Fim da esperança, Um Brasil tomado pelo ódio e pela Falta de Empatia

Será o Fim da Minha esperança pelo Brasil?

Dia 25 de Janeiro de 2019, Esse dia marca o fim de qualquer esperança que eu tinha sobre esse país. Perdi as minhas esperanças de que o Brasil mude, Perdi qualquer esperança. Não importa suas qualidades, Se você tiver um erro as pessoas são vão lembrar dos seus erros e nunca das suas qualidades. Por isso que esse país não Foi e nunca vai para frente.

Estou a mais de 2 anos e meio abatido, Sem animo, Sem criatividade, Vendo cada vez mais coisas inacreditáveis e não entendendo mais nada o quando existe tanta gente defendendo as testes mais absurdas, Menosprezando a vida ao máximo, Matando o sonho de outras pessoa com frases e justificativas idiotas, Matando minorias usando o nome de Deus, Menosprezando pessoas que estão sendo ameaçadas de morte só por causa de preconceito, Endeusando um homem que está com sua Família envolvida em corrupção e até em um possível envolvimento da Morte da Vereadora Marielle Franco. Temos que defender o Obvio e falar que é preciso ter um mínimo de empatia com as outras pessoas. A vida não é um Jogo como muita gente acha, Me recuso a usar esse Rotulo, A Vida é uma coisa que deve ser vivida, Você deve fazer o bem, Ser feliz, Ser uma pessoa que acrescente ao mundo ideias e realizações positivas. Dessa forma é que todos deveriam fazer.

Estamos vivemos um mundo aonde é mais fácil odiar as pessoas do que amar, Um mundo aonde as pessoas falam em amor próprio, Mas se esquece de ajudar outras pessoas e de ter empatia com o mundo: “Tens de amar o teu próximo como a ti mesmo” (Não adianta, Sou cada vez mais contra essa mania que virou em falar: “Se Ame” Para mim isso é pra disfarçar o seu egoísmo) A Humanidade tem que parar de querer comparar tragédias. Vi uma mensagem um dia que se dizia: Se as crianças da Síria chorassem ou sangrassem petróleo… Será que o mundo inteiro não estaria lutando bravamente por elas? Acho que isso explica do porque tanta gente ignora a guerra que existem por lá.

Eu durante 2 anos e meio tento recuperar uma amizade que perdi, Eu estou fazendo de tudo que é possível, Mas o resultado é nenhuma praticamente. Essa pessoa tem um ódio mortal por mim. Me odeia profundamente. Ela me bloqueou do Facebook a muito tempo e apesar de tudo que eu fiz, Ela se quer reiniciou um dialogo minimamente digno. Me trata como eu se fosse uma praga, Como se eu fosse um criminoso, Um Político corrupto. Coisa que eu não sou!

O mais grave disso é você ter 2 Amigos (Epson Araujo e Yasmini Silva) que traíram a minha confiança, Achei que eles iriam me ajudar a recuperar essa amizade. Pelo Contraio, Eles não só deram desculpas como fizeram muito pouco caso do sofrimento de um amigo que nunca trai a confiança de nenhum dos dois. Acho até mais. Se bobear, Eles fizeram tudo ao contraio e deve ter falado meus defeitos para que piorasse a minha imagem com essa pessoa. (Tem pessoas que não só não ajudam, Como elas podem te atrapalhar caso queiram fazer isso.

Eu Gostaria que você Fabiana Freire por favor, Veja isso e reflita essas palavras.

Nenhum ser humano merece pagar para todo o sempre por um erro, Já paguei e muito por muitos e muitos erros. Eu não sou uma pessoa deslumbrada, Não tenho mídia, Não tenho seguidores praticamente, Não tenho nada mais do que a verdade, Somente a verdade e minha história de vida (Que esta ameaçada desde do começo do Governo Bolsonaro) Eu só peço uma coisa. Por favor, Volte a falar comigo, Volta a ser minha amiga. Já fiz tudo para quebrar o Gelo, Eu não sei mais o que eu posso fazer. Mas eu jamais jogaria fora essa oportunidade, Eu não cometo os mesmos erros por 2 vezes. Se as pessoas pode ter a humildade de dizer que erraram e pedem desculpas acho que as pessoas também tem a capacidade de Reatarem amizades, Que tem a capacidade de deixar tudo de ruim para trás e de voltarem a conversar e a se entenderem. Me desbloqueie das redes sociais e vamos conversar por favor, Estou pedindo uma coisa simples.

