Dakar 2018 – Etapa 13 – Garrouste vence estágio. Campeonato no Geral deve ficar na mão dos Brasileiros

Partice Garrouste conquistou a vitória na penúltima etapa do Dakar na categoria SxS. Em uma longa especial entre San Juan a Córdoba. O Francês junto do suíço Steven Griener chegou 9 minutos e 59 segundos a frente dos Brasileiros Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin. São essas duas duplas que não tiveram grandes problemas com seus carros nos Sxs e são esses que disputam o Campeonato nessa última especial.

A Vantagem são dos Brasileiros com 53 minutos e 28 segundos da Dupla Franco-suíça, Mas como essa categoria é uma das mais sugestivas a Quebras e portanto ainda não se deve sacramentar o campeonato para Varela e Gugelmin.

Claude Fornier em 3º, Jose Luis Pena Campo em 4º e Camilie Liparoti em 5ºlugar repetiram as mesmas posições da geral no Estágio. O Francês e o Espanhol estão separados em 3 minutos e 49 segundos na disputa pelo pódio.

Resultado Final da 13ªEtapa do Dakar 2018
De San Juan a Córdoba – Categoria SxS

Pos. Piloto Carros Tempo
1 361 Patrice Garrouste (França) POLARIS RZR 1000 TURBO 06h 29′ 40”
Steven Griener (Suíça)
2 356 Reinaldo Varela (Brasil) CAN – AM + 00h 09′ 59”
Gustavo Gugelmin (Brasil)
3 387 Claude Fournier (França) POLARIS RZR 1000 XP + 01h 03′ 37”
 Szymon Gospodarczyk
4 396 Jose Luis Pena Campo (Espanha) POLARIS RZR 1000 + 01h 11′ 20”
Rafael Tornabell Cordoba (Espanha)
5 351 Camelia Liparoti (Itália) YAMAHA YXZ 1000 R + 02h 14′ 26”
Manuel Lucchese (Itália)
6 362 Leo Larrauri (Argentina) CAN – AM + 59h 49′ 22”
Fernando Imperatrice (Argentina)

Classificação Geral

Pos. Piloto Carros Tempo
1 356 Reinaldo Varela (Brasil) CAN – AM 70h 50′ 07”
Gustavo Gugelmin (Brasil)
2 361 Patrice Garrouste (França) POLARIS RZR 1000 TURBO + 00h 53′ 28”
Steven Griener (Suíça)
3 387 Claude Fournier (França) POLARIS RZR 1000 XP + 10h 02′ 12”
 Szymon Gospodarczyk
4 396 Jose Luis Pena Campo (Espanha) POLARIS RZR 1000 + 10h 06′ 01”
Rafael Tornabell Cordoba (Espanha)
5 351 Camelia Liparoti (Itália) YAMAHA YXZ 1000 R + 27h 44′ 01”
Manuel Lucchese (Itália)
6 362 Leo Larrauri (Argentina) CAN – AM + 132h 28′ 16”
Fernando Imperatrice (Argentina)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Nasser Al-Attiyah vence penúltima etapa, Peterhansel perde mais de 1 hora e Sainz praticamente confirma o título

Penúltima especial do Dakar 2018 para os carros praticamente definiu de vez o campeonato de Carlos Sainz e teve um grande desempenho de Nasser Al Attiyah, Que teve um desempenho devastador em relação aos outros pilotos. Uma vitória com a maior diferença entre o vencedor e o segundo colocado. A se lamentar o Holandês Bernhard ten Brinke não pode largar com problemas em seu Toyota. O Abandono de um dos melhores pilotos do Dakar 2018 que chegou a vitória a 2 dias atrás.

Inicio de Giniel de Villiers foi arrasador, O piloto Sul-africano colocou 3 minutos e 27 segundos a frente do segundo colocado, O Argentino Lúcio Alvarez. Dois segundos depois vinha o Nasser Al-Attiyah. Todos os 3 com o carro da Toyota.

Carlos Sainz vinha em 4ºlugar, A 3 minutos e 37 segundos do líder e a exatos 3 minutos e 7 segundos de frente de Stephan Peterhansel, 8ºlugar nesse setor. Atrás de Jakub Pryzgonski com a Mini (3 minutos e 44 segundos de desvantagem para o líder), Boris Garafulic também a Mini (4 minutos e 20 segundos) e de Cyril Despres com o carro da Pegueot (17 segundos a frente de Despres)

Eric Bernard com o Buggy (1ªvez que ele aparece entre os 10 primeiros nesse Dakar) e Vaidolas Zala com o Toyota vinha completando os Top 10 do primeiro Setor. Mikko Hirvonen vinha em 11ºlugar, Já a 10 minutos e 1 segundo do líder.

No segundo Setor, A diferença cai entre Giniel de Villiers, O líder e o vice-líder Nasser Al-Attiyah. Para 1 minuto e 44 segundos. O polonês Jakub Pryzgonski vinha em 3ºlugar, Com 5 minutos e 45 segundos de atraso, vinha com uma pequena vantagem para o Argentino Lucio Alvarez com seu Toyota em 4ºlugar.

Carlos Sainz continuava em 5ºlugar, Com 43 segundos de atraso para de Villiers. O melhor de tudo para o Espanhol, Que ganhou o Dakar em 2010. Não tinha mais Stephan Peterhansel e Jean-Paul Cottrer na cola. Durante esse setor o piloto da Pegueot acabou na pressa de tirar os 44 minutos de Sainz errando e prendendo o carro em uma pedra, Ao tentarem ultrapassar ela o Pegueot do piloto Francês parou. Eles ficaram por pelo menos uma hora para desprender o carro das Pedras.

Se já era bem difícil com a situação que começou a prova, Agora estava sacramentado o campeonato de Carlos Sainz. Enquanto isso Boris Garafulic vinha em 6ºlugar, a 9 minutos e 54 segundos. Mikko Hirvonen subiu do 11º para o 7ºlugar. Eric Bernard com seu Buggy, vinha a 14 minutos e 48 segundos em 8ºlugar. 29 segundos atrás vinha o Argentino Sebastian Halpern. O piloto Lituânio Vaidolas Zala, Com a Toyota completava os 10 primeiros colocados.

