Formula Indy – Dixon conquista Pentacampeonato em Sonoma, Com Hunter-Reay vencendo após corrida impecável

Na última prova do campeonato se confirmou o favoritismo do Neozelandês Scott Dixon, Com o segundo lugar ele conquistou o 5ºtítulo da sua carreira na Formula Indy. Em uma corrida calma para o piloto da Ganassi, Ainda mais ajudado pelo erro de Rossi na primeira curva que acabou dando a tranquilidade a Dixon. O Norte-Americano Ryan Hunter-Reay dominou a prova e conquistou a vitória no Circuito de Sonoma, Que vai sair do calendário da categoria em 2019.

O Campeonato que estava favorável para o piloto Neozelandês, ficou bem melhor com a Largada. Enquanto Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon mantiveram as 2 primeiras posições. Alexander Rossi tentou ganhar posições, Mas acabou tocado em Marco Andretti, Quebrando o Aerofólio e furando o seu pneu. O piloto da Andretti foi se arrastando para os boxes. Ao trocar os pneus, Rossi voltou a quase 1 minuto atrás de Hunter-Reay e de Dixon.

Enquanto Hunter-Reay abria vantagem na liderança, Dixon vinha em uma tranquila segunda posição. Newgarden, Andretti e o estreante Patrício O’Ward com o carro da Harding vinha em 5ºlugar. Tony Kannan se aproveitando da confusão da largada, ganhou 5 posições e foi para o 13ºlugar. (O Brasileiro fazia a sua 300ªCorrida seguida na Formula Indy e sua 360ªprova na categoria)

O Estreante O’Ward desgastou muito seus pneus e começou a ser pressionado por Graham Rahal e Will Power fortemente. O Mexicano resistiu a pressão por 3 voltas, Mas como ele desgastou demais os pneus, Foi alvo fácil para Power, que na curva final antes de completar a volta fez uma manobra belíssima, levando a posição do filho do Bobby Rahal.

13ªVolta, Simon Pagenaud foi o primeiro a fazer a primeira parada. A previsão era de 3 a 4 paradas nos boxes. No meio disso, Takuma Sato abandonou com o estouro do seu motor Honda, O Vencedor do GP de Portland foi o primeiro a abandonar a prova.

Na 17ªVolta, Ryan Hunter-Reay e Scott Dixon foram para a 1ªparada. O piloto da Ganassi escapou por pouco de um choque com Sebastien Bourdais que estava também indo aos boxes para a sua primeira parada. Josef Newgarden na volta 19ª (O motor morreu após a parada e o piloto da Penske perdeu tempo) e Will Power na Volta 20 foram os últimos a pararem nos boxes.

Hunter-Reay voltou a liderança, Com Scott Dixon em 2º e Simon Pagenaud subindo para o terceiro lugar. Rossi foi para o 19ºlugar, Mas adotando a arriscada tática de 2 paradas apenas ele foi superado por pilotos na parte de trás indo para o último lugar. A 43 segundos de Hunter-Reay e a 41 segundos de Dixon.

Rossi para na 26ªVolta, Era bem difícil. Ou melhor, Quase impossível que ele terminasse a prova com apenas mais 1 parada de troca de pneus e reabastecimento. O piloto da Andretti voltou a 1 volta atrás dos líderes. Na volta 28, Power ultrapassa na curva final a Graham Rahal e sobe para o 5ºlugar.

Hunter-Reay e Dixon vinham sobrando e estava a 11 segundos de Pagenaud. O Francês vinha sendo pressionado pelo Marco Andretti.

Rossi foi tentar passa o piloto da Ganassi para tirar a volta de desvantagem para Dixon e tentar volta a corrida. Foram 5 voltas atrás do piloto da Ganassi acabou cedendo a ultrapassagem para o piloto da Andretti Autosport. Nesse meio tempo, O companheiro de equipe de Scott Dixon passou para o 7ºlugar, Superando a Rahal.

Na volta 35, Pagenaud e Rahal foram para a segunda parada. 4 Voltas depois, Hunter-Reay e Dixon foi para a segunda parada deles. Com isso, Rossi voltou a volta do líder. Power assumiu a liderança por uma volta, Na 40ªvolta, Ele e Bourdais foram para os pits. Hunter-Reay abriu 4.5 segundos a frente de Dixon. Simon Pagenaud continuava em 3º, Ainda pressionado pelo Marco Andretti. Depois vinham Power, Bourdais em 5º e 6º, Enquanto que o campeão da temporada de 2017 era pressionado pelo Graham Rahal.

Na volta 43, Rossi vai para os boxes. Durante sua parada. O Norte-Americano Graham Rahal acabou parando seu carro em uma das curvas do circuito, (Na maior reta da pista) Isso provoca a única bandeira amarela da prova. Era disso que Rossi precisava, após a parada ele manteve a Volta e com essa bandeira amarela ele pode se juntar a todo o pelotão. Nesse meio tempo ele foi para os boxes com mais uns 2 pilotos encher o tanque.

Na volta 50 a corrida recomeça. A partir dai começou o Show do piloto da Andretti, Que em um espaço de 3 voltas, Ele passou do 21º para a 9ªposição. Na volta 54, Rossi ultrapassou Tony Kannan subindo para o 8ºlugar. As chances do campeonato estavam aumentando para o norte-americano. Na volta 55, Foi a vez de Ed Jones tomar passada de Rossi que já estava em 7ºlugar em um espaço de 6 voltas, Ganhando 14 posições.

No meio do pelotão, Santino Ferrucci vinha fazendo uma corrida agressiva ao atacar a Jordan King da Carpenter. Atrás deles vinham Jack Harley que tentou passar o inglês, Mas acabou tomando passada do Norte-Americano Zach Veach.