Se acham que pessoas não tem sentimentos então vejam esse episódio de Sakura Card Captors (Alias, Vejam todos os episódios. É um desenho maravilhoso!)

Caso eu não consiga isso, Eu decido que vou abandonar todas as redes sociais daqui a poucos dias. Descobri que eu fracassei , Sou um perdedor e não tenho mais lugar nesses tempos difíceis aonde a internet virou um campo minado. Vou continuar trabalhando no meu site e é só isso que vou fazer daqui por diante na internet. Não vou ter conta em nenhuma rede social (Facebook, Instagram e Twitter) Não vejo mais motivos para continuar nesse meio. Sou ainda mais ousado em dizer: O Futuro da Internet esta nos forums de Discussão da Internet. Lá não existe essa idiotice que grande parte do público diz, Lá esta a maior parte da Inteligência das Redes Sociais.

Não é no Facebook com seus memes baratos, Do instagram pela loucura de ter curtidas. (Quanto mais pelado a pessoa fica ou quanto mais doentio é a sua cabeça pelo Bolsonaro, Mais curtidas a pessoa tem.) Infelizmente um trabalho bem feito e que tem uma tese pelo menos razoável para não dizer de qualidade não tem audiência. A tragédia vende mais, A violência vende mais e eu não estou aqui para vender terror, Estou aqui para informar o que existe de melhor no Esporte a Motor. Agora apenas no Mundo, Pois a partir desse ano vou ignorar as categorias nacionais.

Eu Descobri nos últimos 2 anos que o esporte a motor no Brasil esta em grande Parte dominado pelos pensamentos fascistas e até ignorantes. Eu não vou mais apoiar o esporte a motor do meu país. Não merecem, Não ligam para a vida do povo e só querem apenas correrem em sua maioria, Sem se importar com aquele que se morre de fome e com o que vai acontecer com seus Fãs. (Acha que os pilotos só tem fãs ricos?, Acha que um piloto não tem mulheres, Negros, Índios, Gays que admiram e torcem por ele?) Alguns fizeram questão de te tornarem Garotos propagandas do candidato que venceu pelas Fakes news.

O que as pessoas ignorantes e alienadas querem é matar seus sonhos e impedirem que o mundo seja um lugar melhor para se viver.

Existe a chance de eu voltar as redes sociais? Só voltaria em duas ocasiões: Quando o Governo Bolsonaro terminar (Quando o pesadelo desse homem e da sua turma deixar o poder)ou caso a Fabiana Freire tenha a capacidade de que ela volte a ser a minha amiga. Caso contraio, Eu não volto mesmo. Quero um mundo de pessoas humanas e não de idiotas que pensam em trolar todo mundo, Que pisam nos sentimentos das pessoas e que só pensam nelas mesmas com a desculpa de que devermos amar a si mesmos. Só que esse discurso que se adotou ultimamente só vem levando o ser humano as desgraças, Crianças morrendo de fome, Desigualdade cada vez maior, Menosprezo a vida… Até onde vamos parar. Prefiro o Mundo em que o Ser humano Ame os outros como amam a sei próprio, Que o ser humano tenha mais empatia com outras pessoas, Que pare de se odiar e de se matarem por coisas tolas. (Até mesmo matam pessoas porque causa de jogo de futebol, Briga de Bar, Até mesmo por divida de 5 reais) Caso conseguimos isso podemos ainda acreditar em um mundo melhor, Criando uma nova geração, A Geração E (Geração da Empatia) Acredito que é muito melhor que a Geração “EU” que esta nos dias de hoje. Ajudar em qualquer situação uma pessoa para o bem de todos, Essa deveria ser a missão das pessoas nesse mundo!