Benediktas Vanagas e Cyril Despres vinham muito longe dos 10 primeiros colocados, Disputando o 11ºlugar, Com uma diferença de 7 segundos. Martin Prokop da Ford vinha longo a seguir. Em 13º, 25 minutos e 2 segundos atrás de De Villiers. Juknevicius e Yacopini disputavam o 14ºlugar.

Nasser Al-Attiyah detonou nesse 3ºSetor e assumiu a liderança. Passando por cima de Giniel de Villiers, Colocando 5 minutos e 52 segundos de diferença para o Sul-Africano que vinha 1 minuto e 1 segundo a frente do Argentino Lucio Alvarez, Que completa a trinca da Toyota nas 3 primeiras posições.

Jakub Pryzgonski vinha em 4ºlugar com o Espanhol Carlos Sainz da Pegueot. 15 segundos atrás do piloto Polonês e tranquilo em relação a Peterhansel e buscando administrar o título do Dakar mais do que nunca. Al-Attiyah e Giniel de Villiers eram agora as únicas possíveis ameaçadas, Si é para se chamar de ameaça piloto que são a mais de 1 hora do líder na penúltima prova do campeonato.

Boris Garafulic com o Mini vinha em 6ºlugar com 11 minutos e 47 segundos do líder. Mikko Hirvonen também de Mini (13 minutos e 25 segundos), Sebastian Halpern com a Toyota (16 minutos de Nasser Al-Attiyah), Eric Bernard com o Buggy (19 minutos e 14 segundos) e Vaidolas Zala de Toyota (19 minutos e 39 segundos) completam os 10 primeiros colocados. Prokop da Ford com 26 minutos e 51 segundos e Despres com 27 minutos e 17 segundos vinham bem mais atrás disputando o 11ºlugar.

No 5ºSetor, Nasser Al-Attiyah junto do copiloto Matthieu Baumel vinham disparados na liderança, estavam colocando seu Toyota Hilux a 8 minutos e 26 segundos a frente do seu mais próximos adversários que vinham empatados em 2ºlugar. Lucio Alvarez chegou em Giniel de Villiers e estavam rigorosamente com o mesmo tempo de desvantagem para o líder, O Argentino estava tendo seu melhor desempenho no Dakar 2018.

Carlos Sainz superou Jakub Pryzgonski e agora vinha levando seu Pegueot em 4ºlugar, 10 minutos e 37 segundos atrás da liderança. O piloto Polonês completava os top 5. Mikko Hirvonen se aproximou de Garafulic, 23 segundos separavam o piloto Chileno e o Escandinavo, Disputa interna da Mini pelo 6ºlugar. Sebastian Halpern manteve o 8ºlugar, Enquanto que Vaidolas Zala superou Eric Bernard nesse setor, O Lituânio em sua melhor participação do ano já se colocava em 9ºlugar.

6ºSetor, E o piloto do Qatar Nasser Al-Attiyah continuava na liderança, Com sua vantagem cada vez maior em relação ao Argentino Lucio Alvarez, Que se isolou em 2ºlugar. 27 segundos a frente do Sul-africano Giniel de Villiers. Os três pilotos com o carro da Toyota.

Jakub Pryzgonski retornou ao 4ºlugar em cima de Carlos Sainz, Que parece que finalmente começou realmente a tirar um pouco o pé e administrar não só o estágio, Como também o título do Dakar. 12 segundos atrás de Pryzgonski/Colsoul da Mini e 12 minutos e 20 segundos dos líderes Al Attiyah/Baumel.

Mikko Hirvonen ganha o 6ºlugar sobre o Chileno Boris Garafulic e o copiloto Filipe Palmiero e abriu 10 segundos de diferença. Sebastian Halpern não ameaçava Garafulic, Mas não era de forma nenhuma ameaçado pelo Lituano Vaidolas Zala. O Argentino vinha em 8ºlugar. Cyril Despres vinha em 10ºlugar, 29 minutos e 59 segundos atrás dos líderes. Eric Bernard (31 minutos e 9 segundos) e Martin Prokop (31 minutos e 30 segundos) disputavam o 11ºlugar.

Orlando Terranova vinha muito mal na primeira parte da Especial. Se recuperava no final da prova. Estava em 18ºlugar, 43 minutos e 58 segundos de atraso para de Al Attiyah.

No 7ºsetor, Al Attiyah coloca sua vantagem na casa dos 10 minutos sobre Lucio Alvarez, Que no seu melhor dia no Dakar, superava em 54 segundos o Sul-Africano Giniel de Villiers. Jakub Pryzgonski (13 minutos e 6 segundos) com o Mini e Carlos Sainz (14 minutos e 28 segundos) com o Pegueot completavam os 5 primeiros colocados.

Mikko Hirvonen permaneceu em 6ºlugar (18 minutos atrás da liderança), Assim como Garafulic, Halpern, Zala e Despres. Complementando os 10 primeiros colocados.

Nasser Al-Attiyah conquistou a vitória, O piloto do Qatar que assumiu a vice-liderança do Dakar ganha com uma gigante diferença de 11 minutos e 16 segundos para o Argentino Lucio Alvarez que ficou em um brilhante segundo lugar. Superando o Sul-Africano Giniel de Villiers completando o 1-2-3 da Toyota. Jakub Przygonski mais uma vez ficou como o melhor piloto da Mini completou o estágio em 4ºlugar, 15 minutos e 7 segundos atrás.

Carlos Sainz e Lucas Cruz, Com o 6ºlugar no estágio. Ficando a 13 segundos atrás de Mikko Hirvonen que passou os virtuais campeões na parte final do estágio. Os Espanhóis lideram com 46 minutos e 18 segundos de Al Attiyah. Agora só precisam administrar a vantagem para confirmar o campeonato.

