Indycar 2015 – No Texas a noite caiu e a Ganassi dominou corrida com vitória de Dixon e Brasileiros completando o pódio

Grid de Largada:

1 Will Power (Dallara Chevrolet Team Penske) 218.519 Milhas
2 Simon Pagenaud (Dallara Chevrolet Team Penske) 218.441 Milhas
3 Hélio Castroneves (Dallara Chevrolet Team Penske) 218.069 Milhas
4 Carlos Muñoz (Dallara Honda Andretti) 217.831 Milhas
5 Juan Pablo Montoya (Dallara Chevrolet Team Penske) 217.530 Milhas
6 Graham Rahal (Dallara Honda Rahal) 217.438 Milhas
7 Scott Dixon (Dallara Chevrolet Ganassi) 217.411 Milhas
8 Tony Kanaan (Dallara Chevrolet Ganassi) 217.337 Milhas
9 Charlie Kimball (Dallara Chevrolet Ganassi) 217.323 Milhas
10 Sage Karam (Dallara Chevrolet Ganassi) 216.920 Milhas
11 Marco Andretti (Dallara Honda Andretti) 216.876 Milhas
12 James Jakes (Dallara Honda Schmidt) 216.864 Milhas
13 Takuma Sato (Dallara Honda AJ Foyt Racing) 216.686 Milhas
14 Josef Newgarden (Dallara Chevrolet CFH Racing) 216.210 Milhas
15 Ed Carpenter (Dallara Chevrolet CFH Racing) 216.197 Milhas
16 Tristan Vautier (Dallara Honda Dale Coyne Racing) 215.929 Milhas
17 Jack Hawksworth (Dallara Honda AJ Foyt Racing) 215.621 Milhas
18 Sébastien Bourdais (Dallara Chevrolet KV) 215.303 Milhas
19 Ryan Briscoe (Dallara Honda Schmidt) 215.162 Milhas
20 Gabby Chaves (Dallara Honda Herta) 215.146 Milhas
21 Ryan Hunter-Reay (Dallara Honda Andretti) 215.026 Milhas
22 Pippa Mann (Dallara Honda Dale Coyne Racing) 214.654 Milhas
23 Stefano Coletti (Dallara Chevrolet KV) 211.930 Milhas


2xu3mqpv o

Na largada power manteve a liderança e Castroneves foi para cima de Pagenaud, mas na volta 8 Pagenaud assumiu a liderança após passar Power.
Ao mesmo tempo tivemos a luta entre os dois pilotos Brasileiros pela 3ªposição lado a lado por algumas voltas com Tony estava por fora e Helinho por dentro e logo atrás vinha Montoya o líder do campeonato.
Depois de praticamente umas 10 voltas Tony Kannan assumiu o 3ºlugar de Hélio Castroneves na 19ªVolta.
Pagenaud continuava líder com Power em segundo, Jack Hawksworth foi o primeiro a fazer uma parada tentando uma tática diferente já que estava lá atrás na prova.
Dos 5 primeiros colocados 4 eram pilotos da Penske sendo Kannan o solitário piloto da Ganassi nos Top 5. 28ªVolta Pagenaud pegava o primeiro retardatário na corrida que era o piloto Stefano Coletti.

Tony Kannan passou Power e assumiu o segundo lugar e Hélio Castroneves foi para cima de Power em disputa o 3ªlugar na prova.
Ed Carpenter também parou na 32ªVolta para tentar uma tática diferente além de Graham Rahalna volta seguinte fez sua primeira parada.
logo depois começaram a vim Newgarden, Sato, todos eles tentando táticas diferentes pois nesse tipo de circuito o ideal é fazer a primeira parada entre a 45 até a 50, 52 por ai.
Começaram as paradas normais nos boxes com Muñoz, Jakes, Andretti. Will Power foi o primeiro dos líderes a entrar nos boxes na 45ªVolta na volta seguinte veio Montoya, bourdais, Kannan na volta 48, Helinho na volta 48 também.
Durante essas paradas quase que Josef Newgarden não conseguia segurar o carro e ir para o muro, Mas ele ainda assim conseguiu salvar a história. Enquanto isso estávamos tendo uma Bela Briga entre Karam e Andretti pelo 11ºlugar.

L0kttqmv o

Pagenaud, Kannan, Montoya, Castroneves e Power eram os cinco primeiros depois das paradas nos boxes, Todos eles de Motor Chevrolet. O melhor motor Honda era o Colombiano Carlos Muñoz que vinha em 6ºlugar.

Voltas depois Ryan Hunter-Reay fazia uma nova parada nos boxes e com isso perdia mais tempo nessa corrida, aliás um ano dificil para o campeão de 2012 da categoria no primeiro ano dos motores Turbo e com o DW12.
Tony Kannan tentava se aproximar de Pagenaud na disputa pela liderança da prova. Ed Carpenter, Graham Rahal já na volta 66 partiam para a segunda parada nos boxes e nessa situação já começava a tática deles a se perder.

Tony Kannan assumiu a liderança da corrida andando muito forte com a Ganassi com motores Chevrolet que é uma tônica estarem lutando por vitórias nesse ano.