Para as Redes Sociais: Se tudo der certo, Voltarei em Breve, Caso contraio eu volto em 2023 quando esse pesadelo tiver terminado e as pessoas se curarem dessa onda de ódio que tomou conta do Brasil.

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Blog do Tarso / Instagram
Vídeo: Daniel Player

Renault quer continuar a evolução com o R.S.19

Rumo aos primeiros lugares a Renault F1 apresentou seu carro para a temporada de 2019. O R.S.19 é o carro que terá como missão não só se consolidar como a 4ªForça como tentar entrar na disputa pelos 3 primeiros lugares no Mundial de Construtores. Desde da sua volta em 2016 a Renault tem progredido na classificação dos construtores. No ano passado alcançaram a 4ªposição no Mundial com 122 pontos.

O presidente da Renault Sport Racing Jérome Stoll Falou do compromisso futuro da Renault com o Esporte: “Na Renault, somos apaixonados pelo automobilismo. Nossa história na F1 continuou ininterrupta por mais de 40 anos. A Fórmula 1 é um espetáculo, é  entretenimento, mas também é o mais alto nível do automobilismo. A paixão pela Fórmula 1 é uma metáfora do espírito de luta, da determinação, da resiliência, mas também do progresso, graças à inovação sem limites que inspira o esporte. Mas essa paixão deve ser temperada com uma dose saudável de realidade. A F1 faz sentido para a Renault, É um laboratório para a nossa futura tecnologia da as ruas, Visto a nova designação de motor – Renault E-Tech 19. É um momento muito emocionante fazer parte da F1. ”

Desde seu retorno à F1 em 2016, a Renault investiu pesado em sua instalações técnicas em Enstone, no Reino Unido, e em Viry-Châtillon, na França.

Em Enstone, a equipe aumentou significativamente a capacidade de produção, com máquinas-ferramentas atualizadas. O que fez a força de trabalho crescer cerca de 50% desde 2016.

Em Viry, um dyno recém-reformado acaba de ser comissionado e será usado durante toda a temporada para desenvolver a unidade de energia, enquanto um programa de construção ambicioso para a construção de novas unidades, departamentos de confiabilidade e um departamento de lojas automatizadas começou recentemente, com conclusão prevista para o ano de 2020.

O Diretor-Geral Cyril Abiteboul falou sobre o objetivo da equipe em 2019: “Lançar todos esses projetos enquanto disputavam o campeonato foi um desafio incrível. nono em 2016 com oito pontos, sexto em 2017 com 57 pontos e quarto no ano passado com 122 pontos. Entramos nesta temporada com o objetivo de manter esse ímpeto forte e medido. Nós não temos como alvo essa ou aquela posição assim como um número de pontos: o que eu quero é ver a equipe continuar sua trajetória de progressão em relação as outras equipes do topo da tabela.

Cyril falou sobre a motivação da dupla de pilotos: “O impulso adicional da parceria Daniel-Nico traz confiança para a equipe nesta temporada. Acredito que temos uma das mais fortes – se não a mais forte dupla de pilotos da Formula 1. Daniel traz experiência comprovada em corrida e conhecimento de uma equipe de ponta, enquanto Nico está com fome. Ele é extremamente subestimado – ele é rápido, determinado e um motivador para a equipe. Individualmente eles são muito fortes e sinto que os 2 se complementam perfeitamente. A energia que eles trazem para a equipe é muito agradável e eu espero que possamos dar um carro competitivo para os dois mostrarem seu talento”.

Em sua 3ªTemporada Nico Hulkenberg vai fazer dupla com o recém-chegado a Renault Daniel Ricciardo que até o ano passado estava na Red Bull.