Boris Garafulic, Sebastian Halpern, Vaidolas Zala (Melhor resultado do Dakar 2018) e Cyril Despres confirmaram em 7º, 8º, 9º e 10ºlugares respectivamente. Martin Prokop ficou em 11ºlugar com seu Ford. Eric Bernard que teve um bom tempo entre os 10 primeiros colocados ficou em 12ºlugar. Marco Bulacia, Orlando Terranova e Antanas Juknevicius completam os 15 primeiros colocados.

Stephan Peterhansel e Jean-Paul Cottrer com todos os problemas que teve acabaram 1 hora, 3 minutos e 4 segundos atrás dos vencedores, Na 20ªposição. Com isso tudo o piloto 13 vezes campeão do Dakar caiu para o 4ºlugar. A 1 horas, 28 minutos e 8 segundos, Ficando sem qualquer chance de vencer.

Resultado Final da 13ªEtapa do Dakar 2018
De San Juan a Córdoba – Categoria Carros

Pos. Piloto Carros Tempo
1 301 Nasser Al-Attiyah (Qatar) HILUX TOYOTA 05h 02′ 22”
Matthieu Baumel (França)
2 318 Lucio Alvarez (Argentina) HILUX TOYOTA + 00h 11′ 16”
Robert Howie (África do Sul)
3 304 Giniel de Villiers (África do Sul) HILUX TOYOTA + 00h 13′ 06”
Dirk Von Zitzewitz (Alemanha)
4 312 Jakub Przygonski (Polônia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00h 15′ 07”
Tom Colsoul (Bélgica)
5 305 Mikko Hirvonen (Finlândia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00h 19′ 24”
Andreas Schulz (Alemanha)
6 303 Carlos Sainz (Espanha) 3008 DKR PEUGEOT + 00h 19′ 37”
Lucas Cruz (Espanha)
7 317 Boris Garafulic (Chile) ALL4 RACING MINI + 00h 22′ 41”
Filipe Palmeiro (Portugal)
8 331 Sebastian Halpern (Argentina) TOYOTA Hilux + 00h 27′ 36”
Edu Pulenta (Argentina)
9 349 Vaidotas Zala (Lituânia) TOYOTA Hilux + 00h 29′ 57”
Saulius Jurgelenas (Lituania)
10 308 Cyril Despres (França) HILUX TOYOTA + 00h 34′ 36”
David Castera (França)
11 311 Martin Prokop (República Tcheca) F150 EVO FORD + 00h 37′ 06”
Jan Tomanek (República Tcheca)
12 320 Eric Bernard (França) BUGGY BV2 + 00h 42′ 52”
Alexandre Vigneau (França)
13 327 Marco Bulacia (Bolívia) Ford Ranger + 00h 47′ 01”
Engenio Arrieta (Argentina)
14 307 Orlando Terranova (Argentina) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 00h 47′ 55”
Bernardo Graue (Argentina)
15 321 Antanas Juknevicius (Lituania) HILUX TOYOTA + 00h 48′ 04”
Darius Vaiciulis (Lituania)
16 323 Benediktas Vanagas (Lituania) TOYOTA Hilux + 00h 49′ 18”
Rozwadowski Sebastian (Polônia)
17 326 Alejandro Miguel Yacopini (Argentina) TOYOTA Hilux + 00h 50′ 47”
Marco Scopinaro (Argentina)
18 334 Peter Van Merksteijn (Holanda) HILUX TOYOTA + 00h 51′ 19”
Maciel Marton (Polônia)
19 340 Tomas Ourednicek (República Tcheca) SOUTH RACING + 01h 01′ 09”
David Kripal (República Tcheca)
20 300 Stephane Peterhansel (França) 3008 DKR PEUGEOT + 01h 03′ 04”
Jean Paul Cottrer (França)
21 330 Jerome Pelichet (França) TOYOTA OVERDRIVE + 01h 05′ 16”
Eugenie Decre (Suíça)
22 329 Patrick Sireyjol (França) BUGGY LCR30 + 01h 10′ 05”
Francois-Xavier Beguin (Bélgica)
23 336 Isidre Esteve (Espanha) SPRINGBOK MD SODICARS + 01h 15′ 25”
Txema Villalobos (Espanha)
24 319 Sheikh Khalid Al Qassimi (EAU) PEUGEOT 3008 DKR MAXI + 01h 19′ 32”
Xavier Panseri (França)
25 343 Jurgen Schroeder (Alemanha) Toyota + 01h 32′ 55”
Maximilian Schroeder (Alemanha)
26 353 Hennie De Klerk (África do Sul) VOLKSWAGEN Amarok + 01h 59′ 15”
Gerhardt Schutter (África do Sul)
27 365 Erik Wevers (Holanda) BX7 BORGWARD + 02h 03′ 24”
Antono Van Limpt (Holanda)
28 337 Akira Miura (Japão) TOYOTA VDJ200 + 04h 10′ 26”
Laurent Lichtleuchter (França)
29 333 Maik Willems (Holanda) TOYOTA Hilux + 02h 12′ 55”
Robert van Pelt (Holanda)
30 344 Jose Antonio Blangino (Argentina) RAPIDO RASTROJERO + 02h 15′ 50”
Fernando Matias Acosta (Argentina)
31 360 Yves Tartarin (França) BMW OX6 + 02h 23′ 59”
Jerome Meunier (França)
32 358 Fernando Ferrand Malatesta (Peru) VOLKSWAGEN Amarok + 03h 14′ 03”
Fernando Ferrand del Busto (Peru)