Na entrada da volta 60, Rossi que vinha pressionando Bourdais foi para a sua última parada. Percebendo isso, Dixon abriu mão da vitória e acabou indo para os boxes na volta seguinte. Na entrada da volta 62, Hunter-Reay e Pagenaud foram para a última parada. Os últimos a fazerem isso foram Will Power e Ed Jones na 64ªpassagem.

Hunter-Reay continuava na liderança, Com 4 segundo a frente de Scott Dixon. Alexander Rossi vinha em 5ºlugar a 12 segundos do líder e a 8 segundos de Dixon. Mas não seria tão simples para o piloto da Andretti. Ele tinha 20 voltas para superar  Will Power que subiu do 5º para o 3ºlugar e de Simon Pagenaud que perdeu uma posição.

Porém, O rendimento de Rossi começou a declinar, A 12 voltas do final Rossi perdeu o 5ºlugar para Marco Andretti. A cada volta que passava Dixon estava cada vez mais perto do título e acabou levando seu carro sem riscos até o final da prova.

Lá na frente, Ryan Hunter-Reay teve um brilhante final de semana e levou a vitória na última etapa do Campeonato Mundial de Formula Indy. Porém, A festa ficou mesmo para Scott Dixon que acabou chegando na posição que ele precisava. O 2ºlugar fez com que Dixon conquistasse seu 5ºtítulo de sua carreira. Se tornando o maior campeão da História da Formula Indy, CART e IRL (Contando os títulos desde de 1979 até hoje) De uma temporada aonde o pior resultado de Dixon foi o 12ºlugar em Iowa. Com 3 Vitórias e 9 pódio, Esse título esta em ótimas mãos ao piloto da Chip Ganassi.

O pódio foi completado pelo Australiano Will Power, Que no final da prova chegou a ameaçar o segundo lugar de Dixon. O Australiano ficou com o 3ºlugar na Classificação final. Em 4ºlugar ficou o francês Simon Pagenaud e em 5ºlugar o Norte-Americano Marco Andretti.

Alexander Rossi acabou a corrida em 7ºlugar, Conquistando o vice-campeonato em sua 3ªTemporada na Formula Indy. Sem dúvida é um piloto consolidado na categoria e acabou se recuperando de maneira fantástica na segunda metade de prova. Mas seu erro no começo da corrida acabou por decidir seu destino no campeonato. Sebastien Bourdais na volta final.

Completando os 10 primeiros ficaram Josef Newgarden (que perdeu não só o 3º como também perdeu o 4ºlugar para Ryan Hunter-Reay), Patricio O’ward da Harding e Ed Jones.

A Se destacar o brilhante final de semana do Mexicano, Que foi o campeão da Indy Lights e fez uma bela corrida, Claro que ele perdeu algumas posições no começo da prova. Isso não apaga o que ele fez nos 3 dias de evento. Ele não só ganhou o 9ºlugar em Sonoma como ele provavelmente ganhou um lugar para 2019.

Tony Kannan fez uma boa corrida, Chegando em 12ºlugar. O piloto de 43 anos de idade teve bons desempenhos nas 3 provas finais. Pietro Fittipaldi ficou em 16ºlugar e Matheus Leist ficou em 19ºlugar. Não dava para cobrar muito dos pilotos Brasileiros nesse ano, Eles estavam em equipes de Média para pequeno pote.

Semana que vem teremos uma avaliação da temporada de 2018 da Formula 1 no Portal Sportszone.

Vídeo da prova:

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultado final da última Etapa
Formula Indy – Temporada 2018

Pos Piloto País Equipe Motor Voltas Tempo
1 28 Ryan Hunter-Reay EUA Andretti Autosport Honda 85 2h 02:19.1667
2 9 Scott Dixon Nova Zelandia Chip Ganassi Racing Honda 85 a 2.7573
3 12 Will Power Austrália Team Penske Chevrolet 85 a 3.6550
4 22 Simon Pagenaud França Team Penske Chevrolet 85 a 4.6306
5 98 Marco Andretti EUA Andretti Herta Honda 85 a 19.8030
6 18 Sebastien Bourdais França Dale Coyne Racing Honda 85 a 21.6393
7 27 Alexander Rossi EUA Andretti Autosport Honda 85 a 28.3778
8 1 Josef Newgarden EUA Team Penske Chevrolet 85 a 34.6288
9 8 Patricio O’Ward México Harding Racing Chevrolet 85 a 42.8662
10 10 Ed Jones EAU Chip Ganassi Racing Honda 85 a 44.2254
11 39 Santino Ferrucci EUA Dale Coyne Racing Honda 85 a 44.6273
12 14 Tony Kannan Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:00.4138
13 20 Jordan King Inglaterra Ed Carpenter Racing Chevrolet 85 a 1:04.0637
14 26 Zach Veach EUA Andretti Autosport Honda 85 a 1:05.4899
15 5 James Hinchcliffe Canadá Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:12.8026
16 19 Pietro Fittipaldi Brasil Dale Coyne Racing Honda 85 a 1:14.2459
17 60 Jack Harvey Inglaterra Michael Shank Racing Honda 85 a 1:15.6462
18 6 Carlos Muñoz Colômbia Schmidt Peterson Motorsports Honda 85 a 1:18.6345
19 4 Matheus Leist Brasil A.J.Foyt Enterprises Chevrolet 85 a 1:22.3819
20 88 Colton Herta EUA Harding Racing Chevrolet 85 a 1:23.4673
21 59 Max Chilton Inglaterra Carlin Chevrolet 84 a 1 Volta
22 23 Charlie Kimball EUA Carlin Chevrolet 76 a 9 Voltas
23 15 Graham Rahal EUA Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 66 a 19 Voltas
24 21 Spencer Pigot EUA Ed Carpenter Racing Chevrolet 38 Mecânico
25 30 Takuma Sato Japão Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 15 Motor

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: IndyCar

Takuma Sato vence em Portland, Dixon e Rossi disputam o título em Sonoma!