“Como equipe, Nós desenvolvemos muito desde do inicio do ano de 2017. Quando cheguei, a infraestrutura ainda era muito nova, Percorremos um longo caminho desde de então, com muito progresso. Eu quero extrair o melhor de mim mesmo e Maximizar o potencial da equipe e do novo carro. O importante é que damos um bom salto para a frente como equipe e estamos nos apresentando de maneira mais consistente. Queremos que a tendência de crescimento continue para cima”.

O Recém-Chegado Daniel Ricciardo, Que ganhou 7 corridas pela Red Bull esse ano se junta a Renault: “A Renault tem uma história enorme no automobilismo, Por isso, fazer parte da equipe nesse novo momento é um desafio empolgante. Estou aqui para fazer meu trabalho na pista e pilotar o mais rápido possível. Mas também gostaria de trazer a minha energia para a equipe, ser uma mola nos passos de todos, Porque isso faz parte do meu trabalho e do meu caráter. Eu pretendo ser capaz de fazer a equipe trabalhar um pouco mais, com mais esforço. Eu gostaria de ser um catalisador de energia positiva para todos”.

Com novas instalações e novos motoristas reforçando a confiança, 2019 promete ser um ano interessante dentro e fora da pista para a Renault.

O Layout do carro foi mantido, com bem poucas modificações e os patrocinadores também se mantiveram. Se o carro melhorar e a Red Bull não tiver o motor ainda competitivo pode ser que a Renault almeje mais do que o 4ºlugar dos construtores e quem sabe conseguir o primeiro pódio desde da volta em 2016.

Fotos:

Ficha Técnica:

Chassis: (Renault R.S.19) Fibra de carbono moldada e monocoque composto de favo de mel de alumínio, fabricado pela Renault F1 Team e projetado para máxima resistência com peso mínimo.
Suspensões dianteiras e traseiras: composto de Triângulos feitos de fibra de carbono, rodas de magnésio OZ Racing.
Transmissão: Caixa de câmbio de carbono semiautomática de oito marchas com marcha reversa. Sistema “Quickshift” em operação para maximizar a velocidade das mudanças de marchas.
Sistema de combustível: Célula a combustível de borracha reforçada com Kevlar pela ATL.
Elétrico: Unidade de Controle Eletrônico Padrão da MES-Microsoft.
Sistema de freios: Discos de carbono e almofadas. (Brembo)
Cockpit: Banco do condutor removível feito de composto de carbono anatomicamente formado, com cinto de segurança de seis pontos. O volante integra toda a função eletrônica do carro, Com as pás de troca de marchas, as pás da embreagem e o DRS.

Dimensões:

Dianteira: 1600mm
Traseira: 1550mm
Comprimento total: 5480mm
Altura total do carro: 950mm
Largura Geral: 2000mm
Motor: Renault E-Tech 19
Capacidade do Motor: 1600 Cilindradas (1.6 L)
Numero de cilindros: 6
Número de Válvulas: 24 (4 por Cilindro)
Limite de RPM: 15.000
Carregamento de pressão: Turbocompressor simples, pressão de aumento ilimitada a 5 bar (Atmosfera)
Limite de fluxo de combustível: 100 kg / h
Quantidade de combustível permitida por corrida: 110 kg
Ângulo: 90°

Sistema de Recuperação de Energia:

Rpm MGU-K: Máximo de 50.000 rpm
Potência de MGU-K: Max 120kW
Energia recuperada pela MGU-K: Max 2 MJ / colo
Energia liberada pela MGU-K: Max 4 MJ / volta
MGU-H rpm: 100.000 rpm
Energia recuperada pela MGU-H: Ilimitado
Peso do carro: 743 kg
Peso do motor: Mínimo de 145 kg
Potência total: Mais de 950 hp(Cavalos)
Combustível: BP
Lubrificante: Castrol EDGE
Diretores Técnicos
Chassis: Nick Chester
Motor: Rémi Taffin
Aerodinâmica: Marcin Budkowski

Pilotos:

27. Nico Hulkenberg (Alemanha)
3. Daniel Ricciardo (Austrália)
Patrocinadores: Castrol, Genii, Castrol Edge, Renault, RCi Bank And Services, Infiniti, BP Ultimate,Mapfre, Microsoft