Classificação Geral

Pos. Piloto Carros Tempo
1 303 Carlos Sainz (Espanha) 3008 DKR PEUGEOT 47h 46′ 30”
Lucas Cruz (Espanha)
2 301 Nasser Al-Attiyah (Qatar) HILUX TOYOTA + 00h 46′ 18”
Matthieu Baumel (França)
3 304 Giniel de Villiers (África do Sul) HILUX TOYOTA + 01h 20′ 00”
Dirk Von Zitzewitz (Alemanha)
4 300 Stephane Peterhansel (França) 3008 DKR PEUGEOT + 01h 28′ 08”
Jean Paul Cottrer (França)
5 312 Jakub Przygonski (Polônia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 02h 46′ 32”
Tom Colsoul (Bélgica)
6 319 Sheikh Khalid Al Qassimi (EAU) PEUGEOT 3008 DKR MAXI + 04h 20′ 40”
Xavier Panseri (França)
7 311 Martin Prokop (República Tcheca) F150 EVO FORD + 07h 21′ 55”
Jan Tomanek (República Tcheca)
8 334 Peter Van Merksteijn (Holanda) HILUX TOYOTA + 07h 42′ 41”
Maciel Marton (Polônia)
9 331 Sebastian Halpern (Argentina) TOYOTA Hilux + 09h 09′ 04”
Edu Pulenta (Argentina)
10 318 Lucio Alvarez (Argentina) HILUX TOYOTA + 09h 21′ 22”
Robert Howie (África do Sul)
11 326 Alejandro Miguel Yacopini (Argentina) TOYOTA Hilux + 12h 37′ 24”
Marco Scopinaro (Argentina)
12 321 Antanas Juknevicius (Lituania) HILUX TOYOTA + 12h 42′ 54”
Darius Vaiciulis (Lituania)
13 317 Boris Garafulic (Chile) ALL4 RACING MINI + 12h 47′ 22”
Filipe Palmeiro (Portugal)
14 327 Marco Bulacia (Bolívia) Ford Ranger + 12h 54′ 04”
Engenio Arrieta (Argentina)
15 320 Eric Bernard (França) BUGGY BV2 + 13h 03′ 53”
Alexandre Vigneau (França)
16 330 Jerome Pelichet (França) TOYOTA OVERDRIVE + 14h 46′ 39”
Eugenie Decre (Suíça)
17 329 Patrick Sireyjol (França) BUGGY LCR30 + 15h 21′ 28”
Francois-Xavier Beguin (Bélgica)
18 349 Vaidotas Zala (Lituânia) TOYOTA Hilux + 16h 08′ 13”
Saulius Jurgelenas (Lituania)
19 305 Mikko Hirvonen (Finlândia) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 16h 15′ 40”
Andreas Schulz (Alemanha)
20 307 Orlando Terranova (Argentina) JOHN COOPER WORKS RALLY MINI + 18h 48′ 14”
Bernardo Graue (Argentina)
21 336 Isidre Esteve (Espanha) SPRINGBOK MD SODICARS + 21h 51′ 40”
Txema Villalobos (Espanha)
22 343 Jurgen Schroeder (Alemanha) Toyota + 23h 07′ 40”
Maximilian Schroeder (Alemanha)
23 366 Martin Maldonado (Argentina) MERCEDES PROTOTIPO COLCAR + 23h 40′ 13”
Sebastian Scholz Vergnolle (Argentina)
24 333 Maik Willems (Holanda) TOYOTA Hilux + 28h 17′ 52”
Robert van Pelt (Holanda)
25 337 Akira Miura (Japão) TOYOTA VDJ200 + 30h 44′ 42”
Laurent Lichtleuchter (França)
26 344 Jose Antonio Blangino (Argentina) RAPIDO RASTROJERO + 33h 46′ 51”
Fernando Matias Acosta (Argentina)
27 358 Fernando Ferrand Malatesta (Peru) VOLKSWAGEN Amarok + 34h 00′ 17”
Fernando Ferrand del Busto (Peru)
28 353 Hennie De Klerk (África do Sul) VOLKSWAGEN Amarok + 34h 40′ 38”
Gerhardt Schutter (África do Sul)
29 360 Yves Tartarin (França) BMW OX6 + 34h 43′ 27”
Jerome Meunier (França)
30 323 Benediktas Vanagas (Lituania) TOYOTA Hilux + 44h 57′ 42”
Rozwadowski Sebastian (Polônia)
31 308 Cyril Despres (França) HILUX TOYOTA + 45h 15′ 52”
David Castera (França)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Como foi a 13ªEtapa do Dakar na Categoria Quadriciclos

Na 13ªEtapa dos Quadriciclos acabou tendo a vitória de Jeremias Gonzalez Ferioli, O piloto Argentino que esta em 3ºlugar conquistou o triunfo depois de quase 6 horas de especial. Em segundo lugar ficou o Paraguaio Nelson Sanabria Galeano.

Mesmo com os Resultados da Especial. Praticamente as posições estão definidas na classificação Geral. Ignacio Casale deverá confirmar o título do Dakar. O terceiro lugar no especial de hoje, 4 minutos e 3 segundos nem de longe compromete a vantagem dele para o Argentino Nicolas Cavigiliasso, que deve confirmar o vice-campeonato na Geral em sua estreia no Dakar.

Já Marcelo Medeiros ainda não tem sua 4ªposição na classificação geral totalmente assegurada. O piloto do Maranhão ficou em 5ºlugar no estágio 13 e esta com o 4ºlugar na classificação geral. 8 minutos e 51 segundos de vantagem para o peruano Alexis Hernandez que ficou em 8ºlugar. Em sexto lugar na geral esta o Cazaque Dmitri Shirov, (10ºlugar no Estágio) É o melhor piloto Europeu do Dakar 2018 Sem a punição de 2 horas e 20 minutos Shirov ficaria em 4ºlugar na Geral.

O último Estágio deve confirmar o título para o segundo campeonato de Ignacio Casale.