Montoya começou a aparecer mais na corrida ultrapassando a Pagenaud que vem sendo a decepção do ano andando com a Penske não conseguindo fazer mais do que fez com equipes menores no passado começava a ir ladeira abaixo na classificação sendo pressionado pelo Hélio Castroneves.

Começando a segunda rodada de paradas nos boxes isso com a bandeira amarela na pista acabou, Trabalho muito mal o time de Tony Kannan que demorou 3 segundos a mais do que os seus adversários e pior ainda a equipe de Simon Pagenaud que perdeu várias posições ficando parado muito mais do que deveria ficar.

Depois das paradas a classificação era a seguinte Montoya, Castroneves, Kannan, Dixon, Power, Kimball, Muñoz, Jakes, Pagenaud e Briscoe esses eram os dez primeiros colocados. Pilotos mais atrás fizeram parada 1 volta depois dos líderes e alguns deles recuperaram a volta perdida.

A Bandeira amarela durou 13 voltas até que a bandeira verde foi dada na volta 98. Tony e Dixon lutavam pelo 3ºlugar e dai o brasileiro stinlingou para passar Castroneves e Montoya para assumir a liderança de novo da corrida, era impressionante a velocidade do piloto Brasileiro que não foi nada bem no final de semana em Detroit. Mas Dixon estava querendo pegar a ponta para a ele, Um piloto que começava a aparecer era Ryan Briscoe que substituía a James Hinchecliffe e vinha duelando com Muñoz pela lutar para tornar o melhor Honda na corrida algo que foi conseguido com muita facilidade a 4ªPosição.

A noite começava a cair em Texas o ritmo de corrida era ótimo até aquela fase da corrida, Quem acabou caindo muito foi Montoya que foi da ponta para a 7ªPosição o que deixava em dúvida a capacidade da Penske de tentar voltar o domínio da corrida, Caso contraio a Ganassi tomou a corrida para ela.

Kannan segurou o ataque de Dixon que ficou para os ataques de Hélio Castroneves que queria tomar o segundo lugar para ele e para a Penske e recuperar o domínio da equipe de Roger Penske, Enquanto isso Hunter-Reay iria para mais uma parada nos boxes continuando o seu calvário na corrida nas últimas posições.

Montoya na volta 138 e Power na 139 inaugurava a 3ªrodada de paradas em bandeira verde, na Volta 140 Tony Kannan foi para a sua parada enquanto Dixon era o líder da corrida e ficou por 2 voltas na ponta e depois foi para os boxes deixando a liderança com Hélio Castroneves pela primeira vez por 1 volta até sua parada, nesse momento o líder era James Jakes que vinha rápido com o carro da Schmidt e com motores Honda que eram mais fracos que os Chevrolet, o piloto inglês foi a parada na volta 144. E com isso a luta pela ponta ficou entre Dixon e Kannan e acabou o piloto Neozelandês levando a melhor e indo para a liderança, Algumas voltas depois o piloto Ed Carpenter se juntava a Jack Hawksworth e acabou abandonando a corrida com problemas mecânicos com 147 voltas completadas.

Gasktroy o

Tony não se deu por vencido e tentou voltar a ponta atacando a Dixon na batalha dos dois principais pilotos da Ganassi. Power esteve próximo de tomar volta do líder, Mas dai ele começou a aumentar a velocidade e se distanciou dos líderes. Caso tomasse a volta seria muito difícil retornar a luta pela vitória pois numa bandeira amarela quem fica na mesma volta do líder mesmo que estiver para quase tomar volta do líder tem a sua distância para o líder dizimada.

Kimball e Briscoe lutavam pelo 6ºlugar com uma vantagem de motor para o Kimball, Mas o piloto Australiano da Schmidt conseguia resistir e manter a frente de Kimball. Newgarden na volta 150 abandonou a corrida com problemas mecânicos em seu carro da CFH que alias não teve um bia para comemorar com ambos os carros de fora da etapa do Texas. Briscoe acabou resistindo a Kimball e voltou a abrir uma vantagem pequena para Kimball, Mas logo Kimball acabou numa ultrapassagem relâmpago tomando o 6ºposto de Briscoe.

Dixon continuava na liderança com Tony Kannan perto dele e depois a 4 segundos vinha Hélio Castroneves em 3º, Voltas depois o ritmo do Scott Dixon aumentou e com isso a diferença entre Dixon para Kannan aumentou para 3 segundos de diferença, Os pilotos estavam virando 205 milhas de média.

Na Volta 186 Dixon foi para os boxes enquanto Tony Kannan continuou na pista e assumiu a liderança por uma 1 volta até a sua parada na volta 187 e dai a liderança foi para Hélio Castroneves, Montoya foi para os boxes na volta 188. Na Volta seguinte veio Charlie Kimball para os boxes, o piloto norte-americano que tem diabetes e tem com essa desvantagem o apoio de uma empresa que além de financiar o seu carro ainda ajuda ele no tratamento da doença, Na Volta 191 Castroneves foi para os boxes restando 57 voltas para o final. Em condições normais todos deveriam fazer uma parada nos boxes até o final. O líder era Marco Andretti que estava com os motores Honda que tinham um menor consumo de combustível. Muñoz foi o último do líderes a fazer a parada.