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Renault/F1

Red Bull muda design visual e faz teste com o RB15 – Primeiro carro da parceria com a Honda

Red Bull aparece com o RB15, Primeiro carro usando os motores Honda. Testado no ano passado pela Toro Rosso e nesse ano pela primeira vez na equipe principal de Dick Mateschitz terá os motores Japoneses. Após os últimos anos de guerra entre a equipe Austríaca e a Renault o casamento finalmente acabou em 2018. Aproveitando o divorcio do casamento entre Mclaren e Honda, A Toro Rosso acabou abraçando a Fábrica Japonesa na temporada passada. Apesar dos problemas durante a temporada, A equipe principal da Red Bull preferiu arriscar e usar os motores Japoneses já para essa temporada.

O carro ganhou uma nova identidade. O Amarelo não existe mais nesse carro. O Vermelho ganhou destaque no carro junto com o Azul fosco que continua sendo a cor predominante do RB15.

Max Verstappen que se torna o primeiro piloto da equipe após a saída de Daniel Ricciardo testou o carro em um shakedown promocional em Silverstone. O Carro não teve falhas no seu primeiro teste.

“Eu estava realmente animado para entrar no carro e assim que chegamos parecia normal. Foi bom, Não tivemos problemas e estamos muito felizes com isso” – Completou Max. “Além disso, O carro é muito bonito.”

“Claro que hoje por ser um dia de filmagem há uma quantidade limitada de volta para se tirar alguma conclusão, Mas é realmente importante ter um dia como este, antes de você ir para os testes oficiais”. “Você tem uma primeira impressão e vê se tem algum problema com o carro ou com o motor. Felizmente não tivemos nenhum problema e isso é muito positivo. Agora podemos testar corretamente e veremos o que podemos tirar do equipamento e entender mais sobre o carro e o motor um pouco melhor. Mas até aí tudo bem.”

O Francês Pierre Gasly vai ter sua primeira experiência com o RB15 nos testes de pré-temporada em Barcelona. O Francês que fez um bom ano pela Toro Rosso acabou

O Chefe de equipe Christian Horner falou sobre o novo carro e a importância do primeiro teste: “E sempre bom ver o novo carro fazer seu primeiro teste”… “O RB15 é o primeiro carro com o Motor Honda e parece reluzente a sua pintura aqui em Silverstone. Claro que tudo hoje é filmagem, Mas também é uma valiosa oportunidade para chegar se todos os sistemas estão funcionando e se o carro esta bem antes de partir para Barcelona na semana que vem. O importante é que maximizemos o tempo de pista e aproveitamos o máximo possível desse processo antes da primeira corrida da temporada em Melbourne”.

Fotos:

Ficha Técnica da Red Bull para 2019:

Chassis: RB15 – estrutura Composta de Carbono-Epóxi Projetada de acordo com o Regulamento.
Transmissão: Caixa de Câmbio com 8 marchas, Montada longitudinalmente com sistema hidráulico para troca de potência e da operação de embreagem construídos pela Red Bull Racing
Rodas: OZ Racing
Pneus: Pirelli
Suspensão

Dianteira e Traseira: Colunas de liga de Alumínio, Triângulos compostos de fibra de carbono com molas de Pushrods/Pullrods, Barra estabilizadora e amortecedores com Pushrods, Molas, Barra estabilizadora e amortecedores
Freios: Brembo
Eletrônicos: Unidade de controle eletrônico Pedrão MESL desenvolvido pela Honda
Combustível: Esso/Mobil 1
Lubrificantes: Mobil 1
Motor: Honda RA619H
Numero de Cilindros: 6 (24 Válvulas – 4 por Cilindro)
Capacidade: 1600cc
RPM Máximo: 15000
Ângulo Vee: 90º
Peso do Carro: 743 kg
Chefe Técnico: Adrian Newey

Pilotos:

33. Max Verstappen (Holanda)
10. Pierre Gasly (França)

Patrocinadores: Red Bull, Aston Martin, Citrix, At&T, Esso, Mobil 1, Rauch

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Red Bull

Ferrari mostra o seu carro em Homenagem aos 90 anos da Empresa

A Ferrari mostrou seu carro no dia de ontem, Em uma apresentação de verdade, Tradicional e como manda o figurino das verdadeiras apresentações na sede da Ferrari, em Maranello. O SF90 é o nome do carro de 2019 em celebração dos 90 anos da Ferrari.