Grid de Largada:

Pos Piloto Equipe Chassi/Motor Tempo Fase
1 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 57.3467 Q3
2 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 57.6877 Q3
3 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 57.7361 Q3
4 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 57.8881 Q3
5 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 57.9699 Q3
6 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 58.1057 Q3
7 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 57.6429 Q2
8 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 57.6499 Q2
9 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 57.7277 Q2
10 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 57.7772 Q2
11 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 57.8554 Q2
12 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 57.9010 Q2
13 Jack Harvey Michael Shank Racing Dallara/Honda 57.9620 Q1
14 Carlos Munoz Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 57.6748 Q1
15 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 57.9865 Q1
16 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Racing Dallara/Honda 57.7321 Q1
17 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 57.9939 Q1
18 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 57.7735 Q1
19 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 58.0036 Q1
20 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 57.7848 Q1
21 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 58.1635 Q1
22 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 58.0983 Q1
23 Alfonso Celis Juncos Racing Dallara/Chevrolet 58.2735 Q1
24 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 58.2531 Q1
25 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 58.3219 Q1

Portland, depois de 11 anos volta ao cenário da Formula Indy, Um circuito que não deveria sair do calendário. A prova de 2018 foi uma das provas mais confusas e imprevisíveis do ano.

Will Power largou na pole position com Josef Newgarden em 2ºlugar, Ambos estavam jogando suas últimas cartadas para disputarem o título. Na segunda fila larga o vice-líder do campeonato Alexander Rossi e o Francês Sebastien Bourdais da Dale Coyne. A Vantagem era do piloto da Andretti Autosport.

Largada em Portland acabou sendo tranquila, Rossi tomou o segundo lugar das mãos de Newgarden. Depois da chicane, James Hinchcliffe tentou colocar o carro do lado do estreante Zach Veach e acabou rodando. Isso causou um acidente impressionante com Marco Andretti que acabou passando por cima de Hinchcliffe que fez ele capotar seu carro. O piloto da Andretti-Herta nada sofreu.

Hinchcliffe, Rahal, Ed Jones e o líder do Campeonato Scott Dixon acabou se envolvendo nesse incidente. O piloto da Ganassi conseguiu voltar a pista, Com o carro sujo. Porém, Sem danos aparentes em seu carro, e na mesma volta do líder. A Classificação era: Power, Rossi, Hunter-Reay, Newgarden, Veach, Harvey, King, Carpenter, Chilton, Carlos Muñoz, Gabriel Chaves, Pietro Fittipaldi, Tony Kannan (Que saiu do 24ºlugar para o 13ºlugar) e Matheus Leist. Os brasileiros se beneficiaram do incidente da 1ªVolta.

Após 7 voltas para a limpeza da pista, A prova recomeçou. Jordan King passou Jack Harley e Zach Veach passando do 7º para o 5ºlugar. Na segunda metade da volta, Will Power teve problemas e ficou lento na entrada da curva 9 e acabou perdendo 10 posições. Alexander Rossi assumiu a liderança com Ryan Hunter-Reay em 2º. Com Scott Dixon em 19ºlugar dava a liderança para o Norte-americano.

Rossi abriu 2.8 segundos para Hunter-Reay que sofria pressão de Josef Newgarden. O Brasileiro Pietro Fittipaldi foi o primeiro a fazer parada nos boxes, Na 14ªVolta a tática do piloto da Dale Coyne era de 3 paradas. Para fazer 2 paradas seria necessário que um piloto fizesse 3 techos de 35 voltas.

Will Power tinha dificuldades com Gabriel Chaves, O Australiano chegou a passar o piloto da Harding na entrada da chicane. Porém, Tomou o X do piloto Colombiano. O Australiano precisava da recuperação para aumentar suas chances de título. Jack Harley da Michael Shank na Volta 18 e James Hinchcliffe na volta 19 foram os próximos a fazerem a primeira parada.

Rossi abriu mais de 4 segundos para Hunter-Reay. Destaque era Gabriel Chaves em 7ºlugar, Segurando Will Power que vinha a frente de Matheus Leist. O Brasileiro vinha também em uma bela corrida. Tony Kannan parou na volta 27.

Na Volta 28, Alexander Rossi foi para a sua parada. A tática dele era fazer 3 paradas. A liderança passou a ser do seu companheiro de equipe Ryan Hunter-Reay. Na Volta 31, Parou Newgarden. Esse poderia até tentar ainda fazer 2 paradas.

Scott Dixon se aproveitou dos pneus frios para passar o piloto da Penske, Se quisesse ter alguma chance o Neozelandês precisava fazer 2 paradas apenas. Zach Veach parou na volta seguinte. Hunter-Reay parou na volta 34.

Com um terço de prova, Will Power, Takuma Sato e Scott Dixon iriam para a tática de 2 paradas. Power fez sua parada na volta 37, Dixon parou na 39 e Sato parou na volta 40.

Rossi voltou a liderança após as paradas, Hunter-Reay era o segundo. Newgarden, King, Harley, Zeach, Pigot, Muñoz, Power e Leist completavam os 10 primeiros lugares. Dixon vinha em 20ºlugar. A situação da forma que estava era bem favorável para o piloto da Andretti Autosport.

