Marquez conquista vitória na Argentina em corrida marcada por erro de Iannone

Na Argentina em uma corrida complicada que a organização da prova ajeitou esse problema em dividir a corrida em suas partes devido aos pneus Michelin que não aguentavam uma corrida inteira, Na metade da prova entre a volta 9 e 11 os pilotos teriam de trocar de moto e a prova foi diminuída para apenas 20 voltas ao invés das 25 voltas programadas.

A Largada foi algo confuso, Marc Marquez foi o pole position, Mas não conseguiu manter a liderança da prova mas perdeu a ponta para Lorenzo e depois perdeu a liderança para a Ducati de Andrea Iannone com Rossi em segundo e Marc Marquez em 3ºlugar e Lorenzo começando a cair na corrida, Na segunda volta Marquez foi com tudo para cima de Valentino Rossi tomando o segundo lugar na prova e não satisfeito com isso ele foi para cima de Andrea Dovizioso e ultrapassou o piloto Italiano assumindo a liderança antes do final da segunda volta. Na 4ª volta o Australiano Jack Miller como é de praxe ele caiu e arrebentou a sua moto, Antes disso foi o Yonny Hernandez que foi para o chão sendo o primeiro piloto a deixar a corrida.

Largada_motoGP

Na quarta volta Rossi ultrapassou a Dovizioso e subiu para o segundo lugar, A partir dai Rossi começou a caça para cima do Marquez. Na Sexta Volta o Espanhol Jorge Lorenzo acabou caindo e deixando pontos importantes irem para o Lixo, Enquanto isso os pilotos da Ducati oficial Dovizioso e Iannone brigavam pelo 3ºposto com Marevick Viñales perto deles tentando aproveitar apenas do erro de um ou ambos os pilotos. Lá atrás Daniel Pedrosa tinha problemas em segurar o 6ºlugar.

MM93 e VR46 nos Boxes ARG2016

Quando a corrida chegou na sua janela de parada para a troca de moto Rossi chegou em Marquez e travou um duelo pela liderança da prova com ultrapassagem de Rossi, Mas Marquez conseguira recuperar a posição sempre, Essa batalha particular durou até a parada nos Boxes aonde Marquez e Rossi pegam a segunda moto e voltam a corrida e a partir dai Marquez com muito mais moto que Rossi começa a abrir e abrir e Rossi começa a ficar para Viñales que passou para o 3ºlugar superando a Dovizioso e Iannone ambos de Ducati.

troca de moto durante a corrida da MotoGP Arg2016

Pedrosa vivia seus problemas com Scott Redding que na 13ªVolta passou o piloto da Moto Oficial da Honda assumindo o 6ºlugar na corrida com a Moto da Ducati de 2015, Mas essa alegria não durou muito, A 5 Voltas do final Redding tem problemas em sua moto e acaba deixando a prova.

Marc Marquez abria cada vez mais enquanto que Viñales estava na cola de Rossi buscando uma ultrapassagem que não era tão fácil devido ao motor da Suzuki não render tanto como o motor da Yamaha, precisava ser em curva essa ultrapassagem, A 3 Voltas do final Viñales foi vitima de um pequeno trecho molhado que ainda estava na pista e caiu deixando o que poderia ser o melhor resultado da sua carreira e o primeiro pódio da Suzuki desde da sua volta a MotoGP em Valencia 2014.

barbera e poldisputandoboas posicoes ARG2016

A Partir dai a missão ficou para os pilotos da Ducati passarem a Rossi que estava visivelmente mais lento que ambos. Iannone foi para o ataque para cima de Rossi, Buscou a ultrapassagem na entrada da curva 5 Mas acabou Rossi também retardando tudo o que poderia para manter a posição e dai veio Dovizioso e tomou a posição de ambos assumindo o segundo lugar. Iannone e Rossi trocaram na volta e meia final que tinha de corrida uma disputa forte pelo terceiro lugar, Na metade da volta final a situação ficou bem favorável para Iannone que levaria a Ducati para um duplo pódio o que era algo que não acontecia a muito tempo para a Fábrica italiana.

