Automobilismo Gaúcho Automobilismo Internacional Automobilismo Nacional Formula RS Fotos Opinião

Por causa de uma Brida Gustavo Camilo não corre mais na Formula RS

Gustavo Camilo um dos favoritos ao título do Campeonato Mundial de Formula RS foi a ausência da 4ªEtapa do Campeonato devido a uma modificação no Regulamento aonde se acrescentando uma Brida nos carros da Formula 1.8.

O que é uma Brida? Um restritor de velocidade que visou tirar de 7 a 10 cavalos de potência nos carros da 1.8, Mas se os carros da 1.8 são menos potentes porque fez isso no meio da temporada?

Bom por uma simples explicação: Os carros da Formula 1.8 principalmente de Gustavo Camilo e Bruna Tomaselli estavam andando na frente Isso por que o Câmbio dos carros da Formula 1.8 são melhores do que os carros da 1.6. O que deveria ser uma categoria que andasse na parte de trás. Isso acabou fazendo com que a Brida fosse adotada.

Veja a Carta que o Gustavo Camilo Colocou para os Organizadores da Formula RS

Prezados Senhores,

Tendo em vista a informação da última reunião no Briefing, sobre a colocação de brida na categoria 1.8 – light, comunico aos senhores que não mais participarei este ano na categoria, enquanto atitudes como esta forem tomadas sem ao menos consultar a todos.

Senhores,

A não muito tempo atrás, todos sabemos que carros da categoria light, já andaram na frente por diversas vezes, ganhando inclusive corridas, dai minha pergunta de um leigo, querendo entender :

“Porque um carro da categoria Light, no padrão de caixa de marcha de corcel, pode ganhar uma corrida, enquanto um carro com cambio Hewland, comprovadamente menos potente não pode ???? ”

Qual o critério adotado ?!!! ou melhor, me desculpem a sinceridade, não se adotou qualquer critério para tal medida.

e ainda mais mudanças no meio do campeonato???!!!

Me desculpem mais uma vez, mais isso não é atitude de quem quer deixar mais profissional a categoria.

Foi adotada a ideia, muito bem vinda por sinal, dos carros da categoria 1.8, como forma de agregar grid e novos pilotos, devido a qualidade do cambio, se juntar com a categoria light, porém desta forma não está correta ao meu ver!

Deixo meu carro à disposição para colocarem no dinamômetro contra qualquer carro da 1.6 para comprovar o que digo.

Respeito a todos, inclusive a medida tomada, porém não sou obrigado a concordar com tais argumentos!

Desejo a todos ótimo campeonato!

Gustavo Camilo

Eu procurei informações sobre as equipes da Formula 1.6 sobre isso. Não vou revelar o nome da pessoa que me falou isso, mas ele falou o seguinte que essa brida estava prevista para a partir da 4ªetapa e que deram 3 provas para ver essa questão. E que deveriam se opor a isso e se fizeram eles não foram a maioria.

O Fato é que Gustavo Camilo disse em exclusividade para o Portalsportszone que enquanto a Brida não for retirada dos carros da Formula 1.8 ele não volta a disputar a Formula RS.

Opinião – Deivison Conceição:

Mais uma vez mudança de regulamento no meio da temporada o que é péssimo para o Esporte, Essa atitude para mim não cabe para uma categoria que é uma das únicas de Formula no Brasil, Não acho que tenha sido a atitude certa, Já viram que teremos menos um carro no Grid e poderia ter sido muito mais do que isso. Se o problema é esse Câmbio então o mais correto era colocar o mesmo câmbio para os carros da 1.6 pois dai pelo menos seria uma mudança mais plausível do que essa.

Para mim ainda existe muita coisa amadora na Formula RS que precisa ser profissionalizada, Como pode a categoria não ter uma transmissão nem na Internet, Não temos chance nenhuma de ver grandes pilotos em ação, Apenas o Discovery Turbo mostra imagens da Categoria. Tem empresas Sérias investindo em pilotos, Será que elas vão ficar para sempre investindo uma categoria que tem lapsos de amadorismo como esse. Se eu fosse o dono da Formula RS eu teria um fortíssimo plano de Marketing como esse:

Eu com 2 semanas de antecedência começaria a trabalhar na divulgação do evento, entregaria planfletos nas escolas e nas principais ruas da cidade que vai ser realizada a corrida, Convidaria pelo menos alunos de 4 escolas publicas para irem ao dia do evento para prestigiarem e criarem um publico cativo, Nessas mesmas escolas antes teriamos 2 pilotos da Formula RS para fazerem uma palestra sobre a categoria, sobre as carreiras deles e isso já cativaria as crianças para virarem fãs do esporte e desses pilotos.

Em Todas as corridas eu trabalharia com 2 tipos de verbas para premiação:

1º Buscar patrocínios para cada corrida como exemplo: Por uma placa de publicidade no autódromo poderia-se colocar uns mil a 2 mil reais por praca, 2º Buscar por vaquinha virtual uma verba para que se tenha uma premiação em dinheiro para o vencedor da categoria, Nisso 10% do que arrecadamos por etapa vai para o caixinha para no final do campeonato premiar os campeões da temporada (tipo do 1º ao 5ºlugar)

Tipo nesse Gráfico:

Premiação por etapa:

1ºLugar – 45%
2ºLugar – 25%
3ºLugar – 15%
4ºLugar – 10%
5ºLugar – 5%

Premiação para o final do campeonato:

Campeão: 50%
Vice: 25%
3ºlugar: 10%
4ºLugar: 8%
5ºLugar: 7%

E Temos que ter uma Televisão online na Internet mesmo que seja um esquema de 2 Câmeras apenas, mas é preciso que se tenha isso, o mínimo de organização já vai ser possivel fazer isso para a 6ªEtapa em Rivera no dia 20 de Setembro e eu conheço pessoas que podem fazer isso e se quiser eu divulgo no Facebook quem são essas pessoas pois se continuar assim e capas do Grid ficar bem vazio.

Sempre um pouco de Desabafo faz bem para todo o mundo, para quem se incomoda é porque sabe que esta errado e não quer admitir!

Foto: Rita Garrido

1 comment

  1. Pingback: Onda Estática – O Abismo do Brasil e do Esporte a Motor – Coluna de Deivison Conceição – Portal Sportszone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.