Até que na volta 43, Will Power acabou errando a curva 11 e foi direto para a grama e para a proteção de Pneus. O que provocou a segunda bandeira amarela da prova. Era tudo que Dixon queria. Alguns pilotos pararam, Antecipando a 2ªparada. Matheus Leist ficou na pista e passou para a 6ªposição.

Na relargada, Rossi abre de Newgarden, O brasileiro Matheus Leist foi para cima de Zach Veach. Enquanto que Dixon vinha em 12ºlugar. Na entrada da volta 49, Newgarden ataca Rossi e ultrapassa com muita facilidade o piloto da Andretti, Assumindo a primeira posição. Esse resultado devolvia a Dixon a liderança do campeonato. Ao mesmo tempo, O inglês Jordan King Passou Hunter-Reay e ganhou a 3ªposição. Uma ótima prova do piloto da Carpenter.

A prova chegava na sua metade, Com Newgarden abrindo muito para Rossi que começava a ver de perto Jordan King. Hunter-Reay, Veach e Leist completavam os 6 primeiros.

Na Volta 56, Zach Veach na curva 11 para 12 acaba rodando. Foi o suficiente para acionar mais uma bandeira amarela em todo o circuito.

Essa Bandeira amarela fez com que Newgarden, Rossi, King e Leist foram para uma parada, mudando a tática de paradas. Isso deixou Hunter-Reay de novo na liderança.

Na volta 61 a corrida recomeça. Alexander Rossi em 17º, tem que partir para o ataque. Enquanto que Dixon que começou com sua prova complicada agora vinha em uma boa situação. O Mexicano Alfonso Celis jr. que vinha em sua segunda corrida na Formula Indy acabou se chocando de leve com Josef Newgarden. Isso fez com que o piloto da Andretti ganhasse a posição de Chaves e do mexicano e por muito pouco não passou o Campeão de 2017.

Na volta 67, Rossi passou Jack Harley subindo para o 13ºlugar. Enquanto isso, Hunter-Reay abre 1.2 segundos para o Japonês Takuma Sato e 2.2 segundos a frente de Sebastien Borudais. Dixon continua em 4ºlugar com Spencer Pigot completando os 5 primeiros. A se destacar a prova que estava fazendo Simon Pagenaud, Largando do 22ºlugar para estar em 6ºlugar. Sato largou do 20ºlugar para estar em 2ºlugar, Uma corrida maravilhosa do piloto Japonês da Rahal.

Impressionava era a corrida dos três pilotos da Dale Coyne. Santino Ferrucci vinha em 7ºlugar e Pietro Fittipaldi em 9ºlugar. OS três pilotos da equipe que era uma das mais fracas da categoria vinha tendo seus três pilotos entre os 10 primeiros lugares.

Na volta 72, Ryan Hunter-Reay vai para os boxes. O Japonês Takuma Sato assumiu a liderança. Dixon parou 2 voltas depois para sua segunda e última parada.

Na Volta 75, Todos os pilotos foram para os boxes, E foi na hora certa, já que Santino Ferrucci parou na pista e foi acionada uma nova bandeira amarela. Nessa última parada, Por muito pouco Pagenaud não atinge Newgarden e Rossi.

Max Chilton foi o único a ter ficado na pista, Assumindo a liderança com Takuma Sato em 2ºlugar, Superando Hunter-Reay após as paradas. A Relargada aconteceu na volta 80. Chilton abre vantagem, Mas teria que parar. Spencer Pigot na reta curva do circuito ultrapassa Dixon que não oferece muita resistência. Na entrada da 82ªVolta, Alexander Rossi ultrapassou Josef Newgarden e ganhou a 10ºlugar. Enquanto que Tony Kannan que foi pressionado pelo Gabriel Chaves acabou se segurando na 12ªposição, deixando o piloto da Harding em apuros com o seu compatriota Carlos Muñoz da Schmidt Peterson.

Chilton parou na volta 85, Sato assumiu a liderança, Mas estava com Hunter-Reay e Bourdais por perto. 1.4 segundos era a diferença entre os 3 a 20 voltas do final. Alexander Rossi superou Pietro e ganhou o 8ºlugar. O piloto da Andretti partiu para cima de Charlie Kimball que estava pressionando Pagenaud.

Sato e Hunter-Reay abriram um pouco de Bourdais, Dixon e Pagenaud. A corrida acabou não tendo nenhuma emoção. Parecia que tudo estava decidido até que a 2 voltas do final, Ryan Hunter-Reay partiu para cima de Takuma Sato, O Piloto da Andretti poupou combustível até ter totais condições com o piloto da Rahal.

O piloto Japonês resistiu até o final e conquistou sua terceira vitória na formula Indy. Largando do 20ºlugar para a vitória. Um brilhante resultado para o Nipônico. Ryan Hunter-Reay chegou em 2ºlugar após uma corrida corretíssima e Sebastian Bourdais que caiu para os últimos lugares nas primeiras voltas para o 3ºlugar.

Spencer Pigot termina em 4ºlugar, O Norte-Americano cresceu muito na parte final da temporada, Já Scott Dixon teve um dia de muita sorte: Se envolveu em um acidente e não sofreu nenhum dano seu carro, Executou a sua tática de maneira perfeita e conseguiu levar o carro da Chip Ganassi para o 5ºlugar. Aumentando em mais 3 pontos a diferença para Alexander Rossi que ficou em 8ºlugar para 29 pontos. Os dois estão em disputa direta pelo campeonato.

O Norte-Americano da Andretti Autosport que parecia que iria dominar a corrida acabou sendo prejudicadíssimo pelas bandeiras amarelas. Porém, ainda tem boas chances de título. Simon Pagenaud terminou em 6ºlugar, Largando do 22ºlugar e Charlie Kimball acabou em 7ºlugar (Largando da última posição) com o carro da Carlin que também ganhou em desempenho nesse final de temporada.

