F1 Formula 1 Formula 1 - 1989 Fotos História Ligier

Especial Ligier : Temporada de 1989

Após uma horrível temporada em 1988 para a Ligier era agora é juntar todos os cacos e partir para 1989, Uma coisa já ajudava o time de Guy Ligier que foi o fim dos motores na Formula 1 (Que iria durar até o ano de 2014) Com isso em termos de projeto tudo ficava mais nivelado entre as equipes, A Segunda mudança foi a troca de motores, Saíram os Fracos motores Judd e vieram os Simples motores Ford DFR que tinham ido bem com a Benetton em 1988 o que já representava algo de positivo. Mantiveram René Arnoux (Que iria para a sua última temporada na Formula 1) e para substituir o Sueco Stefan Johansson que foi para a Onxy eles pegaram um outro Francês, O piloto Olivier Grouillard de 30 anos de idade.

Em Busca da Glória perdida foi feito o Chassi JS33 que teve como Design dos projetistas Ricardo Divila, Ken Anderson, Andy Willard, Paul Crooks, Michel Beaujon e Claude Gallopin, Um projeto mais convencional do que o chassi anterior que foi um fracasso total.

Chassi: Ligier JS33
Desenhista : Michel Beaujon (Diretor Técnico) e Claude Gallopin (Design)
Chassi : Monocoque de carbono e Kelvar
Transmissão : Ligier / Hewland
Mudanças : 6
Combustível / Lubrificante : Antar (16 GP), Elf (4 GP)
Amortecedores : Koni
Freios : discos de carbono da Brembo / SEP

Agora a Ligier teria de disputar com outros 37 carros de 19 equipes para disputar posições no Grid e marcar pontos algo que não conseguiu na temporada de 1988, Mesmo com o pífio desempenho de 1988 ambos os pilotos da Ligier estavam classificados para a Classificação de Sexta e de Sábado e não precisariam penar nas pré-qualificações de quinta-feira.

A começar a temporada no Brasil a Ligier não começa bem com Rene Arnoux que não classifica para a  corrida (Eliminado em 28ºlugar na Classificação) Mas o estreante Olivier Grouillard conseguiu passar para o Grid com o 22ºlugar no Treino Oficial, Na Corrida o piloto francês sobreviveu a dura corrida em Jacarepaguá e chegou ao final da corrida em uma decente 9ªposição a 1 Volta do vencedor da corrida o que já poderia ser animador para a Ligier em 1989.

Grouillard começou a temporada bem melhor que Arnoux

Grouillard começou a temporada bem melhor que Arnoux

No começo da temporada Europeia em San Marino tivemos uma nova não classificação de Grid de Arnoux e um belíssimo treino de Grouillard levando o seu carro para uma inesperada 10ªposição no Grid de largada o que não acontecia para a Ligier desde de 1986 e poderia ser a corrida dos primeiros pontos do time em 89, Mas durante a paralização da corrida devido ao Terrível acidente de Gerhard Berger no começo da corrida a Ligier trabalhou sobre o carro durante essa paralisação que era proibido e o resultado disso foi uma desclassificação de corrida que poderia marcar o começo da recuperação da equipe azul. Em Mônaco tivemos uma reação do Veterano René Arnoux que conseguiu se qualificar para o Grid de largada em 21ºlugar e aproveitando a chance de atrapalhar o Prost que ficou uma volta e meia atrás do seu desafeto, No final da corrida o Francês levou sua Ligier para o 12ºlugar a 4 Voltas do Vencedor, Grouillard largou mais na frente na 16ªVolta, Mas sua corrida termina na 4ªVolta com problemas de Câmbio.

De Volta a América para a tríade de corridas no norte do continente Latino-Americano a Ligier foi em busca de pontos no campeonato algo que não se conseguia desde do GP da Bélgica de 1987…

… Mas no México ainda não foi possível pontuar apesar de mais uma boa corrida de Grouillard que largou em 11º e chegou em 8ºlugar na mesma volta de Tarquini e de Cheever, Já René Arnoux se classificou em 25ª e chegou em 14ºlugar a 3 voltas do vencedor ficando apenas na frente de Johnny Herbert com a Benetton, Ou seja ele tomou um Vareio do jovem Grouillard, Nos Estados Unidos um final de semana para se esquecer, Tanto Grouillard como Arnoux não conseguiam passar para o Grid de largada, Ficaram em 27º e 29ºlugares respectivamente e como só temos 26 no grid nenhum dos Ligier acabou indo para a corrida em Phoenix.

Arnoux Levou a Ligier de volta aos pontos com o 5ºlugar no GP Canadense em Montreal

Arnoux Levou a Ligier de volta aos pontos com o 5ºlugar no GP Canadense em Montreal

Fechando a trinca de corridas na América em Montreal no Canadá o jovem Olivier Grouillard acabou de Fora do Grid de largada, Arnoux em 22º acabou representando a equipe sob a chuva do GP do Canadá que foi enorme loteria sob chuva o tempo inteiro, Lembrando seus bons tempos na Formula 1 o piloto Francês que tinha 38 anos manteve o carro na pista na zona de pontuação pela maior parte da corrida e foi recompensado com o 5ºlugar após as 69 Voltas de prova levando um carro da Ligier novamente nos pontos coisa que não acontecia desde de 1987 quando o próprio Arnoux marcou um 6ºlugar no GP da Bélgica, Após essa corrida feliz de Arnoux a Formula 1 voltava para casa no GP da França em Paul Ricard aonde teve um acidente forte com o piloto da March Maurício Gugelmin e a Vitória tranquila de Alain Prost a Ligier novamente apareceu na zona de pontuação com o Francês Olivier Grouillard que largou do 17ºlugar para conquistar a 6ªposição em uma corrida ele progrediu bastante a partir da metade da corrida e ficando na última parte da prova na 6ªposição, Arnoux até largou bem na 18ªposição e estava perto de Grouillard, Mas teve problemas de Câmbio na 15ºvolta e abandonou a corrida.