MM93_wins_argentina_2016

Só que Iannone tentou na curva final praticamente passar Dovizioso e de maneira não digo equivocada mais sim de uma forma idiota ele caiu e levou com ele seu companheiro de equipe jogando todo o trabalho da equipe no Chão junto com o duplo pódio. Marquez venceu sem problemas numa corrida impecável com Rossi que tinha tudo para ficar em um 5ºlugar chegando em 2ºlugar e Dani Pedrosa em uma atuação apagadíssima completou o pódio.

Dovizioso salvando 3 pontos ARG2016

Já a Ducati sem dúvida esta pensando agora com muita simpatia em colocar Stoner no grid do Texas no lugar certamente não de Pirro, Mas pode ser que o numeral 29 não esteja em Austin e se eu fosse dirigente da equipe eu faria isso pois a atitude de Iannone foi impensada demais, Aliás é a 4ºprova em seguida que ele cai (Malásia e Valencia em 2015 e Qatar e Argentina 2016) E tem gente dizendo que ele é o cara da Ducati nesse ano. Sem dúvida o Dovizioso que poderia ser o vice-líder do campeonato e que ainda conseguiu salvar 3 pontos no campeonato arrastando a moto para o 13ºlugar e muito mais equilibrado do que Iannone que sem dúvida ver sua cotação cair e muito depois do estrago que ele fez em Termas de Rio Hondo.

A se destacar a Eugene Laverty em belíssima corrida chegando em 4ºlugar com a Moto da Aspar Martinez e se não me engano é o melhor resultado da equipe na MotoGP com bela atuação de Hector Barbera em 5ºlugar com a Avintia Racing ambos de Ducati 2014. Decepcionante resultado para Pol Espargaró ficando em 6ºlugar e reclamando muito depois da bandeirada, Logo a Seguir um ótimo desempenho de Stefan Bradl levando a Aprilla a um 7ºlugar que é o melhor resultado dela na MotoGP até agora desde da sua volta em 2015. Bradley Smith, Tito Rabat e Alvaro Bautista completaram os 10 primeiros colocados.

Laverty e Bradl com belosresultados ARG2016

Semana que vem teremos o GP dos Estados Unidos no Texas em Austin com MM93 na liderança do campeonato, Mas Rossi, Lorenzo, Pedrosa Estão na disputa e agora Dovizioso e Viñales estão também chegando Piada interna: E cadê o Iannone nessa Briga, Bem o Iannone não vai chegar nunca a disputa pois ele vai cair sempre nas corridas(Isso se ele tiver moto para correr em Austin) Risos!!!!

podio e até semana que vem no Texas ARG2016

Resultado Final – Mundial de Motovelocidade
GP da Argentina – MotoGP

1 93 Marc Marquez (Repsol Honda Team Honda) 34’13.628 em 20 Voltas
2 46 Valentino Rossi (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 7.679
3 26 Dani Pedrosa (Repsol Honda Team Honda) a 28.100
4 50 Eugene Laverty (Aspar Team MotoGP Ducati) a 36.542
5 8 Hector Barbera (Avintia Racing Ducati) a 36.711
6 44 Pol Espargaró (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 37.245
7 6 Stefan Bradl (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 41.353
8 38 Bradley Smith (Monster Yamaha Tech 3 Yamaha) a 50.709
9 53 Tito Rabat (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 50.983
10 19 Alvaro Bautista (Aprilia Racing Team Gresini Aprilia) a 1’01.388
11 41 Aleix Espargaró (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 1’08.868
12 51 Michele Pirro (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 1’18.987
13 4 Andrea Dovizioso (Ducati Team Ducati) a 1’33.419

Não Completaram a corrida:

29 Andrea Iannone (Ducati Team Ducati) a 1 Volta
35 Cal Crutchlow (LCR Honda Honda) a 1 Volta
25 Maverick Viñales (Team SUZUKI ECSTAR Suzuki) a 3 Voltas
45 Scott Redding (OCTO Pramac Yakhnich Ducati) a 5 Voltas
76 Loris Baz (Avintia Racing Ducati) a 8 Voltas
99 Jorge Lorenzo (Movistar Yamaha MotoGP Yamaha) a 15 Voltas
43 Jack Miller (Estrella Galicia 0,0 Marc VDS Honda) a 17 Voltas
68 Yonny Hernandez (Aspar Team MotoGP Ducati) a 18 Voltas

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: MotoGP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.