Pietro Fittipaldi teve uma bela corrida, aproveitou muito bem o bom desempenho da Dale Coyne para chegar em 9ºlugar, A frente de Josef Newgarden que assim como Will Power ter apenas chances matemáticas de campeonato. Ficou em 10ºlugar.

Tony Kannan que largou em 24ºlugar acabou a prova em 11ºlugar e Matheus Leist completou a prova em 14ºlugar.

Daqui a duas semanas teremos a decisão do título em Sonoma, Com a pontuação dobrada mesmo Dixon com 29 pontos sobre Rossi (Com um segundo lugar Dixon é Campeão independente do Resultado) A disputa do título continua bem aberta para esses dois pilotos.

Fotos:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Vídeo:

Resultado final do GP de Portland – 16ªEtapa
Mundial de Formula Indy – Temporada 2018

Pos Piloto Equipe Chassi/Motor Voltas Tempo
1 Takuma Sato Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 105 2h 00:09.7537
2 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Dallara/Honda 105 a 0.6084
3 Sebastien Bourdais Dale Coyne Racing Dallara/Honda 105 a 1.8266
4 Spencer Pigot Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 105 a 4.5557
5 Scott Dixon Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 105 a 5.3215
6 Simon Pagenaud Team Penske Dallara/Chevrolet 105 a 11.4605
7 Charlie Kimball Carlin Dallara/Chevrolet 105 a 12.0057
8 Alexander Rossi Andretti Autosport Dallara/Honda 105 a 13.3769
9 Pietro Fittipaldi Dale Coyne Racing Dallara/Honda 105 a 18.3753
10 Josef Newgarden Team Penske Dallara/Chevrolet 105 a 19.8044
11 Tony Kanaan A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 105 a 22.1362
12 Carlos Munoz Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 105 a 22.7069
13 Gabby Chaves Harding Racing Dallara/Chevrolet 105 a 23.7138
14 Matheus Leist A. J. Foyt Enterprises Dallara/Chevrolet 105 a 29.7958
15 Jordan King Ed Carpenter Racing Dallara/Chevrolet 105 a 32.1352
16 Jack Harvey Michael Shank Racing Dallara/Honda 105 a 32.4191
17 Alfonso Celis Juncos Racing Dallara/Chevrolet 105 a 48.8038
18 Max Chilton Carlin Dallara/Chevrolet 105 a 55.2123
19 Zach Veach Andretti Autosport Dallara/Honda 104 a 1 Volta
20 Santino Ferrucci Dale Coyne Racing Dallara/Honda 101 a 4 Voltas
21 Will Power Team Penske Dallara/Chevrolet 98 a 7 Voltas
22 James Hinchcliffe Schmidt Peterson Motorsports Dallara/Honda 76 a 29 Voltas
23 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Dallara/Honda 4 Acidente
24 Ed Jones Chip Ganassi Racing Dallara/Honda 0 Acidente
25 Marco Andretti Andretti Herta Dallara/Honda 0 Acidente

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: IndyCar/Blog da Indy TV

Entrevistas da TV Publica da Argentina no Dakar 2016 do domingo

Mais entrevistas que a TV Publica da Argentina realizou em sua incrível cobertura que esta realizando.

Entrevista com os Irmãos Patronelli

Entrevista com Robby Gordon

Entrevista com o Diretor do Dakar Marc Coma falando sobre a primeira metade do Evento

Equipe da Transmissão do Dakar na TV Pública da Argentina:

Raul Barcelo – Apresentação
Mauricio Gallardo – Comentários
Martin Jauregui – Reportagens e Entrevistas
Antonella Mastrapasqua – Reportagens e Entrevistas

Todos os dias de Segunda a Sábado as 19:30 (Horário de Brasília) temos o Resumo do Dakar nesse link aqui

Vídeos: TV Pública da Argentina

Dakar – Estágio 13 – Consagração dos campeões em Buenos Aires

Carros:

Num estágio bem curto que foi esse último estágio acabou consagrando a Robby Gordon e Johnny Campbell que levou o Hummer a vitória com direito a Salto da vitória e com giros na pista, Mas a festa verdadeira ficou para Nasser Al-Attiyah (Qatar)/Matthieu Baumel (França) com o 6ºlugar conquistou o Rally Dakar desse ano, é o segundo dele na sua carreira, Em um Dakar sem erros aonde predominou nas primeiras posições nos estágios e desde do primeiros dias ele ficou na liderança sem dar a menor chance para seus adversários além de alguns dos principais pilotos terem tido problemas como Nani Roma que já teve problemas no primeiro dia e acabou saindo do Dakar na parte final devido a um acidente, Já Stephane Peterhansel teve problemas com a Pegueot e terminou o Dakar apenas em 11ºlugar.

Sobrou para a Dupla Giniel de Villiers e Dirk von Zitzewitz que com a Toyota tentou tirar o Qatari do Topo, Mas ficou a mais em 2ºlugar a mais de 30 minutos dos vencedores apesar de um belo Dakar que essa dupla da Toyota fez, O pódio do Dakar foi completado pelos pilotos Krzysztof Holowczyc (Polônia)/Xavier Panseri (França) com o carro da Mini que dominou o Dakar ficando com o 4ºlugar Erik van Loon (Holanda)/Wouter Rosegaar (Holanda) MINI, Com o 5ºLugar com a Dupla Vladimir Vasilyev (Rússia)/Konstantin Zhiltsov (Rússia) e com o 9ºlugar de Aidyn Rakhimbayev (Cazaquistão)/Anton Nikolaev (Rússia) mostrando que a Mini mesmo sem pilotos como Peterhansel e com os problemas de Orlando Terranova que certamente chegaria entre os 10 primeiros colocados na Classificação Geral. O Único Brasileiro a chegar ao Final do Dakar foi Eduardo Sachs que foi copiloto de Ricardo Leal dos Santos que ficou em 25ºlugar com o carro da Nissan.