Chegando a 8ªEtapa o GP da Inglaterra após 2 resultados seguidos nos pontos a expectativa de Arnoux e Grouillard eram de marcar pontos de novo. Mas Arnoux não se classificou de novo para a prova, Já Grouillard garantiu a presença da Ligier no Grid do GP Inglês com o 24ºlugar no Grid de largada, Na corrida Grouillard fez mais uma corrida impressionante e ficou muito perto de marcar mais um ponto na temporada ficando em 7ºlugar. Começando a Segunda metade da temporada de 1989 na Alemanha não começou muito bem para Grouillard que tinha feito o 11ºtempo na Classificação, Mas seu motor quebrou logo na primeira volta, Arnoux largou bem lá atrás em 23º e Terminou a prova em 11º e último colocado dos que terminaram a prova mostrando toda a sua falta de velocidade e tendo o fim da Linha na Formula 1 como caminho mais próximo para ele.

Grouillard tendo melhor ano que Arnoux apesar do veterano ter feito 2 dos 3 pontos da equipe na temporada

Grouillard tendo melhor ano que Arnoux apesar do veterano ter feito 2 dos 3 pontos da equipe na temporada

Na Hungria uma nova eliminação Dupla na classificação para Ambos os pilotos, A Ligier voltaria ao Grid na Bélgica com Arnoux em 17º e Grouillard na última posição do Grid de Largada, Arnoux bateu na 4ªVolta e Grouillard completou a prova numa distante 13ªLugar numa corrida apagada, Na Itália em Monza pista de Altíssima velocidade a Ligier não teria grandes chances de pontuar com um simples motor Ford Cosworth DFR  Grouillard largou em 21º e acabou saindo da corrida na volta 30 e Arnoux largando em 23º conseguiu levar seu carro ao final da corrida na 9ªPosição.

O Final de ano da Ligier não foi nada bom, Em Portugal Grouillard não classifica para o Grid, Arnoux em 23º no Grid de largada fica apenas na 13ªposição apagada nas últimas posições sempre, Em Jerez de la Fronteira dessa vez foi Arnoux que não classificou entre os 26 primeiros colocados, Grouillard largou em 24ºlugar e abandonou com problemas de motor, Era evidente que a Ligier caiu de nível na parte final da temporada, No Japão em Suzuka René Arnoux falha para segunda vez seguida na sua missão de se classificar para o Grid de largada, Pelo menos Olivier Grouillard consegue colocar o carrinho Azul entre os 26 primeiros colocados (23ºColocado) Na Corrida o jovem piloto da Ligier fica pelo caminho na volta 34 sempre correndo nas últimas posições na prova.

Chegando ao diluvio na Austrália pelo menos Grouillard e Arnoux classificaram seus carros para o Grid de largada 24º e 26º Respectivamente. A Corrida para Arnoux acabou na volta 5 com problemas de Rotação e Grouillard deixou a prova na 23ªVolta por causa de um acidente quando tinha até alguma chance de sair com algum ponto nessa prova.

Arnoux encerrou sua carreira na Formula 1 de maneira patética em 1989 pela Ligier.

Arnoux encerrou sua carreira na Formula 1 de maneira patética em 1989 pela Ligier.

Ao Final da temporada de 1989 mesmo sendo melhor que a de 1988 não foi tão melhor assim, Apenas 3 pontos no campeonato com uma 14ªposição no Mundial de Construtores sendo que Arnoux marcou 2 pontos e Grouillard marcou apenas 1 pontos. Ao final dessa temporada o veterano René Arnoux abandonou a Formula 1 e Grouillard mesmo com seu grande desempenho na Ligier acaba indo para a Osella. De uma das grandes equipes no começo dos anos 80 até o fundo do pelotão e lutando por alguns pontos no final dos anos 80 a Ligier esperaria uma alvorada dos anos 90 com melhores Resultados.

GPs: 32 (Largou em 21 Corridas)
Vitórias: 0
Poles: 0
Pódios: 0
Pontos: 3
Motor: Ford Cosworth DFR V8
potência: 595 cavalos a 10.750 RPM
Pilotos:
Rene Arnoux
Olivier Grouillard
Número de Voltas Percorridas: 829

Fotos:

View post on imgur.com

Texto: Deivison da Conceição da Silva
Fotos: Bestlap/Formel1mic

Especial Ligier: 19761977197819791980198119821983 – 19841985 – 1986 – 1987 – 1988

1 comment

  1. Pingback: Especial Ligier : Temporada de 1991 | Portal Sportszone

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *