivan se aproveitou de um do retardatário John Andretti passou a Michael Andretti na volta 96 e assumiu o 8ºlugar. Na volta 99 para 100, mas antes disso Arie Luyendky passou a Mario Andretti e assumiu a ponta da corrida, Mas Mario se aproveitando de que Scott Brayton estava tentando evitar tomar volta do Holandês voador se aproximou Mario Andretti só que o Velho Mario não esperava Cheever dar o bote nele e tomar a segunda posição da corrida e Brayton deu as mesmas dificuldades para Cheever do que deu para Arie e com isso Mario e Emerson se aproximaram e depois deles vinham Mears e Bobby Rahal. Enquanto isso Michael Andretti passou a Danny Sullivan e por fora passou a Bobby Rahal e assumia a 6ªposição numa manobra bem arrojada.

Classificação após 112 voltas: Arie Luyendky em 1º – Eddie Cheever em 2º – Mario Andretti em 3º – Emerson Fittipaldi em 4º – Rick Mears em 5º – Michael Andretti em 6º – Bobby Rahal em 7º – Danny Sullivan em 8º – Al Unser jr. em 9º – Scott Brayton em 10º e Depois dessa Michael passou a Mears e assumiu o 5ºlugar e vinha para cima de Emerson Fittipaldi e sem cerimonias passou ao Brasileiro e em 4 voltas ele passou de 8ºlugar para a 4ªposição, Eddie Cheever na volta 116 foi para a sua segunda parada no boxes. com isso Mario era o segundo, Michael, Emerson e Mears completando os 5 primeiros colocados. um pouco mais atrás Mike Groff, Jeff Andretti e Al Unser buscavam um melhor posicionamento na corrida brigando pelo 11ºlugar que parecia ser uma posição dentro da realidade deles. Mario já era o segundo colocado, Mas Emerson iria querer Briga com Michael pelo segundo lugar e levava com ele o seu companheiro de equipe Rick Mears.

Restando 70 voltas para o final quem fizesse uma parada depois da 130 voltas poderia terminar a corrida tranquilamente, Mears e Mario Andretti como pararam na volta 120 teriam que torcer para fazer a corrida com esse tanque. Emerson perdia colocação para Bobby Rahal na volta 133 e Danny Sullivan tentava passar o Brasileiro só que Emerson reagiu, na volta 135 Mario Andretti foi para o seu terceiro e derradeiro pit, Mais perdeu muito tempo, tanto que a sua parada foi de quase 22 segundos.

Os pilotos de ponta foram para os boxes entre a volta 130 a 144, Emerson Fittipaldi foi para os boxes na volta 139, Arie Luyendky na volta 140 deixando a ponta da corrida para Danny Sullivan que fazia uma baita corrida e ficou nessa posição por duas voltas até ele fazer a sua parada que custaram 15.6 segundos para o norte-americano da equipe Partick, com isso Arie era o primeiro, com Bobby Rahal em 2º, Emerson Fittipaldi em 3º, Rick Mears em 4º, Danny Sullivan em 5º e Michael Andretti em 6º. Al Unser que com o Carro da Gilmore-Foyt deixou a corrida na volta 105 por causa de vibrações em seu carro.

Rick Mears na volta 150 passou a Emerson Fittipaldi e assumia a 3ªposição e tentava ir para cima de Booby Rahal, o Penske número 3 iria aprontar pra cima do Galles amarelo e azul nº18 de Bobby Rahal.

Enquanto isso Arie Luyendky tinha uma folga de 2 segundos para Bobby Rahal, desde do momento da primeira bandeira amarela ele que largava em 9ºlugar usou de uma boa tática para assumir a ponta da corrida, a corrida se encaminhava para a sua parte final. Mike Groff que vinha muito bem em 11ºlugar deixava a corrida com problemas elétricos em seu carro Lola-Cosworth. Emerson não estava gostando muito da História de ficar atrás de Mears e foi para cima do seu companheiro de equipe e tinha que passar rápido pois Sullivan estava por perto para dar o Bote, Emerson Acabou passando de Forma rápida a Mears e reassumindo o terceiro lugar e Mears já ficava mais para Sullivan e logo atrás vinha Michael Andretti. Faltava 31 voltas para o final quando Mears foi para a sua parada final e com isso o Norte-americano acabava fora da briga pela vitória, pois perderia uma volta. com isso Arie, Bobby Rahal, Emerson, Sullivan e Michael Andretti eram os candidatos a vitória.

Só que Arie Luyendky não queria deixar dúvidas de seu domínio e começava a aumentar a sua vantagem enquanto Emerson começava a tirar vantagem de Bobby Rahal e Michael Andretti passava a Danny Sullivan e assumia o 4ºlugar também iria para a Batalha.

Restando 25 voltas para o final a classificação era a seguinte: Arie Luyendky, Bobby Rahal, Emerson Fittipaldi, Michael Andretti, Danny Sullivan, Eddie Cheever, Mario Andretti, Al Unser jr., Rick Mears e Scott Brayton.

Eddie Cheever foi para a parada final nos boxes, a mesma coisa fez Mario Andretti. Enquanto isso Arie Luyendky poupava um pouco o combustível para chegar ao final com isso Bobby tentava chegar em Arie, Mas precisava se preocupar com Emerson Fittipaldi que vinha babando para passar Bobby Rahal faltando 16 voltas para o Final da corrida, Enquanto isso Scott Brayton que vinha em 10ºlugar tinha problemas com o Turbo de seu carro enquanto Emerson Fittipaldi foi para cima de Bobby Rahal e por pouco não conseguia o segundo lugar enquanto Danny Sullivan com muita Garra se manteria na frente de Michael Andretti na luta pelo 4ºlugar.

Bobby continuava se defendendo de Emerson Fittipaldi, as voltas vinham acabando e a briga iria ficando melhor, mesmo que a ultrapassagem seja nessa pista meio difícil pelas retas pequenas quando os carros tem um desempenho igual. Restando 2 voltas para o final Emerson conseguiu colar bem em Bobby Rahal e passou ao norte-americano tomando o 2ºlugar mas na mesma volta o motor Alfa Romeo de Danny Sullivan quebra provocando uma bandeira amarela e o Holandês Luyendky numa corrida brilhante, numa tática brilhante ganhava a corrida em cima dos favoritos, como Bobby ainda passou na volta que deu a bandeira amarela em 2ºlugar ele acabou na frente de Emerson Fittipaldi que mesmo com a belíssima ultrapassagem acabou em 3ºlugar, Andretti, Mears e Al Unser jr. completaram os seis primeiros colocados.

piloto Equipe Chassis-motor Voltas
1 Arie Luyendyk Granatelli Lola Chevrolet 200 9
2 Bobby Rahal Galles Lola Chevrolet 200 18
3 Emerson Fittipaldi Penske Penske Chevrolet 200 5
4 Michael Andretti Newman-Haas Lola Chevrolet 200 2
5 Rick Mears Penske Penske Chevrolet 199 3
6 Al Unser, Jr. Galles Lola Chevrolet 199 1
7 Danny Sullivan Patrick Lola Alfa Romeo 198 20
8 Eddie Cheever Ganassi Lola Chevrolet 198 8
9 Mario Andretti Newman-Haas Lola Chevrolet 197 6
10 Jeff Andretti Bayside Lola Cosworth 192 86
11 John Andretti Hall Lola Chevrolet 191 8
12 Scott Pruett Truesports TrueSport Judd 190 11
13 Scott Brayton Dick Simon Lola Chevrolet 185 22
14 Hiro Matsushita Dick Simon Lola Cosworth 182 7
15 Mark Dismore Arciero Penske Buick 176 12
16 Mike Groff Euromotorsport Lola Cosworth 157 50
17 Al Unser Foyt Lola Chevrolet 105 14
18 Tony Bettenhausen, Jr. Bettenhausen Penske Chevrolet 71 16
19 Randy Lewis Dale Coyne Racing Lola Cosworth 65 19
20 Guido Daccò Giochi/Preziosi Lola Cosworth 62 33
21 Scott Goodyear Walker Lola Judd 33 15
22 Jeff Wood Dale Coyne Racing Lola Cosworth 13 39

Texto: Deivison da Conceição da Silva

Patrocínio:
planatina_projeto_gif

Power ganha em Sonoma após decisão polêmica dos comissários!

Will Power finalmente desencantou em 2013, após uma temporada até aqui apagada o Australiano conquistou sua primeira vitória na temporada. Uma corrida marcada pelas excessivas bandeiras amarelas e por uma tremenda polêmica em uma parada dos boxes.

Na última parada de troca de pneus e reabastecimento, O Neozelandês Scott Dixon que estava na frente atropelou dois mecânicos algo que totalmente proibido pelo regulamento, só que o Mecânico estava na área de boxes do Dixon com um pneu e com preocupação nenhuma de que queria sair da frente de forma rápida, Mas com um atropelamento é impossível que essa punição não ter um veredito de que foi uma decisão justa. Com isso favoreceu a Power e também a Hélio Castroneves que fez uma corrida Burocrática, sem brilho, Mas sem brilho nenhum o Brasileiro conseguiu abrir em mais pontos de diferença para Power restando 4 corridas para o final Hélio tem como a principal arma a constância algo que falta para os outros adversários.

Dixon com a punição caiu lá para trás e acabou a prova apenas em 15ºlugar. A vantagem entre os 2 esta em 39 pontos. Ryan Hunter-Reay só conseguiu ficar uma posição na frente de Castroneves o que ajuda ao brasileiro na luta pelo título.

Justin Wilson em uma tática diferente conseguiu fazer grande corrida e conquistou a 2ªposição colocando a Dale Coyne mais uma vez em destaque no campeonato, Sendo ele o 7ºcolocado no mundial de pilotos. E Dario Franchitti conseguiu o 3ºlugar mais uma vez chegando ao pódio, Após brigar até pela vitória com Marco Andretti ainda alimentando esperanças de campeonato em 4º e Simon Pagenaud em 5ºlugar mais uma vez se destacando entre os pilotos de equipes médias.

Tony Kannan que pelos boatos estaria próximo da Chip Ganassi para a temporada de 2014 acabou lutando muito, tomou punição e caiu lá para trás conseguiu liderar corrida, Mas seu carro não tinha desempenho suficiente para uma melhor posição que o 13ºlugar. Inclusive acabou atrás da sua companheira de equipe na KV Simona de Silvestro que ficou em 9ºlugar.

Domingo teremos a 16ªEtapa da Formula Indy em Baltimore e depois dessa corrida teremos só mais 3 corridas, duas em Houston que é uma rodada dupla e a última em Fontana.

Vídeo da corrida:

Resultado final do GP de Sonoma

1. Will Power (Penske/Chevy) 2:20:46.8226
2. Justin Wilson (Coyne/Honda) a 1.1930
3. Dario Franchitti (Ganassi/Honda) a 3.4036
4. Marco Andretti (Andretti/Chevy) a 4.1266
5. Simon Pagenaud (Schmidt/Honda) a 4.7042
6. Ryan Hunter-Reay (Andretti/Chevy) a 5.1074
7. Helio Castroneves (Penske/Chevy) a 8.5383
8. James Hinchcliffe (Andretti/Chevy) a 9.0231
9. Simon de Silvestro (KV/Chevy) a 9.2858
10. Sebastien Bourdais (Dragon/Chevy) a 11.2082
11. Graham Rahal (Rahal/Honda) a 12.0359
12. Tristan Vautier (Schmidt/Honda) a 15.1056
13. Tony Kanaan (KV/Chevy) a 17.7606
14. EJ Viso (Andretti/Chevy) a 18.5207
15. Scott Dixon (Ganassi/Honda) a 20.2165
16. JR Hildebrand (Herta/Honda) a 20.7611
17. Ryan Briscoe (Panther/Chevy) a 29.4788
18. James Davison (Coyne/Honda) a 43.7768
19. Ed Carpenter (Carpenter/Chevy) a 1 Volta
20. Charlie Kimball (Ganassi/Honda) a 2 Voltas

Não Terminaram a corrida:

Sebastian Saavedra (Dragon/Chevy) 81 Voltas
Lucas Luhr (Fisher/Honda) 81 Voltas
Takuma Sato (Foyt/Honda) 67 Voltas
Josef Newgarden (Fisher/Honda) 56 Voltas
James Jakes (Rahal/Honda) 28 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Motorsport.com
Vídeo: TheIndySnake