Resultado final do último estágio do Dakar: Rosario até Buenos Aires

1 308 Robby Gordon (Estados Unidos)/Johnny Campbell (Estados Unidos) HUMMER 000:13:16
2 327 Leeroy Poulter (África do Sul)/Robert Howie (África do Sul) TOYOTA 000:13:41
3 316 Emiliano Spataro (Argentina)/Benjamin Lozada (Argentina) RENAULT 000:13:45
4 305 Orlando Terranova (Argentina)/Bernardo Graue (Argentina) MINI 000:13:47
5 303 Giniel de Villiers (África do Sul)/Dirk von Zitzewitz (Alemanha) TOYOTA 000:13:50
6 301 Nasser Al-Attiyah (Qatar)/Matthieu Baumel (França) MINI 000:13:55
7 315 Bernhard Ten Brinke (Holanda)/Tom Colsoul (Bélgica) TOYOTA 000:14:04
8 307 Krzysztof Holowczyc (Polônia)/Xavier Panseri (França) MINI 000:14:05
9 314 Erik van Loon (Holanda)/Wouter Rosegaar (Holanda) MINI 000:14:13
10 310 Vladimir Vasilyev (Rússia)/Konstantin Zhiltsov (Rússia) MINI 000:14:17
11 306 Carlos Souza (Portugal)/Paulo Fiuza (Portugal) MITSUBISHI 000:14:19
12 302 Stephane Peterhansel (França)/Jean Paul Cottret (França) PEUGEOT 000:14:22
13 309 Christian Lavielle (França)/Pascal Maimon (França) TOYOTA 000:14:37
14 329 Aidyn Rakhimbayev (Cazaquistão)/Anton Nikolaev (Rússia) MINI 000:14:52
15 320 Ronan Chabot (França)/Gilles Pillot (França) SMG 000:14:54
16 319 Boris Garafulic (Chile)/Filipe Palmeiro (Portugal) MINI 000:15:08
17 360 Ricardo Leal dos Santos (Portugal)/Eduardo Sachs (Brasil) NISSAN 000:15:24
18 332 Yong Zhou (China)/Andreas Schulz (Alemanha) MINI 000:15:29
19 326 Patrick Sireyjol (França)/Francois-Xavier Beguin (Bélgica) BUGGY 000:15:30
20 333 Pierre Lachaume (França)/Jean Brucy (França) BUGGY MD RALLYE 000:15:41
21 322 Cyril Despres (França)/Gilles Picard (França) PEUGEOT 000:15:46
22 328 Thierry Magnaldi (França)/Guy Leneveu (França) BUGGY DESSOUDE 000:16:09
23 380 David Bensadoun (Canadá)/Patrick Beaule (Canadá) OVERDRIVE 000:16:47
24 334 Stephan Schott (Alemanha)/Holm Schmidt (Alemanha) MINI 000:16:49
25 317 Federico Villagra(Argentina)/Andres Memi (Argentina) FORD 000:17:21
26 368 Piotr Beaupre (Polônia)/Jacek Lisicki (Polônia) BMW 000:19:17
27 362 Jerôme Pelichet (França)/Eugenie Decre (Chipre) TOYOTA 000:19:42
28 345 Nicolas Gibon (França)/Akira Miura (Japão) TOYOTA 000:19:52
29 343 Jun Mitsuhashi (Japão)/Alain Guehennec (França) TOYOTA 000:20:05
30 342 Rodrigo Javier Moreno Piazzoli (Chile)/Jorge Gabriel Araya Diaz (Chile) SAM-MERCEDES 000:20:26
31 383 Johan Van Staden (África do Sul)/Mike Lawrenson (África do Sul) NISSAN 000:22:30
32 340 Bauyrzhan Issabayev (Cazaquistão)/Vladimir Demyanenko (Rússia) TOYOTA 000:23:24
33 352 Jurgen Schroder (Alemanha)/Daniel Schroder (Alemanha) NISSAN 000:26:33
34 393 Kun Liu (China)/Min Liao (China) PROTO DESSOUDE 000:28:10
35 358 Peter Jerie(Austrália)/Laurent Lichtleuchter (França) TOYOTA 000:30:15
36 374 Evgeny Firsov (Rússia)/Vadim Filatov (Rússia) TOYOTA 000:31:16
37 387 Gilles Billaut (França)/Mayeul Barbet (França) BMW 000:34:13
38 311 Marek Dabrowski (Polônia)/ Jacek Czachor (Polônia) TOYOTA 000:36:18
39 378 Omar Alberto Campillay Rojas (Chile)/Maurice Andre Maurin Arevalo (Chile) SAM-MERCEDES 000:38:05
40 339 Benediktas Vanagas (Lituânia)/Andrei Rudnitski (Bielorrússia) TOYOTA 000:39:27

Motos:

podio_dakar_2015_motos

No Estágio final os dois pilotos eslovacos dominaram com a vitória de Ivan Jakes com Stefan Svitko em segundo lugar ambos de KTM, Svitko fechou o Dakar em 5ºlugar, O Chileno Pablo Quintanilla acabou em 4ºlugar na classificação geral e foi o melhor piloto sul-americano do Dakar na categoria Motos (8ºnno último estágio). Mas não foi o Bastante para ficar com o pódio e deter o Australiano Toby Price que fez seu primeiro Dakar nesse ano e acabou conquistando o 3ºlugar na Classificação geral o que foi o mesmo Lugar o que conquistou no 13ºEstágio, Paulo Gonçalves e Marc Coma completaram os 5 primeiros colocados.