Vice-campeã em 2015, 2017 e 2018, Esse ano a Ferrari pretende terminar com o jejum de 11 anos sem vitória nos Construtores e 12 anos do Mundial de Pilotos. O SF90 não é uma evolução segundo Mattia Binotto, Porém eles trabalharam ainda mais sobre os conceitos do ano de 2018 para superar o desempenho do ano anterior. “Tivemos nossa melhor temporada, Mas ainda não alcançamos o grande objetivo” – Falou o novo chefe de equipe.

O carro fez as modificações do carro de 2018 para o carro de 2019 de acordo com o novo regulamento. Além disso foi feito um esforço para diminuir o peso das peças do novo carro. O rolo do Aro mais estreito e a Carroceria muito fina, Além disso foi usada tinta fosca para o novo carro. O Layout que era vermelho e branco do ano passado passou ao vermelho e preto sem brilho nenhum. A Red Bull foi a primeira a usar esse tipo de pintura na temporada de 2016.

O Direto-executivo, Louis Camilleri falou que Vettel continua motivado para alcançar suas ambições e que esta entusiasmado por ter Leclerc, Pelo seu talento, Maturidade, habilidade e velocidade em corrida que foram evidentes na temporada passada e que grandes conquistas aguardam para o Futuro.

Os testes de pré-Temporada começam nessa segunda-feira no Circuito da Catalunha em Barcelona.

Fotos:

Vídeo do Lançamento do Carro:

Ficha Técnica do Carro

Chassi: SF90 Composto de Fibra de Carbono, Com construção de Favos de Mel, equipado com o dispositivo de Proteção Halo sobre o Cockpit
Motor: Ferrari 064 V6 1.6 Litros
Capacidade Cúbica:1600 cc
RPM: 15000 (Máximo)
Taxa de Fluxo de Combustível: 100 kg / h máx
Tanque de Combustível: 110 kg
Configuração: V6 90 °
Válvulas: 24 (4 Por cilindro)
Injeção: Direto, 500 Bar (Máximo)
Sistema ERS
Energia da Bateria: 4 MJ
Força do MGU-K: 120 kW
MGU-K MAX RPM: 50.000
MGU-H MAX RPM: 125.000
Freios e Discos de Carbono: Brembo
Peso do Carro: 743 Kg
Motor: Ferrari 064
Transmissão: 8 Marchas + Marcha reversa
Combustível e Lubrificantes: Shell V-Power e Shell Helix Ultra
Pneus: Pirelli P Zero (Seco)
Pirelli Cinturato (Chuva)
Aro: rodas de magnésio forjadas da OZ Racing de 113 polegadas
Diretor Técnico: Mattia Binotto
Pilotos:
5. Sebastian Vettel (Alemanha)
16. Charles Leclerc (Mônaco)

Patrocinadores : Shell, Mission Winnow, Ray-ban, Kasperskys, Ups, Weichai, Hublot, AMD

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos e Vídeo: Ferrari

Racing Point acrescenta o Azul com o Rosa e apresenta em Toronto o RP19

SportPesa Racing Point BWT é o nome da Racing Point para a temporada de 2019. Ao contraio dos boatos, A BWT manteve a parceria com a Racing Point e vai para o 3ºano com o Rosa em seu carro. Ainda terá acrescentado o Azul com o patrocinador da SportPesa, Um site de apostas com operações na África. (Quênia, Tanzânia, África do Sul) e na Europa (Na Ilha de Man e no Reino Unido)

O Lançamento do carro foi realizada no Canadian International AutoShow em Toronto hoje.