Resultado Final da 13ªEtapa do Dakar 2018
De San Juan a Córdoba – Categoria Quadriciclos

Pos. Piloto Moto Tempo
1 246 Jeremias Gonzalez Ferioli RAPTOR 700 YAMAHA 05h 55′ 16”
2 251 Nelson Augusto Sanabria Galeano RAPTOR YAMAHA + 00h 03′ 18”
3 241 Ignacio Casale RAPTOR 750 YAMAHA + 00h 04′ 03”
4 249 Nicolas Cavigliasso YFZ 450 Yamaha + 00h 07′ 06”
5 282 Marcelo Medeiros YAMAHA YFM700R + 00h 07′ 07”
6 262 Bruno da Costa YAMAHA QUADDY 700 RAPTOR + 00h 13′ 54”
7 247 Josef Machacek Yamaha QDY 700 L + 00h 14′ 51”
8 248 Alexis Hernandez RAPTOR 700R YAMAHA + 00h 15′ 27”
9 260 Alexandre Giroud RAPTOR 700 YAMAHA + 00h 18′ 14”
10 266 Dmitriy Shilov Yamaha + 00h 19′ 31”
11 280 Giuliano Horacio Giordana RAPTOR 700 YAMAHA + 00h 19′ 34”
12 257 Kamil Wisniewski CAN – AM RENEGADE + 00h 27′ 47”
13 261 Zdenek Tuma Yamaha Raptor + 00h 48′ 41”
14 291 Pablo Luis Novara MAZZUCCO CAN-AM TEAM + 01h 04′ 27”
15 294 Martin Sarquiz MAZZUCCO CAN-AM TEAM + 01h 06′ 33”
16 258 Daniel Domaszewski Honda TRX700XX + 01h 12′ 51”
17 271 Daniel Mazzucco CAN – AM RENEGADE + 01h 15′ 54”

Classificação Geral

Pos. Piloto Moto Tempo
1 241 Ignacio Casale RAPTOR 750 YAMAHA 52h 03′ 39”
2 249 Nicolas Cavigliasso YFZ 450 Yamaha + 01h 37′ 16”
3 246 Jeremias Gonzalez Ferioli RAPTOR 700 YAMAHA + 02h 05′ 12”
4 282 Marcelo Medeiros YAMAHA YFM700R + 04h 25′ 26”
5 248 Alexis Hernandez RAPTOR 700R YAMAHA + 04h 34′ 37”
6 266 Dmitriy Shilov Yamaha + 06h 37′ 49”
7 251 Nelson Augusto Sanabria Galeano RAPTOR YAMAHA + 07h 11′ 35”
8 254 Kees Koolen BR 1 690 BARREN RACER + 08h 20′ 34”
9 245 Alex Dutrie RAPTOR 700 YAMAHA + 08h 28′ 39”
10 280 Giuliano Horacio Giordana RAPTOR 700 YAMAHA + 09h 14′ 28”
11 260 Alexandre Giroud RAPTOR 700 YAMAHA + 10h 18′ 26”
12 247 Josef Machacek Yamaha QDY 700 L + 10h 46′ 10”
13 257 Kamil Wisniewski CAN – AM RENEGADE + 10h 55′ 10”
14 271 Daniel Mazzucco CAN – AM RENEGADE + 12h 27′ 56”
15 261 Zdenek Tuma Yamaha Raptor + 13h 42′ 43”
16 262 Bruno da Costa YAMAHA QUADDY 700 RAPTOR + 16h 17′ 09”
17 258 Daniel Domaszewski Honda TRX700XX + 16h 19′ 05”

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Antonie Meo ganha estágio, Benavides tira quase 10 minutos de Walkner, Mas o Austríaco esta próximo do título

Após o cancelamento da 12ªEtapa do Dakar devido as péssimas condições do tempo no trajeot entre Chilecito até San Juan. Quem agradeceu foi o Austríaco Matthias Walkner, Que agora poderia fazer um estágio conservador e sem riscos. Enquanto que Kevin Benavides e Toby Price precisariam ser agressivos ao extremo para tirar o máximo possível de diferença, E tentar criar alguma espécie de pressão em cima do Walkner.

O primeiro setor do penúltimo estágio começou muito bem para Antonie Meo, Que assumiu a liderança. Abrindo 46 segundos de vantagem para o Australiano Toby Price, Seu companheiro de equipe na KTM oficial. O Argentino Kevin Benavides, Que tinha uma batalha dura contra Matthias Walkner vinha 1 minuto e 8 segundos atrás de Meo. Classificado na 3ªposição. Enquanto isso o líder da classificação geral vinha 2 minutos e 48 segundos atrás do Vice-líder da Geral. No meio deles, Vinha o piloto da Gas Gas Johnny Aubert, Com 2 minutos e 35 segundos sobre o seu compatriota da KTM.

Farres Guell e Jonathan Barragan vinham empatados no 6ºlugar, Nos mesmos 5 minutos e 56 segundos de desvantagem sobre o líder. Joan Pedrero Garcia liderava um grupo de 4 pilotos e de 4 marcas diferentes de motos. Em disputa estava o 8ºlugar. O piloto da Sherco levava vantagem de apenas 7 segundos para Oriol Mena (Hero), Que tinha 5 segundos de frente para Pablo Quintanilla com a Husqvarna, 7 segundos a frente de Armand Monleon com a KTM em 11ºlugar. A 6 minutos e 38 segundos do líder.

Daniel Oliveras Carreras vinha em uma boa 12ªposição. Laia Sanz, Diego Duplessis e Daniel Nosiglia Jager completavam os 15 primeiros colocados. Jose Ignacio Cornejo vinha em um frustrante 18º, 10 minutos e 2 segundos atrás de Meo.

No segundo setor, A liderança passou para as mãos de Price, Superando em 56 segundos Antonie Meo, Continuava os dois pilotos da KTM liderando. Com Kevin Benavides de Honda na 3ªposição. (1 minuto e 39 segundos atrás) Bem distanciado de Matthias Walkner em 3 minutos e 38 segundos. O Austríaco continuava em uma especial conservadora, Em 4ºlugar. Gerard Farres Guell, Da Himoinsa Team completa os 5 primeiros colocados, Já a 8 minutos e 16 segundos da liderança do estágio.

Jonathan Barragan ficou com o 6ºlugar, 22 segundos a frente do de Pedrero Garcia da Sherco (9 minutos e 59 segundos) com 14 segundos a frente de Oriol Mena, que vinha levando a Hero para o 8ºlugar. Palbo Quintanilla (11 minutos e 46 segundos) e Armand Monleon (12 Minutos e 39 segundos) completavam os 10 primeiros colocados. Oliveiras Carreiras vinha 18 segundos atrás de Monleon, O que poderia começar uma disputa pelo 10ºlugar entre 2 pilotos espanhóis.