Marc Coma venceu pela 5ªVez o Dakar na sua carreira (2006-2009-2011-2014-2015) com sua KTM confirmando seu nome como um dos maiores pilotos do Mundo e o maior em Termos de Rally de longa duração como o Dakar, Mas Coma também contou com a Sorte, pois se o Joan Barreda Bort não tivesse problemas possivelmente seria o vencedor do Dakar desse ano, A Honda mais uma vez ficou sem o título ficando com o Português Paulo Gonçalves como o melhor piloto da Honda no Dakar ficando com o vice-campeonato.

Destaque positivo para as Mulheres foi o desempenho de Laia Sanz que levou sua Honda a uma expressiva 9ªposição na Classificação Geral do Dakar, mostrando que as mulheres podem sim serem competitivas e brigarem a altura dos homens em quaisquer categorias do esporte a motor, Jean Azevedo nosso representante brasileiro fez apenas um Dakar Razoável ficando na 22ªPosição na geral.

Resultado final do último estágio do Dakar: Rosario até Buenos Aires

1 21 Ivan Jakes (Eslováquia) KTM 000:52:06
2 18 Stefan Svitko (Eslováquia) KTM 000:52:51
3 26 Toby Price (Austrália) KTM 000:53:13
4 7 Paulo Gonçalves (Portugal) HONDA 000:53:21
5 1 Marc Coma (Espanha) KTM 000:55:17
6 37 Hans Vogels (Holanda) KTM 000:55:42
7 15 Frans Vergoeven (Holanda) YAMAHA 000:56:41
8 31 Pablo Quintanilla (Chile) KTM 000:56:58
9 44 Xavier de Soultrait (França) YAMAHA 000:58:00
10 29 Laia Sanz Pla-Giribert (Espanha) HONDA 001:00:01
11 3 Olivier Pain (França) YAMAHA 001:00:05
12 9 David Casteu (França) KTM 001:00:22
13 49 Emanuel Gyenes (Romênia) KTM 001:00:41
14 25 Fabien Planet (França) SHERCO TVS 001:01:19
15 32 Paolo Ceci (Itália) KTM 001:01:25
16 11 Ruben Faria (Portugal) KTM 001:01:28
17 38 Thomas Berglund (Suécia) KTM 001:01:57
18 22 Javier Pizzolito (Argentina) HONDA 001:02:54
19 79 Txomin Arana Cobeaga (Espanha) YAMAHA 001:03:12
20 160 Ondrej Klymciw (República Tcheca) KTM 001:04:16
21 73 Francisco Errazuriz (Chile) HUQSVARNA 001:05:26
22 34 David Pabiska (República Tcheca) KTM 001:07:19
23 45 Bruno da Costa (França) YAMAHA 001:07:33
24 24 Jean Azevedo (Brasil) HONDA 001:08:27
25 14 Alain Duclos (França) SHERCO TVS 001:08:47
26 65 Jurgen van der Goorberch (Holanda) KTM 001:09:45
27 35 Miran Stanovnik (Eslovênia) KTM 001:09:59
28 57 Laurent Lazard (Uruguai) KTM 001:10:58
29 151 Milan Engel (República Tcheca) KTM 001:12:21
30 156 Sakir Senkalayci (Turquia) KTM 001:12:43
31 60 Patricio Cabrera (Chile) KAWASAKI 001:12:55
32 161 Ariel Lopez Jove Esteban (Argentina) KAWASAKI 001:13:12
33 153 Sergio Miguel Petrone (Argentina) YAMAHA 001:15:49
34 63 Patrice Carillon (França) KTM 001:16:00
35 83 Boldbaatar Damdinkhorloo (Mongólia) KTM 001:17:17
36 92 Juan Sebastian Toro (Colômbia) KAWASAKI 001:17:27
37 51 Mart Meeru (Estônia) HONDA 001:19:01
38 46 Mauricio Javier Gomez (Argentina) YAMAHA 001:19:47
39 167 Jasper Riezebos (Holanda) KTM 001:19:55
40 128 Domingo Fernandez Mendez (Espanha) KTM 001:20:07

Quadriciclos:

casalecampeaopraticamente

A Vitória ficou para Willen Saaijman no último estágio do Dakar, Mas a festa ficou com o Polônes Rafal Sonik que quebra uma sequência de conquistas de pilotos sul americanos nos Quadriciclos que dominam o dakar desde de 2010 com o domínio de Alejandro Patronelli e de Marcos Patronelli e com o título de 2014 de Ignacio Casale Sonik ficou em 8º no estágio final do Dakar, Sonik contou com quebra do Quadriciclo do Campeão Ignacio Casale e do Acidente grave que teve o Uruguaio Sérgio Lafuente que disputaram o título com o Polonês. As os Argentinos tiveram motivos para comemorar com o vice-campeonato de Jeremias Gonzales Ferioli que fez belíssimo Dakar nesse ano, Em terceiro lugar ficou o Boliviano Walter Nosiglia para a alegria de Evo Morales.

Suguita_dakar

André Suguita resistiu ao Dakar conquistando na classificação Geral a 10ªposição com a CAM-AM, um motivo de muito orgulho para o Estreante brasileiro no Dakar sendo um dos 18 pilotos a completarem o evento aonde 45 pilotos começaram essa aventura.