Vídeo do Evento:

A Racing Point ainda terá uma parceira com a JCB, A Empresa vai ter um importante papel no desenvolvimento da Racing Point ao fornecer maquinas para ajudar na construção da nova fábrica de última geração. A Equipe também terá Ferramentas elétricas e Roupas de Trabalho da empresa.

Expectativas dos seus dois pilotos:

Lance Stroll: Eu sempre almejo alto, então quero que sejamos competitivos desde o começo. É muito cedo para saber como nos comparamos com as outras equipes, mas aqui, hoje, acredito que devemos lutar por pontos em todas as corridas. Meu objetivo é voltar ao pódio em 2019 também.

Sergio Perez: Estou muito animado com este novo capítulo e pronto para o desafio à minha frente. O início de uma nova temporada é sempre excitante e depois de alguns meses longe da pista, você só quer entrar no carro novo o mais rápido possível. É sempre uma nova oportunidade para mostrar o que essa equipe é capaz de fazer, especialmente com todos 100% focados em melhorar o carro. É um novo nome de equipe, mas ainda estou trabalhando com as mesmas pessoas e passamos 5 anos juntos agora. Eles me ajudaram a melhorar como piloto e desfrutamos de bons momentos no passado. O potencial para o futuro é o que me entusiasma é o potencial para o Futuro.

Os pilotos serão o Mexicano Sergio Perez (Em sua 6ªTemporada seguida se contamos os anos de Force India) e o Canadense Lance Stroll. No ano passado juntando os pontos da Force India, A Racing Point marcou 111 pontos. Porém apenas 52 pontos valeram na classificação do Mundial de Construtores, O que deu o 7ºlugar no Mundial de Construtores. Em 2017 e 2016 a Force India obteve o 4ºlugar no Construtores.

Ficha Técnica do Carro:

Chassis: RP19 Monocoque composto de fibra de carbono com painéis laterais anti-intrusão de legalidade Zylon.
Suspensão: feitos de alumínio com triângulos compósitos de fibra de carbono, trackrod e pushrod. Molas de torção montadas no chassi, amortecedores e montagem da barra estabilizadora.
Rodas: BBS (Dianteiras: 13 ”x 13.7” –  Traseiras: 13 ”x 16.9”)
Embreagem : AP Racing
Pneus: Pirelli P Zero
Sistema de Travagem: Pinças de freio 920E e no projeto de casa freio pelo sistema de arame com discos de fibra de carbono e almofadas
Largura Total: 2000mm
Comprimento Total : 5600mm
Peso Total: 743kg (incluindo motorista e excluindo combustível) Distribuição de peso entre 45,4% e 46,4%
Motor: Mercedes-AMG F1 M10 EQ Potência + Turbo 1.6L v6 carregado + sistema de recuperação de energia
Transmissão: Mercedes com 8 Marchas, semi-automática
Diretor Técnico: Andrew Green

Pilotos:
11. Sergio Perez (México)
18. Lance Stroll (Canadá)

Patrocinadores: BWT, SportPesa, JCB, Hackett, Claro, NEC, Acronis UNIVA, Telcel

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Racing Point

Mercedes apresenta seu carro e faz shakedown no circuito de Silverstone

A Campeã do Mundo apresentou seu carro hoje, A Mercedes sem perda de tempo colocou W10 na pista de Silvestone para fazer o Shakedown do equipamento para os testes da pré-temporada, que vão começar no dia 18, Como para a temporada desse ano que começa no dia 17 de Março na Austrália. A TV Sky Sports flagrou as imagens do carro na pista.

Hamilton falou que dirigir o carro é como conhecer uma nova pessoa pela primeira vez e que você quer conhece-lo melhor e o mais rápido possível para iniciar uma nova Jornada. Valtteri Bottas falou da emoção em entrar no carro e descobrir o equilíbrio e do comportamento do novo bólido nesse Shakedown.