Lá Atrás estavam Pilotos como o Italiano Maurizio Gerini em 16º, Jacopo Cerutti em 18º que vinham aparecendo na parte final do Dakar entre os 20 primeiros colocados, graças à confiabilidade das motos desses pilotos.

No 3ªsetor, Price continuava na liderança. Sua vantagem para o Meo aumentou para 59 segundos, Assim como a sua vantagem para Benavides, Que era agora de 2 minutos e 10 segundos. O piloto Argentino vinha na frente de Matthias Walkner, Com 4 minutos e 28 segundos de vantagem para o Líder da competição e piloto da KTM. Johnny Aubert que sumiu na classificação do segundo estágio estava de novo entre os 5 primeiros lugares. (5ºlugar)

Pedrero Garcia acabou superando Farres Guell, Levando a Sherco para o 6ºlugar, E a 13 segundos do piloto da Himoinsa. Oriol Mena vinha 20 segundos a frente de Jonathan Barragan, Os dois espanhóis disputavam o 8ºlugar. Pablo Quintanilla ganhou 1 posição e esta em 10ºlugar. 15 minutos e 48 segundos depois do Price e 29 segundos a frente de Monleon, que saiu dos Top 10 nesse setor. O piloto precisava se cuidar com Oliveras Carreras, Que vinha com tudo, 7 segundos a frente do piloto da Himoinsa.

Também vinha em disputa o 18ºlugar: Aonde Shaun Esposito segurava essa posição por 1 segundo de frente para Marc Sola Terradellas.

No 5ºSetor, Price continua na liderança, Mas Meo tira um pouco da vantagem do piloto Australiano, A Vantagem era de 53 segundos apenas enquanto que Benavides tirou 37 segundos de Price e 31 segundos de Meo. O Argentino aumentou ainda mais a vantagem para Matthias Walkner, Que já vinha a 7 minutos e 14 segundos atrás do líder, Mais longe ainda vinha em 5ºlugar o Espanhol Juan Pedrero Garcia que faz uma prova estupenda com a Sherco (12 minutos e 37 segundos atrás) 1 minuto e 12 segundos a frente do 6ºColocado. O Espanhol Gerard Farres Guell.

Ricky Brabec abandonou o Dakar após um acidente no penúltimo dia

Jonathan Barragan ganhou o 7ºlugar de Oriol Mena, Mas a disputa estava longe de terminar, Visto a vantagem minúscula de 7 segundos entre o piloto da Gas Gas e o piloto da Hero. Armando Monleon começava a ter seu 9ºlugar visado por Pablo Quintanilla, que vinha 38 segundos atrás do piloto da Daling Racing. Daniel Oliveras Carreras vinha em 11ºlugar, Com uma boa vantagem para Diego Duplessis da Mec Team, O Argentino estava a 20 minutos e 35 segundos de distância para Price, Em uma digna 12ªposição. Sanz, Mark Samuels e Daniel Nosiglia Jager completavam os 15 primeiros colocados.

No Sexto Setor, Meo tirou mais 5 segundos de Price e Benavides tirou 15 segundos. Apesar da Liderança do piloto Australiano, A disputa pela vitória ainda poderia acontecer de maneira forte. Matthias Walkner conseguiu estabilizar sua desvantagem, O Austriaco vinha a 7 minutos e 30 segundos atrás do seu companheiro de equipe da KTM. Enquanto Joan Pedrero Garcia estava mantendo o 5ºlugar, A 13 minutos e 22 segundos da liderança. 1 minuto e 13 segundos depois vinha o Espanhol Gerard Farres Guell em 6ºlugar.

Nada mudou nas brigas do 7º e 9ºlugar, Mas a Disputa entre os espanhóis Jonathan Barragan e Oriol Mena continuava intensa, Era 2 segundos apenas a distância entre os dois pilotos. Já Monleon em 9ºlugar, Estava mais tranquilo. Vinha 1 minuto e 10 segundos afrente de Quintanilla.

Oliveras Carreras, Duplessis, Sanz, Samuels e Nosiglia Jager continuaram nas mesmas posições. Apenas Mudança no 16ºlugar, Quando Marc Sola Terradellas passou Shaun Esposito e abriu do Norte-Americano, Que vinha com 9 segundos atrás do Italiano Jacopo Cerruti com a Husqvarna, Defendendo o 17ºlugar.

Price, continua na liderança após ter completado o 7ºestágio do Dakar, 49 segundos a frente de Kevin Benavides que superou Antonie Meo. O piloto da Honda vinha em busca da vitória na especial, Ainda por cima tirar mais tempo do Austriaco Matthias Walkner, Que vinha em 4ºlugar, Já a 9 minutos e 20 segundos da liderança e 8 minutos e 31 segundos do piloto Argentino. Pedrero Garcia seguia em 5ºlugar, Mantendo a sua vantagem para o piloto da Himoinsa, Gerard Farres Guell que vinha em 6ºlugar.

Armand Monleon fez um setor primoroso, Ganhando as posições Oriol Mena e de Jonathan Barragan que brigavam pelo 7ºlugar. Oriol Mena superou Jonathan Barragan, O piloto da Gas Gas caiu do 7º para o 9ºlugar em 1 setor. Completando os 10 primeiros colocados o Chileno Pablo Quintanilla com sua Husqvarna.

Daniel Oliveras Carreras ainda tentava entrar entre os 10 primeiros lugares, Vinha 55 segundos atrás do Quintanilla. Diego Duplessis vinha 2 minutos e 11 segundos atrás do piloto da Himoinsa. Sanz, Samuels e Nosiglia Jager completavam os 15 primeiros colocados.

Ao final do Estágio, Toby Price aumentou seu ritmo e venceu a especial, Com 2 minutos e 3 segundos do Argentino Kevin Benavides, Que por sua vez, acabou tirando 9 minutos e 29 segundos de diferença para o Austríaco Matthias Walkner que vem com a mão na taça. 22 minutos e 31 segundos a 1 etapa do Final. Apenas um queda feia ou em quebra de sua KTM para evitar o campeonato de Walkner. Antonie Meo ficou em 3ºlugar.