Resultado final do último estágio do Dakar: Rosario até Buenos Aires

1 286 Willen Saaijman (África do Sul) YAMAHA 001:05:05
2 260 Christophe Declerck (França) YAMAHA 001:05:11
3 270 Daniel Domaszewski (Argentina) HONDA 001:05:14
4 278 Juan Carlos Carignani (Itália) YAMAHA 001:05:44
5 256 Nelson Augusto Sanabria Galeano (Paraguai) YAMAHA 001:08:47
6 290 Pablo Luis Bustamante (Argentina) CAN-AM 001:10:21
7 257 Sebastian Palma (Chile) CAN-AM 001:13:00
8 251 Rafal Sonik (Polônia) YAMAHA 001:13:21
9 283 Walter Nosiglia (Bolívia) HONDA 001:14:48
10 261 Jeremias Gonzales Ferioli (Argentina) YAMAHA 001:15:54
11 268 Giuliano Horário Giordana (Argentina) YAMAHA 001:18:21
12 265 Santiago Hansen (Argentina) HONDA 001:18:33
13 295 Andre Suguita (Brasil) CAN-AM 001:18:49
14 287 Christian Cajica Pinto (Colômbia) CAN-AM 001:26:01
15 259 Camelia Liparoti (França) YAMAHA 001:27:21
16 281 Carlos Alejandro Verza (Argentina) YAMAHA 001:31:42
17 277 Ricardo Vinet (Chile) CAM-AM 001:34:56
18 299 Paula Galvez (Chile) CAN-AM 001:37:05

Caminhões:

Campeões_caminhõesdakar2015

Nos caminhões domínio completo da Kamaz tendo os três primeiros lugares no pódio e 4 caminhões entre os 5 primeiros colocados. O título ficou com os Russos Airat Mardeev/Aydar Belyaev/Dmitriy Svistunov que ficaram em 3ºlugar no estágio vencido pelo Caminhão da Iveco do Trio Hans Stacey (Holanda)/Serge Bruynkens (Bélgica)/Bernard der Kinderen (Holanda), Superou seus companheiro de equipe Eduard Nikolaev/Evgeny Yakovlev/Ruslan Akhmadeev que ficaram em segundo lugar e do Trio Andrey Karginov/Andrey Mokeev/Igor Leonov que chegaram em terceiro lugar.

Os únicos que conseguiram classificação além da Kamaz entre os 5 primeiros colocados foi o Trio Ales Loprais (República Tcheca)/Marco Alcayna Ferran (Espanha)/Jan van der Vaet (Bélgica) com o Caminhão da MAN que ficou em 4ºlugar, Em quinto lugar ficou os pilotos da Kamaz Dmitry Sotnikov/Igor Devyatkin/Andrey Aferin. No Dakar na América do Sul acabou sendo um oásis russo de vitórias!

Resultado final do último estágio do Dakar: Rosario até Buenos Aires

1 504 Hans Stacey (Holanda)/Serge Bruynkens (Bélgica)/Bernard der Kinderen (Holanda) IVECO 000:20:31
2 508 Marcel van Vliet (Holanda)/Marcel Pronk (Holanda)/Artur Klein (Alemanha) MAN 000:21:52
3 507 Airat Mardeev (Rússia)/Aydar Belyaev (Rússia)/Dmitriy Svistunov (Rússia) KAMAZ 000:22:54
4 520 Dmitry Sotnikov (Rússia)/Igor Devyatkin (Rússia)/Andrey Aferin (Rússia) KAMAZ 000:23:16
5 502 Eduard Nikolaev (Rússia)/Evgeny Yakovlev (Rússia)/Ruslan Akhmadeev (Rússia) KAMAZ 000:24:03
6 506 Martin Kolomy (República Tcheca)/Rene Kilian (República Tcheca)/David Kilian (República Tcheca) TATRA 000:25:01
7 501 Gerard de Rooy (Holanda)/Darek Rodewald (Polônia)/ Jurgen Damen (Bélgica) IVECO 000:25:14
8 500 Andrey Karginov (Rússia)/Andrey Mokeev (Rússia)/Igor Leonov (Rússia) KAMAZ 000:25:14
9 513 Martin van den Brink (Holanda)/Peter Willemsen (Bélgica)/Richard Mouw (Holanda) RENAULT TRUCKS 000:26:51
10 510 Siarhei Viazovich (Bielorrússia)/Pavel Haranin (Bielorrússia)/Andrei Zhyhulin (Bielorrússia) MAZ 000:28:19
11 519 Pascal de Baar (Holanda)/Wouter de Graaff (Holanda)/Martin Roesink (Holanda) RENAULT TRUCKS 000:29:40
12 509 Pep Vila Roca (Espanha)/Xavi Colome Roqueta (Espanha)/Michel Huisman (Holanda) IVECO 000:29:47
13 535 Aleksandr Vasilevski (Bielorrússia)/Valery Kazlouski (Bielorrússia)/Anton Zaparoshchanka (Bielorrússia) MAZ 000:33:27
14 503 Ales Loprais (República Tcheca)/Marco Alcayna Ferran (Espanha)/Jan van der Vaet (Bélgica) MAN 000:33:48
15 532 Ton van Genugten (Holanda)/C.W.J. Van Limpt (Holanda)/Eric H.F. Van Gemert (Holanda) DAF 000:33:49
16 514 Frits van Eerd (Holanda)/Charly Cotlib (Bélgica)/Peter Vervoort (Holanda) DAF 000:33:58

Fotos:

 

Final do Dakar:

Parte 1:

Parte 2:

Parte 3:

Parte 4:

Parte 5:

Resumo do 13ºestágio

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar.com
Vídeos: TV Pública da Argentina