3ktughoj o

Andretti entrou na volta 195 e tentaria ficar somente nessa parada, 53 voltas com o mesmo tanque era quase impossível ele teria que fazer um ritmo pra lá de conservador para chegar ao final da prova. Dixon era o líder após as paradas com Kannan a 6 segundos atrás e Helinho a 14 segundos atrás. Se nada acontecesse a corrida estava na mão do Neozelandês. Montoya e Briscoe completavam a lista dos 5 primeiros colocados. sendo que Briscoe já tinha uma volta de desvantagem para Dixon que começava a administrar a sua diferença.

Kimball acabou de passagem tomando o 5ºlugar de Briscoe na volta 214 mostrando que também estava em um ritmo forte com o 3º carro da Ganassi. Dixon começava a ter a sua diferença diminuía de 6 para 4 segundos. Enquanto isso Coletti acabou confundindo de boxes e perdeu tempo, Ele já estava nas últimas posições mesmo ou na última posição não fez tanta diferença na classificação para o piloto da KV Racing.

Hélio Castroneves a 25 Voltas do final da prova foi para os boxes para completar o combustível para terminar a corrida, começava a última janela de paradas nos boxes. Na Volta seguinte veio Tony Kannan fazer o mesmo assim como Montoya. A 20 Voltas do final Dixon foi para os boxes para completar o combustível para fechar sua corrida e provavelmente vencer a prova. Já Tony e Hélio quase bateram pneu por pneu, Mas acabou os dois são e salvo com Tony levando a 4ªposição de Castroneves já que Marco Andretti e Carlos Muñoz não tinham parado e não pretendiam parar nos boxes. Mas não seguraram essas posições. Ambos ficaram bem lentos para terminaram a corrida com esse tanque.

Wa3ceup0 o

Dixon estava virando 211 milhas por hora na volta. Nada parou o Neozelandês para mais uma vitória com Kannan e Hélio Castroneves completando o pódio com Montoya em 4º com a Penske que viu com o anoitecer o seu domínio acabar como a luz do sol no Texas, Marco Andretti levou seu carro ao final sendo o melhor piloto com o Motor Honda em 5º salvando a honra da Montadora japonesa e da Andretti Autosport que teve Muñoz como o sexto colocado e dai depois com boas exibições o Piloto Charlie Kimball da Ganassi. Ryan Briscoe com o carro da Sam Schmidt, James Jakes com o carro da Sam Schmidt e Gabby Chaves que foi discreto mas foi eficiente ao levar o carro da Herta ao 10ºlugar. A lamentar a péssima atuação do pole position Will Power que fechou em fraquíssima 13ªposição e mais uma atuação fraca de Pagenaud que ficou colocado em 11ºlugar.

Classificação final das 600 milhas do Texas:

1 Scott Dixon (Dallara Chevrolet Ganassi) 1:52:47.8513 em 248 Voltas
2 Tony Kanaan (Dallara Chevrolet Ganassi) a 7.8000
3 Hélio Castroneves (Dallara Chevrolet Penske) a 9.9446
4 Juan Pablo Montoya (Dallara Chevrolet Penske) a 10.4608
5 Marco Andretti (Dallara Honda Andretti) a 26.0947
6 Carlos Muñoz (Dallara Honda Andretti) 247 a 1 Volta
7 Charlie Kimball (Dallara Chevrolet Ganassi) 247 a 1 Volta
8 Ryan Briscoe (Dallara Honda Schmidt) 247 a 1 Volta
9 James Jakes (Dallara Honda Schmidt) 247 a 1 Volta
10 Gabby Chaves (Dallara Honda Herta) 246 a 2 Voltas
11 Simon Pagenaud (Dallara Chevrolet Penske) 246 a 2 Voltas
12 Sage Karam (Dallara Chevrolet Ganassi) 245 a 3 Voltas
13 Will Power (Dallara Chevrolet Penske) 244 a 4 Voltas
14 Sébastien Bourdais (Dallara Chevrolet KV) 244 a 4 Voltas
15 Graham Rahal (Dallara Honda Rahal) 243 a 5 Voltas
16 Takuma Sato (Dallara Honda Foyt) 243 a 5 Voltas
17 Pippa Mann (Dallara Honda Coyne) 242 a 6 Voltas
18 Ryan Hunter-Reay (Dallara Honda Andretti) 241 a 7 Voltas
19 Stefano Coletti (Dallara Chevrolet KV) 239 a 9 Voltas
20 Tristan Vautier (Dallara Honda Coyne) a 92 Voltas
21 Josef Newgarden (Dallara Chevrolet CFH) a 99 Voltas
22 Ed Carpenter (Dallara Chevrolet CFH) a 101 Voltas
23 Jack Hawksworth (Dallara Honda Foyt) a 186 Voltas

Fotos:

 

View post on imgur.com

Vídeo da Corrida:

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Indycar/Motorsport
Vídeo: TheindySnake

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.