Toby Price ainda teria uma remota chance de título, Mas iria precisa além da quebra do Walkner, precisaria também superar Benavides e tirar a vantagem de 5 minutos e 14 segundos para conquistar o título.

Pedrero Garcia melhora a cada estagio e conquistou o 5ºlugar, O melhor resultado do piloto da Sherco. Ficando na frente de Johnny Aubert que ficou por muito tempo sumido da classificação. (Provavelmente não foi computado o tempo dele) Com isso o piloto da Gas Gas praticamente sacramenta o 6ºlugar com sua Gas Gas.

Armando Monleon manteve o 7ºlugar, segurando por apenas 3 segundos a frente de Oriol Mena da Hero em 8ºlugar. Jonathan Barragan da Gas Gas, acabou em 9ºlugar e Gerard Farres Guell caiu muito no final e ficou apenas em 10ºlugar. A possibilidade de pódio para o Espanhol acabou praticamente, A 1 hora, 1 minuto e 19 segundos em 5ºlugar.

Daniel Oliveras Carreras ganhou o 11ºlugar do Chileno Pablo Quintanilla que perdeu 2 posições no final da Especial. Laia Sanz em uma decente 13ªposição. Diego Duplessis e Mark Samuels completaram os 15 primeiros colocados.

Resultado Final da 13ªEtapa do Dakar 2018
De San Juan a Córdoba – Categoria Motos

Pos. Piloto Moto Tempo
1 8 Toby Price KTM 450 RALLY REPLICA 04h 48′ 33”
2 47 Kevin Benavides Honda CRF450RALLY + 00h 02′ 03”
3 19 Antonie Meo KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 02′ 44”
4 2 Matthias Walkner KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 11′ 32”
5 12 Juan Pedrero Garcia 450 RALLYE SHERCO TVS + 00h 15′ 12”
6 40 Johnny Aubert GASGAS + 00h 17′ 10”
7 17 Armand Monleon KTM 450 RR + 00h 21′ 31”
8 61 Oriol Mena Hero 450 Rally + 00h 21′ 54”
9 60 Jonathan Barragan Nevado GASGAS + 00h 22′ 11”
10 3 Gerard Farres Guell KTM 450 RALLY + 00h 23′ 34”
11 29 Daniel Olivera Carreras KTM 450 RALLY + 00h 24′ 52”
12 10 Pablo Quintanilla Husqvarna FR 450 RALLY + 00h 25′ 02”
13 15 Laia Sanz KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 27′ 39”
14 27 Diego Martin Duplessis Honda CRF450RALLY + 00h 28′ 00”
15 64 Mark Samuels Honda CRF450RALLY + 00h 31′ 07”
16 33 Daniel Nosiglia Jager KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 32′ 34”
17 34 Marc Sola Terradellas KTM 450 RALLY + 00h 36′ 30”
18 103 Shane Esposito KTM RALLY REPLICA + 00h 38′ 41”
19 52 Jacopo Cerutti KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 40′ 02”
20 31 Cristian Espana Munoz Gas Gas Motorsport + 00h 40′ 19”
21 44 Rodney Faggotter Yamaha WR450F RALLY + 00h 41′ 54”
22 42 Maurizio Gerini HUSQVARNA 450 + 00h 42′ 47”
23 68 Jose Ignacio Cornejo Florimo Honda CRF450RALLY + 00h 45′ 52”
24 25 Ivan Cervantes Montero KTM 450 RALLY + 00h 48′ 55”
25 58 Maciej Giemza KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 50′ 33”
26 28 Emanuel Gyenes KTM 450 RALLY + 00h 54′ 40”
27 45 David Thomas Husqvarna FR 450 RALLY + 00h 56′ 26”
28 35 Loic Minaudier KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 56′ 56”
29 16 Olivier Pain KTM 450 RALLY + 00h 57′ 54”
30 128 Maikel Smits KTM 450 RALLY + 00h 57′ 55”

Classificação Geral

Pos. Piloto Moto Tempo
1 2 Matthias Walkner KTM 450 RALLY REPLICA 41h 33′ 42”
2 47 Kevin Benavides Honda CRF450RALLY + 00h 22′ 31”
3 8 Toby Price KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 27′ 45”
4 19 Antonie Meo KTM 450 RALLY REPLICA + 00h 50′ 17”
5 3 Gerard Farres Guell KTM 450 RALLY + 01h 01′ 19”
6 40 Johnny Aubert GASGAS + 01h 55′ 12”
7 10 Pablo Quintanilla Husqvarna FR 450 RALLY + 02h 06′ 49”
8 61 Oriol Mena Hero 450 Rally + 02h 23′ 29”
9 29 Daniel Olivera Carreras KTM 450 RALLY + 02h 39′ 33”
10 68 Jose Ignacio Cornejo Florimo Honda CRF450RALLY + 02h 40′ 17”
11 12 Juan Pedrero Garcia 450 RALLYE SHERCO TVS + 02h 40′ 43”
12 15 Laia Sanz KTM 450 RALLY REPLICA + 02h 50′ 37”
13 33 Daniel Nosiglia Jager KTM 450 RALLY REPLICA + 02h 52′ 21”
14 17 Armand Monleon KTM 450 RR + 02h 59′ 34”
15 60 Jonathan Barragan Nevado GASGAS + 03h 04′ 47”
16 44 Rodney Faggotter Yamaha WR450F RALLY + 03h 51′ 36”
17 54 Andrew Short Husqvarna FR 450 RALLY + 04h 04′ 40”
18 27 Diego Martin Duplessis Honda CRF450RALLY + 04h 26′ 06”
19 52 Jacopo Cerutti KTM 450 RALLY REPLICA + 05h 31′ 26”
20 34 Marc Sola Terradellas KTM 450 RALLY + 05h 32′ 05”
21 64 Mark Samuels Honda CRF450RALLY + 06h 05′ 03”
22 42 Maurizio Gerini HUSQVARNA 450 + 06h 30′ 53”
23 28 Emanuel Gyenes KTM 450 RALLY + 06h 50′ 14”
24 58 Maciej Giemza KTM 450 RALLY REPLICA + 06h 52′ 58”
25 103 Shane Esposito KTM RALLY REPLICA + 07h 31′ 50”
26 128 Maikel Smits KTM 450 RALLY + 07h 59′ 12”
27 35 Loic Minaudier KTM 450 RALLY REPLICA + 09h 08′ 34”
28 16 Olivier Pain KTM 450 RALLY + 09h 17′ 16”
29 25 Ivan Cervantes Montero KTM 450 RALLY + 09h 34′ 37”
30 31 Cristian Espana Munoz Gas Gas Motorsport + 10h 12′ 46”