O Chefe técnico da Mercedes James Allison falou sobre o Shakedown de hoje: Esse é apenas um dos 90 eventos planejados de testes do sistema. Mas é um momento especial porque o Shakedown é quando o carro novo vai para a pista pela primeira vez. Esperamos andar os poucos quilômetros que é permitido pelo regulamento sem falhas e com todos esses sistemas funcionando, O que nos dá a confiança de que podemos levar o carro até Barcelona.

Para Toto Wolff a temporada será um desafio para todos da equipe: “Os Regulamentos mudaram substancialmente. Temos que começar do Zero, Precisamos nos prova de novo – Contra nossas próprias expectativas e contra nossos concorrentes. Começamos sem pontos, Então não damos nada como garantido e não há absolutamente nenhum sentimento de direito de estamos na frente. De Fato, com a mudança de regulamento para essa temporada, Cada equipe tem chance de vencer o campeonato e estamos vendo todos eles como ameaçadas em potencial.

O novo Regulamento fez com que o W10 tivesse mudanças em relação ao seu antecessor. “As mudanças no Regulamento são uma oportunidade ou uma ameaça” Disse James Allison (Diretor Técnico) “Eles são uma oportunidade, Porque todas as antigas suposições sobre o que se precisava para o carro ser rápida são eliminadas e se você for esperto e lidar com isso, Você vai ficar na frente das outras equipes que vão ter esse mesmo problemas. Eles são uma ameaça, Porque se você não for tão inteligente e não souber aproveitar ao máximo esse novo regulamento, Certamente você ira sofrer na próxima temporada. Mas eles são estimulantes porque você tem aquela sensação de ansiedade de que talvez você não esteja fazendo o suficiente, Mas igualmente você tem a emoção e o entusiasmo para descobrir se você fez o suficiente ou não”.

James ainda falou sobre o desenvolvimento do W10 e do trabalho duro para a melhora das partes mais fracas do carro anterior e da melhora dos pontos fortes. “O manejo do W09 foi a grande melhora em relação ao W08” … Conseguimos ser competitivos nas pistas em que mais nos atormentavam nos últimos anos. Apesar disso não éramos tão bons como os nossos concorrentes em preservar o desempenho dos pneus traseiros (Lembrando que no ano passado a Mercedes sofria para ter rendimento com os pneus mais macios) Temos trabalhado Arduamente na suspensão e na características aerodinâmicas para entregar um carro muito mais gentil com os pneus. Esperamos que sejamos competitivos por toda a temporada.

James Allison ainda falou do desafio de reduzir o peso do carro. Mesmo que o regulamento desse ano aumentou o limite de peso dos carros. Na parte do motor (unidade de potência) a Mercedes trabalhou em dois principais objetivos: Desempenho e confiabilidade.

“Fizemos alterações na arquitetura no resfriamento da unidade de potência” Disse Andy Cowell (Diretor administrativo da parte dos motores da Mercedes-AMG) Ele ainda falou sobre o aumento da permissão máxima de combustível para cada corrida: “Se você tem um motor eficiente com aerodinâmica eficiente e esta preparado para fazer um pouco da sustentação e descida, Então você tem a oportunidade de começar a corrida com menos de 110 kg” … “Para cada 5 kg de combustível a menos no carro você ganha cerca de 2 décimos de segundo por volta, Então existe uma recompensa natural ao começar a prova um pouco mais leve”

A Mercedes busca o seu 6ºtítulo seguido de pilotos e de Construtores. Para isso manteve a dupla de pilotos e a equipe campeã do ano passado.

Fotos:

Ficha Técnica do Carro

Chassi: F1 W10 EQ Power
Motor: Mercedes M10 EQ Power+
Projetista: James Allison

Pilotos:
44. Lewis Hamilton (Inglaterra)
77. Valtteri Bottas (Finlândia)

Patrocinadores: Petronas, Epson, Crowdstrike, IWC, Tommy Hilfiger

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: SkySports/Mercedes