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar

Dakar 2018 – 12ªEtapa – Nos Caminhões, Os dois primeiros colocados Separados por apenas 1 segundo após especial

Nos Caminhões, Ton Van Genunten, Levou seu trio a mais uma vitória em estágio, Depois de 7 duras e árduas horas. O Holandês trouxe seu Iveco para a vitória. 4 minutos e 11 segundos depois ficou o trio do caminhão Tcheco da Tarta, Comandado por Martin Kolomy.

Já entre os dois postulantes ao título do Dakar 2018. Eduard Nikolaev terminou em 3º, 1 minuto e 8 segundos a frente de Federico Villagra que levou seu Iveco ao 4ºlugar. Isso foi o Bastante para o Trio Russo voltar a liderança do Dakar. A Vantagem entre os dois é de apenas 1 segundo, Faltando apenas 2 estágios para o final e com mais de 47 horas percorridas por essas duas duplas, Eles são separados apenas por 1 segundo de diferença. A expectativa dos Argentinos é enorme para o final do Dakar comemorem um campeonato que vai ser épico!

Vencer a Kamaz, Já não é uma tarefa das mais fáceis. Agora vencer em sua casa será uma conquista épica em todos os sentidos e ficará para sempre no coração de cada Argentino que prestigia a Odisseia. Arturs Ardavichus completou os 5 primeiros colocados do Estágio.

Na classificação Geral Siarhei Viazovich leva o caminhão da MAZ para o 3ºlugar, Que agora parece definido. Já que Airat Mardeev com a Kamaz não foi bem. Ficou em 11ºlugar e praticamente perdeu a chance do pódio. O Russo precisa se preocupar com o Ton von Genunten que leva o segundo caminhão da Iveco entre os 5 primeiros colocados.

Resultado final da 12ªEtapa do Dakar 2018
De Chilecito a San Juan

POS. Piloto Caminhões Tempo
1 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO 07h 02′ 36”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
2 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 00h 04′ 11”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
3 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 06′ 21”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
4 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00h 07′ 29”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
5 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 00h 15′ 14”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
6 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 26′ 20”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
7 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 00h 32′ 16”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
8 518 Aliaksei Vishneuski (Bielorussia) 5309RR MAZ + 00h 35′ 00”
Maksim Novikau (Bielorussia)
Andrei Neviarovich (Bielorussia)
9 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 00h 38′ 11”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
10 503 Aleksandr Vasilevski (Bielorússia) 5309RR MAZ + 00h 39′ 02”
Dzmitry Vikhrenko (Bielorussia)
Anton Zaparoshchanka (Bielorussia)
11 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 00h 47′ 43”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
12 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 01h 02′ 28”
Mitsugu Takahashi (Japão)
13 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 01h 28′ 04”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)
14 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 01h 47′ 36”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)

 


Classificação Geral

POS. Piloto Caminhões Tempo
1 500 Eduard Nikolaev (Rússia) 4326 KAMAZ 47h 14′ 31”
Evgeny Yakovlev (Rússia)
Vladimir Rybakov (Rússia)
2 501 Federico Villagra (Argentina) POWERSTAR IVECO + 00h 00′ 01”
Ricardo Adrian Torlaschi (Argentina)
Adrian Arturo Yacopini (Argentina)
3 512 Siarhei Viazovich (Bielorussia) 5309RR MAZ + 03h 26′ 14”
Pavel Haranin (Bielorussia)
Andrei Zhyhulin (Bielorussia)
4 507 Airat Mardeev (Rússia) 4326 KAMAZ + 05h 20′ 15”
Aydar Belyaev (Rússia)
Dmitriy Svistunov (Rússia)
5 509 Ton Von Genugten (Holanda) POWERSTAR IVECO + 05h 23′ 40”
Bernard Der Kinderen (Holanda)
Peter Willemsen (Bélgica)
6 508 Artur Ardavichus (Cazaquistão) POWERSTAR IVECO + 05h 36′ 25”
Michel Huisman (Holanda)
Serge Bruynkens (Bélgica)
7 510 Martin Macik (República Tcheca) LIAZ 111.154 + 07h 10′ 21”
Frantisek Tomasek (República Tcheca)
Michal Mrkva (República Tcheca)
8 511 Terohito Sugawara (Japão) HINO 500 Series + 07h 20′ 32”
Mitsugu Takahashi (Japão)
9 517 Gert Huzink (Holanda) Renault K520 + 07h 43′ 52”
Rob Buursen (Holanda)
Martin Roesink (Holanda)
10 516 Maurik Van Der Heuvel (Holanda) SCANIA Torpedo + 08h 18′ 41”
Wilko Van Oort (Holanda)
Martijn Van Rooij (Holanda)
11 505 Martin Kolomy (República Tcheca) Tatra Phoenix + 08h 55′ 12”
Jiri Stross (República Tcheca)
Rostislav Plny (República Tcheca)
12 502 Dmitry Sotnikov (Rússia) 4326 KAMAZ + 09h 31′ 35”
Ruslan Akhmadeev (Rússia)
I. Mustafin (Rússia)
13 532 Martin Soltys (República Tcheca) TATRA BUGGYRA RACING + 20h 47′ 04”
Josef Kalina (República Tcheca)
Tomas Sikola (República Tcheca)

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Dakar